Issuu on Google+

www.cesvibrasil.com.br

Sumário 1. Descrição básica

......................................................2

1.1

FICHA TÉCNICA GERAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2

1.2

PLACAS DE IDENTIFICAÇÃO DO VEÍCULO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3

1.3

ELEMENTOS EXTERNOS DE MATERIAIS PLÁSTICOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5

1.4

DIMENSÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6

1.5

ELEMENTOS DA CARROCERIA FORNECIDOS PELO FABRICANTE . . . . . . . . . . . . .9

1.6

SUBSTITUIÇÕES PARCIAIS CONTEMPLADAS PELO FABRICANTE . . . . . . . . . . . . .12

2. Reparabilidade da carroceria

Fiat Marea

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

2.1

PARTE DIANTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

2.1.1

PAINEL FRONTAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14

2.1.2

LONGARINA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17

2.1.3

PÁRA-LAMA DIANTEIRO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18

2.1.4

CAPÔ DIANTEIRO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19

2.2

PARTE CENTRAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20

2.2.1

PORTA DIANTEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21

2.2.2

SOLEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23

2.2.3

TETO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24

2.3

PARTE TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26

2.3.1

PORTA TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27

2.3.2

LATERAL TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29

2.3.3

PAINEL TRASEIRO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31

2.3.4

ALOJAMENTO DA LANTERNA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32

2.3.5

TAMPA TRASEIRA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33

1


www.cesvibrasil.com.br

1 - Descrição básica O Fiat Marea é um veículo lançado no mercado brasileiro, pela Fiat Automóveis S.A., para competir com veículos importados de grande porte e alto luxo. É detentor de tecnologia de ponta no âmbito estrutural e mecânico. Possui as versões: SX, HLX e ELX. A seguir, podemos verificar suas principais características.

1.1 - Ficha técnica geral Carroceria

Monobloco: estampado em aço, 3 volumes, 5 portas; capô, tampa traseira e porta-malas unidos por parafusos; e painéis laterais por solda.

Motor

Modelo Five tech 2,0 litros, 5 cilindros em linha 20 válvulas sendo 4 por cilindro, DOHC com variador de fase no eixo de comando de admissão. Instalação transversal na dianteira, com alimentação e ignição integrados por gestão eletrônica digital Bosch/MPI motronic M2.10.4, seqüencial com uma bobina para cada cilindro.

Lubrificação

Forçada mediante bomba de engrenagens com válvula limitadora de pressão incorporada, e depuração de óleo mediante filtro com elemento de capacidade total. Óleo especificado pelo fabricante SAE 20W50 - API-SJ.

Arrefecimento

Sistema com radiador tipo colméia, bomba centrifuga e reservatório de expansão. Termostato no circuito secundário para recirculação da água do motor ao radiador. Termostato em “by-pass” controlado. Eletroventilador de arrefecimento do radiador com acionamento/desacionamento, regulado por interruptor termostático localizado no radiador.

Suspensão dianteira Independente, tipo McPherson, com braços oscilantes inferiores transversais, molas helicoidais, amortecedores telescópicos de dupla ação com stop hidráulico e barra estabilizadora.

Suspensão traseira

Independente, braços oscilantes longitudinais, molas helicoidais de flexibilidade variável, amortecedores telescópicos de dupla ação e barra estabilizadora.

Freios

A disco nas quatro rodas, com pinças flutuantes e discos ventilados na dianteira. Comando hidraúlico com duplo circuito diagonal e corretor de frenagem na traseira. Sistema ABS opcional. Estacionamento: manual por alavanca agindo nas rodas traseiras.

Direção

Tipo pinhão e cremalheira, com coluna articulada e retrátil, colapsável e com assistência hidráulica progressiva com diâmetro de giro de 11 metros, volante com absorção de energia e air bag.

Transmissão

Posição transversal, tração dianteira por árvores das rodas, acopladas por articulações homocinéticas, caixas de velocidade manual com 5 marchas + ré; com embreagem mono disco a seco e acionamento hidráulico auto regulável sem curso morto no pedal.

Ângulos da suspensão/direção: Rodas dianteiras: ❑ Câmber: -0o 45’+– 30’ ❑ Cáster: 2o 0’+ 30’ ❑ Convergência: -3 +– 1 mm

Rodas traseiras: ❑ Câmber: -1o 0’ +– 30’ ❑ Convergência: 2 +– 2 mm

Obs.: Valores para veículo em ordem de marcha.

Fiat Marea

2


www.cesvibrasil.com.br

1.2 - Placas de identificação do veículo As características que identificam o veículo encontram-se no número do chassis (VIN) e na plaqueta de identificação. Sua correta localização está descrita abaixo: Número do chassis Está gravado no assoalho em frente ao banco dos passageiros (A). Consta de dezessete caracteres alfanuméricos (letras e números) que indicam diversas características do veículo, como data de fabricação, modelo, procedência etc. O número de identificação do veículo (VIN) está presente, também, em etiquetas autocolantes localizadas nas seguintes

partes do veículo: Sobre a coluna de fixação da porta dianteira direita (B), sobre a fixação superior do amortecedor dianteiro direito (C) e está gravado também nos vidros: párabrisa, vidro traseiro e vidros laterais (D). A plaqueta de identificação está sobre a travessa superior do painel frontal (E). Tipo e nº do motor localizado do lado esquerdo no bloco do motor (F). Número de código de carrocerias (G). Plaqueta com etiqueta em código de barras, localizado no assoalho do porta-malas do lado direito. Abaixo, explicamos o significado de cada código:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 9 B D 1 8 5 2 4 5 V 7 0 0 0 0 3 9 Nº seqüencial Betim/MG Ano de Fabricação (T – 1996) (V – 1997) (W – 1998)

Projeto do veículo

185225 - MAREA SX 185235 - MAREA ELX 185245 - MAREA HLX

Fabricante (Fiat/BR) País de Origem (B - Brasil) Localização Geográfica (9 - América do Sul) Fiat Marea

3


www.cesvibrasil.com.br

G A B

C

A

B

C

G

Figura 1 - Localização das placas de identificação do veículo.

Fiat Marea

4


www.cesvibrasil.com.br

1.3 - Elementos externos de materiais plásticos Entre os materiais utilizados na construção do Fiat Marea, encontram-se elementos compostos por diversos tipos de plásticos os quais, devido a sua localização, são suscetíveis à ruptura em caso de colisão. Esses materiais são reparáveis mediante procedimentos técnicos apropriados, proporcionando um bom acabamento estético. Na figura abaixo, indicam-se os elementos plásticos reparáveis que, pela sua localização, podem romper-se em caso de colisão, assim como a identificação do plástico a ser empregado na sua reparação. 1. Pára-choque dianteiro (PP+EPDM). 2. Grade frontal (ABS). 3. Retrovisores (ABS).

4. Pára-choque traseiro (PP+EPDM). 5. Proteção plástica da caixa de roda (PP+EPDM).

5

2 4

1 3

Figura 2 - Elementos externos de material plástico

Fiat Marea

5


www.cesvibrasil.com.br

1.4 - Dimensões A verificação e controle de possíveis deformações nos elementos estruturais da carroceria do veículo, submetidos a grandes esforços (longarinas, travessas, pilares, caixas de roda etc.), devem ser controladas através da verificação de cotas e dimensões de uma série de pontos do monobloco como pontos de fixação da suspensão, longarinas, torres e assoalhos. Estas medições foram realizadas com mecânica montada. A comprovação das dimensões na parte superior da carroceria foi realizada com a utilização de compasso de varas, verificando-se a igualdade de medidas de suas formas entre peças do lado esquerdo e do lado direito.

Plataforma inferior diagonal

196 5

14 12

12 14

16 00 15 72

65 19

Plataforma inferior 3790 1570

938 478

500

502

501

510 351

438

477

1020

802

800

400

844

940 270

538 716 476

940

600

436

1165

510

1055

450

216

Figura 3 - Dimensões da plataforma

Fiat Marea

6


www.cesvibrasil.com.br

114 0

13 85

104 0

09 11 4 93

918

983

1013 89 5

108 7

1049

1087

1087

1188

1475.5

.5 1356

762

1518

1286

1356 .5

887.5

1034

Figura 4 - Dimensões dos vãos do veículo

Fiat Marea

7


H

www.cesvibrasil.com.br

A

B

C

G

D

E

A 884

B 2540

F

C 969

D 4393

E 1475

F 1430

G 1741

H 1450

MEDIDAS EM (MM)

Figura 5 - Dimensões externas do veículo

Fiat Marea

8


www.cesvibrasil.com.br

1.5 - Elementos da carroceria fornecidos pelo fabricante Nas figuras 6, 7 e 8 estão detalhadas as peças da carroceria do Fiat Marea comercializados pelo fabricante. Os grupos de peças que são comercializados pelo fabricante estão marcados com um número, e as peças deste grupo que podem ser adquiridas individualmente estão marcadas com o mesmo número mais uma letra. Elementos da parte dianteira 1. Chapa 2. Travessa Superior do painel frontal 2a. Chapa de fechamento da travessa frontal inferior 2b. Travessa frontal inferior 3. Apoio para sede do farol 4. Pára-lama dianteiro

5. Secção parcial da longarina dianteira (pontal) 6. Suporte da bateria 7. Parede transversal (Painel Dash) 8. Reforço do painel Dash (inferior) 9. Reforço superior do

painel Dash Parede transversal Travessa superior Capô Pontal (longarina dianteira) 14. Chapa de fechamento do pontal e caixa de roda 10. 11. 12. 13.

11 12

10 9 13

8 7

1

6

5 4

14 2a

2b

2 3 Figura 6 - Elementos da parte dianteira

Fiat Marea

9


www.cesvibrasil.com.br

Elementos da parte central 1. Teto 2. Painel lateral completo 2a. Chapa de revestimento da coluna (A) 2b. Chapa de revestimento da coluna (B) 2c. Chapa de revestimento da soleira 3. Travessa dianteira do teto

11. Travessa do reforรงo direito do assoalho 12. Travessa do reforรงo esquerdo do assoalho 13. Suporte do assoalho dir. 14. Reforรงo do assoalho 15. Porta

4. Travessa inferior do quadro do pรกra-brisa 5. Estrutura superior do painel interno 6. Coluna central 7. Pilar 8. Reforรงo do pilar 9. Assoalho 10. Suporte do assoalho esq.

15

1

3 6

5 4

2b

7 8 2a 10

2c 14

11 12 13

2 9

Figura 7 - Elementos da parte central

Fiat Marea

10


www.cesvibrasil.com.br

Elementos da parte traseira 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8.

Tampรฃo Assoalho do porta-malas Longarina traseira direita Travessa transversal do assoalho do porta-malas Longarina traseira esquerda Arco central do teto Estrutura lateral esquerda do teto (longarina) Estrutura da coluna central

9. Reforรงo interno da soleira 10. Caixa de roda traseira 11. Reforรงo lateral 12. Calha 13. Reforรงo 14. Estrutura interna traseira 15. Travessa 16. Estrutura 17. Travessa 18. Lateral traseira 19. Alojamento da lanterna tras.

20. Chapa de revestimento 21. Painel traseiro 22. Conjunto de reforรงo do painel traseiro 23. Chapa de fechamento da longarina 24. Tampa traseira 25. Longarina 26. Chapa 27. Travessa 28. Assoalho

6 1 5 14

7

5

3

12

2 4

27 28

8 13

26

11 9

10

24

25

15

19 21

16 17 18 20

23 22

Figura 8 - Elementos internos da carroceria

Fiat Marea

11


www.cesvibrasil.com.br

1.6 - Substituições parciais contempladas pelo fabricante Para a reparação do Fiat Marea o fabricante prevê a substituição parcial de algumas peças da carroceria. Dessa forma, consegue-se uma economia no tempo de reparação, reduzindo seu custo. Ao mesmo tempo, evitam-se danos em outras partes da carroceria que não foram afetadas, o que não ocorreria se realizada uma substituição completa.

Figura 9 - Substituições parciais

Fiat Marea

12


www.cesvibrasil.com.br

2 - Reparabilidade da carroceria Nesta parte são estudados os aspectos relacionados com a reparabilidade do Fiat Marea, em particular a disponibilidade das peças de reposição e a complexidade de sua reparação ou substituição, em função dos elementos que necessitam ser desmontados previamente. São tratadas as questões como acessibilidade para o reparador e a união com a carroceria, entre outras. Também serão enfocados os elementos externos que são danificados com maior freqüência em colisões.

2.1 - Parte dianteira Na figura 10 estão indicados os elementos da parte dianteira do Fiat Marea que são afetados com maior freqüência em um impacto dianteiro.

Figura 10 - Elementos da parte dianteira

Fiat Marea

13


www.cesvibrasil.com.br

2.1.1 - Painel frontal Comercialização O fabricante só comercializa o painel frontal em peças separadas, tendo o reparador que uni-los para constituí-lo.

Figura 11 - Comercialização do painel frontal

União da peça O painel frontal vai unido à carroceria por meio de parafusos e pontos de solda elétrica por resistência. Na figura 12 é detalhada a união desta peça com o restante da carroceria. 4 parafusos ao paralama 2 parafusos à travessa frontal inferior 20 pontos de solda por resistência à travessa frontal inferior

2 parafusos ao suporte na longarina dianteira 1 parafuso ao paralama 3*

4* 16 pontos de solda por resistência à travessa frontal inferior

3* 3 pontos de solda por resistência à longarina

1 parafuso ao suporte na longarina dianteira

*Pontos de solda por resistência à extensão da longarina Figura 12 - União do painel frontal à carroceria

Fiat Marea

14


www.cesvibrasil.com.br

Acessibilidade Apresenta uma boa configuração, sendo de fácil acesso para o reparador. Região de difícil acesso Região de fácil acesso

Figura 13 - Acessibilidade do painel frontal

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição ou reparação do painel dianteiro, deve-se desmontar os seguintes elementos : ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover pára-choque; ◆ Remover alma do pára-choque; ◆ Remover conjunto farol/lanterna; ◆ Remover conjunto radiador/condensador, eletroventiladores e seus defletores, bem como suas mangueiras e tubulações;

◆ Remover coxins, suportes, buchas, presilhas, batentes e plaquetas; ◆ Remover buzinas; ◆ Soltar os pára-lamas; ◆ Remover instalações elétricas completas no painel dianteiro; ◆ Remover fechadura do capô; ◆ Remover cabo da fechadura (parcial); ◆ Remover painel dianteiro. No caso de ser realizada a sua reparação, será necessário desmontar um ou outro elemento dos citados anteriormente, dependendo do tamanho e localização do dano.

Figura 14 - Farol dianteiro/farol de neblina

Fiat Marea

15


www.cesvibrasil.com.br

Figura 15 - Grade frontal

Figura 16 - Dispositivos de apoio e fechamento do capô

Figura 17 - Radiador/condensador

Figura 18 - Pára-choque dianteiro

Fiat Marea

Figura 19 - Proteções plásticas da caixa de roda

16


www.cesvibrasil.com.br

2.1.2 - Longarina Comercialização

Região de difícil acesso

O fabricante comercializa a longarina dianteira como peça de reposição original.

Figura 22 - Acessibilidade da longarina dianteira

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição da sede do farol são desmontados previamente os seguintes elementos:

Figura 20 - Comercialização da longarina

União da peça A longarina vai unida à carroceria por meio de pontos de solda por resistência. Na figura 21 é detalhada a união desta peça com o restante da carroceria. 3 pontos de solda por resistência ao suporte do painel dash

15 pontos de solda por resistência ao pilar 10 pontos de solda por resistência à travessa superior 21 pontos de solda por resistência ao pilar

15 pontos de solda por resistência ao painel dash

9 pontos de solda por resistência à travessa superior 20 pontos de solda por 15 pontos de solda por resistência resistência na parte ao pilar inferior ao assoalho

Figura 21 - União da longarina à carroceria

◆ Remover protetor do cárter; ◆ Remover capa plástica da caixa de roda; ◆ Remover pára-choque e alma; ◆ Remover conjunto óptico farol/lanterna; ◆ Remover buzina; ◆ Remover conjunto filtro de ar e bocal; ◆ Remover instalação elétrica completa; ◆ Remover bateria; ◆ Remover toda a tubulação de ar condicionado e direção hidráulica; ◆ Remover conjunto radiador e condensador; ◆ Remover rodas; ◆ Remover conjunto mecânico completo; ◆ Remover buchas, presilhas e batentes. No caso de ser realizada a sua reparação, será necessário desmontar um ou outro elemento dos citados anteriormente, dependendo do tamanho e localização do dano.

Acessibilidade Apresenta uma configuração fechada, sendo de difícil acesso para o reparador. Fiat Marea

17


www.cesvibrasil.com.br

2.1.3 - Pára-lama dianteiro Comercialização O fabricante comercializa o pára-lama como peça de reposição original. União da peça Vai parafusado à carroceria de acordo com a figura abaixo. 2 parafusos à travessa superior do painel frontal

1 parafuso ao superior do farol

2 parafusos à caixa de roda

1 parafuso ao pilar

1 parafuso ao pilar (acesso pelo vão da porta)

1 parafuso à longarina 1 parafuso à soleira 1 parafuso ao superior do farol

1 parafuso à pestana da soleira

Figura 23 - União do pára-lama à carroceria

Acessibilidade Em quase todo o pára-lama, o acesso para o reparador é bom. Na figura 24 são indicadas as zonas de diferente acessibilidade do pára-lama dianteiro. Região de difícil acesso Região de fácil acesso

Figura 24 - Acessibilidade do pára-lama dianteiro

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição da travessa inferior, deve-se desmontar previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover capô (auxílio de 1 pessoa); ◆ Remover dobradiça do capô; ◆ Remover capa plástica de proteção da caixa de roda; ◆ Remover luz de intermitência lateral; ◆ Remover pára-lama. No caso de ser realizada a sua reparação, será necessário desmontar um ou outro elemento dos citados anteriormente, dependendo do tamanho e localização do dano. Fiat Marea

18


www.cesvibrasil.com.br

2.1.4 - Capô dianteiro Comercialização O fabricante comercializa o capô do motor como peça de reposição original, podendo ser obtidos separadamente seus acessórios como:

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição do pára-lama dianteiro deve-se desmontar previamente os seguintes elementos:

União da peça Vai fixado à carroceria por meio de duas dobradiças com 2 parafusos cada um ao capô e 2 porcas à caixa de roda.

◆ Desconectar bateria; ◆ Remover revestimento interno acústico; ◆ Remover esguichadores; ◆ Remover apoio da haste do capô; ◆ Remover capô (auxílio de 1 pessoa); ◆ Dobradiças (2 parafusos ao capô - auxílio de uma pessoa). Se optarmos pela reparação, deverão ser desmontados os acessórios necessários descritos anteriormente em função do tamanho e da localização do dano.

Figura 25 - União do capô à carroceria

Acessibilidade Na figura estão identificados os vãos formados pela estrutura interna do capô. As regiões onde existem reforços dificultam o acesso para sua reparação.

Região de difícil acesso Região de fácil acesso Figura 26 - Regiões de acessibilidade

Fiat Marea

19


www.cesvibrasil.com.br

2.2 - Parte central Neste ítem serão estudados os elementos da parte central do Fiat Marea mais afetados em caso de uma colisão lateral. A figura abaixo identifica quais são essas peças.

Figura 27 - Elementos da parte central

Fiat Marea

20


www.cesvibrasil.com.br

2.2.1 - Porta dianteira Comercialização A porta é comercializada como peça de reposição original sem suas dobradiças. O fabricante fornece separadamente as dobradiças e o limitador da porta, e não comercializa o seu painel externo (folha de porta). União da peça A porta vai fixada à carroceria através das dobradiças e do limitador de abertura.

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a sua substituição deverão ser desmontados previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover cobertura plástica interna do espelho retrovisor; ◆ Remover interruptor dos vidros elétricos; ◆ Remover trava de fechamento; ◆ Remover porta-objetos; ◆ Remover retrovisor interno; ◆ Remover painel de acabamento interno; ◆ Remover forração interna; ◆ Remover mecanismo de acionamento do vidro; ◆ Remover canaletas e guarnições; ◆ Remover moldura e proteções; ◆ Remover instalações elétricas; ◆ Remover fechadura e maçaneta; ◆ Remover friso lateral externo; ◆ Remover pinos, travas e presilhas; ◆ Remover vidro; ◆ Remover porta. Se optarmos pela reparação da porta, deverão ser desmontados os acessórios necessários em função do tamanho e localização do dano. Região de difícil acesso Região de fácil acesso

Figura 28 - União da porta à carroceria

Acessibilidade Na figura podemos observar os vãos de acesso existentes na armação da porta, assim como as regiões de diferentes acessos ao reparador.

Fiat Marea

Figura 29 - Regiões de acessibilidade

21


www.cesvibrasil.com.br

Figura 30 - Elementos da porta

Fiat Marea

22


www.cesvibrasil.com.br

2.2.2 - Soleira Comercialização O fabricante fornece separadamente a soleira do painel lateral com peça de reposição original. União da peça A soleira vai unida à carroceria mediante uma série de pontos de solda elétrica por pontos de resistência e solda MIG/MAG, cuja distribuição estão detalhadas na figura 31.

cordão de solda MIG/MAG

cordão de solda MIG/MAG

17 pontos de solda por resistência

cordão de solda MIG/MAG 5 pontos de solda por resistência

18 pontos de solda por resistência

33 pontos de solda por resistência

Figura 31 - União da soleira à carroceria

Acessibilidade O acesso ao reparador é nulo em toda a sua extensão. Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a sua substituição deverão ser desmontados previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover guarnição do vão da porta; ◆ Remover moldura interna da soleira; ◆ Remover porta da soleira; ◆ Remover pára-lama; ◆ Remover acento do motorista; ◆ Remover acento do banco traseiro; ◆ Remover capa plástica da caixa de roda (dianteira e traseira); ◆ Afastar carpete; ◆ Remover soleira. Para a reparação de qualquer parte da soleira serão desmontados os elementos anteriores que forem necessários, em função do tamanho e localização do dano.

Fiat Marea

23


www.cesvibrasil.com.br

2.2.3 - Teto Comercialização O fabricante comercializa esta peça de forma independente, podendo ser obtidos separadamente as travessas e os seus reforços. União da peça Na figura 32 estão detalhados os pontos de solda que unem esta peça à carroceria, bem como a fixação do teto solar.

18 pontos de solda por resistência

15 pontos de solda por resistência

15 pontos de solda por resistência

18 pontos de solda por resistência

Figura 32 - União do teto à carroceria

Figura 33 - União do teto solar ao teto

Acessibilidade O acesso interno ao teto é bom em quase toda sua extensão, sendo dificultado apenas em suas travessas, tendo o reparador que retirar a forração para acessá-lo.

Fiat Marea

24


www.cesvibrasil.com.br

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição da lateral deverão ser desmontados previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover guarnição de acabamento; ◆ Remover revestimento interno; ◆ Remover pára-sois; ◆ Remover pára-brisa; ◆ Remover suporte de luz de cortesia; ◆ Remover teto solar; ◆ Remover teto. Para a reparação de qualquer parte da lateral deverão ser desmontados os elementos anteriores que forem necessários, em função do tamanho e localização do dano.

Fiat Marea

25


www.cesvibrasil.com.br

2.3 - Parte traseira Nesta seção analisamos elementos que constituem a parte traseira do Fiat Marea e que podem ser afetados no caso de colisão traseira.

Figura 34 - Elementos da porta traseira

Fiat Marea

26


www.cesvibrasil.com.br

2.3.1 - Porta traseira Comercialização A porta é comercializada como peça de reposição original sem suas dobradiças. O fabricante fornece separadamente as dobradiças e o limitador da porta e não comercializa o seu painel externo (folha de porta). União da peça A porta vai fixada à carroceria através das dobradiças e do seu limitador de abertura.

Região de difícil acesso Região de fácil acesso Figura 36 - Regiões de difícil acesso

Operações prévias para sua substituição ou reparação Deverão ser desmontados previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover interruptor de vidros elétricos; ◆ Remover trava de fechamento; ◆ Remover porta-objetos; ◆ Remover revestimento interno da porta; ◆ Remover forração interna; ◆ Remover mecanismo de acionamento do vidro; ◆ Remover canaletas e guarnições; ◆ Remover molduras e proteções; ◆ Remover instalação elétrica completa; ◆ Remover fechadura e maçaneta; ◆ Remover friso lateral (externo); ◆ Remover pinos, travas e presilhas; ◆ Remover vidro; ◆ Remover porta. Figura 35 - União da porta à carroceria

Acessibilidade Na figura 36 podemos observar os vãos de acesso existentes na armação da porta, assim como as regiões de fiferentes acessos ao reparador.

Fiat Marea

Se optarmos pela reparação da porta, deverão ser desmontados os acessórios necessários em função do tamanho e localização do dano.

27


www.cesvibrasil.com.br

Figura 37 - Elementos da porta

Fiat Marea

28


www.cesvibrasil.com.br

2.3.2 - Lateral traseira Comercialização O fabricante fornece somente a lateral traseira como peça de reposição original ou completa com o painel lateral. União da peça A lateral traseira vai unida à carroceria mediante uma série de pontos de solda elétrica por resistência, cuja distribuição estão detalhadas na figura 38. cordão de solda MIG/MAG 42 pontos de solda por resistência à estrutura interna da lataria 26 pontos de solda por resistência à estrutura interna da lateral

cordão de solda MIG/MAG 7 pontos de solda por resistência à caixa de roda

13 pontos de solda por resistência ao suporte lateral

Figura 38 - União da lateral traseira à carroceria

Acessibilidade O acesso ao reparador é bom em quase toda a extensão da lateral, sendo dificultado apenas no seu contorno e na região das colunas. Região de difícil acesso Região de fácil acesso

Figura 39 - Regiões de acessibilidade

Fiat Marea

29


www.cesvibrasil.com.br

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição desta peça, deve-se desmontar previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover porta traseira; ◆ Remover guarnição da porta; ◆ Remover encosto do banco traseiro; ◆ Remover moldura interna da soleira; ◆ Remover guarnição do trilho do teto (moldura do acabamento); ◆ Remover vidro traseiro; ◆ Remover revestimento do assoalho (porta-malas); ◆ Remover acento traseiro; ◆ Remover revestimento interno da lateral (completo); ◆ Remover revestimento do painel traseiro; ◆ Remover lanterna traseira; ◆ Remover pára-choque traseiro; ◆ Remover instalação elétrica, ◆ Remover reservatório de combustível; ◆ Remover bocal de enchimento (dependendo do lado); ◆ Remover painel lateral. Para reparação de qualquer parte da lateral serão desmontados os elementos anteriores que forem necessários, em função do tamanho e localização do dano.

Fiat Marea

30


www.cesvibrasil.com.br

2.3.3 - Painel traseiro Comercialização O fabricante comercializa o painel traseiro como peça de reposição. União da peça Na figura 40 estão detalhados os pontos de solda que unem estas peças à carroceria.

10 pontos de solda por resistência ao suporte lateral

4 pontos de solda por resistência à longarina traseira

Região de difícil acesso Região de fácil acesso

20 pontos de solda por resistência ao assoalho e ao porta-malas traseiro

Figura 40 - União do painel traseiro à carroceria

Figura 41 - Regiões de acessibilidade

Acessibilidade Possui bom acesso ao reparador, sendo dificultado pela travessa superior e alojamentos das lanternas. Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição desta peça, deve-se desmontar previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover revestimento completo do porta-malas; ◆ Remover revestimento do painel traseiro; ◆ Remover guarnição do porta-malas; ◆ Remover fechadura da tampa traseira; ◆ Remover pára-choque traseiro; ◆ Remover estepe e acessórios; ◆ Remover instalação elétrica completa; ◆ Remover lanterna traseira; ◆ Remover painel traseiro. Em caso de reparação deverão ser desmontados os elementos necessários citados anteriormente, dependendo do tamanho e localização do dano.

Fiat Marea

31


www.cesvibrasil.com.br

2.3.4 - Alojamento da lanterna Comercialização O alojamento da lanterna é comercializado como peça independente ou formando conjunto com o painel traseiro. União da peça A união desta peça à carroceria está detalhada na figura 42.

18 pontos de solda por resistência ao redor da peça

Figura 42 - União do alojamento da lanterna à carroceria

Acessibilidade Possui um bom acesso ao reparador, sendo necessário remover o revestimento interno do porta-malas. Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição desta peça, deve-se desmontar previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover lanterna traseira; ◆ Remover estepe e acessórios; ◆ Remover pára-choque traseiro; ◆ Remover revestimento interno; ◆ Remover emblemas; ◆ Remover guarnição da tampa traseira; ◆ Remover batentes de apoio; ◆ Remover alojamento da lanterna traseira. No caso da reparação desta peça, desmontam-se os elementos descritos anteriormente que sejam necessários em função do tamanho e localização do dano.

Fiat Marea

32


www.cesvibrasil.com.br

2.3.5 - Tampa traseira Comercialização É fornecida pelo fabricante como peça original, podendo ser obtidas separadamente as suas dobradiças. União da peça É realizada através de duas dobradiças parafusadas a sua estrutura e à carroceria.

Operações prévias para sua substituição ou reparação Para a substituição desta peça, deve-se desmontar previamente os seguintes elementos: ◆ Desconectar bateria; ◆ Remover batentes, pinos, coxins etc; ◆ Remover fechadura; ◆ Remover emblemas; ◆ Remover atuador da tampa traseira; ◆ Remover instalação elétrica; ◆ Remover moldura da placa; ◆ Remover tampa traseira (auxílio de 1 pessoa); ◆ Amortecedores da tampa (2 pessoas); ◆ Dobradiças (2 pessoas).

Figura 43 - União do porta-malas à carroceria

Acessibilidade Possui bom acesso pelos vãos mostrados na figura 44, embora tenha grandes regiões limitadas. Região de difícil acesso Região de fácil acesso

Figura 44 - Regiões de acessibilidade

Fiat Marea

33


www.cesvibrasil.com.br

Figura 45 - Elementos da tampa traseira

Fiat Marea

34


Manual de Reparação - Fiat Marea