Page 15

Como eu descobri o poder das palavras

[...] lhe será feito! Esta é uma promessa bíblica impressionante, tão impressionante que levou algum tempo para que eu a entendesse. Salomão disse: “O que guarda a sua boca e a sua língua, guarda das angústias a sua alma” (Provérbios 21.23). E Jesus disse: “Mas eu vos digo que de toda palavra frívola que os homens proferirem hão de dar conta no dia do juízo. Pois pelas tuas palavras... serás condenado” (Mateus 12.36,37). Contudo, apesar de estar familiarizado com essas citações bíblicas tão conhecidas, jamais me ocorreu que a promessa “[...] lhe será feito”, era uma espada de dois gumes: ela tanto podia agir a meu favor como podia agir contra mim, dependendo do que eu dissesse. Um dia, em 1961, o Senhor me falou exatamente como falou ao seu povo há muito tempo. Ele citou as Escrituras para mim. Primeiro, disse: “Enfadais ao Senhor com as vossas palavras” (Malaquias 2.17). Depois me falou novamente, dizendo: “As vossas palavras foram agressivas para mim”, diz o Senhor” (Malaquias 3.13). Fiquei perturbado! Como eu teria cansado o Senhor? Eu não podia imaginar como minhas palavras poderiam ter sido duras contra ele; sem dúvida eu nunca dissera nada contra o meu Senhor! Enquanto eu meditava sobre o que o Senhor poderia estar falando, o Espírito Santo, nosso grande mestre, chamou minha atenção para o fato de eu ter desenvolvido um padrão negativo de conversa. Com frequência eu utilizava as frases “eu não - 15 -

Ha poder em suas palavras | Capítulo 1  

Don Gossett mostra ao leitor como suas próprias palavras podem tornar-se condutores da energia espiritual que trarão a sua vida amor, alegri...

Advertisement