Issuu on Google+

PROCURA-SE UM AMIGO


“OS CÃES não precisam de retoques e não se importam se estão fora de forma ou se sairão bem nas fotos. São simplesmente espontâneos e relaxados, não se escondem atrás de caras e bocas nem tentam ser o que não são.”


1


“Eu sou um cão, nem sei se sou de raça ou não, para mim não tem diferença, vivo nas ruas, porque meu dono me abandonou, não cuidou de mim, não me protegeu, não sei se fiz algo errado. Agora eu vivo no lixo, na chuva, no sol, nas ruas, perdido sem rumo, sem amor.  Eu não pedi por isso, mas agora essa é a minha vida.  Tento fazer amizade com outros cães, mas eles me cheiram e me atacam, tento me aproximar de outras pessoas, procurando meu dono, mas eles me chutam e jogam coisas em mim. As vezes consigo um pedaço de pão ou encontro um saco de lixo com cheiro de comida, não me importo, a fome é tanta que como o que aparecer. Não durmo direito, pois sempre tem alguém para me enxotar, um rojão me assusta ou começa a chover. Estou sempre cansado, com fome, com medo, com sede, as vezes com frio e às vezes com muito calor, minhas patas estão com calo e doem, meu pelo esta sujo e estou cheio de pulgas, acho que estou doente, mas não tenho a quem recorrer, me resta esperar pela morte, eu só queria um dono, um dono qualquer, para amar e proteger.  Acho que não sou um bom cão, talvez se fosse de alguma raça, peludinho, pequenino, branquinho, nunca mordi ninguém, mas as pessoas têm medo ou nojo de mim. Eu só queria um dono, um dono qualquer, de qualquer raça. Assinado; Cachorro de Rua” 2


Se eu pudesse falar… Não passe tão indiferente só porque eu não sou gente, só porque não sei falar. Também sou um ser vivente, sinto as dores que você sente, mas não posso me expressar. Sou um bicho abandonado, pela vida maltratado, quase sempre escorraçado, até mesmo apedrejado! Vivo sedento e faminto, ninguém quer saber o que sinto! Se fico doente e triste vejo logo um dedo em riste. E vem a sentença fatal: - Melhor matar este animal! - Ele deve estar raivoso! Para sua comodidade vive dizendo inverdade, fazendo muita maldade, seu mentiroso. Mesmo que esteja raivoso, já foi descoberta a vacina. Mas para a sua raiva humana, ainda não existe remédio, nenhuma medicação, com toda sua evolução, na história da medicina! Você mata o próprio irmão, faz guerras assalta,  mata com ou sem razão, às vezes por ambição! 4

É bem pior que eu, que chamam de vira-lata! Olhe bem pro meu semblante: - Estou triste, apavorado, pois, a qualquer instante, posso ser sacrificado! Mas você não se importa nem com o seu semelhante! - Você sim, está doente, egoísta, indiferente. Mas se algo ruim lhe acontece logo lembra que há Deus, chora, reza e faz prece... mas Deus só ajuda aquele que de todos se compadece. Lembre-se do que escreveu São Francisco de Assis: - Quem maltrata um animal jamais poderá ser feliz!


5


6


8


10


12


13


14


16


17


19


LISTAGEM DE FOTÓGRAFOS CONSULTADOS QUE SE ASSEMELHAM AO PROJETO:

Jessica Trinh – Let it Rain Love (Deixe chover amor) http://www.jessicatrinh.com/ Ana Carolina e Manoela Dutra – Cão em Quadrinhos https://medium.com/c%C3%A3o-em-quadrinhos Thaís Bristot – Projeto adoção de animais abandonados http://www.laparola.com.br/projeto-fotografico-incentiva-adocao-deanimais-abandonados Silvia Maria – Book http://correio.rac.com.br/_conteudo/2016/11/blogs/coisa_de_bicho/ 457628-book-retrata-caes-a-espera-de-adocao.html

20



PROCURA-SE UM AMIGO