Page 1

Revista

para cada mentira dos adversários, uma verdade será dita”

CONSILIUM CRIMEIA

O COMEÇO DO Editora GRACOM Joao Pessoa 18/04/14 Edi;’ao N‘1

FIM?


Índice

4

POLITICA INTERNACIONAL Crise na Crimeia pode reacender conflitos.

8

POLITICA ESTADUAL 48% dos paraibanos aprovam gestão de Ricardo Coutinho

2 - Consilium


3 - Consilium


SANÇÕES NÃO SÃO CRÍTICAS. As sanções impostas pelo Ocidente contra a Rússia devido à situação em torno da Crimeia, causam alguns danos à economia do país, mas esses danos não são críticos, embora não “sejam também uma vantagem”, declarou esta quinta-feira o presidente russo, Vladimir Putin, em um fórum de mídia da Frente Popular Russa, em São Petersburgo. Ele observou que, em primeiro lugar, as sanções são de natureza política. Os EUA e a UE impuseram sanções contra a Rússia em conexão com a integração da Crimeia, aprovando uma lista de pessoas proibidas de entrar no Ocidente, seus ativos foram congelados.

O

presidente russo, Vladimir Putin, fez um longo pronunciamento ao Parlamento de seu país sobre a anexação da Crimeia e afirmou, nesta terça-feira (18), que leis internacionais não foram transgredidas com a declaração de independência da Ucrânia. “A Crimeia é uma terra russa, Sebastopol é uma cidade russa”, disse Putin. “A Crimeia sempre foi e seguirá sendo” parte da Rússia. Em referendo realizado no último domingo (16), mais de 95% dos votantes na Crimeia aprovaram a anexação à Rússia -- para Putin, um resultado “mais do que convincente”. 4 - Consilium

“Cidadãos da Crimeia pediram a nossa proteção para evitar o que aconteceu em Kiev, e não podíamos deixar a população da Crimeia em apuros, senão seríamos considerados traidores”, disse o presidente. Em discurso muito aplaudido, o líder russo não poupou críticas ao Ocidente pelo que chamou de “interferência” e pelas sanções adotadas contra a Rússia em repúdio ao referendo. “No caso da Ucrânia, nossos parceiros do Ocidente cruzaram uma linha, uma linha vemelha. Eles foram irresponsáveis”, afirmou. “É bom que eles lembrem que a lei internacional existe, é melhor tarde do que

nunca.” “Eles foram míopes. Não pensaram nas consequências. A Rússia tem seus interesses nacionais que devem ser levados em consideração.


A chanceler da Alemanha Angela Merkel : “Se a Rússia prosseguir no mesmo caminho das últimas semanas, não será apenas uma catástrofe para a Ucrânia. Também prejudicará muito a própria Rússia, tanto política como economicamente”.

G7 cancela cúpula do G8 na Rússia em represália à anexação da Crimeia.

O

s líderes do G7, grupo de países mais industrializados do mundo, cancelaram ontem o encontro do G8 com a Rússia previsto para junho, em Sochi, em represália à intervenção de Moscou na crise ucraniana e à anexação da Crimeia. Os ocidentais tomaram à decisão de cancelar o G8 em uma reunião ontem à noite (24), em Haia, na Holanda, à margem da cúpula de Segurança Nuclear convocada por Barack Obama.

que o encontro “durou cerca de 1h30, foi extremamente denso e que uma série de decisões foi tomada sobre a anexação da Crimeia pela Rússia”. Ele disse que a cúpula do G8 será substituída por um G7, sem a participação da Rússia, que acontecera em Bruxelas, no mês de junho. A decisão é mais uma represália a Moscou pela anexação da Crimeia e pelo avanço militar russo na Ucrânia. “A condenação foi por unanimidade”, garantiu Fabius. A Rússia avalia que o cancelamento do G8 em Sochi é “contraproducente para todos.”

Logo após a reunião, o chanceler francês, Laurent Fabius, declarou

OTAN- Obama, porém, demonstrou preocupação com o futuro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). “Estamos preocupados com a redução dos gastos em defesa de alguns países. A Ucrânia se lembra que a liberdade não é gratuita. Devemos pagar para ter uma força da OTAN credível”, pediu o norte-americano.

Vamos nos reunir no novo formato G7 no mês de junho, em Bruxelas, para discutir a ampla agenda que temos em conjunto”, declararam também os líderes da França, do Reino Unido, da Itália, da Alemanha, dos Estados Unidos, do Canadá e do Japão.

Os EUA e a UE.

UE e EUA têm uma posição forte e coordenada sobre a crise s Estados Unidos e a União Eu- ucraniana. A Crimeia foi anexa pela ropeia (UE) reafirmaram nesta Rússia de maneira ilegal”, disse Van quarta-feira (26) que não reconhe- Rompuy. cerão a região da Crimeia como uma nova nação e nem como par- Adotando o mesmo tom, Obama te da Rússia. A declaração foi dada afirmou que “as ações da Rússia pelo presidente do Conselho Euro- são ilegais e absurdas no mundo peu, Herman Van Rompuy, após um em que vivemos”, e que “ninguém encontro com o norte-americano leva o referendo na Crimeia a sério”. “Estamos unidos para apoiar Barack Obama, em Bruxelas. a Ucrânia e dar a ajuda necessária

O

para estabilizar a economia”, destacou Obama, afirmando que UE e EUA agirão juntos para isolar a Rússia através de sanções.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou nesta terça-feira que as razões apresentadas por seu colega russo, Vladimir Putin, para justificar sua incursão militar na Crimeia não enganam ninguém e que a ingerência russa na Ucrânia contribuirá para o isolamento de Moscou. 5 - Consilium

5 - Consilium


6 - Consilium


7 - Consilium


vestimento que tenho feito estaria feita a desgraça”, lamentou. O governador destacou que a Paraíba já teve dias melhores. “No para cada meu governo, a capacidade de mentira dos investimento da Paraíba passou de adversários, R$ 230 milhões para R$ 7 bilhões. uma verdade será Cresceu 35 vezes. E servidores não dita” tiveram de fazer empréstimos para receber os próprios salários”, argumentou.

R

RICARDO COUTINHO DIZ QUE ESPERA DISPUTA LIMPA, MAS NÃO DEIXARÁ ATAQUE SEM RESPOSTA.

O

governador Ricardo Coutinho (PSB), em entrevista exclusiva ao programa ‘Correio da Manhã’, da 98FM, nesta quinta-feira (24), afirmou que espera uma disputa pelo Governo do Estado de forma “limpa e respeitosa”. Segundo ele, nenhuma acusação ficará sem resposta. “O Estado não pode retroceder. Quero uma disputa limpa, uma campanha da verdade. A cada mentira que se coloque contra mim, uma verdade será dita.E a verdade liberta!”, en8 - Consilium

fatizou. O governador Ricardo Coutinho disse que foi o PSDB quem lhe perdeu e não o contrário. “Da mesma forma que podem dizer que perdi o PSDB, posso dizer que o PSDB me perdeu”, salientou.  Para Ricardo, a atuação da bancada federal paraibana é muito limitada. O governador queixou-se de que a Paraíba recebeu menos do que merece. “Se não fosse o in-

icardo disse, ainda, ser uma ‘bobagem’ falar que ele não aceita o contraditório. “Sou o governador que mais dialogou. Ele frisou que amanhã estará na região de Catolé do Rocha, na cidade de São Bento, para mais uma plenária do Orçamento Democrático, onde tem contato direto com representantes da sociedade. “Já dialoguei com mais de 120 mil pessoas nesta gestão [em plenárias]. Sou o governador da democracia participativa. Essa é a verdade. Agora, eu governo o Estado e não uma folha de pessoal. Tenho que olhar para o pequeno agricultor, para os idosos, para as mães. Sou o governador de todo mundo”, disse.

Segundo Ricardo Coutinho, “tem uma meia dúzia encastelada em suas entidades, falando mal do governador”. E arrematou: “Para eles, o meu silêncio”.


9 - Consilium


Revista gracom id  

Trabalho academico proposto do curso de Computação Grafica (GRACOM)

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you