Page 80

9

Depois que Aelin escreveu a maldita carta para Arobynn e a enviou por meio de um dos vorazes garotos de rua do assassino, a fome a arrastou do apartamento para a manhã cinzenta. Cansada até os ossos, ela foi atrás do café da manhã e comprou também o suficiente para o almoço e o jantar, então voltou ao armazém uma hora depois, encontrando ali uma caixa grande e chata sobre a mesa de jantar. Nenhum sinal de a tranca ter sido adulterada; nenhuma das janelas abertas além das frestas que Aelin deixara para a brisa do rio entrar naquela manhã. Mas ela não esperava menos de Arobynn... menos que um lembrete de que podia ser o rei dos Assassinos, mas havia dilacerado e massacrado para chegar até aquele trono forjado por ele. Parecia adequado, de alguma forma, que o céu caísse naquele momento, que os ruídos e o tilintar da chuva lavassem o silêncio pesado demais na sala. Aelin puxou o laço de seda verde-esmeralda ao redor da caixa de cor creme até que a fita cedesse. Colocando a tampa de lado, ela encarou, por um bom tempo, o tecido dobrado no interior. O bilhete no topo dizia: Tomei a liberdade de fazer algumas melhorias desde a última vez. Divirta-se. Sua garganta se apertou, mas a jovem pegou a roupa preta de corpo inteiro — justa, espessa e flexível como couro, mas sem o brilho e o sufocamento. Sob a vestimenta dobrada estava um par de botas. Tinham sido limpas desde a última vez que Aelin as calçara, anos antes, o couro preto ainda era flexível e maleável, os sulcos especiais e as lâminas ocultas continuavam precisos como sempre. Ela ergueu a pesada manga da roupa, revelando as manoplas embutidas que ocultavam espadas finas e cruéis, tão longas quanto seus antebraços.

Profile for Letícia Lopes dos Santos Pereira da Silva

Trono de Vidro: Rainha das Sombras - Parte1  

Parte um do volume 4 da série Trono de Vidro de Sarah J. Maas

Trono de Vidro: Rainha das Sombras - Parte1  

Parte um do volume 4 da série Trono de Vidro de Sarah J. Maas

Advertisement