Page 1

1


I Em nossa 1ª aula demostramos que Igreja Visível é uma Instituição Divina, demonstramos como ela surgiu e comentamos que o embrião da Igreja foi com o chamado Abrão onde DEUS o separou para formar um povo com uma missão especial; em nossa 2ª aula discorremos sobre as lideranças e formas de governo da Igreja Visível, e concluímos dizendo que a melhor forma de governo é a que tem CRISTO como o Líder Máximo e a Bíblia como única regra de Fé e pratica. Todas as formas seculares de governo são corretas desde que não percam o “eixo” do Evangelho, a respeito da liderança dissemos que a função máxima de um Líder dentro da Igreja Visível e SERVIR. Hoje veremos mais algumas perguntas: Pergunta 05: Por que as Igrejas Evangélicas são tão divididas? Quando não se conhece as diferenças entre uma Igreja Evangélica fica fácil generalizar e até mesmo ironizar dizendo que todas usam a mesma Bíblia, todas se intitulam a dona da verdade, de certo modo estes críticos tem razão, a Palavra que melhor explica este numero tão grande de denominações Cristã é DIVERSIDADE (“variedade e convivência de ideais variáveis em torno de um mesmo assunto” dicionário Aurélio).

Para entendemos esta diversidade tão grande de Igrejas cristãs, se faz necessário compreender como DEUS trabalha. Vamos citar apenas 02 exemplos: 1ª – DEUS para formar o povo judeu, primeiro ele escolheu alguns homens, que foram chamados de Patriarcas, através destes DEUS formou estes povo que tinha uma Missão especial, á um deles (Jacó), DEUS concedeu 12 filhos, Jacó no seu leito de morte profetizou sobre a vida dos seus 12 filhos (Gn.49.) quando lemos o texto é fácil notamos que cada filho tinha sua característica particular, tais como: temperamento, fidelidade ao pai e habilidades, dons etc., mesmo sendo filhos do mesmo pai. 2ª - Agora mais recente, foi nas escolhas dos Apóstolos, CRISTO escolheu 12 homens totalmente diferentes de nível cultural, profissão etc.. Aqui já podemos aprender algo: Qual foi o critério adotado nestas 02 escolhas? O critério não foi humano, mas sim Divino. Total SOBERANIA se DEUS, tudo para que não houvesse vangloria humana. 2


Com estes dois exemplos começa ficar mais fácil entendermos que DEUS gosta das Diversidades. Outro exemplo que podemos citar é que a Diversidade de Igrejas não é recente, poderíamos dizer que na Igreja Apostólica também havia Diversidades, basta lermos a 1ª Carta de Paulo aos Corintos e vamos notar que já existia alguma discordância entre eles: 1ª Co.3. 4 Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; porventura não sois carnais? 5 Pois, quem é Paulo, e quem é Apolo, senão ministros pelos quais crestes, e conforme o que o Senhor deu a cada um? 21 Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso; 22 Seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro; tudo é vosso, 23 E vós de Cristo, e Cristo de Deus. Outra tendência dentro da Igreja Apostólica eram os polêmicos judaizantes que eram aqueles que queriam impor a Lei aos gentios recém-convertidos. Se não bastassem isto tinham também a pressão e perseguição do Império Romano que durou até o sec. III ate que o então Imperador Romano Constantino vendo que não conseguia acabar com a Igreja e num ato para fortalecer o seu governo chama a Igreja para participar do Governo, que então de perseguida passou a ser protegida, com isto a Igreja, a esta altura que já era forte se fortaleceu mais a ponto de ficar mais forte que o próprio Governo. O então Império Romano já dividido ruiu, mas a Igreja continuou forte e interferindo nos governos e desviando-se totalmente do eixo central do Evangelho, até que no sec.XVI veio uma proposta de um seguimento da própria Igreja de uma reforma urgente da Igreja para recoloca-la no “eixo” do Evangelho. A proposta não foi aceito pelo auto clero o que culminou em uma divisão da Igreja no sec. XVI. Nasce ai uma nova Igreja, que ficou conhecida como “Os Protestantes”. Poucas décadas depois o movimento Protestante já estava sacudindo todo o mundo antigo, se não bastecem surge na Inglaterra um novo movimento religioso Cristão que não era nem Católico Romano e nem Protestante: Eram os Anglicanos. Em todos estes países surgiu uma Igreja Visível, todas com o caráter Protestante, na Alemanha, os Luteranos; Suíça e França os Calvinistas na Inglaterra Zwinglio, Escócia Knox, etc., porem começa também surgir dentro destas Igrejas, outros movimentos (calvinistas, anabatistas, arminianos, pietistas, metodistas e etc...), poderíamos então dizer que as Igrejas ditas Evangélicas Protestantes também nasceram divididas. Mais tarde, já no final do sec. XIX, nos U.S.A., surge outro forte movimento: “Os Pentecostais”. Até então, todas estas divisões tinham um caráter doutrinários, e ai as divisões não parou mais. Infelizmente o que vemos hoje é muito diferente, os motivos são outros, não mais os doutrinários, mas sim o desejo pelo poder, predominância de ideias pessoais e o pior: beneficio financeiro. Quanto ao Catolicismo Romano, que se intitula “uno”, e que apesar de ter na figura do Papa o líder máximo, o que vemos é que também está fragmentado nas ditas “ordens religiosas” que controlam as Igrejas e disputam entre sí poder politico interno na indicação de Bispos, que forma uma base maior, Arcebispos e chegando nos Cardeais que escolhem o Papa. Considere também que dentro da Igreja Romana desde o sec.III já havia as linhas diferentes de pensamento tais como de Pelágio depois de Agostinho etc... Se não bastasse toda esta hierarquia politica religiosa, e linhas de pensamento, existem também as disputas no interior das Igrejas onde cada grupo (pastoral) disputa poder na paroquia, em fim, o Catolicismo Romano é “uno” apenas no nome. 3


Como podemos ver, fica fácil para um ateu, ou um não informado, criticar a Igreja Visível, e quando não temos esta visão fica difícil nos defendermos sobre as nossas “diferenças”. Com todos estes fatos históricos em mente, temos também a orientação que o Apostolo Paulo dera a Igreja de Éfeso onde ele deixa bem claro que somos parte de um “corpo” no qual a cabeça é CRISTO. Ef.1.21-23 Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, Que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos. Paulo usou aqui uma figura de linguagem onde ele compara a Igreja de CRISTO como um “corpo”. Como sabemos todo corpo é composto de muitos órgãos e que cada um destes tem sua característica própria e função, mas todos trabalham com uma única finalidade, manter o corpo vivo. Este simples exemplo é mais um exemplo para entendermos a diversidade de Igrejas cristãs. Todas as Igrejas Cristãs tem algo em comum: manter o “corpo” de CRISTO vivo impactando o mundo com a mensagem do Evangelho e não mandar no mundo. A existentencia de varias denominações não anula a unidade da Igreja. Quando se fala das DIFERENCAS que existem entre uma Igreja e outra, na realidade esta se referindo a DIVERSIDADE, ou seja, a variedade de ideias dentro de um mesmo conceito, ângulos de visão diferente, a DIVERSIDADE está intimamente ligada com a pluralidade, diferenças e etc. Outra forma de respondermos a respeito da Diversidade de Igrejas vem de uma resposta de um dos lideres da Reforma do sec, XVI, quando lhe perguntaram: Mas qual a melhor Igreja a seguir? (ou qual Igreja agrada a DEUS?) A qual a exposição da Palavra de DEUS ocupa a maior parte do culto. Aquela que aplica os Sacramentos fielmente. (Batismo e Ceia). • E a que tem um código disciplinar. • •

Considerações finais: Infelizmente o que vemos hoje, com o avanço da TV, são “lideres” ocupando grande espaço na mídia para autopromoção e com isto tirarem benefícios econômicos, políticos etc.. Estes teles pregadores estão DILUINDO, ou REESCREVENDO o IMUTAVEL EVANGELHO, criando e distorcendo as “velhas” e atuais Doutrinas Bíblicas, quando entram na politica se contaminam com os “manjares do rei” se esquecendo de que esta “delicia é fatal”. Não isento as ditas Igrejas Tradicionais (Presbiterianas, Batistas, Metodistas) a qual pertenço, estas também estão negligenciando nos ensino da Palavra de DEUS, dedicam maior tempo nas Escolas Dominicais com temas atuais tais como aborto, divorcio, maior idade penal, casamento gay e etc, não que eles não sejam importante, mas as “velhas” e IMUTAVEIS DOUTRINAS BÍBLIAS como Regeneração, Arrependimento, Fé, Justificação, Batismo e outras, não podem serem esquecidas, eu participei de uma Escola 4


Dominical que se estudava a Bíblia, diria também que um crente que não conhece Doutrina Bíblica, é um crente vulnerável (não confundamos Doutrinas Bíblicas com tradições e costumes). Alguns textos que nos alertam a respeito da importância do conhecer as ESCRITURAS SAGRADAS: Mt.22.29 jesus, porém, lhes respondeu: Errais, não compreendendo as Escrituras nem o poder de Deus; Hb.3.10. Por isto me indignei contra essa geração, e disse: Estes sempre erram em seu coração, e não chegaram a conhecer os meus caminhos. Jo.5.39 Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim; Jo.15.15 Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas chameivos amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos dei a conhecer. Je.9.6. A tua habitação está no meio do engano; pelo engano recusam-se a conhecer-me, diz o Senhor. Os.4.6. O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos. Permitam eu fazer uma releitura deste texto de Oseias: “O meu povo está se destruindo, porque estão rejeitando o ensino Bíblico, também EU o rejeitarei, não serão sacerdotes diante de MIM; porque ME esqueceram; EU também vou lhes esquecer.” Perguntas para reflexão: 1) Sua Igreja Visível está no “eixo” do Evangelho? R) Se você respondeu que sim: Gloria a DEUS, se não tente uma reforma. 2) Você se considera parte do verdadeiro “corpo” de CRISTO? Se sua resposta foi sim, lembre-se todo órgão por menor que seja tem uma função, qual é a sua? Nunca se esqueça de que a maior função no “Corpo de CRISTO” é servir, e um órgão que não serve; não serve. 5


3) E os ensino Bíblico na sua Igreja? 4) E a sua vontade de aprender? Em tempo: Sempre que você estiver se sentindo inútil ou imperceptível dentro do “Corpo de CRISTO”, lembre que a hipófise é uma pequena glândula escondida no interior do crânio humano, quando ela não exerce sua função corretamente todo o corpo sofre independente do tamanho e idade deste corpo.

Diácono Pedro Eduardo Corona Igreja Batista Link Church – Londres (UK) Março de 2013.

Se você caro Irmão leitor tem alguma pergunta, duvida ou sugestão de tema, entre em contato conosco usando nosso site: www.linkchurc.net, e conheça nosso trabalho aqui em Londres. E que DEUS nos mantenha e nos de disposição para continuar debruçado sobre SUA PALAVRA. Próxima aula: Igreja de Jerusalém.

6


7

Aula 38: A Unidade na Puridade  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you