Panamby Magazine Outubro 2015

Page 20

EduCaÇÃo

Vestibular sem Pixabay.com

EstrEssE

o

Cleire Bosio

Psicóloga e orientadora profissional orienta jovens e pais a enfrentarem vestibulares e ENEM com tranquilidade.

vestibular representa, para muitos jovens, o

apresentados no exame. É bastante comum os proble-

ritual de passagem para a vida adulta. senti-

mas emocionais afetarem o momento da realização da

mentos de angústia, incertezas e medo podem

prova, e muitos alunos, apesar de preparados, não têm

estar presentes frente às novas responsabilidades e pa-

um bom desempenho por conta do nervosismo. Consta-

péis sociais. Neste sentido, observa-se que a ansiedade

tamos também que os jovens que não têm claro seu pro-

dos vestibulandos toma conta de toda a família, interfe-

jeto profissional ficam desmotivados para os estudos e,

rindo na sua dinâmica durante o período que antecede

com isso, também mais ansiosos, já que a probabilidade

a realização das provas. Em muitos casos, a família toda

de não serem aprovados aumenta.

participa desse ritual, modificando seus hábitos, deixan-

o auxílio de um orientador profissional poderá con-

do a vida social em segundo plano para não prejudicar os

tribuir para que o vestibulando elabore melhor as suas

estudos dos seus filhos/as. a preparação do vestibular

ansiedades, medos e conflitos vinculados à situação de

ou ENEm exige muito estudo, dedicação e disciplina dos

escolha. além do aconselhamento profissional e da or-

jovens, que se cobram e são cobrados de obterem êxito,

ganização dos estudos, a prática de atividade física é es-

principalmente nas universidades públicas e nas melho-

sencial para oxigenar o corpo e aliviar a tensão. durante a

res universidades particulares.

prova, caso o jovem esteja muito ansioso, a dica é respirar profundamente, acalmar a mente e os batimentos car-

ESTUDANDO MELHOR

díacos e tentar relaxar. a respiração profunda diminui a

as inúmeras horas de estudo não representam necessa-

ansiedade e melhora a concentração.

riamente o ingresso na universidade, mas a forma como

20

o aluno estuda é muito importante. É imprescindível que

SUPORTE DA FAMÍLIA

o jovem organize uma rotina de estudos e faça um crono-

Em muitos casos, o maior inimigo do candidato não é a

grama diário de atividades logo que decidir prestar o ves-

prova, e sim a pressão psicológica vinda da família, dos

tibular. o tempo dedicado ao estudo de qualidade é um

amigos e das instituições de ensino que preparam e

diferencial importante em relação a outros candidatos.

apostam no candidato. Em meio a uma grande frustra-

além disso, a hora do estudo deve ser encarada como

ção e sensação de fracasso no vestibular, embora es-

um momento de prazer, de aprendizado, de capacitação

tas reações sejam muito individuais, o jovem deve reu-

que contribuirá para um comportamento menos ansio-

nir forças para seguir seus sonhos e não se deixar levar

so e postura mais confiante em relação aos conteúdos

por “fantasias persecutórias”, considerando o vestibular