Page 1

www.cesvibrasil.com.br

Sumário 1. Descrição básica 1.1 1.2 1.3 1.4 1.4.1 1.4.2 1.4.3 1.5 1.6

......................................................2 FICHA TÉCNICA GERAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2 PLACAS DE IDENTIFICAÇÃO DO VEÍCULO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3 ELEMENTOS EXTERNOS DE MATERIAIS PLÁSTICOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5 DIMENSÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6 DIMENSÕES EXTERNAS DO VEÍCULO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6 DIMENSÕES DE VÃO DA CARROCERIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7 DIMENSÕES DE COTAS DA CARROCERIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8 ELEMENTOS DA CARROCERIA FORNECIDOS PELO FABRICANTE . . . . . . . . . . . . .9 SUBSTITUIÇÕES PARCIAIS CONTEMPLADAS PELO FABRICANTE . . . . . . . . . . . . .12

2. Reparabilidade da carroceria 2.1 2.1.1 2.1.2 2.1.3 2.1.4

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13 PARTE DIANTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13 PAINEL DIANTEIRO FRONTAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14 LONGARINA DIANTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18 PÁRA-LAMA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20 CAPÔ DIANTEIRO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22

2.2 2.2.1 2.2.2 2.2.3 2.2.4

PARTE CENTRAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24 PORTA DIANTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25 SOLEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27 TETO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29 PORTA TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31

2.3 2.3.1 2.3.2 2.3.3

PARTE TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33 LATERAL TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34 PAINEL TRASEIRO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36 TAMPA TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40

3. Elementos mecânicos 3.1 3.2 3.3 3.4 3.5

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42 CONJUNTO POWER-TRAIN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42 CONJUNTO RADIADOR E CONDENSADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43 TELESCÓPIO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43 SUSPENSÃO TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44 RESERVATÓRIO DE COMBUSTÍVEL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44

4. Características técnicas de pintura 4.1

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45

PLACA DE IDENTIFICAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45

5. Cores de série linha 2000 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45 5.1 5.2 5.3

6. Peças plásticas Gol Geração III

CORES LISAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45 CORES METÁLICAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46 CORES PEROLIZADAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47

1


www.cesvibrasil.com.br

1 - Descrição básica O novo Gol Geração III é um veículo de linhas suaves e modernas, apresenta estrutura com zonas de deformação progressiva na dianteira e traseira do veículo. Possui as versões que são contempladas neste manual: Special, 1.0 Mi, 1.0 Mi 16V, 1.0 16V Turbo, 1.6 Mi, 1.8 Mi, 2.0 Mi. (exceto GTi 2.0 16V). A seguir, pode-se verificar suas principais características:

1.1 - Ficha técnica geral Carroceria:

Monobloco, tipo hatch-back, 2 volumes, 5 portas, com estepe localizado no assoalho do portamalas. Tampa traseira, unida por parafusos e porcas. Capô e pára-lamas por parafusos. Portas através de pinos. Painéis laterais unidos por solda. Barras de proteção lateral.

Motor:

Localização dianteira, longitudinal, 1.0 I, 4 cil, em linha e 8 e 16 válvulas e 16 válvulas e 16 válvulas Turbo, 1.6 l 8 válvulas, 1.8l 8 válvulas e 2.0l 8 válvulas. Bloco em ferro fundido e cabeçote em alumínio. Sistema de injeção eletrônica multiponto digital.

Lubrificação:

Por circulação forçada do óleo lubrificante por bomba de engrenagens acionada mecanicamente. Filtro de óleo tipo vazão total com capacidade de 0,5L. Capacidade do cárter do motor: 2,8 L; Óleo recomendado: consultar nos concessionários o produto homologado pela montadora para cada tipo de motorização.

Arrefecimento:

Circulação forçada de líquido, com bomba hidráulica, com rotor de palhetas helicoidais, acionada mecanicamente. Radiador com dutos e aletas em alumínio, tipo colmeia, localizado no circuito secundário para circulação da água do motor ao radiador e reservatório de expansão. Possui 1 eletroventilador para arrefecimento com ativação/desativação regulada por interruptor termoplástico, situado no radiador, com abertura entre: 90oC a 95oC / ≥ 81oC, e com A/C, possui 2 velocidades 1ª. 92oC a 97oC / ≥ 84oC 2 2ª. 99oC a 105oC / ≥ 91oC. Capacidade: 6,13 L, com aquecimento: 6,73 L e com climatizador: 7,13 L.

Suspensão Dianteira:

Independente, tipo McPherson, com braços triangulares transversais (bandeja inferior); molas helicoidais e amortecedores hidráulicos telescópicos.

Suspensão Traseira:

Independente, com rodas ligadas a um eixo de torção por braços tubulares longitudinais, amortecedores hidráulicos telescópicos e molas helicoidais.

Freios:

Diagonal de duplo circuito, com servofreio redimensionado. Freios ABS (de série para GTI 2.0 16V, e opcional para as versões 1.6, 1.8 e 2.0). Dianteiro: A disco ventilado com pinça flutuante. Traseiro: A tambor com auto-regulagem. (A disco ventilado para a versão GTI 2.0 16 V). Estacionamento: Mecânico, agindo sobre as rodas traseiras.

Transmissão:

Tração dianteira por árvores das rodas, montagem flutuante, acopladas por articulações homocinéticas, Embreagem: Tipo monodisco a seco e platô com mola tipo membrana, acionada mecanicamente. Caixa-de-câmbio: Cinco marchas para frente, com sincronizadores, e uma a ré, semi-sincronizador. Óleo recomendado: SAE 80, conforme especificação MIL –L-2105 ou APIGL4. Capacidade: 1,8L.

Direção:

Pinhão e cremalheira assistida hidraulicamente. Coluna de direção retrátil colapsável absorvedora de energia, com um novo terceiro ponto de desacoplamento, permitindo maior curso na absorção de impactos.

Ângulos da suspensão/direção: valores para veículo em ordem de marcha Rodas dianteiras:

Câmber: - 1o 10’ a -30’ Cáster: 2o a 3o / 2o 30’ a 3o 30’ * Convergência: - 2 a 0 mm (-20’ a 0’) *Direção hidráulica

Rodas traseiras: Câmber: - 2o a - 1o Convergência: 15’ a 35’

Obs.: dados para veículo em ordem de marcha

Gol Geração III

2


www.cesvibrasil.com.br

1.2 - Placas de identificação do veículo As características que identificam o veículo encontram-se no número do chassi (VIN) e na plaqueta de identificação do fabricante. Sua correta localização está descrita abaixo:

Número do chassi Está gravado no painel dash (A). O número de identificação do veículo (VIN) está presente também, em etiquetas autocolantes localizadas na coluna central direita (B), no compartimento do motor (caixa-de-roda dianteira direita) (C), e na forma de gravação nos vigias e pára-brisa (D). Consta de 17 caracteres alfanuméricos (letras e números), que indicam diversas características do veículo, como data de fabricação, modelo, procedência, etc. Abaixo, explicamos o significado de cada código:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 9 B W Z Z Z 3 7 7 Y T 0 8 2 0 0 3 Nº de ordem de fabricação do veículo (6 dígitos)

Local de fabricação: T - Taubaté

Ano de fabricação: Y - 2000, 1 - 2001 e 2 - 2002

Modelo: GOL Constante - ZZZ

Fabricante: (W - Volkswagen do Brasil) País (B - Brasil)

Região Geográfica (9 - América do Sul)

Gol Geração III

3


www.cesvibrasil.com.br

Placa do construtor: Encontra-se localizada na travessa dianteira central. Tipo e número do motor: Gravado no lado esquerdo do bloco do motor, abaixo do coletor de escape.

B C

D

A

A

B

C

D

Figura 01 - Localização das placas de identificação do veículo

Gol Geração III

4


www.cesvibrasil.com.br

1.3 - Elementos externos de materiais plásticos Entre os materiais utilizados na construção do Gol Geração III encontram-se elementos compostos por diversos tipos de plásticos, os quais, devido à sua localização, são suscetíveis a ruptura em caso de uma colisão. Esses materiais são reparáveis mediante procedimentos técnicos apropriados, proporcionando um bom acabamento estético. Na figura abaixo, indicam-se os componentes/peças plásticas que podem romper-se em caso de colisão, com a respectiva identificação dos plásticos.

1a 5

1

4 3

2

1. Pára-choque dianteiro 1a. Grade dianteira 2. Espelho retrovisor 3. Pára-choque traseiro 4. Capa protetora da caixa-de-roda dianteira 5. Aerofólio

(PP + EPDM + T10) (PP + EPDM + T30) (ABS ) (PP + EPDM + T10 ) (PP5 ) (PPO )

Figura 02 - Elementos externos de material plástico

Gol Geração III

5


www.cesvibrasil.com.br

1.4 - Dimensões 1.4.1 - Dimensões externas do veículo A verificação e o controle de possíveis deformações nos elementos estruturais da carroceria do veículo, submetidos a grandes esforços (longarinas, travessas, pilares, caixas-de-roda etc.), devem ser controlados por meio da verificação das cotas e dimensões de uma série de pontos do monobloco como pontos de fixação da suspensão, longarinas, torres e assoalho. Essas medições foram realizadas com mecânica montada. A comprovação das dimensões na parte superior da carroceria foi realizada com a utilização de compasso de varas, verificando-se a igualdade de medidas de suas formas entre as peças do lado esquerdo e do lado direito.

2468

120

1415

3833

1388 1628

1384 1902

Figura 03 - Dimensões externas da carroceria

Gol Geração III

6


www.cesvibrasil.com.br

3 46

11 46

1220

5

930

0 122

B

A1 03 1

91

5 99

125 5

1115

1.4.2 - Dimensões de vão da carroceria

912

A’

B

A – A’ – Centro do furo da caixa-de-roda, onde é fixado o telescópio. B – B’ – Centro do furo do painel dianteiro superior.

55 11

1110 11 55

Obs.: Pontos de tangência das curvaturas

Obs.: Medidas tomadas com borrachas e guarnições desmontadas. (medidas em milímetro) *(Mecânica parcialmente desmontada). Figura 04 - Dimensões dos vãos do veículo

Gol Geração III

7


www.cesvibrasil.com.br

1.4.3 - Dimensões de cotas da carroceria

515 367

366

367

366

564

740

565 370

565 370 515

447

304 d

c

566 564

332 b

562

777

1524 e

a

f

a = furo de medição posterior da longarina traseira. b = parafuso posterior de fixação do agregado. c = parafuso anterior de fixação do agregado.

5 202

202 5

13 65

12 10

65 13

10 12

b

d = furo de medição na ponta da longarina. e = parafuso de fixação da suspensão traseira. f = furo de medição na ponta da longarina traseira.

Obs.: medidas tomadas em mm Figura 05 – Medidas do veículo

Gol Geração III

8


www.cesvibrasil.com.br

1.5 - Elementos da carroceria fornecidos pelo fabricante A seguir, estão detalhadas as peças da carroceria do Gol Geração III comercializadas pelo fabricante. Os grupos de peças que são comercializados pelo fabricante estão marcados com um número, e as peças destes grupos que podem ser adquiridas individualmente estão marcadas com o mesmo número mais uma letra. Elementos da parte dianteira

5. Painel dianteiro completo 6. Longarina completa (LD) 7. Caixa-de-roda completa com longarina (LD) 8. Pára-lamas direito

1. Pára-lamas esquerdo 2. Caixa-de-roda completa com longarina (LE) 3. Longarina completa(LE) 4. Capô

8 6 4

3

5 2

1

7

Figura 06 - Elementos da parte dianteira

Gol Geração III

9


www.cesvibrasil.com.br

Elementos da parte central

11

10

9

5

6

7

4

8

3

2 1

1. 2. 3. 4. 5. 6.

Assoalho dianteiro completo Travessa coletora de água completa Painel transversal dianteiro Suporte lateral do túnel Reforço do pistão da embreagem Suporte da caixa de direção

7. 8. 9. 10. 11.

Suporte do filtro de carvão ativado Porta dianteira Porta traseira Painel lateral esquerdo completo Teto completo

Figura 7 - Elementos da parte central

Gol Geração III

10


www.cesvibrasil.com.br

Elementos da parte traseira 1. 2. 2a. 3. 4. 5.

5a. 5b. 5c. 6. 7.

Tampa traseira Painel traseiro completo Painel externo traseiro Caixa-de-roda traseira esquerda Alojamento da roda sobressalente Travessa posterior

Complemento esquerdo Reforço do cinto de segurança Travessa traseira do assoalho traseiro Longarina traseira esquerda Travessa posterior do assoalho

1 2a

2

4 3 6 5 5c

5b

5a

7

Figura 8 - Elementos da parte traseira

Gol Geração III

11


www.cesvibrasil.com.br

1.6 - Substituições parciais contempladas pelo fabricante Para a reparação do Gol Geração III, o fabricante prevê a substituição parcial de algumas peças da carroceria. Dessa forma, consegue-se uma economia no tempo de reparação, reduzindo seu custo. Ao mesmo tempo, evitam-se danos em outras partes da carroceria que não foram afetadas, o que não ocorreria se fosse realizada uma substituição completa.

C

B A

Figura 9 - Substituições parciais

Gol Geração III

12


www.cesvibrasil.com.br

2 - Reparabilidade da carroceria Nesta parte, são estudados os aspectos relacionados com a reparabilidade do Gol Geração III, em particular a disponibilidade das peças de reposição e a complexidade de sua reparação ou substituição, em função dos elementos que necessitam ser desmontados previamente. São tratadas questões como acessibilidade para o reparador e a união com a carroceria, entre outras. Serão enfocados os elementos externos que são danificados com maior freqüência em colisões.

2.1 - Parte dianteira Na figura 11, estão indicados os elementos da parte dianteira do Gol Geração III que são afetados com maior freqüência em um impacto dianteiro. 10 11

3 4 3a

4a 5

6

2a 2 8

7 1

1. 2. 2a. 3. 3a. 4. 4a.

Farol de neblina Pára-choque Grade frontal Painel dianteiro superior Reforço do painel dianteiro superior Travessa dianteira central Reforço da travessa dianteira central

9

5. 6. 7. 8. 9. 10. 11.

Longarina Caixa-de-roda Conjunto óptico Pála-lamas Pára-barro Capô Dobradiça do capô

Figura 10 - Elementos da parte dianteira

Gol Geração III

13


www.cesvibrasil.com.br

2.1.1 - Painel dianteiro frontal Comercialização O fabricante comercializa o painel dianteiro frontal completo ou separadamente. Painel dianteiro superior

Travessa dianteira central

Reforço da travessa dianteira central Reforço do painel dianteiro superior Figura 11 - Comercialização do painel dianteiro frontal

União da peça O painel dianteiro frontal vai unido à carroceria por meio de solda por pontos de resistência elétrica. Na figura 13, é detalhada a união desta peça com o restante da carroceria. 11 pontos à caixa-de-roda e longarina 26 pontos ao painel dianteiro superior

5 pontos à caixa-de-roda 11 pontos à caixa-de-roda e longarina Figura 12 - União do painel dianteiro frontal à carroceria

Gol Geração III

14


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade Apresenta uma configuração aberta, sendo de bom acesso para o reparador na maioria de sua extensão, sendo dificultado apenas na região do reforço da travessa central.

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição ou reparação do painel dianteiro frontal, a desmontagem prévia requer o seguinte procedimento: • • • • • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria e removê-la; Remover conjunto óptico (LD e LE); Remover coxim do motor; Remover filtro de ar; Remover trinco e afastar cabo de abertura do capô; Remover batente de regulagem; Remover conjunto defletor-eletroventilador-radiador-condensador; Remover mangueiras e presilhas; Remover grade frontal; Remover capa plástica de proteção da caixa-de-roda (LD e LE); Remover friso do pára-choque dianteiro; Remover pára-choque (afastar fiação); Remover absorvedor do pára-choque; Remover pára-lamas (LD e LE); Remover plaquetas de identificação; Remover acessórios do painel; Remover painel dianteiro.

No caso de ser realizada a sua reparação, será necessário desmontar um ou outro elemento dos citados anteriormente, dependendo do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

15


www.cesvibrasil.com.br

Figura 13 - Conjunto 贸ptico dianteiro e farol de neblina

Figura 14 - Grade frontal

Figura 15 - Dispositivo de apoio e fechamento do cap么

Gol Gera莽茫o III

16


www.cesvibrasil.com.br

Radiador

Condensador

Figura 16 - Radiador e Condensador

Fixação da grade

Figura 17 - Pára-choque dianteiro e absorvedores de impacto

Figura 18 - Proteções plásticas da caixa-de-roda

Gol Geração III

17


www.cesvibrasil.com.br

2.1.2 - Longarina dianteira Comercialização O fabricante comercializa a longarina dianteira completa ou em conjunto com a caixa-deroda. Longarina dianteira esquerda

Bandeja união esquerda

Suporte do radiador (parte inferior) Caixa-de-roda completa dianteira esquerda Suporte superior do radiador Figura 19 - Comercialização da longarina dianteira

União da peça A longarina dianteira vai unida à carroceria por meio de solda por pontos de resistência elétrica. Na figura abaixo é detalhada a união desta peça com o restante da carroceria. 34 pontos de solda à caixa-de-roda

42 pontos de solda à caixa-de-roda 4 pontos à travessa dianteira frontal

Figura 20 - União da longarina dianteira à carroceria

Gol Geração III

18


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade Apresenta uma configuração fechada sendo de acesso nulo para o reparador.

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição ou reparação da longarina dianteira, a desmontagem prévia requer o seguinte procedimento: • • • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria e removê-la; Remover rodas e calotas; Remover conjunto óptico; Remover caixa do filtro de ar (LD); Remover grade frontal; Remover proteção plástica da caixa-de-roda (LE e LD); Remover o friso do pára-choque dianteiro; Remover pára-choque (afastar fiação); Remover absorvedor de choques do pára-choque; Desconectar mangueiras e cabos; Remover conjunto defletor/eletroventilador e radiador/condensador (LE); Acomodar chicote elétrico; Remover seladores e presilhas; Remover elementos da carroceria colididos que antecedem a longarina; Remover longarina.

No caso de ser realizada a sua reparação, será necessário desmontar um ou outro elemento dos citados anteriormente, dependendo do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

19


www.cesvibrasil.com.br

2.1.3 - Pára-lama Comercialização O fabricante comercializa o pára-lama como peça de reposição original.

Figura 21 - Comercialização do pára-lama

União da peça Na figura abaixo é detalhada a união desta peça com o restante da carroceria.

5 parafusos à caixa-de-roda

2 parafusos à coluna “A”

1 parafuso ao suporte

1 parafuso à caixa-de-roda

Figura 22 - União do pára-lama à carroceria

Gol Geração III

20


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade Em quase todo o pára-lama, o acesso é fácil ao reparador. Na figura abaixo são indicadas as zonas de diferentes acessibilidade do pára-lama.

Difícil acesso

Fácil acesso

Figura 23 - Acessibilidade do pára-lama

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição ou reparação do pára-lama, a desmontagem prévia requer o seguinte procedimento: • • • • • • • • •

Desconectar bateria; Remover cobertura plástica da caixa-de-roda; Remover emblema; Afastar conjunto óptico; Remover o friso do pára-choque dianteiro; Afastar grade frontal; Afastar pára-choque (afastar fiação); Remover calafetação e vedação do pára-lama (utilizar pistola de ar quente); Remover pára-lamas;

No caso de ser realizada a sua reparação, será necessário desmontar um ou outro elemento dos citados anteriormente, dependendo do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

21


www.cesvibrasil.com.br

2.1.4 - Capô dianteiro Comercialização O fabricante comercializa o capô do motor como peça de reposição original, podendo ser obtidas separadamente suas dobradiças. Dobradiça Capô

Dobradiça

Figura 24 - Comercialização do capô

União da peça Vai fixado à carroceria por meio de duas dobradiças. Cada uma leva 2 parafusos ao capô e 2 parafusos a carroceria. Na figura abaixo é detalhada a união desta peça com o restante da carroceria.

2 parafusos ao capô 2 parafusos à caixa-de-roda Figura 25 - União do capô à carroceria

Gol Geração III

22


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade Apresenta uma configuração de fácil acesso para o reparador apenas na região central, e nula na região de reforços.

Figura 26 - Acessibilidade do capô

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição ou reparação do capô, são desmontados previamente os seguintes elementos: • • • • • • • • •

Desconectar bateria; Remover batentes; Remover esguichadores; Remover luz de cortesia do capô; Remover assento da haste do capô; Remover forração termoacústica; Remover chicote elétrico; Remover mangueiras esguichadeiras do capô; Remover capô (2 parafusos - auxílio de uma pessoa

No caso de ser realizada a sua reparação, será necessário desmontar um ou outro elemento dos citados anteriormente, dependendo do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

23


www.cesvibrasil.com.br

2.2 - Parte central Nesse item, serão estudados os elementos externos da parte central do Gol Geração III mais afetados em caso de um impacto lateral. A figura abaixo mostra quais são essas peças.

1

4

5 2

3

1. Teto 2. Porta dianteira 3. Espelho retrovisor 4. Porta traseira 5. Soleira

Figura 27 - Elementos da parte central

Gol Geração III

24


www.cesvibrasil.com.br

2.2.1 - Porta dianteira Comercialização A porta dianteira é comercializada como peça de reposição original. O fabricante fornece separadamente as dobradiças e o limitador.

Dobradiça Limitador

Porta

Dobradiça Figura 28 - Comercialização da porta dianteira

União da peça A porta dianteira vai fixada à carroceria através de 2 dobradiças e do limitador de abertura. Parafuso de travamento

Solda MIG

2 porcas à porta 2 parafusos à coluna

Solda MIG Parafusos de travamento

Figura 29 - União da porta dianteira à carroceria

Gol Geração III

25


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade A peça apresenta fácil acesso na região central, e acesso nulo na região de reforços. Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição deverão ser desmontados previamente os seguintes elementos: • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria Remover alto-falante; Remover comandos elétricos da porta; Remover pestanas do vidro; Remover friso lateral; Remover manivela; Remover moldura retrovisor; Remover espelho retrovisor; Remover forração; Remover membrana plástica; Remover maçaneta; Remover barra de proteção; Remover limitador; Remover conjunto trinco (ou trinco elétrico); Remover guia do vidro; Remover motor, mecanismo do vidro e o vidro; Desconectar e remover fiação (chicote); Remover buchas, presilhas e guarnições; Remover porta;

Se optarmos pela reparação da porta dianteira, deverão ser desmontados os acessórios necessários em função do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

26


www.cesvibrasil.com.br

2.2.2 - Soleira Comercialização O fabricante fornece o painel lateral completo, de onde podemos retirar a soleira.

Figura 30 - Comercialização da soleira

União da peça A soleira vai unida à carroceria mediante uma série de pontos de solda por resistência elétrica e pontos de solda MIG/MAG, cuja distribuição estão detalhadas na Figura 33.

7 pontos de solda à estrutura interna da lateral

11 pontos de solda à estrutura interna da lateral

Solda MIG

Solda MIG Solda MIG Solda MIG

11 pontos de solda à estrutura interna da lateral

7 pontos de solda à estrutura interna da lateral

Figura 31 - União da soleira à carroceria

Gol Geração III

27


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade Este componente possui uma configuração fechada, tornando o acesso nulo em toda a sua extensão para o reparador.

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição ou reparação do capô, são desmontados previamente os seguintes elementos: • • • • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria; Remover parcialmente as guarnições das portas; Remover a moldura interna da coluna “B”; Remover a moldura interna da coluna “C”; Remover a moldura interna da soleira; Afastar fiação e carpete; Remover as portas; Remover o cinto de segurança dianteiro; Remover o conjunto óptico; Remover pára-barro; Remover pára-lama; Remover seladores; Cortar parcialmente a lateral nova; Traçagem da peça a ser substituída; Despontear a região da soleira; Remover a seção da soleira necessária ao reparo.

Para a reparação de qualquer parte da soleira serão desmontados os elementos anteriores que forem necessários, em função do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

28


www.cesvibrasil.com.br

2.2.3 - Teto Comercialização O fabricante comercializa esta peça de forma independente, podendo ser obtidas separadamente as travessas e os seus reforços.

Reforços do teto

Travessas do teto

Figura 32 - Comercialização do teto

União da peça Na figura estão detalhados os pontos de solda por resistência elétrica que unem esta peça a carroceria.

26 pontos ao longo da lateral

19 pontos ao esforço

26 pontos ao longo da lateral 11 pontos à travessa

Figura 33 - União do teto à carroceria

Gol Geração III

29


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade O acesso interno ao teto é fácil em quase toda a sua extensão, sendo dificultado apenas pelas suas travessas, onde o acesso é quase nulo.

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição ou reparação do teto, devem ser desmontados os respectivos elementos descritos abaixo: • • • • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria; Remover pára-sóis; Remover guarnições das portas (parcialmente); Remover moldura das colunas “A”, “B” e “C”; Remover o cinto de segurança (parcialmente); Remover alça do teto; Remover suporte e luz de cortesia; Remover trilhos do teto; Remover guarnição de acabamento e o vidro traseiro; Remover forro de acabamento do teto; Remover grade de ventilação; Remover guarnição de acabamento do pára-brisas; Remover revestimentos internos das colunas; Remover limpador do pára-brisas e pára-brisas; Proteger os estofamentos ou se necessário removê-los para melhorar o acesso; Afastar fiação.

Para a reparação de qualquer parte do teto serão desmontados os elementos anteriores que forem necessários, em função do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

30


www.cesvibrasil.com.br

2.2.4 - Porta traseira Comercialização A porta traseira é comercializada como peça de reposição original. O fabricante fornece separadamente as dobradiças e o limitador.

Figura 34 - Comercialização da porta traseira

União da peça A porta traseira vai fixada à carroceria através das dobradiças e do limitador de abertura. Parafuso de Travamento

Solda MIG

2 porcas à porta

Solda MIG 2 parafusos à coluna “A” Parafuso de Travamento

Figura 35 - União da porta traseira à carroceria

Gol Geração III

31


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade A peça apresenta região de fácil acesso na parte central e difícil acesso nas demais.

Operações prévias para sua substituição ou reparação • Desconectar bateria; • Remover comandos elétricos da porta; • Remover retrovisor; • Remover moldura retrovisor; • Remover pestanas do vidro; • Remover friso lateral; • Remover manivela; • Remover maçaneta; • Remover forração; • Remover membrana plástica; • Remover limitador; • Remover barra de proteção; • Remover guia do vidro; • Remover o vidro fixo; • Remover motor, mecanismos do vidro e o vidro; • Remover conjunto trinco (ou trinco elétrico); • Desconectar e remover fiação (chicote) • Remover buchas, presilhas e guarnições; • Remover porta. Se optarmos pela reparação da porta traseira, deverão ser desmontados os acessórios necessários em função do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

32


www.cesvibrasil.com.br

2.3 - Parte traseira Nesta seção analisamos os elementos externos da parte traseira do Gol Geração III que podem ser afetados no caso de colisão traseira.

1

2

3a 3 4

5

1. 2. 3. 3a.

Pára-choque traseiro; Painel traseiro; Lanterna traseira; Moldura da lanterna traseira;

4. Tampa do porta-malas; 5. Seção do painel lateral traseiro (proveniente da lateral)

Figura 36 - Elementos da parte traseira

Gol Geração III

33


www.cesvibrasil.com.br

2.3.1 - Lateral traseira Comercialização O fabricante fornece o painel lateral completo e algumas secções da estrutura interna da lateral, descritas abaixo, como peças de reposição original

Lateral

Estrutura interna da lateral

Figura 37 - Comercialização da lateral traseira

União da peça Do painel lateral completo podemos retirar a lateral traseira, que vai unida à carroceria mediante uma série de pontos de solda por resistência elétrica e pontos de solda MIG/MAG, cuja distribuição estão detalhadas na Figura 41.

10

Figura 38 - União da lateral traseira à carroceria

Gol Geração III

34


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade A lateral traseira apresenta uma região de difícil acesso em todo seu contorno.

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição da lateral traseira, deverão ser desmontados previamente os seguintes elementos: • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria; Remover calota e roda traseira; Remover a guarnição da porta traseira parcialmente; Remover moldura interna da coluna “C”; Remover custódia traseiro direito colado; Remover a moldura interna da soleira; Remover cinto de segurança; Remover guarnição da tampa traseira; Remover bocal do reservatório (LD); Remover lanterna traseira; Remover o friso do pára-choque traseiro; Remover pára-choque traseiro; Remover pino batente da porta traseira; Remover o banco traseiro; Remover porta-pacotes; Remover suporte do porta-pacotes; Remover forração do porta-malas; Afastar fiação e carpetes; Bocal de enchimento (lado direito); Cortar parcialmente a lateral nova; Despontear a região; Remoção da peça desejada.

Se optarmos pela reparação da porta dianteira, deverão ser desmontados os acessórios necessários em função do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

35


www.cesvibrasil.com.br

2.3.2 - Painel traseiro Comercialização O fabricante comercializa a painel traseiro de forma completa ou separadamente, conforme a figura 43.

Painel completo

Painel externa traseira

Figura 39 - Comercialização do painel traseiro

União da peça Na figura estão detalhados os pontos de solda por resistência elétrica que unem esta peça a carroceria. 21 pontos à lateral traseira

3 pontos entre o alojamento e a estrutura do painel traseiro

34 pontos de solda à estrutura interna do painel traseiro

3 pontos entre o alojamento, estrutura interna do painel lateral (cada lado)

21 pontos à lateral traseira

3 pontos à estrutura interna do painel traseiro

32 pontos ao assoalho traseiro

3 pontos entre o alojamento e a estrutura interna do painel traseiro

Figura 40 - União do painel traseiro à carroceria

Gol Geração III

36


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade Possui bom acesso ao reparador, sendo dificultado apenas nos reforços e na união com a longarina, conforme figura abaixo. Acesso Fácil Acesso Difícil

Acesso Fácil

Acesso Nulo

Acesso Fácil

Figura 41 - Acessibilidade do painel traseiro

Operações prévias para sua substituição ou reparação Deverão ser desmontados previamente os seguintes elementos: • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria; Remover parcialmente a borracha da guarnição do porta-malas e revestimentos internos; Remover moldura do painel traseiro; Remover lanterna traseira; Remover estepe; Remover pino batente do porta-malas; Remover forração do porta-malas; Remover porta-pacotes; Remover friso do pára-choque traseiro; Remover pára-choque; Remover absorvedor do pára-choque; Remover o chicote parcialmente; Remover o painel traseiro.

Em caso de reparação deverão ser desmontados os elementos necessários citados anteriormente dependendo do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

37


www.cesvibrasil.com.br

Acesso Difícil

Acesso Fácil

Figura 42 - Alojamento da lanterna traseira

Lanterna

Moldura da lanterna

Figura 43 - Lanterna traseira e moldura

Alma do Pára-choque Absorvedor

Absorvedor

Pára-choque traseiro Frisos do Pára-choque

Figura 44 - Pára-choque traseiro, absorvedor e alma

Gol Geração III

38


www.cesvibrasil.com.br

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição desta peça, deve-se desmontar previamente os seguintes elementos: • • • • • • • • •

Desconectar bateria; Remover o carpete parcialmente; Remover parcialmente a guarnição do porta-malas e revestimentos internos; Remover lanterna traseira e moldura da lanterna; Remover pára-choque (afastar fiação); Remover absorvedor do pára-choque; Remover alma do pára-choque; Remover o chicote parcialmente; Remover o alojamento da lanterna traseira.

No caso de reparação desta peça, desmontam-se os elementos descritos anteriormente que sejam necessários em função do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

39


www.cesvibrasil.com.br

2.3.3 - Tampa traseira Comercialização É fornecido pelo fabricante como peça original, podendo ser obtidas separadamente as suas dobradiças.

Tampa traseira

Dobradiças

Figura 45 - Comercialização da tampa traseira

União da peça É realizada através de duas dobradiças. Cada uma é fixada por 2 parafusos a sua estrutura e 2 porcas à carroceria.

4 parafusos à carroceria

4 porcas à carroceria

Figura 46 - União da tampa traseira à carroceria

Gol Geração III

40


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade Possui, na sua maior parte, boa acessibilidade para o reparador, sendo dificultado apenas na região de reforços.

Figura 47 – Regiões de acesso da tampa traseira

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição desta peça deve-se desmontar previamente os seguintes elementos: • • • • • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria; Remover aerofólio; Remover batentes; Remover amortecedores da tampa; Remover braço do limpador do vigia traseiro; Remover emblemas direito e esquerdo; Remover logotipo da tampa traseira; Remover esguichador do vigia traseiro; Remover o trinco da tampa traseira; Remover forração da tampa traseira; Remover o vigia traseiro; Remover mangueiras esqguichadodoras do vigia traseiro; Remover o motor do limpador traseiro; Remover chicote elétrico; Remover grampos e presilhas; Remover as dobradiças (2 pessoas); Remover tampa traseira.

No caso de reparação desta peça, desmontam-se os elementos descritos anteriormente que sejam necessários em função do tamanho e localização do dano.

Gol Geração III

41


www.cesvibrasil.com.br

3 - Elementos mecânicos Nessa seção, são analisados alguns elementos mecânicos que são afetados em caso de colisão. Em muitas ocasiões é necessário desmontá-los para obter acesso na reparação dos elementos da carroceria.

3.1 - Conjunto Power-Train O conjunto Power-Train é fixado à carroceria por meio de 4 parafusos sextavados a longarina (chave - 18 mm), 2 parafusos sextavados ao coxim frontal (chave - 17 mm), 1 parafuso sextavado ao coxim do câmbio (chave - 18 mm) e 1 porca sextavada em cada extremidade de cada telescópio [(chave - 22 mm) + (chave allen - 7 mm)]. Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição desta peça, deve-se desmontar previamente os seguintes elementos: • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Desconectar bateria (pólo negativo); Remover as calotas e rodas dianteiras; Desconectar a tubulação da direção hidráulica; Remover a linha do combustível; Desconectar a tubulação de ar condicionado; Soltar trambulador; Soltar cabo do acelerador; Soltar cabo da embreagem; Soltar escapamento; Remover as pinças de freio e fixá-las na carroceria do veículo através de um arame; Desconectar mangueiras d’água; Remover filtro de ar; Remover conjunto radiador/condensador/eletroventilador; Remover porca da torre; Remover mangueiras de combustível; Desconectar chicote elétrico; Soltar terminais de direção; Soltar coxim frontal do motor; Soltar coxim do câmbio; Soltar o agregado Baixar o conjunto. Aliviar o guincho hidráulico e baixar o conjunto sobre um carrinho com o palete para locomoção do mesmo; • Erguer o veículo para retirar o conjunto. Retirar o guincho hidráulico, a corrente e erguer o veículo com cuidado para o conjunto não enroscar na carroceria. • Remover o power train. Tarefas adicionais na montagem • Abastecer o veículo com o líquido arrefecedor (40% de aditivo e 60% de água); • Recarregar o sistema de ar condicionado; • Abastecer o sistema de direção hidráulica (sangrar se necessário); Gol Geração III

42


www.cesvibrasil.com.br

• Sangria do sistema de freios (se necessário); • Verificar se há mangueiras/tubulações com vazamentos ou danificadas e substituí-las, se necessário; • Verificar o bom funcionamento da parte elétrica; • Verificação geral.

3.2 - Conjunto radiador e condensador O conjunto vai fixado à carroceria por meio de 1 porca sextavada (chave - 13 mm) coxim lateral e caixa-de-roda, um coxim no suporte inferior do radiador (chave - 13 mm), e de um suporte na região superior do painel dianteiro superior (chave - 10 mm). (O eletroventilador e o condensador vão fixados no radiador). Operações prévias para sua substituição ou reparação • Drenar água do radiador; • Remover o defletor superior; • Desconectar parte elétrica do conjunto eletroventilador/radiador/condensador; • Desconectar as mangueiras do radiador; • Desconectar os tubos do condensador; • Soltar os coxins; • Remover a grade do pára-choque dianteiro; • Soltar os coxins; • Remover a grade do pára-choque dianteiro; • Soltar o defletor lateral; • Soltar o suporte superior; • A saída do conjunto é feita pela parte superior do veículo; • Finalizar remoção dos defletores; • Soltar fixação do conjunto defletor/eletroventilador e retirá-los. • Soltar fixação do condensador. Tarefas adicionais na montagem • Abastecer o veículo com o líquido arrefecedor (40% de aditivo e 60% de água); • Recarregar o sistema de ar condicionado; • Verificar se não há vazamentos; • Verificar se há mangueiras ressecadas/danificadas e substituí-las; • Verificar o bom funcionamento da parte elétrica; • Verificação geral.

3.3 - Telescópio Vai unido à carroceria por meio de 1 porca sextavada (chave - 22 mm) à caixa-de-roda. Operações prévias para sua substituição ou reparação • Remover a calota; • Soltar parcialmente a porca do semi-eixo; • Remover a roda;

Gol Geração III

43


www.cesvibrasil.com.br

• • • •

Remover a pinça de freio e fixá-la na carroceria do veículo através de um arame; Soltar o terminal de direção; Soltar o pivô; Retirar a porca da ponta do semi-eixo.

Tarefas adicionais na montagem • Verificação geral.

3.4 - Suspensão traseira Vai fixado à carroceria nas longarinas traseiras por meio de 2 suportes de fixação com 3 porcas sextavadas em cada um (chave - 17 mm) e 1 porca sextavada (chave - 17 mm) em cada caixa-de-roda traseira. Operações prévias para sua substituição ou reparação • Remover as calotas e rodas; • Soltar os amortecedores; • Soltar tubulação de freio; • Soltar freio de estacionamento; • Remover o escapamento; • Remover a suspensão traseira. Tarefas adicionais na montagem • Verificação geral.

3.5 - Reservatório de combustível Vai fixado à carroceria ao assoalho por meio de 2 cintas de fixação com 1 parafuso sextavado em cada uma (chave - 13 mm) e 1 parafuso sextavado no corpo do tanque (chave - 13 mm). Operações prévias para sua substituição ou reparação • Esvaziar o reservatório; • Desconectar parte elétrica; • Desconectar a linha de combustível; • Soltar a mangueira de abastecimento do combustível; • Remover escapamento; • Remover o tanque de combustível. Tarefas adicionais na montagem • Abastecer o reservatório com o combustível retirado; • Verificação se há mangueiras ressecadas/danificadas e substituí-las; • Verificação se não há vazamentos; • Verificação geral.

Gol Geração III

44


www.cesvibrasil.com.br

4 - Características técnicas de pintura 4.1 - Placa de identificação Códigos da cor

0000

0000-GL

00 - 0 - 0000 - 0

000

00

Os quatro primeiros números da plaqueta de identificação, corresponde ao código L da montadora. Esse código é universal, portanto pode-se encontrar em qualquer um dos fabricantes de tinta.

5 - Cores de série linha 2000 5.1 - Cores Lisas (Veículos produzidos a partir de Agosto/99) DENOMINAÇÃO

CÓDIGO MONTADORA

NÚMERO L

Amarelo Solar*

209

6054

Azul Netuno*

208

4035

Azul Netuno

4E4E

4034*

Branco Geada

215

8831

Preto Universal*

201

4009

Verde Saturno*

212

1476

Vermelho Mate*

203

4050

Vermelho Vitória*

207

5080

Observações: As cores Amarelo Solar, Azul Netuno, Preto Universal, Verde Saturno, Vermelho Mate e Vermelho Vitória são cores lisas do sistema Bicamada: Tinta Poliéster + Verniz P.U. (Poliuretano). Gol Geração III

45


www.cesvibrasil.com.br

5.2 - Cores Metálicas CORES

CÓDIGO MONTADORA

NÚMERO L

Bege Júpiter

130

7066

Cinza Titânio

122

4042

Prata Imperial

132

4024

Verde Siriús

141

1477

Vermelho Antares

131

7067

CÓDIGO MONTADORA

NÚMERO L

Azul Orbital

158

4039

Azul Safira

187

2490

Branco Pérola

156

8040

Preto Orion

154

4028

Verde Borneo

182

1481

Vermelho Mercúrio

155

7084

METÁLICAS

5.3 - Cores Perolizadas CORES

Gol Geração III

PEROLIZADAS

46


www.cesvibrasil.com.br

6 - Peças plásticas Atualmente na fabricação dos automóveis é utilizada uma grande variedade de plásticos. Para cada modelo de veículo pode-se variar quais são os plásticos que devem ser pintados e que tipo de preparação eles devem receber. Podemos verificar a seguinte tabela: PEÇAS PLÁSTICAS

MATERIAL

DE FABRICAÇÃO

Pára-choque dianteiro

>PP+EPDM + T10<

Pára-choque traseiro

>PP+EPDM + T10<

Grade Dianteira Frisos das portas Espelhos retrovisores Maçanetas Aerofólio Fechadura da tampa da mala

>PP + EPDM + T30< >PP< >ABS< >PA+30%GF< >PPO< Zamach*

As peças de material plástico pintáveis que compõem o Gol Geração III, são termoplásticas, portanto esse tipo de material deve receber um tratamento com seladora para plástico. A seladora exerce a função de promover a aderência dos demais materiais. É importante, antes da realização de qualquer processo de pintura, observar quais são as recomendações do fabricante de tinta. OBS.: A pintura do material Zamach realiza-se sem aplicação de seladora, lixando-se apenas seguindo com os processos de pintura de fundo e acabamento.

Gol Geração III

47

Manual de Reparação - Volkswagen Gol  

A finalidade dos MANUAIS DE REPARAÇÃO publicados pelo CESVI BRASIL é proporcionar a esses profissionais as informações necessárias para seu...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you