Issuu on Google+


MANUAL DE INTEGRAÇÃO

Unidade Guaíba Química RS: Rua Itajaí, 10 - Bairro São Francisco Guaíba/RS - CEP: 92500-000 - Fone: (51) 3491.9300 Unidade Guaíba Química PR: Rodovia do Café - BR 376 - KM 385 Imbaú/PR - CEP: 84250-000 - Fone: (42) 3278.8000 Unidade Guaíba Química SP: Rodovia Dr. José Lanzi, 1340 - Bairro Centro Estiva Gerbi/SP - CEP: 13857-000 - Fone: (19) 3868-7111

www.guaibaquimica.com.br

Inteligência para todas as fórmulas.


Política Integrada A Guaíba Química atua com responsabilidade social, ambiental e econômica no setor industrial, atendendo requisitos legais, baseado na preservação do meio ambiente, saúde, segurança, gerando valor para nossos clientes, colaboradores, subcontratados e demais partes interessadas.

Negócio Disponibilizar soluções de alta performance, customizadas para o setor Industrial.

Missão Atender os interesses dos clientes, acionistas, colaboradores, fornecedores e comunidade, gerando valor sustentável para todas as partes.

Visão Ser reconhecida pelas melhores soluções nos negócios que atua.

3

20


CIPA - COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES (NR 5) O que é a CIPA? Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) é um instrumento que os trabalhadores dispõem para tratar da prevenção de acidentes do trabalho, das condições do ambiente do trabalho e de todos os aspectos que afetam sua saúde e segurança. A CIPA é composta de representantes do empregador e dos empregados, de acordo com o dimensionamento previsto, ressalvadas as alterações disciplinadas em atos normativos para setores econômicos específicos.

Objetivos O objetivo básico da CIPA é fazer com que empregadores e empregados trabalhem conjuntamente na tarefa de prevenir acidentes e melhorar a qualidade do ambiente de trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador. A CIPA também tem por atribuição identificar os riscos do processo de trabalho e elaborar o mapa de risco, com a participação do maior número de trabalhadores e com a assessoria do SESMT.

19

4


NORMAS E PROCEDIMENTOS - Todos os colaboradores devem estar identificados na empresa; - A identificação (crachá) deverá ser fixada no uniforme em local frontal superior; - Não será permitida a entrada ou permanência no interior da empresa de pessoas estranhas ao nosso quadro; - O visitante, cliente e prestador de serviços deverá aguardar na recepção/portaria da empresa, sendo acompanhado por quem o chamou.

Não será permitida a entrada de pessoas com: - Bermudas ou calções; - Chinelos, sandálias ou assemelhados; - Sem camisa ou com camisa aberta; - Comendo ou tomando refrigerante. O uniforme deve ser mantido em bom estado, sem rasgos, partes descosturadas ou furos e conservado limpo durante o trabalho. Em hipótese alguma será permitido fumar nas dependências da empresa, exceto em locais sinalizados para este fim.

5

18


ORIENTAÇÕES - É obrigatório utilizar o kit de segurança, disponibilizado na portaria, e calçar sapato fechado na área industrial; - Não ingira bebidas alcoólicas antes e durante a jornada de trabalho; - É proibida a utilização de câmera fotografica, filmadora ou qualquer outro tipo de material que capture imagem, sem a autorização da Gerência de Área correspondente. - Observe as placas de sinalização de segurança; - Para execução de atividade de risco solicite a permissão de serviço ao contratante imediato; MOTORISTAS: - Ao entrar na empresa, pare na balança e apresente a documentação solicitada; - Para a sua segurança respeite o limite de velocidade (10km) e obedeça demais sinalizações; - Caminhão tanque deve ser estacionado na plataforma de descarga; - O motorista de cargas perigosas deve aguardar a descarga na sala de espera, sendo chamado ao termino; - Ordem dos caminhões no estacionamento: Estacionar sermpre de ré, respeitando as demarcações dos boxes que estão indentificados e pintados de amarelo. A demarcação preta é o distanciamento dos caminhões; - Não serão permitidos: caminhões carregados com produtos perigosos fazerem pernoite no estacionamento. Caso especiais, somente com autorização da coordenação de logística. Os locais de pernoite serão as bacias de contenção, e devem respeitar a compatibilidade de produtos.

17

6


MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

REGISTRO DE INTEGRAÇÃO:

- A Utilização de ferramentas e equipamentos em condições e da forma correta são fundamentais para e execução das atividades de uma maneira segura; - Por isso as ferramentas deverão ser utilizadas para o fim que foram projetadas, evitando as improvisações; - Também é importante salientar que as ferramentas deverão estar em condições perfeitas de uso, pois uma ferramenta defeituosa poderá ser fonte causadora de um acidente, por isso, sempre certifique-se das condições do equipamento que você está recebendo para a execução da sua atividade e comunique ao responsável da GQ qualquer anormalidade na ferramenta.

NORMAS REGULAMENTADORAS O cuidado deverá ser redobrado quando tratar-se de equipamentos elétricos, trabalho em altura, espaço confinado e trabalhos a quentes (soldas elétricas, maçarico, etc...), sendo tais serviços executados apenas, por profissionais habilitados, conforme as legislações NR 10, NR 35 e NR 33 e após a liberação da CIPA através da Permissão de Serviço (PS) e/ou Permissão de Entrada em Espaço Confinado (PEEC). - Trabalhos elétricos - NR 10 - SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE; - Trabalhos em altura, considerado altura acima de 2m - NR-35 TRABALHO EM ALTURA; - Trabalho em espaço confinado - NR-33 SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS. 7

16


PRODUTOS

COLETA SELETIVA É separar o lixo para que seja enviado para reciclagem. Significa não misturar materiais recicláveis com o restante do lixo. Ela pode ser feita por um cidadão sozinho ou organizada em comunidades: condomínios, empresas, escolas, clubes, cidades, etc. Coleta Seletiva

Compartilhe essa idéia você também!!

PLÁSTICOS:

Copos, garrafas, sacos, filmes, recipientes, bombonas, embalagens plásticas (de iogurte ou outros produtos) e outros. Obs.: As embalagens plásticas utilizadas no armazenamento de produtos perigosos, para serem descartadas como plástico precisam ser descontaminadas.

LIXO COMUM: Resíduo geral não reciclável ou misturado: Ponta de cigarro, papel carbono, porcelana, espelho, papel toalha, papéis de balas e chocolates, guardanapos de papel, casca de frutas, filtro de café, lixas, etiquetas, embalagens longa vida, embalagens de biscoitos metalizadas, resíduos de varriação, restos de alimentos, tampa metalizadas, grampos e outros PAPEL E PAPELÃO: Papel de escritório, jornais, revistas, caixas de papelão, embalagens de papel ou papelão e outros.

VIDRO: Embalagens de alimentos, de produtos químicos, copos, pratos e vidrarias de laboratório. RESÍDUOS SANITÁRIOS: Papel higiênico, lenços de papel, papel toalha, curativos, algodão, gases, etc.

METAL: Latas de refrigerante, embalagens de alumínio, latas (descontaminadas), tambores, sobras de: tubulações, chapas, elétrodos, pregos, peças de equipamentos. RESÍDUOS PERIGOSOS: Filtro contaminados com óleo, latas sujas de tintas, graxas e óleos, trapos, panos e papelão sujos com óleo e solventes, EPI’s e uniforme usados, vareduras com resísuos de material perigoso, lâmpadas fluorescentes. MADEIRAS EM GERAL: Palete, caixas de madeiras. RADIOATIVOS: Pilhas e baterias.

15

ÁCIDOS - Ácido Clorídrico, ONU 1789: Líquido límpido, fumegante, ligeiramente amarelado e cheiro acre. - Ácido Sulfúrico, ONU 1830: Líquido inodoro, incolor ou amarelo e completamente miscível com água. BASES (PRODUTOS ALCALINOS) - Hidróxido de Sódio, ONU 1824: Líquido levemente amarelo esverdeado, com odor característico e penetrante. - Hipoclorito de sódio, ONU 1791: Líquido levemente amarelo esverdeado, com odor característico e penetrante. IMPORTANTE: Todos os produtos citados acima pertencem a classe de risco 8 (corrosivos), porém é preciso tomar muito cuidado, pois há incompatibilidade química dentro da classe entre Ácidos e Bases, não devendo em hipótese alguma haver mistura destes materiais. Em caso de emergência consulte a FISPQ disponível no almoxarifado da empresa. OBSERVAÇÕES: Para a manutenção em tanques e tubulações, verificar se as linhas estão completamente drenadas. EPI’S: LUVA, SAPATO, ÓCULOS COM VEDAÇÃO LATERAL, MASCÁRA FACIAL E MACACÃO TAYVEC. 8


EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI’s

Após conhecer os sensos, você deverá: - Separar as coisas necessárias e eliminar as desnecessárias. - Arrumar as coisas necessárias agrupando-as para facilitar seu acesso e manuseio.

São destinados à proteção da saúde e integridade física de nossos colaboradores, fornecedores e visitantes. Seu uso é obrigatório, conforme definido na PS (Permissão de Serviço) ou PEEC (Permissão de Entrada Espaço Confinado).

Sendo obrigatório para acesso a área fábril os EPI’s abaixo:

- Eliminar sujeira, poeira, manchas de óleo do chão e equipamentos. - Conservar a limpeza dos ambientes, criando padronização. - Cumprir rigorosamente o que foi determinado, preservando os pradões estabelecidos. Para que serve o programa 5S: Para melhorar a qualidade de vida dos colaboradores, transformando o ambiente da empresa e a atitude das pessoas; Aumentar a produtividade da instituição, diminuindo desperdícios e reduzindo custos; O que você ganha implantado o programa 5S:

Sapato

Óculos

Máscara de fuga 9

- Bem-estar do ser humano; - Ambiente da Qualidade (satisfação); - Higienização física e mental do local de aplicação do programa, tornando-o um ambiente mais agradável e sadio; - Reciclagem de recursos escassos; - Melhoria da administração do tempo e do marketing pessoal; - Maior rapidez para encontrar objetos e informações; - Diminuição do cansaço físico e mental causado pela procura de objetos e informações; - Aumento da produtividade e satisfação pessoal e da equipe; - Melhoria do fluxo de pessoas e materiais; - Maior qualidade em produtos e serviços; - Prevenção contra o estresse. - Melhoria nos relacionamentos interpessoais 14


PROGRAMA 5S A GUAÍBA QUÍMICA prática o programa 5S que internamente conhecido como QG5.

CONHEÇA OS CINCOS SENSOS

PLANO DE EMERGÊNCIA Atendimento a Emergência/Abandono de Área Ao ouvir um sinal de alerta (sirene) e em menos de um minuto a mesma cessar, fique atento. Se tocar novamente, você deve deslocar-se à frente do ponto de encontro e seguir as orientações dos nossos brigadistas.

ENTÃO: 1º toque a menos de 1 minuto: ALERTRA

2º toque a mais de 1 minuto: EVACUAÇÃO DE ÁREA

Deslocamento em diagonal

à posição do vento.

13

10


BRIGADA DE COMBATE AO FOGO E EMERGÊNCIA

ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS

É formada por um grupo de colaboradores da SRG treinados para atuarem em situações de acidentes, objetivando dar resposta rápida em atendimento a primeiros socorros e acidentes de trabalho.

Qualquer mudança no meio ambiente, adversa ou benéfica, que resulte, total ou parcialmente,das atividades, produtos ou serviços de uma organização.

Elementos das atividades, produtos e serviços de uma organização que podem interagir com o meio ambiente.

Os aspectos significativos da GUAÍBA QUÍMICA são: - Transporte de produto químico; - Envase e armazenamento de produto químico. Sustentabilidade Motivada por seu compromisso socioambiental, a GUAÍBA QUÍMICA atua com objetivo de buscar desenvolvimento sustentável, econômico, social e ambiental nos porcessos, com foco na implantação de melhorias e na análise de desempenho de seus produtos. 11

12


Revista