Page 1

ESPECIAL

SEXTA-FEIRA, 01 DE JULHO DE 2011

W W W . P R E M I O P R A Z E R E C I A . C O M . B R

OS PREFERIDOS DOS LEITORES Conheça os três campeões pelo Voto Popular, eleitos pelos leitores de

A GAZETA

ENDEREÇOS GOSTOSOS Nosso júri de gourmets elencou os vencedores do

5º Prêmio Prazer&Cia

Combinado do Chef servido no Japa San, vencedor do Voto Popular em Restaurantes


S U M Á R I O Fábio Machado

Fábio Machado

90

André Alves/Divulgação

41

Ari Oliveira/Divulgação

08

46

08 DOCERIA Tortas, brigadeiros e bolos irresistíveis estreiam na lista dos finalistas 14 PADARIA A concorrência no ramo é difícil: excelentes endereços disputam o troféu 20 SANDUICHERIA Aqui está o campeão do Voto Popular no bloco Quitutes&Delícias 41 FRUTOS DO MAR Peixes, lagostas e camarões são reis nos cardápios 46 BUFÊ/SELF-SERVICE Variedade de carnes e saladas frescas, à escolha do cliente 49 JAPONÊS Hashis a postos, pois aqui está o campeão pelo Voto Popular no bloco Restaurantes 86 CERIMONIAL Anfitriões mostram que receber bem requer muito talento 90 CARANGUEJO Ele chega rápido à mesa do campeão pelo Voto Popular em Bares&Botequins 106 PARA BEBER COM JOGO Os redutos de quem ama futebol estão em bares com TV 110 VOTO POPULAR Confira quem ganhou a confiança e os votos dos leitores de A GAZETA MAIS QUITUTES&DELÍCIAS, RESTAURANTES E BARES&BOTEQUINS 10 CAFETERIA Os melhores cafezinhos do prêmio. 17 GELATERIA Sorvetes e frozen yogurts. 26 DELICATÉSSEN GOURMET Temperos, queijos e doces caseiros exclusivos. 28 PARA COMER NA MADRUGADA Sanduicherias que abrem até altas horas da noite 30 SALGADERIA Os três top salgadinhos. 36 CONTEMPORÂNEO Pratos criativos e modernos. 38 CHEF DO ANO Cozinheiros com formação impecável. 44 CARNE À LA CARTE Porções individuais para carnívoros. 52 CHURRASCARIA Carnes no espeto. 55 PRATO EXECUTIVO Refeições expressas para um. 58 ADEGA DE VINHO E/OU CARTA Rótulos de bom custo-benefício. 61 FEIJOADA Receita mais que brasileira. 64 PORTUGUESA O que os imigrantes trouxeram para cá. 66 COZINHA DE HOTEL Menus que quem sabe receber bem. 68 PARA COMER COM OS OLHOS Restaurantes com belas paisagens 71 PIZZARIA Redondas saborosas. 74 ITALIANO A cozinha da mamma surpreende. 77 SOBREMESA Para encerrar bem o jantar. 79 BRASILEIRA Endereços da culinária local. 83 RESTAURANTE DE MONTANHA Cardápios de alto nível. 94 PARA BEBER COM MÚSICA Bares com programação atrativa. 97 BOTECÃO A baixa gastronomia se revela. 100 BOTEQUIM Meio bar, meio boteco. 102 UNIVERSITÁRIO O point da garotada. 104 CERVEJARIA E CHOPERIA Onde a gelada desce tinindo. 108 HAPPY HOUR Eles esperam por você, depois do trabalho. > FAIXA DE PREÇO POR PESSOA (SÓ PARA RESTAURANTES E BARES) ½‘É “, ãè ·µ “, ãèòèç ½ “, áá ·µ “, ááòèç ½ “, Ûá ½º®§½ ·µ “, Ûáòèç

> SÍMBOLOS

(PARA RESTAURANTES, QUITUTES&DELÍCIAS E BARES&BOTEQUINS) µ’‘½º®¤¦½§µ¦‘¤ —“Ó—“®¤ ½·µ±½ ¤ º½“‘½ ·µ ®¦¯¤

½“ñº¤¦·®º®¤¦½·¤ “½§—½ ·µ ½ºµ’’¤ —½“½ º½·µ®“½¦‘µ’

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 03


C O M P R A Z E R

A cereja do bolo s páginas que você lê a seguir foram elaboradas, minuciosamente, com muito carinho. Para nós, da redação, o Prêmio Prazer&Cia vem sempre com açúcar e afeto. É a nossa cereja do bolo. Mas não me venha com qualquer bolo! É aquele bem feitinho, com gosto de infância, que as avós sabem fazer como ninguém. Nesta quinta edição, o maior e melhor concurso de gastronomia do Espírito Santo ganhou novos ingredientes e dobrou de tamanho, tal como se fazia antigamente, em grandes banquetes para toda a família. Ganhou mais fermento e mais representatividade junto a quem faz bonito na gastronomia local. Como escreveram nossos repórteres, há muito mestre-cuca por aí dando sopa, com menus de alto nível. O 5º Prêmio Prazer&Cia apresenta seus estreantes, todos nos blocos Quitutes&Delícias e Bares&Botequins, com oito categorias cada um. O segmento Restaurantes, com 19 categorias diferentes, acompanha o concurso desde a primeira edição, em 2007. De lá para cá, a revista também duplicou: nasceu com 48 páginas e chega a 112. Um salto condizente com o crescimento do setor de alimentação, sempre disposto a inovar. Nosso elenco de jurados está dividido em três, um time para cada bloco. Você, caro leitor, está em uma outra equipe, de ainda mais prestígio. Votos de leitores de A GAZETA foram computados no site www.agazeta.com.br/prazerecia e por cupom, impresso diariamente no jornal, em uma votação que durou dez dias. Os endereços mais saborosos estão aqui, em apenas uma amostra do talento dessa turma de chefs, pâtissières e experientes cozinheiros. Espero que goste. l

‘G e M M j Oï n Z \ î Q O p @ j O j n e p

G G Gï p h p @ j M p ï n Z \ ï o O î Q O p @ j O j n e p

G G Gï Q O j \ e Z Q O p @ j O j n e p ï n Z \ ï o O

CARO LEITOR

“jnZ\j[mp\ZN PJj IZnê ]ehJj QpOp ZN jNMpoj]jne\j[MZN neMpmZN [jNMp jmeçãZ p[MjN mj NpeO mj npNpï ¤N fZOáOeZNò pN iZO\pN mj Qphp\j[MZ j ZN QOjçZN jNMãZ NJ`jeMZN p p]MjOpçõjNï

04 Prêmio

Editora: Neyla Tardin. Subeditora: Evelize Calmon. Diagramação: Andressa Machado. Textos: Marcelo Pereira, Priscilla Thompson, Cristiana Euclydes, Jaider Miranda, Brunelli Duarte e Evelize Calmon. Fotos: Fábio Machado e Editoria de Fotografia. Foto de capa: Fábio Machado. Fotos de abertura de bloco: Mônica Zorzanelli. Editor de Qualidade: Carlos Boninsenha. Diretor de Redação: Antônio Carlos Leite. Diretor Comercial: Fábio Ruschi. Evento: Premium Marketing Promocional. Impressão: Gráfica Espírito Santo. Correspondências: Jornal A Gazeta, 1º Editoria de Prazer&Cia, Rua Chafic Murad, 902, Monte Belo, Vitória, ES, CEP: 29053-315. e-mail: ntardin@redegazeta.com.br Prazer&Cia VITÓRIA, DE JULHO DE 2011

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 05


Jurados

CAMPEÃO

MAÍTA MOTA

AUGUSTO PACHECO

JUAREZ CAMPOS

LORENA DALLA

ISABELA PANTALEÃO

RUBENS SZPILMAN

MAURO QUINTÃO

MIRELLA ADAMS

TOTAL

Café Tabaco

1

1

1

0

1

0

0

1

5

Kaffa Cafeteria

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Fran's Café

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Café Bamboo

0

0

0

1

0

1

1

0

3

Bee

1

0

1

1

0

0

1

0

4

Amor aos Pedaços

0

0

0

0

1

1

0

1

3

Doçura

0

1

0

0

0

0

0

0

1

CATEGORIAS

CAFETERIA

DOCERIA

PADARIA

¤N \j]fZOjN mZne[fZNò Np[mJopNò NZOIjMjNò QãjN j QOZmJMZN hZJO\jM j\ åã j[mjOjçZN

GELATERIA

SALGADERIA

SANDUICHERIA

PARA COMER NA MADRUGADA

FINALISTAS

Madeleine

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Monte Líbano

1

1

1

1

1

1

0

1

7

Expressa

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Elaboratto

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Tutti Pane

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Monza

0

0

0

0

0

0

1

0

1

Pão & Companhia

0

0

0

0

0

0

0

0

0

La Basque

0

0

1

1

0

0

0

0

2

Combinato

0

0

0

0

0

0

1

0

1

Fioretto

0

1

0

0

0

0

0

0

1

Ginga

0

0

0

0

0

0

0

1

1

Yogofresh

1

0

0

0

1

1

0

0

3

40 sabores

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Bee

1

1

1

0

0

1

0

0

4

Juninho Pão de Queijo

0

0

0

1

1

0

1

1

4

Madeleine

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Rock Burger

0

0

0

0

1

1

0

0

2

Kapo’s

0

0

1

0

0

0

0

0

1

Bully’s

0

1

0

0

0

0

0

0

1

Conde do Sanduíche

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Aloha

1

0

0

0

0

0

1

0

2

Puro Suco

0

0

0

1

0

0

0

1

2

Kapo’s

1

0

1

1

1

1

0

0

5

Bicho Guloso

0

1

0

0

0

0

0

1

2

Rangão

0

0

0

0

0

0

1

0

1

Minuano

0

0

0

0

0

0

0

0

0

D'Bem

0

0

0

1

0

0

0

0

1

1

1

1

0

0

1

0

1

5

0

0

0

0

0

0

1

0

1

0

0

0

0

1

0

0

0

1

Total

64

Koisas de Minas GOURMET DELICATÉSSENS Via Láctea Delicatéssen

Mônica Zorzanelli

Aleixo

06 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

CONHEÇA O JÚRI: Maíta Mota: Empresária. Augusto Pacheco: Arquiteto. Juarez Campos: Chef e professor de Gastronomia. Lorena Dalla Bernardina:

Jornalista. Isabela Pantaleão: Blogueira. Rubens Szpilman: Designer e artista plástico. Mauro Quintão: Médico e

diretor de laboratório. Mirella Adams: Secretária de Comunicação da Prefeitura de Vila Velha.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 07


D O C E R I A

D O C E R I A Fábio Machado

Fábio Machado

·ZçJOp pMé [Z [Z\j A Doçura exala charme na Galeria Brusque, em Jardim da Penha, Vitória. Sua lista de delícias é grande: salgadinhos e docinhosparafestas,tortasdocesesalgadas,quentesougeladas,bombons, musses, empadões, panquecas e muito mais. Uma fábrica abastece as duas lojas com itens como torta gelada de chocolate (a partir de R$ 29, a peça) e bem-casado (R$ 1,70). Aliás, a torta de chocolate com nozes é a campeã. Ela se junta a um time de 15 sabores. A loja pode montar as tortas e bolos com três camadas de recheios. Estes podem ser nos seguintes sabores: brigadeiro, chocolate,docedeleiteechocolateprestígio.Noinverno,háumfestival domorangotendocomoestrelaatortadechocolatecommorango. Para beber, expresso (R$ 2) e cappuccino (R$ 2,80).

Açúcar e afeto

VÁ LÁ: Doçura: Galeria Brusque, Rua Maria Eleonora Pereira, 714, lojas 22 e 27, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3225-9636. Segunda a sexta, das 9h às 19h. Sábado, das 9h às 17h. Aceita cartões. 20 lugares.

A Bee é uma ameaça a qualquer dieta: ninguém fica indiferente à torta de chocolate com nozes

Divulgação

‘j[MpçãZ [p IeMOe[j A confeitaria Amor aos Pedaços, naPraiadoCanto, emVitória,éespecialistaemtornarrealidadeessasdoceslembranças. Lembra aquele cheirinho de bolo assando? Bem, isso não precisa ficar no baú de memórias da infância. A loja é expert em boas companhias paracafésechocolatesquentes,comsuastortasebolos.Sãomaisde 60tipos(R$76oquiloeR$6,70opedaço),comrecheiosecoberturas que enchem os olhos. O carro-chefe da simpática confeitaria é o Bolo Bem-Casado.Éumbolobranco,leveemacio,recheadoecobertocom o delicioso doce de leite que só a Amor aos Pedaços faz. Para acompanhar,umbomcafé,quepodeserservidosobaformade18drinques. A loja aceita encomendas e faz tudo rápido, pois garante que todas as tortas e bolos são montados, no máximo, em 10 minutos. VÁ LÁ: Amor aos Pedaços: Rua Joaquim Lírio, 595, lojas 5 e 6, Praia do Canto, Vitória. (27) 3314-3641. Domingo a quinta, das 10h às 22h. Sexta e sábado, das 10h à meia-noite. Aceita cartões. 22 lugares.

Fábio Machado

>> por MARCELO PEREIRA

doceria Bee, inaugurada em 1980 pela professora Enaura Stefanon, hoje conta com quatro unidades, servindo 30 opções de torta. A grande obra-prima da Bee é a de chocolate, recheada de nozes. Imperdível. Paladares mais exigentes e que querem surpresas em matéria de doces devem se satisfazer com a torta de frutas secas. Ela é feita com uma massa branca que mescla açúcar mascavo e uísque. O toque final é dado pela co-

A

08 Prêmio Prazer&Cia

bertura de chocolate meio amargo. As de brigadeiro, prestígio e floresta negra têm muita procura. Para quem prefere uma linha mais light, a opção são as tortas nos sabores morango e ameixa. Cada uma sai por R$ 46 o quilo. Os docinhos aparecem em 33 versões, entre as quais os bombons de nozes e de macadâmia (R$ 2,75 a unidade). A loja é uma das mais tradicionais do Centro da Praia Shopping, na Praia do Canto, em Vitória. Lá funciona também o Box Bee Café, que se tornou um dos points dos moradores veteranos do bairro.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

A casa trabalha ainda com pratos executivos (R$ 18) no horário do almoço. O cardápio inclui carnes, massas e frutos do mar. Detalhe: a doceria não utiliza gordura trans na linha de produtos. A loja aceita encomendas e fornece salgadinhos, canapés e docinhos para festas. VÁ LÁ: Bee: Centro da Praia Shopping, Av. Nossa Senhora da Penha, 570, lojas 54/55, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225- 3128. Avenida Paulino Miller, 976, Jucutuquara, Vitória. (27) 3232-0400. Segunda a sexta, das 9h às 20h. Sábado, das 9h às 19h. Aceita cartões. 44 lugares (Praia do Canto).

»Z]Z Npe[mZ mZ iZO[Z A confeitaria Madeleine é uma tentação a partir de suas vitrines. Elas exibem novidades, como os bolos e tortas de goiaba, de damasco com amêndoa e de frutas, que leva pedaços de banana, uva-passa,nozesedamasco(R$4,90afatia).Omaisprocuradocontinua sendo o bolo de laranja (R$ 3). Entre as tortas, as campeãs são a de morango com chocolate e a de damasco com chocolate. A de limão é feita à base de pão de ló, com recheio de musse de limão e marshmallow. A casa prefere fazer essas delícias com uma quantidademenordeaçúcar,porfilosofia.Assim,ochocolatedasreceitas éoreforçadocom50%decacau.Bombons(R$2,50aunidade)com recheios variados fazem a festa dos chocólatras. O recheado de damasco figura na lista dos pedidos. VÁ LÁ: Madeleine: Centro da Praia Shopping, Avenida Nossa Senhora da Penha, 570, loja 52, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-0953. Segunda a sexta, das 9h às 20h. Sábado, das 9h às 19h. Aceita cartões. 20 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 09


C A F E T E R I A

Delicado e inovador Fábio Machado

Café Tabaco sobe ao pódio com um menu de quitutes variados e matéria-prima exclusiva >> por MARCELO PEREIRA

charmoso Café Tabaco fica na Rua Joaquim Lírio, na Praia do Canto. O espaço, aconchegante, alia ambiente descontraído com boa música e cardápio de quitutes contemporâneos. A vitrine da casa exibe os principais itens de cafeteria e confeitaria, como os tradicionais expressos – cujos grãos são moídos no momento em que o cliente faz o pedido –, drinques com café, salgados, sanduíches, tortas e doces. Os menus do almoço trazem uma boa variedade de entradas (que custam entre R$ 9,80 e R$ 31,90), petiscos, saladas (a partir de R$ 25,90) e pratos principais (a partir de R$ 23,90), entre os quais há receitas com carne, frutos do mar, massas e risotos. Além dessas opções, a cafeteria trabalha com pratos de inspiração asiática, como o Filé à tailandesa. Os sanduíches têm nomes de gêneros musicais – um exemplo é o Hip-Hop, montado na baguete com gergelim, bacon crocante, escalope de filé-mignon com muçarela derretida, alface e tomate (R$ 22,90). O café oferece três ambientes, que comportam até 65 clientes: um com ar-condicionado, localizado na parte interna, outro com climatização natural, que fica no hall principal do shopping, e o terceiro num deque, cujo toldo foi produzido com tecnologia de redução do calor, ventiladores estilizados e jardim vertical. Um convite à preguiça. O deque conta ainda com um item de decoração diferenciada: cadeiras assinadas pelo designer Philippe Starck.

O

VÁ LÁ: Café Tabaco: Shopping Pátio Praia, Rua Joaquim Lírio, 455, Praia do Canto, Vitória. (27) 3315-7291. Das 9h à meia-noite (segunda a partir do meio-dia; sexta e sábado, até 1h. Domingo, das 12h às 23h). Aceita cartões. 65 lugares. Estacionamento: rotativo, oferecido pelo shopping, que funciona até o horário de fechamento do café.

10 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

RESTAURANTE

HOTEL

SENAC ILHA DO BOI

AQUI TUDO FICA MAIS ESPECIAL No restaurante do Hotel Senac Ilha do Boi, todos os pratos são saborosos, bem elaborados e o serviço é impecável. Além disso, temos um espaço clean e agradável, com uma vista panorâmica sobre a cidade de Vitória. No menu, receitas da culinária regional, nacional e internacional, sem falar no melhor Buffet. O sucesso fica por conta da melhor feijoada do Estado.

RESERVAS

www.hotelilhadoboi.com.br (27) 3345-0111 VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011 Prêmio Prazer&Cia 11


C A F E T E R I A Edson Chagas

§j[J oj\ñfJ\ZOpmZ

Váao Café Bamboo edescubraquetomarcafépodeser uma experiência bem divertida. A casa, administrada pelos publicitários Djan Bastos e Haikal Moreira, tem decoração descontraída, com pufes coloridos. O cardápio lista bebidas com nomes bem-humorados, caso do Michael Jackson Mocha (R$ 3,80), que combina chocolates branco e preto, expresso e leite vaporizado. Também é muito pedido o Nutellacha, reunindo expresso, leite vaporizado e Nutella. Outra sugestão é o Frambamboo Chai, um cappuccino gelado feitocomchádeervas(R$8).OsproprietáriosmoraramnaCalifórnia e de lá trouxeram essa ideia de quebrar aquela seriedade que normalmente vem associada ao café, criando um ambiente informal, frequentado por gente jovem. VÁ LÁ: Café Bamboo: Rua Afonso Cláudio, 254, loja 2, Praia do Canto, Vitória. Próximo ao restaurante La Cave. (27) 3315-9204. Segunda a sábado, das 10h às 21h. Aceita cartões. 50 lugares.

Fábio Machado

³ePJj QpOp Z p]\ZçZ

As lojas (Vitória e Vila Velha) do Fran’s Café seguem os padrões da rede paulista, no cardápio e na decoração. A Fran’s oferece mais de 100 opções de sabores e aromas de seus cafés, que podem ser degustados como expressos, mate, mocha e cappuccinos. Entre esses últimos, está o incrementado Cappuccino Trufado,quelevaexpresso,cremedeavelã,conhaqueeleitevaporizado. Outra dica é o Dolce, um café com sorvete de creme, essência de macadâmia e açúcar mascavo (R$ 6,90, o copo de 300 ml). Quer almoçar por lá? Sem problemas. No capítulo das comidinhas, aparecem como novidades o croque monsieur, um brioche recheado de presuntoecombinaçãodemuçarela,parmesãoegruyèregratinado. Acompanha salada de alface e cenoura. O prato sai a R$ 15,90. VÁ LÁ: Fran’s Café: Rua Joaquim Lírio, 620, lojas 2 e 3, Praia do Canto, Vitória. (27) 3026-0009. Também no Shopping Praia da Costa. (27) 3320-8461. Domingo a quinta, das 10h à 0h. Sexta, das 10h às 2h. Sábado, das 9h às 22h. Aceita cartões. 70 lugares.

Fábio Machado

½Mé npnfpçp mj npié

É difícil associar a Kaffa a apenas uma prosaica xícara de café. A cafeteria oferece muitas surpresas. Ela recebe muitos estudantes e professores, pois fica próxima ao campus da universidade. A cafeteria trabalha com grãos do café Baggio Bourbon, colhido no Sul de Minas Gerais e que apresenta um sabor adocicado, combomcorpoenotasgustativasmarcantes.Alémdoexpresso,há cafés aromáticos (chocolate com menta e amaretto) e expresso comNutella.Dentrodasopçõesalcoólicas,acasatrabalhacomSpirit,cachaçafeitadecafé,deSorocaba(SP).Apreciosidade,com750 ml, sai a R$ 60. Com ela se faz a inusitada caipirinha de café (R$ 8,90), incrementada com... gelo de café! Prefere cerveja? Prove então a Colorado Demoiselle (R$ 19,00), também feita com o grão. VÁ LÁ: Kaffa Cafeteria: Rua Darcy Grijó, 50, lojas 3 e 4, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3227-3106. Segunda a sexta, das 8h às 21h. Domingo, das 15h às 21h. Aceita cartões. 40 lugares.

12 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 13


PA D A R I A

PA D A R I A Helô Sant’Ana/Arquivo

Inconfundível

Fábio Machado

47 ANOS DE TRADIÇÃO

DA COZINHA PORTUGUESA NAS MONTANHAS CAPIXABAS!

Nada se compara à vitrine de produtos da padaria Monte Líbano, que surpreende a clientela com uma pâtisserie de encher os olhos e a boca

Ambiente acolhedor.

\ ipOMZ oJiê mj QãjN p PJe]Z A padaria Expressa é uma das mais tradicionais de Vitória. Para se ter uma ideia, a casafuncionadesde1965esetornouumcomplexoqueincluipadaria,lanchonete,restaurante e cafeteria. São mais de 300 tipos de produtos, entre pães, bolos, tortas e assados, feitas nas lojas do Centro e da Praia do Canto. Entre os destaques, os campeões na preferência são os pães de ervas finas (R$ 12,90, o quilo). As tortas também são muito disputadas, e as receitas permanecem as mesmas, dentro daquela máxima segundo a qual não se muda time que está ganhando.Comachegadadoinverno,entramnapreferênciadopúblicoademorango(R$40, o quilo). Também na mesma faixa de preço estão a de pêssego e a cobiçada de avelã. O restaurante serve um farto bufê a quilo (R$ 27,50). Às quartas, há carne de carneiro.

Perfeito para sua família.

Fábio Machado

VÁ LÁ: Expressa: Rua Aleixo Netto, 565, Praia do Canto, Vitória. (27) 3223-1091. Segunda a sábado, das 6h às 20h40. Domingo, das 6h às 14h. Aceita todos os cartões. 50 lugares. Também no Centro de Vitória.

O melhor da cozinha portuguesa

No coração de Pedra azul >> por MARCELO PEREIRA

padaria Monte Líbano, que nasceu pequena há 46 anos, num endereço no centro da cidade, é hoje uma rede de cinco unidades espalhadas pela Grande Vitória. Cerca de 300 produtos de fabricação própria, entre pães, bolos, tortas e petits-fours, preenchem os balcões. Uma das receitas de destaque é a baguete fina italiana, cuja massa descansa por 48 horas antes de ir ao forno (R$ 20,80, o quilo). Sempre fresquinhos, também fazem sucesso os pães de azeitona (R$ 20,90, o

A

14 Prêmio Prazer&Cia

quilo), de batata e de cenoura (ambos R$ 18,90, o quilo). A baguete terroir (R$ 21,90, o quilo), feita de vinho com nozes, é uma novidade que tem arrancado elogios dos clientes. Entre as opções doces, donut, queijadinha e sonho aparecem em versão míni (R$ 34,90 o quilo). A gerência costuma brincar dizendo que a Monte Líbano se comporta como um grande teatro, que muda o “espetáculo” do palco de acordo com a hora do dia. Pela manhã, é a hora e vez de um farto bufê de café da manhã (segunda a sexta: R$ 16,90 por pessoa; finais de semana e feriados: R$ 20,90). Funciona

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

das 7h às 11h. A tarde vem chegando e, com ela, a loja se volta para se transformar num bem servido restaurante. Funcionando no sistema bufê, conta com 14 saladas e 12 pratos quentes. Deu vontade de tomar um chá das cinco? O bufê também funciona nesse horário. Só de gorgonzola há uma variedade de 20 patês. Vai até 21h. VÁ LÁ: Monte Líbano: Av. Rio Branco, 1526, Praia do Canto, Vitória. (27) 3145-1900. Todos os dias, das 6h às 22h. Aceita cartões. 120 lugares. Também em Jardim da Penha, Praia da Costa e Centro de Vitória.

—OZIj Mp\oé\ ZN p[MjQpNMZN Na Tutti Pane, entre os cerca de 100 tipos de pão, a baguete Josefina é a que faz maissucesso.Cobertacomparmesão,saiporR$14,90,oquilo.Opãoitalianoéoutrocampeão de pedidos. Fresquinho, custa R$ 25,90, o quilo. Os ciabattas podem ser recheados de queijo, presunto,ricota,bacon,abacaxi,frangoouameixa(R$28,90oquilo).UmanovidadequeaTutti Pannesabefazerbeméopãoaustraliano.Eletemumacorescura(farinhaintegral)eumsabor adocicado (melaço). O quilo custa R$ 26,50. Mesmo preço da desejada trança folhada. Uma seção de antepastos exibe tomate seco (R$ 52,40 o quilo) e abobrinha siciliana, curtida no azeite e enrolada com queijo e bacon (R$ 47,90, o quilo). A padaria conta com uma cafeteria para aqueles que preferem provar as delícias por ali mesmo. VÁ LÁ: Tutti Pane: Av. Rio Branco, 1246, Praia do Canto, Vitória. (27) 3325-0433. Também em Jardim da Penha. (27) 32272750. Todos os dias, das 6h à 22h. Aceita cartões. 90 lugares (na cafeteria).

Rodovia Br 262, Km 91 Pedra Azul – Domingos Martins/ES

www.pousadalusitania.com.br Restaurante: (27) 3248-1331 Prêmio Prazer&Cia 15 Pousada: (27) 3248-1184

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011


PA D A R I A

·ep mjmenpmZ à hJ]p

Quem quiser pode passar o dia inteiro na Elaboratto, pois não faltarão alternativas para café da manhã, almoço, happy hour ou chá da tarde. Além dos itens tradicionais de padaria, com 250tiposdeprodutos,alojapreparaalmoçoself-service(R$24,90 oquilo)ebufêdecafédamanhã(R$19,90oquilo).Comachegada do tempo frio, a Elaboratto fornece um arsenal de 16 tipos de caldo parapassarbemoinverno.SaiaR$9,50eR$13,50oquilo.Noselfservice, sábado é dia de feijoada, servida com os ingredientes devidamente separados em 12 panelas. Terça é dia de pastel. Quarta é a hora e a vez dos sanduíches, feitos com pão integral, pão sírio ou pães especiais, como o de batata. Na quinta, a padaria se transforma no quartel-general da massa folhada. Trouxinhas de banana e canela fazem a gente querer voltar lá (R$ 20,50 o quilo).

Vitor Jubini

Fábio Machado

G E L AT E R I A

VÁ LÁ: Elaboratto: Rua Piauí, 405, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3041-3535. Todos os dias, das 6h à 0h. Aceita cartões. 90 lugares (na cafeteria). Ambiente com varanda.

Fábio Machado

—ãZ@e[fZ mj eZhJOMj

As duas lojas da Pão & Companhia, na Praia da CostaeemCoqueiraldeItaparica,produzemmaisde60itens.Entre os bolos, fazem sucesso o de gengibre (R$ 22,55, o quilo) e o de iogurte (R$ 23 o quilo), que leva iogurte natural na massa. A cobertura é feita de farofa de canela com açúcar refinado. No mezaninodalojadaPraiadaCosta,emVilaVelha,éservidoumfamoso pastel. A massa leva guaraná em vez de leite e fica um pouco adocicada. Temperado com guaraná, tem recheio de frango, manteiga, tomate, ovo e cebola (R$ 36,20 o quilo). A padaria também serve refeições com um requintado cardápio. O Espaguete Mediterrâneo com muçarela de búfala, rúcula e tomate, sai a R$ 21,80. VÁ LÁ: Pão & Companhia: Av. Hugo Musso, 1243, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 33292186. Também em Itaparica (27) 3340-8240 e Praia da Costa (27) 3299-3069. Todos os dias, das 6h à 22h. Aceita cartões. 60 lugares (Praia da Costa).

Fábio Machado

‘ZOMe[fpN Mj[MpmZOpN

Há 20 anos, a padaria Monza fornecedelíciasemforma depães,boloseasmaisvariadastortas,docesesalgadas.Alight, famosa, leva recheio de peito de peru (R$ 29,60 o quilo). Entre as doces, os destaques ficam com a de chocolate, a de nozes, a de brigadeiro branco com nozes, todas vendidas a R$ 70 o quilo. Também não fazem feio a de cheesecake de ricota com geleia de morango e a de musse de café com banana caramelada (R$ 22,90 o quilo). Há sugestões de bebida quente para os dias frios, como chocolate (R$ 4,80) e beijinho doce, um mix de café expresso, sorvete de creme, doce de leite, coco ralado e chantilly (R$ 7,90). Ficou com vontade tomar um café da tarde acompanhado de um bolo caseiro? Basta passar em um dos quatro endereçosdaMonza.Alémdosbolosparaocaféouchá,servidosna cafeteria, há uma variedade de cupcakes, biscoitos e docinhos. VÁ LÁ: Monza: Rua Elesbão Linhares, 315, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-2603. Também em Jardim da Penha (27) 3345-7932 e em Bairro República (27) 3327-9011. Todos os dias, das 6h à 21h30. Aceita cartões. 20 lugares (na cafeteria/Praia do Canto).

16 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Frenesi gelado A Yogofresh mostra por que faturou o prêmio: seu iogurte congelado é delicioso e pouco calórico >> por BRUNELLI DUARTE

a Yogofresh, esbaldar-se em uma sobremesa sem ficar com peso na consciência é possível, com um quitute que caiu no gosto popular nos últimos anos: o frozen yogurt. Na ilha, a gelateria se tornou referência

N

nessa delícia. Para começar, os produtos não têm gordura, são de baixa caloria e ricos em fibras – o dobro de um potinho de iogurte comum. A Yogofresh está apostando em novidades capazes de desbancar muita sobremesa tradicional. Os copinhos de frozen, em quatro tamanhos (de R$ 6 a R$ 17), são servidos em sabores diferenciados, como chocolate, jabuticaba e lichia com chá branco. Para acompanhar, o cliente pode escolher até três toppings, como são chamados os cereais chocolates, frutas e

caldas. E essas delícias também podem ser saboreadas na casquinha em estilo cone ou cestinha (a partir de R$ 7). O queridinho da casa acaba de aterrissar no cardápio. É o fresh cupcake (R$ 5), em que o bolinho que ganhou fama no mundo gastronômico é recheado de frozen yogurt. A produção do bolo é da I Love Cupcake. VÁ LÁ: Yogofresh: Rua Joaquim Lírio, 595, loja 2, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-2517. Todos os dias, das 12h às 22h. Aceita cartões. 30 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 17


G E L AT E R I A Fábio Machado

³Z[mJj QpOp mZeN

O nome é 40 Sabores. Mas as opções de sorvetes na gelateriaquetemmaisde20anosnomercadochegamacercade60, todos de fabricação artesanal. Os produtos são feitos com leite integral, creme de leite e, em alguns sabores, frutas, sem adição de gordura. Os sorvetes são vendidos no sistema self-service (R$ 28,80 o quilo). Os sabores são bem inusitados, como de jaca, jenipapo, framboesa, kiwi, laranja e iogurte. Para o inverno, uma novidade que está, literalmente, quentinha no cardápio: fondue de sorvete (R$ 12, para duas pessoas). Uma calda quente é servida e, para acompanhar, bolinhas de sorvete, banana, morango e farofa doce. A sorveteria já criou lançamentosparaopróximoverão:ofamosoescondidinho,naversão de sorvete. A ideia é mesclar o sorvete a outros doces, os caseiros. VÁ LÁ: 40 Sabores: Avenida Antônio Gil Velozo, 102, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3329-3837. Todos os dias, das 12h à 0h. Aceita cartões. 30 lugares. Também na Praia do Canto.

Fábio Machado

»Z]e[fZ PJj Nj mjOOjMj

No Triângulo das Bermudas, reina a La Basque. A gelateria oferece sorvetes de sabor intenso e um menu de sobremesas de dar água na boca. No cardápio de sorvetes (R$ 7,90 a bola), os destaques ficam por conta dos sabores de macadâmia, chocolate com amêndoas e, o mais recente, chocolate dark, que tem um gosto aindamaisacentuado,jáqueébatidocomcaldadechocolate.Acasa tem se tornado reduto de boas sobremesas. A mais tradicional delas éopetitgateau(R$14,comumabola).Outradelíciaparaaqualsetira o chapéu é a banana flambada (R$ 14), que vai o fogo com licor de laranja, e é servida com uma bola de sorvete. As mais indicadas são nos sabores de coco e doce de leite. O pé de moleque de macadâmia (R$ 6), produzido no interior do Estado, convida para uma bocada.

G E L AT E R I A Fábio Machado

“jnjeMp eMp]ep[íNNe\p

Vitor Jubini

“jiOjNnp[Mj j QZQJ]pO

A Fioretto está há quase 30 anos no mercado, com uma produção genuinamente capixaba, apesar do nome italiano. Mas a ligação com o país europeu – que tem tradição na fabricação dos gelados – vai além da simples denominação. É de lá que vem grande partedamatéria-primaparaaproduçãodossorvetes.Sãomaisde40 sabores de sorvete no self-service, por R$ 28,90 o quilo. Os mais vendidos são os de Danoninho; Kinder Ovo; menta com chocolate; torta de limão, com pedaços de biscoito e raspas da fruta; e o de chocolate africano, que leva pedacinhos de chocolate meio amargo. A loja da Praia da Camburi tem um mezanino com vista para o mar.

Não existe hora certa para apreciar o frozen yogurt do Ginga. Nomeiodamanhã,apósoalmoçoou,simplesmente,quandodervontade, os estandes da gelateria Ginga estão à disposição da clientela. Localizados em shoppings e áreas de grande movimento comercial, são cinco as franquias da casa. Lá, o cliente é quem monta a sua combinação. Primeiro, ele deve escolher entre o frozen yogurt, o açaí ou uma mistura dos dois ingredientes. É o próprio cliente quem coloca, diretamente da máquina, o sabor escolhido em seu pote. Em seguida, é o momento de adicionar pedaços de frutas. Por fim, é a vez da cobertura, que pode ser de leite condensado. O quilo custa R$ 21,90.

VÁ LÁ: Fioretto: Av. Dante Micheline, 301, lojas 7 e 8, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3225-6456. Segunda a sexta, das 13h às 0h; sábado, domingo e feriados, das 12h à 1h. Aceita cartões. 40 lugares.

VÁ LÁ: Ginga: Shopping Vitória, Avenida Américo Buaiz, 130, térreo, Enseada do Suá, Vitória. (27) 9257-7320. Diariamente, das 10h às 22h30. Aceita cartões. 21 lugares. Também no Shopping Praia da Costa e em Jardim da Penha.

VÁ LÁ: La Basque: Rua João da Cruz, 318, Praia do Canto, Vitória. (27) 3315-7931. Domingo a quarta, das 12h às 23h; quinta a sábado, das 12h à 1h. Aceita cartões. 35 lugares.

Gustavo Louzada/Arquivo

’ZOIjMjeOZ eMp]ep[Z

Há quatro anos, nasceu a Combinato e seu bufê de sorvetes, com 60 sabores. Naquela época, Gustavo Bertoldi tinha uma empresa de sorvetes comerciais, mas decidiu deixar a venda no atacado e dedicar-se à criação de receitas exclusivas e artesanais. O sorvete é vendido a R$ 38 o quilo. Baunilha com especiarias, damasco e mirtilo são algumas criações do sorveteiro, de família italiana. Um dos pontos fortes são as sobremesas e bebidas mais que incrementadas. É o caso das tortas de sorvete, vendidas a R$ 50, uma embalagem de 1,5quilo.Outrodiferencialdacasaéosherbet(R$38oquilo),umprimo dofamososorbet,quelevapoucoleite.Parabeber,capuccinosgelados (R$ 8,90). Destaca-se a Banana Brûlée (RS 14), em que a fruta é tostada com maçarico e vem acompanhada de sorvete de creme. VÁ LÁ: Combinato: Rua José Penna Medina, 380, loja 11, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3340-0893. Todos os dias, das 12h às 23h. Aceita cartões. 25 lugares. Também na Praia do Canto.

18 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 19


S A N D U I C H E R I A Daniela Martins/Divulgação

Fábio Vicentini

S A N D U I C H E R I A

Tudo fresquinho

Sanduba gourmet

O hambúrguer caseiro do Puro Suco convida a tribo das academias de ginástica a repor energias

Surfe na TV, sandubões no cardápio, tudo artesanal: é assim que o Aloha conquista seus clientes

>> por CRISTIANA EUCLYDES

Puro Suco capricha nos lanches. Com ingredientes sem conservantes, eles vão desde os vegetarianos até os hambúrgueres de 200g com carnes caseiras. Os sanduíches light atendem, em especial, ao público recém-saído da academia – a loja da Praia

O

20 Prêmio Prazer&Cia

do Canto fica no térreo de um renomado centro fitness. Mas o público do local é variado e passa ainda por famílias e grupos de adolescentes. Com oito opções de lanches, ganha destaque o Salada de atum frio (R$ 10,50), com atum, palmito, cenoura, cebola, temperos verdes e maionese light. Outra boa pedida é o vegetariano Salada de Frango (R$ 8,50), com frango desfiado, requeijão light, cebola e tempero verde (salsa cebolinha). Ainda para os adeptos do frango, o Pesto Chicken (R$ 10, 75) traz frango grelhado, queijo ricota e molho pesto. Dos san-

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

duíches com carnes, o Filé Mushroom Melt (R$ 13,50) é campeão de vendas. Vem com mignon e cogumelo grelhados com cebola ao shoyu e queijo prato, derretido em cima do filé. Quem quiser pode montar o próprio sanduíche, a partir do Big Beef Burguer (R$ 10, 50). Vem com alface, tomate e hambúrguer caseiro. O cliente ainda pode optar por mais 10 complementos. VÁ LÁ: Puro Suco: Av. Rio Branco, 1.517, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-5470. Domingo a quinta, das 16h à 0h; sexta e sábado, das 16h às 6h. Aceita cartões. 70 lugares.

>> por CRISTIANA EUCLYDES

a língua havaiana, Aloha significa amor, compaixão, paz, afeição e agradecimento, ou seja, é um resumo de bons sentimentos. Um pouco dessa energia positiva compõe o clima da lanchonete de mesmo nome. A televisão no ambiente interno, que

N

exibe constantemente imagens de esportes radicais, como o snowboard, cumpre esse papel. Para o deleite dos capixabas, os sandubas são originais, tanto os lights quanto os com hambúrgueres. Estes são divididos em três categorias: os tradicionais, os de frango e os caseiros, feitos sem gordura e com temperos próprios. O número um da casa é o Barbecue Bacon Burger (R$ 17,90) de pão com gergelim recheado com hambúguer caseiro de picanha defumada de 180 gramas, muçarela, catupiry, bacon, molho barbecue, cebola frita e salada. Bem decorado, ele é servido no prato

com garfo e faca, a maneira mais viável de comer a farta receita. E os ingredientes são sustentados no pão por um palito. Junto com o pedido, vem a deliciosa maionese temperada do local, no potinho individual. Geralmente, precisam ser repostas nas mesas durante o lanche, de tanto que são consumidas. O Aloha é reconhecido ainda pelos açaís, batidos com xarope orgânico, e smoothies. VÁ LÁ: Aloha: Av. Desembargador Dermeval Lírio, 121, Mata da Praia, Vitória. (27) 3026-1885. Segunda a sexta, das 17h à 0h; sábado, das 12h à 0h. Aceita cartões. 98 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 21


S A N D U I C H E R I A Fábio Machado

Fábio Machado

S A N D U I C H E R I A

CURSOS

PALESTRAS CONSULTORIAS

PLANOS DE

µ[OZ]pmZN NpJmáIjeN O extenso cardápio do Bully’s tem sanduíches e pratos saudáveis. A casa oferece lanches com ingredientes naturais e de poucas calorias. Beirutes no pão árabe, wraps e pãesde-forma são algumas das opções mais pedidas pelas 1.200 pessoas que frequentam a casa diariamente. Enroladas em finos pães sírios, as tiras de filé mignon com muçarela, rúcula e tomate assado com azeite e manjericão fazem do Riverside (R$ 16) um dos mais pedidos. Outro wrap de sucesso é o Sunset Beach (R$14) com tiras de frango ao pesto, rúcula, alface, parmesão e tomate. Nos beirutes, é possível optar pelos tradicionais, de rosbife e muçarela, oupelosrecheadoscompeitodefrangogrelhado,filédefrangooufilémignon.Destaquepara o Turkey (R$ 14), com peito de peru, maionese, pepino e muçarela no pão árabe. VÁ LÁ: Bully’s: Rua João da Cruz, 485, Praia do Canto, Vitória. (27) 3026-4287. Todos os dias, das 11h30 às 23h30. Aceita cartões. 200 lugares.

Gabriel Lordêllo

>> por CRISTIANA EUCLYDES

N

as paredes do Rock Burger, estão imagens de Barack

Obama, dos Simpsons e da Coca-Cola. O conceito da sanduicheria, que funciona há dois anos e meio, é claramente inspirado nos padrões norte-americanos. As cores fortes, os aconchegantes estofados acompanhando as mesas internas e até a marca do catchup e da mostarda re-

22 Prêmio Prazer&Cia

forçam essa referência. As receitas, porém, são originais. A carne dos hambúrgueres é caseira, feita e temperada na cozinha, nos fundos da casa. Também os molhos especiais, presentes em alguns lanches, são produções próprias. No cardápio, opções variadas de lanches clássicos e especiais, sendo estes os mais pedidos. O primeiro da lista é o King of Rock (R$ 14,90), que leva hambúrguer de picanha, cheddar, molho barbecue, cebola ao shoyu, alface e tomate. Também o Barbecue (R$ 16,90) é sempre servido, com as tiras e filé mignon com queijo prato, bacon, cebola grelhada ao shoyu, molho barbecue, alface e tomate. A maioria dos nomes dos sanduíches

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

é em inglês, e o cardápio não poupa adjetivos para descrever os ingredientes. O Rock Legend (R$ 14,90), por exemplo, leva hambúrguer de picanha com catupiry, alface, tomate e molho especial. Todos os especiais são servidos no prato, decorados, e vêm com batata frita. Há ainda opções de mini-hambúrgueres (R$ 22,90). Atração à parte, eles levam carne de picanha coberta com muçarela, alface e tomate. VÁ LÁ: Rock Burger: Rua Elesbão Linhares, 172, Praia do Canto, Vitória. (27) 3026-4600. Segunda a quarta, das 11h à 1h; quinta a sábado, das 11h à 2h; domingo, das 18h à 0h. Aceita cartões. 110 lugares.

BIBLIOTECA

VIDEOTECA ORIENTAÇÃO

AO CRÉDITO

E MUITO MAIS

O bom e velho rock O Rock Burger funciona como uma verdadeira sanduicheria ianque, com o clássico do hambúrguer

NEGÓCIOS

PARA VOCÊ

E SUA EMPRESA.

‘JmZ `J[MZ j \eNMJOpmZ Quem não dispensa hambúrgueres tem no Kapo’s um reduto seguro. Os sandubas custam entre R$ 10 e R$ 25 e podem ser com carne de hambúrguer, salsicha, mignon, filé de frango e frango desfiado. Um dos destaques é o Kapo’s Burguer (R$ 16), que leva hambúrguer, ovos, queijo, presunto, alface e tomate. Se acrescentarmos bacon, a receita vira outro sucesso de vendas, o X-Egg Bacon (R$ 16). O menu traz ainda o X-Burguês (R$ 17,50) . Ele é preparado com uma camada de queijo e presunto, a carne de hambúrguer no meio, e outra camada com osmesmosingredientes,alémdealfaceetomate.Se,emlugardoqueijoepresunto,acarnefor dobrada, temos o Kapo’s Burguesão (R$ 18,50). No mesmo local desde a inauguração, a lanchonete começou no quintal da mãe do proprietário. VÁ LÁ: Kapo’s: Rua Joaquim Lírio, 130, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-9212. Terça a quinta, das 18h à 1h30; sextaa e sábado, das 18h às 4h30; domingo, das 18h à 1h. Aceita cheque. 64 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 23


Gabriel Lordêllo

S A N D U I C H E R I A

Hambúrguer nobre O Conde do Sanduíche tem cardápio inovador e proposta sustentável: o óleo utilizado vira biodiesel >> por CRISTIANA EUCLYDES

A

Conde do Sanduíche é uma lanchonete com inspiração histórica. Por volta do ano de 1746, o conde John Montague, que morava num castelo de areias brancas

24 Prêmio Prazer&Cia

(sand wich), costumava convidar os nobres para jogar gamão. Para não interromper a partida, o conde pedia aos criados que colocassem sua comida: salame, presunto e queijo, dentro do pão. Assim surgiu o sanduíche, como conta Alberto Fernandes, proprietário da lanchonete. No cardápio do Conde, títulos de nobreza dão nome aos lanches. As combinações trazem beirutes, pães sírios e wraps com cortes de carne, frango e peixes. Todos os sanduíches quentes

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

levam molho barbecue, como o campeão de vendas Rei Mor Mignon Salada (R$ 14,80), beirute recheado com filé mignon grelhado, tomate, alface e catupiry. Todo o óleo utilizado na casa é reciclado, vira biodiesel, e o dinheiro arrecadado com a venda é revertido para uma entidade de crianças com câncer. VÁ LÁ: Conde do Sanduíche: Av. Rio Branco, 1726, loja 4, Praia do Canto, Vitória. (27) 3026-1166. Domingo a quinta, das 15h à 1h; sexta e sábado, até as 3h. Aceita cartões. 80 lugares.

O maior prêmio para o Ginga vem do reconhecimento dos nossos quase 85 mil clientes, que todos os meses voltam e votam em um jeito diferente e saudável de desfrutar a vida. A todos vocês o nosso obrigado. VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 25


G O U R M E T D E L I C AT É S S E N S Fábio Machado

G O U R M E T D E L I C AT É S S E N S Fábio Machado

‘ZPJj ZOhâ[enZ

Assim como o restaurante, a delicatéssen d’Bem oferece diversos produtos orgânicos. No interior da loja, garrafões de vidro contendo grãos e cereais servem também como decoração. O arroz integral (R$ 14,90 o quilo), usado no restaurante, é biodinâmico, sem conservantes. Outras opções encontradas lá são linhaça, nozes, castanha-de-caju e açúcar mascavo. Também há barras de cereais, chocolates, cookies e geleias certificadas. A iguaria mais procurada, porém,equefazafamadolocal,éagranola(R$25),certificada.Integram a receita aveia, açúcar mascavo, frutas desidratadas importadas, nozes, castanha, tâmara, ameixa, flocos de arroz, amêndoas e bananapassa, entre outros. Em breve, os espaços da delicatéssen e do restaurante vão se misturar, entre as mesas e as cadeiras. VÁ LÁ: d’Bem: Rua Joaquim Lírio, 595, Praia do Canto, Vitória. (27) 3315-8901. Terça a sábado, das 11h30 às 15h e das 18h às 22h30; domingo, das 12h às 15h30. Aceita cartões. 44 lugares.

Fábio Machado

eMOe[j NjmJMZOp

Na Via Láctea, o campeão de vendas é o capeletti (R$ 25,90 o quilo). Ele é congelado pronto, e, para consumir, basta esquentareservir.Podeseropratoprincipaldeumarecepçãoouainda ser parte do dia a dia. Os caldos (R$ 13 o quilo) vêm logo atrás na lista de mais vendidos. O de frango é o que faz mais sucesso, mas a casa oferece também caldo verde, de abóbora e de feijão. Num aconchegante espaço na Praia do Suá, com telas antigas da cidade de Vitória, é difícil entrar na casa e sair sem alguma coisa. Produtos mais artesanais, feitos lá mesmo, integram as estantes juntamente com os importados. Entre as produções próprias, estão as lasanhas (R$ 25,40 o quilo) e os nhoques. Para acompanhar, molhos (R$ 8,40, 500g). Entre as frutas desidratadas, mangas, peras e abacaxis, todas importadas. VÁ LÁ: Via Láctea Delicatéssen: Rua Aleixo Netto, 1.363, loja 10, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-0691. Segunda a sábado, das 8h às 20h. Aceita cartões. 12 lugares.

Simplesmente bom Por que a delicatéssen Koisas de Minas é a campeã? Qualidade no atendimento e sabor do produto. É simples assim >> por CRISTIANA EUCLYDES

Koisas de Minas é referência em queijos, condimentos e temperos. Merecidamente. Já atendendo à segunda geração de clientes, Fábio Bisi, proprietário da delicatéssen, tem orgulho da sua vitrine, ex-

O

26 Prêmio Prazer&Cia

posta há 27 anos. O diferencial, garante ele, é a qualidade do alimento e do atendimento. Não há segredo. Lá, é possível encontrar cerca de 150 tipos de queijos, desde o mais simples Minas (R$ 19,90 o quilo) até o sofisticado suíço Primadonna (R$ 115 o quilo). Outros destaques são os cremosos holandeses Serafina e Isabela (R$ 118, 50 o quilo). Recém-chegados ao Brasil, já estão disponíveis na loja seis tipos de queijos franceses, como o brie de leite de cabra (R$ 131 o quilo). O cliente pode levar tábuas do queijo, como aperitivo. A produção artesanal das empadinhas

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

caseiras (R$ 3,50), feitas pela mãe do proprietário, é bem conhecida na Praia do Canto, onde se localiza a loja. Entre variados tipos de azeites, mostardas e linhas de flor de sal, destacase o Sal do Himalaia (R$ 28). Com pedrinhas rosadas e rico em minerais, ele vem de uma reserva aos pés da Cordilheira, e a recomendação é de que seja usado em peixes e saladas. VÁ LÁ: Koisas de Minas: Av. Rio Branco, 401, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-9164. Segunda a sábado, das 8h30 às 20h. Aceita cartões.

Fábio Machado

½Z hZNMZ mZ iOjhJêN

A delicatéssen do Aleixo, para além do badalado restaurante de Vitória, tem os seus próprios méritos. A começar pelos dois preparados de queijos adocicados (R$ 75 o quilo), produzidos na casa. Do tipo melba, um deles é composto de damasco e nozes, e um outro de abacaxi com amêndoas. Ainda na sessão de queijos, o italiano grana padano (R$ 88 o quilo) é um dos mais procurados. Entre os exóticos, o francês Fol Epi (R$ 150) se destaca. Na hora de montar a tábua de frios, o cliente escolhe o que quer colocar, e por isso os preços variam bastante. Mas a equipe da casa está sempre disposta a dar alguns direcionamentos. Na linha dos aperitivos para festas, mais uma produção da casa dá garantia de água na boca: a carne maluca (R$ 75), assada e marinada, durante a noite, no azeite. VÁ LÁ: Aleixo: Rua Aleixo Netto, 1204, loja 4, Praia do Canto, Vitória. (27) 32359500. Segunda a quinta, das 10h à 0h; sexta e sábado, até 1h. Aceita cartões. 24 lugares (na delicatéssen).

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 27


Gabriel Lordêllo

PA R A C O M E R N A M A D R U G A D A

PA R A C O M E R N A M A D R U G A D A Fábio Machado

½Mé àN ne[nZ mp \pMe[p

O Rangão já se consolidou na Mata da Praia como opção certa de lanches na madrugada. Aberto até as 5h, a casa oferece sanduíches recheados de coração, calabresa e banana. Quem abre o cardápiojátem,delonge,umanoçãodotamanhodopedido:afrase“Não partimosolancheaomeio”estánaspáginas.Ocampeãodeaudiência é o X-Rangão (R$ 21). A receita inclui filé mignon, frango, hambúrguer caseiro, queijo, presunto, bacon, ovo, batata palha, alface e tomate. Tudo começou em um trailer de sanduíches, do tamanho da atual cozinhadaloja,hámaisde10anos.Parasaciaraclientelauniversitária, oX-Total(R$14,25)seguealinhadossandubasabundantes.Vemcom duas carnes de hambúrguer, queijo, presunto, salsicha, ovo, bacon, batata palha, milho, ervilha, alface e tomate (ufa!). VÁ LÁ: Rangão Lanches: Avenida Desembargador Dermeval Lírio, 565, Mata da Praia, Vitória. (27) 3315-1294. Todos os dias, das 18h às 5h. Aceita cartões. 250 lugares.

Fábio Machado

±ehp[Mj QZO [pMJOj@p

No Minuano Lanches, não há como errar. Quando surge aquela fome de madrugada, a cada oferece um sanduíche tamanho-família.Afarturadeingredientesporsisódenunciaotamanho dos sandubas, que há 32 anos marcam presença em Vila Velha. Foi na Avenida Champagnat que os irmãos Sandro e Geraldo Batisti abriram a primeira loja. Hoje, porém, a lanchonete não funciona mais lá, e outras duas foram abertas na Praia da Costa e em Itaparica. A terceira unidade vai atravessar a ponte e será inaugurada em Jardim da Penha. Todohambúrguervemcomaespecialidadedacasa:asaladademaionese. Feita com batata, chuchu, cenoura e maionese caseira, ela está no mais pedido Cheese Egg Bacon (R$ 10). Além da salada, ele vem com hambúrguer, queijo, bacon, ovo, alface e tomate. VÁ LÁ: Minuano Lanches: Av. Antônio Gil Velozo, 258, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3339-2722. Domingo a quarta, das 17h30 às 2h; quinta, até as 3h; sexta e sábado, até as 5h. Aceita cartões. 120 lugares.

Tamanho da fome O Kapo’s não faz economia para saciar a sua vontade: e, por isso, é um oásis na madrugada >> por CRISTIANA EUCLYDES

isso mesmo: o Kapo’s recebe clientes até as 4h30, na madrugada dos finais de semana. Há duas décadas, a lanchonete é um reconhecido point para quem quer fartura e sabor antes de o galo cantar. Nada de economia nos ingredientes. O lanche deve ser como o X-Tudo Mignon (R$ 25), o mais sofisticado (e de maior custo) da casa. Leva

É

28 Prêmio Prazer&Cia

mignon, queijo, presunto, ovo e salada. Entre os favoritos do público, está o XTudo (R$ 17,50), com carne, queijo, presunto, bacon, alface e tomate. Também não deixa a desejar, tanto no tamanho quanto no sabor, o Galisburguer Especial (R$ 21). Ele leva peito de frango desfiado, salpicão, queijo, batata palha, azeitona, milho, alface e tomate. Além do clássico molho tártaro artesanal, servido em potinhos individuais, outro ingrediente conhecido é o salpicão. Leva frango desfiado, presunto e batata palha, e está na maioria dos lanches de frango e em alguns de carne. De tanto sucesso que faz, é até vendido separadamente, com milho

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

verde como complemento. Se a tradição é mantida nos hambúrgueres, nos cachorros-quentes, a inovação é latente. Além da salsicha e do molho de tomate, integram o menu presunto e até banana. Prove o Dengosão (R$ 15,50), hot dog com duas salsichas, queijo, presunto e banana assada. Não deixe de comer também o Hot Dog Especial (R$ 17,50), preparado com duas camadas: duas salsichas, queijo e presunto, de um lado; bacon, milho e uma salsicha, de outro. VÁ LÁ: Kapo’s: Rua Joaquim Lírio, 130, loja 1, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-9212. Terça a quinta, das 18h à 1h30; sexta e sábado, até as 4h30; domingo, até 1h. Aceita cheque. 64 lugares.

Fábio Machado

®[hOjmej[MjN à ojçp

O sanduíche campeão do Bicho Guloso já diz tudo: Faminto (R$ 10,50). Leva hambúrguer, queijo, ovo, bacon, apresuntado, parmesão, batata, alface e tomate. Desde a sua inauguração, há 20 anos, a lanchonete é conhecida por atender ao pessoal da madrugada. Inclui-se nessa clientela quem sai das boates da cidade com a barriga roncando. Esse problema pode ser resolvido com hambúrguer caseiro, filé mignon ou peito de frango desfiado, no pão quente. Se o Faminto não parece suficiente, com mais frango desfiado, cenoura, maionese, salada de legumes e milho, o cardápio oferece o Bicho Guloso (R$ 13,50). Os lanches de filé são igualmente gigantescos. O Saraly (R$ 12,50) leva queijo, bacon, salada de maionese, batata palha, alface, tomate e mignon. Quem quiser poupar calorias pode pedir pão árabe. VÁ LÁ: Bicho Guloso: Rua Doutor Pedro Feu Rosa, 625, Jardim da Penha, Vitória. (27)3200-3096. Domingo a quarta, das 18h às 2h; quinta a sábado, até às 6h. Aceita cartões. 200 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 29


S A LG A D E R I A Guilherme Ferrari

S A LG A D E R I A

Salgados famosos Fábio Machado

Não deixe de provar os apreciados cigarretes da Bee: gigantes, eles vêm bem recheados de queijo e salsicha >> por BRUNELLI DUARTE

salgaderia e doceria Bee fica em um dos centros comerciais mais movimentos da Capital, em plena Avenida Nossa Senhora da Penha. Os salgados são chamariz certo para atrair a clientela, que passa por ali, na correria do cotidiano. Nesse quesito, o destaque fica por conta das coxinhas (R$ 3,90), de frango e camarão, sempre acompanhadas de catupiry. Outra pedida é o pastel assado (R$ 3,90), nos sabores camarão, frango e palmito. A quiche de cogumelos (R$ 3,90) é deliciosa. Com uma massa frita e mais fina, os cigarretes (R$ 3,90), de queijo e de salsicha, dão nova cara aos famosos enroladinhos. Ninguém resiste a eles. O cliente também pode escolher o recheio na hora, no caso do pão de batata (R$ 5,60). As opções, sempre frias, são frango, atum – acompanhados de maionese – e creme de ricota. Se você ficou com água na boca, aproveite para apreciar todas essas delícias sem sair de casa. A loja faz entrega em alguns bairros.

A

VÁ LÁ: Bee: Centro da Praia Shopping, Reta da Penha, 570, lojas 54 e 55, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-3128. Segunda a sexta, das 9h às 20h; sábado, das 9h às 19h. Aceita cartões. 44 lugares.

Fábio Machado

Vem muito recheio A coxinha do Juninho é feita por descendentes de chineses e de italianos: a mistura é bem brasileira >> por BRUNELLI DUARTE

O

Juninho Pão de Queijo

tem receitas criadas por Izabel e Alexandre Chen, donos de uma lanchonete que funciona há 30 anos. Ela descende de italianos; ele, de chineses. E o quitute que vendem lá é bem brasileiro. Por incrível que pareça, a iguaria que dá

30 Prêmio Prazer&Cia

nome à casa não é o carro-chefe. Por lá, quem domina o cardápio e a preferência dos clientes é a coxinha. O segredo, segundo Izabel, é uma massa fina e crocante. Além disso, os sabores, de camarão (R$ 4,50) e frango (R$ 4), são acompanhados do verdadeiro catupiry. O pão de queijo (R$ 2,50) também guarda seus segredos. A receita leva menos manteiga e mais queijo que o normal, o que garante uma consistência mais leve. Há cerca de 20 tipos de salgados. Não falta nem o português bolinho de bacalhau (R$ 4,50). A novidade da casa vem do Oriente. A

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

aposta é na culinária árabe: uma porção de quibe cru (R$ 15), que vem acompanhada de pães e pode ser levada para casa. Para acompanhar todas essas delícias, o espaço oferece sucos da fruta (R$ 4 cada um). Um dos mais diferentes é o de uva verde. O suco pode ser batido de acordo com o gosto do freguês. É a Misturinha, que leva frutas diversas e também beterraba e cenoura. O sabor é definido pelo cliente, que escolhe quantos ingredientes quiser. VÁ LÁ: Juninho Pão de Queijo: Rua Eugenílio Ramos, 44, loja 3, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3225-5635. Segunda a sábado, das 8h às 23h30. Aceita cartões. 30 lugares.

ºZFe[fp pNNpmp

Naloja Madeleine, acoxinha(R$4)–um dosquitutesmaispedidos–éumaliadoparaosmais saudáveis,porincrívelquepareça.Longedagordura, osalgadoéassado.Paramanteroaspectocrocante, o quitute é empanado no parmesão, um toque mineiro da criadora das receitas, Andréa Tolentino. O sabor mais procurado é o de frango com catupiry. Outra delícia é o pão de banana (R$ 3,70). A massa salgada dá um contraste com o recheio de banana nanica, queijo e canela. Aliás, a fruta não é privilégio apenasdopão.Abanana-da-terratambémestápresente na torta de bacalhau (R$ 5,90). Um dos maiores segredos da casa está nos empadões (R$ 5,90). Segundo Andréa, a massa leva um tempero especial. E, para saber qual é, só provando essa delícia. VÁ LÁ: Madeleine: Centro da Praia Shopping, Reta da Penha, 570, loja 52, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-0953. Segunda a sexta, das 9h às 20h; sábado, das 9h às 19h. Aceita cartões. 20 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 31


CATEGORIAS

ADEGA DE VINHO E/OU CARTA

BUFÊ/ SELF-SERVICE

·eNQJMp pneOOpmpÔ ßÚ npNpN j NjeN nfjiN mj QOe\jeOp nZ[nZOOjOp\ pZ MOZiéJ j\ çÚ npMjhZOepN

BRASILEIRA

CARNE À LA CARTE

CERIMONIAL

Jurados

CAMPEÃO

EULÁLIA CHIEPPE

BETH KFURI

PAULO VIEIRA

RACHEL COSER

GUSTAVO VARELLA

LUCAS IZOTON

RONALDO BARBOSA

DR. PODESTÁ

TOTAL

Ville du Vin

0

0

0

1

1

1

1

0

4

Aleixo

1

1

1

0

0

0

0

1

4

Domus Itálica

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Lareira Portuguesa

0

0

0

0

0

0

0

0

0

FINALISTAS

La Salsa

1

0

0

0

0

0

1

0

2

Galetinho

0

0

0

0

0

1

0

0

1

Salade Verte

0

0

1

1

1

0

0

1

4

Cantina Fiorentina do Mário

0

1

0

0

0

0

0

0

1

Deboni’s

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Mais Opção

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Spetacollo

0

1

1

0

0

1

0

0

3

Mr. Picuí

1

0

0

0

1

0

0

1

3

Canto da Roça

0

0

0

0

0

0

0

0

0

A Dona da Casa

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Salsa da Praia

0

0

0

1

0

0

0

0

1

Ninho da Roxinha

0

0

0

0

0

0

1

0

1

Taurus

1

1

1

1

1

0

1

1

7

La Cave

0

0

0

0

0

1

0

0

1

Spetacollo

0

0

0

0

0

0

0

0

0

La Vittória

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Itamaraty

0

0

0

0

1

0

0

1

2

Le Buffet

0

1

1

0

0

1

0

0

3

Le Rosé

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Lago de Garda

0

0

0

0

0

0

1

0

1

MS Buffet

1

0

0

1

0

0

0

0

2

Bárbara Verzola Restaurante Soeta

1

1

1

1

1

0

1

1

7

Gustavo Corrêa Cerimonial Itamaraty

0

0

0

0

0

1

0

0

1

Cleuza Costa Restaurante Aleixo

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Assis Teixeira Restaurante Domus Itálica

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Vinícius Dobal Restaurante Vero

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Espeto de Prata

1

0

0

0

0

0

0

0

1

Gramado

0

1

0

0

0

0

0

1

2

0

0

1

1

1

1

1

0

5

Mônica Zorzanelli

CHEF DO ANO Isaura Caliari Restaurante Tasca da Enseada

CHURRASCARIA Victória Grill Cia. do Boi

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Costa Brasil

0

0

0

0

0

0

0

0

0

º¤¦‘®¦½

32 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 33


Jurados

CATEGORIAS

FINALISTAS Churrascaria Serra Grande

CAMPEÃO

EULÁLIA CHIEPPE

BETH KFURI

PAULO VIEIRA

RACHEL COSER

GUSTAVO VARELLA

LUCAS IZOTON

RONALDO BARBOSA

DR. PODESTÁ

TOTAL

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Soeta

1

1

1

1

1

0

1

1

7

CONTEMPORÂNEA Aleixo

0

0

0

0

0

1

0

0

1

D'Bem

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Hotel Senac Ilha do Boi

0

1

1

0

0

1

1

0

4

FEIJOADA

FRUTOS DO MAR

ITALIANO

JAPONÊS

PRATO EXECUTIVO

PIZZARIA

0

0

3

Espaço Vellozia

0

0

0

0

1

0

1

1

3

Valsugana

0

1

0

1

0

0

0

0

2

Ninho da Roxinha

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Don Lorenzoni

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Papaguth PARA COMER COM OS OLHOS

EULÁLIA CHIEPPE 1

PAULO VIEIRA 1

FINALISTAS

BETH KFURI

RACHEL COSER 0

GUSTAVO VARELLA 0

LUCAS IZOTON 1

RONALDO BARBOSA 0

DR. PODESTÁ

TOTAL

Lareira Portuguesa

1

1

1

0

1

1

1

1

7

Bacalhauzinho

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Porto do Bacalhau

0

0

0

1

0

0

0

0

1

Tasca da Enseada

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Pousada Pedra Azul

1

0

0

1

0

1

1

0

4

Trindade - Hotel Quality Suites

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Origens - Hotel Radisson

0

0

1

0

0

0

0

1

2

0

Hotel Senac Ilha do Boi

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

2

Côté Jardin - Novotel

0

1

0

0

1

0

0

0

2

0

0

0

Espaço Vellozia

1

0

0

0

1

0

0

1

3

0

0

0

1

Don Lorenzoni

0

0

1

0

0

1

1

0

3

0

0

0

0

0

0

1

0

1

0

0

0

0

2

0

1

1

1

1

5

1

0

0

0

0

0

2

0

0

0

0

1

0

0

1

Côté Jardin Novotel

1

0

0

1

1

0

0

1

4

Spetacollo

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Marlim Azul - Iate Clube

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Geraldo

0

0

0

1

0

1

0

0

2

Pirão

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Guaramare

1

1

1

0

0

0

0

1

4

Timoneiro

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Enseada

0

0

0

0

0

0

0

0

Papaguth

0

0

0

0

1

0

1

Spaghetti&Cia

0

0

0

0

0

0

Cantina do Bacco

0

0

0

1

0

Vero

0

0

0

0

Oriundi

1

0

0

Domus Itálica

0

1

Japa San

0

Sushimar

1

1

0

1

1

0

1

1

6

Banzai

0

0

1

0

0

0

0

0

1

Yukai

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Sushi Strike

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Don Camaleone

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Taurus

0

0

0

1

1

0

0

0

2

Domus Itálica

0

0

0

0

0

1

0

0

1

Bully’s

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Aleixo

1

1

1

0

0

0

1

1

5

Ville du Vin

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Salsa Pizza

0

1

0

0

0

0

0

0

1

Don Camaleone

0

0

1

1

0

0

1

0

3

Paparazzi

0

0

0

0

0

1

0

0

1

La Tavernetta

0

0

0

0

0

0

0

0

0

La Bella Pizza

0

0

0

0

0

0

0

0

0

La Vittória

1

0

0

0

1

0

0

1

3

34 Prêmio Prazer&Cia

CATEGORIAS

Jurados

CAMPEÃO

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

PORTUGUESA

COZINHA DE HOTEL

RESTAURANTE Valsugana DE MONTANHA Café Haus

SOBREMESA

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Bianchi

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Lago da Lua

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Crumble de frutas Restaurante Aleixo

1

0

0

0

0

0

0

0

1

Torta de Sintra Restaurante Lareira Portuguesa

0

1

1

1

1

0

0

0

4

Torta de Limão Restaurante Sabor d'Espanha

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Pudim de Queijo Restaurante Oriundi

0

0

0

0

0

0

1

0

1

Terrine de Chocolate com Creme de Cupuaçu e Calda de Amora - Restaurante Valsugana

0

0

0

0

0

1

0

1

2

Total

152

CONHEÇA O JÚRI: Eulália Chieppe: Administradora de empresas. Beth Kfuri: Secretária de Comunicação da Prefeitura de Vitória. Paulo Vieira: Empresário. Rachel

Coser: Empresária. Gustavo Varella: Advogado. Lucas Izoton: Presidente da Federação das Indústrias do Espírito

Santo (Findes). Ronaldo Barbosa: Designer e artista plástico. José Roberto Podestá: Médico e professor de Enologia.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 35


C O N T E M P O R Â N E A

C O N T E M P O R Â N E A

Divulgação

Edson Chagas

Fábio Machado

µNNê[nep iOp[nZñeMp]ep[p ·j oj\ nZ\ p \jNp Inaugurado em 2005, o Aleixo temnocardápioaessência franco-italiana da gastronomia contemporânea. Reúne em seus pratos influências da região da Toscana, Norte da Itália, e da Provença, na parte sudeste do país que foi o berço da nouvelle cuisine. A cozinha entrega alquimias como o consomé de funghi seco e fresco com crocante de mil-folhas (R$ 25) e o delicioso foie gras aos três caramelos (banana, aceto balsâmico e maracujá) com farofa de nozes (R$ 68, individual). O nhoque em fonduta ao perfume de sálvia com tiras de jamónetrufasbrancasédestaque,assimcomoorisotodearroznegro com lascas de bacalhau e legumes verdes (vagem, ervilha, brócolis e aipo), que custa R$ 52, também para uma pessoa.

Saravah

VÁ LÁ: Aleixo: Rua Aleixo Netto, 1204, Praia do Canto, Vitória. (27) 3235-9500. Segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h à 1h. Aceita cartões. 80 lugares.

Experiência única O Soeta tem chefs que trabalharam com Ferran Adrià, mestre da cozinha. O talento está nas criações >> por EVELIZE CALMON

a cozinha do Soeta, o lema é utilizar produtos regionais frescos, de ótima qualidade, em receitas criativas e saborosas, que proporcionam uma experiência única à mesa. O segredo está na técnica impecável somada ao talento dos chefs Bárbara Verzola e Pablo Pavón. Ela é capixaba, dona do troféu de Chef

N

36 Prêmio Prazer&Cia

do Ano (veja na matéria da página 38), e ele, equatoriano. Ambos possuem uma bagagem invejável à frente das caçarolas. Pablo estudou na Cordon Bleu, em Paris, e trabalhou em casas renomadas da Espanha, como Terraza del Casino e Martín Berasategui. Atuou como chef de partida no El Bulli, de Ferran Adrià, onde conheceu Bárbara. A dupla é responsável por alquimias primorosas, como o nhoque de polenta com creme de parmesão (R$ 46, individual), tradicional e, ao mesmo tempo, surpreendente, como a maioria dos pratos do menu degustação criativo, servido no jantar a R$ 118 por pessoa (bebidas à parte). No cardápio fixo, renovado a cada

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

O d’Bem reúne,emumacharmosaesquinadaPraiadoCanto, delicatéssen com produtos orgânicos e restaurante de comida funcional. No almoço executivo, quem assina as alquimias é o chef Breno D’Isep. O cardápio do bistrô tem a consultoria do chef Renato Caleffi, do Le Manjue (SP). As donas da casa, Gabriela e Suely Faiçal, mantêm uma propriedade em Marechal Floriano, que fornece frutas e verduras orgânicas. Um destaque do novo menu é a Marinada de peixe com crumble (R$ 28), servida em taça, acompanhada de quinoa ao azeite de rúcula e amêndoas (R$ 28). Entre os principais, estreia o Jambalaya de filé com alcachofras e camembert (R$ 62), feito com arroz bicolor orgânico, macadâmias e alho negro. VÁ LÁ: d’Bem: Rua Joaquim Lírio, 595, loja 1, Praia do Canto, Vitória. (27) 3315-8901. Terça a sábado, das 11h30 às 15h e das 18h às 22h30; domingo, das 12h às 15h30. Aceita cartões. 44 lugares.

Massas Grandur Piraquê: alta gastronomia na sua casa, todos os dias.

estação, brilha o Espaguete na manteiga defumada com presunto de Parma e champignons (R$ 46, individual). Entre as sobremesas, duas imperdíveis: a Horta de chocolate (R$ 19) e o Cannolo siciliano com calda de goiabada e sorvete de coco (R$ 19). O almoço executivo, com entrada, prato principal e sobremesa, sai a R$ 39 por pessoa. Um destaque na carta de vinhos, sob os cuidados da sommelière Julieta Pinõn, é o prosecco Collalto (R$ 65 a garrafa). VÁ LÁ: Soeta: Rua Desembargador Sampaio, 332, Praia do Canto, Vitória. Segunda a sexta, das 12h às 15h; terça a sábado, a partir das 19h30. Aceita cartões. 48 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 37 www.piraque.com.br


Guilherme Ferrari

>> por EVELIZE CALMON

Luisa, a paixão pelas alquimias de forno e fogão. Antes de se tornar cozinheira, com apenas 30 anos, estudou Direito. A moça, carismática, também faz bonito na TV, como apresentadora do programa “Cozinha Caseira”, no canal pago Fox Life. O apelido que ganhou na infância, Soeta (ou, em dialeto vêneto, coruja), dá nome ao seu restaurante, campeão na categoria Contemporânea. A casa, aberta há um ano e meio na Praia do Canto, ela conduz, com maestria, ao lado de dois grandes amigos: a carioca Marly Farah, com quem trabalhou no Locanda Della Mimosa, de Dânio Braga, em Petrópolis-RJ, e o chef equatoriano (igualmente talentoso) Pablo Pavón, que conheceu no célebre El Bulli, na Catalunha, Espanha. Naquele templo da cozinha molecular, já considerado o melhor restaurante do mundo, Bárbara trabalhava como assistente de Oriol Castro, braço direito do famoso cozinheiro, e criador do El Bulli, Ferran Adrià. A corujinha, nascida em Vitória, também passou pelos italianos Enoteca Pinchiorri (três estrelas no Guia Michelin), em Florença, e Duomo (duas estrelas), na Sicília. Dedicada, a chef do Soeta não passa menos de 12 horas na cozinha do restaurante. “Entro às 9h e saio à meianoite, todos os dias”, conta. Sua criatividade, aliada à técnica apurada, dá origem a iguarias como o ovo perfeito, que ganhou as páginas da revista “Veja”, em janeiro deste ano. Com um termômetro especial, Bárbara cozinha o ingrediente na água, em fogo baixinho, por 45 minutos, até atingir 63 graus. Serve com shiitake e espuma de batata, uma alquimia, como tantas outras criadas por ela, digna de elogios. VÁ LÁ: Soeta: Rua Desembargador Sampaio, 332, Praia do Canto, Vitória. Segunda a sexta, das 12h às 15h; terça a sábado, a partir das 19h30. Aceita cartões. 48 lugares.

VÁ LÁ: Aleixo: Rua Aleixo Netto, 1204, Praia do Canto, Vitória. (27) 3235-9500. Segunda a sábado, almoço das 12h às 15h. Segunda a sábado, jantar das 19h à 1h. Aceita cartões. 80 lugares.

—OZijNNZOp mjmenpmp j pmZOáIj] Bernardo Coutinho

C

hef do ano, Bárbara Verzola, herdou dos pais, Sandro e

Cleuza Costa comanda a cozinhadoAleixo,hádoisanos.Simpatiae talento não faltam à chef indicada, pela primeiravez,aotroféunestacategoria.Ela épupiladochefhoursconcoursdoPrêmio Prazer&Cia, Juarez Campos, que deixou a casa em 2010 e hoje se dedica ao Oriundi. Mineira de São Miguel do Anta, pequena cidade da Zona da Mata, Cleuza reside no Estado há 15 anos. Aficionada por gastronomia desde a infância, ela deu o primeiro passopararealizarosonhodetrabalharno ramo em 2005, como estagiária voluntáriadoAleixo.Naépoca,cursavaosegundo bimestre do curso de Gastronomia da UVV. Após seis meses de experiência, Cleuza foi contratada e, um ano meio depois,virousubchefdoalmoçoexecutivo.A partir daí, ela só cresceu. Prestes a completar dois anos à frente do Aleixo, Cleuza já frequentou cursos do chef Laurent Suaudeau, em São Paulo.

Isaura Caliari éfilhadeportugueseseumadascozinheirasmaisconhecidas da gastronomia local. Em 1989, ela fundou o Instituto Defesta, primeira escola de culinária do Estado. Na época, trabalhavam com ela os chefs Cleide Pereira e Juarez Campos. Em São Paulo, Isaura trabalhou com profissionais de renome, como Maria Zanchi de Zan, Carlos Siffer e Laurent Suaudeau. Também pesquisou gastronomia na Toscana e frequentou a escola Cordon Bleu, em Paris. Estudou Hotelaria no Alentejo, em Portugal, e abriu em 2009 seu primeiro restaurante,oTascadaEnseada,indicadona categoria Portuguesa. Professora dedicada, Isaura ajudou a criar o curso de GastronomiadaFaculdadeNovoMilênio. Finalista pela segunda vez nesta categoria, a chef é formada em Artes Plásticas e lança mão desse conhecimento para caprichar na apresentação de seus pratos.

Ao lado do Parque Pedra da Cebola

Visite o Apartamento Decorado. Você vai se encantar Av. Hay lton Bassini Jr., 91 Jardim da Penha - Vitória/ES

3 quartos|suíte Pronto para morar

CRECI: 1773J

A chef Bárbara Verzola chegou de mansinho, mas mudou o mercado capixaba: elevou o nível da boa mesa e surpreende a cada invenção

¤ NZOOeNZ mp “Jp ½]jeFZ ¦jMMZ Guilherme Ferrari

A nossa corujinha

Jardim da Penha

C H E F D O A N O

C H E F D O A N O

VÁ LÁ: Tasca da Enseada: Hortomercado. Rua Licínio dos Santos Conte, 51, Enseada do Suá, Vitória. (27) 32272626. Terça, das 17h às 23h; quarta a sábado, das 11h às 23h; domingo, das 11h às 17h. Aceita cartões. 30 lugares.

www.grupomatadapraiadacaza.com.br

38 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Marque a sua visita: Prêmio Prazer&Cia 39 3345-4737

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011


F R U TO S D O M A R

C H E F D O A N O Carlos Alberto Silva

André Alves/Divulgação

‘p]j[MZ e[MjO[pneZ[p]

Chef talentoso, à frente do Vero, Vinícius Dobal conhece bem a logística de um restaurante. Já trabalhou como caixa, garçom e gerente, durante os dois anos em que morou na Califórnia, EUA. Lá mesmo, descobriu-se um cozinheiro de mão-cheia, e sua vocação para a gastronomia o levou às aulas de confeitaria (Pastry and Baking)noCenterCityCollege,emSãoFrancisco,e,noBrasil,aocurso de Cozinheiro Chef Internacional do Senac-SP. A técnica afinada que exibe na cozinha do Vero, de essência clássica, ele aprendeu com o chef Laurent Suaudeau. Outra referência em sua carreira é Fábio Barbosa, chef do La Mar, reduto da cozinha peruana em São Paulo com a grife de Gaston Acurio. Vinícius participou da fundação da casa, em 2009, a convite de Fábio, que o incentivou a abrir o Vero, em Vitória. VÁ LÁ: Vero: Rua Joaquim Lírio, 445, Shopping Pátio Praia, Praia do Canto, Vitória. (27) 32258999. Terça a sábado, almoço das 12h às 15h e, domingo, das 13h às 16h. Terça a quinta, jantar das 19h à 0h; sexta e sábado, das 20h à 0h. Aceita cartões. 70 lugares.

Carlos Alberto Silva

‘jn[enp\j[Mj QjOijeMZ

O chef Gustavo Corrêa tem um lema: “Praticar, estudar,experimentar”.Paraele,otalentodeumcozinheiroconsisteem exaurir a técnica. Indicado ao prêmio nesta categoria pela quinta vez – foi campeão em 2008, ao lado de Juarez Campos –, Gustavo tem muita habilidade com a cozinha, o que pode ser conferido no bufê do cerimonialItamaratyenocardápiodacervejariaDevassa.Lá,sãoservidosquitutescomopasteldetutueBoiLambeu(línguadeboifatiada em molho levemente picante, com batatas douradas), dois clássicos. A carreira do chef, que estudou na Cordon Bleu, guarda uma passagem curiosa: Gustavo nasceu pouco tempo depois que sua mãe, PenhaLimaCorrêa,organizousuaprimeirafesta.Elacomanda,há30 anos, os eventos do Itamaraty, e Gustavo cria as receitas do bufê. VÁ LÁ: Itamaraty Eventos: Rua Almirante Soído, 467, Praia do Canto, Vitória. (27) 32116700. Atendimento ao público: segunda a sexta, das 8h às 19h. Capacidade: 600 pessoas. Preços sob consulta.

Edson Chagas

ºZ@e[fjeOZ \J]MenJ]MJOp] Assis Teixeira é descendente de romenos. Nasceu em Fortaleza (CE) e mudou-se para Vila Velha em 1998. Lá, comanda desde 2001 o restaurante Domus Itálica, um dos mais badalados da Praia da Costa. Seu envolvimento com a gastronomia começou aos 16 anos, por influência da mãe, Elza, e da avó, Esther. Formado em Administração, Assis trabalhava como executivo do Grupo Sá Cavalcante ainda nos dois primeiros anos de funcionamento do Domus Itálica. Comandou, simultaneamente, por algum tempo, o restaurante Il Capo, no Hotel La Residènce, em Vitória, mas hoje se dedica apenas à cozinha mediterrânea do italiano da Praia da Costa. Ele exibe, no entanto, suas raízes nordestinas em pratos do almoço executivo, como o baião de dois com carne de sol desfiada. VÁ LÁ: Domus Itálica: Rua Dr. Olívio Lira, s/n, anexo ao Shopping Praia da Costa, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3329-3676. Segunda a sexta, das 11h30 às 16h e das 19h à 0h; sábado, das 12 à 0h; domingo, das 12h às 17h. Aceita cartões. 74 lugares.

40 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Experimente Veja bem a lagosta acima! Essa é a proposta do Guaramare: seduzir o cliente pelos cinco sentidos >> por JAIDER MIRANDA

restaurante Guaramare nasceu assim: quando chegou da Europa, ainda nos anos 80, Vicente Bojovski encontrou em Guarapari o cenário propício para por um sonho em prática, o de criar sua própria cozinha. Curiosamente, Vicente ganhou a vida como escritor, pintor, desenhista, artista, mas nunca foi cozinheiro, apenas um apreciador da nobre arte de cozinhar. Natural da Macedônia (embora diga que, de tanto viajar, nem se lembra mais de onde nasceu), Vicente põe em prática tudo o que aprendeu observando a culinária de vários cantos da Europa, como a Riviera Francesa, a Espanha, entre outros.

O

Mas foi no litoral capixaba que ele conseguiu juntar ambiente agradável e produtos frescos, tudo de que precisava. Seu restaurante já foi considerado, em diversos concursos, o melhor do ramo de pescados e frutos do mar do Brasil, inclusive vencendo todas as edições do Prêmio Prazer&Cia nesta categoria. Todos os pratos da casa são criações de Vicente. Os destaques são os pescados grelhados. O Misto de frutos do mar, feito com lagosta, camarão e peixe grelhado, é o carro-chefe da casa e custa R$ 140 por pessoa. O Espaguete de frutos do mar, acompanhado de salada mista e escoltado por diversas guarnições, também sai a R$ 140. Prove o Peixe grelhado (R$ 80, por pessoa), que pode ser cioba, pargo ou qualquer outro pescado disponível, à escolha do freguês. VÁ LÁ: Guaramare: Avenida Meaípe, 716, Nova Guarapari, Guarapari. (27) 3272-1300. Sexta e sábado, das 20h à 1h; domingo, a partir das 12h. Aceita cartões. 150 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 41


F R U TO S D O M A R

F R U TO S D O M A R Divulgação

¦Z nZ\p[mZ mZ [pIeZ

O Timoneiro é um dos mais conhecidos points da Praia da Costa. A casa tem um cardápio recheado de pratos de frutos do mar, e mesmo as receitas mais tradicionais ganham uma roupagem nova nas mãos do chef Nilton César Dias Pereira, conhecido como Tom. O Bacalhau Lagareiro (R$ 133,90, duas pessoas) é o principal pratodacasa.Naformadopreparo,oscondimentossãocozidosjunto comaáguadopeixenobre.OutropratofamosoéoArrozdeBacalhau, que serve muito bem duas pessoas e custa R$ 133,90. A gastronomia local também é bem representada. A moqueca capixaba (R$ 80,80) é o destaque, servida com pirão, banana-da-terra e arroz. O melhor é que você não precisa esperar a Páscoa, pois o Timoneiro serve a torta capixaba durante todo o ano (R$ 86,90, para duas pessoas). VÁ LÁ: Timoneiro: Avenida Antônio Gil Velozo, 120, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3329-4266. Terça a sábado, das 11h30 à 0h; domingo, das 11h30 às 18h. Aceita cartões. 100 lugares.

Gabriel Lordêllo

eNMp Qp[ZOâ\enp

Os encantos do restaurante Enseada, também conhecido como Geraldinho, vão muito além da vista panorâmica do Balneário de Manguinhos. O ponto alto é a produção de pratos de frutos do mar, que mais uma vez lhe rendeu a indicação entre os principais estabelecimentos capixabas do ramo. Para quem é visitante de primeira viagem, a moqueca capixaba é uma tradição de boas-vindas. Aporçãogrande,queserveatéquatropessoas,custaR$107.Jáentre os nativos, a indicação é o Risoto de camarão, atual campeão de vendas da casa, e que é servido em duas versões do crustáceo: pequeno(R$56)emédio(R$110).Amoquecadegaroupasalgadacom banana-da-terra, acompanhada de arroz branco (R$ 102,50 para 2 pessoas), não pode faltar na lista dos pedidos. VÁ LÁ: Enseada (Geraldinho): Avenida Engenheiro Ceciliano de Almeida, 3, Manguinhos, Serra. (27) 3243-1413. Todos os dias, das 11h à 0h. Aceita cartões. 350 lugares.

Alex Gouveia/Divulgação

Divulgação

Edson Chagas

³p\ZNZN [pN QpOjmjN §ZPJjnp nZ\ hOeij Impossível falar de culinária típica capixaba sem mencionar o lendário restaurante de Hercílio Alves da Silva Filho, o Pirão. Inaugurada em 1982, a casa é ponto quase obrigatório de passagem de celebridades que visitam o Espírito Santo, fato comprovado nas fotos que Pirão exibe com orgulho. A vedete da casa não poderia ser outra. A torta capixaba completa (R$ 100, para até 4 pessoas) vem comarrozepirão.Tambémsãocampeõesdesaídaatradicionalcasquinhadesiridesfiado(R$13)eobolinhodebacalhau(R$10).Acarta de peixes comporta ainda o cação ao molho de camarões pequenos (R$86),orobalocomcamarõesmédios(R$125)eagaroupasalgada com banana-da-terra (R$ 95), todos para duas pessoas. VÁ LÁ: Pirão: Rua Joaquim Lírio, 753, Praia do Canto, Vitória (27) 3227-1165. Todos os dias, das 11h às 17h e das 18h30 às 23h. Cartões. 100 lugares.

O Papaguth se transformou em um templo para os apreciadoresdaboacomidaregional.AcasapertenceaochefJúlioLemos, ex-engenheiro mecânico que decidiu criar uma verdadeira grife de pratos baseados em frutos do mar e peixes. O cardápio vai desde moquecas, passando por camarões, lagostas, peixes e massas. Um dos destaques é a moqueca de badejo (R$ 117, para dois). Outro prato degrandeaceitaçãoéoespaguetecomfrutosdomar,acompanhado de camarão, lula, mexilhões e lagosta (R$ 115, para dois). O Linguado à Priscila (R$ 95, para dois) é outra especialidade. O prato é feito com filé de linguado, requeijão e gorgonzola, arroz de cereja e abacaxi. VÁ LÁ: Papaguth: Praça do Papa. Av. Nossa Senhora dos Navegantes, 700, loja 1, Enseada do Suá, Vitória. (27) 3225-5773. Segunda a sexta, das 11h às 15h e, aos sábados e domingos, das 11h às 16h. Aceita cartões. 120 lugares.

Ganhe um prato de cerâmica para a sua coleção ao saborear o Prato da Boa Lembrança. Conheça: www.boalembranca.com.br

‘JmZ Nj\QOj iOjNnZ

Bento Peixoto

Geraldo Rodrigues,proprietáriodorestaurantequecarrega seunome,primapelaqualidadedospeixes,comprandopessoalmente os ingredientes. Tudo isso resulta em pratos fartos e saborosos, que viraramreferênciadorestaurante.Ocarro-chefesãoasmoquecas,em maisde20versões.Amaisfamosaéadebadejo(R$81,50,paradois), que também pode ser servida com camarão médio (R$ 123,50, para dois), cuja receita existe na família do proprietário há mais de meio século. De aperitivo, a casquinha de siri, famosa desde a inauguração da primeira casa, em Manguinhos, também ganha elogios na filial de Jardim da Penha, a R$ 11,50, individual. Recentemente, a paella entrou no menu, a R$ 85 por pessoa. Simplesmente irresistível, com camarões que mal caberiam nas mãos de gente grande. VÁ LÁ: Geraldo Restaurante: Rua Anísio Fernandes Coelho, 1, loja 31, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3225 3490. Segunda a sábado, das 11h às 23h. Domingo, das 11h às 18h. Aceita cartões. 150 lugares.

42 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Restaurante La Cave - R. Afonso Cláudio, 259. Praia do Canto, Vitória - (27) 3315 1992. Chef Paulo Gaudio.

Restaurante Papaguth - Praça do Papa. Restaurante Oriundi - R. Elias Tommasi, 130. - (27) 3225 5773. Santa Lúcia, Vitória - (27) 3227VITÓRIA, 6989. 1º DE JULHO DE Vitória 2011 Prêmio Prazer&Cia 43 Chef Julio Lemos. Chef Juarez Campos.


C A R N E À L A C A R T E Nara Paraná/Arquivo

C A R N E À L A C A R T E

Ari Oliveira/Divulgação

³e]j@e[fZ jNQjMpnJ]pO

Na ativa há 12 anos, o Spetacollo empresta sua grife para duas casas, além da matriz, em Santa Lúcia: uma no Hortomercado, em Vitória, e outra na Prainha, em Vila Velha. Em todos esses endereços, apresenta uma boa variedade de cortes. Um dos favoritos dos carnívoros é a Costelinha de porco Spetacollar (R$ 69, para dois), tenra, marinada em tempero especial. Chega à mesacomarrozbranco,tutudefeijãoàpaulista,couveaoazeite,ovos fritos e molho campanha. Outra boa pedida é o mignon ao molho de gorgonzola (R$ 72, para dois), acompanhado de arroz branco e batatas coradas gratinadas com parmesão. Uma receita de família que faz sucesso com a clientela é a Carne de Panela à Dona Neide (R$ 64, para dois), inspirada em uma receita da mãe dos proprietários, Décio e Leonardo Botelho. VÁ LÁ: Spetacollo: Avenida Rio Branco, 676, Santa Lúcia, Vitória. (27) 3315-7187. Segunda a sábado, das 12h à 1h. Aceita cartões. 200 lugares.

Fábio Vicentini

»Z\oZ\ mj p]npMOp

No La Cave, o menu tem influências francesa, italiana e espanhola. As criações do chef e sommelier Paulo Gaudio fazem a fama da casa, que acaba de completar dez anos de atividades. O cardápio é dividido em duas partes. Na primeira, estão as delícias espanholas e suas adaptações e reinvenções. Na segunda, uma seleção da cozinha internacional. Alguns pratos são harmonizados com vinhos da selecionada adega do espaço, caso do Bombom de alcatra Dolcetto, (R$ 50,50, individual), feito do miolo nobre de alcatra argentina, com molho funghi, escoltado por penne aos três queijos. Outra alquimia de boa aceitação é a Costeleta de cordeiro Grenache (R$ 69, individual), grelhada em azeite de emulsão em berinjela com risoto de queijo gruyère e sementes de papoula. VÁ LÁ: La Cave: Rua Afonso Cláudio, 259, Praia do Canto, Vitória. (27) 3315-1992. Segunda a quinta, das 19h à 0h; sexta e sábado, das 19h à 1h. Aceita cartões. 65 lugares.

Cortes tradicionais O Taurus preserva a essência do cardápio há anos: o steak au poivre é um clássico no restaurante >> por JAIDER MIRANDA

Taurus é referência em Vitória por conta dos pratos com carne que oferece. Vencedora do Prêmio Prazer&Cia nesta categoria desde a primeira edição, em 2007, a casa mantém, praticamente, o mesmo cardápio desde a inauguração,

O

44 Prêmio Prazer&Cia

há quase 30 anos. Um dos carros-chefes é a Picanha à Oswaldo Aranha (R$ 51, individual), versão de uma famosa receita carioca criada em homenagem ao político e diplomata gaúcho. Vai à mesa com batatas portuguesas, arroz, farofa e alho. Outro clássico, preparado com capricho pela brigada do Taurus, é o Steak au poivre (R$ 53, individual), filé alto com grãos de pimenta moídos, batatas sauté, vagem e arroz branco. Também tem destaque o Filé na manteiga Mâitre D’Hotel (R$ 53, individual), servido com batata doré e salsa,

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

e o Medalhão ao molho de vinho do Porto (R$ 53, individual), com cenouras cozidas e arroz ao parmesão. Outra saborosa combinação sugerida pelo dono da casa, Gercino Coser, é o Escalopinho à Piamontesa (R$ 52, individual), composto de dois filés batidos com molho madeira e guarnecidos com arroz à piamontesa. VÁ LÁ: Taurus: Rua Madeira de Freitas, 174, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-4888. Todos os dias, almoço das 12h às 15h30. Terça a sábado, das 19h à 0h. Aceita cartões. 70 lugares.

Gabriel Lordêllo

¤N pOhj[Me[ZN \p[mp\ Especializada em pizzas gourmet, a La Vittória também aposta na parrilla, o famoso churrasco argentino, para atrair apreciadoresdecarnesnobres.Osegredodopreparo,quedeixaos cortes suculentos e saborosos, é o sistema de grelhas móveis, muito utilizado pelos portenhos. Entre os destaques está o Bife de chorizo (R$ 33, individual), contrafilé alto, maturado, que já figura entre as peças mais cobiçadas do cardápio. Outro campeão de pedidos é o Bife ancho (R$ 38, individual), muito macio, tão saboroso quanto a Picanha Parrillero (R$ 34, individual), em que a carne é regada com um delicioso molho à base de vinho. Um bom acompanhamento para a peça é a batata assada, coberta com creme de queijo roquefort. VÁ LÁ: La Vittória: Rua Eugênio Netto, 82, Praia do Canto, Vitória. (27) 3026-1111. Todos os dias, das 18h à 0h; quinta, sexta e sábado, até 1h. Domingo, almoço das 12h às 16h. Aceita cartões. 200 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 45


B U F Ê / S E L F- S E R V I C E

B U F Ê / S E L F- S E R V I C E

Saboroso e saudável

Fábio Machado

Fábio Machado

857 ;!71:%:$5# 1: 2) 755: 1: 675<:7!# 3$5 97 "76:<9:7 +75<:5:(

µ\opOPJj [jNMj npOmáQeZ Se os bufês fossem embarcações, o Deboni’s seria um cruzeiro de primeira linha. Não se perca nos números: são dois endereços na Praia do Canto e na Praia do Suá, com um cardápiorecheadode80receitas,entresaladasepratosquentes.Umadasinovaçõesdacasa éobalcãodecomidaitaliana,emqueamassaépreparadanahora,aogostodofreguês.Nessa gostosa alquimia, são utilizadas quatro variedades de massa, dois tipos de molhos e 10 ingredientes a serem reunidos conforme a imaginação (e a fome) do glutão. Outro trunfo são as moquecas, de cação ou dourado, e o famoso bacalhau à Zé do Pipo, servidos às quintas e aos domingos. Às sextas e sábados, a estrela do bufê self-service é a brasileiríssima feijoada, com seus ingredientes devidamente separados. De segunda a sexta, na Praia do Suá, o quilo custa R$ 34,90. Aos sábados, domingos e feriados, R$ 42,90. Na Praia do Canto, de segunda a sexta, R$ 35,90. Sábados, domingos e feriados, R$ 44,90. VÁ LÁ: Debonis: Av. Leitão da Silva, 75, Praia do Suá, Vitória. (27) 3200-3997. Segunda a sexta, das 11h às 15h. Sábado, domingo e feriados, das 11h às 16h. Aceita cartões. 160 lugares.

.-!:$ +75<:5:

Fábio Machado

G %:@N>( ?#(' >@ ?=K"N#@ "7@P"@N@ N= 28;-:"7= /@N7=A

/2I1B/20,J62 C 6G*JHL9 9 I9 690.2 2 F09.G/ 6GHM2I94G/ F909 F0GH.9 2H.02M9A

O bufê do Salade Verte transforma folhagens em exóticas combinações: lá, salada tem muito sabor >> por MARCELO PEREIRA

o Salade Verte, vegetarianos e carnívoros convivem numa boa. A casa oferece opções para ambas as filosofias de mesa. O foco, apesar de estar nas saladas, contempla também quem não abre mão de carnes. Há três tipos de grelhados na chapa:

N

46 Prêmio Prazer&Cia

filés de boi, de peixe e de frango. Entre os pratos quentes, há paella e medalhão com molho de açaí. O cardápio contempla, aproximadamente, 20 tipos de saladas, divididas entre naturais e condimentadas. O cliente pode montar a sua, ou, então, deleitarse com as já montadas, todas em estilo tropical. Os frequentadores também gostam de se fartar com aquelas que levam frango, como a de maçã e alho-poró, e com a Exótica, que mescla a ave com molho curry, banana, abacaxi e pedacinhos de pão, torrado e temperado. Outra campeã

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

de elogios é a salada de morango, palmito, manga, peito de peru defumado, cebolinha e creme de leite. O Salade Verte, inaugurado em 1990, funciona no sistema de bufê. De segunda a sexta, os homens pagam R$ 29,50, e as mulheres, R$ 27,50, para comer à vontade. Nos finais de semana e feriados, todos pagam R$ 34,50. VÁ LÁ: Salade Verte: Rua Ferreira Coelho, 380, Praia do Suá, Vitória. (27) 3200-3389. Segunda a sexta, das 11h30 às 15h. Sábado, domingo e feriados, das 12h às 16h. Aceita cartões. 100 lugares.

ºZ@e[fp mj J\ nfji jFñ»»» O Mais Opção funciona há mais de 10 anos e atrai uma clientela cativada pelos maisde40pratosquentesdispostosnobufê(R$30,90oquiloduranteasemana;eR$38,90 aos sábados, domingos e feriados). Se a refeição incluir carnes especiais como salmão, bacalhau, picanha, cordeiro e filé mignon, sai por R$ 55 o quilo. Às quartas-feiras, os balcões enchem os olhos e dão água na boca de quem quer fazer uma viagem gastronômica pelas Arábias. Quibes, tabule, kafta, pastas de grão-de-bico e de berinjela estão lá. Quinta e domingo são dias reservados aos mariscos e peixes. Uma das receitas que mais agradam à clientela, o filé de bagre pangasius, passa pelo vapor e ganha molho de alcaparra. E se você achar que já viu o chef antes, não se enganou: é Marcos Parmagnani, representante capixaba no Big Brother Brasil 8, que largou os holofotes e, atualmente, dedica-se às panelas. VÁ LÁ: Mais Opção: Rua Chapot Presvot, 239, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-9552. Segunda a sexta, das 11h às 14h30; sábado e domingo, das 11h às 15h. Aceita cartões. 129 lugares.

0(87@5:@N7( "N>"?@>= ;(P@ &D 3(K ?=N8(?57"3@ ?=O= <N@P"87@ >= F:EO"= F:@K(: ( 6"@ >= !=:N@P 9 M@K(7@C N@ ?@7(%=:"@ /(P'B/(:3"?(A

0A 25%EN"= H(7=C ))$ B F:@"@ >= 6@N7= ,"7+:"@C 28;-:"7= /@N7= VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011 Prêmio Prazer&Cia 47

&',0 4'',*/,),


B U F Ê / S E L F- S E R V I C E Fábio Machado

½ opMpMp Nj\QOj NZOOe

Com quase 30 anos de existência, o Galetinho é o restaurante que dá um movimento atípico ao tranquilo bairro de Bento Ferreira. Por que atrai tanta gente? Certamente pelo menu farto e variado que oferece ao longo da semana. Fica até difícil não cometer exageros, afinal, a casa, que fecha apenas quatro dias por ano, oferece mais de 90 variedades de pratos. Entre as opções, filé ao molho madeira, arroz de polvo, espaguete com frutos do mar, suflê de bacalhau, pernil de cordeiro assado e moqueca capixaba. Há também grelhados feitos na hora, entre os quais bacalhau fresco e salmão. Yakisoba, sushi, sashimi, missô shiru estão lá, prontos para ser saboreados com palitinhos orientais. O preço do quilo é R$ 39,90, de segunda a sexta. Sábados, domingos e feriados, R$ 44,90. VÁ LÁ: Galetinho: Rua Coronel Schwab Filho, 59, Bento Ferreira, Vitória. (27) 3227-8045. Todos os dias, das 11h às 15h. Aceita cartões (somente débito). 220 lugares.

Fábio Machado

§jNpN Mj\áMenpN

PrimogênitodoGrupoSalsa,o La Salsa foiinauguradoem 2001, e, desde então, é um dos restaurantes self-service mais disputados de Vitória. Oferece, diariamente, um variado bufê de saladas, pratos quentes, grelhados, sobremesas e mesas temáticas distintas. Às segundas-feiras, reina a cozinha contemporânea, que inclui costelinha ao barbecue, lombo recheado com geleia de maçã e refogado de feijão manteiga. Lasanhas, nhoques, canelones e talharins são os destaques do Festival de Massas, às terças. Quarta é dia da cozinha brasileira, com moqueca capixaba. Quinta,amesatemáticarecebepratosorientais.Àssextas,otema é a cozinha árabe. De segunda a sexta, o quilo no bufê custa R$ 37,90, e R$ 47,90 aos sábados, domingos e feriados. VÁ LÁ: La Salsa: Rua Madeira de Freitas, 76, Praia do Canto, Vitória. (27) 3315-7511. Segunda a sexta, das 11h às 15h; sábado, domingo e feriados, das 11h30 às 15h30. Aceita cartões. 200 lugares.

Fábio Machado

ºZ\eme[fp pOMjNp[p]

A Cantina Fiorentina é comandada por um simpáticocasaldeitalianos,MarioeAntoniettaCangini,elecom78eelacom 77anos.Osdoisacordamantesdeosolnascerparaprepararasdelícias que atraem gente disposta a esperar um pouquinho na fila para almoçar. A espera vale a pena. Diariamente, o bufê a quilo oferece quatro tipos de massas, além de carnes e saladas. São opções como lasanhas (verdeeàbolonhesa),canelones,rondelisenhoques,levesnaaparência e no paladar. Os italianos estão abertos à diversidade. Às terças, suas massas dividem espaço com pratos árabes. Tabules, quibes crus e assados, carne de cordeiro não fazem feio frente às criações dos Cangini. Sexta é dia de mariscos e peixes. O quilo custa R$ 34,90 de segunda a quinta, e R$ 36,90 às sextas. Aos sábados e feriados, sai por R$ 45. VÁ LÁ: Cantina Fiorentina do Mário: Rua Eugênio Netto, 336, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-5797. Segunda a sexta, das 11h30 às 14h30; sábado e feriados, das 11h às 15h. Aceita cartões. 90 lugares.

48 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

J A P O N Ê S

Oriental tricampeão Ricardo Medeiros

Finger foods, trouxinhas de camarão e ceviches estão no cardápio chique do Sushimar >> por EVELIZE CALMON

O

Sushimar foi eleito o melhor japa do Estado pela terceira vez no Prêmio Prazer&Cia. O restaurante está, há 12 anos, em um endereço gourmet da Praia do Canto, a Rua João da Cruz. Em seu cardápio, predomina o que há de mais tradicional na gastronomia nipônica, embora haja lugar para experimentações. As criações, na linha contemporânea, fazem parte do Dia do Chef, conduzido pelo mestre-cuca da franquia, Henrique Verdan. Trata-se de um menu degustação com três pratos, no formato finger food (pequenas porções para comer de um só bocado), incluídos no rodízio ou a R$ 15 (individual). Entre as combinações já servidas, está o salmão com castanhas e creme de gorgonzola, a trouxinha de camarão com muçarela de búfala e molho pomodoro e o tartare de atum picante com chips de batata e compota de manga. O próximo Dia do Chef será realizado nos dias 20 e 21 deste mês. O rodízio, carro-chefe da casa, está em cartaz de segunda a sexta no almoço, a R$ 55 por pessoa. Aos sábados e domingos, no mesmo horário, custa R$ 65 (individual). Por esse valor, também é servido no jantar, somente de domingo a quinta. Campeão de pedidos, o Combinado Vitória (R$ 70) é uma exclusividade da franquia capixaba, com 40 peças, entre sushis e sashimis. O menu está com novidades, entre elas o Ceviche de frutos do mar (R$ 18,50). O Bifum especial – macarrão de arroz com curry e camarão com cebolinha (R$ 32) – também faz sua estreia, ao lado do peixe branco em crosta de chimichurri com arroz de camarão e palha de aipim (R$ 34), ambos individuais. VÁ LÁ: Sushimar. Rua João da Cruz, 370, lojas 7 e 8, Praia do Canto, Vitória. (27) 3345-9015. Segunda a sexta, almoço das 11h30 às 15h; jantar das 18h à 0h30. Sábado, das 11h30 à 0h30; domingo, das 11h30 às 23h30. Aceita cartões. 76 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 49


J A P O N Ê S

Carlos Alberto Silva

¤N nfe[jNjN Mê\ Ij@

Com três endereços, em Vitória e Vila Velha, o Banzai tem como carro-chefe a comida japonesa, mas alquimias chinesas também se destacam no cardápio. O rodízio, sem limite de peças, sai em duas versões: tradicional, a R$ 49 por pessoa, e especial, porR$72,tambémindividual.Entreoscombinados,omaispedido é o Salmão Super (R$ 80, 46 peças). Na linha da cozinha fusion, há o Banzai Roll Especial, um makimono empanado e recheado com salmão, camarão, cream cheese, alho-poró e amêndoas R$ 22 (com oito). Novidade no cardápio, o peixe prego, de textura bem macia, é servido em forma de sashimi, sushi e temaki, compõe alguns pratos quentes e faz sucesso como ingrediente do ceviche, iguaria típica da cozinha peruana.

Fábio Machado

J A P O N Ê S

VÁ LÁ: Banzai: Rua Celso Calmon, 436, Praia do Canto, Vitória. (27) 3314-6812. Domingo a quinta, das 18h à 0h30; sexta e sábado, das 18h à 1h30. Aceita cartões. 110 lugares.

Marcos Fernandez

ºZ\Q]jFZ mj ]p@jO

O Sushi Strike funciona em um complexo de entretenimento com boliche e sinuca, o Top Strike. No ambiente, a clientela é acomodada em duas varandas e em um salão ladeado por tatames commesasbaixas.Ocardápioincluireceitasfusion–conceitoquemescla elementos de culturas gastronômicas diversas. Um exemplo é o atum selado com crosta de gergelim, acompanhado por risoto de shiitake (R$ 56,90, para dois). Na seção de combinados, os experimentos se dão em peças como o gunkan, envolto por salmão e recheado com cream cheese, camarão empanado, ova de massago, mel e gergelim; e o enrolado de abobrinha grelhada com cream cheese, rúcula, limão e um toque de pimenta tabasco. Todo o cardápio também é servido no boliche. O delivery da casa funciona todos os dias, das 18h à 0h. VÁ LÁ: Sushi Strike: Avenida Rio Branco, 200, Santa Lúcia, Vitória. (27) 3325-7849. Todos os dias, das 18h à 0h. Aceita cartões. 100 lugares.

Edson Chagas

»j]p IeNMp mZ ºZ[Ij[MZ

O Yukai é um dos restaurantes japoneses mais badalados de Vila Velha. Possui um mezanino de onde se avista o Convento da Penha.Osushibarentregaumaboavariedadedecombinados,quemesclam a tradição nipônica e a culinária fusion. Esta se faz presente nos makimonos especiais do cardápio. O mais pedido é o Ebi hot maki, envolto por massa de harumaki, com camarão, salmão, cream cheese e molho teriaki (R$ 24, oito unidades). O Doritos Kan também segue a linha experimental: nachos cobertos por tartare de salmão com cream cheese, cebolinha e molho de mel e gengibre (R$ 20 a porção com oito). O rodízio é o carro-chefe, em duas versões: tradicional, a R$ 45 por pessoa; e especial, com hadoque, polvo, cogumelos e makimonos, a R$ 60 por pessoa. Não há limite de peças. VÁ LÁ: Yukai: Rua Castelo Branco, 279, loja 4, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3219-7028. Todos os dias, das 18h30 à 0h30. Aceita cartões. 100 lugares.

50 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Aqui, o japa é pop O experimentalismo na cozinha oriental dá as cartas do Japa San, um templo dos fãs de sushi >> por EVELIZE CALMON

Japa San é um templo da culinária oriental em que a tradição convive em harmonia com o experimentalismo da cozinha contemporânea. Tal definição cabe ao candidato pela segunda vez ao Prêmio Prazer&Cia nesta categoria e vencedor do Voto Popular no bloco Restaurantes. O espaço, comandado pelo casal Gisella

O

e Roberto Simoni, possui dois salões climatizados e um deque, muito disputado pela clientela, fiel apreciadora de sushis e sashimis fresquíssimos. A cozinha, chefiada pela dupla Aline Lira (durante o dia) e Edson Belo (no jantar), entrega iguarias como gyoza de abóbora com camarão (R$ 18, seis unidades), sashimi de salmão ao molho de goiaba (R$ 31/15 peças) e um vistoso Camarão Flamejante. Criação do sushiman Xuxu, a peça é um enrolado de camarão com arroz, cream cheese e ovas de salmão, flambado na mesa (R$ 29, com seis). A seção de pratos quentes traz novidades que vão além da culinária

japonesa: Tilápia ao molho cítrico com purê de banana-da-terra e pimenta dedo-de-moça picadinha e chutney de abacaxi (R$ 41, individual) e o Fettuccine de mignon com cogumelos em cestinha de parmesão (R$ 41, individual). A casa possui um cartão fidelidade em que os clientes acumulam pontos para trocar por pratos do cardápio. VÁ LÁ: Japa San: Rua Afonso Cláudio, 60, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-8721. Terça a sexta, das 11h30 às 15h30; segunda a quinta, das 18h à 0h30; sexta, das 18h à 1h30. Sábado e domingo, a partir das 12h. Aceita cartões. 160 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 51


C H U R R A S C A R I A Fábio Machado

C H U R R A S C A R I A

Fábio Machado

Fábio Machado

¤ `óPJje nZ\Z nj[áOeZ —enp[fp NZojOp[p Achurrascaria Espeto de Prata ficanoJóqueiClubede Itaparica, em Vila Velha. Seu rodízio, com carnes assadas na brasa, inclui desde picanha no sal grosso até javali. Paleta de cordeiro, costelinha suína, salmão grelhado e maminha na manteiga também são muitoapreciadospelosclientes,quepodemseservirdeumbufêcom 18 tipos de saladas. O rodízio sai a R$ 49,90 por pessoa no almoço, de segunda a sábado. Aos domingos e feriados, custa R$ 52,90, também individual. No jantar, de segunda a sábado, o custo é de R$ 74,90 para o casal. O banquete inclui, além da carne, arroz, feijão tropeiro, farofa, cebola empanada, batata, banana e polenta fritas. VÁ LÁ: Espeto de Prata: Rodovia do Sol, 1.020, Itaparica, Vila Velha. (27) 3349-5134. Segunda a sábado, das 11h às 18h e das 18h às 23h; domingo, das 11h às 16h. Aceita cartões. 200 lugares.

Em meio ao vaivém de espetos no rodízio da Gramado, a picanha no sal grosso reina soberana. Cortes não tão tradicionais, porém igualmente saborosos, também conquistam os carnívoros: costeleta de cordeiro uruguaio, bife ancho e javali são alguns dos exemplos. O bufê, com 14 tipos de saladas e quatro de pratos quentes, inclui receitas à base de salmão e camarões graúdos. O rodízio sai a R$ 59,90, de segunda a sábado, e R$ 69,90 aos domingos e feriados. A casa, que funciona apenas no horário de almoço, é um ponto de encontro tradicional em Vitória para famílias e grupos de empresários. VÁ LÁ: Gramado: Av. Rosendo Serapião de Souza Filho, 43, Mata da Praia, Vitória. (27) 3225-1311. Segunda a sexta, das 11h às 15h; sábado, domingo e feriados, das 11h às 16h. Aceita cartões. 170 lugares.

A nobreza da carne Carnes exóticas e bem preparadas rendem fama à churrascaria tricampeã Victória Grill >> por EVELIZE CALMON

tricampeã Victoria Grill prima pela oferta de carnes exóticas em seu rodízio, que inclui lagosta ao molho de alcaparras, servida à francesa, aos sábados e domingos. Cortes argentinos como o bife ancho e a costela fatiada entraram recentemente no cardápio. Dividem a cena com espetos de picanha, javali, carneiro, búfalo, avestruz, codorna, perdiz e rã, entre outras va-

A

52 Prêmio Prazer&Cia

riedades cobiçadas pelos carnívoros. De segunda a sexta, o rodízio custa R$ 69 por pessoa, no almoço, e nos finais de semana e feriados sai a R$ 75 (individual). À noite, o preço é R$ 69 por pessoa, com 10% de desconto nesse valor para casais. No salão, ladeado por janelões de vidro e luz neon, há um farto bufê para acompanhar o churrasco, com saladas, antepastos, frios, comida japonesa e pratos quentes – em sua maioria feitos com camarões graúdos, salmão e bacalhau. O espaço é climatizado, e conta com uma sala vip para eventos e festas particulares. Na carta de vinhos, predominam chilenos – o Triciclo, corte de merlot, cabernet e malbec, a R$ 54, é muito pedido

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

– e argentinos, com destaque para o Llama Malbec, por R$ 39 a garrafa. Também há portugueses, espanhóis e uma boa variedade de espumantes. A adega, climatizada, comporta 200 garrafas. A churrascaria pertence ao gaúcho Eliseu Massing, natural de ChapadaRS, que contabiliza mais de 30 anos no ramo. A experiência vem de família: seu pai inaugurou a Sarandi, e seu irmão é dono da Gramado. VÁ LÁ: Victória Grill: Rua Doutora Odete Braga Furtado, 150, Enseada do Suá, Vitória. (27) 3345-0888. Segunda a sexta, das 11h30 às 15h e das 19h às 22h30; sábado, domingo e feriados, das 11h30 às 16h. Aceita cartões. 170 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 53


C H U R R A S C A R I A

»JOoJOe[fZ mp QOpep

Fábio Machado

Fábio Machado

P R ATO E X E C U T I V O

Achurrascaria Costa Brasil ficanomeiodoburburinhoda Rua Hugo Musso, na Praia da Costa. Ela aposta no sistema à la carte para conquistar os carnívoros. Com um amplo salão, arejado, ladeado por madeira e vidro, a casa tem como carro-chefe absoluto a picanha, cuja versão mais pedida é a Costa Brasil: espeto com 500 gramas guarnecido com arroz, tropeiro, banana à milanesa, fritas ou polenta frita e o tradicional duo farofa e vinagrete (R$ 80,20, para dois).OchurrascoLaCosta,mistodepicanhasuínaebovina,linguiça, queijo cabacinha e pão de alho, também faz sucesso por lá. Custa R$ 83,50, com guarnições, e serve até três pessoas. Outro destaque é a linguicinha de pernil apimentada (R$ 2,75 a unidade), tão cobiçada quanto o pão de alho recheado com queijo (R$ 3,30). VÁ LÁ: Costa Brasil: Avenida Hugo Musso, 826, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 32297940. Terça a sexta, das 18h à 0h; sábado, das 11h à 0h; domingo, das 11h às 17h30. Aceita cartões. 200 lugares.

Fábio Machado

ºZOmjeOZ jNQjnep]

O churrasco na chapa é a especialidade da Cia do Boi, franquia de Belo Horizonte com dois restaurantes na Grande Vitória. O da Praia do Canto foi aberto há oito anos, próximo ao Triângulo. Tanto lá quanto na filial canela-verde, localizada na Praia da Costa, a picanha é a campeã de pedidos, vendida no peso (R$ 79,80 o quilo). Reinam à mesa dos carnívoros cortes macios e suculentos como o baby beef (R$ 66,90), o bife de chorizo (R$ 66,90) e o filé mignon (R$72),todosnoquilo.Ascarnessãotemperadascomumapastade alho e grelhadas na hora. Todas são servidas com farofa e vinagrete. O menu de guarnições inclui cerca de 30 itens, com destaque para o arroz com brócolis e alho frito. A carta também inclui cortes nobres – o carré de cordeiro é imperdível (R$ 89,40 o quilo). VÁ LÁ: Cia do Boi: Rua Joaquim Lírio, 820, Shopping The Point Plaza, Praia do Canto, Vitória. (27) 3324-1601. Segunda a sexta, das 18h à 0h; sábado, domingo e feriados, das 11h30 à 1h. Aceita cartões. 100 lugares.

Edson Chagas

µFQjOMeNj hpúnfp

Há 18 anos, a churrascaria Serra Grande aposta na expertise gaúcha para conquistar apreciadores de uma boa carne na brasa, em Laranjeiras. O serviço é diferenciado: no almoço, há uma churrasqueira exclusiva para o self-service (R$ 32,80 o quilo de segunda a sexta, R$ 36,80 no sábado e R$ 39,80 em domingos e feriados). À noite, os espetos são a estrela do rodízio (R$ 48 por pessoa no almoço e, no jantar, R$ 76 o casal ou R$ 40 individual). A casa não cobrataxadeserviço.Ocortemaiscobiçadoéapicanha,masavitrine de carnes é sortida, com espaço para os tradicionais filé mignon, alcatra, maminha, cupim, linguiça de pernil, cabacinha e pão de alho. O nobre cordeiro surge nas versões paleta e costela. Uma novidade é o bife ancho, de origem argentina, sempre suculento e macio. VÁ LÁ: Serra Grande: Av. Civit, 870, Laranjeiras, Serra. (27) 2125-5200/2125-5204. Todos os dias, almoço das 11h às 15h40; jantar, de segunda a sábado, das 18h às 22h. Aceita cartões. 400 lugares.

54 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Almoço leve A tilápia com molho tailandês é uma das receitas de sucesso no executivo do Aleixo >> por JAIDER MIRANDA

Aleixo também agrada à sua exigente clientela com pratos executivos, assinados pela finalista em Chef do Ano Cleuza Costa. A mestre-cuca imprime leveza e criatividade nas alquimias servidas para o almoço, de segunda a sábado. Algumas delas fazem tanto sucesso que acabam não ficando muito tempo de fora do cardápio, que é renovado periodicamente. Um exemplo é a tilápia com molho tailandês e arroz de banana, sugestão da chef entre os pratos com o pescado. No entanto o

O

campeão de pedidos é o Picadinho à Brasileira, composto de filé, jardineira de legumes e ovo frito. Outro clássico do almoço executivo no Aleixo é o Bife Bourguignon, uma receita clássica da cozinha francesa em que a carne é cozida em vinho tinto, ervas finas, cogumelo paris e bacon. Também muito recomendado é o Cassoulet, espécie de feijoada preparada com lombo suíno, cordeiro, pato e paio. O restaurante oferece sempre três opções de pratos executivos, feitos com peixe, massa ou carne. As opções são individuais e vêm precedidas de uma salada. Cada uma custa R$ 41. VÁ LÁ: Aleixo: Rua Aleixo Netto, 1204, Praia do Canto, Vitória. (27) 3235-9500. Segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h à 1h. Aceita cartões. 80 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 55


P R ATO E X E C U T I V O Fábio Machado

§JeMZ oj\ NjOIemZ

P R ATO E X E C U T I V O Fábio Machado

Fábio Machado

A forneria Don Camaleone aposta no público jovem, com ambiente descolado e uma elogiada carta de coquetéis. O chef dacasaéRicardoWeiser,queacabadeincluirnovidadesnocardápio doalmoço.Entreospratosexecutivos,estãocarnesgrelhadas,como a Picanha All’erbe (R$ 29,90, individual), servida ao molho de ervas eguarnecidacomarrozbranco,fritasesaladacompalmito.Naseção de pescados, a sugestão é a Tilápia Thiele (R$ 29,90, individual) empanada com farinha de salsa e cenoura e guarnecida de arroz com camarão. A criançada também tem lugar à mesa, e pode pedir o Don Camaleoninho: tiras de filé com arroz branco e fritas (R$ 16). Uma dica: vá lá com fome, pois os pratos são muito bem servidos. VÁ LÁ: Don Camaleone: Rua Desembargador Sampaio, 263, Praia do Canto, Vitória (27) 3225-2995. Segunda, das 18h à 1h; terça a quinta, das 11h30 às 15h e das 18h à 1h; sexta, das 11h30 às 15h e das 18h às 3h; sábado, das 11h30 às 16h e das 18h às 3h; domingo, das 11h30 às 16h e das 18h à 1h. Aceita cartões. 190 lugares.

Guilherme Ferrari

·j]ínep np[j]pñIjOmj

De segunda a sexta, o executivo do Domus Itálica é composto de entrada (sempre uma salada leve e bem montada), prato principal e sobremesa. Diariamente, são oferecidas três opções distintas, com preços que variam entre R$ 24,90 e R$ 26,90. Além dessas sugestões, o cliente também pode consultar o menu alternativo, servido todos os dias. Inclui Caesar salad com tiras de filé mignon, frango ou salmão e uma sobremesa (R$ 22,90, individual). Um destaque às segundas-feiras é o Filé de bacalhau fresco com linguini na manteiga (R$ 26,90). O Pernil de porco de forno com salada de abacaxi (R$ 24,90) reina às terças, e o Filé mignon com arroz à piamontesa e batatas (R$ 25,90), às sextasfeiras. Todos servem uma pessoa.

±Oj]fpmZN à jNnZ]fp

¤ nfji é pOhj[Me[Z

No Bully’s, o chef Reginaldo Fagundes coloca seu talento à prova semanalmente, com um menu executivo que se renova às segundas-feiras. A cada mês, o cozinheiro inclui na carta três pratos inéditos. O Risoto de camarões médios com manga (R$ 27, individual) é um dos mais pedidos pela clientela, que pode montar a sua própria combinação. O Filé à parmegiana (R$ 30, individual), com purê e arroz, reina no almoço, ao lado do Steak au Poivre (R$ 30,individual)edoMinhonetedefilécompenneaogorgonzola(R$ 30, individual). Na carta de grelhados, o glutão tem, à escolha, 12 tipos de molhos e 21 opções de acompanhamentos.

O Ville du Vin funciona em anexo a uma loja de vinhos, comvistaparaoCanaldeCamburi,naPraiadoCanto.Nasmesasdo bistrô, chefiado pelo argentino Ivan di Cesare, o cardápio executivo é harmonizado. Há duas opções de entrada: salada morna de legumescomParma(R$16)eSaladafresca(R$20).Entreasmassas, os destaques são o Risoto 3 Funghis (R$ 28) e o Fettuccine Quatro Queijos com mignon (R$ 20). Os grelhados saem por R$ 20. Os especiaiscustamR$32,tendocomoopçõesFilédecordeiroflambado e Pesca do dia à moda do chef. Como acompanhamento, o chef sugere musseline de baroa ou legumes na manteiga (R$ 8).

VÁ LÁ: Bully’s: Rua João da Cruz, 485, Praia do Canto, Vitória. (27) 3026-4287. Todos os dias, das 11h30 às 23h30. Aceita cartões. 200 lugares.

VÁ LÁ: Ville du Vin: Rua Aleixo Netto, 1704, Praia do Canto, Vitória. (27) 3314-4070. Segunda a sábado, das 10h às 22h. Aceita cartões. 120 lugares.

VÁ LÁ: Domus Itálica: Rua Dr. Olívio Lira, s/n, anexo ao Shopping Praia da Costa, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3329-3676. Segunda a sexta, das 11h30 às 16h e das 19h à 0h; sábado, das 12 à 0h; domingo, das 12h às 17h. Aceita cartões. 74 lugares.

Gildo Loyola

µNQjnep]empmj oOpNe]jeOp

Inaugurado em 1982, o Taurus é um dos endereços mais tradicionais da Capital. Da sua cozinha internacional saem ícones brasileiros, muito cobiçados pela clientela no almoço executivo. Os pratosexpressossãoservidosdesegundaasexta.Sãocincoopções, todascomcarnesbaseadas.UmdosmaisrequisitadoséoPicadinho de filé mignon (R$ 33, individual), servido com arroz, farofa, ovo e banana frita. Outro campeão de audiência é o Bacalhau desfiado (R$ 43,individual),quechegaàmesacomarroz,batata,ervilhasecebola. A Tilápia na chapa (R$ 33, individual), com arroz e jardineira de legumes, é uma dica mais leve. A carne seca desfiada (R$ 33, individual), servida somente às quintas, já virou um clássico, acompanhada de arroz, tutu, couve, linguiça e ovo frito. VÁ LÁ: Taurus: Rua Madeira de Freitas, 174, Praia do Canto, Vitória. (27) 32254888. Todos os dias, almoço das 12h às 15h30. Terça a sábado, das 19h à 0h. Aceita cartões. 70 lugares.

56 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 57


A D E G A D E V I N H O Fábio Machado

Vitor Jubini

A D E G A D E V I N H O

Seleção premiada

De excelente cepa

No Ville du Vin, os clientes escolhem os vinhos direto da estante de uma loja com 3 mil rótulos à venda

Vinhos raros e muito bem cotados fazem da adega do Aleixo uma referência entre os enófilos da cidade

>> por EVELIZE CALMON

restaurante Ville du Vin funciona em anexo à loja de vinhos, de mesmo nome, em um nobre endereço da Praia do Canto. Suas estantes comportam nada menos do que 3 mil rótulos, de 19 países, com predomínio de chilenos e espanhóis. Também há representantes da Hungria, Líbano, Israel e Marrocos.

O

58 Prêmio Prazer&Cia

O cardápio, sob a batuta do chef Ivan Di Cesare, é harmonizado com os tintos, brancos, rosés e espumantes disponíveis na loja. Nela, os clientes podem escolher, pessoalmente, os rótulos que irão beber. O restaurante cobra pelos vinhos o preço de catálogo, praticado na loja. Os valores ficam entre R$ 42 (o argentino Caitec) e R$ 8,5 mil, custo do bordalês Château Mouton Rothschild 2000. Na carta de espumantes há 55 rótulos, 20 deles champanhes. Os preços variam entre R$ 26 e R$ 975. Quem coordena o serviço da bebida é o sommelier Boris Acevedo, que indica o espumante italiano Mionetto

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Vivo Extra-dry (R$ 44), o branco Amaral Chardonnay (R$ 59), do Chile, e o rosé Alento, de Portugal. Para os apreciadores de um bom tinto, sugere o Ramirana Gran Reserva (R$ 68), corte chileno de carmenère e shiraz. Acevedo destaca entre as raridades da adega o grego Tinos 2008, produzido com a cepa asyrtico, comparada à francesa chenin blanc, do Vale do Loire. VÁ LÁ: Ville du Vin: Rua Aleixo Netto, 1704, Praia do Canto, Vitória. (27) 3314-4070. Segunda a sábado, das 10h às 22h. Aceita cartões. 120 lugares.

>> por EVELIZE CALMON

restaurante Aleixo foi construído para exaltar o vinho. Sua adega abriga rótulos raros, alguns de produção limitada a 600 garrafas por ano, caso do espanhol El Pecado (R$ 699), cotado com 98 pontos pelo crítico norteamericano Robert Parker. A Espanha, ao lado do Chile e da

O

França, domina a carta da casa, que conta ainda com exemplares consagrados de Portugal, Itália e Áustria – origem do Nikolaihof Gruner Veltliner 1991 (R$ 362), produzido em uma histórica vinícola da região de Wachau, a Oeste de Viena. A bela adega, localizada nos fundos do salão principal, comporta 3 mil garrafas, e a carta de vinhos lista cerca de 800 rótulos. Os preços variam entre R$ 59 (Carpe Diem) e R$ 12.150 (Secret Spot King Balthazar 2004, de Portugal/garrafa de 12 litros). Entre os tintos, o chileno Erasmo (R$ 108) é um exemplar com bom custo benefício. Na seção de espumantes, as

opções partem dos nacionais Amadeu Brut (R$ 50) e Cave Geisse Brut (R$ 54 a garrafa ou R$ 20 a taça) e chegam ao champanhe Krug Millesimé (R$ 1,8 mil). O Aleixo dispõe de vinhos em taça (entre R$ 15 e R$ 30, de acordo com o rótulo). São oferecidos, diariamente, dois tintos e um branco, entre os quais têm boa saída Carpe Diem Shiraz Reserva, do Chile, e Elbo, da bodega espanhola Vizar. VÁ LÁ: Aleixo: Rua Aleixo Netto, 1204, Praia do Canto, Vitória. (27) 3235-9500. Segunda a sábado, almoço das 12h às 15h. Segunda a sábado, jantar das 19h à 1h. Aceita cartões. 80 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 59


Edson Chagas

F E I J O A D A Fábio Machado

½Z ]pmZ mp Np]p IeQ

§pQjp[mZ —ZOMJhp]

A adega do Domus Itálica temcapacidadepara2,2mil garrafas e contempla 180 rótulos de 10 origens: França, Itália, Portugal, Espanha, Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos e Brasil, com predomíniodechilenoseargentinos.OpreçodasgarrafasvariaentreR$48 – Pirolito, um rosé português – e R$ 690, valor do Viu 1 Vintage 2001. Outro destaque é o El Principal, ícone do Chile, a R$ 280. Entre os mais pedidos, reina oEncuentro(Argentina), tinto da uva shiraz, a R$ 57. Não háumacartadevinhos:osclientesescolhemasgarrafas,pessoalmente, na adega, anexa à sala vip com capacidade para 22 pessoas.

O Lareira Portuguesa foi o primeiro restaurante a ter uma adega climatizada no Espírito Santo. A casa possui uma carta de vinhos que custam entre R$ 50 e R$ 3.200. O restaurante tem hoje três adegas climatizadas, uma no salão e duas no depósito. São cerca de 250 rótulos. A proposta da nova adega, já reformulada, será ter exemplares de todas as regiões vinícolas portuguesas. O custo de um vinho para o dia a dia ficará entre R$ 70 e R$ 100. Nessa faixa, o cliente poderá adquirir uma garrafa do Cartuxa, original da região de Évora, por exemplo.

VÁ LÁ: Domus Itálica. Rua Dr. Olívio Lira, s/n, anexo ao Shopping Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3329-3676/3299-5151. Segunda a sexta, das 11h30 às 16h e das 19h à 0h; sábado, das 12 à 0h; domingo, das 12h às 17h. Aceita cartões. 74 lugares.

Ari Oliveira/Divulgação

A D E G A D E V I N H O

VÁ LÁ: Lareira Portuguesa: Av. Saturnino de Brito, 260, Enseada do Suá, Vitória. (27) 3345 0329 e (27) 3345-0331. Segunda a sábado, das 11h30 às 15h e das 18h à 0h. Domingo, das 11h30 às 17h. Aceita cartões. 120 lugares.

Feijão maravilha Dá para sentir o aroma da feijoada completa já na entrada do salão do Côté Jardin: um convite à gula >> por JAIDER MIRANDA

feijoada do Côté Jardin, restaurante do Novotel Vitória, vem separadinha, disposta à mesa. O aroma já convida quem entra no amplo salão do hotel, um dos mais belos de Vitória em termos de decoração. A casa não é estreante nesta categoria,

A 60 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

pelo contrário. Sua cozinha internacional combina temperos caseiros a inovações contemporâneas. Uma delas é o bolinho de feijoada, um petisco com massa de feijão preto, recheado com couve, torresmo e bacon. Um bom tira-gosto. São os mesmos ingredientes de que a feijoada inteira dispõe. A feijoada completa é servida em um bufê e pode vir acompanhada de arroz branco, farofa e salada, tudo ao custo de R$ 43 por pessoa, para se servir à vontade. O valor também inclui batidas com vodca e caipirinha.

Outro atrativo do restaurante é a Mesa da Baiana, que traz alguns saborosos doces caseiros como cocada mole, pé de moleque e doce de abóbora com coco. A feijoada é servida no restaurante do Novotel Vitória todos os sábados, sempre a partir do meio-dia. Para acompanhar a iguaria, há sempre música ao vivo. VÁ LÁ: Côté Jardin: Avenida Saturnino de Brito, 1.327, dentro do Novotel, Praia do Canto, Vitória. (27) 31832500. Todos os dias, das 6h às 23h. Aceita cartões. 150 lugares. Bar anexo.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 61


F E I J O A D A Fábio Machado

F E I J O A D A

Ari Oliveira/Divulgação

Fábio Machado

À \Zmp QpJ]eNMp[p

§Z[Mj Z NjJ QOpMZ

O Spetacollo serve uma das mais apreciadas feijoadas dessas bandas. Nos finais de semana, a guloseima é o grande destaque do cardápio. Apelidado de Feijoada Spetacollar, o prato é feito no tradicional estilo da receita paulistana e vem acompanhado por arroz branco, couve ao azeite, bistequinha de porco, tiras de bacon frito, farofa e laranja (R$ 72, servindo muito bem duas pessoas). A especialidade também é servida na filial canelaverde da rede, o Villa Spetacollo, instalado desde 2009 na Rua Antônio Ataíde, na Prainha.

O restaurante Marlin Azul, dentro do Iate Clube, tem uma bela vista para a Ilha do Frade, admirada de sua varanda. A paisagemalinha-se,perfeitamente,comaestreladocardápiodassextasfeiras: a feijoada. Pelo valor de R$ 38,50, o conviva tem um bufê com tudo liberado, inclusive sobremesas. Antes de a iguaria ser servida, umasugestãoéaproveitarosaperitivos,comoocaldodefeijão,euma caipirinha. Tudo é servido separadamente, em mais de 25 itens que integramumafeijoadaesuasguarnições,alémdostira-gostos.Anote aí: linguiça, dobradinha, salada, torresmo, arroz de brócolis, etc.

VÁ LÁ: Spetacollo: Avenida Rio Branco, 676, Santa Lúcia, Vitória (27) 3315-7187. Segunda a sábado, das 12h à 1h, e aos domingos, até as 17h (feijoada de sexta a domingo). Aceita cartões. 200 lugares.

VÁ LÁ: Marlin Azul: Praça do Iate Clube, 200, Praia do Canto, Vitória. (27) 3314-5402. Terça a sexta, das 10h à 0h. Sábado e domingo, exclusivo para sócios do Iate Clube, aberto das 10h às 18h. Aceita cartões. 200 lugares.

Cachaça na panela O chef Menezes entrega o segredo da feijoada do Senac: no caldinho preto, uma purinha dá o gosto >> por JAIDER MIRANDA

Hotel Ilha do Boi tem uma feijoada tetracampeã. Os jurados do Prazer&Cia não se cansam de premiá-la. O prato é um dos principais expoentes da culinária

O

62 Prêmio Prazer&Cia

brasileira dentro do cardápio multifacetado e internacional do restaurante. A receita é caprichada, e o feijão, bem temperado. A feijoada faz parte do cardápio da casa desde 1986, e da melhor forma: atendendo a pedido dos clientes. Um dos diferenciais da alquimia de feijão criada pelo chef Menezes é a cachaça no caldinho preto. O ingrediente secreto (agora revelado!) suga a gordura excedente da carne. O torresminho é essencial. Mas o preparo dessa iguaria

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

o chef não conta, nem sob tortura. O bufê é servido no almoço dos sábados, a R$ 52 por pessoa. Junto da iguaria, o cliente ganha o direito de usufruir de uma mesa farta de sobremesas e coquetel com batidas sem álcool de limão, maracujá, caju e coco. VÁ LÁ: Hotel Senac Ilha do Boi: Rua Bráulio Macedo, 417, Ilha do Boi, Vitória. (27) 3345-0111. Todos os dias, das 6h às 10h, das 12h à 0h. Feijoada somente aos sábados. Aceita cartões. 180 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 63


P O R T U G U E S A Fábio Machado

P O R T U G U E S A

Fábio Vicentini

ºpOQpnneZ mj opnp]fpJ Apalavradeordemésimplicidade,no Porto do Bacalhau, aconchegante restaurante português de Vitória que muito se assemelha às típicas tabernas lusitanas. O cardápio é primordialmente baseado no bacalhau, mostrando a grande versatilidade do pescado em várias roupagens. O Carpaccio de bacalhau é servido com limão siciliano e custa R$ 52, para duas pessoas. Outra exclusividade é o Torresmo do peixe, vendido a R$ 14, a porção de aperitivo. O Bacalhau Lisboa (R$ 136, para duas pessoas) é o prato principal da casa, feito com uma posta alta do peixe assado com batata, cenoura, cebola, brócolis, pimentão, azeitona, ovo e molho de alho e cebola. O Cabrito a d’Ouro surpreende. Vem assado no vinho com legumes e farofa (R$ 58, individual). VÁ LÁ: Porto do Bacalhau: Av. Anísio Fernandes Coelho, 66 - loja 13, Jardim da Penha, Vitória (27) 3227-8849. De segunda a sábado, das 11h às 0h; domingo, das 11h às 17h. Capacidade: 70 pessoas, em dois ambientes. Aceita cartões Master, Visa, America, Diners.

Fábio Machado

½QZNMp [ZN hOj]fpmZN

Maisde60pratosdebacalhauestãono Bacalhauzinho. O cardápio é dedicado à boa gastronomia lusitana. O prato que dá nome a casa é também o carro-chefe do restaurante. O Bacalhauzinho é feito com uma posta de bacalhau saith no azeite, molho de cebola, batatas coradas, alho fatiado e couve, acompanhado de arroz com brócolis (R$ 79,90, para duas pessoas). Ainda no pescado tradicional de Portugal, o Bacalhau do Chefe também tem o seu destaque. A receita contempla uma posta de bacalhau do Porto grelhada, batatas ao murro e alho fatiado, e também acompanha arroz de brócolis (R$ 79,90, para duas pessoas). O restaurante também aposta na culinária local, servindo quatro versões da moqueca capixaba. A de badejo, para duas pessoas, custa R$ 85,90. VÁ LÁ: Bacalhauzinho: Avenida Desembargador Dermeval Lyrio, 161, Mata da Praia, Vitória. (27) 3325-7165. Terça a sexta, das 16h até o último cliente. Sábado, a partir das 11h, e domingo, das 11h às 17h. Aceita cartões. 200 lugares.

Tradição lusitana A família Fonseca, dona do Lareira, chegou ao Brasil com receitas de seus ascendentes portugueses >> por JAIDER MIRANDA

O

Lareira Portuguesa

chama a atenção por sua rica história. A família Fonseca, de origem portuguesa, chegou ao Brasil vinda de Angola, nos anos 70. No final daquela década, mudou-se para o Espírito Santo, trazendo consigo toda a tradição da culinária lusitana, experiência que resultou na criação do res-

64 Prêmio Prazer&Cia

taurante, em 1979, em Guarapari. Três anos depois, a cozinha migrava para Vitória, na Praia do Canto, e desde o início dos anos 90 está localizada no atual endereço. Nessa trajetória, o Lareira ganhou uma clientela fiel e tem sua qualidade reconhecida, sendo apontado como um dos sete melhores restaurantes de comida portuguesa do Brasil. A casa venceu todas as edições anteriores do Prêmio Prazer&Cia nesta categoria. O Bacalhau à Lareira (R$ 151) é servido desde a inauguração da casa. O proprietário Fernando Fonseca explica que relutou em colocar o nome do Lareira em um prato, mas o sucesso da composição

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

agridoce desse bacalhau gadus morhua, servido em postas grossas e fartas, era a senha necessária para o surgimento do carro-chefe do restaurante. Outro prato de sucesso é o Bacalhau com natas (R$ 149), gratinado em lascas e servido com batatas coradas e natas. O Arroz com polvo (R$ 131), prato tradicional para os lusos no período natalino, é servido o ano inteiro na casa. VÁ LÁ: Lareira Portuguesa: Avenida Saturnino de Britto, 260, Enseada do Suá, Vitória. (27) 3345 0329 e (27) 3345-0331. Segunda a sábado, das 11h30 às 15h e das 18h à 0h. Domingo, das 11h30 às 17h. Aceita cartões. 120 lugares. Estacionamento dentro do Hotel Radisson.

Divulgação

¯jOp[çpN mj ¨eNoZp

Na Tasca da Enseada, asinfluênciasportuguesasda chefIsauraCaliarifazemadiferença.Oespaçoédecoradocomimagens e apetrechos que remetem a Lisboa, terra natal dos familiares da cozinheira. O cardápio do Tasca é enxuto, porém eficiente. O carro-chefe da casa é o Bacalhau à Lagareiro (R$ 52, individual), servido com batata levadas ao forno e cebola. Destaque também para o nhoque à portuguesa (R$ 38, individual), grelhado com lascas de bacalhau e shiitake, com azeite de manjericão. Há ainda o escalope suínocomarrozdetomate(R$31,individual),servidocommolhode sálvia. O risoto Lourenço Marques (R$ 49, individual), com um arroz português chamado de “malandrinho”, vem com polvo, camarão, shiitake, leite de coco e especiarias. VÁ LÁ: Tasca da Enseada: Rua Licínio dos Santos Conte, 51, Hortomercado, Enseada do Suá, Vitória. (27) 3227-2626. Terça, das 17h às 23h; de quarta a sábado, das 11h às 23h, e aos domingos, das 11h às 17h. Aceita cartões. 26 lugares (+ praça de alimentação)

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 65


C O Z I N H A D E H OT E L Nara Paraná/Arquivo

C O Z I N H A D E H OT E L Ari Oliveira/Divulgação

Gabriel Lordêllo

±pNMOZ[Z\ep h]Zop]

‘OeoJMZ pZ npQeFpop

Especializado em cozinha internacional, o Côté Jardin, instalado no mezanino do Novotel Vitória, é um espaço perfeito para quem aprecia a diversidade gastronômica, de vários cantos do mundo. As culinárias portuguesa, francesa, italiana e espanhola são apenas algumas das nacionalidades bem representadas no cardápio do Côté. Na carta de pescados, destaque para a receita portuguesa do Bacalhau do Braga (R$ 33), assado com cebola, batata, manjericão e alecrim. Acompanha arroz de palmito e quenelles de batata. Entre as carnes, a sugestão é o Filé ao Bordeaux (R$ 38), ao vinho e gorgonzola, servido com espaguete ao alho.

Orestaurante Origens, doHotelRadissonVitória,encaixase à sofisticação e ao luxo expressado pela filial da grande rede de hotéispresenteemmaisde70países.Inauguradoemjunhode2007, o Origens é uma mescla de várias gastronomias, flertando com a culinária internacional, inclusive com massas e regionalismos capixabas. Um dos principais pratos da casa é justamente uma homenagem ao Espírito Santo. O Camarão Capixaba, com risoto de champanhe e parmesão, coroa de camarão VG e verduras frescas (R$ 49, individual), está entre os mais pedidos.

VÁ LÁ: Côté Jardin: Av. Saturnino de Brito, 1.327, Novotel, Praia do Canto, Vitória. (27) 3183-2500. Todos os dias, das 6h às 23h. Aceita cartões. 150 lugares.

VÁ LÁ: Origens: Hotel Radisson - Avenida Saturnino de Brito, 217, Praia do Canto, Vitória. (27) 2125-8000. Todos os dias, das 6h às 10h30, e das 12h às 23h. Aceita cartões. 140 lugares.

Fábio Machado

Clima acolhedor Aproveite bem o friozinho das montanhas e suba até a Pousada Pedra Azul, em seu restaurante com pratos regionais e internacionais >> por JAIDER MIRANDA

O

restaurante da Pousada Peestá instalado em uma das mais belas regiões de montanha do Brasil, em Domingos Martins. A apenas 90 minutos de Vitória e a 1.170m de altitude, o clima de lá é con-

dra Azul

66 Prêmio Prazer&Cia

siderado o terceiro melhor do mundo. Junto a todo esse agradabilíssimo ambiente, o restaurante se adapta ao clima perfeito das montanhas, com deliciosas refeições, principalmente as carnes, peixes e aves, todas feitas com criações locais, e em porções individuais. O destaque fica por conta dos pratos grelhados. O Filé mignon (R$ 40) acompanha fritas, farofa, arroz e feijão; o Peito de frango (R$ 38) é servido com talharim e legumes na manteiga; e o Salmão (R$ 43) vem ornado com alcaparras e arroz de brócolis. Outra indicação é o Filé de tilápia (R$

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

35), servido com purê de batata, molho de coentro e arroz de açafrão. Ainda dentro das raízes interioranas está o Carneiro com finas ervas (R$ 48), servido com arroz branco, batatas coradas e taioba. A galinha caipira ensopada (R$ 37), com talharim, polenta mole e quiabo frito, encerra, com perfeição, os quitutes regionais. VÁ LÁ: Pousada Pedra Azul: BR 262, Km 88, São Paulo do Aracê, Domingos Martins. (27) 3334-2420. Sábado e domingo, das 12h às 15h e das 19h30 às 22h. Aceita cartões. 200 lugares.

Fábio Machado

µNMOp[hjeOZ oj\ñIe[mZ µ\opeFpmp IpNnpí[p O Hotel Ilha do Boi prima também pelo seu restaurante, que oferece, há mais de 30 anos, os mais requintados pratos internacionais. Aos domingos, o bufê dispõe de saladas, grelhados, peixes, carnes, massas e sobremesas. De segunda a sexta, o menu à la carte traz pratos interessantes como o Steak Siberiano (R$ 50), com filé flambado em vodca e servido com risoto de pepino em conserva e champignons. A casa faz questão de sugerir sua Bruschetta alla Fiorentina (R$ 13) de entrada. Os hóspedes estrangeiros são sempre apresentados à moqueca capixaba. A de badejo custa R$ 72, para uma pessoa. VÁ LÁ: Hotel Senac Ilha do Boi: Rua Bráulio Macedo, 417, Ilha do Boi, Vitória. (27) 3345-0111. Todos os dias, das 6h às 10h, das 12h à 0h. Aceita cartões. 180 lugares.

O Trindade Restaurante & Bar recebe muito bem torcedoresdetodosostimeseatéquemnãogostadefutebol.Chamadode Embaixada Capixaba do Vasco da Gama – já que recebeu, em 2009 e 2010,adelegaçãodotimecariocaempré-temporadanoEspíritoSanto –, fica anexo ao Hotel Quality, na Praia da Costa. O cardápio é plural, com destaque para os frutos do mar, passando pelas massas, carnes, saladasepetiscos.Nomenudecarnes,roubaacenaaPicanhaàmoda (R$ 38, individual), feita com a carne grelhada e servida com arroz branco, batata frita, pão de alho e salada de vinagrete. VÁ LÁ: Trindade: Avenida Antônio Gil Veloso, 856, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 30419850. Segunda a domingo, das 6h às 10h, das 12h às 15h e das 18h às 23h. Aceita cartões. 202 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 67


PA R A C O M E R C O M O S O L H O S

Bela vista da baía Fábio Machado

PA R A C O M E R C O M O S O L H O S

Recanto florido Divulgação

Salão envidraçado do Papaguth permite que você prove a moqueca em um belo cenário >> por JAIDER MIRANDA

Papaguth, na Praça do Papa, em Vitória, permite visão panorâmica de um belíssimo cartão-postal de Vila Velha: o Convento da Penha e a Terceira Ponte. No cenário ainda há espaço para o vaivém de navios na baía, especialmente interessante nos dias ensolarados. A vista é apreciada tanto do salão, climatizado, quanto da ampla varanda, bastante arejada. A paisagem por si só já valeria uma visita, mas o cardápio também é de encher os olhos. O Papaguth, chefiado pelo especialista em pescados Júlio Lemos, é um dos endereços capixabas que integra a Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, ao lado do Oriundi e do La Cave. Essas casas servem uma refeição específica, que, após degustada, dá o direito ao cliente de levar um prato de cerâmica decorativo de lembrança. A peça é, inclusive, disputada por colecionadores em todo o Brasil. O prato da Boa Esperança deste ano no Papaguth é a Lagosta com fettuccine ao molho cítrico (R$ 80, para uma pessoa). A alquimia foi batizada como “Lagosta Papa & Penha” – nome dado justamente em referência à vista, cuja imagem está retratada na cerâmica que é dada de brinde para o cliente. As moquecas, muito bem preparadas, têm peixes escolhidos a dedo pelo chef. A casa só funciona no horário de almoço, e abre para jantar somente para eventos fechados.

O

VÁ LÁ: Papaguth: Praça do Papa. Av. Nossa Senhora dos Navegantes, 700, loja 1, Enseada do Suá, Vitória. (27) 3225-5773. Segunda a sexta, das 11h às 15h e, aos sábados e domingos, das 11h às 16h. Aceita cartões. 120 lugares.

68 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

A paisagem vista do Espaço Vellozia tem as flores e a Pedra Azul como principais atrativos >> por EVELIZE CALMON

Espaço Vellozia fica aos pés da imponente Pedra Azul, no Sítio das Flores, em Domingos Martins. Seu nome foi inspirado na flor canela-de-ema (Vellozia), facilmente encontrada na região de montanhas do Espírito Santo. A paisagem que rendeu à casa o troféu nesta categoria tem sua melhor vista a partir do deque externo. Outro ponto privilegiado é a sala de espera, mobiliada com elegantes cadeiras e poltronas, escolhidas pela chef, Elizandra Modolo. O cenário de cartão-postal que encanta os visitantes do Vellozia inclui um

O

jardim e um lago, ladeado por uma pequena floresta de Mata Atlântica. Mas o maior atrativo do lugar é o maciço de tons azulados, também conhecido como Pedra do Lagarto, que dá nome àquela região de Domingos Martins. Sobre o deque, reservado ao serviço de sobremesas e cafés, será construído um salão de eventos, de onde a visão para a Pedra Azul será ainda melhor. No ambiente principal, com lareira e cozinha aparente, a decoração lembra uma casa do interior, em estilo clássico. À mesa, a chef Elizandra apresenta alquimias da cozinha de autor, elaboradas com ingredientes frescos e regionais. VÁ LÁ: Espaço Vellozia: BR-262, Km 89,5, Sítio das Flores, Pedra Azul, Domingos Martins. (27) 32480097/9971-3132. Sexta, das 19h às 23h; sábado, das 11h30 às 15h30 e das 19h às 23h; domingo, das 11h30 às 15h30. Aceita cheque. 34 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 69


Daniela Martins/Arquivo

µNQpçZ QpOp QjO[ZeMpO

Há 15 anos na ativa, o Ninho da Roxinha possui uma bela vista, panorâmica, para a praia de Nova Almeida. O restaurante, queficaa30KmdeVitória,foierguidoapartirdeumacasadeveraneio, instalada no alto de uma colina. A construção, rústica, foi concebida pelofamosoarquitetoZanine.Pordentrodosalão,adecoraçãoécomposta de relíquias de antiquário e trabalhos de artesãos capixabas. O casal de proprietários, Sueli e Salvador Muroni, ampliou a proposta do Ninho ao incluir, na área ao lado do restaurante, cinco suítes para hospedagem, que comportam de duas a três pessoas cada uma. No cardápio, a novidade é o Bacalhau ao Ninho (R$ 97,20, para duas pessoas), em que o nobre peixe é flambado ao vinho, confitado em azeite com perfume de ervas finas, e finalizado com creme de batata baroa e queijo roquefort.

P I Z Z A R I A Gabriel Lordêllo

PA R A C O M E R C O M O S O L H O S

VÁ LÁ: Ninho da Roxinha: Rua do Limão, 350, Nova Almeida, Serra. (27) 3253-1516. Terça a sábado, das 11h à 0h. Domingo, das 11h às 17h. Aceita cartões. 200 lugares.

Vitor Jubini

¦Z Mú[j] mZ Mj\QZ

No Don Lorenzoni, o paiol centenário, herdado pelo chef Fernando Lorenzoni do pai, confere charme ao reduto de alta gastronomia de Venda Nova do Imigrante. Cuidadosamente restaurada, a construção exibe nas paredes instrumentos agrícolas, fotos e documentos dos primeiros imigrantes italianos da região. Em clima de viagemnotempo,acasaacolheosvisitantescompratosbelíssimos–um exemplo é a Polenta Torre, com queijo, socol e tomate seco (R$ 22, individual) –, feitos com ingredientes frescos e temperos colhidos na hortadorestaurante.Doladodefora,apaisagemdosítio,nalocalidade de Tapera, é igualmente generosa. No centro do jardim, uma fonte remete à Itália, e, ao lado do antigo paiol, um casarão será transformado na pousada dos sonhos dos proprietários, Fernando e Dâmaris. VÁ LÁ: Don Lorenzoni: Rodovia BR-262, Km 102, Tapera, Venda Nova do Imigrante. (27) 3546-2630. Terça a domingo, almoço das 11h30 às 16h. Terça, sexta e sábado, jantar das 19h às 22h. Aceita cheque. 56 lugares.

Nara Paraná/Arquivo

³]ZOjNMp jFJojOp[Mj

O Valsugana foi fundado em 2000, no belíssimo sítio do casal Marília e Cláudio Calmon. Da propriedade, que existe há mais de 50 anos, tem-se uma vista privilegiada para a Pedra Azul, cercada por uma floresta exuberante. O restaurante funciona no antigo chalé da família. De sua varanda é possível contemplar um colorido jardim, no qual estão espécies nativas, como a canela-de-ema. Na entrada do salão, com piso de madeira, há uma lareira. À mesa chegam pratos de essênciaitaliana,elaboradoscomcapricho.Umdosnovospratosprincipais é o xodó da chef: carré de porco, acompanhado por risoto de quirela de milho com cogumelos (R$ 38, individual). Os ingredientes sãocolhidosnahortaenopomardosítiooufornecidosporprodutores da região – os cogumelos e o frango orgânico são bons exemplos. VÁ LÁ: Valsugana: BR-262, Km 89, Pedra Azul, Domingos Martins. (27) 3248-1126. Abril a setembro: sexta, jantar das 19h às 22h30. Sábado, almoço das 11h30 às 15h30 e jantar das 19h às 22h30. Domingo, das 11h30 às 15h30. Janeiro a novembro, somente aos sábados e domingos. Aceita cheque. 40 lugares.

70 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Rainha da redonda Pizzas elaboradas com ingredientes sofisticados são o grande trunfo da La Vittória, bicampeã nesta categoria >> por JAIDER MIRANDA

menu da La Vittória exibe pizzas de massa fina, assadas em forno à lenha e cobertas com ingredientes sofisticados. O espaço foi inaugurado há quatro anos, em um aconchegante salão la-

O

deado por vidro, em estilo clássico. As redondas, servidas apenas no jantar, são o grande trunfo da casa, que também oferece carnes nobres, assadas na brasa. Os discos de massa, crocantes na medida, possuem 30 cm de diâmetro e rendem seis pedaços. Uma das receitas mais cobiçadas é a La Vittória (R$ 48), que leva presunto de Parma, muçarela especial, gorgonzola, calabresa defumada e orégano. A Brasileiríssima (R$ 38), por sua vez, é feita com muçarela especial, carne de sol acebolada e desfiada, azeitona preta e

requeijão cremoso. Já a Farfalla (R$ 45) chega à mesa incrementada, com muçarela especial, queijo brie, alcachofra e presunto de Parma recheado com requeijão cremoso. Outra dica é a La Generosa (R$ 42), com muçarela, toucinho italiano, queijo brie, parmesão, funghi e orégano. VÁ LÁ: La Vittória: Rua Eugênio Neto, 82, Praia do Canto, Vitória. (27) 3026-1111. Todos os dias, das 18h à 0h (quintas, sextas e sábados até à 1hs). Domingo abre para almoço das 12hs às 16 horas. 200 pessoas. Cartões Visa, Diners, Mastercard, American Express e cheques.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 71


P I Z Z A R I A Carlos Alberto Silva

P I Z Z A R I A Fábio Machado

Divulgação

·j IZ]Mp pZ QjmpçZ

·eNnZ mj npOQpnneZ

A pizzaria Paparazzi fica no coração da Praia da Costa, na esquina entre a Henrique Moscoso e a Hugo Musso. Inaugurada em 1999, a casa ficou fechada por alguns meses, em 2008, e desde a sua reinauguração retomou com força máxima o posto entre as melhores pizzarias da Grande Vitória. Boa parte dessa fama se deve à redonda que carrega o nome da casa e que está no cardápio desde a sua inauguração. A Paparazzi (R$ 35, grande) levapresunto,calabresa,champignon,bacon,alho,salsa,tomate, azeitona e orégano. A Califórnia tem uma combinação agridoce: presunto, catupiry, figo, pêssego e muçarela (R$ 34,50).

A Salsa Pizza foi uma bem-sucedida aposta do Grupo Salsa no mundo das redondas. A inspiração para o empreendimento foi trazida das melhoras casas do ramo, localizadas na cidade de São Paulo. São massas finas e crocantes, em mais de 40 tipos diferentes de cobertura. Entre as pizzas mais requisitadas, está a Bella Figlia, que leva uma base de molho de tomate e muçarela e segue com queijo brie, rúcula, tomate fresco e carpaccio (R$ 42,90, oito fatias, e R$ 32,90, a de quatro fatias). Experimente a Dell’Amore, com molho de tomate, muçarela, salsinha, shimeji, shiitake e champignon. É vendida por R$ 46,90 (grande).

VÁ LÁ: Paparazzi: Rua Henrique Moscoso, 202, Praia da Costa, Vila Velha (27) 32994109. Todos os dias, das 18h à 0h. Aceita cartões. 100 lugares.

VÁ LÁ: Salsa Pizza: Rua Elesbão Linhares, 20, Praia do Canto, Vitória. (27) 3325-1428. Terça a domingo, das 18h à 0h. Aceita cartões. 140 lugares.

Vitor Jubini

Roda camaleônica O Don Camaleone elabora pizzas de massa finíssima, como reza a cartilha do pizzaiolo paulista >> por JAIDER MIRANDA

A

forneria Don Camaleone tem personalidade. Point de descolados, a casa recebe, frequentemente, eventos e até vernissages artísticas, em exposições de quadros e fotografias. O chef paulista Ricardo Weiser comanda a cozinha com cuidado e dedicação. A forneria concentra novidades. A pi-

72 Prêmio Prazer&Cia

zza, com massa finíssima, é o diferencial do Don Camaleone, que muda o cardápio de tempos em tempos. Entre as vedetes estão a Margherita Italisus (R$ 32 a grande e R$ 22 a individual), com tomate, muçarela de búfala e manjericão. A Rua Augusta, reduto boêmio da capital paulista, terra de Ricardo, batiza outra criação da casa: uma pizza que leva rúcula ao forno, tomate fresco e parmesão, vendida por R$ 36 (grande) e R$ 26 (individual). A pizza Capricciosa (R$ 42, grande), com presunto, muçarela, champignon, carcciofini e azeitona, é outra redonda muito procurada na forneria. Os paninis (sanduíches feitos com pão

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

crocante) de Caluma, Hafahafa e Giallus fizeram tanto sucesso que, no último cardápio, ganharam ingredientes mais encorpados e receberam status de pizza. A redonda Caluma leva presunto, alho torrado e tomate fresco; a Hafahafa leva muçarela, salaminho e pimentão na manteiga; e a Giallus vem caprichada com frango, palmito, catupiry e tomate. Cada uma custa R$ 40 (grande). VÁ LÁ: Don Camaleone: Rua Desembargador Sampaio, 263, Praia do Canto, Vitória (27) 3225-2995. Segunda, das 18h à 1h; terça a quinta, das 11h30 às 15h e das 18h à 1h; sexta, das 11h30 às 15h e das 18h às 3h; sábado, das 11h30 às 16h e das 18h às 3h; domingo, das 11h30 às 16h e das 18h à 1h. Aceita cartões. 190 lugares.

Marcos Fernandez

®[NQeOpçãZ iOp[njNp

§p nfj oj]]p0

Em uma aconchegante taberna, o La Tavernetta tem um ambiente agradável e vista panorâmica para os belos morros que abraçam a cidade de Santa Teresa. Proprietário e criador das pizzas da casa, Márcio Venturini põe em prática o estilo francês de se fazer a redonda, o que resulta em massas mais finas e leves. São 11 sabores diferentes de pizzas, desde as mais tradicionais, como as de frango com presunto, champignon, quatro queijos, entre outras, todas vendidas por R$ 35, o disco grande, de 45 centímetros. A La Tavernetta utiliza produtos cultivados em propriedades rurais da região.

A história do grupo de pizzarias La Bella Pizza começou em Vila Velha, há 16 anos. Em pouco tempo, foi necessário atravessar a Terceira Ponte e abrir uma filial em Jardim da Penha, Vitória.Comodepraxeemtodaboapizzaria,aqueridinhadacasarecebe onomedoestabelecimento.ApizzaLaBella,recheadacommuçarela, presunto,calabresa,ervilha,palmito,baconecebola(R$37,90),éuma dasrequisitadas.Háaindapizzaslight,paraquembrigacomabalança: Peito de peru (palmito, peru defumado e muçarela de búfala).

VÁ LÁ: La Tavernetta: Rua Pedro Gasparini, 158, Centro, Santa Teresa. (27) 3259-1708. Quarta a domingo, das 18 à 0h. Aceita cartões. 120 lugares.

VÁ LÁ: La Bella Pizza: Avenida Desembargador Dermeval Lyrio, 200, Mata da Praia, Vitória (27) 3314-3839. Todos os dias, das 18h às 23h; sexta e sábado, até a meia-noite. Também na Praia da Costa, em Vila Velha. Aceita cartões. 160 lugares. Estacionamento apenas na filial da Mata da Praia.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 73


I TA L I A N O

I TA L I A N O Guilherme Ferrari

Gabriel Lordêllo

Edson Chagas

®[hOjmej[MjN ZOehe[peN

§pNNpN j \pOeNnZN

A Cantina do Bacco, inaugurada em 2005 em Jardim da Penha, tem mais de 15 opções de espaguetes. Quem vai lá tem a sensação de que se trata de um típico “ristorante” do país da velha bota. São usados os mais típicos ingredientes da culinária italiana, como presunto de Parma e queijo grana padano. Os pratos também são caracterizados pelo acompanhamento de molhos leves, sem creme de leite. Dessa premissa nasceu o Spaghetti al Frutti di Mare, o carro-chefe da casa, que vem com lagosta, camarão, lula, tomate, salsa, azeite e alho, e ganha o toque capixaba ao ser feito numa panela barro (R$ 107,50, para duas pessoas).

O Domus Itálica mostra que existem, sim, bons restaurantes do outro lado da ponte, em Vila Velha. A sua conceituada cozinha italiana, comandada pelo chef Assis Teixeira, impressiona. “Domus” era o nome dado às casas luxuosas nos tempos do Império Romano. O ponto forte de lá são as massas com adição de frutos do mar. O espaguete leva camarão, cauda de lagosta, lula, polvo e mexilhões (R$ 129, para duas pessoas). Outro prato muito procurado, ainda dentro das opções de massas, é o Espaguete com camarão ao champanhe e alho-poró (R$ 129, também para dois).

VÁ LÁ: Cantina do Bacco: Av. Anísio Fernandes Coelho, 66, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3325-0847. Segunda, das 17h à 0h. De terça a domingo, das 12h às 0h. Cartões. 80 lugares.

O carisma do chef

Combinando o

Juarez Campos fideliza a clientela do Oriundi com simpatia e temperinhos com gosto de infância

eo

>> por JAIDER MIRANDA

oa parte da grife do Oriundi começa pelo seu criador. Juarez Campos, hors concours entre os chefs capixabas, vencedor das quatro edições anteriores do prêmio Prazer&Cia (e que este ano foi retirado da disputa para dar espaço a novos competidores), é o responsável pela mística da casa, que tem 18 anos de história.

B

74 Prêmio Prazer&Cia

O cardápio remete à culinária do Norte da Itália, mas Juarez gosta de classificar sua boa mesa como comida ítalobrasileira. Extremamente fiel às receitas, ele faz poucas mudanças no cardápio. Uma das exceções são os pratos que fazem sucesso no festival do risoto, que posteriormente são inseridos no menu diário. O atual queridinho da casa é o Risoto de camarão, limão siciliano, tomates cereja e rúcula (R$ 55,50). Outra iguaria apreciada é o Filetto con Salsa di Aglio e Madeira (R$ 44,00), um filé com molho de vinho tinto madeira e alho, servido com talharim, creme e presunto de Parma. De entrada, a sugestão de Juarez é a

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

bruschetta, feita com pão italiano tostado, tomate seco, muçarela de búfala, presunto de parma e rúcula (R$ 21,50). O restaurante ainda serve o Prato da Boa Lembrança. O cliente leva a louça de recordação. Nela, vem servida a Stracotto al Chianti Clássico (R$ 55,50), uma maminha de alcatra cozida lentamente a baixa temperatura no vinho, guarnecida com risoto de cogumelos.

VÁ LÁ: Domus Itálica: Rua Dr. Olívio Lira, s/n, anexo ao Shopping Praia da Costa, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3329-3676. Segunda a sexta, das 11h30 às 16h e das 19h à 0h; sábado, das 12 à 0h; domingo, das 12h às 17h. Aceita cartões. 74 lugares.

melhor do gelato melhor do café

em misturas inusitadas e sabores inigualáveis.

VÁ LÁ: Oriundi: Rua Elias Tomasi Sobrinho, 130, Santa Lúcia, Vitória (perto do Colégio Leonardo da Vinci). (27) 3227-6989. De segunda a sexta, das 11h30 às 14h, e de terça a quinta, das 19h30 à 0h. Às sextas e sábados, das 19h30 à 1h. Cartões e cheques.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 75


S O B R E M E S A Gabriel Lordêllo

Edson Chagas

‘JmZ j\ ip\í]ep

ºpçJ]p QOZ\eNNZO

O Spaghetti&Cia é uma excelente cantina italiana, gerenciada pela família Delboni. De entrada, o tomate seco temperado com ervas, alho e azeite (R$ 22,80) é imperdível, ao lado da polentaSpaghetti&Cia(R$22,80),feitacomfubácaseiroeacompanhada de quatro opções de molho, à escolha do cliente. Para o almoço, o Spaghetti ao Frutos do Mar (R$ 34,80, individual), feito com caranguejo desfiado, lula, polvo e camarões pequenos é quase uma unanimidade, um status também alcançado pelo Filé de budião com ravióli de banana-da-terra (R$ 38,80 individual).

Caçula entre os indicados do 5º Prêmio Prazer&Cia, o Vero abriu as portas em março do ano passado, no mesmo endereço do antigo Bellia, e provou o seu valor sendo finalista logo no seu primeiro ano. A cozinha é comandada pelo chef Vinícius Dobal. Entre as principais indicações do chef está a salada de lagosta com molho de manga, laranja e gengibre (R$ 38). A Polenta trufada com ragu de cogumelos (R$ 32) também rouba a cena. Na carta de massas italianas, destaque para o Fettuccine com filé mignon em salsa de mostarda Dijon (R$ 41).

VÁ LÁ: Spaghetti&Cia: Av. Leitão da Silva, 377, Praia do Suá, Vitória. (27) 3324-8866. De terça a sexta, das 11h30 às 14h30; quinta, também das 19h às 23h30; sábado, das 12h às 15h e das 19h30 à 0h; e domingo, das 12h às 16h. Cheque e cartões. 80 lugares.

Fábio Machado

I TA L I A N O

VÁ LÁ: Vero: Rua Joaquim Lírio, 445, Shopping Pátio Praia, Praia do Canto, Vitória. (27) 32258999. Terça a sábado, almoço das 12h às 15h e, domingo, das 13h às 16h. Terça a quinta, jantar das 19h à 0h; sexta e sábado, das 20h à 0h. Aceita cartões. 70 lugares.

Em finas camadas A Torta de Sintra, do Lareira Portuguesa, representa o que há de melhor da terra de Camões >> por JAIDER MIRANDA E EVELIZE CALMON

O

Lareira Portuguesa

tem uma sobremesa que remete às origens dos nossos colonizadores. O vilarejo de Sintra, no Distrito de Lisboa, em Portugal, é conhecido por produzir os melhores doces da terra de Camões. Não é a toa que

76 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

a vila batiza tradicionais guloseimas portuguesas como o Travesseiro de Sintra e as Queijadas de Sintra. Outro exemplar dessa série é a Torta de Sintra, que faz parte do cardápio da Lareira Portuguesa há mais de duas décadas. É empo suficiente para angariar novos fãs e prêmios, já que foi a vencedora da categoria Sobremesas no Prêmio Prazer&Cia neste e no ano passado. A torta, em tese, classificada como sobremesa, atrai clientes que chegam ao restaurante apenas para comer o doce. Vira prato principal. A cremosa iguaria é feita no próprio

restaurante e com receita particular. A base, de bolacha com amêndoas, recebe de cobertura um camada de creme de maçã. Por cima, uma nova camada, agora com um creme especial branco, cujo segredo é guardado a sete chaves. O doce vem polvilhado com canela, para arremate. A Torta de Sintra é servida congelada e custa R$ 18 (individual). VÁ LÁ: Lareira Portuguesa: Av. Saturnino de Brito, 260, Enseada do Suá, Vitória. (27) 3345 0329 e (27) 3345-0331. Segunda a sábado, das 11h30 às 15 horas e das 18hs à 0h. Domingo, das 11h30 às 17 horas. 120 pessoas. Cartões Visa, Mastercard e Diners. Estacionamento dentro do Hotel Radisson.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 77


B R A S I L E I R A

Carlos Alberto Silva

Fábio Machado

ºpNp\j[MZ QjOijeMZ

·j]jeMj mj nfZnó]pMOp

Criada há cinco anos para o cardápio do Valsugana, a Terrine de chocolate amargo com creme de cupuaçu e calda de amora estreou este ano entre as sobremesas finalistas do Prêmio Prazer&Cia. Ao elaborar a doçura, a chef Marília Calmon buscou unir o sabor azedinho do cupuaçu, que muito lhe agrada, a uma releitura da terrine – algo como um patê, mas nesse caso, doce –, feita com puro chocolate amargo e amêndoas. Para arrematar, Marília adiciona calda de amoras fresquíssimas, com algumas frutinhas. A apresentação é de encher os olhos. Quanto: R$ 14,50, para um.

O que faz da torta de limão do Sabor D’Espanha finalista pela primeira vez no Prêmio Prazer&Cia? Talvez a mistura de chocolate branco e limão, uma doçura para se comer de joelhos. O chocolate branco substitui a cobertura com claras em neve, usada, tradicionalmente, nas receitas encontradas por aqui. A inspiração da sobremesa finalista é espanhola, trazida pela chef Anita Cortez de Barcelona, cidade onde ela morou por três anos. “Os espanhóis adoram essa torta de limão com chocolate. No restaurante, ela é a mais pedida, desde que abrimos”. A massa que envolve a torta de limão é levíssima, feita com biscoito bem triturado. A fatia custa R$ 10,50.

VÁ LÁ: Valsugana: BR-262, Km 89, Pedra Azul, Domingos Martins. (27) 3248-1126. Abril a setembro: sexta, jantar das 19h às 22h30. Sábado, das 11h30 às 15h30 e das 19h às 22h30. Domingo, das 11h30 às 15h30. Janeiro a novembro, somente sábados e domingos. Cheque. 40 lugares.

Vitor Jubini

VÁ LÁ: Sabor D’Espanha: Rua Elesbão Linhares, 15, lojas 25 e 26, Shopping Day by Day, Praia do Canto, Vitória. (27) 3224-0494. Capacidade: 60 lugares. De terça a sábado, das 19h à 1h.

Divulgação

Znê mjIj OjQjMeO

³pOZie[fp Ij\ PJj[Mj

O Budino di Parmigianno Reggiano – ou, em bom português, pudim de parmesão – do Oriundi não é qualquer pudim. Leva na receita, além do leite condensado, o legítimo queijo grana padano,edesmanchanaboca.AreceitaédamãedochefJuarezCampos, e surpreende pela textura cremosa e o equilíbrio perfeito entre o doce e o salgado. A calda de caramelo, no ponto ideal, completa a experiência. A sobremesa é a segunda mais pedida no Oriundi, e só perdeparaofamosopetitgateaudacasa.Ochefafirma,categórico: “Quem come uma vez não pede outro doce mais, só o pudim”.

O crumble, revisitado pelo Aleixo, é uma sobremesa de origem inglesa. Pelas mãos da indicada a Chef do Ano Cleuza Costa, a doçura, que vai ao forno, ganhou sua versão tropical, com frutas bem brasileiras: manga, banana e abacaxi. A mistura, coberta por uma saborosa farofinha quente, une-se a um sorvete de canela com receita exclusiva, fornecido pela Beijolado. Sucesso há algum tempo no menu do Aleixo, a receita era feita no início com frutasvermelhas(morango,mirtiloeamora)esorvetedebaunilha. A farofa quente, muito elogiada pelos clientes, é uma mistura de trigo, açúcar e manteiga. A sobremesa custa R$ 22, para um.

VÁ LÁ: Oriundi: Rua Elias Tomasi Sobrinho, 130, Santa Lúcia, Vitória (perto do Colégio Leonardo da Vinci). (27) 3227-6989. De segunda a sexta, das 11h30 às 14h, e de terça a quinta, das 19h30 à 0h. Às sextas e sábados, das 19h30 à 1h. Cartões e cheques.

78 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Ari Oliveira/Divulgação

S O B R E M E S A

VÁ LÁ: Aleixo: Rua Aleixo Netto, 1204, Praia do Canto, Vitória. (27) 3235-9500. Segunda a sábado, almoço das 12h às 15h. Segunda a sábado, jantar das 19h à 1h. Aceita cartões. 80 lugares.

É prata da casa O melhor do Brasil está nas criações do Spetacollo, que reúne carnes altas e suculentas e feijão caseiro >> por JAIDER MIRANDA

restaurante Spetacollo simula uma casa de interior, com prateleiras e pequenos mimos de decoração. Toda essa aura de informalidade remete à mais genuína culinária brasileira. O verde-e-amarelo começa na carta de aperitivos. A picanha grelhada (R$ 45, 350 gramas) e

O

os cubos de mignon ao molho de catupiry (R$ 31) estão entre as 30 opções de tira-gostos. As criações levam a assinatura do chef Joel Alves. O camarão VG gratinado vem à moda do chef (R$ 77), com crustáceos flambados, em vinho chardonnay, e molho à base de tomates cereja e azeite. De segunda a sexta, o Spetacollo tem o cardápio “Prato Nosso de Cada Dia”. São sugestões de pratos individuais, como o contrafilé acebolado (R$ 21) e o corte ancho de contrafilé ao alho (R$ 28). Este último costuma ser um bifão de 5 cm de altura, grelhado por fora, rosado por dentro. O aroma é de churrasco, e os

pedaços devem ser suculentos. O filé de frango grelhado light (R$ 19) e o filé de frango ao creme de palmito (R$ 19) são os pedidos de quem briga, constantemente, com a balança. Quer mais? Há, sim, mais carnes: bifes de picanha grelhados à moda da casa (R$ 78), servidos com arroz branco, feijão caseiro, batatas fritas, farofa Spetacollo, lâminas de cebola, lascas de bacon frito e flocos de alho triturado. Bom demais. VÁ LÁ: Spetacollo: Avenida Rio Branco, 676, Santa Lúcia, Vitória. (27) 3315-7187. Segunda a sábado, das 12h à 1h. Aceita cartões. 200 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 79


B R A S I L E I R A Fábio Machado

B R A S I L E I R A Fábio Machado

½Mé npO[j mj pIjNMOJ@

»j]p pQOjNj[MpçãZ

O Ninho da Roxinha possui um dos menus mais variados do circuito gastronômico da Serra. O principal prato da casa é o famoso Leitão à Pururuca, que acompanha arroz branco, couve à mineira e tutu de feijão (R$ 95,50, para duas pessoas). Outra especialidade é a Costela no Bafo, uma costela bovina assada, servida com arroz, molho campanha, farofa, aipim frito e vinagrete (R$ 69,50). O cardápio também tem um atrativo nas carnes exóticas. O Javali à Brasileira, servido com arroz branco, couve à mineira, tutu e farofa à brasileira (R$ 120), é um dos mais requisitados. OutraboapedidaéoAvestruzaoNinho(R$87,90),queacompanha arroz de brócolis, batatas coradas e molho champignon.

Versatilidadeéumapalavraquedefinebemo Salsa da Praia. Sempre indicado ao Prêmio Prazer&Cia, o Salsa capricha no layout dos pratos. O carré do chef, um grelhado com molho de ervas e risoto de banana ouro gratinada (R$ 57,90, individual), impressiona. A Tilápia Espírito Santo, um filé também grelhado, com manteiga de gengibre, arroz cremoso de camarão, bacalhau e coentro (R$83,90,paraduaspessoas)comprovaabrasilidadedocardápio. Tão tentador quando o seu nome, o prato Lábios de Afrodite, feito com camarão VG grelhado aos molhos de framboesa e catupiry com hortelã e arroz com amêndoas (R$ 133,90, para duas pessoas), também contribui para a boa fama do restaurante.

VÁ LÁ: Ninho da Roxinha: Rua do Limão, 350, Nova Almeida, Serra. (27) 3253-1516. Terça a sábado, das 11h à 0h. Domingo, das 11h às 17h. Aceita cartões. 200 lugares.

Humor nordestino Tonho dos Couros se apresenta no Mr. Picuí: ele faz a plateia rir enquanto é servida a carne de sol >> por JAIDER MIRANDA

Mr. Picuí é considerado um templo do humor no Espírito Santo. Lá, apresenta-se, toda sexta-feira, o humorista Tonho dos Couros, personagem de Rossini Macedo. A casa também é famosa pela excelência na culinária nacional, principalmente nos pratos nordestinos. O Picuí abriu as portas, em 1998, com apenas um prato no cardápio, a carne de

O

80 Prêmio Prazer&Cia

sol. Aos poucos, o menu criado pela chef Olivia Leão foi ganhando corpo. Assim surgiram os pratos campeões de audiência, como a Picanha de sol Mr. Picuí (R$ 82,50, para até quatro pessoas). É guarnecida de feijão arrumadinho, arroz, macaxeira frita, paçoca, pirão de queijo, farofa, vinagrete e manteiga de garrafa. Outro prato muito pedido é a carne de sol de filé mignon (R$ 85,70, serve quatro pessoas). Acompanha feijão de corda, arroz, batata frita, paçoca e purê de macaxeira. O peixe do rio São Francisco está lá. O surubim é assado na brasa e chega à mesa com pirão do mar, feijão de corda, arroz e macaxeira (R$ 104,70, até quatro pessoas). O restaurante também tem pratos exe-

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Fábio Vicentini

VÁ LÁ: Salsa da Praia: Rua Elesbão Linhares, 15 , Praia do Canto, Vitória. Das 11h30 às 15h30, de segunda a domingo; e das 18hs à 1h, de segunda a sábado. Cheque, tíquetes e cartões. 150 lugares.

RESTAURANTE JAPONÊS

RUA JOÃO DA CRUZ, 370 - PRAIA DO CANTO - VITÓRIA

3345 9015

12 A N O S

cutivos: picanha de sol Lampião, com feijão arrumadinho, arroz e macaxeira frita (R$ 29,60); carne de sol Curisco, com feijão de corda, arroz e macaxeira cozida (R$ 26,50); e filé de sol Maria Bonita, com feijão, cuscuz, arroz e purê de macaxeira (R$ 30,60). Alguns executivos são batizados com nomes de humoristas: Tonho dos Couros, Chico Anysio, Tom Cavalcanti, Jô Soares e Costinha. Cada um sai a R$ 12. VÁ LÁ: Mr. Picuí: Rua Joaquim Lírio, 823, Triângulo das Bermudas, Praia do Canto, Vitória (27) 3235-7711. Segunda a quinta, das 11h30 às 15h e das 18h às 23h. Sexta, das 11h às 15h e das 18h à 1h. Sábado, das 11h30 à 1h, e domingo, das 11h30 às 15h. Cartões. 250 lugares.

JAPON Ê S O . R A M I H S SU CÊ PEDIU. O V E U Q O DO JEIT VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 81


B R A S I L E I R A Vitor Jubini

RESTAURANTE DE MONTANHA Vitor Jubini

Cozinha de valor Vitor Jubini

Reduto de carnes exóticas, o restaurante Espaço Vellozia serve o bife de kobe, o mais caro do mundo

§e[jeOenj pi]ZOpmp

—áNNpOZN j op[p[jeOpN

O restaurante A Dona da Casa é um refúgio para quem ama a comida mineira. A casa fica na Região Serrana do Espírito Santo, na cidade de Santa Teresa, a 100 quilômetros da divisa comMinasGerais.Mas,pelomenosquenoserefereàmineirice,um pedaço daquele Estado faz parte dos limites da cidade. A Dona da Casa, inaugurada em 2007, está situada em um rancho, com salões de estilo rústico, redes para descanso e uma paisagem totalmente rural.Entreosprincipaispratos,feitosnofogãoàlenha,estáofrango mineiro (R$ 49, para duas pessoas). O frango caipira é ensopado com ora-pro-nobis e vem com arroz, polenta e couve.

Onome Canto da Roça fazjustiçaàpropostadacasa. O Canto da Roça é um pedacinho de interior mineiro encaixado na Praia do Canto, desde 1995. O visual é rústico, inclusive com um pequeno viveiro e bananeiras espalhadas pelo salão e no hall de entrada. Durante o dia, o almoço é no estilo self-service. No menu, há feijão tropeiro, tutu, linguiça, frango com quiabo. De segunda a sexta, o quilo custa R$ 29,90. Aos fins de semana e feriados, sobe para R$ 32,90. À noite, no serviço à la carte, prove o Lombinho à Mineira (R$ 39, para dois).

VÁ LÁ: A Dona da Casa: Alto Santo Antônio, km 2, Estrada de Lombardia, Santa Teresa (27) 3259-3344. 150 lugares. Cheque. Sábados, domingos e feriados, para almoço, das 11hs às 16hs.

VÁ LÁ: Canto da Roça: Rua João da Cruz, 280, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-4268. De segunda a sexta, das 11h às 15h e das 18h às 1h30; aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 16h e das 18h às 1h30. Carta de cachaças. Cartões e cheque. 350 lugares.

>> por EVELIZE CALMON

O

Espaço

Vellozia

aposta em carnes especiais, como javali, pato, codorna, cordeiro, coelho e bife de kobe (mais conhecido como Kobe beef), considerado o corte mais saboroso e caro do mundo. O contrafilé, ou ribeye, servido no restaurante com tortilla de aipim, custa R$ 330, para uma pessoa. Além do kobe, cujo preço é explicado pelo alto grau de maciez da iguaria, destaca-se o jamón pata negra de Bellota, com 36 meses de cura, servido sobre pães rústicos caseiros, com lâminas de melão (R$ 38/50g, para dois). Uma das criações da chef Elizandra Modolo para o inverno deste ano é a Costela de javali, cozida a vácuo em baixa temperatura, à mesa com farofinha de bacon, cenoura e geleia de mexerica (R$ 105, para duas pessoas). Outra pedida é o Bife de tira uruguaio grelhado na brasa, servido com farofa crocante de cenoura e bacon (R$ 60, individual). De entrada, creme de abóbora com gorgonzola e pão de ervas (R$ 27, para dois). Muitas das receitas criadas no Vellozia entram na carta como sugestão da chef, que elabora um novo menu, com entrada e prato principal, a cada final de semana. No cardápio fixo, a dica de sobremesa é o creme de goiaba com castanha e puína (R$ 16, individual). A carta de vinhos contempla 182 rótulos, que custam entre R$ 40 e R$ 700. A adega, climatizada, comporta mil garrafas. VÁ LÁ: Espaço Vellozia: BR-262, Km 89,5, Sítio das Flores, Pedra Azul, Domingos Martins. (27) 3248-0097e (27) 9971-3132. Sexta, das 19h às 23h; sábado, das 11h30 às 15h30 e das 19h às 23h; domingo, das 11h30 às 15h30. Aceita cheque. 34 lugares.

82 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 83


RESTAURANTE DE MONTANHA Gabriel Lordêllo

Vitor Jubini

RESTAURANTE DE MONTANHA

Nara Paraná/Arquivo

»j]j@p mj ]JhpO

‘j\QjOZ mp \Z[Mp[fp

Orestaurante Lago da Lua éumrecantodosmaischarmososnalocalidadedeAracê,emDomingosMartins.Acasaapostaemingredientesregionais,comapresentaçãocontemporâneas. Além das entradas, pratos e sobremesas criadas pelo chef Aloisio de Almeida, são oferecidas pizzas – assadas no forno à lenha e servidas em formas de pedra sabão. A beleza do lugar encanta os visitantes. Em torno da casa, feita de madeira e ladeada por janelões de vidro, há um belo jardim. Nele está o lago que inspira o nome do restaurante. À mesa, um dos atrativos é o filé ao molho de jabuticaba com purê de baroa (R$ 42, individual).

Campeão nesta categoria em 2010, o Valsugana prepara alquimias italianas feitas com temperos cultivados na horta do restaurante. Para esta temporada fria, a chef Marília Calmon criou polenta grelhada com costela de porco defumada e alho-poró (R$ 15,50, individual).Outrobomcomeçosãoospãezinhosdeervascomtomate confit e creme de alho poró, a R$ 19,50 (individual), tão apetitosos quantoocarpacciodemignoncuradoemsalgrosso,commolhopesto e grana padano (R$ 18, individual). O saltimboca com ravióli de maçã segue imbatível como o mais pedido. Custa R$ 38,50, para um.

VÁ LÁ: Lago da Lua: Sexta, das 12h às 22h; sábado, das 12h às 23h; domingo, das 12h às 21h. Rodovia Geraldo Sartório, Km 7, São Paulo do Aracê, Domingos Martins. Cheque. 60 lugares.

VÁ LÁ: Valsugana: BR-262, Km 89, Pedra Azul, Domingos Martins. (27) 3248-1126. Abril a setembro: sexta, jantar das 19h às 22h30. Sábado, almoço das 11h30 às 15h30 e jantar das 19h às 22h30. Domingo, das 11h30 às 15h30. Aceita cheque. 40 lugares.

Vitor Jubini

Vitor Jubini

Da terra da polenta A família Lorenzoni convida para seu restaurante: há carne de paca e tempero mineiro no nobre cardápio >> por EVELIZE CALMON

Don Lorenzoni é referência em alta gastronomia nas montanhas. Campeão pela primeira vez nesta categoria e também indicado em Para Comer com os Olhos, o restaurante foi construído em um paiol centenário, fincado no sítio de uma das famílias italianas mais tradicionais de Venda Nova do Imigrante.

O

84 Prêmio Prazer&Cia

Seu cardápio, assinado pelo chef Fernando Lorenzoni, contempla desde a polenta, ícone da região, até um nobre corte de paca cobiçado com nostalgia pelos gourmets. A carne, batizada de Agouti Paca, é temperada com com zimbro e aroeira, e chega à mesa escoltada por um ravioloni caseiro de figo (R$ 95, individual). A entrada mais famosa da casa é a Polenta Torre. Novas alquimias acabam de ser criadas, especialmente para o inverno: o Cordeiro dos Anjos, com duchese de batata e damasco confitado (R$ 48, individual), e o lombo de bacalhau sobre cama de tomate confit com batatas laminadas

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

e molho da flor de lavanda (importada da França). Custa R$ 65 (individual), para se comer de joelhos. Uma sobremesa imperdível é a pera ao vinho (R$ 22), feita com amaretto e ganache de chocolate branco, acompanhada por sorvete artesanal de limão siciliano. A canjica brulèe, novidade para a temporada fria, é feita da forma tradicional e finalizada com maçarico (R$ 12, individual). VÁ LÁ: Don Lorenzoni: Rodovia BR-262, Km 102, Tapera, Venda Nova do Imigrante. (27) 3546-2630. Terça a domingo, almoço das 11h30 às 16h. Terça, sexta e sábado, jantar das 19h às 22h. Aceita cheque. 56 lugares.

ºpNp mZN nZ]eoOeN

ºfpO\ZNZ hp@joZ

Sinônimo de boa mesa na Terra dos Colibris, o Cafe Haus praticaaltagastronomiacomalmaitalianaealgumainfluênciaalemã. Seus pratos são elaborados com ingredientes sempre frescos, produzidos na região. Quem assina as receitas é a chef Kamilla Zamprogno, descendente de imigrantes italianos, como a maioria dos moradoresdeSantaTeresa.Oambientecontacomdoissalões,comlareira, e um mezanino para eventos. A adega reúne rótulos de ótima cepa. À mesa, as atenções se voltam para o bacalhau em cama de baroa com legumes(R$40,individual).Desobremesa,valeprovardodocedeleite quente com sorvete de queijo artesanal (R$ 12, individual).

O restaurante Bianchi fica em uma bela propriedade às margens da estrada que liga o centro de Santa Teresa ao Vale do Canaã. Sua cozinha segue a linha contemporânea, com pratos italianos servidosemumambienteaconchegante,cercadoporMataAtlântica. Além do salão, equipado com lareira, há, na área externa, um charmoso gazebo. Próximo a ele, um deque com mesas e ombrelones dá vista para um lago repleto de carpas. No cardápio, elaborado comaconsultoriadachefIsauraCaliari,reinaaPicanhadecordeiro ao molho de amora com ravióli de queijo (R$ 45, individual).

VÁ LÁ: Cafe Haus: Quinta a domingo, a partir das 10h. Av. José Ruschi, 287, Centro, Santa Teresa. (27) 3259-1329. Cartões de crédito e débito. 85 lugares.

VÁ LÁ: Bianchi Ristorante: Sexta, das 19h à 0h; sábado, das 11h à 0h; domingo, das 11h às 15h. Em feriados prolongados, aberto para almoço e jantar. Rodovia Armando Martinelli, Km 1, Vale do Canaã, Santa Teresa. (27) 3259-1341. Aceita cartões de crédito e débito. 60 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 85


C E R I M O N I A L Vitor Jubini

C E R I M O N I A L

Nara Paraná/Arquivo

Fábio Machado

§e[eQOpMZN [p op[mj`p

á mj npOOãZ mj ]JFZ

O MS Buffet, que funciona em um ambiente com dois salões interligados, no bairro Santa Luiza, foi um dos primeiros do Estado a servir minipratos. A tendência, em alta nas casas de festa, foi trazida a Vitória pelas sócias Sandra Dalla Bernardina e Mônica Bisi, que promovem no espaço cafés da manhã, coffee breaks, eventos empresariais, festas de 15 anos, formaturas e casamentos. A empresa também organiza bufês em eventos externos. Entre os quitutes de maior destaque no menu estão o Camarão VG empanado, com molho tailandês, e finger foods: minirrisotos, cazuelas de mariscos e coquiles de bacalhau.

Com dois salões interligados, o Le Rosé, há 15 anos, é endereço de eventos festivos em Santa Lúcia. Entre as novidades da casa,hámesasdepequenosaperitivos,comminissaladadecamarão, mangaekani,vinagretedepolvo,flordegorgonzolanabatatabolinha, tartaredetruta,vieiras,ostras,sushisesashimis,alémdeminimoranga comcamarão.Entreossalgados,àparteostradicionais,comocoxinha e quibe, fazem sucesso a puã de caranguejo e o tempurá de camarão. Os clientes podem optar por coquetel, coquetel com prato quente ou jantar. Se a festa é de casamento ou aniversário, o Le Rosé coloca à disposição dos anfitriões um carro de luxo – Mercedes ou Jaguar.

VÁ LÁ: MS Buffet: Rua Arlindo Braz Nascimento, 105, Santa Luiza, Vitória. (27) 33145402/3315-2210. Segunda a sexta, das 10h às 18h. 600 pessoas. Preços sob consulta.

VÁ LÁ: Le Rosé: Rua Constante Sodré, 676, Santa Lúcia, Vitória. (27) 3200-3309. Segunda a sexta, das 9h às 18h; sábado, das 9h às 12h. 1.000 pessoas. Preços sob consulta.

Carlos Alberto Silva

Fábio Machado

Sempre impecável O Le Buffet prima pela excelência em receber para festas e eventos, com um menu de alta gastronomia >> por EVELIZE CALMON

cerimonial Le Buffet é referência na arte de receber bem os convidados, para festas e banquetes regados à alta gastronomia. O espaço está na ativa há 15 anos, sob a batuta dos anfitriões Giovana e André Rosa. Os finger foods são o carro-chefe. Tais comidinhas, servidas em pequenas louças, para se comer com as

O

86 Prêmio Prazer&Cia

mãos, de uma só bocada, fazem sucesso nos coquetéis, em formato de menu degustação. O cordeiro em crosta de pistache e molho de açaí e a dupla de lagostim, in natura ou ao Thermidor, são destaque. A cozinha, chefiada pela dupla Glória Sperandio e Marcos Alves (que já trabalhou com o chef Alex Atala), apresenta entre as novidades o Escargot de brie aromatizado com ervas e o Mil-folhas de parmesão crocante com shimeji. Um atrativo nos eventos, realizados no elegante salão com mil metros quadrados, são as ilhas temáticas de comida tailandesa, mediterrânea, mexicana, italiana, contemporânea e de consomês. Esta, criada para o inverno,

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

tem como carro-chefe a gratina francesa, releitura da sopa de cebola, com queijo gruyére. A ilha de frutos do mar é a mais disputada, com paella, arroz de polvo, lagostim e ostras in natura. Em todas as festas, os convivas são recepcionados com vinho do Porto rosé gelado. O cerimonial conta ainda com dois rótulos exclusivos, produzidos no Chile, com as uvas cabernet sauvignon e sauvignon blanc, respectivamente. VÁ LÁ: Le Buffet. Av. Gelú Vervloet dos Santos, 330, Jardim Camburi, Vitória. (27) 3337-9800. Segunda a sábado, das 9h às 18h. 1.000 pessoas. Preços sob consulta.

¦ZIempmjN j\ oOjIj

À ojeOp mp QeNne[p

O Itamaraty, cerimonial mais tradicional de Vitória, prepara-se para ocupar um novo e amplo espaço na Avenida Leitão da Silva. O novo prédio, que se chamará Itamaraty Hall, tem a inauguração prevista para abril de 2012. Na sede atual, que acaba de completar30anos,naEnseadadoSuá,aanfitriãPenhaLimaCorrêa prima pelo serviço impecável na recepção de noivos, aniversarianteseformandos.OlocaltemàfrentedesuacozinhaGustavoCorrêa, que surpreende os convidados com alquimias elaboradas, feitas com ingredientes brasileiríssimos. Um exemplo é o duo de surubim e atum, defumados ao molho de caramelo com açafrão.

O cerimonial Lago de Garda, em Jardim Camburi, conta com um salão e duas varandas, além de uma piscina coberta por vidro. O local, que possui um rico jardim, foi reformado recentemente. O bufê – nos formatos coquetel e coquetel com jantar – inclui risoto de grana padano com carré de cordeiro e batatas sauté, decorado com semente de papoula, e arroz de amêndoas com mignon ao molho de shiitake. Entre os minipratos há opções regionais, como a torta capixaba. Nos casamentos, as noivascontamcomumasuíteprivativa.Ocerimonialpossuiduas áreas de estacionamento, que comportam, no total, 74 carros.

VÁ LÁ: Itamaraty Eventos: Rua Almirante Soído, 467, Praia do Canto, Vitória. (27) 3211-6700. Segunda a sexta, das 8h às 19h. 600 lugares. Preços sob consulta.

VÁ LÁ: Lago de Garda: Rua Carlos Martins, 781, Jardim Camburi, Vitória. (27) 33376653. Terça a sábado, das 9h às 17h. 500 pessoas. Preços sob consulta.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 87


CATEGORIAS

Jurados

CAMPEÃO

MARCELO RIBEIRO 1

LUCIANA ALMEIDA 1

ALCIONE PINHEIRO 0

BENÍCIO CORRÊA 0

CAROLINA VEIGA 0

TATIANA WUO 1

MÔNICA ZORZANELLI 1

0

4

Postinho

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Botecoteco

0

0

0

0

1

0

0

0

1

David Copa 70

0

0

0

0

0

0

0

1

1

Bar do Zé

0

0

1

1

0

0

0

0

2

Bar do Getúlio Dona Rosa Bar

0 0

0 0

0 0

0 1

0 0

0 1

0 0

0 0

0 2

Ceará Bar

0

0

1

0

1

0

1

0

4

Caranguejo do Assis

1

1

0

0

0

0

0

1

2

Venda 46 Devassa

0 0

0 1

0 0

0 0

0 0

0 0

0 0

0 0

0 1

Saidera

0

0

0

1

1

1

1

1

5

WunderBar Kaffee

0

0

1

0

0

0

0

0

1

Escritório Bar

0

0

0

0

0

0

0

0

0

La Villa Sfiheria

1 0

0 0

0 0

0 0

0 0

0 0

0 0

0 0

1 0

Belisco

0

0

0

1

0

1

0

1

3

Abertura

1

1

1

0

1

0

1

0

5

King Kone La Villa

0 0

0 0

0 0

0 0

0 0

0 1

0 0

0 0

0 1

Turk Zoo

1

1

0

1

1

0

1

0

5

Dona Rosa Bar

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Wunderbar Kaffee

0

0

1

0

0

0

0

1

2

Escritório Bar De Lira

0 1

0 0

0 0

0 0

0 0

0 1

0 0

0 0

0 2

Coronel Picanha

0

0

0

1

0

0

0

1

Escritório Bar

1

0

1

0

0

0

0

2

FINALISTAS Bar do Pezão

BOTECÃO

BOTEQUIM

CERVEJARIA E CHOPERIA

’ãZ ZeMZ npMjhZOepNò j\ PJj æÝ ie[p]eNMpN ip@j\ OjIjOê[nep à opeFp hpNMOZ[Z\epï ·j opeFpò Nó Z [Z\jÔ p oZp \jNp mZN oZMjnZN é \JeMZ NpoZOZNp

UNIVERSITÁRIO

PARA BEBER COM MÚSICA

PARA BEBER COM JOGO

HAPPY HOUR

Mônica Zorzanelli

CARANGUEJO

88 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

JÚLIA CRUZ

TOTAL

Bilac Devassa

0 1

0 0

1 1

0 0

0 1

0 1

1 1

1 0

3 5

Venda 46

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Ceará Bar

0

0

0

0

0

0

0

0

0

La Villa

0

0

0

1

0

0

0

0

1

Saidera Caranguejo do Assis

1 0

0 1

0 1

0 1

0 0

0 1

1 1

2 5

Ilha do Caranguejo

1

0

0

0

1

0

0

2

Regina Maris

1

0

0

0

0

0

0

0

1

Enseada

0

0

0

0

0

0

0

0

0

Caranguejo 3 Irmãos

0

0

0

0

0

0

0

0

0

CONHEÇA O JÚRI: Marcelo Ribeiro: Músico, vocalista e guitarrista da Banda B. Luciana Almeida: Cerimonialista, consultora de etiqueta e colunista da

Revista.AG, de A GAZETA. Alcione Pinheiro: Secretário Municipal de Cultura de Vitória. Benício Corrêa: Dentista. Carolina Veiga: Escritora e Editora dos Classificadões de A

Total

64

GAZETA. Tatiana Wuo: Apresentadora do programa Conexão Geral, da TV Gazeta. Mônica Zorzanelli: Fotógrafa. Júlia Cruz: Arquiteta.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 89


C A R A N G U E J O Luisa Torre/Arquivo

C A R A N G U E J O

Carlos Alberto Silva

®O\p[mpmj oZê\ep

O bar Caranguejo Três Irmãos fica em Itapoã, Vila Velha, e tem no comando três irmãos, da família Aminadabi. Após trabalharem 20 anos no ramo de restaurantes, eles decidiram abrir seu próprio negócio. A casa, inaugurada há quatro anos, traz o carro-chefenonome.Aiguaria,trazidadaBahia,custaR$4,60,com farofinha e vinagrete. No cardápio, predominam os frutos do mar, desde petiscos até moquecas. Uma entrada muito pedida é a casquinha de siri (R$ 12,30, individual) e de camarão (R$ 11,50, também para um). Uma novidade são as miniporções, em panelinhas de barro, de siri (R$ 13,80), camarão (R$ 12,80), salmão (R$ 15,60) e polvo (R$ 14,90), todas gratinadas com creme de aipim e queijo. A cerveja não sai por menos de R$ 3,60 (600ml). VÁ LÁ: Caranguejo 3 Irmãos: Rua Fortaleza, 18, Itapoã, Vila Velha. (27) 3289-8470. Terça a sexta, das 17h à 0h; sábado, domingo e feriados, a partir das 11h. Aceita cartões. 80 lugares.

Daniela Martins/Arquivo

‘pOmj j\ §p[hJe[fZN

No térreo do restaurante Enseada, em Manguinhos, funciona um bar, com vista para o mar, em que a estrela é o caranguejo. O ambiente, em clima informal, convida a uma tarde na companhia do crustáceo, que é vendido por R$ 4,65 a unidade. Para escoltá-lo, chegam à mesa vinagrete, farofa e molho de pimenta. Uma das porções mais pedidas é o Trio Enseada (R$ 32,80, para dois), composto de camarão frito, gurjão de peixe e lula à dorê. Também há espaço para casquinha de siri (R$ 10,50, individual) e moquequinhas, que custam de R$ 24,70 a R$ 43,80, guarnecidas com torradas. A cerveja, para acompanhar, custa R$ 5 (600ml), e o chope, R$ 3,90. Outra dica é a caipirinha (R$ 7,40). VÁ LÁ: Enseada (Geraldinho): Avenida Ceciliano Abel de Almeida, 3, Manguinhos, Serra. (27) 3243-1413. Segunda a domingo, a partir das 11h. Aceita cartões. 300 lugares.

Rei do manguezal O crustáceo tão querido pelos capixabas faz bonito em dois endereços de Itaparica; um deles fica de frente para o mar >> por BRUNELLI DUARTE

C

aranguejo do Assis:

quem é fã do crustáceo guarda na memória esse nome, que batiza a casa fundada, há dez anos, por Francisco de Assis Giovaneli, em Itaparica, Vila Velha. Ele entende do

90 Prêmio Prazer&Cia

assunto. Trabalhava em um restaurante de frutos do mar quando resolveu abrir seu próprio negócio, apostando em um quitute, até então, pouco badalado por aqui. Não demorou muito para que o caranguejo virasse mania entre os capixabas. O Assis conta com duas unidades, no mesmo bairro, uma delas de frente para o mar. O crustáceo é entregue por fornecedores do Estado e também da Bahia. Custa, à mesa, R$ 4,50 (cada um), servido com farofa e vinagrete. A combinação de cinco unidades da iguaria com cerveja (Bohemia ou Ori-

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

ginal) sai por R$ 26,90. Para grupos, uma dica é a torre de chope, cujo preço varia entre R$ 19,20 e R$ 22,20. O clima do espaço, bem descontraído, atrai famílias e turmas de amigos, que passam as tardes saboreando cada parte do tão cobiçado caranguejo. As duas casas contam com área de recreação infantil. Há assistência de monitores treinados. VÁ LÁ: Caranguejo do Assis: Av. Estudante José Júlio de Souza, 290, Praia de Itaparica, Vila Velha. (27) 3289-8486. Todos os dias, das 11h à 0h. Aceita cartões. 500 lugares.

Fábio Machado

»pep[p NZOOemj[Mj

É com sorriso aberto e sotaque baiano que Regina Maris recebeosclientesemseurestaurante,demesmonome.Aanfitriãmescla no cardápio quitutes típicos do Nordeste, comida capixaba e iguarias de boteco. O caranguejo tem lugar de honra, a R$ 4,70 (cada um, comfarofadealhoevinagrete),aoladodaporçãodeacarajés(R$15,90, cinco unidades), dos pastéis (R$ 18,90 a porção) e da casquinha de siri (R$ 11,60, para uma pessoa). As moquecas, também muito pedidas, custam a partir de R$ 49,90, para dois. Outra dica é a tilápia na chapa (R$61,duplo),servidacomarrozdebrócolisepurêdebatatas.Entreas alquimias de boteco, há uma novidade: jiló recheado (R$ 7,50, três unidades) com lombo de porco e linguiça calabresa, gratinado, servido na panela de barro e coberto com angu. VÁ LÁ: Regina Maris: Avenida Hugo Musso, 2327, Itapoã, Vila Velha. (27) 3299-0897. Segunda a sexta, das 11h à 0h30; sábado, domingo e feriados, a partir das 11h. Aceita cartões. 200 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 91


Fábio Machado

C A R A N G U E J O

Clientela cativa O crustáceo do Maranhão, maior do que os demais, é servido às quintas-feiras no Ilha do Caranguejo >> por BRUNELLI DUARTE

O

Ilha do Caranguejo,

consagrado pelo Voto Popular do 5º Prêmio Prazer&Cia, fica em Jardim Camburi. Sua clientela, cativa, farta-se não apenas do crustáceo que dá nome à casa, mas também de saborosas receitas à base de frutos do mar. O caranguejo custa R$ 4,50, acompanhado de farofa e vi-

92 Prêmio Prazer&Cia

nagrete. Na terça-feira, quem paga um come dois (R$ 4,50 a unidade). Às quintas, é servido o caranguejo do Maranhão, um pouco maior do que o normal. O preço é o mesmo, R$ 4,50 a unidade. Nesse dia da semana, há rodada dupla de caipifrutas (R$ 7,90, cada uma) e batidinhas (R$ 2,90, cada uma). Outro petisco muito pedido no Ilha é o pastel (R$ 17,90, porção com dez), com seis tipos de recheio. Nos finais de semana, quando o bar abre para o almoço, os pratos mais procurados são as moquecas e as receitas com frutos do mar – destaque para o Camarão Internacional, refogado na manteiga, coberto com molho bécha-

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

mel e gratinado com queijo. Chega à mesa com arroz cremoso e custa R$ 71,90, para três pessoas. A moqueca não sai por menos de R$ 54 (para dois), com arroz, pirão e moquequinha de banana-da-terra. O ambiente, aconchegante e bem arejado, funciona em anexo à churrascaria Coronel Picanha e possui um amplo playground, com recreadores infantis. VÁ LÁ: Ilha do Caranguejo: Rua Alcino Pereira Netto, 570, Jardim Camburi, Vitória. (27) 3395-0244. Segunda a sexta, das 16h30 à 1h; sábado, domingo e feriados, a partir das 11h. Aceita cartões. 400 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 93


PA R A B E B E R C O M M Ú S I C A

PA R A B E B E R C O M M Ú S I C A Gustavo Louzada

Ricardo Medeiros

Divulgação

’Z]Mp Z NZ\ò ·«

ºfZOp[mZ opeFe[fZ

Esqueça a ideia de dormir depois do trabalho. O Escritório Bar, na Praia do Canto, em Vitória, tem agitação na medida

certa para quem quer começar a noite ao som de música eletrônica. O bar optou por manter, todos os dias, um DJ no comando da programação musical. O DJ Rodrigo Vieira anima as noites com repertório variado, do house e do hip hop. Quanto ao cardápio, não deixe de provar a Batata Estagiária Catupiry (R$ 14,90, individual, recheada com molho de catupiry e bacon). Apesar do nome, o petisco tem diploma, é profissional.

O Wunderbar Kaffee é reduto dos músicos capixabas, que têm sempre um espaço reservado na programação de jazz,bossa,MPBechorinho.Porsemana,cercade12músicosmarcam presença no palco do bar, premiando a noite do público. A música ao vivo rola de quarta a sábado. No sábado, o happy hour musical acontece das 17h às 20h, com jazz e instrumental. O bufê de frios (R$ 65, o quilo) está à disposição da freguesia. Prove o kartofel kaffee (batata recheada com cubos de filé, provolone, bacon, creme de leite e café – R$ 21, individual).

VÁ LÁ: Escritório Bar: Rua Manuel Gonçalves Carneiro, 21, Praia do Canto. Ao lado da Casa Clube, na rua lateral do Supermercado São José. (27) 3227-7637. Terça a domingo, das 18h às 5h. Cartões Visa, Mastercard, Banescard, Rede Shop. 180 lugares.

VÁ LÁ: Wunderbar Kaffee: Avenida Rio Branco, 1.305, loja 4, Solar da Praia, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-4331. Todos os dias, das 17h à 1h. Cartões Visa, Mastercard, American Express e cheque. 60 lugares.

Do samba ao pop >> por BRUNELLI DUARTE E PRISCILLA THOMPSON

úsica no Turk Zoo é item obrigatório, no cardápio da noite. De quarta a sábado, o som rola ao vivo, no palco da casa que se tornou um dos principais destinos dos baladeiros na Capital. O repertório vai do samba de raiz, às quartas (couvert artístico a R$ 10, por

M

94 Prêmio Prazer&Cia

pessoa), ao pop rock, apresentado de quinta a sábado (couvert individual a partir de R$ 10). Por lá, já passaram nomes de destaque da música capixaba e também atrações nacionais. Parte dessas bandas foram retratadas nos quadros que estampam as paredes do lugar. O espaço é divido em dois ambientes – um deles é ideal para quem gosta de se esbaldar na pista de dança. A carta de cervejas é sortida. Inclui nove rótulos da loira, a partir de R$ 5,90 (a garrafa de 600ml). Entre os drinques, os campeões de pedidos são a caipivodca (R$ 12,90) e as caipisaquês de kiwi, limão e morango (R$ 12,90).

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Também são servidos vinhos, cujas garrafas custam a partir de R$ 39,90. No menu de petiscos, o carro-chefe é a a Chapa do Jamil, composta de filé, frango, calabresa e fritas (R$ 39,90 para quatro pessoas). Outra dica para beliscar são os quitutes da mesa de frios, a R$ 59 o quilo. Nela, o cliente pode escolher entre queijos e pastas de sabores variados. VÁ LÁ: Turk Zoo: Rua Dr. João Carlos de Souza, 742, Santa Luiza, Vitória. Segunda a sábado, das 11h30 às 15h; terça a sábado, a partir das 18h30. Aceita cartões. 260 lugares (600 pessoas em pé).

Todos os sábados, a partir do meio dia. *conforme disponibilidade

Música ao vivo é o carro-chefe na pista do Turk Zoo, sempre de quarta a sábado

^ Para ser completa, só falta voce.

Estacionamento Gratuito* Música Ao Vivo Recreação Infantil Drinks e Petiscos Diversos Reuna os amigos, a família e aproveite!

VITÓRIA, DE JULHO DE 2011 Prêmio Prazer&Cia 95 Av. Saturnino de Brito, 1327, Praia do Canto - Vitória | (27) 31831º2500 | novotelvitoria@accor.com.br


(X)

Melhor chope

(X)

Alto astral

(X)

Melhor Happy Hour (X)

Na dúvida escolha tudo isso.

Fábio Machado

Gente bonita

Divulgação

(X)

B OT E C Ã O

”Je[MpñijeOp NjOMp[j`p

Todos os dias, artistas consagrados da noite capixaba sobem ao palco do La Villa para fazer da noite o início da diversão. A seleção de músicas é variada e vai desde o rock ao sertanejo. A Quintaneja do La Villa, com a dupla Nando e Michel, já é tradição do bar, todas as quintas-feiras. Nos finais de semana, a mistura de MPB e o repertório variado fica por conta de bandas como Faixa Bônus e de Jefferson Ferrari. No site da casa, é possível acompanhar a programação do mês e escolher com antecedência a melhor opção. E se engana quem pensa que a segunda-feira é dia de calmaria. No calendário do La Villa, não falta espaço para a música eletrônica. A caipirinha (R$ 9, a dose) e os caipisakês (R$ 11, a dose) estão entre os mais pedidos. Tempero para uma noite sem hora para acabar. VÁ LÁ: La Villa: José Penna Medina, 380, Centro Comercial Vila Gift, Praia da Costa, Vila Velha. Telefone: (27) 3340-6835. www.lavillachopperia.com.br. Segunda a sábado, a partir das 18h. Cartões Visa, MasterCard, Banescard, AmericanExpress. 280 pessoas.

Divulgação

Petiscos Devassos

PA R A B E B E R C O M M Ú S I C A

Viva a rabada! —pOp NpnJmeO Z jNPJj]jMZ

Rua João da Cruz, 290 Triângulo das Bermudas 3026-7934 BEBA COM MODERAÇÃO

96 Prêmio Prazer&Cia

Cadadiadasemana,umritmomusicalentranorepertóriodo Dona Rosa Bar, emCariacica.Amúsicaaovivojásetornoumarcadacasa,quesabelevarvariedadetambém para o cardápio de petiscos e bebidas. O público jovem é garantido, principalmente às terçasfeiras, quando rola muito forró e samba, e às quintas, ao som do sertanejo. Ideal para um happy hour com os amigos ou para esticar a noite depois da balada, o bar tem programação musical em todos os dias da semana. Na quarta, a noite é do internacional, com músicas românticasemuitorock’n’roll.AlgumasdasbandasquemarcampresençanoDonaRosasão o Grupo Tá Demais, com o samba, e o sertanejo Bruno & Banda. A Noite do Vinho dá direito a uma segunda garrafa de vinho de graça, às sextas e sábados. No cardápio de petiscos, os favoritos são a piabinha frita (R$ 14,90, a porção) e a polenta frita (R$ 8,30, a porção). VÁ LÁ: Dona Rosa Bar: Rua Ilda, 366, Santa Fé, Campo Grande, Cariacica. Telefone: (27) 3386-8926.Terça a sábado, das 18h às 3h. www.donarosabar.com.br. Cartões Visa, Mastercard, Dacasa e Banescard. 300 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Parada obrigatória em Jardim da Penha, o Bar do Pezão tem uma rabada que desmancha na boca >> por PRISCILLA THOMPSON

Bar do Pezão fica no coração de Jardim da Penha, em Vitória, onde muitas famílias, jovens e “coroas” se reúnem para um tradicional almoço de domingo. Em um ambiente alheio a toda a movimentação característica de um dos bairros mais populosos de Vitória, o Bar do Pezão é o ambiente ideal para quem quer escapar da correria e provar da famosa rabada. A

O

número um quando se trata de baixa gastronomia custa R$ 30 e serve, muito bem, três pessoas. A batata desmancha na boca, assim como a carne. Idealizado há 17 anos, o estabelecimento funciona no local há 13. O público, desde então, mudou bastante, explica um dos proprietários, José Antônio Tonon, o próprio Pezão. “Viemos de um bar que tinha uma clientela um pouco mais velha, que gostava de passar as tardes à mesa do boteco. Mas começamos a mudar o horário de funcionamento, abrindo e fechando um pouco mais tarde, e passamos a atrair muitos jovens. Tem gente que nos acompanha desde o início e que vem aqui quase todo dia”, conta.

Dos tira-gostos, o preferido é o torresmo (R$ 5, a unidade). “Melhor não há”, dispara Pezão. Até porque é ele mesmo quem os prepara. Os pastéis fritos (R$ 3,50 cada), a carne seca com paio (R$ 30, a porção) e o peito de boi ensopado (R$ 22, a porção) são acompanhados de perto por ele. “Estar próximo é fundamental para o negócio dar certo. Os clientes conhecem a gente, vêm conversar e até sugerir um prato novo”, conta, orgulhoso. VÁ LÁ: Bar do Pezão: Avenida Anísio Fernandes Coelho, 1.141, Centro Comercial Beta, Jardim da Penha, Vitória. (27) 8122-8386 e 8123-8539. Segunda a sexta, das 15h à 0h; sábado, das 12h às 18h; domingo, das 12h às 17h. Cartões. 150 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 97


B OT E C Ã O Fábio Machado

Gabriel Lordêllo

—OjMe[fZ PJj ip@ oj\

Desde 1981, o Bar do Zé se especializou em petiscos e comidinhas que levam feijão na receita. Alguns exemplos são a rabada no feijão manteiga (R$ 18, para duas pessoas), o pé de porco no feijão (R$ 18, para duas pessoas) e a costela fina, que leva costela de porco, banana-da-terraecalabresa,tudonofeijão(R$9,50,porçãoindividual). Na cozinha, dona Evelina Fiorani elabora os quitutes. No balcão e na administração, estão José Fiorani, o próprio Zé, e seus dois filhos, Macsuel e Eduardo, que ajudam a levar o negócio adiante. Vindos de Marilândia, Norte do Espírito Santo, para Vila Velha, eles trouxeram fotos antigas da cidade de origem, o que dá um toque especial à decoração dobar.Masnadachamamaisatençãoqueocardápio.Asbatidinhas,de pitanga, maracujá ou graviola, saem a R$ 2,50, a dose. VÁ LÁ: Bar do Zé: Avenida José Machado de Paula, 151, Santos Dumond, Vila Velha. Telefone: (27) 3339-0601. Segunda a sexta, das 8h30 à 0h; sábado, das 8h30 às 16h. Cartões Visa, Mastecard, Banescard, American Express. 200 lugares.

Vitor Jubini

B OT E C Ã O

ºZ\eme[fp \e[jeOp

Praia combina com frutos do mar, certo? No Botecoteco, não. Localizado no balneário de Manguinhos, na Serra, o bar é a opção para quem não abre mão de uma boa comida mineira. É isso mesmo: feijoada,rabada,dobradinha,moela.Tudoissoapoucosquarteirõesdo mar, e com direito a uma capirinha para acompanhar, preparada pelo dono, Fernando Gomes. Mineiro de nascimento, ele adotou o Espírito Santo,háquatroanos,elogodepoisabriuumapequenalanchoneteno bairro onde escolheu viver. A ideia foi crescendo e, há quase dois anos, ele criou o Botecoteco. A feijoada servida aos sábados (R$ 15, para duas pessoas) faz sucesso. Uma receita “light”, segundo ele: “Os ingredientes são fervidos e preparados separadamente, e tiramos toda a gordura. Não fica pesado”, recomenda Fernando.

Vitor Jubini

ºpOmáQeZ \JNenp]

«pQZ[êN [Z oZMjnZ

O Bar do Getúlio é feito de boa música e comida de boteco de qualidade. Logo na entrada, a estufa do bar salta aos olhos: oito diferentes tira-gostos estão na vitrine. O escondidinho com linguiça e feijão (R$ 3,70, a porção), o jiló ensopado (R$ 1, a unidade) e o torresmo(R$2,70,aporção)sãoalgunsexemplosdoqueseencontra porlá.Àssegundas,amodadeviolacomandaacasa;àsterças,éavez do MPB; e às quartas, é a vez da seresta. Givaldo Bonna, proprietário, sugere também a polenta com linguiça de porco (R$ 22, a porção). Inaugurado em 1977 como restaurante, para atender a uma firma de ônibus próxima ao local, o bar conquistou clientes de várias cidades.

O bar Postinho é uma mistura de comida de boteco, culinária japonesa e churrascaria. O espaço começou anexo a um posto de combustíveis, gerenciado pela família do seu Deilton Coutinho Vieira, em Campo Grande, Cariacica. O filho de Deilton, João Vitor, conta que, no início, eram servidas apenas comidinhas de boteco. Depois, vieram o menu japonês e o churrasco. O petisco mais famoso do bar é, sem dúvida, a feijoada frita (R$ 19,50, a porção), vencedor do concurso Roda de Boteco em 2010. O bar também conta com mesa de frios (R$ 49,50, o quilo).

VÁ LÁ: Bar do Getúlio: Rua Antero Rosa, 95, Nossa Senhora da Penha, Vila Velha. Telefone: (27) 3229-6266. Segunda a sexta, das 17h à 0h. Cheques e cartões. 200 lugares.

VÁ LÁ: Postinho: Av. Jerusalém, 6, Campo Grande. (27) 3343-0887. Também em Vila Velha (27) 3349-4775. Segunda a sexta, a partir das 18h; sábado, a partir das 13h. 250 lugares. Cartões Visa, Banescard, Mastercard.

VÁ LÁ: Botecoteco: Avenida August Saint-Hilaire, 979, Espaço Atapoã, loja 8, Manguinhos, Serra. (27) 8874-4167. Quarta a sexta, das 10h às 15; sábado e domingo, das 9h às 16h. Cheque. 20 lugares. 20 vagas de estacionamento.

Divulgação

¯eNMóOepN QpOp nZ[MpO

Inaugurado no Mundial de Futebol de 1970, o Copa 70 foi palco de programas de rádio, ponto de encontro de jogadores de futebol e símbolo de reunião dos moradores do bairro Jucutuquara, em Vitória, nos fins de semana. Hoje, 41 anos depois, conserva o jeito simpleseacolhedordeumbotecodeportassempreabertasparaosclientes. O filho do David, Renato Martins Carminati, há sete anos, assumiu o bar. “Meu pai sempre respeitou muito as pessoas e exigia esse respeito em troca. Por isso, fez muitas amizades”, diz. O público-alvo do bar, ele ressalta, são famílias. “Pode trazer criança que não tem problema”, diz. No cardápio, algumas tradições também se mantêm, comoasmoquequinhas.AdecaçãosaiaR$33;adesururu,R$26,ambas para duas pessoas. O bar também serve caranguejo (R$ 4,60 a unidade) e tortinha de bacalhau (R$ 10, individual). VÁ LÁ: Copa 70: Avenida Paulino Müller, 915, Jucutuquara, Vitória. (27) 3322-1869. Segunda a sábado, das 17h30 às 23h. Cartões. 50 lugares.

98 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 99


B OT E Q U I M Carlos Alberto Silva

B OT E Q U I M Fábio Machado

¤ QZe[M mj ºpOepnenp

Quem conheceu o Dona Rosa Bar 28 anos atrás mal podia imaginar o sucesso que ele faria, a partir de 2005, quando uma ampliação da estrutura atraiu os clientes, de forma que até os donos se surpreenderam. Ponto de referência em Cariacica para quem curte música ao vivo e repertório variado, o bar é um dos mais populares da região. O espaço possui três ambientes: um com música ao vivo, outro um pouco mais afastado, e o terceiro para fumantes. De terça a sexta, das 18h às 20h, o happy hour tem rodada dupla da cerveja Devassa. A dose dupla de chope acontece entre 20 e 22h. De terça a quinta, também há dose dupla de caipirinha, vodca e uísque. O espetinho de alcatra (R$ 4,90) cai bem, em todas as horas. VÁ LÁ: Dona Rosa Bar: Rua Ilda, 366, Santa Fé, Campo Grande, Cariacica. Telefone: (27) 3386-8926. Terça a sábado, das 18h às 3h. www.donarosabar.com.br. Cartões Visa, Mastercard, Dacasa e Banescard. 300 lugares.

Carlos Alberto Silva

§JeMZ p]é\ mp ije`Zpmp

O Caranguejo do Assis prova que nem só de rabada,feijoadaedobradinhasefazumbotequim.Comdoisendereços em Vila Velha, a casa de frutos do mar também atrai apreciadores de caranguejo, moquequinhas e casquinhas de siri, acompanhados de cerveja bem gelada. O petisco criado para o festival Roda de Boteco deste ano é o Espetinho de camarão, com seis unidades, a R$ 5 (acompanhado de molho cremoso). Outro belisquete muito requisitado é a lula à dorê, servida com molho especial, a R$ 28,50. Além dos quitutes do mar, há espaço para a carne de sol, com aipim ou batata frita, acompanhada por um saboroso pão de alho (R$ 29,90). Paladares mais sofisticados se satisfazem com ostras, in natura (R$ 4,80 a unidade) ou gratinadas (R$ 6,50 a unidade). VÁ LÁ: Caranguejo do Assis: Avenida Estudante José Júlio de Souza, 290, Praia de Itaparica, Vila Velha. (27) 3289-8486. Todos os dias, das 11h à 0h. Aceita cartões. 500 lugares.

52 anos de boemia A pescadinha frita, os pastéis e as batidas de frutas são ícones do Ceará, aberto em 1959 >> por PRISCILLA THOMPSON

Ceará Bar é um botequim cinquentenário, que já virou patrimônio da boemia na Capital. O endereço de Jucutuquara é o mais tradicional (no início, era bar de uma porta só), mas a filial da Mata da Praia, aberta há três anos, é igualmente concorrida.

O

100 Prêmio Prazer&Cia

Um dos ícones do Ceará é a pescadinha frita (R$ 12, a unidade). Sua receita, o proprietário, Lourival Nepomuceno Silva Filho, herdou do pai, que fundou o bar, em 1959, servindo sardinha frita. Ao longo das décadas, a iguaria ganhou bons companheiros, os pastéis, que fazem a fama da casa até hoje. Alguns recheios chegaram há pouco tempo, como o de feijoada. Cada pastel custa R$ 3,50, e os mais pedidos são os de camarão, siri, bacalhau e carne seca com catupiry. Em breve, o dono da casa irá acrescentar um novo item no cardápio, o pastel com recheio de couve. Entre os belisquetes que impressionam a

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

clientela está a costela de tambaqui frita (R$ 15 a unidade). As batidinhas de frutas, outro símbolo do Ceará, têm boa saída nas versões graviola, pitanga, cajá, maracujá e araçaúna (R$ 3,80, cada uma). Cerveja, é claro, não vai faltar para quem quiser conhecer ou voltar ao bar, garante o proprietário. VÁ LÁ: Ceará Bar: Avenida Desembargador Demerval Lyrio, 55, Mata da Praia, Vitória. (27) 3327-4665. Matriz em Jucutuquara (27) 3223-7953. Segunda a sexta, das 17h à 0h; sábado, das 16h à 0h. Aceita cartões. 200 lugares.

Divulgação

ºZ[njeMZ npOeZnp

O Venda 46 foi inaugurado, em abril de 2009, como uma filialdavendadeItaipava,emPetrópolis(RJ).Trouxeumnovoconceito de botequim para a Praia da Costa, em Vila Velha. Charmoso, com pratos bem apresentados e um ambiente com decoração tipicamente brasileira (com objetos de palha ou feitos de chita), atrai um público interessado na boa música e apreciador da branquinha. São 215 rótulos de cachaça no bar, além de cervejas especiais e pratos de dar água na boca. A proprietária, Paula Guéron, é chef com formação na França. Ela decidiu trazer para as tradicionais comidas de boteco o requinte dos pratos mais sofisticados. O bolinho de feijoada (R$ 12, a unidade) e a polenta frita ao molho funghi e gorgonzola (R$ 18, a porção) são dois bons exemplos dessa influência. VÁ LÁ: Venda 46: Rua Inácio Higino, 200, Praia da Costa, Vila Velha. De terça a sábado, a partir das 18 horas. Aceita cheque e cartões de débito. 55 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 101


U N I V E R S I T Á R I O Gustavo Louzada/Arquivo

U N I V E R S I T Á R I O

Divulgação

µ[MOj [jNMp OZmp

A chegada do Belisco mudou as coisas na Rua da Lama. Há pouco mais de dois anos, a alameda mais famosa entre os universitáriosdeVitóriaganhoumovimentonastardesdesábado,comuma roda de samba das boas. A festa, nesse dia, é comandada pelo grupo 522, sempre a partir das 17h, que alimenta o repertório com canções consagradas. As ruas do entorno do bar estão sempre lotadas, e o atendimentotambémseestendeparaquemficaempé,nascalçadas, aproveitando para dançar. No cardápio, os petiscos são variados. O prato da casa é o Belisco (R$ 46,50, para cinco pessoas), uma generosaporçãodefilémignon,polentinha,batatafrita,aipimemolhoda casa. Entre os mais pedidos, estão o filé com fritas (R$ 35, a porção) e as batatas recheadas (R$ 14,50, com quatro opções de sabores). VÁ LÁ: Belisco: Av. Anísio Fernandes Coelho, 1.741, loja 8, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3235-7873. Segunda a quarta, das 18h às 3h; quinta, das 17h às 3h; sexta, das 17h às 4h; sábado, das 15h às 3h. Cartões Visa, Mastercard, Banescard, AmericanExpress. 220 lugares.

Fábio Machado

ºZ\ iZ\j mj hZOe]p

O King Kone surgiu com uma ideia simples. Nada melhor do que comer pizza com as mãos e poder pagar apenas pela quantidadeexatadefatiasquesequercomer.Em2009,alanchoneteabriu suasportas,emJardimdaPenha,Vitória.Omodelonadatradicionalde pizzaria trouxe uma forma inovadora de apreciar a iguaria. Enrolada em formato de cone, com bastante massa e recheio, prática de se comer e bem barata, a pizza virou fast-food nas mãos do proprietário dacasa,BrunoPizzin.Daíparaatrairopúblicouniversitáriofoiumpasso. Hoje, são 12 sabores, entre salgados e doces. Os preferidos são bauru (R$ 3,99, a unidade), calabresa (R$ 3,99), pepperoni (R$ 5,90) e king kone (R$ 4,99). Mas novos sabores estão vindo por aí, como bacalhau, carne seca com catupiry e champignon com peito de peru.

Vai um kiéber? Petisco de frango recheado com queijo e presunto é a marca registrada do bar Abertura >> por PRISCILLA THOMPSON

bar Abertura é a cara de uma rua inteira. Sem dúvida, o mais procurado pelos universitários que frequentam a Rua da Lama, em Jardim da Penha, Vitória, para encontrar os amigos, esticar a balada ou apenas curtir o fim de um dia cheio de estudos ou trabalho. Inaugurado em 1996, o point se consolidou como o bar universitário mais famoso da região.

O

102 Prêmio Prazer&Cia

O proprietário Gustavo Gonçalves conta que o público frequentador se renova, a cada período letivo. “Todo ano, há gente nova aparecendo, e os que passaram quatro, cinco anos, na universidade também vão ficando. A relação com os clientes se torna tão sólida quanto a de uma amizade”, conta. Em que outro lugar dá para tomar aquela cerveja acompanhada do kiéber original (R$ 28,95, a porção), as duas “marcas registradas” do Abertura? Criado pelo irmão de Gustavo, Alexandre, o kiéber virou mania em Vitória. Não faltam bares tentando copiar a receita do delicioso frango empanado com queijo e molho especial. “Mas nenhum é igual ao nosso”, insiste Gustavo.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

E o cardápio tem muito mais. Os pastéis fritos (R$ 3,50, a unidade), o frango à passarinho (R$ 28,95, a porção) e outros petiscos e caldos também são pedidos certos dos frequentadores. E como um bar com tanta tradição não poderia ficar parado em um só lugar, o Abertura também tem, desde 2003, uma filial na Praia do Canto, em Vitória. Além da filial em Vila Velha, no bairro Itapoã. VÁ LÁ: Abertura Bar: Avenida Anísio Fernandes Coelho, 1.730, lojas 8 e 9, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3315-0018. De domingo a quarta, das 16h às 2h; quinta a sábado, das 16h às 5h. Também na Praia do Canto e em Itaparica, Vila Velha. www.bar-abertura.com.br. 240 lugares. Cartões Visa, Mastercard, Banescard e cheque.

VÁ LÁ: King Kone: Avenida Anísio Fernandes Coelho, 1.645, loja 1, Jardim da Penha, Vitória. (27) 3327-3777. Diariamente, a partir das 17h. Cartões Visa, Visa Vale, Mastercard, Banescard, AmericanExpress. 120 lugares.

Fábio Machado

»Z\ò oZ[eMZ j opOpMZ

Ponto de encontro dos jovens, a Sfiheria se tornou sinônimo de lanche barato, gostoso e de qualidade. Localizado na Rua daLama,emJardimdaPenha,Vitória,opúblicodacasanãopoderia ser outro que não o universitário. Basta chegar o fim do dia que as mesas de madeira espalhadas na calçada logo se tornam poucas para tanta gente. Os garçons, na maioria estudantes, reforçam o clima de descontração. As esfirras ganharam sabores variados na Sfiheria, dos salgados aos doces. São 20 opções. As mais pedidas são de queijo (R$ 0,99, a unidade), carne (R$ 1,49), calabresa de frango (R$ 1,89), marguerita (R$ 1,89) e frango com catupiry (R$ 1,89). As de banana com chocolate branco, brigadeiro e romeu e julieta (goiabada com queijo) saem a R$ 2,10 cada. VÁ LÁ: Sfiheria: Avenida Anísio Fernandes Coelho, 1.630, Jardim da Penha. (27) 33255566. Também em Vila Velha, (27) 3062-5566. Terça a sexta, das 17 às 23h30; sábado, domingo e feriados, a partir das 18h. Cartões Visa, Mastercard e Banescard. 160 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 103


C E R V E J A R I A E C H O P E R I A Fábio Vicentini

Divulgação

C E R V E J A R I A E C H O P E R I A

Marcos Fernandez

·jNnZ[MOpçãZ à \jNp

‘Opop]fpO é meIjOMemZ

O La Villa reúne ambiente descontraído, música ao vivo (de terçaasábado)eloiragelada.Alémdochopetradicional(R$4,50,350 ml; e R$ 5,50, 450 ml), a casa também oferece duas opções de misturas: o Submarino, em que a cerveja vem mergulhada a uma bebida tradicional na Alemanha, o steinhäger (R$ 10); e o chope Flamejante, que vem pegando fogo (R$ 10). O cardápio oferece pratos que vão da cozinha brasileira à mexicana. Um dos destaques é a batata rosti, de origem suíça, com seis opções de sabores. A de camarão com catupiry, por exemplo, sai a R$ 33, a pequena, e a R$ 43, a grande.

A “esticadinha” depois do trabalho continua no Escritório Bar, na Praia do Canto, em Vitória. O diferencial do bar está na

VÁ LÁ: La Villa: José Penna Medina, 380, Centro Comercial Vila Gift, Praia da Costa, Vila Velha. Telefone: (27) 3340-6835. www.lavillachopperia.com.br. Segunda a sábado, a partir das 18h. Cartões Visa, MasterCard, Banescard, AmericanExpress. 280 pessoas.

decoração: mesas e cadeiras de escritório se tornam agradáveis até mesmo para quem passa o dia todo nelas. Simulando um ambiente de trabalho sem deixar de lado a descontração, o bar inovou na proposta e virou sucesso. O chope é servido a R$ 4,69. O filé à gorgonzola (R$ 36,50, para duas pessoas) rouba a cena. Para quem quer apostar em pratos mais requintados, a dica são os camarões VG ao Escritório (R$ 70, com molho tártaro). VÁ LÁ: Escritório Bar: Rua Manuel Gonçalves Carneiro, 21, Praia do Canto. Ao lado da Casa Clube, na rua lateral do Supermercado São José. (27) 3227-7637. Terça a domingo, das 18h às 5h. Cartões Visa, Mastercard, Banescard, Rede Shop. 180 lugares.

Carlos Alberto Silva

Chope vem tinindo Tomar uma gelada no Saidera vale a pena: há uma carta de cervejas internacionais de qualidade >> por PRISCILLA THOMPSON

Saidera é para quem valoriza um chope gelado e com colarinho na medida certa. Inaugurada em 2005, a casa surgiu em um momento em que a “cultura” do happy hour do capixaba ainda não incluía o chope na mesa, mas apenas a tradicional cerveja em garrafa. Foi quando os amigos Alexandre Pop e

O

104 Prêmio Prazer&Cia

Flávio Cabral decidiram inovar. Hoje, o Saidera chega a ser pequeno para tanta procura. Com três ambientes (um ao ar livre, outro na parte interna, e o terceiro em um mezanino), não perde o aconchego. A decoração com pôsteres antigos e as mesas de madeira dão um charme especial ao local. Além do chope Brahma (R$ 3,50, 200 ml), a casa oferece ao cliente uma carta de cervejas nacionais e importadas, todas lonk neck. A argentina Quilmes, por exemplo, sai a R$ 6,60. A também internacional Leffe Blonde – um pouco mais seca, encorpada e muito cremosa – sai R$ 9. Já a Stella Artois, nascida na Bélgica, custa $ 6,10.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Para comer, a porção com 10 unidades dos pastéis de camarão com requeijão sai a R$ 19,80, só para citar um dos nove sabores da casa. Mas há também os pratos especiais, como a picanha grelhada com fritas e arroz branco (R$ 35,20) e a bisteca de porco grelhada com vinagrete e arroz branco (R$ 21). VÁ LÁ: Saidera: Rua João da Cruz, 241, Praia do Canto, Vitória (rua do Triângulo). (27) 3235-2687. www.saidera.com.br. Segunda, das 18h à 0h30; terças a quintas, das 18h às 2h30; sexta, das 17h às 2h30; sábado e feriados, das 12h às 2h30; domingo, das 17h à 0h30. Cartões, tíquetes e cheque. 150 lugares.

Bernardo Coutinho

ºpmp \J]fjOãZ0

½]j\ãjN \pOpIe]fZNZN

A Devassa tem cinco tipos de chopes artesanais, cardápio próprio e petiscos variados. A casa tem origem no Rio de Janeiro, onde a cerveja começou a ser produzida, de forma artesanal, em 2001. Logo ganhou o público, com nomes irreverentes – associados aos “tipos” de mulheres – nos chopes e também nos pratos oferecidos. O chope preferido é, claro, o tipo pilsen: a Loura da Devassa (R$ 4,50). Confira mais opções: a Ruiva (R$ 4,90), a Pale Ale da casa, queapresentatomvermelhoealtafermentação;eaNegra(R$4,90), que tem coloração escura e levedura de alta fermentação.

O Wunderbar Kaffee possui cerca de 60 cervejas importadas. Idealizado em 2008 para ser um café, a casa se tornou um bar “simplesmente maravilhoso” – tradução literal do alemão “wunderbar”. No repertório da música ao vivo, artistas capixabas consagrados como Afonso Abreu, Paulo Sodré e Vitor Biazutti estão sempre presentes, mesclando noites de jazz, MPB e bossa nova ao cardápio de petiscos elaborados. Entre as cervejas importadas, as preferidas são a belga Chimey Blue (R$ 28,90, 300ml) e a alemã Weihenstephaner Hefe Weissbier (R$ 21,90, 500 ml).

VÁ LÁ: Devassa: Rua João da Cruz, 290, Praia do Canto, próximo ao Triângulo das Bermudas, Vitória. (27) 3026-7934. Todos os dias, a partir das 11h30. Aceita cartões. 200 lugares.

VÁ LÁ: Wunderbar Kaffee: Avenida Rio Branco, 1.305, loja 4, Solar da Praia, Praia do Canto, Vitória. (27) 3227-4331. Todos os dias, das 17h à 1h. Cartões Visa, Mastercard, American Express e cheque. 60 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 105


PA R A B E B E R C O M J O G O Vitor Jubini

PA R A B E B E R C O M J O G O

Chico Guedes

¨pIpñpñ`pMZ j nfJOOpNnZ É difícil imaginar que um antigo lava-a-jato como Coronel Picanha seria berço de um dos redutos mais conhecidos de Vitória

quando o assunto é um bom churrasco. Foi assim que tudo começou. O patriarca da família Barbarioli tinha espaço para lavar carros. E, como o local ficava com uma área ociosa durante a noite, decidiu abrirumboteco.Masaideiadeutãocertoqueobartomoucontade todo o espaço e se tornou, na época, o único negócio da família. Hoje, com 10 anos de estrada, o Coronel Picanha oferece um churrascodeprimeiraedeztelasespalhadaspelosalão,quetransmitem competições, principalmente de futebol. O carro-chefe é a picanha completa (R$ 68,90), que vem com 500g da carne, feijão tropeiro, fritas, arroz, farofa e vinagrete, e serve três pessoas. VÁ LÁ: Coronel Picanha: Rua Carlos Martins, 1290, Jardim Camburi, Vitória. (27) 33374956. Segunda a sexta, das 17h a 0h; sábados, domingos e feriados, das 11h à 0h. Cartões Visa, Mastercard, American, Banescard. 600 lugares. 50 vagas de estacionamento.

Fábio Machado

“jiúheZ mj MOenZ]ZOjN

As televisões espalhadas pelos quatro cantos do De Lira, em Vila Velha, já dão sinais de que lá é o lugar certo para quem gostadeverabolarolar.ConsideradoaembaixadadoSãoPaulono Espírito Santo, o espaço faz questão de estampar o amor ao time. Um dos quatro ambientes é, especialmente, dedicado a essa paixão pelo futebol tricolor. A Sala Morumbi, no segundo piso, guarda parte da história do clube – com bandeira, troféus e imagens – e da adoração do proprietário da casa, Nilson Silva De Lira. Na telinha, a prioridade é o do time, claro. Mas, praticamente todos os dias, há exibições de jogos nacionais e internacionais. No cardápio, para embalar a torcida, o penne tricolor (R$ 29), com lascas de salmão e molho especial, faz sucesso. VÁ LÁ: De Lira: Avenida Hugo Musso, 1142, Praia da Costa, Vila Velha. (27) 3349-9630. De terça a domingo, das 11h à 0h, e nas segundas, a partir das 18h. Cartões de débito e crédito Visa, Mastercard, American Express, cheque. 250 lugares.

Muito bom de bola Com um timaço de garçons experientes, o Bilac exibe jogos quase todos os dias >> por BRUNELLI DUARTE

bar Bilac é o destino certo de quem ama futebol. A TV na parede convida o torcedor, e a reação da plateia, em dia de campeonato brasileiro, chega aos ouvidos até mesmo dos moradores dos andares mais altos da Praia do Canto. O Bilac transmite principalmente futebol, mas há espaço para corridas, basquete e outras modalidades

O

106 Prêmio Prazer&Cia

do esporte, praticamente, todos os dias. O bar é ponto de encontro de gerações: dos jovens aos mais idosos, sempre unidos pelo amor ao esporte. O espaço é um dos poucos que ainda mantêm o estilo botecão, não se rendendo a uma decoração mais pop. Para atender bem, o bar tem uma equipe experiente. Para se ter uma ideia, o garçom mais novo na casa tem oito anos dedicados a ela. Mais do que isso, o local conta com o trabalho do garçom mais antigo do Espírito Santo. Paulo de Senna, de 72 anos, 20 deles trabalhados na casa, conhece os clientes pelo nome e tem, na ponta da língua, os melhores pedidos do menu. Entre eles, a porção de manjubinha frita

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

(R$ 16,90) e a tábua completa (R$ 47,10 para três pessoas), que vem com três tipos de carne, linguiça, batata frita e pão de alho. Outra opção é a picanha na chapa (R$ 52,50, para quatro pessoas), com cerca de 400g, que tem batata frita, farofa e vinagrete. A casa também oferece moquecas, que variam, dependendo do tipo de peixe, de R$ 55,10 a 113,20, sempre para duas pessoas. A loira custa R$ 4,50. VÁ LÁ: Bilac: Rua João da Cruz, 90, Praia do Canto, Vitória. (27) 3225-0498. Segunda a quarta, das 10h à 1h, e quinta a domingo, das 10 às 2h. Cartões Visa, Mastercard, Banescard, American. 130 lugares.

Fábio Vicentini

·j Z]fZ [Z ]p[nj

O Escritorio Bar fica em plena agitação da Praia do Canto, em Vitória. O bar transmite os principais jogos nacionais e internacionais, às quartas e domingos, em mais de cinco TVs de LCD, espalhadasemtodososambientesdacasa.Nosdiasdetransmissão, acasaficalotada,contaosócioGuilhermeBaião.“Temosumcanalde TV fechado e transmitimos as principais partidas”, diz. Para garantir o bom atendimento, nada de acabar o chope e a cerveja no meio do jogo.Acasaestásemprepreparadaparareceberostorcedores,conta Baião. O chope do Escritório (R$ 4,69), aliás, é considerado um dos mais gelados da cidade. Melhor do que isso, só com um bom acompanhamento, como as deliciosas batatas recheadas (R$ 14,90, a de catupury) ou as porções de pastel frito (R$ 18,90, seis unidades). VÁ LÁ: Escritório Bar: Rua Manuel Gonçalves Carneiro, 21, Praia do Canto. Ao lado da Casa Clube, na rua lateral do Supermercado São José. (27) 3227-7637. Terça a domingo, das 18h às 5h. Cartões Visa, Mastercard, Banescard, Rede Shop. 180 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 107


H A P P Y H O U R Carlos Alberto Silva

H A P P Y H O U R

Divulgação

Divulgação

—pNMj]@e[fZ np\QjãZ

®[ZIpO é QOjneNZ

O cinquentenário Ceará Bar é um dos pontos de encontro favoritos dos boêmios, depois do trabalho ou na hora de assistir a jogos de futebol. Tanto a matriz, em Jucutuquara, quanto a filial, na Mata da Praia, atendem bem ao público do happy hour. Para receber esses bons de copo durante a semana, o bar começa a funcionar às 17h. A descontração e a agitação do ambiente, somadas ao bom atendimento, são características do botequim, que criou para o festival Roda de Boteco o Gyoza do Ceará: creme de camarão com pasteizinhos de banana-da-terra (R$ 10).

O La Villa faz, frequentemente, promoções especiais, como rodadas duplas de chope às segundas-feiras. O chope faz companhiaaumcardápiovariadodepetiscosepratosdacozinha brasileira e mexicana, por exemplo. A linguiça flambada na cachaça (R$ 26,50, a porção) é uma das dicas que o sócio-proprietário Victor Ribeiro de Oliveira dá. Há uma sessão especial na carta para as novidades do barman e as novidades do chef. “A gente ouve o que os clientes querem mais e vai incluindo também o que sabemos que vai dar certo”, conta.

VÁ LÁ: Ceará Bar: Avenida Desembargador Demerval Lyrio, 55, Mata da Praia, Vitória. (27) 3327-4665. Matriz em Jucutuquara (27) 3223-7953. Segunda a sexta, das 17h à 0h; sábado, das 16h à 0h. Aceita cartões. 200 lugares.

VÁ LÁ: La Villa: José Penna Medina, 380, Centro Comercial Vila Gift, Praia da Costa, Vila Velha. Telefone: (27) 3340-6835. www.lavillachopperia.com.br. Segunda a sábado, a partir das 18h. Cartões Visa, MasterCard, Banescard, AmericanExpress. 280 pessoas.

Fábio Vicentini

Divulgação

Loiraça que seduz A Devassa aposta em petiscos bem elaborados, como o pastel de tutu, para fisgar os boêmios >> por BRUNELLI DUARTE

cervejaria Devassa foi criada em 2001, por jovens empresários da noite carioca. A franquia chegou ao Estado em 2009, pelas mãos da família Corrêa, que comanda o restaurante El Rachid e o cerimonial Itamaraty. O cardápio, versátil, contempla desde petiscos muito bem elaborados até pratos incrementados.

A

108 Prêmio Prazer&Cia

A varanda do ambiente, com vista para o burburinho da Rua João da Cruz, é a mais concorrida durante o happy hour. Nas mesas, o chope é o carro-chefe, batizado em referência às mulheres: loura (R$ 4,50), ruiva (R$ 4,90), negra (R$ 4,90), índia (R$ 4,90) e sarará (R$ 7,90). Todos os quitutes do cardápio vêm com uma sugestão de harmonização, com as cervejas, artesanais. Para beliscar, uma boa pedida é o Combinado Devassa (R$ 41,90), composto de bolinho de bacalhau, mandioca frita, carne seca acebolada, linguiça flambada e manteiga de garrafa. Outra sugestão é a Afogada na Cachaça (R$ 20,90), elaborada com ca-

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

labresa fatiada e flambada na cachaça, com cebolas salteadas. O chef Gustavo Corrêa, indicado ao troféu de Chef do Ano, é um dos proprietários. Ele mantém no cardápio petiscos premiados que pertenciam ao Balacobaco, antigo bar da família na Praia do Canto. Um deles é o Come Quieto, pastel com massa de tutu à mineira, recheado com lombinho de porco, torresmo e linguiça defumada (R$ 11,90). VÁ LÁ: Devassa: Rua João da Cruz, 290, Praia do Canto, próximo ao Triângulo das Bermudas, Vitória. (27) 3026-7934. Todos os dias, a partir das 11h30. Aceita cartões. 200 lugares.

—Ojne[fZN np\pOpmpN Com três ambientes, descontração garantida e chope gelado, o Saidera tem promoções de cerveja em dobro, aos domingos, segundas e terças. O chope de 200ml sai a R$ 3,50, e o de 300 ml, a R$ 4,15. Para acompanhar, e também no ritmo dos precinhos camaradas, ao pedir uma polenta frita com calabresa e parmesão (R$ 19,25, a porção), o cliente ganha um chope caldereta (300 ml). A choperia aposta nos peixes como aperitivos. A casa tem isca de peixe com molho tártaro (R$ 21,50, a porção). VÁ LÁ: Saidera: Rua João da Cruz, 241, Praia do Canto, Vitória (rua do Triângulo). (27) 3235-2687. www.saidera.com.br. Segunda, das 18h à 0h30; terças a quintas, das 18h às 2h30; sexta, das 17h às 2h30; sábado e feriados, das 12h às 2h30; domingo, das 17h à 0h30. Cartões, tíquetes e cheque. 150 lugares.

µNMZPJj mp “\pOIpmp” A Venda 46, em Vila Velha, é reduto certo da bebida tipicamentebrasileira,acachaça.Abebidaditaadecoraçãodoespaço, que pode ser perfeitamente considerado uma extensão de um alambique. Rusticidade e muita madeira em mesas, balcão e prateleiras, que expõem os rótulos. O preço da dose varia de R$ 4 a até R$ 60. E todas as cachaças são artesanais, diz a proprietária Paula Gueron. Para acompanhar, bolinho de arroz com quiabo (R$ 12 a unidade). O happy hour foi incrementado, há quase um ano, com apresentações de música ao vivo, sempre às quintas, sextas e sábados, a partir das 21h. Chorinho, samba raiz e MPB estão no repertório. VÁ LÁ: Venda 46: Rua Inácio Higino, 200, Praia da Costa, Vila Velha. De terça a sábado, a partir das 18 horas. Aceita cheque e cartões de débito. 55 lugares.

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

Prêmio Prazer&Cia 109


CAMPEÃO

% cupons/ total cupons

ESTABELECIMENTO

% internet/ total internet

% total

Quitutes&Delícias Conde do Sanduíche

9,7449% 12,8440% 10,309%

Kaffa Cafeteria

10,4592%

4,8165%

Ginga

8,9796%

2,7523%

7,846%

Monte Líbano

4,5408%

17,6606%

6,928%

Bicho Guloso

7,1429%

2,2936%

6,260%

Bee

5,0000%

8,0275%

5,551%

La Basque

4,0306%

3,8991%

4,007%

Bully’s

3,4184%

3,2110%

3,381%

Koisas de Minas

1,9898%

9,4037%

3,339%

40 sabores

3,2653%

0,9174%

2,838%

Fioretto

3,0102%

0,9174%

2,629%

Elaboratto

3,1122%

0,2294%

2,588%

D'Bem

2,9082%

1,1468%

2,588%

Juninho Pão de Queijo

2,6020%

2,2936%

2,546%

Kapo’s

2,2959%

2,5229%

2,337%

Doçura

2,3469%

0,9174%

2,087%

Café Tabaco

2,2449%

1,3761%

2,087%

Expressa

2,2449%

1,1468%

2,045%

Minuano Lanches

2,1939%

1,3761%

2,045%

Fran's Café

2,2449%

0,9174%

2,003%

Madeleine

2,2449%

0,0000%

1,836%

Pão & Companhia

1,8367%

1,8349%

1,836%

Combinato

1,0714%

5,2752%

1,836%

Tutti Pane

0,7653%

5,0459%

1,544%

Monza

1,6327%

0,4587%

1,419%

Yogofresh

1,5816%

0,6881%

1,419%

Amor aos Pedaços

1,5306%

0,2294%

1,294%

Café Bamboo

1,3776%

0,6881%

1,252%

Rock Burger

0,8163%

2,2936%

1,085%

9,432%

Puro Suco

0,9184%

0,9174%

0,918%

Aloha

0,6633%

2,0642%

0,918%

Aleixo

0,8163%

0,4587%

0,751%

Rangão

0,8163%

0,0000%

0,668%

Via Láctea Delicatéssen

0,1531%

1,3761%

0,376%

Restaurantes Japa San

47,10%

4,3578%

39,16%

Costa Brasil

7,4307%

1,1468%

6,2633%

Domus Itálica

0,9419%

15,1376%

3,5790%

Itamaraty

0,4186%

17,4312%

3,5790%

Mais Opção

3,8723%

0,4587%

3,2382%

Don Camaleone

2,5118%

4,5872%

2,8973%

ESTABELECIMENTO Churrascaria Serra Grande Deboni’s Oriundi Canto da Roça Vero Gramado Bacalhauzinho Espeto de Prata Ville du Vin Spaghetti&Cia Spetacollo Pirão A Dona da Casa D'Bem Ninho da Roxinha Victória Grill Café Haus Banzai Salsa Pizza MS Buffet Don Lorenzoni Soeta Lareira Portuguesa Mr. Picuí Geraldo Cia do Boi Galetinho Marlim Azul Origens Papaguth La Vittória Cantina do Bacco La Cave Aleixo Enseada La Salsa Hotel Senac Ilha do Boi Paparazzi Lago da Lua Taurus Porto do Bacalhau La Bella Pizza Salade Verte Salsa da Praia Valsugana

% cupons/ total cupons

% internet/ total internet

% total

2,4071%

0,2294%

2,0026%

1,4652% 1,6222% 1,6745% 0,6279% 1,3082% 1,1512% 1,0989% 0,7849% 0,8896% 0,7849% 1,0989% 1,0989% 1,0466% 0,8896% 0,9419% 0,4710% 0,7849% 0,7326% 0,5756% 0,5756% 0,1570% 0,7849% 0,6803% 0,5233% 0,7326% 0,4710% 0,7326% 0,5756% 0,5756% 0,4710% 0,6279% 0,4186% 0,5233% 0,5233% 0,4710%

4,3578% 1,6055% 0,6881% 4,8165% 0,4587% 1,1468% 1,1468% 2,5229% 1,8349% 2,2936% 0,6881% 0,4587% 0,4587% 1,1468% 0,6881% 2,7523% 1,1468% 1,3761% 2,0642% 1,8349% 3,6697% 0,4587% 0,9174% 1,3761% 0,2294% 1,3761% 0,0000% 0,6881% 0,6881% 1,1468% 0,2294% 1,1468% 0,4587% 0,4587% 0,6881%

2,0026% 1,6191% 1,4913% 1,4061% 1,1504% 1,1504% 1,1078% 1,1078% 1,0652% 1,0652% 1,0226% 0,9800% 0,9374% 0,9374% 0,8948% 0,8948% 0,8522% 0,8522% 0,8522% 0,8095% 0,8095% 0,7243% 0,7243% 0,6817% 0,6391% 0,6391% 0,5965% 0,5965% 0,5965% 0,5965% 0,5539% 0,5539% 0,5113% 0,5113% 0,5113%

0,4186%

0,6881%

0,4687%

0,4710% 0,2616% 0,2616% 0,4710% 0,4186% 0,4186% 0,4186% 0,4186%

0,2294% 1,1468% 1,1468% 0,0000% 0,2294% 0,2294% 0,2294% 0,2294%

0,4261% 0,4261% 0,4261% 0,3835% 0,3835% 0,3835% 0,3835% 0,3835%

A comissão técnica recebeu, nos três blocos (Restaurantes, Bares&Botequins e Quitutes&Delícias), 2.084 cupons, sendo 94

eliminados por erros no preenchimento ou rasuras. Cada cupom dava direito a três votos, um em cada bloco, e nem todos os leitores de

> Foram computados 1.960 votos em cupom e 436 votos pela internet, totalizando 2.396.

> Foram computados 1.911 votos em cupom e 436 votos pela internet, totalizando 2.347.

110 Prêmio Prazer&Cia

VITÓRIA, 1º DE JULHO DE 2011

% cupons/ total cupons 0,3663% 0,3663% 0,3140% 0,2093% 0,3663% 0,3140%

% internet/ total internet 0,4587% 0,2294% 0,4587% 0,9174% 0,0000% 0,2294%

0,3835% 0,3409% 0,3409% 0,3409% 0,2983% 0,2983%

0,2616%

0,4587%

0,2983%

0,2616% 0,3140% 0,2616% 0,2093% 0,1570% 0,1570% 0,1570% 0,1047% 0,0523% 0,0000%

0,4587% 0,0000% 0,2294% 0,2294% 0,4587% 0,2294% 0,2294% 0,2294% 0,2294% 0,4587%

0,2983% 0,2556% 0,2556% 0,2130% 0,2130% 0,1704% 0,1704% 0,1278% 0,0852% 0,0852%

Ilha do Caranguejo 30,2513% 15,826% Caranguejo do Assis 15,3266% 2,752% Bar do Zé 7,4372% 1,606% 3,6181% 19,037% Devassa Ceará Bar 3,8191% 4,128% La Villa 3,4171% 1,835% David Copa 70 1,5075% 10,092% Sfiheria 3,5176% 0,688% Venda 46 0,8543% 12,844% Escritório Bar 2,5628% 2,064% Turk Zoo 1,8090% 4,587% 1,7588% 4,817% WunderBar Kaffee 2,6633% 0,000% King Kone Dona Rosa Bar 2,3618% 1,147% Saidera 1,7588% 2,294% De Lira 2,0101% 0,688% Regina Maris 2,0101% 0,688% Postinho 1,8593% 1,376% Coronel Picanha 1,9095% 0,917% Enseada 1,9095% 0,229% 1,0050% 4,128% Bar do Pezão 1,6080% 0,459% Bilac Botecoteco 1,5075% 0,917% Caranguejo 3 1,3065% 0,917% Irmãos Abertura 0,3518% 4,817% Bar do Getúlio 1,2563% 0,000% Belisco 0,6030% 1,147%

27,659% 13,067% 6,389% 6,389% 3,875% 3,133% 3,050% 3,009% 3,009% 2,473% 2,308% 2,308% 2,185% 2,143% 1,855% 1,772% 1,772% 1,772% 1,731% 1,608% 1,566% 1,401% 1,401%

ESTABELECIMENTO Tasca da Enseada Pousada Pedra Azul Sushi Strike Espaço Vellozia Le Rosé Sushimar Cantina Fiorentina do Mário Côté Jardin Le Buffet Bully’s Trindade Timoneiro Guaramare La Tavernetta Lago de Garda Bianchi Yukai

% total

Bares&Botequins

1,237% 1,154% 1,031% 0,701%

A GAZETA votaram nos três segmentos. Os votos pela internet, apenas para assinantes do jornal, somaram 7.169.

> Foram computados 1.990 votos em cupom e 436 votos pela internet, totalizando 2.426.


Prêmio Prazer  

Promoção de A Gazeta

Advertisement