Page 1


Este trecho de Finale, foi disponibilizado pela autora, Becca Fitzpatrick, em cinco sites diferentes, durante o book tour (de 17/09 à 21/09), antes do lançamento do livro. Esta é uma tradução livre (não oficial), disponibilizada pelo site O Archanjo, sem fins lucrativos. Feito de fã, para fãs. Por favor, permitimos o compartilhamento (sem reprodução em outros sites), porém dê os devidos créditos. Grata!

1ª parte Meia hora mais tarde, eu entrei em minha garagem. Eu moro com minha mãe em uma fazenda genuína no Maine, coberta com tinta branca, persianas azuis, e um manto de nevoeiro sempre presente. Esta época do ano, as árvores ardiam em tons de vermelho fogo e dourado, e mantém os cheiros no ar nítidos de seiva de pinheiro, lenha e folhas úmidas. Eu corri até os degraus da varanda, onde cinco abóboras corpulentas me observavam como sentinelas, e deixavam-me entrar.

— Estou em casa! — eu chamei a minha mãe, a luz na sala de estar dando sua localização. Eu deixei minhas chaves sobre o aparador e voltei para encontrá-la.

Ela marcou uma orelha em sua página, levantou-se do sofá e me apertou em um abraço.

— Como foi a sua noite?

— Estou oficialmente drenada de cada última gota de energia. — eu apontei para cima — Se eu fizer isso para a cama, será por pura força mental sozinha.

— Enquanto você estava fora, um homem parou procurando por você.

— Como ele era?

— Rosto redondo, pele avermelhada, cabelos loiros.


Ele, então. O homem que tinha um osso a disputar com o Patch. Eu fabriquei um sorriso.

— Ah, certo. Ele é um vendedor. Continua tentando me comprometer com fotografias de formandos no estúdio dele. A próxima coisa, você sabe, ele vai querer me vender convites de formatura também. Seria completamente nojento se eu fizesse um tratamento no meu rosto esta noite? Ficar acordada um extra de dois minutos a este ponto é forçar.

Mamãe beijou minha testa.

— Bons sonhos.

Eu subi para o meu quarto, fechei a porta, e cai de braços abertos na minha cama. A música do ‘Devil’s Handbag’ ainda pulsava na parte de trás da minha cabeça, mas eu estava cansada demais. Meus olhos estavam fechados até a metade, quando me lembrei da janela. Com um gemido, eu cambaleei e destravei a fechadura. Patch poderia entrar, mas eu lhe desejava sorte tentando me manter acordada tempo o suficiente para obter uma resposta.

Eu puxei meus cobertores até o queixo, senti o puxão suave de êxtase de um sonho chamando-me mais perto, deixe-me arrastar para baixo...

E, em seguida, o colchão afundou-se com o peso de outro corpo.

— Não sei por que você é tão encantada com esta cama, — Patch disse — é de 12 polegadas, muito curto, por quatro pés, muito estreita, e os lençóis roxos não estão fazendo isso por mim. Cama, por outro lado...

Abri um olho e encontrei-o estirado ao meu lado, de mãos dadas livremente por trás de seu pescoço. Seus olhos escuros viram o meu, e ele cheirava limpo e sexy. Acima de tudo, ele estava quente pressionado contra mim. Apesar das minhas melhores intenções, com a proximidade estava tornando-se cada vez mais difícil se concentrar no sono.


— Ha, — eu disse — eu sei que você não se importa o quão confortável é minha cama. Você ficaria bem em um palete de tijolos. — Uma das desvantagens do Patch ser um anjo caído, era que ele não podia sentir sensação física. Sem dor, mas nenhum prazer também. Eu tinha que estar contente por saber que, quando eu o beijo, ele sente em um nível emocional apenas. Eu tentei fingir que não importava, mas eu queria que ele se sentisse eletrificado pelo meu toque.

Ele me beijou de leve na boca.

— O que você quer dizer?

Eu não conseguia lembrar. Algo sobre Dante. Fosse o que fosse, parecia sem importância. Falando no geral parecia sem importância. Eu me aconcheguei mais perto, e Patch acariciou sua mão no meu braço nu, fazendo uma sensação de formigamento quente atingir todo o caminho até os dedos dos pés.

2ª Parte — Quando eu começarei a ver estes movimentos de dança de vocês? — perguntou. — Nunca fomos dançar em Devil's Handbag juntos.

— Você não está perdendo muito. Disseram-me hoje à noite que eu sou, definitivamente, um peixe fora d'água na pista de dança.

— Vee precisa ser mais agradável com você — ele murmurou, pressionando um beijo no meu ouvido.

— Vee não tem crédito nisso. Quis dizer, Dante Matterazzi — eu confessei distraidamente, os beijos Patch me embalaram para dentro de um lugar feliz, que não exigiam muito raciocínio ou premeditação.

— Dante? — Patch repetiu algo desagradável rastejou em seu tom.


Tiro.

— Eu me esqueci de mencionar que Dante estava lá? — eu perguntei. Patch também tinha conhecido Dante pela primeira vez esta manhã, e durante a maior parte da reunião tensa, eu temia que um fosse arrastar o outro em uma briga. Desnecessário dizer que, não foi amor à primeira vista. Patch não gostava de Dante agindo como se ele fosse meu assessor político e me pressionando para a guerra com os anjos caídos, e Dante... Bem, Dante odiava anjos caídos, à princípio.

Olhos de Patch resfriaram-se.

— O que ele quer?

— Ah, agora me lembro do que eu queria falar com você. — eu bati meus dedos. — Dante está tentando vender-me para a raça Nephilim. Eu sou a líder agora. O problema é que eles não confiam em mim. Eles não me conhecem. E Dante fez de sua missão mudar isso.

— Diga-me algo que eu não sei.

— Dante acha que pode ser uma boa ideia para mim, ah, sair com ele. Não se preocupe! — me apressei em dizer — É tudo parte do show. Tenho que manter os Nephilins pensando que sua líder está investindo. Nós estamos indo acabar com esses rumores de que eu estou namorando um anjo caído. Nada mais solidário que se juntar com uma de seus próprios, sabe? Faz disto boa imagem. Eles podem até nos chamar Norante. Ou Danta. Você gosta do som? -- eu perguntei, tentando manter o ambiente leve.

A boca de Patch curvou sombria.

— Na verdade, eu não gosto do som disso.


— Se serve de consolo, eu não suporto Dante. Não se preocupe com isso.

— Minha namorada quer namorar outro cara, sem problemas.

— É para aparências. Olhe para o lado positivo.

— Patch riu, mas faltava humor.

— Há um lado bom?

— É somente até após o Cheshvan. Hank tem Nephilins em todos os lugares trabalhando neste momento. Ele lhes prometeu a salvação, e eles ainda acham que vão conseguir. Quando Cheshvan chegar, e acabar sendo como qualquer outro Cheshvan registrado, eles vão perceber que era um jogo de dados, e, pouco a pouco, as coisas vão voltar ao normal. Nesse meio tempo, enquanto os ânimos estiverem quentes e as esperanças e sonhos dos Nephilins estejam pendurados na falsa crença de que eu possa libertá-los de anjos caídos, temos que mantê-los felizes.

— Já ocorreu a você que os Nephilins poderiam culpá-la quando sua salvação não vir? Hank fez um monte de promessas, e quando não for cumprida, ninguém vai apontar o dedo para ele. Você é a líder agora. Você é o cara nesta campanha Anjo — ele disse solenemente.

Olhei para o teto. Sim, eu pensei nisso. Mais vezes hoje do que eu queria, sensatamente, ter contemplado.

Uma noite, eterna, atrás, os arcanjos me fizeram o negócio de uma vida. Eles prometeram me dar o poder de matar Hank se eu anulasse a rebelião Nephilim. No começo, eu não tinha planejado tomar o negócio, mas Hank tinha forçado a isso. Ele tentou queimar pena de Patch e enviá-lo para o inferno. Então eu atirei nele.


3ª Parte Hank estava morto, e os arcanjos estavam me esperando para parar os Nephilins para a guerra. Era ali onde as coisas ficaram complicadas. Apenas algumas horas antes que eu atirei em Hank, eu tinha feito um juramento para ele, prometendo levar seu exército Nephilim. O não cumprimento resultará em minha morte, e da minha mãe. Como cumprir a minha promessa para os arcanjos e meu juramento para Hank? Eu vi apenas uma opção. Eu levaria o exército de Hank. Para a paz. Provavelmente não era o que ele tinha imaginado enquanto me forçava a fazer o juramento, mas ele não estava por perto agora para discutir os detalhes. Ele não deslizaria na minha mente, no entanto, quando eu virasse minhas costas para a rebelião, eu também estaria permitindo que os Nephilins permanecessem sob o jugo dos anjos caídos. Não parecia certo, mas a vida era pavimentada com decisões difíceis. Como eu estava aprendendo muito bem. Agora, eu estava mais preocupado com a manutenção dos arcanjos felizes que dos Nephilins. — O que sabemos sobre o meu juramento? — Eu perguntei a Patch. — Dante disse que entrou em vigor quando Hank morreu, mas quem determina se eu o mantenho ou não? Quem determina o que posso e não posso fazer em termos de realização do meu juramento? Levar você, por exemplo. Estou confiando em você, um anjo caído e inimigo jurado dos Nephilins. O juramento não me castiga por traição? — O juramento que jurou era tão vago como você poderia ter feito isso. Felizmente — Patch disse com evidente alívio. Ah, que tinha sido vago tudo bem. E ao ponto. Se você morrer, Hank, eu vou levar o seu exército. Nem uma palavra mais. — Enquanto você permanecer no poder e conduzindo os Nephilins, eu acho que você está dentro dos termos do juramento — Patch disse. — Você nunca prometeu a Hank ir à guerra. — Em outras palavras, o plano é ficar fora da guerra e manter os arcanjos felizes. Patch suspirou, quase para si mesmo. — Algumas coisas nunca mudam. — Depois de Cheshvan, após os Nephilins desistirem da liberdade, e depois nós colocarmos um sorriso grande, gordo de contentamento nos rostos dos arcanjos, podemos colocar isso atrás de nós. — Eu o beijei. — Vai ser só você e eu. Patch gemeu.


— Isto não pode vir rápido o suficiente. — Ei, escute, — eu disse a ele, ansiosa para ir para qualquer outro assunto do que não fosse a guerra — fui abordada por um homem esta noite. Um homem que quer falar com você. Patch deu um aceno de cabeça. — Pepper Friberg. — Pepper tem um rosto redondo como uma bola de basquete? Outro aceno de cabeça. — Ele está me seguindo porque ele acha que eu voltei de um acordo que tínhamos. Ele não quer que uma palavra comigo. Ele quer me acorrentar no inferno e espanar suas mãos de mim. — Sou só eu, ou isso soou sério? — Pepper Friberg é um arcanjo, mas ele conseguiu mais em mãos. Ele está levando uma vida dupla, gastando metade do seu tempo como um arcanjo, e o trabalho clandestino da outra metade como um ser humano. Até agora, ele está vivendo o melhor dos dois mundos. Ele tem o poder de um arcanjo, que ele nem sempre usa para o bem, enquanto desfruta de vícios humanos. Então Pepper era um arcanjo. Não admira que eu não tinha sido capaz de identificá-lo. Eu não tinha muita experiência em lidar com arcanjos.

Patch continuou. — Alguém descobriu seu jogo torto, e a palavra tem que o estar chantageando. Se Pepper não pagar em breve, o seu tempo de férias na Terra vai se tornar muito mais permanente. Os arcanjos irão retirar o seu poder e arrancar suas asas se descobrirem o que ele tem feito. Ele vai ser preso aqui para sempre. As peças encaixadas umas nas outras. — Ele acha que você está chantageando. — Um tempo trás, quando eu descobri o que ele estava fazendo. Eu concordei em manter seu segredo, e em troca, ele concordou em me ajudar a colocar minhas mãos uma cópia do Livro de Enoque. Ele não cumpriu sua promessa, e parece lógico que ele acha que eu estou me sentindo pendurado para secar. Mas acho que ele deve ter sido descuidado e não há outro anjo caído lá fora olhando para beneficiar os seus atos. — O que Pepper te disse? Patch sorriu.


— Estou trabalhando nisso. Ele não está se sentindo muito falante. — Ele disse que vai queimar tudo no Delphic se isso o levá-lo a fumaça. — eu sabia que arcanjos não se atreviam a pôr o pé dentro do Parque de Diversões Delphic, temendo por sua segurança em um lugar construído por, e altamente povoada com, caído anjos, então a ameaça fazia sentido. — Seu pescoço está na linha e ele está ficando desesperado. Eu poderia ter de ir ao abrigo. — Vai lá embaixo? — Minta um pouco. Manter minha cabeça baixa. Apoiei-me sobre um cotovelo e olhei para Patch. — Como é que eu me encaixo nesse quadro? — Ele acha que você é o meu bilhete de ida para mim. Ele estará grudado em você como spandex. Ele está estacionado na rua enquanto nós falamos, de olhos abertos no meu carro. — Patch acariciou seu polegar sobre meu rosto. — Ele é bom, mas não bom o suficiente para manter-me longe de ter tempo de qualidade com a minha garota. — Prometa-me que você sempre vai estar dois passos à frente. — O pensamento de Pepper capturando Patch e o colocando no caminho rápido para o inferno, não me dá exatamente sensação aconchegante. Patch enganchou um dedo no meu decote e me puxou para um beijo. — Não se preocupe, Anjo. Eu tenho feito essas coisas furtivas há mais tempo.

4ª Parte Quando eu acordei, a cama ao meu lado estava fria. Eu sorri com a lembrança de adormecer enrolada nos braços de Patch, concentrado na probabilidade de que Pepper Friberg, também conhecido como Sr. Arcanjo com um segredo sujo, tinha estado sentado do lado de fora da minha casa toda a noite, bancando o espião. Lembrei-me de um ano atrás, no fim do meu segundo ano. Naquela época, eu não tinha sequer beijado um rapaz. Nunca poderia imaginar o que estava à venda. Patch significou mais para mim do que eu poderia colocar em palavras. Seu amor e fé em mim tomou o aguilhão das decisões difíceis que eu tinha sido forçada a fazer recentemente. Sempre que a dúvida e o arrependimento penetravam em minha consciência, tudo o que eu tinha a fazer era pensar em


Patch. Eu não tinha certeza se eu tinha feito a escolha certa de cada vez, mas eu sabia que uma coisa é certa. Eu tinha feito a escolha certa em Patch. Eu não podia desistir dele. Nunca. Ao meio-dia, Vee ligou. — Como eu e você vamos correr? — Disse. — Eu tenho um par de tênis novos, e eu preciso arrasar com esses meninos maus aqui. — Vee, eu tenho bolhas de dançar a noite passada. E espere. Desde quando você gosta de correr? — Não é nenhum segredo que eu estou carregando alguns quilos extras —, disse ela — Eu tenho ossos grandes, mas isso não é desculpa para deixar um pouco de flacidez me segurar. Tem um cara lá fora chamado Scott Parnell, e se derramar um pouco de peso extra é o que vai levar para eu chegar até a coragem de ir atrás dele, então é isso que eu vou fazer. Eu quero que Scott olhe para mim da maneira que Patch olha para você. Eu não estava falando sério sobre esta coisa de dieta e exercício antes, mas eu estou virando uma nova página. A partir de hoje, eu amo exercício. É o meu novo melhor amigo. — Oh? E quanto a mim? — Assim que eu perder esse peso, você vai ser a minha garota número um de novo. Eu vou buscá-la em 20 minutos. Não se esqueça de uma faixa. Seu cabelo se torna uma coisa assustadora quando fica úmido. Eu desliguei, tinha um tanque sobre a minha cabeça, segui com um moletom, e me atei a um tênis. Bem na hora, Vee me pegou. E imediatamente, tornou-se evidente que não estávamos dirigindo para a faixa do ensino médio. Ela guiou Neon roxo em toda a cidade, na direção oposta da escola, cantarolando para si mesma. Eu disse. — Para onde vamos? — Eu estava pensando que deveria ser corrida nas colinas. Colinas são bons para os glúteos. — Ela virou a Neon para a Estrada Deacon, e uma luz apareceu na minha cabeça. — Espera aí. Scott mora na Estrada Deacon. — Vamos pensar sobre isso, ele mora. — Nós estamos correndo para casa de Scott? Não é esse tipo de... Eu não sei... Espionagem? — Essa é uma maneira triste de olhar para a situação, Nora. Por que não pensar nisso como motivação? Olho no prêmio.


— E se ele nos vir? — Você é amigo de Scott. Se ele nos vir, ele provavelmente vai sair e conversar com a gente. E seria rude não parar e dar-lhe alguns minutos de nosso tempo. — Em outras palavras, não se trata de corrida. Isto é uma captura. Vee balançou a cabeça. — Você não é divertida. Ela cruzou na Deacon, um trecho sinuoso da estrada panorâmica fronteira em ambos os lados por pinheiros densos. Em um outro par de semanas, eles estariam cobertos de neve. Scott vivia com a sua mãe, Lynn Parnell, em um complexo de apartamentos que ficou exposto na próxima curva. Durante o verão, Scott tinha saído e se escondido. Ele tinha abandonado o exército Nephilim de Hank Millar, e Hank tinha procurado incansavelmente por ele, na esperança de fazer dele um exemplo. Depois que eu matei Hank, Scott tinha ficado livre para mudar de casa. Uma cerca cimento enjaulava a propriedade, e eu estava certa de que privacidade tinha sido a intenção, deu o lugar a sensação de um complexo. Vee me puxou na entrada e eu tive um flashback do tempo que ela me ajudou a bisbilhotar no quarto de Scott. De volta, quando eu achava que ele era um idiota não-tão-bom-assim. Cara, as coisas tinham mudado. Nós estacionamos perto das quadras de tênis. As redes estavam muito longe, e alguém tinha decorado o relvado com pichações. Saímos e alongamos por um par de minutos. Vee disse. — Eu não me sinto segura de deixando o Neon sozinho por muito tempo neste bairro. Talvez devêssemos fazer voltas em torno do complexo. Dessa forma eu posso manter o meu olho no meu bebê. — Uh-huh. Ele também dá mais oportunidades de Scott nos ver. Vee estava em moletom cor de rosa com “Diva” estampada em toda a bunda com glitter, e um casaco de lã cor de rosa. Ela também estava com a maquiagem completa, pingentes de diamantes em suas orelhas, e um anel de ruby cocktail, e ela cheirava a “Pure Poison” da Dior. Apenas a sua média de rotina. Apertamos o passo e começamos um movimento lento ao longo da trilha de terra que circundava o complexo. O sol tinha ido, e depois de três voltas, tirei minha camiseta, amarrando-a em volta da minha cintura.


Vee pegou o caminho mais curto a um banco do parque resistido e quebrado, tomando ar. — Isso tinha que ser cerca de cinco quilômetros — disse ela. Eu examinei a trilha. Claro. . . Dava ou levava uns quatro quilômetros. — Talvez devêssemos dar uma espiada nas janelas de Scott — Vee sugeriu — É domingo. Ele pode estar dormir demais e precisa de um despertador amigo. — Scott mora no terceiro andar. A menos que você tem uma escada 40 metros escondido no porta-malas do Neon, espreitar pela janela está fora. — Nós poderíamos tentar algo mais direto. Como bater em sua porta.

5ª Parte Só então um Plymouth Barracuda laranja, de por volta dos anos 1970, contornou o estacionamento. Estacionou sob a garagem, e Scott saiu. Como a maioria dos homens Nephilins, Scott tem o corpo de alguém aparentemente bem familiarizado com uma sala de musculação. Ele também é excepcionalmente alto, atingindo seis por seis pés. Ele mantém seu corte de cabelo cortado tão curto quanto um preso, e ele é uma boa visão — duro, endurecido de alguma forma. Hoje ele estava vestindo shorts de malha de basquete e uma camiseta sem mangas. Vee abanou-se. — Uau! Levantei a mão no ar, com a intenção de sinalizar para Scott e chamar a sua atenção, quando a porta do passageiro do Barracuda se abriu e Dante surgiu. — Olha isso — Vee disse. — É Dante. Faça as contas. Dois deles, e nós dois. Eu sabia que tinha gosto para correr. — Estou sentindo a súbita vontade de continuar correndo — , eu murmurei. E não parar até que eu colocar muitos metros entre mim e Dante. Eu não estava no clima para acompanhar conversa de ontem à noite. Da mesma forma, eu não estava no clima para Vee bancar a casamenteira. Ela era muita provocadoramente boa nisso. — Tarde demais. Está feito — Vee chicoteou seu braço sobre sua cabeça como uma hélice de helicóptero. Com certeza, Scott e Dante se inclinaram para trás contra o Barracuda, balançando a cabeça e sorrindo para nós.


— Você está me perseguindo, Grey? — Scott gritou. — Ele é todo seu — eu disse a Vee. — Eu estou indo concluir a corrida. — E o Dante? Ele vai se sentir como uma terceira roda — disse ela. — Vai ser bom para ele, confie em mim. — Onde está o fogo, Grey? — Scott chamou, e para meu espanto, ele começou a movimentar-se e Dante parou. — Estou treinando —, eu respondi. — Estou pensando em... tentando entrar na equipe de corrida. — A equipe de corrida não começa até a primavera — Vee me lembrou. Esqueça tudo. — Uh-oh, a freqüência cardíaca está caindo —, eu gritei com Scott. E nesse momento, eu saiu correndo na direção oposta. Ouvi Scott na trilha atrás de mim. Um minuto depois, ele agarrou a alça da minha regata, puxando-a brincando. — O que lhe parece? — Parece que você e Vee vieram para me ver sob o pretexto da corrida. Eu dei um tapinha no ombro de congratulações. — Bom trabalho, campeão. — Então, por que você está fugindo? E por que Vee está cheirando como uma fábrica de perfume? Eu fiquei quieta, deixando-o descobrir. — Ah — ele disse por fim. Eu abri minhas mãos. — Meu trabalho aqui está feito. — Não leve a mal, mas eu não tenho certeza se estou pronto para sair com Vee todo o dia. Ela é um pouco... intensa. Antes que eu pudesse dar-lhe um sábio conselho. — Finja até que você esteja pronto. Dante parou ao meu lado.


— Posso trocar uma palavra com você? — Ele perguntou. — Ah cara —, eu disse baixinho. — Essa é a minha deixa para ir — disse Scott, e para meu desânimo, ele trotou para longe, deixando-me sozinha com Dante. — Você pode correr e conversar ao mesmo tempo? — Eu perguntei a Dante, pensando que eu preferia não ter que olhar nos olhos dele enquanto ele remodelava seus pensamentos sobre nosso relacionamento improvisado. Além disso, ele falou muito sobre o quão nesta assunto eu estava. Como resposta, Dante pegou o ritmo, movimentando-se ao meu lado. — Fico feliz em vê-lo a correr", disse ele. — E por que isso? — Eu ofegava, empurrando alguns cabelos soltos do meu rosto coberto de suor. — Você tem uma emoção por me ver uma completa bagunça? — Isso, e é um bom um treino para o que eu tenho reservado por você. — Você tem algo reservado para mim? Por que tenho a sensação de que eu não quero mais te ouvir? — Você pode ser Nephilim agora, Nora, mas você está em desvantagem. Ao contrário de um Nephilim concebido naturalmente, você não tem a vantagem a uma altura extrema, e você não é tão poderosa fisicamente. — Eu sou muito mais forte do que você pensa— eu argumentei. — Mais forte do que você era. Mas não tão forte como uma Nephilim fêmea. Você tem o mesmo corpo de quando você era humana, e quando ele foi adequado na época, isso não é o suficiente para competir agora. Seu quadro é muito estreito. Comparado a mim, você é muitíssimo fraca. E o seu tônus muscular é patético. — Isso é lisonjeiro. — Eu poderia dizer o que eu acho que você quer ouvir, em vez de o que você precisa ouvir, mas eu realmente sou seu amigo não é? — Por que você acha que precisa me dizer essas coisas? — Você não está preparado para lutar. Você não tem chance contra um anjo caído. É tão simples como isso. — Estou confusa. Por que eu preciso lutar? Eu pensei que tinha deixado claro várias vezes ontem, que não vai haver uma guerra. Estou levando os Nephilins para a paz — E carregando os arcanjos nas minhas costas. Patch e eu tínhamos decidido de forma inequívoca,


um Nephilim enfurecido era melhor inimigo do que os arcanjos todo-poderosos. Era evidente que Dante queria ir para a batalha, mas discordou. E, como líder do exército Nephilim, a decisão acabou por ser a minha. Eu me senti como Dante estivesse me mimando, e eu não gostei nem um pouco. Ele parou, me pegando pelo pulso para que pudesse olhar diretamente para mim. — Você não pode controlar tudo o que acontece de agora em diante — disse ele calmamente, e um arrepio de presságio deslizou através de mim como se eu tivesse engolido um cubo de gelo. — Eu sei que você acha que eu tenho feito isso por você, mas eu prometi a Hank cuidar de você. Eu vou te dizer uma coisa. Se algo acontecer com você, e você for incapaz de liderar o exército, você vai escapar quebrando seu juramento, e você sabe o que isso significa. " Ah, eu sabia o que significava, tudo bem. Cavar a minha própria sepultura. E arrastar minha mãe atrás de mim. —Eu quero te ensinar habilidades o suficiente para sobreviver, como medida de precaução —, disse Dante. — Isso é tudo que estou sugerindo. Eu engoli. — Você pensa em me treinar com você, eu posso chegar ao ponto onde eu vou estar forte o suficiente para lidar comigo mesma — Contra os anjos caídos, com certeza. Mas o que dizer dos arcanjos? Eu tinha prometido deter a rebelião. Treinamento para a batalha não era o objetivo. — Eu acho que é uma pena em resposta. A ideia de guerra virou meu estômago em um conjunto de nós, mas eu não queria demonstrar medo na frente de Dante. Ele pensava que eu não podia me cuidar. — Então, qual é? Você é meu pseudo-namorado ou meu personal trainer?


Trecho exclusivo de Finale (Becca Fitzpatrick)  

Este trecho, foi liberado pela autora em 5 sites diferentes. A tardução é livre, feita por mim.

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you