Page 1

BOLETIM SUL 3 Edição nº 12 – 30 de novembro de 2017 Diretoria de Ensino Região Sul 3 Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

As ações do NÚCLEO PEDAGÓGICO em 2017

Facebook

Os Jogos Escolares do Estado de SP na Sul 3

Os professores de Educação Física da Sul 3 no encerramento dos JEESP – Página 6

A visita de Julce Rocha, embaixadora da Microsoft, em 28 de novembro:


ISnuslt3itucional

EDITORIAL A matéria que abre esta edição do Boletim Sul 3 trata das iniciativas do Núcleo Pedagógico em 2017. A maior parte desse grupo (veja as fotos e os nomes na capa) é composta pelos chamados Professores Coordenadores de Núcleo Pedagógico (PCNPs) que, afastados da sala de aula, continuam professores, com a missão de servir os colegas de sua área de ensino e prestar auxílio pedagógico às escolas. A Mostra Científica – já na V edição – é um exemplo de iniciativa do Núcleo Pedagógico. Seu objetivo, em síntese, é incutir nos participantes a curiosidade e o comportamento de pesquisador científico. Na página ao lado, começa a matéria enviada ao Boletim Sul 3 pela equipe da “Imprensa e Comunicação Jovem” da escola estadual Benedito Célio de Siqueira. Na página 6, os Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP) também são tocados pelo Núcleo Pedagógico, principalmente pelo coordenador de jogos, cuja designação ocorre semestralmente. Na página 10, faz-se referência ao curso de Língua Portuguesa. Mesmo os Grêmios Estudantis, na página 5, contam, já há alguns anos, com a preciosa colaboração de Eduardo Alves, PCNP de História. Tudo isso, sem falar na atuação dos PCNPs em ações amplas como foram, em 2017, o Método de Melhoria de Resultados e a Gestão Democrática. Que esta edição seja o agradecimento e a homenagem do Boletim Sul 3 a todos os membros do Núcleo Pedagógico!

NESTA EDIÇÃO Sul 3 As ações do Núcleo Pedagógico em 2017........3 A V Mostra Científica da Sul 3...............................3 Os encontros dos Grêmios no 2º semestre.....5 Os Jogos Escolares do Estado (JEESP) 2017...6 A Sul 3 em contato com a Polícia Militar..........9 Embaixadora da Microsoft visita Sul 3..........10 Espaço das Escolas A nomes das escolas da Sul 3.............................12

2

Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

EXPEDIENTE Boletim Sul 3 Diretoria de Ensino Região Sul 3 Secretaria de Educação do Estado de São Paulo Av. Alcindo Ferreira, 4 – Parque Castelo CEP 04803-170 São Paulo – SP Telefones: (11)5660-1313 ou 1314 http://desul3.edunet.sp.gov.br/ https://www.facebook.com/desul3 desu3@educacao.sp.gov.br Eonice Domingos da Silva Dirigente Regional de Ensino Cristiane Valéria Andrade da Silva Bomfim Supervisora do Núcleo Pedagógico Léssio Lima Cardoso Redação, edição e diagramação Telefone: (11)5660-1358 lessio@professor.educacao.sp.gov.br Também compõem o Conselho Editorial: Kamila Vieira Moreira, Viviane da Silva Jaccoud, Robson Teixeira Leite, Eduardo Alves, Ademar Gomes Vieira e Silvia Cleto. Observações Para elogio, crítica ou sugestão, contate a redação ou preencha o formulário online A finalidade do Boletim Sul 3 é exclusivamente educacional. Exemplares impressos são distribuídos gratuitamente. As opiniões expressas não representam necessariamente a opinião da Sul 3 ou da Secretaria de Educação. Acesse o acervo online:

1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10 e 11.


Sul 3

As ações do NÚCLEO PEDAGÓGICO em 2017

N

Escolar Indígena, foi a responsável por apresentar o PowerPoint, tecendo alguns comentários, enquanto fazia a leitura. Os 17 slides contém as ações de cada PCNP, de Rui Justino Silva, coordenador de Teresa Azevedo, jogos, e Rafael Paes, PCNP, apresentou analista sociocultural. o PowerPoint Total de visitas às escoaos diretores las: 211. Total de Orientações Técnicas: 52. Total de cursos: 4. O documento é encerrado com a agenda de formação prevista para 2018, apresentada por Cristiane Valéria Andrade da Silva Bomfim, supervisora responsável pelo Núcleo Pedagógico. Veja-o completo no documento Ações do Núcleo Pedagógico. Teresa Azevedo

LAdemar Gomes

a reunião de trabalho com os diretores de escola da Diretoria de Ensino Região Sul 3, aos 29 de novembro, na escola estadual Maria Juvenal Homem de Mello, o Núcleo Pedagógico apresentou as ações de formação que ofereceu em 2017. Teresa Regina Azevedo, PCNP de Geografia e Educação

Sul 3 realiza a V MOSTRA CIENTÍFICA

A

V Mostra Científica das escolas da Diretoria de Ensino Região Sul 3 foi realizada em 20 de outubro, contando com um total de 51 projetos inscritos, dos quais 46 compareceram, resultando no maior número de trabalhos apresentados desde que começamos a realizar este importante evento. Cabe destacar a participação de muitas escolas da rede estadual que estiveram presentes pela primeira vez. Também contamos com a participação de escolas

Facebook

Comissão Organizadora da Mostra Científica das Escolas da Diretoria de Ensino Região Sul 3

“Algumas escolas organizaram excursões com seus alunos para que pudessem conhecer a Mostra Científica” Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

3


Sul 3 da rede privada neste ano. Outras escolas, tradicionais participantes, retornaram para reafirmar seu compromisso com a educação e o incentivo à pesquisa científica. A Mostra é realizada na escola estadual José Geraldo de Lima, responsável em acolher os expositores e visitantes. Os preparativos tiveram início no dia anterior, quando as instalações foram preparadas para o evento. No dia da Mostra, logo cedo, alunos da escola e integrantes da Comissão Organizadora – professores voluntários e membros da diretoria de ensino – já estavam trabalhando nos ajustes finais a fim de recepcionar os expositores. Essa foi a etapa final de um processo de preparação que se iniciou ainda em fins 2016, envolvendo a avaliação da Mostra anterior, debates e planejamentos para cuidar de todos os detalhes. Chegando a partir das 9h30, os expositores – alunos e professores – organizaram seus estandes com os experimentos, assistiram a uma apresentação sobre ciências e puderam almoçar antes que o evento fosse oficialmente aberto ao público, às 12h30. Participaram estudantes de todos os segmentos da Educação Básica bem como da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os trabalhos foram avaliados por estudantes universitários convidados, que assistiram às apresentações dos trabalhos, pontuando cada item indicado para observação.

Os trabalhos foram divididos em cinco categorias: Oswaldo Cruz (Anos Iniciais), César Lattes (Anos Finais), Graziela Barroso (Ensino Médio) e Rosally Lopes (EJA, criada em 2016). Os colégios privados participaram da estreante categoria Santos Dummont, subdividida em três categorias, registrando sete trabalhos de três escolas. A qualidade de todos os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes surpreendeu, demonstrando o empenho de professores e alunos para que ocorresse uma aprendizagem significativa. Pontuações muito próximas atestaram o elevado nível dos projetos inscritos. A exposição dos trabalhos foi realizada das 12h30 às 15h30, período em que ficou aberta ao público. Algumas escolas organizaram excursões com seus alunos para que pudessem conhecer a Mostra Científica e ampliar seus conhecimentos além, é claro, de despertar seu interesse pelas ciências. Mesmo os alunos expositores se alternaram em seus estandes, podendo assim conhecer os trabalhos de seus colegas de outras escolas. Desde os pequeninos dos Anos Iniciais aos alunos do Ensino Médio, todos demonstraram empolgação e alegria ao estar, ali, apresentando seus trabalhos aos visitantes, avaliadores e demais expositores, tendo um dia como verdadeiros cientistas.

Os professores de Ciências da Natureza da Sul 3 orientam-se por um blog específico criado pelos PCNPs da área, Vilma Maria do Nascimento Santos e Alfonso Gómez Paiva. Sobre a V Mostra Científica, o leitor encontra lá a pontuação geral, as categorias e outras fotos

4

Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017


Os preparativos para o grande dia – Este ano a Comissão Organizadora trabalhou arduamente para mobilizar todos os recursos necessários, contando com o imprescindível apoio de grandes parceiros, que colaboraram com medalhas, premiações e brindes para todos os presentes. Do planejamento à divulgação que antecederam esse grande dia, da organização do espaço aos cuidados administrativos no momento da Mostra, do apoio aos expositores ao registro de tudo o que ocorreu, pudemos constatar a mobilização e empenho de todos os envolvidos para o sucesso da Mostra, resultando na alegria dos participantes que demonstraram que é possível fazer ciência na escola. Professores voluntários, Professores Coordenadores de Núcleo Pedagógico (PCNPs), integrantes do Programa Escola da Família (PEF), diretores de escolas e toda a diretoria de ensino se articularam para viabilizar o evento deste ano, que cresceu. Não podemos nos esquecer que também tivemos a importante participação dos estudantes que integraram a equipe de organização do evento. O protagonismo juvenil em primeiro lugar – O mais importante na Mostra Científica é o protagonismo exercido pelos jovens. Em cada estande, eram eles quem apresentava seus trabalhos, demonstrando pleno conhecimento dos conceitos científicos empregados. A recepção e todo o apoio aos expositores foram responsabilidade dos estudantes da escola estadual José Geraldo de

Facebook

Sul 3 “Os participantes demonstraram que é possível fazer ciência na escola”

Lima, que organizavam tudo e orientavam o público. Mesmo o registro em fotos e vídeo era de responsabilidade de uma equipe de imprensa que integrou alunos de quatro escolas. Um dia de conquistas – Ao final do dia, 17 trabalhos foram premiados. Entretanto, todos devem ser considerados vencedores, afinal fizeram ciência utilizando muita criatividade e superando inúmeros desafios e dificuldades. Cerca de 200 estudantes puderam difundir conhecimento científico para 591 visitantes e, certamente, muitos voltarão nos próximos anos ou, quem sabe, seguirão uma brilhante carreira na área científica. Nós, da Comissão Organizadora da Mostra Científica, gostaríamos de agradecer a todos, alunos, professores, diretores, diretoria de ensino e parceiros, que apoiaram esse evento e proporcionaram aos nossos jovens momentos inesquecíveis.

Os eventos dos GRÊMIOS ESTUDANTIS

O

s Grêmios Estudantis são acompanhados, na Diretoria de Ensino Região Sul 3, por Roberto Pereira da Silva, supervisor, Maria Pereira Sobrinho, supervisora, e Eduardo Silva Alves, PCNP. No encontro de 24 de outubro, Eonice Domingos, dirigente regional de ensino, destacou que os Grêmios “são alunos engajados e comprometidos, con-

tando com o apoio de sempre dos seus professores”. Veja os eventos do segundo semestre de 2017:  11 de agosto, reunião, na sede da Sul 3, com os interlocutores responsáveis pelos Grêmios em conjunto com seus respectivos presidentes, com apresentação de liBoletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

5


Facebook

Sul 3

A reunião de 24 de outubro e, ao lado, os representantes da Sul 3 no Encontro Paulista: “Alunos engajados e comprometidos”

vros de atas e estatuto com aprovação pelos alunos. 24 de outubro, reunião, na escola estadual Alberto Salotti, com os temas Saresp e Busca Ativa. 26 e 27 de outubro, em Bauru, I Encontro Paulista de Grêmios Estudantis 2017, Sul

3 representada pelos Grêmios das escolas estaduais Santo Dias da Silva e Irmã Charlita, acompanhados por Cristiane Valéria Andrade da Silva Bomfim, supervisora, e Eduardo Alves.  13 de dezembro, das 9h às 17h, no Campus I da Universidade Santo Amaro (Unisa), Show de Talentos, com as modalidades poesia, cordel, dança e música. “Nossos alunos e professores mostrando seus potenciais criativos!”, elogia a dirigente.

OS JOGOS ESCOLARES ESTUDANTIS 2017

T

odos os anos as escolas da Diretoria de Ensino Região Sul 3 participam dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP), em sua maioria com alunos das turmas de Atividades Curriculares Desportivas (ACD).

Juliana, Rosely, Maria Dalva e Rui compõem a equipe de Educação Física da Sul 3, no ano que se encerra

6

Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

Facebook

Rui Justino da Silva Coordenador de Jogos da Sul 3


Facebook

Foto enviada pela escola

Sul 3

Essas turmas, destinadas à prática das diferentes modalidades esportivas, constituem parte integrante da proposta pedagógica da escola. No quadro abaixo, você acompanha os números de alunos e equipes, por modalidade, nas categorias pré-mirim, mirim, infantil e juvenil. em sua maioria com alunos das turmas de Ativida Números dos JEESP 2017 na Sul 3

Juvenil

Infantil

Mirim

Pré-Mirim

Modalidade Basquete Futsal Handebol Voleibol Xadrez Tênis de mesa Basquete Futsal Handebol Voleibol Atletismo Xadrez Tênis de mesa Basquete Futsal Handebol Voleibol Atletismo Xadrez Tênis de mesa Basquete Futsal Voleibol Xadrez Tênis de mesa

Nº de alunos 60 300 180 120 152 112 140 480 160 140 276 96 128 360 600 80 400 116 152 168 40 180 80 48 80

Nº de equipes 3 15 9 6 19 14 7 24 8 7 12 12 16 18 30 4 20 8 19 21 2 9 4 6 10

A escola estadual José Duarte Júnior, foto maior, foi campeã no xadrez feminino mirim e a Santo Dias, no atletismo feminino mirim

Em 2017, tivemos o evento de abertura dos JEESP, em 8 de maio, com a participação das escolas e suas equipes, com o pontapé inicial de Eonice Domingos, nossa dirigente regional de ensino, na ADC Eletropaulo, representada por Paulo Marinheiro, presidente, conforme noticiado pelo Boletim Sul 3, nº 7, página 3. Neste ano, algumas de nossas escolas consagraram-se campeãs na fase inter DEs e foram as representantes da Capital na fase estadual, competindo com escolas de outras cidades do estado de São Paulo. Assim sendo, Eonice, Maria Dalva da Silva Vale, supervisora, Juliana Cammarosano, PCNP, Rosely Villares Zanin e eu prestamos aqui nossa homenagem a todos os participantes que superaram, com coragem, determinação e disciplina, muitos adversários e obstáculos. Nossas competições individuais, nas modalidades tênis de mesa e xadrez, aconteceram na escola estadual Irmã Charlita, onde fomos acolhidos com muito carinho, respeito e um super apoio dos professores Akira e Cristiano. Em outubro e novembro, fomos muito bem recebidos por toda a equipe gestora e professores de Educação Física, Carmem e João, da escola estadual José Vieira de Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

7


Sul 3 COM DIREITO A TORCIDA Danielly Pereira Leite Imprensa e Comunicação Jovem E. E. Benedito Célio de Siqueira

Realizou-se um evento que reuniu cerca de 800 estudantes para a cerimônia de encerramento dos jogos escolares de 2017 da Diretoria de Ensino Região Sul 3, em 22 de novembro, com a participação de várias escolas. Compondo a mesa estavam representantes da direção de cada escola presente no evento. O evento contou também com a presença da dirigente regional de ensino, professora Eonice Domingos. Nessa cerimônia, tivemos muitas apresentações de alunos. Os professores que participaram durante o ano treinando seus alunos para os jogos receberam um certificado e uma linda flor como agradecimento pelo seu trabalho e esforço dedicados à sua equipe de alunos. Também foi dado um troféu e uma medalha para cada equipe vencedora dos jogos que ocorreram no clube AES Eletropaulo. O encerramento dos jogos escolares 2017 ocorreu no SESC Interlagos e com direito a torcida, pois os alunos estavam muito felizes com tudo que estavam presenciando.

Moraes, onde foram realizados os jogos das categorias pré-mirim e juvenil. Nessa etapa, nossos professores colaboraram com a arbitragem e, apesar de muita chuva, tudo transcorreu de maneira harmônica. O encerramento dos JEESP 2017 aconteceu em 22 de novembro, no SESC Interlagos (veja o boxe acima), com uma grande festa e

A escola estadual Irmã Charlita foi campeã no voleibol feminino mirim e a David Zeiger, no atletismo masculino infantil

Facebook

8

apresentações das escolas estaduais Cândido de Oliveira, Reverendo Erodice e Parque Novo Grajaú e da banda da escola estadual Benedito Célio de Siqueira. Veja as escolas da Sul 3 campeãs na Capital por modalidade:  Xadrez feminino mirim – Escola estadual José Duarte Júnior, professores Paulo Henrique Roschel e William Mauricio de Souza e as alunas Lorena dos Santos Freitas, Kelly Cristina M. dos Santos, Luana Takimoto Branco, Eliane Silva Santos, Ana Beatriz Vital Fernandes, Anna Clara Nobrega Silva, Dara Santana Gimenes e Eduarda Dantas Ferreira.  Voleibol feminino mirim – Escola Estadual Irmã Charlita, professores Ana Cristina da Silva e Cristiano Borba Zillig e as alunas Giovanna Oliveira Cruz, Vitoria Ribeiro Nakada, Isabella Montanholi e Pedroso, Julia Brazilino Nascimento, Lucia Cristina Vieira Pereira dos Santos, Michelly Pereira da Silva, Thaissa Vasconcelos de Araujo, Gabriela Diniz da Silva, Ana Carolina Sampaio Menezes, Ana Clara Brandão de Freitas, Isa Maria Pereira Santos, Melissa Mendes de Jesus Oliveira, Bruna Leal dos Santos, Amanda

Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017


Sul 3 Evangelista Ferreira, Luana Figueiredo de Oliveira e Yasmin Ribeiro Dantas. Atletismo feminino mirim – Escola estadual Santo Dias, professores Bruno Vitorio de Almeida Natalli e Hérica Maria Ramalho Figueiro e Marcelena e as alunas Emilly Faria de Oliveira, Ítalla Fernanda Santos Santana, Júlia Kerolyn Barros de Almeida e Letícia Souza Duarte. A professora Marcelena acompanhou a equipe que foi à Praia Grande disputar a final estadual.

Atletismo masculino infantil – Escola estadual David Zeiger, professor Arnaldo da Silva Rocha e os alunos Pedro Daniel Lucas Souza, João Vito Soares Borges, Ramom do Nascimento Andrade, Gabriel Vitorino da Silva, Daniel Vitorino da Silva e Roberto Silva Braz. No segundo semestre, a equipe da já campeã escola em anos anteriores foi à final estadual em Bragança Paulista, com o Arnaldo.

Facebook

A questão da segurança nas escolas

Aos 6 de dezembro, na escola estadual Alberto Salotti, em reunião conduzida por Cristiane Bomfim, os diretores da Sul 3 puderam ouvir e falar com a Polícia Militar sobre como melhorar a segurança nas escolas

T

odo mundo sabe da importância de se melhorar a segurança em nossas escolas. Foi pensando nisso e buscando reduzir o número de ocorrências em seus estabelecimentos que a Diretoria de Ensino Região Sul 3 contatou a Polícia Militar para trocar informações, estudar casos e decidir o que pode ser feito. Foram dois momentos:  Em 21 de novembro, Eonice Domingos, dirigente regional de ensino, na companhia de Nelma Andrade, conBoletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

9


versou, durante um café, com o tenente coronel Pistori e o major Chaves do 50º Batalhão da Polícia Militar sobre as questões de segurança das escolas da região. Em 6 de dezem-

Facebook

Sul 3 tes do 50º Batalhão e o capitão Luiz Gomes que representou o 27º Batalhão da Polícia Militar. Impossibilitada de participar, Eonice foi representada por Cristiane Valéria Andrade da Silva Bomfim, supervisora. O grande resul-

bro, em reunião tado foi uma aproximaO diálogo entre a Diretoria de Ensino na escola estadução entre as escolas e a Região Sul 3 e a Polícia Militar começou al Alberto Salotti, Polícia Militar, o que durante um café, em 21 de novembro todos os diretocertamente contribuirá res de escola puderam ouvir e falar para uma melhora na segurança. sobre o assunto com os representan-

Sul 3 recebe EMBAIXADORA da MICROSOFT

J

ulciane Castro da Rocha, embaixadora da Microsoft no Brasil, esteve na sede da Diretoria de Ensino Região Sul 3, em 28 de novembro, para duas Orientações Técnicas (OTs), uma de manhã e outra à tarde. Julci Rocha, como é conhecida, foi videoconferencista na transmissão de 30 de março de 2017, promovida pela CGEB/CTEC e Microsoft. Foi também uma das responsáveis pela Expedição Office 365, da qual participou a Sul 3, em 28 de agosto, conforme noticiado pelo Boletim Sul 3, nº 10, página 5. A primeira OT, de manhã, foi dirigida a professores de Língua Portuguesa dos Anos Finais e Ensino Médio e aos professores que concluíram o curso online “Gêneros textuais

10

Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

em sala de aula: a leitura e a escrita como práticas sociais”. Esse curso foi possível graças ao uso do OneNote, uma ferramenta do Office 365. Desde que foi informada, a Microsoft passou a acompanhar essa ação. Daí, o interesse de Julci em prestigiar o encerramento e a certificação dos participantes. Eonice Domingos, dirigente regional de ensino, participou do debate sobre a importância de incorporar novos recursos tecnológicos na educação. “Foi muito bom ver o empenho e compromisso dos professores em busca de inovação tecnológica para melhorar suas aulas e, por consequência, o ensino de nossos alunos”, avaliou.


Dentre outros assuntos, Julci esclareceu o uso dos e-mails disponíveis para professores, servidores e alunos (veja explicação no boxe que trata do curso), destacou a substituição do pen drive pelo OneDrive, exibiu vídeo demonstrativo do Skype, deu dicas de exploração do Sway e tirou dúvidas dos participantes. “Os funcionários da diretoria também foram contemplados com a palestra da Julce”, anunciou Eonice, em sua postagem no Facebook. À tarde, na segunda OT, a embaixadora encontrou-se com diretores de núcleo e PCNPs, na sala 37, da Rede do Saber, onde cada participante teve um notebook conectado à internet para poder executar o que era ensinado. A dirigente fez a abertura e motivou os presentes a aproveitarem a oportunidade. Julce iniciou essa formação demonstrando uma webconferência pelo Skype. Em seguida, ensinou-lhes a usar essa ferramenta que comporta até 250 participantes. Os presentes puderam simular webconferências entre si. Ela explicou sobre as licenças que existem para instalar o Office 365 e como fazê-lo. Depois, ensinou a armazenar documentos no OneDrive e como compartilhar links. Para finalizar, cada um aprendeu a criar e compartilhar um Sway. No final, um participante disse que usaria mais o e-mail do Office 365. Outro previu a possibilidade de melhorias nas publicações, no site da Sul 3. Veio um pedido do Centro de Recursos Humanos (CRH) da Sul 3 para oferecer alguma formação tecnológica aos Gerentes de Organização Escolar (GOEs), no ano que vem.

Teresa Azevedo

Sul 3

Eonice, Julce e Léssio, na OT para professores

Como se vê, as duas OTs tiveram basicamente o mesmo objetivo: oferecer alternativas tecnológicas para o participante criar novas rotinas ou aperfeiçoar antigas, executando suas atribuições de modo mais rápido e prático. Outro ponto em comum é que, no final dos dois momentos, na hora da avaliação, os participantes manifestaram grande interesse por outras formações tecnológicas. O encontro com a embaixadora conseguiu motivá-los para essa necessidade. Aos 13 de dezembro, o curso online de Língua Portuguesa da Sul 3 foi para o blog da Microsoft, que tem por objetivo relatar “casos reais” de uso das ferramentas do Office 365 na educação. Alguns recursos, como o Sway, por exemplo, apresenta diversos casos de uso. “Não é nada muito extenso, mas acho que será bacana ser o primeiro caso de OneNote”, havia comentado Julci. Com o título “OneNote como ferramenta de compartilhamento de conhecimento na SEE-SP”, a nota resume o que foi feito na Sul 3 e cita o benefício de baixar o Office 365 na rede da Secretaria de Estado da Educação. Veja a postagem completa no final da página 10.

Teresa Azevedo

Os funcionários da Sul 3 também pediram mais formação sobre tecnologia

Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

11


aço das Escolas SEusp l3

OS NOMES DAS ESCOLAS DA SUL 3

“A

Escola Estadual Condomínio Carioba/Monte Verde, da Diretoria de Ensino Região Sul 3, da Secretaria da Educação, localizada no Município de São Paulo, criada pelo item 1 da alínea “f” do inciso I do artigo 1º do Decreto nº 46.573, de 1 de março de 2002, passa a denominar-se Escola Estadual ‘José Bento Renato Monteiro Lobato’”, diz o Artigo 1º do Decreto nº 63.025, assinado por Geraldo Alckmin, em 7 de dezembro de 2017. Outra mudança recente de nome de escola foi a “Benedito Célio de Siqueira”, antes “Loteamento das Gaivotas III”, pela Lei 16.275, publicada em 7 de julho de 2016, no Diário Oficial do Estado. Benê, como era popularmente conhecido, faleceu em julho de 2015, depois de mais de uma década como

12

Boletim Sul 3 – Nº 12 – 30/11/2017

diretor daquela escola. Adelaide Rosa Fernandes Machado de Souza é outra educadora que se tornou nome da escola em que atuou como diretora. Continuam a existir as escolas Loteamento das Gaivotas I e II. A que mudou de nome é a III. O mesmo não aconteceu com as escolas Condomínio Vargem Grande I e II: a I tornou-se Ayrton Senna da Silva e, atualmente, existe a II sem que haja a I. Nem sempre a pessoa que dá nome a uma escola trabalhou na área da educação. “Das 1145 escolas estaduais da capital, nada menos que 552, ou quase a metade, foram batizadas em homenagem a educadores”, inicia-se assim matéria de “Veja São Paulo”, edição de 24 de agosto de 2016, página 12. Ela cita duas escolas da Sul 3.

Boletim sul 3, nº 12, nov 2017  
Boletim sul 3, nº 12, nov 2017  

A maior parte do Núcleo Pedagógico é composta pelos chamados Professores Coordenadores de Núcleo Pedagógico (PCNPs) que, afastados da sala d...

Advertisement