Page 1

CRARTS 1ª Edição, 5 de maio de 2014 R$ 9,90 Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

- A HISTÓRIA DE WILLIAM MORRIS PÁGINA 3

- O MOVIMENTO ARTS AND CRAFTS PÁGINA 4

- MOVIMENTO E ESCOLA BAUHAUS EXPLICADO POR IGOR NUNES PÁGINA 6


EDITORIAL

3 William Morris, Biografia.

4 Guilherme Lopes Marolli, 19. Arts and Crafts foi o primeiro movimento de design que revolucionou o mundo. Ocorreu na Inglaterra na segunda metade do século XIX. Se opondo a revolução industrial, o movimento deu novo valor aos artesões e a cada obra prima. William Morris, foi quem pensou diferente e teve a grande ideia desse movimento, não viveu por muito tempo, mas foi capaz de inspirar e revolucionar o mundo com seu método inovador de valorizar o trabalho criativo. Mesmo morto o movimento teve continuidade e serviu de inspiração para outros movimentos. O movimento que teve total inspiração no arts and crafts foi a Bauhaus. O movimento que hoje se tornou uma escola vai ser resumido por Igor Nunes, estudante que se inspira neste movimento. Podemos também rever o que acontecia no nosso país aquela época, revoluções, guerras e mudanças que mudariam o rumo do Brasil. Imigrantes tomavam conta

Arts and Crafts, O movimento .

6 Bauhaus,

A história.

7 Brasil,

A proclamação

EXPEDIENTE Presidente: Guilherme Marolli Diretor Administrativo: Guilherme Marolli Diretor Financeiro: Guilherme Marolli Superintendente: Guilherme Marolli Comercial: Guilherme Marolli 2

2 CRARTS

Edição: Guilherme Marolli Textos: Guilherme Marolli Revisão: Guilherme Marolli Diag ramação: Guilherme Marolli Tiragem: 1 Exemplar


WILLIAM MORRIS William Morris nasceu em Londres no dia 24 de março de 1834. Formado em arquitetura na faculdade de Exeter em Oxford, foi o principal fundador do movimento Arts and Crafts, primeiro movimento de design do mundo. Inconformado com o modo trabalista proposto na Revolução Industrial, Morris, pensou em agregar valores ao trabalho manual. Com esse pensamento foi influenciado por John Ruskin, outra principal figura do movimento e resolveu fazer de artesões artistas. William com esse pensamento começo a trabalhar em uma loja de móveis onde cada vez mais se interessou pelas artes decorativas. Seu diferencial com certeza era o design, fazia móveis únicos, que valorizavam muito seu valor no mercado. Além de móveis também era escritor, e pintor. Chegou a publicar seu próprio livro e conseguiu ganhar muito dinheiro com sua paixão, de-

coração. Texturas rústicas, papéis de parede e tecidos personalizados lhe trouxeram uma tranquilidade infinita, mas William nunca estava satisfeito e por fim se especializou em algo que não existia até então: fontes personalizadas. Ele criou e desenhou muitas tipografias e recebeu uma resposta instantanea, mantendo seu foco nas artes únicas, com as fontes não foi

diferente. Morris enfim teve um problema díficil de solucionar: queria d e s t rib u ir su as a rt e s p a ra t od o po vo e nã o s ome nt e para o s ricos que podiam comprar por causa da condição social. Porem não conseguiu resolver, vindo a falecer em 1896 deixando o movimento Arts and Crafts de inspiração para muitas pessoas e futuros movimentos. 3


ARTS AND

Arts and Crafts foi o primeiro movimento de design do mundo, guiado por William Morris e John Ruskin ele veio pra quebrar com o método da revolução industrial com sua simplicidade, e seu design. Dava valor a arte, ao material, a ultilidade, 4

o design e a técnica. Foi um movimento que trouxe novamente a tona o acabamento artesanal e também transformou artesões em artistas. Tinha como principal caracteristica a exclusividade: móveis, texturas, tipografias, tecidos, papéis de paredes entre

vários artefatos únicos no novo mercado, entre eles o que teve maior diferença e trouxe inovação foram as tipografias. Não existia diversidade de fontes, só existia um tipo de tipografia, e William Morris desenhou e inovou e quebrou este paradigma antigo.


Não aceitando o modo como a revolução lidava com os trabalhadores, o movimento procurava sempre dar uma boa qualidade de vida pros trabalhadores, que além de ruim chegava a ser deplorável. Como diz o próprio nome Arts and Crafts o objeti5

vo era unir as artes com os ofícios para valorizar o trabalho do artesão e claro trazer um lucro consideravél. Romantismo, natureza e inovação são os principais conceitos do movimento, sujeira, poluição e máquinas eram totalmente contra o movimento que

foi tomando uma proporção grande e adiquirindo força pela beleza da arte. Esse movimento foi considerado uma revolução pois deu abertura para outros movimentos, escolas e inspirou muitos arquitetos, pintores, escritores e até mesmo escolas.


BAUHAUS Por Igor Nunes.

Igor Nunes

Alemanha havia sido esmagada na 1a. Guerra e humilhada em Versalhes. A economia estava em colapso. Multidões de desempregados vagavam pelas ruas aguardando a explosão de uma revolução ao estilo da soviética. Em novembro de 1918 o Kaiser Guilherme II foi deposto e assume o poder uma coalizão de sociais-democratas e liberais, conhecida como República de Weimar. Em reação ao cenário catastrófico e ao clima depressivo, surge um novo homem, uma criatura sensível, dotada de extrema criatividade intelectual e artística,capaz de inventar o presente e o futuro de um século marcado pela modernidade. A esta visão , o arquiteto Walter Gropius (18831969) deu-lhe em 1919 um nome que se tornaria todo um programa, e o principal fenômeno de arquitetura e design do sec. XX: BAUHAUS. A Escola Bauhaus é a inversão do termo HAUSBAU (construção da casa) para BAUHAUS (casa da

6

construção). Por seu neologismo, Gropius fazia referência à Bauhütte, loja ou centro das corporações de construtores de catedrais na Idade Média. A Idade Média viu na catedral um templo de união entre vida e arte. A própria escola fundada por Gropius identificava-se com uma casa em forma de catedral ou farol, destinada, como as igrejas da Idade Média , a divulgar as boas novas. Uma entalhe em madeira intitulado “Catedral”, de Lyonel Feininger (1871/1956) ilustra em 1919 o manisfesto de criação da Bauhaus. Ancorada nas idéias da Escola de Arts and Crafts (Artes e Ofícios) ,de Henry van de Velde, aberta em 1906 em Weimar , inspirada no movimento de mesmo nome surgido na Inglaterra no apogeu do Período Vitoriano, do Deutscher Werkbund ,

(grupo de artistas arquitetos e artesão cujo objetivo era aperfeiçoar o design dos produtos industrializados), bem como em outras correntes reformadoras, a Bauhaus atinge uma notoriedade que ultrapassa as fronteiras da Alemanha. “Arte e técnica, uma nova unidade”,é a fórmula que resumia o programa de uma vasta exposição em 1923,”Staatliches Bauhaus” e contribui rapidamente a divulgar a Bauhaus. A Bauhaus foi dividida em dois setores: a Academia de Arte Pictórica e a Academia de Artes e Ofícios. O principal objetivo era o de acomodar as multidões em pouco espaço, promovendo moradia para os sobreviventes. Em 1932, nenhum outro país construiu mais habitações populares e sua maior parte erguida com o dinheiro de impostos.


BRASIL Em quanto o movimento Arts and Crafts ganhava força na europa, e inovava o jeito de pensar e trabalhar da revolução industruial no Brasil aconteceram vários fatos como a Proclamação da República, que foi uma revolta política, militar ocorrido em 15 de novembro de 1889 que instaurou a forma republicana federativa presidencialista de governo no Brasil, derrubando a monarquia constitucional parlamentarista do Império brasileiro e também conseguindo acabar com a soberania do imperador Dom Pedro II. Foi assim, então, proclamada a República do Brasil. A proclamação ocorreu na Praça da Aclamação (atual Praça da República), na cidade do Rio de Janei-

ro, então capital do Império do Brasil, quando um grupo de militares do exército brasileiro, liderados pelo marechal Manuel Deodoro da Fonseca, destituiu o imperador e assumiu o poder no país. Foi instituído, naquele mesmo dia 15, um governo provisório republicano. Faziam parte, desse governo, organizado na noite de 15 de novembro de 1889, o marechal Deodoro da Fonseca como presidente da república e chefe do Governo Provisório. O marechal Floriano Peixoto ficou com o cargo de vice-presidente. Além disso, a imigração ganhava força, imigrantes vinham para o Brasil a procura de trabalho, a procura de uma nova vida como tinha sido

prometido pelos senhores feudáis que tinham interesse na mão de obra barata e pelas terras do Brasil que possuiam grandes riquezas como o café e o ouro. E por fim, a guerra de Canudos, uma revolta de integrantes do movimento sócio religioso que era liderad por Antonio Conselheiro. A guerra durou um ano e aconteceu no interior da Bahia, o grupo revoltado queria por fim a república e instaurar novamente a monarquia, o exército tomou providências e acabou perdendo 3 batalhas deixando o povo preocupado. Com isso, a populaçã apoiou o exército a por um fim no arrail onde ficavam os rebeldes, conseguindo a legitimidade para o ato, houve um massacre com mais de vinte mil mortes na região, mortes por armas, degola, e também após o ato todo arraial foi incendiado para não existir problemas de provas, sobreviventes ou algo que lembrasse os protestantes. 7


Ricardo Calvi, Campe찾o da wordskills

SENAI, a 34 anos formando mais que profissionais. Formando campe천es.

Revista web