Page 1

FESTA DAS TROMBETAS

1  


Esta Festa marca dois eventos importantes para o povo judeu: 1ª o inicio de um Novo Ano judaico e o 2ª a preparação para o “Yom Kippur”. Lv. 23:24: Fala aos filhos de Israel, dizendo: No sétimo mês, o primeiro dia do mês, será para vós descanso solene, memorial de toque de Shofar, convocação de santidade Nm. 29:1: E no sétimo mês, no primeiro do mês, convocação de santidade haverá para vós; nenhuma obra servil fareis; dia do toque do Shofar será para vós. O mês é o Tishrei, e o dia é 1ª, neste ano de 2012 iniciará no por do sol do dia 16 Setembro e se estenderá até o por do sol do dia 26 Setembro, onde se inicia o temível dia do “Yom Kippur” – Dia do Perdão. O “Shofar” deverá ser tocado no por do sol do dia 15 Setembro 2012, lembre que o dia judeu termina com o por do sol. As comemorações iniciam-se no interior dos lares onde é servido um cálice de vinho acompanhado de um pão redondo simbolizando o inicio do ano, este pão deve ser mergulhado ao mel juntamente com maças doces, tudo simbolizando a esperança de um ano vindouro bastante doce, algumas famílias mais tradicionais também se alimentam de cabeça de peixe. Diríamos que o proposito mais importante da Festa das Trombetas é a preparação para o “Yom Kippur”, onde todo judeu religioso ou não se chega ate DEUS com suplicas de perdão por pecados cometidos APENAS contra o CRIADOR. Segundo o “Talmude”, (grande coletânea de decisões rabínicas sobre a Torah, ética, costumes e historia judaica), estes 10 dias são dias de reflexão, de exame profundo da alma, são dias de arrependimento do que fez ou deixou de fazer contra o próximo, todo judeu deve fazer uma retrospectivas cuidadosa em sua mente e avaliar suas ações sempre em relação ao próximo e se alguma ofensa ou mal foi cometido, o judeu deve procurar o seu desafeto e tentar uma reconciliação se possível, se não foi possível, no mínimo deve pedir perdão. Este pedido tem que ser sincero, não é um perdão na mente tem que ser pessoal, “olho no olho”. O judeu tem 10 dias para refletir, só ai ele poderá chegar a DEUS e pedir perdão de tudo o que fez contar DEUS. Reforçando: Não basta ficar apenas no arrependimento, tem que existir um perdão sincero e um proposito de mudança de estilo de vida. Estes 2  


10 dias também são chamados de “dia do esplendor”. Na oração que JESUS nos ensinou ELE nos orientou neste sentido “perdoe nossas dividas, assim como perdoamos os nossos devedores”, veja, primeiro nos temos que pedir perdão aos nossos desafetos, só depois irmos a DEUS, ai entra o pecado que DEUS não pode perdoar, é o pecado que cometemos contra nosso próximo, DEUS só perdoa pecados cometido contra ELE, o pecado que cometi contra meu próximo, primeiro eu tenho que me acertar com ele e só depois com DEUS, não façamos o caminho inverso. Vamos abrir um parêntese e comentar resumidamente a respeito do PECADO. No geral os dicionários da Língua Portuguesa definem pecado como transgressão de algum preceito religioso e seguem uma lista de forma de pecado. Quando estudamos a lei de DEUS (Torah), veremos que ela nos fala de duas (02) formas de pecarmos. 1ª o DELIBERADO (de proposito) 1Sm.2.25. Se um homem pecar contra outro homem, os juízes poderão intervir em seu favor; mas, se pecar contra o Senhor, quem intercederá por ele? " Seus filhos, contudo, não deram atenção à repreensão de seu pai, pois o Senhor queria matá-los. O texto está se referindo ao filhos do Sacerdote Eli que agiram propositalmente contra as Leis de DEUS. 1Sm.13.13-14. Disse Samuel: Você agiu como tolo, desobedecendo ao mandamento que o Senhor seu Deus lhe deu; se você tivesse obedecido, ele teria estabelecido para sempre o seu reinado sobre Israel. Mas agora seu reinado não permanecerá; o Senhor procurou um homem segundo o seu coração e o designou líder de seu povo, pois você não obedeceu ao mandamento do Senhor. O Rei Saul, também foi outro que conhecia a Lei e propositalmente pecou contar DEUS e não obteve perdão o perdão. Nm.15.30,31. Mas a pessoa que fizer alguma coisa atrevidamente, quer seja dos naturais quer dos estrangeiros, injuria ao SENHOR; tal pessoa será extirpada do meio do seu povo. Pois desprezou a palavra do SENHOR, e anulou o seu mandamento; totalmente será extirpada aquela pessoa, a sua iniquidade será sobre ela. (gifo é meu) Neste texto inclui também os nãos judeus. O pecado PROPOSITAL são os decididos, os premeditados, o individuo sabe o que estava fazendo e tem a consciência das consequências: de acordo com a Torah de DEUS, este não teria perdão. Vai depender exclusivamente de DEUS.

3  


2ª Tipo de pecado: IGNORANCIA. Nm.15.27-29 E o sacerdote fará expiação por toda a congregação dos filhos de Israel, e lhes será perdoado, porquanto foi por ignorância; e trouxeram a sua oferta, oferta queimada ao SENHOR, e a sua expiação do pecado perante o SENHOR, por causa da sua ignorância. Será, pois, perdoado a toda a congregação dos filhos de Israel, e mais ao estrangeiro que peregrina no meio deles, porquanto por ignorância sobreveio a todo o povo. E, se alguma alma pecar por ignorância, para expiação do pecado oferecerá uma cabra de um ano. E o sacerdote fará expiação pela pessoa que pecou, quando pecar por ignorância, perante o SENHOR, fazendo expiação por ela, e lhe será perdoado. Para o natural dos filhos de Israel, e para o estrangeiro que no meio deles peregrina, uma mesma lei vos será, para aquele que pecar por ignorância. Este tipo de pecado é o contrario do DELIBERADO, continua sendo pecado, porem foi cometido involuntariamente, se houver arrependimento sincero haverá perdão. Como já vimos, no “Yom Kippur” DEUS pode perdoar até mesmo pecado contra ELE se a suplica foi realmente verdadeira e se houve uma mudança de atitude. Minha pergunta é: (reforçando) “Será que existe algum pecado que DEUS não tem como perdoar?” R) SIM. São os pecados que cometemos contra nosso semelhante, tipo: calunia, difamação, cobiça, etc., estes não têm como DEUS perdoar, até que tenha sido tentado uma reconciliação ou o reparo do dano causado, só depois desta tentativa de reconciliação ou reparo é que DEUS entra no perdão. Ai entra os 10 dias de reflexão antes do “Yom Kippur”. Minha pergunta é: Como DEUS vai nos perdoar se nós não perdoamos aqueles que nos tem ofendido e nem muito menos pedimos perdão a aqueles que nós ofendemos? Para nós recebermos o perdão de DEUS pelas nossas ofensas contra ELE primeiro temos que pedir perdão ou liberar perdão; guarde bem isto querido Irmão.

Voltando na Festa das Trombetas: No contesto da Torah. 4  


O símbolo mais importante desta Festa das Trombetas é o “SOFAR” que nada mais é do que uma rustica trombeta feita de chifre de carneiro, que pode variar de tamanho,

deve ser soada em todos os 10 dias que antecedem o Grande Dia – “Yom Kippur”. Lembrem que o dia judeu termina com por do sol, e ai se inicia um novo dia, portanto o “SOFAR” é tocado nestes 10 dias ao por do sol. O sentido básico é o de avisar, alertar os moradores. O “Shofar” não é somente tocado na Festa das Trombetas, ele acompanha todas as Festas Bíblicas ou em alguma ocasião especial, trata-se de um instrumento profético que simboliza verdades espirituais tremendas. II Sm 6:15. Assim Davi e toda a casa de Israel subiam, trazendo a Arca do Senhor com Júbilo e ao som de trombeta. Nm.10.7-9 Para ajuntar a congregação, tocar-se-á sem retinir. Os filhos de Arão, os sacerdotes, tocarão as trombetas. Será isto para vós e para vossas gerações em estatuto perpétuo. Quando na vossa terra sairdes a pelejar contra o inimigo que vos oprime, tocareis as trombetas retinindo, e perante o Senhor vosso Deus haverá lembrança de vós, e sereis salvos de vossos inimigos. (grifo e meu) O Ap Paulo nos fala de uma importantíssima ocasião para nos cristãos, onde o “Shofar” será tocado e todos nós ouviremos. 1Ts.4.16-17. Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre.

5  


O Shofar será bastante usado por ocasião dos juízos de DEUS sobre a Terra e os homens: Ap. 8:7, 8, 10, 12; Ap. 9: 1,13; Ap. 9:11-15 -São as 07 Trombetas Existe todo um simbolismo em torno do toque do Shofar, nós vamos citar apenas 03. 1ª Provisão de DEUS, 2ª Socorro sobrenatural de DEUS: Nm 10:9: Quando em sua terra vocês entrarem em guerra contra um adversário que os esteja oprimindo, toque os shofares; e o Senhor, o Deus de vocês, se lembrará de vocês e os libertará dos seus inimigos. 3ª Anuncia a volta do Messias, Jesus Cristo: Mt.24.31 E ele enviará os seus anjos com grande som de trombeta, e estes reunirão os seus eleitos dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus. Porque se usa o chifre de carneiro? Js.6.4: Sete sacerdotes levarão sete trombetas de chifres de carneiros diante da arca... O texto se refere ao cerco da cidade de Jericó. A tradição judaica coloca o carneiro e não outro animal, devido ter sido um carneiro amarrado pelo chifre que DEUS proveu para salvar a vida de Isaque, quando DEUS provou a Fé de Abrão. Moises também usou trombeta de prata batida. Nm.10.1,2 "Disse o Senhor a Moisés: Faze suas trombetas de prata batida..."

Conclusao: Infelizmente, nós os Evangélicos, não conhecemos os significado das Festas Bíblicas, elas não estão na Bíblia por acaso, como vimos elas nos mostram grandes verdades essenciais para nossa Salvação. Eu já vi Pastores trazendo para dentro de suas Igrejas algum tipo de símbolo judaico (shofar, bandeira, kipar, menora ( candelabro de 7 pontas), etc), não vejo mal algum nisto, desde que as pessoas não vejam nestes objetos uma condição para a salvação e nem prometa através destas coisas tornar alguém mais espiritual. Por exemplo, celebrar uma festa judaica na igreja como representação simbólica do período vetero-testamentário nada tem de mais, muito pelo contrario será extremamente pedagógico, no entanto, colocar isso como obediência de mandamento é certamente abandonar a Graça de Deus e voltar á Lei. Sempre que você observar qualquer coisa que faça sombra na Cruz de 6  


CRISTO

seja

ANATEMA,

fuja

dele,

e

que

o

SENHOR

nos

livre.

Diácono Pedro Eduardo Corona. Igreja Batista Link Church – London – UK 11/2012

Se você tem alguma pergunta ou sugestão, use nosso site: www.linkchurch.net

(por sugestão nosso próximo tema será as Viagens Missionaria do Ap Paulo)

7  

Aula 25: Festa das Trombetas  

Mais uma aula

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you