Page 1

Forbo Pisos Ltda Rua Laguna, 708 04728-001 - Santo Amaro SĂŁo Paulo - SP Tel.: (11) 5641-8228 Fax : (11) 5643-9828 info@forbo-linoleum.com.br www.forbo-linoleum.com.br

Desenvolvimento sustentĂĄvel

Cuidando do meio ambiente

criando ambientes melhores


Criando ambientes melhores Valor fundamental da Forbo Flooring: temos o compromisso de proteger o meio ambiente e investir em um futuro sustentável, através da busca constante pela criação de produtos e processos mais compatíveis do ponto de vista ecológico. Responsabilidade ambiental é um dos valores fundamentais da nossa empresa há décadas. Acreditamos que ser ambientalmente responsável é a coisa certa a se fazer como empresa cidadã e na nossa atividade. Com uma cultura corporativa de compromisso ambiental de longo prazo, a Forbo é líder mundial em linóleo. Nossos produtos são associados a um design bonito e inovador, longa durabilidade e alta qualidade de produção. Nossas marcas mundiais Marmoleum® e Artoleum® são comercializadas no mundo inteiro, com um histórico comprovado de mais de 100 anos de produção contínua. Uma das pedras angulares para ocupar a liderança mundial é ser líder global em responsabilidade ambiental – e isso não só em termos de marketing, mas assumindo na prática a responsabilidade ambiental.

Índice 3 4 6 7 8 10 11 12 14 15 16

Criando ambientes melhores O que dizem os outros Análise do Ciclo de Vida Conclusões de vários estudos de ACV Matérias-primas naturais Produção de Linóleo Avaliação Selos ambientais Um olhar mais atento ao aquecimento global Números O linóleo na prática

Todos nós estamos prestes a obter um perfil ambiental ideal, e durante quase duas décadas estivemos empenhados em melhorar a nossa performance. Todos os anos os resultados são publicados em um relatório ambiental anual que também está disponível na internet: www.forbo­flooring.com

Histórico ambiental Início no emprego de Certificação especialistas ISO 9001 em Saúde, Segurança e Meio Anbiente

1o estudo ACV realizado

2o estudo ACV

Concessão

Certificação

do selo

ISO 14001

Vencedor do prêmio Sequoia

Prêmio do

Recebeu o Selo de

Agraciado

governo como

Qualidade Ambiental

com o Selo

escandinavo

empresa

da Holanda

Ambiental

Nordic Swan

auto-

(Milieukeur)

alemão TÜV

reguladora

3o estudo ACV realizado

Recebeu o Selo ambiental austríaco UZ42

Obtenção do certificado alemão Nature Plus

Selo ambiental Australian Choice

Obtém o selo ambiental da Nova Zelândia


O que os outros dizem “ Na comparação com alternativas similares, os produtos Marmoleum® e Artoleum® apresentam importantes atributos ambientais preferenciais relacionados ao uso de matériasprimas renováveis e não-renováveis, toxicidade humana, ecotoxicidade, cargas ambientais associadas a resíduos, toxicidade de tratamentos da superfície e longevidade, a partir de uma perspectiva do ciclo de vida do produto para pisos.

Australian Environmental Labelling Association Inc.

“ O WWF se preocupa com o uso da energia, com os seus conseqüentes efeitos sobre o clima e a ameaça que isso representa para a vida selvagem no mundo todo. Todo produto que usa menos energia e menos combustível fóssil é preferível às alternativas que gastam mais de tais recursos. A WWF Suécia encoraja os compradores institucionais a escolher produtos que causem menos impacto no meio ambiente. Junto com a Forbo Flooring, organizamos um concurso para premiar as autoridades locais que usam os produtos para piso com menor consumo de petróleo e energia. O princípio para calcular o impacto ambiental dos materiais de revestimento para pisos apresentados pela Forbo foi muito útil para fornecer diretrizes e avaliar resultados. Outra preocupação do WWF é a derrubada ilegal e o comércio clandestino de produtos de madeira. Além disso, a Forbo Parquet é membro da WWF Sweden Forest and Trade Network – uma rede de empresas comprometidas com a exploração e o comércio conscientes. A política de compras da Forbo Parquets mostra que nós compartilhamos valores também em relação a essas questões” . Lena Dahl, WWF / Suécia

“Em nossos projetos, sempre damos atenção à qualidade ambiental, seja numa grande facilidade de manutenção, propriedades higiê- escala, tal como em questões de locação, a disposição dos edifícios, a integração e a nicas, extrema durabilidade, propriedades forma dos componentes individuais do prédio, ecologicamente corretas e um custo de ciclo de a aparência externa geral, ou os pequenos vida mais baixos, foi um fator decisivo crucial detalhes, como os materiais construtivos do prédio e os produtos de construção utilizados. para nós.” O escritório Mülberger-Rieger-Breiden Austin-Smith: Lord, EUA lida basicamente, com novas construções de Escritório de Arquitetura grande porte e com projetos de reforma na infraestrutura de serviços, especialmente hospitais. “Como parte do nosso processo de seleção, Ao escolher revestimentos para pisos, os nós exploramos os materiais e sua adequanossos construtores também estão desenvolção a um dado ambiente. Marmoleum® foi vendo um interesse cada vez maior e uma escolhido para todas as áreas de emergência, responsabilidade em relação aos chamados devido à sua textura natural e resistência a “produtos duráveis”, isto é, produtos naturais bactérias. Essa qualidade ajuda a criar um provenientes de materiais renováveis. ambiente seguro para o paciente, combatendo Após definir os requisitos de desempenho, tais os germes e insetos do dia-a-dia, sem o uso como higiene, condutividade, carga, etc., e excessivo de agentes de limpeza prejudiciais ou após escolher a aparência geral desejada, tóxicos ” tal como a cor e o design, deve-se dar a Jas Dhami, mesma importância à questão do “edifício Economista d construção civil, durável”. Nesse sentido, uma certificação para Carillon plc, Reino Unido ecológica reconhecida e com uma marca de “Aqui o Marmoleum® está voltando a qualidade igualmente confiável é algo florescer. de grande importância para o construtor e útil para nós como arquitetos”. Há anos é conhecido como revestimento Mülberger, Berlin, Alemanha para pisos ecologicamente impecável, MÜLBERGER RIEGER BREIDEN, durável e econômico. Escritório de arquitetura

“O fato do Marmoleum® ser conhecido pela

Agora, devido à sua flexibilidade, ele começa a conquistar a arquitetura de novas superfícies, espalhando-se sobre móveis, recobrindo pisos, paredes e teto de forma integrada, abrangendo tudo num único ambiente.” Wolfram Putz, GRAFT, Berlim, Alemanha Escritório de arquitetura

5


Análise do Ciclo de Vida

Conclusões de vários

O impacto ambiental dos revestimentos para piso pode ser estimado por meio de uma Análise do Ciclo de Vida (ACV). As ACVs mapeiam os impactos ambientais de produtos em cada estágio de sua vida. A exclusão de quaisquer elementos ou impactos invalida os resultados.

ACV Ambiental de quatro tipos de linóleo, vinil, carpetes de lã e carpetes sintéticos (1993)

Marmoleum® é um dos primeiros revestimentos para piso a publicar estudos independentes de ACV revisados por pares. No intuito de aperfeiçoar continuamente o nosso desempenho, a Forbo participou ou encomendou estudos de benchmark baseados nos ACVpor muitos anos. Os resultados e as recomendações provenientes desses estudos contribuíram enormemente para a constante melhoria do nosso desempenho ambiental.

ELEMENTOS DO PROCESSO (Ciclo de Vida do Produto) Matérias primas

pré­ processamento

produção

distribuição

instalação

estudos de ACV

Análise do Ciclo de Vida dos materiais para pisos (1995)

Universidade de Tecnologia de Chalmers (Gotemburgo, Suécia) em Departamento de Ciência, colaboração com as indústrias Tecnologia e Sociedade, químicas, de pisos vinílicos e de Universidade de Utrecht (Holanda, linóleo, e fornecedores de madeira e 1993). pisos de madeira na Suécia. Graças ao uso de matérias primas A conclusão desse ACV afirma que: naturais, o linóleo era visivelmente “ Usando os dados mais recentes, o revestimento para piso mais em duas das três análises o linóleo compatível com o meio ambiente, apresenta valores de impacto concluíram os pesquisadores. similares àqueles dos pisos de madeira “ A comparação mostra que o tradicional compatíveis com o meio linóleo é claramente o melhor” . ambiente.”

uso & manutenção reciclagem & coleta

CATEGORIAS DE IMPACTO AMBIENTAL aquecimento acidificação global eutroficação

toxicidade toxicidade depleção de ecológica humana recurso natural resíduos sólidos

depleção do ozônio

formação qualidade de smog do ar interno

energia incorporada

7 6

ACV dos nossos produtos de linóleo (2000) Centro de Ciência Ambiental, Universidade de Leiden (Holanda, 2000). A principal conclusão é que o impacto ambiental do nosso linóleo foi muito pequeno. “ Foram identificadas áreas com potencial de aperfeiçoamento, e diversas ações foram efetuadas para assegurar um desempenho ambiental ainda mais otimizado” . Para obter uma versão desse relatório, favor dirigir-se ao website: www.leidenuniv.nl/cml/ssp/publications/ lcalinoleum.pdf


Matérias primas naturais

Matérias primas naturais, disponíveis em abundância.

As questões ambientais desempenham um papel vital no processo comercial do nosso dia-a-dia e integram nossos sistemas e procedimentos de gestão. Isso inclui uma estreita colaboração com nossos fornecedores no esforço de aperfeiçoar o impacto ambiental dos produtos que nos são fornecidos. Isto, é claro, também contribui para a melhoria no resultado dos ACVs do nosso linóleo.

A natureza nos deu um bom começo, providenciando matérias primas renováveis para fazer linóleo. Essas matérias primas são colhidas ou extraídas com um consumo relativamente baixo de energia.

Resina

Farinha de madeira

Farinha de cortiça

Óleo de linhaça

Calcário

Juta

A resina, agente essencial nos

É usada para amalgamar os pigmentos e

A farinha de cortiça é elaborada

O óleo de linhaça, matéria-prima mais

Encontrado no mundo todo em grandes

Da ampla variedade de materiais

primeiros passos para a produção

assegurar a formeza das cores. Desse modo,

moendo-se a casca do sobreiro, árvore

importante no fabrico do linóleo, é obtida pela

quantidades, o calcário moído bem fino

disponíveis para fazer o fundo dos

de Marmoleum® e Artoleum®, é

Marmoleum® e Artoleum® mantêm as cores

que cresce em torno do Mediterrâneo.

pressão das sementes da planta do linho. No

é um valioso ingrediente de

revestimentos para pisos, preferimos

tirada dos pinheiros sem afetar o

bonitas e vibrantes ao longo de toda a vida.

A casca retirada a cada sete anos não

passado, o óleo de linhaça era usado como

Marmoleum® e Artoleum®

a juta natural. Os fios para a trama

seu crescimento. Junto com o óleo

Outra razão para usar farinha de madeira é

afeta o crescimento da árvore. A farinha

óleo de cozinha e também na iluminação.

são fiados com a juta plantada na

de linhaça, a resina confere ao

que ela ajuda a dar uma superfície suave.

de cortiça é usada como matéria-prima

Adicionamos ainda Tall oil, um subproduto

Índia e em Bangladesh.

Marmoleum® e Artoleum® a sua

Optamos por não usar farinha de madeiras de

em dois dos nossos produtos: Bulletin

reciclado do processo pós-industrial da indústria

força e flexibilidade.

lei tropicais, e sim farinha de madeira de

Board e Corklinoleum.

de papel Kraft , a fim de otimizar o processo de

espécies cultivadas em florestas européias

oxidação na produção de linóleo.

controladas, onde cada árvore derrubada é substituída.

Enquanto houver sol e enquanto houver chuva, podemos produzir Marmoleum® e Artoleum®.

Pigmentos As mais belas cores são criadas usando-se pigmentos ecologicamente responsáveis que não contêm metais pesados, tais como chumbo e cádmio.

8

9


Produção de linóleo

Avaliação

O processo de produção do linóleo existe há mais de um século. Sua fabricação consiste, basicamente, de oxidação, mistura, calandragem e secagem. Potencialmente falando, o maior impacto ambiental na produção de linóleo está no uso da energia. Durante anos nos propomos metas para a redução no uso de energia. Em 2004 conseguimos uma economia de 3,2% em energia.

Avaliação do nosso progresso Nós direcionamos os nossos avanços usando a Análise do Ciclo de Vida como diretriz. A mais recente inovação da Forbo foi o desenvolvimento do Topshield. Topshield reduz drasticamente a necessidade de limpeza e manutenção. Juntamente com essa melhoria no desempenho, Topshield também apresenta efeitos positivos no impacto ambiental quando calculado por meio do nosso sistema de ACV. Isso mostra claramente que o desempenho ambiental e o aperfeiçoamento funcional podem caminhar lado a lado.

Níveis de impacto da ACV*

1 Suprimento de óleo de linhaça 2 Armazenagem de óleo de linhaça e farinha de madeira

Consumo de energia 2000 - 2004 Gás natural

Eletricidade

3 Boiler de oxidação. Suprimento de ar, mistura do óleo de linhaça e da resina 4 Cimento de linóleo na área de oxidação

11Misturador Raspador (rolo com pinos) 1 Resfriador 1 Armazenagem em paióis Suprimento de grânulos de 15linóleo para calandragem 16Suprimento de juta 17 Calandras

18Linóleo pronto para área de 5 Pesagem e mixagem 19secagem de ingredientes secos 20Área de secagem (farinha de madeira, 21 preenchedores e 22Setor de Corte pigmentos) 23 6 Suprimento de cimento Acabamento de fábrica Corte sob medida 7 Misturador 8 Processo de mistura 9 Misturador

2.5 mm Marmoleum® ETC

2.5 mm Marmoleum® Topshield

* Sistema de ACV baseado na ACV feita pelo Centro para a Ciência Ambiental da Universidade de Leiden (Holanda, 2000)

Embalagem

Transporte para o depósito

10 11


Selos ambientais Normas de qualidade ambiental Em diversos países as empresas podem submeter os seus produtos à certificação ambiental. Esses selos de qualidade ambiental são concedidos aos produtos que cumprem os rígidos critérios nos quais se baseia a certificação. A nossa apolítica é garantir que os nossos produtos atendam a esses selos ecológicos.

Holanda

Alemanha Em 2004, a Forbo foi awas primeira empresa de In 2004 Forbo the first resilient pisos de alta resistência a obter o certificado company to obtain the Nature Plus Marmoleum® e Artoleum®. Nature certificate Plus para for Marmoleum® and Artoleum®. Nature Plus é um selo ambiental de produtos no Nature Plus is a Europe-wide environmental âmbito europeu que testa produtos quanto às product ambientais, label testingfuncionais produtos on características e de environmental, health and functional saúde. Somente são aprovados produtos que characteristics. Produtos can only be apresentam: approved when they have: − mínimo de 85% de componentes at leaste/ou 85% renovável and/or renováveis minerais; mineralpara components; − aprovação uso em construção e a buildingcom approval and are in conformidade as principais normas compliance with the relevant européias (EN) em termos de adequação funcional; EN standards (functional suitability); − isento no usede ofsubstâncias substances prejudiciais which are ou que apresentem risco à saúde ou aoormeio harmful or hazardous to health to the ambiente; environment; − produção ecologicamente compatível e a conservationist and environmentally visando a conservação da energia (ecofriendly produção (eco­indicators); indicadores); strict laboratory testing of referentes produtos for − rígidos testes em laboratório a hazardousdesubstances and emissions; substâncias risco e emissões; − umancorte transversal independente da ety, independant cross­section of soci sociedade efetuado a partir do interior drawn from within the organisation, da organização, verificando os selos which checks that the se labels are são valid válidos e de utilidade. and useful.

Em 1998, Marmoleum®, Artoleum®, Em 1998, Marmoleum®, Artoleum®, Walton and Corklinoleum received the Walton e Corklinoleum receberam o selo Netherlands Environmental Quality Mark. deThis Qualidade Holanda Dutch Ambiental Eco label da covers the whole life Netherlands cycle. In addition, packaging and (The Environmental Quality product information must all meet strict Mark). Esse selo ecológico holandês requirements. cobre todo o ciclo de vida. Além disso, as The Netherlands informações sobre Environmental a embalagem eQu o ality Mark is an independent, trustworthy produto devem atender requisitos hallmark, proving that produtos carrying rigorosos. Essa marca de qualidade this label, such as Marmoleum® ambiental é um selohave independente e and Artoleum®, a low environmental impact. confiável, indicando que seus portadores, como Marmoleum® e Artoleum®, têm um baixo impacto ambiental.

Escandinávia

Austria Áustria

EUA

Australia

Nova Zelândia

O Selo Nordic Swan visa a

In 2001 Marmoleum® e Artoleum®

Os produtos Desk Top e Bulletin Board

O selo ambiental Good Environmental Choice

estimular atitudes de compra

receberam o selo ambiental

receberam um prêmio ambiental em 1997.

Ecolabel é conferido a produtos que atendem

O New Zealand Ecolabelling Trust é

ecologicamente conscientes,

austríaco UZ 42. Isso demonstrou

Ambos foram declarados ganhadores do

ou superam os padrões auto-impostos de

através da disseminação de

que nós oferecemos uma opção

cobiçado Prêmio AWFS Sequoia, dado pela

performance ambiental. O procedimento de

informações junto aos usuários.

ecologicamente compatível em pisos

Associação de Carpintaria e Fornecedores de

verificação é gerido através de um Sistema

A manutenção desse selo é

de alta resistência. Para o UZ 42, os

Mobiliário. O prêmio é dado às organizações

Documentado de Gestão da Qualidade e de

indicador de um compromisso

produtos são avaliados quanto aos

do ramo que mostram inovação ambiental e

Manuais do Programa de Certificação, tendo

contínuo com um desempenho

teores de halógenos, metais

liderança em técnicas aplicações e processos

feito amplo uso da norma ISO 14001.

cada vez melhor, pois a cada re-

pesados, bactericidas e fungicidas,

de conservação. Nosso linóleo levou o Prêmio

O programa avalia os principais impactos

certificação o padrão de

bem como quanto às emissões de

de inovação da revista Buildings Magazine

ambientais durante o ciclo de vida dos

performance é mais elevado.

gás. Também se avalia o impacto

pela Sensibilidade Ambiental durante o evento

produtos e fornece informações ambientais

ambiental na produção, o uso e a

Neocon Trade Show (Chicago) em 1998, 1999

independentes para uma ampla gama de

coleta. O UZ42 só é dado a produtos

e 2001.

produtos de consumo e de construção.

um selo ambiental voluntário, baseado em múltiplas especificações, implantado e endossado pelo governo da Nova Zelândia para reduzir o impacto ambiental de produtos. Ele fornece orientação independente e com credibilidade para os consumidores que desejam

adquirir

produtos

mais

ecologicamente compatíveis.

que estão entre as opções mais ecologicamente compatíveis que estão disponíveis. 12

Nenhum fabricante de pisos no mundo é tão premiado! 13


Um olhar atento ao aquecimento global Um elemento do impacto ambiental no ACV é o aquecimento global. Trânsito, aquecimento e uso de eletricidade são as causas principais do aquecimento global. Os revestimentos para pisos são um elemento menor nessa equação. Ainda assim, é nossa responsabilidade informar quanto ao melhor uso possível dos revestimentos para piso. As diferenças entre os revestimentos para piso são grandes quando se avalia o consumo de petróleo e a conseqüente liberação de dióxido de carbono. Essa conclusão pode ser tirada a partir de dados do Conselho Sueco para a Construção Sustentável, uma organização mutualista para empresas imobiliárias, construtoras e empresas de material de construção, combinada com as composições oficialmente declaradas para os produtos de revestimento para pisos.

Dados

Foram aplicados os simples princípios a seguir: • todo petróleo utilizado, mais cedo ou mais tarde se torna CO₂ ; • PVC é um material que consiste de 44% de petróleo; • plastificantes são 100% baseados em petróleo; • 80% da energia elétrica é produzida com combustíveis fósseis; • matérias à base de plantas e produção de energia não contribuem para liberar dióxido de carbono. Esses princípios foram reafirmados pela Profu, uma empresa de consultoria especializada de Gotemburgo, sob a liderança do Professor Johan Sundberg , da Chalmers University of Technology, em Gotemburgo, na Suécia.

Resultados

A gestão de resíduos na nossa produção está melhorando em todas as frentes.

Instalação

Ser socialmente responsável também significa ser proativo. Nós não esperamos a legislação entrar em vigor. Por exemplo, nossa atual gama de adesivos já inclui produtos isentos de solvente. Cuidados com o piso O método mais eficaz para remover poeira e sujeira dispersa é passando um pano seco. Esse método tem o efeito mais benéfico sobre o desempenho ambiental do nosso linóleo. Sob condições normais, os pisos Marmoleum® e Artoleum® em aplicações na área da saúde não requerem o uso de quantidades significativas de desinfetantes. O uso limitado de água e produtos químicos contribui de modo muito positivo para o ciclo de vida econômico do produto.

Término da vida útil Ao término da sua vida, geralmente após um período entre 25 e 40 anos, os nossos pisos precisam ser substituídos e coletados. Para isso há várias opções: O uso de 1000m2 de revestimento para piso tem os seguintes efeitos no consumo de petróleo e na liberação de CO na atmosfera.

Incineração

Ao queimar numa usina de incineração para reciclagem de energia, nossos produtos de linóleo geram um valor calorífico residual comparável ao do carvão (18,6 Mj/kg). O total de Co liberado durante a incineração é aproximadamente equivalente àquele requerido pelas matérias primas naturais que usamos (árvores, plantas de linho e juta). Portanto, o linóleo é um sistema fechado: a energia obtida incinerando o linóleo é, aproximadamente, equivalente ou até mesmo superior à energia usada na sua produção.

Índice de oleo consumido em kg

Índice de CO2 liberado durante Índice de óleo consumido produção em kg em kg

Causa principal

Marmoleum® 2.0 mm

28

29

Processo de produção

Marmoleum® 2.5 mm

35

36

Processo de produção

Almofada de vinil 3.2 mm

95

95

Processo de produção

Parquete 14mm

100

100

Secagem da madeira

Project Vinyl 2.0 mm

132

131

Matérias primas

A gestão de resíduos na nossa produção está melhorando em todas as frentes.

Borracha 2.5mm c/ fundo em poliéster

221

220

Processo de produção

Lixo residual eliminado em 2000 - 2004

O mesmo tipo de cálculo pode ser feito para outros materiais, desde que os dados estejam disponíveis. O aquecimento global é apenas um componente entre as diversas categorias de impacto que afetam o meio ambiente, como os resíduos, a toxicidade e a reciclabilidade. Porém, ele é um dos elementos mais críticos.

Ciclo de vida da energia 1 m² Marmoleum 2,0 mm

O₂

CO₂

7 kWh energia

processo

O₂

uso

ca. 12 kWh energia

CO₂

Aterro O linóleo pode ser colocado com segurança em aterros e locais de eliminação de refugos onde ocorre a sua decomposição natural. O linóleo é totalmente biodegradável e não libera substâncias prejudiciais ou gases, tais O linóleo pode ser colocado com segurança em aterros e como cloreto e dioxinas. locais de eliminação de refugos onde ocorre decomposição natural. é totalmente biodegradável e nãopela libera Visto que O aslinóleo matérias primas do linóleo são fornecidas substâncias prejudiciais ou gases, tais como cloreto e natureza, e que a decomposição devolve o linóleo à mesma, dioxinas. esta é, em essência, a forma máxima de reciclagem. Uma vantagem adicional é que a reciclagem de outros Visto que as matérias do linóleo são fornecidas pela revestimentos para pisoprimas está normalmente associada a altos natureza, e que a decomposição devolve o linóleo a mesma níveis de consumo de energia, os quais trazem implicações , essa,negativas em essência, a forma máxima de reciclagem. Uma muito em um ACV detalhado. vantagem aditional é que a reciclagem of outros revestimentos para piso é normalmente associada com altos níveis de consumo de energia, os quais trazem implicações muito negativas em um ACV detalhado. disposição de resíduos

4,000 ton

incineração 3,000 ton reciclagem 2,000 ton

1,000 ton 0

14

15


Linóleo na prática ­ Eco Devis Valores médio, máximo e mínimo no uso de energia primária1 em revestimentos de piso inteiramente colados.

Grupos de Produto

J K A B D E F G H I C Textured Woollen Corklinoleum Smooth Polyolefin Heterogeneous Synhetic Woollen Cork with Homogeneous de Carpetes de lã, Synthetic Revest. Revest. de Revest. Carpete Corklino- Carpetes de Cortiça Revest. de Revest. Carpetes lã com r ubber c arpets Carpete esteiras de , lã com de piso piso de piso sintético carpets & wear layer vinyl floor rubber floor vi nyl f loor carpets r everso em carpets leum com piso de piso in tiles coconut Linoleum reverso coverings floor cborracha overings coverings sintético in sheet floor with aem fibra de coco em heterogêneo em Em & camada homogêneo em ngs sintética ou coverings matting (PVC) coveri (PVC) synthetic em rolo ou sisal com borracha poliolefina em vinil borracha placas poliuretano or sisal withLinóleo rubber or em vinil borracha reverso em g of sintética ou externa (PVC) texturizada a backin polyurethane natural backing (PVC) látex natural,latex, poliuretano jute or hemp juta ou cânhamo

Eco Devis Eco Devis 663 é uma iniciativa governamental suíça onde especialistas independentes avaliam o impacto ambiental dos revestimentos para piso desde a produção até o término da sua vida útil. Os aspectos examinados são: uso de energia, solventes utilizados, toxicidade das matérias primas, emissões e reciclabilidade. Os revestimentos para piso estão agrupados em 2 categorias: a primeira é ecologicamente interessante, e a segunda é ecologicamente bastante interessante. O linóleo está colocado na primeira categoria, junto com produtos como sisal, madeira, lã e esteira de fibra de coco. Quanto aos revestimentos da segunda categoria, os pesquisadores afirmam o seguinte: o uso de energia primária dos produtos nesta segunda categoria é consideravelmente maior. O gráfico acima mostra o resultado para esse item específico.

17 1

Energia consumida na própria fabricação do produto


Linóleo na prática ­ o sistema LEED O sistema LEED de Classificação Ecológica para Construção, EUA O Conselho para a Construção Ecológica dos EUA desenvolveu o LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental), um sistema de classificação ecológica para a construção civil. Esse sistema fornece uma norma padrão do que constitui uma construção ecológica. Nenhum produto isolado confere créditos no sistema LEED. Contudo, o uso de Marmoleum® tem ajudado muitos projetos a obterem créditos.

O Sistema de Classificação LEED avalia produtos em seis categorias, nas quais é possível obter créditos: • Locais sustentáveis • Eficiência hídrica • Energia & Atmosfera • Materiais & Recursos • Qualidade Ambiental de Interiores • Inovação em Design & Processo

LEED NC (Construção Nova) Categoria Materiais & Recursos: • Crédito 4.1 Material reciclado • Crédito 4.2 Material reciclado • Crédito 6 Materiais Rapidamente Renováveis Categoria Qualidade Ambiental Interna: • Crédito 4.1 Materiais com baixa emissão de gases LEED CI (Interiores Comerciais) Categoria Materiais & Recursos: • Crédito MRc 4.1 Material reciclado • Crédito MRc 4.2 Material reciclado Categoria Qualidade Ambiental Interna: • Crédito Eqc 4.1 Materiais com baixa emissão de gases LEED EB ( Edifícios Existentes) Categoria Materiais & Recursos: • Crédito 2 Otimizar o uso de materiais alternativos • Crédito 3 Otimizar o uso de produtos conformes com o IAQ Mais informações sobre o USGBC ou sobre o Sistema de Classificação LEED podem ser encontradas no website: www.usgbc.org

18

Health & Environment TRAD  

Health & Environment TRAD