__MAIN_TEXT__

Page 1

Leros

GRÁTIS NÚMERO 346

JULHO 2020

www.leros.co.uk

VERÃO NA ERA DO CORONAVÍRUS PUBS REABREM, RESTAURANTES OFERECEM 50% DE DESCONTO, MAS PARA NADAR AO AR LIVRE É PRECISO FAZER RESERVA ON-LINE

USO DE MÁSCARA PODE REDUZIR EM ATÉ 40% AS TAXAS DE CRESCIMENTO DE CASOS DE COVID-19

GELEIA GERAL

ENTREGADORES DE APLICATIVOS BATIZAM PARALISAÇÃO NO BRASIL DE “BREQUE DOS APPS”

LEROS EXTRA

BICICLETAS ELÉTRICAS RETORNAM ÀS RUAS DE LONDRES

TERRA BRASILIS

POR QUE A PRISÃO DE FABRÍCIO QUEIROZ PREOCUPA TANTO A FAMÍLIA BOLSONARO?

E MAIS: EDUARDO KOBRA • GKAY •

MARTHA ROCHA, “A ETERNA MISS BRASIL”, SAI DE CENA


Quer ficar em casa? A Leros agora pode ser lida inteiramente on-line, tanto na tela do seu celular como no seu tablet ou computador. Basta entrar na plataforma (site abaixo) ou baixar o aplicativo issuu.

www.issuu.com/leros


JULHO 2020 9 CARTAS & E-MAILS 8-11 GELEIA GERAL Padre diz que quem votou em Bolsonaro “precisa se confessar”. Brasileira cria podcasts sobre pessoas que limpam casas nos Estados Unidos. “A gente trabalha com o estômago vazio e comida nas costas”, diz entregador de refeições de aplicativos. Eduardo Kobra fará um novo painel em Niterói. Quinze Dias, “a história de um adolescente gay e gordo”, chega às livrarias britânicas e norteamericanas em novembro. Brasileira passa a morar na rua em Portugal por causa da crise.

14-17 MAIS GELEIA Cerveja com aroma de cannabis é lançada no Brasil. Corinthians lança camisa inspirada em 1990, ano em que conquistou o Brasileirão pela primeira vez. Mulher de Fábio Porchat aparece nua na live do marido. “Buzinas e faróis são as novas palmas”, diz Ivo Meirelles após fazer show em drive-in. Fabrício Carpinejar lança livro que reúne vários ensaios sobre emoções durante o isolamento social.

Gkay, a youtuber que ultrapassou a marca de um milhão de seguidores no YouTube. Igreja Pentecostal perde na justiça o uso exclusivo do nome “Deus é amor”. Martha Rocha, a eterna Miss Brasil, morre aos 83 anos. Turistas de Guerra lançam novo clipe no YouTube.

LEROS EXTRA 20 Ingleses batizam 4 de julho de

Super Saturday para celebrar a reabertura dos pubs. 22 Governo banca 50% de desconto em refeições consumidas em restaurantes, mas nem todos os comerciantes se empolgam.

23 Que tal um mergulho ao ar livre? 24 Um giro numa bicicleta elétrica em Londres custa bem mais caro do que o transporte público, mas é possível alugar bicicletas comuns.

TERRA BRASILIS 36-37 Jair Bolsonaro anuncia que

está com Covid-19 e se torna garotopropaganda da cloroquina. 39 Por que a prisão de Fabrício Queiroz preocupa tanto a família Bolsonaro? 40 Ministério da Educação: sai o ministro Abraham Weintraub e o sucessor dura cinco dias no cargo. 41 Facebook remove dezenas de contas falsas ligadas aos gabinetes de Bolsonaro e de seus filhos e dessa vez o presidente fica quieto.

Leros apresenta…

Editor Vicente Lou Capa Foto de Peter Sherbatykh Colaboradores & facilitadores: Bernadete Lou Eduardo Menezes Francisco Lou Gardenberg Kadu Muniz Marcella Haddad Paulo da Silva Ravi Low-Beer Ilustração Suki Lam LEROS MAGAZINE

WhatsApp 07939 97 3100 e-mail leros@leros.co.uk

www.leros.co.uk

46 CONTATOS ÚTEIS

Consulado, ONGs, etc.

47 FRASES

Quem disse o quê por aí…

48 PÁGINAS BÁSICAS

Dicas essenciais para recémchegados em Londres.

Piscinas, academias de ginástica e salões de beleza começam a reabrir em Londres. Além de divulgar a mensagem “Work out to help out”, o governo britânico lançou o projeto “Eat out to help out”, que vai oferecer 50% de desconto em refeições para que as pessoas voltem a comer fora durante a crise da pandemia. Os pubs já reabriram no dia 4 de julho, mas alguns fecharam as portas novamente porque alguns clientes contraíram o vírus. A empresa Lime comprou as bicicletas elétricas do Uber e começa a colocá-las de volta nas ruas esse mês. E enquanto as piscinas de alguns bairros não abrem, é possível nadar ao ar livre em alguns bairros de Londres se, é claro, o sol deixar de se fazer de rogado e voltar a brilhar novamente. Leros Extra: páginas 20 - 28.

Leros

JULHO 2020 3


www.londreslegal.co.uk

www.solomonshepherd.com 4

Leros

JULHO 2020


BONS RESULTADOS COMEÇAM COM BOAS ESCOLHAS Especialistas em Imigração Confira nossos serviços: √ IMIGRAÇÃO √ APELAÇÕES √ LITÍGIO √ DIREITO DE FAMÍLIA 17 Maiden Lane London WC2E 7NL Metrô: Covent Garden

Fundada em 2007, a M Reale Solicitors tem como prioridade máxima seus clientes, por isso todos recebem um serviço não só profissional e especializado, mas também personalizado. Nosso objetivo é oferecer uma consultoria que faça você se sentir realmente seguro ao entrar em contato com os profissionais qualificados da nossa equipe.

Informações:

www.mreale.com

020 7379 6133

info@mreale.com

Leros

ABRIL 2020 7


Caixa Postal QUARENTENA “PARA INGLÊS VER”

Tive que passar três meses no Brasil porque os voos da Norwegian Airlines foram todos cancelados e estava contando com um voo mais econômico. Acabei comprando uma passagem mais cara com outra empresa e, para minha surpresa, os voos das companhias aéreas estão todos cheios, os passageiros viajam sentados um ao lado do outro, ou seja, na classe econômica o distanciamento é zero. Quando desembarco no Aeroporto de Heathrow, os portões eletrônicos para quem tem passaporte europeu (o meu é italiano) não estão funcionando. Dirijo-me ao oficial de imigração e entendo que preciso apresentar o

COPACABANA OU COPACORONA? Troquei Londres por Paris no ano passado e fico feliz por agora poder continuar lendo a Leros, parabéns pela edição digital. Aqui na França a imagem do Brasil também vai de mal a pior graças às trapalhadas do governo Bolsonaro. A revista de fim de semana do jornal Le Monde fez uma triste reportagem sobre Copacabana. O artigo na verdade é sobre o bairro e não sobre a nossa mais famosa praia. O Le Monde retrata Copacabana como uma amostra do Brasil atual e fala de empobrecimento, aumento da desigualdade, violência, pentecostalização, avanço da extrema direita e coronavírus. “Copacabana acompanhou, se não antecipou, as profundas 6

Leros JULHO 2020

formulário que vocês divulgaram [Leros 345] informando em que endereço iria passar os 14 dias da quarentena compulsória para quem vem do Brasil. Outra surpresa: o oficial que checou meu passaporte não está usando máscara. Ele me pede para tirar a máscara e enquanto checa se meu rosto bate com a foto do passaporte eu penso: “Meu Deus, a gente é obrigado a usar máscara durante as 11 horas do voo e ele aqui trabalhando sem máscara”. Tudo bem que ele manteve certa distância, mas já começo a desconfiar que todas essas exigências para conter a pandemia são “para inglês ver”. As informações do formulário que preenchi on-line nem foram verificadas, ele só queria saber se eu tinha o comprovante que o site do governo emite quando o formulário é submetido.

Estou no décimo dia de quarentena e não acho que alguém vá bater na minha porta para checar se eu estou em casa, mas pretendo cumprir os 14 dias, pois se alguém naquele voo era portador do coronavírus, existe uma grande chance de eu ter contraído o vírus. Tenho 29 anos e talvez seja “assintomática”, mas mesmo que essa quarentena seja “só para inglês ver”, eu vou concluir os 14 dias pois detestaria saber que passei esse vírus para alguém, não quero esse karma para mim, até porque há muitos idosos e o que para mim pode vir a ser apenas uma “gripezinha”, como disse aquele presidente que eu não gosto nem de mencionar o nome, para outra pessoa pode ser um período de muito sofrimento. MARLENE S. AGUIAR

mudanças do Brasil”, diz o jornal. A princípio, fiquei triste com a reportagem, mas na verdade é bom que toquem em nossa ferida, quanto mais exposta, mais chance de ser curada. LUIZ ROBERTO NOVAES

mas ainda assim, um show sem plateia, para mim, é estranho. Aqui em Londres eu ia a pelo menos um show brasileiro por mês, me fazia bem, mas o que mais me entristece é que as pessoas não estão aceitando essa situação. Tanto no Brasil como aqui, basta o governo relaxar as medidas de distanciamento e vai todo mundo para o parque, todo mundo para o pub, sem estar nem aí com esse maldito vírus. Se as pessoas não aceitarem que 2020 é um ano sem show, sem festival e sem drink no pub, 2021 vai ser pior. Temos que imaginar que uma nova quarentena vai ser bem mais dif ícil de aguentar e não só imaginar, tentar segurar a onda para evitar uma segunda onda de contaminação. Infelizmente, se continuarmos assim, é o que está por vir e virá! JAIME LACERDA

O PIOR ESTÁ POR VIR Sou leitor das antigas e acho estranho abrir a Leros e não encontrar nenhum show de música brasileira para assistir. Não é só em Londres, eu sei, se estivesse no Brasil a situação seria a mesma, show agora só pelo YouTube ou Instagram, mas eu não consigo me empolgar com essas lives, tenho uma amiga que chegou a chorar ao ver a live do Milton Nascimento. O show foi realmente muito bonito, bem melhor do que essas lives só de voz e violão, ele pelo menos reuniu os amigos,


FESTAS COVID Fiquei chocada quando li uma notícia sobre “festas Covid” em Alabama, nos Estados Unidos. O estado tem 38 mil pessoas infectadas pelo coronavírus e mais de 900 já morreram e ainda assim jovens infectados com o vírus acham “cool” participar de festas com pessoas saudáveis e vejam que absurdo: os convidados colocam dinheiro em um pote e o primeiro diagnosticado com Covid-19 depois da festa fica com o valor arrecadado. Pensei que fosse coisa de americanos mimados, mas no Brasil a mentalidade não é diferente. Assim que os bares foram reabertos no Rio de Janeiro, as pessoas lotaram bairros como o Leblon e circula na internet um vídeo mostrando não só as pessoas ignorando qualquer forma de distanciamento como o narrador dizendo “Fodam-se as máscaras, vamos ser felizes!”. O que é isso? Ignorância? Arrogância? Egoísmo? Um

CURSO DE INGLÊS GRATUITO ON-LINE Faz três semanas que estou em Londres e adorei conhecer a Leros. Gostaria de sugerir aos recém-chegados que estiverem de quarentena um curso de inglês gratuito online, oferecido pelo Centro Paula Souza. Fiz um curso de design à distância através do site deles e achei muito bom, principalmente para quem, como eu, não tem muita disciplina. Para avançar de uma aula para outra você tem que fazer os exercícios e acertar 60% das questões, o que força o aluno a se concentrar. Os cursos de inglês e espanhol têm 40 horas divididas em nove aulas muito bem elaboradas para quem está no nível básico. Sei que muitos recém-chegados acham que vão aprender

pouco de tudo, né? Um sinal de que a sociedade ocidental está doente. Esses burguesinhos acham que se pegarem o vírus vão se safar porque são jovens e ricos. Talvez a maioria se salve, mas não estão nem aí com o fato de se tornarem portadores de um vírus altamente contagioso, que pode tirar as vidas das pessoas que forem infectadas por eles. SOFIA DE ALENCAR SAI “FORA TEMER”, ENTRA “FORA BOLSONARO” Vocês já devem ter visto em alguma rede social aquele vídeo de um programa na TV portuguesa em que uma das participantes fica tentando se lembrar o nome do presidente do Brasil e a apresentadora provoca gargalhada na plateia quando tenta ajudar a participante e diz, sarcasticamente, que o nome do presidente brasileiro é “Fora Bolsonaro”. Dou aula de português para ingleses pelo Skype e um aluno

inglês de ouvido em Londres, eu também pensava assim quando vim à Inglaterra pela primeira vez, mas passei três meses aqui e voltei para o Brasil quase no mesmo nível. Por isso resolvi estudar e nessa segunda temporada estou me comunicando superbem. Para quem se interessar pelo curso, aqui vai o link: https://mooc. cps.sp.gov.br/#lista-cursos. LUCIANO GOUVEIA EDUCAÇÃO E DESIGUALDADE Não vou ler os 42 pedidos de impeachment de Jair Bolsonaro para não ficar deprimido, mas entre os que vocês divulgaram [Leros 345], não encontrei nenhum que fosse baseado no descaso do presidente com a Educação. Bolsonaro já teve dois ministros que nada fizeram

me perguntou o que era mais informal: “Fora” ou “Senhor”?. Não entendi o que ele estava querendo saber e quando ele reformulou a pergunta percebi que ele pensava que “fora” era sinônimo de “senhor”. Perguntei de onde ele havia tirado essa ideia e ele então questionou: “O Fora Bolsonaro não entrou no lugar do Fora Temer?”. Percebi que ele não estava sendo sarcástico e quando expliquei por que os brasileiros diziam “Fora Temer” e agora dizem “Fora Bolsonaro”, a gente riu muito. Depois da aula, ele me mandou um meme que circulou no Facebook em 2016, com uma foto de um grupo de chineses dando boas-vindas a Michel Temer com uma faixa que dizia “Welcome to China, Mr Fora Temer”. O coitado estava começando a aprender português naquele ano e não tinha percebido que era uma montagem. CRISTINA QUEIROGA

pelo ensino público, ou três, se incluirmos esse que ficou só uma semana. Segundo o Censo Escolar 2019, 35% das escolas municipais do Brasil não têm água encanada e 34% não têm acesso à internet, enquanto na rede privada de ensino, 92% contam com internet. Com essa crise do coronavírus, as escolas públicas e privadas fecharam e enquanto os alunos das escolas particulares continuam tendo aulas online, a grande maioria, que depende do ensino público, está praticamente sem estudo. Nem mesmo os alunos pobres que estudam nas 34% das escolas públicas com acesso à internet têm computadores em suas casas para acompanhar as aulas. E assim aumenta a desigualdade na Educação e o que já era ruim fica pior. ADRIANA SIMÕES Leros

JULHO 2020 7


GeleiaGeral Padre afirma que quem votou em Bolsonaro “precisa se confessar” Um padre do interior de São Paulo chamou Jair Bolsonaro de “bandido” e disse que quem votou no presidente precisa “se confessar” e “pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu”. Durante uma missa realizada no dia 2 de julho, após a leitura do Evangelho, o vigário Edson Adélio Tagliaferro questionou: “O padre não pode falar que o governo não presta porque o povo não quer ouvir isso?…Um país

que já chegou a 60 mil mortos pela pandemia [de Covid-19] e não tem um ministro da Saúde?… Vocês querem que eu fale o quê? ‘Ah, ele não trabalha porque não deixam ele trabalhar’. Não! É porque ele não presta! Bolsonaro não vale nada. E quem votou nele tem que se confessar. Pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu, porque elegeu um bandido pra por de presidente”. A missa foi celebrada na igreja

Brasileira cria podcast sobre pessoas que limpam casas nos Estados Unidos Imagine a cena: uma brasileira trabalha em uma bela mansão em Boston, um jantar é oferecido a um convidado ilustre e quando o convidado chega ela percebe que se trata do escritor britânico Salman Rushdie. Animada, ela diz à patroa: “Acabo de ler um livro dele”. E recebe um “cale-se” como resposta: “Não fala! Trabalha!”. Essa é uma das histórias vividas por Heloíza Barbosa, que deixou o Brasil há 20 anos, e criou o podcast Faxina, com histórias de brasileiros que limpam casas nos Estados Unidos. “Esse silêncio já durou tempo demais”, disse Heloíza à jornalista Flávia Mantovani, da Folha de S. Paulo. No primeiro episódio, ela apresenta a trajetória do goiano Samuel Andrade, que já atraiu mais de 40 mil seguidores no Instagram com as histórias que conta sobre sua rotina nos Estados Unidos. Samuel criou o personagem “Coisinha” para descrever seu cotidiano de forma bem-humorada. “Vai, vai, vai, faxineira, vai descendo até o chão, vai surrando a banheira, lava pia, vaso e chão, deixa tudo bem 8

Leros

JULHO 2020

limpinho pra agradar o teu patrão”, canta o goiano em um vídeo do “Coisinha”. Quando participou do podcast, Samuel disse que é preciso humildade para trabalhar nessa profissão e afirmou que “diploma do Brasil na América é simplesmente uma folha guardada dentro da gaveta”.

matriz Nossa Senhora das Dores, na cidade de Artur Nogueira, em São Paulo, e transmitida ao vivo pelas redes sociais da igreja. Depois que o vídeo contendo as críticas do padre bombou na internet, Tagliaferro explicou sua fala: “Ele [Bolsonaro] fala de Deus acima de todos, mas não é o Deus de Jesus, porque o Deus de Jesus é o que prega pela vida… Algumas pessoas acham eu que falei contra o presidente porque sou de outro partido. A minha questão é que o cristão tem que fazer uma opção clara pelo reino da vida, e não da morte”, esclareceu o pároco.

Samuel falou também sobre as dificuldades de se descobrir gay para quem, como ele, foi criado numa família religiosa em uma cidade pequena, e sobre os perigos que enfrentou ao migrar com os serviços de um coiote. Para Heloíza, o diferencial de seu podcast é dividir com os donos das histórias o escrever e o editar de cada episódio: “Eles têm o poder de editar sua própria narrativa”, diz a brasileira. Foto: @aquicoisinha / Instagram


Foto: ROBERT ANASCH

“A gente trabalha com o estômago vazio e comida nas costas”, diz entregador de aplicativo

Entregadores de aplicativos como Rappi, Loggi, iFood, Uber Eats e James fizeram greve em 13 estados brasileiros no dia 1º de julho. Batizada de “Breque dos Apps”, a paralisação foi realizada para reivindicar melhores condições no trabalho, medidas de proteção contra o novo coronavírus, e melhor remuneração. O modelo de contratação dos entregadores é sem vínculo empregatício, portanto eles não têm direitos trabalhistas, alimentação e nem plano de saúde. Se um entregador cair da moto ou da bicicleta durante uma entrega, o problema é só dele. Alguns ainda são bloqueados pelas empresas ao recusarem alguma entrega. A greve foi motivada por um debate promovido por Paulo Lima, o Galo (foto ao lado), que reuniu o grupo Entregadores

Antifascistas para lutar por direitos para a categoria. “Nós não conseguimos ficar voltando para casa para comer, nem trazer marmita porque fica virando e azeda, e não temos dinheiro para comer fora todo dia. Então, muitas vezes, a gente trabalha com o estômago vazio e com comida nas costas”, afirma Galo. Ele conta que foi cancelado pelas empresas de entrega de comida depois de ter seu nome envolvido nas reivindicações da categoria. “Eu sofri um bloqueio oficial da Uber e um bloqueio indireto por parte da Rappi e do iFood… Se você é grevista, os aplicativos não te bloqueiam oficialmente para não ter problema judicial, mas param de te mandar pedidos”. Em março, Galo postou um vídeo denunciando as condições

precárias de trabalho durante a pandemia do coronavírus. Como o vídeo bombou, ele aproveitou para promover uma petição exigindo que os aplicativos disponibilizassem comida e kits de higiene para os entregadores. O abaixo-assinado hoje conta com mais de 300 mil assinaturas, mas muitos motoboys se recusaram a assinar o documento, alegando que o aplicativo estava “tirando eles de passar fome”. “Foi aí que percebi que a mentira que os aplicativos contavam pegou: os motoboys estavam acreditando que eles eram empreendedores mesmo.” Segundo um levantamento do site Appbot, durante a paralisação Breque dos Apps os cinco principais aplicativos receberam mais de 50 mil avaliações durante o dia, e 96% delas com uma só estrela. Dar nota baixa para os aplicativos era uma das orientações passadas pelos organizadores da Breque dos Apps. Leros

JULHO 2020 9


Foto: Divulgação / Kobra.

EDUARDO KOBRA FARÁ UM PAINEL NO CAMINHO NIEMEYER, EM NITERÓI Quatro meses depois de perder a filha Catarina, o paulista Eduardo Kobra se prepara para iniciar uma nova obra, dessa vez em Niterói. Ele foi convidado para fazer um mural no Caminho Niemeyer. “Sou muito fã do Niemeyer. Os prédios dele são obras de arte”, diz o internacional grafiteiro, que já tem obras expostas em cinco continentes do planeta.

Em março passado, sua filha Catarina morreu dez horas após o nascimento. A bebê teve uma máformação raríssima, que gerou uma megabexiga, um quadro que atinge uma a cada oito milhões de bebês do sexo feminino. Ao divulgar o óbito no Instagram, Kobra comentou: “Este é um post de saudade e de muita fé em Deus. A Catarina, nossa filha, nos deixou. Mas ao longo dos sete meses em que ela viveu no ventre da Andressa pudemos, a cada dia, acreditar na cura — e acreditar nas possibilidades de um milagre”.

Mais de 10 mil escolas públicas no Brasil não têm água limpa e até professores da rede privada se recusam a retomar aulas presenciais Cerca de dois milhões de alunos estudam em escolas sem acesso a água limpa no Brasil, mas mesmo assim escolas e redes de ensino do país vêm divulgando protocolos para a volta às aulas após o fim da quarentena e divulgando uma série de cuidados para evitar o contágio por Covid-19. No jornal O Globo, o repórter Bruno Alfano questiona como esses cuidados seriam colocados em prática: como garantir álcool em gel e máscaras para professores e alunos, sendo que mais de 10 mil escolas públicas brasileiras

10

Leros

JULHO 2020

não têm sequer água limpa? Lavar as mãos em água com sabão é a mais básica recomendação para combater o coronavírus. Além disso, o uso de água que não seja potável pode levar à exposição de uma série de vírus e bactérias e ocasionar outras doenças transmitidas pela água, como avaliou o imunologista Rômulo Neris na reportagem. No Rio de Janeiro, professores da rede privada decidiram em assembleia que não vão voltar a dar aulas presenciais neste momento. A categoria, donos de colégios e a

prefeitura fizeram duas reuniões para negociar o retorno, mas o protocolo de segurança para a retomada publicado pela Prefeitura não foi convincente. No Distrito Federal, as escolas privadas já se preparam para retomar as aulas presenciais, mas irão manter a opção por aulas on-line. É que apesar do decreto federal que autoriza a reabertura, o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do DF (Sinepe-DF) apurou que apenas 30% dos pais pretendem mandar seus filhos aos estabelecimentos de ensino. Para 70%, apesar das medidas sanitárias, o risco de contrair o novo coronavírus ainda é consideravelmente alto.


Quinze Dias, “a história de um adolescente gay e gordo”, chega às livrarias britânicas e norte-americanas em novembro O primeiro livro do escritor e ilustrador paulista Vitor Martins, Quinze dias, fez tanto sucesso de vendas no Brasil que o autor (foto) já assinou contrato com duas editoras internacionais: a

Hachette UK, no Reino Unido, e a Scholastic, nos Estados Unidos. O protagonista de Quinze Dias é Felipe, um adolescente que espera ansiosamente pelas férias de julho, assim ele pode passar alguns dias longe da escola e dos colegas que o maltratam. Felipe tem planos de se afundar nos episódios atrasados de suas séries favoritas e aprender pelos tutoriais do YouTube coisas que nunca vai colocar

em prática, mas tudo pode mudar quando a mãe de Felipe anuncia que Caio, o vizinho e crush do garoto, vai passar 15 dias hospedado em sua casa durante as férias. Embora aborde questões sérias como homofobia, gordofobia e bullying, o livro de Vitor Martins tem uma narrativa divertida e o protagonista cativa os leitores com reflexões do tipo “Nunca vou entender como uma pessoa que tem metade do meu tamanho consegue fazer com que eu me sinta tão pequeno” ou “Odeio falar sobre comida porque quando você é gordo e fala sobre comida as pessoas sempre pensam ‘Lá vem o gordo falar sobre comida!’”. Quinze dias deve chegar às livrarias britânicas em novembro.

“Odeio falar sobre comida porque quando você é gordo e fala sobre comida as pessoas sempre pensam ‘Lá vem o gordo falar sobre comida!’”.

Brasileira em Portugal fica sem trabalho devido à crise e passa a morar na rua Aos 44 anos, a brasileira Cláudia Cristina não pode mais pagar 25 euros por um quarto de pensão em Portugal e desde maio ela mora na rua que abriga um ponto histórico do Porto: a Fonte Monumental Mouzinho da Silveira. Assim como ela, muitos imigrantes em Portugal ficaram sem teto devido aos danos sociais e econômicos da pandemia, que levaram a população de rua a crescer em Lisboa e no Porto. Cláudia foi tema de um reportagem de Gian Amato,

publicado no jornal O Globo. Ela contou ao repórter que morava na favela da Rocinha, Rio de Janeiro, mas deixou o Brasil após a morte da mãe, na década de 1990. A brasileira tinha uma vida razoável antes da crise do coronavírus, mas agora até seu marido, que é português, está desempregado e os dois dormem na rua: “Este vírus acabou com meu trabalho logo quando as coisas estavam se endireitando. Ganhava €10 ou €15 por casa. Meu marido andava na construção civil

e até chegamos a pagar um aluguel de uma casinha a €200. Quando ele perdeu o trabalho na pandemia, não deu mais para pagar e o proprietário nos botou na rua… Ninguém dá sequer uma moeda com esta história de pandemia. Preciso conseguir os €25 de tempos em tempos para ir à pensão tomar banho e dormir, porque é dif ícil passar a noite na rua”, desabafa a ex-diarista, que, apesar da situação, não pretende voltar ao Brasil. Segundo o diretor-geral do Centro de Apoio ao Sem Abrigo (CASA), Nuno Jardim, há brasileiros vivendo na rua em diversas partes de Portugal. Leros

JULHO 2020 11


Support the Kuikuro Indigenous community in Brazil through the COVID-19 crisis Help the Kuikuro indigenous community of the Upper Xingu to stay in their village. They need hygiene and medical items, basic food baskets, petrol for fishing boats, and diesel for generators, so they can keep isolated. Donations will be transferred. Indigenous Peoples in Brazil have fought a historical and ongoing struggle against widespread deforestation, illegal land invasions, gold mining, fires and violence. Now with the Covid-19 crisis, they face an extreme threat to their very survival - one single infection could decimate whole communities. The Kuikuro are a community of around 800 people living with other 15 indigenous peoples in the Xingu Indigenous Territory, a protected area of more than 2.6 million hectares. The Xingu Indigenous leaders are calling on their communities to adhere to a lockdown in their villages and stop the comings and goings to and from the cities, fearing the coronavirus could be devastating to the villages that have very limited access to medical care. It is commonplace for individuals to travel to and from nearby cities for work and shopping and there is obvious concern to cut this to an absolute minimum at present. AIKAX (Kuikuro Indigenous Association) has set up a way in which essential items are bought from trusted suppliers in the closest city Canarana, 200km away, brought down river by boat, and collected by one designated member of the village to minimize any risk of exposure. They are running out of money to pay for the freight and for supplies of hygiene and medical items, basic food baskets, petrol for fishing boats, and diesel for their generator. Your support means an incredible amount to safeguarding the Kuikuro community. People’s Palace Projects will use all donations to this campaign either to purchase supplies for the Kuikuro directly, or to transfer on to AIKAX or PPPdoBrasil to organise purchases/deliveries: we will not charge for our time, the only deductions will be for costs of money transfer.

www.justgiving.com/campaign/Kuikuroagainstcovid


www.packandgo.co.uk

LAB is recruiting a part-time Admin & Editorial Assistant

to take some of the pressure off our volunteer editors and enable us to better co-ordinate and expand our work. We hope that we will be able to extend the hours and, hopefully, raise enough funds to make the post permanent. Location: Work from home. Hours: part-time 20 hours/2.5 days per week. Salary: ÂŁ25,000 pro rata. Duration: 9 months initially.

A full job-description can be downloaded here:

www.lab.org.uk/vacancy-at-lab Leros

JULHO 2020 13


Mais Geleia… Foto: CARAVAN STUDIO / Divulgação

Cerveja com aroma de cannabis é lançada no Brasil

Já pensou em tomar uma cerveja que inclui cannabis na fórmula? Se você imagina que o consumidor fica pra lá de louco com a bebida, calma! Não é bem assim. Uma linha de cervejas temperadas com terpenos extraídos da cannabis foi lançada no Brasil pelo brewpub paulistano Caravan Studio. Mas terpenos são compostos responsáveis

pelo aroma de diversos vegetais e não têm qualquer propriedade psicoativa. Nas cervejas do Caravan, eles servem apenas como “condimentos”, ampliando a experiência sensorial. Na cannabis, os terpenos respondem pelo odor característico da planta e agem como coadjuvantes terapêuticos, potencializando os efeitos

Nova camisa do Corinthians é inspirada em 1990, ano em que o Timão conquistou o Brasileirão Causou uma certa polêmica a nova camisa do Corinthians, lançada no dia 5 de julho. O Timão e a Nike, fornecedora de material esportivo, lançaram um modelo inspirado no uniforme de 1990, temporada do primeiro título brasileiro do Corinthians, para celebrar 30 anos daquela vitória. Mas a camisa de 1990 14

Leros

JULHO 2020

não possuía os botões que o modelo novo (ao lado) apresenta. Esse tipo de gola só foi introduzido a partir de 1992 e a discrepância foi criticada por alguns corintianos roxos. A camisa modelo jogador, semelhante à utilizada pelos atletas, custa R$ 399,99, e o modelo torcedor custa R$ 249,99.

medicinais da erva. “Depois de vermos cervejeiros lançando produtos com ingredientes insólitos como leite condensado, melancia e até caranguejo (essa última caseira, segundo fui informado), não estranha o surgimento da linha terpenada do Caravan”, diz Ricardo Amorim, colunista da revista Veja. “Principalmente para quem sabe que um dos principais ingredientes da cerveja, o lúpulo, responsável pelo aroma e pelo amargor característicos da bebida, é uma planta prima da cannabis. Ou seja, muita gente pode acabar sem saber definir qual das primas é a responsável por aqueles aromas herbais, cítricos e terrosos que sentimos nas cervejas, principalmente nas artesanais”, escreveu Amorim. Segundo o mestre-cervejeiro Jaimes Almeida Neto, um dos sócios do brewpub, os terpenos da cannabis são adicionados a cervejas do estilo sour, conhecidas pela acidez acentuada e aromas mais suaves. A linha especial foi batizada de Jive Series e inclui quatro rótulos: Super Sour Diesel, Sour Tange, Sour Lemon Skunk e Maui Wowie. Por R$ 100 é possível adquirir um kit com quatro litros, um de cada versão das cervejas terpenadas.


Mulher de Fábio Porchat aparece só de toalha na cabeça numa live com Guilherme Boulos e rouba a cena Repare nas diferentes expressões de Fábio Porchat (foto acima) enquanto Guilherme Boulos fala sobre a propagação de fake news pela internet. Os dois estão em suas respectivas casas enquanto transmitem uma live pelo Instagram, até que Porchat avista sua mulher saindo do banho. Ele percebe que a esposa, Nataly Mega, está prestes a passar pelo ambiente somente com uma toalha enrolada na cabeça e olha

“Buzinas e faróis são as novas palmas”, diz Ivo Meirelles Para respeitar o isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus, o sambista Ivo Meirelles se apresentou em um drive-in. O show foi no Cine Drive-in Estaiada, em São Paulo, e ele disse ao jornalista Rafael Campos que pretende fazer mais shows nesse estilo: “É uma experiência nova e diferente. Enquanto esse maldito vírus estiver no ar, faremos só shows assim… Para esse momento, eu diria que é sensacional, pois você tem aquela resposta de quem está te assistindo. Piscam faróis, tocam buzinas, põem as mãos para fora. De alguma forma, você

preocupado para o lado como se estivesse pensando “Ela não vai fazer isso”. Mas ela faz e se aventura a passar correndo pela sala tentando se agachar para ser não capturada pela câmera do computador de Porchat. Como não consegue se agachar o suficiente, tanto Boulos como milhares de internautas avistam o topo das costas dela com a toalha na cabeça enquanto ela passa correndo atrás de Porchat.

está conectado, apesar de não ser a mesma coisa que os shows presenciais. Mas, eu diria que buzinas e faróis são as novas palmas”, afirmou Meirelles.

Covid-19: medo do inesperado No livro Colo, por favor!, o poeta gaúcho Fabrício Carpinejar reúne ensaios sobre sentimentos vividos por ele durante o isolamento social pela pandemia da Covid-19. “Foi o livro mais rápido que escrevi, teve a elaboração de um mês”, disse Carpinejar em entrevista à coluna de Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo. Ele descreve o livro como uma obra passional, escrita pra tentar domesticar seu próprio

Boulos então interrompe seu sério discurso e comenta: “Alguém passou de toalha aí”. Porchat supera o constrangimento inicial e decide brincar com a situação: “É a minha mulher. Cara, e ela ainda tá pelada”. Fora do alcance da câmera, Mega pergunta: “Deu pra ver?”. E Porchat, sadicamente, responde: “Lógico que deu pra ver, totalmente, até o Boulos viu. Acho que o pessoal gostou, deu uma aumentada aqui na live, deu uma subida legal”, diz Porchat, enquanto Boulos cai na gargalhada. A cena já teve quase um milhão de visualizações.

medo: “Medo do inesperado, de não conseguir sustentar a família, de que o amor se desgaste e as amizades acabem. O medo do distanciamento dos pais, também. Eles estão com 81 anos, todo dia é um lucro agora. Tenho medo que eles morram e eu não possa nem me despedir… Esses 60 mil mortos [por Covid-19 no Brasil] não foram mortos. Foram desaparecidos. Você não iniciou o luto, não viu o enterro, não tem a experiência visual para fechar a dor. Se você não enterra quem você ama, terá a sensação de que ele pode tocar a campainha a qualquer momento. Não tem nem a fase da aceitação pra depois negar”, lamenta o poeta. Leros

JULHO 2020

15


“Quando posto foto de biquíni perco 10 mil seguidores”, diz a youtuber Gkay “Isso eu também conseguiria fazer”, pensou a paraibana Gessica Kayane ao ver um vídeo em que o youtuber Whindersson Nunes aparecia sem camisa em um quarto todo bagunçado. Dito e feito. Ela virou humorista e ficou conhecida como Gkay. Em quatro anos de carreira, conquistou oito milhões de seguidores no Instagram e seu canal no YouTube já ultrapassou a marca de um milhão de inscritos. Nas redes sociais, Gkay recebe críticas por não se encaixar em nenhum estereótipo feminino no humor. “Ou é aquela mulher gostosona e burra ou é uma mulher que é lida como desleixada, feia”, diz. “Quando posto uma foto de biquíni perco em média 10 mil seguidores”, afirmou GKay em entrevista à jornalista Dandara Fonseca, da revista TPM. Ela conta que nem chegou a decidir que ia largar tudo e viver de internet, “eu fui levada”. Enquanto postava os primeiros vídeos no YouTube, Gkay continuava estudando e trabalhava na loja de um shopping, entregando panfleto,

porque não acreditava que iria fazer sucesso. “Só que teve um momento em que eu estava começando a ganhar um dinheiro com a internet e achei que era a hora de me entregar de vez. As coisas começaram a acontecer, as pessoas começaram a me seguir cada vez mais. Até que não tinha mais tempo nem para a universidade e larguei tudo…

Igreja pentecostal perde na Justiça o direito de uso exclusivo da marca “Deus é Amor” A expressão “Deus é Amor” não pode ser considerada como uma marca, concluiu a Justiça de São Paulo ao autorizar que uma outra entidade religiosa também pudesse ter o mesmo nome. A Igreja Pentecostal Deus é Amor havia recorrido ao Judiciário para impedir que uma organização dissidente utilizasse o nome “Igreja Pentecostal Deus é Amor Renovada Ministério de São Paulo”. Fundada em 1962, a Deus é Amor tem mais de 22 mil igrejas no Brasil, além de filiais em 136 países, somando mais de um milhão de fiéis. Já a “Deus é Amor Renovada” 16

Leros

JULHO 2020

foi fundada no ano passado por Reginaldo Gaudêncio, um antigo pastor da Deus é Amor. Na ação, a Deus é Amor alegou que a igreja de Gaudêncio escolheu esse nome para confundir os fiéis e atraí-los. Além de requerer a proibição do uso do nome pela nova concorrente, o processo reivindicava uma indenização de R$ 50 mil. Mas a Deus é Amor Renovada ganhou a causa argumentando que a expressão é bíblica e que não poderia ser utilizada exclusivamente por uma entidade. “Em termos legais, a expressão ‘Deus é Amor’, isoladamente

Quando uma pessoa fala que não vai no meu show porque o ingresso é 30 reais e isso é muito para ela, eu entendo. Porque 30 reais já foi o dinheiro que eu tinha para passar a semana”, relembra. Natural de Solânea, no interior da Paraíba, Gkay tem 27 anos e interpreta a personagem Jennifer no programa Os Roni, do canal Multishow.

considerada, sequer poderia ser registrada como marca, como de fato não foi”, afirmou o juiz Rodrigo Carlos Alves de Melo, da 1ª Vara Brotas, no interior paulista. Gaudêncio não é único expastor da “Deus é Amor original” que incorporou o nome da igreja a novas entidades. Além da “Deus é Amor Renovada”, foram criadas duas outras igrejas diferentes: a “Igreja Pentecostal Deus é Amor Semear” e a “Igreja Pentecostal Deus é Amor Universal”. Segundo o portal redepentecostal.org, algumas prometem até serem mais rígidas para que seja resgatada a “doutrina” supostamente jogada no ralo pelos atuais dirigentes da “Deus é amor” original.


Martha Rocha, a primeira Miss Brasil, morre aos 83 anos A baiana Martha Rocha foi a primeira Miss Brasil e causou polêmica na final do concurso Miss Universo, em 1954. Ela ficou em segundo lugar e, na época, diziam que Martha não perdeu para a americana Miriam Stevenson por ser menos bonita, mas sim por ter duas polegadas a mais de quadril do que a vencedora. A própria Martha desmentiu esse rumor e dizem que quem inventou a história foi o jornalista João Martins, da revista O Cruzeiro, para consolar o orgulho ferido dos brasileiros. Mas reza a lenda que foi tudo combinado com os demais jornalistas brasileiros que estavam em Long beach, onde o concurso era realizado, e que a própria Martha autorizou a versão. A derrota de Martha teve tanta repercussão que inspirou até uma marchinha de carnaval: “Por duas polegadas a mais, passaram a baiana pra trás / Por duas polegadas, e logo nos quadris / Tem dó, tem dó, seu juiz! / Martha, Martha, não ligue mais pra isso, não / Martha, Martha, ninguém tem o seu violão”, diziam os versos de Duas Polegadas, composta por Pedro Caetano, Alcyr Pires Vermelho e Carlos Renato. Nascida em Salvador, aos 18 anos Martha Rocha participou do Miss Bahia, venceu, e em 1954 tornou-se Miss Brasil. No mesmo ano, foi aos Estados Unidos disputar a etapa internacional do concurso e as pesquisas já a consideravam eleita Miss Universo, mas ela ficou em segundo lugar, o que deixou seus fãs inconformados. Aos 23 anos, de volta ao Brasil, Martha Rocha tornou-se referência nacional de beleza. Teve

três filhos, casou-se duas vezes, foi rica e perdeu a fortuna num golpe aplicado pelo cunhado após a morte do marido, proprietário da famosa Casa Piano, de compra e venda de moedas. Segundo Marta, o cunhado fugiu com todo seu dinheiro. No ano passado, ela foi morar em uma pousada para idosos por questões financeiras e ao falar da mudança pelo Facebook, disse não se sentir “diminuída, humilhada por isso”. Durante os últimos dois anos, Martha viveu no bairro de Icaraí, em Niterói, na Pousada Grupo Caminha, exclusiva para idosos. Segundo o colunista Ancelmo Gois, ela não gostava mais de se expor e nem de se deixar fotografar, mas adorava contar fatos de sua vida bastante agitada. Martha morreu no dia 4 julho, aos 83 anos, em Niterói. A causa da morte, segundo Álvaro Piano, o filho mais velho, foi insuficiência respiratória seguida de infarto.

Turistas de Guerra

Os MCs brasileiros do grupo de rap Turistas de Guerra TG - Bocão 1313 e Mano Lipe ficaram conhecidos por traduzirem em versos, de forma crua, o que vivenciam nas ruas de Londres. No primeiro single, London City, eles se apresentaram com os versos “Somos turistas de guerra / Na rua dos imigrantes / Muita cultura pro crânio / Aprendizes estudantes…”. No novo clipe, lançado no YouTube pela Ganja Filmes, eles capricharam na produção, alternando imagens

de conjuntos habitacionais em Londres e morros cariocas para ilustrar versos como “Disposição e coragem pra ser

um turista de guerra / Dinheiro só de passagem/ isso é turista de guerra / estamos por todas as partes, somos turistas de guerra”. Leros

JULHO 2020

17


18

Leros JUNHO 2020


DENTISTA BRASILEIRO Dr. Marcelo Manzi ATENDIMENTO PARA BRASILEIROS ÀS QUINTAS E SEXTAS ☎ 020 8949 6343 SHDC Sofia House Dental Care 129C Seaforth Avenue Motspur Park Surrey KT3 6JU

A clínica fica a 10 minutos andando da estação de trem Motspur Park (2 paradas da estaçãode Wimbledon, trens saem dasestações de Waterloo, Vauxhall ou Clapham Junction)

• Tratamento de doenças da gengiva • Obturações não metálicas

IMPLANTES DENTÁRIOS Ligue para 020 7834 6361 ou marque sua consulta no site www.wiltondental.co.uk Estamos a cinco minutos da estação de Victoria: 63a, Wilton Road, London, SW1V 1DE

PSICOLOGIA CLÍNICA

IRICÊ GODOI

TERAPIA INTEGRATIVA

07736 24 5845

irice.godoi@gmail.com

PATRÍCIA CANDICE TERAPIA COGNITIVA

07889 86 1920

patycandice@hotmail.com 46 Theobalds Road WC1X 8NW

Amina TARÔ E BARALHO CIGANO Falo do passado, presente e futuro Faço trabalho espirituais www.deboradental.com 07450 88 8234 Leros

JULHO 2020

19


LerosExtra Depois de mais de 100 dias fechados, os pubs e restaurantes ingleses foram autorizados a reabrir no dia 4 de julho e a data era tão esperada que foi batizada de Super Saturday, só que três pubs já voltaram a fechar as portas porque seus clientes contraíram o coronavírus. Para estimular o movimento nos restaurantes, o governo britânico vai bancar 50% nas refeições a partir de 3 de agosto, mas será que a oferta vai motivar as pessoas a comer fora com essa crise? Os pubs e restaurantes estão autorizados a reabrir na Inglaterra desde 4 de julho, mas as restrições desestimulam diversos comerciantes e alguns decidiram manter seus estabelecimentos fechados. “Não podemos fazer com que os números funcionem com tão poucos clientes e acreditamos que colocar essas telas plásticas transparentes em um restaurante meio cheio estragarão a vibe”, afirmou Will Ellner, dono do restaurante Bancone, em entrevista à revista Time Out. Wahaca, a rede especializada em comida mexicana, está reabrindo três de seus restaurantes em Londres e além de disponibilizar álcool em gel na entrada, mantém um metro de distância entre os assentos no interior dos recintos. Os molhos que eram compartilhados entre os clientes foram retirados das mesas e os garçons servem os pratos virados de costas para evitar o contágio. QUE TAL COMER FORA PELA METADE DO PREÇO EM AGOSTO? Para preservar os empregos de quem trabalha em restaurantes e hotéis, em agosto o governo britânico vai bancar 50% das contas em restaurantes para quem comer fora às segundas, terças e quartas-feiras, mas ninguém deve se empolgar e 20

Leros JULHO 2020

achar que pode comer à vontade como se estivesse em um rodízio. O desconto se limita a £10 por pessoa e não se aplica a bebidas alcoólicas. Imagine que um grupo de quatro pessoas decida jantar fora numa quartafeira em agosto. Eles pedem duas garrafas de vinho que custam £15 cada e o total da conta é £150.00. Nesse caso, o desconto total seria de £40.00, pois embora a conta, sem a bebida, seja £120.00, o desconto se limita a £10 por pessoa. Mas se o grupo pedir pratos mais baratos e o total da conta for £100.00, nesse caso, tirando £30 pelas duas garrafas de vinho, o valor das refeições somaria £70.00 e o desconto seria de £35.00. Em um grupo de seis pessoas, o desconto máximo na conta será de £60.00. Um exemplo: o restaurante Townsend, localizado na Whitechapel Gallery, planeja introduzir um menu com entrada, acompanhamento, prato principal e sobremesa, por £28.00. Em agosto, essa oferta custará £18, deduzindo o limite de £10 no desconto oferecido pelo novo projeto governamental. Para que um grupo ou casal obtenha o máximo desconto possível, não é recomendável pedir contas separadas. Se o grupo inclui uma pessoa que consumiu apenas uma salada que custa £4 e uma lasanha no

valor de £8, enquanto os demais pediram pratos que somam mais de £20, essa pessoa com menos apetite vai ter apenas £6 de desconto se pedir a conta isolada. É melhor pedir uma só conta e dividir depois o valor a ser pago por cada um para que o desconto seja maior. Outro detalhe importante: o desconto não será oferecido em refeições para viagem. Se você pedir uma pizza de £15.00 para viagem, consumindo essa mesma pizza na pizzaria você vai pagar apenas £7.50. Refeições entregues por aplicativos como Uber Eats também não terão o desconto oferecido pelo governo. Como o desconto dado aos clientes será reembolsado pelo governo, os estabelecimentos precisam se cadastrar no projeto, que foi anunciado no dia 7 de julho e batizado pelo ministro da Economia, Rishi Sunak, de “Eat Out to Help Out”. Os detalhes desse cadastramento só serão divulgados no dia 13 de julho, portanto é melhor checar se o estabelecimento faz parte desse projeto antes de consumir para evitar surpresas desagradáveis na hora de pagar a conta. É pouco provável que algum restaurante deixe de se inscrever, pois o desconto não é bancado pelo proprietário, mas não custa confirmar antes de fazer


o pedido. O projeto entra em vigor no dia 3 de agosto e vai até o dia 31. Alguns donos de restaurantes não estão muito empolgados como essa iniciativa por suspeitarem que muitos clientes que frequentam seus estabelecimentos no fim de semana podem decidir jantar fora nos três dias da semana em que o desconto é aplicável e, no fim do mês, o faturamento terá sido o mesmo. Além disso, a oferta por enquanto será apenas para o mês de agosto e em setembro, quando chegar o outono, o movimento pode cair drasticamente, já que os clientes podem se acostumar com o desconto e estranharem quando os preços voltarem ao normal. De qualquer forma, comer fora sairá 15% mais barato no mês que vem, já que o governo irá reduzir o imposto chamado de VAT, de 20% para 5%. Os comerciantes precisam assegurar que haja um metro de distância entre os clientes e que nenhuma bebida seja servida no balcão, o que faz com que o ambiente fique estranho em

cafés e restaurantes pequenos. Em restaurantes maiores, a tradição inglesa de reunir amigos e parentes para um jantar de aniversário também está afetada, já que cada grupo pode ter no máximo seis pessoas. No “Super Sábado”, como foi batizado o dia 4 de julho de 2020 para marcar a reabertura dos pubs, o distanciamento de um metro foi ignorado em vários locais. No Soho, centro de Londres, era evidente a proximidade das pessoas que se aglomeravam nas frentes dos bares e cafés. Nas redes sociais, não faltam imagens das ruas do bairro lotadas e vídeos que mostravam as pessoas gargalhando e se abraçando sem preocupação alguma com o coronavírus. No Facebook, um brasileiro relatou que ao chegar em Old Compton Street até tentou manter o distanciamento, mas logo percebeu que seria impossível. Um outro brasileiro comentou o post afirmando que “distância de um metro e nada é a mesma coisa”. Só que não é bem assim. Segundo um boletim

emitido no dia 4 de junho pelo Environmental Modelling Group, um grupo de pesquisadores do University College London, com a distância de um metro o risco de contaminação pode ser de duas até dez vezes maior do que com a distância de dois metros, ou seja a distância reduzida aumenta o risco de contágio, mas não deixa de oferecer certa proteção. Antes de entrar nos estabelecimentos, os clientes agora precisam deixar seus nomes e telefones de contato. Três pubs ingleses que reabriram no “Super Sábado” tiveram que fechar as portas novamente. Motivo: clientes fizeram o exame para Covid19 e o resultado foi positivo. The Lighthouse Kitchen and Carvery, em Somerset, postou no Facebook o seguinte comunicado: “Esse não é o tipo de mensagem que gostaríamos de postar tão cedo, mas The Lighthouse permanecerá fechado porque um cliente fez o teste do Covid-19 e deu positivo. Estamos gradualmente contatando os clientes que estão na lista de pessoas que

Devido à crise do coronavírus, os pubs na Inglaterra não estão servindo bebidas no balcão, mas vários ficam em parques onde é possível pedir uma “takeaway pint”. Ao lado, o atendente do pub está usando uma exagerada máscara que nada tem a ver com a crise da pandemia. Na Inglaterra, o uso de máscaras em lojas, restaurantes e bares não é obrigatório, mas é altamente recomendável. A Organização Mundial de Saúde modificou sua orientação e passou a recomendar a máscara no transporte público e em recintos fechados. Foto: JOHN FERNANDER Leros

JULHO 2020

21


estiveram em nosso pub no sábado [para alertá-los]. Toda a nossa equipe fará o teste e vamos reabrir somente quando for seguro novamente”. Dois dias após o “Super Sábado”, o pub The Fox and Hounds, em West Yorkshire, recebeu um telefonema de um cliente informando que havia contraído o coronavírus e também decidiu fechar as portas. O Village Home Pub, em Alverstoke, Gosport, também teve um caso de coronavírus e informou que alguns funcionários já estavam em isolamento. Em Southampton, no sul da Inglaterra, alguns ingleses ficaram tão bêbados que decidiram tirar a roupa no “Super Sábado” e a polícia teve que lidar também com pessoas que, depois de beberem, ficaram agressivas ou “felizes demais” e decidiram ignorar as regras. Em outras cidades,

gerentes de pubs optaram por fechar mais cedo temendo que os clientes bebessem demais e ficassem incontroláveis. Mas um porta-voz do governo britânico disse que a maior parte dos relatórios policiais no país informou que as pessoas se portaram “de forma segura, sensível e responsável”, e que embora algumas pessoas tenham sido detidas, os relatórios confirmam que o Super Sábado foi “mais tranquilo do que era esperado”. CHOPE PARA VIAGEM Para quem quer deliciar um chope saindo do barril sem correr o risco de qualquer proximidade, vários pubs em Londres oferecem “takeaway pints”. Isso mesmo: chopes para viagem. A maioria deles fica localizada perto de parques como Regent’s Park (York & Albany), Hampstead Heath (Red Lion and Sun, The Duke of Hamilton, The Gatehouse

Uso de máscara na Inglaterra passa a ser obrigatório a partir de 24 de julho, mas algumas pessoas são isentas A partir de 24 de julho, o uso da máscara facial é obrigatório no transporte público de Londres, em lojas, bancos e supermercados. Em veículos de aplicativos de transporte como Uber e Kapten o uso da máscara também é compulsório. Nos hospitais ingleses, tanto pacientes como visitantes são obrigados a usar máscaras. Em bares e restaurantes, os clientes podem retirar as máscaras se forem servidos nas mesas. Exceções: crianças menores de 11 anos, alguns deficientes físicos e pessoas com problemas respiratórios não precisam usar máscaras. 22 Leros

JULHO 2020

Essa regra é um tanto vaga, pois isenta o uso da máscara quando o mesmo pode causar “angústia” na pessoa. Quem for isento, pode imprimir um cartão de isenção que se encontra no portal https://bit.ly/32OkgN0 e usá-lo como crachá para que as pessoas fiquem alertas e se mantenham distantes. A multa para quem não é isento e for atuado sem máscara é de £100, mas a Polícia Metropolitana já declarou que não será possível monitorar a população e pede a colaboração de todos. Vale lembrar que a Organização Mundial de

e The Stag), Brockwell Park (The Sympathetic Ear, Bullfinch Brewery e The Florence), London Fields (Pub on the Park, The Dove, Cat & Mutton e Off Broadway), e Clapham Common (Joe Public). A maioria desses pubs permite que você leve o próprio copo para se sentir mais seguro. O único problema é que se o dia estiver ensolarado e você tomar mais de uma cerveja, vai ser dif ícil encontrar um lugar para fazer xixi, já que em muitos bairros londrinos os banheiros estão fechados durante a crise da pandemia. Mas alguns permanecem abertos e você pode localizá-los no portal da revista Time Out: www.timeout. com/london/news/this-mapshows-all-of-londons-loosopen-in-lockdown-062220. Quem não gosta de copos plásticos, pode levar o próprio copo de vidro, pegar a cervejinha e bye-bye, thank you.

Saúde (OMS) modificou sua orientação em relação a máscaras faciais e passou a recomendálas, principalmente quando o distanciamento social não é viável e em ambientes internos e no transporte público. Um novo estudo publicado no portal VoxEU, especializado em políticas públicas, destaca que uma cidade na Alemanha reduziu em até 40% a sua taxa de crescimento de casos de Covid-19 ao tornar obrigatório o uso de uma proteção facial. A pesquisa analisou a evolução das ocorrências de coronavírus em Jena, uma cidade a 220 quilômetros de Berlim, onde o número de novas infecções registradas caiu para quase zero nos dias seguintes à introdução da medida que tornou obrigatório o uso da máscara facial.


Para nadar ao ar livre nesse verão, é preciso reservar on-line Muitas piscinas em Londres permanecem fechadas devido ao coronavírus, mas é possível nadar ao ar livre. Em Hampstead Heath, no norte de Londres, há três lagos. O parque abriga um lago para homens, um para mulheres e um misto. Até março passado era possível nadar gratuitamente sem necessidade de fazer reserva. Mas a City of London, responsável pela manutenção dos lagos, introduziu o ingresso de £4 por uma sessão de uma hora (£2.40 concessões) e é preciso reservar on-line: https://bit.ly/3fR4wN6. Na área conhecida como Docklands, há um lago chamado Royal Docks (foto acima) e a qualidade da água, testada quinzenalmente, está sempre adequada para um belo banho ao ar livre. Para nadar, é preciso baixar o aplicativo ACTIO e reservar uma sessão de 60

minutos, que custa £8. • Detalhes no site www. loveopenwater.co.uk/ swimming-london-royaldocks. Outra opção em Londres é o vasto West Reservoir, um açude de 23 acres de água, que foi reaberto apenas para nadadores experientes. Os vestiários não estão em uso e a sessão de 50 minutos custa £10. Para reservar, é preciso baixar o aplicativo Better UK. • www.better.org.uk/westreservoir-centre. Se você não se importa de sair de Londres, o lago da Merchant Taylors’ School (foto ao lado), fica em Middlesex, mas é possível ir de metrô, pegando a Metropolitan Line e descendo em Moor Park (zona 6). A temperatura da água chegou a 23 graus no

fim de junho, um pouco acima da média dos lagos no leste de Londres. Para nadar por uma hora você paga £8 e é preciso reservar com antecedência no site www.activetrainingworld. co.uk/open-water-swimming. Leros

JULHO 2020

23


Alugar uma bicicleta em Londres é simples e esse mês as bikes elétricas Jump voltam a ser colocadas nas ruas. Para quem só pedala ocasionalmente, a cidade oferece algumas opções e tudo o que você tem a fazer é baixar o aplicativo em seu celular para destravar a bike. Quem não gosta de pedalar muito precisa estar disposto a pagar bem mais pelo aluguel da bike elétrica. ALUGAR UMA BICICLETA ELÉTRICA EM LONDRES É SIMPLES, MAS SAI CARO. Esse mês as bicicletas elétricas Jump, aquelas vermelhas, voltam a ficar soltas pelas ruas de Londres, sem nenhuma trava. Mas quem tenta mover a bicicleta logo percebe que a roda traseira está travada. Para destravar, é preciso alugar e o processo é simples. Basta estar com um smartphone e os dados do seu cartão de crédito ou de débito. A Jump foi lançada na Europa pelo Uber, mas a empresa retirou as bicicletas elétricas das ruas e elas agora pertencem à Lime, empresa concorrente que aluga aquelas bicicletas elétricas verdes no mesmo esquema da Jump. A Lime anunciou que inicialmente colocará as bicicletas nos bairros de Camden e Islington, mas embora agora tanto as vermelhas como verdes pertençam à mesma empresa, as vermelhas continuam sendo alugadas pelo aplicativo do Uber (quem já utiliza o Uber não precisa baixar um novo aplicativo para usar a Jump, é o mesmo usado para pedir um carro). Para destravar uma bike elétrica verde, você precisar ter o aplicativo Lime no seu celular. É só clicar para concordar com as regras do aplicativo, escanear com o celular o QR code e começar a pedalar. No futuro, a Lime vai transferir as vermelhas para o seu aplicativo. Ao completar a jornada, você pode deixar a bicicleta em qualquer lugar, desde que o local se encontre na área designada pelo aplicativo. Basta travar a 24

Leros

JULHO 2020

bicicleta e deixar na calçada sem causar qualquer obstrução. As locatárias pedem que os usuários deixem as bicicletas em locais públicos para facilitar a coleta para o próximo usuário. O preço é o mesmo. Para sair pedalando uma Lime ou Jump você paga £1 somente para destravar e 15p por minuto. Portanto, o custo é de £10 por hora, embora você pague somente pelos minutos em que estiver com a bike e partir do momento em que a bicicleta é travada, você para de ser cobrado. Uma jornada de 15 minutos acaba saindo por £3.25, mais do que o dobro de uma passagem de ônibus, já que além de £2.25 pelos 15 minutos você ainda paga a taxa de £1 para destravar. Vale a pena? Em viagens curtas pode compensar se o dia estiver bonito ou você estiver com pressa, mas numa jornada de meia hora, por exemplo, o custo seria £5.50, bem mais do que você paga para alugar uma bicicleta não elétrica da Mobike ou do Santander. A PRIMEIRA QUESTÃO É QUAL DELAS ESCOLHER: JUMP OU LIME? Conforme a área em que você estiver, talvez ainda não haja bicicletas elétricas disponíveis. Mas quem mora em Camden ou Islington, pode encontrar uma bicicleta elétrica Jump e uma Lime, uma ao lado da outra. As bicicletas elétricas Lime que foram testadas para esse artigo quase não se distinguiram muito das bicicletas comuns em termos de performance, é preciso pedalar

bastante na subida. Embora a elétrica da Lime não deixe de ser um empurrãozinho, essa pequena diferença não justifica o custo. Já as bicicletas elétricas vermelhas são bem mais possantes, você realmente sente a diferença de estar pedalando uma bicicleta elétrica e quase não precisa fazer esforço na subida. FREEBIKE: ELÉTRICA E MAIS BARATA, PORÉM… As bikes elétricas do aplicativo “Freebike” não são gratuitas, como sugere o nome. Elas serão relançadas no dia 3 de agosto e para usá-las é preciso baixar o aplicativo Freebike e usar o celular para escanear o QR code da bicicleta. Você paga £1 por 10 minutos, ou seja, £6 por hora, e o sistema de cobrança é diferente da Lime/Jump. Você não paga somente pelos minutos pedalados, mas por blocos de 10 minutos, ou seja, se pedalar 13 minutos, vai pagar £2, que é o custo de 20 minutos. Ainda assim, é mais barata do que as outras elétricas, já que não é cobrada uma taxa para destravar, mas há uma desvantagem: você tem que deixá-la em um local específico, normalmente perto de uma estação de metrô. Se deixar em outro local, mesmo que seja próximo, seu cartão será debitado uma taxa extra que varia de £1 a £2, dependendo de onde a bicicleta for estacionada. Além disso, a “freebike” não é tão possante quanto a Jump e tem uma área mais restrita para o usuário transitar. Se você sair dessa área, ela começa a travar automaticamente e emitir apitos, o que é bem irritante.


O nome “freebike” não chega a ser enganoso, já que as bicicletas da mesma marca que não são elétricas podem ser usadas gratuitamente por 10 minutos (esse mês, “para celebrar o sol de agosto”, a oferta é de 20 minutos gratuitos) e paga-se 50p por cada 10 minutos seguintes, portanto o custo de um hora na Freebike não elétrica é apenas £2.50 por hora. SANTANDER, A MAIS BARATA Para alugar uma bicicleta patrocinada pelo banco Santander você paga £2 por 24 horas e pode fazer quantas viagens quiser em diferentes bicicletas, desde que cada jornada não passe de 30 minutos. Se você mantiver a bicicleta por mais de meia hora, será cobrado £2 por mais 30 minutos. Para pagar apenas £2 para usar a Santander bike por 24 horas, é preciso travar a bicicleta em algum terminal antes de chegar aos 30 minutos, esperar alguns minutos e reiniciar a jornada. Dessa forma, não há

custo adicional. A desvantagem é que as bicicletas ficam em terminais específicos e uma vez que você pega a bicicleta do Santander numa determinada estação, quando chegar ao destino terá que encontrar um terminal para deixá-la. Por isso você precisa verificar no aplicativo se há um terminal aonde você pretende chegar, porque se não houver, você continuará pagando até encontrar um terminal. Outro inconveniente da Santander bike é que caso o seu destino seja o centro de Londres entre as 9h e 10 da manhã, por exemplo, você corre um grande risco de encontrar o terminal sem vagas para estacionar e terá que procurar um outro terminal. Pelo aplicativo do Santander, é possível verificar se há bicicletas disponíveis em algum terminal perto de você e o aplicativo informa também se há vagas para estacionar a bicicleta nos terminais próximos, mas não é possível reservá-las.

QUE FIM LEVOU A MOBIKE? Entre as bicicletas não elétricas, a Mobike era a mais comum nas ruas de Londres e ainda é possível encontrar algumas Mobikes em algumas áreas da capital inglesa. Mas quem abre o aplicativo encontra uma notificação de que o serviço está suspenso. Para quem quiser esperar até que o serviço seja restabelecido, o aluguel é de £1 por uma jornada de 20 minutos e a Mobike oferece a vantagem de poder coletar a bicicleta e deixá-la na calçada quando acabar a jornada, só que há uma multa de £20 caso você deixe a bicicleta fora da zona azul designada no mapa do aplicativo. Como para usar o serviço é possível colocar crédito na conta, se você colocou algum crédito e não quiser esperar para ver o que acontecerá, basta pedir o reembolso no site www.mobikeglobal.com/uk. Leros

JULHO 2020 25


Que tal receber uma notifi vez que uma edição digit

24

Leros ABRIL 2020


ficação no seu celular toda tal da Leros for lançada?

Basta enviar uma mensagem pelo WhatsApp para +44 7939 973100 e escrever “Leros Digital”. Você receberá uma notificação assim que uma nova edição for lançada

www.issuu.com/leros Leros

MAIO 2020

27


LerosExtra Bancos britânicos adotam recurso de segurança para confirmar dados do beneficiário em transferências on-line Um novo recurso de segurança foi implementado no dia 30 de junho pela maioria dos bancos britânicos para transferências on-line entre contas correntes. Até o mês passado, se você recebesse uma mensagem de alguém se passando por um amigo seu e pedindo dinheiro numa emergência, o impostor poderia fornecer os dados bancários dele e quando você fizesse a transferência, o dinheiro iria parar na conta dele sem que seu amigo sequer ficasse sabendo. Por exemplo, você tem um amigo chamado José da Silva, o e-mail dele foi hackeado e você recebeu uma mensagem dizendo que ele estava em apuros em um hospital da Espanha precisando de mil euros. O hacker passava os detalhes da conta e quando a transferência era feita, você colocaria o nome José da Silva com os dados bancários do hacker e o dinheiro ia parar na

conta do pilantra que hackeou o e-mail do seu amigo. Com a implementação da Confirmation of Payee (Confirmação do Beneficiário) os bancos agora cruzam as informações e se a conta que estiver recebendo o pagamento não estiver no nome do beneficiário o banco vai chamar a atenção do cliente. No exemplo acima, se a conta realmente pertencer a José da Silva, o cliente receberá uma mensagem dizendo: “Yes, exact match: all details match up and you can proceed with the payment”. Mas se a conta estiver no nome de outra pessoa, no caso de um hacker, a mensagem que surge na tela do computador ou celular é bem diferente: “No match: the details aren’t close to matching, so cancel the payment until you can check them”. Traduzindo: os dados não estão batendo e sequer parecem pertencer ao

Faster Payment, CHAPS, BACS, standing order ou direct debit? A confirmação do beneficiário (Confirmation of Payee CoP) somente é aplicada em transferências efetuadas pelo métodos chamados “Faster Payment” e CHAPS, por isso é importante saber a diferença entre CHAPS, BACS, standing order e direct debit. FASTER PAYMENT é atualmente a forma mais comum de transferência entre contas correntes no Reino Unido. O cliente fornece o nome do beneficiário, o sort code (código da agência bancária), o número da conta e o valor a transferir. Em cerca de duas horas o pagamento entra na conta do beneficiário.

28

Leros

JULHO 2020

CHAPS são pagamentos que chegam no mesmo dia se a transferência for feita até as 15h, ou no próximo dia útil. Com o surgimento do Faster Payment, poucos clientes continuam usando CHAPS. BACS é um método eletrônico de pagamento que leva três dias úteis para entrar na conta do beneficiário, por isso quase ninguém mais usa, com exceção de algumas empresas. Se você decidir pagar por BACS, o banco não checa se os dados fornecidos pertencem à conta do beneficiário. STANDING ORDER é uma transferência de dinheiro feita

beneficiário, o pagamento deve ser cancelado até que você cheque os dados. Existe também a possibilidade de você ter errado ao digitar o nome da pessoa. Se você, por exemplo, digitou Jozé da Silva, trocando o “s” pelo “z”, o sistema vai detectar o erro e enviar a seguinte notificação: “Partial or close match: check for spelling mistakes or typos, as the details aren’t quite matching up”. Isso significa que os dados parecem pertencer ao titular da conta, mas você deve checar se não cometeu algum erro de grafia ou digitação e reenviar o nome correto. Os bancos que adotaram a Confirmation of Payee (CoP) até agora são Barclays, LLoyds, HSBC, First Direct, Santander, Nationwide Building Society, NatWest, Ulster Bank, Coutts, TSB, The Co-operative Bank, Starling, Monzo e Danske Bank, entre outros. Nem todo banco britânico é obrigado a adotar a CoP, mas é provável que a maioria decida oferecer voluntariamente esse recurso aos clientes para combater o crescente número de fraudes em transações on-line.

regularmente para uma outra conta corrente. Você pode, por exemplo, pagar o seu aluguel por standing order, caso o seu banco tiver adotado a CoP, ao cadastrar o beneficiário, antes de efetuar o primeiro pagamento, o sistema checa se os dados da conta batem com o nome da pessoa ou empresa favorecida. DIRECT DEBIT é débito automático, a CoP não é aplicável nessa forma de pagamento, que normalmente é utilizada por empresas de gás, eletricidade, telefone, etc. Você deve sempre checar seu extrato e contatar o banco se os dados da sua conta estiverem sendo utilizados por alguém para pagar contas que não são suas.


QUARTOS PARA ALUGAR DOUBLE • SINGLE • STUDIOS FLATS IN NORTH WEST LONDON

NEASDEN • PADDINGTON • KENSAL RISE • KENSAL GREEN • WILLESDEN GREEN • WILLESDEN JUCTION – ALPETTON • WEMBLEY • STONEBRIDGE PARK. CONTATO: RODRIGO – 075 7261 7898 LEANDRO – 077 0209 0100

QUARTOS NO LESTE DE LONDRES

A ACOMODAÇÃO QUE VOCÊ MERECE!

QUARTOS E VAGAS BED & BREAKFAST

CASAL • SOLTEIRO • DUPLO Casas limpas e organizadas com jardim, internet e contas incluídas. Todas perto de estações. Excelente transporte público. 25 minutos do centro de Londres.

ZONA 2 - WILLESDEN GREEN

Área central residencial e tranquila FAXINA, INTERNET ÃO, MANUTENÇ TUDO INCLUÍDO

Rinaldo 07534 94 9589

FAMÍLIA

QUARTOS

QUARTOS PARA ALUGAR EM

internet, jardim Quarto de casal a partir de £150 por semana Quarto de solteiro £100 por semana

a partir de

07904 91 0776

FLAT TO LET WILLESDEN JUNCTION NW10 Large studio flat (conjugado): £750 per month 2-bedroom flat: £1100 per month Jaye 07961 77 7789

FAMILIAR

020 8830 0047

• 07718 74 9179

dominicsmith0@yahoo.co.uk • www.domsbnb.co.uk

VERA RENT

Contas incluídas,

• AMBIENTE

Limpo, equipado, organizado e aconchegante. Internet, telefone, TV, microondas, geladeira, etc

KENSAL GREEN HARLESDEN WILLESDEN JUNCTION

CASAL OU SOLTEIRO

ANGLO-BRASILEIRA

KENSAL RISE WILLESDEN GREEN QUEENSPARK

Quartos para alugar WIMBLEDON SOUTHFIELDS

PUTNEY BRIDGE CASAL / SOLTEIRO Casas limpas e organizadas

Vera 07983 46 3935

QUARTO COM CAMA DE CASAL PARA UMA PESSOA £170 POR SEMANA Bayswater Paddington Hyde Park ÁREA CENTRAL: metrô, ônibus, comércio, pontos turísticos, tudo perto. Tel. 07500 926561 WhatsApp +44 7500 926561

07835 26 4666

QUARTOS STOCKWELL OVAL ELEPHANT & CASTLE e TODO O SUL DE LONDRES Marco Antonio 07540 23 3089

Consulte também os classificados de quartos e vagas do site da Leros

A página de acomodação é atualizada sempre que surge um novo anúncio

www.leros.co.uk Leros

JULHO 2020 29


“Infelizmente, a Covid-19 avança inclemente sobre as populações mais frágeis e vulneráveis. Com nossos povos originários, a situação não é diferente. A cada dia, mais mortes são registradas entre as comunidades indígenas, em todas as regiões do Brasil. No CentroOeste, a Covid-19 avança forte sobre os Xavante, um povo valente que, pela pujança de sua cultura, conseguiu resistir a 80 anos de contato com a sociedade nacional. Agora, ante esse terrível vírus, ante essa terrível pandemia, o povo Xavante encontra-se indefeso, e precisa da minha, da sua, da nossa solidariedade. Junte-se a nós”. LUCÉLIA SANTOS, atriz.

“A Campanha S.O.S Xavante tem como objetivo construir uma Unidade Avançada de Saúde perto das aldeias mais impactadas pelo coronavírus para facilitar o atendimento e evitar que pessoas indígenas corram maior risco de contaminação ao saírem das aldeias”. RICARDO STUCKERT, fotógrafo.

Quer se juntar a essa luta em solidariedade a mais de 22 mil indígenas vivendo em várias aldeias? Basta acessar o site abaixo e fazer a sua doação… 28

Leros ABRIL 2020

www.captar.info/campanha/sosxavante


Leros no

A revista está gradualmente saindo do Facebook e a partir deste mês as notícias, imagens e informações serão postadas primeiro no Instagram.

@lerosmagazine www.instagram.com/lerosmagazine

Leros

JULHO 2020

31


PAGAMENTO

PARCELADO

Viaje agora, pague depois! *Sujeito a apro vação, termos e cond ições

www.ceejaytravel.co.uk

The Latin American Women’s Rights Service (LAWRS) is a human rights and feminist organisation led by and for Latin American migrant women in the UK. Our work is dedicated to supporting the immediate and longterm needs of Latin American migrant women exposed to violations of their fundamental human rights; facing violence against women and girls, exploitation or trafficking; enduring difficult living and working conditions in low paid jobs, and facing barriers to social protection.

NEW VACANCY: Violence Against Women and Girls (VAWG) Caseworker 3 days (21 hours) per week (with possibilities of extension) Salary: £27,000 per annum pro rata • Fixed-term contract with possibilities of extension 25 days annual leave pro-rata (plus Christmas/New Year break)

LAWRS’ Violence Against Women and Girls (VAWG) holistic specialist programme supports Latin American women affected by VAWG (e.g. domestic abuse, sexual violence, harmful practices, trafficking for sexual exploitation and other forms of genderbased violence) into safety and protection and in rebuilding their lives free from violence.The post holder will be responsible for providing high quality and proactive specialist VAWG advice, appropriate support, and advocacy for Latin American women and girls 16+ affected by VAWG, including harmful practices, ensuring that LAWRS service and quality standards, as well as legal requirements, are fulfilled. This post is open to Latin American women only* in accordance with the Equality Act 2010. We particularly welcome applications from disabled and LBTQ+ candidates as they are currently underrepresented within the team.

How to apply: Please note that we do not accept CVs. If you are interested in this position, please download the application and equal opportunities forms provided and send them in Word format to LAWRS Recruitment via email (recruitment@lawrs. org.uk) quoting the reference CASEW20 in the email subject. We regret that late applications cannot be accepted. Please note that only applicants with the right to work in the UK covering the duration of the contract will be considered for this position. Closing date for applications: Monday 20 July 2020. Interviews: Week commencing 27 July 2020. *women who identify as Latin Americans (1st and 2nd generation) and speak Spanish and/or Brazilian Portuguese. 32

Leros

JULHO 2020


www.carltonleisure.com

Leros

JJUNHO 2020

57


www.steamondtravel.com

PASSAGENS DE LONDRES PARA O BRASIL (IDA & VOLTA):

SÃO PAULO a partir de £660 RIO DE JANEIRO a partir de £660 BELO HORIZONTE a partir de £657 PORTO ALEGRE a partir de £657 UBERLÂNDIA a partir de £666

34

Leros

JULHO 2020

FORTALEZA a partir de £738 GOIÂNIA a partir de £657 CURITIBA a partir de £657 BRASÍLIA a partir de £656 RECIFE a partir de £709

Preços promocionais também para outros destinos no Brasil! O despacho de uma mala de 23kg e as taxas já estão incluídas nas tarifas deste anúncio.


TRADUTOR INGLÊS PORTUGUÊS ITALIANO

TRADUÇÕES OFICIAIS DE TODO O TIPO DE DOCUMENTO EM TODAS AS LÍNGUAS

TRADUÇÕES JURAMENTADAS E SIMPLES HISTÓRICOS ESCOLARES E DIPLOMAS

MARCELO PETRONE

Membro do Chartered Institute of Linguists Tradução Certificada

07895 25 7104

CERTIDÕES DE NASCIMENTO E CASAMENTO

mpetrone@mptranslationservices.co.uk

PAPÉIS DE DIVÓRCIO DOCUMENTOS PARA O HOME OFFICE RECEITAS E EXAMES MÉDICOS EXTRATOS BANCÁRIOS E OUTROS FINANCEIROS TRADUÇÕES FEITAS NA HORA FALAMOS PORTUGUÊS FAVOR CONTATAR ANA PELO TELEFONE

020 8942 1655

TRADUTOR

PAULO BOHANA Membro do Institute of Linguists

TRADUÇÕES CERTIFICADAS

Fax 020 7900 2872 website: wordbywordtranslations.com www.wordbywordtranslations.com e-mail: e-mail:info@wordbywordtranslations.com info@wordbywordtranslations.com

TRADUTORA Paula Soares Membro do Institute of Linguists

Tel: 07939 24 4296 Fax: 020 7084 7825

pbtranslations@hotmail.com

PORTUGUÊS para crianças e adultos

Aulas também on-line Agende uma avaliação gratuita sem compromisso!

Traduções certificadas Tel/Whatsapp: 07525 49 2510 e-mail: paula_soares@hotmail.co.uk

AULAS DE CONVERSAÇÃO EM INGLÊS £10 por hora. Sou britânico e também troco conversação em inglês por conversação em português do Brasil. 020 8679 5248 07581 22 0173

Juliana 07715 318420 Thiago 07809 331748

CONVERSAÇÃO em INGLÊS Let’s improve your n E glish!

Estudante britânico oferece conversação em inglês. Cobro somente £10 por hora para ajudar a financiar meus estudos. Podemos conversar por Skype ou WhatsApp e eu posso ajudar você com vocabulário e pronúncia (sou inglês mas falo português). Zeca: 07985 214902. Leros

JULHO 2020

35


Terra Brasilis “Máscara é coisa de viado”,

dizia Jair Bolsonaro debochando de quem o visitava e tentava conter a propagação do coronavírus. Ao apresentar sintomas como 38 graus de febre, Bolsonaro fez um novo exame para Covid-19, o resultado foi positivo, e ele diz estar bem graças à cloroquina, mas nem todos acreditam na versão do presidente e um jornalista chegou até a afirmar que será bom para a humanidade se o quadro se agravar e Bolsonaro morrer. A novela de Jair Bolsonaro com a Covid-19 ganhou um novo capítulo, mas dessa vez não foi preciso que a Justiça determinasse que o presidente divulgasse o resultado do exame. No dia 4 de julho o presidente diz ter sentido dores no corpo, fadiga e chegou a ter 38 graus de febre, por isso decidiu fazer um novo exame para a Covid-19. Três dias depois, ele revelou a um pequeno grupo de jornalistas que o resultado foi positivo, mas que já estava se sentindo bem. A notícia teve repercussão internacional e foi destaque na primeira página do portal da BBC, mas no Brasil muita gente não acreditou na versão de Bolsonaro e o grau de desconfiança da população é compreensível, já que dados da agência de checagem Aos Fatos atualizados em 6 de julho revelam que, em 552 dias como presidente, Bolsonaro deu 1.355 declarações falsas ou distorcidas. Outro motivo para suspeitas é que nos três exames anteriores, Bolsonaro não só foi relutante em divulgar os resultados, como

também usou três identificações falsas para fazer os exames: em um exame o nome que constava era Rafael, em outro era Airton e em um outro era 05. O presidente alegou que usava esses pseudônimos por uma questão de segurança, afirmando que por ser um figura pública alguém poderia ver seu nome lá e forjar o resultado do exame. Dessa vez, o nome que aparece no exame é Jair Messias Bolsonaro, o que levanta uma questão relevante: por que o presidente agora resolveu fazer o exame com seu próprio nome? Essa mudança de conduta motivou várias teorias de conspiração. No jornal Folha de S. Paulo, uma leitora afirma que “oportunamente” o presidente noticiou o contágio para ocupar manchetes que deveriam denunciar sua relação com as milícias, a prisão de seu velho amigo Fabrício Queiroz, e o esquema de “rachadinha” [detalhes na página 39]. Em grupos de WhatsApp, circulou uma outra hipótese: “É falsa a notícia de que Bolsonaro esteja com Covid-19. Esta é mais uma fake news É a primeira vez que um plantada por ele e pelos filhos, pra poder aparecer presidente faz propaganda daqui a três ou quatro dias no Brasil de um medicamento e dizer que foi curado pela cloroquina. Cuidado com as sem comprovação científica. comemorações antecipadas”. 36

Leros

JULHO 2020

Essa tese se baseia na atitude do presidente, que retomou o papel de garoto-propaganda da cloroquina no mesmo dia em que informou que havia contraído a Covid-19. No fim da tarde de 7 de julho, Bolsonaro divulgou um vídeo em que aparece tomando um comprimido de hidroxicloroquina para tratar da doença: “Bem, estou tomando aqui a terceira dose da hidroxicloroquina”, diz o presidente, dando risada em seguida. “Tô me sentindo muito bem. Tava mais ou menos domingo, mal segunda-feira, hoje, terça, tô muito melhor do que sábado. Então, com toda a certeza, tá dando certo”, complementa, tomando o remédio com um copo d’ água. A hidroxicloroquina não está proibida mas não deve ser usada sem prescrição médica. Provavelmente por saber que existem estudos comprovando que o medicamento pode trazer muito mais efeitos colaterais do que benef ícios, Bolsonaro faz uma ressalva no vídeo para ser poupado da acusação de irresponsabilidade e diz que existem outros remédios que podem ajudar a combater o coronavírus: “Sabemos que nenhum tem a sua eficácia cientificamente comprovada, mas mais uma pessoa que está


Dentro de alguns dias vamos achar a cloroquina vendendo em camelôs do Brasil inteiro: "Aqui, o remédio que curou Bolsonaro!" E vai vender como água. dando certo. Então, eu confio na hidroxicloroquina. E você? Valeu, tamo junto!”. É a primeira vez que um presidente da República faz propaganda de um medicamento sem comprovação científica no Brasil. Diversos cientistas e a OMS (Organização Mundial da Saúde) frisam que não há comprovação científica da eficácia do remédio. O uso sem acompanhamento médico da cloroquina pode aumentar o risco de arritmia cardíaca e de complicações cardiovasculares. No Twitter, o ator José Abreu comentou: “Dentro de alguns dias vamos achar a cloroquina vendendo em camelôs do Brasil inteiro: ‘Aqui, o remédio que curou Bolsonaro!’. E vai vender como água”. O humorista José Simão afirmou que “o Bozo só deu positivo pra fazer propaganda da

O portal UOL reuniu em um vídeo diversas cenas que retratam o desprezo de Jair Bolsonaro pela saúde pública, incluindo sua proximidade com eleitores em plena crise do coronavírus e o discurso em que o presidente classifica a Covid-19 como uma “gripezinha”. Foto: Reprodução / YouTube

cloroquina!”. Na BandNewsFM, Simão disse suspeitar que o presidente havia contraído Covid-19 só para se livrar do estoque de cloroquina que o Brasil recebeu dos Estados Unidos: “Ele deve ter pensado assim, já que eu tenho um passado atlético e os sintomas vão ser leves, eu vou me contaminar e depois me curo com cloroquina, hahahá!”. A piada é baseada na doação de cloroquina que os Estados Unidos fizeram ao Brasil no mês passado, depois que a Food and Drug Administration (FDA), agência que regulamenta o uso de medicamentos nos Estados Unidos, revogou a autorização emergencial que previa o uso de cloroquina e hidroxicloroquina para tratamento de coronavírus. “Sem saber o que fazer com tantas doses de cloroquina, Donald Trump decidiu mandar tudo para o Brasil, daqui

a pouco os Estados Unidos mandam também um estoque de videocassetes pra gente”, ironizou um internauta no Facebook. NA MÍDIA INTERNACIONAL, ao divulgarem a notícia de que Bolsonaro estava com Covid-19, diversos veículos de comunicação deram destaque às diversas ocasiões em que Bolsonaro continuou minimizando os impactos da pandemia mesmo depois que o Brasil, com mais de 65 mil mortes, passou a ocupar o lugar de segundo país mais afetado pela Covid-19, ficando atrás somente dos Estados Unidos. Em sua coluna na Folha de S. Paulo, a jornalista Mônica Bergamo conta que depois da explosão da epidemia no Brasil, pessoas que visitavam o presidente sentiam um certo constrangimento por tentar manter distância f ísica para Leros

JULHO 2020

37


se prevenir. Bolsonaro se recusava a usar máscaras, o que induzia os convidados a seguir o exemplo. “Ele fazia questão de se aproximar para cumprimentar com um aperto de mão. Ao perceber que o visitante estava tenso, segundo um deles relatou à coluna, dizia que aquele medo era besteira. O presidente chegava a brincar com funcionários, perguntando quem usava máscara e dizendo que aquilo era ‘coisa de v.’”, escreveu a colunista.

“TORÇO PARA QUE O QUADRO SE AGRAVE E ELE MORRA. NADA PESSOAL”, foi assim que o jornalista Hélio Schwartsman iniciou um polêmico artigo que o levou a ser chamado de “irracional” por um leitor da Folha de S. Paulo. Schwartsman argumenta que embora ensinamentos religiosos e éticas deontológicas preconizem que não devemos desejar mal ao próximo, aqueles que abraçam éticas consequencialistas não estão tão amarrados pela moral tradicional. “É que, no consequencialismo, ações são valoradas pelos resultados que produzem. O sacrif ício de um indivíduo pode ser válido, se dele advier um bem maior. A vida de Bolsonaro, como a de qualquer indivíduo, tem valor e sua perda seria lamentável. Mas, como no consequencialismo todas as vidas valem rigorosamente o mesmo, a morte do presidente tornase filosoficamente defensável, se estivermos seguros de que acarretará um número maior de vidas preservadas. Estamos? No plano mais imediato, a ausência de Bolsonaro significaria que já não teríamos um governante minimizando a epidemia nem sabotando medidas para mitigála. Isso salvaria vidas? A crer num estudo de pesquisadores da UFABC, da FGV e da USP, cada fala negacionista do presidente se faz seguir de quedas nas taxas de isolamento e de aumentos nos óbitos. Detalhe irônico: são justamente os eleitores do presidente a população mais afetada”, escreveu o jornalista. Ele conclui o artigo afirmando 38

Leros

JULHO 2020

que ficaria muito mais dif ícil para outros governantes irresponsáveis imitarem o discurso e as atitudes do presidente brasileiro, o que presumivelmente pouparia vidas em todo o planeta: “Bolsonaro prestaria na morte o serviço que foi incapaz de ofertar em vida”. Enquanto o artigo de Schwartsman era elogiado nas redes sociais pela ousada franqueza do autor, no jornal O Estado de S. Paulo, a colunista Vera Magalhães afirmava que desejar a morte de Bolsonaro nos prende à barbárie que o presidente, sua família e seu núcleo insano tratam de cultivar desde antes mesmo da campanha: “A notícia de que Jair Bolsonaro, depois de tanto desafiar as regras de bom senso em uma pandemia, foi contaminado pelo novo coronavírus deflagrou um outro surto: a ira irracional daqueles que colocam adesivos antifascistas em seus perfis nas redes sociais e passaram a desejar a morte do presidente da República”. Para a jornalista, o único resultado prático dessa onda “é vitimizar o presidente que até agora destilou sua falta completa de empatia diante da tragédia. Perde a imprensa, perde o país, perdemos todos nós, que nos desumanizamos a cada dia, sem perceber que, aos poucos, nos transformamos naquilo que mais desprezamos”. Vera Magalhães diz ainda que nada justifica que democratas, pessoas e instituições se ponham a “torcer” pela morte desse ou daquele. Ela reconhece que o presidente “colhe de volta a absoluta falta de compaixão que cuspiu na cara de um país estarrecido ao longo dos últimos cinco meses. Andou a cavalo, passeou de jet sky, subiu em boleia de caminhão, assoou o nariz e cumprimentou velhinhos em seguida, receitou cloroquina sem ser médico, mandou invadirem hospitais, chegou ao cúmulo de vetar o uso de máscaras e passeou por aí já infectado, possivelmente transmitindo coronavírus para os poucos com os quais diz se

importar”, mas argumenta que “aqueles que são de fato a antítese de Bolsonaro só têm um caminho: torcer pela medicina, pela ciência e pela sua cura. E para que ele responda diante dos órgãos competentes pelos crimes de responsabilidade que cometeu e diante dos eleitores pelas vezes em que brincou com a vida como um déspota de quinta categoria”. Vera Magalhães ressalta que “o oposto de Bolsonaro não é a hashtag ‘força, corona’. Essa é sua consagração, seu triunfo, o caminho para sua perpetuação” e acredita que a solução “inteligente e lúcida seria mostrar com dados e evidências o quanto seu comportamento colocou em risco não apenas a si mesmo e seus familiares, mas um país inteiro”.

O PRESIDENTE ESTÁ “DOENTE DA ALMA”. Nada parece sensibilizar Jair Bolsonaro. Aos 65 anos, o presidente agora tenta transformar seu contágio em propaganda de sua aversão ao que dizem os cientistas sobre a Covid-19, chegando a repetir que a doença não ameaça jovens saudáveis, ao contrário do que mostram diversos casos relatados em todo o mundo. Uma reportagem de Afonso Benites publicada no jornal El País mostra que por circular sem qualquer respeito às medidas de isolamento social, Bolsonaro pode ter contaminado cerca de 76 pessoas em seus contatos recentes. Empresários, assessores e ministros e até o embaixador dos Estados Unidos no Brasil anunciaram que fizeram ou farão testes para detectar a doença após terem se encontrado com o presidente nos últimos dias. “Ao dar a notícia, nunca fora visto rindo com tanto gosto. Parecia até feliz. E manifestou sua felicidade ao afirmar que, no fim das contas, o coronavírus era ‘uma chuva’ que iria molhar todo mundo”, escreveu Juan Arias, colunista do El País, em um artigo intitulado “Bolsonaro está doente da alma”.


Foto: Reprodução / Facebook

QUEM É FABRÍCIO QUEIROZ, O HOMEM QUE TANTO PREOCUPA A FAMÍLIA BOLSONARO? E POR QUE ELE ESTÁ PRESO? Você sabe o que é “rachadinha”? O termo é inadequado porque dá a impressão de ser coisa pequena, mas trata-se de um grande golpe aplicado por alguns políticos e funciona assim: um senador ou deputado tem direito de nomear diversos assessores e quando esses servidores são contratados, como não são necessários, ou não trabalham ou trabalham muito pouco. Depois recebem o salário e “racham” com o político que os nomeou, devolvendo metade ou até mais do pagamento recebido, daí o nome “rachadinha”. Em quatro anos de mandato, um político que tenha uma dúzia de assessores nesse esquema pode faturar horrores, por isso o humorista Gregório Duvivier recomenda que em vez de “rachadinha” o escândalo seja rebatizado de algo que dê ideia de esquemão e sugere que a “rachadinha” passe a ser chamada de “Queirolão”, inspirado em Queiroz, nome do exassessor de Flávio Bolsonaro, filho do presidente.

FABRÍCIO QUEIROZ (à esquerda) foi assessor de Flávio Bolsonaro (à direita) por 11 anos e agora está preso. O filho do presidente está escandalosamente enrolado no esquema de “rachadinha”: Queiroz pagava até as mensalidades da escola das filhas de Flávio.

Fabrício Queiroz é um ex-policial, amigo da família Bolsonaro há 36 anos. Ele conheceu o então capitão Jair Bolsonaro na Brigada Paraquedista da Vila Militar em 1984. Nas redes sociais, os dois aparecem em diversas fotos pescando juntos, fazendo churrasco, jogando futebol e trabalhando em campanha eleitoral. Segundo a revista Exame, Bolsonaro diz que Queiroz sempre gozou de toda a confiança dele. Em 2007, Bolsonaro indicou Queiroz para trabalhar no gabinete de seu filho mais velho, Flávio Bolsonaro, que na época era deputado estadual. Hoje, Fabrício Queiroz é acusado de ter sido o caixa no esquema de rachadinha dentro do gabinete de Flávio. Queiroz fazia depósitos e saques em dinheiro vivo em datas próximas aos pagamentos dos servidores que trabalhavam na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ). O Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro analisou as contas de Queiroz e estimou a movimentação de quase R$3 milhões. Segundo o MP, o chefe da quadrilha era Flávio Bolsonaro, já que Queiroz pagava até os planos de saúde da família de Flávio e as mensalidades da escola de suas filhas. A evolução do patrimônio de Flávio Bolsonaro também é suspeita, ele adquiriu 19 imóveis desde 2003, quando assumiu o primeiro mandato. Além disso, o MP não só encontrou fortes indícios de lavagem de dinheiro, como acusa Flávio Bolsonaro de canalizar o dinheiro de rachadinha para construtoras ligadas à milícia do Rio de Janeiro. O MP aponta que Flávio Bolsonaro pode ter financiado o crime organizado com dinheiro público.

A família Bolsonaro conquistou eleitores dizendo que era favorável ao fim do foro privilegiado. Durante a campanha, Jair Bolsonaro aparece em um vídeo ao lado do filho Flávio e diz: “Eu não quero essa porcaria de privilégio”. A família considerava o foro privilegiado que garante tratamento diferenciado a políticos uma excrecência, mas Flávio Bolsonaro agora implora para não ser julgado pela Justiça comum. O escândalo envolve também o presidente da República, não só porque Queiroz depositou um cheque na conta da esposa dele, mas também porque Queiroz foi encontrado pela Polícia Civil de São Paulo escondido numa residência em Atibaia que pertence a Frederick Wassef, advogado de Flávio Bolsonaro. O presidente agora faz tudo para se distanciar da imagem de Wassef, mas será dif ícil. Antes de Queiroz ser preso, o advogado foi recebido 13 vezes por Bolsonaro no Palácio do Planalto e no ano passado o governo suspendeu uma multa de R$27 milhões a um consórcio com a empresa da ex-mulher de Wassef. Segundo a revista Época, depois que Queiroz foi descoberto em sua casa, o advogado foi visto “agitado e chorando”, sem concluir linhas de raciocínio. Fabrício Queiroz permanece preso preventivamente porque ele poderia obstruir as investigações, já que, segundo o MP, o ex-policial exerce forte influência sobre um grupo paramilitar de Rio das Pedras, na zona oeste do Rio. A prisão preventiva de Queiroz não é a única preocupação de Jair Bolsonaro. O presidente responde a sete ações no Tribunal Superior Eleitoral e é investigado em três inquéritos do Supremo Tribunal Federal. Além disso, Bolsonaro foi citado na investigação sobre o assassinato de Marielle Franco e precisa se preocupar também com o inquérito que apura as acusações de seu ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, que envolvem falsidade ideológica, prevaricação e corrupção passiva privilegiada, entre outros crimes. Leros

JULHO 2020

39


Que balbúrdia é essa?

Foto: MARCELO CAMARGO / ABr

Sai o ministro da Educação que atacava universidades, seu sucessor mente no currículo, e a pasta fica vazia em plena crise da pandemia… O ex-ministro da Educação de Jair Bolsonaro, Abraham Weintraub (foto ao lado), justificava o corte de verbas ao ensino superior como uma resposta à “balbúrdia” das universidades, mas sua gestão deixou claro que balbúrdia é o ministério que ele comandava. Seu antecessor, o colombiano Ricardo Vélez Rodríguez, desperdiçou o tempo tentando mudar os livros didáticos para amenizar a forma como eles tratavam a ditadura militar e chegou a pedir às escolas que filmassem os alunos cantando o Hino Nacional e enviassem ao MEC sem autorização dos pais, o que não é permitido por lei. Vélez ganhou projeção ao afirmar que o brasileiro parecia um “canibal” quando viajava para o exterior: “Rouba coisas dos hotéis, rouba o assento de salva-vidas dos aviões”. Quando deixou o cargo, ninguém imaginava que ele pudesse ser substituído por alguém ainda pior, mas foi o que aconteceu. Abraham Weintraub assumiu a pasta em abril de 2019 e logo faria cortes em bolsas de pós-graduação, mestrado e doutorado: 11 mil bolsas foram congeladas. Sem apresentar provas, Weintraub declarou que havia plantações de maconha em universidades federais. Como era um péssimo gestor, no Enem do ano passado cerca de seis mil estudantes foram afetados por erros na correção dos exames. Nas redes sociais, o então ministro da Educação cometia erros grotescos de português: grafava “paralisação” com z, “impressionante” com “c”, e escrevia “antessessores” em vez de “antecessores”. Como os erros de português em suas mensagens diminuíram, dizem que Weintraub descobriu como utilizar um corretor eletrônico. Só que a tecnologia ainda não produziu corretor quando se trata de bom senso e o ex-ministro criou uma nova polêmica ao debochar do sotaque dos chineses, escrevendo uma crítica em que trocava a letra L por R, como o personagem Cebolinha: “pLano infalível para dominaL o mundo”. Foi acusado de racismo e insensibilidade, já que a China é o maior parceiro comercial do Brasil e sua infantilidade não trazia benef ício algum ao país. Weintraub foi exonerado depois de xingar, em reunião ministerial, os juízes do Supremo Tribunal Federal (STF): “Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando pelo STF”. Na mesma reunião, Weintraub declarou que odiava “povos indígenas” e “povos ciganos”. Ele então passou a ser investigado e quando Bolsonaro finalmente reconheceu que era preciso se livrar dele, Weintraub viajou para os Estados Unidos com o passaporte diplomático, apesar de ter sido exonerado. Seu sucessor, Carlos Alberto Decotelli (à direita), não chegou a ficar uma semana no cargo. Ele havia colocado em seu currículo um título de doutorado em Administração na Argentina, que não foi obtido, e um 40 Leros

JULHO 2020

Foto: MARCELO CASSAL / ABr

pós-doutorado na Alemanha, que nunca foi concluído. Em seu CV, Decotelli dizia ser professor da Fundação Getúlio Vargas, mas, na verdade, é colaborador. A duvidosa formação acadêmica resultou na demissão de Decotelli antes mesmo que ele fosse empossado. Nas redes sociais, alguns internautas classificaram como racismo o alarde provocado pelas informações falsas em seu currículo. “O ministro do Meio Ambiente [Ricardo Salles] mentiu que estudou em Yale e a ministra Damares também já se apresentou como mestre em Educação e Direito, o que não é verdade. Se esses ministros mentiram e continuam lá, por que com Decotelli foi diferente? Será que é por que ele é preto?”, questionou um usuário no Twitter. A triste realidade é que o tal critério técnico que Bolsonaro prometeu adotar para escolher seus ministros não existe. No caso de Ricardo Salles, ter mentido que estudou em Yale é o menos importante. Ele havia sido condenado por um crime ambiental e, ainda assim, foi escolhido por Bolsonaro para assumir justamente a pasta do Meio Ambiente. O ministério da Educação precisa urgentemente de alguém com competência e criatividade para encarar a crise da pandemia que paralisou as escolas públicas e um dos cotados agora é o ex-vice-reitor da Universidade Mackenzie, Milton Ribeiro, mas aliados evangélicos de Bolsonaro não o consideram conservador suficiente para ser o novo ministro. Enquanto eles discutem, a pasta continua vaga e os estudantes da rede pública continuam ao Deus dará.


DEPOIS DE 100 DIAS FECHADOS, BARES REABREM EM SÃO PAULO Bares e restaurantes voltaram a funcionar na capital paulista. Eles reabriram no dia 6 de julho e, segundo o jornal El País, o movimento foi tímido. Os restaurantes podem abrir durante seis horas, até as 17h, e com apenas 40% da capacidade. “Não aguentava mais comer minha própria comida todo dia, queria sair um pouco de casa, ver a rua”, dizia o advogado Danilo Pereira, único cliente de um restaurante na Vila Madalena na hora do almoço. Acostumado a receber cerca de 120 pessoas nesse horário em dias normais, o local tinha servido apenas dez refeições até 14h30. No primeiro dia de flexibilização das regras, alguns restaurantes usavam termômetros em forma de pistola para medir a temperatura dos clientes, cardápios em QR Code para serem acessados pelo celular, e divisórias de acrílico entre as mesas. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, diz que a flexibilização dos bares segue normas para evitar aglomerações porque a pandemia não acabou: “Basta um dia de descontrole e os números voltam a crescer”, alertou Covas. FBI & LAVA JATO

As conexões do FBI com a Operação Lava Jato têm sido reveladas através de diálogos vazados que mostram a proximidade entre a Polícia Federal, os procuradores e os agentes do FBI. Segundo uma

reportagem produzida por uma parceria entre a Agência Pública o The Intercept Brasil, 13 agentes do FBI que atuaram em solo brasileiro para o governo americano tinham “total conhecimento” das investigações sobre a Odebrecht. Em um chat com o procurador Deltan Dallagnol de 18 de maio de 2016 constante do arquivo entregue ao site The Intercept Brasil, a procuradora Thaméa Danelon, ex-coordenadora da força-tarefa em São Paulo, disse brincando antes de uma viagem para os Estados Unidos: “Vou tentar tirar uma foto com a Jennifer Lopes e o cartaz das 10 Medidas”. A brincadeira refere-se ao projeto de lei das 10 Medidas Contra a Corrupção apoiado por Dallagnol. “Os agentes do FBI já apoiaram. Mas não pode publicar a foto ok? Eles não deixaram”, explicou Thaméa, enviando a foto. O fato de agentes estrangeiros terem atuado em campanha legislativa nacional é preocupante e essas revelações podem servir como munição para que os advogados de Lula consigam a revogação da condenação do ex-presidente no Supremo Tribunal Federal. A conspiração entre o então juiz Sérgio Moro e os procuradores para condenar Lula, também divulgada pelo The Intercept Brasil, já é uma evidência de que o ex-presidente não foi julgado imparcialmente. “É importante dizer que nós já havíamos feito a prova de que

Facebook remove dezenas de contas falsas ligadas à família Bolsonaro por disseminação de ódio e desinformação Foram removidos 35 perfis do Facebook e 38 do Instagram, todos associados a membros dos gabinetes de Jair Bolsonaro e de seus filhos. O Facebook, dono das duas redes sociais, justificou a

medida informando que as contas violavam políticas das plataformas e algumas promoviam ataques políticos. Além de semearem ódio, alguns perfis propagavam desinformação até sobre

autoridades norte-americanas colaboraram informalmente com a Lava Jato, fora daquilo que prevê a lei. Mostramos um vídeo de um procurador americano que havia realizado essa ajuda informal para construir os casos do ex-presidente Lula. Então já havia essa prova. E agora a Vaza Jato vem reforçar a existência de uma cooperação ilegal com os Estados Unidos”, disse o advogado Cristiano Zanin Martins, que faz parte da defesa de Lula. POR QUE A LAVA JATO LEVOU SEIS ANOS PARA DENUNCIAR JOSÉ SERRA? A Lava Jato enfim denunciou o senador José Serra, que foi candidato do PSDB a presidente da República duas vezes. Ex-governador de São Paulo, Serra é acusado de receber propina da Odebrecht durante as obras do Rodoanel. Os repasses somaram R$ 191 milhões em valores atualizados, informou o Ministério Público Federal. Baseada em delações, a Lava Jato denunciou Lula em seis meses, mas no caso de Serra, os procuradores alegam que só no início do ano passado é que a Justiça suíça rejeitou recursos da defesa de Serra e enviou os extratos bancários do senador ao Brasil. Para a Suíça, a decisão brasileira não impedia que houvesse uma investigação e a transmissão dos extratos. “O recurso é inadmissível”, declararam os juízes suíços.

o coronavírus. O senador Randolfe Rodrigues pede que o Facebook preserve o conteúdo dessas mensagens e os envolvidos podem ser convocados a prestar esclarecimentos na CPMI das fake news. Jair Bolsonaro, que sempre se manifesta quando sua base de apoio é atacada, não se pronunciou sobre o fechamento das contas.

Leros

JULHO 2020

41


MANIFESTAÇÕES ANTIRRACISTAS foram realizadas em diversas cidades brasileiras no dia 7 de junho. Inspirados nos protestos iniciados nos Estados Unidos depois que o americano George Floyd foi assassinado por um policial branco, os manifestantes decidiram sair do isolamento social. No Rio de Janeiro (foto acima), quase todos usavam máscaras e procuravam manter o distanciamento físico. ALGUNS MANIFESTANTES LEVARAM PÔSTERES DO MENINO JOÃO PEDRO MOTTA, de 14 anos, que morreu após ser baleado no Complexo de favelas do Salgueiro, em São Gonçalo (RJ). O garoto estava dentro de casa e testemunhas afirmam que policiais chegaram atirando ao local, na Praia da Luz, em Itaoca. João Pedro foi atingido na barriga e levado por um helicóptero. Os parentes

passaram a noite procurando o adolescente em hospitais e só acharam o corpo 17 horas depois, no Instituto Médico Legal de Tribobó. O triste fim do adolescente teve tanta repercussão internacional que o ator americano Terry Crews gravou um vídeo manifestando sua solidariedade à família de João Pedro. O CASO DO GAROTO MIGUEL, de cinco anos, também foi lembrado em algumas manifestações. O menino acompanhou a mãe na casa onde ela trabalhava. A mãe deixou o garoto sob responsabilidade da patroa, enquanto passeava com os cachorros da família. Minutos depois, o menino quis ir atrás da mãe. As câmeras filmaram a mulher levando Miguel até um elevador e apertando o andar que correspondia à cobertura do prédio. O garoto entrou desacompanhado no elevador

e desceu no 9º andar. Ao sair do elevador, abriu uma porta, caminhou até uma janela, abriu, ficou pendurado na sacada e caiu. Socorrido ainda com vida, Miguel veio a morrer no hospital. Inconformada, a mãe do menino, Mirtes Renata Santana dos Santos, exige justiça. A patroa, Sarí Mariana Gaspar Hacker Corte Real, é casada com o prefeito de Tamandaré, Sérgio Hacker. Ela prestou depoimento, pagou fiança e foi indiciada por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Seu marido também está sendo investigado, já que o nome da mãe de Miguel consta na lista de servidores comissionados da Prefeitura de Tamandaré, embora a empregada nunca tenha trabalhado lá e ela nem sabia que havia sido cadastrada. O Tribunal de Contas do Estado está apurando o suposto caso de funcionários fantasmas na Prefeitura de Tamandaré.


Leros

JUNHO 2020

43


www.specialremovals.co.uk www.tonyvan.co.uk

MUDANÇAS & AEROPORTOS

DU DU Basta mandar uma mensagem e eu ligo de volta

Horário de sua preferência PREÇO ÓTIMO! Helpful & friendly driver

BIG VAN MUDANÇAS • CARRETOS • AEROPORTOS CARRO GRANDE PARA AEROPORTO REBOQUE DE MOTOS & CARROS

MUDANÇAS COM VAN OU CAMINHÃO Conforme a legislação britânica. 24 horas. Todo Reino Unido Preço justo. PAULINHO 07816 37 0574 E-mail: paulinhyovan@aol.com

07951 24 5269

www.besthomeremoval.com

Azurro Removals

MAN & VAN

MUDANÇAS AEROPORTOS RECOVERY 24 HOURS Toni 07756 24 5254 44 Leros

JULHO 2020

Pequenas mudanças Coleta e entrega de volumes Aeroportos Remoção de lixo Reboque de Leonardo 07526 788440 motocicletas


• Mudanças • Aeroportos

• Coleta de entulho • Resgate de motos • Transportes em geral www.vanonthemove.co.uk

www.facebook.com/vdhaagen

ROSIGNOLI

Reformas em geral • FORRO, DIVISÓRIA, PLASTERS E REBOCO. • PINTURAS. • PARTE ELÉTRICA. • PAPEL DE PAREDE. • PISOS (CERÂMICA E MADEIRA). • HIDRÁULICA. • MONTAGEM (COZINHA E BANHEIRO). • TROCA DE VIDROS. 07497 126162 (Marcos)

AMOLA-SE

ALICATE Tesouras, facas, peças em geral. Atendimento em domicílio Profissionalismo garantido Léo - 07912 62 2010 07438 18 3870

NEUZA CABELEIREIRA Químicas em geral Escovas progressivas Cortes unissex Reestruturação, cauterização dos fios Hidratação Depilação Sobrancelhas 07427 68 2690

BOBBY'S DRIVING SCHOOL Aulas de condução em carros manuais (£32 por hora) POSSO ANTECIPAR O SEU TESTE POR £40 Preparamos para o teste prático. Mínimo 4 horas - mesmo tendo experiência. Auxiliamos você nos principais pontos onde o teste é feito. £110 por aluguel do carro no dia do teste, incluindo uma hora de treinamento antes do teste

Favor contatar BOBBY 07944 49 4455

AJUDA ESPIRITUAL

Fazemos todos os tipos de magia e trabalhos fortes africanos, para todos os fins Terreiros na Inglaterra, Portugal, Brasil e Nigéria. Atendimento sigiloso. Resultado garantido. Pai de Santo da Religião Tradicional Yorubá. Tel. 07912 222608. WhatsApp: +44 7912 222608 Leros JULHO 2020

45


Contatos • Se você estiver lendo esta página na versão impressa da Leros e quiser acessar os sites mencionados nesta lista, em vez de digitar, você pode clicar nos links acessando a versão digital da revista: www.issuu.com/leros. AEROPORTO DE HEATHROW 0844 335 1801 AEROPORTO DE GATWICK 0844 335 1802. CONSULADO BRASILEIRO O site http://cglondres.itamaraty.gov.br/pt-br contém informações sobre assuntos de natureza consular. Endereço: 3 Vere Street, W1G 0DG. Metrô: Bond Street. A maioria dos serviços pode ser solicitada pelo correio. Detalhes no site http://bit.ly/2fUPKcq. Telefone em caso de emergência: 07958 40 4012. assist.cglondres@itamaraty.gov.br - Assuntos de emergência (morte, prisão, acidentes) passaporte.cglondres@itamaraty.gov.br - Passaporte brasileiro e ARB (Autorização de Retorno ao Brasil) notarial.cglondres@itamaraty.gov.br - Certidão (casamento, nascimento ou óbito) e procuração pública para cidadãos brasileiros (e estrangeiros portadores de RNE brasileira). Legalização de documentos (comerciais, escolares, etc), atestados (residência, vida, nacionalidade), reconhecimento de firma, autorização de viagem para menores visa.cglondres@itamaraty.gov.br - Vistos para cidadãos estrangeiros ouvidoria.cglondres@itamaraty.gov.br - Comentários e/ ou sugestões a respeito do atendimento consular. EMBAIXADA DO BRASIL - info@brazil.org.uk 14-16 Cockspur Street, SW1Y 5BL. Metrô: Charing Cross. Tel. 020 7747 4500. www.brazil.org.uk APOIO A MULHERES BRASILEIRAS: Serviço de assistência a mulheres, conhecido no Brasil como Ligue 180, pode ser acessado no Reino Unido, mas é preciso ligar para 0800 890 055, teclar 1 e informar o número 61-3799.0180. LAWA - LATIN-AMERICAN WOMEN’S AID Organização de apoio comunitário que oferece assistência a mulheres e vítimas de violência doméstica. A LAWA promove também atividades que estimulam o empoderamento e estimulam a diversidade. Telefones: 020 727 50321, 0808 2000 247 (violência doméstica) e 0746 200 3324 (atendimento em português). Detalhes no site lawadv.org.uk. RETORNO VOLUNTÁRIO O Programa do Retorno Voluntário é uma parceria entre o Centro Brasileiro e o Home Office para ajudar pessoas em situação irregulare que desejam voltar ao Brasil. O servico é gratuito e o cidadão retorna como passageiro normal para a cidade de destino que tenha aeroporto comercial e com direito a bagagem. Possibilidade de passagem mesmo para quem tem visto de turista válido. Informações: 020 7372 8348. LATIN-AMERICAN HOUSE (CASA LATINA) Oferece gratuitamente assistência jurídica sobre imigração, benefícios, e relações trabalhistas. 10 Kingsgate Place, NW6 4TA. Tel. 020 7372 8653. www.casalatina.org.uk LAWRS (servico pelos direitos da mulher latinoamericana) Ajuda mulheres que sofrem maus tratos ou violência doméstica. Tel: 0844 264 0682 020 7336 0888. 46 Leros JULHO 2020

email: lawrs@lawrs.org.uk. 52-54 Featherstone Street London EC1Y 8RT STONEWALL - 08000 50 20 20 Orientação por telefone para gays e lésbicas sobre diversos assuntos (imigração, habitação, etc). O serviço é gratuito e caso a orientação não possa ser dada por telefone, o Stonewall pode encaminhar o caso a outras organizações. TRANSPORT FOR LONDON Se você pretende ir a uma área que não conhece em Londres, é possível planejar a sua jornada visitando o site www.tfl.gov.uk. Basta digitar o código postal do local onde você se encontra e o código postal do destino desejado, que o site apresenta uma lista de opções para você decidir se prefere ir de ônibus, metrô ou trem. As mesmas informações são fornecidas também por telefone: 0343 22 1234. CITIZENS ADVICE BUREAU (CAB): Organização nãogovernamental que oferece aconselhamento gratuito, confidencial, imparcial e independente sobre diversos assuntos, inclusive imigração. A instituição se baseia no trabalho de voluntários.Para descobrir onde fica a agência mais próxima de onde você mora, basta se dirigir à biblioteca do seu bairro, ou acessar o site do CBA na Internet: www.citizensadvice.org.uk. EMERGÊNCIA 999 Para contatar a polícia, corpo de bombeiros ou prontosocorro, basta teclar 999 de qualquer telefone (a chamada é gratuita). POLÍCIA - CHAMADAS SEM URGÊNCIA 101 Para contatar a polícia, se a ligação não for urgente, basta teclar 101. As ligações para o 101 não são gratuitas, custam 15 pence por chamada. THE HOME OFFICE (DEPARTAMENTO DE IMIGRAÇÃO) Immigration & Nationality Directorate Lunar House, 40 Wellesley Road, Croydon CR9 2BY. Atendimento com hora marcada. Concessão/extensão de vistos, residência, etc. Formulários para extensão de visto podem ser obtidos pelo site www.ukba.homeoffice.gov.uk UKCISA: THE COUNCIL FOR INTERNATIONAL EDUCATION Oferece informação e aconselhamento gratuitos a estudantes estrangeiros pelo telefone 020 7788 9214, de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h. Antes de telefonar, visite o portal da UKCOSA, que contém informações sobre imigração, cursos, bolsas de estudo, custo de vida na Inglaterra, etc. www.ukcisa.org.uk LGBT SWITCHBOARD - 0300 330 0630 (24h). Informação sobre acomodação, viagens, vida noturna, imigração, legislação, AIDS, aconselhamento, etc. NAZ VIDAS: Serviço confidencial e gratuito em português de planejamento familiar, saúde sexual em geral, incluindo HIV (prevenção, apoio, assistência e aconselhamento). 020 8834 0232. www.naz.org.uk e-mail: elaine@naz.org.uk. 30 Blacks Road, London, W6 9DT. CLINIC S: Serviço gratuito e confidencial do NHS para mulheres que trabalham na indústria do sexo. Informações com Kim Leverett: 07976 56 4539. www.alleast.nhs.uk/clinic-s SAMARITANS Apoio a pessoas deprimidas. Telefone: 116 123. www.samaritans.org/ - email: jo@samaritans.org


Frases &

divagações

Troco macarrão, arroz e açúcar por papagaio. Preciso falar com alguém... Piada que circula no Facebook.

Dizem que o Bolsonaro perguntou para o papagaio: “Quer café, louro?”. E o papagaio respondeu: “Não. Eu quero cloroquina”. Piada publicada em um grupo de WhatsApp chamado “Quarentões em Quarentena”.

De tanto conversar com meu papagaio nessa quarentena, agora quando eu falo “Dá o pé, louro”, ele responde: “O pé de novo? Eu já tô cansado, não pode ser outra coisa? Mais uma piada publicada em um grupo de WhatsApp chamado “Quarentões em Quarentena”.

Vocês se queixaram que 2020 tinha poucos feriados, né? Estão satisfeitos agora? Piada sobre a longa quarentena, compartilhada em diversos perfis do Facebook

Quem disse o quê por aí… Pelo andar da carruagem, eu vou morrer solteira, mas sempre com um sorriso no rosto. Maria Capitolina, no Twitter.

Gente, nós esquecemos o Ronaldinho no Paraguai. Padre Fábio de Melo, no Twitter.

Minha colega de trabalho quebrou a quarentena pra sair com um cara e pegou SARNA! @contatrancada, no Twitter.

É ensino à distância porque estamos longe de aprender. @lporssani, no Twitter.

Aprenda jovem: SEMPRE que você viajar com seu namorado, tirem fotos juntos, mas depois tire SOZINHA. Caso vocês terminem, você ainda terá fotos de viagem pra postar sem se lamentar. Irmã Zuleide, no Twitter

Leros

JULHO 2020

47


Páginas Básicas PARA USAR O TRANSPORTE PÚBLICO EM LONDRES é preciso possuir o Oystercard, um cartão que é lido eletronicamente ou um cartão de crédito/débito contactless (que tem um chip e não requer senha) para pagar a passagem. Se o seu cartão de crédito/débito foi emitido no Brasil, talvez ele não seja reconhecido pelos leitores eletrônicos e, nesse caso, você precisa obter um Oystercard, que pode ser adquirido nas estações de metrô e em algumas casas comerciais. No metrô, a passagem que custa, por exemplo, £5.90 entre a zona 1e 2 se for paga em dinheiro, sai somente £2.80 se for paga com o Oyster (ou cartão contactless). E se você registrar o Oyster no seu nome, caso perca o cartão pode recuperar o crédito colocado nele. Crianças até 10 anos de idade não pagam pelo transporte público, mas no metrô há um limite de quatro crianças acompanhadas por um adulto (nos ônibus não há essa restrição). Crianças desacompanhadas podem viajar gratuitamente desde que tenham o cartão 5-10 Zip Oyster. Crianças de 11 a 15 anos também podem usar os ônibus gratuitamente se tiverem um cartão 11-15 Zip Oyster com foto e pagam menos no metrô. Estudantes de 16 a 18 anos também podem usar os ônibus gratuitamente e pagam meia passagem no metrô, mas é preciso residir em Londres e estar estudando período integral ou em treinamento. COM UM PASSE DE TRANSPORTE (TRAVELCARD) NO OYSTER CARD, você tem direito a viajar quantas vezes quiser tanto de ônibus como de metrô, o que sai muito mais barato do que pagar pelas passagens individualmente. Em alguns casos, compensa comprar o passe semanal - 7-day Travelcard. Com ele, você pode viajar por sete dias em qualquer horário, tanto no metrô como nos ônibus (incluindo os noturnos). O preço deste passe é £35.10 (ônibus e metrô nas zonas 1 e 2, custa mais caro se abranger outras zonas) ou £21 (somente ônibus, sem restrição de zonas). Quem tem mais de 18 anos e é estudante, pode ter um desconto de 30% na compra de passes semanais ou mensais com o Oyster. Mas para quem tem cartão de débito ou crédito “contactless” no Reino Unido, é possível pagar £35.10 por semana para viajar entre as zonas 1 e 2 sem a necessidade de comprar o passe semanal. Basta usar o cartão no esquema “pay as you go” (pague por viagem) e quando a soma chega a esse valor em uma mesma semana, as demais viagens não são debitadas do cartão contactless (desde que, é claro, você tenha utilizado o mesmo cartão para pagar todas as passagens). Esse limite de £35.10 por semana chama-se “capping” em inglês e a vantagem de usar o contactless é que se você comprar o passe de sete dias, ficar doente ou não usar o transporte coletivo por algum outro motivo, você já terá pago £35.10 e não será reembolsado pelos dias não usados. Como o contactless, se não chegar aos £35.10 semanais, você somente é cobrado pelas viagens que fez e há também o capping diário de £7. Ou seja, se em um mesmo dia você fizer quatro viagens de metrô pelo centro de Londres, pagando £2.90 com o contactless por cada viagem, você não será cobrado £11.60, que 48

Leros

JULHO 2020

seria o valor das quatro viagens: paga somente £7 por todas as viagens feitas em um mesmo dia. Portanto é mais vantajoso pagar por cada viagem com cartão contacless do que comprar um passe diário. Mas quem usa o transporte público durante toda a semana deve observar um detalhe importante em relação ao teto semanal do contactless. No cartão contactless o capping semanal é contado de segunda a domingo. Se você começar a pagar com o cartão numa quinta-feira, por exemplo, será cobrado diariamente pela quinta, sexta, sábado e domingo. O capping semanal só começa a contar na segunda. Já com o 7-Day Travelcard (Oyster) o passageiro escolhe o dia da semana em que o período de sete dias começa a valer. Portanto quem já renova o cartão semanalmente numa segunda, terça ou quarta-feira, deve fazer os cálculos para saber quanto custará a transição para o contactless. Os valores aqui mencionados aplicam-se às zonas 1 e 2, para transitar entre a zona 1 e as demais zonas os valores são maiores mas a linha de raciocínio é a mesma. As tarifas para as demais zonas podem ser consultadas no site http://content.tfl.gov.uk/adultfares-2019.pdf Quem tem menos de 26 anos pode ter desconto nas passagens de trem e ter desconto também no metrô. Informações no site www.16-25railcard.co.uk ALGUMAS COMPANHIAS DE TREM TAMBÉM ACEITAM O CARTÃO OYSTER, portanto mesmo que vá fazer uma viagem longa, você deve mencionar que tem o cartão antes de comprar a passagem para pagar a partir da área que o seu cartão não cobre, e não da estação onde iniciar a viagem. Os trens da Silverlink pertencem ao London Overground, parte do Transport for London, portanto tanto o Oystercard como o cartão contactless podem também ser usados neles. O TRANSPORTE PÚBLICO ENCERRA POR VOLTA DA MEIA-NOITE mas há ônibus noturnos que circulam a noite toda, com uma frequência de 30 a 60 minutos conforme a linha. Às sextas e sábados, algumas linhas do metrô funcionam 24 horas. PARA SABER COMO CHEGAR a um local de ônibus ou de metrô ou checar horários, visite o site www.tfl.gov. uk, que contém também informações sobre o Oyster Card (como registrar, preços, etc). Uma outra opção é baixar gratuitamente o aplicativo Citymapper no seu celular. Com ele, você simplesmente digita o local que pretende visitar e basta configurar o seu celular para que o Citymapper possa localizar onde você está para receber várias opções de como chegar: ônibus, metrô, carro, bicicleta, Uber, etc. COM O APLICATIVO “BUS TIMES” no seu celular, você fica sabendo a que horas o ônibus deve chegar ao ponto mais perto de você e se programar para chegar alguns minutos antes. O Bus Times pode ser baixado gratuitamente e informa a localização dos pontos de ônibus ao seu redor, as linhas que servem a área e o horário previsto para a chegada em cada ponto.


DIRIGIR EM LONDRES É ESTRESSANTE. Além das ruas estarem sempre interditadas por causa de obras, é muito difícil encontrar lugar para estacionar e as sub-prefeituras de Londres parecem ter declarado guerra aos motoristas. Se você estacionar em local não permitido, em questão de segundos pode chegar um fiscal e aplicar uma multa. Na maioria das áreas, a multa é de £80, mas pagando em 14 dias o valor é reduzido para £40. Em alguns bairros, é possível pagar em 21 dias e nesse caso o valor é reduzido para £65. O carro pode ainda ser grampeado ou guinchado. Para quem vai passar pouco tempo no Reino Unido, é bobagem tirar a carta de habilitação internacional, pois ela tem a mesma validade da carteira brasileira, ou seja, o brasileiro pode dirigir com a carteira de habilitação de seu país por 12 meses, a contar da data da entrada no Reino Unido. Depois de 12 meses, ele só pode dirigir com a carteira britânica ou de algum país da União Europeia, mas a partir de 29 de março de 2019, quando o Reino Unido deixar a União Europeia, talvez seja preciso obter a carteira britânica depois dos 12 meses. Se você vai ficar por aqui por menos de um ano e pretende apenas alugar um carro para viagens curtas, a carteira brasileira tem a mesma validade que qualquer outra. Mas se você pretende comprar um carro para dirigir, vale a pena investir na carteira britânica, mesmo no seu primeiro ano de Inglaterra, já que ao obter seguro compulsório (third part insurance), vai pagar muito mais por não ter a carteira britânica. Além disso, há seguradoras que nem aceitam motoristas com carteiras não europeias. CONGESTION CHARGE Todo motorista que entra região central ou em parte do oeste de Londres das 7h às 22h, tem que pagar um pedágio de £15. O pedágio não é pago na entrada da zona central, a “Congestion Charge” é vendida online (www.tfl.gov.uk) e pode ser paga também pelo telefone 0343 222 2222. Ao pagar, o motorista informa a placa do carro. As placas dos veículos que transitam pelo centro de Londres são registradas por câmeras para que seja verificado se a congestion charge foi paga. Pagando £15, o motorista pode entrar e sair da zona da Congestion Charge quantas vezes desejar, sem custo adicional. Se deixar para pagar, o valor sobe para £17.50 e precisa ser pago até a meia-noite do terceiro dia seguinte ao ingresso do veículo na zona da Congestion Charge. O motorista que não pagar durante esses três dias recebe uma multa de £80, que sobe para £160 se não for paga em 14 dias. Para não correr o risco de esquecer de pagar e ser multado, você pode optar pelo “Congestiom Charge Auto Pay”. Como o próprio nome indica, com o “auto pay” o débito é automático quando o veículo entra na área da Congestion Charge, mas para utilizar esse serviço você precisa pagar uma taxa anual de £10.00. No site www.tfl.gov.uk, encontra-se a área exata no centro de Londres onde o pedágio é aplicado. Motociclistas são isentos da Congestion Charge. Veículos movidos a diesel pagam uma taxa extra, a T-Charge: https://tfl.gov.uk/modes/driving/emissions-

surcharge

TRADUÇÕES NO CELULAR Quem não domina o inglês não precisa se sentir constrangido ao sentar-se à mesa de um restaurante e não conhecer os pratos do cardápio. O aplicativo Google Translate tem um recurso chamado Word Lens, que traduz o texto de páginas, placas e cartazes sem

que o usuário precise digitá-los. Basta focar o texto ou a palavra que deseja traduzir com a câmera do celular. Se você encontrar uma porta com a palavra “push”, abrir o aplicativo e focá-la com a câmera do telefone, o Goggle traduz como “empurrar”. O mesmo se aplica aos pratos de um cardápio ou qualquer texto impresso. Você só precisa selecionar a língua portuguesa nas configurações e deixar que o aplicativo as palavras estranhas que encontrar pelo caminho. Mas cuidado com textos subjetivos, o Google Translate só é útil para frases básicas e palavras isoladas. Se você tentar traduzir, por exemplo, “a storm in a cup of tea” o aplicativo apresentará a frase “uma tempestade em um copo de chá” e a frase equivalente em português é “uma tempestade em um copo d’água”. Outro exemplo: a expressão “I have escaped by the skin of my teeth” seria traduzida como “Escapei com a pele dos meus dentes”, o que não faz o menor sentido em português. A tradução correta é “Escapei por um triz”. COMPRAR OU VENDER LIBRAS O TravelMoneyMax é um aplicativo que compara as taxas de 40 bureaux de câmbio na Inglaterra. Se você precisa trocar libras por dólares, euros, reais, ou viceversa, vale a pena baixar esse aplicativo gratuitamente no seu celular. Funciona assim: você coloca o valor que quer trocar, o código postal de onde você está e quantas milhas está disposto a se deslocar para conseguir a melhor cotação. O TravelMoneyMax apresenta uma lista de ofertas com a cotação de cada bureaux e informa quanto você vai receber pelas suas libras (ou pagar para comprá-las, se quiser trocar reais ou doláres)em cada bureaux. SERÁ QUE VAI CHOVER? Assim como o iPhone, muitos celulares já vem com aplicativos que informam a previsão do tempo instalados no telefone. Mesmo assim, vale a pena baixar o BBC Weather que informa com baixíssima margem de erro a previsão do tempo para diversos horários do dia. e ainda traz sugestões. Dos aplicativos testados pela Leros, é o mais preciso e sem nenhuma propaganda poluindo a tela do celular. O Yahoo Weather também passou no teste e tem a vantagem de informar não só a temperatura ambiente como a sensação térmica, que costuma variar conforme os ventos quando estes castigam a cidade. VOUCHER CLOUD Esse aplicativo oferece vouchers que você não precisa imprimir, basta mostrá-los na tela do celular quando estiver na loja, restaurante ou pizzaria que estiver oferecendo a promoção. Se você permitir que o aplicativo identifique onde você está, receberá ofertas de locais perto de você com promoções do tipo “peça uma sobremesa e a pague somente £1 pela segunda” ou “compre uma pizza e pague a metade pela segunda”. Se mudar de ideia, pode cancelar a permissão para o Voucher Cloud identificar a sua localização alterando as configurações do seu celular. A maioria das promoções é oferecida por redes como Pizza Express, Café Rouge, etc, mas às vezes surgem ofertas de lojas de calçados e roupas localizadas perto de você. É preciso cuidado com algumas promoções, pois elas nem sempre são válidas em todas as filiais de um restaurante, por isso é melhor mostrar o voucher na tela do seu celular antes de fazer o pedido para confirmar que naquela filial a promoção não é válida.

Leros

JULHO 2020

49


Palavras mágicas! Mencione Leros sempre que contatar nossos anunciantes.

Dessa forma, você estará colaborando para que a revista continue circulando gratuitamente… e nós continuaremos por aqui,

82

grátis&gratos!

Leros MAIO 2017


DO NS ? A S GE IL S E SA AS R E AS BR T IN P A O EM AR P

DE DO CA GA S ? BU DVO IRO EM M A SILE U RA B

OS

EIR

IL S A ? R B ES S DR W O ON H L S EM AS ? EM R DO P RA N OM R A S C TE N R A PE ZE GL FA A IN N

E E UD A D M IS N? I VA REC VA P MA U AR

O T N

E

OC

UM

D DU M RA U G AT L A AR P

O M CO TAR ES? E SI R B D SA AN ON TR L EM

TA S TI ? N S DE UÊ G UM TU DE OR SA LE P I EC FA R P UE Q O D N ÃO A R AÇ S? U C OD RE O D PR COM ON L A M E

É só clicar para não entrar em nenhum labirinto:

www.leros.co.uk

?

R ZI


Profile for Leros Magazine

Leros Julho 2020  

VERÃO NA ERA DO CORONAVÍRUS: Restaurantes oferecem 50% de desconto, pubs reabrem e uso de máscara reduz em até 40% crescimento de casos de C...

Leros Julho 2020  

VERÃO NA ERA DO CORONAVÍRUS: Restaurantes oferecem 50% de desconto, pubs reabrem e uso de máscara reduz em até 40% crescimento de casos de C...

Profile for leros