Issuu on Google+


«Na sintonia das cores, somos o que somos. Cada cor, uma revelação.As pessoas usam máscaras, mas suas cores denunciam seus interesses. Cada consciência carrega em torno de si a atmosfera correspondente ao que vive em seu íntimo.» citação retirada do link: http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=407:228-cores-da-almaii&catid=31:periodicos&Itemid=57


Vermelho: é uma cor que parece sair ao encontro, adequado para expressar a alegria entusiasta e comunicativa. É a cor mais excitante de todas, pode significar paixão, emoção, ação, agressividade, perigo.


Azul: Ê uma cor reservada e que parece afastarse. Pode expressar confiança, reserva, harmonia, afeto, amizade, fidelidade, amor.


Verde: reservado e esplendoroso. É o resultado do acorde harmônico entre o céu-azul e o amarelo do sol. É a cor da esperança. Pode expressar natureza, juventude, desejo, descanso, equilíbrio.


Amarelo: irradia sempre em todas as partes e sobre todas as coisas, é a cor da luz e pode significar egoísmo, ciúmes, inveja, ódio, adolescência, riso, prazer.


Laranja: Ê a cor do fogo flamejante, foi escolhido como sinal de precaução. Pode significar regozijo, festa, prazer, aurora.


Rosa: o ditado popular que afirma tudo ser visto em cor-derosa, reflete fielmente seu significado: ingenuidade, bondade, ternura, ausĂŞncia de todo forma de mal.


Branco: é a luz que se difunde (na cor). Expressa a ideia de inocência, paz, infância, divindade, estabilidade absoluta, calma, harmonia. •


Preto: é a ausência de cor pode determinar tudo o que está escondido, velado e pode expressar separação, tristeza, morte, noite. Também possui sensações positivas como seriedade, nobreza e pesar.


Violeta: é a cor que indica a ausência de tensão. Pode significar calma, autocontrole, dignidade, aristocracia e também violência, engano, agressão premeditada.


Cinza: é a cor que iguala todas as coisas e que permite a cada cor suas próprias características sem interferir nelas, pode expressar desconsolo, passado, velhice, desânimo, indeterminação.


Tipologia de estampas


ARABESCAS: Os arabescos são elementos da arte islâmica e são compostos por figuras geométricas que se repetem. Na maioria das vezes essas figuras são parecidas com formas de plantas. Para os muçulmanos a união dessas formas constitui um padrão infinito, que vai além do mundo visível e material.


COMICS: As estampas Comic Print são sempre cheias de tiras como os famosos “kapow”, “bang” e muitas outras palavras de efeito. Tendência baseada nas revistas em quadrinhos, dão o ar pop e bem-humorado ao look, conferindo um efeito super divertido.


ANIMAL PRINT: As estampas “animal print” sempre estiveram em alta desde meados do século XVIII. Ela teve início na África, através de seus exóticos animais selvagens. No início, essas estampas e pele eram usadas apenas por reis e nobres, pois, indicavam sinal de luxúria e poder.


GRテ:ICOS: Sテ」o estampas com Listras tipo bold, quadriculados, triテ「ngulos e outras formas geomテゥtricas.


FLORAL: São as estampas que trazem imagens de flores em sua superfície, normalmente são estampas liberty (pequenas). Porém, para a próxima estação, está surgindo uma nova padronagem chamada floral dark. A tendência da vez é a estampa de flores maiores e com fundo mais escuro, preto ou marinho.

floral liberty

floral dark


GEOMÉTRICAS: Como o próprio nome diz, essa estampa faz referência as formas geométricas. Além disso, esse tipo de estampa traz um aspecto elegante ao produto.


PIED DE POULE Pied de Poule quer dizer pé de galinha, em francês, e a estampa tem esse nome porque algumas pessoas acreditam que essa mancha preta é do formato de um pé de galinha.


TARTAN: O Tartan é um tipo de tecido quadriculado, parecido com xadrez, com padrões de linhas diferentes e cores levemente distintas. É o padrão utilizado para se fazer um kilt, aqueles saiotes usados pelos escoceses.


HIPPIE: A estampa conhecida como Paisley tem suas origens na Caxemira, região entre o Paquistão, China e índia e foi usada como símbolo do início da colheita. Sua forma característica de gotículas e pontinhos coloridas que é a cara dos anos 70, está voltando ao centro das atenções no verão do hemisfério norte.


MISSONI: A estampa Missoni é, na verdade, o próprio nome da marca que a inventou. A fábrica de tecidos italiana apostou, em 1958, em uma padronagem diferente, composta por inúmeros zigs-zags inspirados na cultura africana.


LĂšDICA: Nessa categoria as estampas possuem desenho (ou apensa a silhueta) de bichinhos, de desenhos, jogos, tudo que traga um ar da inocĂŞncia e diversĂŁo infantil.


MANCHADA: o nome dessa estampa jรก traduz seu aspecto, como se o tecido tivesse realmente manchado.


ÉTNICA: As estampas étnicas carregam consigo a história de varias culturas. Existem quatro principais, que são mais usadas nas ruas.


CLÁSSICO: Esse estilo traz vestígios do minimalismo, ou seja, menos é mais. Possui uma elegância natural, atemporal, e por isso é um estilo mais conservador. Não segue modismos e muito menos suas regras. O ambiente clássico passa uma imagem de seriedade e segurança, suas opções recaem nos tecidos mais rígidos, estruturados, com formas simples, retas e sem muitos detalhes. Vez ou outra abre espaço para alguns detalhes, é bem verdade, mas são sempre simples e bem discretos. Além das modelagens sóbrias, as cores também são discretas, como o preto, cinza, azul marinho, bege e vinho.


BARROCO: O estilo barroco remete ao estilo artístico difundido nos séculos 16 e 17, Tecidos adamascados, estampas de arabescos, bordados, metalizados, rendas, aplicações e estampas são suas principais características, além disso pode ser marcado também pela cor preta com detalhes dourados (usados na maior parte dos produtos). O estilo barroco confere aspecto invernal e, dependendo da combinação, também retrô.


VANGUARDA: Movimento de vanguarda é aquele que nem sempre busca adequar a arte à sociedade. Inspirado pelo pensamento moderno, instiga e provoca reações até nos mais leigos. Estilistas chamados de vanguardistas abusam de ares robóticos, tecnológicos e computadorizados, aliados as novidades de tecnologias têxteis e estamparia. Para alguns é considerado extravagante, mas para outros é o rompimento dos antigos costumes.


PUNK: Os punks geralmente usam calças jeans justas, rasgadas, jaquetas de couro, coturnos, tênis converse, correntes, corte de cabelo moicano ou cabelo um pouco comprido. A moda punk contrasta com a moda vigente e sempre apresenta elementos contestadores aos valores aceitos pela sociedade. Seu aspecto visual é bem pesado, porém aceita todas as cores desde que sejam fortes e vivas.


ROMÂNTICO: As mulheres buscam ficar bem femininas, usando cores pastéis. Geralmente, não gostam muito de jeans. Gostam de pérolas, rendas, transparências, laços, babados etc. Esse estilo, pede um design suave, não estruturado. Linhas curvas, com caimento discreto sobre a silhueta. Muitos e pequenos detalhes. Roupas soltinhas, ombros suaves e naturais. Cintura marcada. As cores são neutras e tons pastéis, com valor de médio a claro. Estampas com pequenas flores ou desenhos não podem faltar. Os materiais também são suaves com caimento e textura leve. Fluídos e delicados. Chiffon, crepe, seda, rayon, veludo e angorá. Padronagens com desenhos pequenos, florais, laços, rendas, bordados e pregas. Em termos de calçados, o estilo pede sandálias de salto baixo e médio. Isso tudo apenas para mulheres, ainda tem o estilo masculino...


o estilo masculino, é obviamente diferente do feminino. Para os homens, as roupas precisam de um design com linhas relaxadas e soltas. Pouco estruturado. Ombros naturais e calças de cós médio ou com pinças. Peças leves. Ganham espaço as cores mais neutras e tons pastéis, com valor de médio a claro. Monocromáticos ou bicolores. Os materiais são de textura suave e leve. Linho, seda, gabardina, algodão, rayon e viscose. Padronagens suaves com formas arredondadas, desenhos naturais e florais. Sapatos de camurça são preferenciais.


VINTAGE: Vintage significa algo clássico, antigo e de excelente qualidade. Trata-se de um estilo de vida que recupera os estilos dos anos 1920, 1930, 1940, 1950 e 1960. As roupas vintage são roupas antigas, clássicas, como as peças jeans ou roupas copiadas das décadas anteriores, como o vestido de estampa poá. Mas não são vintage apenas roupas antigas. Segundo jornalistas de moda e stylists, roupas com tecidos propositadamente desgastados também são chamados vintage, justamente por terem uma aparência de usado, antigo, de outra época.


RÚSTICO:

Por definição, a palavra rústico está relacionada ao campo, ao ambiente rural e às formas grosseiras, feitas sem muito cuidado com detalhes. Uma peça para ser rústica tem que ter textura, formas mais naturais e acabamento não delicado, imperfeito – essa imperfeição pode ter sido cuidadosamente calculada.


FOLK: A palavra deriva do inglês e significa «povos». As inspirações desse estilo vêm do ambiente rural, e são traduzidas com elementos artesanais e rústicos. Mistura os tons terrosos e estampas delicadas, traz muito presente coletes e roupas com franjas, tricôs, botas pesadas e muita camurça.


COLLEGE: O estilo college é um presente europeu que trouxe um ar meigo e ingênuo para a moda. Junto com o sapato oxford, a gravata e saias, é um look que vai tranquilamente para o trabalho e depois para a balada.


RAPPORT: É o processo de criação de estampas por repetição.


Opções de estampas do «eu consumidor».

2715c

3252c

395c

7489c


408c

670c

f5509c

666665c


7411c 395c 7407c 4665c

7457c

279c


395c

7418c

659c 2727c 346c


1925c 190c 346c 5797c

2573c 346c 381c


ESTAMPA FINAL: 213c 7466c 426c


APLICAÇÃO DA ESTAMPA:

310C

3262C

218C


7521C

204C

437C


557A77C

F2ED54C


Eu consumidor8