Issuu on Google+

PLANO DE Mテ好IAS DIGITAIS

Empresa:


INTRODUÇÃO A empresa percebe a grande importância das mídias sociais na comunicação atual com seus clientes, colaboradores e parceiros, principalmente pelo fato deles estarem altamente conectados diariamente. Da mesma forma, sabe que para estar presente na web, é necessário estruturações que garantam uma presença sustentável e pró-ativa, além de necessitar de um planejamento integrado com sua visão estratégica bem fundamentada. Atualmente, não existe um departamento focado para monitorar a marca e gerir a sua presença na web. Portanto, cada vez mais corre-se o risco de perder o controle sobre o que estão falando dela, seja em pontos positivos ou negativos, independente se ela está ou não presente. Estes canais se tornaram um precioso canal de relacionamento com o seu público para visibilidade, posicionamento e fidelização de marca. De muitas formas a empresa poderá usufruir desta ferramenta, porém, antes de iniciar qualquer atividade, devemos conhecer os hábitos e comportamento dos nossos usuários a fim de sermos efetivos na comunicação digital e alinhar um plano de ativação digital consistente.


PLANO O inevitável já começou. Pequenas atividades pontuais e não integradas nas redes sociais já foram iniciadas falando do nome Coopercarga na web, seja individualmente por colaboradores ou originadas pelos próprios parceiros. Muitos concorrentes já estão usando as mídias sociais para fidelização. E por fim, os potenciais clientes estão cada vez mais conectados. Dessa forma, e baseado no conteúdo abordado no Trabalho de Conclusão de Curso, apresento um Plano de Mídias Digitais para a empresa Coopercarga, que conforme citado no trabalho, ainda não faz parte de nenhuma rede social.

Proponho 5 etapas de realização:

1. PESQUISA E PLANEJAMENTO 2. ESTRUTURAÇÃO 3. DESENVOLVIMENTO TÉCNICO (FACEBOOK, TWITTER) 4. GESTÃO DE CONTEÚDO NAS MÍDIAS SOCIAIS 5. MONITORAMENTO E INDICADORES


ETAPA 1 PESQUISA E PLANEJAMENTO

Qual o objetivo principal deste planejamento? Oferecer um direcionamento mais efetivo para criação de uma linha de comunicação baseado em pesquisas e que estejam alinhadas a visão estratégica da empresa. Quais nossos desafios para esta proposta de planejamento? Identificar as principais oportunidades de engajamento on-line com o público. Como atingir nossos desafios? Mapeando os hábitos e comportamentos de usuários potenciais e de seus principais concorrentes.


ETAPA 2 ESTRUTURAÇÃO Esta etapa tem por objetivo preparar a empresa quanto aos desafios e objetivos a serem alcançados, alinhados à visão estratégica da empresa. 1. Identificação dos requisitos das atividades; 2. Verificar quais recursos externos serão necessários (fornecedores, investimentos, etc); 3. Identificar oportunidades para serem aproveitadas junto aos departamentos internos. Para que a empresa tenha resultados mensuráveis e capacidade para atender à demanda das atividades, as ações serão estruturadas em módulos, dentro de um quadro estratégico planejado.


ETAPA 3 Desenvolvimento Ÿ Ativação e personalização dos canais de relacionamento dentro

de um plano de comunicação integrada. Ÿ Elaboração de peças criativas que servirão de gatilhos para obter maior engajamento nas mídias sociais. Peças gráficas Criação de 4 gatilhos de divulgação on-line (ex: banner, promoção, email-marketing, etc)

Criação do hotsite Criação no facebookde uma página e um hotsite para ativação da marca.

Ativação das redes sociais Customizaçãodos layouts e configuração: •Facebook •Twitter


ETAPA 4 Gestão de Marcas Gestão mensal do conteúdo de relevância, monitoramento de marca e publicação de conteúdo exclusivo nas redes sociais. Reconhecimento:

Associações:

A marca deve ser reconhecida, saber que ela existe. (já executada na etapa de ativação)

O consumidor deve associar a marca a coisas positivas.

Qualidade:

Lealdade:

A promessa de qualidade, a expectativa que o cliente cria sobre os benefícios do produto/serviço oferecidos.

A marca deve despertar a fidelidade do cliente. Continuidade no relacionamento.


ETAPA 5 Monitoramento Avaliação dos resultados obtidos, alinhamento de expectativas atuais e reforço de melhorias para alcance e superação das metas planejadas. Exemplos de indicadores que serão analisados: -Análise dos usuários que se conectaram a marca durante este período. -Análise do gráfico de engajamento e relatório de metas. -Análise de acessos convertidos no site e avaliação das páginas mais visitadas através do googleanalytics. -Avaliação de oportunidades de melhorias na postagem dos conteúdos.


EXECUTAR ETAPA 1 - Planejamento - Identificar o alvo certo; - Conhecer os hábitos do seu público; - Saber o que eles gostam, do que eles falam; - Definir a linguagem mais adequada; - Planejar as ações em etapas; - Construir os objetivos e desafios do negócio. ETAPA 2 - Desenvolvimento - Criar os canais de relacionamento; - Treinamento e seleção das ações de engajamento. ETAPA 3 - Gestão e Monitoramento - Início da gestão da presença digital; - Medir o retorno das ações.


EXECUTAR REDES ENVOLVIDAS FACEBOOK - 1 post diário de segunda a sexta; - Moderação diária, de segunda a sexta, das 10h às 19h; - Monitoramento e eventuais post’s nos finais de semana.

TWITTER - 1 post diário de segunda a sexta; - Retuite de posts interessantes que tenham afinidade com o universo da empresa ; - Moderação diária, de segunda a sexta, das 10h às 19h; - Monitoramento e eventuais post’s nos finais de semana.


CONSIDERAÇÕES FINAIS Ferramentas como as redes sociais isoladas e sem um planejamento adequado, tornam os resultados limitados e sem um indicador qualificado. É imprescindível para a empresa alcançar o almejado, ter uma rede mais participativa, visível e lucrativa. Portanto o plano proposto apresenta ações reais de relacionamento e divulgação on-line baseado num estudo sobre o mercado da Coopercarga, tendo como resultado final a verdadeira necessidade da empresa: fortalecer sua marca e aumentar seu alcance no mercado.


Plano de Mídias Sociais