Page 1

Jornal

Linha Popular aqui Camboriú é notícia

Ano V - nº 229

www.linhapopular.com.br

@LinhaPopular

Siga-nos no twitter

Camboriú, 9 de agosto de 2013

Obras do PAC são denunciadas para o Governo Federal Jane Stefenn e Ângelo César Gervásio denunciaram o andamento das obras do Parque Linear (foto) e do Conde Vila Verde. Assessor de deputado esteve na cidade para verificar se denúncias procediam. Líder do governo na Câmara destaca que entraves burocráticos comprometem andamento das obras

R$1

Página 6

Cidade Prefeitura fecha Farmácia Popular no Monte Alegre PÁG. 8

Especial Dia dos Pais: meu pai é um super herói PÁG. 11

Cidade Eleição da Associação de Moradores do Santa Regina é investigada

Fernando Assanti/LP

PÁG. 14

Perfil: Conheça a professora Ednete Mateus

Pág. 16


2

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Opinião

Editorial

Charge

Democracia todo o dia

T

odo mundo sabe que a definição de democracia passa pelo poder que emana do povo. Tanto sabem que é com base neste argumento que as pessoas que integram os poderes constituídos alegam que só estão lá porque o povo quis assim. E é verdade. Somos nós que escolhemos nossos representantes e precisamos que eles estejam sempre lá, prontos para nos ouvir. É neste ponto que chegamos a um momento crítico em Camboriú. Às vezes, no calor da emoção da tomada de decisão e na correria do dia a dia, nossos gestores esquecem o detalhe de que precisam estar atentos ao que diz a comunidade. Não é porque foram eleitos uma vez pelo povo que têm o poder de resolverem tudo somente com suas cabeças. Nós estamos aqui e queremos ser ouvidos. Queremos democracia todo o dia, não só de quatro em quatro anos. Dizemos isto, nesta semana, porque a Prefeitura fechou a Farmácia Popular do Monte Alegre, mesmo sabendo que parte da população gostaria que ela continuasse aberta. (veja matéria na página 8). A Secretaria de Saúde, responsável pelo local, certamente tomou esta decisão

com base em critérios técnicos e prevendo o melhor para Saúde Pública da cidade. A alegação é que a farmácia gerava muitos gastos em relação ao benefício que trazia e a promessa é de que uma Farmácia Municipal substituirá a fechada. Este editorial não questiona o fechamento da farmácia, mas a forma como o processo foi feito. Enquanto, dentro da Secretaria, gestores tomavam a melhor decisão para cidade, do lado de fora, com pouca informação, mais de três mil moradores da cidade faziam um abaixo-assinado pedindo que a farmácia se mantivesse aberta. Faltou diálogo, faltou debate, faltou dividir o problema com a comunidade, chamar as pessoas para a conversa, faltou democracia. Certamente a Prefeitura vai trabalhar rápido para que a população não fique muito tempo sem assistência de uma farmácia pública no Monte Alegre. Certamente a decisão dos gestores visava otimizar os gastos de dinheiro público, pensando no bem da comunidade. Mas mesmo quando há a melhor das intenções, é preciso lembrar que o poder que emana do povo tem que ser respeitado todos os dias.

Editora

Chargista

Naiza Comel - Mtb/SC 2899 JP

Leandro Francisca

Redação

Contato

Gustavo Zonta - Mtb/SC 3428 JP Fernando Assanti - Mtb/SC 3424 JP Stefani Ceolla

Tel.: 3365-4893 Cel.: 9983-0763

Redação redacao@linhapopular.com.br linhapopular@gmail.com

Tiragem 2 mil exemplares

Site www.linhapopular.com.br

Sede Rua Maria da Glória Pereira, nº 149 - sala 102 - 2º piso Centro - Camboriú CEP 88340-000

As opiniões expressas em artigos e colunas não representam a opinião do jornal e são responsabilidade de seus autores.

Impresso na Gráfica Rio Sul

Este jornal integra o CCJ - Cadastro Catarinense de Jornais

- PERIODICIDADE SEMANAL -

Artigo Foz do Itajaí: Mobilidade e transporte integrado

H

á algumas semanas fiz uma provocação aos mandatos dos vereadores Giovani Félix, Thiago Morastoni e Marisa Zanoni a respeito da integração do transporte coletivo entre Itajaí, Balneário Camboriú e Camboriú. Recebi respostas positivas e em breve definiremos a criação de um grupo de trabalho que construa propostas de políticas públicas referentes a este tema nas respectivas Câmaras Municipais. Pensar a mobilidade de maneira regional significa buscar alternativas aos rios e morros que embelezam nosso relevo, mas que também se tornam obstáculos naturais para o trânsito de pessoas e de mercadorias. Significa ainda encarar de forma corajosa as debilidades de nosso transporte coletivo e propor saídas para os monopólios locais das empresas de ônibus, fazendo com que elas possam competir entre si, trazendo mais qualidade, mais linhas e melhor preço ao serviço. Porque precisamos de um transporte coletivo integrado entre as cidades, com terminais de uso conjunto e bilhete único. Mas além destas medi-

das, que são óbvias e cabíveis ao nosso tempo, é necessário planejar o futuro da mobilidade na região, investindo na ampliação e integração da malha cicloviária, criando corredores específicos para ônibus e taxis, implantando cinturões de estacionamento nos limites e nos centros das cidades e construindo pontos de embarque e desembarque para o transporte solidário. Precisamos avançar, mesmo que de forma preliminar, na discussão de um sistema de metrô ou VLT entre nossas cidades e suas periferias. Podemos seguir o exemplo chileno de Valparaíso e Viña del Mar - similar demograficamente e geograficamente à nossa realidade - ou de muitas outras concentrações urbanas com menos de 500 mil habitantes que já avançam a passos largos na implantação deste modelo. Pode parecer loucura pensar nesse tipo de transporte em nossas cidades neste momento, mas em breve será loucura desconsiderar esses modais. Para uma região que aspira ser uma metrópole, estamos muito atrasados na discussão da mobilidade e transporte

integrado entre nossos principais municípios. Com exceção do túnel do Ariribá que, ao que parece, virou uma peça de retórica no Plano Plurianual de Itajaí, muito pouco tem sido feito ou pensado neste sentido. Soluções inovadoras e ousadas para os problemas de mobilidade da região são cada vez mais urgentes, sob pena de começarmos a nos transformar em uma metrópole apenas a partir de nossos problemas. Nossa região está em pleno desenvolvimento e, a considerar a era de ouro que o Brasil viverá nos próximos anos, este crescimento se aprofundará ainda mais. Precisamos pensar mobilidade e transporte com os olhos de uma sociedade desenvolvida, com um olhar para o amanhã, à altura do Brasil e dos novos desafios que nosso país nos impõe cotidianamente. Um desenvolvimento local socialmente justo passa por este debate. Felipe Damo, jornalista e mestre em Políticas Públicas


3

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Painel LP Foto da semana Foto: PMC/Divulgação/LP

ONLINE

Volta ao mundo

Prefeitura de Camboriú, através da Secretaria de Saneamento Básico - Sesb, iniciou a obra de ampliação da rede de água no bairro Taboleiro com o intuito de melhorar o abastecimento na localidade. A ampliação da rede inicia na rua Guaraparim, onde está localizada a adutora, segue pela Tarumã e termina na Guaramirim. A obra deve levar de 30 a 60 dias para ser concluída.

Curtas Softwares do IFC Com a proposta de contribuir com a educação da comunidade, o Programa de Educação Tutorial - PET, do Instituto Federal Catarinense IFC, campus Camboriú, lançou o banco de dados de softwares livres educativos. Desenvolvido por bolsistas, o banco apresenta uma seleção de softwares livres relacionados com as disciplinas de matemática, química e português. A base conta com 14 softwares, sendo cinco de matemática, quatro de química e cinco de português. Todos são periodicamente atualizados pela equipe de bolsistas. Conheça em: http://www.pet.ifccamboriu.edu.br/software/ Plano Municipal de Cultura I A Fundação de Cultura realiza na quinta-feira, dia 15, o 1º Fórum de Planejamento da Cultura de Camboriú. O evento será realizado às 19h, na Câmara de Vereadores, e tem como objetivo mobilizar os artistas, produtores culturais e a sociedade em geral para participar do processo de construção do Plano Municipal de Cultura PMC. Para ser legítimo, o plano deve ser construído com a participação efetiva da sociedade civil, devendo contemplar as demandas apresentadas pela comunidade com relação a serviços e equipamentos públicos de cultura. As ações elencadas terão prioridade nos próximos dez anos.

Plano Municipal de Cultura II O PMC é um instrumento da gestão pública e um dos elementos constitutivos do Sistema Municipal de Cultura - SMC, conhecido como o "SUS da Cultura". A partir da assinatura do acordo de cooperação com o Ministério da Cultura, a Prefeitura se compromete a implementar o seu Conselho, Plano e Fundo da Cultura, instrumentos que vão subsidiar as ações estruturantes da Política Cultural do município. Defesa Civil Durante o Encontro Estadual com Prefeitos e Prefeitas, no Centro Multiuso de São José, realizado na semana passada, Camboriú foi uma das 15 cidades que receberam uma viatura. O veículo faz parte do Kit de Fortalecimento das Defesas Civis. Além de uma caminhonete 4x4, o município irá ganhar um tablet, um computador, um estabilizador, uma impressora multifuncional, um aparelho de fax, quatro rádios transmissores, duas máquinas fotográficas digitais, dois aparelhos GPS, oito coletes de identificação, oito capas de chuva e duas trenas métricas digitais. Festa do Senhor Bom Jesus Será realizada nesse fim de semana, na paróquia do Monte Alegre, a Festa do Senhor Bom Jesus. Amanhã, sábado, dia 10, a missa festiva será realizada às 19h. Em seguida, iniciam os festejos e bin-

go. No domingo, a missa é às 9h e será celebrada pelo arcebispo metropolitano de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck. Após a missa, as festividades continuam. Bolsa Família I A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social comunica as famílias beneficiárias do programa Bolsa Família que quem está com o cadastro desatualizado há mais de dois anos, ou recebeu a mensagem do Governo Federal no extrato bancário, deve procurar a Secretaria de Assistência Social ou o Centro de Referência de Assistência Social - Cras para realizar a atualização do cadastro até o dia 16 de agosto. Bolsa Família II Para a atualização é necessário que os interessados apresentem os seguintes documentos: RG, CPF, Título de Eleitor e Carteira de Trabalho de todos os familiares residentes no domicílio, além dos comprovantes de residência, renda e atestado de frequência dos filhos, caso sejam estudantes. "Em Camboriú recebemos uma listagem de 250 famílias com alguma irregularidade, por isso a importância das pessoas em comparecer para a atualização do cadastro. Esta é uma simples atualização, mas que contribui para evitar o bloqueio do benefício", comentou o secretário John Lenon Teodoro.

Tesouros escondidos

Você já ouviu falar sobre tesouros escondidos em Camboriú? A jornalista Stefani Ceolla conta um causo sobre esse assunto no blog “Teve aquela vez”. Leia também outras histórias curiosas sobre Camboriú. Confira!

Stefani Ceolla/LP

A

Divulgação/LP

Um inglês que conheceu todos os países do mundo sem pegar nenhum avião é apresentado pelo jornalista Fernando Assanti no blog “Olha a placa”. Confira ainda dicas de como conhecer vários países economizando. Acesse!

www.linhapopular.com.br No nosso FACEBOOK www.facebook.com/linhapopular

Alemaria Rosa diz (sobre a matéria referente ao IDH publicada na última edição do LP): “Acredito na minha cidade, pois moro aqui! Vejo com tristeza esses números, penso que a solução é parar de apontar o que outros fizeram de ruim no passado e batalhar hoje, para que possamos ter um futuro com melhor qualidade de vida para todos nós! Publicar é realmente tarefa da imprensa”.

Grasiella Rodrigues diz (sobre a falta de vagas em creches): “Aqui em Camboriú deveria acontecer como em Itajaí, que o juiz determinou que todas as crianças que estão na lista de espera de vaga pra creche fossem colocadas no prazo de 60 dias”.

www.twitter.com/linhapopular “Busco recursos incansavelmente para Camboriú. Ato politiqueiro e irresponsável poderá trazer sérios prejuízos. Darei publicidade.”

@luziacoppi Luzia Coppi Mathias, prefeita de Camboriú, sobre as denúncias no Ministério das Cidades


4

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Política

Bastidores Por Fernando Assanti

fernandoassanti@hotmail.com @FernandoAssanti

Quando falamos de jornalismo local, este praticado por jornais como o Linha Popular, que estão diretamente inseridos na comunidade, esta troca é ainda mais intensa e instantânea. Basta o jornal chegar às ruas para que as reações surjam de todos os lados e cheguem até nós. Abordo este assunto por conta da grande repercussão que a capa da última edição do Linha Popular teve na cidade. Nela, o jornal trazia em manchete que Camboriú é a pior cidade da região para se viver. Para embasar a chamada, uma matéria densa, recheada de dados, mostrava porque a Organização das Nações Unidas – ONU, baseada em uma série de critérios, colocou Camboriú nesta triste posição perante as cidades vizinhas. Na mesma edição, o jornal usou seu editorial – texto que expressa a posição da empresa – para falar sobre a tristeza de estampar aquela manchete, mas também para reafirmar a necessidade de se conhecer e entender os dados para que a cidade possa melhorar. É lógico que um jornal que ousa estampar em sua capa uma crítica à cidade – mesmo que sustentada por dados confiáveis: precisa estar disposto a receber o feedback da sociedade. Mais do que isso, precisa estar pronto para absorver as críticas que vêm, refletir sobre elas e usá-las para melhorar ainda mais a qualidade editorial do veículo. Um jornal deve respeitar sempre a pluralidade de opiniões, sob pena de ser excluído do convívio de seus leitores, razão de viver do jornalismo. Pelo e-mail, pelo telefone, pelo Twitter, pelo Facebook. Foram várias as formas com que os moradores de Camboriú se manifestaram a partir da capa do jornal. Somente na fanpage, 99 comparti-

Linha Popular aqui Camboriú é notícia

Ano V - nº 228

www.linhapopular.com.br

R$1 @LinhaPopular

Siga-nos no twitter

Camboriú, 2 de agosto de 2013

Camboriú é a pior cidade para viver na região

Esporte MMA: Camboriuense vence em estreia internacional PÁG. 23

Cidade Equipe do Samu faz parto e escolhe nome de bebê PÁG. 13

Saúde

Gustavo Zonta/LP

Estudo divulgado pela ONU aponta que a cidade tem o pior Índice de Desenvolvimento Humano – IDH da Amfri. Quantidade de crianças e adolescentes fora da escola é a principal causa do mau desempenho Página 5

Funcionário da Prefeitura é preso por crime passional

Foto Facebook/LP

Digo isso porque talvez o jornalismo seja uma das áreas de atuação profissional que mais lida com críticas em seu cotidiano. Não deve haver, no mundo, sequer uma edição de jornal que não teça críticas a alguma situação, pessoa, instituição. Da mesma forma em que não deve haver redações que nunca receberam uma ligação cheia de opiniões, um e-mail insatisfeito ou mesmo um comentário ofensivo na página do jornal no Facebook.

Jornal

Receber uma crítica negativa é sempre desagradável. Ter que ouvir seus erros, ver seus defeitos expostos, ter suas falhas apontadas é desconfortável para todos nós, em qualquer situação. Talvez este mal estar atrelado à crítica venha implicitamente da origem da palavra, que remete a julgamento, a seleção. Ninguém gosta de ser julgado. É fato. Eu não gosto.

{

Sobre críticas e crescimento

Junior Pimenta

Junior Pimenta é apontado como mandante do assassinato de dois homens. No último fim de semana, os corpos foram encontrados dentro do porta-malas de um carro no bairro da Canhanduba

Página 15

Camboriú ainda não se inscreveu no Programa Mais Médicos PÁG. 17

Perfil: Saiba mais sobre a vida de seu Bicudo

Pág. 16

É lógico que um jornal que ousa estampar em sua capa uma crítica à cidade - mesmo que sustentada por dados confiáveis, precisa estar disposto a receber o feedback da sociedade

lhamentos e 60 comentários emitiam opiniões sobre a manchete. A maioria entendendo a função do jornalismo, lamentando os dados e instigando mudanças. Mas também houve muitas críticas à posição do veículo, que foi acusado de fazer oposição à Prefeitura e torcer contra o desenvolvimento da cidade.

Da redação, acompanhei tudo de perto. Cada comentário, cada sugestão, cada opinião. Junta, a equipe do jornal debateu todos os pontos de vista, respondeu aos leitores, interagiu com aqueles que cobravam respostas. Afinal de contas, como um jornal daqui tem a petulância de nos expor tanto, de revelar nossas fragilidades para todos? A pergunta é pertinente e a dúvida, sempre bem-vinda. Será que foi a escolha certa do jornal? Será que a manchete foi pesada? Carregada da opinião dos jornalistas? Será que as pessoas que vivem aqui sentem esta realidade de desenvolvimento aquém do restante da região no seu dia a dia? Todas estas perguntas foram debatidas naquela sexta-feira. Ao mesmo tempo em que a população reagiu com argumentos e debates, o Poder Público do Município também foi obrigado a sair de sua zona de conforto. Pelo Twitter, a prefeita Luzia Coppi afirmou que “Camboriú é a melhor cidade para se viver”. Na mesma tarde, a assessoria de comunicação da Prefeitura enviou release à imprensa regional mostrando que os índices usados pela ONU melhoraram em Camboriú nos últimos 20 anos – informação verdadeira e que constava na matéria do Linha Popular. Pelos bastidores, a reação à notícia foi ainda mais interessante. Cargos de confiança do Executivo afirmavam que o jornal havia assumido sua linha de oposição. Estava claro: publicar dados da ONU é indício de um jornalismo vendido e descompromissado com a coletividade. Neste ponto, divido ainda mais dúvidas com vocês. Será que nossos governantes estão preparados para lidar com crises? Será que as pessoas entenderam que levantamentos como o IDHM não levam em conta só aspectos relacionados às Administrações Municipais? Será que todo aquele debate documentado nas redes sociais não pode servir de base para que o Poder Público trace metas, desenvolva ações e busque resolver problemas básicos que melhorariam a qualidade de vida das pessoas? O jornalismo, assim como a vida, é melhor quando há pontos de interrogação. Olhar para dentro e tentar resolver problemas a partir de estímulos externos só nos faz crescer, seja na qualidade profissional, seja em aspectos pessoais, ou mesmo à frente da gestão de uma cidade. Depois desta capa do Linha Popular, Camboriú certamente ganhou um jornal ainda melhor, mais reflexivo e aberto ao debate. Minha expectativa é que da mesma forma como usamos as críticas que recebemos para crescer, Camboriú aproveite este momento como degrau para transformar esta cidade em um lugar melhor para se viver.


5

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Política

Zé Pedro é o novo vice-presidente da Câmara

Eleição ocorreu na primeira sessão ordinária após o recesso, na terça-feira, dia 6

A

primeira sessão ordinária da Câmara de Vereadores após o recesso, na noite de terça-feira, dia 6, teve eleição para o cargo de vice-presidente da Casa. Isso foi necessário porque o vereador Jakson Genésio da Rosa, o Jakinho, que ocupava este cargo, saiu da Câmara para assumir como secretário de Obras. Três vereadores colocaram seus nomes para a disputa: Josué Pereira (PP), Ângelo César Gervásio (PMDB) e José Pedro Costa, o Zé Pedro (PSDB). A votação foi secreta e Zé Pedro conquistou o cargo com oito votos. Ângelo recebeu cinco votos e Josué, dois. “O vice-presidente tem por função substituir o presidente em sua ausência”, aponta Zé Pedro. Por isso, o seu trabalho na Câmara não deve ter alterações. “Minha postura continua a mesma e sigo como líder do Governo”, completa.

Fernando Assanti/LP

Presidente destacou trabalhos durante o recesso

Márcio do Kido apontou o número de sessões extraordinárias e a atuação dos vereadores neste período

O

presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Aquiles da Silva, usou a tribuna para falar da retomada dos trabalhos na Casa. Ele destacou o número de sessões extraordinárias no período foram sete sessões no recesso. Destacou também a atuação dos vereadores nestes

dias, com busca de recursos para a cidade e atendimento nos gabinetes. Márcio do Kido apontou a vontade do Legislativo de realizar sessões itinerantes no segundo semestre e falou das negociações adiantadas para que seja implantada a TV Câmara no município de Camboriú.

Feliz Dia dos Pais! Ser pai é ensinar com exemplos, é orientar para a caminhada da vida. Ser pai é dar a certeza de que temos um amigo para sempre. Parabéns!

Homenagem do Vereador Toninho Portella Eleição. Votação para o cargo foi secreta e Zé Pedro recebeu oito votos

Feliz Dia dos Pais Hoje o sorriso é só para você, papai! ´


6

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Política

Obras do PAC: vereadores falam das denúncias feitas ao Ministério das Cidades Jane Stefenn e Ângelo César Gervásio denunciaram o andamento das obras do Parque Linear e do Conde Vila Verde. Assessor de deputado esteve na cidade para verificar se denúncias procediam

P

roblemas verificados no andamento de obras feitas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento PAC levaram os vereadores Jane Stefenn (PSDB) e Ângelo César Gervásio (PMDB) a fazer denúncia ao Ministério das Cidades. Duas obras estão em andamento em Camboriú com estes recursos federais: o Parque Linear e a reurbanização do Conde Vila Verde. Na sessão de terça-feira, dia 6, os vereadores comentaram as denúncias. Jane explica que o Parque Linear foi denunciado porque não está de acordo com o projeto que os vereadores tiveram acesso. Além disso, eles levaram em conta a data prevista para a finalização. A construção começou em janeiro de 2012 e o cronograma inicial previa que a obra seria entregue em 18 meses, ou seja, em junho de 2013. O Parque Linear com Bacia de Detenção no Rio Camboriú está orçado em R$ 9 milhões. Ele deve funcionar como ponto de armazenamento de água em época de seca e dará mais tempo para que a comunidade seja avisada em períodos de cheias. "Está tudo largado lá, até a

placa da obra está no chão", afirma a vereadora. No Conde Vila Verde, a preocupação é com as etapas já concluídas, que apresentam problemas. "Muitas ruas que já foram entregues apresentam problemas sérios no asfalto. Há trechos em que já está completamente destruído", aponta. Para Ângelo, "não é preciso ser técnico para perceber que há problemas lá". O projeto de reurbanização do Conde Vila Verde prevê dez quilômetros de ruas pavimentadas, 80 unidades habitacionais, quadra poliesportiva coberta, praças e recuperação ambiental do morro da caixa d'água e loteamento Madre Paulina. O custo será de R$ 11 milhões. A obra começou em abril de 2012 e a previsão de conclusão era agosto daquele ano.

Assessor de deputado esteve em Camboriú para verificar a situação Um assessor parlamentar do deputado federal Décio Lima (PT) esteve em Camboriú para verificar se as denún-

Pai, homem que carrega a experiência de orientar vidas, sendo exemplo de dedicação e carinho. Neste Dia dos Pais, deixo minhas sinceras homenagens a todos os homens de Camboriú que têm o dom da paternidade.

Informe Comercial

Feliz Dia dos Pais Homenagem do Vereador

Zeca Simas

Fernando Assanti/LP

Visita. Assessor de deputado esteve em Camboriú para verificar a situação do Parque Linear e do asfalto do Conde

cias procediam. Tannay Vaz Júnior veio para a cidade para verificar a situação de obras do PAC e outras feitas com recursos federais, como a Unidade de Pronto Atendimento - UPA. O chefe de gabinete do deputado, Alcides Volpato, diz que recebeu as denúncias através de uma comitiva de cidadãos de Camboriú que estiveram em Brasília. Tannay diz que fez um levantamento, conversando com os moradores e através de fotos. "O que percebemos foram alguns problemas. Caso do asfalto no Conde Vila Verde, que tem pontos onde escorreu", conta o assessor. Volpato esclarece que, como Tannay atua em Santa Catarina, pediu que ele verificasse aqui o que estava ocorrendo, para saber se as denúncias procediam. "Deixo

claro que não houve qualquer denúncia por parte do Décio ou do gabinete, o que estamos fazendo é acompanhar o que está ocorrendo", aponta. No entendimento do chefe de gabinete, o Ministério das Cidades deve iniciar uma investigação. "Se tiver erros, pode ocorrer o envolvimento da Polícia Federal". Ele ressalta, entretanto, que "toda esta tramitação no Ministério é sigilosa".

Líder do governo destaca entraves burocráticos A equipe do Linha Popular tentou contato com a prefeita Luzia Coppi Mathias para que ela comentasse as de-

núncias durante toda a quarta e quinta-feira. Conversamos com alguns assessores, mas não conseguimos retorno das ligações. Porém, o líder do Governo na Câmara, José Pedro Costa, o Zé Pedro (PSDB), comentou as denúncias na sessão de terça-feira. Ele afirmou que é importante que se conheça a real situação das obras. "Eu fico até feliz que houve esta cobrança no Ministério, por que pode parecer que há desinteresse da Prefeitura, má vontade e até desvio. Não se trata de nada disso", destacou. Segundo Zé Pedro, as obras estão paradas por questões burocráticas. No caso do Parque Linear, o projeto teve que ser refeito em virtude da barragem prevista. Este novo projeto já está na Caixa Econômica. O líder do governo esclareceu ainda que nenhuma obra do PAC foi concluída. "O Parque Linear está com 43% de conclusão. Não se pode falar como se a obra já tivesse sido entregue", ressaltou. Sobre a obra de revitalização do Conde Vila Verde, Zé Pedro apontou que duas empresas estão desistindo da atuação. E que isso prejudica o andamento das obras. "A Caixa Econômica cria constrangimento para todos nós", apontou. Ainda segundo Zé Pedro, os vereadores vão se organizar para ir até Blumenau, no setor responsável pela aprovação dos projetos e acompanhamento destas obras, para verificar o que está ocorrendo, saber o porquê da demora nas avaliações.


7

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

rcn@adjorisc.com.br | www.adjorisc.com.br

A notícia que você lê aqui, mais de 800 mil pessoas também leem.

Esta página circula em 52 jornais.

SECRETÁRIO DA AGRICULTURA , JOÃO RODRIGUES

BRDE

Volume de investimento leva otimismo ao campo A agricultura catarinense está vivenciando uma fase de otimismo com as conquistas do setor, realizadas com apoio do Governo do Estado, da iniciativa privada e dos próprios agricultores, como a abertura do mercado japonês à carne suína e também pela perspectiva de boas safras nas culturas em que o Estado é líder. O secretário de Estado da Agricultura e Pesca e deputado federal licenciado, João Rodrigues (PSD), que está no sexto mandato eletivo e na eleição de 2010 foi o quarto deputado federal mais votado de Santa Catarina, comanda a pasta a convite do governador Raimundo Colombo. À Agência de Notícias da Adjori/ SC, o secretário falou sobre a atuação da secretaria e de projetos futuros. Revelou que, até o mês de agosto deste ano, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca aplicou R$ 1,551 milhão em programas e projetos para o fomento da pesca no Estado. Vai investir R$ 60 milhões na perfuração de poços artesianos, aquisição de distribuidores de adubo líquido e construção de 1.632 cisternas com capacidade de 500 mil litros para suinocultores e avicultores no combate à estiagem, além de manter os investimentos nos diversos programas de apoio ao agricultor catarinense. Acompanhe os principais pontos da entrevista. Como está a agricultura catarinense? Rodrigues: Santa Catarina é referência internacional em alimentos industrializados à base de frango e suínos. No mercado doméstico, lidera a produção de cebola, maçã, suínos, pescados, ostras e mexilhões; é o segundo produtor de frango, arroz, fumo e quarto produtor de banana e trigo. Um diferencial é a estrutura fundiária baseada na agricultura familiar. Nove entre dez propriedades rurais têm menos de 50 hectares e elas respondem por 70% da produção agropecuária, com 572 mil pessoas empregadas. O agronegócio representa 62% das exportações catarinenses.

A agricultura brasileira vive um bom momento, em especial para Santa Catarina em razão de muitas ações e políticas públicas promovidas pelo Governo do Estado. Podemos dizer que conseguimos evoluir e crescer muito, principalmente com a conquista do mercado japonês à carne suína catarinense”. De que forma a abertura do mercado japonês à carne suína catarinense beneficia o Estado? Rodrigues: Além do reconhecimento da qualidade da carne suína catarinense pelo mais exigente importador mundial do produto, a abertura do mercado japonês beneficia a expansão do setor produtivo e industrial da suinocultura, com manutenção e geração de empregos no meio rural e urbano, e incremento da economia estadual. A abertura do mercado japonês, por si só, representa uma grande conquista em função do seu potencial de importação anual avaliado em 1,2 milhão de toneladas de carne suína, ao custo aproximado de

US$ 5 bilhões. A parcela inicial de 10% a 15% desse mercado significa uma condição decisiva para a estabilidade no destino da produção catarinense, estimada em 800 mil toneladas em 2013. Por outro lado, mercados consumidores competitivos, a exemplo da Coréia do Sul, que mantém negociação com a mesma finalidade em Santa Catarina, poderá considerar a decisão japonesa em termos de segurança sanitária para definir de forma favorável às importações de carne suína catarinense. Qual a participação da secretaria neste processo? Rodrigues: É exclusivamente manter o Estado livre de febre aftosa sem vacinação e desen-

Principais programas da Secretaria J Juro Zero-Agricultura/Piscicultura: desde 2010 já beneficiou 8.245 famílias de produtores rurais, com R$ 12.536.833,00 de juros pagos pelo Fundo de Desenvolvimento Rural J Programa Terra Boa: já atendeu a 48.126 famílias, com distribuição de 831.385 toneladas de calcário, mais 136.996 famílias, com distribuição de 503.026 sacos de sementes de milho, e 8.107 famílias, com 8.107 kits forrageiras J Programa de Fomento Geral:

foram beneficiadas 1.942 famílias, com R$ 12.363.251,00 J Programa Armazenar: foram subvencionados, desde 2010, R$ 4.373.004,00 J Programas de apoio à piscicultura, com distribuição de 12 tratores e 26 guinchos elétricos para colônias de pescadores J Programas de regularização fundiária, crédito fundiário (Fundo Estadual de Sanidade Animal Fundesa), Programa de Controle da Anemia Infecciosa Equina e o de Erradicação da Brucelose.

volver as políticas públicas corretamente, que são avaliadas pelo mercado externo para aprovar a compra do nosso produto. Prova disso é que já concretizamos a exportação da carne suína. Quais os investimentos que estão sendo feitos para que a estiagem não cause ainda mais prejuízos? Rodrigues: O maior volume de investimentos da história de Santa Catarina em ações no combate à estiagem estão sendo realizadas pelo governo Raimundo Colombo e Eduardo Pinho Moreira. São R$ 60 milhões na perfuração de poços artesianos, aquisição de distribuidores de adubo líquido e construção de 1.632 cisternas com capacidade de 500 mil litros para suinocultores e avicultores, além de mais três comboios de perfuração de poços artesianos, compostos por perfuratrizes, ferramentas auxiliares e caminhões de apoio. Cada comboio de perfuração de poços artesianos tem capacidade de atingir até 500 metros de profundidade, sendo que em solo catarinense a profundidade média dos poços é de 150 metros. O que isso representa em volume financeiro? Rodrigues: No total, são quase R$ 100 milhões de investimentos e mais R$ 10 milhões do Programa Juro Zero – Agricultura/ Piscicultura para construção de cisternas. Com estes investimentos estaremos tirando quase 30 mil pessoas dos problemas causados pela estiagem. Além disso, esse Programa está oferecendo recursos do Pronaf aos agricultores, onde a Secretaria da Agricultura e da Pesca paga os juros em projetos de investimento em água, para até R$ 50 mil por produtor. Quais suas pretensões políticas para 2014? Rodrigues: Pretendo ser candidato a deputado federal nestas próximas eleições. Agora, se for preciso, e preparado estou, meu nome está à disposição para qualquer desafio para compor a chapa majoritária. Em 2018, a meta é participar da chapa majoritária.

Aumento de 180% em financiamentos No primeiro semestre de 2013, o BRDE contabilizou R$ 722,679 milhões em operações de crédito em Santa Catarina, valor 180% maior do que o do primeiro semestre do ano passado. Tal injeção financeira resultou em R$ 1,374 bilhão em investimentos realizados no Estado, que asseguram a geração de 21.340 empregos diretos e indiretos, devendo representar R$ 180,8 milhões em ICMS. O desempenho operacional nos seis primeiros meses deste ano foi apresentado pela diretoria do banco no dia 6 de agosto, com a presença do governador do Estado, Raimundo Colombo, do presidente do BRDE, Renato Viana, do presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, entre outras autoridades.

EFAPI 2013

R$ 120 milhões em negócios e 650 expositores É o que projetam os realizadores da maior feira mutissetorial do sul do país Jornalistas, empresários, expositores, patrocinadores, autoridades e lideranças participarão, no dia 22, do lançamento da Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó (EFAPI 2013), programado para as 19h30 no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes. A EFAPI é considerada a maior festa, exposição e feira multissetorial do sul do Brasil. Está programada para o período de 4 a 13 de outubro deste ano, com a participação de 650 expositores (todos os espaços estão vendidos). A previsão é de 550 mil visitantes e os negócios devem atingir R$ 120 milhões.


8

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Cidade

Prefeitura fecha Farmácia Popular do Brasil Abaixo-assinado reunia cerca de 3 mil assinaturas de moradores que pediam que unidade continuasse aberta. Alegando prejuízos, Prefeitura decidiu fechar

D

esde o mês de maio deste ano se discute a possibilidade de encerramento das atividades da Farmácia Popular do Brasil em Camboriú. A estrutura, inaugurada em 2006, funcionava no distrito do Monte Alegre. A Farmácia Popular foi criada pelo Governo Federal para ampliar o acesso aos medicamentos para as doenças mais comuns entre os cidadãos através de convênio com o município. Mas, segundo a Prefeitura de Camboriú, não atendia a todas as necessidades dos moradores e gerava gastos. "A Farmácia Popular é um grande problema para o município, tem um custo absurdo e o repasse do Governo Federal é pequeno", alega a secretária de Saúde, Márcia Freitag. O assunto começou a ser discutido com mais intensidade quando a Farmácia Popular do Brasil mudou de endereço: saiu da rua Monte Agulhas Negras e foi para a rua Monte Nevada. A plotagem com identificação do programa do Governo Federal continuou na sede antiga. O novo endereço não recebeu a padronização e moradores garantem que, desde que a mudança ocorreu, começaram a faltar remédios. Temendo o possível fechamento e percebendo que a Farmácia Popular do Brasil já não contava com todos os remédios, um grupo de moradores decidiu se unir e iniciar um abaixo-assinado. O documento pedia que a Farmácia Popular continuasse aberta e atendendo adequadamente a população. O abaixo-assinado reuniu cerca de 3 mil assinaturas e foi entregue por um dos organizadores, Agostinho Ribeiro, ao presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa

Gustavo Zonta/LP

de Santa Catarina, o deputado Volnei Morastoni. Vereadores da cidade também se mobilizaram. Jane Stefenn e Ângelo César Gervásio apresentaram um requerimento na Câmara em que pediam que a Prefeitura mantivesse o credenciamento junto ao Governo Federal.

"A população não vai ficar sem medicamento", diz secretária As atitudes não surtiram efeito. No dia 31 de julho, a Farmácia Popular do Brasil fechou. Na fachada, comunicados foram afixados. Eles informam que estão encerradas as atividades e será aberta no local a farmácia municipal. A secretária de Saúde afirma que o que motivou a decisão foi a necessidade de se fazer a correta gestão de recursos. "Eu sei o que estou fazendo. A minha função é ser gestora, é fazer mais com menos", explica. "A população não vai ficar sem medicamento, a farmácia municipal vai atender as necessidade. Porque as pessoas não entendem isso?", questiona a secretária. Para Agostinho, as pessoas não entendem porque nada foi explicado. Quando os boatos do possível fechamento surgiram, a própria secretária afirmou que só tomaria essa decisão depois de fazer uma reunião com a população. Isso não ocorreu. Márcia alega que as pessoas não participariam. Ela ainda afirma que o abaixo-assinado não pode ser

Fechada. Unidade fechou no dia 31 de julho. No local, será aberta a farmácia municipal

Farmácia Popular do Brasil em Santa Catarina No estado, apenas 15 municípios contam com a Farmácia Popular do Brasil. Deles, somente quatro têm menos de 100 mil habitantes. Camboriú era um deles. A cidade é a primeira do estado a fechar a Farmácia Popular do Brasil. Blumenau também já solicitou ao Ministério da Saúde o encerramento das atividades. O projeto Farmácia Popular foi criado para ampliar o acesso dos brasileiros a medicamentos essenciais. Ao todo, existem mais de 107 itens oferecidos ao cidadão a baixo custo.

tomado como uma representação do desejo da população. "As pessoas que estavam assinando nunca entraram na Farmácia Popular. Ele foi conduzido por um grupo contrário ao governo", afirma. Ela ainda acusa os organizadores de falsificar assinaturas e afirma que moradores de outros bairros, como o São Francisco de Assis, foram induzidos a assinar sem saber do que se tratava. Agostinho defende a legitimidade do documento.

"A Farmácia Popular é do município, não do bairro. Todos os moradores tinham o direito de assinar", afirma.

Farmácia Municipal Márcia garante que esta foi a decisão acertada. "Quando a farmácia municipal for aberta, vão perceber que estávamos certos", afirma. Ela explica que além dos

medicamentos que os moradores já encontravam na Farmácia Popular, remédios conseguidos através de decisões judiciais também serão fornecidos pela farmácia municipal, o que vai evitar que a população do Monte Alegre tenha que ir até o centro da cidade fazer a retirada. A farmácia municipal deve ser aberta após o dia 15 de agosto, depois que a Fiocruz fizer a retirada dos medicamentos e o encerramento formal das atividades da Farmácia Popular do Brasil. O vereador José Pedro Costa, o Zé Pedro, líder do governo na Câmara, ressaltou na sessão de terça-feira, dia 6, a necessidade da Secretaria de Saúde prestar esclarecimentos sobre a atitude, tomada sem a comunicação à população. A secretária este reunida com os vereadores na tarde de ontem, quinta-feira, dia 8, para explicar o motivo do fechamento.


9

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

TROFÉU MÚTUA 2012

Eleito o Melhor Escritório de Arquitetura da Região

O PRÊMIO AREA – TROFÉU MÚTUA consiste no reconhecimento aos profissionais e empresas em destaque no mercado da construção civil, por meio de seus projetos, ações e obras. As camboriuenses Deise Soares e Danusa Soares, juntamente com seu pai Lenildo Soares, diretor da empresa, receberam a premiação na Associação Regional de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos – AREA Itajaí Fotos: Gustavo Zonta/LP

Na noite do dia 27 de julho aconteceu a entrega do Prêmio AREA - Troféu MÚTUA para as empresas e profissionais que se destacam no mercado da construção civil. O reconhecimento para os melhores do ano de 2012 marcou a comemoração dos 32 anos da Associação Regional de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos - AREA de Itajaí. Na ocasião, a empresa LDD Engenharia e Arquitetura foi premiada como o melhor escritório de arquitetura da região. A LDD ARQUITETURA é um dos escritórios de arquitetura líderes no mercado imobiliário da região do Vale do Itajaí. Com sede em Balneário Camboriú, desenvolve projetos arquitetônicos de empreendimentos residenciais, comerciais, plano de massas, loteamento urbano e aeronáutico. O escritório é dirigido por Lenildo Soares, na responsabilidade técnica da Arquiteta e Urbanista Deise Soares e da Engenheira Civil Danusa Soares. Em Camboriú, o escritório assina o projeto do Plano de Massas Alameda Provence, a ser lançado na cidade pela construtora Carelli. O empreendimento será um dos maiores do município, composto por um centro comercial e doze torres de edifícios distribuídos em sessenta e cinco mil metros quadrados.

A arquiteta Deise Soares, responsável técnica pela LDD, recebe o Troféu Mútua 2012 das mãos de Paulo Sergio Arias, presidente da AREA de Itajaí

Danusa e Deise com o pai Lenildo Soares, diretor da LDD Arquitetura Contemporânea

A engenheira civil Danusa Soares e a arquiteta Deise Soares, responsáveis técnicas pela LDD Arquitetura Contemporânea

Deise e Danusa com Carlos Alberto Kita Xavier presidente do CREA de Santa Catarina

www.lddarquitetura.com.br Profissionais que integram a equipe da LDD Arquitetura Contemporânea


10

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Cidade

Hélio Marcos Benvenutti email: hmarcos@terra.com.br twitter: @HMBenvenutti

Funcionários da Celesc defendem qualidade dos serviços prestados à população No Vale do Itajaí, greve ocorreu ontem, quinta-feira. Agência de Camboriú, que tem apenas um funcionário e um estagiário, não aderiu

Gustavo Zonta/Arquivo/LP

OBRA MAL SINALIZADA E INDENIZAÇÃO Alô, alô, galera, voltei... falando pra nossa terrinha, as verdades e meias verdades, das doideiras que estão por aí! É comum se andar por aí e ver obras públicas mal sinalizadas. O dia em que os administradores forem responsabilizados pessoalmente por acidentes ocasionados devido à deficiência de sinalização nas obras, a bagunça deverá acabar. O desleixo dos responsáveis pela execução das obras, quando ocasionam acidentes, quase sempre acaba estourando no bolso do contribuinte. Há alguns anos uma rua de Camboriú foi alargada e um poste de energia elétrica foi deixado no seu leito, ocasião em que um motociclista bateu no obstáculo e se machucou. O município de Camboriú e a Celesc foram condenados a pagar indenização, que hoje soma cerca de R$ 70 mil. No ano passado um motociclista se acidentou numa outra obra pública em Camboriú. A empresa contratada pela municipalidade construiu um bueiro quase no meio da via e como sinalização, inadequadamente, ao invés de usar placas refletivas, colocou uma telinha sustentada por duas barrinhas de ferro. Diante da sinalização ineficaz o motoqueiro bateu nos ditos ferros, se desequilibrou e acabou caindo e fraturando o antebraço. Ele chegou a passar por cirurgia, além de sofrer com cicatriz que lhe foi deixada no acidente. Em consequência do acidente o motociclista sofreu danos morais, ante a dor, o sofrimento, a tristeza e demais prejuízos que são comuns em casos como este. Agora a vítima está pedindo na justiça uma indenização da empreiteira responsável pela execução da obra. Na semana passada a 4ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina também confirmou uma sentença que condenou a Casan e o município de Indaial a pagarem cerca de R$ 12 mil por danos morais, materiais e estéticos, a um pai e seu filho. A dupla, quando transitava em via pública, se deparou com um cavalete impróprio para sinalização de obras e colidiu com um automóvel que vinha em sentido contrário. Do sinistro resultaram prejuízos e sequelas que justificaram a condenação indenizatória. Diante de todos estes casos a população deve reclamar uma melhor sinalização das obras públicas, para que no caso de acidente não tenha que acabar pagando pela incompetência dos seus executores. Por agora é isso, porque eu vou procurar saber como anda a sinalização das obras da cidade. Fui!

Atendimento. Na agência de Camboriú, atendimento segue normalmente

L

oreci Meurer é síndico de um prédio que fica no centro de Camboriú. Ele já perdeu as contas de quantas vezes solicitou atendimento à agência da Celesc da cidade e voltou para casa insatisfeito. Para Loreci, a falha começa na leitura do consumo de energia e se estende até a falta de estrutura e profissionais da agência. A última vez que procurou atendimento foi na sexta-feira, dia 2. Ele conta que apesar de cadeiras e senha eletrônica terem sido instalados no local, os problemas continuam. “O atendimento é muito demorado”, explica. Isso ocorre principalmente porque faltam profissionais para atender na agência da Celesc de Camboriú. E o problema não existe somente aqui. Garantir que o cidadão tenha o atendimento adequado pela Celesc foi uma das motivações dos funcionários da empresa que, nesta semana, paralisaram os serviços.

Em nota oficial, o Sindicato dos Trabalhadores Eletricitários do Vale do Itajaí - Sinditevi afirma que “os trabalhadores da Celesc, em Estado de Greve, paralisaram suas atividades na quinta-feira, dia 8, em defesa da qualidade dos serviços prestados à população catarinense”. A nota continua: “As sucessivas reclamações dos consumidores, motivadas pela falta de pessoal e investimentos, não nos deixaram outra alternativa que não seja a mobilização como forma de dar um basta neste processo de desmonte da empresa. A Celesc já foi referência nacional em relação ao atendimento de seus clientes. Hoje enfrenta dificuldades em função da redução de seu quadro de empregados”. Camboriú não aderiu à paralisação porque para que seja legal, um número mínimo de funcionários tem que continuar trabalhando. E a cidade só conta com um funcionário

e um estagiário. Segundo o Sinditevi, aqui também não há mais eletricistas. A gerência da Celesc de Itajaí já se manifestou afirmando que solicitou ao governo novos profissionais e pretende investir na rede elétrica da cidade e região, mas isso ainda não ocorreu. “A diretoria da empresa vem protelando a recomposição do quadro de pessoal, acarretando não só a piora no atendimento à população, mas também à sobrecarga nos trabalhadores, expondo-os a sérios riscos de saúde e segurança em uma atividade de alta periculosidade como a do setor elétrico”, alega o sindicato da categoria. A manifestação dos trabalhadores exige a imediata chamada dos aprovados nos últimos concursos públicos, a realização de um novo concurso para a recomposição das vagas administrativas e de atendimento e a contratação de mais trabalhadores.


11

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Especial Sxc.hu/Divulgação/LP

H

MEU PAI É UM SUPER HERÓI

Para comemorar o Dia dos Pais, o Linha Popular conta a história de um homem que transformou sua vida para realizar o sonho do filho

á um ditado que diz que "mãe é tudo igual". Pai não é. Pai não carrega o filho na barriga por nove meses, não sente as dores do parto, não tem a mesma preocupação. Mas isso não torna os pais inferiores. As preocupações deles são diferentes. Há os filhos que os acusam de ser menos carinhosos, mais práticos, mais distantes. Mas até também os que os idolatram, os que afirmam que eles são "o primeiro amor de sua vida", seus super-heróis. Em Camboriú, temos muitos exemplos de pais presentes, atuantes e que vivem em nome de seus filhos. E eles não são todos iguais. Na semana passada, o perfil do Linha Popular foi com Antônio Milton Garcia, o Bicudo. Há mais de 20 anos, ele se separou da esposa e, sozinho, criou seis filhos. Sozinho. Dava banho, alimentava, levava e buscava da escola. E não se arrepende de nada. Outro pai exemplar é Ailton Pereira, padeiro de 49 anos. Sua mulher, Adriane, afirma que apesar de passar quase 14 horas dentro de uma padaria, sempre foi "um pai super dedicado e presente". Ailton é pai de Jackson, de 28 anos, Jeferson, de 18, Camile, de 2 anos, e tem o enteado Vitor, de 13 anos. Entre as atividades que exerce como "paizão", busca a filha na creche todos os dias e cuidou dos filhos para que a esposa pudesse estudar. "Ele é um grande exemplo", diz Adriane. Não faltam exemplos de bons pais por aqui. Homens que são modelo de dedicação e responsabilidade com os filhos. Como não é possível apresentar todos, selecionamos a história de um pai que mostra que tudo é possível para fazer um filho feliz.

Márcio trabalha para o filho, que só tem 11 anos Arquivo da família/Divulgação/LP

Trabalho em equipe. Márcio se tornou mecânico do filho Carlinhos, piloto de velocross

Na década de 90, Márcio Gervasi participava de competições de velocross. Sempre gostou de moto, mas não pode levar a carreira adiante por dificuldades financeiras. Ele tem dois filhos, Marcel, de 23 anos, e Carlos, de 11. Foi o mais jovem que demonstrou a mesma paixão do pai. Carlinhos, como é conhecido, participa de competições de velocross e já contabiliza títulos importantes. E para evitar que a carreira do filho fosse interrompida, como a sua foi no passado, Márcio decidiu transformar sua vida. "Nós compramos a moto dele, mas não tínhamos dinheiro para pagar o mecânico. Então eu fiz um curso e aprendi", ele conta. Os dois formam um time de sucesso. A cada conquista de Carlinhos, a emoção de pai e filho extravasa. "Sempre que ele está correndo, participando de competições,

quando a prova encerra a gente chora. É uma emoção muito forte", conta o pai. O que mais orgulha Márcio é ver a seriedade com que Carlinhos encara a carreira. "Ele é muito técnico, tem muita responsabilidade. Para ele, não é uma brincadeira", afirma. Márcio percebe: "Eu acho que o Carlinhos se espelha em mim". O menino não nega. A primeira palavra que usa para definir Márcio é "paizão". "Ele está comigo sempre, me ajuda em tudo, faz tudo por mim", diz o menino, que conta que sempre recorre ao pai para pedir conselhos nos momentos de dificuldade. Para Carlinhos, o trabalho em conjunto com o pai é o que faz sua carreira dar certo. Para Márcio, também. "Hoje eu estou me realizando junto com ele", garante. "Ele é meu sonho", diz Márcio.

Aos pais biológicos e para aqueles que não são, aos pais presentes e para aqueles que não podem estar sempre presentes, aos pais casados e aos solteiros, aos pais de todas as idades, enfim, para todos aqueles que assumiram esta missão, nossa homenagem nesse dia muito especial.

Feliz Dia dos Pais!

Neto Santana e família

Parabéns a todos os pais. Nossa homenagem nesse dia especial e sempre. Homenagem de Neto Santana Felicidades! Presidente do PSD Camboriú


12

K E arina

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

lisa

karina.elisa@gmail.com www.twitter.com/kasocial Fotos: Arquivo pessoal/LP

Estúdio Fotográfico Marciane/LP

Como homenagem a todos os pais de Camboriú, publicamos aqui a foto do paizão Ailton Pereira com a filha Camile. Desejamos um feliz Dia dos Pais para todos aqueles homens que dedicam grande parte de suas vidas para cuidar de seus filhos. Jéssica Stolfi está soprando velinhas hoje, dia 9, e recebe aqui esta homenagem repleta de muita positividade, amor, saúde e realizações. Que você seja muito, muito feliz, querida!

Quem aniversaria na quarta-feira, dia 14, é a editora do Linha Popular, a jornalista Naiza Comel. Na foto, ela durante a viagem que fez a Machu Picchu, no Peru. Pessoa muito querida por todos, Naiza recebe aqui os parabéns de toda a equipe do LP e de seus amigos. Parabéns, amiga, muitas felicidades e sucesso!

Os familiares dos noivos Rubya Tarasiuk e Marlon Tomelin desejam a eles muito amor e felicidade pela passagem de seus aniversários. Ele fez níver no dia 2 e ela faz hoje, dia 9. Parabéns ao belo casal!


13

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Neste dia 11 de agosto, nosso abraço especial para o único Super Herói que a gente acredita existir mesmo depois de grande.

Feliz Dia dos

PAIS


14

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Cidade

Eleição da Associação População pode auxiliar no de Moradores do Santa combate à sonegação fiscal programa para orientar consumidores, empresários e comerciantes Regina é investigada Estadoelançou pede ajuda da comunidade para identificar casos de irregularidade Chapa derrotada denuncia mudança nas regras da eleição no dia do pleito e sem comunicação prévia. Uamca avalia denúncia

N

o dia 27 de julho, foi realizada a eleição da Associação de Moradores do bairro Santa Regina. A chapa 2, presidida por Adarto Jesus Gonçalves, venceu a chapa 1, de Samuel Cosmo da Silva, por uma diferença de 13 votos - 143 contra 130. No entanto, o edital de confirmação do pleito não chegou a ser publicado pela comissão eleitoral. Isso porque denúncias apontam irregularidades no processo. A denúncia foi feita pela chapa 1 e é avaliada pela União das Associações de Moradores de Camboriú - Uamca. Segundo Miguel Oliveira, presidente da comissão eleitoral, o principal problema foi uma mudança de última hora na realização do pleito. "O edital previa que a eleição só poderia ter dois votos por lote, mas no dia, a chapa 2 disse que tinha trabalhado em cima de mais votos e pediu que o número fosse aberto", conta Miguel. De acordo com a comissão eleitoral, foi a Uamca que "liberou" o número maior de votos por lote no pleito. Com isso, a chapa 1, que teria trabalhado seguindo a orientação do edital, se sentiu lesada e fez a denúncia formal no dia seguinte à eleição. Miguel Eufrazino de Lima, presidente da Uamca, garante que a entidade não foi a responsável pela liberação do maior número de

votos por lote. "A responsabilidade pelo pleito é da comissão eleitoral", esclarece. Ele explica que houve muita confusão em torno da solicitação da chapa 2, o que acabou atrasando o início da votação. "Para tentar contornar a situação e dar andamento à eleição, nosso jurídico sugeriu que fosse aberto para mais votos", diz Miguel Eufrazino. "Eu não me manifestei porque a Uamca só acompanha a eleição. A comissão eleitoral concordou com a sugestão", completa o presidente da entidade. Miguel Eufrazino salienta que não está culpando a comissão eleitoral pela confusão. "Não houve culpados, houve muita confusão naquele dia e essa foi a saída encontrada", explica. A denúncia foi recebida pela Uamca e encaminhada à Federação das Associações de Moradores do Estado de Santa Catarina - Famesc, que deve avaliar a situação. "Esperamos a orientação da Famesc para saber de que forma essa eleição vai ficar", diz o presidente da Uamca. De acordo com a comissão eleitoral, caso a Uamca não se manifeste sobre a denúncia, o Ministério Público será procurado. Por enquanto, o pleito continua valendo, mas a chapa eleita não toma posse enquanto não for publicado o edital de confirmação da eleição.

T

oda empresa, seja de prestação de serviço, indústria ou comércio, tem a obrigação de emitir notas fiscais. A nota fiscal é a certidão de nascimento da compra. Ela mostra onde e quando o consumidor adquiriu o produto, comprova a garantia e informa sobre outros dados. Assegura ainda o direito na hora de registrar a reclamação nos órgãos de defesa do consumidor. Exigindo a nota fiscal, a população está assegurando a arrecadação de impostos que auxiliam na construção de escolas, creches, hospitais, e são pagos pelos estabelecimentos ao governo. Por isso, empresas que não emitirem o documento estão sonegando impostos e prejudicando a população. Um morador de Camboriú procurou a reportagem do Linha Popular alertando para estabelecimentos comerciais da cidade que não emitem notas fiscais. No caso de prestadores de serviço, o imposto é pago à Prefeitura, que faz a fiscalização. Já no caso do comércio o imposto é recolhido pelo Estado, que elabora medidas para combater a sonegação. "Gostaria muito que todos os que não cumprem as leis fossem investigados, pois isso não gera arrecadação e com isso vêm as falhas do sistema", opina o morador que identificou o problema na cidade.

Reprodução/LP

Site. Cidadãos podem realizar denúncia através da Internet, na página da Secretaria da Fazenda do Governo do Estado

Ele chama a atenção para a situação e pede que Prefeitura e Ministério Público investiguem a situação dos comércios. Isso, segundo o Governo do Estado, já começou a ser feito. Em junho deste ano, profissionais da Secretaria de Estado da Fazenda, Ministério Público e Procuradoria Geral do Estado assinaram um documento chamado de Carta por Santa Catarina. Entre as resoluções presentes na Carta estão: definir, a curto prazo, uma política de combate a devedores de tributos; intensificar o compartilhamento de informações; divulgar, periodicamente, condenações criminais resultantes das ações do MP na área de combate à sonegação fiscal; e compartilhar ações de proteção ao consumidor, entre outras. O secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni, ressalta que

o Estado precisa custear uma série de estruturas, e os valores que são sonegados acabam fazendo falta para todos. "Estamos atravessando um momento de lenta recuperação da arrecadação, mas de acelerado crescimento de demandas", disse. O procurador-geral de Justiça, Lio Marcos Marin, destaca que o Ministério Público tem privilegiado a questão da ordem tributária. "Hoje, em todo Estado, já existem promotorias regionais da ordem tributária com foco no combate à sonegação fiscal", afirma. Para auxiliar o governo e o Ministério Público na fiscalização, o consumidor pode atuar. Através do site da Secretaria de Estado da Fazenda, a denúncia pode ser feita. Acesse: http:// www.sef.sc.gov.br/servicos-orientacoes/diat/denuncia-de-sonegacao-fiscal.

Ser pai é ser exemplo de luta e trabalho sem perder o amor!

Feliz Dia dos Pais!

PAI:

Vereadora Jane Stefenn

EXEMPLO. AMIZADE CARINHO. ADMIRAÇÃO

Homenagem do Vereador Guigo (PDT)


15

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Segurança

Delegada conclui inquérito sobre briga envolvendo lutadores de MMA

Jovem é assassinado no Rio do Meio

Kauê Mena e Maiquel Falcão são apontados como vítimas. Dois envolvidos responderão por tentativa de homicídio e os demais, por lesão corporal

Este foi o 15° homicídio registrado em Camboriú em 2013

A

Polícia Civil concluiu nesta semana o inquérito policial sobre a briga envolvendo dois lutadores de MMA, ocorrida no dia 6 de julho em um posto de combustíveis em Camboriú. Os atletas Kauê Mena e Maiquel Falcão são apontados como vítimas. Dos seis agressores, dois responderão por tentativa de homicídio e quatro por lesão corporal. De acordo com a delegada Daniela de Souza, falta apenas a conclusão do laudo pericial do exame de corpo de delito indireto ao qual Kauê foi submetido. O lutador está

internado em estado grave desde a briga, e foi transferido para um hospital do Rio Grande do Sul, seu estado de origem. "Conversei com mé-

dicos e o inquérito será encaminhado ao Fórum ainda esta semana. Já temos imagens, ouvimos todos os envolvidos", disse a delegada.

Vítimas e acusados Os dois lutadores foram apontados como vítimas. Falcão responderá a outro processo aberto pela mulher que teria sido assediada e agredida por ele no posto, o que deu início à confusão. Os outros envolvidos são apontados como acusados.

Um menor, de 15 anos, e outro homem, responderão por tentativa de homicídio. O menor é o autor da paulada que atingiu Kauê na cabeça. O outro acusado chutou e deu socos no lutador quando ele já estava desmaiado. Agora, o caso segue na Justiça.

Jovem confirma que foi contratado para matar gerente de posto

Polícia Civil pretende concluir inquérito hoje, sexta-feira, dia 9, e pedir a prisão dos outros envolvidos

A

Polícia Civil prendeu na sexta-feira passada, dia 2, Elvis Pires, de 21 anos. Ele confessou o envolvimento na morte de Leonardo de Sá Rodrigues, de 26 anos, e de Alexsander Bernardes, 27. Segundo o delegado Celso Pereira de Andrade, da Divisão de Investigações Criminais - DIC de Itajaí, Elvis confirmou a versão de Josiane Gonçalves. Ela está presa e disse à polícia que foi procurada por seu amigo, Junior Pimenta, que pediu ajuda para que contratasse alguém para matar Leonardo. A motivação seria passional. "Ele confessou o envolvimento, mas disse que quem

matou foi um menor que fazia parte do grupo contratado", disse o delegado. Elvis ainda afirmou que recebeu R$ 250 para cometer o crime. No entanto, ele disse que o plano inicial era de "dar um susto", mas que não mataria Leonardo. "Ele disse que só matou os dois porque foi reconhecido", conta o delegado. Leonardo e o amigo foram encontrados dentro do porta-malas de um carro na Canhanduba. Além do menor envolvido no crime, outro homem teria participado. Eles ainda não foram detidos. Segundo o delegado, o inquérito deve ser concluído ainda hoje.

DIC/Divulgação/LP

Preso. Elvis confessou que recebeu R$ 250 para cometer o crime

U

m homem de 25 anos foi morto na madrugada de sábado, dia 3, na rua João da Costa, Rio do Meio, em Camboriú. Leandro Alves foi atingido por três tiros em frente ao Rancho Zé Camila. Segundo testemunhas, dois homens

aguardavam por ele no local e depois do crime, fugiram em uma moto. Leandro era pedreiro e morava em Camboriú. Este foi o 15° homicídio registrado em Camboriú em 2013. Desde o dia 13 de junho, nenhum assassinato ocorria na cidade.

Acusado de homicídio vai a júri popular Crime ocorreu em agosto de 2012 após briga de trânsito, no centro de Camboriú

S

erá realizado hoje, sextafeira, dia 9, o julgamento de Henrique Martins de Freitas, o Paulista. Ele é acusado de ter matado Luiz Fabiano Rodrigues da Silva em agosto de 2012, após uma briga de trânsito. O crime ocorreu em uma tarde de domingo no centro de Camboriú. Luiz Fabiano e um amigo, Leandro Machado, estavam em um carro que bateu atrás de uma Sportage na rua José Francisco Bernardes, no centro da cidade. Depois do acidente, ocorreu uma discussão no local, e, em seguida, Luiz Fabiano e Leandro seguiram, de carro, até a rua Lauro Müller, em frente ao Itaú, ao lado da Praça da Igreja Matriz. Os envolvidos no acidente teriam se reencontrado e o motorista da Sportage atirou contra os dois. Luiz Fabiano foi atingido por um tiro na cabeça. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital. Leandro foi atingido por um tiro no bra-

ço. Ele tentou fugir correndo do local do crime e foi encontrado pelo Samu, que o encaminhou ao hospital. A Sportage era conduzida por Paulista. Ele fugiu do local e horas após o crime, um menor procurou um vigilante do campo de golf, no bairro São Francisco de Assis, e mostrou dois revólveres. Ele foi encaminhado à polícia e disse que estava envolvido com o crime. No entanto, a suspeita era de que o autor do homicídio havia entregado as armas usadas para o adolescente, que foi detido para esclarecimentos. Cerca de um mês após o homicídio, Paulista foi preso em uma residência do bairro Taboleiro. Ele está no Presídio Regional da Canhanduba e deve se apresentar acompanhado do advogado, que pretende alegar inocência. O adolescente que havia assumido o crime vai depor como testemunha. O júri popular está marcado para as 13h no Fórum de Camboriú.


16

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Perfil

S

e no imaginário das pessoas existe a típica professora de escolinha do interior, ela é a Ednete Mateus. A fala é calma, o jeito sutil. Ela passa a todos a sensação de tranquilidade. Ednete tem 41 anos e é uma mulher pequena e de aparência frágil. Passou por momentos difíceis da vida, mas por trás da roupa discreta, longos cabelos escuros e óculos de grau, se esconde uma pessoa forte, realizada e convencida de que as dificuldades a tornaram melhor. Ednete é mãe de Bruna, de 18 anos, e de 49 crianças que estudam na Escola de Campo Hercílio Zimmermann, na localidade dos Macacos. Mãe é a palavra que a define na função de professora porque apesar da calma, tranquilidade e da paixão pelos alunos, não deixa de chamar a atenção das crianças quando é necessário. “Com os alunos eu sou mãezona, mas ao mesmo tempo alguns dizem que sou muito brava”, ela conta. Seu objetivo é que tenham uma educação de qualidade e que cresçam cidadãos de bem. Seu sonho sempre foi educar. Ednete, filha de Getúlio e Benta, é nascida e criada na Vila Conceição. Ela estudou na escola em que hoje dá aula. Sempre teve suas professoras como referência. “Eu trazia na alma a vontade de ser professora”, ela afirma. Concluiu os estudos na escola José Arantes, no centro da cidade, onde também fez magistério. Fez faculdade e pós-graduação na área. Seu primeiro emprego como professora foi em 1991, quando foi chamada para ensinar na escola em que ela mesma foi alfabetizada. “Fiquei dois anos aqui e voltei para o centro de Camboriú. Fiquei oito anos no Andrônico Pereira, cinco no Clotilde Ramos Chaves e agora estou aqui novamente desde 2008”, relata. Ednete sempre teve o apoio da família para estudar. “Para casar, a condição do pai foi que eu teria que continuar os estudos”, conta. Aos 18 anos, ela se casou. A relação teve altos e baixos e resultou na separação cinco anos atrás. “Nós, no interior,

“Eu trazia na alma a vontade de ser professora” Se ser educadora é um dom, Ednete Mateus nasceu com ele. Professora da Escola de Campo Hercílio Zimmermann, acredita na educação como forma de transformar crianças em adultos de bem Gustavo Zonta/LP

casávamos com aquele sonho viver juntos para sempre. A palavra ‘separada’ parecia um rótulo que eu não era capaz de suportar”, ela explica. “Mas quando decidi, foi amigável e não voltei atrás”, completa. Ednete voltou com a filha para o interior. Naquele ano, teve graves problemas de saúde e passou por quatro cirurgias. Enfrentou ainda uma enchente e perdeu o pouco que tinha. “A família tinha medo que eu morresse. Eu dizia que não. Quem tem plano não morre”, afirma a professora. Voltou a dar aula na escola em que cresceu. Foi professora até da filha e encontrou ali a força que precisava para recomeçar. “Eu posso ter muitos problemas em casa, mas quando chego na escola, é outro mundo. Eles dizem que me amam, mandam cartinhas. Mostram aquele amor verdadeiro, sem

falsidade. Eles são o que são, não mentem”, acredita. Mas Ednete admite que foi difícil: “Tem que ter uma estrutura muito boa para não cair, mas tenho a família, os amigos, meus alunos”. Os altos e baixos continuaram,

Quem tem plano não morre

“ e no ano passado, três fatos tristes a abalaram. Duas alunas faleceram com problemas de saúde. Eram crianças que Ednete também tinha como filhas. Em seguida, foi seu ex-marido, pai de sua filha que morreu.

Focou em ajudar Bruna a passar por esse momento e mais uma vez, recomeçar. Tem funcionado. “Você aprende com a vida, até mesmo com as coisas ruins. Hoje meus amigos dizem ‘o que está acontecendo com a Ednete? Era uma no passado e outra agora’”, ela conta. E responde: “Eu não sou mais a mesma, foi como se começasse uma vida nova”. A religião também a ajudou. Evangélica, frequenta a igreja e procurou na fé ajuda para passar pelas crises. “A gente sofre, chora porque é ser humano, mas a gente não sabe qual o plano de Deus. Superei”, garante. E foi com a fé e a vontade de viver renovada que passou pelos momentos difíceis e hoje se considera realizada. A filha, Bruna, iniciou a faculdade de Direito e mora com uma amiga de Ednete, Sandra, na cidade. “A Sandra é um anjo que apareceu em

nossa vida”, afirma. A casa da família, também na região central de Camboriú, está em fase final de construção e, em breve, mãe e filha voltam a morar juntas. “Eu sou mãezona demais. Tem pessoas que dizem que eu sou superprotetora, mas é porque eu só tenho ela. Babo mesmo, ela é tudo”, afirma, rindo. Ednete percebe muito dela na filha. “Eu sou muito certinha, responsável ao extremo. Às vezes isso até me prejudica. Não deixo nada para a última hora, sempre planejo. O pai passou isso para nós, a responsabilidade”, conta. E compara: “A Bruna ainda é mais assim do que eu. A diferença é que eu tenho muita tranquilidade, mas a Bruna não. Não dá pra bater de frente com ela”. Vai voltar a morar com a filha, mas apesar da mudança, promete que não vai deixar sua escola no interior. “Vou continuar vindo todos os dias. Não largo eles não”, afirma. “É paixão, eu amo todos. Na hora de brigar eu brigo, mas educo. A Hercílio Zimmermann tem um lema: respeito e família. Eu acredito nisso”, diz. E ela sabe que é reconhecida. “As famílias têm uma confiança muito grande em mim, porque hoje meus alunos são filhos dos meus ex-alunos. Já é a segunda geração”, ela conta. “Aqui resgatamos valores, o bom dia, por favor, obrigada”, afirma. Sabe, porém, que a educação não é mais tão valorizada quanto era na sua infância, que muitos pais acabaram fazendo com que a escola educasse seus filhos. Sabe que o professor não é mais aquela referência, aquela autoridade na comunidade, como era em sua época. Sabe que falta valorização e teme que ninguém mais queira ser professor. É por isso que continua na escolinha do interior. Porque ali ainda pode exercer a função que sonhou seguir. Porque ali tem o apoio das famílias, o respeito dos alunos, é referência na comunidade. Ali, a educação ainda é como em seu tempo. É na pequena escola, multiseriada, longe da cidade, que Ednete pratica a educação em que acredita.


17

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Saúde

Profissionais da Saúde recebem homenagem na Câmara de Vereadores Prêmio Mérito em Saúde foi entregue a quinze pessoas que atuam na área em Camboriú

Naiza Comel/LP

A

Câmara de Vereadores de Camboriú entregou, esta semana, o Prêmio Mérito em Saúde. Quinze profissionais da área foram homenageados na sessão solene realizada na quarta-feira, dia 7. O Prêmio Mérito em Saúde foi criado em 2010, por proposta do então vereador

José Rodrigues Pereira, o Zé Branco. O Prêmio visa o reconhecimento dos trabalhos de profissionais que atuam na cidade, através da indicação de um nome por vereador. Veja outras fotos do evento na página do LP no Facebook.

ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO Comarca - Camboriú / 1ª Vara Cível Rua São Paulo, 1271, Loteamento Santa Regina III, Areias – CEP 88345-662, Fone: 47, Camboriú – SC – E-mail: camboriu.civel1@tjsc.jus.br Juíza de Direito: Juliano Rafael Bogo Escrivão: Taiana Mariel Nascimento EDITAL DE INTERDIÇÃO - Art. 1184, do CPC - PRAZO DO EDITAL: 10 DIAS Interdição nº 0004605-78.2012.8.24.0113 Requerente: Fernando Rocha e outro Interditando: Marina Kellermann Interditando(a)(s): Marina Kellermann, Rua Fracisco Barreto, 161, Centro - CEP 88340000, Camboriú-SC, CPF 414.858.749-04, RG 4/R.572.419, nascida em 11/12/1954, Divorciada, brasileiro(a), natural de Blumenau-SC, Comerciante, pai Ralf Kellermann, mãe Maria Mendes Kellermann. Doença Mental Diagnosticada: doença cerebral vascular. Data da sentença: 29/10/2012. Curador(a) Nomeado(a): Sabrina Rocha Schroeder. Por intermédio do presente, os que virem ou dele conhecimento tiverem, ficam cientes de que, neste Juízo de Direito, tramitaram regularmente os autos do processo epigrafado, até sentença final, sendo decretada a medida postulada, conforme transcrito na parte superior deste edital, e nomeado(a) o(a) curador(a), o(a) qual, aceitando a incumbência, prestou o devido compromisso e está no exercício do cargo. E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de constume e publicado 3 vez(es), com intervalo de 10 dias na forma da lei. Camboriú (SC), 21 de novembro de 2012.

Homenagem. Quinze profissionais receberam o Prêmio Mérito em Saúde


18

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

ClassiPopular linhapopular@gmail.com

Imóveis

Imóveis

Aluguel

Troca

Anuncie! É grátis

3365-4893

Negócios Empregos

Automóveis

Motos

Vendo casa no Monte Alegre, rua Samambaia, 681. Com 13 peças e garagem para 4 carros. Fone: 9995-2938

APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO no BAIRRO FAZENDA em Itajaí, 89 m² de área privativa, 01 suíte + 01dorm. Sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, sacada com churrasqueira, salão de festas, piscina, academia, quadra poliesportiva, garagem. R$ 376.000,00. Ótimas condições de pagto. Referência 104646 Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www. apolar.com.br

Serviços

venda

casas Vendo Casa em alvenaria com 2 dormitorios e demais dependencias em terreno de 12 x 24 mts,em frente ao ponto de ônibus, rua asfaltada proximo a todo o comércio do Sta Regina. R$ 170 mil. 3365-6955 / 9636-6873. Vendo sítio a 8 km de Camboriú, com 50 mil m2 e cachoeira. R$ 360 mil. Aceito casa, carro ou apto. 8427-9202 (Paraná) / 9918-2503 (Rike) Vendo ou troco casa em Camboriú. 2 quartos, 2 banheiros, churrasqueira e fogão a lenha. 80m2 de área construída. Livre de enchente. R$ 180 mil. Aceito proposta 9739-5538 / 88282050 Vendo casa c/ 5 quartos, sala cozinha, garagem. Rua Samambaia, Monte Alegre. Troca por sítio (motivo de saúde). 8486-5502 Vendo casa no Monte Alegre, rua Monte Serra Negra. 3 quartos, sala, cozinha, banheiro, lavanderia, garag. 2 carros, churrasq. 478m2. Galpão no fundo. Valor a combinar. 3363-9126 c/ Darcilo. Vendo casa no Centro com sala, cozinha, banheiro, três quartos, área de serviço, garagem e salão de festas, e um ótimo terreno. R$ 280.000,00. 3365-6733 / 9968-0848 Vendo casa em Bombas, aprox. mil metros da praia, 2 quartos. Valor R$ 120 mil. Aceito troca por quitinete em Camboriú e Itapema. 33638428 / 8411-9355 APOLAR IMÓVEIS - EExcelente IMÓVEL RESIDENCIAL E COMERCIAL com 480 m² de área construída, próximo ao Forum, terreno com 360m², SALA COMERCIAL E APTO COM 03 DORM. E demais dependências, churrasqueira, garagem, piscina e salão de festas. . Ref.108201. R$ 750.000,00. Fone: (047) 33656820. CRECI-SC - Prot. 1766 www.apolar.com.br

Vendo bela casa de tijolo a vista. Com ótima vista. Dois grandes quartos, sendo um suite. Ampla cozinha. Grande sacada com deck de madeira e lindo jardim. Valor: R$ 700 mil. 3365- 1956 / 9626-2626 Vendo casa no centro de Camboriú, com 2 suítes mais 2 dormitorios, sala, cozinha, área de serviço. Por apenas R$ 250 mil. Ótima oportunidade. 3365-5102 - 9965-8610. Vendo casa no centro com terreno de 300 metros, com área total construída de 100m², 3 dormitorios, sala de estar e jantar, cozinha, wc social. Mais edicula com 1 suite e cozinha. R$ 300.000,00, proprietária tem interesse em permuta. 3365-5102 - 8422-3252 Vendo casa no Rio Pequeno. Terreno 12x20, casa 8x8 semi-pronta. R$ 140 mil ou troco por caminhão caçamba. 8472-7914 / 9609-2740 APOLAR IMÓVEIS CASA DE ALVENARIA no Santa Regina III, terreno com 360m², completa área de lazer com churrasqueira, 01 suíte, 01 dorm., closet, sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, garagem coberta, fundação para o 2 piso, jardim, canil, portão eletrônico .R$ 270.000,00. Ref.104639. Fone: (047) 33656820. CRECI-SC - Prot. 1766 www.apolar.com.br Vendo casa grande próximo à Policlínica, no centro de Camboriú. 3 dormitórios (1 suíte), 3 salas e área de lazer. 3365-6709 / 9660-5691 Vendo ótima casa no bairro Monte Alegre, o terreno além desta casa possui uma casa de madeira aos fundos totalizando uma área de 300 m² Valor R$ 120.000,00. Aceita financiamento, Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 3365-4995 CRECI.12.981 Vendo casa em alvenaria, 4 quartos, 2 banh. Edícula com lavanderia, salão c/ 178 m2 p/ comércio c/ porta p/ 2 ruas. Terreno mede 428m2 na rua Atenas, esq. c/ Jerusalé, bairro Santa Regina, próx. do novo ginásio da Prefeitura. R$ 230 mil. 9636-5915

Vendo casa nos fundos (com entrada da rua) no bairro Cedro. R$ 40 mil. Aceita-se carro de R$ 15 mil. 8449-2238

apartamentos APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO no Santa Regina V, 02 dorm., sala de estar e jantar, cozinha integrada, BWC social, área de serviço, 01 vaga de garagem, Área de festas. R$ 165.000,00 Ref. 104636. Fone: (047) 33656820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO NO BAIRRO AREIAS, 64 m² de área privativa, 01 suíte + 01 dorm. E demais dependências, 01 garagem privativa. R$ 180.000,00 Referência 104637 Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br Vendo apto. com entrega prevista para abril de 2013, com 2 dorm., sala, cozinha, wc social, 1 vaga garag., sacada. Entrada facilitada e financiamento pelo minha casa minha vida. R$ 130 mil. 3365-5102 - 8422-3252 APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO no Centro, ESTÁCIO DE SÁ, 01 suíte + 01 dorm. Sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, sacada com churrasqueira, garagem privativa, portão eletrônico. R$ 190.000,00 PRONTO PRA MORAR! Referência 104643 Fone: (047) 33656820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO no CENTRO de Camboriú, 69 m², 01 suíte + 01dorm., sala de estar e jantar, cozinha integrada, BWC social, área de serviço, 01 vaga de garagem, ENTREGA 03/14. R$ 170.000,00 Ref. 104631. Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC - Prot.1766/13 www. apolar.com.br

Vendo kitinete na rua Campos Novos, no bairro dos Municípios, em BC. R$ 60 mil. 84234894 ou 3263-0568 c/ Roseli APOLAR IMÓVEIS – APARTAMENTO alto padrão no Bairro Pioneiros em Balneário Camboriú, 119 m² de área privativa, 01 suíte + 02 dorm., sala de estar e jantar, ampla sacada com churrasqueira, cozinha integrada, área de serviço, 02 vagas de garagem, piscina e salão de festas. R$ 850.000,00 Ref.104649. Fone: (047) 33656820. CRECI-SC - Prot.1766 www.apolar.com.br

Sobrados Vendo sobrado novo no bairro Cedro c/ 2 dorm., garagem p/ 2 carros. R$ 120 mil. Financiamento Minha Casa, Minha Vida. 9636-6873 / 8491-6732 Vendo sobrado para ser acabado no Minella, em terreno de 300m². Troca por imóvel até R$ 150 mil e transfere 74 parcelas de R$ 1.180,00 direto com loteador. 33656955 / 9636-6873 Vendo sobrado no Santa Regina 4, 2 suítes, cozinha, sala, lavabo, churr., garagem, área de serviço. Área constr. 84 m2. R$ 130 mil. 50% entrada restante em janeiro de 2013. 9957-8004 Vendo excelente sobrado geminado no bairro santa Regina VI, possui uma suíte com sacada, um dormitório, entrada facilitada, valor R$ 140.000,00 Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 33654995 CRECI.12.981

Vendo sobrado no Santa Regina 5, c/ 2 suítes, cozinha, sala,WC, churr., garagem, área de serviço. Área contr. 112 m2. R$ 155 mil. 9957-8004 Vendo sobrado c/ 1 suíte c/ sacada + 2 dorms., banheiro, sala de estar, lavabo, cozinha, área de serviço, churrasqueira, vaga 2 carros, 121,72m2, direto c/ construtora. Centro de Camboriú. 9920-8754 Vendo sobrado no bairro dos Municípios, com 2 dormitórios, 2 wc social, sala, cozinha, área de serviço, 1 vaga de garagem. R$ 260.000,00. Aceita proposta. 3365-5102 9190-0757 Vendo sobrados no bairro Santa Regina, com 2 dormitórios, sala, cozinha, wc social e lavabo, área de serviço, 1 ou 2 vagas de garagem, ótimo acabamento. Financiamento pelo plano minha casa minha vida. 3365-5102 - 8422-3252 APOLAR IMÓVEIS - Excelente sobrado no Bairro Tabuleiro, 02 demi-suítes, sala de estar e jantar, cozinha, amplo quintal, BWC social, 02 vagas de garagem, fácil acesso e fino acabamento. Somente R$ 200.000,00. Pronto pra morar. Ref. 104627. Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC-Prot. 1766/13 www.apolar.com.br

terrenos Vendo terreno de esquina no Centro de Camboriú, ótima localização para comércio e residência, com 350m2, R$ 300 mil. 3365-6733 / 9968-0848 Vendo terreno 300m2, R$ 110 mil. Rua pavimentada, área nobre. 9921-9054 / 8430-2598 Creci 20250 Vendo terreno com casa em obra, localizado no bairro santa Regina II, o terreno esta quitado, Aceita-se permuta no local e outras propostas, Valor R$ 130.000,00 Fone: 8441-8252 / 9168-0424 / 3365-4995 CRECI.12.981

Vendo terreno no centro de Camboriú. Área 1.600 m2. R$ 1.500.000,00 – 9957-8004 Vendo terreno de 300 m2 Rio do Meio ao lado do Clube Brejeiro, R$ 80.000,00 aceita-se proposta. Fones: 47 99102018 / 48 98146650 e 48 32990993 email: nicelegal@uol.com.br Vendo terreno na rua Biguaçu, bairro dos Municípios. R$ 250 mil. 3365-1704 c/ Gói ou 91012902 c/ Juliana APOLAR IMÓVEIS – TERRENO NO BAIRRO AREIAS com 339 m², 15x22,60 CAMBORIÚ, com 339 m², 15 m x 22,60 m, ÓTIMA LOCALIZAÇÃO! R$ 180.000,00. Referência. 104633 Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC - Prot. 1766/13 www.apolar.com.br Vendo terreno de 16,5 X 25 mts de esquina com 1 casa de alvenaria de 1 suite + 2 dormts e 1 casa de 1 dormt e demais dependencias, bairro Sta Regina 1, local livre de alagamentos. R$ 176 mil. 3365-6955 / 96366873. Vendo terreno localizado próximo ao Forum, em rua pavimentada e com excelente valorização. Bairro Santa Regina. Valor: R$ 150.000,00 Fone: 33651956 / 9626-2626 APOLAR IMÓVEIS – Terreno com 387 m² no Centro de Camboriú, ótima localização, pronto para construir. R$ 250.000,00. Aceita propostas. Ref. 12165. Fone: (047) 3365-6820 CRECI-SC- Prot. 1766/13 www. apolar.com.br Vendo terreno com 2 casas simples, 586m2, Pedra de Amolar, Ilhota. Aceito troca. R$ 70 mil. 8444-8614 / 9627-5364 c/ Dete Vendo terreno c/ 2 casas em Lages, próx. ao centro da cidade, ou troco por outra casa na região de Camboriú. (49) 9971-3357


19

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Classi Popular Imóveis

Imóveis

Aluguel

Troca

Negócios Empregos

Automóveis

Motos

Serviços

aluguel

Procuro casa ou kitinete para alugar no centro, ou próximo ao centro, de Camboriú. Com cozinha, sala, podem ser integrados, com quarto e garagem. 8481-9007 Alugo sala comercial c/ 33m2, ponto de antena parabólica, área externa coberta, banheiro c/ chuveiro. Em frente a Central de Luto. 9143-9749 (Tim) ou 84415025 (Oi). Alugo kitinetes no Taboleiro, rua Sassafrás, 344. R$ 500 – livre de água e luz. 9211-0892 / 9629-9818 Alugo apto., 2 dorm., R$ 750. Residencial Maria Helena, no Cedro. 96902762 / 9932-4180 Alugo casa c/ 1 quarto, mobiliada, centro de Camboriú. 9955-5184 Alugo 2 aptos. com 02 dorm. demais peças, com garagem coberta, no Bairro Areias Rua Bahia esq. Goiás. R$ 650,00. CRECI 19.531 - (47) 8404.4306 Alugo aptos em Balneário Camboriú de 1, 2 e 3 dormitórios. Tratar (47) 3367-2829 Alugo 3 salas comerciais de 105m2 em BC, próx. à Av. Central. R$ 2.300. Fones: 9739-5538 / 8828-2050 Alugo kitinete mobiliada. 33651967 / 9941-9306 Alugo kitinete na rua Acyla Garcia, 85, Centro. 3365-2064/9933-2974 Alugo casa no bairro Cedro, 3 quartos, rua Rodrigo Faveri, 156. Fone: 9657-2081 ou 9659-9413. Falar com Elton ou Terezinha. Alugo apartamento 2 dormitórios, no Dom Amaro - próx. escola Clotilde. R$ 750. 9918-0503 c/ Júnior Alugo casa na rua Pedro Saut Junior, 307. Kitinete. R$ 450 + água e luz. 9660-6332 Alugo sala comercial no residencial Maria Helena, no Cedro. R$ 800. 9690-2762 / 9932-4180 Alugo kitinete na rua Jamaica, no bairro das Nações, em Balneário Camboriú. 3361-64701 / 9619-11646 Alugo SALA COMERCIAL, CENTRO, CAMBORIÚ. Excelente localização. 75m², reformada, iluminação de emergência, copa, BWC mobiliado. (47) 9645-4290 CRECI/ SC Prot.1765/13 Alugo casa com 1 quarto na rua Jamaica, bairro das Nações, BC. 33616470

Anuncie! É Grátis 47

Alugo kitnete no Rio do Meio, ao lado do Clube Brejeiros. 1 dorm, sala conj. cozinha, banheiro R$ 300,00 Fones: 47 99102018 / 48 98146650 e 48 32990993 Email: nicelegal@uol. com.br Alugo casa no Santa Regina I. Dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Fone 9212-4880 c/ Cléber

Negócios Vendo máquina de costura da marca Elgin, reta. Bom estado. Feita manutenção. R$ 150. 8449-2238 c/ Ana Vendo máquinas de sorvete expresso. (51) 3586-7115 / (51) 8286-4542 Vendo Empresa de Salgados com carteira de clientes ativos, com faturamento de aproximadamente R$ 20 mil/mês, sediada em Camboriu-SC. Informações: Marcos – 9927-8006 Vendo carta de crédito que serve para compra de imóveis (casa, apartamento, sítio ou construção), valor da carta R$ 100.000,00 entrada de R$ 4.800,00 + parcelas de R$ 850,00 Contato: (48) 3626-3141 Vendo ponto de Krep´s Suíco contendo: 1 geladeira, 2 estufas (uma quente e uma fria), um freezer, balcão de pia, 2 máquinas de kreps, uma máquina de sorvete. Entrar em contato pelos fones: (47) 8481-9755, (47) 9953-1632 ou (47) 3264-8536. Falar com Paulo. Vendo táxi em Camboriú. 9977-3100 c/ Zênio. Vendo ou troco por Biz, equipamentos de salão de beleza completo semi-novo. R$ 3,5 mil. 9957-8004 Arrendamos sítio/pesque pague. Camboriú. R$ 1.100,00. CRECI 19.531 - (47) 8404.4306 Vendo televisão 29’’ marca Mitsubishi e geladeira Consul. 3368-3069 / 9982-0842

Vendo máquina de escrever Olivetti Studio 45 com maleta. P/ colecionador, perfeito estado. Melhor oferta. 9967.0164 Vendo tudo para montagem de empresa de salgados. Relação de clientes, freezer dupla ação, fritadeira grande Eccel, forno Venâncio para duas formas, máquina para fazer massa Progaz, cilindro para abrir massa, diversas bacias, formas e equipamentos para linha de produção. Contato: 3365-5078 ou 8819-6355 Vendo lancheria, com móveis novos, em Perequê - Porto Belo. Bom faturamento. Motivo da venda: dono não pode atender. 8492-2902

Contrata-se aux. técnico p/ trabalhar em empresa de internet via rádio em Camboriú. É preciso ter mais de 18 anos e cart. de habilitação. Comparecer no local c/ docs. e currículo. Rua José Fco. Bernardes, nº 733, 2º piso. Ofereço serviço de profissional adequado para cuidar de criança, com local. Horário e preço a combinar. 8449-2238 Procuro emprego na área de segurança ou vigilância ou somente para eventos no final de semana. Tenho experiência. 8841-2924 ou 9908-1977.

Veículos

automóveis

Vendo perfumes importados e originais a preço acessível. Mais informações: 9690-2769

Vendo Montana 2010, prata, em perfeito estado, completa. Bom preço. 9934-3098

Vendo capa de sofá 2 e 3 lugares (aquela com estático/toda franzida) semi-nova. Valor R$ 80. 8481-9007 9908-1977.

Vendo Bongo K2500 TCI completo, ar quente e frio, 14 mil KM. Ano 2010. 9116-5151

Vendo vidraçaria já estabilizada e pronta para trabalhar com muita clientela e serviço. Rua Theonilia Simas Ramos, 130, centro de Camboriú. Vendo máquina de sorvete expresso direto de fábrica. (51) 9586-7115 / (51) 8286-7542 Vendo aparelho de musculação completo. Marca Athletic. R$ 800. Fone: 9658-1796 Vendo máquina de sorvete monofásica, em bom estado. Contato pelos fones: 8481-9755 ou 9953-1632 com Paulinho Vendo padaria completa com clientela formada. Ponto c/ boa localização, próximo a entrada de Camboriú. Tratar direto com o proprietário: 3363-7717 Vendo violão de sete cordas novo e acordeon Scandalli. 9973-7196

Empregos Ofereço-me para lavar roupas em domicílio, preço a combinar. 84492238 ou 8489-3584

HÉLIO MARCOS BENVENUTTI SOCIEDADE DE ADVOGADOS - OAB-SC 2007/2012 HÉLIO MARCOS BENVENUTTI – OAB/SC 7087 MARIELZA A. DE SOUZA – OAB/SC 21905 LUIZ FILIPI TESTONI – OAB/SC 28070 INDENIZAÇÕES – QUESTÕES TRABALHISTAS – APOSENTADORIAS E PENSÕES – OUTRAS CAUSAS Rua Cel. Benjamin Vieira, 10, 2º Piso, Sala 05, Centro, Camboriú/SC - F: 3365-1395

Vendo Tempra 97/97 completo, GNV e couro. R$ 6 mil. Fone: 9924-1474. Vendo Gol Special, ano 2002, prata, doc. em dia. R$ 10.500. 33617080 / 9670-4494 c/ Monique ou Rodeniulson Vendo Gol Geração 3, 2001, c/ ar e direção hidráulica. R$ 11.000. 8472-4503 Vendo Palio 2007, básico, 2 portas, prata. R$ 14 mil. 9932-4180 Vendo Palio EX 1.0 Mod. 99, parata, 2 portas. 2º dono, licenciado. 8836-2420 Vendo Pampa 91. R$ 8 mil. 84865502

3365-3305

VENDO - Terreno de 300,00 m.² no centro com edificação R$ 270.000,00 Ref. 0131. VENDO - Casa de alvenaria com 3 quartos, 1 suíte, 3 vagas de garagem no centro. R$ 350.000,00 - Ref. 0133 VENDO - Sitio no Caetés de 2.730,00 m.² R$ 150.000,00 - Ref. 0100. VENDO - Sítio no Cerro de 1.950,00 m.² com casa de alvenaria de 130,00 m.² R$ 400.000,00 - Ref. 0091 VENDO - Terreno no bairro São Francisco de 327,00 m.² com casa de 64,00 m.² R$ 150.000,00 Ref. -120

www.acacioimoveis.com.br Rua Cel. Benjamin Vieira, 50 Sala 03 - centro

Vendo Classic Preto, 2012. Financiado – R$ 18,5 mil já pagos. Assumir parcelas. Aceito propostas (moto ou carro de menor valor). 8431-0911 Vendo Uno Mille Fire, duas portas, ano 2004/2005, branco, gasolina. R$13 mil. 3365-6733 / 9932-1166 Vendo Uno 96 4p verde ótimo estado – R$ 8.800,00 - 47-8454-8484 Vendo FIESTA 2010, completo! Ar, direção, faróis de neblina, vidros elétricos, alarme. Quitado. Contato: (47) 9902-4054, 9977-1363 Vendo Gol 2011, 1.0, geração 4, branco, flex, 2 portas, c/ ar. 33652250 / 9932-4180 Vendo Golf prata 02/03, completo, revisado. R$ 17 mil à vista. 96087253 / 8426-8153

ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO Comarca - Camboriú / 1ª Vara Cível Rua São Paulo, 1271, Loteamento Santa Regina III, Areias – CEP 88345-662, Fone: 47, Camboriú – SC – E-mail: camboriu.civel1@tjsc.jus.br Juíza de Direito: Juliano Rafael Bogo Escrivão: Taiana Mariel Nascimento EDITAL DE CITAÇÃO - MONITÓRIA - COM PRAZO DE 30 DIAS Monitória nº 0003838-74.2011.8.24.0113 Autor: DB S.A Comércio de Móveis e Eletrodomésticos Réu: Zélia Aline dos Santos Silva Citando(a)(s): Zélia Aline dos Santos Silva, Rua Olga Bernardes Amorim, em frente ao nº 709, atrás do Posto de Saúde, Centro – CEP 88340-000, Camboriú-SC, CPF 075.763.849-05, brasileira. Valor do Débito / Descrição do(s) Bem(ns): R$ 930,28. Data do Cálculo: conforme inicial. Por intermédio do presente, a(s) pessoa(s) acima identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, fica(m) ciente(s) de que, neste Juízo de Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, bem como CITADA(S) para efetuar(em) o pagamento do montante exigido ou a entrega da coisa reclamada ou oferecer(em) embargos, em 15 dias, contados do transcurso do prazo deste edital. Em caso de cumprimento ficará o réu isento do pagamento de custas e honorários advocatícios (art. 1.102-c, § 1º, do CPC). ADVERTÊNCIA: Não sendo oferecidos os embargos no prazo marcado constituir-se-á de pleno direito, o título executivo judicial (art. 1.102-c, do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1vez(es) com intervalo de 0 dias na forma da lei. Camboriú (SC), 29 de julho de 2013.


20

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Variedades

Ofício de delícias Chef paulo roberto faria As tortas de frutas são sempre uma ótima pedida para uma sobremesa ou mesmo para um lanche da tarde. Fugindo um pouco da tradicional torta de morangos, minha sugestão de hoje é um torta com ameixa fresca. Hoje em dia, temos mais facilidade de encontrá-las nos mercados. Podem ser aquelas vermelhas ou mesmo as escuras, pois tanto uma quanto a outra tem um sabor bastante acentuado. Experimente esta delícia!

Fotos: Paulo Roberto Faria/LP

Torta de ameixa fresca

paulo.gastronomia@uol.com.br oficiodedelicias.com.br Twitter:@FariaPauloR

Modo de fazer:

Recheio: Em uma tigela, misture 1/3 de xícara do açúcar, a maizena e a casca de limão e o licor, adicione as fatias da ameixa, cobrindo-as com a mistura. Cubra com filme plástico e reserve na geladeira, no mínimo uma hora. Prepare a massa: Em uma tigela, bata as gemas com as raspas de limão, e a baunilha e o iogurte. Reserve. Em outra tigela misture a farinha com o açúcar e sal, junte a manteiga picada em pedacinho e amasse nas pontas dos dedos sem manipular muito a massa. Junte a mistura de ovos e amasse até ficar uma massa lisa. Coloque em um plástico e deixe na geladeira meia hora. Abra a massa sobre dois plásticos e forre fundo e os lados de uma fôrma canelada, de 27 cm de diâmetro, própria para tortas. Cubra toda a massa com papel alumínio e preencha com grãos de feijão cru. Leve ao forno moderado (180°C), preaquecido, por 20 minutos. Retire o papel com os grãos e asse por mais cinco minutos. Mantenha o forno ligado. Espalhe a geleia no fundo da massa assada. Escorra a ameixa reservando o suco que se formou. Em uma panela pequena, cozinhe o suco em fogo baixo, mexendo sempre, por três minutos ou até obter uma calda ligeiramente grossa. Sobre a massa com geleia, arrume as fatias de ameixa. Por cima, despeje a calda ainda quente e polvilhe com o açúcar restante. Volte ao forno por mais 30 minutos ou até a fruta ficar macia e ligeiramente caramelizada. Deixe esfriar e coloque na geladeira.

Ingredientes: Para o recheio

Para a massa

1/3 de xícara de chá de açúcar 3 colheres de sopa de açúcar 1 colher de sopa de maizena 1 colher de chá de casca de limão ralada 6 ameixas maduras, com casca cortadas em fatias regulares ¼ de xícara de chá de licor de frutas vermelhas ou cassis ou outro de sua preferência

1 ovo inteiro 3 colheres de sopa de iogurte natural Casca ralada de 1 limão 1 colher de chá de baunilha 2 e ½ xícaras de chá de farinha de trigo 3 colheres de sopa de açúcar 1 pitada de sal 200 gramas de manteiga sem sal gelada 3 colheres de sopa de geleia de sua preferência

Horóscopo Sempre a mesma O velhinho vai à zona. — A Marisa está? — A Marisa está com um cliente no quarto! — Tudo bem, eu espero! — Por que o senhor não vai com outra? Tem a Zoraide, a Janaína, a... — Não... não... eu só gosto da Marisa! — Ué, o que é que a Marisa tem de tão especial? — Paciência! Muita paciência!

Bebum na missa O manguaceiro, completamente torto, entra na igreja durante a missa, bem na hora da comunhão. Entra na fila também e abre o bocão pra receber a hóstia. Ao ver o seu estado, o padre evidentemente não lhe dá a comunhão e continua com os outros fiéis. E o pau d´água lá, esperando pra receber também. Na hora que o padre termina e se vira de volta pro altar, ouve o bêbado gritar: — Cumé qui é, meu chapa? Vai ou não vai me dá esse Sonrisal?

Papagaias Desesperada, uma senhora procura um padre. — Padre, eu estou com um problema! Eu tenho duas papagaias, mas elas só sabem falar uma coisa! — O que elas falam? - perguntou o padre. — Olá, nós somos prostitutas! Vocês querem se divertir? - disse a senhora. — Isto é terrível! - respondeu o padre. - Mas eu tenho uma solução para o seu problema. Leve suas papagaias para minha casa e eu as colocarei junto com meus dois papagaios, os quais ensinei a rezar. No dia seguinte, a mulher levou suas papagaias para a casa do padre. Assim que foram colocadas na gaiola elas disseram: — Olá, somos prostitutas! Vocês querem se divertir? Ao ouvir isso, um papagaio olhou para o outro e disse: — Jogue o terço fora! Nossas preces foram atendidas.

Áries

Leão

Sagitário

Semana repleta de surpresas. Deve ousar ir mais além e pôr em prática novos projetos. Vai sentir o apoio e o reconhecimento do seu trabalho. Tem de arrumar a casa e definir exatamente o que quer. Melhor dia: Terça-feira

Verá a sua vida evoluir de uma forma inesperada. Não terá motivos para estar inseguro ou desconfiado, pelo contrário, a conjuntura é de grandes afinidades e propícia ao crescimento afetivo. Melhor dia: Sexta-feira

A conjuntura é rica em movimentações e permite ir ultrapassando dificuldades. Porém, está longe do fim do caminho. Reforce suas convicções e dedique mais tempo à sua vida sentimental. Melhor dia: Quinta-feira

Touro

Virgem

Capricórnio

Período de momentos decisivos para estes nativos. Vai revelar-se mais ponderado e racional e deverá atuar somente pelo lado seguro. Um novo relacionamento pode surgir com muita intensidade. Melhor dia: Quinta-feira

A semana será muito movimentada e pode ser negativa se não programar cuidadosamente os acontecimentos. Seja coerente. Não conte com a sorte para resolver problemas que você próprio criou. Melhor dia: Terça-feira

Está muito lúcido, objetivo e eficaz, marcando pontos em todas as situações que se envolver. Os seus atos serão certeiros e, pode dizer-se, que o êxito marca o seu caminho, com passos certos. Melhor dia: Quarta-feira

Gêmeos

Libra

Aquário

São necessárias algumas alterações profundas na sua vida. Não espere que estas ocorram por si só, exige-se muita determinação para que as suas ambições se concretizem. Hora de fazer acontecer. Melhor dia: Quarta-feira

Semana em que podem ocorrer imprevistos, embora a tendência seja para que tudo decorra de acordo com o que programou. Não deixe que nada abale a sua confiança. Período bom para intercâmbios. Melhor dia: Sexta-feira

A conjuntura traz influências luminosas. Não lhe serão colocados obstáculos fortes ou inultrapassáveis. Tem todas as condições para fazer a sua vida evoluir. A vida amorosa promete ser emocionante. Melhor dia: Terça-feira

Escorpião

Peixes

Encontrará a força necessária que lhe permitirá vencer os obstáculos que marcarão a semana. Evite cair em posições obstinadas que apenas o farão perder tempo. Seja rápido e objetivo ao atuar. Melhor dia: Segunda-feira

Terá agora a possibilidade de ver recompensados os seus esforços. Conseguirá ultrapassar alguma insatisfação acumulada. Não reprima os seus sentimentos, as suas palavras serão bem recebidas. Melhor dia: Sexta-feira

Câncer Não são de esperar grandes evoluções, novidades, surpresas ou acidentes de percurso. A tendência é para se sentir seguro dos seus sentimentos e saber com clareza os próximos passos a dar. Melhor dia: Segunda-feira


21

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Variedades

Up!

O que

LER

Por Sílvia Mendes Jornalista

silviamidia@gmail.com

Por Jaison Gardini jgardini@gmail.com @jaison31 Divulgação/LP

Olá, pessoal! O primeiro a pedir desculpas é o mais corajoso. O primeiro a perdoar é o mais forte. E o primeiro a esquecer é o mais feliz. E só merece a felicidade quem acorda todos os dias disposto a conquistá-la. Pois leve com você somente o que vale a pena e não olhe para trás! Vamos lá galera, mais um final de semana que promete! Confira:

Fotos: Arquivo pessoal/LP

Alta fidelidade Nick Hornby Companhia das Letras (2013) 312 páginas – R$ 39,00

Esses foram os que doeram de verdade. Tá vendo seu nome aí no meio, Laura? Acho que, raspando, até entrava nos dez mais, mas entre os top five não tem lugar pra você; essa lista está reservada para aquele tipo de humilhação e desgosto que você simplesmente não é capaz de causar. Isso provavelmente soou mais cruel do que eu pretendia, mas o fato é que a gente já passou da idade em que é capaz de deixar o outro na pior, o que é uma coisa boa, e não uma coisa ruim, então não precisa levar pro lado pessoal o fato de não ter entrado na lista. Essa época já era e, porra, demorou; ser infeliz realmente significava alguma coisa antes. Agora é só uma aporrinhação, tipo um resfriado ou falta de dinheiro. Se você queria detonar comigo de verdade, devia ter aparecido antes na minha vida.

O que rola hoje, dia 9 Warung Beach Club/Itajaí: Começar o final de semana no Canto do Morcego, isso que dizer que o findi promete! Atrações: Renato Ratier, PHONIQUE, Diego Accioly, Fabo e Lennox Hortale. Você vai ficar fora dessa? Informações: (47) 3348-7643.

Rob Fleming tem 35 anos e é um perdido: sua loja de discos está à beira da falência e, para completar, foi abandonado pela namorada, Laura Lyndon. Na tentativa de superar o rompimento e entender como chegou até ali, Rob decide reorganizar sua vida, mudar de roupa, trocar seus discos de lugar, rever relacionamentos amorosos, profissão e amizades. Para isso, conta com a ajuda dos únicos dois amigos – funcionários da loja de discos que não conseguem manter nenhum tipo de conversa adulta e madura. Através de músicas que marcaram sua história e das infinitas listas que cria, Rob começa a se dar conta de que não perdeu as ambições, de que é apaixonado por sua loja e de que talvez Laura seja a única ex-namorada pela qual vale à pena lutar.

Didge/BC: Todos nós devemos ser felizes e hoje é o dia certo. Atrações: Lenny Kravitz Cover. Informações: (47) 3361-6414. O que rola sábado, dia 10 Green Valley/Camboriú: Green Sunshine: Já se imaginou curtindo o Green Valley de um jeito diferente? Em quase 6 anos, o melhor club do mundo nunca foi visto a luz do dia. Atrações: Sunnery James & Ryan Marciano (HOL), Digitaria, Marcos Carnaval. Será que vai rolar a festa? A partir das 14h. Informações: (47) 3360-8097.

Rubya Tarasiuk faz aniversário hoje, dia 9 de agosto. O seu noivo, Marlon Tomelin, deseja muitas felicidades ao seu amor e manda este recado: “Que deus te abençoe e ilumine cada dia mais e que realize todos os seus sonhos. Que preserve essa pessoa maravilhosa que você é”.

O que rola domingo, dia 11 Brava Sushi/Itajaí: Domingo, dia especial para fechar o final de semana. Dia dos Pais, o lugar é esse! Atrações: Daniel Monteiro. Informações: (47) 3366-1851. Ótima semana e até mais!

Por que ler: Com um texto leve, engraçado e povoado de elementos da cultura pop, Alta Fidelidade fala de assuntos comuns à juventude dos anos 1990 e retrata toda uma geração. Para a escritora inglesa Zadie Smith, a obra serve de lembrete de que para serem bons, “nem todos os livros precisam falar dos quinhentos anos de história pós-colonial; podem falar da alma de um homem, sua casa e como ele vive nela, das ruas por onde anda e das pessoas que ama”. Onde encontrar: O livro foi publicado originalmente em 1995, mas a Companhia das Letras lançou no Brasil uma nova edição em julho deste ano no valor de R$ 39. Também é fácil de encontrar, nas livrarias da região, impressões mais antigas, que saem mais em conta. Curiosidade: Alta Fidelidade foi adaptado para o cinema no ano 2000 e conta com John Cusack, Jack Black e Catherine Zeta-Jones no elenco. O filme foi muito bem recebido pelo público, fazendo quase tanto sucesso quanto o livro.

Envie comentários, críticas e sugestões para o silviamidia@gmail.com ou através do twitter @silviamendes


22

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Esporte

Município sedia sexta etapa do Camboriuense conquista o bronze Catarinense de Enduro FIM Provas de motociclismo acontecem no dia 18 de agosto com largada no no Campeonato centro de eventos Portal das Pedras, no interior da cidade Brasileiro de Judô

Atleta Ramon Dal Bosco foi a João Pessoa com a Seleção Catarinense e conquistou o terceiro lugar no sub-13

Acaj/Divulgação/LP

Bronze. Ramon voltou para casa com a medalha na bagagem

O

atleta de Camboriú Ramon Dal Bosco fez história no último final de semana e conquistou a terceira colocação no Campeonato Brasileiro de Judô. A competição foi realizada em João Pessoa, na Paraíba, reunindo os melhores atletas do país. Representando o estado de Santa Catarina, Ramon começou

a competição perdendo, mas deu a volta por cima e voltou para casa com a medalha de bronze na bagagem. “Ramon superou todas as expectativas, foi um guerreiro. Ele é fruto de um projeto social em que o alto rendimento é fruto do esforço dos próprios garotos”, afirmou o treinador Adrijane França.

N

o dia 18 de agosto, o ronco dos motores das motocicletas vai ser a trilha sonora do interior de Camboriú. Acontece na cidade a 6ª Etapa do Campeonato Catarinense de Enduro FIM, provas de longa distância em que vence o piloto mais rápido e tem como pista caminhos na mata fechada. O palco do evento de motociclismo será o centro de eventos Portal das Pedras, na região dos Macacos. A largada dos pilotos acontece a partir das 9h e o percurso total é de 46 km. Os participantes largam em momentos diferentes e terão que dar três voltas na pista. O mais rápido vence a competição. A expectativa dos organizadores é de que aproximadamente 200 pilotos participem das provas. Além da prova oficial, que vale pontos para o Estadual, haverá categorias de pilotos iniciantes, voltadas para os participantes não profissionais de Camboriú. “Haverá pista no local para tomada de tempo e serviço com-

Juliano Dalago Müller e seu pai Hercílio Müller Junior

Feliz Dia dos Pais! Parabéns advogados! Jucélia Vinholi Monteiro Presidente da 43º Subseção Camboriú

pleto de bar e cozinha. Vai ser um evento muito bacana para o público acompanhar”, explica Fábio Ra-

mos, o Gago, um dos organizadores do evento, que é uma promoção do Camboriú Trail Clube.

ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO Comarca - Camboriú / 1ª Vara Cível Rua São Paulo, 1271, Loteamento Santa Regina III, Areias – CEP 88345662, Fone: 47, Camboriú – SC – E-mail: camboriu.civel1@tjsc.jus.br Juíza de Direito: Juliano Rafael Bogo Escrivão: << Nenhuma informação disponível >> EDITAL DE INTERDIÇÃO - Art. 1184, do CPC - PRAZO DO EDITAL: 10 DIAS Interdição nº 0002352-20.2012.8.24.0113 Requerente: Mirlei Rode Rampelotti Interditando: Adelina Cipriani Rode Interditando(a)(s): Adelina Cipriani Rode, CPF 419.363.299-72, RG 1226311, nascido em 10/12/1931, brasileiro (a) natural de Ituporanga-SC, pai João Cipriani, mãe Tereza Delangelo Cipriani. Doença Mental Diagnosticada: incapacidade intelectual e cognitiva decorrente de sequelas causadas por AVC. Data da sentença: 29/10/2012. Curador(a) Nomeado(a): Mirlei Rode Rampelotti. Por intermédio do presente, os que virem ou dele conhecimento tiverem, ficam cientes de que, neste Juízo de Direito, tramitaram regularmente os autos do processo epigrafado, até sentença final, sendo decretada a medida postulada, conforme transcrito na parte superior deste edital, e nomeado(a) o(a) curador(a), o(a) qual, aceitando a incumbência, prestou o devido compromisso e está no exercício do cargo. E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de constume e publicado 3 vez(es), com intervalo de 10 dias na forma da lei. Camboriú (SC), 04 de março de 2013.

Pai e Advogado. Dois títulos importantes que só podem ser dados a homens justos e nobres. Parabéns. 11 de agosto, Dia dos Pais 11 de agosto, Dia do Advogado


23

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Esporte

Skatistas voltam a cobrar pista oficial para a modalidade Esportistas reconhecem avanço com a pista improvisada, porém mantêm a cobrança da promessa de uma pista oficial de skate

H

á quase dois meses, a Fundação Municipal de Esportes construiu, em parceria com a Associação de Skate de Camboriú, uma pista improvisada de esportes radicais. O local escolhido para o espaço foi uma parte do pátio do ginásio de esportes Irineu Bornhausen, no centro da cidade. Foram confeccionados caixotes de madeira e outros obstáculos para a prática das modalidades. Porém, a estrutura não satisfaz os esportistas. Os skatistas de Camboriú seguem reivindicando a construção de uma pista oficial para a modalidade na cidade. Segundo os atletas, o local escolhido para a pista improvisada não é apropriado para a prática de esportes radicais. O piso é muito irregular e vários equipamentos já quebraram por causa disso. “Desde o início sabíamos que a pista no ginásio seria provisória e por isso não vale a pena investir nela pois os obstáculos não vão durar muito tempo”, explica Alexandre Nejedlo, presidente da Associação de Skate de Camboriú. Diante disso, os skatistas voltaram a cobrar a promessa

feita pela prefeita Luzia Coppi durante a campanha eleitoral. Na ocasião, Luzia fez reunião com a associação e garantiu que uma pista oficial da modalidade seria construída ainda no ano passado em Camboriú. Até agora, nada foi feito. “O projeto da pista está pronto, temos até um projetista à disposição caso seja necessária alguma alteração. Mesmo assim, o processo de construção da pista não anda”, lamenta Gilvan Endrius, vice-presidente da associação. Segundo os esportistas, hoje existem centenas de pessoas que praticam esportes radicais na cidade e seriam beneficiadas com a construção de um espaço adequado. “Em ou-

tras cidades da região, as pistas saíram quando o poder público finalmente quis fazer”, afirma Oberdan Barni Junior, 16 anos. Como exemplo, ele cita Navegantes, que passou a ter uma ótima pista depois que o prefeito Roberto Carlos de Souza assumiu a construção do espaço. Aqui em Camboriú não houve nenhum avanço por parte da Prefeitura em relação à construção do local. O presidente da FME, Altamir Montibeller, garante que o assunto deve voltar a ser debatido com a prefeita Luzia Coppi nos próximos dias. A reportagem do Linha Popular tentou contato com a prefeita Luzia durante toda a semana, mas não obteve sucesso.

Assista o programa de segunda a sexta, a partir das 18h na TV Litoral Panorama.

Canal 11 - Balneário Camboriú e Camboriú Canal 15 cabo - Balneário Camboriú

www.pcnacidade.com.br falecom@pcnacidade.com.br - (47) 9977-1842

Times da Kadiz seguem liderando Campeonato da Acef Três equipes de categorias sub-9 e sub-7 foram campeãs da 5ª etapa da competição e estão na ponta na tabela de classificação Divulgação/LP

A

s equipes da Kadiz de Camboriú participaram no final de semana da 5ª etapa do Campeonato Fraldinhas e Mamadeiras da Associação Catarinense de Escolinhas de Futebol - Acef. Jogando em Piçarras, os garotos demonstraram mais uma vez que estão preparados para enfrentar os adversários e conquistar bons resultados. Os três times principais da escolinha foram campeões da etapa nas categorias Fraldinhas Ouro (sub-9), Fraldinhas Prata (sub-9) e Mamadeiras (sub-7). Além disso, diversos destaques da competição também foram da Kadiz. Com as conquistas do último final de semana, a Kadiz lidera os três campeonatos da Acef. A 6ª etapa será realizada no dia 1º de setembro, em Guabiruba.

Em Cima da Linha por Gustavo Zonta Email: gugapz@terra.com.br Twitter: @gugazonta

Prata da casa I O lateral esquerdo Ruan, que por muito tempo foi um dos xodós da torcida do Camboriú Futebol Clube por sua disposição dentro de campo, está fazendo a diferença com a camisa do Guaratinguetá, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. No sábado, dia 3, contra o time do ABC, Ruan marcou seu primeiro gol com a camisa do clube. A equipe do Vale do Paraíba venceu por 3 a 1 e o lateral esquerdo marcou o terceiro. O atleta chegou na equipe para a disputa da Série B do ano passado e aos poucos foi ganhando espaço na equipe. Prata da casa II Conversei com Ruan esta semana e ele está muito confiante no trabalho que está realizando no time paulista. Para ele, o gol veio para confirmar de vez sua importância para a equipe. “Trabalhamos sempre contra a desconfiança de alguns”, apontou Ruan. O lateral acredita que a vitória pode marcar uma arrancada do time na Série B, já que os três pontos tiraram a equipe da zona de rebaixamento. Amanhã, sábado, dia 10, o adversário do Guaratinguetá será a Chapecoense, às 16h20min, em Santa Catarina. O time catarinense é um dos primeiros colocados da competição. De volta aos treinos Depois da vitória de Rafael Morcego pelo Bellator, muita gente me perguntou por onde andava outro lutador camboriuense de MMA: o Gilberto Galvão. Giba, como é conhecido no mundo das lutas, está voltando aos treinamentos agora. Há dois meses, ele passou por uma cirurgia para a retirada de algumas veias dilatadas nas pernas e só na semana passada retornou aos treinos. O lutador deve voltar a subir no octógono no fim do mês de setembro. O combate ainda não está confirmado. Nas canchas por aí No final de semana passado, foi disputado em Jaraguá do Sul, no Clube Atlético Baependi, o Campeonato Estadual Individual de Bocha Vollo masculina. Camboriú foi representada na competição por quatro atletas: Tonho, Cisso, Ita e Alberto. A melhor colocação foi de Tonho, que se classificou para a segunda fase. Porém, na partida eliminatória enfrentou o Chapecoense Garcia Touché, que levou a melhor e depois se sagrou campeão invicto da competição. Futebol entre os melhores dos Joguinhos Encerrou no sábado, dia 3, a participação de Camboriú na Fase Regional dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. A cidade participou nas modalidades futsal e futebol de campo, ambos no masculino. Os dois times conseguiram chegar entre os quatro melhores. No futsal, Camboriú perdeu na primeira fase para Blumenau, depois se recuperou e venceu os times de Três Barras e Rodeio. Na fase eliminatória, vitória de Camboriú sobre São Bento do Sul. Porém, nas semifinais, os atletas camboriuenses foram derrotados pela forte equipe da Krona, de Joinville. Na disputa do terceiro lugar, Blumenau novamente superou os meninos de Camboriú, que ficaram com o quarto lugar. Joinville foi o campeão e Itajaí conquistou a segunda colocação. No futebol de campo, a equipe local chegou nas semifinais, mas perdeu para Blumenau. Na disputa do terceiro lugar, bateu Papanduva, conquistando a medalha de bronze. Blumenau foi ouro e Canoinhas ficou com a prata.


24

Jornal Linha Popular - Camboriú, 9 de agosto de 2013

Hoje o sorriso é só para você, papai!

Feliz Dia dos Pais ´

229  

Edição 229 do jornal Linha Popular de Camboriú/SC.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you