Page 1

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017 | Ano IX | # 408 | facebook.com/linhapopular

Aqui Camboriú é notícia! DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Operação cumpre reintegração de posse no Conde Vila Verde

DIVULGAÇÃO PMC

Mais de 200 policiais participaram; Famílias estão abrigadas em ginásios | Página 04

Tele

Entrega

3365-2920

Secretário de Finanças: “diversos compromissos não foram cumpridos” Página 05


Opinião

2 Notas Políticas

Da redação Início de ano

Ontem (16) aconteceu a primeira sessão ordinária do ano da Câmara de Vereadores de Camboriú. Dando início ao calendário de sessões. A sessão teve mais de três horas. Dos 15 vereadores, 13 utilizaram a tribuna, o que ajudou a deixar a quinta-feira mais longa.

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Editorial Invasão: quem arca com o prejuízo?

Chumbo pesado

A situação pode sentir como vai ser o ano. A presidente da Casa, Márcia Freitag (PSDB) fez um discurso pesado e acusou o governo de obrigar funcionários da Secretaria de Saúde a se filiarem ao PMDB para continuarem a trabalhar. Acusação que foi rebatida pelo líder do governo, Ângelo Gervásio (PMDB). Adriano Gervásio (PSDB) atacou a Educação, a Assistência Social e criticou a paralisação da Casa da Cidadania.

Busca de recursos

Na quarta-feira (15) uma comitiva de vereadores da cidade foi à Florianópolis, na Assembleia Legislativa, em busca de recursos financeiros para o município, com o foco na educação, saúde e infraestrutura de Camboriú. John Lenon, Vilson Albino, Amilton Bianchet (Mito), Márcio Pereira, Márcio Roberto Muller (Betinho) e Fabiano Olegário visitaram os deputados Dóia Guglielmi (PSDB), Serafim Venzon (PSDB), Ismael Santos (PSD), Patrício Destro (PSB) e Rodrigo Minotto (PDT).

Nova gestão

A direção do Linha Popular prestigiou na terça-feira (14) a cerimônia de posse da nova diretoria da Acibalc – Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú. Após ótimo trabalho da agora ex-presidente Ciça Muller, o empresário Augusto Munchen é quem vai comandar a entidade em 2017 e 2018. Chamou a atenção a ausência dos prefeitos Élcio Kuhnen e Fabrício Oliveira. Camboriú foi representada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Fidêncio. Já por Balneário esteve o vice-prefeito Carlos Humberto.

Alinhado com Brasília

Empresário e falando para empresários, Humberto foi na linha do governo federal. Falou em reforma fiscal e trabalhista, citou o fim “da política de tirar dos ricos para dar aos pobres” e defendeu que o governo tem que priorizar quem empreende, “quem corre riscos”.

Camboriú viu sua maior operação policial na manhã desta quinta-feira (16). Mais de 200 PMs, inclusive o Batalhão de Choque, participaram da reintegração de posse das quatro áreas invadidas no Conde Vila Verde. Praticamente sem resistências, os barracos que foram sendo montados desde meados do ano passado foram sendo desmanchados. As famílias que não tinham para onde ir, foram abrigadas em ginásios do município. Apesar do armamento, coube a Polícia Militar o planejamento da ação, segurança, montagem de barreiras e controle da circulação. A parte de desmontagem, mudança e abrigo ficou a cargo da Prefeitura. Por cinco dias, a Prefeitura precisa dar abrigo às famílias que foram ao ginásio, energia, água e refeição. A mega operação contou também com dezenas de máquinas e funcionários públicos. Contratações de caminhões de última hora precisaram ser feitas, além da compra dos alimentos que serão servidos nos cinco dias de abrigo. Vão mais alguns dias para a Prefeitura ter o valor exato das despesas. Uma herança que vai pesar para a atual administração. Camboriú não foi a primeira e não será a última cidade a ter áreas públicas se tornando grandes comunidades. Fruto da falta de fiscalização do poder

Expediente Aqui Camboriú é notícia!

(47) 3365 4893

Rua Maria da Glória Pereira, 149 2º piso, sala 102 - Centro - Camboriú

DIREÇÃO comercial@linhapopular.com.br Adriano Assis JP4414SC Schaline Rudnitzki REDAÇÃO linhapopular@gmail.com Adriano Assis Editor Schaline Riudnitzki Repórter Kássia Salles Repórter estagiária

público, aliada a falta de vontade em resolver o problema. Meses e meses sem atitude até que seis, sete casas se tornem dezenas, centenas. Sem nada de coincidência, os casos são mais comuns em anos eleitorais. Não faltam interessados em conseguir madeiras, caminhões e tijolos em troca de votos. A participação, anuência ou até proposital falta de alarde de agentes públicos precisa ser seriamente investigada pelo Judiciário. Há quem se beneficie com esse tipo de situação que traz grandes prejuízos financeiros e sociais, prejudicando muita gente, inclusive vários dos moradores. Se há quem se aproveite do caos para tentar ganhar terra pública sem precisar, há também famílias necessitadas que sem apoio e até sem conhecimento acabam sujeitas a se tornarem moradoras de barracos sem o mínimo de infraestrutura. De baixa instrução e escolaridade, acabam vivendo de bicos e empregos informais com salários muito baixos, longe do necessário para sobreviver em uma região de alugueis valorizados. A falsa oportunidade de se ter um canto próprio atrai moradores, muitos locais, outros de cidades vizinhas. E a falta de fiscalização, de programas assistenciais de longo prazo e até a má fé de agentes políticos transforma o sonho de uns, em pesadelo de muitos.

DIAGRAMAÇÃO Jairo Luís Cainelli diagramacaolinhapopular@gmail.com

www.linhapopular.com.br facebook.com/linhapopular

SOLUÇÕES INTEGRADAS DE IMPRESSÃO

Impressão

2 mil

exemplares

@linhapopular Circulação semanal às sextas-feiras em Camboriú e Balneário Camboriú.

Os conteúdos, aqui publicados, de autoria de colunistas ou colaboradores são de sua total responsabilidade, não necessariamente representando a opinião do Jornal.


3

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

R

Drogarias

Farmagnus

NOVIDADE! Chegou a linha Aveeno, a marca mais recomendada por dermatologistas nos EUA

Imagens meramente ilustrativas - Ofertas válidas enquanto durarem os estoques

Toda a linha de Vitaminas Lavitan

Ótimas ofertas!

Fraldas Descartáveis Geriátricas BIGFRAL PLUS Por R$

19,90 R

Drogarias

Farmagnus

Calçadão da Praça das Figueiras - Centro Telefone 3365-1195 - Camboriú

rogerio_tolardo@yahoo.com.br

Rogério Tolardo Farmacêutico pela FURB Mestre em Ciências Farmacêuticas pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Menopausa é o período fisiológico que ocorre após a última menstruação espontânea, é neste espaço de tempo que estão sendo encerrados os ciclos menstruais e ovulatórios da mulher. Só pode ser considerado menopausa após um ano do último fluxo menstrual, uma vez que, durante esse intervalo, a mulher ainda pode ocasionalmente menstruar. Nesse período de transição que antecede a menopausa chamamos climatério. O climatério representa a passagem da fase reprodutiva para a não reprodutiva e isso acontece devido à diminuição na produção dos hormônios responsáveis pelos ciclos menstruais e fertilidade da mulher, a intensidade dos seus sintomas variam de acordo com cada organismo. A menopausa é um estágio normal na vida de todas as mulheres, é nesse período que ocorrem as transformações do organismo feminino e justamente neste período podem aumentar as possibilidades do aparecimento ou agravamento de certas doenças, portanto, todo cuidado é pouco, realize visitas periódicas ao seu médico a fim de monitorar as mudanças que estão ocorrendo. Não há uma idade exata para a menopausa surgir, podendo variar de mulher para mulher, mas, em média pode ocorrer entre 45 e 55 anos, de forma espontânea ou cirúrgica (a chamada menopausa precoce). A menopausa cirúrgica ocorre após a retirada dos ovários ou do útero. Quando aparece após os 55 anos, é intitulada menopausa tardia. O diagnóstico da menopausa é feito com base nos sintomas que a mulher apresenta, como já mencionado, sua principal característica é ficar sem menstruar por pelo menos 12 meses consecutivos, o médico também poderá solicitar a realização de um exame para verificar a taxa de FSH (hormônio folículo estimulante) no sangue para comprovar efetivamente a menopausa. Durante o climatério, é comum as mulheres sentirem outros sintomas físicos e comportamentais tais como: ausência da menstruação, ressecamento vaginal (secura), ondas de calor, suores noturnos, insônia, diminuição no desejo sexual, diminuição da atenção e memória, perda de massa óssea (osteoporose), aumento do risco cardiovascular, alterações na distribuição da gordura corporal e depressão. O tratamento para menopausa é indicado para mulheres que manifestam sintomas intensos que comprometem sua vida profissional, familiar e afetiva. Pode ser feito com o uso de medicamentos receitados pelo médico a base de estrogênio e progesterona, mas é contraindicado para mulheres que apresentam hipertensão, colesterol alto ou históricos de alguns tipos de câncer na família. Neste caso, pode-se sugerir a suplementação com fito hormônios como de soja, Vitex agnus castus ou semente de linhaça, sob orientação médica.


Especial

4

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

INVASÃO DO CONDE

325 famílias deixam áreas de ocupação O Ginásio de Esporte Francisco Duarte de Souza no bairro Areias deixa de ser palco de partidas esportivas para até a segunda-feira (20) abrigar parte das famílias que foram retirados dos terrenos invadidos no bairro Conde Vila Verde. A operação de reintegração de posse iniciou por volta das 6h desta quinta-feira (16) e segue durante o dia de hoje. Willian de Souza, 40 anos, morava em Itapema. Quando o dinheiro do salário que recebia já não dava conta nem do aluguel, surgiu a oportunidade de dividir com um primo um terreno na invasão em Camboriú. Com um único cômodo, um quarto de aproximadamente 5m x 4m e um banheiro improvisado, Willian se mudou com a esposa e o filho de dois anos. A residência durou dois meses e pouco. O casal está desempregado e sem endereço fixo não conseguiram uma vaga na creche para o filho. Na quinta de manhã mais uma mudança. Deixaram o lote 76 da Av. João Acácio de Simas, popular Transluzia, para junto de outras 30 famílias ocuparem o ginásio no Areias. Willian ressalta que por volta da meia-noite cortaram a luz e a água e às 6h bateram em sua porta. “Já avisaram que era para por tudo do lado de fora, senão o trator ia derrubar”, explica. No ginásio, o calor forte obrigou aos abrigados improvisarem rabichos de luz para ligarem ventiladores. A comida é oferecida pela prefeitura, bem como banheiros, chuveiro e água potável. “Acreditava que ia acontecer, mas que não fosse tão rápido. Isso às vezes demora anos. ‘Tô’ esperando só por Deus. Esses políticos não estão nem aí para os pobres. ‘Tá’ todo mundo satisfeito em relação à comida. Não tem do que reclamar. Mas, esperamos que façam uma análise e vejam quem precisa

ADRIANO ASSIS/LP

Os abrigos A princípio apenas o abrigo do Areias foi disponibilizado, com o decorrer do dia e o aumento do número de desabrigados a Prefeitura abriu outro abrigo no ginásio do Conde Vila Verde. Mas, devido a sua localização em meio à ocupação o local foi alterado para o ginásio da escola Lucinira Melo Rebelo, no bairro Rio Pequeno. Para o comandante, o abrigo no Conde estava em um ponto vulnerável e foi preciso negociar com a realmente”, anseia o pai de família que alega não ter para onde ir agora. Quem também descarregou a mudança no ginásio, foi a adolescente Tamires Carvalho de Moraes, de 15 anos, grávida de quase seis meses da primeira filha. Ela e o marido estão desempregados. Ele sofreu um acidente de moto há cerca de 20 dias, levou 10 pontos na perna, mas o ferimento infeccionou. Moravam de aluguel no bairro Cedro e mudaram logo no começo da invasão. A casa tinha quarto, sala, cozinha, mas não tinha banheiro. O marido trabalhava como entregador de pizza antes do acidente e ganhava R$ 50 por noite.

prefeitura um novo local. “No Conde não é viável por estar dentro da área”, admitiu também Meister. Os abrigos oferecem às famílias além do banheiro do próprio ginásio, banheiros químicos com chuveiro, alimentação (café da manhã, almoço e janta) e água mineral. Os móveis foram etiquetados com os dados das famílias e caminhões da prefeitura realizaram o transporte até os abrigos. “Aqui é 24h, lá no Conde é enquanto tiver luz. Agora ambos estão sem emprego e embora, ela, tenha família na cidade não há espaço para os dois. “Esperamos um aluguel social ou uma casinha. O meu bebê nasce em junho, espero ter onde morar até lá”, comenta. Quem optou por não ir para o abrigo, precisou contar com a ajuda de parentes e conhecidos. Caso de dois filhos de uma moradora do Conde Vila Verde. Um deles construiu uma casa próximo a escola Abalor Américo Madeira, morava com os quatro filhos e a esposa. O outro, no morro acima da escola, vivia com a esposa e um filho. Agora os nove devem voltar para a casa da mãe, onde já vi-

Vão se revezar no abrigo, Defesa Civil, PM, Assistência Social”, explicou o Diretor de Defesa Civil, Jaime Angel. Até o meio-dia, cinco famílias estavam no abrigo do Areias. À tarde já somavam 30 famílias e aproximadamente 100 pessoas, além de animais de estimação, como gatos, cachorros e galinhas. No cadastro inicial realizado pela Prefeitura, 195 pessoas estavam instaladas ao longo da Av. João Acácio Simas, sendo vem outras seis pessoas.

A operação Respondendo ao mandado expedido em dezembro de 2016, a ação de reintegração de posse tem como finalidade desocupar quatro áreas no bairro Conde Vila Verde onde vivem aproximadamente 300 famílias. As áreas estavam localizadas na rua Alecrim, fundos e frente do colégio Abalor Américo Madeira, em toda a extensão da avenida João Acácio Simas e ao fim da rua Petúnia (morro da Caixa d’Água). Ao todo participaram da ação 209 policiais, 128 de outras unidades da Polícia Militar que não fazem

66 menores de idade; 209 pessoas próximo à escola Abalor com 87 menores; 129 pessoas no Morro Monte Castelito, sendo 55 menores e 50 pessoas no Morro da Caixa D’Água. Durante o período no abrigo as famílias passarão por avaliação de assistentes sociais do município, que além do acolhimento, devem realizar o levantamento cadastral das famílias e indicar o encaminhamento adequado para cada uma delas. parte do 12º Batalhão da Polícia Militar e 81 vieram de cidades do 12º BPM. Entre eles, 50 policiais do Batalhão de Choque de Florianópolis e 10 cães. Como não cabia à PM auxiliar na mudança das famílias, funcionários da prefeitura foram escalados para realizar a identificação de móveis, carregar caminhões e encaminhar os moradores aos abrigos. No planejamento inicial da operação a prefeitura disponibilizaria 12 caminhões para levar o material de construção das casas, seis caminhões de mudança, 72 funcionários, quatro máquinas, dois ônibus para o transporte das famílias, além de equipes da assis-

tência social e de psicologia para dar apoio às famílias. Edemir Meister, Diretor do Departamento de Trânsito (Demutran), afirma que pela manhã estiveram envolvidos 80 servidores, mas no decorrer do dia esse número diminuiu. “O pessoal cansou, deu uma parada, mas foi reposto na hora. Acredito que entre motoristas, secretários, diretores, maquinistas, operadores, eram cerca de 80 pela manhã e agora [à noite] estamos em número menor”, explicou. Meister garantiu que 95% dos lotes foram reintegrados ainda durante a quinta-feira, ficando para hoje as casas do Morro da Caixa D’água e algumas em frente à escola. “A gente só vai sair quando todas as pessoas forem acolhidas e abrigadas. Praticamente 95% do trabalho já foram feitos, agora resta a limpeza da área”. O comandante do 12º BPM, o Tenente Coronel Evaldo Hoffmann, afirmou que houve muita conversa com os moradores para que saíssem do local, mas não foi encontrada resistência e a operação aconteceu com tranquilidade. “Tivemos que verbalizar bastante. Mas, preferimos negociar até o que fosse possível. A presença da OAB foi muito importante, pois deu legalidade a ação. Nos preparamos desde o final do ano passado quando saiu a ordem de reintegração. Mas, queríamos fazer uma única operação de reintegração e não estavam as quatro áreas para serem reintegradas. Também precisamos de tempo para conseguir efetivo e o ok da prefeitura de Camboriú em relação a alguns apoios que precisávamos”, declarou. A PM encontrou na Avenida João Acácio Simas três barricadas, pneus foram queimados, mas com a chegada dos policiais o Tenente afirma que os próprios moradores começaram a retirar as madeiras das casas.


Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Entrevista

5 KÁSSIA SALLES/LP

“Encontramos diversos compromissos que não foram cumpridos pela gestão anterior” Em entrevista ao LP, o secretário de Finanças conta as principais dificuldades encontradas na Secretaria e os projetos para 2017

D

ando continuidade as entrevistas com os novos secretários municipais, a reportagem do Linha Popular conversou nesta semana com Fernando Garcia Júnior, responsável pela Secretaria de Finanças do município. Garcia é formado em Administração e tem especialização em Gestão Empresarial, acumula ainda experiências profissionais em gerência administrativa, coordenação de projetos e contabilidade. Linha Popular: Qual a situação da Secretaria quando você assumiu? Fernando Garcia Júnior (FG): Encontrei com alguns problemas, que estão sendo analisados para que possamos aplicar as devidas correções. Encontramos problemas, por exemplo, na fiscalização. Hoje são três fiscais efetivos para todo o município. Outro exemplo, é de reestruturação, que vamos fazer o cadastramento imobiliário. Com a não colaboração dos antigos gestores no período de transição tivemos sim muitos problemas para alinharmos todas as ações iniciais. Não é uma situação fácil, pois a saúde financeira da prefeitura é muito delicada, e requer muitos cuidados. Encontramos diversos compromissos que não foram cumpridos pela gestão anterior. Estamos unindo esforços, e com o empenho de todos alcançaremos uma administração pública justa e eficiente. LP: A principal cam-

panha da Secretaria nesse início de ano é o IPTU. Qual a previsão de arrecadação do IPTU 2017? E porque o pagamento pode ser feito somente nas agências da Caixa? FG: A previsão é arrecadar aproximadamente R$ 18,4 milhões, mas esperamos arrecadar entre R$ 12 e 15 milhões considerando o índice de inadimplência. Infelizmente há essa cultura, gente que espera a possibilidade de um REFIS para o pagamento. Estamos tentando fazer a reeduca-

ção, conscientizando o munícipe que o pagamento do IPTU é para a melhoria da cidade. É para a saúde, educação, iluminação pública, limpeza, segurança. Em 2016 temos a informação que foi lançado o valor de R$ 16,6 milhões de IPTU. Quanto ao pagamento na Caixa, se deve ao pouco tempo de transição, assim não houve repasse de informação sobre os convênios bancários encerrados em dezembro. Como a partir desse ano é obrigatório que os boletos bancários sejam

registrados é necessário informar o CPF do proprietário e não temos essa informação em todos os cadastros. Assim o único banco que ainda aceita boletos sem registro é a Caixa Econômica Federal, por ser banco público, e foi a opção que tivemos. Esse ano será feito o recadastramento para que em 2018 tenhamos todos os dados para poder conveniar com outros bancos. LP: Há algum novo projeto já definido para a Secretaria?

FG: O meu, como secretário, é trazer o contribuinte para dentro da Prefeitura. Qualquer problema, que eles venham aqui para que possamos solucionar. Que venham conversar sobre os débitos para não chegar a levar para a esfera judicial. Dentro da legalidade faremos o possível para negociar. É uma reeducação que precisa haver. Como secretário, também, peço que haja um bom atendimento [por parte dos servidores], que atendam com um sorriso é a nossa prioridade. Entre as ações, temos duas principais: arrecadação e fiscalização. Desenvolver e instituir um programa fiscal junto a toda população camboriuense,

elevando a arrecadação e fomentando o cumprimento voluntário da obrigação tributária. E também, exercer o trabalho continuado de monitoramento e controle, penalizando os contribuintes ou responsáveis pelo descumprimento da legislação tributária pertinente. Acredito que a população tem demonstrado que acredita nessa nova administração, uma vez que houve aumento na arrecadação em relação ao ano anterior, aproximadamente 10% a mais no mesmo período. Tivemos uma campanha de transparência e eu acredito que o Dr. Élcio será o melhor prefeito que Camboriú já teve.


6

Geral

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Contrato para implantação de sistema de esgoto é cancelado Perigos dos produtos vencidos Os comerciantes devem ficar atentos à data de validade dos produtos que vendem, eis que a sua comercialização após o vencimento pode causar sérios problemas, quer por multas, quer por indenizações cíveis (materiais e/ou morais). No caso de ingestão de produtos impróprios ao consumo com resultado maléfico comprovado à saúde do consumidor, a indenização é certa, e em muitos casos de ingestão sem comprovação de danos também há condenação. Há até mesmo casos em que a mera venda de produto com prazo de validade expirado já gera o dever indenizatório em favor do consumidor. Há alguns dias o 3º Juizado Especial Cível de Brasília condenou um hipermercado, a indenizar por danos morais (além da devolução do valor pago) uma consumidora que simplesmente havia adquirido um produto vencido em um dos supermercados da rede. O Juizado lembrou que segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC) os fornecedores respondem pela falta de segurança que legitimamente se espera de um produto, o que torna viável ação indenizatória no caso de venda de produto com validade expirada. A juíza que analisou o caso referido considerou que a venda de produto vencido afronta os direitos básicos do consumidor e põe em risco a sua saúde, sendo potencialmente capaz de violar direitos de personalidade e motivar indenização por danos morais. De qualquer forma, independentemente da viabilidade ou não ação de indenização, cabe aos comerciantes evitar a venda de produtos com o prazo de validade vencido, não apenas para evitar o próprio aborrecimento, mas principalmente para proteger o bem-estar e a saúde dos seus clientes, e em determinados casos até mesmo a vida. Por fim, vai o merchandising do colunista: salas comerciais, casas e apartamentos para alugar em Camboriú e Balneário Camboriú. Confira na página 09.

Os prazos não foram cumpridos pela prefeitura; Ex-prefeita defende que município pode requerer excepcionalidade para ganhar um prazo maior O contrato entre a Caixa Econômica Federal e a Prefeitura de Camboriú para implantação de um sistema de esgotamento sanitário no município foi encerrado por não cumprimento dos prazos estipulados, segundo o Ofício nº 82/2017 do Departamento de Repasse a Projeto de Saneamento do Ministério das Cidades. A proposta do projeto foi incluída na 2ª fase do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2, conforme a portaria nº 493, de 23 de outubro de 2013. A prefeitura foi notificada da inclusão no PAC 2 em 27 de junho de 2014, depois de apresentar as complementações ao projeto, que custaria R$ 86.339.006,55. De acordo com o ofício, encaminhado ao prefeito Élcio Kuhnen no começo desse mês, a prefeitura deveria encaminhar o projeto à Caixa para aprovação. O prazo inicial para aprovação da Caixa era 30 de novembro de 2014, e o serviço deveria ser contratado até 31 de dezembro do mesmo ano. O prazo para a contratação foi prorrogado para dezembro de 2015, e depois para dezembro de 2016. Segundo o ofício, assinado eletronicamente pelo Secretário Nacional de Saneamento Ambiental, Alceu Segamarchi Júnior, como o prazo final para contratação do projeto não foi cumprido, o acordo foi encerrado. O ex-secretário de Saneamento Básico de Camboriú, Janir Francisco Miranda, diz que o projeto está, na verdade, em fase final para aprovação da Caixa e o prazo para contratação do serviço é até 30 de dezembro de 2017. Luzia Coppi Mathias,

Luzia enviou portaria que alterou as datas do cronograma de projetos

Ofício de Brasília confirmou perda de prazo

ex-prefeita, explica que a portaria nº 679, publicada no Diário Oficial da União em 29 de dezembro de 2015, prorrogou o prazo até o final do ano passado, e com cláusula suspensiva até o fim de 2017. “O atual governo deveria requerer à excepcionalidade, diante da complexidade dos projetos

que requer licenciamento ambiental, via FATMA, processos de desapropriações, afinal são 23 estações elevadas de esgoto”, diz. De acordo com ela, requerer à excepcionalidade aumentaria o prazo para contratação do serviço e possibilitaria a execução do projeto.

O secretário atual de Saneamento Básico, Alexandre Silveira, diz que o setor jurídico da prefeitura já está analisando a possibilidade de pedido de clausula suspensiva e a prorrogação do prazo. “Nós vamos buscar e fazer o possível para prorrogar o prazo”, acrescenta.

Segunda à Sábado das 7h às 23h Entrega em Camboriú e Balneário

47 3365-6265 47 9 9292-3248 (Vivo) 9 9755-6265 (Tim)

Rua Joaquim Nunes, 220 Centro - Camboriú


Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Informe

7

SICOOB Trentocredi iniciará suas atividades em Camboriú dia 20 O Sicoob Trentocredi iniciará suas atividades no dia 20 de fevereiro a partir das 9 horas com uma nova agência no município de Camboriú, localizada na Rua Manoel Anastácio Pereira, 249, Centro. O novo ponto conta com amplo espaço físico para atendimento personalizado aos associados. A cooperativa possui mais de 24mil associados com área de atuação em 14 municípios e agências em Nova Trento (Sede), Canelinha, Brusque, Tijucas, São João Batista, Antônio Carlos, Biguaçu, e Itapema. O Sicoob Trentocredi possui mais de R$ 230 milhões em ativos, R$ 181,1 milhões em depósitos e disponibilizou aos seus associados mais R$ 279 milhões em operações de crédito no ano de 2016.

O SICOOB

O Sicoob é o maior sistema de cooperativas de crédito do Brasil, com mais de 3,5 milhões de associados, distribuídos em mais de 480 cooperativas em todos os Estados e no Distrito Federal. Está presente em 247 municípios catarinenses (84%), com 403 pontos de atendimento, e também em 19 cidades do Rio Grande do Sul e 18 do Paraná. Possui 724,2 mil associados, R$ 10,6 bilhões em ativos e é a segunda instituição financeira de Santa Catarina com o maior número de agências. O Sicoob oferece os mesmos produtos e serviços de um banco, mas com muitas vantagens. É composto por cooperativas de crédito e empresas de apoio que, em conjunto, oferecem aos associados todas as soluções financeiras para atender as suas necessidades, ou seja, tem todos os produtos e serviços bancários, mas não é banco. É uma instituição financeira cooperativa, onde os clientes são os donos e por isso os resultados financeiros retornam para os cooperados.


8

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Área de lazer completa:

Piscina, salão de festas e quadra poliesportiva

Insfraestrutura completa:

Água, luz e pavimentação asfáltica

Pequena entrada e saldo parcelado em até 252x direto com a incorporadora.

Bairro Rio Pequeno, Camboriú – SC


9

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Classificado Tudo Fácil ALUGO CASA, APARTAMENTO E SALAS COMERCIAIS EM CAMBORIÚ E BALNEÁRIO CAMBORIÚ: CASA EM CAMBORIÚ. Rua Porto Alegre (rua aos fundos do Supermercado Schimit), Centro, n. 1016, com 153m² em dois pavimentos, sendo: 3 dormitórios (1 suíte e mais 2 quartos), 2 banheiros e mais 1 lavabo. Sala de Estar. Cozinha/Sala de jantar. Lavanderia/Churrasqueira. Garagem. Área de varal. (Disponível em fevereiro). CASA EM CAMBORIÚ. Rua Basílio Pedro da Silva, 19, Centro, com: três quartos, banheiros, sala, cozinha, área de serviço e garagem (disponível em fevereiro);

APARTAMENTO EM BALNEÁRIO CAMB. Rua 3300, 611, esquina com a Rua 3208, com 140m², (prédio de 2 pavimentos e 4 unidades), sendo: três quartos, dois banheiros, sala, cozinha, área de lavanderia, churrasqueira e varal, garagem.

SALA COMERCIAL EM CAMBORIÚ. Sala com 210m² formada por térreo e sobreloja - (ao lado da Floricultura Criativa), na Rua José Francisco Bernardes, 263, Centro, Camboriú;

Protetores Voluntários Mãezinha

Fêmea, adulta, porte médio e será castrada ainda nesta semana. Foi resgatada em Camboriú dias atrás com seus três filhotes. Os babys já foram doados, mas ela ainda esta à espera de um lar com muito amor e espaço para brincar. Interessados falar com Camila através do telefone (49) 999213528.

SALA COMERCIAL EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ. Sala com 80 m², térreo, na Rua 3300, 611 (esquina com Rua 3208). Balneário Camboriú.

Dodo

Macho, adulto, porte médio, castrado e vacinado. Dodo foi resgatado de maus tratos, e por ter sofrido muito ainda sente medo de nós humanos. Ele precisa de uma família com muita paciência e que possa lhe dar muito amor. Contato com Tainá pelo telefone (47) 99960-5127.

Telefone 9977-0415 ou 3365-1395

RESTAURANTE E LANCHONETE

Filhotes para Adoção

Estão com 45 dias e a mãe não quer mais amamentar. As fêmeas são a branca e a preta, e o macho é de pelagem branca com preta. Já tomaram as duas doses de vermífugos. Interessados podem contatar Aguinaldo, através do telefone (47) 8808-7469.

Aberto de segunda a sexta-feira Almoço, lanches, porções e salgados Sábado e Domingo Frango e costela assados

Rua Heitor Santos, 176 - Centro - 99626-6797

Hélio Marcos Benvenutti

SOCIEDADE DE ADVOGADOS - OAB-SC 2007/2012

Hélio Marcos Benvenutti - OAB/SC 7087 Marielza A. de Souza - OAB/SC 21905 Luiz Filipi Testoni - OAB/SC 28070

Indenizações-QuestõesTrabalhistas AposentadoriasePensões-OutrasCausas Rua Cel. Benjamin Vieira, 10, 2º Piso, Sala 05 - Centro - Camboriú/SC - 47-3365-1395

Papelaria

Ferrei ra

Tudo o que você precisa em um só lugar No Calçadão da Prefeitura - Centro Camboriú, SC - 3365-4299


10

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Karina Elisa

ASSOCIAÇÃO DE COLUNISTAS E JORNALISTAS SOCIAIS E DE MÍDIA ELETRÔNICA DE SANTA CATARINA

A n i v e r s a r i a n t e s

Handreonara Okomoto Souza foi a aniversariante da terça (14/02). Linda e loira, a proprietária do Aras Ypê (Floripa) posou com um belíssimo cavalo branco. Parabéns querida!

O fofíssimo Pedro Emanoel completa 4 anos de pura alegria. Parabéns a toda família!

O sorriso largo da amiga Magali Freitas diz tudo. Mais uma aniversariante dessa terça-feira (14/02), Magali transpira alegria ao seu redor. Felicidades sempre minha querida! Roberta Bartalucci aniversariou na última segundafeira (13/02)! Na foto com a amiga querida Solange. Felicidades, Roberta! Esquina da Caixa Econômica, Centro de Camboriú - Telefone 3365 3563

karina.elisa@gmail.com

@Kasocial


Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Social

11

Nova gestão

A noite de terça-feira (14) foi de novos horizontes para o associativismo regional. A nova diretoria da Acibalc tomou posse em uma cerimônia festiva que reuniu associados da entidade, autoridades e convidados no Sibara Flat Hotel. O empresário Augusto Munchen é o novo presidente e comanda ao lado de sua vice, Maria Pissaia. Na ocasião, assumiram os cargos os novos diretores que representam as pastas de assuntos inerentes a classe empresarial, o Conselho Fiscal e os coordenadores de Núcleo. Na foto, o Diretor Executivo, Fernando Assanti que assumiu o cargo no evento junto com o novo presidente!

Encontro nobre A nova diretoria da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Itajaí se reuniu no novíssimo e badalado Condomínio Riverside, que recebeu as voluntárias com um café da tarde, e logo depois fizeram um tour pelo condomínio. Gostaram da infraestrutura moderna combinando com o charme da Itajaí de antigamente, e tudo isso junto à natureza. Vale lembrar, que a entidade itajaiense atende mensalmente 500 mulheres com a realização do exame preventivo de colo de útero e de mama. Em Itajaí, onde a Rede atua há 38 anos, já foram realizados 60 mil exames.

Lançamento do Diário de Noivas 2017 Aconteceu no dia 05 de fevereiro o lançamento do 5º Diário de Noivas Maria’s, no Belvedere Beach Club, em Itajaí. A anfitriã Ariane Gonçalves recebeu convidados e parceiros para comemorar a quinta edição! Uma linda festa com muito sol e gente bonita.

facebook.com/karinaschwederdelima

/armazemstolfi (47) 3050.1450 R. Saul Dalago, nº 534 - Bairro Cedro - Camboriú


Variedades

12

Saúde & Vida

Juvêncio Marculino juvenciomc@gmail.com

Por Marta Alles

Nutricionista Funcional e Naturopata - CRN10 0209

(47) 9129.1843

vivamelhor.cs@hotmail.com

Na busca do corpo perfeito: Sucesso ou qualidade de vida? De tempos em tempos o padrão de beleza muda. De gordinho a magérrimo, de torneado a musculoso, de liso a estriado de veias aparentes, e assim por diante. É a moda do “corpo perfeito”. E para isso, paga-se qualquer preço... Nas mudanças dietéticas drásticas adotadas com este objetivo, ignoram-se o equilíbrio, a harmonia, a adequação e as quantidades dos nutrientes ingeridos, regras fundamentais da Nutrição. No vale-tudo da competição da vaidade, se esquece de que depois da juventude vem à maturidade e que a vida continua, e que deve ser boa em todas as suas fases. Qualquer restrição dietética severa irá surtir efeito na perda de peso, por exemplo, o que não quer dizer que por isso ela seja saudável. Principalmente se não for orientada e acompanhada por um profissional da área. Dietas da moda existem de todo o tipo: umas inócuas, outras agressivas e até perigosas. Já são consideradas da moda, porque mudam sempre, não permanecem e não acrescentam no estilo de vida. Todo extremo dietético pode a médio ou longo prazo oferecer riscos. Excessos de carboidratos, proteínas ou gorduras geram sobrecarga ao metabolismo, intoxicações, podendo levar até à falência de órgãos. Um corpo “sarado” é bonito, mas é um estado efêmero! Prescindir da saúde, ou colocá-la em risco, abrindo mão de ser feliz para ter sucesso, é algo questionável do ponto de vista existencial. O que será que vale mais a pena: fazer sucesso ou viver com qualidade?

Balconista nervoso Um bêbado chegou ao bar, se dirigiu ao balcão e falou ao balconista: - Coloque uma pinguinha para mim, uma para você e uma para cada um que se encontra neste bar. Então o balconista atendendo o pedido do cliente serviu as pinguinhas. O bêbado bebeu a sua pinga e ia saindo sem pagar, quando o balconista o abordou e perguntou: - Você não vai pagar as pingas que pediu? E o bêbado respondeu: - Eu não tenho dinheiro. O balconista, que era muito nervoso, encheu o bêbado de porrada. No outro dia o mesmo bêbado chegou novemente ao bar e fez o mesmo pedido ao mesmo balconista. O balconista, pensando que após ter apanhado tanto o bêbado não aprontaria outra daquela, serviu a pinguinha para todos novamente. E novamente o bêbado ia saindo sem pagar quando foi abordado pelo balconista. O bêbado novamente disse que não tinha dinheiro e então o balconista, nervoso, lhe encheu de porrada novamente. No outro dia o bêbado, todo machucado da surra que tomara, chegou novamente ao bar e disse ao balconista: - Boa tarde. Hoje eu quero uma pinguinha para mim e uma para cada um que se encontra neste bar, menos para você, porque você quando bebe fica muito nevoso!!!

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Boa ação... Certa tarde, uma bem sucedida advogada estava sendo conduzida em sua limusine para seu sítio quando observou dois homens maltrapilhos comendo grama ao lado da estrada. Ela ordenou imediatamente ao motorista que parasse, saiu do veículo e perguntou: - Por que vocês estão comendo grama? - Porque nós não temos dinheiro para comprar comida respondeu um dos homens. - Bem, você pode vir comigo para o sítio - disse a advogada. - Senhora, eu tenho uma esposa e três filhos aqui. - Traga-os também - replicou a advogada. - E quanto ao meu amigo? A advogada virou-se para o outro homem e disse: - Você pode vir também. - Mas, senhora, eu também tenho esposa e seis filhos - disse o segundo homem. - Eles podem nos acompanhar também - disse a advogada enquanto se dirigia de volta à limusine. Todos se acomodaram como puderam na limusine e, quando já estavam a caminho, um dos acompanhantes disse: - A senhora é muito gentil. Obrigado por levar a gente com a senhora. A advogada respondeu: - De nada. Vocês vão adorar meu sítio. A grama está com quase um metro de altura.

Boa ação II Num carro de metrô, um anão começou a escorregar pelo banco e um outro passageiro, solidário, o recolocou na posição. Pouco depois, o anão escorregou novamente e o mesmo passageiro o recolocou no assento. Quando a situação se repetiu pela quinta vez, o homem, já irritado, esbravejou: - Será que você não consegue ficar sentado sem escorregar? Ao que o anãozinho respondeu: - Meu amigo, já passamos por cinco estações, estou tentando desembarcar, mas o senhor não deixa!


Comunidade

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

13

Família de menino com câncer organiza rifa solidária

Eleição do Sisemcam tem 35% de participação

Dinheiro arrecadado ajudará nos custos das viagens e dos exames Vinicius de Cunto foi diagnosticado com um tipo raro de tumor aos 14 anos de idade. O garoto, que foi jogador de futsal na Associação Desportiva Atlético Camboriuense – ADAC, por oito anos, está com dois tumores na cabeça e precisa ir até Barretos, em São Paulo, para realizar os exames antes de começar o tratamento. Para ajudar com os custos das viagens, a família organizou uma rifa solidária. Segundo o pai, Maurício de Cunto, os custos das últimas viagens feitas – foram quatro desde 19 de dezembro, quando Vinicius foi diagnosticado – ultrapassam os R$ 20 mil. “Em cada viagem a gente gasta pelo menos R$ 3 mil, com hotel, comida, táxi para ir até o hospital, o ônibus”, conta.

ARQUIVO PESSOAL

Tumores na cabeça de Vinicius são raros e estão sendo tratados em Barretos (SP)

Vinicius já fez vários exames no Hospital do Câncer, em Barretos, mas devido à raridade dos tu-

mores, os médicos ainda precisam estudar como farão o tratamento. Por enquanto, ele está em

casa tomando remédios para conter o crescimento destes tumores. De acordo com Maurício, eles vão voltar para Barretos em um mês para mais uma bateria de exames. O Hospital do Câncer é referência no tratamento e foi a melhor opção para a família, que mora no bairro São Francisco de Assis. “Aqui, eles só pediram dinheiro”, Maurício ainda conta. “O Vinícius é um menino educado e amoroso, a gente faz de tudo pra ver ele bem”, acrescenta. O sorteio da rifa deve acontecer no dia 15 de março, e cada número custa R$ 20. O prêmio é um smartphone Samsung J7. Os números podem ser comprados com Maurício, no telefone (47) 99228 7095 ou pelo (47) 3365 5663.

O final da tarde desta quinta-feira (16) foi de festa para os integrantes da Chapa “União, Força e Luta”, que concorreu na primeira eleição do Sindicado dos Servidores Municipais de Camboriú. Dos 181 votos, 177 foram para a chapa única, que conta com 19 membros, entre presidente, vice, secretários, tesoureiros e conselho fiscal. Ainda tiveram três votos brancos e um nulo. Dos 515 filiados há mais de um ano, 35,14% participaram da eleição. Foram três urnas de cédula, nas quais duas foram itinerantes, ou seja, ficaram entre as secretarias do município, e uma ficou na sede do Sisemcam, na Rua Lauro Muller. A comissão eleitoral foi composta por três filiadas do sindicato: Juliane Sedrez Braun, Alexandra Rodrigues e Vera Reis, que fizeram a contagem dos votos depois do fim da votação. A Chapa “União, Força e Luta” vai ficar quatro

anos à frente do sindicato e conta com Toni Fausto Frainer como presidente e Luciana Sobota na vice-presidência. Os secretários serão Jucimar Mattos da Silva e Julio Vartuli da Silva, enquanto Jucelino Kazmierczak e Helena Maria Fantin Arnoldo vão ficar responsáveis pela tesouraria. Nas secretarias, Geralda Candido Xavier e Daniela da Silva Salazar Nunes representarão o sindicato na secretaria de educação. Roseli Maria de Lima ficará na saúde e Angelita Pereira da Silva, junto com Celio José Azevedo ficarão na secretaria de obras. Maristela Diniz e Viviane Zimmermann serão responsáveis pelas finanças. O conselho fiscal é composto pelos efetivos Brenda Fantin Arnoldo Freitas, Greice Kelly Emerenciano e Jorge Rodrigues. Os seus respectivos suplentes são Rogério Bento de Borba, Elizabete Machado e Marcela Vidal Eleuterio.

Sicoob - Maior Sistema de Cooperativa de Crédito do Brasil O Sicoob oferece todos os produtos e serviços bancários e com uma grande variedade de serviços online (pela internet ou pelo celular), seja para VOCÊ ou para a sua EMPRESA. Também disponibilizamos atendimento personalizado aos associados em nossas agências. O foco do Sicoob é VOCÊ, pessoa Física e Jurídica, que está procurando o melhor em atendimento e gerenciamento financeiro com as melhores taxas e tarifas do mercado. PRODUTOS E SERVIÇOS A SUA DISPOSIÇÃO NO SICOOB:

Pessoa Física

Conta Corrente Cartão de Débito/Crédito Cheque Especial Crédito Consignado Captação/Aplicação Consórcio Empréstimos Título de Capitalização Financiamentos Seguros Crédito Pré-Aprovado Previdência Privada Desconto de Títulos/Cheques

Pessoa Jurídica

Conta Corrente Cartão de Débito/Crédito Cheque Especial Título de Capitalização Captação/Aplicação Consórcio Empréstimos Cobrança Financiamentos Seguros Crédito Rotativo Domicílio Bancário Desconto de Títulos/Cheques Conta Salário Antecipação de Recebíveis Cartão BNDES

Além de oferecer todos os produtos e serviços bancários, o Sicoob compartilha os resultados com os associados e aplica os recursos captados nas próprias comunidades, o que movimenta o comércio e a produção, além de criar novas oportunidades de emprego e renda. Viva uma experiência financeira diferente. Experimente o atendimento, a segurança e o compromisso do Sicoob com VOCÊ e sua EMPRESA. Rua Manuel Anastácio Pereira, nº 249 – Centro – Fone: 47 3365-7335 – E-mail: trentocredicam@trentocredi.com.br.


14

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017 RCN - 405 Edição de Fevereiro 2017 Semana III

rcn@adjorisc.com.br

adjorisc adjori

SC

A notícia que você lê aqui, mais de 800 mil pessoas também leem em toda Santa Catarina

ARQUIVO/AGÊNCIA ADJORI/SC

Inadimplência 1 A região Sul do Brasil é a terceira no 'ranking' do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). A pesquisa aponta o Sudeste como a região que mais concentrou inadimplentes em janeiro: são 24,2 milhões de consumidores negativados, o que representa 37,3% da população adulta entre 18 e 95 anos na região.

Inadimplência 2

Artigos de vestuário tiveram contribuição positiva, com deflação de 0,36%, conforme pesquisa

Janeiro teve a inflação mais baixa desde 1979 Dado é do IBGE, que avaliou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor ao longo da história. Baixa demanda do consumidor foi um dos fatores da queda Murici Balbinot

Agência Adjori de Jornalismo

A inflação de janeiro foi a menor registrada para o mês desde o início das medições pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em dezembro de 1979. Com variação de 0,38% na comparação com dezembro, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mantém a trajetória de queda desde agosto: caiu para 5,35% no acumulado de 12 meses. Em janeiro de 2016, a taxa havia atingido 1,27%. O dado é animador, mas pode ser considerado um reflexo da crise que o país atravessa: um dos fatores que impactou na baixa dos preços foi a queda na demanda de consumo. Ou seja, o brasileiro está comprando menos. Os artigos de vestuário tiveram a contribuição mais positiva, com uma deflação de 0,36%. A energia elétri-

ca, que desde dezembro está com bandeira verde, também influenciou. De acordo com o economista da Fecomércio-SC Luciano Córdova, a expectativa é de que a inflação continue em queda, o que a levará ao centro da meta de 4,5% até o fim do ano. “Este movimento trará mais reduções da taxa básica de juros nas próximas reuniões do Copom, permitindo, assim, uma maior expansão do crédito e possível retomada do consumo”, afirma. O presidente da FCDL, Ivan Tauffer, também vê o dado com otimismo. Para ele, a desaceleração do consumo vai forçar o aumento do crediário e consequente acesso maior ao consumidor. Tauffer diz que a inflação baixa devido à queda de vendas “não seria a melhor maneira de crescer, mas, qualquer coisa que estimule o consumo e melhore a economia é positiva neste momento”.

O quadro favorável deve reencorajar não só consumidores, como também os empresários, já que eles também terão crédito novamente para investir. “Esperamos que seja retomado inclusive o consumo do setor de vestuário”, avaliou o presidente da FCDL. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) variou 0,42% em janeiro e ficou acima da taxa de 0,14% de dezembro. A aceleração dos preços na passagem de dezembro para janeiro, no segmento de alimentação e bebidas foi de 0,08% para 0,35% e, na habitação, de -0,59% para 0,17%. Já as tarifas dos ônibus urbanos, que subiram 2,84%, pesaram na alta da variação na comparação com dezembro do ano passado. Importante na despesa do consumidor, o transporte público tem expressiva participação de 2,61% na formação do IPCA.

A segunda região com maior número absoluto de devedores é o Nordeste, que conta com 15,8 milhões de negativados (39,9% da população). Em seguida, aparece o Sul, com 8,0 milhões de inadimplentes (36,0%); o Norte, com 5,3 milhões de devedores (46,6%) e o Centro-Oeste, por sua vez, aparece com um total de 5,0 milhões de inadimplentes, ou 43,80% da população.

Crédito mais barato As cooperativas têm sido uma alternativa aos bancos na hora de contratar crédito. O volume de empréstimos nessas instituições aumentou 8,5% no terceiro trimestre de 2016, em relação ao mesmo período de 2015, segundo os dados mais recentes do Banco Central (BC). Os juros menores são um dos principais atrativos das cooperativas, dizem os especialistas. Para se ter uma ideia, a taxa cobrada pelo Bancoob, braço financeiro do Sicoob, é de 2,27% ao mês no empréstimo pessoal. Outra cooperativa que atua com crédito em Santa Catarina é o Sicredi, que anunciou, recentemente, expansão da área de cobertura por aqui.

Abertas inscrições para missão prospectiva ao Panamá Estão abertas as inscrições para missão prospectiva ao Panamá, que levará indústrias brasileiras à Expocomer, uma das maiores feiras multissetoriais da América Central. O evento reúne os segmentos alimentos e bebidas, confecção, têxtil e calçados, materiais de construção e decoração, higiene pessoal, cosméticos, tecnologia e serviços. A missão, que será de 21 a 26 de março, na Cidade do Panamá, é promovida pela FIESC em parceria com a CNI e a Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN). Mais informações no telefone (48) 3231-4663.

SENAI/SC oferece 8,5 mil vagas em cursos

FIESC certifica Empresa amiga do Novos Caminhos

O SENAI está com inscrições abertas para 8,5 mil vagas em cursos técnicos, ensino médio e cursos superiores de tecnologia, em todas as regiões de SC. No total, são 218 opções de cursos, em 43 cidades. Informações adicionais podem ser obtidas no site www.sc.senai.br/cursos ou no telefone 0800 48 1212.

A casa de Acolhimento Institucional Municipal de São Bento do Sul recebeu em janeiro contribuições da Buddemeyer e Oxford Porcelanas. A iniciativa faz parte da campanha Empresa Amiga do Programa Novos Caminhos, que incentiva contribuições para melhorar a infraestrutura das casas de acolhimento de SC.

Assessoria de Imprensa FIESC:

f (48) 3231 4670 w www.fiesc.com.br


Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Comunidade

Casa da Cidadania passa por reestruturação Serviços serão suspensos por 70 dias, com exceção do alistamento militar A Casa da Cidadania de Camboriú ficará com atendimento suspenso por 70 dias, tempo estimado pela Prefeitura para a conclusão da contratação dos novos funcionários e treinamento. O objetivo “é melhorar o atendimento dos serviços prestados à população”, segundo comunicado oficial. Os serviços relacionados ao processo de Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho e Procon não vão funcionar neste período. A exceção é o Alistamento Militar, que vai operar normalmente. O diretor administrativo da Prefeitura, Leonardo Teixeira, esclarece que a suspensão do serviço foi inevitável devido a vários motivos, entre eles, a mudança de servidores que atuam nas funções. “São funções que exigem um treinamento específico para que tenham autorização e possam trabalhar com os sistemas operacionais. Este treinamento é necessário até mesmo para o acesso às senhas dos

ARQUIVO/LP

sistemas”, esclarece. Foi constatado também, de acordo com a Administração, que a Legislação Municipal não está adequada ao Procon e isso também precisará ser reorganizado. “Além disso, a Casa da Cidadania vai passar por uma mudança de local e o período será utilizado para essa alteração”, completa Leonardo. Ele destaca que a mudança de local tem o objetivo de reduzir os gastos com aluguel. Os camboriuenses que necessitarem dos serviços tempo-

rariamente suspensos da Casa da Cidadania, como Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho e Procon, devem procurar o atendimento em Balneário Camboriú. A sede da Casa da Cidadania de Balneário Camboriú fica localizada na Rua 916, número 645, na esquina com a Quarta Avenida, sala 03, no interior do prédio do Fórum da Vara da família. O horário de atendimento é das 13h às 19h. Mais informações pelo telefone (47) 3398-2224.

15 TRANSPORTE INTERESTADUAL

Empresas reduzem linhas convencionais e diminuem oferta de passe livre Felipe Cristiano da Silva sempre pode viajar sem problemas. Graças à Lei nº 8.899, de 29 de junho de 1994, conhecida como a Lei do Passe Livre, ele e outras pessoas com deficiência, assim como idosos, podem usufruir do transporte intermunicipal e interestadual gratuito. Em cada ônibus as empresas tinham que oferecer lugares, sem limite de número, para deficientes e idosos. No entanto, no último ano, Felipe, que é deficiente visual, percebeu que as empresas de transporte interestadual passaram a promover seus veículos para Executivos, que são os ônibus com ar-condicionado, banheiro e água. Nos ônibus executivos não é necessário às empresas a reserva de passagens. A Viação Catarinenense, Eucatur, Itapemirim, Planalto e Gadote alteraram a nomenclatura. Até essa semana, ele ainda conseguia usar o passe livre normalmente com a Eucatur. Mas, quando foi reservar uma passagem de Balneário Camboriú até São Paulo, percebeu que os ônibus da empresa também foram

modificados. Segundo ele, o único ônibus com os lugares reservados era um que sairia às 3h da manhã na quarta-feira. “Com esse horário ruim, eu teria que perder dois dias de trabalho e gastar mais com hospedagem, já que meu compromisso é só no sábado”, conta. Para a viagem de volta, ele só conseguiria no domingo. “Se eu perdesse o ônibus de domingo, só na quarta eu poderia voltar”, afirma. De acordo com Felipe, todos os horários disponíveis com ônibus que precisam reservar passagens são ruins, no meio da semana e de madrugada. De acordo com a Eucatur – Empresa União Cascavel de Transportes e Turismo, a empresa só segue a Lei, e é a ANTT – Agência Nacional de Transporte e Turismo que regulamenta quais ônibus são convencionais e quais devem ser nomeados como executivo. Segundo a empresa, existem dois ônibus convencionais que saem de Balneário para São Paulo: um na quarta-feira, às 21h05, e outros no sábado, às 19h.


Esporte

16

Camboriú, 17 de fevereiro de 2017

Inscrições abertas para o Campeonato Amador A Fundação de Esportes de Camboriú está com inscrições abertas até o dia 3 de março para qualquer equipe que tenha interesse em participar do Campeonato de Futebol Amador de 2017. As vagas são limitadas e a competição está prevista para iniciar em março. Este ano, o campeonato passou por algumas alterações e terá novidades aos participantes. O gestor esportivo da Fundação, Renato da Conceição Junior, o Renatinho, aponta as mudanças desta edição. “Esse ano nós vamos ter, além da premiação normal, uma eleição da seleção do campeonato. Desta forma, os jogadores que se destacarem durante a competição terão a chance de receber também um troféu individual pelo seu

desempenho dentro do time. Quem irá eleger esse grupo serão os próprios treinadores, por meio de votação”, esclarece Renatinho. Renatinho também ressalta que outra alteração importante foi no regulamento das equipes. “A partir de agora para fazer a inscrição é obrigatório no time ter no mínimo sete atletas com domicilio eleitoral em Camboriú, sendo que os demais podem ser de outros municípios”.

Como participar A inscrição das equipes para o Amador de Futebol deve ser feita direto na sede da Fundação, anexa ao Estádio Municipal Roberto Santos Garcia, com horário de atendimento de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas. Para

garantir a vaga, a equipe deve solicitar e preencher uma ficha de cadastro, pagar a taxa de inscrição e apresentar os seguintes documentos: cópias do RG e título de eleitor de cada atleta participante. “O Amador de Futebol tem por objetivo promover um intercâmbio entre as equipes locais, fomentar cada vez mais o esporte camboriuense, desenvolvendo essa modalidade dentro do município”, avalia Renatinho. A última edição do campeonato consagrou a equipe Show Boll/Panificadora Santos como campeã de 2016. Todas as partidas serão realizadas no Estádio Robertão e no Instituto Federal Catarinense (IFC) - Campus de Camboriú, com horários de jogos e tabela ainda a definir.

DIVULGACÃO

Linha Popular 408  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you