Issuu on Google+

EU TE AMO.

EU TAMBÉM


“NA CALMA AMOROSA

ABRAÇO. O gesto do abraço amoroso pode realizar, por um instante, para o sujeito,o sonho de união total com o ser amado.


DE SEUS BRAÇOS”


O CORAÇÃO CORAÇÃO. Esta palavra vale para todo o tipo de movimentos e desejos, mas o que é constante é que o coração se constitui em objeto de dom- que ignorado, quer rejeitado. 1. O coração é o órgão do desejo (o coração infla, fraqueja, etc, como o sexo), tal como é retido, encantado, no campo do Imaginário. O que o mundo, o que o outro vai fazer de meu desejo? Essa inquietude em que se concentram todos os movimentos do coração, todos os “problemas” do coração. 2 . Werther se queixa do príncipe de X: “Ele aprecia meu espírito e meus talentos mais do que este coração, que contudo é meu único orgulho [...] Ah, o que sei, qualquer outro pode saber meu coração é meu e de ninguém mais”. Você me espera onde não quero ir: ama-me onde não estou. Ou ainda: o mundo e eu não nos interessamos pela mesma coisa; e, desgraçadamente para mim, esta coisa dividida sou eu; não me interesso pelo meu espírito; você não se interessa por meu coração. 3 . O coração é o que acredito dar. Cada vez que este dom me é devolvido, é então pouco dizer, como Werther, que o coração é o que resta de mim, uma vez extraído todo o espírito que me atribuem e que não quero: o coração é o que me resta, e este coracão que me resta no coração é o coração pesado: pesado do refluxo que o encheu dele mesmo (apenas o amante e a criança têm o coração pesado).


Platão (em grego antigo: Πλάτων, transl. Plátōn, “amplo”,[1] Atenas,[nota 1] 428/427[nota 2] – Atenas, 348/347 a.C.) foi um filósofo e matemático do período clássico da Grécia Antiga. O amor platônico passou a ser entendido como um amor à distância, que não se aproxima, não toca, não envolve. Reveste-se de fantasias e de idealização. O objeto do amor é o ser perfeito, detentor de todas as boas qualidades. O Amor platônico foi compreendido como algo elevado, ligado à alma. No romantismo - sinônimo do amor inatingível do qual o amante teria a satisfação no espírito - o sentimento de

AMOR, por si só, já basta.


LOVE,


LOVE WILL TEARS US APART AGAIN


ALL YOU NEED IS LOVE


LOVE IS ALL YOU NEED


SEI

É cineasta mas ama design. No fundo quer mesmo ser poeta visual, não importa a mídia. É uma romântica compulsiva e sonha em deixar o mundo mais bonito.

MAS

LIVIA


amor