Issuu on Google+

NÚCLEO DE PROJETO SOCIAL EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Junho de 2013

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

1


Direção Geral: Alexandre Abbatepaulo

Direção Educacional: Karyn Bulbarelli

Direção de Currículo: Fabia Antunes

Direção de Unidade: Educação InfanƟl: Marcia Sprenger Dalla Stella Ensino Fundamental I: Leandro Lamano Ferreira Ensino Fundamental II: Antonio Sérgio Pfleger de Almeida Ensino Médio: Wagner Cafagni Borja

Educadores do Núcleo de Projeto Social Lourenço Castanho Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I: Virginia Alice de Barros Pereira e Stefano Bigoƫ Ensino Fundamental II: Kadine Teixeira Lucas e Juan Carlos Ramirez Mondejar Ensino Médio: Ednílson Aparecido Quarenta e Uyrá Lopes dos Santos EJA – Educação de Jovens e Adultos Lourenço Castanho: Miguel CasƟlho Jr.

Revistas do NUPS – Núcleo de Projetos Sociais da Escola Lourenço Castanho Projeto gráfico: Departamento de MarkeƟng da Escola Lourenço Castanho Tiragem: 3.000 exemplares Capa: Vivência com as alunas da Associação de Ballet e Artes para Cegos Fernanda Bianchini, realizada na unidade do Ensino Fundamental I. Foto: William Araújo

2www.lourencocastanho.com.br

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


ÍNDICE O NUPS .......................................................................................................................................................... 04 Campanha de Páscoa 2013 - Educação InfanƟl, Ensino Fundamental e Ensino Médio ................................. 05 Visita ao Lar São Tiago - Ensino Fundamental II ............................................................................................ 06 Lanche solidário - Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I ........................................................................ 07 Associação Maria Helen Drexel e NUPS juntos no lanche solidário - Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I ..... 08 Vivências no Capão Redondo - Ensino Médio ............................................................................................... 10 Uma história encantada - Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I ........................................................... 11 GenƟleza gera GenƟleza - Ensino Fundamental II ......................................................................................... 12 Visita ao Centro da cidade do NUPS e do EJA - Ensino Médio e EJA ............................................................. 14 Alunos do Ensino Fundamental II recebem visita do Lar São Tiago - Ensino Fundamental II ...................... 15 Uma vivência especial - Educação InfanƟl, Ensino Fundamental e Ensino Médio ........................................ 16 Alunos do NUPS realizam mesa redonda com alunos do EJA - Ensino Fundamental II e EJA ...................... 18 NUPS no V Congresso ICLOC de PráƟcas na Sala de Aula - Ensino Fundamental II ...................................... 18 Integrados pela dança - Ensino Fundamental II e Ensino Médio ................................................................... 20 O EJA .............................................................................................................................................................. 21 Projetos e aƟvidades do EJA ......................................................................................................................... 22 EJA parƟcipa do V Congresso ICLOC de PráƟcas na Sala de Aula ................................................................. 23 Ser voluntário ................................................................................................................................................ 24 Mural 2013 - 1º semestre ............................................................................................................................. 25 NUPS e EJA | Lourenço Castanho

3


O NUPS

O reconhecimento de que a educação não pode estar apartada das temáƟcas sociais delegou, nas úlƟmas décadas, às insƟtuições escolares públicas e privadas, a complexa tarefa de agregar aos seus inúmeros e diferentes saberes, uma aproximação críƟca com os dilemas e contradições tão caracterísƟcas às sociedades no século XXI. O caminho percorrido pelo projeto social da Lourenço Castanho, até aqui, projetou, como paradigma, balizar as suas diversas ações em lugares que superassem os limites İsicos da escola, desvendando novas geografias e a diversidade de seus grupos sociais. Dessa forma, o legado desses quatro anos de trabalho do NUPS viabiliza, para 2013, maiores voos e desafios de outra envergadura: consolidar e ampliar nossos parceiros, incorporar diferentes olhares que tenham sempre como perspecƟva a construção de um currículo social na área de educação. Em outras palavras, acreditamos que o acúmulo de nossas experiências nos permite enfrentar criƟcamente os sedutores atalhos que conduzem a uma práƟca exclusivamente assistencialista, norteando um caminho em que todos nós, discentes e docentes da comunidade Lourenço Castanho, possamos contemplar um repertório de experiências que ampliem os espaços de aprendizagem. “Esse caminho tortuoso tem uma passagem obrigatória, a alteridade. Compreender que o ser humano é um ser social, que a sua idenƟdade só se constrói no momento que o contato com os vários ‘outros’ se estabelece é um processo essencial para a formação de seres humanos sensíveis e calejados para a vida além dos muros, para o mundo real, recheado de reflexão e práƟca políƟca consistente.” Ednílson Quarenta e Uyra Lopes, orientadores do NUPS do Ensino Médio

4

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


CAMPANHA DE PÁSCOA 2013 Educação InfanƟl, Ensino Fundamental e Ensino Médio A campanha de Páscoa de 2013, promovida pelo Núcleo de Projetos Sociais da Lourenço Castanho (NUPS), teve início na segunda quinzena de Março e, novamente, contou com a colaboração de pais, alunos e funcionários da Escola, resultando na expressiva arrecadação de 1343 ovos de Páscoa. Este ano foram onze as insƟtuições beneficiadas, além dos alunos do EJA da Lourenço Castanho. Realizamos também, com alunos da Educação InfanƟl e do Ensino Fundamental I, aƟvidades de integração com crianças de duas das insƟtuições beneficiadas, oportunidades em que fomos visitados pela Associação Maria Helen Drexel. Os ovos arrecadados foram distribuídos para os integrantes das seguintes insƟtuições: Associação Ballet de Cegos, Fernanda Bianchini; Associação Criança Brasil; Associação Maria Helen Drexel; Casa dos Velhinhos de Ondina Lobo; Centro Assistencial Cruz de Malta; EJA - Educação de Jovens e Adultos da Escola Lourenço Castanho; Igreja São Dimas; Lar, Voluntários do Amor (Orfanato); Pró-saber - Espaço Nossa Casa de Paraisópolis; Recanto Paulo VI; Santa Casa de Misericórdia (setor Pediatria da Quimioterapia); TUCCA Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer. ‘O sucesso da Campanha de Páscoa foi reflexo da parƟcipação efeƟva das famílias, fortalecendo essa importante parceria’, comentou a orientadora do NUPS da Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I, Virgínia Pereira. “...Foi muito linda a entrega dos chocolates, todos ficaram muito felizes, em 5 minutos comeram tudo. Rezamos juntos e agradecemos aos teus alunos. Obrigada!!! Felicidades.” Irmã Rosilda, do Recanto Paulo VI, por e-mail.

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

5


VISITA AO LAR SÃO TIAGO Ensino Fundamental II No final do ano leƟvo de 2011, foi realizada a primeira visita do NUPS do Ensino Fundamental II ao Lar São Tiago, casa que abriga crianças da zona sul de São Paulo, cuja guarda foi reƟrada dos pais. Marcada pela troca de experiências com as crianças da insƟtuição, por meio de workshops ministrados pelos alunos e da entrega de presentes, arrecadados na campanha realizada durante as úlƟmas semanas de aulas no Fundamental II, a experiência serviu para demonstrar, entre várias coisas, o grande poder de mobilização dos jovens que parƟcipam do projeto. Em 2013, no dia 13 de abril, mais uma vez os alunos do NUPS do Ensino Fundamental II esƟveram no Lar São Tiago, realizando dinâmicas, jogos e interagindo com as crianças e jovens daquela insƟtuição. Em uma aula de Música, os alunos aprenderam ritmo e a marcação dos instrumentos de percussão. “A música é uma forma de unir pessoas”, afirmou Juan Ramirez, orientador do NUPS. Outra aƟvidade realizada foi uma aula de Educação Física, que trabalhou com as modalidades de badminton, futebol, vôlei, peteca e queimada. Mais tarde, alunos do NUPS apreciaram as apresentações de dança com hip hop e jogo de capoeira, oferecidas pelos alunos do Lar. “Você pode fazer a diferença. Mesmo que sejam milhares de pessoas, para uma pessoa você pode fazer a diferença”, comentou Fábio BaƟsta, educador do Lar São Tiago, que ilustrou a frase, contando uma história sobre um historiador e um pescador.

“O legal é que parƟcipar desse dia foi uma escolha de todos. Uma escolha de aprender e comparƟlhar.” Kadine Teixeira, orientadora do NUPS.

6

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


LANCHE SOLIDÁRIO Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I

“A consciência, o engajamento e a vivência em ações sociais permitem ao indivíduo agregar valores, gerando novas aƟtudes.” Virgínia Pereira, orientadora do NUPS da Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I.

A Escola Lourenço Castanho acredita que o conceito de responsabilidade social deve fazer parte de seu projeto pedagógico e deve ser vivenciado de maneira ampla pelos alunos. Por isso, as crianças da Educação InfanƟl já são protagonistas dos trabalhos sociais. Elas trazem maçãs, leite em pó e ingredientes para preparar sanduíches e bolos, que são enviados às enƟdades atendidas pela escola. Carinhosamente conhecido na Escola como “Lanche Solidário”, a aƟvidade faz parte do nosso Núcleo de Projeto Social desde 2003. Na Educação InfanƟl, vivências envolvendo os nossos alunos e as crianças da Associação Maria Helen Drexel são organizadas três vezes por ano, dando oportunidade aos alunos do InfanƟl II de conhecerem uma das casas onde as crianças moram e parƟciparem de aƟvidades de integração no espaço de convivência da associação parceira. NUPS e EJA | Lourenço Castanho

7


ASSOCIAÇÃO MARIA HELEN DREXEL E NUPS JUNTOS NO LANCHE SOLIDÁRIO Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I

No dia 13 de março, a unidade do Ensino Fundamental I recebeu a visita das crianças da Associação Maria Helen Drexel para a realização de uma aƟvidade com os alunos do 2º ano. A insƟtuição, que atende crianças e adolescentes em condição de risco, visitou a Escola, a convite do NUPS da Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I. Foi proposta uma aƟvidade envolvendo culinária, Língua Portuguesa e MatemáƟca, numa vivência saborosa e enriquecedora para os alunos das duas insƟtuições. A Escola, que realiza o lanche solidário há 10 anos, uniu, em 2013, a iniciaƟva da área de projeto social ao planejamento pedagógico do 2º ano, que tem em seu programa conteúdos das áreas de Língua Portuguesa e MatemáƟca, apresentados por meio de receitas culinárias. Orientados pelas professoras, os alunos de ambas as insƟtuições parƟciparam de uma aula na qual prepararam um bolo de chocolate, com a leitura de receitas, e uƟlizaram conceitos de medida, proporção, estados líquido e sólido com ingredientes doados pelas famílias. Depois do bolo pronto, os alunos do 2º ano apresentaram para as crianças da Maria Helen Drexel as instalações da Escola, os funcionários e os colegas das outras séries. Em seguida, brincaram nos espaços de recreação e realizaram um lanche coleƟvo oferecido pela Lourenço.

8

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


“Essa troca nos traz oportunidades de igualar questões sociais que muitas vezes o sistema contém. A troca foi além dessas questões, trocamos experiências, oportunidades, carinho, amor e SOLIDARIEDADE. Obrigada, Lourenço Castanho, por formar em suas crianças um futuro melhor.” Roberta Lund, Presidente da Associação Maria Helen Drexel.

Sabão em pó Desde o ano passado, o NUPS, em parceria com a área de Esportes da Escola e, mais recentemente, com a APLOC (Associação de Pais da Lourenço Castanho), vem arrecadando sabão em pó para auxiliar a Associação Helen Drexel. Por abrigar 51 crianças, divididas em 05 casas, a demanda por esse produto é muito grande. Por isso, desde 2012 todos os alunos e ex-alunos que parƟcipam dos torneios de futebol passaram a contribuir com a doação de 1 Kg de sabão em pó, na forma de taxa de inscrição para os torneios. Agora em 2013 já foram arrecadados mais de 150 KG do produto.

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

9


VIVÊNCIAS NO CAPÃO REDONDO Ensino Médio

“Para as crianças da escola Coronel Mário Rangel, é uma possibilidade de parƟciparem de uma aƟvidade diferente, com pessoas de outros lugares, e encontrar nessas histórias maior significado para o conhecimento. Para os nossos alunos, o caminho deve ser o de alimentar um olhar que reconheça outros lugares, gente, idenƟdades e poesia. Enfim, é um encontro marcado pela poesia.” Ednílson Quarenta, coordenador do NUPS do Ensino Médio.

Os alunos do Núcleo de Projetos Sociais do Ensino Médio têm realizado, desde o dia 3 de abril, aƟvidades em parceria com Escola Municipal Coronel Mário Rangel, no Capão Redondo. A intervenção cultural proposta pelo NUPS se realiza com as crianças da escola pública e envolve dinâmicas de grupo, contação de histórias e arte. A iniciaƟva faz parte de uma programação que pretende realizar, semanalmente, ações conjuntas da insƟtuição parceira com o NUPS do Ensino Médio. No dia 3 de abril, após uma dinâmica de integração, as crianças foram divididas em grupos, em que cada uma leu duas histórias. Após a leitura, convidamos as crianças para que fizessem ilustrações das mesmas, das que mais gostaram. Para ampliar o intercâmbio, os grupos alternaram integrantes que observaram, através dos desenhos dos colegas, o contexto das histórias contadas.

10

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


UMA HISTÓRIA ENCANTADA Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I No dia 27 de março, alunos das unidades da Educação InfanƟl e Ensino Fundamental I assisƟram a apresentações de dança e parƟciparam de uma vivência com as alunas da Associação de Balé de Cegos, Fernanda Bianchini, promovida pelo NUPS. As apresentações de balé e sapateado Ɵveram como tema os contos infanƟs e proporcionaram uma imersão no mundo encantado de histórias como A Bela e a Fera, A Bela Adormecida e Chapeuzinho Vermelho. Além de assisƟrem às apresentações, os alunos interagiram com as bailarinas e conheceram detalhes sobre a vida e o dia-a-dia de pessoas com deficiências visuais, entendendo como é possível realizar tarefas roƟneiras, valendo-se dos demais senƟdos, especialmente o tato. Na unidade do InfanƟl, antes da apresentação, os alunos do Maternal II, InfanƟl I e II realizaram aƟvidades de percepção, tocando objetos com os olhos vendados. Completando a aƟvidade, buscaram conhecer as caracterísƟcas İsicas dos colegas de classes, através do tato, e caminharam pela sala de aula, guiados uns pelos outros.

“É uma experiência rica porque os alunos passam a perceber e a respeitar as diferenças, constroem noções e valores inesƟmáveis para a vida!” Fabiana Abu-Izze, professora do InfanƟl I.

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

11


GENTILEZA GERA GENTILEZA Ensino Fundamental II

No dia 22 de março, o centro da cidade de São Paulo ganhou um colorido especial. Os alunos do NUPS do Ensino Fundamental II realizaram mais uma ação ‘GenƟleza gera GenƟleza’, distribuindo flores e mensagens aos cidadãos que circulavam pelo centro de São Paulo. A experiência oferece aos alunos grandes oportunidades de reflexão, uma vez que as reações das pessoas que caminham apressadas pelo centro da capital são as mais variadas. Qual o senƟmento que se revela nos alunos quando as flores são aceitas prontamente e retribuídas na forma de um sorriso? E qual o senƟmento quando as flores são recusadas? Uma boa ação pode desencadear novas e boas ações? O fechamento com essas e outras questões, trazidas pelos alunos, acontece em sala de aula, numa intensa troca, com a mediação dos professores do NUPS do Fundamental II, Juan Mondejar e Kadine Teixeira.

12

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


“Me emocionei, uma das coisas mais bonitas que já vi. Acredito que deve ter sido uma das surpresas mais bonitas que as pessoas vivenciaram, foi bom para ambos os lados, para os alunos que ofereceram e para as pessoas que receberam. Que bom que essa escola esƟmula essas aƟtudes. Faz bem para a alma, para o coração e contribui para o crescimento do verdadeiro ser humano. Parabéns ao autor desse lindo projeto, parabéns aos alunos, aos professores e à escola.” Roseli Meneghelli, pelo Facebook.

“Eu achei que estava realmente quebrando esta ‘bolha’, indo para o centro e entregando flores para pessoas desconhecidas. Sim, foi um ato de genƟleza, e eu espero que esse ato gere outro ato de genƟleza. No final do dia, me senƟ um tanto quanto realizada com a experiência pela qual nós ơnhamos passado”, comentou Ana Pacheco, aluna do NUPS. “Quando a flor é entregue, as pessoas reconhecem que essa é a nossa maneira de trazer uma felicidade a alguém. É inspirador. A aƟvidade mais uma vez é renovadora, espero que ela seja reproduzida e realizada muitas vezes mais porque, afinal, GenƟleza Gera GenƟleza, e o NUPS está aí para trazer essa genƟleza”, afirmou Stéfani Morcillo, aluna do NUPS.

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

13


VISITA AO CENTRO DA CIDADE DO NUPS E DO EJA Ensino Médio e EJA “Foi muito bom, acabei tendo outra visão e aprendendo várias coisas que não sabia.” Silvia Souza, mãe de alunos do Fundamental II e Ensino Médio e professora voluntária do EJA.

No domingo, dia 07 de abril, os alunos do NUPS do Ensino Médio e do EJA (Escola de Jovens Adultos da Lourenço Castanho) visitaram juntos o centro de São Paulo. O estudo de campo, que faz parte da programação do EJA, teve a parƟcipação de Ednílson Quarenta e Uyrá Lopes, professores do Ensino Médio, e do coordenador do EJA, Miguel CasƟlho Jr. A aƟvidade teve início na Catedral da Sé e terminou no Mercado Municipal, passando pelo PáƟo do Colégio, Mosteiro de São Bento, Teatro Municipal, Estação da Luz, Viaduto do Chá, Praça Princesa Isabel, Ediİcio MarƟneli, Banespa, Terraço Itália, Estação Júlio Prestes, entre outros.

14

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL II RECEBEM VISITA DO LAR SÃO TIAGO Ensino Fundamental II

Para retribuir as várias oportunidades em que os alunos do NUPS do Ensino Fundamental II foram recebidos no Lar São Tiago, no dia 10 de maio, toda a Unidade do Ensino Fundamental II se mobilizou para receber a visita das crianças e jovens do Lar São Tiago. A primeira aƟvidade programada foi um Sarau, oportunidade em que os alunos puderam tocar algum instrumento, dançar ou apresentar algum Ɵpo de manifestação arơsƟca. Após o Sarau, recebemos a visita do poeta, conƟsta e desenrolador de brincadeiras, Chico dos Bonecos. Chico realizou uma apresentação que contou com poemas, histórias e brincadeiras com as palavras, uƟlizando adereços lúdicos, confeccionados com materiais simples como caixas de fósforo, chapéus de festa e tampas de panela. Na quadra da escola, todos puderam conhecer as mais inusitadas brincadeiras, a escada de Jacó, diabolô e o “pebolim humano”, onde as crianças, segurando em cordas e com uma bola de tecido, simulavam o jogo de mesa. Após o almoço, oferecido pela Escola, todos foram conhecer um pouco sobre a cultura brasileira, no museu Afro Brasil, no Parque Ibirapuera. Foi um dia rico de vivências e aprendizados.

“Queremos dar mais do que auxílio material, buscamos uma troca verdadeira entre alunos.” Professor Juan Carlos Ramirez Mondejar, educador do NUPS do Ensino Fundamental II.

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

15


UMA VIVÊNCIA ESPECIAL Educação InfanƟl, Ensino Fundamental e Ensino Médio.

“Eu faço dança há muito tempo, sei o quanto é diİcil aprender. Interagir com pessoas que não enxergam e que aprenderam sapateado e balé é moƟvador. Juntar pais, alunos e professores em um evento desses é muito rico. A dança faz bem para a alma. Poder comparƟlhar isso com todos em um evento na Escola é muito bonito.” Vivien Yamamoto, professora da Unidade de Educação InfanƟl.

A convite do Núcleo de Projeto Social da Lourenço Castanho, no sábado, dia 6 de abril, as alunas bailarinas da Associação de Balé de Cegos, Fernanda Bianchini proporcionaram aos alunos, pais e professores uma vivência muito especial. Com muita música e dança, o evento começou com a apresentação dos bailarinos e bailarinas da Associação. Foi uma lição de superação, demonstrada por meio de muita técnica e beleza, que emocionou os presentes. Em seguida, pais, alunos, professores e bailarinas dividiram-se em grupos para ensaiar coreografias que foram apresentadas no final da vivência. Em cada sala de aula, as alunas da Associação ensinavam passos da coreografia do musical Mamma Mia, além de ritmos como Flash 80, CelebraƟon, entre outros. Confira a seguir alguns depoimentos de pessoas que parƟciparam da vivência: “Eu achei a proposta muito interessante, principalmente pela oficina de dança, oferecida na sala de aula, na qual a bailarina pôde nos ensinar como é o procedimento de aprendizado dela, que é diferente de quem tem o recurso da visão”, comentou Ronei Tibolla, professor do Colégio Doze de Outubro, convidado do evento.

16

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


“Eu acabei parƟcipando do encontro pela moƟvação das minhas filhas, que fazem balé e assisƟram à apresentação na Escola. Eu amei o projeto. Esse incenƟvo da Escola, de trazer e mostrar para os alunos os trabalhos da Associação, despertou nas crianças o sensorial”, disse Jane Magalhães, mãe de alunas do Fundamental I. “Que trabalho maravilhoso! Essa parceria deixa marcas em todos e traz valores inesƟmáveis de valorização e respeito às diferenças! Amplia nosso olhar para o mundo de forma real e sensível!”, comentou Fabiana Abu-Izze, pelo Facebook. “Achei a vivência incrível, não só pela interação e a dança com os cegos, mas por ser uma aƟvidade para a família inteira. Foi espetacular. As apresentações foram lindas, muito emocionantes”, disse Fernanda, mãe de aluno do InfanƟl I. “Hoje foi um dia especial, um dia em que todos ensinaram e todos aprenderam”, falou Stefano BigoƟ, coordenador do NUPS.

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

17


ALUNOS DO NUPS REALIZAM MESA REDONDA COM ALUNOS DO EJA Ensino Fundamental II e EJA No dia 19 de março, um encontro muito especial aconteceu nas dependências do Ensino Fundamental II. Os alunos do NUPS e do EJA reuniram-se para conversar sobre um projeto comum – GenƟleza gera GenƟleza. Ao longo do encontro, as experiências pessoais e as histórias de vida dos alunos do EJA tomaram conta da reunião, trazendo aos alunos do NUPS conhecimentos que transcendem a sala de aula. Foi um encontro rico de aprendizado para todos.

NUPS NO V CONGRESSO ICLOC DE PRÁTICAS NA SALA DE AULA Ensino Fundamental II No dia 18 de maio, o InsƟtuto Cultural Lourenço Castanho (ICLOC) realizou, nas dependências da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado, em São Paulo, o V Congresso ICLOC de PráƟcas na Sala de Aula. O evento reuniu educadores de escolas públicas e parƟculares, permiƟndo a troca de informações e experiências sobre o dia-a-dia na sala de aula. Ao todo foram realizadas 149 sessões com a apresentação de 421 trabalhos, e o NUPS marcou presença. Na sessão 81, os congressistas puderam acompanhar a apresentação dos professores Kadine Teixeira Lucas, Juan Carlos Ramirez Mondejar e dos alunos do NUPS do Ensino Fundamental II que falaram sobre o tema ‘Ações sociais na escola: práƟcas e reflexões’. “Eu acho que é uma coisa que temos que mostrar mesmo, porque um núcleo de projeto social é algo muito importante. E espero passar essa ideia para outras escolas.” Ana Pacheco, aluna do Ensino Fundamental II que ajudou a apresentar o trabalho.

18

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


“Foi uma experiência bacana. No início nós nos estranhamos, pois não conhecíamos o espaço, mas acabamos fazendo novos amigos. Contamos coisas novas um para o outro, conseguimos interagir e, nos trabalhos, fizemos ao gosto de todo mundo.” Sofia Toledo, aluna da Lourenço Castanho.

Na sessão 108, o professor Stefano Bigoƫ relatou como se deu o projeto ‘Atelier Vila Nova, a parceria que deu certo’. Explicou que, a parƟr da apresentação conceitual sobre o esƟlo, formas e cores que caracterizam as obras dos pintores Di CavalcanƟ, Vincent Van Gogh e Jackson Pollock, foram organizadas sessões de pintura coleƟva, envolvendo alunos da Escola Estadual MarƟm Francisco e da Lourenço Castanho. As 37 obras produzidas ficaram em exposição e foram adquiridas por pais e vizinhos das duas escolas. A importância arrecadada foi uƟlizada na reaƟvação da biblioteca da MarƟm Francisco, fechada desde o início do ano leƟvo 2012. NUPS e EJA | Lourenço Castanho

19


INTEGRADOS PELA DANÇA Ensino Fundamental II e Ensino Médio No dia 21 de março, o NUPS (Núcleo de Projeto Social) organizou, em conjunto com os professores das Oficinas de Dança do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio, uma aƟvidade que envolveu os alunos das oficinas e as alunas da Associação de Balé de Cegos, Fernanda Bianchini, companhia fundada em 1995 e reconhecida internacionalmente. Inicialmente, os alunos da Lourenço e da Associação conheceram a trajetória da companhia, as bailarinas e conversaram sobre a inclusão social de pessoas com deficiências visuais. Em uma dinâmica proposta pelos professores das oficinas, os alunos da Escola vendaram seus olhos e foram desafiados a realizar aƟvidades corriqueiras, como andar sem esbarrar uns nos outros, idenƟficar as caracterísƟcas İsicas dos colegas, através do toque, e realizar um movimento de balé usando, como instrumentos para idenƟficação do movimento, o tato e a audição. “É muito importante essa vivência. Esse outro olhar do mundo enriquece o aprendizado”, destacou Beatriz Villarroel, professora da oficina de Dança do Ensino Médio. A vivência promoveu uma troca de saberes com muita interaƟvidade. Os alunos da Lourenço ensinaram para as bailarinas os movimentos de mão caracterísƟco da dança do ventre. Em seguida, o intercâmbio mudou de conƟnente, e todos se arriscaram com os passos básicos da salsa, famoso ritmo laƟno. Para encerrar a aƟvidade, os presentes Ɵveram que descrever a vivência em uma palavra. União, aprendizado, alegria, amizade, inclusão, felicidade e sonho foram os termos que predominaram, demonstrando o clima de saƟsfação e emoção instaurado no local. “O contato entre pessoas ‘diferentes’ é uma forma de contar histórias e de promover aprendizados”, enfaƟzou Fernanda Bianchini, fundadora da Associação de Balé de Cegos.

“Eu senƟ que eles (alunos da Lourenço) realmente se entregaram ao nosso mundo”, destacou Geyza, aluna da Associação de Balé de Cegos, Fernanda Bianchini.

20

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


O EJA No início de 1994, a direção da Lourenço Castanho, em parceria com o SENAI, propôs a criação e instalação de uma sala de aula do Curso de Educação para Jovens e Adultos, na Escola Estadual MarƟm Francisco, insƟtuição pública vizinha à nossa unidade de Ensino Fundamental II. Uma professora foi contratada pela Lourenço Castanho e a linha metodológica seguida foi a do Telecurso 2000 - 1º Grau, associação entre a Rede Globo e o SESI/SENAI. A Escola equipou a sala de aula com TV, vídeo, antena parabólica e o material didáƟco necessário para o desenvolvimento das aulas. O curso foi concebido inicialmente para atender aos funcionários da Lourenço Castanho que quisessem dar conƟnuidade aos estudos. O curso começou com um grupo de 70 alunos, formado por porteiros, faxineiros e outros funcionários da escola, além de outros alunos que trabalhavam nas proximidades. As aulas aconteceram durante um ano, no prédio da escola estadual. No ano seguinte, o curso estava nas dependências da Lourenço Castanho, ocupando uma das salas do prédio do Ensino Fundamental II. Nos anos seguintes, a procura do curso de Educação para Jovens e Adultos aumentou consideravelmente e, atualmente, conta com cerca de 150 alunos regularmente matriculados, divididos em 08 classes, denominadas FASES, que vão desde a AlfabeƟzação até o Ensino Médio. “Além de promover o aprendizado dos conteúdos nas disciplinas do currículo do Ensino Fundamental e Médio, nosso principal objeƟvo é contribuir para a formação geral do aluno como cidadão, oferecendo um ensino que acrescente algo ao que eles já sabem. Promovemos condições para que possam conviver com outras pessoas e trabalhar em conjunto com elas.” Miguel CasƟlho Júnior, Coordenador do EJA Lourenço Castanho.

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

21


PROJETOS E ATIVIDADES EJA

Buscando uma formação integral qualificada, através do desenvolvimento das habilidades e competências relacionadas ao aprimoramento do conhecimento cultural e social de nossos alunos, o EJA – Lourenço Castanho proporciona uma diversidade de aƟvidades extracurriculares, planejadas e desenvolvidas pelos professores. Os projetos elaborados nas aulas de Artes e História das Artes exemplificam com exaƟdão nosso objeƟvo. Nesses cursos, os alunos têm a oportunidade de se relacionar com as obras, assim como conhecer seus arƟstas, de forma contextualizada com a época em que viveram. Através da interpretação e da leitura, o estudante é capaz de reproduzir essas obras, criando para si um significado próprio, uma vez que carrega uma gama de aspectos vivenciais totalmente diferenciados da realidade presenciada por ele. Em busca do equilíbrio entre homem e natureza, buscamos, através de projetos fora da sala de aula, sensibilizar nossos alunos para a preservação e respeito ao meio ambiente natural, através dos estudos de campo no PETAR, Ilha do Cardoso e Paranapiacaba. Os cuidados com os patrimônios históricos e culturais, como Santos e cidades coloniais de Minas Gerais, também são enfaƟzados com maciça expressividade, procurando estudar o universo cultural e natural que os cercam.

22

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


EJA PARTICIPA DO V CONGRESSO ICLOC DE PRÁTICAS NA SALA DE AULA Realizado no dia 18 de maio pelo InsƟtuto Cultural Lourenço Castanho (ICLOC), o V Congresso de PráƟcas na Sala de Aula reuniu educadores de escolas públicas e parƟculares, permiƟndo a troca de informações e experiências sobre o dia-a-dia na sala de aula. Ao todo foram apresentados 421 trabalhos nas 149 diferentes sessões, nas quais o EJA da Lourenço Castanho parƟcipou com a apresentação de quatro trabalhos. O Prof. João Antônio de Oliveira César apresentou o trabalho ‘Proposta para o ensino de equações de 1° grau’, explicando como abordar o tema para os alunos das fases finais do Ensino Fundamental do EJA. As professoras Marina Bueno Cardoso e Célia Marina Lopes Pessoa contaram como aconteceu a “Oficina Ler É Viver”, enquanto a professora Anália Maria da Conceição contou como foi o projeto “Leituras além do texto e da sala de aula”, no qual desenvolveu um trabalho com Monteiro Lobato e uma de suas obras. Também nesse Congresso, o professor de Educação Física, Luís Paulo Pardi, apresentou o trabalho “Como a paixão de ‘Cerca-Frango e Fura-Redes’ (do livro A Bola e o Goleiro, de Jorge Amado) apaixonou os alunos nas aulas de Educação Física”, aƟvidade desenvolvida com as três classes do Ensino Fundamental I.

‘Para os alunos do EJA, as palavras são mágicas e abrem um mundo novo, inimaginável até então. Perceber que todo o pensamento pode ser expresso em palavras e que outras pessoas podem compreender’ Profas. Zilda Ferré e Anália da Conceição.

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

23


SER VOLUNTÁRIO Há mais de 15 anos, a Lourenço Castanho atua na área social com o curso de Educação de Jovens e Adultos (EJA), oferecido à comunidade de forma gratuita. Hoje, com quase 10 vezes mais alunos do que em 1995, a Escola conƟnua invesƟndo na educação e qualificação de pessoas que não puderam estudar na época adequada. Até agora, mais de 1500 trabalhadores, entre empregadas domésƟcas, faxineiros, porteiros, frenƟstas, zeladores e outros, passaram por nossos bancos e conseguiram um cerƟficado de conclusão de 1º e 2º graus, sendo que vários deles chegaram até o curso superior. Para que esse trabalho conƟnue crescendo, contamos com a ajuda de alunos do curso regular, pais de alunos, professores da escola e amigos que se dispõem a contribuir, voluntariamente, no processo de ensino aprendizagem de nossos alunos. Para esse Ɵpo de trabalho, assim como para qualquer aƟvidade voluntária, são necessários compromisso e compromeƟmento com o curso e com os nossos alunos, já que eles dependem exclusivamente da dedicação, disposição e disponibilidade de pessoas, como vocês, que se envolvem na construção de uma sociedade mais justa e digna. Seja um voluntário no EJA da Lourenço Castanho e contribua para a formação desses jovens e adultos. Agende uma visita e venha conhecer nossos projetos. Você verá que um pouco de seu tempo disponível poderá se transformar em tempo de vitória e de crescimento pessoal para muitos cidadãos brasileiros. Entre em contato com o EJA pelos telefones 3049.53.81, a parƟr das 17h, com Rose ou Miguel.

24

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


MURAL 2013 ͳ 1º SEMESTRE

Campanha de Páscoa 2013

NUPS no V Congresso ICLOC

GenƟleza gera GenƟleza

Visita ao Centro da cidade do NUPS e do EJA

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

Lanche solidário

25


Visita Associação Maria Helen Drexel

Uma história encantada

Visita ao Lar São Tiago / Alunos do Ensino Fundamental II recebem visita do Lar São Tiago

26

NUPS e EJA | Lourenço Castanho


Educação de Jovens e Adultos - Lourenço Castanho

Uma vivência especial

Vivências no Capão Redondo

NUPS e EJA | Lourenço Castanho

27


28

NUPS e EJA | Lourenรงo Castanho


Revista NUPS e EJA 2013