Issuu on Google+

Patrimônios da Humanidade

No Brasil encontram-se 17 dos 800 patrimônios históricos da humanidade .Mas o que e

Para ser considerado patrimônio da humanidade, um lugar precisa ter importância para todos os povos do mundo. Por isso, sua preservação é de interesse internacional . Existem dois tipos de patrimônios históricos: o cultural - que engloba, centros históricos, santuários e ruínas - e o natural - que contempla áreas de conservação e parques nacionais. Quem decide se uma área vai receber esse título é a Unesco, a entidade da Organização das Nações Unidas (ONU) que cuida de educação, ciência e cultura. Para se candidatar, o lugar precisa primeiro ser indicado por algum órgão nacional. No Brasil, por exemplo, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) inscreve as áreas naturais, enquanto o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) responde pelas culturais. Abaixo os 17 patrimônios da humanidade localizados no Brasil.

Plano Piloto de Brasília – Construída a partir de 1960, no governo de Juscelino Kubitschek, com plano-piloto do arquiteto Lúcio Costa e edifícios públicos desenhados por Oscar Niemeyer. Entre todas as cidades brasileiras tombadas como patrimônio da humanidade pela UNESCO, o conjunto arquitetônico de Brasília é o único moderno. As características peculiares da capital federal receberam o título em 1987. O argumento era de que a cidade planejada, dividida em quatro esferas independentes, e com funções específicas (áreas monumental, residencial, gregária e de lazer), concebia ao local uma característica única.

Igreja da Boa Morte - Goiás

Congresso Nacional do Brasil - Brasilia/DF

Centro Histórico de Goiás – A cidade de Goiás foi o primeiro núcleo urbano a se organizar a oeste da linha de Tordesilhas. Com a promessa de riquezas como ouro e diamante, Vila Boa (seu primeiro nome) atraiu grande número de pessoas. Formaram-se núcleos urbanos, com casarões, obras de arte, igrejas imponentes. Possui um traçado orgânico adaptado às condições do sítio e a presença do Rio Vermelho, onde foi encontrado ouro. Teve importante papel na ocupação do Brasil Central durante os séculos XVIII e XIX. Devido ao isolamento dos grandes centros do Brasil Colonial, manteve austero sua arquitetura bem como seu traçado urbano. Em 2001 recebeu o titulo de patrimônio da humanidade com o argumento de ser “Uma cidade européia adaptada às condições climáticas, geográficas e culturais no centro da América do Sul”.

Centro Histórico de São Luís – O Centro Histórico de São Luís reúne em torno de quatro mil edificações tombadas pela União e mantém intacto o traçado urbano dos séculos XVIII e XIX abriga um dos mais importantes acervos da arquitetura lusitana. O Centro Histórico mantém preservado o casario colonial, construído pelos portugueses nos séculos XVIII e XIX, casarios estes que possuem peculiaridades como as fachadas revestidas em azulejos portugueses, trazidos para amenizar a alta umidade da região. Todos os edifícios estão incorporados ao dia a dia, adaptados como órgãos públicos, hotéis e restaurantes. O plano de urbanização foi feito por Frias de Mesquita, se caracterizando pela regularidade geométrica, talvez o primeiro realizado no Brasil. Foi pela herança portuguesa que, em 1997 o município foi considerado patrimônio da humanidade 9

Centro Histórico de São Luís


9