Page 1

JORNAL GENTILEZA ANO 2014 MARÇO DE 2014.

EDIÇÃO Nº 01

INDAIATUBA, 28 DE

PROJETO GENTILEZA

mas acredito que poderemos colher frutos

NOSSOS AÇÕES PODEM

de Calcutá: “É só uma gota no oceano, mas

MUDAR O MUNDO... Sou a professora Leni . Aplico o projeto “Jogos de Raciocínio” com alunos do 3º ,4º e 5º anos de uma escola municipal de período integr al na cidade de Indaiatuba.Certa vez assisti uma reportagem sobre o tema Gentileza que estava acontecendo em algumas escolas públicas e que estava contribuindo para que os alunos convivessem em harmonia maior. Gostei da ideia e pensei que poderia iniciar o ano com uma proposta de convivermos melhor uns com os outros e lancei a ideia para minhas turmas do Projeto logo no primeiro dia de aula. Todas as turmas toparam o desafio.Conversamos sobre alguns valores , criamos um acróstico e estamos tentando colocar em prática em nosso convívio. Quando algum aluno é grosseiro com o colega ,por exemplo,eu relembro o combinado e pergunto onde está a gentileza. Com o passar do tempo pude perceber que eles mesmos estão se acostumando a lembrar uns aos outros.Já pude presenciar fatos interessantes. Fiz um cartaz com o nome das turmas e também inclui o meu , explicando que eu também preciso tratá-los com gentileza e eles podem e devem me lembrar disso também no trato com eles.É só o início

desse trabalho, pois como dizia Madre Tereza sem ela o oceno seria menor.”


O POVO SE MOBILIZA E AS FRASES ESCRITAS NOS VIADUTOS SÃO PRESERVADAS, CONFORME A REPORTAGEM PUBLICADA NA REVISTA BONS FLUÍDOS, EM JULHO DE 2010.

TGentileza gera gentileza O Profeta Gentileza deixou suas palavras inscritas em 56 murais no viaduto do Caju, no Rio de Janeiro. Desde abril, essas pilastras estão sendo restauradas para devolver mensagens cordiais à cidade maravilhosa

Vivian Goldmann Revista Bons Fluidos – 07/2010 Ainda bem que o protesto da cantora Marisa Monte na música Gentileza, do CD Memórias, Crônicas e Declarações de Amor, lançado em 2000, é coisa do passado. Um dos trechos da canção diz: “Apagaram tudo/Pintaram tudo de cinza/A palavra no muro/Ficou coberta de tinta”. Para quem não sabe, a cantora estava se referindo aos poemas de José Datrino, popularmente conhecido como Profeta Gentileza, que foram apagados pela Companhia Municipal de Limpeza Urbana (COMLURB), do Rio de Janeiro. Durante os anos 80 até sua morte, em 1996, Gentileza colocou vida, pintou letra por letra e deixou mensagens simples de sabedoria em 56 pilastras no viaduto do Caju, que vai do cemitério do Caju até a rodoviária Novo Rio, numa extensão de, proximadamente, 1,5 km. Ele escrevia numa altura em que suas palavras pudessem ser apreciadas pelas pessoas que passassem de ônibus pela região. Talvez sem premeditar, ao numerar as pilastras Gentileza acabou formando uma espécie de livro urbano. “Cada um dos murais não se encerra em si

mesmo como um quadro isolado”, explica o amigo Leonardo Guelman, autor do Livro Univvverrsso Gentileza, (ed. Mundo das Ideias). Com o passar dos anos, os murais foram danificados por pichadores, sofreram vandalismo e o resto da história você já conhece. Felizmente, a ação da COMLURB gerou críticas e, com a ajuda da prefeitura, foi organizado o projeto Rio com Gentileza para restaurar os murais das pilastras. No início de 2000, a restauração foi concluída e o patrimônio urbano carioca preservado. Desde o final de abril, após dez anos de desgaste, quatro artistas plásticos iniciaram uma nova restauração, a partir da pilastra número um, no km zero da Avenida Brasil. Era desse ponto que Gentileza dava as boas-vindas a quem chegasse à cidade maravilhosa. “A emoção dessa conquista é que a mensagem de Gentileza está sendo cada vez mais difundida, se espalhando pelo imaginário das pessoas”, esclarece Dado Amaral, autor de dois curtasmetragens sobre o folclórico profeta: Gentileza, em 1994, e Porr Gentileza, em 2002. FONTE: http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia /atitude/gentileza-gera-gentileza577354.shtml


PENSANDO EM GENTILEZA E COMO PODERÍAMOS AJUDAR O PRÓXIMO, NOSSA TURMA RESOLVEU CONHECER UM POUCO A HISTÓRIA DA APAE E COMO PODEMOS CONTRIBUIR COM O TRABALHO NA CIDADE DE INDAIATUBA.

Histórico A primeira APAE foi fundada em 11 de dezembro de 1954. Foi a APAE do Rio de Janeiro. Em 1962, houve uma assembléia das APAEs até então existentes e foi criada a Federação Nacional das APAEs. Atualmente, as APAEs estão presentes em mais de 2.000 municípios brasileiros, constituindo-se no maior movimento comunitário do mundo. O nome escolhido para a primeira entidade, em 1954, a do Rio de Janeiro, foi Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, ou,


abreviando, APAE. O nome e a sigla, não só permaneceram os mesmos até hoje, como se transformaram em sinônimo de credibilidade, doação, amor e competência. O símbolo utilizado pelas APAEs é o de duas mãos, desniveladas, uma em posição de amparo e a outra, de orientação. Existe, inclusive, um pensamento muito adotado que diz o seguinte: “Onde você encontrar estas mãos, estenda as suas”. APAE de Indaiatuba é uma Entidade Filantrópica sem fins lucrativos, fundada em 29/06/1976 por um grupo de pessoas interessadas na causa dos portadores de necessidades educativas especiais em sua maioria membros da loja Maçonica Ordem e Progresso que contou com o apoio fundamental da Prefeitura Municipal de Indaiatuba e também da comunidade, comércio, indústria, clubes de serviços, identidades assistenciais e religiosas da epóca. Desde 1954... Desde 1954 a APAE é uma entidade de referência no Brasil no atendimento integral a pessoa com deficiência e na luta pelos seus direitos. Devido a tanta experiência e dedicação a marca APAE se fortaleceu e tornou-se uma rede presente em 2 mil municípios brasileiros. É por causa de tanto trabalho e afeto que o nome APAE possui valores que só o tempo e muito empenho podem atribuir a uma marca. E é de

fundamental importância que a percepção que a sociedade tem do nosso trabalho seja sempre renovada de acordo com a nossa missão e com ações de comunicação eficientes e criteriosas. Por isso, saber como a sociedade percebe o trabalho que a APAE realiza e qual imagem que ela faz da nossa marca é de suma importância para que possamos alinhar nossas ações de comunicação, no intuito de manter uma imagem positiva ou nos esforçamos para mudar qualquer conceito que não esteja de acordo com a nossa realidade. Buscando atingir este objetivo, a Federação Nacional das APAEs concluiu, em junho de 2006, junto ao Instituto Qualibest, uma pesquisa de posicionamento da marca APAE, sendo entrevistadas 3.712 pessoas de todo o país. Tais resultados favoráveis são conseqüências do trabalho de todos nós! Saiba mais sobre a pesquisa acessando do site: www.apaebrasil.org.br


Missão A APAE de Indaiatuba tem por MISSÃO promover e articular ações de defesa de direitos, prevenção, orientação, prestação de serviços, apoio à família, direcionados à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária. FONTE: http://www.apaeindaiatuba.org.br/hist oria/

CONHEÇA A CAMPANHA DE 2014 “Diferenças que nós unem – A gente joga junto” Desde 2009 ,a APAE (associação de pais e amigos dos excepcionais de Indaiatuba )lança a campanha das camisetas. Este ano serão 2000 camisetas que estarão disponíveispara aquisição através da campanha “Diferenças que nós unem –A gente joga junto” remetendo aos jogos da Copa do Mundo.

CONTATOS

19 3801 – 8890 atendimento@apaeindaiatuba.com.br

Fonte: http://www.apaeindaiatuba.org.br/dif erencas-que-nos-unem-a-gente-joga-


junto-e-tema-da-campanha-desteano/

OS ALUNOS DO 5º ANO A PESQUISARAM E ACHARAM ESSA CAMPANHA MUITO BACANA. Veja nos comentários das alunas Sofia Bressanin e Silva e Giovanna Alves Pania Gua:eP:ania Grenças “Os alunos da escola “EMEB Sylvia Teixeira de Camargo Sannazzaro”do 5º ano A acharam muito interessante a campnha ,pois os alunos da APAE estão precisando de ajuda .Achamos legal o projeto a “ diferença nós unem” e a colaboração de vocês em comprar a

instituiçõe MODELO DA CAMISETA 2014

camiseta para divulgar o projeto .

MAIS SOBRE A APAE INDAIATUBA

Cada camiseta custa R$25,00 se todos comprarem estarão fazendo um ótimo trabalho e estarão contribuindo para o atendimento pois tambem merecem muito amor e carinho igual a todos nós.” Faça um gesto de gentileza, adquira sua camiseta !!

OLHA QUE INTERESSANTE A MATÉRIA DO JORNAL MAIS EXPRESSÃO DO DIA 21/03/2014 Alunos da Apae exibem trabalhos no Shopping Jaraguá Exposição “ReutilizArte” acontece em alusão ao Dia Internacional da Síndrome de Down.


O Shopping Jaraguá Indaiatuba recebe hoje, dia 21, a exposição “ReutilizArte”, que reúne trabalhos desenvolvidos pelos alunos da Escola APAE de Indaiatuba, que estão inseridos no nível de Ensino Sócio Educacional, com idade entre 15 e 35 anos. A mostra acontece em alusão ao Dia Internacional da Síndrome de Down. O tema proposto aos alunos foi a preservação do meio ambiente, tendo como objetivo desenvolver a criatividade, expressão artística, coordenação motora fina e, principalmente, o entendimento e a apreciação da “Arte” como meio de expressão e comunicação. A partir dessa proposta, os alunos da Apae criaram quadros inspirados na natureza e reciclagem. Além das obras, serão expostas fotos dos 15 Programas Ambulatoriais da Instituição. Ainda hoje, profissionais da APAE estarão presentes, das 10h às 16 horas, para esclarecimento de dúvidas e informações. “É de suma importância mostrarmos os trabalhos desenvolvidos pelos alunos da Apae reforçando a integridade do projeto e da instituição que é primordial para a sociedade”, diz coordenadora de marketing do Shopping Jaraguá, Cinthia Lagranha. A exposição é gratuita e acontece até o dia 28 de março na praça de eventos do Shopping Jaraguá Indaiatuba, durante o horário de funcionamento do shopping.

Atendimentos Atualmente, o Ambulatório de Especialidades da APAE atende a 670 usuários com diagnóstico de deficiência mental, paralisia cerebral e síndromes diversas de causa neurológica. Conta com uma equipe interdisciplinar nos setores de Neurologia, Serviço Social, Odontologia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Psicopedagogia e Enfermagem.

Serviço Exposição “ReutilizArte” Data: 21/03 a 28/03

Horário: durante o horário funcionamento do shopping

de

Local: praça de eventos do Shopping Jaraguá - Rua 15 de Novembro, 1200, Centro – Indaiatuba

Evento gratuito

FONTE: http://maisexpressao.com.br/noticia/ alunos-da-apae-exibem-trabalhos-noshopping-jaragua-17009.html


E NÓS FOMOS PERTINHO...

PARA

CONFERIR

DE


PROFESSORA LENI VISITANDO A EXPOSIÇÃO

VOCÊ PODE CONTRIBUIR...SERÁ UMA GENTILEZA DE SUA PARTE.

JORNAL GENTILEZA 2  

UMA POSSIBILIDADE DE UM MUNDO MELHOR