Issuu on Google+

Jornal

Linha Popular aqui Camboriú é notícia

Ano V - nº 217

www.linhapopular.com.br

R$1 LinhaPopular@

Siga-nos no twitter

Camboriú, 17 de maio de 2013

Morte anunciada

Saúde Camboriú registra caso de Gripe A PÁG. 17

Esporte Em estado crítico, quadra do ginásio central é interditada PÁG. 22

Cidade Arquivo da família/Divulgação/LP

Os problemas do posto de Saúde do Santa Regina PÁG. 13

Treze boletins de ocorrência e uma medida protetiva não impediram que Cíntia Chaves, de 25 anos, fosse assassinada pelo ex-marido verao 26x7.pdf

1

14/02/13

Todos os detalhes do caso na página 15

10:17

Perfil: Saiba mais sobre o ex-prefeito Pág. 16 Androninho

INTERNET BANDA LARGA C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

A PARTIR DE:

3365-0107

www.imbranet.com.br


2

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Opinião

Editorial

Charge As novas famílias

N

o dia 15 de maio, quartafeira, foi celebrado o Dia Internacional das Famílias. O dia foi instituído pela Organização das Nações Unidas – ONU e tem repercussão em todas as partes do mundo. Aqui em Camboriú, a data ainda foi expandida por uma Lei Municipal de autoria do exvereador Henrique Bertoldi, que instituiu a Semana da Família. Para a data não passar em branco, a sessão da Câmara de Vereadores de terça-feira, dia 14, contou com a presença de uma pastora da igreja Luz da Vida, de Balneário Camboriú, que falou sobre a importância de se resgatar os valores familiares, a manutenção dos casamentos e a ajuda que a igreja pode dar neste sentido. O que não foi dito na Câmara de Vereadores é que, com o passar dos anos, as famílias mudaram e as regras que valiam antes, hoje não valem mais. O Censo de 2010 mostra que na última década, muitas foram as mudanças dentro das casas dos brasileiros. O número de filhos por casal diminuiu, a quantidade de casais divorciados aumentou. As modificações foram tantas, e tão expressivas, que o próprio IBGE, responsável pelo Censo, passou a levar em conta dados coletados em famílias reconstituídas, que

são os núcleos constituídos depois da separação ou morte de um dos cônjuges. Esses grupos representam 16,3% do total de casais que vivem com filhos no Brasil. Todas estas mudanças foram acontecendo de maneira natural na sociedade, motivados por diversos fatores, entre eles, as mudanças na legislação, que facilitaram o divórcio, por exemplo. Mas talvez o fato mais relevante, e que precisa ser ressaltado na Semana da Família, é que o conceito de felicidade mudou junto com a sociedade. Ser feliz parece algo relativamente novo. Agora, as pessoas não precisam mais estar casadas sob qualquer custo só porque esta é a regra social. Hoje, ser feliz está ligado mais a satisfazer a si próprio do que à sociedade e esta liberdade precisa ser comemorada todos os dias. Além disso, novos grupos familiares surgiram. Com dois pais, com duas mães, com pessoas solteiras que optaram por métodos de fertilização in vitro. Dentro deste novo modelo de sociedade, é preciso que se lembre sempre que as relações familiares precisam ser respeitadas com todas as diferenças que elas apresentam. Porque família de verdade deve ser unida por amor, e não por convenções sociais.

Leandro Francisca

Redação Gustavo Zonta - Mtb/SC 3428 JP Fernando Assanti - Mtb/SC 3424 JP Joel Minusculi - Mtb/SC 3728 JP Stefani Ceolla

Contato Tel.: 3365-4893 Cel.: 9983-0763

Redação redacao@linhapopular.com.br linhapopular@gmail.com

Tiragem 2 mil exemplares

Site

Rua Maria da Glória Pereira, nº 149 - sala 102 - 2º piso Centro - Camboriú CEP 88340-000

Alguém me falou de um amor Que era fogo, mas não queimava. Que era vento, mas não soprava. Que era só um espinho machucando a flor.

E me falou que era rio sem leito Que era vida sem vida Que era paixão quase esquecida Mas ainda era amor, quase perfeito. Que era razão do imprescindível Que era princípio do imprevisível. Que era formosura, mas também era defeito. E me falou que era nuvem sem direção Que era chuva, mas não caía. Que era rosa, mas não se abria. Mas por ser amor, ainda era eterno ao coração.

Chargista

Naiza Comel - Mtb/SC 2899 JP

Sede

Um certo amor

Que era segredo, mas não se guardava. Que era estrela, mas não brilhava. Era só mais um sonho sem sonhador.

Editora

www.linhapopular.com.br

Poesia

As opiniões expressas em artigos e colunas não representam a opinião do jornal e são responsabilidade de seus autores.

Impresso na Gráfica Rio Sul

Este jornal integra o CCJ - Cadastro Catarinense de Jornais

- PERIODICIDADE SEMANAL -

Canção à mão adormecida Não mais sentirá medo do mundo que te enlouquece Nem acordará com a saudade que te condena. Seu amor por mim foi mais que uma prece Sua existência foi a perfeição de uma açucena. Não mais verá as folhas caírem no inverno Nem sentirás o abraço quente do sol na tua face serena. Não se perderás nas sombras do esquecimento eterno Nem será como apenas verso a cintilar meu poema.

Não se culpe por essa lágrima incessante que vai caindo, Nem por toda a saudade que me aperta o coração. A lágrima também é virtude de uma flor que vai se abrindo E a saudade é apenas fragmento de solidão.

O vento sempre vem com a canção que te envaidece E sempre vai com a paixão que me condena, Mas enquanto sua alma dorme minha vida padece Em loucas teorias e melancólicos dilemas.

Não te aflijas pela tristeza que vai comigo Nem temas a contradição do meu tormento. Pois meu melhor caminho, eu caminhei contigo. Deixa que agora de mim se encarregue o tempo.

Mas não foi escolha sua permanecer entre as flores Nem fechar os olhos a todos os anjos que amava. Não foi escolha sua renunciar teus amores Nem ficar à margem do caminho enquanto a imortalidade passava.

Do livro Coração Poente, de Joel Oliveira Gonçalves, morador de Camboriú e membro da Academia de Letras de Balneário Camboriú


3

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Painel LP Foto da semana

PMC/Divulgação/LP

ONLINE

Leite Compen$ado

O caso sobre o leite adulterado no Rio Grande Sul ganhou repercussão nacional. Esse é um dos assuntos tratados por Camila Mafra Martins no blog “Deu problema, e agora?”. Saiba mais sobre este assunto e outras questões relacionadas ao direito do consumidor. Acesse!

Feriado municipal

Meio Ambiente

Na segunda-feira, dia 20, é feriado em Camboriú, em virtude da Festa do Espírito Santo. Não haverá atendimento da Prefeitura em todos os setores. Apenas a Sesb atenderá em regime de plantão, também estará funcionando o Ponto de Informações Turísticas.

O presidente da Fundação Camboriuense de Gestão e Desenvolvimento Sustentável - Fucam, Arnaldo Christian Pereira, foi eleito presidente do Colegiado de Secretários Municipais de Meio Ambiente da Associação de Municípios da Foz do Rio Itajaí - Amfri, na tarde de quarta-feira, dia 15. “Fiquei muito feliz com a escolha do meu nome. Agradeço a confiança dos colegas e tenho certeza de que juntos vamos promover ainda mais a preservação do meio ambiente, com novos cursos e ações, beneficiando assim toda a região”, declarou Arnaldo.

Distribuição de lâmpadas (1) Uma parceria entre a Prefeitura e a Celesc resultou na implantação do projeto "Baixa Renda: Celesc na sua Casa" em Camboriú. O projeto social irá beneficiar famílias carentes com a distribuição gratuita de kits com cinco lâmpadas fluorescentes. Para receber o kit, basta o morador apresentar uma conta de luz recente e no mínimo duas lâmpadas incandescentes para a troca. Distribuição de lâmpadas (2) A ação teve início ontem, quinta-feira, dia 16, nas localidades de Monte Alegre, Conde Vila Verde, Taboleiro e Várzea do Ranchinho. Os outros bairros da cidade também serão atendidos. "As pessoas que trabalham ou que por alguma razão não permaneçam em casa durante o dia, podem deixar a conta de luz e as lâmpadas incandescentes para a troca com um vizinho, o importante é aproveitar a oportunidade de reduzir os custos", comenta a coordenadora do Cras, Marilena Soares.

Sede própria Creas A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência social recebeu na quarta-feira, dia 15, a informação de que Camboriú está entre os 20 municípios do Estado contemplados com a construção do Centro de Referência Especializada de Assistência Social Creas, dentro do Programa Pacto por Santa Catarina, do Governo do Estado. A sede será construída em um terreno no bairro Santa Regina 4, cedido pela Prefeitura. O início da obra ainda não tem data prevista. Palestras da Defesa Civil Na terça-feira, dia 14, a Defesa Civil iniciou uma série de palestras nas escolas municipais, com o intuito de sensibilizar a comunidade para realizar ações de prevenção a

desastres e para que a população conheça o trabalho desenvolvido. Durante as palestras, as escolas serão convidadas a fundarem Núcleos Comunitários de Defesa Civil - Nudec, a exemplo do que já é realizado na Escola Anita Bernardes Ganancini.

Um casamento fofo, simples, sem orçamento exorbitante e com a cara dos noivos é relatado pela jornalista Naiza Comel no blog “Histórias de véu e grinalda”. Ela conta também o caso de um pai que está se preparando para o casamento da filha e dá dicas de vestidos e maquiagem. Confira!

www.linhapopular.com.br

Exposição artistas locais A Fundação de Cultura realiza, até o fim do mês, a exposição de dois projetos desenvolvidos por artistas do município, que pode ser visitada gratuitamente. Um deles é a mostra fotográfica intitulada "Mulheres de destaque" da fotógrafa Maria Lynete de Oliveira, que registra momentos marcantes na vida de mulheres camboriuenses. Já o projeto "Açores: Mexendo com nossas origens", é resultado do trabalho dos alunos da Escola Básica Municipal Professora Ivone Terezinha Garcia e busca resgatar as origens açorianas através da cultura do Boi-de-Mamão.

No nosso FACEBOOK www.facebook.com/linhapopular

Kevin S. Rodrigues diz (sobre a interdição do ginásio): “Camboriú está uma vergonha mesmo, usam o ginásio de esportes como centro de eventos e ainda atrapalham os moradores que estudam e trabalham”.

Jéssica Albino diz (sobre o retorno de Fátima Gervásio à Câmara de Vereadores): “Isso tá virando palhaçada já! Essa senhora tem de decidir onde quer ficar...”

Outras exposições A Fundação comunica que outros artistas da cidade podem expor suas obras no local. Quem tiver interesse, pode entrar em contato pelo telefone 3365-1311. A Fundação de Cultura fica localizada na rua Hercílio Zuchi, anexa ao Ginásio de Esportes Irineu Bornhausen, no Centro. O horário de visitação para a comunidade de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas.

www.twitter.com/linhapopular “O posto de saúde do Santa Regina continua igual, sem remédios, sem material. Obrigado prefeita @luziacoppi pela visita, resolveu MUITO”.

@jaimeangel Jaime Angel, morador do Santa Regina

Crédito:Drika Landim/ Divulgação/LP

Curtas

Crédito:http://hudabeauty.com/ Divulgação/LP

P

rofessoras regentes dos Centros de Educação Infantil de Camboriú participaram na quarta-feira, dia 15, do Curso de Formação Continuada com o tema: Avaliação na educação infantil. A palestrante foi a professora Maria Fernanda D’Avila Coelho, que é mestre em educação e avaliação em educação infantil e professora da Univali. O curso foi realizado no auditório do Paço Municipal.

Casamento vintage


4

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Política

Bastidores Por Fernando Assanti

fernandoassanti@hotmail.com @FernandoAssanti Olha a Fátima vindo... Via twitter, a prefeita Luzia Coppi anunciou que a vereadora eleita Fátima Gervásio deixaria novamente a Secretaria de Educação para voltar à Câmara. Em menos de um ano, é a terceira mudança de Fátima entre Câmara e Educação. Desta vez, ela volta para a Casa do Povo para resolver um problema pessoal. Como Fátima é servidora pública concursada na Prefeitura de Balneário Camboriú, ela precisa voltar a atuar lá para poder se aposentar. Olha a Fátima indo... Pelo que foi divulgado, a vereadora só ficará na Câmara o tempo necessário para resolver seus problemas e depois retornará à Educação do Município. Parece que em 60 dias tudo volta ao normal. Sinceramente, Fátima é muito melhor secretária do que vereadora. Ela nem deveria, inclusive, ter se candidatado a uma vaga na Câmara, já que sabia que deixaria o Legislativo para atuar no Executivo, confusão que eu sempre critiquei. Mas Fátima se elegeu legitimamente, e entre os vereadores mais votados. Só lamento que nestes dois meses em que ela permanecerá na Câmara, não vá poder fazer muito mais do que defender o Governo para o qual ela trabalha. Dor no coração Com a volta de Fátima Gervásio à Câmara de Vereadores, algum correligionário do PSDB precisaria deixar a confortável cadeira da Casa. O escolhido da vez para fazer o favorzinho para o PSDB foi o vereador Jakinho. Conversei com ele, que explicou que precisaria mesmo fazer uma cirurgia e que vai aproveitar este momento para cuidar da saúde. Jakinho pediu licença de dois meses e disse, em sessão, que vai sair com dor no coração. Dança das cadeiras Luzia tirou Fátima da Câmara, abrindo lugar para José Pedro Costa, o Zé Pedro, primeiro suplente do PSDB. Depois Luzia tirou Márcia Freitag da Câmara e mandou para Saúde, abrindo vaga para Luana Lazzaris. Agora, Fátima volta e Luzia pede para Jakinho sair e dizem que esta mudança durará somente 60 dias. Muita mudança em pouco tempo. Tem caroço nesse angu. CPI do Hospital E a Fundação Hospitalar de Camboriú continua dando o que falar. O vereador Ângelo César Gervásio segue defendendo o início das investigações, mas até agora só conquistou o apoio de Guigo (PDT). Nem o Dado, seu colega de PMDB, está apoiando o início da CPI. Parece que agora os vereadores estão esperando o depoimento do ex-consultor da Fundação, Dr. Celso Dellagiustina, para decidir o que fazer. Tá ligado O vereador Xande (PSDB) tem mostrado um diferencial nos documentos que apresenta na Câmara. Normalmente, suas indicações têm ligação com dados e informações ligadas às políticas do Governo Federal que poderiam trazer algum benefício para a cidade. Na terça-feira, 14, Xande apresentou indicação para que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico promova políticas públicas de empreendedorismo no município. A indicação tem como base o Ranking Municipal do Empreendedorismo no Brasil produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA, que posicionou Camboriú no 232° lugar entre os 293 municípios catarinenses.

Vereadores vistoriam almoxarifado da Secretaria de Saúde Depois de duas tentativas de entrar no local, na tarde de ontem, quintafeira, acompanhados da secretária de Saúde, espaço foi fiscalizado

N

o fim da tarde de ontem, quinta-feira, dia 16, os vereadores conseguiram vistoriar o almoxarifado da Saúde. Em duas semanas, Jane Stefenn (PSDB) e Ângelo César Gervásio (PMDB) fizeram duas tentativas de entrar no local, mas foram impedidos. Ontem, a secretária de Saúde, Márcia Freitag, os acompanhou até o depósito e a fiscalização foi feita. Além deles, o vereador Antonio Paulo da Silva Neto, o Piteco (PSC) também participou da vistoria. O local ainda não está adequado para receber os medicamentos, como reconhece a secretária de Saúde. "Não acompanhei os vereadores antes porque preferia não mostrar o almoxarifado nesta situação. Ainda estamos organizando tudo, a mudança foi recente", explicou. Márcia salientou que este foi o único motivo que impediu a entrada dos vereadores antes. "Não é uma questão pessoal. Preferia esperar, mas como houve insistência, viemos agora", disse. A vereadora Jane anotou todos os medicamentos e materiais que estão no almoxarifado. "Vou comparar com a lista que tenho do que está em falta nas unidades de saúde", explicou.

e no próximo. O problema foi alertado pelo vereador Ângelo. "É importante que façam este levantamento do que pode ser usado ou não para que estes remédios não acabem sendo consumidos", salientou. Márcia afirmou que este levantamento está sendo providenciado. "Calculo que cerca de 5% do que está aqui esteja vencido, o que é considerado normal", garantiu a secretária. "O que não pode mais ser usado será descartado", completou. Segundo Márcia, um mutirão será feito por funcionários da Saúde para organizar o almoxarifado, tirar do local o que não pode ser usado e enviar às unidades de saúde o que está em falta. Na unidade do Santa

Regina, por exemplo, faltavam seringas para a aplicação de vacina. No almoxarifado, há caixas deste material. "Queremos organizar tudo antes que os remédios comprados através de pregão esta semana cheguem", disse. O mutirão começa neste fim de semana. Até o mês passado, o almoxarifado na Saúde funcionava em uma sala no distrito do Monte Alegre. Segundo Márcia, a mudança ocorreu porque o espaço atual, no centro da cidade, é mais adequado e barato. Na semana que vem, os remédios comprados através de licitação devem começar a chegar. O almoxarifado já conta com aparelhos de ar condicionado, como é necessário, e ainda passará por reparos. Stefani Ceolla/LP

Remédios vencidos Os problemas no almoxarifado ficam evidenciados por caixas com comprimidos e ampolas abertas e medicamentos espalhados. Outras contêm remédios que vencem neste mês

Fiscalização. Remédios vencidos e materiais em falta nas unidades de saúde foram encontrados no local


5

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Política

Expectativa com presença de ex-consultor do hospital na Câmara

Vereadores entregam moções Naiza Comel/LP

Celso Luiz Dellagiustina vai falar sobre situação do hospital na quinta-feira, dia 23. Vereadores acreditam que ele é uma fonte importante para esclarecer o que está ocorrendo na Fundação Conasems/Divulgação/LP

O

ex-consultor do hospital de Camboriú, Celso Luiz Dellagiustina (foto), vai falar sobre a situação do hospital na Câmara de Vereadores. Sua presença na sessão de quinta-feira, dia 23, está confirmada. Celso foi chamado para esclarecer alguns pontos sobre a gestão do hospital, que vem sido amplamente debatida e criticada pelos vereadores. A sessão da Câmara de Vereadores inicia às 19 horas. O presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Aquiles da Silva, o Márcio do Kido (PSC), explica que é grande a expectativa com o posicionamento do ex-consultor. Alguns vereadores, aponta, aguardam denúncias com relação à Fundação. "Ele pode apresentar informações que devem esclarecer o que está ocorrendo no hospital", diz. "O grande questionamento que eu farei é porque ele não falou antes, já que estava ligado diretamente à Fundação", completa. A vereadora Jane Stefenn (PSDB), autora do requerimento que pediu a presença do médico, acredita que ele é uma fonte importante. "Ele poderá nos dizer quando a crise do hospital se intensificou, assim como porque ocorreu", analisa Jane. A vereadora destaca que Celso, como conhecedor de todo o sistema de repasse, poderá esclarecer quais são as responsabilidades do Estado e do Município na situação - assunto que tem sido abordado com frequência nas sessões da Câmara de Vereadores.

"Avisei a todos o que poderia acontecer", diz Dellagiustina Durante o debate sobre o requerimento que pedia a presença do ex-consultor, vereadores questionaram a postura de Celso Luiz Dellagiustina. Esta semana, o Linha Popular procurou novamente o médico. Ele voltou a afirmar que só se pronunciaria na Câmara. Porém, autorizou nossa equipe a reproduzir textos que postou em sua página Facebook. Em um deles, o médico afirma que avisou à diretoria o que poderia acontecer com o hospital. Ele declara que há acordos entre a Prefeitura e a Fundação Hospitalar que não foram cumpridas pelo Executivo. Fala ainda sobre determinações dele que não foram acatadas pela diretoria. O texto esclarece ainda qual era a função do consultor na Fundação. "Nós que chegamos com a função de regularizar juridicamente a fundação, ampliar sua capacidade técnica, estrutural, e de recursos humanos e dar um vocacionamento ao hospital, sabendo dos setores que davam prejuízo e que a vocação para cirurgias eletivas teria que ter ao menos de 350 a 400 cirurgias mês para o equilíbrio financeiro deste", escreveu Dellagiustina. "Estou com a consciência muito tranquila, pois provei que se bem administrado e com acordos e orientações mantidas o hospital é viável", afirma ainda o médico no Facebook. "Agora, a hora que como consultor deixo de receber informações ou elas me chegavam de forma errada, só podia dar nisso. Aliás avisei a todos do que poderia acontecer. Não me ouviram e aconteceu", finaliza.

Na sessão de terça-feira, dia 14, os vereadores entregaram as moções de congratulações aprovadas até o momento pela Casa. Foram homenageados: Faculdade Avantis, representada pela diretora geral Isabel Regina Depiné; o apresentador de TV Paulo César de Oliveira; Nelson de Oliveira, presidente da Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú - Acibalc; Instituto Federal Catarinense - Campus Camboriú, representado pelo diretor geral Rogério Luís Kerber; a pastora Rosa Pereira recebeu a moção representando a Igreja Luz da Vida; Magda Bez, ex-presidente da Acibalc; e o policial militar Ricardo Montovani.


6

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Política

Fátima Gervásio retorna para Câmara, mas por pouco tempo Vereadora eleita que atuava como secretária de Educação retorna para a Casa por 60 dias, tempo que necessita para regularizar sua aposentadoria como professora

F

átima Gervásio (PSDB) retomou sua cadeira na Câmara de Vereadores esta semana. Fátima, que era secretária de Educação, deve permanecer na Casa por pouco tempo. Quem explica é a prefeita Luzia Coppi Mathias: "A Fátima já tem tempo para se aposentar como professora. Para não ter prejuízo na aposentadoria, precisa retornar para a sala de aula". Ele é professora concursada

da Prefeitura de Balneário Camboriú. A prefeita estima que este processo de aposentadoria deve levar 60 dias. Depois, garante que Fátima retorna à Secretaria de Educação. A saída ocorre porque, como vereadora, ela pode atuar em sala de aula, o que não é permitido como secretária. À frente da Secretaria de Educação ficará, por este período, Celi Utrera Stevanin.

Mudança reflete na Câmara A princípio, o retorno de Fátima Gervásio representaria a saída da suplente Luana Lazzaris (PSDB) da Casa. Mas, na sessão de terça-feira, dia 14, seu colega de partido, Jackson Rosa, o Jaquinho, solicitou uma licença de 60 dias para tratar de assuntos pessoais. À equipe do Linha Popular, ele explicou que vai tratar de problemas de saúde. Mas confirmou que a licença também está relacionada à volta

de Fátima. "Eu precisaria sair para fazer uma cirurgia e me dispus a sair neste momento para que a Luana pudesse continuar na Câmara", apontou. Durante a sessão, Luana agradeceu ao colega. O presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Aquiles da Silva (PSC), Márcio do Kido, explica que a licença de Jaquinho é sem remuneração. Portanto, ele não receberá salário enquanto estiver afastado.

Donos de imóveis sustentáveis poderão ter desconto no IPTU

Proposta de IPTU Verde, feita pelo vereador Carlos Alexandre Martins, foi aprovada pela Câmara. Para tornar-se lei, tem que ser sancionada pela prefeita

O

s proprietários de imóveis que utilizarem medidas sustentáveis no momento da construção ou reforma poderão ter descontos no Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU. Esta é a proposta de um projeto do vereador Carlos Alexandre Martins, o Xande (PSDB), que foi aprovada pela Câmara de Vereadores na terça-feira, dia 14. Para tornar-se lei, o projeto precisa agora ser sancionado pela prefeita Luzia Coppi Mathias. O chamado IPTU Verde prevê descontos com a adoção de algumas medidas - sistema de captação de água da chuva e de reuso da água, sistema de aquecimento solar, assim como construção com materiais sustentáveis (veja os descontos previstos no BOX). O índice de desconto pode chegar a 12%. O vereador Xande defende que o município deve dar respaldo aos moradores que têm a preocupação de fazer construções mais sustentáveis. "Fiz uma pesquisa bem ampla para o projeto e verifiquei que dá certo em muitas cidades", explicou. Para ser beneficiado, de acordo com o projeto, o proprietário deverá solicitar o desconto na Prefeitura, que será concedido após a vistoria do imóvel. Além disso, o desconto será dado por

Naiza Comel/Arquivo/LP

Proposta. Xande defende que proprietários de imóveis com medidas sustentáveis tenham alguma compensação pela iniciativa

cinco anos. "Sei que os descontos não vão cobrir todos os custos, mas acredito que as pessoas que têm essa preocupação deve ser compensadas de alguma forma", defendeu o autor do projeto. O documento prevê ainda

quando o benefício será revogado - no caso do proprietário inutilizar a medida que levou à concessão do desconto, deixar de pagar uma das parcelas em caso de IPTU parcelado ou não fornecer as informações solicitadas pela Prefeitura.

Os descontos previstos 2% - Para os donos que instalarem sistema de captação da água da chuva e sistema de reuso de água 4% - Para imóveis que tiverem sistema de aquecimento solar 6% - Para construções com materiais sustentáveis Como os índices podem se acumular, quem executar todas as medidas terá um desconto de 12%.

Coordenadora da Defesa Civil presta esclarecimentos aos vereadores Carla Krug respondeu a questões sobre o repasse de recursos estaduais e federais para a cidade

N

a segunda-feira, dia 13, a coordenadora da Defesa Civil de Camboriú, Carla Krug, foi à Câmara de Vereadores prestar esclarecimentos sobre o órgão. O pedido foi feito pela vereadora Jane Stefenn (PSDB), que na sessão do dia 18 de abril, apresentou requerimento que foi aprovado por unanimidade pelos vereadores. Pontos específicos foram tratados durante a reunião. Um deles foi o repasse de verba federal à cidade através do Cartão de Pagamento da Defesa Civil, enviado pelo Ministério da Integração Nacional. A vereadora Jane perguntou se a Defesa Civil

local dispunha do cartão e que valores já havia recebido através dele. Carla entregou extratos que comprovam que, apesar de o cartão ter sido enviado, nenhum valor foi recebido através dele. "Já quiserem inclusive cancelar nossa conta por falta de movimentação", disse. A coordenadora se disse magoada com insinuações de que ela teria desviado esta verba. "Soube que até mesmo vereadores disseram que desviei esse dinheiro, que nunca chegou. Fiquei ofendida, magoada. Me atingiram pessoalmente", disse na reunião. Ela esclareceu ainda que,

após os alagamentos do início de abril, a Defesa Civil local não recebeu recursos do Governo do Estado, como estava prometido. Vereadores e a coordenadora da Defesa Civil concordaram sobre a necessidade de investimentos para minimizar os impactos das chuvas. "Camboriú precisa de drenagem, de sistema de esgoto, de obras que estão sendo buscadas pela administração", disse Carla. A coordenadora finalizou salientando a importância da convocação pelos vereadores: "Acho importante que procurem se informar, legislar e fiscalizar adequadamente".


7

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Cidade

A um passo da regularização Duas chapas disputam condução da Associação do Jardim Denise de Moradores do Monte Alegre

Prefeitos e Câmaras de Vereadores vão solicitar formalmente à Assembleia Legislativa que lei que mudou o loteamento de cidade seja alterada

E

m 1981, o loteamento Jardim Denise foi aprovado pela Prefeitura de Balneário Camboriú. Desde então, os moradores pagam impostos àquela cidade e nas contas de luz e água, são considerados habitantes de Balneário. No entanto, em 2007, uma lei estadual alterou os limites entre os municípios e, a partir disso, o Jardim Denise pertence a Camboriú, mas a população continua pagando impostos à cidade vizinha. Com o impasse, o local está abandonado pelo poder público. Agora, as autoridades políticas das duas cidades entraram em um consenso para beneficiar as 120 famílias que vivem no loteamento. Tanto o prefeito Edson Renato Dias, o Piriquito, quanto a prefeita Luzia Coppi Mathias, já assinaram ofícios em que pedem que a lei estadual seja revista. No mês de março, a vereadora Marisa Zanoni, de Balneário Camboriú, fez uma indicação à Assembleia Legislativa pedindo a alteração da lei de 2007. O objetivo é que seja anexada ao município de Balneário Camboriú a área do loteamento Jardim Denise e da rua São Miguel.

Nesta semana, foram os vereadores de Camboriú que tomaram atitude semelhante. Eles fizeram um requerimento em que reforçam o pedido, salientando que os prefeitos das duas cidades estão em acordo. Anderson Beluzzo, advogado que representa a Associação de Moradores do Jardim Denise, explica que as questões burocráticas são importantes para que o pedido seja atendido pela Assembleia Legislativa. "Há uma lei estadual que define todo o procedimento de retificação de divisas. Para podermos solicitar, é necessário apresentar os ofícios dos dois prefeitos, os documentos das Câmaras de Vereadores e o abaixo-assinado feito pelos moradores", explica. Toda esta documentação será apresentada à Alesc no dia 24 de maio, quando haverá uma reunião que contará com a presença dos representantes. Beluzzo afirma que, com esta documentação em mãos é feito o traçado solicitado e um projeto de lei pode alterar a lei anterior, de 2007, que havia mudado o loteamento de cidade. "É um procedimento simples", garante.

De acordo com o pedido dos municípios, a divisa passará a ser a rua São Miguel, que já tem marcas dessa divergência territorial. De um lado da rua, há placa que informa que pertence a Camboriú. Do outro, que faz parte do bairro Nova Esperança, em Balneário. Antes da ponte Vereador Altamiro Domingos Castilho, há uma placa que informa o limite entre as duas cidades, no fim do bairro São Francisco de Assis, o Barranco. Fica entendido que, depois da placa, a área pertence a Balneário Camboriú. É neste espaço, após a ponte, que estão a rua São Miguel e o loteamento Jardim Denise.

Comunidade comemora A presidente da Associação de Moradores do Jardim Denise, Maria Cavalheiro, acredita que, com a mobilização das duas cidades, o pedido da comunidade será atendido. "Estamos muitos felizes. Sabemos que, com a mudança, vamos começar a receber melhorias", comemora. Gustavo Zonta/LP

Expectativa dos candidatos a presidente é que mil pessoas participem da escolha. Votação acontece sábado, dia 18, na escola Anita Bernardes Ganancini

A

comunidade do bairro Monte Alegre escolhe amanhã, sábado, dia 18, a nova diretoria da Associação de Moradores. Duas chapas se inscreveram para as eleições. De acordo com o atual presidente da Associação, Samuel Violante, a expectativa dos candidatos é de que mil pessoas participem da votação. A última diretoria, que assumiu em 2008, foi escolhida por consenso. A votação que mais teve participação da população teve 780

votantes, conta Samuel. "Quanto mais participação na escolha, melhor", analisa o atual presidente. Todos os moradores do bairro têm direito a voto. A votação será realizada na escola Anita Bernardes Ganancini, das 13h30min às 17h30min. Para votar, o morador deve apresentar um comprovante de residência (conta de água, luz, telefone ou outro documento em que esteja registrado o endereço), assim como documento com foto.

Os candidatos a presidente Cada chapa inscrita possui 12 pessoas na diretoria. O candidato a presidente pela Chapa 1, "Juntos podemos mais", é Assis Westfal, o Assis do Ferro Velho. Ele explica que decidiu concorrer porque é comerciante no bairro desde 2000. "O bairro me deu muito e eu acho que é minha hora de retribuir", aponta Assis. Ele acredita ainda que a associação está um pouco desacreditada. À frente da Chapa 2, "Unir para construir", está

Edenilson Pozzobon. Ele destaca que o bairro tem muitos problemas. "Não temos uma liderança para defender os moradores", diz, ao ser questionado sobre os motivos que o levaram à disputar a eleição. Edenilson defende ainda que a Associação de Moradores não tenha interferência partidária. "Isso não ajuda ninguém. Não tem como defender o bairro tendo envolvimento com a Prefeitura", finaliza.

Conheça algumas propostas de cada chapa: Chapa 1 - Juntos podemos mais - Buscar a construção de uma sede para a Associação de Moradores - Implementar coleta seletiva no bairro - Articulação com os catadores de material - Novas lixeiras e conscientização da população - Mais um Posto de Saúde - Mais vagas de creches - Amenizar o problema das cheias Capa 2 - Unir para construir - Construção de um centro comunitário - Soluções urgentes para o problema de drenagem - Melhoria na questão do saneamento básico - Cooperativa de coleta de lixo reciclável - Investimentos na área de saúde - Melhoria na iluminação pública - Centro de esporte e lazer no bairro

Abandono. Sem saber a que município pertencem, moradores não recebem auxílio do poder público


8

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Cidade

Parquinhos precisam de manutenção

Obra do CEI do Taboleiro ainda sem data para conclusão

Crianças estão sendo atendidas em espaço da Igreja Católica. Secretaria de Educação diz que demora é em virtude de atrasos de repasse de verba federal

N

enhum profissional está trabalhando na construção do Centro de Educação Infantil - CEI do Taboleiro, na rua Massaranduba. Na placa da obra, a indicação de que ela deveria ter sido concluída em agosto de 2012. Enquanto isso, 311 crianças que eram atendidas no CEI Julita Pereira estão no Salão Paroquial do bairro. O antigo espaço foi desativado porque apresentava muitos problemas. Lilliam Kelly Silva Spindola é uma das mães que aguarda a conclusão do novo CEI. Ela mora a uma rua da creche que deveria estar pronta, mas precisa pagar por transporte particular para que seu filho vá ao CEI do Caic, diariamente, de van. "Moro perto da creche, mas meu filho, de três anos, precisa ir para outro bairro enquanto esperamos", lamenta a mãe, que revoltada, postou fotos da obra em seu Facebook em que

cobra da Prefeitura uma solução. De acordo com a Secretaria de Educação, o problema na construção é o atraso no repasse de verbas do Governo Federal. Na quarta-feira, a equipe do Linha Popular conversou com a secretária Celi Utrera Stevanin, que tinha assumido a pasta no início da semana. "Ainda estou me inteirando do que está ocorrendo. O que posso adiantar é que houve atrasos no repasse de recursos pelo Governo Federal. O engenheiro da Secretaria está em Brasília para verificar a situação", explicou Celi. Ela diz que a intenção é que o CEI fique pronto neste semestre, mas diz não ser possível garantir uma data. "Isso depende de questões climáticas, como a quantidade de chuva e também outras, como esta situação da falta de repasses", finaliza. Gustavo Zonta/LP

Parada. Ninguém está trabalhando na obra do novo CEI

Brinquedos para as crianças nas praças de Camboriú apresentam problemas estruturais

O

filho de 1 ano e oito meses de Daniela Pontaldi adora brincar nos parquinhos. São os locais escolhidos pela mãe para os momentos de lazer da criança. A família mora no centro da cidade e a mãe costumava levar o filho para brincar na praça Dona Biata, que fica próxima à ponte. Mas desde o feriado de Páscoa, ela não o leva mais ao local. O menino brincava no parquinho, nas pequenas pontes de madeira que ligam uma casinha de escorregador à outra, quando se apoiou em uma corda que cedeu. "Ele caiu e machucou a boca. Fiquei assustada", contou Daniela. Depois disso, ela reparou que outros problemas existem no local, como madeiras caindo. "Na semana seguinte eu liguei para a Prefeitura reclamando. Me passaram para a ouvidoria e registrei o problema", relata a mãe. A primeira resposta que recebeu foi de que a manutenção seria feita. Um mês depois, Daniela voltou ao parquinho com o bebê. "Continuava tudo igual, até pior. Me disseram para reclamar para a Secretaria de Agricultura", completa. Daniela também estranhou a orientação, mas fez o procedimento indicado. Mesmo assim, quase dois meses após a queda do filho, o problema continua o mesmo.

Gustavo Zonta/LP

Danos. No parquinho que fica na praça Dona Biata, uma criança caiu e teve ferimentos leves

Situação dos parques Não é apenas o parquinho do centro da cidade que necessita de manutenção. No bairro São Francisco de Assis, o Barranco, as gangorras estão danificadas e falta um balanço. No Cedro, na praça Dona Pequena, também falta um balanço. No bairro Santa Regina, a situação do parquinho está adequada, o problema é o cercado ao redor do local, que está danificado. No

Monte Alegre, dos três balanços que deveriam existir, apenas um está no local. Parte da madeira está danificada. Nivaldo Campos é responsável por cuidar dos parques do centro e do Cedro. Ele explicou que passa para a Prefeitura o relatório da situação, como madeiras e equipamentos danificados. "O principal problema é o vandalismo", afirma.

Solução para o problema A manutenção dos parquinhos é responsabilidade da Secretaria de Agricultura. O secretário Henrique Bertoldi disse ter conhecimento dos problemas e que providências estão sendo tomadas. "Em alguns dias será montado um novo parquinho na localidade do

Braço e a empresa responsável vai fazer a manutenção dos outros", garante. Enquanto isso, Daniela continuará levando o filho para brincar nas praças de Balneário Camboriú ou no Parque da Bica. "Em Camboriú, é o único em bom estado", opina a mãe.


9

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Cidade

Camboriú celebra o Divino Espírito Santo

Tradição de fé católica é representada por jovens e tem programação festiva para toda comunidade no sábado e domingo, dias 18 e 19

O

casal imperador Luis Fernando Philipps da Silva e Mariane Philipps Pereira prepararam-se há um ano para representar uma das práticas culturais mais antigas da cidade. E neste final de semana, nos dias 18 e 19, os jovens fecham seu ciclo nesta tradição de fé da Igreja Católica. Eles, junto com uma corte formada por outros 38 jovens, seus pais, festeiros, comunidade e o pároco Márcio Vignoli celebram a Festa do Divino Espírito Santo. Segundo a mãe da imperatriz, Jaqueline Fabiana Philipps, participar diretamente da festa é uma experiência inexplicável. "Só quem participa sabe. E é muito gratificante", detalha. Ela também já fez parte da realeza e agora ajuda a filha a propagar a fé. "Cada dia que passa sentimos um pouco mais as bênçãos do Espírito Santo em toda a família", completa. A mãe do imperador, Rita de Cassia Philipps Hartmann, sempre sonhou em fazer parte da realeza, mas nunca foi sorteada. Conseguiu participar diretamente ajudando o filho e preparando os detalhes da festa. "Queremos unir a comunidade para essas celebrações de fé ao Espírito Santo", afirma. A imperatriz Mariane tem 13 anos e tentou duas vezes entrar na realeza da Festa do Divino. Mas foi no ano passado que ouviu seu nome no sorteio. "Fiquei assustada. No começo só sabia chorar de alegria", conta. Ela explica que sua rotina ficou apertada, principalmente dividir o tempo entre a preparação, celebrações e a escola. Mesmo assim, diz estar muito alegre. Já o imperador Luis Fernando, primo de Mariane, tentou a primeira vez e já entrou para a realeza. Ele tem 14 anos e tem na ponta da língua a base da tradição que representa. "Vem de Portugal. Tinha uma imperatriz que fez uma promessa ao Espírito Santo, para parar

Gustavo Zonta/LP

Arquivo Histórico abre ao público em junho Lei já previa organização de acervo de documentos, livros e fotos há 18 anos, mas só agora espaço adequado foi providenciado pela Fundação de Cultura

O

Código de Postura de Camboriú, datado de 1894, é apenas um dos cerca de mil documentos, livros e fotos que estarão disponíveis para o público a partir de junho na sede da Fundação de Cultura. Todo o acervo estava guardado e com acesso restrito desde 1995, quando uma lei definiu os detalhes para a criação de um Arquivo Histórico do município. Mas o arquivo aberto ao público, como prevê a lei, só entrará em funcionamento 18 anos depois. O presidente da Fundação de Cultura, Milton Antonio da Silva, explica que o Arquivo Histórico era de responsabilidade da Secretaria de Administração. "Quando assumi este ano a Fundação, a prefeita Luzia disse que esta seria uma de nossas responsabilidades. Mas para isso tivemos que mudar a lei com uma nova, que foi aprovada em

abril", detalha. De acordo com Milton Antonio, agora há espaço e estrutura necessária para atender o previsto por lei. Ele detalha que uma área na própria sede foi reservada para os documentos, livros e fotos, junto com o Acervo Histórico que reúne móveis e objetos antigos. "Vamos colocar mesas para que as pessoas venham e consultem as obras aqui mesmo em papel ou no formato digital. Quem quiser também vai poder fazer cópias das informações", afirma. O historiador Isaque de Borba Corrêa trabalhou por um ano na organização dos documentos do Arquivo Histórico. Segundo ele, há documentos datados do século 19, como atos do Poder Executivo, do Legislativo e dados contábeis. "A maior parte documentos é formada por balancetes", completa. Joel Minusculi/LP

União. Familiares dos imperadores se envolvem em toda a organização da festa

Programação Os Cortejos Imperiais iniciam na casa de um dos imperadores e seguem rumo ao Ginásio Irineu Bornhausen, no centro. Em seguida acontecem as celebrações eucarísticas em honra ao Divino Espírito Santo: · Sábado , dia 18, 18h30min: saída da casa da imperatriz Mariane, na rua José Rebelo da Cunha, nº 55. Vigília de Pentecostes, às19h30min. · Domingo , dia 19, 9h: saída da casa do imperador Luis Fernando, na rua Porto Alegre, nº 984. Solenidade de Pentecostes, às 9h30min. A missa de Ação de Graças acontece na segundafeira, feriado municipal, na Igreja Matriz. A celebração ocorre às 9h, seguida do sorteio do casal de imperadores para a próxima festa. Todos os dias também, após as celebrações, haverá festejos no Salão Paroquial da Igreja Matriz. Além dos pratos típicos, como o tortéi e o churrasco, haverá no domingo um bingo a partir das 18h. O prêmio principal é uma moto zero quilômetro.

uma briga entre o marido e o filho. Se ela fosse atendida, levaria para todo mundo a coroa e a pomba do Espí-

rito Santo", conta. A história completa será contada pelo padre Márcio durante as celebrações.

Aberto. Agora Acervo Histórico estará disponível ao público em um ambiente adequado para preservar materiais

Contribua com o Arquivo Histórico Milton Antônio convida quem tem algum documento, livro ou foto histórica de Camboriú para compartilhar o material e enriquecer o acer vo. Ele explica que, caso a pessoa não queira deixar as obras originais, a Fundação de Cultura digitalizará e devolverá os materiais. Interessados em contribuir podem ir até a sede da Fundação, localizada na rua Hercílio Zuchi, nos fundos do Ginásio Irineu Bornhausen, centro.


10

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Cidade Hélio Marcos Benvenutti email: hmarcos@terra.com.br twitter: @HMBenvenutti

COMBATE AO SOM ALTO AUTOMOTIVO Alô, alô, galera, voltei... falando pra nossa terrinha, as verdades e meias verdades, das doideiras que estão por aí! É comum as pessoas estarem no sossego de seu lar ou no trabalho, quando são surpreendidas a qualquer hora do dia ou da noite, por veículo passando com som alto, muitas vezes fazendo vibrar os vidros das janelas. As missas da igreja matriz também são constantemente prejudicadas pelos carros com som alto que param ou trafegam nas suas cercanias. Talvez por falta de estrutura ou excesso de serviço, se nota a passividade da Polícia Militar com relação a tal prática. Se bem que quando as viaturas não estão atendendo a outras ocorrências, poderiam estar paradas no combate a essa ilegalidade como ocorria há alguns anos, em Camboriú. Lembro que regularmente policiais militares ficavam estrategicamente parados para flagrarem e coibirem abusos desta natureza. Um dos pontos de “ataque” policial era em frente à atual Promenac Motos. Sem dificuldades os PMs surpreendiam vários infratores que ali chegavam, vindos da rua José Franscisco Bernardes e abruptamente se deparavam com a polícia. Muita conscientização, ameaças de punição e punições foram feitas e o abuso acabou. Mas com o passar do tempo, com a falta de combatividade das autoridades policiais, já faz tempo que o abuso recomeçou. À quase toda hora se vê um babacão querendo aparecer, tocando som alto pela via pública e perturbando os outros. Tal perturbação se constitui em infração na esfera criminal, civil e administrativa. Na esfera criminal há ilícito de Contravenção Penal prevista no artigo 42, inciso III, do Decreto-Lei 3.668/41, cuja pena é de prisão de 15 dias a três meses, ou multa. Na esfera civil há responsabilidade de indenização por danos morais (art. 927 c/c art. 186 do Código Civil Brasileiro). Na esfera administrativa há responsabilidade por multa e apreensão do veículo (artigo 228 do CTB). Na verdade a população não quer atrito com os infratores; quer paz, e assim espera que a Polícia Militar volte a combater com firmeza os abusados do som alto, através de operações simples, como aquela acima lembrada, em favor das pessoas de bem. Para encerrar aviso que está disponível para alugar uma sala comercial de segundo piso, na rua José Francisco Bernardes, 33, sobre a loja Koerich (F: 9977-0415). Fiz o meu merchã! Por agora é isso, que eu vou fechar a janela pra não ouvir o pancadão que emana de uma camioneta que tá passando aí em frente com um imbecil no volante. Fui! HÉLIO MARCOS BENVENUTTI SOCIEDADE DE ADVOGADOS - OAB-SC 2007/2012 HÉLIO MARCOS BENVENUTTI – OAB/SC 7087 MARIELZA A. DE SOUZA – OAB/SC 21905 LUIZ FILIPI TESTONI – OAB/SC 28070 INDENIZAÇÕES – QUESTÕES TRABALHISTAS – APOSENTADORIAS E PENSÕES – OUTRAS CAUSAS Rua Cel. Benjamin Vieira, 10, 2º Piso, Sala 05, Centro, Camboriú/SC - F: 3365-1395

FGTS: Defesa Civil divulga datas para entrega de documentos O serviço vale somente para as pessoas que já efetuaram o cadastro e inicia na terça-feira, dia 21

A

Defesa Civil de Camboriú, juntamente com a Caixa Econômica Federal, divulgou na tarde de quarta-feira, dia 15, as datas para entrega dos documentos relativos à liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço FGTS às famílias atingidas pela última enchente. De acordo com o cronograma, a entrega de documentos inicia na terça-feira, dia 21, e segue até o dia 28 de maio. A coordenadora da Defesa Civil, Carla Krug, destaca que só podem participar desta etapa as pessoas que já fizeram o cadastro para o saque do FGTS. Os documentos devem ser entregues na sede da Defesa Civil, localizada na rua Antônio Maria de Souza, 133, Centro, das 13 às 18 horas.

Os documentos necessários Os inscritos devem apresentar cópia dos documentos e original para conferência. São solicitados: Comprovante de residência (conta de luz, água, telefone, extratos bancários, carnês de pagamentos ou faturas de cartão de crédito com data entre 4 de dezembro de

O cronograma de atendimento Terça-feira, dia 21: Moradores da área rural, Cedro, Lídia Duarte, Rio Pequeno, São Francisco de Assis e Várzea do Ranchinho. Quarta-feira, dia 22: Moradores do Centro serão atendidos. Quinta-feira, dia 23: Bairros Areias e Taboleiro Sexta-feira, dia 24: Santa Regina Segunda-feira, dia 27: Moradores do Monte Alegre ruas Alecrim, Amor Perfeito, Azaleia, Flamboyant, Lírio do Vale, Margarida, Monte Acaraí, Monte Agulhas Negras, Monte Alto, Monte Alverne, Monte Andes, Monte Bandeira, Monte Bonetti, Monte Branco, Monte Calvário, Monte Caracol, Monte Caraíba, Monte Carlo, Monte Castelito, Monte Castelo, Monte Corcovado, Monte Cruzeiro, Monte das Oliveiras, Monte Dedo de Deus, Monte Everest. Terça-feira, dia 28: Moradores do bairro Monte Alegre - ruas Monte Frade Macaé, Monte Fuji, Monte Juliana, Monte Libertador, Monte Lucânia, Monte Macalu, Monte Maipú, Monte Mercendário, Monte Merú, Monte Neblina, Monte Olivares, Monte Orizada, Monte Pedra Açu, Monte Pilatos, Monte Pirineus, Monte Pitangueira, Monte Pouso Alto, Monte Roraima, Monte Sajama, Monte Santana, Monte Santo Elias, Monte Serra Fina, Monte Serra Negra, Monte Sião, Monte Sotara, Monte Tabor, Monte Torcopuri, Monte Verde, Petúnia, Projetada A, Rosa Branca e Violeta.

2012 a 4 de abril de 2013); Carteira de Trabalho (Xerox da página da foto, identificação e todos os contratos válidos); Carteira de

Identidade e CPF e/ou Carteira de Motorista; Cartão do Cidadão e/ ou conta Caixa para crédito (caso possua).

Balões para homenagear as mães da escola Lucinira A equipe da escola municipal Lucinira Melo Rebelo decidiu fazer uma atividade diferente em virtude do Dia das Mães. A ação, que ganhou o nome de balões poéticos, foi realizada na quinta-feira, dia 9. Balões com gás hélio foram soltos pelos alunos. Estes balões tinham poesias feitas pelos estudantes nas aulas de língua portuguesa. É o que conta a diretora da escola, Márcia Cristina Lazaro. "Após um tempo, os balões caíram na comunidade,

Divulgação/LP

que foi presenteada com uma linda mensagem de amor e de carinho dos alunos", aponta a diretora. Para ela, foi uma for-

ma diferente de prestar homenagem, assim como de aproximar a comunidade da escola.


11

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

rcn@adjorisc.com.br | www.adjorisc.com.br

A notícia que você lê aqui, mais de 1 milhão de pessoas também leem.

LEI DA TRANSPARÊNCIA

Tem que cumprir Termina dia 27 deste mês o prazo para que prefeitos de cidades com menos de 50 mil habitantes mantenham na internet um site com informações sobre os gastos públicos. Em Santa Catarina, 270 municípios buscam se adequar à lei que traz sérias penalidades para prefeituras que descumprirem as regras Faltam poucos dias para o fim do prazo que obriga todas as prefeituras de municípios com menos de 50 mil habitantes a colocar na internet seus dados sobre despesas e receitas. A Lei Complementar 131/2009, de autoria do senador João Capiberibe (PSB), já vigora para as grandes e médias cidades. Dos 295 municípios catarinenses, 270, ou seja 91% do total, têm população inferior a 50 mil habitantes. Segundo a Federação Catarinense de Municípios, 46 prefeituras já mantêm o Portal da Transparência, como é chamado o canal onde o cidadão comum pode ter acesso às informações sobre o destino do dinheiro público.

O presidente da Fecam, Celso Zuchi, disse que a Federação vem orientando os municípios sobre os procedimentos que devem ser executados a fim de publicar os portais da transparência no prazo estipulado pela Lei Complementar 131/2009. Observou, também, que os municípios estão se adequando, pois as informações já estão cadastradas em seus sistemas de gestão. “Os fornecedores desses sistema já possuem a solução pronta, basta o município formalizar a aquisição deste módulo web e publicar o link em seu portal institucional na Internet”, explicou.

Tempo real Segundo os técnicos da Fecam, a maior dificuldade para as prefeituras é a atualização do site em tempo real, lançando-se todos os atos praticados pelas unidades gestoras do município, inclusive recursos extraorçamentários. Para realizar tal façanha, os municípios devem estar com a contabilidade em dia, sem atrasos, pois as informações devem estar disponíveis no primeiro dia útil subsequente ao lançamento no sistema.

Punição A Fecam lembra que os municípios que não se adequarem à lei ficam impedidos de receber

Celso Zuchi, presidente da Fecam transferências voluntárias dos governos Federal e Estadual, como os convênios, por exemplo, que têm peso significativo no caixa municipal.

Conscientização Zuchi acredita que, apesar do grande envolvimento da imprensa em torno do assunto, a comunidade ainda não exerce um papel efetivo de controle social. “ Hoje, as informações são acessadas por fornecedores e empresas interessadas em participar de licitação e muito pouco pela comunidade”, observa Zuchi. Ele prevê, porém, que, com o tempo, a população vai despertar para o assunto.“ São informações relevantes sobre a aplicação da receita municipal”, enfatizou o presidente da Fecam.

VAREJO

Inflação ainda não afetou poder de compra, diz CNDL O desempenho das vendas do comércio varejista, no país, registrou uma elevação de 1,10% em abril em comparação com o mês de março, segundo dados do SPC Brasil. Já a inadimplência do consumidor brasileiro avançou 5,84% em comparação com o mesmo período do ano passado. Dias da Mães - Em Santa Catarina, a pesquisa da Fecomércio-SC, com o resultado das vendas do Dia das Mães 2013, revelou um pequeno crescimento em relação ao ano anterior, tanto no gasto médio dos consumidores (1%) quanto na variação do faturamento das empresas (3,85%). Os índices

apontam para uma desaceleração do comércio catarinense, que normalmente não se fazia sentir nas datas comemorativas. As vendas continuam crescendo, porém a taxas cada vez menores. No país, o SPC Brasil apurou crescimento de 6,44% nas vendas do varejo na semana do Dia das Mães. O resultado corresponde às expectativas da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), que havia estimado uma expansão de 6%. Segundo o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, o resultado conquistado pelo varejo é positivo. “O cenário de inflação,

Roque Pellizzaro Jr., da CNDL ainda não impacta de imediato no poder de compra no varejo, mas merece observação cautelosa nos próximos meses”, assinalou.

Esta página circula em 71 jornais.

INDÚSTRIA

Fiesc promove 2ªJornada Inovação e competitividade Com inscrições gratuitas, a segunda edição da Jornada Inovação e Competitividade da Indústria Catarinense acontece de 20 a 24 de maio, no Centro de Eventos Sistema FIESC, em Florianópolis. Os debates sobre qualidade de vida, educação, inovação, tecnologia e ambiente para negócios serão comandados por figuras de destaque nas mais diversas áreas do conhecimento. No primeiro dia, segunda-feira (20), as discussões abordarão o tema qualidade de vida. A educação na indústria será debatida na terça-feira, dia 21. Dentro do tema Tecnologia e Inovação, a

ORÇAMENTO REGIONALIZADO

Cresce a partipação popular

Audiência Pública realizada em Dionísio Cerqueira Foram consideradas animadoras e bastante produtivas as primeiras audiências públicas promovidas pela Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina para levantar as prioridades regionais com vistas à elaboração do orçamento estadual de 2014. Na rodada que contemplou cidades do Extemo-oeste (13 a 16/05), obras de infraestrutura e mais recursos para a Saúde encabeçaram as demandas. Embora reconheçam que nem sempre as prioridades elencadas pelas regionais são acatadas pelo Governo do Estado, os parlamentares dizem que há avanços, em virtude da maior participação popular e inclusão de algumas obras na peça orçamentária do Estado. De acordo com o deputado Mauro de Nadal (PMDB), já estão adiantadas as negociações no

DICA CELESC: CADASTRO Não deixe que outras pessoas consumam energia em seu nome. Mantenha sempre atualizada a titularidade da sua unidade consumidora. Para confirmar seus dados na Celesc, procure uma de nossas lojas ou ligue gratuitamente para 0800 480120. Celesc e Governo do Estado, energia para os catarinenses.

ser explorado na quarta-feira, dia 22, serão apresentados cases inovadores da indústria catarinense. No dia 23, quinta-feira, o tema central será ambiente para negócios. Feira - Simultaneamente, ocorre a Feira da Indústria, aberta ao público, e que reunirá produtos dos setores de alimentos, têxtil e metalmecânico, além de serviços das áreas portuária, de energia e financeira. Inscrições - Interessados em participar dos eventos podem se inscrever pelo portal do Sistema FIESC(www.fiescnet.com.br/ jornada). Mais informações pelo telefone 0800 48 1212.

www.celesc.com.br

Parlamento estadual para tornar impositiva a execução das demandas regionais. “Vamos ter que adaptar a lei que criou o Orçamento Regionalizado para tornar as prioridades dos municípios também prioridades para o governo”, ressaltou. Na próxima semana, os deputados estarão no Meio-oeste. Confira a agenda: 27/05 (Segunda-feira) Concórdia e Seara: 9h30, na Câmara Municipal de Concórdia; Joaçaba: às 19h, na Câmara Municipal; 28/05 (Terça-feira) Campos Novos: às 9h30, na Câmara Municipal, e em Curitibanos, às 19h, na Câmara Municipal; 29/05 (Quarta-feira) Videira: às 9h30, na Câmara Municipal, e em Caçador, às 19h, na Câmara Municipal.


12

K E arina

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

lisa

karina.elisa@gmail.com www.twitter.com/kasocial

Fotos: Arquivo pessoal/LP

Estúdio Fotográfico Marciane/LP

Homenagem mais que merecida aos queridos garis, que comemoraram seu dia ontem, 16 de maio. Em poucas cidades, esta classe de trabalhadores recebe a devida atenção, na grande maioria eles engordam a triste estatística da invisibilidade social, o que pra mim nada mais é do que uma forma de preconceito. Parabéns a todos estes seres humanos que exercem um trabalho digno, como qualquer outro, e merecem sempre o nosso respeito, nossa atenção e, sempre que possível, um cumprimento!

Na noite de quarta-feira, dia 15 de maio, estive prestigiando a inauguração da mais nova loja da Samsung, que teve como destaque a atriz global Juliana Knust. A beldade recepcionou os convidados e esteve a postos para muitas fotinhos. O clima descontraído, regado a Veuve Cliquot, foi digno de parabéns aos proprietários Cristiano Machado e sua Helô. Na foto, Marcos, companhia sempre agradável nos eventos da região.

Quem comemorou aniversário ontem, dia 16, foi a amiga Carla Krug, da Defesa Civil. Na foto, Carla ao lado da companheira Vilma Augusta. Parabéns!

Querido do coração, Carlos Junior também arrasa corações por onde passa. Vai comemorar seu niver no dia 22 de maio, próxima quarta-feira. Muitas felicidades e muito sucesso hoje e sempre!

Gatíssima na lista das Top’s, Leticia Rotenburg sopra velinhas no próximo dia 22 de maio. Recebe meus parabéns e muitas vibrações positivas de sucesso e muito amor. Beijo, minha linda!


13

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Cidade

O Posto de Saúde em que falta tudo

Faltam profissionais, medicamentos, materiais, computador. Esta é a realidade da unidade do bairro Santa Regina

H

á mais de duas semanas, o computador estragou. Sem ele, a recepcionista do Posto de Saúde do bairro Santa Regina não consegue agendar exames. Também fica difícil localizar as fichas dos pacientes, que precisam ser procuradas manualmente, em um arquivo de uma unidade que atende a 10 mil pessoas. Depois, foi a recepcionista que ficou afastada. Para substituí-la, duas agentes comunitárias de saúde, que deveriam estar nas ruas, foram transferidas para este cargo. A unidade do Santa Regina deveria ter dez agentes comunitárias, mas só tem quatro e duas estão na recepção. Com isso, muitos pacientes que poderiam ser orientados em suas casas acabam tendo que ir até o posto, que tem apenas um médico. E até terça-feira, dia 14, faltavam seringas, curativos, ataduras, gaze. Alguns remédios tam-

bém estão em falta: Anticoncepcional, Omeprazol, Fluoxetina. Faltam também remédios que são receitados pelos médicos para casos específicos e a Secretaria de Saúde deveria fornecer. Maria José Cruz de Araújo tem um filho deficiente que precisa tomar diariamente o remédio Risperidona. "O médico receita, mas a Secretaria de Saúde não tem", conta a moradora do bairro Santa Regina, que vai toda semana até o posto saber se o medicamento chegou. A reportagem do Linha Popular recebeu outras reclamações. Uma mãe contou que não havia seringas para que o filho tomasse vacina. Outras pessoas denunciam a falta de atendimento. Nada disso é novidade para Deise Marques Teixeira Justen, a enfermeira responsável pela unidade. "Os materiais para curativos foram repostos. Medicamentos da unidade também não faltam,

Gustavo Zonta/LP

Atendimento. Maria José da Cruz de Araújo vai todas as semanas ao posto em busca de medicamentos para o filho

o que faltam são os da atenção básica", conta. "Aqui faltam cerca de 20 desses medicamentos", completa. Sem computadores, o agendamento dos exames precisa ser feito na policlínica. Já as consultas são agen-

dadas normalmente no local, e feitas pelo único médico. "O ideal para a população do bairro é que três equipes atendessem, mas temos apenas uma", explica Deise. A equipe deveria ser formada por 17 pessoas, mas tem 11.

O que diz a Secretaria de Saúde Márcia Freitag, secretária de Saúde, confirma a falta de medicamentos da atenção básica nas unidades, mas explica que, no dia 14 de maio, foi feito o pregão para a compra dos remédios. "Investimos cerca de R$ 700 mil nisso. No início da próxima semana, todas as unidades estarão abastecidas", afirma. Sobre a falta de profissionais no posto do Santa Regina, Márcia disse que o Ministério da Saúde não autorizou a atuação de outra equipe no local, mas providências estão sendo tomadas. "Vamos colocar um médico volante e mais agentes comunitários", garante. Além disso, a secretária afirmou que está em andamento o projeto de construção do novo Posto de Saúde do bairro Areias, o que vai diminuir a demanda da unidade do Santa Regina.


14

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Segurança

Atividades marcam Atentados contra vereadores: Semana de Combate primeira audiência é adiada Um dos nove réus não foi intimado e, com isso, testemunhas não ao Abuso Sexual puderam ser ouvidas

Em uma das palestras realizadas nas escolas, uma menina chorou e pediu ajuda. Caso está sendo acompanhado

V

inte e quatro casos de abuso sexual contra crianças são acompanhados pelo Conselho Tutelar e Núcleo de Prevenção às Drogas e à Pedofilia em Camboriú. Os crimes foram registrados esse ano e têm como a maioria dos autores familiares das vítimas. Os casos norteiam campanhas de prevenção que ganharam ainda mais força nos últimos dias. Esta é a Semana de Combate ao Abuso Sexual e atividades são realizadas na cidade. Entre as ações, estão palestras feitas nas escolas. Em uma delas, um caso chamou a atenção. Depois de receber orientações sobre como identificar casos de pedofilia, uma menina começou a chorar. "Ao ser acolhida por professores

ela pediu ajuda, pois estaria sofrendo abuso sexual", contou Manoel Mafra, responsável pelo Núcleo. A família da criança foi visitada e as primeiras informações apontam que a menina teria sofrido abuso. O caso é investigado e a menor vai receber acompanhamento psicológico. Como parte da ação, também foi realizada uma operação em parceria com a polícia para combater a exploração sexual. Locais que funcionam como pontos de prostituição foram vistoriados. Ninguém foi preso. Neste sábado, atividades serão realizadas em frente à escola Abalor Américo Madeira, no Conde Vila Verde.

Consórcio Intermunicipal de Segurança busca recursos para a região Oficialmente formalizado junto ao Ministério da Justiça no fim do ano passado, Cisvemar vai começar a apresentar projetos

F

undado em 2011 pela Comissão Intermunicipal de Segurança Pública - Cisp, o Consórcio Intermunicipal de Segurança com Cidadania da Costa Verde e Mar - Cisvemar foi oficializado junto ao Ministério da Justiça no fim de 2012. Agora, a entidade elegeu sua nova diretoria e começa a luta em busca de recursos para a região. Na manhã de segundafeira, dia 13, a primeira assembleia do Consórcio em 2013 foi realizada na Prefeitura de Camboriú. Na ocasião, foi definida a nova diretoria da entidade. A prefeita Luzia Coppi Mathias, que ocupava o cargo de presidente desde 2011, entregou o posto a Susi Bellini, secretária de Segurança Pública de Itajaí. Já o advogado Valdir de Andrade, que era secretário executivo da comissão, entregou o cargo ao secretário de Segurança Pública de Balneário

Fotos: Arquivo/LP

Camboriú, Dão Koeddermann. No encontro, Valdir explicou de que forma o consórcio pode buscar recursos federais para serem investidos na área. "Editais são abertos pelo Governo Federal e precisamos apresentar projetos para conseguir essa verba", disse. Dão afirmou a necessidade de focar os trabalhos na região. "Precisamos cuidar das nossas cidades como uma região metropolitana", salientou. Susi falou dos trabalhos realizados pela Cisp e da expectativa de conquistas. "A Cisp deu certo e o consórcio é outro projeto que também vai render frutos", disse. O Cisvemar é o quinto consórcio de segurança do Brasil e o primeiro de Santa Catarina. O mandato da diretoria tem duração de dois anos. Fazem parte da entidade os municípios de Balneário Camboriú, Camboriú, Itajaí, Itapema e Navegantes.

Vítimas. Imenésio Souza, o Boca, Claudinei Loos e Lucien Aguiar foram vítimas dos crimes

A

primeira das quatro audiências de instrução e julgamento do caso dos atentados contra vereadores de Camboriú cometidos oito anos atrás foi adiada. O encontro estava marcado para segunda-feira, dia 13, mas não ocorreu porque um dos nove réus não foi intimado. Doze pessoas deveriam ser ouvidas no primeiro encontro: as três vítimas - Lucien Aguiar, Claudinei Loos e Imenésio Souza, o Boca - e mais nove testemunhas de acusação, entre elas familiares dos ex-vereadores. Lucien e Claudinei estiveram no Fórum. Disseram que aguardavam o que as testemunhas e os acusados tinham a dizer. "Eu estou tranquilo, sou vítima", disse Claudinei. "A única coisa que posso dizer é que espero que a Justiça seja feita", completou Lucien. Boca, que sofreu dois acidentes cardíacos vasculares no ano passado, não compareceu.

O ex-prefeito Edson Olegário, o Edinho, acusado de ser o mandante dos crimes, chegou ao Fórum acompanhado dos filhos e do advogado Roberto Brezinski Neto. Edinho disse estar tranquilo. Nenhum deles chegou a ser ouvido. Em reunião com os advogados dos réus, a juíza Camila Coelho e a promotora Nataly Lemke decidiram transferir os depoimentos das 12 testemunhas para o dia 24 de maio. Nesta data, também devem ser ouvidas as testemunhas de defesa. As duas últimas audiências ocorrem nos dias 27 de maio e 3 de junho. Somente após todas as testemunhas e vítimas serem ouvidas é que os réus prestam depoimento. A juíza optou por manter quatro audiências, mas explicou que, se for necessário, pode agendar mais um encontro para o depoimento dos réus. No total, 34 pessoas já

foram intimadas para depor sobre o caso. Os nomes das testemunhas e dos réus são mantidos em sigilo, já que o caso corre em segredo de Justiça.

Relembre Os atentados contra os vereadores foram cometidos entre os anos de 2005 e 2007. Claudinei Loos, Lucien Aguiar e Imenésio Souza, naquele mandato como vereadores, fizeram denúncias que resultaram em uma Comissão Parlamentar de Inquérito CPI contra o ex-prefeito Edson Olegário, o Edinho. Ele é acusado de ser o mandante dos crimes. Claudinei teve a casa invadida, a família mantida em cárcere privado e tiros disparados contra seu escritório. A casa de Lucien também foi invadida por criminosos. Na residência de Imenésio Souza, o Boca, tiros foram disparados.


15

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Segurança

Mototaxista Mulher é morta pelo ex-marido pode ter sido morto na frente do filho Uma medida protetiva e 13 boletins de ocorrência não impediram que por engano Cíntia fosse assassinada

C

íntia Chaves e Aldair Santos Antunes foram casados durante oito anos. Ele criou os dois filhos que ela tinha e três anos depois de estarem juntos, ela engravidou do primeiro filho do casal. A família lembra que tinham uma boa relação. "Ele era trabalhador, cuidou dos filhos dela, nos dávamos bem", lembra uma das irmãs de Cíntia. Mas as brigas começaram a se tornar constantes e resultaram em agressões. Há cinco meses, o casal se separou. Cíntia pediu que Aldair saísse de casa, mas ele voltou a procurá-la e as agressões continuavam. Ela registrou 13 boletins de ocorrência contra o ex-marido e conseguiu uma medida protetiva na Justiça. Nada disso impediu que, na madrugada de sábado, dia 11, Aldair invadisse a casa em que Cíntia vivia com os filhos e disparasse quatro tiros contra ela. O filho de 8 anos dormia com a mãe no momento do crime. A filha de 12 anos estava em outro quarto e encontrou Cíntia morta na cama. O menino de 5 anos estava na casa de uma tia. Uma das irmãs da vítima foi acordada às 5h por um telefonema. Uma policial informava que Cíntia estava morta. Os filhos dela foram as principais testemunhas do crime, e relataram o que ocorreu naquela madrugada. Os dois viram Aldair, que fugiu após matar a ex-mulher e ainda não foi preso. O que mais revolta a família da vítima é a lembrança da cena do crime. "Quando cheguei na casa dela tinha muitos policiais lá na frente. Para impedir que acontecesse o que aconteceu, não tinha ninguém", lamenta uma das irmãs, que teme ter o nome divulgado. A família conta que 15 dias antes do homicídio, Aldair foi até a casa de Cíntia e a espancou na frente dos filhos. "Ela teve os dedos quebrados, precisou pegar atestado, ficou muito machucada", conta uma irmã. O caso foi mais uma vez levado à polícia, mas Aldair não foi preso. Para a família, o motivo do crime foi ciúmes. "Ele não aguentava ver a felici-

Fotos: Arquivo da família/Divulgação/LP

Luis Fernando de Oliveira foi a 11ª vítima de homicídio em 2013

C

ontrariando as estatísticas, as duas pessoas mortas em Camboriú no último fim de semana não tinham antecedentes criminais. Uma delas foi o mototaxista Luis Fernando de Oliveira, de 20 anos. Ele trabalhava quando foi abordado e morto. Luis Fernando morava no Monte Alegre, era recémcasado e descrito pelos amigos e familiares como "uma pessoa sem maldade". A reportagem do Linha Popular conversou com dois amigos da vítima que agora temem ter os nomes divulgados. Um deles trabalhava com Luis Fernando. "Ele era meu melhor amigo, era um irmão. Uma pessoa sem maldade, uma criança grande", relatou. Outra jovem, que já trabalhou com a vítima, tem a mesma opinião: "Era uma pessoa bem espontânea, sempre estava de brincadeira, Vítima. Quinze dias antes de morrer, Cíntia foi espancada pelo ex-marido

Como aconteceu o crime Luis Fernando trabalhava na noite de sábado, dia 11, quando foi abordado na rua Monte Agulhas Negras, a principal do Monte Alegre. Passava das 21h e, segundo testemunhas, um jovem chegou ao ponto de mototáxi perguntando por um mototaxista de ou-

Agressor. Aldair Santos Antunes fugiu após cometer o crime

dade dela", disse uma irmã. Cíntia tinha 25 anos. Perdeu os pais ainda na adolescência e como era a mais velha, cuidou das duas irmãs. Agora, são elas que cuidam dos seus filhos, que receberão acompanhamento psicológico.

Justiça A professora de Direito Adriana Spengler afirma que Cíntia seguiu o procedimento correto: denunciou à polícia e conseguiu a medida protetiva. No entanto, nada disso é garantia de proteção total. "A polícia tem esse controle, mas precisa ser avisada no caso de a medida ser descumprida pelo agressor, que pode ser preso", explica.

era amigo de todo mundo". O melhor amigo de Luis Fernando garantiu que ele não tinha inimizades nem envolvimento com crimes. Ele diz que o jovem foi morto por engano. "Quem matou ele procurava outra pessoa", afirma. A polícia ainda investiga o crime, mas as informações preliminares apontam que, de fato, Luis Fernando não era o alvo. "Com base na averiguação ocorrida no dia do crime, há indícios de que foi por engano", ponderou o tenente Tiago Ghilardi. Ele explica que as informações foram repassadas à Polícia Civil, que dá seguimento à investigação. Até agora, ninguém foi preso. A família e os amigos de Luis Fernando planejam fazer um protesto pedindo Justiça. A mobilização ainda não tem data para ocorrer.

"Mas ele invadiu a casa dela de surpresa, ninguém teve como avisar", completa o policial Tiago Ghilardi. A medida protetiva prevê, entre outras questões, que o agressor tenha que ficar longe da vítima. No entanto, não garante o policiamento direcionado à mulher. Além disso, a prisão por agressão normalmente ocorre apenas em caso de flagrante ou quando a medida é descumprida e o criminoso localizado. Não foi o que ocorreu com Aldair. Ele já havia sido detido por agressão, mas não cumpriu pena. Natural da cidade de Curitibanos, ele morava no distrito do Monte Alegre. A Polícia Civil agora investiga o caso, visto como crime passional, e procura por Aldai.

tro nome. Ele foi informado de que o funcionário não estava no local, e saiu. Quando estava na rua, o autor teria visto Luis chegando, tirando o capacete, e efetuou os disparos. Testemunhas ouviram cinco tiros. Luis morreu em frente ao local de trabalho. Arquivo Pessoal/Divulgação/LP

Vítima. Luis Fernando de Oliveira tinha 20 anos, trabalhava como mototaxista e era recém-casado


16

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Perfil

A

“A minha missão na política está cumprida”

política é o que faz Andronico Pereira Filho chorar. Não porque não exerce mais nenhum cargo nem por saudade da época em que comandou a Prefeitura e foi deputado estadual. O que o Mais de 50 anos após dar os primeiros passos na militância política, o faz chorar é a ausência de miex-prefeito e ex-deputado olha para trás e afirma: "se pudesse voltar no litância, de ideais e de amor tempo, faria tudo de novo". O que mais o orgulha é ter a certeza de que ao partido. O que o entristece seguiu aquilo que via como uma missão familiar com dignidade é perceber que hoje os líderes não são motivados por aquilo Gustavo Zonta/LP que o motivou: a certeza de Foi por isso que saí do banco que tinha uma missão social e e fui para o moinho de sal em Itajaí", relata. No novo emprefamiliar a cumprir. A origem de seu envol- go, identificou uma nova área vimento político está em sua para atuação. "Vi a necessidahistória. Seu bisavô, Manoel de de colocar uma tecelagem Anastácio Pereira, foi o pri- que fabricasse as embalagens meiro prefeito de Camboriú e para acondicionar o sal. Foi criador do primeiro núcleo re- nessa tentativa que nossa empublicano em Santa Catarina. presa teve 70 empregados, tra"Para mim ele é considerado o balhava 24 horas por dia. Era a patriarca da República no esta- Cofran", explica. A política já o acomdo", afirma Androninho. "Fui estudar a família e percebi que panhava. Na década de 1970, tinha um trabalho para fazer ingressou no MDB. Já em 76, que me envolvia nessa comu- se arriscou pela primeira vez como candidato a prefeito, nidade", completa. Mas esse trabalho co- mas a eleição só veio quase meçou bem longe daqui. Aos dez anos depois. Em 1980, foi fundador 13 anos, Ando diretório droninho se municipal do mudou para PMDB e em Curitiba, para O líder que lidera 1983, eleito estudar e traem causa própria prefeito para balhar. "Fui um mandato engraxate, é alguém que tira de seis anos. entreguei joro pão do pobre O envolvinal", conta. mento políMas sentiu a tico impediu necessidade que concluísde se envolver se a faculdapoliticamente surgir. E encontrou a oportu- de, mas fez com que colhesse nidade através do movimento outros frutos. "Acabei não me estudantil. "Comecei a atuar formando, mas tenho a expericontra a revolução. Foi a minha ência e o que aprendi na faculmaior atividade lá. Fui vice- dade me deu a base para levar -presidente de assuntos cultu- a vida como eu queria: com rais da União Curitibana dos honestidade, trabalho, para Estudantes Secundáristas. Apa- cumprir esse compromisso de família". nhamos da polícia", recorda. E avalia que cumpriu. A atuação foi importante por fazer com que Androninho Para ilustrar o modo que vê a se identificasse com valores política, cita o Papa Francisque segue ainda hoje. Mas sen- co. "Tem uma frase do papa tia que precisava voltar para a que realmente me fez refletir rante que em sua atuação, do, chefe de gabinete de goterra natal, dar continuidade bastante. Na frente de todos sempre colocou em primeiro vernador, empresário", afiràquilo que iniciou com o bisa- os representantes dos países lugar a demanda social, as ma. Depois de prefeito, na vô quase um século antes. Aos ele disse: 'liderar com servi- necessidades da comunidade, 19 anos, retornou a Camboriú. ço'. As pessoas precisam se e, em segundo, a missão fami- década seguinte ele assumiu como deputado estadual. Foi "Fui trabalhar no banco conscientizar disso", opina. liar. Ele completa: "Um líder não "Nós vivemos em uma vice-prefeito e voltou a se Inco, que foi comprado pelo Bradesco. Fui sub-contador do faz isso com populismo bara- casa política. Meu pai foi 20 arriscar na tentativa de assuBradesco em Blumenau", ex- to, sendo mencionado em pá- anos vice-presidente do PSD, mir a Prefeitura. Em 2004, foi foi vereador, meus irmãos derrotado por uma diferença plica. A rotina era desgastan- ginas policiais". E neste ponto, Androni- foram vereadores", explica. de 133 votos. Em 2008, tente: trabalhava em Blumenau, estudava Direito em Itajaí e nho chora pela primeira vez. "Toda essa história me deu tou mais uma vez. Agora, não morava em Camboriú. "Cansei "O líder que lidera em causa uma grande segurança para tem mais interesse em assumir de dormir no próprio emprego, própria é alguém que tira o todos os procedimentos que cargos políticos. "Me abstefazer lanches enquanto dirigia. pão do pobre", afirma. E ga- eu fiz como prefeito, deputa- nho", diz. Quer se aposentar.

"A minha missão na política está cumprida", afirma. "Na minha família, desde o meu bisavô até chegar a minha vez, ninguém foi candidato a prefeito. Isso não é oligarquia, é uma semente que foi plantada e cem anos depois, alguém da família achou que devia completar essa história, e de fato completei", avalia. Cita exemplos: "Fiz uma administração que tem reflexo na política hoje. A atual prefeita foi minha secretária". Vê diferenças entre a política na época em que começou e a de hoje. "Quando eu fazia campanha lá no passado, nós nos preocupávamos com os valores que a sociedade tinha. E hoje, você tem que conversar com quem, com o bandido? Isso eu rejeito. Não consigo apoiar gente fora da lei". Mais uma vez, Androninho chora. É contido e garante que não guarda mágoas nem decepções. Cita a fé e afirma que é "da natureza do ser humano aprender a perdoar". Com a missão política cumprida, no ano em que completa 66 anos, ele quer se dedicar àqueles que enfrentaram ao seu lado todas as dificuldades que a política lhe impôs: a família. Regina, a mulher com quem é casado há 41 anos, também faz Androninho chorar. "Sou um felizardo por ter essa companheira", garante. É por ela que agora planeja a nova realização: sua casa. "Só agora estou construindo. Tem prefeito que no primeiro ano, a primeira coisa que faz é construir sua casa", diz, rindo. A dele está sendo feita e tem em todos os detalhes uma preocupação com Regina. "É toda feita pensando nela", garante. Com Regina teve dois filhos: Karina e Andronico Neto. E eles lhe deram a única razão para esquecer a austeridade, característica marcante em sua autodescrição: Agny e Maria Luiza, as netas. Ao lado dos troféus, homenagens que recebeu, diplomas políticos, estão as fotos das meninas. Reflexivo, conclui: "Se eu pudesse, faria tudo que eu fiz. O homem justifica estar aqui quando faz aquilo que gosta. Seguiria o mesmo procedimento, respeitando a minha família".


17

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Saúde

Camboriú registra caso de Gripe A Caso de moradora do bairro Cedro é o primeiro registrado desde maio de 2012. Na segunda-feira, dia 20, inicia a vacinação para crianças de 2 anos

A

Crianças de 2 anos devem ser vacinadas A vacinação contra a gripe já terminou para alguns grupos - gestantes, idosos, mulheres que tiveram filhos a menos de 45 dias e crianças de 0 a 2 anos. A cidade teve altos índices de vacinação, al-

cançando mais de 80% de todos os grupos, o que representa 8.303 pessoas imunizadas. Com o fim desta etapa, o Governo do Estado identificou uma sobra de doses e os municípios poderão imunizar as crianças de 2 anos. Fabíola explica que a estimativa é que mil crianças nesta faixa etária recebam a vacina em Camboriú. A vacinação ini-

cia na segunda-feira, dia 20, e segue até o dia 30 em todos os postos de Saúde. A vacina, esclarece a diretora, é eficaz contra três tipos de gripe: a H1N1, conhecida popularmente como Gripe A, a H3N2 e a Influenza B. "Estes três tipos são as que podem gerar quadros mais graves", explica ainda Fabíola.

SXC.hu/Divulgação/LP

Vigilância Epidemiológica de Camboriú confirmou um caso de Gripe A na cidade. A paciente é uma mulher de 33 anos, moradora do bairro Cedro. Segundo o departamento de Saúde, ela teve a confirmação de infecção pelo vírus H1N1 na semana passada, mas passa bem e recebe tratamento em um hospital particular de Balneário Camboriú. Camboriú não tinha registro de caso de Gripe A desde maio de 2012. Em 2010 e 2011, nenhum foi confirmado. A diretora da Vigilância Epidemiológica, Fabíola Rigo da Cruz, explica que todos os casos recebem atenção, independentemente da confirmação do H1N1. Fabíola pede que todas as pessoas com sintomas de gripe procurem atendimento médico. "Tratamos todos os casos e depois fazemos a coleta para confirmar o tipo de infecção. Hoje há mais pacientes internados com gripe na cidade, mas nenhum outro com o tipo H1N1", detalha.

Como se prevenir A diretora de Vigilância Epidemiológica destaca que é importante que as pessoas sigam as orientações do Ministério da Saúde para impedir a propagação das gripes. São elas: - Ao espirrar, sempre cubra a boca com as mãos ou com um lenço; - Não compartilhe alimentos, copos, toalhas e outros objetos de uso pessoal; - Evite tocar nos olhos, boca e nariz em ambientes públicos ou antes de higienizar as mãos; - Lave sempre as mãos, com sabão ou álcool em gel, especialmente após tossir ou espirrar; - Mantenha os ambientes arejados.

Acidez de bebidas energéticas prejudica os dentes, diz pesquisa Estudo foi realizado por acadêmicos do curso de Odontologia da Univali

Divulgação/LP

Amostras. Imagens, aumentadas mil vezes, mostram, à esquerda, superfície do esmalte dentário submetido à ação da água pura. A segunda imagem apresenta um dente sob ação de bebida energética

B

ebidas energéticas removem o cálcio dos dentes. É o que comprovou uma pesquisa feita no curso de Odontologia da Univali, pelas acadêmicas Gabriela Faccienda e Michelly Espíndola, com orientação da professora Lídia Morales Justino. O estudo avaliou as alterações do esmalte dentário, e constatou que a acidez das bebidas energéticas causa erosão dental. As pesquisadoras realizaram o estudo em laboratório utilizando dentes bovinos, que possuem a mesma composição dos dentes humanos. "O esmalte dos dentes é como uma capa composta, predominantemente, por cálcio. A

deterioração dessa capa deixa a estrutura porosa", explica Lídia Morales Justino, orientadora da pesquisa. Ela explica que a boca possui pH 7, que é o neutro e, abaixo dessa medida, as substâncias são consideradas ácidas. "Os alimentos ou bebidas com pH abaixo de 5,5 removem o cálcio dos dentes. No caso das bebidas energéticas o PH é em torno de 3", esclarece. De acordo com a professora, os energéticos não são as únicas bebidas com acidez capazes de alterar o esmalte do dente. Os sucos artificiais, isotônicos e refrigerantes também causam corrosão


18

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

ClassiPopular linhapopular@gmail.com

Imóveis

Imóveis

Aluguel

Troca

venda

casas Vendo Casa em alvenaria com 2 dormitorios e demais dependencias em terreno de 12 x 24 mts,em frente ao ponto de ônibus, rua asfaltada proximo a todo o comércio do Sta Regina. R$ 170 mil. 3365-6955 / 9636-6873. Vendo sítio a 8 km de Camboriú, com 50 mil m2 e cachoeira. R$ 360 mil. Aceito casa, carro ou apto. 8427-9202 (Paraná) / 9918-2503 (Rike) Vendo linda casa no barranco proximo ao campo de golf com 03 dormitórios, livre de enchente oportunidade apenas R$140 mil. 47 33655102/ 8422-3252 Vendo casa no centro de Navegantes por R$ 450.000,00. Toda averbada e escriturada. São 260m² de construção em um terreno de 12m x 25m. Com sala comercial de 60m² que tem como dividir em duas + o banheiro. Fone 9667-9047 Vendo ou troco por chácara casa de alvenaria em Itajaí, bairro Cordeiros. 3 q., sala, coz, lav., chur.,gar. p/ 2 carros. Livre enchente. R$ 170 mil. 8486-5502 Vendo casa no Monte Alegre, rua Monte Serra Negra. 3 quartos, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, garag. 2 carros, churrasq. 478m2. Galpão no fundo. Valor a combinar. 3363-9126 c/ Darcilo. Vendo casa no Centro com sala, cozinha, banheiro, três quartos, área de serviço, garagem e salão de festas, e um ótimo terreno. R$ 280.000,00. 3365-6733 / 9968-0848

Negócios Empregos

Anuncie! É grátis

3365-4893

Automóveis

Motos

Serviços

apartamentos Vendo bela casa de tijolo a vista. Com ótima vista. Dois grandes quartos, sendo um suite. Ampla cozinha. Grande sacada com deck de madeira e lindo jardim. Valor: R$ 700 mil. 3365- 1956 / 9626-2626 Vendo casa no centro de Camboriú, com 2 suítes mais 2 dormitorios, sala, cozinha, área de serviço. Por apenas R$ 250 mil. Ótima oportunidade. 3365-5102 - 9965-8610. Vendo casa no centro com terreno de 300 metros, com área total construída de 100m², 3 dormitorios, sala de estar e jantar, cozinha, wc social. Mais edicula com 1 suite e cozinha. R$ 300.000,00, proprietária tem interesse em permuta. 3365-5102 - 8422-3252

Vendo apto c/3 Quartos sendo C/1 suíte c/ porta janela(terraço) +1 dorm. c/ porta janela(terraço)+1 dorm. sala , coz. tipo americana, ampla sacada c/churr.+area do terraço, gar. priv.+Home Box. área priv.129m², parte alta de Camb c/ grande ascensão de valorização imobiliária. Aceito carro. Fone: 9121.2004. R$ 250 mil. Vendo apartamento de 1 quarto, com garagem, mobiliado, perto do Hotel Marambaia, em BC. 9973-7196 Vendo ap. novo, pronto p/ morar com 3 dorm, 1 suíte. Sala, coz. americana, sacada c/ churr, gar.priv. Área priv. 97,54 m², parte alta de Camboriú. R$185mil. 9121-2004

Vendo casa no Rio Pequeno. Terreno 12x20, casa 8x8 semi-pronta. R$ 140 mil ou troco por caminhão caçamba. 8472-7914 / 9609-2740

Vendo ap no Jardin Mathinai, sala, cozinha, dois quartos, área de serviço, banheiro e duas sacadas. R$ 125.000,00. 3365-6733 / 9968-0848

Vendo casa grande próximo à Policlínica, no centro de Camboriú. 3 dormitórios (1 suíte), 3 salas e área de lazer. 3365-6709 / 9660-5691

Vendo ap. c/ 3 dorm, 1 suíte, cozinha, ampla sacada c/ churr.+area do terraço, gar. priv. Área priv. 129m². Aceito carro. R$215mil. 9121-2004

Vendo ótima casa no bairro Monte Alegre, o terreno além desta casa possui uma casa de madeira aos fundos totalizando uma área de 300 m² Valor R$ 120.000,00. Aceita financiamento, Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 3365-4995 CRECI.12.981 Vendo casa em alvenaria, 4 quartos, 2 banh. Edícula com lavanderia, salão c/ 178 m2 p/ comércio c/ porta p/ 2 ruas. Terreno mede 428m2 na rua Atenas, esq. c/ Jerusalé, bairro Santa Regina, próx. do novo ginásio da Prefeitura. R$ 230 mil. 9636-5915 Vendo casa no Monte Alegre, rua Samambaia, 681. Com 13 peças e garagem para 4 carros. Fone: 9995-2938

Vendo casa de madeira no centro, em um terreno de 300 m², localizado próximo ao novo posto de saúde central, excelente ponto comercial, aceita-se propostas. Valor R$ 260.00,00. Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 33654995 CRECI.12.981

Vendo casa nos fundos (com entrada da rua) no bairro Cedro. R$ 40 mil. Aceita-se carro de R$ 15 mil. 8449-2238

Vendo ou troco casa em Novo Hamburgo-RS, bairro Rondônia. Fones 9251-7923 / 8414-0349 c/ Marcos

Vendo casa em frente ao Caledônia, toda de material, 430m2, 8 peças. R$ 80 mil. 3365-0357 c/ Laci

Vendo apartamento no Centro de Camboriú, 2 dorm (1 suíte) chur. na sac. gar priv, ótimo acabamento. R$ 178.480,00. Tânia 9955-8097 Vendo apto. com entrega prevista para abril de 2013, com 2 dorm., sala, cozinha, wc social, 1 vaga de garagem, sacada. Entrada facilitada e financiamento pelo minha casa minha vida. R$ 130.000,00. 3365-5102 8422-3252 Vendo apto novo pronto p/ morar com 3 dorm; 1 suíte +2 dorm. Sala, coz. tipo americana, ampla sacada c/churr, gar.priv.+Home Box. Área priv.97,54 m², parte alta de Camboriú c/grande ascensão de valorização imobiliária. Fone: 9121-2004. R$ 230mil. Vendo apto. de 1 dormitório, bairro Santa Regina. R$ 100 mil. Fone: 8446-7884

Vendo ou troco apartamento em Camboriú. 2 quartos, sala, cozinha. Valor a combinar. 8412-8398 / 9677-6067

Sobrados Vendo sobrado no Centro: sala, cozinha, três quartos sendo duas suítes, banheiro, sacada, área de serviço e garagem para dois carros, semi-mobiliada. R$ 215.000,00. 3365-6733 / 9968-0848 Vendo lindo sobrado em condomínio fechado - 47 8447-8484 Vendo sobrados no bairro Santa Regina, com 2 dormitórios, sala, cozinha, wc social e lavabo, área de serviço, 1 ou 2 vagas de garagem, ótimo acabamento. Financiamento pelo plano minha casa minha vida. 3365-5102 - 8422-3252 Vendo sobrado novo no bairro Cedro c/ 2 dorm., garagem p/ 2 carros. R$ 120 mil. Financiamento Minha Casa, Minha Vida. 9636-6873 / 8491-6732 Vendo sobrado para ser acabado no Minella, em terreno de 300m². Troca por imóvel até R$ 150 mil e transfere 74 parcelas de R$ 1.180,00 direto com loteador. 33656955 / 9636-6873 Vendo sobrado de altíssimo padrão totalmente mobiliado pronto para morar. Bela decoração e ótimo acabamento. Aceita troca por imóvel em Balneário Camboriú. 100m² Valor: R$ 260.000,00. 96262626 / 3365-1956

Vendo sobrado no Santa Regina 5, c/ 2 suítes, cozinha, sala,WC, churr., garagem, área de serviço. Área contr. 112 m2. R$ 155 mil. 9957-8004 Vendo sobrado c/ 1 suíte c/ sacada + 2 dorms., banheiro, sala de estar, lavabo, cozinha, área de serviço, churrasqueira, vaga 2 carros, 121,72m2, direto c/ construtora. Centro de Camboriú. 9920-8754 Vendo sobrado no bairro dos Municípios, com 2 dormitórios, 2 wc social, sala, cozinha, área de serviço, 1 vaga de garagem. R$ 260.000,00. Aceita proposta. 3365-5102 9190-0757

terrenos Vendo terreno de esquina no Centro de Camboriú, ótima localização para comércio e residência, com 350m2, R$ 300 mil. 3365-6733 / 99680848 Vendo terreno no Centro, ótima localização, área nobre, próximo ao Schimit. R$ 190 mil. 3365-6733 / 9968-0848 Vendo terreno com 2 casas simples, 586m2, Pedra de Amolar, Ilhota. Aceito troca. R$ 70 mil. 8444-8614 / 9627-5364 c/ Dete Vendo terreno c/ 2 casas em Lages, próx. ao centro da cidade, ou troco por outra casa na região de Camboriú. (49) 9971-3357 Vendo terreno 300m2, R$ 110 mil. Rua pavimentada, área nobre. 9921-9054 / 8430-2598 Creci 20250

Vendo sobrado no Santa Regina 4, 2 suítes, cozinha, sala, lavabo, churr., garagem, área de serviço. Área constr. 84 m2. R$ 130 mil. 50% entrada restante em janeiro de 2013. 9957-8004

Procuro terreno em Camboriú para permuta por apartamento pronto, c/ garagem indiv.. 33655102 /9190-0757

Vendo excelente sobrado geminado no bairro santa Regina VI, possui uma suíte com sacada, um dormitório, entrada facilitada, valor R$ 140.000,00 Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 33654995 CRECI.12.981

Vendo terreno com casa em obra, localizado no bairro santa Regina II, o terreno esta quitado, Aceita-se permuta no local e outras propostas, Valor R$ 130.000,00 Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 3365-4995 CRECI.12.981

Vendo terreno no Areais, 300m2, ótimo para construir sua casa própria ou galpão. Rua calçada com lajota, parte alta. Valor de ocasião R$ 80 mil. Aceita carro. (47) 33654699 / 9156-4000. Vendo terreno no Centro, ótima localização, próximo a Caixa Econômica. R$ 330 mil. 3365-6733 / 9968-0848 Vendo terreno na região de Canelinha, localidade Moura, c/ 600m2. Área para sítio/chácara. Valor a combinar. Fone: 9169-3796 Vendo terreno rio pequeno com 300m² 15x20 oportunidade R$120.000,00. 47 33655102/ 47 8422-3252 Vendo terreno no centro de Camboriú. Área 1.600 m2. R$ 1.500.000,00 – 9957-8004 Vendo terreno no Areias com 308m², sendo 14x22. Documentação OK R$140.000,00. 47 3365-5102/ 8422-3252/ 9692-3531 Vendo terreno na rua Biguaçu, bairro dos Municípios. R$ 250 mil. 3365-1704 c/ Gói ou 91012902 c/ Juliana Vendo ou troco por sobrado lote no Sta. Regina, 12x25, casa em obra, rua Paramaribo (do Fórum), nº 542. R$ 130 mil. 8449-6955 Vendo terreno de 16,5 X 25 mts de esquina com 1 casa de alvenaria de 1 suite + 2 dormts e 1 casa de 1 dormt e demais dependencias, bairro Sta Regina 1, local livre de alagamentos. R$ 176 mil. 3365-6955 / 96366873. Vendo terreno localizado próximo ao Forum, em rua pavimentada e com excelente valorização. Bairro Santa Regina. Valor: R$ 150.000,00 Fone: 33651956 / 9626-2626 Vendo terreno no Porto das Balsas, em Navegantes. Tratar no fone 9619-1646 / 33616470


19

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Classi Popular Imóveis

Aluguel

Troca

Negócios Empregos

PEDIDO DELICENÇA LICENÇA AMBIENTAL PEDIDO DE AMBIENTAL (nome da licença ou autorização)

Automóveis

Motos

Serviços

PEDIDO DE AMBIENTAL PEDIDO DELICENÇA LICENÇA AMBIENTAL

Ambiental Prévia - LAO LicençaLicença Ambiental de Operação

Licença Ambiental de Instalação Licença Ambiental deautorização) Operação - LAO (nome da licença ou

A empresa Administradora Empreendimentos TAGO Engenharia LTDA, etorna público que Imobiliários requereu à Fonseca Ltda., de CNPJ: 79.830.089/0001-73 tornaAmbiental público Fundação do Meio Ambiente (FATMA) a Licença Prévia (LAP) para um Condomínio Residencial Vertical, que requereu à Fundação do Meio Ambiente (FATMA), a localizado na rua São Paulo, s/n, Bairro Centro, Camboriú-SC. Licença Ambiental de Operação - LAO para o Loteamento

A empresa Administradora Empreendimentos TAGO Engenharia LTDA, etorna público que Imobiliários requereu à Fundação Meio (FATMA) a Licençatorna Ambiental de Fonseca do Ltda., deAmbiente CNPJ: 79.830.089/0001-73 público Instalação (LAI) para um Condomínio Residencial Vertical, que requereu à Fundação do Meio Ambiente (FATMA), a localizado na rua São Paulo, s/n, Bairro Centro, Camboriú-SC.

Santa Regina I, instalado na Rua Guamirim/Licurana, sem Foi determinado a confecção de Relatório Ambiental Prévio. número, Bairro Taboleiro, município de Camboriú/SC.

Imóveis

aluguel

Alugo ap. 2 quartos, residencial Maria Helena, Cedro, Camboriú. 96902762 / 9932-4180. R$ 700 (livre de condomínio).

Alugo casa com dois (2) quartos suítes, e demais dependências, c/ gaAlugo casa no bairro Cedro, 3 quarragem para dois carros, no centro de CONCESSÃO DE LICENÇA AMBIENTAL tos, rua Rodrigo Faveri, 156. Fone: Camboriú. Bem situada, c/ área de ou autorização) (nome da licença 9657-2081 ou 9659-9413. Falar com serviço. 3363- 6604 e 8405-4996 Elton ou Terezinha. Procuro casa ou kitinete para alugar no centro, ou próximo ao centro, de Camboriú. Com cozinha, sala, podem ser integrados, com quarto e garagem. 8481-9007 Alugo sobrado novo no Santa Regina VI com 02 dormitórios. R$ 900. 47 3365-5102/ 8422-3252/ 9692-3531 Alugo kitinetes no Taboleiro, rua Sassafrás, 344. R$ 500 – livre de água e luz. 9211-0892 / 9629-9818 Alugo quarto para rapazes por R$ 300. 3365-1967 Alugo sobrado 2 dormitórios novo bairro Rio Pequeno. Locação anual R$ 800,00 + txs. 3365-4995. Creci 12.981 Alugo quartos. Rua Siqueira Campos, 917, ao lado da garagem da Praiana. 9235-4154 Alugo 2 aptos. com 02 dorm. demais peças, com garagem coberta, no Bairro Areias Rua Bahia esq. Goiás. R$ 650,00. CRECI 19.531 - (47) 8404.4306 Alugo aptos em Balneário Camboriú de 1, 2 e 3 dormitórios. Tratar (47) 3367-2829 Alugo apartamentos com 2 quartos, sala, cozinha e banheiro. Rua Samambaia, 612 – Monte Alegre. 32648536 / 8481-9755 c/ Paulinho Alugo kitinete mobiliada. 33651967 / 9941-9306 Alugo kitinete na rua Acyla Garcia, 85, Centro. 3365-2064/9933-2974

Alugo uma casa com 1 quarto na rua Jamaica, em Balneário Camboriú, tratar 3361-6470. Alugo kitinete mobiliada. 33651967 ou 9941-9306

Licença Ambiental de Operação - LAO para o Loteamento Foi determinado confecção de Pau-Brasil, Plano de Gerenciamento Santa Regina II, a instalado na Rua sem número, Ambiental. Bairro Taboleiro, município de Camboriú/SC.

Vendo ou troco por Biz, equipamentos de salão de beleza completo semi-novo. R$ 3,5 mil. 9957-8004

Vendo televisão 29’’ marca Mitsubishi e geladeira Consul. 3368-3069 / 9982-0842 Vendo máquina de escrever Olivetti Studio 45 com maleta. P/ colecionador, perfeito estado. Melhor oferta. 9967.0164

Negócios

Vendo violão de sete cordas novo e acordeon Scandalli. 9973-7196

Vendo máquinas de sorvete expresso. (51) 3586-7115 / (51) 8286-4542 Vendo Empresa de Salgados com carteira de clientes ativos, com faturamento de aproximadamente R$ 20 mil/mês, sediada em Camboriu-SC. Informações: Marcos – 9927-8006 Vendo carta de crédito que serve para compra de imóveis (casa, apartamento, sítio ou construção), valor da carta R$ 100.000,00 entrada de R$ 4.800,00 + parcelas de R$ 850,00 Contato: (48) 3626-3141 Vendo ponto de Krep´s Suíco contendo: 1 geladeira, 2 estufas (uma quente e uma fria), um freezer, balcão de pia, 2 máquinas de kreps, uma máquina de sorvete. Entrar em contato pelos fones: (47) 8481-9755, (47) 9953-1632 ou (47) 3264-8536. Falar com Paulo.

Ofereço serviço de profissional adequado para cuidar de criança, com local. Horário e preço a combinar. 8449-2238

Arrendamos sítio/pesque pague. Camboriú. R$ 1.100,00. CRECI 19.531 - (47)CONCESSÃO 8404.4306 Ofereço-me para lavar roupas em DE LICENÇA AMBIENTAL domicílio, preço a combinar. 8449(nome da licença ou autorização) Vendo compressor odontológi2238 ou 8489-3584 co silencioso. Em ótimo estado. R$ 1.000,00. 3365-1411 Contrata-se aux. técnico p/ trabalhar

Alugo apartamento 2 dormitórios, no Dom Amaro - próx. escola Clotilde. R$ 750. 9918-0503 c/ Júnior

Troco terreno em Chapecó, bairro Esplanada, próx. Hospital Regional por imóvel em Camboriú, preferível terreno. 8426-8432 9643-6532

Anuncie! É Grátis

Vendo tudo para montagem de empresa de salgados. Relação de clientes, freezer dupla ação, fritadeira grande Eccel, forno Venâncio para duas formas, máquina para fazer massa Progaz, cilindro para abrir massa, diversas bacias, formas e equipamentos para linha de produção. Contato: 3365-5078 ou 8819-6355 Vendo lancheria, com móveis novos, em Perequê - Porto Belo. Bom faturamento. Motivo da venda: dono não pode atender. 8492-2902 Vendo perfumes importados e originais a preço acessível. Mais informações: 9690-2769

Empregos Contrata-se secretária para Clínica Odontológica. Requisitos: ensino médio completo, experiência comprovada, noções de informática e de preenchimento fiscal. Salário: a combinar. Favor entregar currículo na rua Guaraparim, nº 260, Taboleiro, para agendamento de entrevistas.

em empresa de internet via rádio em Camboriú. É preciso ter mais de 18 anos e cart. de habilitação. Comparecer no local c/ docs. e currículo. Rua José Fco. Bernardes, nº 733, 2º piso. Contrata-se vendedora/telemarketing para trabalhar de forma interna e externa para Escritório de Marcas e Patentes, Balneário Camboriú. Entrar em contato com Noeli para marcar entrevista (47) 9728-6181 / comercial.idealmarcas@hotmail.com

Veículos

automóveis

Vendo Montana 2010, prata, em perfeito estado, completa. Bom preço. 9934-3098 Vendo Bongo K2500 TCI completo, ar quente e frio, 14 mil KM. Ano 2010. 9116-5151 Vendo Peugeot 206 – FELLINI – 2005 – completo, roda, trava, ar, revisado, emplacado, (final 09- Camboriú) - R$ 20.000,00. 9618.0504 (Claro) 8483.3231(Oi) 9650.5533 (TIM) Vendo Corsa Classic, 4 portas, ano 2000, Roda 14 liga leve. R$ 13.500. 9995-2029 Vendo Gol Special, ano 2002, prata, doc. em dia. R$ 10.500. 33617080 / 9670-4494 c/ Monique ou Rodeniulson Vendo Gol Geração 3, 2001, c/ ar e direção hidráulica. R$ 11.000. 8472-4503

Vendo Classic Preto, 2012. Financiado – R$ 18,5 mil já pagos. Assumir parcelas. Aceito propostas (moto ou carro de menor valor). 8431-0911 Vendo Uno Mille Fire, duas portas, ano 2004/2005, branco, gasolina. R$13 mil. 3365-6733 / 9932-1166 Vendo Uno 96 4p verde ótimo estado – R$ 8.800,00 - 47-8454-8484 Vendo FIESTA 2010, completo! Ar, direção, faróis de neblina, vidros elétricos, alarme. Quitado. Contato: (47) 9902-4054, 9977-1363 Vendo Gol 2011, 1.0, geração 4, branco, flex, 2 portas, c/ ar. 33652250 / 9932-4180 Vendo Astra, 2003, completo, em perfeito estado. 9934-3098 Vendo Golf prata 02/03, completo, revisado. R$ 17 mil à vista. 96087253 / 8426-8153


20

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Variedades

Ofício de delícias

paulo.gastronomia@uol.com.br oficiodedelicias.com.br Twitter:@FariaPauloR

Bobó de camarão com milho verde

O bobó de camarão é um prato típico da culinária baiana, que teve sua origem na África. Era feito a base de inhame cozido e amassado e vinagreira, que é uma erva com sabor ácido. Quando chegou ao Brasil pelas mãos dos escravos, essa receita foi adaptada introduzindo a mandioca e o camarão. A cremosidade do prato que deu o nome ao bobó. No nordeste, ele é feito com aipim ou mandioca e camarão, regado a muito azeite de dendê. Na minha receita, uso o milho verde como elemento de base para o creme, conferindo um sabor peculiar a esse bobó.

Paulo Roberto Faria/LP

Chef paulo roberto faria

Ingredientes: 1 quilo de camarão rosa Suco de um limão 5 espigas de milho verde 1 cebola grande 3 dentes de alho 1 pimenta dedo de moça 1 colher de chá de páprica picante 1 colher de chá de colorau 1 colher de chá de açafrão 4 colheres de sopa de azeite de oliva 3 colheres de sopa de azeite de dendê 1 copo de água 2 vidros de leite de coco Sal a gosto 1 maço de cheiro verde

Modo de fazer: Lave e limpe bem os camarões e deixe no suco de limão. Rale o milho verde ou corte os grãos bem rente a espiga e bata no liquidificador com o copo de água. Se ralar o milho, use a água para diluir e limpar o ralador. Coe a massa de milho e reserve. Passe os camarões por água corrente para retirar o limão. Refogue o alho e a cebola no azeite de oliva, junte a pimenta cortada em cubinhos, o colorau, a páprica e o açafrão. Quando a cebola estiver bem murcha, junte os camarões e refogue rapidamente. Tempere com o sal, junte o milho batido e mexa bem. Acrescen-

te o azeite de dendê e o leite de coco e mexa até adquirir a consistência de creme. Não pare de mexer para não grudar na panela. Se for necessário, junte um pouco de água, confira o sal e junte o cheiro verde picadinho.

Horóscopo Áries

Leão

Sagitário

Terá uma semana forte em que conseguirá gerir de forma eficaz todas as situações em que se envolver. Boa hora para desfrutar da companhia de alguns amigos. No amor, receberá muita atenção e mimos. Melhor dia: Domingo

Deve ter mais calma e não deixar de lado situações que devem ser resolvidas na hora. Mesmo que demore tempo e que não tenha vontade, trate de tudo. Partilhe mais momentos com o seu parceiro. Melhor dia: Sexta-feira

Entra numa fase mais calma em que começa a ver finalmente luz ao final do túnel para resolver questões antigas. Pense em novos projetos, mas não arrisque em demasia. Estará muito ativo. Melhor dia: Domingo

Touro

Virgem

Capricórnio

Vai conseguir encontrar mais soluções para alguns problemas atuais. Terá uma grande força e energia para todos os setores da sua vida, nada ficará ao acaso. Mantenha o controle dos acontecimentos. Melhor dia: Terça-feira

Estará muito determinado e mesmo perante as situações mais complicadas não vai cruzar os braços. Seja persistente, os seus objetivos são possíveis de alcançar. Reflita mais sobre os seus comportamentos. Melhor dia: Quinta-feira

Terá uma semana em que tende a sentir-se mais afastado das pessoas, mas de certa forma até será benéfico para por as suas coisas em dia. Mais para o final da semana, a sua disposição vai melhorar. Melhor dia: Quarta-feira

Gêmeos

Libra

Aquário

Semana bastante equilibrada em que poderá organizar a sua vida e fazer projetos para o seu futuro. Verá finalmente resolvidos problemas que teimavam em continuar. Vai exprimir-se com delicadeza. Melhor dia: Quinta-feira

Terá uma semana rica em emoções fortes e terá de optar por diversos caminhos. Utilize a sua sensibilidade e intuição para fazer as opções necessárias. Não tenha medo de arriscar. Melhor dia: Sábado

Tende a sentir-se insatisfeito devido a alguns atrasos que vão surgir e com os quais não estava a contar. Por outro lado, até será bom já que terá mais tempo para avaliar as situações. Melhor dia: Sexta-feira

Escorpião

Peixes

Vai ter uma semana exigente em que por vezes terá vontade de desistir ainda que não o vá fazer. Seja mais forte para enfrentar as adversidades. Tem tudo para conseguir vencer. Melhor dia: Segunda-feira

Terá uma semana de progressos. Vai mostrar grande força de vontade para levar para a frente os projetos que tem para o futuro. Mostre uma atitude positiva. Está muito motivado no setor profissional. Melhor dia: Sábado

Câncer Vai sentir-se mais cansado do que é normal. Há que tirar mais tempo para si e evitar meter-se em projetos para os quais não está preparado. Aproveite o apoio dos que lhe são mais queridos. Melhor dia: Segunda-feira


21

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Variedades

O que

Up!

VESTIR Por Gabriela Zucki Designer de Moda

Por Jaison Gardini jgardini@gmail.com @jaison31

gabizucki@hotmail.com Delírio fashion cheia de estilo:

Delírio cheia de estilo: BOTA COM FRANJAS... botafashion com franjas! Fotos: Divulgação/LP

Na temporada ano o destaque entre os acessó Na temporada mais mais fria dofria anodo o destaque entre os acessórios Olá, pessoal! De uma coisa são sem dúvida as botas! 2013, as diversas tendências podemos ter certeza: de nada botas! No inverno 2013,Noasinverno diversas tendências prometem agradar adianta querer apressar as prometem agradar todos os gostos e estilos! Uma delas chega para Uma delas chegafashion para deixar a estação com BOTA um clima de faroeste: as Delírio cheia de estilo: coisas. Tudo vem ao seu temdeixar a estação com um clima de faroeste: as franjas! COM FRANJ Delírio fashion cheia de estilo: BOTA COM FRANJAS... Inspirada no folk (estilo que remete à cultura folclórica a po, dentro do prazo que lhe Inspirada no folk (estilo remeteCOM à cultura folclórica ameDelírio fashion cheia estilo:que BOTA FRANJAS... Nade temporada mais fria do ano o destaque entre o foi previsto. Basta você acrefranjas tendências, como o estilo rústico, comoares romântic ricana), asmesclam botas com mesclam tendências, como estilo Na temporada mais fria do ano o destaque entre os acessórios é, sem dúvida, éfranjas as ditar que nada acontece por botas! No inverno 2013, as diversas tendências prometem a rústico, com ares românticos, eportanto, uma O toque mo- repa temporada mais fria do anopegada o destaque entre os acessórios é ONa toque de modernidade, ficahippie. por conta de de versões os gostos e estilos! acaso! Tente observar melhor botas! No inverno 2013, as diversas tendências prometem agradar todos Uma delasfica chega para deixar a estação com um clima de faro dernidade, portanto, por conta de versões repaginadas, fabrio que está a sua volta. Lem- Uma delas chega para deixar a estação com um clima de faroeste: botas! No inverno 2013, as no diversas tendências prometem todos materiais que variam couro sintético, nobuk, verniz,agradar camurça, entreo as franjas! cadas com materiaisInspirada que variam couro sintético, nobuk, àverniz, no no folk (estilo que remete cultura folc bre-se que o universo sempre Uma delas chegaaspara deixar Inspirada no folk (estilo que remete à cultura folclórica americana), botas coma estação com um clima de faroeste: as franja camurça, entre outros. conspira a seu favor, quando franjas mesclam tendências, como o estilo rústico, com ares uma olhada nas (estilo dicas... Inspirada no folk que remete à cultura folclórica america você possui um objetivo cla- franjas mesclam tendências, como o estilo rústico, com ares românticos,Dá Dá uma olhada nas dicas... e uma pegada hippie. O toque de modernidade, portanto, fica por conta de vers ro e uma disponibilidade de mesclam tendências, como o Invista estiloem rústico, com ares eu O toque de modernidade, portanto, fica por conta de versõesfranjas repaginadas, fabricadas com cores escuras e tonsromânticos, sócrescimento. Confira nossa materiais que variam no couro sintético, nobuk, verniz, camur Fotos: Divulgação/LP -Invista em co bordô, verde repaginada toque de modernidade, portanto, brios. fica Azul por marinho, conta de versões entre outros. agenda para agitar ainda materiais que variam no couro sintético, nobuk, verniz, camurça, O marinho, bord musgo estão em alta, mas é possímais seu final de semana: materiais que variam no couro sintético, nobuk, entre outros possível varia vel variar porverniz, diversascamurça, tonalidades

O que rola hoje, dia 17 Maria’s Pub/Camboriú: V Tourada da Med – XXIV Turma de Medicina. Atrações: Heitor & Vinicius, Med Bloco (Bateria de medicina UFPR), Dj Renato Matos, Tequileiros + Atração Surpresa. Cerveja liberada a noite toda. Informações: (47) 9624-6210. Shed Western Bar/BC: Sua noite perfeita com gosto de sempre querer mais. Atrações: Alex e Willian e Alesssandro Santigo. Informações: www. shedbar.com.br Guacamole/BC: O México mais perto de você. Atrações: Mariachis. Informações: (47) 3366-0311. O que rola sábado, dia 18 WS/BC: Mais uma atração que a casa prepara para você muito especial. Atração: Show Nacional com Rodriguinho. Informações: (47) 3264-0040.

Dá uma olhada nas dicas...

de marrom e preto – infalível; e preto – infa

Dá uma olhada nas dicas...

Dá uma olhada nas dicas...

-Invis - Pernasmarin mais de cano curto poss -Invista em cores es panturrilha. Q pre marinho, bordô,e ver possível variar por ainda recorred e pretomesma – infalível; cor;  - Per - Pernas mais grossas, a dica é optar por modelos de ca de cano curto, sempre abaixo da altura da - Pernas mais gross pantu panturrilha. QuemPara deseja alongar a silhueta pode de cano curto, semp ainda quem tem pernas mais grossas, a ainda recorrer a combinações botade+cano calçada panturrilha. Quem d dica é optar por de modelos curmesm mesma cor;   to, sempre abaixo da altura da panainda recorrer a com Com o objetivo de não “carregar” o visual, evite usar outras A gata Érica turrilha. alongar a silhue- o destaque para mesma prestigiando cor; da peçasQuem comdeseja franjas, deixando os detalhes tabota; pode ainda recorrer a combinações a feijoada de bota + calça da mesma cor; beneficente no sábado passado no Maria’s Com o objetivo de não “carregar” o visual, Pub. Na foto, -Com o objetivo nãopeças “carregar” o visual, evite usar out evite usarde outras com franjas, deixando Produções casuais podem trazer camisas jeans ou, até com o cantor -Com o objetivo de não “carregar” o visual, evite usar outras peças como franjas, deixando o destaque para os detalhes destaque para os detalhes da bota; Edu os Ribeiro com tradicional xadrez. Já looks básicos pedem peças com franjas, deixando o destaque para detalhes da -Com mesmo, o objetivo de onão “carregar” o visual, evite usar outras bota; bota; combinações com blusas de moletom blusões despojados; peças com franjas, deixando o destaque paraeos detalhes da Produções casuais podem levar camisas jeans bota; ou, até mesmo, o tradicional xadrez. Já looks -Invista em cores escuras e tons sóbrios. Azul marinho, bordô, verde musgo estão em alta, mas é possível variar por diversas tonalidades de marrom e preto – infalível; Felicidades ao casal Rubya e Marlon que ficaram noivos na semana passada

básicos pedem combinações com blusas de

- Produções casuais podem trazer camisas jeans ou, até moletom e blusões despojados; - Produções casuais podem trazer camisas jeans ou, até mesmo, com o tradicional xadrez. Já looks básicos pedem mesmo, o tradicional xadrez. JáAJ looks básicos podem trazer jeans ou, Full Musiccom Club (Deep Fesres, Perez, Pushpedem Pull, Side_ - Produções casuais Ocamisas estilode combina perfeitamente com ca combinações com- blusas moletom eaté blusões despojad combinações com blusas de moletom e blusões despojados; Já looks básicoscapazes pedem de concentrar e legging, tival)/Estaleirinho: Essa ninA-Aninha e Antonela Gianpie- mesmo, com o tradicional xadrez.skinny nas franjas do calçado; e blusões despojados; guém pode ficar de fora. Início tro, Rolldabeetz (FABO E combinações com blusas de moletom - As adeptas de shorts, saias e vestidos a partir das 13h, com término PACO), Fulled Live, Re Dupre podem recorrer ao uso de uma meia calça as três da madruga. Atrações: Up , Kento Lucchesi, Tiago Rosa, com fio mais grosso para garantir Caio Cardoso, Van Mather B2B Deklo e Rafael Ferreira. Inforfeminilidade e proteção contra o frio em um visual mais no mais caso das Guga Bittencourt, Martins Soamações: (47)perfeitamente 8431-0089. - O estilo combina comrústico, calças justas, tipo bermudas, e mais romântico, no caso das skinny e legging, capazes de concentrar a atenção e volume saias e vestidos; nas franjas do calçado; - Didge Steakhouse Pub/BC:

Nesse sábado a noite se completa ao som Pop Rock e clássicos australianos da banda Jonny B. Aproveite para degustar as delícias que a casa oferece. Atrações: Acústico Voz e Violão com Pablo (início as 20h30min), e Jonny B. Thrill. Informações: (47) 3361-6414. Ótima semana e até mais!

- O estilo combina perfeitamente skinny e legging, capazes de co nas perfeitamente franjas do calçado; - O estilo combina com calças m skinny e legging, capazes de concentrar a aten nas franjas do calçado;

O estilo combina perfeitamente com calças mais justas, tipo skinny e legging, capazes de concentrar a atenção e volume nas franjas do calçado;

As adeptas de shorts, saias e vestidos podem recorrer ao uso de uma meia calça com fio mais grosso para garantir feminilidade e proteção contra o frio em um visual mais rústico, no caso das bermudas, e mais romântico, no caso das saias e vestidos.


22

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Esporte

Recriarte e Clotilde vencem microrregional do Moleque Bom de Bola Time masculino, do colégio Recriarte, e feminino, da escola municipal Clotilde Ramos Chaves, ficaram com os títulos da fase classificatória

O

estádio Roberto Santos Garcia, o Robertão, recebeu na sexta-feira passada, dia 10, as finais da etapa Microrregional do Moleque Bom de Bola, feminino e masculino. Com as melhores campanhas da competição, os meninos e as meninas de Camboriú conquistaram o título e se classificaram para a fase regional do campeonato. No feminino, as alunas da E.B.M Professora Clotilde Ramos Chaves, de Camboriú, venceram por 5 a 0 a E.B.M Arnaldo Brandão, de Itajaí. Já os meninos do Centro Educacional Recriarte golearam, também por 5 a 0, a E.M Joaquim Vicente de Oliveira, de Itapema. “Fizemos uma excelente campanha, tanto no feminino quanto no masculino, os atletas e professores da escola

Clotilde e do Recriarte estão de parabéns. Vamos para a fase regional com grandes chances de conseguir mais um título”, afirma o presidente da Fundação Municipal de Esportes de Camboriú, Altamir Montibeller. As escolas de Camboriú são bicampeãs da etapa Microrregional e seguem para a fase regional como grandes favoritas. A próxima etapa será disputada em Balneário Arroio do Silva, no sul do Estado, entre os dias 6 e 10 de agosto. O evento é realizado pelo Governo do Estado, através da Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte, e conta com o apoio da Gerência de Cultura, Turismo e Esporte da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Itajaí – SDR, além do patrocínio da RBS TV e da Parati Alimentos. Fotos: Divulgação/LP

Campeões. Equipes do Recriarte e Clotilde comemoram os títulos da etapa microrregional

Assista o programa de segunda a sexta, a partir das 18h na TV Litoral Panorama.

Canal 11 - Balneário Camboriú e Camboriú Canal 15 cabo - Balneário Camboriú

falecom@pcnacidade.com.br - (47) 9977-1842

Situação da quadra do ginásio do centro é deplorável Prefeitura interditou local esta semana para que uma reforma seja feita. FME não possui verba para reconstruir o espaço e deve fazer apenas reparos

Gustavo Zonta/LP

N

ão é de hoje que a quadra do ginásio de esportes Irineu Bornhausen, no centro da cidade, sofre com a degradação. Porém, após diversos eventos serem realizados no espaço, a situação do piso de tacos onde se praticam os esportes está lastimável. O estado é tão crítico que a Prefeitura, através da Fundação Municipal de Esportes, decidiu interditar o local para a prática esportiva e pretende promover uma reforma. Os problemas estão evidentes para qualquer um que visita o local. Tacos soltos e colados de forma improvisada prejudicam os treinamentos e colocam em risco os atletas das modalidades que mais ocupam o ginásio central: o futsal, o voleibol e o handebol. Esta semana, um dia após a interdição, todas as três categorias ainda utilizavam o espaço para a realização dos últimos treinos. A partir de agora, eles passam a treinar nos ginásios do Instituto Federal e na escola Clotilde Ramos Chaves. “Não vai nos prejudicar muito. Esses tacos são realmente antigos e é preciso fazer uma reforma”, aponta o treinador de futsal Marcelo Silva. O professor também conta que por causa das condições do piso as crianças tropeçam com frequência quando estão jogando. O treinador da equipe de handebol, Diogo Linhares, teve um trabalho extra antes de iniciar os treinamentos desta semana. Ele teve que realocar alguns tacos

Degradação. Professores são obrigados a relocar tacos ou colá-los novamente para poder promover treinamentos

e improvisar a colagem com fita para que pudesse dar aula. “Trabalhamos apenas com metade da quadra e mesmo assim é bem complicado”, afirma. Segundo Diogo, por causa do congresso religioso que aconteceu há poucas semanas, muitos grampos e pregos foram colocados no piso e tiveram que ser retirados para evitar acidentes. “Pela estrutura que o ginásio tem, seria interessante colocar um piso emborrachado”, aponta o treinador. Isto é consenso entre os professores de educação física que usam o espaço, como Diogo, Marcelo e Doriedson Garcia, do time de voleibol. O piso do ginásio precisa ser totalmente refeito. Porém, isso não deve acontecer tão cedo.

Segundo o presidente da FME, Altamir Montibeller, a Prefeitura possui um projeto para a reforma total do ginásio. Porém, o custo, que deve chegar a R$ 500 mil, não pode ser coberto pelo Município e só uma parceria com Governo Estadual ou Federal pode viabilizar as mudanças. “Não tem como adiar, pois já passou muito tempo e chegou nesta situação. Mas não queremos refazer apenas a quadra, temos que fazer uma reforma geral no ginásio”, argumenta Montibeller. Enquanto o projeto não é contemplado, uma reforma emergencial deve começar a ser feita na semana que vem para minimizar os problemas do piso. Ainda não existe prazo para a conclusão do trabalho.


23

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Esporte

Cidade poderá ter pista de automobilismo em 2014

Em Cima da Linha por Gustavo Zonta

Grupo de apaixonados por velocidade e empresário buscam viabilizar a construção de um autódromo na cidade. Federação estadual apoia a iniciativa

O

s moradores mais novos podem até não acreditar, mas Camboriú já foi uma cidade muito importante para o automobilismo de Santa Catarina. Aqui, já aconteceram grandes provas de corridas de carros sediadas no Autódromo Figueira Grande, que ficava no centro da cidade e reunia mais de 100 pilotos a cada evento. Corredores catarinenses e paranaenses vinham para Camboriú no início da década de 80 em busca de velocidade. O autódromo durou pouco menos de 10 anos e de lá para cá a cidade ficou fora do circuito dos grandes eventos automobilísticos do estado. Agora, esta história pode mudar. Um grupo de apaixonados por velocidade e também um empresário buscam viabilizar a construção de um novo autódromo na cidade e algumas conquistas para isso já foram alcançadas. O principal entusiasta do projeto é Sandro Rocha, conhecido por organizar a Anjo da Guar-

da Fest e ser um apaixonado por velocidade. É ele quem encabeça o movimento para que uma nova pista seja construída na cidade. E o local para que esse sonho se torne realidade já existe. Segundo Sandro, a família de um empresário do Rio do Meio concordou em ceder o terreno para que o autódromo seja construído. O local fica próximo ao pesque-pague Açanã. Além disso, Sandro afirma que um grande empresário da região já se prontificou patrocinar a construção do autódromo. “Não é necessário um grande investimento. Basta fazer o traçado e construir uma estrutura de madeira para os boxes”, explica Sandro. Vários pilotos de Santa Catarina e Paraná sabem da possibilidade da construção da pista de Camboriú e estão entusiasmados com a possibilidade. O autódromo também tem o apoio da Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina - Fauesc.

“Seria algo excelente. Hoje, existe a necessidade de um autódromo no litoral do estado e faremos o que for possível para que isso se torne realidade”, afirma Francis Henrique Trennenpohl, assessor de imprensa da Fauesc e diretor do Departamento Estadual de Velocidade na Terra. Hoje, existem pistas de velocidade em Lontras, Joaçaba, Chapecó, Ascurra e São Bento do Sul. Camboriú entraria neste circuito para sediar provas do Campeonato Catarinense de Velocidade. Também poderia sediar qualquer evento de velocidade na terra, inclusive de motos. Sandro está otimista quanto à real efetivação do projeto. O traçado do novo autódromo deverá ser o mesmo da antiga pista do autódromo Figueira Grande (imagem abaixo). Eles aguardam a liberação ambiental para começar a construção do espaço. A expectativa é de que o autódromo possa estar pronto até a metade do ano que vem. Ilustração: Sandro Rocha/Divulgação/LP

Email: gugapz@terra.com.br Twitter: @gugazonta

Um ginásio morto O problema é antigo, mas esta semana chegou num ponto vergonhoso. A quadra do ginásio de esportes Irineu Bornhausen, no centro da cidade, teve que ser interditada pela Prefeitura de Camboriú. O motivo foi o estado lastimável em que se encontra o piso do ginásio. Diversos tacos que formam a quadra estão soltos, outros tiveram que ser colados de forma precária pelos próprios treinadores. Muitas crianças chegam a tropeçar enquanto estão praticando esportes no local. Dá pra acreditar a que ponto a situação chegou? A quadra precisa urgentemente de uma reforma completa, não pode ser apenas uma “garibada” como estão pensando em fazer. Um ginásio morto 2 Conversei com os professores de educação física que utilizam o ginásio para atividades esportivas e o veredito foi unânime: é preciso reformar tudo. Não é mais viável continuar a treinar em um espaço que não oferece o mínimo de segurança para as pessoas que praticam esportes, principalmente as crianças que fazem parte das escolinhas. Uma quadra emborrachada é o que todos esperam até pela estrutura que o ginásio oferece, porém, a desculpa é a mesma de sempre: o Município não possui recursos para fazer a reformar. Sendo assim, darão aquele tapa para acharem que ficará tudo bem. Um ginásio morto 3 Fato é que a Prefeitura precisa definir de uma vez por todas qual é o destino do ginásio do centro. Ou o espaço se torna um local de atividades esportivas ou um centro de eventos. Do jeito que a coisa anda, os esportistas são extremamente prejudicados e, cada vez mais, estão perdendo espaço para as dúzias de congressos que acontecem na cidade e são empurrados para o ginásio. O último, dos Gideões Missionários da Última Hora, ajudou muito para a situação chegar onde está. Pregos e grampos tiveram que ser tirados do piso pelos próprios professores para que os treinamentos pudessem acontecer normalmente. Neste final de semana, acontece mais um evento no ginásio, a Festa do Divino Espírito Santo, que também deve deixar suas consequências na quadra do ginásio. Quem paga o pato sempre são os atletas e professores de escolinhas que ficam sem lugar para treinar durante meses e depois precisam levar suas equipes pouco treinadas para competições de alto nível. Assim, fica difícil! Um ginásio morto 4

Manutenção. Traçado do novo autódromo de Camboriú deve ser o mesmo do Figueira Grande, que existia na cidade na década de 80. Imagem acima mostra como era onde ficava a pista da época em um mapa atual do município

Segundo a FME, existe um projeto para que o ginásio seja amplamente reformado, mas é preciso verba do Estado ou do Governo Federal para ele sair do papel. Ou seja, nem tão cedo o problema vai ser finalmente solucionado. O projeto prevê um investimento de cerca de R$ 500 mil, com uma quadra emborrachada, ideal para a prática esportiva. O problema é que mesmo que a reforma realmente saia do papel, não se sabe quando, o espaço ainda continuará sendo utilizado para a realização de eventos e o esporte vai continuar sendo deixado de lado. Até quando?


24

Jornal Linha Popular - Camboriú, 17 de maio de 2013

Cidade

Casa da Cidadania oferece ajuda para quem busca seus direitos Instituição concentra prestação de serviços e atendimentos gratuitos pela justiça ao alcance de todos

C

idadãos devem buscar seus direitos e cumprir seus deveres previstos por lei. Mas muitas vezes as pessoas não sabem onde fazer isso de forma facilitada. Por isso, há 13 anos a Casa da Cidadania concentra os principais serviços para ajudar os camboriuenses nestas tarefas. O local oferece atendimentos de Conciliação e Mediação Familiar, do Incra, do Sine, do Procon, da Junta de Serviço Militar e para emissão de Carteira de Trabalho e Carteira de Identidade. A secretária da Casa da Cidadania, Jeane Elisa Heinig, afirma que a principal missão de todos os serviços é ajudar quem precisa. Segundo ela, são realizados cerca de 120 atendimentos por dia, com uma taxa de 90% de resolução dos problemas. "Ajudamos a desafogar a demanda do Poder Judiciário. E cada pessoa que entra aqui sai com uma

solução, mesmo que seja um encaminhamento para onde pode achar o que precisa", detalha. Um dos serviços mais procurados é o do Sine, como no caso de José Fernando de Souza Ferreira. Ele veio de Balneário Camboriú até aqui para dar entrada em seu seguro-desemprego. "Não sabia dos outros serviços. Vim aqui porque falaram que tem menos fila, é mais rápido", completa. O Procon e a Conciliação são outros serviços con-

siderados importantes por Jeane. Segundo ela, são uma forma de oferecer justiça ao alcance de todos, principalmente de quem tem baixa renda. "Ao invés de ter que procurar um advogado, entrar com processo, esperar julgamentos e arcar com todas as despesas, as pessoas podem vir aqui e buscar uma conciliação direta em pequenas causas. É mais rápido e dá menos dor de cabeça", explica a responsável pela Conciliação e Mediação Familiar, Camila Martins.

Atendimento. A Casa da Cidadania fica na rua José Francisco Bernardes, bairro Areias, próximo ao hospital. Todos os ser viços são gratuitos - são cobrados apenas alguns impostos, como as taxas para emissão de documentos. O atendimento é das 13h às 19h. Porém, alguns dos ser viços funcionam até 18h, pois são interligados com sistemas estaduais e nacionais. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3365-0021.

Gustavo Zonta/LP

Ajuda. Cerca de 120 pessoas usam os serviços da Casa da Cidadania por dia. José Fernando foi dar entrada no seguro-desemprego


217