Page 1

ÈDÂNiilÀvERBÀL- rl l'l>AJ

ç )CPI{.€a:'.? Q verboconcoÍdacom o süjeitoeÍn pessoãe número. Ex: Nós1vamosao cinêina. = . = - . - . - : 2 . - =. : :

1.. DèèÈOâ

do pluraÌ

Ì

1,i pe59ira

do pturâÌ

Há outroscasos,porém,gue mefeceÌïatençãoespecial.

siuaples o srljroito,é' Quando '1. O núcleoé urn substantivo coletivo, o verbofca no singular. no velhoôaslelo. Êx.:O batalhãoreÍug_lqu:se Se o substantivocoletivo for especificado o verbo pode ir parao singularou plural ,/'

\

(ouinvadiram) invadiu o salão. Ex.:Umgrupodeestudantes verbo 2. Expressãoque indiea suantidãdë aproximada.,o geralmentevai parao plural. Ex.:Pertode mil atletas6!4

jurarnentôonlern.

€^

3. Uma êxpressãoque indicaDàÌtè dê uÌn todo, o verbo poderáir ou nãopap o plural. Ex.:A_$Aiolpertedos candidatosdesistiu (óu desistiram)

do côncurso.


4. Sujeitoé o pronornorclativo QUE,o vetto eoncordará com o afitecedentedo Píoflolïìè. 4.,-'-

Fui eu quede.scobria trapaça. t----..-.\

FosteÍu sue trouxesiê ós bombons r-.a

Fui eu que fiz

Ëx.:Foramelesque nos recebeÍamno aeroporto. Se o relativo vier antecedidopelas expressõesum dos ou um dos + substantivos,o verbo geraìmentevai para a 3.t pessoado plural.

Ex.:Eleé um dos cqldidalqqquevehceramo concuÍso. Ela é umâ das que se esforçamparao sucessoda festa. 5. Sujeitoé o pronomerelativo QUEM,o verbopÕdèráser cofno pÍonome usadona 3.apessoado singularou conc-ordar pessoal,sujeitona oraEãoanterior. Ex.:A gorasou eíquem oassa(oü pâsso)â trânsmitiro jogo. -r.---.-...'--_ FuieúueríGz( oufìz) 4.

6. SulèltÕé a expressãornais de úÈ) + substEllyg, o verbo ficará no singular,a não ser que expresseidéia de reciprocidade. -6* '..-.

Ex.:Maisu" uí"tu*Ìoi

aprovado noteste.

*r* * rr O"O"*t6rfenderam ti'üì-cc'J\nd

na reunião.


/-

do Maisde VÉatuno e Mais de qtrrdeputado participaram eneontro

quanlosde, alsunsde, váriosde 7 sujeitoé @, etc.,seguidasdospronomesnós, vós ou g1QS.,o verboirá paía a 3.4 pessoa do plural, ou então coneordará eom o

â migsãÕ

euaisd

'_=---rr-.

"0"*ãÈèis

{ ou raìrao ) 'Ê-_

pflÍne|f€

Se a expressãoestiver no singular,o verbo evìdentemente cara no sl selráescolhido.

.Qüatde vós

fez a tareÍa?

8. Nomes de lugar ou títulos de obras gue possuem íormasplumis, o vêtboficâaánÕsingular. Santos é umabelacidade. Alagoas possui belaspraias Caso os noínès venharn acompanhados de urn artigo plural,o verbogeralmente vaiparao plural. *-

ex.:ds EstadosUnidqç èãou*" grandepôtêneia. o nomede eamões "OsLusíadasl'eternizaram È=-,___,_,_,_',

9. Pronomedê tratainento Leva ô verbo para a 3apessoa EX: VossaExeelêneia-áa nossaverdade Voep viajaráquehoras? \,--.


o,suj,e'itel é 1. Se vier depois do verbo, este concordacorn o núcleo maispróxirnoou comtodos

=*.,o*"droíír*€ffie

a escuiidão dotugar..

Amedrontaram- nos ÕsilènÇoe agrscuiidãodo lugar.

2. Se os núcleosdo sujeitoconstituêmuma graduação,o verbo geralrnentefica no sìngular,mas pode ser usado ns plural. cN\\ Ex.: A. indignação,âÌâiva, s ódiÕ'tóinoucontade seu coração.{tomararn) 3. Se os núcleosdo sujeitosão sinÕnirnosou tèm sentidos próximos,o verboficano singular ou no plural. Ex.: Sua calma e tfanqüilidadesempre nos transm itia segurança.{transmitiarn) 4. Se os núcleos do sujeito èlstão rcsümidos por um pronomeindefinido(tudo, nada, ninquémete.),o verbofica

no singular. Ex.: Aftição,dores,triátezas,nada o fazia abandsnarseu obietívo. 5. Se os núeleosdo sujeitovêm ligadospôr g, ou nem, o verbovai para o pluralquandoa ação puder ser atribuídaa 'todosos sujeìtos.

oãuoàrrorperam. O pai-ou o filho^âssumiráa presidência da firma LÀ-/ '.*--,_-sl_-/v


Quandoa açãosó pode ser atribuídaa um dos núcleos, o verboficano singular.

o ou insuoêaso nestê trabalho

Ex.: O meu s dependede sua ajuda.

da firma o Í-llhoassumiráa presidência

ô. um ou outro ou ném um nemoutro, o verbogeralmente fica no singular.

z-----s,--------..

Ex.:Um ou outfõ alunoseráescolhído. Nem um nem outro seráelìminado.

o--.----.----}.-----/

7. Se o sujeito é èèrrìpo(3tõpelâ loeüçãÕunï è outto. â é facultativa.{?) concordância

Ëx.: trabalho.

-a

_-

21-

. ãÈoll '-

- e oútro aluno entregou {ou

aram) o

geralmenteé feita no Com o verbo SER, a conc-ordância * singular. 'Ì Ex.:Um ê outro farticiÊantepcontrárioaoregulamento. 8. Conectivüs"assim...eomo", "não só... mas lambém", "tanto.,. como", "flêín... nern" etc., o verbo geralmentevai -parao plural. À"-\o'

r^z-r r. RèÍn a riqueza risuezaalteraram alte seu modo de Ex.: Nem a fama,

vida.

Não só'qçafro eomo.tarnbémq teleúFão mìÌõõ atraíram nosprimeirì-sanosde suacaneiraì--'-.--..--.--9. Sujeito vêm unidos por corn" o verbo pode ser usado tantono singularcomono plural.


t- 3&ro?

{,(9r

1ô^,'.,(!{r*

ornamentaramlodo o í0. Pronomespessoais do caso rcto, o veïbo faz a seguinteconcordância: a) eu e tu; eü, tu e ele{s} eu e ele{s)= nós Ex:Eu, Célia ê Renata faremoses{aviagem

b) tu e ele(s)= vós. ilnigos ireis à Íazenda. Ex.: l&.ì j"É-a T

Vocês = vós {?}

DECONCO.RDANC ESPECIAIS, CASOS,

fi

DAR , B A T E R, S O A R : iì de horas badaladas.. Nas indicaeões 6B&' t'lu. ãroËò ãã*" triz -+t Ex: Já

de mâtÌiz 8, u."*+J "L;r^ SER 1. O verboSERc,oncordacom o prcdicativo; - quandÕo sujêítoé urn dos proÌìomèsisto, !sso, âiïüilo,

!gÍb,g.

I naquelacasa.

oqG. r r"mria "--g

nçasqgfià bãEêscoforidos.

- quando o sujeito é constituído de uma expressão de

sentidocoletivo.


' <- \

Ex.:Arnaioriadospres-entes 4[

jovens.

- quandoo sujeitolor um substantivocomumsingulareo predicativoestiverno plural. l.--\

Ex.:A sua rortpaeram pedaçssde panosremêndàdÕs. - quandoo predicativoé um pronomeBêssoal. *.,.\

Ex.:O herdeirodestasterrasserásÍu. Em orações impessoais, ifldìcandodistãnciaou tenìpo. Ex.:São$Qghorasda tarde. Eramsetê dê seièmbtodê 1822.

Daquiéo sítiogêSmg€i91!9is quilôrnetros. OBS.: Quando o verbo SER, na expressãode horas, é acompanhadode loeuç€esdo tipo "Èerto de". {majs dell. "eeÌca dè" ete., podeÍicar no singularoü nô plüral.Quando ele é usadona expressãode datas,admite-sea concordância implícitacom a palavra"dìa",Ícando o verbono singular.{Ex.: Hojee doisde abril.) 2. O verbo SER ccncorda com o sujeito quando este é representadopor uÍR noíne ou pessoa {ou nome referentea pessoa)ou pronorïìepessoal. ^---\ Ex.:Renata era as ãlegiias do avÔ

'

. r,,-.\

Ela era as alegriasdoavô.

3. O verbo SER fica no singular quando os sujeito é constifuídode uma expÍessãonumáÌca eÍn qüe se realçaa idéiade conjunto. p muitoparase fazerestaprova. Ex.:rìuas r+-,---2horas-


4. O verbo SER concordaeom o suleito quando a frase é que e ry em iniciada pelos pronomesinterrogativos sas pi"tryç"::,9"__P:'@, s& êses h;-mens?@ì --=.-=/ trislgzasou alegrias? RELEIUIBRANDO O homçmf, cinzas.

,, -_ \-Ò L.,a fln'l,-'-- ----*.: r.ri "' :' '\'\LÍt t- i)

Avida Síq-;[ores. Averdade sou eu. ïTu-foìsão mentiras

"'' bez#ir {fo uco- J.*,r-^b, " !,"*p.. "t-^ga.!*_r\' ! Já sãode2horas. -, i-'.J+' floje são 22deftiàro -t/

Z?éemaio /

Ex.:Elesse houverammuitobêmdurantêos debates. Se ofenderemmeupai,gles.comigose hqverãol v-----------'?

r{" À;'r*,ro-

2. O. vêito IIAVER , qüândÕ não teÍn sujeito. Empregadoem sentidoti:mpo passadoou existir. ' s r' n q^!i{tâv .r;drr EçA fta +- FegS úõ {](t

l-.ì-c"r,tr ::

FEê/vários livrosna nresa. qüenãoo vêjo.

."'

| {ll'-ì;(

-r- S ' ;,Ì ?.!,Y-,qi!, - ar,-

. .ìra{{-i+ê

{


7

fizer paÍte de üma OBS.: Nessescasos,se o verboi-ãÃ-VËR iocução; seu auxiliardeve ficar seÍnPrena 3.4 pessoa do singular _-----.-.--"\

nestaestrada. Ex.:--PeveìÈrav-er -T--V--T- muitosacidenteg t'LY- gu

-.'*r*-y

,

PARECER O verbo PARECER seguido de infinittuo admiie duas construções:

a) PARECERvariável+ infinitô invariável.

t"' I rqe pessoasEaE@choraÍ< yessvqe Ex.: , tìrvvr Algumas rilYls:=::j;.:!.:-{._ìe /s"";, \ r-l\.

b) PARECERinvariável*Ï;+iïfti;"

Ëx.:Algumaspêssoãs

va*avel.)ãí.scn.

t': -"'Y'*

HAJAVIATA A expressãoHAJAVISTÂadmiGduasc€nstrüçõìesÌ a) Invariável(seguidaou não de preposição). Ex.:tiele vGlh os exemplosdadosporele. aos fãlos explicadospor essa{eoria. "L-HgjgY1gÈg b) Variável {desde que não seguida de preposição), o termo seguintecomosujeito. considerando-se de sua dedicação. Ex.:.iìajamïtistaos Obs.: A cofistrução sempÍêevitada.

êtïôtïea, devends ser

Concordância  

Concordância

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you