Page 1

PROGRAMA NACIONAL DE MELHORIA DA QUALIDADE DO LEITE

Luiz Marcelo Martins Araujo SILEI/DDA/SFA/MS 67 3041 9370 67 9969 3580 leite.ms@agricultura.gov.br


PROGRAMA NACIONAL DE MELHORIA DA QUALIDADE DO LEITE - PNQL HISTÓRICO:  Surgiu em 1996 na EMBRAPA - Gado de Leite, por iniciativa do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA); Ampliação de debates com a participação de todos os setores envolvidos; Portaria Nº 166/1998; Portaria Nº 56/1999; Instrução Normativa Nº 51/2002. Instrução Normativa 62 – 29/12/2011


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011

• inclusão da análise de antibióticos na plataforma; • alteração dos padrões de CCS e CBT • inclusão do pagamento por qualidade por meio de acordo setorial; • comprovação da eficiência do Programa de Educação Continuada • avaliação individual nos tanques comunitários.


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011

• Cadastro no SIGSIF e sua constante atualização; • Temperatura máxima de 10º C para as amostras do laboratório; • Obrigatório produtores.

o envio dos resultados

aos


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011 ANEXO I – REGULAMENTO TÉCNICO DE PRODUÇÃO, IDENTIDADE E QUALIDADE DO LEITE TIPO A – Altera o Anexo I da IN 51 ANEXO II – REGULAMENTO TÉCNICO DE IDENTIDADE E QUALIDADE DO LEITE CRU REFRIGERADO – Altera o Anexo IV da IN 51 ANEXO III – REGULAMENTO TÉCNICO DE IDENTIDADE E QUALIDADE DO LEITE PASTEURIZADO – Altera o Anexo V da IN 51 ANEXO IV – REGULAMENTO TÉCNICO DE IDENTIDADE E QUALIDADE DO LEITE CRU REFRIGERADO E SEU TRANSPORTE A GRANEL – Altera o Anexo VI da IN 51


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011 ANEXO II – REGULAMENTO TÉCNICO DE IDENTIDADE E QUALIDADE DO LEITE CRU REFRIGERADO – Altera o Anexo IV da IN 51


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011 Tabela 2: Requisitos microbiológicos, físicos, químicos, de CCS, de resíduos químicos a serem avaliados pela Rede Brasileira de Laboratórios de Controle da Qualidade do Leite: Padrão do leite, conforme Instrução Normativa 62/2011, de 29 de dezembro de 2011 A partir de 01.01.2012 até A partir de 01.7. 2008 Até 30.6.2014Regiões: S / SE 31.12. 2011 Regiões: S / SE / /CO A partir de 01.01.2013 CO A partir de 01.7.2010 até até 30.6.2015 Regiões: N / 31.12. 2012 Regiões: N / NE NE

A partir de 01.7.2014 até A partir de 01.7.2016 Regiões: S / 30.6.2016Regiões: S / SE / CO A SE / CO A partir de 01.7.2017 partir de 01.7.2015 a Regiões: N / NE 30.6.2017Regiões: N / NE

Índice medido (por propriedade rural ou por tanque comunitário) Contagem Padrão em Placas (CPP), expressa em UFC/mL (mínimo de 01 análise mensal, com média geométrica sobre período de 03 meses)

CBT

Máximo de Máximo de Máximo de 750.000 600.000 300.000

Máximo de 100.000

Máximo de Máximo de Máximo de 750.000 600.000 500.000

Máximo de 400.000

Contagem de Células

CCS

Somáticas ( ), expressa em CS/mL (mínimo de 01 análise mensal, com média geométrica sobre período de 03 meses)

Pesquisa de Resíduos de Antibiótico/outros Inibidores do crescimento microbiano: Limites Máximos previstos no Programa Nacional de Controle de Resíduos – MAPA Temperatura máxima de conservação do leite: 7oC na propriedade rural/Tanque comunitário e 10oC no estabelecimento processador.


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011

Sanidade do rebanho • sanidade atestada por médico veterinário: Controle sistemático de parasitoses; Controle sistemático de mastites; Controle de brucelose e tuberculose; Controle zootécnico dos animais.


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011

Disposições Gerais • A coleta de amostras é de responsabilidade do estabelecimento • Tanques comunitários  amostras individualizadas de todos os produtores  colhidas antes da entrega do leite nos tanques  mantidas em temperatura de refrigeração de até 7ºC até o envio ao laboratório.


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011 • transporte do leite em latões ou tarros, desde que: • o estabelecimento aceite; • atinja os padrões de qualidade; • seja entregue no máximo até 2h (duas horas) após a ordenha • o laticínio realize todas as análises por latão


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011 ANEXO IV – REGULAMENTO TÉCNICO DE IDENTIDADE E QUALIDADE DO LEITE CRU REFRIGERADO E SEU TRANSPORTE A GRANEL – Altera o Anexo VI da IN 51


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011 -

Tanque de refrigeração por expansão direta  dimensionado para que o leite chegue a temperatura mínima de 4ºC em 3h (três horas) após o término da ordenha;

-

Tanque de refrigeração por imersão  dimensionado para que o leite chegue a temperatura mínima de 7ºC em 3h (três horas) após o término da ordenha;


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011 Especificações Gerais para Tanques Comunitários - Somente se por expansão direta; - Latões devem ser higienizados logo após a entrega do leite, na propriedade onde está o tanque comunitário, através do enxágüe com água corrente e a utilização de detergentes biodegradáveis e escovas apropriadas;


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 62/2011 Obrigações da Empresa

- A empresa deve implantar um programa de educação continuada dos participantes que deve ter sua eficácia demonstrada pelos resultados de análises de qualidade dos seus fornecedores realizados pela Rede Brasileira de Laboratórios da Qualidade do Leite.


BENEFÍCIOS DA IN 62/2011 AO PRODUTOR  Valorização do rebanho  Agregação de valor à produção  Monitoramento da higiene da ordenha  Monitoramento da saúde da glândula mamária  Monitoramento do manejo alimentar  Oportunidade de melhoria do preço do leite  Exigência Legal


Contagem de Células Somáticas Células Somáticas  Diferentes tipos de células do corpo presentes no leite;

São células de defesa.


Teste do Caneco Preto


Teste do Caneco Preto


Teste do Caneco Preto


Teste do Caneco Preto


Contagem de Células Somáticas • Por que monitorar? – Avaliação do nível de mastite do rebanho (sanidade do rebanho): CCS do tanque

% de quartos infectados

% de perdas de produção

200.000

6

0

500.000

16

6

1.000.000

32

18

1.500.000

48

29

Fonte: NMC, 1996.


Efeitos da CCS  Prejuízos ao produtor rural:  Valor da produção de leite perdida: 66% do total;  Descarte prematuro de vacas: 22,6% do total;  Valor do leite descartado com resíduos: 5% do total;  Despesas com veterinário e tratamentos: 5,6% do total


Contagem Bacteriana Total  Representa a quantidade de bactérias presentes no leite. • Formas de contaminação do leite:  Presença de mastite;  Ordenha suja;  Equipamentos sujos;  Mãos sujas;  Água contaminada.


Contagem Bacteriana Total

Fonte: PIRES, 2002


Ação do Tempo e da Temperatura sobre as Bactérias do Leite Contagem Bacteriana Inicial

Temperatura de Armazenamento CBT 3 horas (ºC)

CBT 9 horas

CBT 24 horas

9.000 col/ml

4

9.000

9.000

10.000

9.000 col/ml

15

10.000

46.000

5.000.000

9.000 col/ml

25

18.000

1.000.000

57.000.000

9.000 col/ml

35

30.000

35.000.000

800.000.000


Taxa de Multiplicação Bacteriana • Temperatura do leite • 4 o C inibe crescimento bacteriano • Tempo de armazenamento  Mesmo com taxas reduzidas, a população bacteriana se reproduz a taxas geométricas


Taxa de Multiplicação Bacteriana


SISTEMAS DE ORDENHA


SISTEMAS DE ORDENHA


SISTEMAS DE ORDENHA


Resultados das ações Período

% Fora CBT

% Fora CCS

% Fora CBT e CCS

1º Trimestre 2011

35%

8%

6%

1º Trimestre 2012 (Parcial)

23%

9%

4%


Fotografia feita no dia 1ยบ/10/2011


Fotografia feita no dia 1ยบ/10/2011


Fotografia feita no dia 1ยบ/10/2011


Fotografia feita no dia 1ยบ/10/2011


BASES TÉCNICAS GERAIS PARA IMPLANTAÇÃO:  Obtenção higiênica do leite;  Sanidade da Glândula mamária;  Refrigeração na Propriedade Rural e Transporte a granel: - Temperatura máxima 7 ºC, na propriedade rural; - Temperatura máxima 10 ºC na Indústria / Posto de Refrigeração


Passos para alcançar a qualidade do leite: 1. 2. 3.

CAPACITAÇÃO PARA A QUALIDADE SENSIBILIZAÇÃO PARA A QUALIDADE; COMPROMETIMENTO COM A QUALIDADE;


NECESSIDADE DE ENVOLVIMENTO DE TODOS OS ELOS DA CADEIA PRODUTIVA: • • • • •

Produtores; Indústrias; Secretarias municipais e estaduais de Agricultura; Laboratórios da RBQL; Ministério da Agricultura.


MUITO OBRIGADO Luiz Marcelo Martins Araujo leite.ms@agricultura.gov.br

67 3041 9370 67 9969 3580

Instrução Normativa 62  
Instrução Normativa 62  

Qualidade do Leite

Advertisement