Page 1


Antônio Momoli Diretor Comercial Bicicletas

José C. A. Santos Gerente de Vendas Bicicletas

Bolivar Tomaz Peres Filho Representante

Carlos Augusto Rodovalho Representante

Jeovar Leitão de Sena Representante

João de Souza Luna Júnior Representante

Anderson A. Xavier de Abreu Call Center

Camila Vieira de Moura Call Center

Luiz Alberto C. de Moraes Gerente de cobrança

Carlos Roberto Alves Representante

João Ricardo Moura Representante

Cléber Silva Santos Call Center

Sérgio Ricardo Ulrych Ger. de Compras

Célio José dos Santos Representante

Francis de Souza Resende Ger. de Marketing

Edilson S. dos Santos Representante

Gilberto Alves Nunes Ger. de Marcas Shimano

Ednilson S. Silva Representante

Wagner Pitta Ger. de Logística

Edson de Matos Representante

Alexandre Maciel Ger. de Transportes

Marisa de Agui Coord. Comerc

Eduardo Mendes Werneck Representante

Edwaldo Preisig Representante

Júlio Cesar Salgado Arias Representante

Luciano C. de Menezes Representante

Luiz Antônio Alves Representante

Marcos Roberto Zanini Representante

Mauro Rodrigues Pinto Representante

Procópio Perei Representante

Cylene D. Santiago Call Center

Elisandra C. dos Santos Call Center

Fábio de Oliveira Macena Call Center

Fábio José da Silva Call Center

Juliana S. de Araújo Call Center

Tatiana B. Ribe Call Center


iar cial / SAC

Sandra de Fátima Bueno Ger. de Call Center

Antônio de O. Sá Consultor

José Carlos Oliveira Consultor

Alexandre B. da Mata Representante

Antônio Carlos Teixeira Representante

Antônio Dionizio P. Filho Representante

gke

Erisvaldo N. da Cruz Representante

Fábio Ferreira da Cruz Representante

Gilson F. Mendes Representante

Iliseu Valdemir Leonhardt Representante

Irineu Edemar Leonhardt Representante

Ivan Pacheco de Souza Represenante

ira Senna

Rafael Macena Pereira Representante

Roberto V. de Melo Barreto Representante

Rudimar Faria dos Santos Representante

Saulo de Souza Luna Representante

Sebastião Ap. Abonizio Representante

Sidnei Luverci Rosa Representante

Alexandre Pradines Preposto Saulo

José Eduardo Preposto Carlinhos

Manoel Messias Preposto Jeovar

eiro

Thiago Rodrigues Pinto Preposto Mauro

Tiago Alves Preposto Luiz Alves

Giancarlo Giannocaro Assistente de Marketing

Antônio Izan da Silva Representante

Jadir Petinari dos Reis Representante

Silvio Braga de Oliveira Representante

Augustinho Alves Maia Representante

Jean Carlo Silva Representante

Ana Paula M. Esnidei Call Center


Conteúdo Capa i Pedalec BMW uma nova bicicleta elétrica

22 José

Chapina Alcazar

50 Especial

Evento

Trabalho, modernidade e determinação

Uma convenção feita de homenagens e novas metas

De remendo em remendo, uma hora a casa cai

24

18 Empresa

Feira

Meio século na realização de sonhos

Messe Friedrichshafen na China

30 48 Tecnologia

Loja

Sistema de transmissão eletrônica Di2

Faltam incentivos para a Bike na Califórnia Brasileira

60

62

SEÇÕES

Editorial........... 08 Notas.....................12 Correio............. 10 Lançamentos.......36

Gente....................44 Internacionais.....54


Luanda

Diretoria Osmar Silva José Haroldo G. Santos

Edição 178 - Julho 2012

Editor Osmar Silva osmar@luanda.com.br

Diretor José Haroldo G. Santos haroldo@luanda.com.br

Redação Hylario Guerrero (MTB 13468) Rosangela Hilário (MTB 46219) Edison Rafael (Estagiário) redacao@luanda.com.br Arte e Diagramação Bruno R. Mello dos Santos Diego Igor de Oliveira midia@luanda.com.br arte@luanda.com.br Publicidade: Luanda Brasil Serviços de publicidade Ana Paula Lima Edmar Santos José Ricardo Gomes Raphael Garcia vendas@luanda.com.br Administração Juici Monteiro Fernanda Oliveira Jhonnatan André luanda@luanda.com.br Assessoria gráfica Pavagraph Impressão Northgraph R. Joaquim de Almeida Moraes, 273 Jd. Magali - CEP 02844-000 - São Paulo/SP Tel.: +55 (11) 3461-8400 / 3461-8401 Fax + 55 (11) 3923-5374

A cyclomagazine aceita matérias técnicas como colaboração. Os artigos deverão vir acompanhados de fotos ilustrativas com as respectivas legendas e curriculum do autor. A revista não se reponsabiliza por opiniões e artigos assinados que podem ou não expressar a mesma opinião do editor. As opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade do autor. A revista não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios veiculados, nem por aquisições em função destes. Todos os direitos reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sob pena de procedimentos legais. A revista cyclomagazine é uma publicação mensal da Luanda Editores Associados LTDA., e tem sua marca registrada no INPI sob o número 820.332.593

Editorial

O

2º semestre está ai e com ele a expectativa do aquecimento do mercado de bikes e bicipeças. Em nossos contatos com empresários as opiniões quanto à densidade do comportamento de consumo no primeiro período do ano, não foi unanime. Alguns chegam a afirmar que ficamos muito próximos de uma crise. Outros creditam como normal, sem sobressaltos, apenas seguindo a tendência dos outros anos, uma desaceleração comum e esperada de todos os anos. Mas, existe um grupo considerável que se mostrou satisfeito com a demanda. Aliás, consideram um 1º semestre atípico, com bons volumes de vendas. Nós percebemos que neste caso o diferencial está nos produtos comercializados. As linhas de maior valor agregado têm recebido maior atenção e compras do consumidor final. Os ciclistas, mesmo os amadores e, mesmo os simples usuários da bicicleta aos finais de semana, tem preferido aqueles itens com promessas de maior durabilidade e segurança. Produzidos com maior sofisticação e oferecendo garantias de qualidade. Os seus preços, obviamente são de maior valor. Com isso, talvez, tenham menor número de unidades vendidas, mas trazem para os lojistas melhores margens, alguma ‘gordurinha’ compensatória pelo risco e o trabalho de argumentos de vendas. Outra coisa que fica patente é o diferencial e status que os profissionais melhor preparados, embasados em conhecimentos reais sobre as bikes, peças e acessórios, além de suas aplicações corretas em cada modalidade esportiva ou de lazer. Até mesmo nos departamentos comerciais das fábricas, estão acontecendo movimentações, com a troca de profissionais, a constituição mais organizada das atividades do setor e a aplicação de novas ferramentas, como as redes sociais, e-mails marketing e a internet de forma geral. A agilidade proporcionada por estes meios é inegável e permite que os vendedores e compradores tenham diálogos mais eficientes em seus objetivos. As feiras e eventos técnicos também têm sido mais explorados para a comunicação institucional, apresentação de novos produtos, técnicas para a manutenção de bikes e conquista da preferência de marcas que além de oferecer mais estes serviços, se aproximam dos clientes em verdadeiro corpo a corpo no mercado. São oportunidades que bem planejadas trazem excelentes benefícios para os seus aplicadores. A concorrência está mais acirrada e as potencialidades afloram. Quem tem mais competência leva a vitoria na disputa pelas fatias almejadas no mercado. Antes, o grande obstáculo a ser transposto, segundo a maioria dos fabricantes, era o baixo custo de produtos importados da Ásia e que não tinham boa qualidade. Os produtores de Taiwan e da China Continental estão mudando este comportamento, oferecendo bons produtos e ainda comparativamente a custos muito menores que a indústria brasileira tem conseguido praticar. Isto, culpa da miopia do governo nacional em sua política de aplicação de impostos. Um verdadeiro desastre. Pior que o resultado da elevada arrecadação, o governo tem anunciado sucessivos recordes nos totais de impostos pagos pelos cidadãos brasileiros, não são visíveis me benefícios para a sociedade. Somente os políticos, seus apaniguados e altos funcionários tem se aproveitado da situação. Neste caso, há somente uma solução: protestar. Para isso, no entanto, o setor tem que se unir em entidades representativas e reivindicar melhores condições em geral. Todos Nós

Capa: i Pedalec | Divulgação


Correio

Email: redacao@luanda.com.br

Interaja com a redação

Site: www.luanda.com.br

Endereço: R. Joaquim de Almeida Morais, 273 - CEP: 02844-040, São Paulo - SP

DESAFIO TOUR DO RIO PARA OS ESTREANTES

Estrear em uma competição esportiva é um momento difícil para um jovem atleta ou aquele que nunca teve um empurrãozinho para participar de uma disputa. É importante que todos os envolvidos na prova tenham um cuidado especial com os “aspirantes” do esporte, para que a experiência seja um episódio positivo na carreira que se inicia. Pensando nisso, a organização do Desafio Tour do Rio, que acontece no dia 19 de setembro, em Conservatória, no Sul Fluminense, criou as categorias Estreantes, Masculino e Feminino. A disputa terá um percurso diferente do que será feito pelas demais categorias. O Desafio Tour do Rio terá provas de Mountain Bike e Veteranos para competidores a partir de 60 anos. As outras categorias presentes na prova serão: Elite Masculina e Feminina, Máster A (30 a 39 Anos), Máster B (40 a 49 anos), Máster C (50 anos +), Junior, Paradesportivo e Juvenil. O valor da inscrição para o Desafio Tour do Rio é de R$ 70,00. As categorias Juvenis, Junior e Paradesportivo estão isentas desta taxa. A entrega dos kits para a corrida acontecerá no sábado, dia 18 de agosto das 16h às 18h, no local de largada/ chegada da prova, na Rua das Flores, próximo à antiga Estação Ferroviária de Conservatória. O Kit somente poderá ser retirado pelo atleta inscrito mediante apresentação do documento de identidade, com o respectivo recibo de pagamento e licença FECIERJ ou CBC, para atletas federados. Rafael Abreu In Press Media Guide Rio de Janeiro-RJ (Por e-mail)

06 cyclomagazine

Resp.: Excelente iniciativa para preservar os atletas iniciantes.

EVENTO

A Brasil Cycle Fair 2012 está com as inscrições abertas para os profissionais do mercado brasileiro de bicicletas. Para participar do evento e estar em contato direto com as maiores marcas presente no território nacional, basta entrar no site www.brasilcyclefair.com.br com todos os dados de sua empresa em mãos e realizar a inscrição. A feira de negócios acontece em outubro, direcionada especificamente aos lojistas do segmento ciclístico. Já são 70 empresas expositoras, que irão levar mais de 300 marcas diferentes de produtos. Carlos Ghiraldelli São Paulo-SP (Por e-mail)

Resp.: Mais um evento para profissionais e que pretende ampliar como canal de divulgação, as empresas e produtos do segmento.

NOVO ENDEREÇO

A partir do dia 01 de agosto de 2012, estarei em novo endereço. Qualquer correspondência ou monstruário a partir desta data, deverá ser enviado para: Rua Parnamirim, 304 - Condomínio Park Jardins - Bloco 04 - Apto. 1502 Ed. Jacarandá - Bairro: Arthur Lungreni Cep: 53417-470 - Paulista - PE. Marcos Maia M.Maia Representações Paulista-PE (Por e-mail)

Resp.: Anotem em suas agendas


CONHEÇA O NOVO SITE DA ISAPA. Com as comemorações de nossos 50 anos, temos o prazer de apresentar a você o novo site da ISAPA. De cara nova e totalmente informatizado, ele traz muitas novidades para você: Catálogo completo com descrição detalhada e fotos de cada um de nossos produtos Área Exclusiva do Cliente ISAPA: com esta nova ferramenta, você tem a praticidade e a agilidade para solicitar novos orçamentos*, ver histórico de orçamentos solicitados, visualização de extrato, solicitação de 2ª via de boleto, visualização do DANFE e espaço para solicitar uma visita exclusiva de nossos representantes em seu estabelecimento Todo mês, novos produtos em destaque em nosso site Possibilidade de compartilhar seus produtos preferidos pelas redes sociais Divulgação de Promoções e Feiras Notícias sobre a ISAPA Novidades sobre o setor de Bike Acesso às redes sociais da ISAPA Newsletter exclusiva

*É necessário fazer o cadastro em nosso site e aguardar pela aprovação e pela liberação da senha para ter acesso a esta ferramenta.

ISAPA, pedalando e acelerando com você.

Call Center:

0800 702 8699


Notas

Direitos, ter ou não ter ? O Diário Oficial do Estado, órgão de imprensa editado pelo governo estadual de São Paulo, recomendou que ciclistas não usem a bicicleta para se locomover

Brasil Cycle Fair formaliza parceria A Gayotto Marketing Esportivo formaliza parceria com a Brasil Cycle Fair. Será a responsável por toda a comercialização das cotas de patrocínio do evento, que irá acontecer entre os dias 14 e 16 de outubro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo – SP. A parceria foi formalizada no início do mês de julho. Conforme o acordo, a empresa, especializada em marketing esportivo, procurará novos parceiros para apoiarem a feira de negócios. Ao todo, são 9 cotas de patrocínio diferentes. Com

12 cyclomagazine

no trânsito da capital paulista. A recomendação faz parte de uma reportagem com destaque na primeira página da publicação, intitulada "Mais ciclistas, mais acidentes". Segundo o texto, 3,4 mil ciclistas foram internados nos hospitais estaduais no ano pas-

sado, o que gerou custo de R$ 3,2 milhões ao governo. A reportagem ouviu um especialista, o chefe do grupo de trauma ortopédico do Hospital das Clínicas , Jorge dos Santos Silva. O médico afirmou que não é recomendado que ciclistas pedalem no trânsito de

mais de 200 eventos no currículo, a Gayotto é uma das principais agências de marketing esportivo do País. Além disso, possui inovação no seu DNA – assim como a Brasil Cycle Fair, uma feira de negócios direcionada aos lojistas. Já são 71 empresas expositoras confirmadas, que irão levar mais de 300 marcas diferentes de produtos.

no interior paulista. Das primeiras suspensões, feitas com algumas peças em aço, até os modernos modelos que estão em linha hoje, muita coisa aconteceu. Trabalho, dedicação, desenvolvimento tecnológico e, sobretudo, profissionais apaixonados.

19 anos da ProShock

O cinegrafista Marcelo Toscano Bianco, de 33 anos, voltava para casa, na Rua Francisco Otaviano, em Copacabana, quando cruzou com uma blitz da Lei Seca em cima da ciclovia. Como as tendas

A ProShock é considerada uma das marcas mais fortes e presentes no mercado brasileiro de bicicletas, fabricando garfos com suspensão

Lei seca, tá certo ou errado ?

São Paulo. Pedalar, segundo ele, "é uma opção segura de lazer em cidades menores, parques públicos e em ciclovias (sic) instaladas na capital, aos domingos". A recomendação também aparece com destaque na legenda da foto, que mostra um ciclista pedalando em uma rua paulistana. De acordo com o médico, nos seis primeiros meses de 2012, houve quase tantas internações de ciclistas acidentados no HC do que em todo o ano passado inteiro, o que seria um reflexo do aumento no número de bicicletas no trânsito da cidade. da blitz impediam a passagem da bicicleta, ele parou para fazer imagens. Nesse momento, ele foi abordado por agentes que participavam da operação e recebeu três multas, que somaram R$ 1,7 mil, além de 21 pontos na carteira. A multa é maior que o valor pago por Bianco na bicicleta de segunda mão, ela custou R$ 1 mil. Após afastar os responsáveis pela blitz , a coordenação da Lei Seca admitiu que a montagem em cima de uma ciclovia foi completamente irregular. A bicicleta do condutor multado, no entanto, continuará apreendida. Para ter o veículo de volta, Bianco vai ter de desembolsar mais R$ 110.


Notas

Bike conceitual voa por cinco minutos

transporte. Trata-se da Flying Bike: que seria capaz de voar por cinco minutos. O design A parceria entre as empresas lembra o de discos voadores Technodat, Evektor e Duratec de brinquedo, propulsionados resultou em curioso conceito de por hélices horizontais. Mesmo

sendo um experimento em fase bastante inicial, os engenheiros das companhias informaram que a construção da bike seria feita com materiais leves e resistentes, com sistemas de decolagem e

Bike Bus em São Paulo

pedalarem juntos todos os dias. cicloativista Mirian Rother, Piracicaba teria toda condição de ser uma cidade boa para pedalar. Mirian defende que, para que a Poderia ser diferente mobilidade urbana seja melhor Piracicaba - SP registra, desde na cidade, é preciso integração 2007, uma média de 85 acidentes com o transporte coletivo. Para com ciclistas por ano, o que re- a especialista, as ciclovias de lapresenta mais de sete colisões a zer, anunciadas recentemente cada mês. O dado é da Secretaria pela Prefeitura de Piracicaba, não Municipal de Trânsito e Trans- trazem benefícios à mobilidade portes, que ainda não divulgou o urbana. balanço de 2012. Para a doutoranda em Ecologia Aplicada pela USP (Universidade de São Paulo) e

Para tornar a pedalada mais segura começa a funcionar na capital o sistema apelidado internacionalmente de Bike Bus, em que grupos de ciclistas se deslocam pelas avenidas em blocos. A lógica por trás da novidade é o fato de que um grupo de ciclistas pedalando juntos é sempre mais respeitado pelos motoristas do que quem pedala sozinho. A atividade deve incentivar novos ciclistas. O Bike Bus, inspirado

14 cyclomagazine

em movimentos já praticados na Austrália, Reino Unido, França e Estados Unidos, funciona da seguinte forma: diariamente o grupo percorre um trajeto pré-determinado em horários fixos. Em São Paulo, o caminho dos ciclistas tem início em Pinheiros e vai até a Vila Olímpia. Os idealizadores do projeto são os engenheiros civis Rafael Stucchi e Tom Buser, que já pedalam juntos há um mês, e aproveitam a iniciativa para ampliar a prática e convidar outros ciclistas a

vôo precisos e estáveis. A premissa não é gerar um novo tipo de transporte aéreo, e, sim, uma alternativa para sobrevoar áreas congestionadas. A autonomia seria de vôo baixo e cinco minutos.


81 .

Notas

CR8.1W Full Carbon Tubular 700C Four Spokes Wheel Set Front Tubular Four Spokes Wheel Rim depth:85mm Weight:850g Rear Tubular Disk Wheel: Weight:1,025g

Bicicletas em Morretes Morretes, município histórico no litoral paranaense, realizou seu 1º Fórum de Bicicletas. O evento foi uma iniciativa do Instituto Energia Humana (IEH), em parceria com a comunidade, e busca promover a importância do uso desse meio de transporte no contexto sócio econômico local. O IEH escolheu a cidade, que por suas condições geográficas e climáticas tem um elevado número de

E a cidade continua perigosa Um grupo de ciclistas bloqueou a pista sentido Jabaquara da Avenida Jornalista Roberto Marinho, na capital paulistana, na última semana de julho, para protestar pela morte um adolescente de 14 anos no mesmo local, de acordo com informações da Polícia Militar. Ao menos três equipes

20 cyclomagazine

ciclistas utilitários -- ou seja, que usam a bicicleta como meio de transporte -- para iniciar a construção de "bicimáquinas", equipamentos que, por serem movidos a energia de pedaladas, dispensam o uso de eletricidade. Apesar de ser um importante destino turístico paranaense, Morretes tem comunidades pobres e isoladas onde sequer há rede de energia elétrica -- neste caso, além de meio de transporte, a bicicleta também pode representar uma importante ferramenta de inclusão social.

dos bombeiros foram enviadas ao local para prestar socorro ao ciclista. O helicóptero Águia da Polícia Militar chegou a ser acionado para atender a ocorrência. A vítima foi levada ao Hospital Saboia, no Jabaquara, na Zona Sul da capital, onde não resistiu, de acordo com os bombeiros. O motorista que atingiu o adolescente acabou fugindo.


Especial // Isapa

Trabalho, modernidade e determinação Texto Hylario Guerrero Fotos Hylario Guerrero e Divulgação

A

pós abertura, no Green Ball, quadra de esportes, no bairro da Boa Vista, em Serra, Espírito Santo, funcionários da Isapa, dos segmentos bicipeças e autopeças, compuseram o auditório local. Antonio Momoli, faz com que todos cantassem o hino da Isapa, lembrou parte do passado,

Aos 50 anos de sua fundação, completando o seu ‘Jubileu de Ouro’ podemos afirmar que a Isapa ainda é uma empresa jovem, devido sua força de trabalho, a modernidade com que se situa no mercado e a determinação de crescer e se consolidar como uma das maiores importadoras e distribuidoras de peças e acessórios de bike do Brasil

1962 1971

1972 1981

Reunião de equipe

Antonio Momoli no início

Abramo Douek, fundador Equipe de vendas na Convenção de 1975

18 cyclomagazine

Isacco Douek em início de carreira


as dificuldades que os representantes tinham para conquistar o mercado de bicicleta, e fez menção sobre o seu fundador, e desbravador Abramo Douek. Logo após, o diretor Isacco Douek, discurssou sobre a importância de Vitória, como cidade, como porto de recebimento de peças, e o que ela representa na logística da empresa, contribuindo

para o armazenamento e escoamento de produtos para todo o território nacional. Ou seja, para o crescimento da empresa, que obteve aumento de 26% a partir da última convenção, de julho de 2011, a junho deste ano. Convém ressaltar que a economia do país, nesta período cresceu cerca de 3%. “Temos feito investimentos contínuos, modificações nos depósitos, o aluguel do novo galpão, em Vitória, que servirá como centro de distribuição, e outras medidas que vão tornar a Isapa, ainda mais ágil e menos dependente, buscando ser a empresa líder de mercado. Devemos todos estar atentos para que o crescimento não seja passageiro, e que também não dependa da sorte, ou do acaso, e sim, que venha acompanhado da ética, do esforço e do trabalho”, ditou. Isacco deu boas vindas ao novo gerente, Wagner Pitta, e ainda ressaltou valores, índices, lembrando que novos produtos

chegarão, e novos desafios estão por vir. Os 50 anos da empresa foi citado diversas vezes, não como volta ao passado, como simples recordação pelo já feito. Ao contrário, ele mostrou como a empresa está se preparando paraos próximos 50 anos. Em seguida, a apresentação de um vídeo, em que está descrita a história da empresa. Muitos depoimentos, dos funcionários mais simples, àqueles que ocupam cargos mais elevados, gerentes e funcionários de todas as áreas, num entusiasta agradecimento à empresa. A palestra do professor Pachecão, levantou a todos. Com humor, brincadeiras, numa palestra de motivação, o professor contou sua própria trajetória de vida e sucesso. Suas conquistas, lutas, perseverança e, sobretudo empreendedorismo. “É preciso estabelecer metas, saber quem você é e buscar o que almeja”. Como podemos aplicar estes ensinamentos em nosso dia a dia profissional.

1982 1991

Isacco, Abramo Douek e Antonio Momoli Primeira Convenção de vendas em 1975

Crescendo a passos largos...

Momento de descontração Convenção de 1988

cyclomagazine 19


Especial // Isapa

Uma festa completa com direito a jogos e minicampeonato de futebol, entre os funcionários. Mas as disputas não pararam por aí. Animado concurso de dança, com direito a prêmios também fez parte das festividades, em meio o almoço abrilhantado por um grupo de pagode que movimentou as duplas de dança com ritmos variados..., e todos se destacaram, pela alegria, dinamismo e pelo entusiasmo de toda a plateia. Ao final receberam de brinde um relógio simbolizando os 50 anos da Isapa.

Entrega do troféu Ouro aos funcionários

A festa dos 50 anos, continua Hotel Renaissance, em São Paulo. Tem início uma tarde de homenagens, com a presença dos funcionários, colaboradores, clientes, fornecedores, convidados e familiares da empresa. Com a palavra, o diretor da empresa, Isacco Douek: “Dentro de uma trajetória de sucesso a empresa comemora seu ‘Jubileu de Ouro’. São 50 anos dedicados ao mercado de bicicleta, englobando os setores automotivo e motociclístico”. Em todo discurso emocionado, ele relembra a imagem do pai, o desbravador e fundador da empresa, Abramo Douek. Recém-chegado ao Brasil acreditou na força do mercado, em 1962 fundou a

Marcelo Medici

empresa, e soube passar a batuta para o filho. Isacco explicou o nome ISAPA: a soma do ‘Isa’ de Isacco, e o ‘Pa’ de Paola, sua irmã. Mais tarde veio Nataly, mas o nome da empresa já estava registrado. E esse legado está sendo passado aos poucos para os netos Alberto e Daniel, que se preparam, para assumir o comando da Corporação. Ambos, já estiveram desempenhando as mais diversas funções, nos mais variados departamentos da empresa. Aprendem, observam, executam. Criando laços com cada funcionário, e dizendo o quanto estão aprendendo nesta escola, apontando os colaboradores mais antigos como seus mestres. Antônio Momoli é outro profissional que há mais de 30 anos está na empresa. Alcançou o respeito e a admiração de representantes, fabricantes e importadores. Segundo Isacco, Momoli é seu braço direito, e ouvidos da empresa. “Ele é a cara da empresa no mercado, é quem nos traz tudo o que precisamos saber do segmento. Quais as novidades, o que o mercado está buscando, que produtos devem constar em nosso catálogo composto por mais de vinte mil itens”, sentenciou Isacco. A cada ano a Isapa inova em suas con-

1992 2001

Convenção de 35 anos

Abramo e José Carlos Confraternização e premiação dos 30 anos

36 cyclomagazine 20 cyclomagazine


venções. Isto é uma prova de confraternização, , de atualização que a empresa mostra. Funcionários de todas as áreas, bem como representantes e seu staff de vendedores, se juntam para discutir problemas, dar sugestões e trocar experiências. Tudo isso sobre a supervisão de Isacco Douek, que faz questão de participar passo-a- passo do evento. Interativo, sempre afirmou “se a Isapa tiver que escolher entre trocar um pedaço de lucro, ou pedaço de crescimento, vamos optar pelo pedaço de crescimento. Claro que também objetivamos lucro. Sem ele ninguém sobrevive, e nem é bom para os nossos funcionários se não objetivarmos lucro. Mas o respeito ao funcionário vem em primeiro lugar”. “A cada ano, a empresa tem registrado crescimento, por volta de 20% a 25%, enquanto a economia de mercado registra cerca de 3% a 5%. Sempre batemos as metas que estabelecemos, e que são colocadas para os nossos representantes e vendedores. Por isso valorizamos tanto o profissional de campo”, explica Daniel Douek, que comenta, “O telemarketing surgiu como um tendência, ficou e cresceu. Se instalou na empresa com força total, se expandiu é uma ferramenta imprescindível”, e Daniel lembra que:

“em busca de crescimento, inauguramos gigantesca filial na Vila Leopoldina, em São Paulo, e outro galpão em Vitória – ES, para facilitar a logística de recebimento e distribuição de material para todo País”. Mas nem tudo foi fácil nestes 50 anos. “A Isapa tem acompanhado de perto a desvalorização do dólar, diante da moeda chinesa. Nossa economia que passou por diversas turbulências. A moeda de Cruzeiro para Cruzeiro Novo, Cruzado, e por último o Real. Países emergentes cresceram, outros sucumbiram. Alta da matéria-prima, e a falta de matéria-prima , como o petróleo que encareceu os pneus e as câmaras de borracha. Tudo isso fez com que os custos da mão-de obra, dobrassem de valor. E o domínio da China diante do cenário mundial”. Na visão de Alberto Douek, a Índia é a segunda opção, para a importação de bicipeças. “Mas desde o momento em que vim trabalhar na empresa, tenho acompanhado o crescimento assombroso da China, que possui os preços mais acessíveis do mercado. Antes, se a preocupação dos chineses era somente ganhar mercado através dos baixos valores, hoje eles ganham somando valores e qualidade. Prova disso, é que eles abastecem os mercados europeu e americano

”. E Momoli complementa, “não existem mais reclamações, os produtos são de ótimo padrão, a menos que comprem peças de péssima qualidade para ganhar alguns centavos a mais, e atrapalhar a imagem do produto chinês”. Como na primeira Convenção realizada em 1974, lembra Momoli, “os representantes chegavam na Isapa de ônibus, e os hotéis nem de longe se comparavam aos utilizados hoje, tudo era bem precário”, e acrescenta: “vimos o surgimento da Lei do Consumidor, leis tributárias, leis barrando o produto importado, leis de certificação, Nota Fiscal Eletrônica. E, fico imaginando quantas leis ainda estão por vir, quando o pessoal só quer uma coisa: pedalar. E pedalar é tão simples que não exige lei alguma. Abracei este mercado muito cedo, nele fiz grandes amizades, diria até que em torno deste segmento gira minha vida. A Isapa foi minha grande escola, devo a esta empresa o meu aprendizado. Aqui não tenho patrões ou funcionários, tenho uma grande família, com a qual brigo, chamo atenção, reclamo, debato, mas que amo. Amo a todos sem distinção, porque com esta família a cada dia eu aprendo um pouco mais”. Emocionado, Antonio Momoli rece-

2012 ...

2002 2011

Isacco e Daniel Douek 2008

Alberto, Isacco e Daniel Douek.

Premiação "Maiores e Melhores em peças importadas"

45 anos

36 cyclomagazine

Equipe de Call Center em atividade

cyclomagazine 21


Especial // Isapa

beu além de um quadro, onde ele está junto com Abramo Douek, um relógio de ouro, com as palavras de Isacco: “Enquanto muitas empresas dão um relógio de ouro para o funcionário que está se aposentando, pelos serviços prestados, aqui é o contrário, este relógio é para saber que contamos com sua presença por muitos e muitos anos, e nem pense em se afastar de nós”.

O SIGNIFICADO DOS 50 ANOS DE ISAPA

Milton Hobus - Royal Ciclo “É a verdadeira história da bicicleta no Brasil. Uma empresa que sempre contribuiu para o avanço do mercado, deu abertura a muitas outras empresas, vendendo sempre produtos diferenciados, em busca de tecnologia nova, peças de valor agregado. Além disso, prestigia a indústria nacional. Somos muito gratos por esta parceria de tantos anos”. Ricardo Rovesta “ O congraçamento do sucesso feito por pessoas competentes na direção de uma empresa que cresce 26% ao ano, enquanto o país, cresce apenas 3% ao ano, em um segmento como o de bike, estagnado desde a década de 90.”

36 cyclomagazine 22 cyclomagazine

Isabella Guo e Jamis Zhang - Gold Will (China) “Somos a segunda maior fábrica de bicicletas da China, e parceiros e fornecedores da Isapa há muito tempo. Estamos aqui para brindar esta data, diante de uma empresa de forte reputação. Capaz de resistir no mercado a tanto tempo, é uma empresa vitoriosa. A filosofia com que trabalha permite que ela sobreviva tanto tempo, ainda mais por ser uma empresa familiar e de respeito.” Vicente Fonseca - Olimpus “Estou muito orgulhoso de fazer parte do rol de fornecedores da Isapa. Desde o primeiro momento, senti muita seriedade, e profissionalismo, e, isso nos tem acompanhado em nossas negociações durante os 16 anos que trabalhamos juntos, sentido o respeito aos fornecedores”. Antonio Celso - PRO X “É uma data de suma importância, um histórico de luta num país que tem grandes dificuldades. Manter uma empresa desse porte por cinquenta anos, é como

se fosse o triplo desta idade, porque, ser sucesso, subsistir neste sistema brasileiro de tributação, logística de entrega, enfim, com todo este ‘complicômetro’ significa 50 anos de muita garra. E ,seus sucessores, têm o desafio de ser melhor ainda. ” José Carlos Vasconcelos - Vzan “ Significa meio século de sucesso, deste tempo estamos juntos a pelo menos uma década e meia, com firmada aliança. Parabéns para o mercado que tem uma empresa como esta”.

Deusdedit Cleto Filho - JKS “Sem dúvidas, temos que entender um


evento como este que serve de exemplo para todas as empresas no ramo de bicicleta, a perseverança, a honestidade, e o amor ao trabalho”. Remy Leandro - Cairu "Um exemplo de sucesso para todo o mercado. Vamos torcer para mais 50 anos de vida". Fabio Takayanagi - Shimano “Realmente a festa está grandiosa, e pode se ver toda a história da bicicleta através de todos os participantes que fizeram a Isapa. Acredito no crescimento, desta parceria Isapa/ Shimano, bem como o mercado de bike. Nos próximos 50 anos, esta história terá muito a acrescentar”. Danilo Rodrigues - Unicicli “Mostra que é uma empresa sólida. O tempo que têm de mercado, prova que é um modelo, um padrão a ser seguido pelas demais. Uma empresa familiar que tem muito a acrescentar ao mercado”.

* A Isapa conta com cerca de 500 colaboradores diretos e indiretos. Ao todo ocupam dezenas de metros construídos. “Ampliamos nossas instalações, abrangemos outros segmentos. E posso afirmar que, tudo o que aconteceu e que está por

36 cyclomagazine

vir, já estava na visão do velho Abramo, a quem respeito como pai, como profissional, como homem inteligente, maduro e acima de tudo honesto. Um homem visionário que sabia, como ninguém, lidar com as pessoas, fossem elas humildes, ou mais privilegiadas econômica e socialmente, independentemente de cargo ou estudo. E espero que este Jubileu de Ouro, se dobre, e quando chegarmos aos 100 anos de Isapa, meus filhos e herdeiros, Alberto e Daniel possam olhar pra trás com orgulho, e dizer que nada caiu do céu. Houve empenho, ardor, trabalho, conquista e o desejo de seguir adiante”, finaliza Isacco Douek.

"Com meus 71 anos posso dizer que dedico e dediquei mais da metade de minha vida à Isapa, pois completo nesta oportunidade 38 anos de convivência com as três gerações da família Douek. " Antonio Momoli

Antonio Momoli: Durante esse tempo tivemos oportunidade de ultrapassar crises, dificuldades, algumas tristezas entre as quais o falecimento do fundador, em 11/04/2004, Sr. Abramo Douek, mas, os ensinamentos deixados para o seu filho Isacco e a vontade deste de se tornar um empreendedor de sucesso fez com que a Isapa crescesse ainda mais, se tornando uma das principais distribuidoras de peças de bicicleta do Brasil. Hoje além do Sr. Isacco, convivemos também com seus filhos Alberto e Daniel que estão trilhando o mesmo caminho, e isto é muito difícil em uma empresa familiar. Com meus 71 anos posso dizer que dedico e dediquei mais da metade de minha vida à Isapa, pois completo nesta oportunidade 38 anos de convivência com as três gerações da família Douek. Portanto, tenho uma filosofia que a nossa empresa é uma firma forte e de sucesso “Porque ela tem o que ninguém tem, portanto faz o que ninguém faz”. Temos uma equipe de representantes e consultores, fantástica e colaboradores internos que trabalham como se fossem diretores. Diretores como se fossem colaboradores. A essa igualdade deve-se o nosso desempenho no mercado, além disso, conseguimos total confiança de nossos clientes e não poderíamos deixar de agradecer a todos eles que fazem parte, mais do que ninguém da nossa vida e nosso sucesso. Gostaria de agradecer a homenagem que recebi da família Douek durante o evento comemorativo dos 50 anos da Isapa, que me deixou bastante comovido e agradecido. 

cyclomagazine 23


Evento // Convenção Isapa

Uma convenção com homenagens e novas metas A 37ª Convenção Isapa teve algo de especial, junto se comemorou os ’50 anos de Isapa’. Homenagens, muitas surpresas e novas metas foram estabelecidas para o exercício 2012/2013. As festividades tiveram continuidade no Hotel Renaissance, em São Paulo, e depois no Hotel Bourbon Atibaia, em Atibaia - SP, com a fusão de centenas de colaboradores dos segmentos de bicipeças e autopeças

Texto e foto Hylario Guerrero

O

tema “Lembrando o passado, vivendo o presente e construindo o futuro”, mostrou que a empresa está moderna, atuante, com foco no marketing e em novo site. Mas, o formato foi o mesmo das outras convenções, onde cada representante teve seu nome mais uma vez escrito na história da empresa. Em Serra, no Espírito Santo, na presença dos colaboradores dos segmentos de bicipeças e autopeças, teve início a 37ª Convenção da Isapa, com as palavras proferidas do diretor presidente Isacco Douek, algumas considerações do ge-

36 cyclomagazine 24 cyclomagazine

rente geral de vendas, Antônio Momoli, a palestra motivacional do professor Pachecão, campeonato de futebol entre os funcionários, com direito a troféu. E por fim, caloroso almoço, com disputado concurso de dança. No clima de muita alegria e descontração, com a presença de Isacco, dos filhos Alberto e Daniel, e sócio em autopeças Roland Setton. As festividades tiveram continuação no Hotel Renaissance, em São Paulo, já com os colaboradores, representantes, convidados, familiares, fornecedores e clientes antigos que foram homenageados. Os funcionários entre vinte e vinte e nove anos de casa, receberam o troféu Abramo Douek de bronze, os funcionários entre trinta e trinta e quatro anos

receberam o de prata. E os com mais de trinta e cinco anos: Maria Aparecida; Antônio Momoli e Luis Alberto Moraes receberam o trófeu de ouro, das mãos de Isacco, Alberto, Daniel e Momoli. Dona Yolanda Douek (mãe de Isacco), juntamente com a filha Paola, foram homenageadas, representando as mulheres da família. Outras esposas presentes foram homenageadas, como o nome de Nataly Douek (embora não estivesse presente foi diversas vezes citado pelo irmão Isacco). Após os discursos de toda a diretoria da Isapa, seguido de coquetel, o show do comediante Marcelo Médici, que com seu stand up brincou bastante com a diretoria da empresa, e a noite terminou com requintado jantar.


No Hotel Bourbon Atibaia, a convenção seguiu seu rumo. As premiações não foram surpresas, pois os campeões já eram esperados, e aquilataram vultosos prêmios. Os líderes foram: Campeão Anual: 1º lugar –: 1º lugar – Edson de Matos; 2º lugar – Silvio Braga de Oliveira; 3º lugar – Rudimar Faria dos Santos; 4º lugar – Procópio Pereira Senna; 5º lugar – Mauro Rodrigues Pinto. E por equipes: Amarela – Edson de Matos; Azul – Antônio Izan da Silva; Branca – Silvio Braga de Oliveira; Verde – Célio José dos Santos. Um novo Centro de Distribuição Isacco tomou o microfone para falar do novo Centro de Distribuição em Vitória,

ES. “Toda a estrutura que temos em Vitória, embora seja bastante moderna e grande já se mostra insuficiente. Hoje, temos mercadorias espalhadas por quatro armazéns gerais, que chegam através do porto, e vão sendo armazenadas. Vamos pegando estas mercadorias de acordo com a necessidade, à medida que vamos precisando. Para dar maior agilidade, alugamos um novo galpão, que servirá de apoio para os outros, desta forma, continuaremos com mercadorias em todos os galpões. Será um galpão que abrigará as mercadorias tipo A, por exemplo, que terá giro mais rápido, com trinta funcionários”. O novo galpão tem seis mil m2, sendo que 5.500m2 serão de peças em geral, e o restante terá gaiolas onde serão ar-

mazenados os pneus, sempre na mesma proporção 80% de bike, 20 % de autos. De lá serão distribuídas as mercadorias para o depósito de São Paulo. Hoje, a Isapa conta com sete mil itens de bike ativos. Produtos codificados entre bike e autopeças ultrapassam mais de 20 mil itens. Hoje estão com 350 funcionários fixos, sem contar com os colaboradores indiretos e o pessoal de vendas. Alta do dólar “O dólar teve um aumento de R$1,60 para R$2,10, no câmbio. O governo pretende manter neste patamar por um bom tempo, seria a estabilidade. Infelizmente o governo tem um discurso de apoio à bicicleta meio contraditório. Os can-

cyclomagazine 25


Evento // Convenção Isapa

didatos que se lançam em campanhas sempre fazem menção sobre este item. Estamos em briga com o Ministério da Fazenda, que deverá subir a ST em outubro, o que é uma aberração, fala-se tanto em mobilidade e estão querendo dobrar o ICM da bicicleta, estamos lutando para diminuir taxas e impostos, mas qualquer valor que possamos conseguir ainda será bem alto comparado ao valor que já está, e, sabemos que vai haver um aumento de imposto sobre a bicicleta, não tem jeito de fugir disso. Teremos maior imposto sobre a importação, como já tivemos alta nos pneus, e todos sabem que a indústria nacional não atende em questão de modelos, e nem em rapidez. A ST é especialmente nociva, porque ela tem que ser paga adiantada, tanto pra se comprar como pra vender - é um desperdício, um desserviço total. Temos o dólar que subiu; a partir de janeiro haverá a finalização dos benefícios de taxas de importação, que pode não afetar a todos, mas, vai recair sobre muitos, a partir de primeiro de agosto terá o novo PIS, que terá que pagar 1% a mais em diversos itens, e por incrível que pareça a bike faz parte deste conjunto , desoneraram o carro e oneraram ainda mais a bicicleta, parece que a bicicleta é um item premiado, contando ninguém acredita!”, desabafa Isacco, que conclui: “Acho que nós não fomos capazes de mostrar para o governo que isso não é bom, que não leva a lugar algum. E tudo isso vai ter que ser repassado de alguma forma, para alguém. Obrigatoriamente, o preço do produto vai subir”, creditou. Mas Isacco faz a ressalva: “O lado bom é que a bicicleta está em alta. Temos uma

36 cyclomagazine 26 cyclomagazine

 Diretoria e gerentes da empresa mídia espontânea, qualquer tipo de propaganda hoje, seja de um imóvel, seja de um banco, tem uma bicicleta presente. Apesar do Governo estar nos atrapalhando de todas as formas que ele pode, o nosso mercado ainda é crescente. Temos que provar que somos mais fortes que eles (Governo). E mesmo com toda esta alta de preços, a bicicleta vai continuar sendo vendida. Dificulta pra Isapa, dificulta pra todo mundo”, disse. “Estamos sempre nos adaptando ao momento, se é difícil, temos de nos adaptar às dificuldades. Temos que dar aquilo que o mercado precisa, e repassar custos somente em último caso. Ainda este ano, não podemos contar com a reação do mercado, nem mesmo para a economia de maneira geral será excepcional. Aumentamos nossa carteira de clientes “A Isapa se destacou no mercado do

último ano crescendo em média 26%, enquanto a economia variou entre 4% e 5%. Isso se deveu, porque fizemos campanhas, demos metas, aumentamos nossa carteira de clientes. Investimos muito, aumentamos o número de representantes em bike, em áreas onde vimos que um representante só estava tendo dificuldades em atender com ligeireza, colocamos outro representante junto. Hoje em dia, o cliente não quer fazer estoque, ele quer o meu estoque. Ele prefere comprar uma, duas, três vezes ao mês, mas não quer fazer estoque. Temos cerca de dez mil clientes, e São Paulo, responde por 1/3 deste percentual”, expôs Isacco. “Para tanto temos a convenção anual: com o propósito de realinhar custos, metas, propostas. Estamos entrando com produtos, marcas e fornecedores novos, além das marcas que já vendemos. Por exemplo, uma marca de esportes, roupas, óculos que é famosa no mundo todo, que


Antonio Momoli

são a Pró e a Zumi???????, distribuídas pela Shimano, que deu exclusividade vendermos, somente a Isapa pode comercializar esta marca no Brasil”, reiterou. A convenção foi especial Esta Convenção foi especial devido a comemoração dos 50 anos da empresa. O tema escolhido foi “lembrando o passado, vivendo o presente, construindo o futuro”. É importante não esquecermos nunca de onde viemos, nossas origens, por isso minha mãe Yolanda, estava presente, representando ela mesma, e ao meu pai Abramo. Todos nascemos pequenos, e mesmo com todo o crescimento, ninguém é melhor que ninguém. O importante é realizar o seu trabalho no dia a dia. Fizemos uma grande festa. Trouxemos o comediante, Marcelo Medici, que foi um grande sucesso. E agora, vamos trabalhar! Estes dois dias, aqui no Hotel Bourbom Atibaia, foi exatamente pra isso: parabéns

pelo trabalho, pelo exercício realizado, agora é hora de olhar pra frente, para o novo desafio”, afirmou Isacco. A empresa chegou aos 50 anos bem modernizada, teve a injeção de Alberto e Daniel, que segundo Isaacco, gostam de trabalhar na Isapa, “são trabalhadores e esforçados, valorizam o trabalho, tem boa chance de dar certo. Temos ainda a presença do Rolan, meu primo e sócio, e do Antonio Momoli, o ouvido da empresa, que traz as notícias do mercado. Investimos pesado de dois anos pra cá no marketing, e nosso site que está sendo implantado, está espetacular! Quando eu iniciei com meu pai, ele me disse: já paguei sua faculdade, agora sai do emprego onde está e vem pra cá que estou precisando de ajuda. E aos 21 anos, eu ingressei na empresa, recém formado pela Faculdade de Administração de Empresas, na Getúlio Vargas. E aqui estou até quando Deus quiser”, finalizou. 

“Juntamente com as festividades dos 50 anos da Isapa, tivemos também a 37ª convenção de vendas, de 25 a 28/07/12, na qual aproveitamos para analisar o que realizamos de Julho 2011 a Junho 2012 e traçar metas e objetivos para Julho 2012 a Junho 2013. Temos uma equipe de representantes e consultores fantástica e colaboradores internos que trabalham como se fossem diretores, e, diretores como se fossem colaboradores. A essa igualdade deve-se com certeza o nosso desempenho no mercado, além disso, conseguimos total confiança de nossos clientes e não poderíamos deixar de agradecer a todos eles que fazem parte mais do que ninguém da nossa vida e nosso sucesso. Não poderia deixar de mencionar uma frase que tenho o maior orgulho de afirmar e repetir “Posso não ser o melhor gerente de vendas de peças de bicicletas do Brasil, mas tenho sem dúvida a melhor equipe de vendas, consultores e colaboradores do Brasil”.

cyclomagazine 27


Empresa // Rodiplay

30 cyclomagazine


Meio século na realização de sonhos Rodiplay, fabricante de bicicletas, triciclos e patinetes mostra a paixão e o sucesso em fazer parte da infância das crianças

Texto Miriam Temperani Foto divulgação

U

ma empresa familiar e que se orgulha em ser assim. Essa é a Rodiplay Indústria e Comércio, uma companhia que atua há 53 anos no setor industrial no segmento de móveis e bicicletas infantis. Tudo começou quando o patriarca da família, Sr. Benito Bartoletti, fundou a fábrica que, no inicio, produzia rodas e rodízios e peças pra carrinho de bebê para grandes empresas do setor. O tempo passou, o negócio expandiu e hoje conta com 48 funcionários diretos

e ainda gera muitos outros indiretos e com capacidade de produção de 25 mil peças por mês. “No início começamos fabricando apenas rodas e rodízios, depois peças pra carrinhos de bebê e logo após peças para bicicletas. Fomos os primeiros a importar uma máquina Italiana para fabricação de pneus em EVA, e depois fizemos o mesmo com várias chinesas para a mesma finalidade. Como fabricávamos todas as unidades em plástico, tivemos a ideia de começar a produzir a peça toda, montamos um parque metalúrgico e hoje fazemos o produto quase por completo”, conta Daniela Regina Bartoletti, presidente da Rodiplay atualmente. Localizada na pacata cidade de Santana

de Parnaíba há cerca de 30 Km da capital paulista, a empresa, que tem a terceira geração de familiares no comando, conta com Daniela Bartoletti na sua direção desde 1985. Arquiteta por formação, Daniela tem grande entusiasmo e paixão pelo que faz. A fabricação de bicicletas é, sem dúvida, sua predileta. “Bicicleta é um brinquedo que toda criança sonha em ter. Achamos que as crianças tem que se movimentar e brincar, e não só ficarem sentados à frente da televisão, computador e do vídeo game”, comenta a mãe de dois filhos e avó de uma neta, que adora ler Jorge Amado para sair da rotina de trabalho além de desenhar e pintar nas horas de lazer. “Meu trabalho

cyclomagazine 31


Empresa // Rodiplay

é muito gratificante e prazeroso. Cada produto é como se fosse um filho. Não há dinheiro que pague ver o sorriso de uma criança brincando”, conta. Além das bicicletas em aro 12 e 16, a Rodiplay também fabrica patinetes e triciclos para os pequenos. São mais de 30 modelos em cores alegres e acabamento impecável e com certificação do INMETRO, o que garante a alegria e segurança da garotada. Preocupada com o desenvolvimento de novas tecnologias e apostando em sua expertise e qualidade de serviços, a indústria se divide seu parque metalúrgico em outro segmento. A linha Rodiplay Design desenvolve uma gama de móveis para diversos ambientes, como casa, hotéis, restaurantes e muitos outros, em alumínio adonizado e copolímero de polipropileno e aplicação de UV, além de fibra sintética, o que garante beleza e conforto as peças. Mercado Sobre o segmento, Daniela aposta em um segundo semestre mais promissor, especialmente pelas datas mais importantes

36 cyclomagazine 32 cyclomagazine

nesse setor, o Dia das Crianças e o Natal. “O mercado está cauteloso por conta das crises internacionais em diversos países, mas o segundo semestre é sempre muito bom e até faltam unidades. Conseguimos vender toda a produção a ponto de todos os anos chegarmos próximo ao Natal com o estoque zerado”, diz entusiasmada. Para os próximos cinco anos, Daniela prevê um crescimento ainda maior da empresa, com expansão dos negócios pelo Brasil com foco no Norte e Nordeste. “O Brasil está em um momento de cresci-

“No Brasil temos vários desafios, mas eles são bons para que possamos criar. Criar coisas novas, criar produtos com qualidade, isso sim faz a diferença”

mento, as regiões Norte e Nordeste estão muito bem, o que alavanca as vendas. Se a crise internacional não nos atrapalhar, temos certeza que temos tudo para um crescimento excelente”, diz a empresária sem citar números. Receita de Sucesso Para explicar a meia década de negócios bem sucedidos e parceiros comerciais fieis a marca, Daniela diz que o imprescindível é ter os pés no chão e não fantasiar sobre nada, executando da melhor maneira possível o trabalho, além de ter foco na qualidade dos produtos e na prática de preços competitivos. “Assim zelamos com nosso nome e com os nossos produtos”, declara a empresária que aponta o atendimento e contato com o consumidor como um dos pilares para manter a qualidade. Questionada sobre os desafios da marca, Daniela mostrou a confiança de sempre. “No Brasil temos vários desafios, mas eles são bons para que possamos criar. Criar coisas novas, criar produtos com qualidade, isso sim faz a diferença”. 


Lançamentos

BOESHIELD T-9

CELULAR INDESTRUTÍVEL

Boeshield T-9 tem ação lubrificante. Seu uso traz melhorias na performance e na manutenção da bicicleta. Desenvolvido pela "The Boing Company" nos Estados Unidos, o alto poder de impermeabilidade do revolucionário lubrificante Boeshield T-9 protege a bicicleta por mais tempo e impede a formação de ferrugens e corrosões, o que garante melhor desempenho ao atleta durante o percurso. www.labici.com.br

Mormaii power by Venko nasceu para a sobrevivência, como preferem seus criadores, à prova d´água e de impactos. Tem funções como localização por GPS, bússola, altímetro e barômetro. Acessa a internet, passa e recebe e-mail e Skype, possui câmera integrada e Mp3/Mp4. www.mormaii.com.br

CAPACETES LAS HELMETS Chega ao país a marca italiana de capacetes Las Helmets. Os produtos já podem ser encontrados em Bike Shops, e têm como foco as seguintes modalidades : ciclismo de estrada, MTB e triatlo. São leves e possuem canais de ventilação, redes de proteção interna, regulagem para um ajuste perfeito e outros itens. www.labici.com.br

36 cyclomagazine


CALÇA BIKE DAMATTA FLAMES Corete com modelagem anatômica e forro especial Da Matta 3D unisex que oferece conforto e boa absorção de suor para alta performance e tratamento antibacterial. Elástico personalizado Da Matta na cintura com alta absorção de suor. www.ciclogiro.com.br

GUIDÃO PHX Delvali – PHX Bike, está lançando o novo guidão na linha Pró, indicado para trilha, downhill e free rider. De alta performance, confeccionado em liga especial, com solda Tig, parede interna de 4mm. Pintura microtexturizada (novidade no mercado) e com adesivos refletivos que dão um toque de qualidade neste produto. www.phxbike.com.br

CAIXA DE DIREÇÃO NECO Peça semi-integrada, com rolamentos de esfera e construção em aço, steerer: 1 1/8. Acompanha Tampa (Neco) e Aranha (Margarida). www.ciclogiro.com.br

MOCHILA DE HIDRATAÇÃO CAMELBAK M.U.L.E / MULE - 3L Possui dois compartimentos com organização interna, suspensão dinâmica, bolso com zíper resistente à agua para MP3, celulares e outros equipamentos. Também com cinto frontal e abdominal, painel Air Mesh nas costas com sistema Air Director de ventilação, novo reservatório "Antidote" com anti-microbial e garantia eterna. E por fim, revestimento interno em espuma térmica. www.ciclogiro.com.br

cyclomagazine 37


Rápidas Nacionais

Celsinho de Mello vence mais uma O ciclista venceu a Short Track Samambaia, que aconteceu em Petrópolis. A competição de 2,5km reuniu muita adrenalina e teve a presença de alguns dos melhores nomes do esporte no país. Celsinho liderou a prova de ponta a ponta e garantiu a vitória na categoria Junior. A felicidade só não foi completa porque o atleta sofreu uma queda e terminou em terceiro lugar na classificação geral da prova. Em 2012 Celsinho venceu a última etapa do Circuito CX de Favelas, no Complexo do Alemão, a primeira etapa da Copa das Agulhas Negras de MTB e foi bicampeão da Marathon Cup, todas na categoria Junior. Para o segundo semestre Celsinho já tem presença confirmada em provas importantes do calendário nacional com a participação de atletas sul-americanos. O foco já é 2013, quando o ciclista pretende fazer uma temporada com provas internacionais.

Etapa do "World Cycling Tour" O Brasil foi selecionado para sediar uma etapa do "World Cycling Tour " (UWCT), o circuito mundial de Ciclismo Amador de Estrada que aconteceu na cidade do Rio de Janeiro em conjunto com a Secretaria do Turismo, Secretaria Transportes, Federação de Ciclismo do Estado do Rio e o Governo do Estado Rio. E proporcionou a todos os ciclistas uma oportunidade única, recebidos no Sambódromo como base do evento, que abriu as portas da cidade para o percurso em que parte dele foi utilizado pela Maratona do Rio. Chegou a hora de mostrar que as provas de Ciclismo merecem o mesmo espaço dentro dos grandes centros como corridas a pé, de carros, entre outros. Esta oportunidade se deu através da UCI (União Internacional de Ciclismo), órgão máximo do ciclismo mundial com o apoio do Rio de Janeiro, cidade sede dos Jogos Olímpicos 2016.

38 cyclomagazine

Shimano Short Track Mogi das Cruzes receberá a etapa do Circuito Latino Americano Shimano Short Track, competição que reúne os principais nomes do mountain bike brasileiro e conta com a presença de atletas internacionais. Os cinco primeiros de cada bateria vão para a disputa final em uma bateria de mesmo formato, e o campeão da categoria Elite recebe premiação em dinheiro e o direito de disputar a grande final do circuito na Argentina com todas as despesas pagas.

Terceira edição do Shimano Fest O evento será gratuito, e reunirá cerca de 10 mil pessoas,em Mogi das Cruzes, SP. Os visitantes poderão conferir todas as novidades do ciclismo na “Vila de Expositores” exclusiva com diversas marcas do mercado, participar de pesca recreativa, pedalar num circuito de cross-country, entre outros. Também será palco de uma competição de Mountain Bike (MTB), etapa do Shimano Short Track, e ainda de uma prova de Downhill (DH). Ambas as competições vão contar com a participação dos principais atletas brasileiros das duas modalidades.


Rápidas Nacionais

II Campeonato Estadual Escolar de Ciclismo Alunos e atletas de toda a região do Estado de São Paulo, entre 13 e 17 anos, poderão participar do evento, que é gratuito, e fornece todo o material necessário aos inscritos. O projeto, que visa ampliar a base do esporte no país, é uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Esportes e Lazer, com organização e administração da Federação Paulista de Ciclismo.

Ultramaratona

Equipe Engenharia faz dobradinha Uma das mais tradicionais competições do ciclismo nacional foi realizada, em Curiau, no Amapá. A XXVIII edição da Prova Ciclística Macapá Verão reuniu cerca de 100 atletas na categoria Elite, e foi conquistada pelo ciclista Fabiele Mota.

A terceira edição do evento Brasil Ride que acontecerá entre os dias 23 a 29 de setembro de 2012 na região da Chapada Diamantina - Bahia, receberá a inédita participação de um dos maiores ciclistas mundiais, como o holandês Bart Brentjens - o primeiro campeão olímpico de mountain bike na história. Ao lado dele, os atletas amadores poderão trocar experiências e conviver com lendas do esporte e celebridades, como o ex-piloto de F1 Christian Fittipaldi;, os inventores do MTB, Tom Ritchey e Joe Breezer.

Destaque no ciclismo estadual A região de Americana será destaque no Campeonato Estadual Escolar de Ciclismo, tendo como atração a equipe São Lucas Saúde/Giant/Ciclo Ravena/ Americana, uma das mais fortes do país e que serve de modelo para os jovens locais. Com isso, a expectativa é de mais uma etapa bastante agitada e com bom número de inscritos, como aconteceu nas provas anteriores, em Pereira Barreto, Guarujá, Ribeirão Preto e Itapetininga. São duas categorias em disputa, Mirim (12 a 14 anos) e Infantil (15 a 17). A final será na cidade de São Paulo.

Rio Grande do Sul em mais um campeonato Em Bento Gonçalves - RS, foi realizado o Campeonato Brasileiro de Downhill . Cerca de 300 atletas foram aguardados para a competição. A pista selecionada para a disputa é uma das mais tradicionais, com características técnicas e alto grau de dificuldades.

40 cyclomagazine

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K


QUADROS DE ALUMÍNIO 6061-T6

Inspire-se, liberte-se !

Para todos os caminhos que você trilhar...

ALTA PERFORMANCE PARA A SUA BICICLETA

MTB KAIRÓS Tam.: 15” 17” 19” 21” - ARO 26 Tam.: 17” 19” - ARO 29

MTB STREET Tam.: 13,5” 15” 17” 19” 21” ARO 26

MTB ZARRAV Tam.: 15” 17” 19” 21” ARO 26

BMX AERO-X Tam.: 13,5” ÚNICO ARO 20 FREERIDER Tam.: 13,5” ÚNICO ARO 26

w w Untitled-2 w . x k s 1. c22/10/10 o m . b11:41 r

XKS Indústria e Comércio de peças para bicicletas Ltda. E-mail: contato@xks.com.br | Fone: (11) 5511-8007

DIVERSAS CORES COM ACABAMENTO FOSCO OU BRILHANTE


41 .

Rápidas Nacionais

CR4.1W Full Carbon Tubular Road 700C Wheel Set Rim depth:85mm F:20H / R: 24H Shimano compatible W/Sapim CX aero black spokes, Hubs and Quick Release Weight:1,782g/pair

GP São Paulo Internacional O ciclista argentino Francisco Chamorro, da Real Cycling Team, de Sorocaba (SP), foi o vencedor do GP São Paulo Internacional de Ciclismo, realizado no Autódromo de Interlagos. O atleta, radicado no Brasil, repetiu o feito de 2010, quando ganhou a Prova Ciclística 9 de Julho no mesmo local, ao vencer no sprint após completar as 20 voltas (cerca de 86 km). Hector Aguilar, da Funvic/Marcondes Cesar/Gelog, de Pindamonhangaba (SP), ficou em segundo, enquanto Rodrigo de Melo, do Clube Dataro, de Foz do Iguaçu (PR), ficou com o terceiro lugar. Ao todo, 1500 ciclistas, de 11 categorias, participaram do GP São Paulo Internacional de Ciclismo, que este ano substituiu a tradicional 9 de Julho.

Mais uma para ganhar destaque Na competição de ciclismo BMX, o Brasil teve, pela primeira vez, a participação dos atletas, Renato Rezende e Squel Stein. A modalidade passou a ser a 30ª em que o Brasil terá representantes em Londres, com um total de 225 vagas garantidas até o momento. Nos Jogos Olímpicos Pequim-2008, o Brasil competiu em 31 modalidades.

30 cyclomagazine


Gente que movimenta o mercado

Mormaii lança campanha

V

anderley Schappo (último a esquerda) que produz bicicletas com a marca Mormaii, comemorou a venda de 1 milhão de bikes. Feito, sem dúvida alguma, digno de aplausos. Lançar um produto diferenciado, visando público tão específico, a marca estava ligada aos praticantes de surf, num mercado tão competitivo e alcançar estes números, só é possível para verdadeiros craques. Uma série limitada de bicicletas, como modelo comemorativo denominado Celebration, foi colocado no mercado para alusão ao feito. Vanderley e sua equipe, agora lançam a campanha ‘Rumo ao próximo Milhão’. Não temos dúvida que alcançarão a meta em muito menos tempo. A lição de como fazer foi bem assimilada, é só botar em prática. O Rinaldo mudou novamente omo preconizamos em matéria publicada em nossa edição 173, os bons profissionais em atividade no segmento, têm sido valorizados pelo mercado e, consequentemente alavancado suas carreiras com oportunidades interessantes. Rinaldo Marcato há pouco tempo havia trocado de emprego, aceitando alguns desafios como o lançamento de novas linhas de produtos na empresa onde fora convidado para exercer funções na gerência de vendas. Porém, em pouco tempo, outra proposta ainda mais interessante, fez com que Marcato novamente mudasse. Desta vez, para a Viper. Sorte do Rinaldo e da Viper. Esperamos que desta vez o acordo entre ambos, seja duradouro.

C

44 cyclomagazine

Augusto Representações em novas instalações m elegante endereço do Parque Piracema, em Fortaleza, Ceará, Augusto Cesar Frota Viana colocou o seu escritório em novíssima estrutura. Ele já está em atividade, juntamente com o seu filho, Irwin César. Lamentamos não ter sido possível comparecer, estávamos em Franca, interior de São Paulo no evento Encontro Motomagazine. No entanto, estamos planejando uma data para visitá-lo e comemorarmos, mesmo que posteriormente, a mudança. Sorte ao Augusto e equipe.

E


Escritório de compras (61) 3533-5220

Grupo

ACEPEÇAS

ATACADOS:

ACEPEÇAS

COMÉRCIO DE ACESSÓRIOS E PEÇAS PARA BICICLOS LTDA.

Uruaçu-GO Tele-Vendas: (62) 3357-1102 e-mail: acepecas@acepecas.com.br www.acepecas.com.br

Imperatriz-MA Tele-Vendas: (99) 3525-3524 e-mail: pedalleve@pedalleve.net www.pedalleve.net

ED E A Brasília-DF Tele-Vendas: (61) 3533-5200 e-mail: federal@federalciclo.com.br www.federalciclo.com.br

Uruaçu-GO Tele-Vendas: (62) 3357-1681 e-mail:goiaciclo@goiaciclo.com.br www.goiaciclo.com.br

ICLO

ORT

Fortaleza-CE Tele-Vendas: (85) 3214-2716 e-mail: ciclofort@ciclofort.com.br www.ciclofort.com.br

MONTADORA:

Atacadista De Peças e Acessórios Para Bicicletas e Motos

Palmas-TO Tele-Vendas: (63) 3571-2296 e-mail:ciclopalmas@ciclopalmas.com.br www.ciclopalmas.com.br

Ananindeua-PA Tele-Vendas: (91) 3235-9377 e-mail:ciclonorte@ciclonorte.com.br www.ciclonorte.com.br

BAHIA

ATACADO DE PEÇAS PARA BICICLETAS E MOTOS.

Vitória da conquista - BA Tele-Vendas: (77) 2101-4700 e-mail: ciclobahia@ciclobahia.com www.ciclobahia.com

IMPORTADORA:

ACP Internacional

Uruaçu-GO Tele-Vendas: (62) 3357-1228 e-mail: grecg@grecg.com.br www.grecg.com.br

Vitória-ES Tele-Vendas: (27) 3223-4022 e-mail: acp@acpinternacional.com.br www.acpinternacional.com.br


61 .

Gente que movimenta o mercado

CR6.1W Full Carbon Tubular 700C Three Spokes Wheel Set Rim depth:70mm Shimano compatible Weight:1,830g/pair

A rede A+Ciclo ganhou novo endereço ontinuando o projeto de expansão de suas lojas especializadas, Marcos José Pinho inaugurou em Santo André, no ABC Paulista mais um endereço. Trata-se, como os outros dois endereços já existentes na cidade de Suzano e no bairro paulistano de Ermelino Matarazzo, de uma espécie de ponto de apoio para os lojistas das regiões. As lojas não atendem o varejo. O sistema é direcionado para vendas no atacado, com estoque disponível em cada um dos endereços onde o comprador realiza as suas próprias escolhas (autosserviço) e ao terminar passa pelo check out. Marcos e seus filhos Hector David de Pinho e Ana Carolina de Pinho estão bastante otimistas com este modelo e, pretendem ainda neste ano inaugurar outras três lojas.

C

Visitas ecebemos o prestígio da visita dos empresários Carlos das Dores e Idalécio Gregório. Eles vieram para nos contar os resultados que já estão colhendo com a parceria que firmaram, constituindo uma nova empresa para fabricar itens em alumínio. Estão posicionando os seus produtos como uma opção para os consumidores que pretendam adquirir bike de alumínio, com preço não muito acima daquelas produzidas em aço ou, ainda, aqueles que estejam comprando a primeira bicicleta, oferecendo uma alternativa confortável, com custo mais acessível. Sorte para eles. 

R


Cadeirinhas

para bicicleta Compromisso com a qualidade e segurança. MTB

C

i eir

C Forma de educar para o transito e conscientizar para a importância social da bicicleta Primeiro contato da criança com a bicicleta.

C d i

a inh

Instrumento eficaz na sintonia entre pais e filhos.

Lu xo

Do passeio de final de semana ao transporte diário, aproveite este momento.

+55 (41) 3667 - 4740

www.pojda.com.br


Feira // Asia Bike

Messe Friedrichshafen na China A versão na Asia da feira alemã teve intensa participação de empresas expositoras e visitantes, alcançando resultados excepcionais

36 cyclomagazine 48 cyclomagazine


Texto Osmar Silva Foto divulgação

A

segunda Moto Asia, feira de motocicletas e bicicletas aconteceu na cidade de Nanjing entre 26 e 29 de julho. Já nesta edição o evento se credencia como um dos principais no país e no Continente, especializada em motos de esportivas e de luxo, além de bicicletas, vestuario e acessórios. Segundo o organizador local, Jaeger Knut, os expositores e visitantes foram de alta qualidade comercial. “Todos se mostraram muito satisfeitos com o que

238 expositores de 14 países em um espaço de 24 mil m² visitaram o espaço. 10.481 pessoas e 3.751 no dia em que o evento esteve aberto para o público geral. 337 jornalistas cobriram a feira.

viram e puderam realizar em negócios” afirmou enfáticamente. Foram 238 expositores de 14 paises em um espaço de 24.000m2. Execelente indice de crescimento se levarmos em consideração os 138 expositores presentes em 2011 e que ocuparam 12.000 m2. Profissionais do segmento que visitaram o espaço totalizarm 10.481 pessoas e 3.751 entusiastas de clubes de ciclismo no dia em que o evento esteve aberto para o público geral. 337 jornalistas cobriram a feira para veiculos de comunicação. Em 2013 será realizada nova edição da Messe Friedrichshafen na China, em data ainda a ser confirmada e anunciada. 

cyclomagazine 49


Capa // BMW ipedelec

i Pedelec

uma nova bic

50 cyclomagazine


BMW

icleta elétrica

Durante a abertura em Londres do primeiro endereço de sua futura rede de lojas 'BMW i loja"em London Park Lane, os produtores alemães de automóveis apresentaram o novo BMW i Pedelec'

cyclomagazine 51


Capa // BMW i Pedelec

A

Texto Osmar Silva | Foto divulgação

BMW, como outras renomadas marcas de montadoras da Europa, demonstra interesse e preocupação em desenvolver produtos ecologicamente corretos, com conceitos também voltados para a economia. Talvez seja um reflexo da atual situação do Continente e dos países da Zona do Euro. A crise está mudando hábitos. Então a empresa colocou os

52 cyclomagazine

seus criadores para gastar os neurônios e desenvolver um produto futurístico. Eles trouxeram como resultado final a i Pedelec, um conceito bem interessante, moderno e bonito para uma bicicleta elétrica. Segundo os executivos da marca, uma forma high tech de se transportar, já que a bicicleta é toda feita de fibra de carbono e alumínio. E o design é simplesmente arrasador, não é mesmo? O motor não é muito potente, e nem precisa, pois a sua finalidade é servir como complemento de transporte individual

Uma forma high tech de se transportar, já que a bicicleta é toda feita de fibra de carbono e alumínio. E o design é simplesmente arrasador


para os proprietários de automóveis circularem pelos centros urbanos. A bike chega a uma velocidade de até 25 km/h. O melhor é que a bicicleta não precisa de placas, já que vai ser bem difícil o usuário ser multado com ela. A BMW até sugere que o ciclista não precisa usar um capacete, mas isso é totalmente contra todos os princípios de segurança ao pedalar, né? A bateria permite que se possa percorrer até 40 km sem recarregar e só é necessário uma hora e meia para recarregá-la. Ainda não há previsão de uma real produção da

bicicleta, mas os aficionados da bike já aguardam com ansiedade sua chegada às lojas. Nas grandes metrópoles brasileiras, seguramente ela fará sucesso. Quem não quer desfilar de BMW, mesmo que seja uma bike? A bicicleta foi projetada para caber dobrada no espaço do porta malas do "carro conceito BMW i3, apresentado primeira vez em Frankfurt International Motor Show 2011. O modelo conceito “i3” da BMW é equipado com materiais e acabamentos integrados

à sustentabilidade tão preconizada atualmente. O painel de instrumentos, por exemplo, é composto de madeira de eucalipto proveniente de florestas da Europa geridas de forma sustentável, enquanto que o interior de couro utiliza um natural curtimento de agente feito de folhas de oliveira. O automóvel “BMW i3” será o primeiro veículo totalmente elétrico comprodução em massa e a empresa promete o seu lançamento para meados de 2013. Tomara que a bike realmente venha junto com o automóvel. 

cyclomagazine 53


Rápidas Internacionais

Ainda sobre o Granfondo O melhor tempo entre os brasileiros foi marcado por Augusto Magalhães, após completar a prova em 8h05min61, tempo suficiente para se classificar dentro do grupo que conquistou a medalha de ouro. Ricardo Nogare completou a prova em 10h07min43s, se classificando no grupo que levou a medalha de prata. A vitória geral ficou com o Belga Armée Sander que completou a prova em 5h33min14s.

Granfondo Ricardo Nogare e Augusto Magalhães foram os representantes do Brasil na prova La Marmotte, realizada na França. A competição é um Granfondo (maratona), aberta para atletas profissionais e amadores, onde o maior desafio é superar o percurso e deixar sua marca registrada em um dos eventos de maratona mais difíceis do planeta. La Marmotte é a mais antiga, e considerada a mais dura Granfondo do mundo. No total são 174 quilômetros percorridos entres as estradas dos Alpes franceses.

Brasil na frente

A Inglaterra na França O inglês Bradley Wiggins entrou definitivamente para a história do ciclismo, ao ser saudado por milhares de pessoas na avenida Champs-Élysées, na capital francesa, pelo título do Tour de France 2012. O britânico se tornou o primeiro de seu país a vencer a mais importante disputa de ciclismo do mundo. Ele liderava o ranking geral desde a 6ª etapa. A 20ª e última etapa, um percurso de 120 quilômetros na região de Rambouillet, em Paris, foi bastante marcante não só para Wiggins, mas também para sua equipe Sky Procycling.

54 cyclomagazine

A organização dos Jogos de Londres divulgou o start list da prova de contrarrelógio individual. A brasileira Clemilda Fernandes foi a primeira atleta a largar, em frente ao Palácio de Hampton Court. A prova das mulheres reuniu 24 ciclistas (seriam 25, mas a lituana Rasa Leleivyte, que testou positivo para EPO (exame por doping) uma semana antes dos Jogos, foi retirada). Foram 44 km para os homens e 29 km para as mulheres, com intervalos de 90 segundos entre as saídas.


E nas montanhas...

De volta ao pódio Após conquistar o ouro no ciclismo de estrada, o cazaque Alexandre Vinokourov cogitou se aposentar. De acordo com a rede britânica BBC, o atleta, 38 anos, considera que este seria o momento para parar. O veterano chegou a encerrar a carreira em 2007, depois de ser atestado positivo por doping sanguíneo e ser banido do esporte por um ano. Ele retornou às competições em 2009. Segundo a BBC, Vinokourov, afirmou que sofreu muitos acidentes durante sua carreira e que por isso a decisão de voltar a competir foi "difícil" de ser tomada. O veterano possui uma placa de metal no fêmur.

Desta vez a vitória foi para o atleta Pierre Rolland (Europcar), que conquistou a 11ª etapa. O experiente ciclista francês Thomas Voeckler (Europcar) conquistou à décima etapa do Tour, considerada a etapa rainha dos Alpes. Rolland, de 26 anos, já havia conquistado a dura prova do Alpe d’Huez em 2011, e desta vez volta a vencer de forma brilhante, chegando isolado na reta final. Em segundo lugar terminou Thibaut Pinot (Française des Jeux) com Chris Froome (Sky Procycling) em terceiro. Em uma das etapas mais duras e disputadas desta edição do Tour de France, a equipe Sky Procycling demonstrou toda sua superioridade, além de comprovar o grande talento dos seus dois principais atletas, Bradley Wiggins e Chris Froome, primeiro e segundo colocados na classificação geral.

Ciclismo feminino A medalha de ouro na Prova de Ciclismo de Estrada Feminino foi ganha pela holandesa Marianne Vos, em Londres. Ela começou a prova em sétimo lugar e foi mantendo o ritmo. No último trecho, alcançou a primeira colocação. As segunda e terceira colocadas da prova foram a britânica Elizabeth Armtistead e a russa Olga Zabelinskaya. O Brasil foi representado na prova por Fernanda da Silva Souza e as irmãs Janildes e Cremilda Fernandes Silva .

David Millar conquista a Volta da França O ciclista escocês David Millar (Garmin-Sharp) foi o primeiro colocado da 12ª etapa da Volta da França 2012, disputada entre as localidades de Maurienne e Annonay Davezieux, com 226 quilômetros. O ciclista volta vencer na competição francesa após dez anos da sua última vitória na competição, em 2003. A definição da 12ª etapa aconteceu entre os cinco atletas que protagonizaram a fuga vencedora do dia. Millar atacou nos últimos metros e só foi seguido por Jean-Christophe (AG2R La Mundiale), segundo colocado. Na terceira posição Egoi Martinez (Euskatel-Euskadi) completou o pódio.

cyclomagazine 55


Negócios // 5º Encontro Cyclomagazine

Ainda sobre o 5º Encontro Cyclomagazine Na edição 177 da Cyclomagazine, afirmamos que algumas empresas estiveram presentes ao evento sem que houvessem exposto lançamentos. No entanto, posteriormente resgatamos depoimentos onde representantes de várias delas colocaram outras informações que consideramos relevantes. Como a Cyclomagazine é um espaço democrático e cônscio de sua importância ao divulgar qualquer fato, providenciamos imediatamente a publicação, solicitando desculpas aos nossos parceiros.

STYLL – Alexandre Santos Trouxemos para o evento de Poços de Caldas dois lançamentos: o Kit 16 em plástico e a cadeirinha Carona Bike. O Kit 16, quadro e garfo, recebeu a novidade de um tanque e junto sempre acompanhará também um brinquedo. A Carona Bike, que é uma cadeirinha traseira, recebeu como alternativa o acompanhamento de adesivos com figuras licenciadas pela Warner Looney Tunes e novas e diferentes cores. A cadeirinha que já oferecia maior conforto e segurança a criança em função do encosto de cabeça e cinto de três pontos, tem um ótimo custo beneficio e maior lucratividade para o lojista. Quanto ao evento, nos auxilia na inserção dos produtos no mercado.

56 cyclomagazine

X RED – Reginaldo Marques Mostramos uma marca nova, com o conceito de mais qualidade e um excelente markup para os lojistas. Os lojistas terão com os nossos produtos qualidade e preço, independente de quantidades adquiridas. Hoje o consumidor espera ter um produto que lhe ofereça durabilidade e resistência, seja ele um simples ciclista de final de semana ou um esportista de alto desempenho e, é exatamente isso que pretendemos estar produzindo e atendendo a todas as categorias de usuários.


OX BIKE - Tiago Ramos da Silva Expusemos quadros de nossa fabricação, tendo como diferencial que são conificados, com gancheiras forjadas e mais reforçados. Eles possuem a qualidade idêntica aos produtos importados, ao custo de produto nacional. Modelos atuais, seguindo as novas tendências e nas medidas 17",19" e 21". Como são realmente lançamentos, inéditos, apresentados aos clientes no Encontro. Observamos que houve uma grande aceitação e excelente volume de pedidos. Isso, sem dúvida, é resultado da nossa filosofia de oferecer muito mais por menos custo. O que só é possível por possuírmos tecnologia que proporciona qualidade, aliada a beleza e maiores opções de cores. A marca Red Nose, da qual somos licenciados é muito conhecida, especialmente pelo público jovem.

VIPER – Luiz Honorio Apresentamos o modelo de aro Predador, em mais cores, novos design e adesivos. Além da nossa linha já do conhecimento do mercado. Realizamos pesquisas junto ao consumidor final para detectar suas preferências. Estamos fabricando nosso próprio perfil de alumínio, o que nos permite fazer mais testes. Principalmente, os testes de laboratório. Temos enorme respeito pelos nossos clientes, em toda a cadeia comercial até o consumidor final. Esta é a nossa maior referência.

GTS M-1 – Bruno Vicencio Sevila Apresentamos a bike modelo Walk 2.0, com novo design. A nova estratégia para este produto é que o seu fornecimento será sempre da bike completa, montada. Expusemos, entre outros modelos de nossa linha, o quadro Expert 2.0, com a opção da medida 29". A curva de comportamento de mercado existe afetando a todos. O frio e a chuva influenciam o desempenho de vendas. Porém, não está em baixa, esse é um processo normal. Em agosto deve melhorar, acredito na evolução dos níveis de crescimento do mercado. Ele já está deslanchando e, é muito promissor.

VZAN - Alexandre Bortolozzi Sempre estivemos focados na segurança do consumidor, por isto já estamos certificando os nossos produtos, observando a certificação compulsória determinada pelo INMETRO. As regras foram criadas, em outubro todas as marcas de aros deverão estar certificados e estampando o selo do INMETRO. Produzimos aros e rodas montadas completas para todas as modalidades. Não temos o produto mais barato do mercado, porém todos são de alto rendimento em qualquer classe de consumo.

cyclomagazine 57


Bike Expo // JKS

Novos produtos serão expostos por tradicional fabricante A JKS garante ao mercado de peças e acessórios para bicicletas produtos que acompanham as tendências e necessidades dos seus clientes. São quase 60 anos atuando na montagem de bicicletas de montadoras da América Latina

58 cyclomagazine

Texto e imagens divulgação

N

a Bike Expo Brasil, será possível conhecer mais sobre as novidades e a linha completa de produtos, produzida dentro de um rígido controle de qualidade e em conformidade com as normas do mercado, proporcionando muito mais segurança aos usuários e agregando valor aos parceiros, como: Kit Plástico de Montagem – Aro 16’’. Disponível em diversas cores, feminino e masculino. É possível adquirir o Kit com a inclusão da nova Roda Plástica Evolutivo, oferecida com melhorias técnicas

e totalmente adequados às normas do INMETRO. A empresa já oferece ao mercado o Paralama Plástico Adulto – Tipo Retrátil (Preto), mais versátil e adaptável para aros 24’’ e 26’’ e que não utiliza hastes, facilitando ainda mais a instalação. A linha infantil também irá levar às bicicletas design mais personalizado e divertido. São os Pedais Infantis para Aros 16’’ e 20’’ disponíveis em diversas cores e Novas Buzinas com desenhos divertidos em quatro modelos (sapo, abelha, cachorro e peixe) completando acessórios mais atraentes para o público infantil. Acompanhe pelo site mais sobre cada produto ou visite o estande (198) na Bike Expo Brasil 2012, de 02 a 05 de agosto e conheça mais sobre as novidades da fabricante. 


Tecnologia //Shimano

O grupo eletrônico Di2 (Digital Integrated Intelligence) foi apresentado pela primeira vez no ciclismo profissional de estrada no ano de 2009, com o grupo Dura-Ace. Esse ano a Shimano inova de novo e lança o grupo Dura-Ace série 9.000, também com o componente eletrônico Di2 e outros benefícios incorporados

Sistema de transmissão eletrônica Di2 60 cyclomagazine


xxxxxx

Texto Divulgação Foto equipe Luanda e divulgação

A tecnologia Di2 consiste no sistema de troca de marchas eletrônico ao invés dos tradicionais cabos de aço. Isso significa que o sistema de mudança de marchas é mais preciso, mais fácil de usar e exige menor esforço do atleta, sendo comandado por um sistema de bateria de lítio com durabilidade para pedalar dois mil quilômetros. Essa troca é feita com apenas um clique e reduz a possibilidade de erros humanos, uma vez que o câmbio dianteiro se ajusta automaticamente com a posição do câmbio traseiro (auto

trimming), evitando que a corrente raspe na haste do câmbio dianteiro devido à posição “cruzada”. Além disso, a troca de marcha com o Di2 é um segundo mais rápida do que um sistema tradicional. Esse tempo é de grande valia para atletas de elite, principalmente em momentos de “Sprint”. Até chegar ao produto final, a Shimano levou cinco anos entre criação, desenvolvimento e testes intensivos no Pro Tour com atletas nas mais diversas situações como chuva, lama, baixas e altas temperaturas, entre outros, para garantir a precisão dos câmbios, a durabilidade e a resistência da bateria aos fatores externos.

A bateria possui também uma autonomia extra de vida, de 200 kms, antes de descarregar totalmente e caso a bateria termine durante o pedal, o ciclista ainda pode continuar a pedalar, porém, sem mudar as marchas. Hoje os principais nomes do ciclismo mundial já usam Di2, como o britânico favorito ao ouro nos Jogos Olímpicos, Mark Cavendish. O atleta, que também participa do Tour de France 2012, já venceu uma etapa desse Tour no sprint utilizando o Di2. Diversas equipes da competição, patrocinadas pela Shimano, também estão com a tecnologia japonesa. http//: www.bike.shimano.com.br

cyclomagazine 61


Loja // Ciclo Peças M. M.

Faltam incentivos para a Bike na Califórnia Brasileira Gerente de loja pioneira em cidade do interior paulista, com 39 anos de existência, lamenta postura de autoridades que não incentivam a maior integração da bicicleta dentro do sistema que existe atualmente. Porém, mesmo assim, se mostra otimista em relação ao desempenho atual do mercado, que considera aquecido Texto Osmar Silva Fotos divulgação

N

uma grande cidade como Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, era de se esperar que houvesse projetos, planejamentos para a inclusão da bicicleta como meio de transporte, evitando antecipadamente os problemas futuros que se dão por conta da utilização de automóvel como principal alternativa de deslocamento individual e o transporte coletivo através de veículos movidos a energia fóssil nas áreas centrais do município. Segundo Adriana Mengatto Raspa, da loja Ciclo Peças M.M, não é isso que vem acontecendo. A prefeitura local inaugurou ciclovias e ciclo faixas que são utilizadas apenas aos finais de semana. Servindo, desta maneira, somente como opção de lazer. “A atual gestão da cidade de Ribeirão Preto foi responsável

62 cyclomagazine

pela construção de duas ciclofaixas. Porém, não é uma instalação permanente. Elas funcionam apenas aos domingos e feriados e com restrição de horários. Além disso, ocasionalmente são realizados eventos e passeios ciclísticos que promovem e incentivam a prática esportiva e conscientizam a população sobre a importância da bike”, explicou. Sem dúvida, uma lástima, pois, comprovadamente as bikes são importantes no processo de mobilidade humana e preservação ecológica, além de contribuir para o bem estar e saúde de seus usuários. No aspecto ligado ao segmento comercial, o incentivo a ampliação da utilização da bicicleta, traria às lojas da cidade maiores oportunidades de negócios. Mesmo assim, a Ciclo Peças M.M se mantém em funcionamento por longos 49 anos, sendo a primeiro do segmento na cidade, segundo ainda, Adriana Mengatto que ocupa o cargo de gerente administrativa.

Os sócios da loja são Norival Mengatto e Maria Alaíde Romeiro Mengatto e a empresa conta com sete colaboradores. “Existe uma grande dificuldade para conseguirmos mão-de-obra especializada para o atendimento de nossas necessidades operacionais. Não bastasse a falta de incentivo para o ciclismo e o uso da bicicleta” afirma Adriana. A empresa tem superado as dificuldades que se apresentam contando com a dedicação da equipe, priorizando a assistência técnica, o bom atendimento aos clientes e trabalhado sempre com grande variedade de produtos, em uma área de 300 m², de um prédio próprio. “Trabalhamos com todos os componentes necessários para uma bicicleta, inclusive acessórios como: roupas para ciclistas, capacetes e luvas. As principais marcas comercializadas são: Shimano, GTS, Gallo, Monaco, Calypso, VZAN, Pirelli, Kenda, Levorin, Nek, entre outros” disse Adriana. Ainda segundo a gerente administrativa, dentre as marcas disponibilizadas na loja, as de maior procura são: Kenda, Pirelli e Shimano e, os itens com maior giro são: pneus, câmaras, rodas e selins. A opinião de Adriana sobre a grande inf luência do produto importado no mercado nacional, se dá devido à baixa quantidade de indústrias de produtos nacionais. Desta forma, os itens importados ainda são responsáveis pela maior parcela das vendas. “Acreditamos que deve haver um maior incentivo à indústria brasileira, a fim de potencializar o mercado” em defesa deste comportamento da produção local. “Apesar da alta concorrência no setor, o mercado de bikes está aquecido e atualmente há uma tendência a aumentar a busca por bicicletas de maior valor agregado; contudo, a maioria dos clientes busca as bikes comuns”, analisa finalizando. 


PAVILHテグ

IMIGRANTES - SP 2012

Reserve seu espaテァo

contato@salaodamotocicleta.com.br | comercial@megacycle.com.br Nextel: 55*48*10034 | 55 11 7716.7272 | 55 11 2066.8550 Acompanhe pelo site www.salaodamotocicleta.com.br


6 A 11 DE

NOVEMBRO

O ANO DOS GRANDES LANÇAMENTOS

Promoção

Apoio

Realização


Tributação José Chapina Alcazar Empresário contábil e presidente do SESCONSP - Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e de Assessoramento no Estado de São Paulo e da AESCON-SP – Associação das Empresas de Serviços Contábeis; presidente do Conselho de Assuntos Tributários da Fecomércio SP

67 cyclomagazine

De remendo em remendo, uma hora a casa cai

D

ias atrás, a presidente Dilma Rousseff deu uma triste notícia ao Brasil. Seu governo desistiu de promover uma reforma tributária ampla com a justificativa de que a máquina do desenvolvimento brasileiro não pode correr o risco de paralisar, à mercê de discussões intermináveis, jogos de interesses e negociações que envolveriam uma mudança estrutural. O caminho escolhido pelo governo, então, foi adotar medidas pontuais, que estimulem setores da economia e corrijam, eventualmente, uma ou outra dentre inúmeras distorções que compõem a remendada estrutura tributária do país. Neste sentido, autoridades econômicas anunciaram, mais uma vez, a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros novos. E a presidente estuda agora unificar dois dos nossos tributos mais complexos: a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e o Programa de Integração Social (PIS). A fusão daria origem a um novo imposto de cobrança mais simples para as empresas e facilitaria também a fiscalização da Receita. Porém, com a novidade, a alíquota deve subir além dos 9,25% hoje cobrados de quem está na sistemática não cumulativa. Aí está, portanto, a lógica do funcionamento do Estado Brasileiro, incapaz de articular um projeto de bases sólidas, em campos diversos, mas estratégicos, como o fiscal, o produtivo, educacional, científico, ambiental e, mãe de todas as estruturas, o político. Carecemos de um projeto de Nação longevo, que tenha continuidade, mesmo mediante trocas no comando dos poderes da República. O problema é que a roda do processo produtivo global gira cada vez mais rápida e não vai parar à espera que o Brasil se acerte, procedendo a remendos aqui e acolá. A cada novo aperto do Custo

Brasil, os investimentos em direção ao País são revistos e mesmo empresas nacionais aceleram sua transferência a solos mais estáveis. Precisamos de mudança na postura, especialmente dos parlamentares, que deveriam representar a vontade popular. Enquanto bradamos por desburocratização dos sistemas, redução da carga tributária e fim da guerra fiscal. Nossos representantes se esforçam em justificativas para postergar atitudes. Segundo eles, ora não há ferramentas, ora não há consenso. O fato é que falta vontade e iniciativa. No Brasil, a arrecadação a partir das contribuições sociais – PIS e Cofins (4,8% do PIB, equivalente a R$ 204.352 milhões em 2011), Previdência Social (12% do PIB, equivalente a R$ 288.770 milhões em 2011) e outras – representa quase 60% de toda verba administrada pelo Governo Federal sem ter de repassar aos governos estaduais e às prefeituras, que no final das contas, ficam na dependência política em detrimento do prometido Brasil Melhor. Mais uma prova de que nossas velhas estruturas tributárias e políticas servem, portanto, à conveniência daqueles que deveriam governar e legislar em benefício da população, mas se ocupam com estratégias de sobrevivência própria. Enquanto isso, o setor produtivo, composto por 4,3 milhões de empresas que geram riqueza, empregos e alimentam o sonho de um país melhor, se vira como pode. É possível materializar esse cenário nas imagens que marcaram o início de 2012 no Brasil: as dos desabamentos de quatro prédios, três no centro do Rio de Janeiro e um em São Bernardo do Campo - SP, motivados por remendos inconsequentes, que abalaram as suas respectivas estruturas. Simbolicamente, esses eventos nos advertem que, a lógica dos reparos pontuais e apressados tem data de validade. Uma hora a casa não resiste e desaba. 


LlNHA • BlKE Qualidade que acelera o reconhecimento. lnovação que impulsiona resultados.

Pedalar na direção do futuro faz parte da nossa história. Com mais de meio século de experiência na fabricação de peças para bicicletas, a Duque acompanha as principais tendências do universo Duas Rodas e surpreende o mercado, mais uma vez, com os novos produtos para a linha de bicicletas e as correntes especialmente desenvolvidas para rendimento superior e maior durabilidade.

Alto nível de durabilidade e resistência

Representantes em todo o Brasil

Encontre o representante da sua região em nosso site ou ligue

0800 642 4222 facebook.com/DuqueDuasRodas

Revista Cyclomagazine 178  

Revista Cyclomagazine 178

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you