Page 1

Informativo da Chapa 1 - Nossa Força é a Nossa História - Eleições para o Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano e com Característica Urbana de Blumenau e Gaspar.

02

Blumenau e Gaspar Abril de 2011

Chapa 1: Campanha limpa e independente Membros do grupo “Nossa Força é Nossa história” mantém autonomia de sindicatos pelegos e não fazem politicagem distribuindo camisetas de graça Companheirada do transporte! Nesse boletim apresentamos nossa CHAPA 01 – NOSSA FORÇA É NOSSA HISTÓRIA, assim como nossas propostas e outras informações importantes para nossa categoria votar firme e consciente no próximo dia 13 de Maio. Nós não temos recursos financeiros para tanto material informativo para categoria, não vamos distribuir camisetas, nem outros brindes, porque essa forma de fazer campanha é indecente, não educa politicamente os(as) trabalhadores(as) para uma participação política diferente e libertadora. Não recebemos dinheiro de sindicatos pelegos e patrões para sustentar nossa campanha eleitoral. Distribuir presentes, como camisetas de graça, é manter a forma dos políticos corruptos de fazer campanha e política. Nosso grupo não tem só discurso, não fica de fofoca e mentiras nos terminais. Muitos de

nós já construíram história de trabalho e dedicação na luta de nossa categoria por uma vida melhor. E vencemos. Agora vem mais gente nova, um pouco sem experiência, mas com muita vontade de fazer politica de uma forma diferente. Nós sabemos o que significa sindicato independente de partidos e patrões, mas entendemos o papel dos partidos políticos e o papel dos sindicatos, que são formas diferentes, instrumentos diferentes de fazer política. Os dois são necessários e a luta dos trabalhadores nos últimos dois séculos já comprovou. Nós da CHAPA 1 – NOSSA FORÇA É NOSSA HISTÓRIA, sa-

bemos qual o papel do diretor do sindicato, dos trabalhadores do sindicato, da base da categoria, dos assessores e de outras categorias.

Como era até 2006

A gente trabalhava até 14 horas por dia e quando recebia horas extras, era fora da folha de pagamento. A gente não tinha nem cartão ponto. Os motoristas, cobradores, fiscais, mecânicos e demais funções de manutenção recebiam salários diferentes. Agora está tudo igual. Ninguém ganhava vale alimentação. Nem ouvíamos falar de nosso sindicato. Esse tempo passou. Agora, a JORNADA DIÁRIA DIMINUIU, conquistamos o VALE ALIMEN-

Ninguém recebia vale alimentação e os nossos salários estavam entre os mais baixos de SC

TAÇÃO, os SALÁRIOS SÃO IGUAIS e TIVERAM GRANDES AUMENTOS REAIS, bem acima da inflação. A JORNADA DE 7 HORAS garantiu mais tempo livre, mais controle das horas trabalhadas e recebê-las na folha de pagamento. Avançamos em muitos direitos importantes, estamos acabando com desrespeito de chefias e patrões com a categoria. As grandes greves e as paralisações impuseram respeito aos patrões e políticos oportunistas. E nos tornaram um sindicato importante, um exemplo para outras categorias aqui da região. De modo geral, para as pessoas o SINDETRANSCOL SIGNIFICA LUTA E CONQUISTAS, e os demais trabalhadores querem um sindicato assim como o nosso. POR ISSO TUDO, NO DIA 13 DE MAIO VOTE CHAPA 01 – NOSSA FORÇA É NOSSA HISTÓRIA, PRA MANTER O SINDICATO FORTE.


Nossa Força, Nossa História - Chapa 1

Blumenau e Gaspar. Março de 2011, n. 2

Pag 2

Campanha Eleitoral

Mentiras para apresentar para a categoria? Em pouco mais de quatro anos, gestão combativa do Sindetranscol tem organizado nossa luta por uma vida melhor Esse pessoal da chapa 2 está igual a político sem vergonha, porque usam momento eleitoral SÓ PARA MENTIR E TENTAR ENGANAR nossa categoria. Nós, da chapa 01, queremos fazer uma campanha eleitoral limpa, sem acusações pessoais, fazendo uma AVALIAÇÃO SÉRIA de nosso sindicato e debatendo PROPOSTAS PARA O FUTURO. Infelizmente está difícil, porque só aparecem falsas acusações e mentiras. É necessário esclarecer algumas coisas e recolocar a verdade. MENTIRA 1 – Assessores mandam no sindicato e não são

mais necessários. A VERDADE 1 – Quem realmente manda no sindicato é a CATEGORIA com decisões nas ASSEMBLEIAS. É fácil comprovar isso: todas as greves, paralisações e todos os acordos foram DECIDIDOS pela categoria. Todas as compras e vendas de patrimônio do sindicato foram DECIDIDAS pela categoria. Todas as contas do sindicato foram APROVADAS pela categoria. Enfim, tudo que é realmente importante é DECIDIDO pela categoria. As demais decisões necessárias SEMPRE foram tomadas em reunião de diretoria ou de Plenária de dirigentes, por maioria ou por unanimidade. O assessor jurídico, companheiro Léo Bitencourt N U N C A PA R T I C I POU de reuniões da direção, apenas em momentos em que foi chamado. O assessor político, sindical e de comunicação, companheiro Ricardo Freitas, participou de, aproximadamente, 20% das reuniões plenárias e porque foi CONVIDADO. MENTIRA 2 – A sede do sindicato

é desnecessária e foi comprada antes da assembleia geral decidir. A VERDADE 2 – Saímos do aluguel. Compramos uma “casa para a categoria” confortável para quem frequenta e para quem lá trabalha. Além disso, vai servir por muitos anos. O pior é que além de mentirosos, os membros da chapa 2 são desinformados e não conhecem o Estatuto do sindicato. A assembleia é OBRIGATÓRIA para vender patrimônio, mas não para comprar. Portanto, nem era necessária assembleia para comprar a sede, mesmo assim foi colocada em votação para a CATEGORIA DECIDIR, mostrando fotos do imóvel. Po r t a n t o , os pinóquios do outro lado estão atacando uma decisão da categoria. E depois, é só conferir a data ata da assembleia e a data do contrato de compra para ver que estão mentindo como sempre. MENTIRA 3 – Tem irregularidades no sindicato. A V E R DA D E 3 – N u n c a demonstraram nada e nem provaram nada. O fato é que as contas e as principais posições políticas do sindicato sempre foram aprovadas pela CATEGORIA. Nos dois últimos

anos a prestação de contas foi feita em assembleia com telão mostrando as receitas e despesas bem detalhadas, para todo mundo ver. Os membros da outra chapa sempre estiveram presentes e VOTARAM PELA APROVAÇÃO, sem jamais terem LEVANTADO QUALQUER DÚVIDA. Por que não votaram contra? Por que NUNCA levantaram nada em assembleia, na frente de todo mundo? Por que só nas fofocas de terminal? Por que não apresentam provas? Por que não falam claramente quem fez algo errado, o que fez de errado e quanto levou? MENTIRA 4 – Ari e Marlene eram inimigos e agora estão falsamente juntos. A VERDADE 4 – Houve no início da gestão muitas divergências entre o companheiro Ari e companheira Marlene, que inclusive deixou de ser liberada por isso. Passando o tempo os dois viram que tinham cometido erros e se desculparam um com o outro. Passaram a atuar juntos em benefício da categoria. Reconhecer erros, acabar com divisões e lutar juntos foi um ato de grandeza e de responsabilidade que os dois tiveram com o sindicato e com a categoria. É melhor para a categoria o

Adversários lançam boatos para confundir a categoria, mas não provam nada


Nossa Força, Nossa História - Chapa 1

Blumenau e Gaspar. Março de 2011, n. 2

Pag 3

Campanha Eleitoral que? Continuar as divisões ou lutar juntos? MENTIRA 5 – Ari e Marlene foram fazer acordo por “baixo dos panos” na Rodovel. A V E R DA D E 5 – E s s a é demais. Em primeiro lugar é OBRIGAÇÃO de dirigente sindical ir nas empresas RESOLVER os problemas da categoria, EXIGIR o cumprimento dos acordos firmados, NEGOCIAR o que for necessário para beneficiar nós todos. No caso da Rodovel ocorreu uma irregularidade da empresa, que não pagou na data certa o vale alimentação de uma parte dos(as) trabalhadores(as), que receberam 5 dias depois. O Ari e a Marlene convidaram o Eugênio, o Marcante e o Pradelino para participarem da reunião, inclusive a Marlene ligou para o Eugênio momentos antes da reunião (podemos pedir a quebra do sigilo telefônico da Marlene e comprovar a ligação e a conversa). A Marlene e o Ari CUMPRIRAM SUA OBRIGAÇÃO de defender esta companheirada. Foram cobrar da empresa, porque nosso acordo prevê uma MULTA por descumprimento, que é devida para quem foi lesado(a). Se entrasse na Justiça iria demorar mais de 2 anos para esse valor ser recebido pelos(as) trabalhadores(as). O acordo feito foi para a empresa PAGAR ESTA MULTA EM 2 MESES. Só um jumento não consegue reconhecer que a companheirada foi beneficiada. Além disso, foi tratado da boca de lobo nos terminais para os(as) cobradores(as) prestarem contas mais rapidamente e sobre a situação de transporte para o pessoal da garagem. Quem está errado? Os dois que foram resolver os problemas ou quem está levantando suspeitas sem razão e deixou de ir fazer sua

obrigação? MENTIRA 6 – O jurídico do sindicato é ruim e perdeu as 6 folgas da categoria. A VERDADE 6 – Em primeiro lugar, NÃO EXISTE advogado no mundo que tenha ganho todas as suas ações, então ninguém poderia ser advogado do sindicato. Como ficaríamos? É possível não ter assessoria jurídica? O que importa é demonstrar a falta de seriedade desta mentira. Este processo se refere a 40 pessoas e NÃO a toda categoria. Mas é importante, mesmo que fosse só para um. Por isso o sindicato está discutindo em todas as instâncias da justiça. O processo está em Brasília, a nível de recurso no TST. Quem entrar vai ver que o processo nem terminou ainda, mas tem gente mentindo que foi perdido. Mais uma verdade que eles NÃO CONTAM – Tem 3 componentes da chapa 2 que RECEBEM OS MAIORES SALÁRIOS entre o s motoristas de nossa categoria. E sabem por que? Pela ação competente do jurídico do sindicato, que ganhou na justiça a INCORPORAÇÃO das horas-extras fixas que recebiam antigamente. Além disso, dois deles recebem do sindicato uma ajuda de custo bem maior que os demais dirigentes liberados. Explicamos: todos os dirigentes liberados para o sindicato recebem o salário da empresa e uma ajuda de custo paga pelo sindicato, proporcional ao salário de cada um. Como eles tem um salário maior, recebem mais do sindicato também. Vejam os valores mensais: o Eugênio recebe R$

921,00; o Marcante recebe R$ 941,50. Enquanto isso o Ari, o Zanella, o Marciano e o Célio recebem R$ 724,00. E tem mais. Outro componente dessa chapa ganhou u m a b o a b o l a d a d e g ra n a através de outra ação judicial, por danos morais, feita pelo nosso jurídico contra a empresa onde ele trabalha. E os caras de pau ainda dizem que o trabalho é mal feito. MENTIRA 7 – O Ari promoveu festa na Glória para comprar votos. A VERDADE 7 – Tem um companheiro, motorista da empresa, que há vá-

rios anos promove uma festa entre amigos(as) a cada dois meses, com a despesa dividida entre os participantes. Agora no início do mês de abril teve mais um desses encontros e o companheiro Ari estava convidado, mas não compareceu por ter outros compromissos. Teve até dois membros da outra chapa que foram lá com máquina fotográfica para “registrar o crime”, mas se deram mal. Deviam ficar quietos e pensar na categoria.


Nossa Força, Nossa História - Chapa 1

Blumenau e Gaspar. Março de 2011, n. 2

Pag 4

Conheça o time que vai dirigir nosso sindicato “Nossa Força é Nossa História” é composta de 22 membros de luta

Ari - Presidente

Prada - Vice Sou Pradelino Moreira da Silva, tenho muitos anos de atividade no volante. Há 7 anos sou motorista da Rodovel. Sou do Conselho Fiscal da atual gestão, por isso conheço bem a gestão financeira de nosso sindicato. Peço seu voto.

Dona Marlene- Secretária

Tudo bem pessoal! Sou o Ari, motorista desde a juventude. Já trilhei este país de caminhão, e nos últimos 13 anos trabalho na Glória. Os últimos cinco anos foram os mais importantes e diferentes de minha vida, porque cresci muito ao ser presidente de nosso sindicato. Apesar de meu jeitão quieto e fechado, sei escutar as pessoas, sei quando preciso da assessoria de alguém para ajudar a pensar,

Marciano - Tesoureiro Sou o Marciano Regis Arcanjo e trabalho na Glória há 19 anos. Já fui cobrador e agora sou motorista. Conheço a categoria e suas necessidades. Vote na chapa 01, porque NOSSA FORÇA É A NOSSA HISTÓRIA de lutas e conquistas.

para ter acesso a informações muitas vezes necessárias para tomar uma decisão. Quero continuar na presidência do sindicato apenas mais um mandato, para completar a missão que me coloquei. Para isso peço seu voto, porque sei que ajudei a melhorar a vida de toda a categoria. Portanto, no dia 13 de maio, vote Chapa 1 - Nossa Força é nossa História!

Clebinho - Tes. Adjunto Olá gente!Sou o Cleberson Thiesen, trabalho na empresa Verde Vale há 14 anos e sou motorista. Com humildade peço seu voto na chapa 01 para continuarmos mudando as nossas vidas para melhor! Aquele Abraço!

Oi, tudo bem? Como lutadora de nossa categoria e dos movimentos sociais da região ganhei o respeito de todos e todas. Sou mais conhecida como a Dona Marlene. Sou cobradora da Rodovel há 6 anos. Vocês sabem de meu compromisso com a nossa luta e que atuei muito em nossas

conquistas. Peço o voto de toda galera, porque vocês sabem que podem confiar em mim e nos demais companheiros e companheiras desse grupo. Um grande beijo a todos e todas, e até a vitória! Dia 13 de maio, vote CHAPA 1- NOSSA HISTÓRIA É NOSSA FORÇA.


Nossa Força, Nossa História - Chapa 1

Blumenau e Gaspar. Março de 2011, n. 2

Pag 5

Olá! Sou o Zanella, trabalho de motorista da Verde Vale há 14 anos e peço o voto de confiança de vocês para continuar o trabalho de fortalecimento de nosso sindicato. Sou Osni Schmitt, motorista a vida toda e há 7 anos da empresa Glória. Vote na chapa 01 para continuar essa história bonita de conquistas dos últimos 5 anos. Um abraço do Schmittão!

Zanella - Diretor

Schmittão - Diretor

SUPLENTES DE DIRETORIA

Sérgio Antônio da Rosa Verde Vale

Carlos Nei Padilha Rodovel

Rubi Alexandre Hobus Glória

Erico Nicoletti Viação do Vale

Ângela Cristina de Miranda Glória

Zenio Schneider (Coruja) Glória

Fábio Luiz Ferreira Glória

FEDERAÇÃO

CONSELHO FISCAL

Eliziane Aparecida Verde Vale

Juvino Antônio Rezini Glória

Mauro Vinício Ramos Rodovel

Marcos José Gomes Glória

Fábio Felipe Bueno (Grilo) Rodovel

Joel Staroski Glória

Célio Serpa Glória

Dionísio Theiss Glória


Nossa Força, Nossa História - Chapa 1

Blumenau e Gaspar. Março de 2011, n. 2

Pag 6

Campanha Eleitoral

Perguntas que precisam ser feitas para a Chapa 2 Quem faz tanta acusação e levanta mentiras nos terminais têm que provar o que diz. Seguem algumas perguntas que a categoria tem que fazer a si mesma e aos concorrentes da Chapa 2

SOBRE A SEDE DO SINDICATO 1 – A sede é ruim e desconfortável? 2 – A categoria não merece ter “uma casa” para ser bem atendida? 3 – Se ganharem a eleição VÃO VENDER a sede? Vão trocá-la por outra menor? Ou voltaremos a pagar aluguel? 4 – Se eram contra. Por que na assembleia NÃO DEFENDERAM outra proposta e NÃO VOTARAM contra?

SOBRE OS COMPROMISSOS COM A CATEGORIA 1 – Por que os três liberados da atual diretoria, agora na chapa 2, não aparecem mais no sindicato? Por que abandonaram o trabalho diário para fazer sua campanha? 2 – Por que eles não voltam a trabalhar nas suas empresas? 3 – Por que eles, pelo menos, não devolvem a ajuda de custo que recebem com dinheiro que é de todos(as) nós? 4 – Por que eles não fazem como o Ari, o Marciano e o Zanella, que fazem as tarefas do sindicato e, quando sobra tempo, vão para os terminais fazer nossa campanha? 5 – Por que não fazem uma campanha com propostas, sem ofensas?

SOBRE AS IRREGULARIDADES NO SINDICATO 1 – Por que não falam exatamente quais são as irregularidades? 2 – Por que não dão os nomes de quem cometeu alguma irregularidade? 3 - Por que nunca apresentaram alguma coisa concreta, com provas? 4 – Por que não levantaram nada nas assembléias de prestação de contas? 5 – Por que não votaram contra a aprovação das contas nesses anos?

SOBRE A CAMPANHA ELEITORAL NO SINDICATO 1 – Como alguns membros da chapa 2 estão fazendo campanha no horário de trabalho da empresa? Estão liberados por seus patrões para a campanha? 2 – Quem está pagando tanto jornal, camisetas e toda a campanha? Será o patrão? 3 – Quem ganha com tanta mentira, divisão e tentativa de comprar o voto com brindes? 4 – Por que negam a importância da experiência da companheirada de Florianópolis quando começamos nosso sindicato? 5 – Eles dizem que tudo está errado e tem irregularidades no sindicato. Mas não eram da Diretoria também? 6 – Quem são os “assessores” que escrevem e fazem seus boletins?


Nossa Força, Nossa História - Chapa 1

Blumenau e Gaspar. Março de 2011, n. 2

Pag 7

Campanha Eleitoral

Irregularidade é distribuir brindes na campanha Em pouco mais de quatro anos, gestão combativa do Sindetranscol tem organizado nossa luta por uma vida melhor

Po l í t i c o c o r r u p to e s e m compromisso com o povo faz campanha eleitoral mentindo e distribuindo pequenos presentes para eleitores. Infelizmente, em nossa eleição também tem gente distribuindo camisetas de graça para tentar conquistar votos. Se a gente não denunciar esta prática suja, daqui a pouco vai aparecer outros tipos de brindes, como essa mesma turma fez na eleição dos têxteis. Não temos dinheiro para bancar presentes, mas, mesmo que tivéssemos “alguém por trás” com bastante dinheiro, não aceitaríamos esse tipo de campanha. O que a categoria precisa não é de camiseta para usar como pijama, mas

sim de propostas claras sobre como vamos administrar o sindicato e liderar a luta dos(as) trabalhadores(as) por mais conquistas.

Compre uma camiseta da Chapa 1

Quem tem história e trabalho sério não precisa de muito dinheiro pra fazer campanha, porque a categoria já conhece o trabalho e sabe que pode confiar. Mas, de qualquer forma, temos que pagar aluguel do comitê, conta de telefone, a i m p re s s ã o d o s b o l e t i n s informativos, entre outras despesas.

E fizemos algumas poucas camisetas para identificar os membros de nossa chapa e o pessoal que vai trabalhar no dia da eleição. Mas tem muita gente pedindo nossa camiseta. Como já dissemos, doar camisetas e brindes é uma forma de tentar comprar votos. Por isso, e para ajudar na arrecadação de fundos, vamos vender esta camiseta para quem tiver interesse, ao preço de R$ 10,00 (dez reais). Dessa forma, quem quiser comprar nossa camiseta estará ajudando a divulgar nossa chapa 01, poderá guardar uma recordação da primeira eleição que ocorre no nosso sindicato e, por fim, AJUDARÁ a gente a custear nossa campanha. Como já dissemos, temos poucos recursos financeiros para financiar nossa campanha eleitoral. Por isso, além de vender nossas camisetas, estamos lançando uma RIFA DE APOIO A CHAPA 01. Vai ser uma AÇÃO ENTRE AMIGOS com vários prêmios legais e a um preço bem pequeninho. Aguardem e participem, porque não temos dinheiro de patrão e precisamos dessa ajuda de toda companheirada.

Campanha do Tostão Contra o Milhão

Nosso estatuto tem um avanço democrático bastante considerável, pois prevê que cada chapa receba uma ajuda financeira do sindicato, no valor igual a 25% da arrecadação

do mês de Fevereiro/2.011. É uma forma de garantir um mínimo de IGUALDADE entre os concorrentes. Mas o valor é insuficiente para toda campanha, pois é só uma ajuda. Dessa forma precisamos arrecadar mais recursos. Os adversários já começaram gastando muito dinheiro com pesquisa, muito material e, agora, distribuição de camisetas. Vão fazer aqui a mesma coisa que fizeram nos têxteis, quando derramaram dinheiro na campanha doando camisetas (da mesma cor vermelha), chaveiros, outros brindes, milhares de jornais e folhetos, televisão, um monte de brutamontes de São Paulo durante semanas hospedados em hotéis de Blumenau. E esses foram só alguns exemplos de gastos absurdos, algo a ser investigado pelo Ministério Público do Trabalho. E como é a mesma turma, vão querer repetir aqui aquela prática anti-democrática e desrespeitosa com quem vive de salário com muito suor e sacrifício. Nós não vamos desrespeitar a categoria com dinheiro jogado fora e desperdícios. Faremos uma campanha limpa, com pouco material, apenas o necessário para que a categoria conheça nosso time de luta e as propostas. De resto, a categoria saberá reconhecer quem tem seriedade e não fica de futrica e fuxico nos terminais.


Nossa Força, Nossa História - Chapa 1

Blumenau e Gaspar. Março de 2011, n. 2

Pag 8

Campanha Eleitoral

Atenção, companheiros da Verde Vale

Em pouco mais de quatro anos, gestão combativa do Sindetranscol tem organizado nossa luta por uma vida melhor

Não se deixem enganar por oportunistas de última hora. Tem gente por aí dizendo que o sindicato só serve para a empresa Glória e Rodovel. Dizem também que o pessoal da Verde Vale SÓ PERDEU durante as últimas campanhas salariais. Então vamos esclarecer mais esta mentira também. Quando a Verde vale entrou em Blumenau, já tinha um salário bem maior para motoristas e cobradores. Então, vocês já recebem um salário maior ao longo do tempo. Por outro lado, os companheiros da Glória e da Rodovel tinham direito a ganhar o mesmo salário, porque fazem o mesmo serviço. Além disso, salários diferentes atrapalha o

trabalho do sindicato, dificulta as negociações e cria divisão na categoria, como agora o pessoal da outra chapa está tentando fazer. Portanto, este problema precisava ser resolvido e fizemos de tudo para que assim fosse. Conquistamos a igualdade salarial para motoristas, cobradores, fiscais, mecânicos e outras funções. Agora somos todos iguais, desse ponto de vista, e estamos mais fortes para continuar a luta para avançar ainda mais.

MANTER TODOS OS DIREITOS CONQUISTADOS – A lei brasileira estabelece só um ano de validade aos acordos coletivos. Então, todos os anos temos que lutar para manter o que já foi conquistado. PERMANÊNCIA DOS POSTO S D E T R A BA L H O D O S COBRADORES(AS) – Essa é uma das questões mais importantes. As catracas eletrônicas vem para desempregar e nossa luta vai manter estas centenas de empregos. MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO - Nos ônibus, com bancos ergonômicos, espaços

Jamais assinaremos acordo ou aceitaremos qualquer proposta de empresa que traga prejuízo

aos trabalhadores(as). É só os(as) companheiros(as) da Verde Vale compararem os índices de inflação anual no Brasil, a partir de 2006, com os índices aprovados nas assembléias e verão que dizemos a verdade: em TODOS OS ANOS o pessoal da Verde Vale teve AUMENTO REAL de salário. Então é mentira dizer que teve perda, porque a realidade mostra que teve GANHO REAL. Em segundo lugar, ninguém

tinha tíquete alimentação, mas agora, todos(as) recebem. E isso é um ganho incontestável para a galera da Verde Vale, que não recebia nada, mas passou a receber. Portanto, teve mais este ganho também. Além disso, conquistamos vários outros benefícios para toda a categoria, e o pessoal da Verde Vale também foi beneficiado, por exemplo, com melhores condições de trabalho.

adequados, menos ruídos e vibrações. Nos terminais e garagens vamos continuar a luta por locais de repouso e alimentação adequados. PLR (PARTICIPAÇÃO DE LUCROS POR RESULTADOS) – As empresas ganham muito dinheiro explorando o povo e nosso trabalho. Queremos nossa parte. FIM DE SEMANA CASADO Lutar por um final de semana de folga casado por mês para todos os trabalhadores . PLANO DE SAÚDE – Vamos ampliar as mobilizações para arrancar um plano de saúde bá-

sico pago pelas empresas. Mas não podemos deixar de lado a luta para que o Estado assuma sua obrigação legal com a saúde pública. REDUÇÃO DO INTERVALO – Além de reduzir a jornada de trabalho, continuaremos a lutar pela redução do tempo que ficamos no intervalo para descanso e alimentação. ANUÊNIO – Lutar pela valorização do tempo de trabalho em uma mesma empresa com o índice de 1% a mais no salário para cada ano trabalhado. FIM DAS TERCEIRIZAÇÕES NAS GARAGENS – Somos contra

as terceirizações na limpeza e manutenção. CURSOS DE QUALIFICAÇÃO – Os cursos e qualquer convocação feita pelas empresas fora do horário normal de trabalho, devem ser pagos como horas-extras. SINDICATO ATENDERÁ DEMITIDOS POR 90 DIAS – Não podemos virar as costas para quem é demitido. Os sócios demitidos e que continuarem pagando mensalidade, terão todo o atendimento e assistência do sindicato por 3 meses após a demissão. Na próxima edição, propostas de lazer, convívio social, esportes e mais.

Não houveram perdas salariais

Glória e Rodovel tinham salários bem mais baixos do que a Verde Vale

Conheça nossas propostas

Chapa 1 Sindetranscol - Boletim 2  

Boletim da Chapa 1 - Eleições 2011 no Sindetranscol. Diagramação: Leonel Camasão

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you