Page 1

PARTE 1: O INICIO 29 de março -22:00 Os garotos estavam todos em uma casa de um amigo, cansados após uma longa tarde de autógrafos e curtas viagens até os pontos turísticos do Rio de Janeiro e resolveram se deitar , Harry ficou no mesmo quarto que Louis ( não por coincidência , essa era uma das demandas dos dois amigos ) apenas apreciando o som da agua ao cair tanto no corpo de Lou como no chão , ele mal podia esperar para ser sua vez de tomar banho e deixar a agua lavar todo cansaço e desconforto na pele deixando-o limpo para uma boa noite de sono . O quarto era pequeno mas aconchegante, haviam duas camas separadas por uma pequena cômoda de madeira que possuía duas gavetas iguais, uma janela branca retangular dotada de detalhes geométricos em sua grade e uma porta em direção ao banheiro guiada por um tapete, que assim como as paredes e o teto, era da cor azul céu. Harry rompeu a harmonia do som das aguas em sua mente ao perceber a vinda de uma inspiração para uma música, levantou-se rapidamente da cama e procurou uma folha de papel que só foi encontrada na gaveta do Louis, Harry retirou uma caneta do seu jeans preto apertado e começou a escrever o que sua mente ditava, ao virar a folha Harry percebeu que já havia algo escrito nela “Hazza, esses anos .... “– Harry despertou com o som do click da porta do banheiro ao ser destrancada, e guardou o mais rápido que pode na gaveta de Louis a folha a tempo de ver seu amigo sair do banheiro com uma toalha nos ombros, vestindo apenas sua roupa de baixo devido ao calor da cidade -- Ufff, nada como um banho para refrescar a noite, é melhor você entrar, mas cuidado com o chão, ele está meio molhado --Não precisa ficar cuidando de min o tempo todo – Harry rolou os olhos enquanto Louis friccionava a toalha no cabelo deixando visíveis pequenas gotículas de agua X Após rolar na cama várias vezes, Harry permitiu a curiosidade vencer e desceu a mão até a gaveta de Louis, com cuidado ele foi movimento a mão lentamente até achar a folha, foi até o banheiro onde fechou a porta após acender a luz e leu o que Lou havia escrito “Hazza, esses anos no One Direction foram os melhores de minha vida, não só pelo meu sonho de ser cantor mas também porque te encontrei, meu melhor amigo, mas tudo tem que acabar, é o curso natural das coisas, não queria que fosse assim, não é justo explicar o porquê em uma folha de papel, diga aos meninos que vai tomar seu café fora e me encontre em um parque dois quarteirões acima .... Eu explicarei tudo COM AMOR: LOUIS XXX! “ Cambaleando e confuso, o mais jovem da banda saiu do banheiro com os olhos úmidos, acendeu a luz do quarto e sentou-se em um espaço que havia na cama de Louis surpreso por ele não ter acordado com o movimento, sem saber ainda o que fazer Harry parou e enquanto tentava assimilar o ocorrido foi pego por si mesmo encarando o corpo do amigo que estava


silencioso , a única movimentação era do peito que se expandia e retraia hipnoticamente , deixando o corpo de Lado e sendo pego por um grande choque de tristeza Harry se aproximou do rosto de Louis que tinha traços delicados , um jeito angelical quando perdido no sono , os olhos se movimentavam um pouco e a luz amarela se destacava naquela pele bronzeada , Harry se aproximou ainda mais estava próximo a ponto de sentir o calor corporal de Louis , por um momento de quebra na tristeza , Hazza pensou que se Louis fosse de fato uma garota ele seria a garota mais bonita do planeta e assim ele se aproximou ainda mais , inclinou a cabeça até que se deixou ser atraído lentamente até um caminho aos lábios de Louis , a menos de um palmo de distância ao que em poucos segundos seria um toque de lábios , o garoto de cabelos cacheados sentiu de volta a tristeza e voltou aos sentidos balbuciando no ouvido de Lou –“ Eu não quero seguir nesse caminho sem você , eu simplesmente não posso” – Logo depois Louis abriu os olhos e movimentou-se bruscamente com o susto de ver Harry , que se lembrou da folha que estava amassada na mão , jogou no Louis tomado pela raiva -- O-oque diabos você estava pensando ?! Enquanto Lou, confuso, tentava assimilar o que estava acontecendo -- Louis Tomlinson é melhor você me dar uma boa resposta! - ao perceber finalmente o que aconteceu Louis sorriu – Posso saber porque caralho você está rindo ? A voz de Hazza ficou mais fraca e tremula, e Louis fechou o semblante ao ver pequenas lagrimas percorrendo as bochechas do amigo --Harry? – Lou repousou a mão nos ombros do Harry e falou o mais lento que podia deixando claro o seu arrependimento – Desculpa, não foi minha intenção te deixar assim, amanhã é 1 de abril e eu ia fazer uma simples brincadeira, já tinha até combinado com o Liam Hazza apertou o amigo em uma abraço quebra-costelas –Apenas não brinque mais com isso. Lou sorriu ao perceber o quão importante era para o amigo que considerava um irmão – Eu não vou!- e Louis abraçou Harry de volta Os dois se desprenderam, Lou secou as lagrimas de Harry, o deu um beijo na testa e ambos voltaram a suas posições cada um em sua cama X --Harry! Harry! – Harry estava no escuro, vestindo uma roupa social, seus olhos verdes não podiam enxergar nada ,ele estava correndo em um beco apertado que fedia a mofo – Harry! Harry! – os gritos ficaram ainda mais intensos e soavam puro desespero, até Harry finalmente reconhecer a voz , que estava muito mais fina do que o normal --Louis? -- Para! Harry! Harry? -- Louis eu to indo! Louis! O que que ta acontecendo? Louis! Harry se aproximou de uma luz branca que brilhava tão intensamente que ao passar por ela os olhos de Harry fecharam por instinto. Ao abri-los ele estava em um campo aberto , os pés descalços tocavam uma grama verde e sadia , o ar era cheio de oxigênio e possuía uma constante brisa fresca e úmida , pássaros arvores e flores estavam silenciosos e virados como se aguardassem sem folego o próximo


movimento do garoto , uma mão macia e de unhas feitas em um tom vermelho delicadamente pousou em seu ombro e Harry virou , ele encarou Louis , não o normal Louis , A Louis , o mais velho da banda estava com os cabelos lisos e abaixo do quadril , haviam dois seios médios ocupando onde costumavam estar os músculos de Louis , cobertos por um longo vestido branco de seda , timidamente ao encontrar os olhos de Harry aquela imagem desviou-os até os pés descalços Lou ?! – Harry exclamou A jovem agarrou Haz pela Buchecha com ambas as mãos e o puxou até ambos os lábios se apertarem, durante o beijo longo o cenário rodou, lentamente as mãos de Louis engrossaram , o cabelo regrediu ao formato original assim como as unhas e peito , os ombros enlanguesceram , no lugar do vestido surgiu um jeans preto , tênis azul-escuro e uma camisa rosa com um blazer jeans azul e ao final do beijo Harry percebeu que a silhueta de Lou havia voltado ao seu normal -era isso que você queria ontem, Hazza? Lou sorriu com um sorriso amplo e branco que brilhava tanto quanto seus olhos azuis. Segundos depois Harry acordou no quarto aliviado e confuso ao ter consciência de seu sonho , ao perceber não somente como seu corpo estava suado mas também animado , Harry não se viu com outra opção ao não ser ir para um banho gelado bem no começo da manhã , ele sentou no chão do box e deixou a agua acalmar seu corpo mas nada impedia seus pensamentos a mil por hora , confuso ele resolveu ignorar , tentou atribuir mil motivos desde hormônios , cidades novas , desidratação até que finalmente decidiu não tentar tanto , apenas deixar a agua levar para o ralo as suas ações conscientes e inconscientes

X

1 de abril – 7:30 Todos estavam tomando café ao redor de uma mesa redonda bege, Liam estava esticando a mão para pegar o cereal mas antes que o fizesse Haz puxa a caixa vermelha -- OK, eu sei que hoje é 1 de abril, mas sem brincadeiras --Nossa, alguém acordou de mal humor hoje --Não Zayn, eu não acordei de mal humor! --Minha culpa – disse Louis levantando a mão e apertando os lábios enquanto em um olhar deixa Liam a par da situação --O casal brigou? – Niall debochou e todos riram com a piada, menos Harry que corou e entregou o cereal para Liam em um gesto de perdão --Não se preocupem, deve ser o calor – disse Louis com a mão no joelho de Harry, que assim que a sentiu estremeceu, mas a empurrou para longe – Hazza ? agora com um tom preocupado --Perdi a fome, vou dar uma volta, não se preocupem vou estar de volta antes do avião para Bh


--Eu acho que ele precisa arranjar uma nova namorada, todos sabemos como as coisas ficaram depois da Taylor Swift – os meninos apenas concordaram com a afirmação de Liam antes de um longo silencio. Harry estava de volta quatro horas depois, meia hora atrasado para a van que os iria deixar no aeroporto -- Harry Styles! Aonde você estava? Tem celular pra que? Eu estava preocupado. Haz pegou brutamente a mala da mão de Louis e sentou-se ao lado do motorista, com o semblante fechado checou o celular- “18 ligações perdidas, talvez Louis se preocupe mais que o suficiente”- ele pensou , as memórias da noite passada surgiram dando-o uma baita dor de cabeça e ele chegou a conclusão que o melhor era se afastar do amigo , talvez assim os sentimentos se afastariam. E assim o fez, até os mais simples dos críticos perceberam que a dinâmica do grupo se alterou, estava mais fria , os famosos momentos Larry (Harry+Louis) do grupo não eram vistos a semanas X

Londres – 30 de Abril – 12:00 --Harry! Disse Liam incrédulo --Vocês 2 podem me olhar do jeito que quiserem, mas em uma BoyBand as pessoas tem suas próprias opiniões --Todos nós percebemos o quanto vocês se afastaram, me admira estarem compartilhando a mesma casa – Niall olhou para Liam buscando apoio --E você ainda deu uma entrevista dizendo que o Lou não sabe cantar e sobra para você compensar! Você sabe o quanto isso deve o ter machucado! --Pessoal, eu encontrei o Lou, ele está trancado no banheiro, quando eu fiquei calado o choro dele ficou claro – disse zayn entrando no quarto e parando em frente ao Harry- Me diz que essa coisa da revista é mentira --Como eu disse cada um tem uma opnião e eu.. – Zayn o interrompeu com um soco no estomago, e se Niall não o segurasse poderia ser muito pior --Você acha que é justo o que você está fazendo?!...- Zayn suspirou e encarou Harry diretamente nos olhos – Olha, eu não sei o que está acontecendo entre vocês dois, mas você vai entrar lá no quarto do Louis e não vai sair até acertar as coisas... --Não...- uma voz fraca interrompeu todos na sala e os quatro garotos encararam Louis na porta, seus olhos estavam inchados e ele segurava uma mala – Eu te conheço Harry, ou pelo menos conhecia – Louis desviou os olhos para baixo e continuou ainda mais melancolicamente- Mas uma coisa você não é....mentiroso! Eu vou para casa pessoal, foi bom enquanto durou --Louis !! – os quatro responderam em coro Lou descia as escadas, Zayn virou para novamente para Harry --Satisfeito?


Harry se deu conta do quão mesquinho havia sido, as lagrimas de Louis ressoavam em sua mente até se transformarem nas próprias lagrimas de Harry – “O que eu fiz? O que eu fiz? “Harry correu escadas abaixo ultrapassando os garotos e chegando na porta a ponto de ver Louis atravessando a rua --Louis!!! Espera!!!-Louis parou ao perceber o desespero na voz de Harry, ele se virou e ao conseguir ver as lagrimas de Harry ele começou a dar meia volta, tudo que se ouviu depois foi o barulho de uma longa buzina, freios e – LOUIS !!!! Harry gritou com todas as forças de seus pulmões Lou havia sido atropelado X Haz estava sentado arqueadamente na cadeira batendo suas chaves contra a mão enquanto encarava impacientemente o piso branco do hospital para não ter de enfrentar os olhares impiedosos dos outros membros da banda, o movimento estava ficando cansativo mas foi interrompido com o ranger da porta do quarto onde Louis estava ao ser aberta, Harry pulou da cadeira e fitou o médico arrancando-lhe palavras só com o olhar --Eu o dei alguns analgésicos fortes, então ele ainda está meio confuso -- Ele vai para cirurgia doutor? – perguntou o mais jovem da banda --Cirurgia? O carro que o atingiu não estava mais do que 30 por hora, ele provavelmente só caiu de mal jeito para fraturar a costela e precisa de atenção, repouso e descanso mas felizmente nenhuma cirurgia, um por vez pode ir visita-lo e você foi o primeiro a se levantar mas ele ainda está sobre efeito dos remédios Harry o agradeceu aliviado com um amplo sorriso e entrou vagorosamente no quarto do amigo , era um quarto verde claro, temperatura baixa, tinha uma cama fina e preta forrada com longos pedaços de plástico , sobre ela estava Louis, vestindo uma camisola branca de bolinhas pretas , as roupas de Louis estavam amontoadas em um dos quatros cantos da sala , Harry pousou a mão sobre as costas de Louis que estava em posição fetal , ele ia soprar algumas palavras mas as conteve ao perceber o quão profundo era o sono do mais velho da banda , profundo e bonito , estranhamente bonito , a imagem de Louis parado era fascinante como uma pintura daquelas que atrai os olhos durante horas, mas logo se sentiu culpado , lembrou de cada ato, de cada vez q mudou de lugar para sentar longe de Louis e isso o trouxe uma grande dor no coração , ele queria apenas voltar no tempo e ter a chance de resolver tudo, seria realmente uma saída muito mais fácil. Por um momento houve um lampejo de uma lembrança das inúmeras vezes que Harry se machucava e sua mãe o confortava com o beijo, aquele simples ato de carinho já era o suficiente para fazer qualquer dor diminuir, e então Harry atravessou a cama , fechou os olhos e concentrou-se ao máximo nos lábios e se aproximou lentamente ate eles beijarem o peito de Louis aonde as bandagens ficavam salientes embaixo da camisola --Hazza? Louis estava confuso, não sabia se era efeito dos remédios ou o acordar de um sono profundo --Lou? Harry sorriu ao sentir a mão de Louis sobre seus cabelos, mas teve que se afastar e ajudar o amigo a se sentar- Lou, eu estava confuso com algumas coisas, e estava desesperado,


mas eu menti em cada palavra que disse para aquela maldita revista e me arrependi de cada ação desde que entrei naquela van para o aeroporto no Brasil -- Então, você não acha que eu canto mal? -- cantar mal ??? você está brincando? Sua voz é mais harmoniosa entre todos nós, e a favorita também, basta você ir no youtube que tem uma versão do seu verso de Litlle thinghs 8 vezes repetida! --Você não ta mais bravo comigo então? -- é isso é possível? Eles soltaram sorrisos bobos e se encararam por um bom tempo em um silencio agradável , as palavras simplesmente seriam um excedente aquele momento , Harry segurou as mãos de Louis e ia explicar a situação quando percebeu que não estava sozinho -- voltaram? - Zayn você não sabe bater ? --Desculpa, mas é minha vez de fazer companhia pro Louis -UALL! -Harry olhou para o relógio, apertou ainda mais a mão de Louis e então a desprendeu antes de sair do quarto e preparar as coisas para Louis poder voltar algumas horas depois para a casa X --Então meninos, nós estamos aqui em um link ao vivo no CNN --Os meninos acenaram para o público do jornal enquanto atrás do palco estavam tentando recuperar o folego— Niall, como foi fazer o show com o membro a menos? --Bem como você pode ver nós tivemos que suar bastante a camisa para tentar diminuir a falta do Louis, mas mesmo assim a One Direction não é uma banda de 4, muito menos sem o Lou, mas enquanto ele recupera-se do acidente é o jeito— Liam sorriu e a repórter correspondeu --Harry, nós informamos semana passada em primeira mão sobre o acidente, mas tudo que chegou de informação foi que ele se descuidou na hora de atravessar a rua, tem como você falar um pouco mais do que aconteceu, é verdade que o acidente está relacionado ao que você alega ter sido sua pior entrevista? Harry olhou para a repórter com raiva, ela percebeu e escondeu o rosto branco das câmeras e balançou as longas mechas morenas, ele olhou um broche no peito dela:” Shaun Wan “, gastava tempo pensando no que responder mais simplesmente não sabia que tipo de reposta seria melhor, não queria tocar no assunto, sabia que ele viria a tona mas mesmo assim acreditou que seria um pouco mais tarde. --Bom, na verdade eu não quero falar sobre isso, eu apenas quero aproveitar essa energia dos fãs e transmiti-la para ele e dizer que esse palco não foi o mesmo sem ele e ...

Harry olhou para baixo, respirou fundo, deu meia volta e saiu do link ao vivo, Liam entrou no espaço que havia ficado em branco e respondeu à pergunta explicando com o mínimo de detalhes o que havia acontecido, não deu muita informações, apenas deixou claro o que


poderia fazer haz se sentir tão culpado justificando a saída repentina e transformando-a em um ato que poderia ser interpretado como grosseria para um ato que ganhasse suspiros do publico Harry entrou no camarim, pegou o mais rápido que pode o iphone prata da gaveta e ligou para Louis.... Atende, Atende, Atende..., -Harry? -Lou! Eu preciso explicar o que aconteceu, desculpa, desculpa, desculpa, eu não tava pensando direito e eu- Harry balbuciou algumas palavras, entretanto junto com os soluços de um choro abafado e a pressa com que ele falava, elas se tornaram incompreensíveis -Hazza... Louis falou calmamente e percebeu que o amigo havia se acalmado, ele tomou folego e continuou – Depois a gente pode continuar essa conversa, mas saiba que eu não te culpo por nada, mais do que todos eu sei que a última coisa que você queria era que eu me machucasse de alguma forma e eu ouvi cada palavra no link ao vivo do jornal, eu as senti….Obrigado Harry.....Agora jogue agua nesse rosto, bote esse celular no bolso e volte lá! Haz sorriu, chegou a tempo de continuar a entrevista --Foi mal Shaun, minha garganta estava seca depois de todas as músicas -Harry sentiu o iphone vibrar, o pegou do bolso e viu a mensagem que havia recebido” Minha garganta estava seca? Sério, esse foi o melhor que você pode inventar? LOL”, ele apertou o celular contra o peito – Então, vamos continuar? Harry chegou em casa horas depois e subiu as escadas após jogar as chaves em um sofá cinza de veludo longo e reclinável de frente a uma TV, parou na porta e encarou a cara de tedio de Louis, haz a achou a mais fofa do mundo e sentiu uma imensa vontade de apertar Lou mas se conteve --Então como foi a tarde? --Tediooooo! Não aguento mais essa cama, Não aguento mais essas sopas, você é cozinheiro, se não fosse cantor seria padeiro, alimente-me --Não adianta fazer essa cara e voz de cachorrinho sem dono que não adianta, seu corpo precisa de nutrientes --ahhh, você é pior que minha mãe- Louis rolou na cama e encarou Harry nos olhos antes de continuar com a suplica – Meu corpo precisa de açúcar! Vai.. Só um cupcake --OK, já pode parar de fazer essa cara..... MAS UM CUPCAKE SÓ EIN... NADA MAIS, NADA MENOS Após uma comemoração e alguns minutos Haz estava de volta no quarto com um pratinho branco com pequenas bolinhas pretas desenhadas um cupcake de chocolate saindo fumaça com o topo de glace e uma pequena velinha vermelha --Uma vela? --Bom, hoje faz uma semana desde


--Meu acidente?!-Harry ajudou Luz a se ajeitar na cama e dar a primeira mordida – Não sinto no humor com essas bandagens essa, mas a intenção é...- antes de Louis continuar a falar de boca cheia Harry o interrompeu --Não......Hoje faz uma semana desde que fizemos as pazes...não terminou muito bem eu sei mas mesmo assim eu senti que deveria comemorar a minha volta aos sentidos --Por falar nisso, eu sinto que agora é o momento para uma explicação Harry sentiu a garganta engasgar, queria ter mais tempo para inventar algo, ele olhou para o amigo e sua mente se esvaziou de qualquer tentativa ou de qualquer pensamento -Você não consegue comer sem fazer uma bagunça né...? -Harry sorriu e Lou percebeu que agora não era o momento --Pelo menos você não precisa mais me dar sopa na boca, era vergonhoso.... Agora eu pelo menos consigo comer sozinho. --Não era tão ruim assim, eu até que gostava Harry se aproximou e limpou com o polegar um pouco do glace que estava no queixo de Lou, a pele macia do amigo o deixou sem reação, como se tivesse ligado o modo automático, ele moveu o dedo contra a boca de Lou e pode sentir a língua contra o polegar --Harry...não. - após reclamar ele virou a cabeça o máximo que pode até sentir as costelas reclamarem --o que? O glace ta muito doce? --Não.... Isso que você anda fazendo...apenas pare- a tristeza na voz de Louis deixou um clima pesado --Desculpe. Haz saiu levando um travesseiro e alguns cobertores para a sala, o quarto não parecia ser uma opção, ele apenas ficou pensando... lembrando dos momentos que tinha passado de superprotetor para adolescente apaixonado…” O que Louis havia pensado ou sentido no meio disso tudo?” — “Pensei só em min de novo” — e assim ele derramou algumas lagrimas enquanto apertava o travesseiro --Harry? -Lou? – Harry enxugou as lagrimas no susto --O que você está fazendo aqui em baixo? Seu lugar é lá em cima, a casa é originalmente sua, a gente não é um casal e …- Louis desacelerou a fala e apertou os olhos para poder ver melhor antes de continuar -Você tava chorando? --Não!! Caiu um cisco, aconteceu com você no Brasil. --Harry-Louis sorriu- a gente está em Londres e não teve um ventinho o para trazer dois ciscos nos seus olhos...... Você realmente precisa aprender a mentir melhor --Louis!! --o que? - respondeu assustado com o jeito exagerado da pergunta


--Como você desceu até aqui? É por isso que você ta suado? --bem, eu tinha no que me apoiar- Harry olhou para um pau de chuva na mão de Lou, que a muito estava esquecido como decoração - na verdade eu to mais preocupado com a subida... --O que aconteceu mais cedo? Se eu fiz alguma coisa que você não gostou, me fala e eu... --você não fez nada de errado...Digamos que eu estou vendo coisas que não existem, deve ser esse confinamento em casa, to dando muita atenção a detalhes “Talvez não, talvez as coisas que você está vendo não sejam coisas da sua imaginação, talvez eu esteja apaix...” Harry interrompeu o pensamento ao perceber a dificuldade de Louis em ficar em pé. --Você quer que eu te carregue? --Traz meu travesseiro, meus cobertores e se der meu colchão. Nunca acampamos na sala. --Mas antes me mata uma dúvida... o que exatamente você estava querendo dizer com vendo coisas que não existem? --Deixa pra lá …. Eu só quero que você saiba que eu te amo como um Irmão , você é o irmão que eu nunca tive...agora tem como você pegar as coisas por favor Harry subiu as escadas pensando nas palavras do amigo, aquele eu te amo como um irmão deixou claro que Lou havia percebido os sentimentos de Haz e estava em negação, mas e a resposta de hoje? Ele estava com raiva? Confuso? Harry devia parar? .... Harry apenas cansou de pensar tanto e decidiu descansar a cabeça após um longo dia . X 28 de maio- 7:00 em um hospital qualquer --YAAAAAAAAAAAAAYYYYYYYY !!!Liberdade!!!!!!!!! --Calma Lou, ele acabou de tirar o gesso mas assim você não vai deixar ele terminar a limpeza Louis olhou para Harry mas fingiu que nem ouviu e continuou comemorando até perceber os olhares do médico e dos outros garotos da banda. --Relaxem.... Venham até aqui, todos vocês pelo menos agora eu consigo dar um abraço de verdade Todos se abraçaram sorrindo e Louis pode sentir o perfume do Harry, era tão gostoso... o encheu as narinas e o peito e ele fechou os olhos e puxou o máximo do cheiro que podia e soltou os garotos --Agora que estou livre, vamos jogar futebol? Eu posso chamar o Stan e agente forma dois trios e eu Harry rolou os olhos com um pouco de ciúmes de Stan que sempre dava em cima de Zayn, o seu rosto era tão obvio que só passou despercebido por causa do conselho do doutor --Bem, você está a um mês de molho e seus músculos.... Apenas se alongue bem, não que eu não queira te ver de novo mas acho q a minha filha quer ver o seu ídolo nos palcos.... Por falar nisso tem como você dar um autografo para ela, o nome dela é Claire-Louis pego o papel e a


caneta das mãos do médico e começou a escrever- A propósito, vamos manter isso como um segredo. Todos estavam descontraídos e aliviados, menos Hazza que continuava a pensar em no que o amigo havia dito – “há quanto tempo Louis tem pensado em Stan?” --Harry você parece estar preocupado, o que você tem em mente? --Nada de mais Liam, eu apenas estou pensando em uma música e não quero perde-la- Haz mentiu --Você tem escrito tantas músicas ultimamente. Antes era raro você escrever alguma coisa. O que aconteceu? Alguma fã? --Bem Zayn, eu acho que encontrei meu primeiro amor... e isso é pura inspiração, cada sentimento, cada olhar, o jeito que meu corpo anda reagindo a uma certa pessoa, tudo isso é simplesmente.... Inspiração. --É uma fã? --Claro que é Liam, mas ela ta gravida? —Niall perguntou sem conseguir se conter --Niall, não viaja. –Louis o interrompeu- Eu estive com ele o tempo todo e quando ele não tava dando uma de mãe coruja, ele tava no computador, provavelmente é um namoro virtual --Harry... namoros virtuais nunca funcionam, você sabe disso e a banda- Liam foi interrompido --Relaxem, a pessoa que eu amo é uma boa pessoa. Haz conseguiu se esquivar de todas as perguntas e prolongou o momento até os garotos se cansarem --Liam! Liam! – Louis sussurrou até Liam perceber o chamado – Eu tiro o Harry de casa e vc me encontra lá as 21:00. --beleza! -- agente não vai sair de lá até saber quem é essa tal pessoa que o Harry ta afim X Ding Dong…Ding Dong! --Liam!! Meia hora atrasado? --Foi mal Lou… Como você tirou Harry daqui e como você pensa em descobrir quem é a mulher misteriosa? - Liam entrou após bater as botas para tirar toda neve --Entra logo, graças a você nós estamos correndo contra o tempo, põe seu casaco no sofá Ele tirou o casaco e percebeu a euforia de Louis que vinha com um laptop e um grande sorriso malévolo no rosto, não estava se contendo, ele sentou ao lado de Liam e começou a explicar sussurrando, estava claro que ele estava se sentindo um agente da C.I.A. --Meu plano não falhara! Eu disse pro Harry junta uns ingredientes para fazer uma super sopa oque supostamente iria me deixar com disposição...eu fingi estar cansado.... Nós dois sabemos como ele fica quando tem uma nova receita, ainda mais uma super receita.


--E o que o Bond planeja? -Liam tentou desdenhar mas estava começando a ficar empolgado com toda animação na voz do mais velho da banda. --Ele só desgrudava desse computador para ir ao shows ou cuidar de min.... o telefone estava desocupado e você perceberia se ele tivesse interesse especial em alguma fã. Assim se ele ta realmente gostando de alguém é obvio que a resposta está no computador Liam realmente se achava responsável pelos meninos, toda vez que havia algo que pudesse dar problema ele tentava dar conselhos ou lidar com a imprensa, ele se sentia extremamente útil e o fato de reconhecerem isso o fez responder com orgulho --Oh, sim, claro eu tento dar o meu melhor... mas o pc de Harry não tem fica escondido e tem uma senha --Não foi difícil achar e sobre a senha... é ai que você entra jovem espião, você é o hacker do grupo --Louis—Liam tentou conter o riso, mas a frase seguinte veio abafada em gargalhadas, ele realmente tava se sentindo o espião – Só porque eu sei mexer no PowerPoint e no Excel não significa que eu seja um hacker --Descubra a senha !!!- Louis gritou fazendo uma voz engraçada e fez Liam rir até doer a barriga. Liam enxugou lagrimas de riso e decidiu não olhar para a cara engraçada de Lou, caso contrário seu maxilar ia doer ainda mais. Ele ligou o computador, esperou o sinal do Windows 7 aparecer e clicou na parte de Harry e quando a parte da senha apareceu ele começou a pensar. Liam tentou de tudo, data de nascimento, aniversário da banda, nome de filme ou artista favorito. --Liam, Harry pode chegar a qualquer momento... é melhor você subir e ir para o quarto se Harry aparecer eu do algum sinal e você guarda esse computador embaixo do colchão da cama dele....Mas se você conseguir me chame na hora Liam assentiu com a cabeça e subiu rapidamente para o quarto- “ok, o que eu ainda não pensei...Bem deve ser alguma coisa de valor...alguém realmente importante a ponto de Harry provar para si mesmo colocando essa pessoa como senha.... Alguém que ele ame mas que pense que ninguém descobriria…Ele brigou com o …Não...Não pode ser, será?” Liam checou a porta e gastou sua última alternativa digitando- Louis Tomlinson- e então finalmente apareceu BEM-VINDO. Ele ia chamar Louis quando viu que o plano de fundo do computador de Harry, o mesmo que já havia visto no iphone do mesmo, era uma foto do rosto de Louis, ele estava sorrindo e os olhos azuis estavam destacados ao fundo branco...Liam achou isso muito estranho e resolveu não chamar Louis ainda, ao se lembrar da missão ele abriu o navegador de Harry e entrou nas redes sociais...todas precisavam do login…Harry realmente era paranoico.... Liam entrou no histórico de navegação . Youtube-Reason why I think Larry stylson is real . Vimeo- Louis sexy . Vimeo- Larry stylson- they don´t know about us


. Google imagens – Louis sexy .xvideos – gayporn Zack and Martin .Redtube- a gay holyday .Bing (safe search off) – Louis naked . Wikipédia- Louis Tomlinson . Larry tumblr Liam foi descendo sem acreditar nos próprios olhos, ele estava sem folego, não sabia o que pensar, não sabia o que fazer, devia chamar Louis? Harry era gay? Bi? Ele estava apaixonado por Lou? Lou sabia? Como isso afetaria a banda? Não, mais importante como isso tem afetado Harry? --E ai descobriu? Liam pulou com o susto, tentou responder mas as palavram se amontoavam na garganta e não saiam, --você descobriu quem é a musa inspiradora do Harry ou não? -- É-É-você! - Liam falou tremulo e assim que falou, levou as mãos a boca e pensou o quanto queria ter recuperado as palavras --Eu…Eu o que? Liam o olhou na porta e resolveu se aproveitar da ingenuidade de Louis e tentar recuperar o que havia dito --É você que tem que ficar na porta e eu que tenho que descobrir, agora volte lá.... E se Harry chegar e descobrir o que agente ta tentando fazer? --Então.... Você não descobriu nada né- Lou falou triste --Nem passei da senha. Lou desceu, Liam desligou e guardou o computador de Harry, decidiu que a melhor coisa seria falar com ele, Liam ainda tonto descendeu as escadas a ponto de ver Louis no sofá sentado, ansioso como uma criança. --Liam? --E-E-EU DE-DESISTI. --porque você ta branco? Ta na sua cara que você descobriu quem é e quer guardar para você…Fala quem é, é uma ex minha? É por isso que ele ta assim? Eu conheço? --Não sei quem é- Liam se sentou lentamente no sofá, não conseguia encarar o amigo, o que ele faria se imaginasse que a tal pessoa que inspira Harry era na verdade Louis? – Mas eu lembrei de umas coisas da banda que eu preciso resolver com ele, por isso eu vou ficar aqui para conversar com ele... em particular --O quão burro você pensa que eu sou?


Liam simplesmente se calou, o silencio na sala já estava sendo mais que incomodo mas o click da chave na porta o interrompeu. Harry entrou se encolhendo do frio trazendo duas sacolas plásticas nas mãos --uhh, ta um gelo lá fora, é melhor essa sopa ser muito boa- Harry trancou a porta com dificuldade tentava tirar o casaco – Liam! Veio visitar o Lou? --Hazza...Nós precisamos conversar-Harry fechou o semblante, sabia que Liam só o chamava de Hazza nas piores situações-Em particular de preferência... Tem como agente jantar fora ou algo assim? --Bom eu ainda tenho que fazer a tal sopa e realmente estou cansado então... que tal amanhã no café da manhã? Louis tem treino de futebol mesmo. --Eu posso faltar! - Lou entrou na conversa --Antes de me pedir para fazer a sopa você tava tão animado com seu treino... acho melhor você ir, até eu fiquei curioso, chame o Zayn para ir com você, ele disse no hospital que tava querendo distrair a cabeça X --Harry o café da manhã estava realmente bom, agora que já comemos e estamos aqui no sofá porque você não liga pro Louis? --Pro Lou? Não foi você que disse que isso tinha que ser particular? --Por isso mesmo... Harry apenas se levantou confuso, pegou seu iphone do jeans apertado e perto da parede ele discou o número do amigo, houve um curto silencio até ouvirem o Bzzzz.... Bzzzz de um celular no vibrador escondido embaixo em baixo do sofá --Acho melhor conversarmos lá no seu quarto --Ótima ideia Liam! Mas antes...- Harry guardou e desligou o celular de Louis no bolso do jeans apertado - Agora podemos continuar... --Eu preparei minhas falas a noite toda, mas eu simplesmente não consigo... nem sei por onde começar --Começa do começo... tudo tem o começo --Eu nem sei como isso começou, era isso que eu iria perguntar...Harry eu e o Lou tínhamos combinado de descobrir quem era a garota misteriosa, enquanto ele inventou uma sopa maluca – Assim que Liam falou sopa maluca Harry entendeu o porquê Louis a comeu como se quisesse vomitar- E enquanto você ia pegar os ingredientes Lou ficava de guarda na porta e eu... --E você? – Harry já ansiava tanto pela resposta que nem prestava atenção na linguagem corporal de Liam, ele fechou os olhos e resolveu se agarrar todas as palavras seguintes --E-e eu ... Ent-entrei no seu computador e vi seu histórico Liam falou espremendo as palavras da garganta o máximo que pode, a sofrimento já era audível


´--Eu sei que foi errado ter entrado no seu computador mas...Hazza, você – Liam tomou um longo folego fechou os olhos e perguntou sussurrando como se estivesse contando um segredo – Você é gay? Harry começou a chorar, ele avançou em cima de Liam que achou que iria sofrer com um soco ou chute mas Harry o abraçou --Eu só estou de feliz de finalmente ter alguém com quem conversar...-Harry o apertou ainda mais forte e soluçou até Liam perceber que devia simplesmente conforta-lo, mas para isso tinha que entende-lo --Como foi guardar isso? --Eu não sei, uma hora doía tanto que eu sentia que meu peito ia explodir outra eu me sentia andando nas nuvens, a pessoa mais feliz do mundo... eu apenas me sinto feliz por estar perto dele, eu quero faze-lo feliz e isso pode deixa-lo triste, é como uma montanha russa de pura inspiração --Eu entendo Harry – mentira, Liam realmente não conseguiu entender nem a primeira frase, mas falar que havia entendido era o que parecia certo- Harry você é gay? --Não, eu acho que sou bi... sempre fui.... Eu era abertamente na minha escola mas de uns tempos para cá eu pensei que aquilo era apenas uma fase, garotos me excitam mas eu nunca me apaixonei por nenhum.... Pelo menos não até eu conhecer o Louis....-Harry pensou em enxugar as lagrimas mas, não havia mais vergonha em deixa-las rolar, ele sorriu como a um longo tempo não havia sorrido-Eu me sinto tão..... Tão aliviado, tão leve! Mas e você, como você ta reagindo, parece ser bom demais pra ser verdade --Relaxe, eu realmente não tenho preconceito e Zayn tinha me dito que achava que vocês estavam namorando, ele pode parecer conservador e com pose de macho alfa mas ele disso como se torcesse por vocês --Quem me dera... E Niall? --Ele tava na mesa quando Zayn disse o que achava mas ele estava comendo e você sabe o quão fora de área ele fica quando come, não acho que ele estava prestando atenção. --Liam...- Harry pegou na mão do amigo – Você precisa manter isso entre nós, quando eu tiver que contar eu vou contar, mas ainda não é hora para ninguém saber, principalmente o Lou. --eu não posso saber o que? - Louis já estava fechando a porta e os outros dois garotos só haviam tomado nota da presença do mais velho da banda naquele momento --Lou? – Harry ficou branco --Há quanto tempo você chegou? --Eu cabei de chega, você e Harry de mão dadas falando o meu nome... vocês sabem o quão estranho é isso? –Lou começou a dar voltas pelo sofá, o examinando de cima a baixo, principalmente a baixo -E o que eu não posso saber? --Procurando por isso? -Harry retirou o celular do bolso- Sério Lou, isso foi baixo. Louis apenas olhou para o chão e esticou a mão --Eu vou para a casa e....


--Agente pode continuar esse assunto depois, eu realmente preciso dos seus conselhos --Claro Harry Eles se despediram e Harry prometeu que nos próximos 3 meses Louis não iria provar da sua comida... uma pequena vingança pelo celular X Harry estava em um canto remoto de um simples restaurante, ele se afastou da mesa ao ver uma jovem garçonete lhe trazer um copo de chá gelado --Posso te conseguir mais alguma coisa senhor Styles? – a jovem sorriu e olhou para o chãoQualquer coisa.... --Bem, eu acho que você me conhece.... Deve conhecer o Liam também, se ele chegar apenas diga aonde eu estou por favor. --Claro que eu digo, senhor Styles Enquanto a jovem se afastava Harry pode ver uma pequena comemoração em seu semblante, ela era definitivamente uma fã O chá de Harry já estava pela metade, enquanto ele dava voltas com o canudo ele pensou em sair, talvez tivesse levado um bolo, talvez Liam não queria falar sobre aquilo, talvez a garçonete tenha vazado a localização dele, talvez ele tenha contado ao...Harry interrompeu ao pensamento ao ver Liam em sua direção guiado pela garçonete, ele se levantou e o abraçou, ia comentar alguma coisa sobre o atraso de Liam, mas se calou ao ver que Simon estava bem atrás do garoto --Simon? – Harry o abraçou e se sentou – O que você ta fazendo aqui.... Não me diga que... --Sim- Simon concordou com o olhar bravo de Harry para Liam – Liam me contou sobre ontem --Liam!!!! – Harry interrompeu a conversa murrando a mesa – eu pedi pra você manter isso entre nós, pra quem mais você contou?! --Calma haz, eu só falei pra ele porque ele é nosso criador e, bem você sabe, ele tem mais experiências nessas coisas do que eu, então eu achei que ele pudesse te ajudar --Sim, e pra falar a verdade e já desconfiava que havia algo entre vocês. Oh Harry, você ainda é um garoto, eu por outro lado tenho mais experiência --Sinto dizer mas sua experiência te enganou- Harry tentou parecer bravo mas sua face de decepção estava estampada- Lou é incrível para min, e alguém que eu quero ter ao meu lado pelo resto da minha vida, mas ele não me ama.... Sinto que estou fazendo mal para ele, uma dia eu dei em cima dele e ele me mandou parar, o jeito em que ele falou, estava claro que eu o deixei desconfortável --Ahh Harry- Simon sorriu de orelha a orelha – Eu vi o jeito que ele te olha, ele só está assustado, muito assustado, pense como deve ter sido para ele; passar a vida inteira certo de que gosta de mulheres e então acaba se apaixonando por um homem, não qualquer homem, o seu melhor amigo que talvez esteja dando em cima de você ou talvez esteja apenas brincando, você consegue ter uma ideia do que ele está sentindo... BOM eu tenho, ele te AMA! - o que ??? – Tanto Harry como Liam estavam confusos


--Sim... A propósito eu sou um grande Larry shipper- Simon piscou mas Harry não respondeu, ele estava parado e sussurrando algumas coisas --Lou me ama – Harry aumentou o tom a cada frase- Ele me ama! ELE ME AMA PORRA! Haz estava começando a gritar e já haviam duas lagrimas percorrendo suas bochechas, Liam tapou a boca do amigo para não chamar atenção, Simon apenas ria, ele podia ver claramente: Harry estava brilhando de felicidade, parecia uma criança ao ganhar um brinquedo, demorou uma hora para Harry se acalmar após tentar subir na mesa, Liam ainda recuperava o fôlego --Na verdade, eu sei que não devia falar mas,- Simon fez uma pausa e só se deu por satisfeito até ter 100 por cento da atenção dos dois- Louis me chamou para ir na sua casa daqui a alguns minutos, ele provavelmente pensou igual Liam e vai vim conversar com quem tem mais experiência, eu vejo desejo nos seus olhos Harry, e receio nos deles, mas deixe comigo, pretendo ajudar vocês. Bem eu tenho que ir... e Liam, continue fazendo o papel de irmão mais velho, eu confio a responsabilidade dessa banda a você! Liam se sentiu novamente orgulhoso por ser reconhecido como aquele que cuidava da banda, após se despedirem de Simon, Harry e Liam continuaram a conversa, Harry sabia que ir em casa não era bem uma opção no momento X --Lou, o chá estava realmente bom, mas porque você não me diz a verdadeira razão pela qual você me chamou. Não foi para tomarmos chá com bolachas, foi? – Louis olhou para baixo e travou, sua respiração estava pesada e ele suava frio em pleno inverno londrino, que mesmo com um aquecedor era frio, estava obvio que Simon teria que liderar o que Louis tinha a dizerTem algo que você quer me contar, o que está passando na sua cabeça? --Não é nada demais – Louis mostrou os dentes- Eu apenas quero conversar sobre qual vai ser nosso clipe. --o que realmente está passado em sua cabeça? --É o Haz, ele tem agido... estranhamente. Agente sempre brinca em frente às câmeras e no twitter, nos sempre somos carinhosos um com o outro mas.... Bem, as coisas estão mais tensas e eu acho que ele…eu não sei como explicar... --Sinceramente, ele está apaixonado por você- Simon pegou na mão de Lou e o olhou nos fundos olhos- mas sei que não é do Harry que você quer falar... --Como assim? -Lou arregalou os olhos e levantou do sofá --Por que você não me fala de como você sente quando ele age apaix.... Estranho? --E-eu nã- não sei – Lou gaguejou – eu acho que fico sem reação, dá um pouco de medo na verdade --Lou, esse sorriso bobo no seu rosto desde quando você começou a falar do Harry não me engana, porque você não fala o que você quer falar, porque você não tira isso do peito? É libertador, fale Lou, nem que seja sussurrando, fale em voz alta, diga --Eu... EU AMO O HARRY -Lou abraçou Simon o mais forte que pode- eu não sei como isso foi acontecendo, eu não sou gay, não posso ser, nada contra claro mas eu sempre gostei de


garotas, sempre transei com garotas, Meu Deus e o sexo? Eu definitivamente nunca vou colocar lá ou pior, nunca vou deixar colocarem aqui e.... Simon o interrompeu beijando a boca aberta de Louis em um impulso rápido, Lou o empurrou --Mas que porra foi essa? Acho que você entendeu tudo errado --Você fala muitas besteiras... Mas seja sincero o que você sentiu? --Foi nojento, serio- Lou fez uma cara de nojo --Pergunta respondida- Simon sorriu – você não é gay, não totalmente... Como eu posso explicar? ... Sabe o Fred Mercury? -Sei --Então, ele nunca havia se apaixonado de verdade por mulheres, ele namorou algumas só por aparência, um tempo depois ele descobriu que era gay e deixou isso aberto a todos mas, houve um dia em que ele conheceu uma garota, ele mesmo sendo delicado e cheio de trejeitos foi aceito por ela, e assim eles viveram uma curta mas intensa história de amor, ele era gay e se apaixonou por ela... Veja, o que eu estou tentando dizer é que não deveriam existir rótulos, as pessoas tem que se amar sem pensar em mais nada, a única regra é serhumano com ser-humano. Lou, você ama ele e ele te ama. --Não sei viu... --bem, isso é com você, não tenha pressa. Eu tenho que ir gravar o x-factor agora Lou agradeceu Simon que saiu ligando para Harry avisando que a casa já estava disponível e que ele não deveria ter pressa X

Lou esperou por Harry todo fim de tarde, mas a noite ele recebeu uma mensagem avisando que Haz dormiria na casa de Liam e que eles deveriam se encontrar lá na manhã seguinte para tomar café da manha Louis pensou nas palavras de Simon por horas antes de dormir, isso e a ausência de Harry ocuparam sua cabeça por um bom tempo, até que ele finalmente decidiu que estava pronto para se entregar ao amor, que não havia mais motivos para negar o que ele sentia, que nunca houveram motivos. Ele atravessou o quarto e deitou na cama ao lado sorrindo por poder dormir sentindo o cheiro de Harry X A campainha tocou e Harry convidou Louis para entrar, a manha estava radiante e quente, Harry estava com seu jeans preto apertado, um par de snikers e uma camisa preta decorada por um colar prata em forma de cruz, Louis por sua vez usava uma calça jeans colorida, uma camisa branca com listras pretas, um par de tênis pretos e óculos. -- Oi Harry – Louis falou com um frio na barria, estava esperando uma resposta mas Haz se curvou e esticou o braço mostrando a casa de Liam, ela estava diferente haviam bexigas laranjas de palhaço – É aniversario do Liam?


Harry se manteve em silencio novamente e guiou o mais velho da banda até a mesa de jantar, era uma longa mesa de madeira polida embaixo de um longo lustre de cristal, haviam mais bexigas laranjas de palhaço no chão, em cima da mesa haviam panquecas e pelas paredes haviam fotos dos dois juntos, estava tocando They don´t know about us, Little thing e Strong em um loop repetivo. Mas o que mais o chamava a atenção eram as bexigas laranjas, elas não pareciam ter sentidos --Cenouras certo?- Harry o abraçou por tras --Harry, o que é isso tudo? – Lou estava boquiaberto --Vamos comer primeiro Eles se sentaram bem ao lado e brincaram de aviazinhos ate as panquecas se tornarem em migalhas, Harry pegou uma garrafa de Pepsi e após alguns copos eles chuparam pastilhas de menta. Harry acariciou a fase de Louis e se ajoelhou --Lou- Harry falou encarando Louis nos olhos, ele tentou parecer o mais calmo que pode- Você é a pessoa mais incrível da minha vida, eu amo tudo em você, eu amo suas calças coloridas, eu amo seu estilo, eu amo os seus solos, eu amo o jeito que você faz todos sorrirem ao seu redor, você se tornou a pessoa mais incrível que já vi, eu preciso de você, viciei em você, não existe um eu sem você.... Obrigado por me mostrar que a vida pode ser tão magica como um sonho, por me fazer querer vive-la ao máximo... Louis Tomlinson...Vo- Você, qu-quer... Louis Tomlinson você quer namorar comigo? Harry tirou dos jeans apertados duas alianças pratas, ele sorriu e segurou na mão de Louis --Sim Harry! Sim, Sim, SIM, UM MILHÃO DE SIM´S – Louis começou a derramar lagrimas enquanto mostrava ao Harry um sorriso grande – Eu te amo muito hazza, demorei para perceber, mas agora que entendi isso é você que eu quero até os fins do tempo Harry se levantou, eles tentaram por as alianças um no outro, mas ambas as mãos tremian tanto que levou um consideraval esforço... Eles se olharam nos olhos, sorriram e se abraçaram apertado, a emoção escorria pelas bochechas, após ambos se apertarem ate ficarem vermelhos, Lou tirou os óculos, eles ainda estavam presos pelos braços nas cinturas mas afastaram o rosto por um tempo, Harry jogou seu colar no chão, eles se olharam profundamente nos olhos, conseguiam se ver completamente, o tempo congelou, os dois sabiam o que fazer no momento por instinto, olhos se fecharam, eles se aproximaram e SE BEIJARAM PROFUNDAMENTE O beijo começou com os lábios se tocando, se descobrindo, logo depois ambas as língua se tocaram e eles sabiam que estavam preparados para esse beijo, as cabeças se moveram, os corpos se moveram, Lou sentiu em seu estomago que um centrilhão de borboletas iriam lhe fazer flutuar mas Harry o segurava fortemente, havia esperado por aquilo e sabia que essa era a hora certa, aquele primeiro beijo do casal foi simplesmente: MAGÍCO! --Eu esperei por isso a muito tempo, é tão incrível que nem parece ser verdade Lou sentou na mesa e deu um curto beijo em Harry ,so que no final o mordiscou o lábio inferior --Viu, isso é real! Eu sou real, nos estamos vivendo um sonho na realidade... amor.


Lou puxou Harry pela camisa e o deitou na mesa colocando o seu corpo por cima, eles se beijaram curtamente 3 vezes seguidas, não do tipo beijo apaixonado e sim do tipo beijo provocante, Os beijinhos funcionaram, os dois estavam excitados, não pensavam direito, Lou ajudou Harry a tirar a camisa e vice-versa, os beijos estavam acompanhados de movimentos dos dois peitos nús, Harry desceu a mão e apalpou o volume do namorado, as coisas estavam realmente ficando intensas, Lou estava desacelerando, o fato de estarem em cima de uma mesa na casa de Liam era prazerosa mas ele não estava pronto para as coisas irem tão rápidas , estava com medo de se afastar e magoar Harry, não sabia o que fazer até que --Lou? – Haz levantou e saiu da mesa fazendo Louis se sentir aliviado – Nós podemos terminar isso depois... Não vamos ser apressados, eu finalmente consegui ter você ao meu lado e quero aproveitar casa segundo --Eu também hazza... Mas porque você planejou tudo isso aqui e não la em casa? --A cozinha do Liam tem mais espaço, eu pedi pra ele me emprestar as chaves e la em casa eu não conseguiria preparar tudo isso.... as bexinouras, as fotos ou as câmeras... --Câmeras? - Louis ficou branco --Sim, eu comprei duas câmeras e as coloquei nos moveis para ter esse momento eternizado, mas fique tranquilo que elas são minhas, amor- Harry pegou as câmeras Só o fato de Harry tê-lo chamado de amor o fez derreter por dentro, um ultimo beijo apaixonado e doce e eles foram para a casa de mãos dadas. Eles passaram o final do dia sendo um casal apaixonado, assitiram um filme, tomaram sorvete e estavam indo almoçar em um restaurante romântico, quando perceberam que haviam fans no local eles decidiram irem para a casa Harry cozinhou, fez o almoço e o jantar e eles se beijaram ate ambas as bocas se avermelharem Na hora de durmir já tinha esfriado então eles se abraçaram, um contra o corpo do outro de frente, o ar que um expirava entrava no pulmão do outro --Lou, eu quero contar para os garotos assim que der -- eu também hazza.... e como nos ainda temos um mês antes de voltarmos a shows, turnês, entrevistas, autógrafos e nossa vida de astros do pop, eu quero ir para algum lugar especial.. --Brasil!!!.. Sim Lou, eu quero te levar para lá --Brasil? Porque? --Você vai descobrir em breve--- Harry bocejou --Boa noite Harry --Boa noite amor


Fim da primeira parte

SPOILER DA SEGUNDA PARTE SO VEJA SE QUISER O SPOILER “-- Harry Edward Styles... esse é o seu jeito de pedir por um boquete? --Depende.... esta dando certo“

Fic do marcelinho  

teste

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you