Page 128

Nesryn ignorou os dois e inclinou o arco para a esquerda. — Não consigo mira desobstruída de nenhum deles. Havia três homens diante da mesa de execução, com uma dúzia de guardas ao redor. As tábuas da plataforma de madeira já estavam profundamente manchadas de vermelho, devido a semanas de uso. Os observadores monitoravam o imenso relógio acima da plataforma de execução, esperando que o ponteiro de ferro alcançasse o marcador das 18 horas. Tinham até mesmo amarrado fitas douradas e carmesim na borda inferior do relógio. Sete minutos agora. Chaol se obrigou a olhar para Aelin. — Acha que vai conseguir salvá-lo? — Talvez. Tentarei. — Nenhuma reação no olhar nem na postura dela. Talvez. Talvez. Ele retrucou: — Dorian por acaso importa ou é um peão para Terrasen? — Nem comece com isso. — Por um momento, o homem achou que Aelin tivesse terminado, mas então ela disparou: — Matá-lo, Chaol, seria uma misericórdia. Matálo seria uma bênção. — Não consigo atirar — informou Nesryn de novo, um pouco mais ríspida. — Toque em Dorian — ameaçou Chaol — e vou me certificar de que aqueles desgraçados ali embaixo encontrem Aedion. Nesryn se voltou silenciosamente para eles, afrouxando o arco. Era o único trunfo dele, mesmo que aquilo também fizesse de Chaol um desgraçado. A ira que viu nos olhos de Aelin podia levar o mundo ao fim. — Se arrastar minha corte para isso, Chaol — respondeu ela, em tom baixo e letal —, não me importarei com o que significou para mim, ou com o que fez para me ajudar. Se os trair, se os ferir, não importa quanto tempo leve, ou até onde consiga ir: vou queimá-lo, e sua droga de reino, até virar cinzas. Aí vai descobrir que tipo de monstro posso ser. Longe demais. Ele fora longe demais. — Não somos inimigos — disse Nesryn, e, embora o rosto estivesse calmo, os olhos da mulher desviavam de um para outro. — Já temos merdas demais com que nos preocupar amanhã. E neste momento. — Ela apontou com a flecha para a praça. — Cinco minutos para as seis. Descemos até lá? — Público demais — comentou Aelin. — Não arrisque se expor. Há outra patrulha a 400 metros, vindo nesta direção.

Profile for Letícia Lopes dos Santos Pereira da Silva

Trono de Vidro: Rainha das Sombras - Parte1  

Parte um do volume 4 da série Trono de Vidro de Sarah J. Maas

Trono de Vidro: Rainha das Sombras - Parte1  

Parte um do volume 4 da série Trono de Vidro de Sarah J. Maas

Advertisement