Page 1

talentos

Teksid investe em formação de talentos Por meio do Programa Qualificar, a empresa ofereceu aos colaboradores a oportunidade de fazer um curso de eletrotécnico no Senai, processo que selecionou 40 participantes

Por Lilian Lobato

O

Fotos Ignácio Costa

Os participantes foram escolhidos através de processo seletivo que teve os mesmos moldes de um vestibular

76

atual ciclo de crescimento da economia brasileira tem impulsionado o mercado de trabalho e a demanda por profissionais especializados em várias áreas, a ponto de ocorrer escassez de oferta de mão de obra em vários setores. Como resposta a esta nova situação, muitas empresas adotam programas para desenvolver e capacitar seus próprios talentos. A Teksid do Brasil, com sede em Betim (MG), encarou o problema de

frente e buscou caminhos, na própria empresa, para superar a dificuldade. Por meio do Programa Qualificar, a empresa ofereceu aos colaboradores a oportunidade de fazer um curso de eletrotécnica no Senai, em processo que selecionou 40 participantes. As aulas tiveram início em novembro do ano passado e se estendem até 2013. “O objetivo do programa é que o funcionário tenha acesso a um curso de qualidade, que estimule o seu desenvolvimento profissional. Com isso,

será possível participar dos recrutamentos internos e angariar melhores cargos”, ressalta a especialista em Recursos Humanos, Daniela Lucena Santos Barbosa. A escolha dos participantes foi baseada em um processo seletivo que teve os mesmos moldes de um vestibular, que envolveu 368 candidatos. Ao final, foram classificados 60 candidatos, que passaram por dinâmicas de grupo para a seleção final dos 40 participantes. “A iniciativa é um diferencial de retenção de talentos. Na medida em que a empresa investe nos colaboradores, eles ficam entusiasmados com a possibilidade e querem, cada vez mais, crescer profissionalmente”, explica Daniela. Estudar é preciso O diretor da unidade Betim do Senai, José Soares Café, destaca que a mão de obra especializada é escassa no país inteiro, devido aos níveis elevados de atividade econômica. “Os colaboradores da Teksid têm em mãos uma oportunidade de se qualificarem com uma formação de qualidade e alta demanda no mercado de trabalho”, afirma.   O operador Júlio César Pereira Dias, contratado pela Teksid há seis anos sempre sonhou em fazer um curso técnico, mas não foi possível concluir sua formação. Quando a Teksid lançou o Programa Qualificar, Júlio não pensou duas vezes. Ele foi aprovado e dedica-se com afinco ao curso. “Valeu a pena o esforço e a cada dia aprendo algo novo. O nível dos professores é alto e exige empenho dos alunos”, ressalta. A expectativa do operador é que o curso amplie seus horizontes e contribua para que ele possa crescer profissionalmente na Teksid.  Para ele, a qualificação que o curso oferece é abrangente e permite atuar nas áreas de manutenção, implantação, projeto e instalações.

Já o soldador de produção, Marcelino dos Santos, há 14 anos na Teksid, aproveitou a oportunidade aberta pelo Programa Qualificar para retomar os estudos e concluir sua formação básica. “Quando apareceu a oportunidade, fui em busca de uma vaga. Alcançar esse objetivo foi uma das melhores coisas que aconteceram na minha vida”, conta.

O operador Júlio César, há seis anos na empresa, exalta o aprendizado: “A cada dia aprendo algo novo, o nível dos professores é alto e exige empenho dos alunos”

Investindo em educação A Teksid tem tradição em capacitar e aprimorar seus colaboradores e desde o ano 2000 coloca à disposição dos funcionários telecurso para a conclusão da educação básica, necessária a voos mais altos. Cristiane da Silva Barboza, analista de Recursos Humanos da empresa, ressalta também a Escola Teksid, que oferece cursos em parceria com o Senai nas áreas de manutenção e fundição, direcionados a jovens entre 18 e 23 anos que estejam concluindo o curso técnico. Os participantes são indicados por funcionários da Teksid e podem se qualificar nas áreas de mecânica, eletrotécnica ou eletrônica. O jovem é contratado como aprendiz, recebe uma bolsa e tem a carteira assinada. O curso é de 1800 horas e são 8 horas-aula por dia. Ao fim da qualificação, os alunos têm a chance de serem contratados como trainee da Teksid.

MUNDOFIAT

77

Revista Mundo Fiat  

Matéria publicada na edição 115, Abr/Mai 2012.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you