Page 1

1  


Na Festa da Pascoa o sangue do cordeiro livrou o povo hebreu da morte e deu a liberdade ao povo que viviam escravos no Egito; o “Sangue de CRISTO” na cruz também nos deu liberdade e nos livrou da escravidSão do pecado. Na Festa das Colheitas vimos que era uma Festa solidaria e aberta a todos e isto nos aponta para CRISTO que também num gesto de solidariedade enviou o Seu Espirito Santo que nos fez também herdeiros de DEUS e esta batendo a porta de todos os corações e quem abrir para que ELE entra e ceia. Hoje veremos a FESTA DAS CABANAS, que também pode ser chamada de TABERNACULOS.

Lv.23.33-36 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, dizendo: Aos quinze dias deste mês sétimo será a festa dos tabernáculos ao SENHOR por sete dias. Ao primeiro dia haverá santa convocação; nenhum trabalho servil fareis. Sete dias oferecereis ofertas queimadas ao SENHOR; ao oitavo dia tereis santa convocação, e oferecereis ofertas queimadas ao SENHOR; dia de proibição é, nenhum trabalho servil fareis. Neste texto notamos claramente que diferentemente da Festa das Colheitas que não tinha um dia fixo pois dependia da Pascoa, a Festas das Cabanas tem o seu dia fixo: 15 do mês 7ª (Tishri: Setembro-Outubro), e durava 07 dias, ou seja, do dia 15 ao dia 22 do mês Tishri, sendo que no 1ª dia era feriado nacional. Se continuarmos lendo o texto veremos mais detalhes desta Festa. Respondendo uma pergunta em aberto na aula passada esta Festa, como a das Colheitas, também passou a ser comemorada só depois que entraram na Terra Prometida. Lv.23.39-44 Porém aos quinze dias do mês sétimo, quando tiverdes recolhido do fruto da terra, celebrareis a festa do SENHOR por sete dias; no primeiro dia haverá descanso, e no oitavo dia haverá descanso. E no primeiro dia tomareis para vós ramos de formosas árvores, ramos de 2  


palmeiras, ramos de árvores frondosas, e salgueiros de ribeiras; e vos alegrareis perante o SENHOR vosso Deus por sete dias. E celebrareis esta festa ao SENHOR por sete dias cada ano; estatuto perpétuo é pelas vossas gerações; no mês sétimo a celebrareis. Sete dias habitareis em tendas; todos os naturais em Israel habitarão em tendas; Para que saibam as vossas gerações que eu fiz habitar os filhos de Israel em tendas, quando os tirei da terra do Egito. Eu sou o SENHOR vosso Deus. Assim pronunciou Moisés as solenidades do SENHOR aos filhos de Israel. Vários detalhes podem ser observados neste capitulo: 1- Data: 15 de Tishri 2- Estação de colheita de frutos 3- Tempo de duração: 07 dias 4- Feriado nacional: no 1ª dia da Festa e no dia seguinte depois da Festa 5- Colheita de ramos de arvores para fazer a “cabana” 6- Estatuto perpetuo 7- Habitar em “Cabanas” por 07 dias 8- Lembranças da saída do Egito e da peregrinação 9- Foi DEUS que deu este estatuto 10- Se comia muita carne, não se comia pães.

Esta Festa foi criada para que gerações futuras (pós-peregrinação no deserto) soubessem que o povo viveu por 40 anos em frágeis tendas no deserto e mesmo assim DEUS os protegeu, também é uma Festa perpetua e obrigatória a todo judeu capaz ao trabalho. É conhecida na comunidade judaica com o nome de “Sucote” (tendas) e é praticada por muitos judeus exatamente como manda o ritual ate os dias de hoje onde montam suas cabanas muitas vezes no terraço ou no quinta da própria casa e passam os 07 dias comendo mais carnes. A carne é pra lembrar as codornizes que o SENHOR enviou no deserto. A cabana tem que ser confeccionada com as próprias mãos é pequena e frágil, o maior detalhe é o teto, não pode ser totalmente vedado.

3  


Perguntas: 1ª - Por que se comemora a Festa das Sucote (Festas das Cabanas) no mês de Tishrei e não no mês de Nissan, sendo que o Êxodo se iniciou no mês de Nissan. R) Inúmeros motivos já foram mencionados, o mais logico vem dos sábios judaicos, o mês de Nissan é mês de primavera em Israel, céu limpo e noites agradáveis, por este motivo DEUS o escolheu para retirar o povo do Egito, o mês de Tishrei é o inverso e muito frio, chuvoso e noites longas, com isto DEUS faria o povo refletir o sofrimento do povo, gerações futura poderiam sentir na pele e refletir o que o povo passou e concluir se não fosse a “mão” de DEUS eles não teriam suportado.

2ª - Por que de uma tenda feita com ramas de arvores? A explicação mais logica e teológica é: •

As ramas era o material que tinham disponível, existem algumas explicações a respeito das arvores e seus significados, Neemias (Ne.8.15) as mencionam.

Lulav - (tamareira); Etrog - (cidra); Mirto; Salgueiro CIDRA - tem gosto e aroma - representa um judeu com conhecimento da Torah e bons atos. TÂMARA - tem gosto, mas não tem aroma - representa um judeu com conhecimento somente. MIRTO - não tem gosto mas tem aroma - representa um judeu sem conhecimento da Torah, mas com boas ações. SALGUEIRO - não tem aroma e nem gosto - representa um judeu sem conhecimento e sem boas ações. Existe um detalhe muito importante: as “cabanas” não podiam ter o teto totalmente fechado, com isto eles podiam observar o céu. A explicação mais 4  


teológica é para visualizar a “Nuvem de Gloria”. Quando o Povo saiu do Egito DEUS enviou duas “Nuvens” que protegia e guiava o acampamento, e elas tinham que serem vistas mesmo quando estivessem dentro de suas tendas. Ex.13.21,22 E o SENHOR ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os iluminar, para que caminhassem de dia e de noite. Nunca tirou de diante do povo a coluna de nuvem, de dia, nem a coluna de fogo, de noite. A ausência do teto era justamente para poderem observar a proteção DIVINA que permaneceu até entrarem na Terra Prometida. Vamos abrir um parêntese: Yom Kippur Existiu um momento que as nuvens desapareceram. Quando fizeram um bezerro de ouro para adorar, DEUS se irou e afastou-se do acampamento, ficou só sobre a tenda de Moises fora do acampamento –Ex.33.7-10. Moises ora desesperadamente a DEUS pedindo o perdão do povo e DEUS perdoa, era o dia 10 do mês de Tishrei, este dia é lembrado ate os dias de hoje como o “dia de perdão”, ou “Yom Kippur”. Na nossa próxima aula vamos falar sobre o temível dia do Yom Kippur. Lição: Que lições podemos tirar para nós como Igreja de CRISTO? 1ª - Proteção Divina: As cabanas eram frágeis, independentes disto o povo viveu 40 anos no deserto sob a proteção de DEUS, durante os 40 anos não lhes faltaram o necessário para sobrevivência. DEUS providenciou de duas formas maravilhosas todo sustento: • •

Fornecimento de alimento necessário para sobrevivência (mana, codornizes, agua), Manutenção daquilo com que saíram do Egito, as roupas, calçados não se estragavam, não se explica a respeito do crescimento de crianças, talvez havia uma troca entre eles.

Reflitam: Tanto o “mana” como as codornizes não podiam ser armazenados, tinham que serem comidos no mesmo dia, DEUS não deixou que faltassem os alimentos. As 5  


nossas vidas tem que ter o espirito da Festa das Cabanas não apenas uma vez por ano, como fazem os judeus, mas 365 dias por ano, lembro que nossa “cabana” também não tem teto, o que nos possibilita enxergar a “Nuvem de Gloria” a todo tempo nos protegendo 24 horas. Por mais que nossa “cabana” tenha aparência de frágil, nós temos um DEUS que está nos suprindo o necessário para nossa sobrevivência. Assim como a vida dos que saíram do Egito foi uma sucessão de milagres, a nossa também é, se do interior de nossa “cabana” nós visualizarmos a “Nuvem de Gloria” que nos rodeia 24h por dia, com toda certeza DEUS nos protegera das ações do tempo (chuvas, tempestades, calor, frio, escuridão, doenças, desemprego, etc) providenciara o sustento diário e nós entraremos também na “Terra Prometida”. Lembre que a “Promessa” de DEUS ao seu Povo, não foi uma vida fácil, ausente de dificuldade, a SUA promessa foi entrar na “Terra Prometida”. Não se preocupe com a fragilidade de sua “Cabana”, lembre que foi DEUS que te deu e ELE estará te protegendo. AMEM? Diácono Pedro Eduardo Corona Igreja Batista Link Church, Londres UK - 11/2012

Caso queira fazer alguma pergunta ou sugestão use nosso site: www.linkchurch.net

6  


7  

Aula 22: Festa das Cabanas  

Mias uma aula sobre as festas do antigo testamento

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you