Issuu on Google+

Camboriú, 13 de janeiro de 2017 | Ano IX | # 403| facebook.com/linhapopular

Aqui Camboriú é notícia! DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Guerra à Dengue

No dia seguinte a descoberta do quarto foco do ano, município anuncia forçatarefa contra o mosquito; moradores poderão se inscrever como voluntários DIVULGACÃO

Morte de professor DIVULGACÃO

Família não acredita na hipótese de crime homofóbico Página 16

Tele

Entrega

3365-2920

Executivo prepara pacote de leis Transparência, transição de governo e ficha limpa para contratação são os temas

Página 04


Opinião

2

Artigo Por *Luiz Carlos Borges da Silveira

Políticos priorizam interesse próprio, não do país

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Editorial

Prova de fogo ADRIANO ASSIS/LP

A classe política brasileira passa a certeza que o objetivo que a move é o puro interesse político-eleitoral sem importar-se com o país em si. Os políticos sempre em busca de cargos e de poder, dedicam tempo em conchavos, negociações e arranjos. Puro oportunismo. Comento este detalhe porque recentemente um ex-ministro de Fernando Henrique Cardoso teve a ousadia de escrever artigo em jornal de circulação nacional para lançar a candidatura do ex-presidente em 2018, algo inoportuno que deixou a impressão de querer se aproveitar da situação, colocando o ex-presidente como uma espécie de salvador da Pátria. A manifestação foi tão despropositada que o próprio FHC divulgou nota afirmando que ‘nunca cogitou, não cogita, nem cogitará’ disso, ou seja, desautorizou o oportunista e bajulador ex-assessor. Agora mesmo temos visto o atual presidente da Câmara Federal (que substituiu Eduardo Cunha) lançar precipitadamente sua candidatura à reeleição. No momento em que o governo tenta levar sua atuação sem ebulições políticas, essa decisão de Rodrigo Maia criou um problema para o governo e deflagrou antecipadamente o processo provocando, claro, manifestação de grupos contrários que pretendem indicar um candidato. Foi criado clima de disputa no âmbito do Congresso, o que em nada contribui para a estabilidade política. A eleição presidencial de 2018 também está na ordem das especulações de grupos interesseiros. As lideranças tucanas estão em velada disputa interna, porque os principais nomes – Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra fazem articulações buscando ser o candidato do partido. Por que isso acontece, se qualquer cidadão sabe que o momento é de entendimento político para tirar o país da crise econômica e colocá-lo no bom caminho institucional? Acontece que os políticos ainda não aprenderam que em primeiro lugar está o país, estão os brasileiros que sofrem com os desmandos políticos e administrativos. Acredito, e tenho plena convicção, que a atual geração política está perdida. Portanto é necessário banir as velhas práticas e conceitos. Para isso, é urgente renovar. E como o eleitor pode mudar? Primeiro, ele próprio assumir o direito e dever de votar e renovar; segundo, precisa assumir a decisão de participar da política, pois a omissão nada resolve. O eleitor deve ter plena consciência que a política brasileira somente mudará se as mentes, os políticos e as práticas nefastas forem afastados. Quando o eleitor der esse claro recado, confirmado nas urnas, os políticos haverão de compreender que a prioridade é o trabalho em favor do povo e haverão de entender também que se assim não agirem, serão refugados nas urnas. Porém, reafirmo isso tudo depende de o eleitor usar bem sua poderosa arma democrática: voto! *Luiz Carlos Borges da Silveira é empresário, médico e professor. Foi Ministro da Saúde e Deputado Federal.

O

governo Élcio Kuhnen e Ramon Jacob completa 15 dias no domingo e já passou por duas manifestações dentro do prédio da Prefeitura. Farmácia com falta de medicamentos, Policlínica Central sem médico... esses são só alguns dos desafios a qual a nova gestão já enfrenta. A dupla mal teve tempo de sentar na cadeira e já encara assuntos espinhosos. A tendência é que esse primeiro ano seja de tribulações. Dos primeiros desafios, talvez o mais complexo seja a situação das invasões no Distrito. Casas foram construídas no ano passado na Rua Alecrim e na margem da Avenida da Integração, mas denúncias dão conta que outros pontos do Conde Vila Verde e do Monte Alegre estão sendo invadidos neste início de ano. Batizados por eles mesmo de “Comunidade Transluzia”, os moradores reivindicam a regularização da área – já negada pela Justiça, construção de apartamentos populares ou o benefício do aluguel social. Nada que consiga ser resolvido da noite para o dia. Ao mesmo tempo, eles tentam evitar a reintegração forçada com a presença da Tropa de Choque da PM, uma vez que o prazo para saída voluntária já se esgotou. Até o momento, a postura do governo tem

Expediente Aqui Camboriú é notícia!

(47) 3365 4893

Rua Maria da Glória Pereira, 149 2º piso, sala 102 - Centro - Camboriú

DIREÇÃO Adriano Assis JP4414SC Schaline Rudnitzki DIAGRAMAÇÃO Jairo Luís Cainelli diagramacaolinhapopular@gmail.com Adriano Assis comercial@linhapopular.com.br

sido de dialogar com os líderes, mas as pressões crescem dos dois lados: dos que pedem solução e de outros moradores que exigem a retirada das famílias do local. Na conta dos líderes, cerca de 1600 pessoas estão na área em discussão. Muitas com crianças pequenas. Evitar um confronto tem sido o objetivo de todos. Essa é uma crise que nenhum governo gosta, porque todas as saídas causam desgaste. No cenário ideal o governo faria um estudo detalhado para separar os camboriuenses, afetados pela crise econômica que hoje não conseguem por conta própria garantir moradia, dos aproveitadores, pessoas de fora ou até mesmo do município que não precisam desse tipo de auxílio. O passo seguinte seria buscar nas desequilibradas contas a possibilidade de ajudar as famílias realmente necessitadas sem ser injusto com outros moradores à beira de serem despejados e que não fazem parte do movimento. O essencial, mas que só trará resultado a médio e longo prazo, e já deveria ter sido feito no município, são implantações de políticas públicas sociais aliadas a investimentos para atrair indústrias e empresas de grande porte aumentando a oferta de emprego.

www.linhapopular.com.br facebook.com/linhapopular

@linhapopular CONTATO REDAÇÃO: linhapopular@gmail.com

Circulação semanal às sextas-feiras em Camboriú e Balneário Camboriú.

SOLUÇÕES INTEGRADAS DE IMPRESSÃO

Impressão

2 mil

exemplares Os conteúdos, aqui publicados, de autoria de colunistas ou colaboradores são de sua total responsabilidade, não necessariamente representando a opinião do Jornal.


3

Camboriú, 13 de janeiro de 2017 R

rogerio_tolardo@yahoo.com.br

Drogarias

Farmagnus

Rogério Tolardo Farmacêutico pela FURB Mestre em Ciências Farmacêuticas pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

U

m problema bastante comum no verão com altas temperaturas é a gastroenterite, uma inflamação aguda que acomete os órgãos do sistema gastrointestinal, principalmente do estômago e intestino delgado, esta patogênese pode ser provocada por vírus (comumente chamado de virose), bactérias ou alguns tipos de parasitas.

Lenços umedecidos Johnson’s Baby Todos os modelos com 48 unidades

De R$ 12,25 Por R$

8,99

Protetor solar Anasol 200ml Fps 50

De R$ 46,95 Por

36,90

Imagens meramente ilustrativas - Ofertas válidas enquanto durarem os estoques

R$

Fraldas Pampers

Supersec

R$

22,99

*

*Oferta válida até 15 de janeiro R

Drogarias

Farmagnus

Calçadão da Praça das Figueiras - Centro Telefone 3365-1234 - Camboriú

A gastroenterite pode ser transmitida de pessoa a pessoa pelo manuseio de alimentos contaminados ou até mesmo pelo ar. Numerosos tipos de bactérias podem causar gastroenterite, incluindo: a Yersinia (encontrada na carne de porco), a Estafilococos (encontrada em produtos lácteos, carne e ovos), a Shigella (associada com água e encontrada em piscinas) e as mais famosas: Salmonelas (encontrada em carnes, produtos lácteos e ovos) e Escherichia coli (encontrada na carne moída e saladas). A gastroenterite também pode ser causada pela ingestão de toxinas nocivas encontradas em frutos do mar e em algumas plantas. Entre os sintomas comuns da gastroenterite estão: febre, enjoos, diarréia, vômitos, cólicas abdominais, perda de peso, perda de apetite e desidratação. Se for causada por vírus, a gastroenterite pode passar sozinha e o tratamento serve apenas para amenizar sintomas, mesmo assim, é importante repor a perda de líquidos especialmente com bebidas isotônicas ou soro caseiro. O mesmo acontece em alguns tipos de bactérias. Mas, é importante lembrar que medicamentos que combatem a diarréia só podem ser usados com orientação expressa médica, pois podem, em alguns casos, agravar os sintomas. Pessoas com desidratação em grau moderado a grave podem precisar de tratamento intravenoso para repor líquidos no organismo, portanto, todo cuidado é válido. Para prevenir as infecções intestinais deve-se lavar as mãos periodicamente, bem como as frutas e vegetais antes do consumo. Nos períodos de calor extremo é recomendado evitar consumir alimentos em restaurantes ou estabelecimentos que não tenham higiene adequada. Maioneses, molhos e outros alimentos altamente perecíveis devem permanecer refrigerados respeitando com muita atenção o prazo de validade. Alimentos devem ser consumidos preferencialmente cozidos, principalmente ovos. A higiene da casca também é indicada para evitar contaminação. Geralmente a gastroenterite tende a normalizar os sintomas com os cuidados indicados pelo profissional habilitado, mas sua consequência mais grave pode ser um quadro severo de desidratação. Que além de grave, pode se tornar até mesmo fatal, principalmente em crianças e idosos. Portanto, todo cuidado é pouco!


Política

4

Crimes por perfis falsos em redes sociais As redes sociais são objeto de diversão das pessoas, mas também de preocupação. Trata-se de local virtual (sem contato físico entre os participantes), que é repleto de perfis falsos (“fakes”) e histórias fantasiosas, que requerem um cuidado especial no seu uso. Na maioria dos casos, os fakes são identificáveis por algumas características, como por exemplo, a ausência de fotos ou a existência de fotos de rosto (obtidas na própria internet) e sem fatos da vida social, adição rápida de desconhecidos, etc. Existem perfis falsos de pequena ou nenhuma gravidade, muito usados para que alguém possa fazer críticas anonimamente a algumas pessoas ou entidades. Estes “fakes do bem” permitem que alguns críticos possam expressar seu pensamento sem sofrer perseguições. Mas, é importante lembrar que a Constituição Federal permite a manifestação de pensamento, mas proíbe o anonimato (até mesmo para possibilitar o combate a abusos). Um perigo nas redes sociais é a infiltração dos “fakes do mal” na relação de amigos das pessoas, para a obtenção de informações a serem usadas na aplicação de golpes. Outro grande problema dos perfis falsos é a prática de crimes contra a honra. Vários são os casos de agressões injustificadas na Internet, através de “fakes”. Ainda no mês passado, as polícias civis do Rio de Janeiro e de São Paulo apreenderam celulares e conduziram várias pessoas para prestar esclarecimentos, dentre elas um adolescente de 17 anos que confessou ser um dos autores de ofensas raciais dirigidas contra a filhinha adotiva do ator Bruno Gagliasso. Os envolvidos no crime confessaram que criaram perfil falso na rede social para fazerem as ofensas, acreditando que assim ficariam impunes. Diversas outras pessoas, famosas ou não, são constantemente vítimas de agressões que partem de perfis falsos na internet. Como um perfil falso é acessível a qualquer pessoa, dada à facilidade de sua criação, a sua existência é banalizada. Os perfis falsos não deveriam existir, mas já que existem, pelo menos não deveriam ser usados para a prática do mal. É importante lembrar às pessoas de bem, que a quase totalidade dos perfis falsos são identificáveis através de investigação policial, de forma a possibilitar que a vítima de agressão possa pleitear a reparação do seu direito violado, e o infrator punido civil e criminalmente. Encerrando o colunista aproveita a oportunidade para desejar um Feliz 2017 a todos os leitores! Por fim, vai o merchandising do colunista: ALUGO SALAS COMERCIAIS EM CAMBORIÚ E BALNEÁRIO CAMBORIÚ: a) uma Sala com 210 m2 dividida em térreo e sobreloja, ao lado da Floricultura Criativa, na Rua José Francisco Bernardes, 265; Centro, Camboriú; b) uma Sala com 80 m2, térreo, na Rua 3300, 611 (esquina com Rua 3208). Balneário Camboriú. Tratar no telefone 9977-0415 ou 3365-1395.

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Governo anuncia pacote de leis de transparência Medidas são formadas por seis projetos de lei e um decreto municipal Por meio do vice-prefeito e secretário de Administração, Ramon Jacob (PP), o governo anunciou no início da semana um pacote com seis projetos de lei e um decreto municipal, todos em fase final de elaboração, com foco em transparência. Também será regulamentada a transição administrativa entre governos, com início logo após as Eleições, matéria que causou polêmica no município no ano passado. Entre os projetos a serem enviados para a Câmara, está a Lei da Ficha Limpa para contratação de servidores municipais, com regras rigorosas para admissão. Os textos também criam o Conselho Municipal da Transparência e Combate à Corrupção e a Semana Municipal de Transparência e Combate à Corrupção. Também será enviada proposta de Emenda à Lei Orgânica

ADRIANO ASSIS/LP

que inclui a transparência como diretriz da Administração Municipal. Ramon anunciou a criação de um projeto de lei para regulamentar no âmbito municipal a Lei de Acesso a Informação. Hoje a regulamentação acontece por meio do decreto 1715/2013, mas o vice-prefeito entende que lei é um

instrumento legal melhor que decreto para isso. O decreto municipal a ser publicado nas próximas semanas cria o Comitê gestor do projeto Camboriú Transparente. Nas palavras de Ramon, ele “vai instituir metas estratégicas para grupo de trabalho que terá servidores do gabinete do Prefeito, secretaria de

Administração, Assessoria de Comunicação, Finanças, Procuradoria Jurídica e Controladoria Municipal.” Os textos ainda passarão por análises jurídicas da Procuradoria Municipal antes de serem enviados para apreciação dos vereadores – com exceção do decreto, que não passa pelo Legislativo.

Leonardo Duarte assume Agricultura Nesta semana aconteceu a primeira mudança no secretariado do novo governo. Alegando motivos profissionais, Silvano Garcia declinou do convite para ser Secretário de Agricultura. Para seu lugar foi anunciado Leonardo Francisco Duarte de Souza. Formado em Administração, Leonardo tem experiência na iniciativa privada com gerenciamento e análise financeira. Foi, por cinco anos, analista administrativo e financeiro da Tentação do Mate.

Ele acredita que sua experiência com administração vai ser importante para a organização da Secretaria e para a instalação de procedimentos, que segundo ele, serão essenciais também para dar transparência às atividades da pasta. Leonardo pretende manter parcerias sólidas com a Epagri e com o Sindicato dos Produtores Rurais. “Ouvir os agricultores, as demandas que eles têm, é essencial para que possamos atendê-los da melhor forma. Nosso objetivo é fazer

um trabalho conjunto com a comunidade, as organizações e os nossos servidores”, aponta o secretário. Ele cita ainda a necessidade de estimular e organizar o turismo rural e a busca de recursos em outras esferas, por meio de projetos do Governo do Estado e do Governo Federal.

Administrador (foto) substitui Silvano Garcia, que não assumiu por motivos profissionais

Rua Capitão Ernesto Nunes, nº 160 - Distrito Industrial - Camboriú

Email - contato@areiaana.com.br

DIVULGACÃO


Política

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Notas Políticas

Da redação

5 Governo Élcio (PMDB) e votaria junto com o bloco de situação nas próximas sessões. A possibilidade já teria provocado reação da ex-prefeita Luzia Coppi, que ajudou a bancar a candidatura verde.

ir nas escadarias e falar diretamente com os moradores. A promessa de que não haveria retirada forçada das famílias e o agendamento de reunião para segunda-feira (9), encerrou os protestos. Na terça, o secretário de Administração recebeu novamente os líderes, mas sem a presença do advogado Vinicius Moraes Temóteo da Costa.

Posição oficial

Xadrez

Com os partidos coligados a candidatura de Márcio da Rosa nas Eleições fazendo nove das 15 cadeiras na Câmara, Élcio Kuhnen e os parlamentares deram início a um jogo de xadrez, principalmente na primeira sessão extraordinária do ano, que definiu a mesa diretora da Casa. Na primeira batalha, vitória da turma da Luzia que fez toda a mesa, com destaque para a presidência, a cargo da ex-secretária de Saúde, Márcia Freitag (PSDB).

Luta por votos

Quem acompanhou a sessão viu muitas conversas paralelas, negociações e correria entre os vereadores e integrantes do Executivo. Os votos da presidência foram disputados até o momento final. Houve até atraso de alguns parlamentares em assumir a cadeira para dar início a votação.

Rusgas

O corre-corre por votos causou tensão nos dois grupos. Do lado amarelo, Mito (PSDB) foi acusado de mudar de lado e votar em John Lenon (PSDB) para a presidência e não em Márcia. A candidatura do ex-secretário de Assistência Social e o quase apoio do PMDB não forem bem vistos entre os tucanos. Do lado vermelho, a diferença foi maior. A articulação para apoiar a

candidatura de John Lenon foi por água abaixo. Isso porque Jane Stefenn (REDE) não quis abrir mão da candidatura.

Teoria

Acredita-se que a ideia do governo em apoiar John Lenon contra Márcia Freitag, o que acabou não acontecendo, foi uma tentativa de ter um candidato sem rejeição entre a oposição, podendo rachar o bloco adversário, e por verem o jovem tucano como alguém mais maleável e fácil de conversar do que a ex-secretária de Saúde.

Mais para cá

Apesar de terem votado junto com o bloco opositor na eleição da mesa diretora da Câmara, o que se ouve pela cidade é que o Partido Verde (PV) já está mais perto do

Matemática

Fabiano Olegário (PDT) se mostrou próximo ao bloco da situação. Se confirmado isso com o apoio do PV, Élcio equilibraria a disputa com a oposição, passando de quatro para sete votos. O fiel da balança passaria a ser o ex-presidente da Casa, Piteco (PR).

Invasão

O vice-prefeito Ramon Jacob é quem tomou a frente das negociações com os líderes da Comunidade Transluzia. Foi ele quem recebeu os manifestantes nos dias 6 e 10 na Prefeitura. Na sexta-feira chegou a

Tanto Ramon quanto Élcio decidiram não dar entrevistas sobre a invasão no Conde Vila Verde. Eles só se comunicarão com a imprensa sobre o assunto por meio de comunicados oficiais. O medo é de que qualquer ruído possa piorar a situação e até provocar tumultos.


6

Camboriú, 13 de janeiro de 2017 RCN -- 400 400 RCN Edição de de Janeiro Janeiro 2017 2017 Edição Semana II II Semana

rcn@adjorisc.com.br rcn@adjorisc.com.br

adjorisc adjorisc adjori adjori

A notícia que você lê aqui, aqui, mais mais de de 800 800 mil mil pessoas pessoastambém tambémleem leemem emtoda todaSanta SantaCatarina Catarina

SC

ENTREVISTA: RUI SCHNEIDER DA SILVA, PRESIDENTE DO SICOOB CENTRAL SC/RS

“Estamos crescendo mais do que a média nacional” Em entrevista à Agência Adjori de Jornalismo, o presidente do Sicoob Central SC/RS, Rui Schneider da Silva, falou sobre o diferencial do sistema cooperativista em comparação com os bancos tradicionais, expansão do negócio também para as grandes cidades e do crescimento deste ramo em Santa Catarina – Estado onde o cooperativismo é modelo para todo o país. Confira: Agência Adjori de Jornalismo - O Sicoob tem estendido os serviços para os centros urbanos, mas ainda tem muito a crescer entre os jovens e na pessoa física,. O que fazer para ter mais presença nestes públicos? Rui Schneider da Silva – A maior parte das cooperativas do sistema Sicoob em Santa Catarina surgiu em municípios de forte economia agropecuária. Essas cidades também foram crescendo, vão se urbanizando cada vez mais, diversificando a economia. O Sicoob também está presente em grandes centros urbanos do Sul do país, principalmente em Santa Catarina. Hoje estamos presentes em 246 municípios catarinenses, 19 do Rio Grande do Sul e 18 do Paraná. O desafio é comunicar ao maior número de pessoas as vantagens do cooperativismo de crédito, que oferece as mesmas garantias de um banco, mas os resultados são divididos com os associados. Para isso estamos investindo cada vez mais em comunicação e marketing. O Sicoob também investe muito em novas tecnologias e

tem recebido prêmios nacionais pelos aplicativos e outros sistemas que desenvolve. Hoje mais de 60% de todas as transações no Sicoob são por aplicativos eletrônicos. Adjori - A cooperativa registra um crescimento tanto no número de associados quanto em ativos. Quais são as estratégias para o crescimento, e como fazer isso sem perder a identidade cooperativista? Rui - O Sicoob SC/RS tem hoje 708.862 associados e R$ 10,3 bilhões em ativos totais (crescimento de 21% em relação ao ano anterior). Estamos crescendo mais do que a média nacional das principais instituições financeiras, porque seguimos à risca os princípios do cooperativismo, e tem no associado não apenas um cliente, mas o dono do negócio. Entre os princípios, podemos destacar a gestão democrática, a participação nos resultados e o fato de recursos são também aplicados nas comunidades onde a cooperativa atua. Adjori - Ao mesmo tempo que as operações de crédito es-

tão em constante crescimento, a inadimplência tem se mantida baixa. A que isso se deve? Rui - O associado, numa cooperativa não é apenas um número ou um cliente qualquer. Há uma relação muito próxima com cada um, que se torna ainda mais estreita ao longo de anos. Cada associado sente-se como alguém que não apenas está fazendo um bom negócio, mas ajudando também outras pessoas a melhorarem de vida. O cooperativismo é baseado na solidariedade e numa relação de confiança que, tendo as mesmas garantias de um banco, se consolida porque sua direção é escolhida por eleições em que o associado tem voz e direito a voto. Adjori - Em 2016, as cooperativas mostraram maior resistência à crise em relação aos bancos. Foi assim também com o Sicoob? A avaliação do ano que passou é positiva? Rui - Nossos índices de inadimplência são sempre menores do que o de outras instituições financeiras, porque nos-

so associado se interessa pela gestão da cooperativa. As cooperativas de crédito mantêm bons índices de crescimento, na contramão da crise. Às vezes, crescem até mais na crise, pois é quando clientes de outras instituições financeiras, em busca de melhores alternativas para aplicar seus recursos, descobrem as cooperativas de crédito com taxas e juros menores em relação à média do mercado financeiro, e com uma qualidade de atendimento e agilidade que muitos clientes de outros bancos nunca imaginaram que pudessem existir. Mesmo com os problemas políticos e econômicos que o Brasil tem atravessado ao longo de 2016, nosso desempenho segue positivo. Adjori - Enfrentar os problemas econômicos nos últimos anos foi um desafio para todos os brasileiros. Por que as cooperativas de crédito aparecem mais sólidas nesses momentos de instabilidade? Rui - Porque o nosso DNA é totalmente diferente dos bancos e outras instituições financeiras.

O cooperativismo surgiu justamente para solucionar problemas de maneira solidária, que individualmente não seriam possíveis. A gestão democrática, a transparência, a divisão de resultados com os associados, o interesse pelas comunidades onde atua e o conhecimento sobre as necessidades de cada associado permitem às cooperativas oferecer produtos e serviços de maneira muito mais vantajosa do que as instituições financeiras tradicionais. Nosso desafio maior é mostrar as vantagens do cooperativismo de crédito a um número maior de pessoas, por isso estamos investindo cada vez mais nas áreas de comunicação e marketing. Oferecemos as mesmas garantias de um banco, acrescido de um fundo garantidor próprio. Estamos presentes em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, com mais de 2,4 mil pontos de atendimento e 3,5 milhões de associados. Em Santa Catarina, somos a segunda instituição financeira com o maior número de agência, atrás apenas do Banco do Brasil.


CamboriĂş, 13 de janeiro de 2017

7


8

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Área de lazer completa:

Piscina, salão de festas e quadra poliesportiva

Insfraestrutura completa:

Água, luz e pavimentação asfáltica

Pequena entrada e saldo parcelado em até 252x direto com a incorporadora.

Bairro Rio Pequeno, Camboriú – SC

47–3365-8805

www.glaffitte.com.br

A MARCA DO LOTE


9

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Classificado Tudo Fácil EDITAL EDITAL DE CONVOCAÇÃO Convocamos os representantes das entidades abaixo relacionadas para eleição do novo Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal da Fundação Hospitalar de Camboriú, a ser realizada em 27 de Janeiro de 2017 na Sala de Reunião da própria fundação com Primeira Chamada às 19h; e Segunda às 19h30 havendo o quorum mínimo de acordo com o Estatuto Social.

SIME SINE

SISTEMA MUNICIPAL DE EMPREGO DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Rua 2000, Nº 310, Centro | (47) 3363-2745

Edifício Golden Garden - R. Cinqüenta e Sete, 72 - Salas 4/5 - Centro, Balneário Camboriú - SC Telefone: (47) 3398-6066

RESTAURANTE E LANCHONETE Aberto de segunda a sexta-feira Almoço, lanches, porções e salgados Sábado e Domingo Frango e costela assados

- Conselho Municipal de Saúde - 43ª Subseção da Ordem dos Advogados (OAB) - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Camboriú (APAE) - Associação dos Moradores do Monte Alegre (AMBAMA) - Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Camboriú (Sitruc) - Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA) de Camboriú - Prefeitura Municipal de Camboriú

Rua Heitor Santos, 176 - Centro - 9626-6797 Antonio Deolindo Presidente do Conselho Deliberativo Camboriú, 13 de Janeiro de 2017.

VENDO Fiat Idea ELX 2008 quitado, documentos em dia. Completo: ar, vidros e travas elétricas, alarme, air bag duplo, limpador traseiro, parachoque na cor e Flex. R$ 21 mil. Aceito propostas.

Interessados contatar 47 9 9277-9451. Agora você pode interagir com o Linha através do WhatsApp.

47 98488 4893

Canal aberto para você ser o repórter em tempo real.

Hélio Marcos Benvenutti

SOCIEDADE DE ADVOGADOS - OAB-SC 2007/2012

Hélio Marcos Benvenutti - OAB/SC 7087 Marielza A. de Souza - OAB/SC 21905 Luiz Filipi Testoni - OAB/SC 28070

Indenizações-QuestõesTrabalhistas AposentadoriasePensões-OutrasCausas Rua Cel. Benjamin Vieira, 10, 2º Piso, Sala 05 - Centro - Camboriú/SC - 47-3365-1395

Papelaria

Ferrei ra

Tudo o que você precisa em um só lugar No Calçadão da Prefeitura - Centro Camboriú, SC - 3365-4299


10

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Karina Elisa

ASSOCIAÇÃO DE COLUNISTAS E JORNALISTAS SOCIAIS E DE MÍDIA ELETRÔNICA DE SANTA CATARINA

MONARA SCHWEDER DE SOUZA aniversariou no dia 11 de janeiro, parabéns e muitas felicidades!!! Gatíssima, AMANDA PEREIRA DE LIMA, também do time de 11 de janeiro. Tudo de bom querida!!!

A linda ANTÔNIA comemorou seus 10 aninhos no dia 10 de janeiro. Filha do “nosso” Armandinho, merece muitos beijos no coração!

karina.elisa@gmail.com Esquina da Caixa Econômica, Centro de Camboriú - Telefone 3365 3563

@Kasocial

facebook.com/karinaschwederdelima


Social

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

11

De férias por aí...

Essa menina que eu amoooo, RENAT A FERREIRA ZON TA, dando show no Cairo (Egito)! Arrasou R ê... The Great Pyra m id s of Egito. A Europa ta mbém ficou peque na, fotos lindíssimas!!! a DY ERN, su N A o ic st lá p Cirurgião m a virada do ra a ss a p s, o lh fi THALYTA e y it ano em NY C

está de férias O gato THIAGO TREVISAN ito kitesurf e pegando um vento em JERI, mu a do Brasil. muito pôr do sol na duna mais lind do! Bons ventos o tragam meu queri

Inusitada e maravilhosa a viagem da LETÍCIA ANNA pela Tailândia. Esteve na tribo das mulheres-girafa. Registros lindos dessas férias em Baan Tong Luang. Parabéns, Lê!

/armazemstolfi (47) 3050.1450 R. Saul Dalago, nº 534 - Bairro Cedro - Camboriú

A colunis ta curtiu fé do DC, ROBER TA DAL ria SENTE Panamá s com a family n R, o JW M Golf, lug arriott ar parad registros isía maravilh osos. Cu co, que rendeu rti todas Roberta!!


Variedades

12

Juvêncio Marculino

Saúde& Vida

juvenciomc@gmail.com

Por Marta Alles

Nutricionista Funcional e Naturopata - CRN10 0209

(47) 9129.1843

vivamelhor.cs@hotmail.com

Cirurgia bariátrica

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Agricultura no interior Uma pesquisadora do IBGE bate à porta de um sitiozinho perdido no interior. - Essa terra dá mandioca? - Não, senhora - responde o capiau. - Dá batata? - Também não, senhora! - Dá feijão? - Nunca deu! - Arroz? - De jeito nenhum! - Milho? - Nem brincando! - Quer dizer que por aqui não adianta plantar nada? - Ah! Se plantar é diferente...

Carta ao médico Desafio

Recomeçando com segurança esta nova etapa da vida A cirurgia bariátrica tem sido para muitos a última esperança na busca da qualidade de vida através do emagrecimento. Com saldos hoje já bem mais positivos e seguros, este tipo de cirurgia, que envolve uma equipe multidisciplinar, depende também do empenho e conscientização de cada paciente na adoção de novos hábitos de vida a fim de alcançar e perpetuar os resultados desejados. Reeducar hábitos alimentares que foram desenvolvidos ao longo da vida será sempre um desafio, contudo este é um ato da consciência, e que quanto antes for iniciado, melhor resultado trará ao tratamento, facilitando o pós-cirúrgico e diminuindo o impacto da readaptação alimentar e nutricional. O processo catabólico do emagrecimento acelera a eliminação das toxinas do organismo, que associado à baixa ingesta calórica pode provocar inicialmente sintomas como tontura, fraqueza e insegurança, fase em que se faz primordial o acompanhamento profissional, para de uma forma segura evitar o desenvolvimento de quadros de anemia, descalcificação óssea, quedas de cabelo ou depressão por deficiência vitamínica. A redução forçada do volume alimentar implica na necessidade da compensação nutricional através de refeições bem planejadas acompanhado da devida suplementação, a fim de estimular a normalidade das funções digestivas, evitar doenças carenciais, promover o suporte necessário à reestruturação da pele, agora afetada pela flacidez e também a mais breve volta à rotina. Investir na segurança deste novo começo da vida poderá garantir que os bons resultados do pré e do pós-cirúrgico se perpetuem. Conte sempre com acompanhamento profissional.

Em uma cidade, o dono do circo resolve fazer um desafio. No meio do espetáculo anuncia para a platéia: — Pagaremos R$ 30 milhões para quem executar três tarefas impossíveis: fazer nosso elefante saltitar, sentar e falar. De repente levanta um homem: — Eu faço, mas tem que apagar a luz! Meio ressabiado, o dono do circo chama o homem para o palco, traz o elefante e apaga a luz. Quando a luz apaga, o cara dá o maior chute nos ovos do elefante e pede para acender a luz. O elefante está saltitando de dor. Agora a segunda tarefa. Apaga a luz. O sujeito dá uma paulada com um taco de golfe nos ovos do elefante que senta de tanta dor. Aplausos da platéia! Finalmente, a terceira tarefa: Fazer o paquiderme falar. Grita: Apaga a luz. Nisso o elefante começa a gritar: — APAGA NÃO... APAGA NÃO!

Igualzinha O sujeito está no bar, caindo de bêbado, quando olha pra única mulher do estabelecimento, sentada, tomando uma cerveja. Cambaleando, ele vai até lá, põe a mão sobre a perna dela e começa a abraçá-la. Imediatamente a mulher vira um tapa na cara do bêbado, que se defende: - Desculpe, moçaa! (hic) Eu pensei que fosse a minha mulher! É a cara duma e a fuça d’outra!!! - Sai daqui, seu bêbado! Vagabundo, desgraçado, filho da... - Tá vendo? - interrompe o bêbado - Você até fala igualzinho a ela!!!

Sem intermediários Um garotinho de cinco anos queria ganhar cem reais e rezou fazendo esse pedido a Deus por duas semanas. Como nada acontecia, resolveu mandar uma carta para o Todo Poderoso, com seu pedido. O correio recebeu uma carta endereçada para DEUS, BRASIL e então os funcionários decidiram remetê-la para um deputado amigo de Brasília. O deputado ficou muito comovido com o pedido e resolveu enviar uma nota de dez reais para o garoto, pois achou que cem reais era muito dinheiro para uma criança tão pequena. O menino recebeu os dez reais e imediatamente sentou-se para escrever uma carta de agradecimento: — Prezado DEUS, muito obrigado por me mandar o dinheiro que Lhe pedi. Contudo, notei que, por alguma razão, o SENHOR mandou-o de Brasília. Como sempre, aquela turma de ladrão ficou com noventa reais de comissão e só me mandaram dez! Da próxima vez me avise que vou buscar

Suicida azarado O sujeito estava no fundo do bar, triste e arrasado, com seu copo de bebida, quando entra um cara revoltado, quebrando tudo, gritando com todo mundo. O cara chega até a sua mesa, arranca o copo de sua mão, bebe a metade e ainda joga o resto na sua cara: - Fala alguma coisa, cachorro! Fala logo antes que eu te arrebente! O sujeito responde, triste: - Hoje é meu dia de azar, mesmo. Logo de manhã eu perdi a hora porque acabou a energia e tive que descer 20 andares de escada. Eu fui sair da garagem, o pneu estava furado. Perdi meia hora pra trocar o pneu, saí com muita pressa e acabei batendo o carro. Cheguei muito atrasado no trabalho, discuti com meu chefe e fui mandado embora. Por causa disso, cheguei bem mais cedo em casa e peguei minha mulher na cama com o amante. Aí eu já perdi logo a paciência, fui bater no cara e acabei apanhando feio, fiquei coberto de sangue. Fui tomar um banho e levei um baita choque. E pra acabar de vez com o meu dia, eu tô aqui, na minha, me preparando pra me suicidar, me chega um idiota feito você e ainda toma todo o meu copo de veneno! Épácabá!!

Manoel está em casa!!! No restaurante, Manoel se abre para o seu melhor amigo: - Eu sou o gajo mais feliz do mundo! A minha mulher me ama de verdade! - Ora pois - estranha ele - E por que você está falando isso justo agora? - Ah, ontem eu fiquei de cama por causa de uma gripe forte e ela me surpreendeu! - Continuo sem entender... - Calma, deixa eu terminar! Ela estava tão feliz de eu estar em casa que não conseguia se conter! Pra qualquer pessoa que batia a nossa porta, até pro carteiro e pro leiteiro, ela gritava, cheia de entusiasmo: - O meu marido está em casa! O meu marido está em casa!


Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Espaço do leitor

13

Na rede

As famílias Assis e Dognini comemoram 20 dias de pura doçura com a chegada da neta Gisele. A caçula dos avós chegou às vésperas do Natal para alegrar ainda mais a todos!

Instagram @linhapopular fb.com/linhapopular twitter.com/linhapopular

O

s protestos dos moradores da Comunidade Transluzia, área invadida do Conde Vila Verde, na Prefeitura foi o assunto da semana. Foram 102 comentários no Facebook, além de outros em nosso site. Em termos de visualização só perdeu para o desaparecimento dos dois meninos do Monte Alegre, encontrados horas depois em Balneário. O desaparecimento rendeu mais de mil reações e 627 compartilhamentos, alcançando 44 mil pessoas. Mas, como o assunto da semana foram os protestos, trazemos abaixo quatro comentários, dois de cada lado da discussão.

Roseli Andrade Dinda Larissa, parabéns pelo seu aniversário. Muita saúde e muitos anos de vida. Com carinho, Bernardo.

“Pois é, estamos buscando nossos direitos. Realmente é uma lástima muitos não nos entenderem, com certeza essas pessoas que têm nos criticado, não sabem o que é passar necessidade. Hoje eu e meu esposo nos encontramos desempregados, não conseguimos mais pagar o aluguel, temos dois filhos, o mais velho terá que desistir do sonho de terminar a faculdade, infelizmente. Estudou muito para passar no vestibular e conseguiu, mas hoje não podemos mantê-lo onde está, ele estuda em período integral, não pode trabalhar para ajudar e não conseguimos mandar dinheiro para pagar o aluguel dele e nem para ele comer. Vocês não têm ideia do que é ver um filho desistir do sonho de estudar e poder ser alguém na vida. Eu gostaria que vocês refletissem sobre nossa situação. Não somos vagabundos, somos trabalhadores, só queremos um lugar para morar. Nos ajudem, por favor”

Daniela Mayara Hans,

“Se der para um tem que dar para todos os moradores da cidade que não tem casa própria. Enquanto uns ralam uma vida inteira para conquistar algo, outros simplesmente invadem e acabam ganhando o espaço? Isso é injusto.”

O papai de primeira viagem, Maycon Assis, não disfarça a alegria estampada no largo sorriso

Jô é seu aniversário, mas sou eu quem me sinto presenteada com a sua amizade. Obrigada por todos esses anos de histórias compartilhadas, risos e lágrimas divididas. Parabéns pelo teu dia, seja sempre muito feliz!!! Com carinho Janete.

Jocimar Da Silva

“Vamos fazer uma coisa, não pagaremos nosso IPTU, enquanto não retirarem esse pessoal desse lugar, se eles não precisam pagar nada, nós também não precisamos.”

Daiene Rodrigues

“Sou moradora da invasão e tenho orgulho. Trabalho muito ao contrário dos que falam que lá só tem vagabundo. Por que não vão lá saber o que cada família passa antes de sair julgando?”

Participe desta coluna. Mande sua foto ou homenagem para o email

linhapopular@gmail.com PRECISANDO DE EMPREGO OU ESTÁ CONTRATANDO? ANUNCIE AQUI GRATUITAMENTE.

Cresceu e não quer mais tirar foto com a tia, agora o jeito é dar parabéns no jornal mais lido da cidade (risos). Parabéns Toni e juízo com 15 anos. Beijos da tia Nati!

Classificado Tudo Fácil WhatsApp 47 98488 4893


14

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

PREVIDÊNCIA REFORMAR PARA NÃO ACABAR. É muito bom saber que temos uma Previdência Social que há quase um século nos ampara com o salário-maternidade, auxílio-doença, pensão e aposentadoria, entre outros benefícios. Mas é muito triste saber que tudo isso pode acabar do dia para a noite se não fizermos a reforma da Previdência. E é fácil entender o porquê. Hoje vivemos mais anos do que antigamente. O número de aposentados cresce muito mais rapidamente do que o número dos que contribuem para a Previdência. Tem muita gente que vive mais tempo recebendo a aposentadoria do que trabalhando. Do jeito que está, a conta não fecha. A Previdência não terá como pagar aposentadorias e outros benefícios por tantos anos. O rombo na Previdência foi de mais de 85 bilhões de reais em 2015. E em 2016, de mais de 140 bilhões de reais. Assim vai faltar dinheiro para nossas aposentadorias, dos nossos filhos e netos. E nós não podemos deixar que isso aconteça. A Previdência é um direito dos brasileiros.

Previdência. Reformar hoje para garantir o amanhã. reformadaprevidencia.gov.br

MINISTÉRIO DA TRANSPARÊNCIA, FISCALIZAÇÃO CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO


Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Geral

15

Camboriú tem quatro novos focos do Aedes Aegypti DIVULGACÃO

A cidade de Camboriú registrou nestes primeiros dias do ano, quatro novos focos do mosquito Aedes Aegypti – transmissor da Dengue, Zika e chikungunya. Três deles foram localizados no bairro Taboleiro e o última, anunciado na terça-feira (10), no Monte Alegre. O foco foi encontrado na Rua Monte Castelito. Todas as residências no entorno e que se estendem da transversal Monte Pouso Alto à Samambaia, nas proximidades da Unidade de Saúde do CAIC devem redobrar os cuidados, evitando a água parada a fim de não proliferar o mosquito. Para prevenir um novo crescimento do mosquito e definir medidas de ação, alguns secretários se reuniram durante a quarta-feira (11). Ronnye Peterson, Secretário da Saúde, afirmou que oito novos agentes de endemias estão sendo contratados para reforçar a equipe. Já as secretarias de Obras, Saneamento Básico e a Fundação de Meio Ambiente atuarão em conjunto para resolver o acúmulo de entulhos na cidade. Liara Padilha, presidente da Fucam, esclareceu que está em licitação uma área para destinação destes materiais e o recolhimento fica-

rá a cargo dos caminhões da Secretaria de Obras. Após a definição do destino dos entulhos, será divulgada a data para a ação, que deve envolver servidores municipais e a comunidade. Moradores poderão se cadastrar para participarem da ação como voluntários. Para isso, o intressado deve procurar a unidade de saúde do seu bairro. “Nossa preocupação é que, se ocorrer uma contaminação, com tantos focos ela poderá atingir muitas pessoas rapidamente”, esclarece o coordenador do Programa de Combate à Dengue, Zika e Chikungunya, Maurício Costa. No ano passado, seis moradores de Camboriú foram diagnosticados com Dengue, mas em todos os casos a contaminação ocorreu em outras cidades.

Números crescem Em 2016 foram registrados 77 focos a mais que no ano anterior. No Monte Alegre de quatro focos de 2015 o número subiu para 20 em 2016; já no Taboleiro foram encontrados 59 focos contra 13 do ano anterior; e inclusive, o Centro registrou aumento passando de cinco para 17 focos. Dos 10 bairros verificados, apenas Santa Regina e Várzea do Ranchinho não

Secretarias realizam força-tarefa em prevenção a Dengue e estão cadastrando voluntários apresentaram nenhum ponto com o mosquito e o bairro São Francisco de Assis foi o único a erradicar os cinco focos encontrados em 2015.

Como funciona o monitoramento Os agentes de endemias realizam um monitoramento constante por meio de 175 armadilhas – partes de pneu com água limpa – que estão distribuídos por todos os bairros. Elas são verificadas semanalmente e, caso alguma larva seja encontrada, passa por análise. Além destes locais, a equipe faz verificações quinzenais no que chama de “pontos estratégicos”. Que são, na verdade, locais com mais possibilidade de se tornarem criadouros do mosquito, como cemitérios,

depósitos de materiais ao ar livre e borracharias. Hoje, são 55 pontos estratégicos vistoriados. Quando as equipes encontram uma larva do Aedes Aegypti, realizam um pente fino em todas as casas em um raio de 300 metros. Quando há o registro de uma grande presença, como ocorre no Taboleiro, as visitas são em todas as casas e outras

medidas, como tratamento com larvicidas no local ou pulverização de inseticida, são realizadas.

Prevenção Ações simples visando à prevenção podem ser realizadas pelos próprios moradores, como o cuidado em não descartar pneus e eletrodomésticos em terrenos baldios. “A indicação é que uma

vez por semana, por 10 minutos, o morador verifique locais que podem estar com água parada e limpa. Caso de pratinhos de plantas, pneus e até mesmo as calhas da casa”, explica Maurício. O descarte de pneus e eletrodomésticos pode ser realizado no Ecoponto localizado ao final da Rua Rio Pardo, no bairro Rio Pequeno, e que funciona das 8h às 18h.

DIVULGACÃO

Fábio Murilo de Souza, supervisor de campo do Programa de Combate à Dengue, verifica uma das armadilhas

Matrículas

abertas

(47) 3365-5135


DIREITO Hélio Marcos Benvenutti

NUTRIÇÃO Marta Alles

SAÚDE Rogério Tolardo

As redes sociais são objeto de diversão das pessoas, mas também de preocupação

A cirurgia bariátrica é hoje uma alternativa bem mais segura. Os desafios dessa nova etapa da vida

Com as altas temperaturas a virose pode ser a grande vilã. Saiba o que é e quais são os cuidados

Página 04

Página 12

16

Página 03

Camboriú, 13 de janeiro de 2017

Morte de professor gera comoção Boatos indicavam homofobia como motivação para o crime; familiares discordam Um homicídio ocorrido no domingo (08) gerou grande repercussão e chocou a comunidade. O professor de Educação Física, Telmo Vieira de Souza, 29, foi encontrado morto na Rua João Acácio Simas, próximo à entrada do Instituto Federal Catarinense, com sinais de espancamento e uma perfuração na nuca. Ele morava no Centro da cidade e segundo amigos retornava para casa após passar um período em um bar da cidade. Telmo já havia sofrido uma tentativa de homicídio em 2015 na cidade de Itapema. De acordo com a PM, um adolescente prestou depoimento na época assumindo que esfaqueara o professor após ter sofrido uma tentativa de abuso sexual. No decorrer da semana, surgiram rumores de que o crime teria motivação homofóbica. Mas, familiares não acreditam nisso. “Acho que não [seria o motivo], porque ultimamente ele estava se envolvendo com drogas. Ele já foi agredido anteriormente, e segundo os agressores ele estava devendo para eles”, explica um parente que prefere não ser identificado.

DIVULGACÃO

Fim de semana violento

Telmo dava aulas em Itajaí, numa escola de rede pública. As demonstrações de carinho e saudade se replicaram nas redes sociais do professor durante o domingo e ao longo da

semana. Talien Stachuk, colega de trabalho, afirmou que Telmo era querido por todos. “As crianças amavam ele e nunca brigou com ninguém. A diretora o tinha como um filho”, re-

corda. As investigações seguem a cargo da Polícia Civil de Camboriú. Até o fechamento desta edição não foi possível contato com o delegado Maurício Pretto.

O início do ano foi marcado em Camboriú por três homicídios – todos ocorreram entre a noite da sexta-feira (06) e a madrugada do domingo (08). Os dois primeiros seguiram um rito bastante semelhante e que tem se tornado comum no município: dois homens em uma motocicleta dispararam contra a vítima e fugiram sem serem reconhecidos. As vítimas, um adolescente de 17 anos e o outro Vagner Tompsom, 37, tinham passagens por tráfico de drogas, furto e posse de droga. O adolescente foi assassinado com um tiro na cabeça por volta das 20h nas proximidades da Rua Imbuia com a Rua Jacarandá, no bairro Taboleiro. Ele foi encontrado já em óbito e caído ao lado de sua bicicleta. De acordo com a Polícia Militar o autor estava em uma Biz branca e usava jaqueta e capacete pretos. Uma hora e meia mais tarde, às 21h30, foi encontrado o corpo de Vagner (foto) dentro de um

DIVULGACÃO

veículo Fiat Tipo na Rua Capitão Ernesto Nunes, também morto com um tiro na cabeça. Uma mulher foi encontrada coberta de sangue e em estado de choque, ferida com um tiro no ombro direito e por estilhaços no pescoço. Segundo testemunhas o autor dos disparos usava um casaco marrom e estava a bordo de uma moto Honda Falcon branca.


Linha Popular 403