Page 30

a

Angers, Avril

Angers, Avril, Atriz cômica nascida em Liverpool e estrela da capa do single dos Smiths “I Started Something I Couldn’t Finish”. A imagem escolhida por Morrissey foi tirada de um de seus filmes preferidos, Lua de Mel ao Meio-Dia, mostrando a personagem de Angers na igreja, no dia do casamento de sua filha. Angers foi uma das poucas estrelas das capas dos Smiths que Morrissey conheceu pessoalmente, referindo-se posteriormente ao encontro deles ao falar sobre sua reação ao conhecer pessoas famosas que admira. “Fico muito nervoso quando conheço gente do cinema”, ele disse a respeito de Angers. “Acredito se tratar de algo muito abençoado e sagrado de se fazer parte”. Angers fez a comédia de 1956 de Alastair Sim, The Green Man, e interpretou a dona de uma loja de doces, Norah Dawson, em Coronation Street, atuando várias vezes com Pat Phoenix, colega de capa do disco dos Smiths, como Elsie Tanner. Também deve ser citada sua participação em um episódio da série de televisão de 1989 de Victoria Wood, juntamente com a estrela de Carry on (e “Ouija Board”), Joan Sims. Angers, que sempre dizia ser ocupada demais para se casar, morreu de pneumonia em 2005, aos 87 anos. [208, 374, 502]

antidepressivos, Ver drogas. Ao Mestre, com Carinho (To Sir, with Love), Drama escolar/musical de 1967, relacionado entre os filmes preferidos de Morrissey. É a história de um engenheiro negro que se torna professor (Sidney Poitier) e consegue domar uma classe de alunos problemáticos em uma escola no East End de Londres. Ao Mestre, com Carinho tem um tema recorrente nos textos que Morrissey lia na adolescência (por exem-

plo, The Angel Inside Went Sour, de Esther Rothman) e antecipa também a letra de sua “The Teachers Are Afraid of the Pupils”. O filme é uma interpretação idealista do romance autobiográfico de E. R. Braithwaite, com seu comentário social sério a respeito do sistema educacional e da discriminação racial equilibrado pela trilha sonora pop “animada” e a presença de Lulu, que interpreta a famosa música tema – uma gravação que Morrissey confessou adorar aos 21 anos. Mais para o fim do filme, Poitier desce de um ônibus número 23 para ir ao velório da mãe de um aluno em Wapping, entra na Tench Street e desce a Reardon Street. Morrissey faria uma homenagem ao filme com uma sessão de fotos, em 1990, na esquina da mesma rua. [227, 334, 556]

aparelho auditivo,

Um dos itens mais famosos usados por Morrissey no palco no começo dos Smiths. “Era puramente sexual”, explicou ele, “parte da modinha da deficiência chique que criei em 1983”. O aparelho auditivo era um modelo que não funcionava que ele pegou emprestado de uma loja no centro de Londres e apareceu com ele pela primeira vez na segunda participação no Top of the Pops, em 26 de janeiro de 1984, quando os Smiths cantaram “What Difference Does it Make?”. Apesar de, mais tarde, Morrissey afirmar que o aparelho auditivo tinha sido usado em sinal de solidariedade a uma fã surda que havia escrito para ele, muitos observadores perceberam que aquilo podia ser uma homenagem ao crooner com problemas auditivos Johnnie Ray, cujo hit de 1951 “Cry” rendeu a ele os apelidos de “Nabob of Sob” e “Prince of Wails”. Ray perdeu a audição no ouvido direito aos 13 anos, durante uma brincadeira com cober-

30

dic_morressey.indb 30

04/10/13 11:11

Mozipedia - A enciclopédia de Morrissey e dos Smiths  

Call me morbid, call me pale, but I spent so many years on your trail… Pare se você acha que já ouviu essa antes. Morrissey gosta mais de ga...

Mozipedia - A enciclopédia de Morrissey e dos Smiths  

Call me morbid, call me pale, but I spent so many years on your trail… Pare se você acha que já ouviu essa antes. Morrissey gosta mais de ga...

Advertisement