Issuu on Google+

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Escola de Ciências e Tecnologia Licenciatura em Tecnologias da Informação e Comunicação

Utilização das redes sociais nos negócios digitais Pedro Barros Nº26024 | Orientador: Ramiro Gonçalves

Enquadramento

Objectivos

As redes sociais e a WEB 2.0 têm vindo desde há relativamente pouco tempo a ganhar terreno no dia-a-dia de particulares e empresas, tornando-se assim num dos mais importantes meios de comunicação, interacção e partilha de informação. Cada vez mais as empresas estão a aderir a estas tecnologias, quer através da adopção de perfis criados especificamente para as suas áreas de acção, quer através da publicação de anúncios com certos parâmetros que permitem que estes sejam direccionados apenas ou maioritariamente para o públicoalvo. A criação de um perfil empresarial numa rede social pode, se bem gerido, trazer grandes vantagens, nomeadamente no campo da análise e estudo do mercado, pois permite a recolha de opiniões vindas directamente do consumidor. Outra das principais vantagens, é o estreitamento de laços, pois um bom relacionamento com o consumidor é sempre um pilar para a fidelização, e um relacionamento directo e interactivo é sempre um grande passo para a conquista de novos clientes. É na exploração destas vantagens que as empresas estão actualmente concentradas visto o exponencial aumento da utilização das principais redes disponíveis gratuitamente (Facebook, Twitter, Youtube, etc.)

Para permitir uma melhor percepção da realidade que se vive hoje nas redes sociais e de que forma estas estão já dentro da estrutura de uma empresa, seja ela de que ramo for, procedeu-se ao levantamento de informação relacionada e executou-se a sua análise e estudo. O foco deste projecto está virado para uma rede social especifica, denominada de “Facebook” sobre a qual são apresentadas as principais características e estatísticas, e é explicado e exemplificado como proceder à criação de um perfil empresarial, e quais as suas vantagens para a empresa que decida fazê-lo.

Resultados Como resultado mais conclusivo observa-se que, cada vez mais, as empresas estão a aderir esta mais recente ofensiva das redes sociais, em busca de novos clientes e em busca da fidelização do consumidor, adoptando uma relação mais directa e interactiva, procurando sempre novos meios para captar a atenção do público.

“We don’t want to create an army of spammers, and we are not trying to turn Facebook and Twitter into one giant spam network. All we are trying to do is get consumers to become marketers for us.” – Joey Caroni, co-fundador da Peer2


Pedro Barros