Issuu on Google+

www.harascomanche.com.br

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL


MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Haras Comanche julho | 2011


SUMÁRIO APRESENTAÇÃO........................................................................................................................5 INTRODUÇÃO............................................................................................................................7 ELEMENTOS ESTRUTURAIS Lógica construtiva........................................................................................................................9 Tipografia...................................................................................................................................10 Construção do símbolo e tipograma...........................................................................................12 Código cromático.......................................................................................................................15 MANUAL DE ESTILOS Limitação de proporcionalidade..................................................................................................21 Aplicações: Primária.....................................................................................................................................22 Secundária.................................................................................................................................23 Extra .......................................................................................................................................24 Aplicações sobre fundos coloridos e imagens..............................................................................26 Aplicações sobre material de divulgação.....................................................................................28 Paleta de cores auxiliares...........................................................................................................30 Usos corretos e incorretos..........................................................................................................32 UNIFORMES Padronização e aplicação em uniformes......................................................................................35 APLICAÇÃO EM ANIMAL Marca fogo................................................................................................................................43 IDENTIDADE CORPORATIVA Papelaria: Cartão de visita..........................................................................................................................45 Papel de carta............................................................................................................................48 Envelope modelo C6..................................................................................................................50 Envelope modelo C4..................................................................................................................52


APRESENTAÇÃO A Identidade Visual de uma empresa é o seu maior valor. Por meio de um signo, um símbolo ou um ícone bem definido e transparente podemos observar seus valores, sua filosofia, tornando-se fácil a identificação diante do público. De uma forma coerente e uniforme, este manual estabelece normas para a aplicação da Identidade Visual do Haras Comanche. O Haras Comanche surgiu do desejo de seu proprietário de estabelecer seu próprio plantel, dando continuidade ao trabalho de sua família na criação de cavalos Quarto de Milha. Em 2010, formaram um pequeno criatório que pode contar com animais, de qualidade genética diferenciada, oriundos do cruzamento entre as linhagens mais importantes, na modalidade de apartação americana da atualidade. Sua principal característica é criar animais de alta qualidade, que poderão se tornar grandes competidores e raçadores no futuro, contribuindo muito para o desenvolvimento do criatório nacional. A satisfação do Haras Comanche é poder oferecer animais de alto desempenho em apartação, por meio do cruzamento de éguas de alta qualidade genética e habilidade maternal, com as melhores linhagens de garanhões existentes no mercado. Partindo desses conceitos, o Manual de Identidade Visual do Haras Comanche tem como objetivo, ajudar na constituição e na consolidação da marca, fortalecendo cada vez mais sua imagem como empresa e serviços.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

5


INTRODUÇÃO IDENTIDADE VISUAL 1 fonte: http:// pt.wikipedia.org/wiki/ Identidade_visual 1

Identidade visual é o conjunto de elementos formais que representa visualmente, e de forma sistematizada, um nome, ideia, produto, empresa, instituição ou serviço. Esse conjunto de elementos costuma ter como base o logotipo, um símbolo visual e conjunto de cores. A confecção de um logotipo ou de um símbolo visual capaz de representar a assinatura institucional da empresa deve ser estabelecida através de um documento técnico ao qual os designers com formação em programação visual nomearam de: Manual de Identidade Visual. Esse documento serve para estabelecer normas e critérios técnicos de reprodução da marca nos mais variados suportes existentes, como por exemplo: suportes gráficos (impressão) e suportes eletrônicos (interfaces).

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 1 Manual de Identidade Visual, também conhecido como Manual de Identidade Visual Corporativa ou simplesmente por Manual de Marca é um documento técnico, normalmente concebido por designers gráficos, contendo um conjunto de recomendações, especificações e normas essenciais para a utilização de uma determinada marca, com o objetivo de preservar suas propriedades visuais e facilitar a correta propagação, percepção, identificação e memorização da marca.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

7


ELEMENTOS ESTRUTURAIS

ELEMENTOS ESTRUTURAIS


LÓGICA CONSTRUTIVA A malha construtiva é a área espacial do símbolo, com suas limitações e referências proporcionais para redesenho, aplicações tridimensionais e materiais promocionais. O símbolo foi construído em sistema vetorial de alta definição na proporção de 6 x 7 quadrantes. Deve-se respeitar rigorosamente as limitações dos quadrantes para redesenho do símbolo representado por uma ilustração estilizada (índio), conforme especificado no diagrama a seguir:

A letra X e Y representa o eixo do quadrante inteiro.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

9


DEFINIÇÃO 2 A tipografia (do grego typos — “forma” — e graphein — “escrita”) é a arte e o processo de criação na composição de um texto, física ou digitalmente. Assim como no design gráfico em geral, o objetivo principal da tipografia é dar ordem estrutural e forma à comunicação impressa. Por analogia, tipografia também passou a ser um modo de se referir à gráfica que usa uma prensa de tipos móveis.

A tipografia utilizada para o projeto de Identidade Visual do Haras Comanche foi dividida em duas classes de fontes: Para o tipograma foi estabelecida o uso da fonte Ageone contendo um peso de linha e para a papelaria foi utilizada a família de fonte Frutiger, composta por vários pesos de linha, possibilitando assim, uma maior flexibilidade na produção das peças. Os pesos de linha da família de fonte Frutiger são: Light Condensed, Condensed, Bold, Condensed, Black Condensed, Extra Black Condensed, Light, Light Italic, Roman, Italic, Bold, Bold Italic, Black, Black Italic e Ultra Black Italic. Representação alfabética

AGEONE: AaBbCcDdEeFfGgHhIiJjKkLlMmNnOoPpQqRrSs TtUuVvWwXxYyZz | (Peso de linha: Regular – 12 pontos ) Numerais Ageone – peso de linha: regular – 10 pontos 1234567890 Símbolos Ageone – peso de linha: regular – 10 pontos !:”;’?,. | (Regular peso 10) 10

fonte: http:// pt.wikipedia.org/wiki/ Tipografia 2

HARAS COMANCHE


TIPOGRAFIA FRUTIGER: AaBbCcDdEeFfGgHhIiJjKkLlMmNnOoPpQqRrSs TtUuVvWwXxYyZz | (Peso de linha: Roman – 12 pontos ) AaBbCcDdEeFfGgHhIiJjKkLlMmNnOoPpQqRrSs TtUuVvWwXxYyZz | (Peso de linha: Italic – 12 pontos) Representação das outras classes da família Frutiger – todos os pesos de linha – 12 pontos:

abcdefghijk (Light Condensed) abcdefghijk (Condensed) abcdefghijk (Bold Condensed) abcdefghijk (Black Condensed) abcdefghijk (Extra Black Condensed) abcdefghijk (Light) abcdefghijk (Light Italic) abcdefghijk (Bold) abcdefghijk (Bold Italic) abcdefghijk (Black) abcdefghijk (Black Italic) abcdefghijk (Ultra Black) Numerais Frutiger | Pesos de linha: regular e itálico – 10 pontos: 1234567890 (Roman) 1234567890 (Italic) Símbolos Frutiger | Pesos de linha: regular e itálico – 10 pontos: `~!@#$%^&*()_+{}|[]\:”;’<>?,./ (Roman) `~!@#$%^&*()_+{}|[]\:”;’<>?,./ (Italic) MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

11


CONSTRUÇÃO DO DEFINIÇÃO NECESSIDADE: Projetar a identidade visual do Haras Comanche por meio do briefing. As principais características apontadas foram: força, modernidade e credibilidade, posicionando assim uma nova marca no mercado. SOLUÇÃO: A marca do haras representada pela figura do índio de origem Comanche transmite uma linguagem subliminar em sua composição: “O cavalo foi o elemento chave no surgimento de uma cultura Comanche”. Baseado nesse conceito foi desenvolvido o logotipo que representasse essas caracterísitcas. O índio Comanche como sinônimo de força, a ilustração com linhas modernizadas e o animal como principal elemento chave (credibilidade). A construção entre o símbolo e o tipograma baseia-se na representação gráfica do logotipo. Sua estrutura é composta pelo símbolo (ilustração do índio) mais o tipo Ageone.

O tipograma do Haras Comanche foi construído em sistema vetorial de alta definição na proporção de 11 X 3 quadrantes, ocupando o quadrante inteiro na altura.

Um pouco sobre os índios Comanches: 3 Os comanches surgiram como um grupo distinto pouco tempo antes de 1700, quando se separaram dos shoshones, que viviam ao longo do alto rio Platte, em Wyoming. Isto coincidiu com a sua aquisição do cavalo, que lhes permitiu uma maior mobilidade em sua procura por melhores campos para caça. Sua migração original os levou até as planícies meridionais, de onde se deslocaram ainda mais para o sul, abrangendo um território que foi do rio Arkansas ao Texas central; estas áreas ficaram conhecidas como Comancheria.

12

HARAS COMANCHE


SÍMBOLO E TIPOGRAMA fonte: http:// pt.wikipedia.org/wiki/ Comanches#Origens 3

Durante este período sua população aumentou dramaticamente, devido à abundância de búfalos, ao influxo de migrantes shoshones, e da adoção de números significativos de mulheres e crianças capturadas de grupos rivais. Ainda assim, os comanches nunca formaram uma unidade tribal única e coesa; sempre estiveram divididos em cerca de doze grupos autônomos. Estes grupos partilhavam a mesma língua e cultura, porém lutavam entre si com quase a mesma frequência com que colaboravam uns com os outros. O cavalo foi um elemento chave no surgimento de uma cultura comanche distinta, e já se sugeriu que teria sido a procura por fontes adicionais de cavalos entre os primeiros colonizadores da Nova Espanha, no sul, e não a procura por novas manadas de búfalos, que teria impulsionado os comanches a se separararem dos shoshones. Os comanches podem ter sido o primeiro grupo de nativos das Grandes Planícies a incorporarem por completo o cavalo à sua cultura e a introduzir o animal aos outros povos da região. No meio do século XIX já estavam fornecendo cavalos aos comerciantes e colonos franceses e americanos e, posteriormente, a migrantes que passavam pelo seu território, no caminho para a corrida do ouro na Califórnia. Muitos destes cavalos haviam sido roubados, e os comanches adquiriram uma reputação como formidáveis ladrões de cavalo e, mais tarde, de gado; isto fez surgir o tema Comanche Moon (“Lua comanche”) para se referir à fase lunar em que a sua luz está mais clara, durante a qual os comanches costumavam praticar seus saques em busca de cavalos, cativos, armas ou simplesmente para espalhar o terror.

Para a composição entre o símbolo e o tipograma, o valor da medida é de meio quadrande ou a altura do tipograma como base A representadas nos diagramas ao lado.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

13


ÁREA DE NÃO INTERFERÊNCIA Para manter a clareza visual e fornecer o máximo de impacto, o logotipo do Haras Comanche não deve nunca estar ligado ou aglomerado entre, fotografias, elementos gráficos e textos. A área de não interferência estabelecida neste manual é baseda na altura do tipograma (base A) representada no diagrama a seguir. Dessa forma, não ocorre o desvio da atenção do leitor. Sempre mantenha o espaço livre mínimo indicado para preservar a sua integridade.

14

HARAS COMANCHE


CÓDIGO CROMÁTICO DEFINIÇÕES: SISTEMA CMYK: é a abreviatura do sistema de cores formado por Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) e Preto (Black). A letra K no final significa Key pois o preto que é obtido com as três primeiras cores, CMY, não reproduz fielmente tons mais escuros, sendo necessário a aplicação de preto “puro”.

1

fonte: http:// pt.wikipedia.org/wiki/ cmyk

1

fonte: www.pantonebr.com.br

2

2

fonte: http:// pt.wikipedia.org/wiki/rgb 3

SISTEMA PANTONE: a Pantone, Inc. é uma autoridade em cores, provedora de sistemas e tecnologia de ponta para a seleção e comunicação precisa de cores para uma variedade de indústrias. O nome Pantone é conhecido mundialmente como a linguagem padrão para a comunicação de cores desde o designer até o fabricante, revendedor e até o consumidor. A Pantone criou um sistema inovador de identificação, combinação e comunicação de cores para resolver problemas associados com produção precisa de combinações de cores na comunidade de artes gráficas. Durante os últimos quarenta anos, a Pantone expandiu o conceito do seu sistema de combinação de cores para outras indústrias de cores críticas, incluindo tecnologia digital, têxteis, plásticos, arquitetura e interiores.

SISTEMA RGB: é a abreviatura do sistema de cores aditivas formado por Vermelho (Red), Verde (Green) e Azul (Blue). O propósito principal do sistema RGB é a reprodução de cores em dispositivos eletrônicos como monitores de TV e computadores, “datashows”, scanners e câmeras digitais, assim como na fotografia tradicional. Em contraposição, impressoras utilizam o modelo CMYK de cores subtrativas. 3

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

15


Toda Identidade Visual é acompanhada de um código cromático e para que se tenha um bom desempenho, vamos expor neste capítulo do manual, todo o processo de cor utilizado no logotipo. Os sistemas de cores mais conhecidos no âmbito gráfico são: CMYK, PANTONE e RGB, onde cada um deles, desempenham um papel adequado para trabalhos impressos ou visuais. No logotipo do Haras Comanche, foram escolhidas duas PANTONES (marrom escuro – PANTONE 7533 PC e o ouro velho – PANTONE 7512 PC) na tabela Solid to Process Guide. O uso da tabela de cores especiais é importante para a converção entre sistemas CMYK e RGB. Para a papelaria institucional e materiais que necessitem ser impressos em bicromia (duas cores), o ideal é utilizar o sistema PANTONE. Este sistema é o mais adequado em fidelidade de cores para a Identidade Visual (logotipo e papelaria). Também é considerado um sistema de processos mais econômicos. Materiais produzidos com imagens de alta definicão e textos, como cartazes, banners, folders etc., devem ser convertidos para o sistema CMYK – sistema de cores (quadricromia). Obs.: a mistura das principais cores básicas (ciano, magenta, amarelo e preto) gera todas as outras cores necessárias para uma impressão em 4 cores. Para vídeos, webs, TV, multimídia etc., o melhor sistema de cores é o RGB. Este sistema de cores jamais deve ser utilizado para impressão final ou para saída de fotolito.

16

HARAS COMANCHE


SISTEMA CMYK: C – ciano | 100% M – magenta | 100%

C – Cyan M – Magenta Y – Yellow K – Black

Y – amarelo | 100% K – preto | 100%

SISTEMA PANTONE: Pantone 7533 PC

Pantone Solid to Process Guide

Pantone 7512 PC

SISTEMA RGB: R – vermelho | 255 G – verde | 255

R – Red G – Green B – Blue

B – azul | 255

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

17


CONVERSÃO DE SISTEMA DE CORES PANTONE / CMYK:

Pantone 7533 PC

C – ciano | 0% M – magenta | 22% Marrom Escuro – CMYK Y – amarelo | 85% K – preto | 85%

Pantone 7512 PC

C – ciano | 0% M – magenta | 46% Ouro Velho – CMYK Y – amarelo | 100% K – preto | 33%

18

HARAS COMANCHE


PANTONE / RGB:

Pantone 7533 PC

R – vermelho | 75 G – verde | 57

Marrom Escuro – RGB

BB – azul | 0

Pantone 7512 PC

R – vermelho | 178 G – verde | 112

Ouro Velho – RGB

BB – azul | 14

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

19


MANUAL DE ESTILOS

MANUAL DE ESTILOS


LIMITAÇÃO DE PROPORCIONALIDADE Para manter uma boa legibilidade do uso do logotipo são determinadas algumas dimensões de tamanho que devem ser respeitadas rigorosamente. A proporção mínima, tanto para o logotipo isolado quanto para o logotipo assinatura jamais poderá ser menor que o tamanho especificado neste manual, evitando assim, a perda de visibilidade e leitura. Para uma maior flexibilidade foram definidos 2 tamanhos distintos, conforme demonstrados a seguir:

LOGOTIPO ISOLADO: 1,0 cm

LOGOTIPO ASSINATURA (LOGOTIPO + TIPOGRAMA): 1,5 cm

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

21


PRIMÁRIA – LOGOTIPO ISOLADO E LOGOTIPO ASSINATURA Tratamento cromático – PANTONE Para as duas versões do logotipo devem ser obedecidas os padrões de cores definidos neste manual. Abaixo estão as aplicações corretas de cores:

LOGOTIPO ISOLADO Pantone 7533 PC Pantone 7512 PC

LOGOTIPO ASSINATURA Pantone 7533 PC Pantone 7512 PC

22

HARAS COMANCHE


APLICAÇÕES SECUNDÁRIA – LOGOTIPO ISOLADO E LOGOTIPO ASSINATURA Tratamento cromático – UMA COR Este manual define também as aplicações do logotipo nas duas versões em uma cor. Neste caso, só é permitido o uso quando o material for impresso em uma cor. Para ambos, seguir a seguinte escala: 100% Preto 50% Preto 100% – Pantone 7533 PC

50% – Pantone 7533 PC

100% – Pantone 7512 PC

50% – Pantone 7512 PC

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

23


EXTRA – LOGOTIPO ISOLADO E LOGOTIPO ASSINATURA Tratamento cromático – VAZADO E NEGATIVO As aplicações extras para as duas versões apresentadas só podem ser aplicadas em negativo ou vazado em casos extremos. Isso ocorre, quando os mesmos forem aplicados em fundos escuros de preferência nas cores institucionais. Deve-se tomar bastante cuidado com essa aplicação em razão da ilustração conter traços arredondados, curvados e estilizados. Quando aplicada em fundos vazados e negativo há perda da sua força, ou seja, os traços não se definem corretamente e sua visibilidade é bastante prejudicada. Para não se ter uma limitação extrema, desenvolvemos um sistema de exceções: 1. aplicar apenas o tipograma em tratamento cromático vazado e negativo, conforme o diagrama a seguir:

PANTONE 7533 PC

PANTONE 7512 PC

NEGATIVO

24

HARAS COMANCHE


2. quando o logotipo for aplicado em materiais promocionais, nos quais a insti tuição participa de patrocínio ou apoio a eventos, sugere-se que se adapte a marca dentro de um quadro branco seguindo as limitações de área de não interfe rência definida na página 14. Segue abaixo, diagrama para as duas versões de logotipo: PANTONE 7533 PC

ÁREA DE NÃO INTERFERÊNCIA

PANTONE 7512 PC

NEGATIVO

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

25


APLICAÇÕES SOBRE FUNDOS COLORIDOS E IMAGENS Ambas as versões do logotipo sempre que aplicadas sobre fundos coloridos ou imagens devem estar visualmente destacadas. Isso significa que é necessário se preocupar em harmonizar um contraste adequado entre as tons do plano de fundo e do logotipo. Para uma boa visibilidade e integridade do logotipo deve-se dar preferência para fundos de cores neutras e texturas uniformes. Quando o plano de fundo apresentar tons claros, aconselha-se o uso das aplicações principais ou secundárias. Em outros casos em que o plano de fundo interfere visualmente no logotipo, ou seja, aplicações sobre tons escuros, aconselha-se o uso das versões em negativo ou vazado, seguindo rigorosamente o sistema de exceções declarados na página anterior.

APLICAÇÕES PRIMÁRIAS

26

HARAS COMANCHE


APLICAÇÕES SECUNDÁRIAS

APLICAÇÕES SOBRE TEXTURAS

APLICAÇÕES SOBRE IMAGENS

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

27


APLICAÇÕES SOBRE MATERIAIS DE DIVULGAÇÃO Seguem alguns exemplos de layouts elaborados nos formatos A4 e A5, com orientação portrait (retrato) e landscape (paisagem) para aplicações em ambas as versões do logotipo em materiais promocionais. Todas as recomendações definidas neste manual a partir da página 14 devem ser rigorosamente seguidas para não haver uma distorção na aplicação do logotipo. Os exemplos a seguir ajudam na elaboração de layouts para materiais institucionais e de divulgação.

Demonstração reduzida proporcionalmente em formato A4 com orientação landscape.

28

HARAS COMANCHE


Demonstração reduzida proporcionalmente em formato A4 com orientação portrait.

Demonstração reduzida proporcionalmente em formato A5 com orientação portrait.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

29


PALETA DE CORES AUXILIARES Para facilitar a produção de peças gráficas, como material institucional (relatórios anuais, relatório institucional, livros, periódicos) e promocional (banners, folders, cartazes, anúncios), e para projetos multimídias (sites, vídeos, DVDs – neste caso deve ser convertido para o sistema RGB de cores) este manual estabelece uma paleta de cores auxiliares, dividida hierarquicamente: CORES INSTITUCIONAIS Pantone 7533 PC |

C: 0 M: 22 Y: 85 K: 85

Pantone 7512 PC |

C: 0 M: 46 Y: 100 K: 33

CORES NEUTRAS

30

C: 8 M: 0 Y: 3 K: 0

C: 1 M: 1 Y: 11 K: 0

C: 0 M: 5 Y: 4 K: 2

C: 15 M: 0 Y: 6 K: 0

C: 2 M: 3 Y: 22 K: 0

C: 0 M: 10 Y: 8 K: 4

C: 23 M: 0 Y: 9 K: 0

C: 4 M: 4 Y: 33 K: 0

C: 0 M: 15 Y: 12 K: 6

C: 30 M: 0 Y: 12 K: 0

C: 5 M: 5 Y: 44 K: 0

C: 0 M: 20 Y: 16 K: 8

C: 38 M: 0 Y: 15 K: 0

C: 6 M: 7 Y: 55 K: 0

C: 0 M: 25 Y: 20 K: 10

C: 0 M: 7 Y: 17 K: 0

C: 0 M: 1 Y: 3 K: 6

C: 0 M: 14 Y: 34 K: 0

C: 0 M: 2 Y: 5 K: 12

C: 0 M: 21 Y: 51 K: 0

C: 0 M: 4 Y: 8 K: 18

C: 0 M: 28 Y: 68 K: 0

C: 0 M: 5 Y: 11 K: 25

C: 0 M: 35 Y: 85 K: 0

C: 0 M: 6 Y: 14 K: 34

HARAS COMANCHE


TONS DE CINZA C: 0 M: 0 Y: 0 K: 5

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 55

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 10

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 60

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 15

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 65

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 20

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 70

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 25

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 75

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 30

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 80

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 35

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 85

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 40

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 90

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 45

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 95

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 50

C: 0 M: 0 Y: 0 K: 100

CORES SATURADAS C: 0 M: 100 Y: 100 K: 20

C: 50 M: 0 Y: 100 K: 0

C: 0 M: 70 Y: 100 K: 0

C: 55 M: 45 Y: 100 K: 0

C: 0 M: 20 Y: 100 K: 0

C: 0 M: 50 Y: 100 K: 20

C: 100 M: 0 Y: 0 K: 50

C: 0 M: 70 Y: 100 K: 70

C: 100 M: 0 Y: 0 K: 0

C: 0 M: 100 Y: 25 K: 25

C: 70 M: 0 Y: 100 K: 30

C: 0 M: 60 Y: 0 K: 30

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

31


USOS CORRETOS E INCORRETOS Para possibilitar que não ocorram erros graves nas aplicações do logotipo isolado e do logotipo com assinatura, este manual traz alguns exemplos de usos corretos e incorretos, evitando assim, distorções, mal posicionamento, mudança na estrutura da assinatura, fundos inadequados etc.

usos corretos usos incorretos

32

HARAS COMANCHE


MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

33


UNIFORMES

UNIFORMES


UNIFORMES PADRONIZAÇÃO E APLICAÇÕES EM UNIFORMES Este manual estabelece aplicações e padronização para uniformes da equipe de profissionais do Haras Comanche. Para demonstrar cada modelo e sugestões de combinação, seguem algumas dicas de aplicação e técnicas que melhor fixam a marca. Importante: Para o uso em confecção e área têxtil, tomando como base as cores apresentadas, deve-se considerar uma Pantone que se aproxime à do logotipo pela escala Pantone Fashion + Home e não às cores utilizadas neste manual na escala Pantone Process Solid Guide, específica para impressão em papel. Para aplicação do logotipo sobre o tecido, no caso da camisa polo – modelo 1, a melhor técnica é a serigrafia ou silk-screen em ambos os lados (frente e costas). Para o modelo 2, a melhor opção de aplicação é o bordado na frente (logotipo assinatura) e o silk-screen atrás (logotipo isolado). Para possibilitar uma maior combinação com o padrão de calça, o logotipo foi aplicado em três cores de camisa polo sugeridas pela tabela auxiliar (página 30). Atenção: Adaptar os padrões de cores para a área têxtil. Para a calça foi estabelecido um tom escuro aproximando da cor mais forte do logotipo, sendo a aplicação da assinatura em ambos os bolsos laterais. Sugere-se a técnica de bordar por ser um tecido mais rígido. Para o boné, com dois modelos de aplicação do logotipo e em duas cores, seguir a mesma técnica da calça: o bordado, por também ser um tecido mais encorpado. A seguir, estão as demonstrações de aplicação e modelos, além de duas sugestões de combinação completa dos uniformes.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

35


CAMISA POLO – MODELO 1 E MODELO 2 Modelos de camisa polo para uniforme: FRENTE – MODELO 1

FRENTE – MODELO 2

BORDADO SERIGRAFIA SILK SCREEN

COSTAS – AMBOS OS MODELOS

SERIGRAFIA SILK SCREEN

36

HARAS COMANCHE


SUGESTÕES DE CORES

COR 1

COR 2

COR 3 Opções meramente ilustrativas. Demonstração reduzida proporcionalmente. Para se chegar a uma cor aproximada, favor ler as definições sobre cores em tecido na página 35.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

37


CALÇA – MODELO CARGO Modelo de calça tipo cargo para uniforme:

DETALHE DOS BOLSOS LATERAIS

BORDADO

SUGESTÃO DE COR

Opção meramente ilustrativa. Demonstração reduzida proporcionalmente. Para se chegar a uma cor aproximada, favor ler as definições sobre cores em tecido na página 35.

38

HARAS COMANCHE


BONÉ – MODELO 1 E MODELO 2 Modelo de boné para uniforme: MODELO 1

BORDADO

MODELO 2 BORDADO

SUGESTÕES DE CORES

Opções meramente ilustrativas. Demonstração reduzida proporcionalmente. Para se chegar a uma cor aproximada, favor ler as definições sobre cores em tecido na página 35.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

39


COMBINAÇÃO COMPLETA 1 – UNIFORME A demonstração a seguir torna-se mais harmonioza com a camisa de cor 3 no uniforme completo, não interferindo na escolha das outras cores de camisas sugeridas na página 37.

Opção meramente ilustrativa. Demonstração reduzida proporcionalmente. Para se chegar a uma cor aproximada, favor ler as definições sobre cores em tecido na página 35.

40

HARAS COMANCHE


COMBINAÇÃO COMPLETA 2 – UNIFORME A demonstração a seguir torna-se mais harmonioza com a camisa de cor 3 e com o modelo 2 do boné no uniforme completo, não interferindo na escolha das outras cores de camisas e do boné, ambos sugeridos nas páginas 37 e 39.

Opção meramente ilustrativa. Demonstração reduzida proporcionalmente. Para se chegar a uma cor aproximada, favor ler as definições sobre cores em tecido na página 35.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

41


APLICAÇÃO EM ANIMAL

APLICAÇÃO EM ANIMAL


MARCA FOGO DESENVOLVIMENTO DE MARCA PARA ANIMAIS Em razão das particularidades da técnica de marcação dos animais, a logomarca sofreu uma leve adaptação. Porém, tomou-se o máximo de cuidado para que os traços originais não se perdessem e desconfigurassem a identidade criada. A seguir diagrama e aplicação da marca para identificação de animais do haras:

Posicionamento meramente ilustrativo. Demonstração reduzida proporcionalmente.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

43


IDENTIDADE CORPORATIVA

IDENTIDADE CORPORATIVA


PAPELARIA CARTÃO DE VISITA O formato definido para o cartão de visita da instituição foi de 90mm x 54mm, com pesos de linhas de fontes distintas conforme diagrama a seguir. Toda a identidade corporativa (papelaria) deve obedecer o sistema cromático Pantone de impressão descrito na página 15. Para uma maior flexibilidade de escolha, foi desenvolvido dois modelos de cartão de visita com posicionamento de impressão 2x0 cores e 2x2 cores. MODELO 1 – 2X0 CORES

Demonstração reduzida proporcionalmente.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

45


MODELO 2 – 2X2 CORES

Demonstração reduzida proporcionalmente.

46

HARAS COMANCHE


Demonstração reduzida proporcionalmente.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

47


PAPEL DE CARTA O formato definido para o papel de carta da instituição foi o A4 (210 mm x 297 mm – formato DIM) estabelecido pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas sendo o mais adotado no âmbito gráfico.

48

HARAS COMANCHE


Demonstração reduzida proporcionalmente.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

49


ENVELOPES POSTAIS Para os envelopes postais da instituição foi desenvolvido dois modelos, também normatizados e classificados pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Os envelopes demonstrados, são os mais utilizados no âmbito gráfico e reconhecidos pelos Correios (ECT). Deve-se seguir as especificações de posicionamento e fontes conforme diagrama a seguir: MODELO C6

Demonstração reduzida proporcionalmente.

50

HARAS COMANCHE


Demonstração reduzida proporcionalmente.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

51


MODELO C4

52

HARAS COMANCHE


Demonstração reduzida proporcionalmente.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

53


Demonstração reduzida proporcionalmente.

54

HARAS COMANCHE


Demonstração reduzida proporcionalmente.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

55


CRÉDITOS ESTE MANUAL FOI ELABORADO POR: Studio Guima Design e Comunicação S/S Ltda. www.studioguima.com.br

LOGOTIPO: Laércio Guimarães – Designer Gráfico laercio@studioguima.com.br Giane B. Silva giane@studioguima.com.br

CONCEPÇÃO E PROJETO EDITORIAL: Laércio Guimarães – Designer Gráfico laercio@studioguima.com.br Giane B. Silva giane@studioguima.com.br


www.harascomanche.com.br

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL


manual_HC