Issuu on Google+

Jornal

Linha Popular aqui Camboriú é notícia

Ano V - nº 225

www.linhapopular.com.br

@LinhaPopular

Siga-nos no twitter

Camboriú, 12 de julho de 2013

Debate sobre a emancipação do Monte Alegre ganha força Uma comissão de moradores está estudando processo de emancipação. Esta semana, eles conversaram com a prefeita Luzia Coppi Mathias e vereadores do distrito. Preocupação é com a viabilidade econômica da nova cidade

R$1

Página 5

Saúde Hospital de Camboriú deixa de realizar partos à noite PÁG. 17

Política Os gastos com diárias da Câmara de Vereadores PÁG. 6

Cidade Pais recorrem ao MP por vagas em creches

Fernando Assanti/LP

PÁG. 9

Lideranças do bairro discutiram sobre a emancipação do distrito

Perfil: Conheça a história de Alfredão

Pág. 16


2

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Opinião

Editorial

Charge

Emancipação do Monte Alegre

A

discussão sobre a possibilidade de emancipação do Monte Alegre segue ganhando força dentro do distrito. Nesta semana, um grupo de moradores e empresários locais participou de uma reunião com a prefeita, vice-prefeito e vereadores eleitos nos bairros que compõem o distrito para debater o assunto. A comunidade está realmente envolvida no processo e busca articulação política para que a emancipação seja concluída o mais rápido possível. Não há dúvidas de que esta é uma vontade popular antiga e que, a cada ano, tem ficado mais consistente entre os moradores. Os argumentos para que haja esta separação vão desde a falta de serviços básicos como bancos e correios, até a falta de atenção do Poder Público no que diz respeito à segurança e infraestrutura. É legítimo que a população local e agentes políticos constituídos briguem para que esta emancipação aconteça. Porém, há de se ponderar que esta separação também trará prejuízos ao distrito e ao restante da cidade de Camboriú. Com a arrecadação – que já é

pequena – dividida, teremos menos possibilidades de investimentos e menos poder de endividamento, o que prejudicaria a busca de recursos federais nas duas cidades. Além disso, com os mesmos recursos com que hoje mantemos uma estrutura de Prefeitura e uma Câmara de Vereadores, teremos que manter duas máquinas públicas funcionando. É preciso avaliar ainda a capacidade de expansão e crescimento do novo Monte Alegre e qual rumo econômico este novo município irá tomar. Em Camboriú, passados 129 anos de criação, a vocação para a indústria e o turismo rural só agora começam a despontar. Será que não seria melhor o Monte Alegre andar de mãos dadas com este norte econômico? Enfim, as dúvidas são diretamente proporcionais à vontade da população em separar as cidades. O importante agora é que este processo seja encaminhado com responsabilidade para que no futuro próximo as consequências das decisões tomadas hoje não seja uma queda na qualidade de vida de toda a população.

Editora

Chargista

Naiza Comel - Mtb/SC 2899 JP

Leandro Francisca

Redação

Contato

Gustavo Zonta - Mtb/SC 3428 JP Fernando Assanti - Mtb/SC 3424 JP Stefani Ceolla

Tel.: 3365-4893 Cel.: 9983-0763

Redação redacao@linhapopular.com.br linhapopular@gmail.com

Tiragem 2 mil exemplares

Site www.linhapopular.com.br

Sede Rua Maria da Glória Pereira, nº 149 - sala 102 - 2º piso Centro - Camboriú CEP 88340-000

As opiniões expressas em artigos e colunas não representam a opinião do jornal e são responsabilidade de seus autores.

Impresso na Gráfica Rio Sul

Este jornal integra o CCJ - Cadastro Catarinense de Jornais

- PERIODICIDADE SEMANAL -

Crônica Vir dormindo pela estrada e a estrada

F

ui caminhando ressabiado pelas ruas da cidade, tudo estava tão mudado. Havia mais prédios e asfalto onde antes reinava um certo assentamento natural das coisas: as pessoas viviam no chão, não empoleiradas em segundos, terceiros, décimos andares e a água da chuva se entranhava de volta na terra; agora não e eu fiquei meio assim. As ruas tinham os mesmos nomes e a princípio eu não pude concordar com aquilo. Tudo mudara tanto que a rua não era a mesma e aquele nome não era só antiquado, parecia mentiroso. “Emanoel Pinto? Não, deve haver algum engano. Cadê o mercadinho, a escola de datilografia, a casa do seu Humberto?”. Tive que desconstruir rotas: quando quis um sorvete eu tive que dar com um prédio comercial e perguntar se alguém sabia de alguma sorveteria. Só no shopping, disseram. Que shopping? Aqueles que eu encontrava eram velhos fantasmas, rostos refeitos, transformados pelo tempo. A um só tempo despertavam e desfaziam a minha memória, impunham-se estranhamente à minha passagem com cabelos brancos e rugas antes inexistentes; aos meus breves olhares mudavam pra sempre a imagem que deles eu vi-

nha conservando com o passar dos anos e eu tinha impressão de que eu mudava junto – em mim também surgiam súbitos e desconcertantes vincos no rosto. Eu achava que os encontraria corpos de borracha aos quais minha visita fosse um pequeno sopro do mundo dos vivos e que à minha partida cairiam inanimados no chão, intactos e imperecíveis como eram na minha infância. Eu achei, achei que eles tivessem esperado, mas eles continuaram existindo. Em algum momento do dia cheguei à antiga casa dos meus avós: estava lá, no lugar de sempre; abandonada, envelhecida, em escombros, mas ainda bonita por causa da saudade. Pensei em entrar e fiquei com medo de alguém ver e chamar a polícia. Hesitei, olhei muito ao redor, quase decidi esperar anoitecer pra poder entrar sem que ninguém me visse, mas lembrei do que minha vó dizia quando meu vô me admoestava – Deixa o menino, nego – e deixei o menino entrar. Verdade verdadeira não entrou só o menino, entraram os outros que eu fui também; mil olhos olhavam, mil pernas cruzavam a soleira. A princípio entrei meio acanhado, andando com cuidado, mas depois fui ficando corajoso. Andei de aposento em apo-

sento e os pedaços de madeira podre, o pó, as folhas que entraram pelo teto meio quebrado com o passar dos anos, tudo eu ia limpando mentalmente. O espaço vazia eu decorava da maneira como lembrava – a cama aqui, o bidê, o sofá, a pia azul clarinho. Lembrava sem trégua, uma memória atrás da outra. Às vezes, na ânsia, umas duas ou três de uma vez – era o meu passado invadindo meu presente num vagalhão. Aí eu já corria de aposento em aposento e não sabia se desviava de primos há muito esquecidos e delicados abajures ou de teias de aranha e buracos no chão. Ofegava, arquejava e não sabia se era por ser pequeno ou velho demais para o esforço. Chamava nomes que não sabia se responderiam ou se já não eram mais que nomes de ninguém. De repente achei um brinquinho de ouro, um só, brilhando no meio da bagunça. Quem sabe a única coisa que ainda brilhava sem a necessidade da intervenção do meu saudosismo. Fiquei feliz. Peguei na mão, olhei com carinho. Depois pus de volta onde estava, saí da casa e vim pra cá onde estou agora. Tom Custódio - músico e escritor - tomcustodiodaluz@hotmail.com


3

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Painel LP Foto da semana Gustavo Zonta/LP

ONLINE

Quer comprar seu vestido de noiva?

Curtas Bingo e Festa Julina O Centro de Educação Infantil - CEI Caic realiza neste sábado, dia 13, a partir das 14h, bingo e Festa Julina. O evento terá também venda de pastel, cachorro-quente, pinhão, pipoca, doces, pescaria, cama-elástica, entre outras atrações. Toda a comunidade está convidada. O CEI Caic fica na rua Monte Agulhas Negras, no Monte Alegre.

atividades nas áreas de esporte, cultura, arte e lazer, com cursos como manicure, no esporte temos o boxe, e tudo é oferecido gratuitamente, basta o jovem estar inserido no CadÚnico", enfatizou o secretário da Assistência Social, John Lenon Teodoro. A escola Anita Bernardes Ganancini e o Peti do Conde Vila Verde serão os próximos a receberem a peça teatral.

Teatro do Projovem I Adolescentes de 15 a 17 anos, que fazem parte do Projovem Adolescente, um projeto do Governo Federal que tem como finalidade promover ações socioeducativas, estão realizando no município a apresentação da peça teatral "Ladrão da Alegria". "A peça fala de valores morais com uma linguagem acessível às crianças e utiliza objetos característicos do universo infantil para que elas possam compreender a mensagem", comentou a coordenadora do Centro de Referência em Assistência Social - Cras, Marilena Soares.

Livros infantis Uma feira de livros infantis leva diversão e conhecimento a crianças de várias idades na Praça de Eventos do Balneário Shopping. A feira Ciranda Cultural, promovida pela Editora Ciranda, de São Paulo, tem histórias infantis com fantoches, livros sobre aventuras para jovens, guias de viagens e literatura brasileira. O valor médio dos livros, que terão preços diferenciados durante o período da feira, varia de R$ 3 a R$ 40. A exposição segue até o dia 4 de agosto no Balneário Shopping. O evento também terá sessões de contação de histórias.

Teatro do Projovem II Atualmente, o grupo de teatro do Projovem conta com oito adolescentes. "É importante ressaltar que o projeto inclui

Meio Ambiente Técnicos da Fundação de Gestão e Desenvolvimento Sustentável - Fucam estarão presentes na 4ª Conferência

Regional do Meio Ambiente - Região Hidrográfica 07, evento promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Itajaí, juntamente com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável. A conferência será realizada no dia 16 de julho, das 8h30min às 17h30min, na Univali. O evento tem como objetivo promover o debate sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Cinema no IFC A Pró-reitoria de Desenvolvimento Humano e Social - PRODHS lançou o projeto Cinema IFC: valorizando a produção nacional. O objetivo é proporcionar acesso à cultura cinematográfica nacional aos servidores e estudantes do Instituto Federal Catarinense - IFC, além de valorizar a produção do cinema nacional. De acordo com a professora e coordenadora de ensino técnico do IFC Camboriú, Cristalina Yoshimura, "neste mês, até o dia 13, o campus Camboriú está com sete títulos, que podem ser retirados na Coordenação de Ensino Técnico - CET, mediante preenchimento de uma planilha encaminhada pela PRODHS".

Kido Fotógrafo

Você conheceu esse famoso personagem da história de Camboriú? É sobre Kido o novo causo contado pela jornalista Stefani Ceolla no blog “Teve aquela vez”. Confira!

Arquivo/LP

H

á menos de duas semanas, foi concluído o asfalto no trecho da rua Santo Amaro, no bairro São Francisco de Assis, até a ponte. No último fim de semana, porém, um buraco apareceu na pista. De acordo com o secretário de Obras Arnoldo Bastos Junior, foi uma tampa de passagem que quebrou. A estrutura de concreto fica sobre a tubulação e cedeu. Junior explica que a empresa responsável pela obra já foi comunicada e deve fazer o reparo.

StudioDias/Divulgação/LP

A jornalista Naiza Comel apresenta no blog “Histórias de véu e grinalda” uma oportunidade para quem quer comprar seu vestido de noiva. O Bazar do Atelier Ivanna Corrêa ocorre hoje, sexta-feira, em Itajaí. Acesse o blog e confira modelos de vestidos!

www.linhapopular.com.br No nosso FACEBOOK www.facebook.com/linhapopular

Edenilson Pozzobon diz (sobre a proposta de emancipação do Monte Alegre): “É daqui que vem todos os recursos para Camboriú. É aqui no Monte Alegre que se compra voto. E já fizemos o estudo da viabilidade e te digo, vamos ter maior arrecadação que Bombinhas”.

Leticia Bento diz (sobre o caso de agressão envolvendo lutadores de MMA): “Não desejo mal a ninguém, mas tá na hora de homens terem mais respeito com as mulheres”.

www.twitter.com/linhapopular Até agora não recebemos a resposta da prefeita sobre reunião para discutir a documentação recebida e avaliar as respostas. Isso já era esperado.

@jaimeangel Jaime Angel, um dos líderes das manifestações em Camboriú


4

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Política

Vereador Jakinho será secretário de Obras

Bastidores Por Fernando Assanti

fernandoassanti@hotmail.com @FernandoAssanti Mais assessores Fiquei sabendo esta semana que já está tudo certo para a Câmara de Vereadores aprovar a contratação de mais um assessor para cada um dos 15 vereadores atuantes na cidade. A proposta deve ir para votação até o final deste ano e vai valer a partir de 2014. Os vereadores de Camboriú são os que menos têm assessores na região, até agora cada um deles só tem um. Com a nova proposta, serão dois cargos de confiança pessoais para cada vereador. Não sou contra a contratação de assessores, só questiono a forma como isso é gerenciado na Casa do Povo. Atualmente, os assessores não precisam cumprir horários na Câmara nem dar satisfações a ninguém que não seja o vereador que o contratou. Assim fica fácil usar dinheiro público para garantir o cabo eleitoral das próximas eleições. Portal da Transparência Estava descansando a cabeça, navegando pela internet e resolvi dar uma olhada rápida nos portais da transparência da Câmara e da Prefeitura. Sugiro que todos os moradores de Camboriú saiam por cinco minutos do Facebook e experimentem olhar um pouco o que está sendo feito com o nosso dinheiro. Na minha leitura rápida, descobri, por exemplo, que a Câmara gastou mais de R$ 1 mil em decoração somente para a sessão solene de aniversário da cidade. Mas o mais interessante é ver que a Prefeitura continua pagando milhões – isso mesmo, milhões - para empresas da cidade que foram denunciadas na Câmara de Vereadores por superfaturar produtos no primeiro mandato de Luzia. É inacreditável. Na época, as denúncias foram tema de duas reportagens de capa do Linha Popular, mas como isso aqui é terra sem lei, não deu nada pra ninguém e todos continuam felizes mamando nas gordas tetas da Prefeitura. Vai melhorar Conversei com um amigo pessoal da prefeita sobre a avaliação destes seis meses de Governo. O cara reconheceu que o negócio está difícil de engolir, disse que tem muita coisa errada, mas não deixou de frisar que tudo vai melhorar no ano que vem. O amigo me disse, inclusive, que quem não ficar do lado da prefeita politicamente vai se arrepender, porque a mulher vai botar para quebrar e revolucionar Camboriú. Estou na torcida para que seja verdade. Não vejo a hora de escrever uma coluna inteira de reconhecimento ao trabalho do Executivo. Politicagem é isso Enquanto a gente espera que a atuação do Executivo melhore, o Conselho Tutelar tem passado por problemas na cidade. Um processo administrativo foi movido contra o conselheiro Valmor Dalago, ligado ao PDT, por utilização política do cargo na campanha de 2008. O que achei mais interessante é que o processo é somente contra o Valmor, sendo que é público e notório que todos os conselheiros têm algum tipo de ligação política. A Tanalu Garcia, por exemplo, foi candidata a vereadora pelo PMDB, o Adriano Gervásio é filiado ao PSC e sua mãe, Fátima Gervásio, foi eleita vereadora pelo PSDB. Aí você, assim como eu, se pergunta por que o processo foi movido somente contra o Valmor? Minhas fontes responderam a este questionamento dizendo que o processo foi aberto por um candidato a conselheiro que está sendo apoiado pela prefeita. Respondido? Separando o Monte Alegre E o movimento que quer a emancipação do Distrito do Monte Alegre segue firme estudando e fazendo articulações políticas para dar andamento no processo. Participei de uma reunião em que vários políticos, inclusive Luzia Coppi, disseram que se esta for a vontade da maioria, vão apoiar, mas que têm preocupação com a viabilidade financeira da nova cidade. Como eu não sou político, posso ser contra a vontade da maioria. Como já disse aqui na coluna, na minha opinião, emancipar o Monte Alegre vai de encontro ao modelo de desenvolvimento que tem se buscado em todo o Brasil, que tem como base a criação de consórcios, a união e não a separação. Eu apoiaria se houvesse um movimento para juntar novamente Camboriú e Balneário. Seríamos uma cidade pequena, com R$ 500 milhões de orçamento. Aí sim.

O vereador está de licença sem remuneração da Câmara de Vereadores. Luzia diz que é preciso oxigenar a máquina

O

vereador Jakson Genésio Rosa, o Jakinho (PSDB), será secretário de Obras. A informação foi confirmada pela prefeita Luzia Coppi Mathias ao Linha Popular. Segundo Luzia, a alteração é importante para oxigenar a máquina. Mas a prefeita admitiu que a alteração tem ligação com a permanência de Fátima Gervásio (PSDB) na Câmara. "A aposentadoria da Fátima está demorando mais do que esperávamos, a Luana está muito à vontade na Casa e o Jakinho se colocou à disposição para assumir a Secretaria", resumiu a prefeita. Em maio, Fátima Gervásio retomou sua cadeira na Câmara de Vereadores. A expectativa era de que ficasse na Casa dois meses, até resolver as questões de sua aposentadoria. A princípio, o retorno de Fátima Gervásio representaria a saída da suplente Luana La-

zzaris (PSDB) da Casa. Mas Jakinho solicitou uma licença de 60 dias para tratar de assuntos pessoais. Na época, ele explicou que iria tratar de problemas de saúde. Mas confirmou que a licença também está relacionada à volta de Fátima. "Eu precisaria sair para fazer uma cirurgia e me dispus a sair neste momento para que a Luana pudesse continuar na Câmara", apontou. Jakinho fez uma cirurgia na segunda-feira, dia 1º, e está em recuperação. Ele conversou com o LP por telefone e disse estar muito feliz com o convite. "É uma responsabilidade muito grande. Mas é um trabalho que será feito em equipe e quero que seja um bom trabalho", apontou. "Conversei com a prefeita para assumir quando estiver completamente recuperado", completa. Assim, assume o cargo de secretário após o dia

Arquivo/LP

Mudança. Jakinho assume o cargo de secretário após o dia 20

20. Arnoldo Bastos Júnior, que está à frente da Secretaria hoje, será chefe da frota municipal.


5

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Política

Emancipação do Monte Alegre: comissão de moradores debate com prefeita e vereadores Uma comissão de moradores está estudando o processo de emancipação. Prefeita Luzia e vereadores do distrito defendem uma ampla análise de viabilidade da separação

U

ma reunião na noite de quarta-feira, dia 10, reuniu um grupo de moradores do Monte Alegre, prefeita, vice e vereadores para debater a emancipação do distrito. O empresário Vilson Albino é um dos integrantes de um grupo de seis moradores que está estudando esta possibilidade. "É uma ideia muito antiga, já se falava nisso quando meu pai foi vereador em 1992", relata Vilson. O grupo se formou agora porque está em tramitação no Senado uma lei que vai favorecer a criação de novos municípios. "Apesar disso, há muitas exigências. Nossa intenção é verificar se esse desejo da comunidade é viável", esclarece ele. A manutenção econômica desse novo município foi o ponto mais debatido no encontro. "Não podemos criar um novo município e não ter condições de manter", analisa Vilson. Esta foi também a defesa da prefeita Luzia Coppi Mathias (PSDB). "Qual será a economia da cidade Monte Alegre? A questão econômica é muito importante, porque mesmo para buscar recursos em outras esferas, é preciso contrapartida do município", afirmou. A prefeita foi enfática no pedido de uma análise cuidadosa. Disse ainda que afirmar que a divisão do Monte Alegre vai resolver todos os problemas é irresponsabilidade.

Fernando Assanti/LP

Vereadores conhecem vontade da comunidade Os vereadores do distrito que participaram da reunião dizem saber que a vontade da comunidade é criar uma nova cidade. Antonio Paulo da Silva Neto, o Piteco (PSC), apontou que vai solicitar, através da Câmara, dados sobre a arrecadação e os gastos da Prefeitura no distrito. "Como morador, quero a divisão. Como vereador, preciso de informações para falar o que é bom e o que é ruim", afirmou.

Este levantamento de dados foi chamado de pré-análise de viabilidade e defendido também por Luana Lazzaris (PSDB), Antonio Portella Ribeira, o Toninho Portella (PSC), e Jane Stefenn (PSDB). Para Luzia, esse levantamento dará uma ideia se a proposta pode ser levada adiante: "Vai responder se já há estrutura agora ou se é preciso investir mais antes de separar".

Com Rio do Meio, viabilidade aumenta Segundo Vilson Albino, com a incorporação do Rio do Meio na proposta desse novo município são maiores as chances de conseguir a

emancipação. "Uma das exigências é que tenha para onde crescer e isso seria possível com o Rio do Meio junto", aponta.

Próximos passos da comissão Agora, este grupo vai levantar os dados com a Prefeitura e conversar com deputados - a tramitação é feita na Assembleia Legislativa (veja no BOX). "Nosso objetivo é ir em frente", afirma Vilson. Este grupo deve apresen-

tar os dados da pré-análise de viabilidade para a população quando eles estiverem organizados. "O Monte Alegre precisa dar um salto. É um gigante que precisa acordar e uma possibilidade é a emancipação", finaliza Vilson.

Reunião. Lideranças do distrito se reuniram esta semana na sede da Paróquia Senhor Bom Jesus, no Monte Alegre

Como funciona Está em tramitação no Senado uma nova regulamentação para criação de municípios. De acordo com a ementa, que deve ser votada nos próximos meses, o requerimento de criação do município deve ser subscrito por 10% dos eleitores da área. Depois, a Assembleia Legislativa vai providenciar a elaboração de um estudo de viabilidade. Este estudo terá a análise de aspectos econômicos (receitas da localidade, estimativas com despesas de pessoal principalmente da saúde e educação, receitas de transferências estaduais e federais), aspectos político-administrativos (levantamento da quantidade de funcionários, bens imóveis, instalações, veículos e equipamentos necessários ao funcionamento e manutenção de Prefeitura e Câmara de Vereadores) e socioambientais.


6

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Política

PT promove palestra Manifestantes entregam pauta de formação política de reivindicações a autoridades

Encontro será realizado amanhã, sábado, dia 13, no Rio Pequeno

O

PT de Camboriú realiza amanhã, sábado, uma palestra de formação política para seus filiados. O encontro está marcado para as 8h30min, na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil Siticom, no bairro Rio Pequeno. O vice-presidente do partido, Celso Carvalho, expli-

ca que a palestra gratuita tem o objetivo de preparar os filiados para as eleições dos diretórios da sigla, que ocorrerão em todas as instâncias - municipal, estadual e nacional. Após a palestra, será realizado um almoço de confraternização. Segundo Celso, o PT de Camboriú tem 380 filiados.

Câmara aprova projeto de criação de ruas de lazer

E

Vereadores e representantes da Prefeitura apontaram soluções para os questionamentos

m uma reunião realizada na noite de quinta-feira, dia 4, na sede da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB de Camboriú, líderes dos manifestantes que já realizaram dois protestos na cidade se encontraram com autoridades. Jaime Angel, Jeremias Coelho, Edson Buiu e Nayana Wirschum entregaram uma pauta com nove reivindicações aos representantes da OAB, Rodrigo Vinicios Fidêncio e Mariana Vinholi, ao presi-

dente da Câmara de Vereadores, Márcio Aquiles da Silva, o Márcio do Kido (PSC), ao representante da Prefeitura, o secretário de Administração Márcio da Rosa, e ao comandante da Polícia Militar de Camboriú, Pablo Neri Pereira. Os vereadores Antônio Portella Ribeira (PSC), Luana Lazzaris (PSDB), Jane Stefenn (PSDB), Ângelo César Gervásio (PMDB) e Josué Pereira (PP) também participaram do encontro.

Jaime Angel salientou que a lista dos pedidos foi feita tendo como base os principais temas levantados nos protestos. "São questões que todo mundo está cobrando e precisamos de soluções", explicou. As autoridades apontaram soluções e o secretário de Administração afirmou que todas as solicitações serão levadas à prefeita Luzia Coppi Mathias, que não pôde comparecer ao encontro. Stefani Ceolla/LP

Proposta do vereador Canídia foi aprovada e agora segue para sanção da prefeita

A

Câmara de Vereadores aprovou, na semana passada, um projeto de lei do vereador Alexsander Alves Ribeiro, o Canídia (PPS). O Arquivo/LP

projeto instituiu em Camboriú as ruas de lazer. A finalidade é autorizar, nas vias, a realização de atividades esportivas, artísticas, culturais e recreativas de caráter comunitário. Canídia (foto) aponta que este projeto é importante devido aos poucos locais em que estas atividades podem ser realizadas no município. "Com esse projeto priorizaremos a segurança dos cidadãos camboriuense, já que a ruas será interditada para as ações", destaca. O projeto agora segue para análise da prefeita.

Reunião. Em encontro realizada no sede da OAB, foram apresentados os principais pedidos da comunidade

Pedidos e soluções 1 - Saúde: Farmácia Popular aberta, CPI nas contas do hospital, UPA funcionando adequadamente,

conclusão de obras em postos de saúde. Resposta: A vereadora Jane citou o requerimento que foi feito pedindo que a Farmácia Popular continue aberta.

2 - Transporte público: Revisão da concessão, redução imediata das tarifas. Resposta: O secretário Márcio da Rosa citou a redução das tarifas a partir de 1° de agosto. 3 - Transparência: Portal da Transparência funcionando de forma plena, redução no número de comissionados, divulgação de gastos com obras como o Parque Linear. Resposta: Márcio da Rosa afirmou que o Portal está passando por adequações e sugeriu uma reunião para esclarecer a situação do Parque Linear.

4 - Taxa do lixo: redução do valor. Resposta: A vereadora Jane disse que pediu uma audiência pública com a presença do secretário de Saneamento Básico, Janir Francisco de Miranda, para explicar o cálculo do reajuste.

5 - Saneamento Básico: rede de esgoto na cidade. Resposta: O vereador Josué Pereira explicou que foi protocolado em Brasília o projeto que prevê rede de esgoto em toda a cidade.

6 - Educação: aplicação adequada da verba do Fundeb, uniformes e materiais escolares. Resposta: A vereadora Jane afirmou que vai formalizar denúncias no Ministério da Educação sobre a aplicação da verba do Fundeb.

7 - Urbanização: mobilidade, acessibilidade e limpeza dos terrenos baldios. Resposta: O vereador Toninho Portella afirmou que tem ido até os bairros, fazendo o levantamento de terrenos que precisam de limpeza e repassando à Prefeitura.

Informe Comercial

8 - Meio ambiente: mais rigor na fiscalização, projeto de castração de animais. Resposta: Márcio da Rosa afirmou as questões estão sendo trabalhadas. 9 - Participação popular: mecanismos que facilitem a participação da população nos trabalhos do Legislativo. Resposta: Márcio do Kido afirmou que, se o aviso for prévio, manifestantes podem usar a palavra nas sessões da Câmara. Disse também que seu gabinete está aberto para receber a comunidade.


7

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Política

Arquivo/LP

Vereadores receberam R$ 4.300 em diárias no primeiro semestre Maior parte foi paga para deslocamentos para Florianópolis, em visitas a deputados ou a secretários de Estado. Apenas dois vereadores viajaram para fora do estado

A

Câmara pagou, de janeiro a junho deste ano, R$ 4.300 em diárias para vereadores. A maior parte foi paga em deslocamentos para Florianópolis - foram 31 viagens para a Capital. Os pagamentos mostram que as viagens tinham por objetivo conversas e solicitações para deputados e secretários de Estado. Houve registros de viagens também para Blumenau e Lages e duas para Brasília - o presidente da Casa, Márcio Aquiles da Silva (PSC) e Josué Pereira (PP) estiveram na capital nacional com a prefeita Luzia Coppi Mathias (PSDB). O vereador Alexsander Alves Ribeiro, o Canídia (PPS), foi o vereador que mais solicitou diárias. Ele esteve, neste semestre, sete vezes em Florianópolis e uma vez em Lages, de acordo com o relatório da Casa. O gasto total foi de R$ 800. O vereador aponta que busca projetos e emendas parlamentares para a cidade. Cita a ida a Lages para conversar com a deputada federal Carmem Zanotto como um exemplo de como funciona o trabalho. "Já temos a indicação de que a Secretaria de Assistência receberá um carro. Se isso ocorrer, o resultado está aí", completa. Três viagens a Florianópolis, relata Canídia, foram para conversar com o secretário de Agricultura, João Rodrigues, para solicitar internet para a área rural e um trator. "Foi um compromisso que ele assumiu e estamos cobrando". Em outras ocasiões, conta, ele buscou conversar com os deputados sem o pedido de diárias.

Josué Pereira (PP) também recebeu R$ 800 - R$ 400 pela viagem à Brasília e R$ 100 por cada uma das quatro idas a Florianópolis. Ele defende que a cobrança pessoal dos vereadores para melhorias na cidade é muito importante. "É diferente do que mandar um ofício, temos que cobrar

para que as propostas saiam do papel", afirma. Foi o que buscou fazer em Brasília, afirma Josué. "Estivemos no Ministério das Cidades com o deputado federal Pizzolatti [João Alberto Pizzolatti Júnior]. Precisamos de alguém lá empenhado e cobrando pelos projetos de Camboriú", completa.

Cinco vereadores não receberam diárias Cinco vereadores de Camboriú não receberam nenhuma diária no primeiro semestre - Antonio Portella Ribeira, o Toninho Portella (PSC), Eduardo Melo Rebelo, o Dado (PMDB), José Pedro Costa, o Zé Pedro (PSDB), Josenildo Rosa, o Guigo (PDT), e Luana Letizia Lazzaris (PSDB). Zé Pedro, que é líder do Governo na Casa, diz que tenta usar o mínimo possível as diárias. "Sei que é um direito do vereador e não sou contra quem solicita, mas só usarei se for muito necessá-

rio", afirma. Zé Pedro diz que para viagens próximas, como Florianópolis, prefere usar o próprio carro e não pedir o pagamento de diária. Josenildo Rosa, o Guigo (PDT), diz que ainda não solicitou porque não sentiu necessidade. "Quando vou a Florianópolis, gasto pouco e prefiro ir com meu carro, porque as vezes quero passar em outro lugar. Normalmente, vou sozinho também, porque visito deputado do meu partido", completa. Ele aponta, entretanto, que vai usar este benefício mais adiante.

Impacto com aumento no número de vereadores Em 2012, a Câmara de Vereadores de Camboriú destinou R$ 4.640 para pagamento de diárias de vereadores. O valor está bem próximo do que foi gasto agora em 2013 em apenas um semestre. No ano passado, entretanto, a Casa tinha 10 vereadores. Agora, são 15. Para o presidente da Câmara, Márcio do Kido, o au-

mento no número de vereadores já está refletindo no valor gasto com diárias. "Além disso, os vereadores têm ido com frequência para Florianópolis e para outras cidades", explica. O presidente da Casa recebeu R$ 700 referentes a diárias - R$ 600 para a viagem a Brasília e R$ 100 por uma a Florianópolis.

Como funciona O presidente da Casa, Márcio Aquiles da Silva, explica que os pedidos de diárias devem ser feitos com um ou dois dias de antecedência. "É preciso justificar o local e o assunto que será tratado", explica. Além disso, os vereadores devem apresentar algum gasto (almoço ou café, por exemplo). Ele não precisa apresentar notas para o gasto total, esta nota serve para comprovar que esteve naquela cidade.

Aumento do valor das diárias foi aprovado Na semana passada, a Câmara aprovou um projeto enviado para a Prefeitura que estabelece novos valores para as diárias. Até agora, elas eram de R$ 100 (meia diária) e R$ 200 (inteira). Estes valores eram estabelecidos por uma lei de 1995. Os valores foram alterados e são agora calculados por UFM - Unidade Financeira Municipal, variável. Este mês é de R$ 24,47. Há valores diferentes de acordo com a distância, um específico para Brasília e foi criada uma diária para viagens internacionais. Márcio do Kido aponta que estas diárias valem para os agentes políticos - vereadores, prefeita, secretários e presidentes de fundações. O valor para os funcionários é R$ 80 (24h) e R$ 40 (12h).

Os novos valores R$ 146,82 (6 UFMs): para 12 horas em municípios até 100 quilômetros de distância

R$ 220,23 (9 UFMs): para 12 horas em municípios com mais de 100 quilômetros de distância R$ 415,99 (17 UFMs): para período maior que 24 horas dentro ou fora do estado R$ 611,75 (25 UFMs): para viagens a Brasília US$400 (dólares): para viagens internacionais

Os gastos de cada vereador Alexsander Alves Ribeiro, o Canídia (PPS): R$ 800 Josué Pereira (PP): R$ 800 Márcio Aquiles da Silva, o Márcio Kido (PSC): R$ 700 Antonio Paulo da Silva Neto, o Piteco (PSC): R$ 500 Jackson Genésio Rosa, o Jakinho (PSDB)**: R$ 400 Eliomar Getulio Pereira, o Má da Madeireira (PV): R$ 300 José Simas, o Zeca Simas (DEM): R$ 300 Carlos Alexandre Martins, o Xande (PSDB): R$ 200 Ângelo César Gervásio (PMDB): R$ 100 Fátima Gervásio (PSDB)*: R$ 100 Jane Stefenn (PSDB): R$ 100 Antonio Portella Ribeira, o Toninho Portella (PSC): Nenhuma diária Eduardo Melo Rebelo, o Dado (PMDB): Nenhuma diária José Pedro Costa, o Zé Pedro (PSDB): Nenhuma diária Josenildo Rosa, o Guigo (PDT): Nenhuma diária Luana Letizia Lazzaris (PSDB)***: Nenhuma diária *retornou para a Câmara em maio **está em licença sem remuneração *** assumiu como vereadora em abril


8

Jornal Linha Popular - CamboriĂş, 12 de julho de 2013


9

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Pais recorrem ao Ministério Público para conseguir vagas em creches

Somente este ano, quase cem vagas foram solicitadas à Secretaria de Educação pelo MP. Quase mil crianças aguardam na fila de espera

C

om a demora para a abertura de vagas em Centros de Educação Infantil - CEIs, muitos pais buscam outra alternativa: recorrer ao Ministério Público para conseguir matricular seus filhos. Este ano, o MP já enviou à Secretaria de Educação 96 solicitações de vagas. Destas, 72 foram atendidas. De acordo com a coordenadora de Educação Infantil, Maria Aparecida Todesco Monteiro, são priorizados casos em que a criança e a família estão em situação de vulnerabilidade. Débora Mees precisou recorrer ao MP para conseguir matricular a neta, Rafaela, em um CEI da cidade. Ela explica que precisou parar de trabalhar para ficar com a menina e só procurou ajuda no Fórum depois de ter passado mais de um mês na fila de espera da Educação e de ter buscado auxílio do Conselho Tutelar. "Foi meu último recurso", afirma. De-

pois que procurou o Ministério Público, em uma semana, Débora conseguiu a vaga. Mabel Kraemer também precisou recorrer ao MP para poder matricular o filho, Caio, em um CEI. "A fila de espera estava muito grande e tive que ir ao Fórum", explica. No entanto, o problema de Mabel não foi solucionado. "Depois que consegui a vaga veio o problema maior. A sala mais parecia um depósito de crianças, tanto que o meu filho ficou doente e tive que tirar", conta. O menino estava no CEI Neide Merísio Molleri, que fica no bairro Areias. Apesar de ter precisado tirar o filho da unidade, Mabel enaltece o trabalho das monitoras. "A creche é boa, as monitoras também são ótimas, o problema é que é muita criança para poucas profissionais", opina. Agora, Caio fica com a avó enquanto Mabel trabalha. Segundo a Secretaria de

Educação, a abertura de vagas através de determinação do MP tem gerado problemas. "Quando o pedido de vaga é feito pelo promotor, precisamos passar o caso solicitado na frente daquelas crianças que estão na fila de espera", explica a coordenadora de Educação Infantil Maria Aparecida Todesco Monteiro. A situação revolta pais que continuam aguardando. De acordo com o Ministério Público, disponibilizar vagas em creches é obrigação do poder público. Se os pedidos de vagas feitos pelos pais ou responsáveis pelas crianças não forem atendidos, a Justiça entende que está sendo violado o direito à educação.

Soluções A coordenadora de Educação Infantil, Maria Aparecida Todesco Montei-

ro, aponta duas medidas que estão sendo tomadas para reduzir e tornar mais transparente a fila de espera por vagas em creches. A primeira é a aplicação da lei da Fila Única, aprovada este ano. De acordo com a coordenadora, a partir de agosto um site estará no ar e os pais poderão acompanhar o cadastro de seus filhos e em que posição estão na fila. Para que o funcionamento do Fila Única ocorra como a Secretaria de Educação almeja, uma reunião foi

feita com o promotor Victor Emendörfer Filho. "Explicamos que vamos fazer uma triagem e só atender a casos mais urgentes solicitados pelo Ministério Público", disse Maria Aparecida. Além disso, a Prefeitura vai inaugurar, nos próximos meses, três novos CEIs. Eles ficam nos bairros Monte Alegre, Taboleiro e Rio Pequeno e poderão atender, juntos, a mais de 700 crianças. A Secretaria de Educação calcula que hoje cerca de mil estejam na fila de espera.


10

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Cidade Hélio Marcos Benvenutti

População pede que Farmácia Popular continue aberta Possibilidade de fechamento foi pauta de manifestações e cerca de 3 mil pessoas assinaram abaixo-assinado que pede que serviço seja mantido

email: hmarcos@terra.com.br twitter: @HMBenvenutti

Stefani Ceolla/LP

ROCK Alô, alô, galera, voltei... falando pra nossa terrinha, a verdade e meias verdades, das doideiras que estão por aí! Amanhã é o Dia Mundial do Rock. Essa data me faz lembrar o Rock in Rio II, que participei em 1991. Estive no Maracanã em três dias do festival e assisti aos shows do Faith No More, que era a banda estrangeira mais cultuada do Brasil na época; Happy Mondays, a principal banda do movimento Madchester; A-ha, a banda norueguesa que dispensa comentários; Engenheiros do Hawaii (eleita a segunda pior banda do festival); George Michael, no auge do sucesso; Deee Lite, que executava a coqueluche “Groove is in the Heart”; Information Sociaty, Lisa Stanfield, Elba Ramalho, Nenhum de Nós, dentre outros. Até hoje mantenho amizades criadas na loucura do “Rock in Maraca/91”. O Dia do Rock foi criado em 1985, ano em que foi realizado o mega show “Live Aid”, com artistas renomados, para arrecadar fundos para as vítimas da fome na Etiópia. A história do rock começou nos anos 50, mas foi com o lendário Elvis Presley que se popularizou. Até hoje Elvis é conhecido como o Rei do Rock. O rock marcou toda uma geração de jovens, sendo identificado na moda, no cinema e até na literatura. Com o passar dos anos se destacaram bandas e artistas como: Beatles, Rolling Stones, Led Zeppelin, Deep Purple, Pink Floyd, The Doors, Bob Dylan, Sex Pistols, The Who, The Beach Boys, Genesis, Yes, Jimmy Hendrix, Queen, Iron Maiden, Metallica, The Police, entre outros. No Brasil nos anos 60, foi criado o movimento chamado “Jovem Guarda”, que entre outros tinha Erasmo Carlos, Roberto Carlos e Vanderléia, os quais compunham e cantavam rock. Raul Seixas foi um ícone na divulgação deste estilo e passou a ser conhecido como o Rei do Rock Brasileiro. A maior roqueira brasileira é Rita Lee; da nova geração tem a Pitty. O Brasil viveu nos anos 80 uma revolução do rock nacional, com grandes bandas como: Blitz, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, Kid Abelha, Legião Urbana, Biquíni Cavadão, Ira, Capital Inicial e muitos outros. O rock é um estilo musical que veio para ficar e de tempo em tempo surgem novas bandas, mantendo uma legião de fãs no mundo inteiro. Parabéns aos roqueiros pelo dia de amanhã. Por agora é isso, porque eu vou ouvir a minha roqueira light favorita, Pitty. Fui! HÉLIO MARCOS BENVENUTTI SOCIEDADE DE ADVOGADOS - OAB-SC 2007/2012 HÉLIO MARCOS BENVENUTTI – OAB/SC 7087 MARIELZA A. DE SOUZA – OAB/SC 21905 LUIZ FILIPI TESTONI – OAB/SC 28070 INDENIZAÇÕES – QUESTÕES TRABALHISTAS – APOSENTADORIAS E PENSÕES – OUTRAS CAUSAS Rua Cel. Benjamin Vieira, 10, 2º Piso, Sala 05, Centro, Camboriú/SC - F: 3365-1395

Protesto. Nas duas manifestações ocorridas na cidade, cartazes pediam que a farmácia fosse mantida

D

esde maio deste ano, a Prefeitura estuda a possibilidade de descredenciar a Farmácia Popular do Governo Federal, fechar a estrutura e abrir no Monte Alegre a Farmácia Municipal. A possibilidade não é bem aceita pelos moradores, que iniciaram um abaixo-assinado que já reúne cerca de 3 mil assinaturas. Eles pedem que a Farmácia Popular do Brasil continue aberta. De acordo com Agostinho Ribeiro, um dos organizadores do abaixo-assinado, a população teme a falta de medicamentos. "Temos a informação de que a Prefeitura não enviou a documentação necessária para a Fiocruz, que envia os medicamentos, e que com isso podem faltar remédios na Farmácia Popular", conta Agostinho. Ele acredita que não enviar os documentos demonstra a intenção da Prefeitura de fazer o descredenciamento. A secretária de Saúde Márcia Freitag nega a acusação e garante que a documentação está regular. "O que ocorre é

que a Fiocruz pediu algumas adaptações que estamos avaliando", explica. Márcia afirma que ainda não foi tomada uma decisão sobre o fechamento da estrutura. "A Farmácia Popular é um grande problema para o município, tem um custo absurdo e o repasse do Governo Federal é pequeno", explica. "Muitas pessoas são contrárias a isso porque temem ficar sem os medicamentos, mas jamais faríamos isso. Acreditamos que descredenciar e abrir a Farmácia Municipal no local seja a atitude mais acertada", completa. A intenção da secretária de Saúde é fazer uma reunião com os moradores para apresentar os prós e contras e chegar a um

consenso. Na semana passada, os vereadores Ângelo César Gervásio e Jane Stefenn apresentaram um requerimento em que pedem que a Prefeitura mantenha o credenciamento. Eles salientaram que este é um pedido dos moradores, conforme mostra o abaixo-assinado. O pedido foi levado ao presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, o deputado Volnei Morastoni. Agostinho participou da reunião. "O deputado explicou que vai entrar em contato com os órgãos do governo para saber a real situação da farmácia e intermediar a solução", disse Agostinho.

Pedido nos protestos Nos dois protestos ocorridos nas últimas semanas em Camboriú, a manutenção da Farmácia Popular esteve entre as pautas. Na primeira manifestação, ocorrida no dia 22 de junho, Laureci dos Santos e o filho Douglas, de 7 anos, carregavam cartazes e faixas na cabeça em que pediam que a unidade continuasse aberta. "O remédio é bem mais em conta, a população assalariada precisa disso", afirmou.


11

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

rcn@adjorisc.com.br | www.adjorisc.com.br

A notícia que você lê aqui, mais de 800 mil pessoas também leem.

SINDITABACO

Foco na conscientização Dois municípios catarinenses participaram do 5º Ciclo de Conscientização sobre saúde e segurança do produtor e proteção da criança e do adolescente, promovido pelo SindiTabaco (Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco), por empresas associadas e pela Afubra (Associação dos Fumicultores do Brasil), em junho. Ituporanga, no Alto Vale catarinense, reuniu mais de 400 pessoas. Em Palmitos, o seminário contou com a participação de produtores de tabaco, orientadores das empresas associadas, autoridades, diretores de escolas, agentes de saúde e imprensa, num total de 420 pessoas. Esta é a quinta edição do Ciclo, que já percorreu 27 cidades da região sul do Brasil, reunindo 10,3 mil pessoas.

MORADIA POPULAR

Liberados R$ 10 milhões O governador Raimundo Colombo autorizou a liberação de R$ 10 milhões a serem investidos na construção de duas mil casas isoladas nas áreas rurais e urbanas. A assinatura do convênio ocorreu no gabinete do governador, em Florianópolis, com a presença dos representantes da Cooperativa de Habitação da Agricultura Familiar (Cooperhaf) e Federação das Cooperativas Habitacionais de Santa Catarina (Fecoohasc). O Governo Federal entrará com a maior parte dos recursos – R$ 73,5 milhões. As moradias construídas na zona rural custarão de R$ 28 mil a R$ 35 mil. Já as da zona urbana, de R$ 45 mil a R$ 50 mil. Cada unidade construída no campo será de alvenaria, com área mínima de 46 m². A habitação da zona urbana terá as mesmas características, com tamanho mínimo de 48 m². As cooperativas esperam atender aproximadamente 100 municípios. catarinenses.

Esta página circula em 52 jornais.

ARMAZENAGEM DE GRÃOS

Déficit é de 3,5 milhões de toneladas Presidente da Ocesc, Marcos Antônio Zordan, diz que são necessários 42 novos armazéns, o que exigirá investimento da ordem de R$ 246 milhões A insuficiência de armazéns é um problema crônico que se manifesta a cada nova safra agrícola catarinense. A Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc) quer o apoio do governo para mudar essa realidade: déficit de 40% na atual capacidade de armazenagem de cereais. De acordo com o presidente da Ocesc, Marcos Antônio Zordan, das 7,5 milhões de toneladas de grãos produzidas em Santa Catarina, pouco mais de 4 milhões de toneladas têm onde ser armazenadas. Em termos nacionais, a situação é igualmente crítica. “Com uma safra de grãos estimada em 184 milhões de toneladas, o déficit de armazéns já seria de 75 milhões de toneladas”, salienta Zordan.

O que é preciso Em entrevista à Agência de Notícias da Adjori/SC, o presidente da Ocesc disse que são necessários 42 novos armazéns em 41 cidades catarinenses, o que exigirá investimentos da ordem de R$ 246 milhões. Tais armazéns seriam operados por 22 cooperativas agropecuárias com capacidade total de aproximadamente 520 mil toneladas.

Capacidade Zordan salientou que o problema de estocagem atinge as 53 cooperativas agropecuárias filiadas e seus 63 mil produtores rurais associados. “Essas cooperativas dispõem de silos e armazéns próprios para 2,1 milhões de toneladas de grãos, o que, somadas às unidades terceirizadas (178 mil toneladas), totaliza 2,3 milhões de toneladas de capacidade de armazenagem do sistema cooperativista. O dirigente enfatizou que as cooperativas são, praticamente, as únicas a investir em armazenamento. “Nos últimos anos, elas destinaram cerca de R$ 150 milhões, ampliando a capacidade instalada em 250 mil toneladas”.

Marcos Antonio Zordan: “A falta de armazéns é um problema estrutural com profundos reflexos no nível de renda dos produtores”

Alternativa Segundo Zordan, como os armazéns disponíveis são insuficientes para receber e estocar a safra, uma das alternativas para amenizar essa dificuldade é a exportação dos produtos, o que, no entanto, não é bom para nenhum elo da cadeia produtiva, nem mesmo para o Estado, que perde arrecadação de ICMS. “Com insuficiência de armazéns, o produtor é obrigado a vender o produto agrícola em plena safra, momento em que os preços estão naturalmente em queda em razão da alta oferta. A indústria também sofre prejuízos porque vê a matéria-prima ser exportada, sabendo que terá, mais tarde, que reimportá-la para o processo industrial, pagando mais caro. Ao final, o consumidor pagará mais pelo alimento – seja carne, leite ou cereais”, lamenta.

Linhas de crédito O presidente da Ocesc admite que o investimento na ampliação da capacidade de armazenamento é elevado, o retorno é muito lento e os encargos financeiros são altos em face da sua natureza operativa. Para Zordan, é preciso estimular concretamente a ampliação da rede de armazéns através de linhas específicas de crédito para construção, compra de equipamentos e reforma de unidades existentes, além de incentivar a armazenagem na propriedade. “É necessário a abertura de linhas de financiamento através do sistema de crédito rural com prazo de vinte anos para pagamento com juros

menores que os praticados no momento, para a construção de armazéns”. Segundo ele, “o sistema reivindica que o Governo do Estado cubra 100% das despesas com os juros dos financiamentos para armazenagem, retomando o programa que existia no passado”.

SEBRAE-SC

Tecnologia para setor calçadista Referência nacional no segmento de couro e calçados, o Vale do Rio Tijucas terá a oportunidade de se tornar ainda mais competitivo. Foi lançada em São João Batista, a capital catarinense do calçado, a Rede de Serviços Tecnológicos (RST), um projeto do Sebrae, em parceria com o Banco Interamericano (BID) e o Centro de Tecnologia e Qualidade do Setor de Móveis, da Região de Marche, na Itália. A RST vai fornecer ao segmento o acesso direto, por meio de um único ponto de atendimento, a serviços como capacitações, cursos e consultorias técnicas, inovações de processo e produto e demais serviços tecnológicos, de forma integrada com outros programas do Sebrae/SC.

SENADO

Ações concretas O presidente da Ocesc disse que pediu apoio do Governo Estadual para um plano de expansão para as cooperativas agropecuárias. O Plano Agrícola e Pecuário 2013/2014 dá atenção à logística, tendo reservado R$ 5 bilhões para a construção de armazéns privados no período. “As longas filas de caminhões nos acessos aos principais portos do País precisam acabar”, acredita.

Déficit menor Mesmo com esses investimentos Zordan reconhece que o déficit não será zerado, mas ficará menor nas esferas estadual e nacional. “Com os recursos anunciados pelo governo para os próximos cinco anos, a capacidade estática da rede nacional de armazéns e silos será ampliada em 65 milhões de toneladas. Continuará a haver déficit, mas em menor escala”, reforça.

Segurança Nacional Zordan acredita que silos e armazéns devem ser tratados como questão de segurança alimentar e de segurança nacional. “Não adianta nada produzir muito se não há estrutura de estocagem e armazenamento”, finaliza.

Sob pressão Acossado pela demanda das ruas, o plenário do Senado voltou atrás e aprovou na quarta-feira, dia 10, mudanças nas regras para escolha do suplente de senador. O texto da Proposta de Emenda Constitucional, aprovado por 64 votos, reduz de dois para um o número de suplentes e proíbe que o titular do mandato de senador tenha como suplente cônjuge ou parente consanguíneo até segundo grau, (filhos, irmãos, tios) ou com grau de parentesco por adoção (sogros, genros, noras, cunhados). Segundo o senador Luiz Henrique da Silveira, “com o fim do nepotismo e do segundo suplente venceu a representatividade política que respondeu às reivindicações das ruas”. O senador espera que, com a aprovação da emenda, se acelere a discussão sobre outros temas da reforma política, como data única para eleições e fidelidade partidária. O texto segue para análise da Câmara dos Deputados.


12

K E arina

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

lisa

karina.elisa@gmail.com www.twitter.com/kasocial Fotos: Arquivo pessoal/LP

Estúdio Fotográfico Marciane/LP

Quem sopra velinhas no dia 17 é a gatinha Lara Beatriz Reinert, filha dos amigos Barbara e Gilberto Reinert. Lara, que tem feito alguns trabalhos como modelo, aparece na coluna cheia de charme e muito linda. Beijinhos especiais a você! O pastor Reuel Bernardino e sua filha mais velha Kessy Bernardino Rodrigues estão aniversariando hoje, dia 12. Na foto, a família reunida. Recebem aqui a nossa homenagem e um abraço especial do Marcos, cabeleireiro da família.

Quem casou no sábado, dia 6, foi a Camila Pereira e o Nabor Pires. A festa aconteceu no Maria`s, em Camboriú. Quem mandou a foto foi a Jane, que aparece na foto com os noivos e o seu marido Adolfo.

Queridíssima, Tathiani Louise também é aniversariante do dia 17 de julho. Sorte, amor, paz e sucesso é o que te desejo, linda! Marina Pedroni comemora seu niver no dia 18. Na foto com seu namorado, Thiago Venturini, a alegria está no ar. Recebam as minhas felicitações.


13

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

R. Silva faz pré-lançamento do Opera Prima Residence Na noite de quarta-feira, dia 10, a R. Silva Empreendimentos Imobiliários realizou a festa de pré-lançamento seu novo projeto em Camboriú: o Opera Prima Residence. O prédio está sendo construído na Rua Osvaldo Minela, no bairro Cedro, e terá a qualidade já tradicional nas obras da R. Silva. Durante o evento de pré-lançamento, vários empresários do ramo imobiliário de Camboriú marcaram presença, garantindo a credibilidade da construtora. Visite a R. Silva Empreendimentos e conheça mais sobre esta e outras obras. Veja fotos do evento.

Rua Rio Amazonas, 198, Bairro Rio Pequeno Camboriú | 47 3365-2543

Cedro


14

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Cidade

Funcionário bate UPA completa um ano sem ambulância e vai funcionar adequadamente responder a processo Estrutura abriga dois postos de saúde que precisam sair do local para que seja possível a habilitação junto ao Ministério da Saúde administrativo

Gustavo Zonta/LP

De acordo com o secretária da Saúde, servidor com cargo comissionado não tinha autorização para levar ambulância para festa realizada no interior

U

m acidente com uma ambulância da Secretaria de Saúde, no sábado à noite, vai gerar um processo administrativo contra o chefe de veículos do setor. De acordo com a secretária Márcia Freitag, o funcionário utilizou a ambulância para atuar em uma festa realizada no interior. O problema é que ele teria feito isso sem autorização da secretária ou da prefeita e acabou se envolvendo em um acidente. À noite, na volta para a cidade, a ambulância foi batida em um barranco e caiu em uma vala. A secretária diz que os danos não foram muito grandes, mas que fará um orçamento de todos os gastos e incorporará ao processo administrativo ao qual o servidor responderá. "Queremos que ele pague estes gastos", aponta. Ele foi afastado do cargo de confiança. Está de férias, que estavam vencidas, até que o processo administrativo seja concluído. "Foi contratado por processo seletivo e assumiu posteriormente um cargo de confiança", relata Márcia. Ela acredita que ele será demitido após a conclusão do processo. "Ela não comunicou ninguém e acreditamos que sabia do risco

que estava correndo", aponta. O Linha Popular recebeu a informação de que o funcionário teria ingerido bebidas alcoólicas antes de dirigir. A secretária diz que recebeu esta mesma informação de testemunhas, mas que não pode afirmar se ele realmente bebeu porque a polícia não foi chamada e, portanto, ele não foi submetido ao teste do bafômetro.

Três dias sem ambulância O acidente deixou a Secretaria de Saúde sem ambulância de domingo até a tarde de quarta-feira, quando outra voltou da oficina. A Saúde possui três veículos deste tipo, mas duas estavam em manutenção. "As ambulâncias passam por manutenção constantemente, porque rodam muito. A que foi danificada no sábado, para dar uma ideia, tinha retornado da oficina na quinta-feira", conta Márcia. A secretária aponta que as cidades vizinhas foram avisadas da situação, caso houvesse a necessidade de atendimento em Camboriú. O mesmo foi feito ao ambulatório dos Gideões, que tem uma ambulância.

NOTA DE ESCLARECIMENTO A rede APAEANA é um dos maiores movimentos sociais pela dignidade das Pessoas com deficiência Intelectual e Múltipla do Brasil. Para assegurar o atendimento aos aproximadamente 17.000 educandos nas 193 APAEs do Estado de Santa Catarina é que as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais buscam dia a dia vencer desafios, através das campanhas realizadas. As 11 APAEs que compõem o Conselho do Litoral Norte, vem através da sua Conselheira Regional, Sra. Lisete Mª Schmitt Garcia, esclarecer que a campanha realizada pela CELESC em parceria com as Lojas Colombo de todo o Estado, conseguiram arrecadar R$1.300.000,00 montante este que foi depositado na conta da Federação Estadual das APAEs e será distribuído para as 193 APAEs em forma de: equipamentos para fisioterapia; Software para comunicação Alternativa; Tecnologia (tablets e notebooks); Cursos de capacitação para os profissionais. Portanto não iremos receber nenhum valor em dinheiro. Todo este investimento só foi possível pelos serviços prestados pela CELESC, buscando o consumo consciente de energia, motivando a economia, beneficiando a população e as entidades como as APAEs. Parabenizamos a empresa pela iniciativa e a população Catarinense que fez sua compra de eletrodoméstico e eletrônico nas lojas Colombo.

Estrutura. Local funciona como posto de saúde e não como pronto atendimento, como era previsto

E

m julho do ano passado, foi inaugurada a Unidade de Pronto Atendimento - UPA no bairro Taboleiro. No entanto, o local nunca funcionou adequadamente. Desde o ano passado, a estrutura abriga equipes de dois postos de saúde e nunca ficou aberta durante 24 horas, como era previsto. E a Prefeitura não sabe quando o local funcionará efetivamente como UPA. Segundo o Ministério da Saúde, as Unidades de Pronto Atendimento devem ficar abertas 24 horas, durante todos os dias da semana, e ter uma equipe específica. Além disso, a UPA deve ter consultórios médicos especializados, salas de urgência, emergência e oferecer outros serviços, como raio-x. Nada disso ocorre na UPA do Taboleiro. Assim que foi aberta, a estrutura passou a abrigar a equipe que atuava no posto de saúde do bairro, que foi fechado por não ter condições de funcionamento. Em outubro, foi o posto do Caic que fechou para reforma. A equipe do local também passou a atuar na UPA. De acordo com a secretária de Saúde Márcia Freitag, o primeiro passo para que o local funcione adequadamente é retirar as duas unidades básicas de saúde que funcionam ali. "Primeiro temos que tirar as unidades lá de dentro. Estamos licitando os móveis para o posto reformado do

Caic e procurando uma casa para alugar e colocar o posto do Taboleiro", explica. Com as duas equipes fora do local, a Prefeitura precisa comprar os equipamentos necessários ao funcionamento da UPA. "Depois disso temos que fazer o credenciamento junto ao Ministério da Saúde, fazer um chamamento público de profissionais para atuar no local e conseguir a habilitação do Governo Federal", completa. Márcia salienta que a Prefeitura não tem condições de arcar sozinha com os custos da UPA. "Precisamos do repasse do Ministério da Saúde para ofere-

cermos esse serviço. Os custos da Prefeitura aumentaram muito com a necessidade de manter o Pronto Atendimento do hospital", explica. "Por isso, agora, temos que ir a passos lentos", completa a secretária. Há um mês, a vereadora Jane Stefenn denunciou ao Ministério da Saúde o uso do prédio como posto de saúde e não como pronto atendimento, como era previsto. A denúncia foi feita ao Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde Denasus. Segundo Jane, em breve uma auditoria deve ser realizada na unidade para verificar a denúncia.

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO B. SANTA REGINA I À VI EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÃO Obedecendo os § 1º e 2º do artigo 10 capítulo III e Artigos 11,12,13 e 14, do Estatuto Social desta Associação, ficam convocados todos os moradores e filiados para a 5ª ASSEMBLÉIA GERAL ELEITORAL. Conforme programação abaixo: DIA: 27 DE JULHO DE 2013 (SÁBADO) HORARIO: 14.00 H. EM 1ª CONVOCAÇÃO 14.15 H. EM 2ª CONVOCAÇÃO LOCAL: ESCOLA IVONE TEREZINHA GARCIA, SITO A RUA QUITO S/N SANTA REGINA II ORDEM DO DIA: ELEIÇÃO DA DIRETORIA P/ OS PRÓXIMOS DOIS ANOS MAIS INFORMAÇÕES COM, MIGUEL: FONES: 3365-6972 - 9207-5154 - 9657-6403 - 8815-4610 EVERSON DA SILVA Presidente eleito

RUDSON Presidente em exercício

MIGUEL OLIVEIRA Comissão Eleitoral


15

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Segurança

Lutadores de MMA se envolvem em briga em posto de gasolina Um deles, Kauê Mena está internado em estado grave. Polícia identifica envolvidos. Os dois atletas foram expulsos da equipe em que treinavam

D

ois lutadores de MMA se envolveram em uma briga em um posto de gasolina que fica na entrada de Camboriú na madrugada de sábado, dia 6. Kauê Mena, de 22 anos, está em estado grave no hospital e corre risco de morte. As imagens das câmeras de segurança do posto registraram o momento da briga. Kauê e Maiquel Falcão chegam à loja de conveniências por volta das 5h. Maiquel se aproxima de uma mulher que aguarda no caixa. Ela não gosta do assédio e discute com Maiquel, que tenta atingi-la com um tapa no rosto. A mulher está acompanhada de uma amiga e chama um grupo de homens que está do lado de fora do posto. O grupo entra na loja e começa a agredir os dois lutadores. Kauê e Maiquel vão para o pátio do estabelecimento e a briga continua. Um dos envolvidos, identificado como um adolescente de 15 anos, usa um pedaço de pau para agredir Kauê, que acaba desmaiando. Mesmo desacordado, o lutador ainda foi atingido por socos e chutes na cabeça. Maiquel também é agredido até desmaiar. Depois disso, o grupo foge do local. O tenente Tiago Ghilardi, da Polícia Militar de Camboriú, estava trabalhando naquela madrugada e con-

ta que a polícia foi acionada às 5h50min. Quando chegaram ao local, os policiais encontraram os lutadores já desacordados. Ninguém quis falar sobre a briga e as vítimas foram encaminhadas ao hospital. Maiquel passa bem. Kauê está internado na Unidade de Terapia Intensiva - UTI do Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. A Polícia Civil trabalha para identificar os envolvidos no caso de agressão. De acordo com a delegada Daniela Souza, falta identificar apenas um dos rapazes que participou da briga. Foi ele que chutou Kauê quando o lutador já estava desmaiado. A primeira pessoa ouvida foi

Falcão, que já recebeu alta. "Foram ouvidos os envolvidos no caso de agressão e os funcionários do posto que presenciaram a briga", esclarece Daniela. Ela explica que, por enquanto, a Polícia Civil trata o caso como lesão corporal e tentativa de homicídio contra Kauê. Segundo Daniela, ainda não é possível apontar vítimas e suspeitos. "Isso só saberemos ao fim do inquérito", afirma. A Polícia Civil tem o prazo de 30 dias para concluir o inquérito. Na quarta-feira, a mulher assediada por Maiquel prestou depoimento e registrou ocorrência contra olutador.

Expulsos da equipe Os dois lutadores envolvidos na briga foram expulsos da equipe Company Fight/RFT. O técnico Marcelo Brigadeiro divulgou nota em que explica os motivos. "A atitude desses dois atletas não reflete o comportamento de toda a nossa equipe. Somos conhecidos por sermos uma das mais vitoriosas equipes do mundo, mas também por sermos uma verdadeira família de atletas e homens de bem, de caráter idôneo e de comportamento exemplar como é de se esperar dos verdadeiros praticantes de artes marciais", afirma. Ele completa: "As atitudes de Maiquel Falcão e de Kauê Mena não condizem com o que é pregado por mim e praticado pelos meus alunos, nem pelo que é esperado por parte de nossos patrocinadores e parceiros comerciais". Leia a nota na íntegra e assista ao vídeo da agressão no site do LP: www.linhapopular.com.br.

Divulgação/LP

Mais de 20 menores fugiram de casa no primeiro semestre Segundo balanço do Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia, todos já foram localizados

N

o primeiro semestre de 2013, 23 menores fugiram de casa em Camboriú. Os casos foram acompanhados pelo Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia. De acordo com Manoel Mafra, responsável pelo Núcleo, eles saíram sem avisar e dormiram pelo menos uma noite fora de casa. Todos os casos acompanhados são de crianças e adolescentes com idades entre dez e 17 anos. Foram 14 meninas e nove meninos. Vinte dias foi o período máximo em que os jovens permaneceram fora de casa. A maioria entrou em contato com a família no segundo dia. Todos já foram localizados. Segundo o Núcleo, os bairros em que esse tipo de problema é mais comum são Monte Alegre e Taboleiro.

Em todo o ano passado, foram 39 crianças e adolescentes que abandonaram o lar. "A maioria não tinha nenhum motivo para sair de casa. Algumas meninas que abandonaram o lar alegaram que queriam mais liberdade", explica Manoel. Outras foram induzidas por pessoas adultas. Alguns jovens saíram porque estavam sendo ameaçados. Em alguns casos, os menores deixaram cartas expressando amor pelos pais e seus motivos. Outros saíram sem dar notícias. Em apenas dois casos foi necessário encaminhamento das crianças ao abrigo pelo Conselho Tutelar. Uma alegou uso de drogas por parte do pai e em outro caso foi constatado maus tratos.

Drogas: pai e filho são internados em clínica de recuperação Eles procuraram ajuda do Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia

P

ai e filho buscaram ajuda do Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia para se livrar do vício em entorpecentes. De acordo com Manoel Mafra, responsável pelo Núcleo, eles foram até a sede na tarde de segunda-feira, dia 8. O pai tem 51 anos e o filho 28. O filho começou a usar drogas há quatro anos. Eles já foram encaminhados à clínica de recuperação. "Esses casos mostram que além da preocupação com as crianças e adolescentes para não se

Manoel Mafra/Divulgação/LP

Encaminhamento. Pai e filho buscaram ajuda para se livrar do vício em drogas

envolverem com drogas, temos de orientar também os adultos", disse Manoel.

Casal retorna à clínica

Lutadores. Kauê Mena e Maiquel Falcão se envolveram em uma briga contra um grupo de seis pessoas

Também na tarde de segunda-feira, dia 8, o casal de usuários de drogas que havia abandonado o tratamento em um centro de recuperação voltou para a clínica. Eles têm três filhos que foram retirados da família e encaminhados a um abrigo. O casal já havia sido internado, mas permaneceu apenas 17 dias

na clínica. Nesta semana, eles voltaram a entrar em contato com o Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia pedindo uma nova chance. Antes de irem para o centro de recuperação eles visitaram os filhos. Segundo o casal, foi a saudade das crianças que fez com que abandonassem o tratamento inicial.


16

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Perfil

“Eu só acredito em três coisas: no que faço, vejo e digo”

pela política. “Sempre gostei de política uma montanha”, afirma. Mas sabe que essa paixão também tem seus contras: “Hoje meu capital seria muito maior se eu não fosse envolvido nisso”. Alfredo Collet Morais, de 64 anos, passou por muitas dificuldades e encontrou o sucesso em Camboriú. Alfredão nunca foi É um empreendedor e conseguiu, na região, recomeçar a vida. Deixou para trás problemas candidato. Atua nos bastidofinanceiros, uma cidade fria e um passado que serviu como aprendizagem res apoiando políticos. Atualmente faz parte da executiva Gustavo Zonta/LP izem que um raio não trabalhar lá por causa da eco- do PSDB e na última eleição, cai duas vezes no mesnomia”, explica. “Lugar pe- apoiou Fátima Gervásio. “Eu mo lugar. Pois onde Alfredo queno é assim: se você tem, sempre olho aquele que está Collet Morais nasceu caiu tem, se não tem, não tem. Se trabalhando, o que está protrês vezes. No total, onze você chegava com um car- duzindo”, explica. E contapessoas morreram, entre elas ro velho na frente do banco, biliza resultados vitoriosos. sua mãe, quando ele tinha não era atendido. Se tivesse “Dos candidatos que apoiei, apenas quatro anos de idade. um carro novo, as portas se sei que uma fatia de 50% da vitória deles foi minha”, afirAlfredão, como é conhecido abriam”. em Camboriú, sobreviveu Desanimado, ouvia ma. Não pensa em se candiàs três tragédias, apesar das muito que “aqui para baixo” datar, mas faria isso se for descargas elétricas que receera bom, e se mudou. Primei- vontade do partido. “Pela beu. Lembra que na última ro, investiu em uma garagem amizade que tenho, hoje só a vez, quando uma das vítimas de venda de veículos. “Fui prefeita Luzia é capaz de me foi um cunhado, precisou ser muito bem, era uma época convencer a me candidatar”, enterrado para que a terra em que vendia até 70 carros diz. Discutir política faz isolasse a energia. “Perdi o por mês”, recorda. Depois, movimento das pernas”, leminvestiu em um camping. Al- parte de sua rotina diária. bra. E mesmo assim, precifredão lembra que, nos pri- Alfredão, sempre empreensou dirigir uma camionete até meiros anos, encontrou difi- dedor, trabalha na construção a cidade, carregando todos os culdades para se adaptar. “A civil e já faz planos para o futuro. Mas corpos. cultura aqui não deixa a A infância difícil foi é muito difepolítica de vivida na localidade do Ubarente”, justilado. “Estou tã, interior da cidade de Santa fica. Mas com Sempre gostei sempre na Cecília, na Serra catarinense. os negócios de política rua, a polítiNão é à toa que o primeiro dando certo, ca me trouxe nome dado àquele município percebeu que uma também muifoi Serra do Corisco - a pahavia tomado montanha tas amizalavra define os trovões que a atitude cordes”, afirma. atingem com frequência o reta. Acompanha local. Assim também, semAlfredão saiu de lá que pôde, pre atento, as ainda na adolescência e foi investiu na morar em Curitibanos, cidacompra de um sítio e lotes sessões da Câmara de Vereade vizinha. Mas logo veio a em Camboriú. “Eu achava dores. Por tudo que encontrou morte do pai e as dificuldaque aqui tinha que ser o ludes aumentaram. “Foi uma gar para eu finalizar a vida”, aqui, o homem nascido no invida difícil, perdi mãe, perdi afirma. Depois de 19 anos em terior diz que já se considera pai, fiquei jogado na rua, fui Balneário, se mudou para um um cidadão camboriuense. morar com irmão. Sofri muisítio no Rio do Meio. Agora, “Não me vejo saindo daqui to”, relata. vive em uma casa no centro para ir para nenhum lugar”, garante. Mas não esquece Aos 18 anos, casou-se da cidade. com Maria Salvelina. “No Além da melhora finan- suas origens. Mostra que além começo da minha vida checeira, a vinda para Camboriú do espírito empreendedor e do guei a ir para o mato trabaveio acompanhada de mais tino para os negócios, é grato lhar como funcionário de ser- do ensino fundamental, mas disso. uma novidade: aqui Alfredão a quem lhe ajudou. E tem um raria, e para deixar comida tenho conhecimento de toda Há mais de 30 anos, e Maria Salvelina tiveram sua nome na memória: Henrique para meu filho mais velho, eu área por vontade própria”, quando já tinha quatro filhos primeira filha, Maria Luiza, Rosa, seu cunhado. “Ele me ia sem comer”, conta. “Daí garante. O homem grande, de - Marcos, Marcelo, Marcio e que foi adotada. “Ela sempre trouxe para o caminho cerlá os trabalhadores puxavam 1,82 metro - o que lhe rendeu Maicom (todos iniciado em soube e isso nunca foi pro- to para enxergar as pessoas a tampa da marmita e cada o apelido - de 64 anos, afirma “m”, assim como o nome da blema. Sempre recebeu mui- com outros olhos, o caminho um me dava um pouco. Essas que “foi o conhecimento da mãe) - Alfredão decidiu mu- to amor, ela é nossa paixão”, para ganhar dinheiro”, afirma. coisas fazem a gente desa- vida que me fez chegar aqui”. dar de rumos. Foi a realida- ele afirma. “Eu fico indignado Hoje, Didi, como chama o creditar em conto de fadas”, “Tem um ditado que eu de no local em que nasceu e com pessoas que dizem ‘que cunhado, está internado com completa. falo para os meus filhos hoje. cresceu que o empurrou para sorte teve essa menina’. Sorte problemas de saúde. Alfredão Alfredão não teve es- Eu só acredito em três coisas: o litoral. tive eu”, comemora. A família avalia o momento como aprotudo. O pai chegou a matri- no que faço, vejo e digo”, “Lá as pessoas são de aumentou bastante: Alfredão priado para a homenagem e garante: “A pessoa por trás de culá-lo oito vezes na escola, afirma. E foi durante a jorna- se olhar muito, cuidar muito já tem dez netos. mas ele nunca ficou. “Eu da que o trouxe até Camboriú da vida dos outros, e foi se Para Camboriú tam- tudo isso que eu sou e tenho não completei nem o 1° ano que aprendeu a importância tornando difícil para a gente bém trouxe junto o amor chama-se Henrique Rosa”.

D


17

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Saúde

Sala de parto do hospital fecha Camboriú terá cinco novos postos de saúde no período noturno Prefeitura encerrou os dois convênios que tinha com a Fundação Hospitalar, entre eles o que mantinha o sobreaviso dos médicos do centro obstétrico. Com isso, serviço fica comprometido

N

a semana passada, a Prefeitura de Camboriú anunciou que estava assumindo o pronto atendimento da Fundação Hospitalar. A decisão foi tomada após uma recomendação do Ministério Público, que recebeu a informação de que a Fundação não poderia mais manter o atendimento. Como o pronto atendimento é considerado serviço básico de saúde, é obrigação do município mantê-lo. No entanto, a decisão da Prefeitura gera outros problemas. Até a semana passada, o município mantinha dois convênios com a Fundação Hospitalar. Um deles, no valor de quase R$ 60 mil por mês, era destinado ao plantão do pronto atendimento. O outro convênio, no valor de R$ 66.690, era usado para pagar o sobreaviso da sala de parto. Com a obrigação de assumir o controle total do pronto atendimento, a Prefeitura decidiu cancelar os dois convênios que mantinha com a Fundação. "Não concordamos em manter o repasse porque nosso custo aumenta muito com a necessidade de assumir o pronto atendimento", afirmou a secretária de Saúde, Márcia Freitag. Durante a semana, a diretora administrativa da fundação, Margareth Cadore, conversou com obstetras para decidir de que forma o atendimento da sala de parto poderia ser mantido. Chegou a ser cogitada a possibilidade de suspender este serviço. "Decidimos que a partir de agora a sala de parto não funciona mais du-

Gustavo Zonta/LP

Sala de parto. Centro obstétrico passa a funcionar das 7h às 19h

rante a noite", explicou Margareth. O centro obstétrico funcionará das 7h às 19h. Os partos durante o dia continuarão a ser atendidos normalmente. No período noturno, no entanto, serão repassados a outros hospitais da região. "Sem os valores que a Prefeitura repassava referente ao sobreaviso, não temos como manter. Essa foi a alternativa encontrada", completa a diretora. De acordo com Margareth, os partos realizados à noite

são poucos em relação aos que ocorrem durante o dia. No mês de junho, por exemplo, 113 partos foram realizados no hospital de Camboriú. Deles, 26 ocorreram no período noturno - quase um por noite. Margareth explica que essa decisão é temporária. "Estamos aumentando a produção do hospital e acreditamos que, dentro de dois meses, conseguiremos retomar o atendimento noturno", afirma.

Folha de pagamento Nesta semana, a Prefeitura enviou à Câmara de Vereadores projeto de lei que prevê o repasse no valor de R$ 104.829,09 para a Fundação Hospitalar. O valor será usado para pagamento da folha de pagamento de junho. No mês passado, funcio-

nários do hospital colaram cartazes na fachada da unidade em que protestavam contra o atraso no salário. "Precisamos pedir este aporte da Prefeitura para regularizar a folha", disse Margareth. O projeto foi aprovado pelos vereadores.

Município é um dos 87 do estado que receberão verba para a construção e ampliação de unidades

O

Diário Oficial da União de quarta-feira, dia 10, publica a Portaria número 1.380. Ela divulga a lista do processo de seleção de propostas apresentadas para oaconstrução de Unidades Básicas de Saúde. Estas obras serão feitas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC 2. Camboriú faz parte da listagem, que prevê para o município cinco novos postos de saúde. De acordo com o Ministério da Saúde, a partir da data de publicação da portaria, os recursos já estão disponibilizados para a execução das obras. No total, os cinco novos postos vão custar R$ 3.637.000. Duas unidades custarão R$ 659 mil cada e outras três custarão R$ 773 mil cada. Os recursos serão enviados pelo Fundo Nacional de Saúde, que está em contato com os municípios. De acordo com a secretária de Saúde de Camboriú, Márcia Freitag, agora a Prefeitura precisa seguir a tramitação burocrática necessária para que as obras saiam do papel. "Primeiro é enviada uma parcela de 20% para

que façamos os projetos e comece a base das construções", explica. As obras precisam passar por processo licitatório. Os projetos devem ser feitos pela Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí - Amfri. "Nós apresentamos muitos pedidos ao Ministério da Saúde. Além destes novos postos, pedimos também a ampliação de unidades, como a do Santa Regina. Aguardamos que esses recursos também sejam liberados", disse Márcia. Em todos os municípios do Brasil que constam na Portaria publicada, o investimento chega a R$ 412 milhões. Para Santa Catarina, foram repassados R$ 98 milhões. A maior parte será investida na construção de novas unidades em 87 municípios do estado. Locais que receberão os novos postos

- Bairro São Francisco de Assis, Barranco - Bairro Taboleiro - Bairro Areias - Localidade dos Macacos - Bairro Monte Alegre


18

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

ClassiPopular linhapopular@gmail.com

Imóveis

Imóveis

Aluguel

Troca

Anuncie! É grátis

3365-4893

Negócios Empregos

Automóveis

Vendo casa no Monte Alegre, rua Samambaia, 681. Com 13 peças e garagem para 4 carros. Fone: 9995-2938

Vendo ou troco apartamento em Camboriú. 2 quartos, sala, cozinha. Valor a combinar. 8412-8398 / 9677-6067

Motos

Serviços

venda

casas Vendo Casa em alvenaria com 2 dormitorios e demais dependencias em terreno de 12 x 24 mts,em frente ao ponto de ônibus, rua asfaltada proximo a todo o comércio do Sta Regina. R$ 170 mil. 3365-6955 / 9636-6873. Vendo sítio a 8 km de Camboriú, com 50 mil m2 e cachoeira. R$ 360 mil. Aceito casa, carro ou apto. 8427-9202 (Paraná) / 9918-2503 (Rike) Vendo casa no centro de Navegantes por R$ 450.000,00. Toda averbada e escriturada. São 260m² de construção em um terreno de 12m x 25m. Com sala comercial de 60m² que tem como dividir em duas + o banheiro. Fone 9667-9047 Vendo casa c/ 5 quartos, sala cozinha, garagem. Rua Samambaia, Monte Alegre. Troca por sítio (motivo de saúde). 8486-5502 Vendo casa no Monte Alegre, rua Monte Serra Negra. 3 quartos, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, garag. 2 carros, churrasq. 478m2. Galpão no fundo. Valor a combinar. 3363-9126 c/ Darcilo. Vendo casa no Centro com sala, cozinha, banheiro, três quartos, área de serviço, garagem e salão de festas, e um ótimo terreno. R$ 280.000,00. 3365-6733 / 9968-0848 Vendo casa em Bombas, aprox. mil metros da praia, 2 quartos. Valor R$ 120 mil. Aceito troca por quitinete em Camboriú e Itapema. 33638428 / 8411-9355 APOLAR IMÓVEIS - Excelente CASA DE ALVENARIA no Santa Regina III, terreno com 360m², completa área de lazer com churrasqueira, 01 suíte, 01 dorm., closet, sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, garagem coberta, fundação para o 2 piso, jardim, canil, portão eletrônico . Ref. 104639. Fone: (047) 3365-6820. CRECI-SC-Prot.1766 www.apolar.com.br

Vendo bela casa de tijolo a vista. Com ótima vista. Dois grandes quartos, sendo um suite. Ampla cozinha. Grande sacada com deck de madeira e lindo jardim. Valor: R$ 700 mil. 3365- 1956 / 9626-2626 Vendo casa no centro de Camboriú, com 2 suítes mais 2 dormitorios, sala, cozinha, área de serviço. Por apenas R$ 250 mil. Ótima oportunidade. 3365-5102 - 9965-8610. Vendo casa no centro com terreno de 300 metros, com área total construída de 100m², 3 dormitorios, sala de estar e jantar, cozinha, wc social. Mais edicula com 1 suite e cozinha. R$ 300.000,00, proprietária tem interesse em permuta. 3365-5102 - 8422-3252 Vendo casa no Rio Pequeno. Terreno 12x20, casa 8x8 semi-pronta. R$ 140 mil ou troco por caminhão caçamba. 8472-7914 / 9609-2740 APOLAR IMÓVEIS - EXCELENTE CASA DE ALVENARIA, frente mar, em Piçarras, dois pavimentos, 04 dormitórios, e demais dependências, sacada ampla de frente pro mar, garagem coberta para 02 carros, com 439 m² de área construída. Referência 104642. R$ 650.000,00 Aceita propostas. Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC - Prot.-1766/13 www.apolar.com.br Vendo casa grande próximo à Policlínica, no centro de Camboriú. 3 dormitórios (1 suíte), 3 salas e área de lazer. 3365-6709 / 9660-5691 Vendo ótima casa no bairro Monte Alegre, o terreno além desta casa possui uma casa de madeira aos fundos totalizando uma área de 300 m² Valor R$ 120.000,00. Aceita financiamento, Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 3365-4995 CRECI.12.981 Vendo casa em alvenaria, 4 quartos, 2 banh. Edícula com lavanderia, salão c/ 178 m2 p/ comércio c/ porta p/ 2 ruas. Terreno mede 428m2 na rua Atenas, esq. c/ Jerusalé, bairro Santa Regina, próx. do novo ginásio da Prefeitura. R$ 230 mil. 9636-5915

Vendo casa nos fundos (com entrada da rua) no bairro Cedro. R$ 40 mil. Aceita-se carro de R$ 15 mil. 8449-2238

apartamentos APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO no Santa Regina V, 02 dorm., sala de estar e jantar, cozinha integrada, BWC social, área de serviço, 01 vaga de garagem, Área de festas. R$ 165.000,00 Ref. 104636. Fone: (047) 33656820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br APOLAR IMÓVEIS – Ótimo APARTAMENTO no Bairro Areias, 01 suíte, 01 dorm., sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, sacada com churrasqueira, garagem privativa. R$ 180.000,00. Ref. 104637. Fone: (047) 3365-6820. CRECI-SC - Prot.1766 www.apolar.com.br Vendo apto. com entrega prevista para abril de 2013, com 2 dorm., sala, cozinha, wc social, 1 vaga de garagem, sacada. Entrada facilitada e financiamento pelo minha casa minha vida. R$ 130.000,00. 3365-5102 8422-3252 APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO no Centro, 01 suíte + 01 dorm. Sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, sacada com churrasqueira, garagem privativa, portão eletrônico. R$ 190.000,00 Referência 104643 Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO no Cedro, 02 dorm. Sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, sacada com churrasqueira, salão de festas, piscina, academia, quadra poliesportiva, garagem. R$ 158.000,00 Referência 104628 Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br

Sobrados APOLAR IMÓVEIS - Excelente sobrado no Bairro Tabuleiro, 02 demi-suítes, sala de estar e jantar, cozinha, amplo quintal, BWC social, 02 vagas de garagem, fácil acesso e fino acabamento. Somente R$ 200.000,00. Pronto pra morar. Ref. 104627. Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br Vendo sobrados no bairro Santa Regina, com 2 dormitórios, sala, cozinha, wc social e lavabo, área de serviço, 1 ou 2 vagas de garagem, ótimo acabamento. Financiamento pelo plano minha casa minha vida. 3365-5102 - 8422-3252 Vendo sobrado novo no bairro Cedro c/ 2 dorm., garagem p/ 2 carros. R$ 120 mil. Financiamento Minha Casa, Minha Vida. 9636-6873 / 8491-6732 Vendo sobrado para ser acabado no Minella, em terreno de 300m². Troca por imóvel até R$ 150 mil e transfere 74 parcelas de R$ 1.180,00 direto com loteador. 33656955 / 9636-6873 Vendo sobrado de altíssimo padrão totalmente mobiliado pronto para morar. Bela decoração e ótimo acabamento. Aceita troca por imóvel em Balneário Camboriú. 100m² Valor: R$ 260.000,00. 96262626 / 3365-1956 Vendo sobrado no Santa Regina 4, 2 suítes, cozinha, sala, lavabo, churr., garagem, área de serviço. Área constr. 84 m2. R$ 130 mil. 50% entrada restante em janeiro de 2013. 9957-8004 Vendo excelente sobrado geminado no bairro santa Regina VI, possui uma suíte com sacada, um dormitório, entrada facilitada, valor R$ 140.000,00 Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 33654995 CRECI.12.981

Vendo sobrado no Santa Regina 5, c/ 2 suítes, cozinha, sala,WC, churr., garagem, área de serviço. Área contr. 112 m2. R$ 155 mil. 9957-8004 Vendo sobrado c/ 1 suíte c/ sacada + 2 dorms., banheiro, sala de estar, lavabo, cozinha, área de serviço, churrasqueira, vaga 2 carros, 121,72m2, direto c/ construtora. Centro de Camboriú. 9920-8754 Vendo sobrado no bairro dos Municípios, com 2 dormitórios, 2 wc social, sala, cozinha, área de serviço, 1 vaga de garagem. R$ 260.000,00. Aceita proposta. 3365-5102 9190-0757

terrenos Vendo terreno de esquina no Centro de Camboriú, ótima localização para comércio e residência, com 350m2, R$ 300 mil. 3365-6733 / 99680848 APOLAR IMÓVEIS – Terreno com 387 m² no Centro de Camboriú, ótima localização, pronto para construir. R$ 250.000,00. Aceita propostas. Ref. 12165. Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC- Prot. 1766/13 www. apolar.com.br Vendo terreno com 2 casas simples, 586m2, Pedra de Amolar, Ilhota. Aceito troca. R$ 70 mil. 8444-8614 / 9627-5364 c/ Dete Vendo terreno c/ 2 casas em Lages, próx. ao centro da cidade, ou troco por outra casa na região de Camboriú. (49) 9971-3357 Vendo terreno 300m2, R$ 110 mil. Rua pavimentada, área nobre. 9921-9054 / 8430-2598 Creci 20250 Vendo terreno com casa em obra, localizado no bairro santa Regina II, o terreno esta quitado, Aceita-se permuta no local e outras propostas, Valor R$ 130.000,00 Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 3365-4995 CRECI.12.981

APOLAR IMÓVEIS – TERRENO COMERCIAL OU RESIDENCIAL NO CENTRO DE CAMBORIÚ, próximo a Avenida Minas Gerais, com 296 m², pronto pra construir. R$ 200.000,00. Referência 104644 Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br Vendo terreno no centro de Camboriú. Área 1.600 m2. R$ 1.500.000,00 – 9957-8004 Vendo terreno de 300 m2 Rio do Meio ao lado do Clube Brejeiro, R$ 80.000,00 aceita-se proposta. Fones: 47 99102018 / 48 98146650 e 48 32990993 email: nicelegal@uol.com.br Vendo terreno na rua Biguaçu, bairro dos Municípios. R$ 250 mil. 3365-1704 c/ Gói ou 91012902 c/ Juliana APOLAR IMÓVEIS – TERRENO NO BAIRRO AREIAS com 339 m², 15x22,60 CAMBORIÚ, com 339 m², 15 m x 22,60 m, ÓTIMA LOCALIZAÇÃO !!!. R$ 180.000,00. Referência 104633 Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br Vendo terreno de 16,5 X 25 mts de esquina com 1 casa de alvenaria de 1 suite + 2 dormts e 1 casa de 1 dormt e demais dependencias, bairro Sta Regina 1, local livre de alagamentos. R$ 176 mil. 3365-6955 / 96366873. Vendo terreno localizado próximo ao Forum, em rua pavimentada e com excelente valorização. Bairro Santa Regina. Valor: R$ 150.000,00 Fone: 33651956 / 9626-2626 APOLAR IMÓVEIS – TERRENO EM CONDOMÍNIO FECHADO no Bairro Fazenda em Itajaí com 359 m², completa estrutura de lazer com salão de festas, churrasqueira, piscina, academia, quadra poliesportiva. R$ 300.000,00 Referência 104640 Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br


19

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Classi Popular Imóveis

Imóveis

Aluguel

Troca

Negócios Empregos

Automóveis

Motos

Serviços

Anuncie! É Grátis

aluguel

Procuro casa ou kitinete para alugar no centro, ou próximo ao centro, de Camboriú. Com cozinha, sala, podem ser integrados, com quarto e garagem. 8481-9007 Alugo sala comercial c/ 33m2, ponto de antena parabólica, área externa coberta, banheiro c/ chuveiro. Em frente a Central de Luto. 9143-9749 (Tim) ou 84415025 (Oi). Alugo kitinetes no Taboleiro, rua Sassafrás, 344. R$ 500 – livre de água e luz. 9211-0892 / 9629-9818 Alugo sobrado 2 dormitórios novo bairro Rio Pequeno. Locação anual R$ 800,00 + txs. 3365-4995. Creci 12.981 Alugo casa c/ 1 quarto, mobiliada, centro de Camboriú. 9955-5184 Alugo 2 aptos. com 02 dorm. demais peças, com garagem coberta, no Bairro Areias Rua Bahia esq. Goiás. R$ 650,00. CRECI 19.531 - (47) 8404.4306 Alugo aptos em Balneário Camboriú de 1, 2 e 3 dormitórios. Tratar (47) 3367-2829 Alugo apartamentos com 2 quartos, sala, cozinha e banheiro. Rua Samambaia, 612 – Monte Alegre. 32648536 / 8481-9755 c/ Paulinho Alugo kitinete mobiliada. 33651967 / 9941-9306 Alugo kitinete na rua Acyla Garcia, 85, Centro. 3365-2064/9933-2974 Alugo casa no bairro Cedro, 3 quartos, rua Rodrigo Faveri, 156. Fone: 9657-2081 ou 9659-9413. Falar com Elton ou Terezinha. Alugo apartamento 2 dormitórios, no Dom Amaro - próx. escola Clotilde. R$ 750. 9918-0503 c/ Júnior Alugo casa na rua Pedro Saut Junior, 307. Kitinete. R$ 450 + água e luz. 9660-6332 Alugo sala comercial no residencial Maria Helena, no Cedro. R$ 800. 9690-2762 / 9932-4180 Alugo kitinete na rua Jamaica, no bairro das Nações, em Balneário Camboriú. 3361-64701 / 9619-11646 Alugo SALA COMERCIAL, CENTRO, CAMBORIÚ. Excelente localização. 75m², reformada, iluminação de emergência, copa, BWC mobiliado, câmeras de segurança. (47) 96454290 CRECI/SC Prot.1765/13 Alugo casa com 1 quarto na rua Jamaica, bairro das Nações, BC. 33616470

Alugo kitnete no Rio do Meio, ao lado do Clube Brejeiros. 1 dorm, sala conj. cozinha, banheiro R$ 300,00 Fones: 47 99102018 / 48 98146650 e 48 32990993 Email: nicelegal@uol. com.br

Negócios Troco terreno em Chapecó, bairro Esplanada, próx. Hospital Regional por imóvel em Camboriú, preferível terreno. 8426-8432 9643-6532 Vendo máquinas de sorvete expresso. (51) 3586-7115 / (51) 8286-4542 Vendo Empresa de Salgados com carteira de clientes ativos, com faturamento de aproximadamente R$ 20 mil/mês, sediada em Camboriu-SC. Informações: Marcos – 9927-8006 Vendo carta de crédito que serve para compra de imóveis (casa, apartamento, sítio ou construção), valor da carta R$ 100.000,00 entrada de R$ 4.800,00 + parcelas de R$ 850,00 Contato: (48) 3626-3141 Vendo ponto de Krep´s Suíco contendo: 1 geladeira, 2 estufas (uma quente e uma fria), um freezer, balcão de pia, 2 máquinas de kreps, uma máquina de sorvete. Entrar em contato pelos fones: (47) 8481-9755, (47) 9953-1632 ou (47) 3264-8536. Falar com Paulo. Vendo táxi em Camboriú. 9977-3100 c/ Zênio.

Vendo máquina de escrever Olivetti Studio 45 com maleta. P/ colecionador, perfeito estado. Melhor oferta. 9967.0164 Vendo tudo para montagem de empresa de salgados. Relação de clientes, freezer dupla ação, fritadeira grande Eccel, forno Venâncio para duas formas, máquina para fazer massa Progaz, cilindro para abrir massa, diversas bacias, formas e equipamentos para linha de produção. Contato: 3365-5078 ou 8819-6355 Vendo lancheria, com móveis novos, em Perequê - Porto Belo. Bom faturamento. Motivo da venda: dono não pode atender. 8492-2902 Vendo perfumes importados e originais a preço acessível. Mais informações: 9690-2769 Vendo capa de sofá 2 e 3 lugares (aquela com estático/toda franzida) semi-nova. Valor R$ 80. 8481-9007 9908-1977. Vendo vidraçaria já estabilizada e pronta para trabalhar com muita clientela e serviço. Rua Theonilia Simas Ramos, 130, centro de Camboriú. Vendo máquina de sorvete expresso direto de fábrica. (51) 9586-7115 / (51) 8286-7542 Vendo aparelho de musculação completo. Marca Athletic. R$ 800. Fone: 9658-1796

Empregos

Arrendamos sítio/pesque pague. Camboriú. R$ 1.100,00. CRECI 19.531 - (47) 8404.4306

Contrata-se secretária para Clínica Odontológica. Requisitos: ensino médio completo, experiência comprovada, noções de informática e de preenchimento fiscal. Salário: a combinar. Favor entregar currículo na rua Guaraparim, nº 260, Taboleiro, para agendamento de entrevistas.

Vendo compressor odontológico silencioso. Em ótimo estado. R$ 1.000,00. 3365-1411

Ofereço-me para lavar roupas em domicílio, preço a combinar. 84492238 ou 8489-3584

Vendo ou troco por Biz, equipamentos de salão de beleza completo semi-novo. R$ 3,5 mil. 9957-8004

Vendo televisão 29’’ marca Mitsubishi e geladeira Consul. 3368-3069 / 9982-0842 Vendo violão de sete cordas novo e acordeon Scandalli. 9973-7196

Contrata-se aux. técnico p/ trabalhar em empresa de internet via rádio em Camboriú. É preciso ter mais de 18 anos e cart. de habilitação. Comparecer no local c/ docs. e currículo. Rua José Fco. Bernardes, nº 733, 2º piso. Contrata-se vendedora/telemarketing para trabalhar de forma interna e externa para Escritório de Marcas e Patentes, Balneário Camboriú. Entrar em contato com Noeli para marcar entrevista (47) 9728-6181 / comercial.idealmarcas@hotmail.com Ofereço serviço de profissional adequado para cuidar de criança, com local. Horário e preço a combinar. 8449-2238 Procuro emprego na área de segurança ou vigilância ou somente para eventos no final de semana. Tenho experiência. 8841-2924 ou 9908-1977.

Veículos

automóveis

Vendo Montana 2010, prata, em perfeito estado, completa. Bom preço. 9934-3098 Vendo Bongo K2500 TCI completo, ar quente e frio, 14 mil KM. Ano 2010. 9116-5151 Vendo Tempra 97/97 completo, GNV e couro. R$ 6 mil. Fone: 9924-1474. Vendo Gol Special, ano 2002, prata, doc. em dia. R$ 10.500. 33617080 / 9670-4494 c/ Monique ou Rodeniulson Vendo Gol Geração 3, 2001, c/ ar e direção hidráulica. R$ 11.000. 8472-4503 Vendo Palio 2007, básico, 2 portas, prata. R$ 14 mil. 9932-4180 Vendo Palio EX 1.0 Mod. 99, parata, 2 portas. 2º dono, licenciado. 8836-2420 Vendo Pampa 91. R$ 8 mil. 84865502

Vendo Classic Preto, 2012. Financiado – R$ 18,5 mil já pagos. Assumir parcelas. Aceito propostas (moto ou carro de menor valor). 8431-0911 Vendo Uno Mille Fire, duas portas, ano 2004/2005, branco, gasolina. R$13 mil. 3365-6733 / 9932-1166 Vendo Uno 96 4p verde ótimo estado – R$ 8.800,00 - 47-8454-8484

ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO CENTRO DE RECUPERAÇÃO FILHOS DE ISRAEL EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Vendo máquina de sorvete monofásica, em bom estado. Contato pelos fones: 8481-9755 ou 9953-1632 com Paulinho

Em conformidade com o que estabelece o Estatuto, convocamos os senhores associados e diretoria plena, para uma reunião á realizar-se no dia 20 de julho de 2013 (sábado), na sede do Centro de Recuperação Filhos de Israel, às 16h para deliberam e decidirem sobre os seguintes assuntos:

Vendo padaria completa com clientela formada. Ponto c/ boa localização, próximo a entrada de Camboriú. Tratar direto com o proprietário: 3363-7717

1. Eleição da Nova Diretoria 2. Assuntos Gerais. Camboriú (SC), 08 de julho de 2013

Vendo FIESTA 2010, completo! Ar, direção, faróis de neblina, vidros elétricos, alarme. Quitado. Contato: (47) 9902-4054, 9977-1363 Vendo Gol 2011, 1.0, geração 4, branco, flex, 2 portas, c/ ar. 33652250 / 9932-4180 Vendo Astra, 2003, completo, em perfeito estado. 9934-3098 Vendo Golf prata 02/03, completo, revisado. R$ 17 mil à vista. 96087253 / 8426-8153


20

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Variedades

Ofício de delícias

O arroz carreteiro é um prato bastante tradicional na nossa região. Aqui no Sul, é muito comum depois de um churrasco se fazer um arremedo de arroz carreteiro. Na verdade, o prato tradicional é feito com carne seca ou charque, mas mesmo essa receita feita com as carnes que sobraram do churrasco do domingo fica muito saborosa. Normalmente se faz bastante, pois é uma receita que não se consegue fazer pouca quantidade, até pelas características da comida. Muitas vezes, sobra aquele carreteiro pronto que fica na geladeira e não sabemos o que fazer com ele. A sugestão de hoje é transformar essa sobra de carreteiro em um delicioso bolinho. Depois de alguns testes, o bolinho ficou surpreendente. Experimente, pois quem provou aprovou!

Modo de fazer: Coloque o arroz em uma panela com o copo de água e mexa bem até ferver. Acrescente a margarina e deixe cozinhar um pouco. Desligue o fogo e passe pelo processador ou bata no liquidificador até virar uma pasta. Volte então à panela e assim que começar a ferver coloque a farinha de mandioca. Mexa vigorosamente até formar uma bola e desgrudar do fundo da panela. Se ficar muito mole, coloque mais um pouco de farinha de mandioca, desligue o fogo e deixe esfriar um pouco. Quando a massa estiver morna, acrescente o polvilho azedo, misture bem, junte o cheiro verde a gosto e leve à geladeira para gelar. Enquanto isso, afervente a linguiça fresca, retire a pele e esmigalhe bem. Frite em pouco óleo para que fique bem sequinha e reserve. Retire a massa da geladeira e faça os bolinhos colocando um pouco de linguiça frita no centro, dê o formato de bolinho e passe pela farinha de empanar. Coloque todos em uma assadeira e leve para congelar. Depois de congelado, frite em óleo abundante e quente.

oficiodedelicias.com.br Twitter:@FariaPauloR

Bolinho de arroz carreteiro Fotos: Paulo Roberto Faria/LP

Chef paulo roberto faria

Ingredientes: 4 xícaras de arroz carreteiro pronto 1 copo de água 3 colheres de sopa de margarina 200 g de farinha de mandioca branca (crua) 2 colheres de sopa de polvilho azedo Cheiro verde a gosto 200 gramas de linguiça fresca Farinha própria para empanar Óleo suficiente para fritar os bolinhos

paulo.gastronomia@uol.com.br

Observações: não substitua a farinha de empanar por outra farinha, pois não dará certo. É necessário congelar os bolinhos para que não se abram na fritura.

Horóscopo A loira que queria emagrecer A loira visita um médico para perder uns quilos. Após um exame minucioso, o doutor receita a seguinte dieta: — Você pode comer normalmente por dois dias, aí pula um dia, come normalmente mais dois dias, pula outro dia e assim por diante... Durante o mês inteiro. Se seguir esse regime à risca, vai perder pelo menos uns 5 quilos. No início do mês seguinte, ela retorna ao médico 15 quilos mais magra. — Incrível! Vejo que você seguiu minhas recomendações à risca. Parabéns! — Obrigado, doutor! Mas fique sabendo que eu quase morri. — De fome?! — Não! De tanto pular!

Gato no psiquiatra O sujeito, muito esquisito, vai ao psiquiatra. — Doutor, doutor! O meu problema é que eu acho que sou um gato! — Há quanto tempo você vem pensando isso? - pergunta o psiquiatra. — Ah, desde que eu era um filhotinho!

Pesando com a barriga Era uma vez um criador de porcos que estava há tanto tempo nesse ramo que nem precisava mais de balança para pesar os bichos. Ele simplesmente colocava os porcos em cima da barriga e já sabia o peso. Certo dia, depois de ter pesado muitos porcos desse jeito, ele já estava cansado e pediu para o filho: — Ferisvaldo! Vá chamar a sua mãe pra me ajudar, vai! (Sim, a mulher também dominava a técnica de pesar porcos com a barriga). O menino saiu correndo e logo voltou, sem a mãe. — Ué, filho! Cadê a sua mãe? Ela não vem pesar os porco? — Ah, pai... Não sei não... Ela tava ocupada pesando o vizinho!

Áries

Leão

Sagitário

Deve definir as suas posições com firmeza e clareza. Tudo deve ser explicado e, em alguns casos, terá mesmo de fazer cortes com pessoas ou situações. Evite pedir opiniões a terceiros. Melhor dia: Terça-feira

Semana serena. Estará no controle das suas emoções e não será difícil absorver-se dos acontecimentos. Atravessa uma fase de avaliação. O momento é propício à exposição de trabalhos. Melhor dia: Domingo

Período movimentado em que terá de contar com várias solicitações. Mesmo com algum cansaço pode contar com evoluções. Os próximos dias serão pautados por pensamentos para o futuro. Melhor dia: Sábado

Touro

Virgem

Capricórnio

Passará a semana com algumas dificuldades, já que terá alguma ansiedade e falta de confiança no futuro. Faça um esforço para ser mais positivo. Terá de ter mais paciência com o seu parceiro. Melhor dia: Quinta-feira

Terá uma semana rica em afetos e carinhos. Passará por emoções intensas em todos os setores da sua vida. Pode contar com apoios importantes para os seus projetos. Deve seguir seus sentimentos. Melhor dia: Terça-feira

Pode contar com uma semana forte em que de uma maneira geral vai conseguir alcançar o que deseja. Terá grande poder de ação e conseguirá reforçar as suas posições pessoais. Melhor dia: Segunda-feira

Gêmeos

Libra

Aquário

Deve procurar um caminho de independência, embora com toda a prudência. Terá preocupações com a conclusão de alguns trabalhos mas tudo indica que vai conseguir. Tente divertir-se mais. Melhor dia: Sábado

Semana surpreendente e auspiciosa em que a sua vida será marcada por acontecimentos positivos. Isso abrirá novos caminhos para o seu futuro. Deixe o passado para trás. Estará muito perspicaz. Melhor dia: Sexta-feira

Atravessa um período intenso e radioso. Conseguirá ter os melhores comportamentos e atingir em pleno objetivos. Vão surgir novas possibilidades de mudança que serão positivas. Melhor dia: Domingo

Escorpião

Peixes

Será uma semana muito intensa. A sua intervenção será necessária e constante. Nada pode passar em claro ou sem que defina o que se quer. Deve fazer uma pausa para pensar melhor na sua vida. Melhor dia: Quinta-feira

Terá uma semana marcada por progressos que contudo implicarão muito esforço. Insista nos seus propósitos e verá que os apoios vão surgir na hora certa. Tudo deve ser falado de forma direta e clara. Melhor dia: Segunda-feira

Câncer Período de evoluções lentas mas favoráveis. Tudo caminha de forma estruturada e sem problemas ou dificuldades. Deixe que tudo flua, o tempo fará com que as coisas se encaixem da melhor forma. Melhor dia: Terça-feira


21

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Variedades

O que

Up!

VESTIR Por Gabriela Zucki Designer de Moda

Por Jaison Gardini jgardini@gmail.com @jaison31

gabizucki@hotmail.com Esquente cabeça com...GORROS! Esquente a cabeçaa com...GORROS!!

Esquente a cabeça com...GORROS!! Acessório clássico dasdas baixas temperaturas Acessório clássico baixas temperaturase efigurinha figurinha carimbada carimbada em look em looks inspiradores do inverno 2013 streetstyle, os agorros, além os gorros além de quentinhos trazem um charme todo especial produção. O que ant Esquente a cabeça com...GORROS!! Acessório clássico das baixas temperaturas e figurinha carimbada de quentinhos, trazem um charme todo especial à produção. O queeme looks repaginado e totalmente fashionista. O gorro virou um acessório super estiloso atua os gorrosservia além deapenas quentinhos umacharme especial ae produção. Ooutra que ant antes paratrazem esquentar surge todo repaginado totalmente basiquinho descolado e atual, deixando mulher com cara de fashionista. cois Acessório clássico das baixas temperaturas e figurinha carimbada em looks inspiradores doEinverno 20 repaginado eesta totalmente O gorro virou um acessório estiloso fashionista. Ocolaborando! gorro fashionista. virou um acessório super estiloso esuper atual. Tem e atual cabelo nãoum os gorros além de quentinhos trazem charme todo especial a produção. O que antes servia apenas para esqu basiquinho atual, deixando mulher comdescolado cara de fashionista. E outra cois o poder descolado de deixar eaté o look mais abasiquinho e atual, deirepaginado e totalmente fashionista. O gorro virou um acessório super estiloso e atual. Tem o poder de deixar até cabelo nãoa esta colaborando! xando mulher com cara de fashionista. E outra coisa boa é que ele basiquinho descolado e atual, deixando a mulher com cara de fashionista. E outra coisa boa é que ele ainda disfa ainda disfarça quando o cabelo não esta colaborando! cabelo não esta colaborando! Fotos: Arquivo pessoal/LP

Olá, pessoal! Aprendemos que o amor chega na hora exata. Que a maturidade vem aos poucos. Que a família é tudo. Que amigos bons e sinceros são poucos. Que cuidar da sua vida é sempre a melhor opção. Que dias melhores sempre virão. Que na vida nem tudo vale à pena. E principalmente que a felicidade depende das escolhas que você faz. Final de semana chegou, vamos curtir a programação! O que rola hoje, dia 12 Shed Western Bar/BC: Arraial Shed! E com esse frio, lugar perfeito com música boa e gente bonita. Atrações: Rodrigo Valetim e Willian Alves e Junior. A partir das 23h. Informações: www.shedbar.com.br

Fotos: Divulgação/LP

O casal Dani Serpa e Luciano brindando o que vida tem de melhor!

O que rola sábado, dia 13 Espaço Garden-Show e Eventos/Camboriú: A Leeloo club está de volta. A festa que inovou a década dos 90 com mais de 20 edições em SC já têm data para reestrear. Os fãs de entretenimento poderão apreciar um evento que mistura música eletrônica com conceitos de vanguarda, moda e comportamento. Atrações: VIP ROOM: atração surpresa e Ton Antony Well. ROOM 01: Steve Travell (Mont Blanc music), DIRTY VEGAS, TIEFSCHWARZ (Seven Music) e Lika Live (Leeloo Club). Na antiga Cabanha Del Pia. Informações: (47) 3346-6658. ATENÇÃO NOIVOS! Começa nesta sexta-feira o evento que vai dar um casamento dos so-

Esquente a cabeça com...GORROS!! Esquente a cabeça com...GORROS!! Acessório clássico das baixas temperaturas e figurinha carimbada em looks inspiradores do inverno 2013 streetstyle, os gorros além de quentinhos trazem um charme todo especial a produção. O que antes servia apenas para esquentar surge Acessório clássico das baixas temperaturas e figurinha carimbada emacessório looks inspiradores do inverno repaginado e totalmente fashionista. O gorro virou um super estiloso e atual.2013 Temstreetstyle, o poder de deixar até o look mais os gorros além de quentinhos trazemdescolado um charmee todo a produção. O que antes servia apenas paracoisa esquentar basiquinho atual,especial deixando a mulher com cara de fashionista. E outra boa ésurge que ele ainda disfarça quando o repaginado e totalmente fashionista. gorro virou um acessório super estiloso e atual. Tem o poder de deixar até o look mais cabelo não O esta colaborando! declara que basiquinho descolado e atual, deixando a mulherJana com cara de fashionista. E outra coisa boa é que ele ainda disfarça quando o ama muito seu cabelo não esta colaborando!

esposo Maicon Reis.

Esquente a cabeça com...GORROS!!

nhos para um casal. Os casais apaixonados de toda a nossa região já têm destino certo este final de semana. Começa nesta sexta-feira, dia 12, e vai até domingo, dia 14, a Exponoivas Litoral, o evento que escolhe a frase

mais criativa para realizar o casamento dos sonhos do casal que a criou completando a frase: Um casamento dos sonhos seria...

Acessório clássico das baixas temperatura os gorros além de quentinhos trazem um charme tod repaginado e totalmente fashionista. O gorro virou um basiquinho descolado e atual, deixando a mulher com cabelo não esta colaborando!

Criada com o objetivo de reunir noivas, noivos, casais e profissionais do segmento de festas e também do mercado imobiliário, enxovais, listas de preDICA: Para usá-los tem que ter atitude e sentes e turismo, a Expo Noivas segurar o look, sem neuras. Meus Litoral 2013, que acontece no DICA: Para usá-los tem que ter atitude e preferidos são os mais larguinhos de tricot! Centreventos, em Itajaí, ofere- segurar o look, sem neuras. Meus DICA: Para usá-los tem que ter atitude e cerá mais de 100 stands com preferidos são os mais larguinhos de tricot! o look, sem neuras. Meus produtos e segurar serviços ligados à preferidos são os mais larguinhos de tricot! área. O valor da entrada é de R$ 8 por pessoa. Informações: (47) 3349-3114 / www.expoDICA: Para usá-los tem que ter atitude noivaslitoral.com.br Ótima semana e até mais!

e segurar o look, sem neuras. Meus preferidos são os mais larguinhos de tricot!


22

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Esporte

Colégio Recriarte se destaca no início dos Jogos Escolares

Atletas conquistam doze medalhas na Copa SKD de Judô

Nos três primeiros dias de competições do Jecam 2013, escola particular é a que mais ganhou entre as 20 instituições de ensino que participam dos jogos

Quinze atletas representaram Camboriú na competição e trouxeram 6 medalhas de ouro, 4 de prata e 2 de bronze

Gustavo Zonta/LP

Acaj/Divulgação/LP

Ouro. Mariana Testoni conquistou um ouro para Camboriú

N

o último final de semana, a Associação Camboriuense de judô - Acaj participou de mais uma edição da Copa SKD de judô, que aconteceu em Itajaí. Ao todo, 218 atletas de 23 clubes de Santa Catarina participaram da competição. A Acaj esteve presente

com 15 atletas e conquistou 6 medalhas de ouro, 4 de prata e 2 bronze. “Quero parabenizar todos os atletas, os que conquistaram lugar no pódio e os que não conquistaram. Tenho a certeza de que estamos no caminho certo”, comentou Adrijane França, técnico da equipe.

Cerimônia. Abertura oficial dos jogos aconteceu na terça-feira e reuniu delegações de atletas

N

estes primeiros dias de competição dos Jogos Escolares de Camboriú - Jecam, o colégio Recriarte vem mantendo a tradição de conquistar muitas medalhas. Nos primeiros três dias de jogos, que coBase territorial, Itajaí, Navegantes, Camboriú, Ilhota, Luiz Alves, Penha e Piçarras. meçaram na segunda-feira, dia Base territorial, Itajaí, Navegantes, Camboriú, Ilhota, Luiz Alves, Penha e Piçarras. ____________________________________________________________________________________________ 8, a escola somou vinte me____________________________________________________________________________________________ EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERALdalhas de ouro conquistadas. EXTRAORDINÁRIA EXTRAORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL A segunda escola que mais EXTRAORDINÁRIA ganhou medalhas de ouro nos O SINDICATO DOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS O SINDICATO SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DA REGIÃO primeiros dias foi o Clotilde DA REGIÃO DA RIO ITAJAÍ – S.S.P.M.R.F.R.I., FOZFOZ DO DO RIO ITAJAÍ – S.S.P.M.R.F.R.I., por por sua sua presidente ELIANE ODA SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DA REGIÃO Ramos Chaves, com 13, e em APARECIDA CORRÊA, no uso de suas legais e presidente estatutárias, convoca, presidente DA ELIANE APARECIDA CORRÊA, noatribuições uso de suas atribuiFOZ DO RIO ITAJAÍ – S.S.P.M.R.F.R.I., por sua ELIANE terceiro nos termos da CORRÊA, Legislaçãonos Vigente dosLegislação Estatutos todos osempatam Caic Monte no uso dee da suas atribuiçõesSociais legais desta ee estatutárias, ções legaisAPARECIDA e estatutárias, convoca, termos Vigente dosentidade,convoca, SERVIDORES E EMPREGADOS PÚBLICOS DE CAMBORIÚ, nos termos da entidade, Legislaçãotodos Vigente dos Estatutos Sociais desta entidade, todospara ose Cecam, com 9. Alegre Estatutos Sociais desta os eSERVIDORES E EMPREparticiparem de ASSEMBLÉIA GERALPÚBLICOS EXTRAORDINÁRIA, que, realizar-se-á SERVIDORES E EMPREGADOS DE CAMBORIÚ, para Apesar das provas do GADOS PÚBLICOS DE CAMBORIÚ, para participarem de ASSEMno dia 17 dodemês de julho de 2013, às 19:00 horas, em primeira que, convocação e, na participarem ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, realizar-se-á BLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, que, realizar-se-á no dia 17 do Jecam terem iniciado na segunfalta 19:30 horas, em segunda nos termos da no diade17quorum do mêsmínimo, de julhoàs de 2013, às 19:00 horas, convocação, em primeira tudo convocação e, na mês de julho de 2013,vigente às 19:00 horas, em primeira convocação e, naPalmeiras. falta da-feira, com a disputa do tênis legislação e estatutos sociais da entidade, no Clube Sito na rua: falta de quorum mínimo, às 19:30 horas, em segunda convocação, tudo nos termos da de quorumlegislação mínimo, às 19:30 horas, em segunda convocação, tudo nos discutir Getulio Vargas, sem numero, centro, Camboriú – no SC,Clube objetivando dea seguinte mesa, vigente e estatutos sociais da entidade, Palmeiras. Sito na rua: do xadrez e das modatermos da Getulio legislação vigente e estatutos sociais da entidade, no Clubediscutir a seguinte ordem do dia: Vargas, sem numero, centro, Camboriú – SC, objetivando lidades de atletismo, a abertura Palmeiras.ordem Sito na rua: Getulio Vargas, sem número, centro, Camboriú – dos Servidores 1ºInformações sobre o processo de criação do Sindicato do dia: oficial dos jogos aconteceu na Públicos Municipais de Camboriú SC, objetivando discutir aInformações seguinte ordem do dia: – SISEMCAM; 1ºsobre o processo de criação do Sindicato dos Servidores dia 9. Uma cerimô2º- Apresentação, e– SISEMCAM; aprovação de Pauta de terça-feira, Propostas Camboriú 1º - Informações Públicos sobre oMunicipais processo de devotação regularização do Sindicato dos reivindicatórias. 2ºApresentação, votação e aprovação de Pauta Servidores Públicos Municipais de Camboriú – SISEMCAM; 3º Demais assuntos de interesse da categoria; reivindicatórias. 2º - Apresentação, votação e aprovação de Pauta de Propostas reivin3º Demais assuntos de interesse da categoria; dicatórias. Itajaí/SC, 12 de julho de 2013. 3º - Demais assuntos de interesse da categoria; Itajaí/SC, 12 de julho de 2013.

Itajaí/SC, 12 de julho de 2013. Eliane Aparecida Corrêa Eliane Aparecida Corrêa - Presidente Presidente Eliane Aparecida Corrêa Presidente

Assista o programa de segunda a sexta, a partir das 18h na TV Litoral Panorama.

Canal 11 - Balneário Camboriú e Camboriú Canal 15 cabo - Balneário Camboriú

www.pcnacidade.com.br falecom@pcnacidade.com.br - (47) 9977-1842

de

nia com a presença das delegações das 20 escolas que participam da competição marcou o início do Jecam 2013. Além da presença dos alunos, a cerimônia de abertura também teve apresentações culturais de escolas da cidade e o acendimento oficial da pira olímpica dos jogos, feito pelo estudante e atleta Arnoldo Bastos, do colégio Recriarte. Arnoldo Bastos é um dos 2.500 alunos da rede de ensino de Camboriú que estão disputando as 10 modalidades dos jogos, que vão da categoria sub-7 até a sub-17. Hoje, sexta-feira, dia 12, as disputas do Jecam seguem com as modalidades de caçador 10, na categoria sub-9, que acontece no Complexo São Francisco

de Assis, o handebol, na categoria sub-11, que acontece na quadra da escola Clotilde Ramos Chaves, no Areias, o futebol de salão, no sub-13, que será disputado no ginásio Irineu Bornhausen, no centro, o futebol de areia, no sub-15, que também acontece no Complexo Esportivo do Barranco, e o voleibol, no sub-15, que também será disputado no ginásio do centro. Todos estes jogos estão programados para acontecer entre as 8h30min e as 17h. A partir das 18h30min, começam as partidas de futebol de salão na categoria sub-17, no ginásio do centro. Esta é a 11ª edição dos Jogos Escolares de Camboriú. As disputas do Jecam seguem até o dia 19 de julho.

Propostas

Bola Cheia e Ibiza fazem final da 1ª Copa Caic de Futsal

Partidas finais da competição acontecem amanhã, sábado, dia 13, no ginásio de esportes do Caic, no Monte Alegre, a partir das 19h30min

A

primeira edição da Copa Caic de futsal encerra neste sábado, dia 13. As partidas finais serão realizadas no ginásio de esportes do Caic, no bairro Monte Alegre. Na disputa pelo 3º lugar o duelo será entre as equipes Caic x JWA, a partir das 19h30min. Já na grande final, Bola Cheia x Ibi-

za disputam o troféu de campeão a partir das 20h30min. A entrada é gratuita. Dez equipes participaram da competição que teve início no mês de maio. Os campeões levarão para casa R$ 1 mil, já o segundo colocado R$ 800, terceiro R$ 500 e o quarto R$ 250, além de troféu

e medalhas. “Todos estão convidados para este grande momento do esporte em nossa cidade. As equipes que chegaram às finais são de muita qualidade e sem dúvidas vão dar um show em quadra”, declarou Cesar Cardoso “Bavária”, um dos organizadores da competição.


23

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Esporte

Equipes da Kadiz conquistam invictas mais uma etapa Acef Times sub-9 Ouro e sub-7 Mamadeiras não perderam e ficaram com os títulos da 4º etapa da competição, que foi realizada em Blumenau no final de semana

Gustavo Santos/Divulgação/LP

Em Cima da Linha por Gustavo Zonta Email: gugapz@terra.com.br Twitter: @gugazonta

O esporte nas páginas policiais I

Mamadeiras. Equipe sub-7 venceu os cinco jogos que disputou e ficou com o ouro

N

o final de semana passado, as equipes da Kadiz, que representam Camboriú no campeonato promovido pela Associação Catarinense de Escolinhas de Futebol - Acef, estiveram em Blumenau para a disputa da 4ª etapa da competição. Dois dos três times da cidade conquistaram os títulos da etapa de forma invicta: o sub-9 Ouro e o sub-7 Mamadeiras. Na categoria sub-9 Ouro, o título veio com 4 vitórias e um empate. Destaque para os atletas Kauan da Silva Rodrigues, Lukas Silva dos Santos, goleiro menos vazado,

e Augusto M. Souza, artilheiro. A classificação final da categoria ficou assim: Kadiz 1º lugar, Joclamar (Blumenau) 2º lugar, IAFA (Blumenau) 3º e Atlético de Jaraguá em 4º lugar. Já no Mamadeiras (sub7), a equipe camboriuense obteve cinco vitórias. O destaque do time foi Rodrigo Rosin e o goleiro menos vazado foi Philipe da Silva Santos, também da Kadiz. Classificação final da categoria: Kadiz 1º lugar, Guabiruba em 2º lugar, Santos Dumont em 3º e Atlético Jaraguá em 4º lugar. Na categoria sub-9 Pra-

ta, a equipe da Kadiz ficou com o 2º lugar, perdendo a final para Jaraguá do Sul. Santos Dumont ficou em 3º. Gabriel Pires, da Kadiz, foi o goleiro menos vazado. “Foi muito bom voltar de Blumenau com mais estas belas conquistas. Estou orgulhoso de nossos meninos, pois eles estão aproveitando a oportunidade e defendendo muito bem a nossa cidade”, declarou o professor Altair Kadiz dos Santos. A próxima etapa do Campeonato Acef será disputada em Piçarras no dia 4 agosto. Divulgação/LP

No último final de semana, aconteceu aqui em Camboriú um dos episódios mais tristes do esporte regional nestes últimos anos. Dois atletas de MMA (o antigo Vale-Tudo) se envolveram em uma briga generalizada em um posto de gasolina na entrada da cidade (mais informações sobre o caso estão na matéria da página 15 desta edição). Kauê Mena e Maiquel Falcão, membros da Company Fight Team, de Balneário Camboriú, foram cruelmente agredidos após mexerem indevidamente com uma garota. Kauê foi o que mais sofreu com socos e pontapés e permanece internado na UTI do hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, correndo risco de morte. Todo o ocorrido foi filmado pelas câmeras de segurança do estabelecimento comercial. O esporte nas páginas policiais II O que se vê naqueles minutos de vídeo é algo extremamente brutal, que não condiz com a realidade do esporte MMA e muito menos representa a postura esperada de dois atletas que dominam as técnicas das artes marciais mistas. São cenas lamentáveis, que prejudicam a imagem de um esporte que já carrega há anos o estigma de ser violento. A atitude de Kauê e Maiquel foi duramente criticada pelo técnico da equipe Company Fight Team, Marcelo Brigadeiro, que comunicou oficialmente a expulsão deles do quadro de atletas da academia. O esporte nas páginas policiais III Conheço o trabalho de Marcelo Brigadeiro há pouco tempo, mas é admirável a relação que ele estabelece com seus atletas, formando uma verdadeira família de esportistas. Na nota oficial que encaminhou para a imprensa, Brigadeiro lamentou muito todo o ocorrido e reiterou que o comportamento dos dois não condiz com o esperado de atletas de MMA, que não podem ser associados à vida noturna, a brigas, confusões e consumo de álcool. O professor finalizou o comunicado dizendo que “ser atleta não é uma profissão, mas uma filosofia de vida que implica em abdicação, disciplina e obediência”. O esporte nas páginas policiais IV

Sub-9 Ouro. Garotos da categoria Fraldinhas venceram quatro partidas e empataram apenas uma na campanha para mais um título

Até o presidente do UFC, maior organização de MMA do mundo, Dana White, falou sobre o ocorrido em Camboriú, taxando o episódio como algo lamentável. Dana ainda se disse incomodado por Maiquel Falcão ainda ser considerado um lutador de MMA, já que foi expulso do UFC em 2011, justamente por ter agredido uma mulher. Por tudo isso, o episódio trágico do último final de semana precisa ser encarado como aprendizado por todos aqueles que escolhem a carreira de esportista, principalmente os atletas que praticam artes marciais e outros tipos de lutas. Quando o esporte passa a estampar as páginas policiais é porque há algo de muito errado e que precisa ser revisto. Para pessoas que como eu acreditam no esporte como um fator de transformação social, é triste ver que situações como esta ainda acontecem e acabam manchando toda a beleza que há nas práticas esportivas. A única coisa que resta agora é torcer para que Mena se recupere e todos os envolvidos neste ato criminoso sejam punidos.


24

Jornal Linha Popular - Camboriú, 12 de julho de 2013

Cidade

Inicia trabalho de desassoreamento dos rios Draga vai fazer o trabalho nos rios Camboriú e Pardo, enquanto escavadeira hidráulica passará pelos rios menores

O

trabalho de desassoreamento dos rios que passam por Camboriú iniciou na terçafeira, dia 9. Uma draga foi enviada à cidade pela Defesa Civil estadual e vai atuar na retirada de sedimentos dos rios Camboriú e Pardo. Outro equipamento, uma escavadeira hidráulica, fará a limpeza de rios menores, onde a draga não cabe. De acordo com a coordenadora da Defesa Civil de Camboriú, Carla Krug, o desassoreamento vai custar R$ 450 mil e será pago pelo Governo do Estado. “O desassoreamento dos rios irá beneficiar diretamente os bairros Santa Regina, Areias, centro, Rio Pequeno e São Francisco de Assis. Já a limpeza dos outros rios, que são menores e não suportam o equipamento, vai favorecer os demais bairros e a área rural”, completou. A draga deve percorrer um trecho de 16,2 quilômetros nos rios. Não há data especificada para o término da obra. O secretário de estado da Defesa Civil, Milton Hobus, es-

Stefani Ceolla/LP

Draga. Dragagem será feita ao longo de mais de 16 quilômetros de rios que cortam a cidade

teve em Camboriú na terça-feira acompanhando o início do desassoreamento. Ele afirmou que esta obra é importante pelo caráter preventivo. “Não podemos dar apenas a resposta imediata às pessoas atingidas pelas cheias, entregando donativos. Precisamos minimizar os impactos”, explicou. “Prevenir é sempre mais barato do que dar uma resposta depois”, disse o secretário. O serviço será coordena-

do pela equipe da Defesa Civil do município e executado pela empresa Submar Dragagens, de Porto Belo. “Este é um trabalho histórico na cidade e um serviço fundamental para amenizar e resolver problemas pontuais das cheias no município. Há muito a fazer, mas este é, sem dúvida, um grande passo”, disse a prefeita Luzia Coppi Mathias. Ela recebeu o secretário e agradeceu pela visita. “É a pri-

meira vez que vejo um secretário de estado tão presente”, disse a prefeita. Essa foi a terceira vez que Milton esteve em Camboriú. Além do desassoreamento, a Defesa Civil estadual se comprometeu a construir a nova ponte passando pela rua Guaraparim, sobre o rio Peroba, e mais duas no interior. Os locais ainda não foram definidos. Casas para cerca de 30 famílias que foram atingidas pela última enchente também devem começar a ser construídas dentro de dois meses. A última enchente ocorreu no início de abril.


225