Page 1


Silvio Cerceau

1ª Edição


Ficha Catalográfica

Cerceau, Silvio, 1973-

Vinho Guardado / Silvio Cerceau. – Belo Horizonte: Literato, 2009. 176 p. ; 21 cm. (Versus). ISBN: 97-85-99885-39-0. 1.Romance brasileiro. I. Título. CDD : B869.3

Sobre o autor:

www.silviocerceau.com


Que esta obra lhe traga

a lembranรงa da pessoa amada.


Manifesto meu sincero obrigado

a toda minha famĂ­lia, a meus amigos, a meus parceiros,

aos que me inspiram mesmo sem saber. E especialmente a vocĂŞ, leitor.


“Dizem que o brinde, o tim... tim..., o som do bater das taças nasceu de uma linda história de amor. Que há muito tempo, há muitos anos, um homem e uma mulher se amavam muito... muito! Se amavam com um amor infinito. Ele, em suas longas viagens, sentia muita falta, muita saudade dela. E à noite tomava um vinho pensando nela... sempre. Numa destas noites, ele chama um dos amigos que estavam a sua volta e diz: Este vinho me traz sempre um pouco da minha amada. Ele tem a cor que me traz um pouco a cor das maçãs do rosto da minha amada. Ele tem o buquê, o aroma que me traz um pouco do perfume da minha amada. Ele tem o sabor que me traz um pouco do sabor dos beijos da minha amada. Amigo, levante a sua taça: tim...tim... Agora eu tenho o som cristalino que representa um pouco da voz da minha amada. Mas para mim, nenhum buquê, nenhum aroma, nenhum perfume, nenhum sabor, nenhum som se comparam à cor das maçãs do rosto, ao perfume, ao sabor dos beijos e ao som da voz da minha amada.” Transcrição não literal da introdução do especial de fim de ano de Roberto Carlos, exibido pela Rede Globo de Televisão em 16/12/2006.


Sem perceber, em certo momento na vida, você entrega a alguém a chave do seu coração e somente esta pessoa será capaz de fazê-lo feliz... Será seu único, verdadeiro e eterno amor, mesmo que atualmente vocês estejam em caminhos diferentes e em outros braços. Mas, depois de muitos anos, os feitos do destino podem preparar-lhe um presente...


Dedico este livro a todas as pessoas que amam sem medo e fazem deste amor um vinho guadado.


O

clima frio deixava a cidade opaca. No decorrer do

dia, a temperatura ia subindo. O tempo ia passando...

E passava, levando todas as amarguras que

insistem em enevoar os nossos dias.

De novo acordei sentindo a sua presença... parece-

me tão real. Estou totalmente voltada para você. Ah, este

será mais um daqueles dias de eterna saudade! Será um

dia sem sentido, um dia de silêncio. Após tê-lo, o vazio

apossou-se da minha vida. Lucas, meu amor, eu te amo tanto!

15


Silvio Cerceau Depois de muito lastimar-se, pegou o telefone,

discou. A cada toque, sentia um choque no coração. _Alô? – a voz soou estável.

_Quem fala? – perguntou docemente. _Com quem gostaria de falar?

_Com Lucas! Ele está? – suspirou.

_Não. Quer deixar recado?

_Não, obrigada. Ligo depois.

Júlia mantinha aquele olhar, aquele corpo em seu

pensamento.

Vestiu o casaco, pegou a bolsa e a chave do carro.

De repente, parou, sacudiu a cabeça.

Resignou de dirigir. Esperou um táxi.

Outra vez iria enfrentar mais uma audiência. A sua

tranquilidade deixava o réu seguro e, ao mesmo tempo,

preparado caso fosse condenado.

Advogada criminal está construindo uma carreira

bem sucedida.

Com vinte e seis anos, a beleza destacava-se nos

traços meigos de seu rosto e em seu semblante sereno.

Olhos negros, cabelos cacheados levemente. O tom de

pele claro. O corpo de curvas marcantes. 16


Embora o sucesso na vida profissional, na vida

sentimental anulou-se por um amor não correspondido, um sentimento triste. Depois de conhecê-lo, nunca mais

foi capaz de seguir seu rumo em pleno equilíbrio,

contudo se sentia completa mesmo com aquela ausência. Uma irrealidade que a fazia sofrer menos, e

acalentar a saudade.

Entrou rápido no táxi. O celular tocava. Jogou o

código penal para o lado. Ao ver o número, respirou fundo. Atendeu depressa.

_Alô – a voz num tom inesperado. _Júlia?

_Sim?

_Tudo bem? É o Lucas – identificou-se, fez uma

pausa. – Tudo bem com você? Me ligou?

_Sim, liguei. Que surpresa você retornar minha

ligação – quanta emoção ao escutar aquela voz. O

mundo parecia parar de girar naquele instante.

_Embora não tenha deixado recado, fui informado

sobre seu telefonema!

A conversa durou alguns minutos. Ao desligar,

permaneceu imóvel.

17


Silvio Cerceau Ah, Lucas! Meu amor maior... como preciso de você

para me sentir completa e feliz. – pensativa, bramia,

quase que deixando escapar as palavras.

A esperança de tê-lo surgia subitamente. Meras

ilusões, o seu mundo era uma tremenda ilusão. Porque

insistia naquele amor ignorado? Queria tanto entender seu sentimento.

Mora com os pais, que na realidade são visitas, já

que vivem viajando.

Ao terminar o ensino médio, entrou para a

faculdade, mas assumira sua profissão somente dois

anos depois de formada. Antes fez uma viagem pela Europa, realizando sua vontade de conhecer alguns locais nostálgicos.

Filha de um casal exemplar, perfeito. Lourdes e

Célio, engenheiros bem sucedidos. O casamento já completava trinta e cinco anos de companheirismo. A

vida harmonizava ao casal tantas surpresas.

A tradição da família, o jantar quando os pais

estavam em casa. Um ritual. Motivo de orgulho para

Célio, que adorava apreciar sua pequena prole e a

amada esposa que ainda transmitia tanto carisma e

beleza. 18


Célio, homem imperioso, rugoso, indignava-se

com os acontecimentos no mundo.

Sinto-me escravo de um sistema político. Afinal

essa é a realidade de toda sociedade. – reclamava.

Meu amor, não fique chateado com estes eventos...

– alertava a esposa.

Lourdes é distinta. Pode-se classificá-la como uma

dama da alta sociedade.

Tinha conhecimento – aquele rigor do esposo era

somente um capricho. Estava convicta de que o tempo o

faria adaptar-se aos fatos.

19


da

C

ynthia não avalia suas atitudes frias. No fim

puberdade,

ainda

tem

seus

objetivos

elusivos. Em sua cabeça um dilúvio de maldades. Foi

criada com muitos mimos, mas com uma extrema

frialdade de sentimentos. Imatura, pensa poder manejar

as pessoas a sua volta. Este se tornou o seu melhor

talento.

A mãe fora sua primeira vítima. Tratada com

gritos, palavras indecorosas e gestos agressivos. Certo

dia, a briga foi fatal.

21


Silvio Cerceau _Mãe, preciso de dinheiro para pagar alguns

compromissos e fazer compras, principalmente de roupas e joias, estou enjoada das minhas – pediu em

tom de ordem, o que era de sua natureza. _Cynthia, lhe dei dinheiro ontem!

_Já gastei tudo! Sua velha medíocre! Está

amarrando mixaria pra mim? Este dinheiro me pertence. Anda logo! – aproximou-se bruscamente.

A mãe afastou-se assustada, já fora vítima das

agressões da filha outras vezes. Tentava desviar-se. Ficou tão nervosa que sentiu-se mal. Foi internada e dias após faleceu.

Cynthia e Lucas se conheceram, por acaso, em uma

boate. A paixão logo surgiu. Os beijos, os abraços... e se amaram intensamente.

Lucas é um homem atraente, pele clara, boca

marcante, sorriso encantador. Os olhos foscos. O

sarcasmo, a indiferença em lidar com certas situações

fizeram-no um enigma indecifrável.

Na noite seguinte, reencontraram-se e jantaram.

Outra

vez

dançaram

numa

Propositalmente o provocava. 22

agitada

boate.


Quero deixar o tolo com muita vontade – pensava,

afastando-se com frieza, deixando-o atordoado de vontade.

De impulso, estavam morando juntos.

Cynthia jurava amor e fingia afinidades. Era

habilidosa em fingir.

23


E

nublado.

ncontraram-se traçadamente naquele dia

Júlia foi ao shopping comprar uma joia para sua

mãe, que na ocasião fazia aniversário. Depois de muita

indecisão, optou por um par de brincos de pérolas.

Desceu pela escada rolante com os pensamentos aéreos.

No término dos degraus, tropeçou e caiu nos braços

daquele jovem que estava indo em direção à escada de

subida. Os olhares se cruzaram. Foi fogo e paixão.

25


Silvio Cerceau Na garganta um nó amordaçado. O coração

batendo descompassado. Um anseio incompreensível.

_Cuidado, garota, assim pode se machucar – disse

ainda com ela nos braços.

_Sou meio distraída mesmo – dotava-se de razão

– Obrigada por salvar-me desta queda. _Tudo bem. Qual seu nome?

_Júlia.

_Lucas.

As mãos tocaram-se magicamente.

_Vamos tomar um suco? – convidou ele, tentando

ser gentil.

Pensou um pouco, mas não soube dizer não.

Assinara naquele instante seu atestado de tormento. dias.

Depois daquele encontro, falavam-se todos os Durante meses, todo final de tarde, a presença dele

alimentava aquela vontade de vê-lo, que sentia mesmo

sem querer.

Júlia fez deste sentimento algo extremo e nobre.

Um segredo, um alívio. Em cada respirar, a esperança.

Lucas mantinha o olhar fixo no nada. A

indiferença estampada na sua face irônica. 26


_Lucas, gosto muito de sua companhia.

– as

palavras saíram firmes, majestosas de emoção e contidas para não declarar o seu amor.

No encontro seguinte, Júlia sentiu seu sonho

realizar-se. Os corpos vencerem a razão. Jantaram juntos. Tomaram alguns drinques

E, naturalmente, foram a um hotel.

Tudo aconteceu rápido.

Primeiro o abraço forte. A seguir um beijo

demorado e saboroso. A pressa de viver tudo aquilo.

Lucas despiu-se peça por peça. O corpo de pele

alva exibiu-se aumentando o forte desejo de tocá-lo todo.

Deitou-se no tórax quente, escutou as batidas do

coração. Beijava-o sem parar, os lábios frios e pedintes

daquele ato. Desceu a boca tocando cada centímetro.

Lucas virou-se, soltou-lhe os botões um a um.

Deitou-se sobre ela e com leves movimentos se

satisfazia.

Uma

atitude

comum

masculina,

exclusivamente uma vontade momentânea. Toda exaltação foi sentida por ela naquele ilusório momento.

E tudo se repetiu durante a noite mansa.

27


Silvio Cerceau Fora a única ocasião em que o tivera realmente em

seus braços.

Acordou sentindo um aperto no peito.

Lucas tinha por ela amizade, somente uma vaga

amizade.

Você estará presente na minha vida, até que ela se

acabe – pensou ela com lágrimas nos olhos. Eu te

guardarei sempre comigo.

E assim traçaram caminhos diferentes.

Júlia rotinizou sua vida vazia. Chegava em casa

sem ânimo. Trocava algumas palavras com os pais, que assistiam ao noticiário. Passava pelo quarto da irmã, que, entretida no computador, nem percebia a porta

abrir e fechar.

Alivio e dor se misturavam.

Cada pretensão, cada toque não foram apagados.

Foram armazenados na sua memória. Preferiu não fazer

daquele sentimento uma impossibilidade. Passou a tê-lo

em sua vida, somente na imaginação, no seu mundo tão

singular. Aquele amor ficaria guardado eternamente

para, no momento certo, ser apreciado, degustado, feito

um vinho de antiga e boa safra. 28


L

ucas sentia-se frustrado e impaciente com

tudo ao seu redor. Vivia dias intolerantes.

Cynthia mostrava-se totalmente estranha e

ciumenta. Sempre articulava alguma coisa. Quando imaginava que ele estava envolvido com alguém,

armava algo para chamar sua atenção, tudo com muita

discrição. Então, Lucas voltava atrás e se aconchegava a

ela. Com vinte e dois anos, Lucas queria viver certas

aventuras que escutava, entusiasmado, os amigos descomprometidos da mesma idade narrarem. Quando

29


Silvio Cerceau conheceu Cynthia, tinha somente vinte anos. Assumir aquele namoro sério o privou de muitas coisas que um

jovem precisa viver. Por isso, às vezes, se achava insatisfeito.

O imaturo casal frequentava festas, bares e, nos

finais de semana, as casas dos amigos em comum.

Cynthia conheceu Júlia certo dia no serviço de

Lucas.

Ele temeu o pior, mas surpreendeu-se com a

delicadeza da esposa.

Passaram a se encontrar em alguns finais de

semanas.

Situação interessante...

Para Cynthia, que queria observar se aquela bela

mulher era uma rival.

Para Júlia, que encontrou uma maneira de ficar

próxima ao seu amor. Mesmo ferindo-se a cada

encontro.

Em muitas noites, Lucas se deitava no sofá com a

TV ligada, pensava em Júlia. Ela tinha tudo que lhe

despertava instintos

indefinidos. Era uma mulher

marcante, inteligente, apta a sair-se bem em qualquer 30


situação. Para tudo tinha uma opinião. Para os

problemas, logo sugeria uma solução. Sua beleza e

carisma davam-lhe forte contentamento. Ele sentia-se

tão seguro em poder contar com ela. Ao contrário, em tantas vezes sentia-se sozinho, sentia-se desamparado, a

presença da esposa nada lhe acrescentava ou garantia.

Na realidade tinha medo.

Tornou-se sócio em um empreendimento de

informática, com um amigo de infância.

Na adolescência curtiam as festas da galera com

quem estudaram. Adoravam excursões, acampamentos

em feriados prolongados. A turma se compunha de

jovens belos e elegantes. O desejo à flor da pele. Sexo era o principal objetivo desses divertimentos. As garotas

não resistiam a tanta sedução, no entanto o limite

máximo resumia-se a toques mais íntimos. O que

deixava os meninos extremamente iludidos... Nas noites

silenciosas, a fantasia explodia no próprio toque de

emoção.

Faziam da vida uma trajetória de corações

partidos. Foram amados por muitas. Foram disputados.

Mas preferiam dormir sozinhos todas as noites.

31


Silvio Cerceau Quando Lucas apresentou-lhe Cynthia, logo foi

advertido.

Cara, você arrumou uma boa encrenca.

O aviso foi ignorado. Lucas empolgou-se com

aquela garota tão experiente. De repente, o que assistia nos filmes proibidos para menores, acontecia no seu relacionamento.

Lucas não cursou uma faculdade, trazia no

pensamento – estudar não vale a pena, porque tantas pessoas lutam para se formar e sequer conseguem

exercer a profissão escolhida. Muitos destes profissionais estão atrás de um balcão em lojas e supermercados, o

salário não cobre nem as despesas do mês. Não quero

passar por isso... A inteligência não está ligada aos estudos. – Dizia quando questionado.

Ao conhecer Júlia, ele ficou indeciso entre

arriscar-se com aquela mulher tão bem sucedida, ou

continuar seu casamento falido.

Além da indecisão, apresentava também o medo

de machucá-la, porque não sabia ser fiel a ninguém.

Estava sempre ajeitando uma mentira para chegar em

casa mais tarde, para sair sozinho no final de semana. 32


Enfim, para conseguir somente um beijo desconhecido. Precisava quebrar a rotina.

Embora dono de algumas qualidades, Lucas

carregava consigo o egoísmo, o interesse próprio.

Procurava sair ganhando em qualquer situação. Criava sempre um escudo para sofrer menos com seus erros.

Seu caráter desviado. Às pessoas tentava passar uma

imagem limpa, a máscara perfeita.

Dizem por aí que as pessoas somente atraem para

si o que merecem.

Ele atraiu Cynthia, uma mulher que, para

conseguir sucesso em seu querer, fazia qualquer coisa.

Para ela, ao contrário dele, dinheiro nunca fora

problema, mas a solução. Algo não conseguido naturalmente, comprava sem importar-se com o valor,

nem que o preço fosse além de seu limite.

Em termos de caráter, formavam um perfeito

casal. Mas nenhum dos dois nunca soube das atitudes

do outro.

Tudo era extremamente confidencial.

33


FICHA TÉCNICA EDIÇÃO E SUPERVISÃO EDITORIAL: SILVIO CERCEAU ANÁLISE DE TEXTO: ANA MOAN

REVISÃO DE TEXTO: ALBA MARLI RODRIGUES GUIMARÃES EDITORAÇÃO: RYAN EMMANUEL DO CARMO CRUZ

CAPA: TÚLIO OLIVEIRA

©MMIX by Silvio Cerceau DIREITOS DE COMERCIALIZAÇÃO RESERVADOS EXCLUSIVAMENTE À EDITORA LITERATO LTDA Todos os direitos reservados de acordo com a Convenção Internacional de Direitos Autorais, com o artigo 184 do Código Penal Brasileiro, com o artigo 30 da Lei 5.988/73 e com a lei de direitos autorais, 9610/98. É proibida a reprodução total ou parcial deste livro, sejam quais forem os meios empregados, tais como eletrônico, mecânico, fotográfico, gravações, ou quaisquer outros, sem permissão por escrito da editora.As informações e opiniões expressas ou insinuadas nesta obra pertencem aos seus respectivos autores e não representam, necessariamente, à visão do editor ou da Editora Literato. Nem o editor, nem os seus funcionários, diretores, empregados, agentes, distribuidores ou associados são responsáveis ou susceptíveis de ser responsabilizados por qualquer prejuízo (diretos, indiretos, eventuais ou extraordinários) que possa resultar ou estar relacionado com qualquer informação contida nesta obra, nem assumem qualquer responsabilidade por qualquer imprecisão ou omissão. Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com nomes, datas e acontecimentos reais terá sido mera coincidência.

versus@editoraliterato.com www.editoraliterato.com


Vinho Guardado  

9788599885390 Silvio Cerceau Degustação

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you