Issuu on Google+

CopfruloI

Petróleo lnfÍoduçôo O petróleo(lâtim: pelro - pedÍa; oleum = óleo) é um liquido oteoso,insolúvelerÌ, á8uae maislevequeesta.Apres€ntacor quevariade paÍdo-escuroanegroe enconlra,se no subsoÌode variasÌegiõesdo globo rerrestre. o petróleoé umamisturacomplexad€muiroscompostos,com Dredomi Quimicamente, n;nciade hidÍocarbonero,. A compo5içáo do perroleo \ ariade regiàopararegiàoa a*im, o petÍóleodasAméricaséconstituidoquâsequeexclusivamente de âlcaÍos,ao passoqueo pe Ìróìeoda URSStem predominância de ciclanos.Há, no entanto,petróleosque aprèsentãm alcanose ciclahos,e outÍos que possuemalto teor d€ hidrocârbonetos aromáticos, As mâioresjazidas de petról€oexplorâdasenconrram-se no México,Verezuela,URSS. Romènia,Polònia.l-.rado,Unido'e Dai,e5 àÍabes. O petróleoencontra-se comumenleen, lre uma camadade águasalgadae outra de gases,os quaiso submetema forte pÌessão. Então,quandoo soloéperfuradoeatinge-se o ìençoldeperrole-o. estejorraparaa supeÊ Ìicredevrdoaessa tortepressào. Comasaída dos gases,a pressãodimìnui e, em conseqüência,cessao .iorro. Depoisdisso,o p€tróleo ó retiradocom o auxilio d€ boÍnbâs_

0rlgem Os cienúistasBerthelot, Moissan, MeÍÌdeleeve outÍosdefendeíam a teorÌa minera! ort ìnorgânica, segrndo a gual os hidrocarbon€tos simples,constituintes do petróleo, origirÌaram-seda hidrólisede carbetosmetáÌicos€xistentes rÌo subsolo. Obseweas reaçõesabaixo: Allca+ 12H,O -*

CaC2+ zIj,O -*

4AÌ(OH)r + 3CHa netur0 Ca(OH)1 + C,H, etiro


capfturo1

PdÌóreo 397

A partir desses hidrocarbonetos simples,atravésde reaçõesde adiçãoe polimerizações, originâram-seos hidrocarbonetos mais complexos. Essateoriaestáabandonâda,pois ela não explicaalgunsfatos, tais como: . exhtênciade compostosorgânicosnitrogemdos; . existênciade compostosopticamentealivos; . existênciade compostosd€rivadosda clorofila. pàra explicârâ oÍigem do petróleo.SeAtnalmenteaceita-s€a teofia animdl-vegetal gundo essateoriâ, o petróleooriginou-seda decomposição de anìmaise vegetaismârinhos devido ao soterramentodos maresatravésde desabamentos da crostraterrestreocorridos em épocasrcmotas.Em conseqüência forma-seum aglomeradode animaise plantas o plâncton-, que seriaa matéda-primapara a formaçãodo petról€o.

A dosflloçõo dopefÍôleo Extraldo do interioÍ da Terra, esselíqüido xaroposoe escuÍo,após a eliminaçãode aíeia e água, é transportadoparâ uma fornalha, onde é aquecidoa alta temperatura.Da dasváriasfla fornalhaé levadoà torÍe de frâcionamelto,onde,então,ocorrea separaçào pontos de de acordo com os ebulição. ções, Entre as váriasfracões.temos:

e CrH") f . rraçao f sàsnatuÍal(CH. casosa gasengarrafado C.Hsec.H,.) tcfP: I I gasonna I queÍosene < gasoreo ì | óleoslubrificantes asfaÌtoe piche I residuos+ parafina,vaselina, Obs€rveo esquemasimplificadodo fracionamentodo petróleo:

ã.4


unidldà13 - apándiôê

398

O gásnaturaÌe o gásengarrafado(gásde botijão) sãousadoscomo combustivel. O querosenejáfoi muito usadoem iÌuminação(ìampiò€s);entretânto,hoje é quasetotalmenteconvertidoem gasolina. O gasóleoé utilizadocomo combustivelem aqìiecimentos centraise, prjncipaÌmenre, nos motoresdiesel(caminhões,ônibus,tratoresetc.), daí serconhecidocomo óleodìesel. A gasolìnarepresentaem média 15q0do petróÌeo,e como é a fraçãode maior consumo, procurou-sedescobrirum processo queaumentasse o seuteor. Esseprocessofoi descoberto nos Estados Unidos, e recebeo nome de craclíin8 (inglês: Ío ffac* = quebrar), que correspondeà quebradas cadeiasdos hidÍocarboneúos superiores,quandosubmeridosa condiçôesenérgicas, originandohidrocarbonetos de cadeiasm€norese iguaisàquelesdagasolina(cadeiasde seisâ dezcarbonos). As ÍÌaçõesquerosene,óleos lubrificantesetc,, constituidaspor hidrocarbonetosde cadeiasmaìoresque asda gasolina,sãosubmetidas a um aquecimento(5O0oC)sobpressão (80 atm). Com ìsso,essascadeiasmâioressão rompidas,produzindohjdrocarbonetosde cadeìasmenorescorrespondentes aosda gasolina.Assìm: + c,H4

^,,

50 (ì.C/8 0a r n

Os hidrcarbonelos sasosos (CrH4, Cq1, c4H! etc.), ob ridos do ..a.khg, sãô subnelrdos a reaçôesde poììmerizaenlre molrcu Ção(âsociaÇõ€s las nenores, produziddouna úâior), obtendo{e, a$in, ma$ sasoljna, chanada sasolÈ

,CriHri + H, cHt + to],Íl";i + c,H4+ c ga;olina do c/dck,na

Atualmente,são utilizadasno c/dckrngalgumassubstâncias, tais como SiOr, Al,O,, MnO etc,, comocataìisadores, com a finalidadede obtet a gasolinaa uma temDeratura ea uma pressàobemmenores.barateando.de\\e modo, o pÍocerro,

A gosolino sint6llco PodemosobÌer, sinteticamente, uma misturade hidrocarbonetos queequivaleà gasoli na. Essa mistura recebeo nome de gasolìna sintética. Exìstemdoisprocessos deobt€nçãodagasolinasintérica,âmbossurgidosna Alemanha. 1?) PrccessoBergiusl Surgìuna AÌemanha,eÍn 1917,durantea Primeiracuerra Mundial. cÌìado Dor Friednch Beryius(1884-t949,. Con.isteno lraramento - juntamenre com hidrogè;io de carvãofinamentedìvidido e emulsionadoem ôleo, a 450"C, 200 ârm. com catalisadores Forma-se,âssim,uma misturade hidrocarbonetos, que é submetidaà desrilação, originan. do três frações: I gasolìnasìnrcricatconrèm7410de parâfinas.2210de aromáricose 4qo de oletina\ \ Easóleoou óleo dìeseÌ I resídro: estafração é recìclada,entrandoÍo processopara produzir mais gasolina Observe:

-,oo-;GBflàa

Ì

hidÌúàtxo

.arali.adoÌe.

F;-=f :fl'iLil--t:; .+

aeriracaof@;d" |_ -

gasolinasinrérica casoko re\iouo


câpíturo 1

PêÍó|êo

399

2:) Prccessode Fìscher-Tropschi Surgiu na AÌemanha, em 1933, criado por Franz Fiscàet (1877'1941)e l{ans Trcpsch é trata(1889-1935). Consistena conveÍsãodo carvãoem gásde água;este,posteriormente, 4 200"C. Dissoresultauma mislurade hide catalisadores, do com hidÍogêniona presença drocarbonetos, que é submetida à destilação fracionada, originando três fraçôes: I Pasolinasintética Oü OteOAtesel 1 SASO|?O Observe:

c + H,o -!9!q!* ,co + H:, -.-----!,cnèo

Ns deõca 200"c

CásdeáCuâ

gasolinasintética gasóleo resíduo

tem qualidadeinferior à obtidano pÍoA gasolinaobtidano processoFischer-Tropsch gasóleo, ou óleo dietel, é de qualidade supedor. c€ssoBergius; entÍetanto, o

I t-


UNID.13-APêNDICE-CAP.1-PETRÓLEO