Page 1

Revista

Espírita Ano 13, n°32-2009

Imagem: sxc.hu

Somos chamados para

Apometria, Corrente Magnética

exemplificar

e Cromoterapia

A Evangelização visa à melhoria do ser espiritual

Chico entre nós

Assuntos Doutrinários

Entrevista com Tia Bel


Horários das atividades:

2ª feira

Atendimento Fraterno – das 9h às 10:30h, das 16h às 18h e das 19h às 21h; Palestra sobre temas doutrinários, explanação e passe, às 20h; Reunião de Estudo e Educação da Mediunidade – das 20h às 21:30h.

3ª feira

Atendimento Fraterno – das 9h às 10:30h e das 16h às 18h; Obra do Berço – das 14h às 17:30h; Palestra sobre temas doutrinários, explanação e passe, às 20h;

Rua 1.133, esq. c/ Alameda Ricardo Paranho, n°40, Setor Marista - Goiânia - GO. CEP.: 74.180-050 Telefax: (62) 3281-0200 feego@feego.org.br. www.feego.org.br

Curso de Esperanto - das 20h às 21:30h.

4ª feira

Atendimento Fraterno – das 9h às 10:30h e das 16h às 18h.; Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita – das 20h às 21:30h; Estudo Sistematizado da Mediunidade – das 20h às 21:30h.

Sumário 4

11

Editorial

Capa

A Evangelização visa à melhoria do ser espiritual Apometria, Corrente Magnética e Cromoterapia Assuntos Doutrinários

Entrevista

5

7

Plano de Trabalho para o Movimento Espírita Brasileiro Espaço Federativo

9

COMCENTRO 2009

Encontros Zonais


Expediente

5

Revista Goiás Espírita Ano 13 / n° 32-2009

ª feira

É uma publicação da Feego Federação Espírita do Estado de Goiás, fundada em 03/10/1950

Atendimento Fraterno – das 9h às 10:30h, das 16h às 18h e às 20:30h; Palestra sobre temas doutrinários, explanação e passe, às 20h;

Diretoria Executiva

Evangelização Infantil – das 20h às 21:30h; Curso de Evangelizadores - das 20h às 21h;

Presidente - Aston Brian Leão Vice-presidente - Cauci de Sá Roriz Vice-presidente p/ unificação - Luis Carlos de Assis Vice-presidente Adm° e Financeiro - Elmo de Lima Diret. de Estudos e Cursos - Maria Luiza Pinto Teixeira Diretor de Infância e Juventude - Eduardo V. Mesquita Diretor de Orientação Mediúnica - Jacobson S. Trovão Diretora de Comunicação Social - Ivana Leal Raisky Dir. de Assist. e Promoção Social - Gualberto F. de Souza Diretora de Assist. Espiritual - Virgínia W. de Sá Roriz Primeiro Secretário - Cacildo Martins Ferreira Segundo Secretário - Weimar Muniz de Oliveira Primeiro Tesoureiro - Adolaor Alves da Silva Segundo Tesoureiro - Mário Neves de Souza

Estudo da Mediunidade - das 20h às 21:45h.

6

ª feira

Atendimento Fraterno – das 9h às 10:30h e das 16h às 18h; Obra do Berço – das 14h às 17:30h ; Palestra pública – das 20h às 21:30 h.

D

Conselho Fiscal

omingo

Faiçal Musse Edson Faria João Rodrigues da Costa

Estudo da Mocidade – das 8:30 às 10h;

Assessores da Presidência

Evangelização de Criança e Grupo de Pais, das 10h às 12h; Palestra sobre temas doutrinários, explanação e passe – às 18h.

18

O Trabalhador Espírita

19

Memória Espírita

Chico entre nós

23

20

22

Programa Encontro Fraterno

26

Tome nota

Conselho Editorial Aston Brian Leão Cauci de Sá Roriz Elmo de Lima

MOCIZADE Notícias

Aldeonolfo Melo Portes (Aldin) André Luis Gonçalves Campos Antônio Martins Simões Airton Veloso de Matos Cleomar de Castro Lopes Cleuza Muniz de Oliveira Diogenes Luccas Rosas Edison Faria Erta C. de Castro Assis Eleusa Maria da Silva Edvard Corrêa Elias Jose Manjela Eurípedes Veloso de Matos Elza Mendes Vieira Faiçal Musse Francisco B. Menezes Junior Irma Delfino Ilza de Fátima Pereira Juruna Mocó Lúcio Flávio Siqueira de Paiva Luiz Antônio de Paiva Luiz Mário Silva Maria Elisa Castro de Carvalho Marcos José de Oliveira Maria Aparecida Simões Maria Isabel Paulino Militão Ferreira dos Santos Paulo Danilo Ferreira Rosa Maria Marques da Cruz Simone Roriz Baptista Ferreira Silvio Bezerra da Costa Telma Borges Valente Telma Cristina Archanjo Fleury Virgínia Araújo Morais Wanda Borges Xavier.

24

Projeto Gráfico e Diagramação Dayenn Bennett Pires Erick Henrique de Oliveira Ricardo Henrique Fernandes Teixeira

Jornalista voluntário Gabriel Duarte de Aquino


V

encendo dificuldades, a Federação Espírita do Estado de Goiás prossegue no cumprimento de sua missão que é realizar a atividade federativa. Anualmente renovam-se as reuniões com os dirigentes e coordenadores de atividades das Casas Espíritas. Destacam-se dessas os Encontros Zonais, tarefa que por si só já exige o deslocamento da equipe da FEEGO por todo o Estado de Goiás. O objeto de estudo e análise nesses Encontros são as atividades realizadas pelas Casas Espíritas, abrangendo o diálogo com os Dirigentes e trabalhadores da instituição com vistas ao aprimoramento das atividades desenvolvidas. A FEEGO utiliza-se de todos os meios de comunicação, tais como correspondência, e-mail, telefone, registro no site, contato pessoal, etc, com vistas a convidar todas as instituições espíritas da região onde será realizada o evento, objetivando melhor participação e troca de experiência. Ressaltam-se também nesses Encontros a confraternização entre os confrades, prática saudável de estímulo à continuidade das tarefas na Seara do Cristo. Identificados, nos Encontros Zonais, a necessidade de capacitação de trabalhadores, a FEEGO, em comum acordo com as Instituições Espíritas, agenda realização de cursos na região. Assim, além dos Encontros Zonais, já estão programados diversos cursos para área de atendimento espiritual, mediunidade, infância, juventude, assistência e promoção social espírita e outras. Confira nesta edição os Encontros e cursos já programados para este ano. Registramos nossos agradecimentos aos estimados confrades Vanildo Loiola, Dodô e Madalena Amaro, do Conselho Espírita Regional da 6ª Região e da Comissão Zonal Norte – COMNORTE, que enviaram correspondência manifestando gratidão pelas atividades realizadas na cidade de Campestre pela equipe de evangelização da FEEGO. Nesta edição destacamos o trabalho de Evangelização que é a vida de Maria Isabel Paulino, mais conhecida como Tia Bel, que com seu jeito meigo de professora nos chama a atenção para a necessidade de se proporcionar espaço adequado às crianças nas casas espíritas. A Goiás Espírita deste mês também traz o pensamento de Divaldo Pereira Franco sobre apometria, correntes magnéticas e cromoterapia. Vale a pena conferir.

4

Goiás Espírita


ENTREVISTA

A Evangelização visa à melhoria do ser espiritual

Foto: Dayenn Bennett

Q

Maria Isabel Paulino Assessora de Presidência

Qual foi o primeiro projeto que você trabalhou na FEEGO? Como diretora do DIJ da FEEGO, na gestão 2000 a 2002, trabalhamos a Campanha de Evangelização realizada pela FEB com projetos elaborados pelos diretores do Departamento de Infância e Juventude (DIJ) da Federação Espírita Brasileira (FEB). Agora,  estamos com o “Projeto Semeadores”, que além de atender às neces-

uem não conhece Maria Isabel Paulino, mais conhecida por Tia Bel? Psicóloga, especialista em educação, iniciou suas atividades espíritas, como evangelizadora, na Federação Espírita do Estado de Goiás – FEEGO orientada pelo confrade Romeu Pelá, que hoje se encontra no plano espiritual, e por Wanda Borges Xavier, que também vem prestando inestimáveis serviços à causa Espírita. Tia Bel, além de exercer suas atividades como coordenadora do Setor da Infância do Departamento da Infância e Juventude (DIJ) da FEEGO ainda encontra tempo para se dedicar à área de atendimento fraterno na Instituição Lar de Jesus e com os idosos no Centro Espírita Raio de Luz (CERLUZ). Desenvolve também, juntamente com sua equipe, o “Projeto Semeadores” e é sobre esse Projeto, dentre outras assuntos relacionados ao seu trabalho, que ela fala nesta entrevista. Confira!

sidades básicas do Setor, engloba de maneira satisfatória os objetivos da nova gestão da FEEGO.   O que é o “Projeto Semeadores”? O objetivo fundamental do “Projeto Semeadores” é colocar  a Evangelização Infantil num processo bastante participativo. Queremos um envolvimento maior com os outros departamentos da Casa Espírita, com seus trabalhadores,

famílias e comunidade. Trabalharemos também para uma melhor qualificação do Evangelizador que envolve conhecimento básico da Doutrina Espírita e estudo de Didática. Pretendemos desenvolver um trabalho padronizado que beneficiará todo o nosso Estado.   Este projeto é de unificação? Sem dúvida. Sabemos que a evangelização em nosso Estado enfrenGoiás Espírita

5


ta problemas comuns: a falta de evangelizadores com conhecimento básico da Doutrina Espírita; a conscientização da importância da evangelização como prioridade nas Casas Espíritas (conscientização tem que ser tanto da direção das casas como também das famílias); a diversificação de metodologias; alta rotatividade dos trabalhadores da infância; muitas vezes a falta de apoio dos dirigentes. Só pelo fato de estarmos trabalhando para esses fins estamos trabalhando pela unificação. Quais são as ações desse projeto? Primeiramente estamos elegendo coordenadores regionais para o Iº ENTREI – Encontro de Trabalhadores da Evangelização Espírita Infantil que será realizado em 24 e 25 de outubro na FEEGO, em Goiânia. Com o “Projeto Semeadores", pretendemos atingir uma forma mais padronizada de trabalho. Nos Encontros Zonais faremos um sondagem, através de seus representantes, para saber como está funcionando a evangelização infantil: material físico, material humano, recursos didáticos etc. Levantaremos todas as dificuldades que nos possibilitará estabelecer as prioridades. Elaboraremos um calendário para retorno a cada região trazendo ajuda especifica. Sempre começamos com a   preparação e capacitação dos evangelizadores. A intenção é que depois de darmos os primeiros passos, retornaremos até atingirmos um estágio que poderíamos 6

Goiás Espírita

dizer “regular”. Para tal, estamos ministrando um curso-piloto para evangelizadores às quintas-feiras, na FEEGO, que se constitui em laboratório para as ações que serão realizadas.

Na sua concepção, como deve ser visto o trabalho de evangelização nas Casas Espíritas? Dificuldades sempre existem e existirão. Temos que trabalhar. Cito como exemplo o fato de que algumas Casas Espíritas ainda veem o evangelizador apenas como uma pessoa responsável para tomar conta da criança, enquanto os pais assistem às palestras. Como mudar essa situação? Realizando trabalhos de conscientização, capacitando os evangelizadores e dentro de um clima bastante fraterno, que é o comportamento daquele que se dispõe a

Trabalharemos também para uma melhor qualificação do Evangelizador que envolve conhecimento básico da Doutrina Espírita e estudo de Didática.

colaborar com Jesus, mostrar que a evangelização é prioritária porque. visa a melhoria do ser espiritual.

Como é realizar o trabalho federativo? Vou responder a sua pergunta com uma frase de Bezerra de Menezes que retrata bem o que sinto, ela diz que “Solidários, seremos união. Separados uns dos outros, seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos. Distanciados entre nós, continuaremos à procura do trabalho com que já nos encontramos honrados pela Divina Providência.” Os pais têm consciência da importância da Evangelização Infantil? Através das situações polêmicas que vêm acontecendo ultimamente, temos observado que os pais têm mudado as suas posturas em relação ao lado moral e espiritual dos filhos. Para os leigos diríamos a religiosidade. Até pouco tempo a educação moral cristã era colocada em segundo plano, essa indiferença ainda é bem significativa. É vivendo que aprendemos e orando uns aos outros que ajudaremos para o despertar daqueles que ainda se encontram adormecidos.   Qual a importância do grupo de pais para a Casa Espírita? De fundamental importância. Tenho comigo que tudo deveria começar do grupo de pais, por serem eles os maiores interessados. A Casa Espírita é uma escola das almas, mas a base de tudo isso é a família. ●


ASSUNTOS DOUTRINÁRIOS

Apometria, Corrente Magnética e Cromoterapia Divaldo Pereira Franco

O

médico carioca residente em Porto Alegre Dr. José Lacerda desde os anos 50, espírita que era então, começou a realizar atividades mediúnicas normais numa pequena sala de Hospital Espírita de Porto Alegre e ali realizou investigações pessoais que desaguaram no movimento denominado Apometria. Não irei entrar no mérito nem no estudo da apometria porque eu não sou apômetra, eu sou espírita, mas o que posso dizer é que a apometria, segundo os seus próprios seguidores, não é Espiritismo. Suas práticas estão em total desacordo com as recomendações de O Livro dos Médiuns. A presunção de alguns chegou a afirmar que a apometria é um passo avançado ao movimento Espírita e que Allan Kardec encontra-se totalmente ultrapassado já que sua proposta era para o século XIX e para parte do século XX e que a apometria é o degrau mais evoluído. A prática e os métodos violentos de libertação dos obsessores que este e outros métodos correlatos apresenta, a mim me parecem tão chocantes que me fazem recordar da lei de Talião, que já foi suavizada por Moisés, com o código legal, e que Jesus sublimou através do amor.

De acordo com aqueles métodos, quando as entidades são rebeldes os doutrinadores, depois de realizarem uma contagem cabalística ou um gestual muito específico, as expulsam com violência para o magma da Terra, substância ainda em ebulição do nosso planeta, ou as colocam em cápsulas espaciais que são disparadas para o mundo da erraticidade.

Tenho certeza de que aqueles que adotam esses métodos novos não conhecem as bases Kardequianas e ao conhecerem-nas nunca as vivenciaram. Não iremos examinar a questão esdrúxula desse comportamento, mas se eu, na condição de espírito imperfeito que sou, chegasse desesperado num lugar pedindo misericórdia e apoio à minha loucura, e outrem, o meu próximo, me exilasse

para o magma da Terra, para eu experimentar a dureza de um inferno mitológico ou ser desintegrado, ou se me mandassem expulso da Terra numa cápsula espacial, eu renegaria aquele Deus que inspirou esse adversário da compaixão. A Doutrina Espírita, baseado no ensino de Jesus, centraliza-se no amor e todas essas práticas novas, das mentalizações, das correntes mento-magnéticas, psico-telérgicas para nós, espíritas, merecem todo respeito, mas não têm nada a ver com Espiritismo. O mesmo se dá com as práticas da Terapia de Existências Passadas realizadas dentro da casa espírita ou da cromoterapia ou da cristalterapia, que fogem totalmente da finalidade do Espiritismo. Casa Espírita não é uma clínica alternativa. Não é lugar onde toda experiência nova deve ser colocada em execução. Tenho certeza de que aqueles que adotam esses métodos novos não conhecem as bases Kardequianas e ao conhecerem-nas nunca as vivenciaram. Temos todo o material revelado pelo mundo espiritual nestes tantos anos de codificação, no Brasil e no mundo, pela mediunidade incomparável de Chico Xavier; as informaGoiás Espírita

7


ções que vieram pela notável Yvone do Amaral Pereira; por Zilda Gama e por tantos médiuns nobres conhecidos e desconhecidos. Então, se alguém prefere a apometria, divorcie-se do Espiritismo. É um direito! Mas não misture para não confundir. A nossa tarefa é de iluminar, não é de eliminar. O espírito mau, perverso, cruel é nosso irmão na ignorância. Poderia haver alguém mais cruel do que o jovem Saulo de Tarso? Ele havia assassinado Estevão a pedradas, havia assassinado outros, e foi a Damasco para assassinar Ananias. Jesus não o colocou numa cápsula espacial e disparou para o infinito. Apareceu a ele! Conquistou-o

pelo amor: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” Pode haver maior ternura nisso? E ele tomado de espanto perguntou: “Que é isto?” “Eu sou Jesus, aquele a quem persegues”. E ele, então, caiu em si. Emmanuel ensina que o termo “caindo em si” significa que a capa do ego cedeu lugar ao encontro com o ser profundo. Ele despertou, e graças a ele nós conhecemos Jesus pela sua palavra, pelas suas lutas, pelo alto preço que pagou, apedrejado várias vezes, jogado por detrás dos muros nos lugares do lixo, foi resgatado pelos amigos e continuou pregando. Então, os espíritos perversos merecem nossa compaixão e não nosso repúdio. Coloquemo-nos no lugar deles.

Não temos nada contra a Apometria, as correntes mento-magnéticas, aquelas outras de nomes muito esdrúxulos e pseudo-científicos. Mas, como espíritas, nós deveremos cuidar da proposta Espírita. Na minha condição de Espírita, exercendo a mediunidade por mais de 60 anos, os resultados têm sido todos colhidos da árvore do amor e da caridade e a nossa mentalidade espírita não admite ritual, gestual, gritaria, nem determinados comportamentos. ● Transcrito do programa Presença Espírita da Rádio Boa Nova a partir de palestra de Divaldo Pereira Franco.

O Espaço Espírita na TV aberta

TV Brasil Central, canal 13 Domingos às 7h da manhã.

Apresentar alternativas aos problemas do cotidiano das pessoas. Este é o objetivo do Programa Espaço Espírita, um espaço de divulgação do Espiritismo pela TV aberta, transmitido pela TV Brasil Central, canal 13, todos os domingos às 7h da manhã. Recentemente o programa abordou temas como: Em defesa da Vida, causas das aflições, fatalidade e determinismo. O programa apresenta outros quadros como Dica de Livro e o Pense Nisso.


ESPAÇO FEDERATIVO

Plano de Trabalho para o Movimento Espírita Brasileiro (2007-2012) Luís Carlos de Assis Vice-Presidência de Unificação

O

“Plano de Trabalho para o Movimento Espírita Brasileiro para o período 20072012” foi aprovado por unanimidade na reunião do Conselho Federativo Nacional - CFN, representado pelos Presidentes de todas as Federações Espíritas Estaduais do Brasil, realizada em Brasília em 12/04/2007. Como se depreende das palavras do Dr Bezerra de Menezes, em mensagem psicofônica por intermédio do Médium Divaldo Pereira Franco, no encerramento desta reunião, este Plano de Trabalho foi elaborado no Plano Espiritual e vertido ao plano físico, para que o colocássemos em prática, numa demonstração inequívoca da ajuda contínua, que verte do Alto, sempre a nos auxiliar na difusão do Evangelho de Jesus. As palavras do Dr Bezerra são um atestado do que falamos e um aval ao Plano de Trabalho: “(...) A programação que estabelecestes para este qüinqüênio é bem significativa, porque verteu do Alto, onde se encontrava elaborada, e vós vestiste-a com as considerações hábeis e aplicáveis a esta atualidade.

Este é o grande momento, filhos da alma. (...)” “O Movimento Espírita tem por finalidade promover e realizar o estudo, a divulgação e a prática da Doutrina Espírita, colocando-a ao alcance e a serviço de todos os seres humanos, cumprindo, assim, a sua missão que é a de “instruir e esclarecer os homens, abrindo uma Nova Era para a regeneração da Humanidade” (O Livro dos Espíritos – Prolegômenos). “Neste Plano de Trabalho estão definidos as diretrizes, os objetivos e as sugestões de projetos para a sua execução. Sua duração está programada para cinco anos, de 2007 a 2012. Neste período, o seu desenvolvimento deverá ser acompanhado pelo CFN nas suas Reuniões Gerais e das Comissões Regionais, quando deverá ser avaliado, assim como aprimorado e enriquecido à vista de novas informações a serem apropriadas.”1 Com base na análise do Movimento Espírita Brasileiro e seu momento atual e, considerando-se que o Movimento Espírita tem por mis-

são promover e realizar o estudo, a divulgação e a prática da Doutrina Espírita, recomenda-se que suas atividades sejam desenvolvidas dentro das seguinte diretrizes: 1) A difusão da doutrina espírita 2) A unidade de princípios da doutrina espírita 3) A divulgação da doutrina espírita 4) A adequação e multiplicação dos centros espíritas 5) A união dos espíritas e unificação do movimento espírita 6) A capacitação do trabalhador espírita 7) A participação na sociedade. As diretrizes definem as prioridades de caráter geral e abrangente da Instituição e/ou do Movimento Espírita, ou seja, o direcionamento das ações a serem empreendidas pela Instituição. Cada uma das diretrizes acima tem seus objetivos que, para serem concretizados necessitam de Ações e Projetos, os quais deverão ser implementados pelas instituições espíritas, de conformidade com suas finalidades e seu âmbito de ação. Goiás Espírita

9


Este Plano de Trabalho tem as seguintes finalidades, dentre outras: a) Auxiliar o Movimento Espírita Brasileiro a trabalhar de forma mais coordenada; b) Focar suas ações nas diretrizes essenciais que o Movimento Espírita vem trabalhando, para que o Consolador Prometido cumpra com sua missão; c) Levar as instituições espíritas a avaliar suas oportunidades de trabalho, junto às comunidades em que estão inseridas, bem como suas forças e fraquezas, antes de implantar projetos e ações. Ou seja, trabalhar segundo um plano elaborado previamente, para que a improvisação seja a exceção e não a regra, coroando as ações da Casa Espírita com maior possibilidade de êxito. Em consonância com o Conselho Federativo Nacional, a Federação Espírita do Estado de Goiás vem atuando junto ao Movimento Espírita Goiano divulgando esse Plano de Trabalho e fazendo-o chegar ao conhecimento de todas as instituições espíritas adesas à FEEGO. Através de seminários e dos Encontros Zonais, durante o ano de 2008, exceto a Região Nordeste do Estado, onde não aconteceu o Encontro Zonal, todas as demais tiveram a oportunidade de conhecer este Plano e de elaborar, em caráter preliminar, projetos, para serem executados pelas Casas Espíritas presentes a esses eventos, com a colaboração da FEEGO. Como o Plano é qüinqüenal (2007-2012), neste ano de 2009 ele continua sendo trabalhado pela FEEGO, com ligeiras modificações, mas ainda através dos seus Encontros Zonais e também pelos seminários e reuniões de estudo, 10

Goiás Espírita

solicitados pelas Casas Espíritas, além do acompanhamento dos projetos que já foram implantados. A FEEGO, através de sua Vice-Presidência de Unificação, está à disposição do Movimento Espírita Goiano para mais esclarecimentos e auxiliar as Casas Espíritas que desejarem ampliar seus conhecimentos sobre o Plano de Trabalho para o Movimento Espírita. ● “Arme-se a vossa falange de decisão e coragem! Mãos à obra! o arado está pronto; a terra espera; arai!” Erasto (O Evangelho segundo o Espiritismo, Cap. XX, item 4).

1.

Opúsculo Plano de Trabalho para o Movimento Espírita Brasileiro, Feb.


ENCONTROS ZONAIS

Comissão Zonal Centro COMCENTRO 2009 Três encontros Zonais 12ª, 28ª, 29ª, 30ª, 31ª,32ª, 33ª e 34ª Regiões.

O

s primeiros Encontros Zonais realizados em 2009 foram os da Região Centro de Goiás (COMCENTRO) que compõe os seguintes Conselhos Regionais: 12ª, 28ª, 29ª, 30ª, 31ª, 32ª, 33ª e 34ª Regiões, correspondentes à Região Metropolitana de Goiânia. Considerando o grande número de instituições espíritas nessa região foram necessários três Encontros Zonais, realizados nos meses de março e abril. No dia 22 de março, a equipe da FEEGO e trabalhadores espíritas da 12ª região reuniram-se no Instituto Educacional Espírita Aprendizes do Evangelho. Em 29 de março foi a vez de o encontro envolver os trabalhadores da 29ª, 30ª, 32ª e 34ª regiões, sendo realizado no Centro Espírita Raio de Luz (CERLUZ). Em 5 de abril o Lar de Jesus recebeu os representantes dos Centros Espíritas das 28ª, 31ª e 33ª regiões. Veja como foi cada evento:


1ª Zonal COMCENTRO Realizada no Instituto Educacional Espírita Aprendizes do Evangelho, no Bairro Cardoso I, em Aparecida de Goiânia,onde foram todos fraternalmente recepcionados pelo Presidente da casa anfitriã, José Lemos. Excetuando-se a área da infância que, em face de suas características, realizou o Encontro em sala separada, todas as demais atividades foram realizadas no auditório. Utilizando-se equipamentos de data-show, cada área realizou mini-seminário apresentando as informações necessárias para a dinamização das atividades da Casa Espírita. Houve apresentação musical de Scheila e Sérgio de Paiva. Estiveram presentes os estimados confrades João Domenciano, do Grupo Espírita Regeneração; Irma Delfino, da Casa Espírita Meimei; Álvaro de Castro, do Grupo Espírita Seareiros do Bem; Oneide Costa, do Centro Espíri-

ta Maria de Nazaré; José Araújo, do Grupo Espírita Allan Kardec, de Hidrolândia; Régina Oliveira, da Associação Espírita Joana D’arc; Aylton Viana, do Centro de Estudos Allan Kardec, além do anfitrião José Lemos, que falaram a respeito das atividades de sua casa. Ao final de um dia inteiro de trabalhos e análise de situações, marcou-se o Encontro Zonal COMCENTRO de 2010 para o dia 14 de março, no Centro Espírita Maria de Nazaré. Irma Delfino, como coordenadora da 12ª região, e José Lemos, como anfitrião, agradeceram a presença de todos e reforçaram o convite para o próximo encontro. Aos presidentes das Casas Espíritas presentes foram distribuídos livros, mensagens, revistas e apostilhas a respeito dos diversos assuntos tratados. Os nossos agradecimentos ao estimado confrade José Lemos pela oportunidade do Encontro.

Desde a inscrição até o estudo o Encontro se deu com muita tranquilidade.

12

Goiás Espírita


2ª Zonal COMCENTRO Na semana seguinte ao primeiro Encontro realizouse, em 29.03.2009, no Centro Espírita Raio de Luz (CERLUZ) o 2° Encontro Zonal COMCENTRO de 2009, oportunidade que tivemos de abraçar o dinâmico casal Faiçal e Magaly Musse. Na abertura, a mesa foi formada pelos seguintes representantes: Eurípedes Pimenta, da 34ª região; Edson Faria, da região sudeste; o presidente da FEEGO, Aston Brian Leão; o vice-presidente da FEEGO, Cauci de Sá Roriz, e o vice-presidente de unificação da FEEGO, Luis Carlos Assis, além do Presidente e vice-presidente do Centro Espírita anfitrião, Faiçal Musse e José Robinson Gomes. Após as informações introdutórias, cada trabalhador foi convidado a participar da atividade de sua área específica de atuação. Na oportunidade do encontro ficou definida a coordenadora da área da infância na região, sendo indicada e eleita Maria de Fátima Coelho, da Comunidade Espírita Trabalho Amor e Fé. Diversos confrades se ofereceram para sediar o próximo encontro zonal sendo que a escolha recaiu para o Irradiação Espírita Cristã e será realizado em 28 de março de 2010.

Sala dos Dirigentes

Goiás Espírita

13


3ª Zonal COMCENTRO Em 05 de abril foi a vez do 3º Encontro Zonal COMCENTRO de 2009 no Lar de Jesus, instituição espírita localizada no Setor Coimbra em Goiânia, com a participação de 88 trabalhadores das 17 Casas Espíritas que compõem a 28ª, a 31ª e a 33ª região. Nele, logo cedo, os participantes encontraram mesa farta de café da manhã, graças ao empenho de Tio Cleobaldo e ainda puderam assistir à apresentação do coral Vozes da Terra, do Centro Espírita Paz e Amor, seguida pela prece de abertura proferida por Cacildo Martins Ferreira, vice-presidente da instituição anfitriã. No encontro estavam o coordenador da região, Mário Neves e os seguintes dirigentes da capital: Cacildo Ferreira, do Lar de Jesus; Diomar da Silva, do CEGAL; Geraldo da Silva, do C.E. Eurípedes Barsanulfo; Manoel Sérgio, do G.E. Regeneração, Nélia Lúcia dos Santos, do C.E. Irmã Matilde; Sebastião Sobrinho, do C.E. Luz e Amor; Silvio da Silva, do C.E. Paz e Amor; e Wagner Pinto, do G.F.E Irmão Aniceto. Do interior, Fábio do Nascimento,

O Encontro Zonal também é lugar de confraterniozação e fraternidade entre os espíritas.

14

Goiás Espírita

de Goianira; Marinélia Ribeiro, de Trindade e Dna. Gecina e Sr. Geraldo Silva de Deuslândia. Após a abertura dos trabalhos, todos os participantes reuniram-se conforme a área de sua atuação. Veja nas páginas seguintes a síntese dessas reuniões setoriais.Após as reuniões setoriais, reunidos todos os grupos em reunião plenária, foi divulgado que a próxima reunião zonal desta região será realizada em 11 de abril de 2010 no Centro Espírita Grupo André Luiz - CEGAL, tendo o presidente da instituição convidado a todos os trabalhadores das casas espíritas das 28ª, 31ª e 33ª regiões. Em seguida, Cacildo Ferreira, em nome do Lar de Jesus, agradeceu a todos. Agradecimentos especiais aos confrades que formaram a equipe a cozinha coordenada por Tio Cleobaldo. Encerradas as atividades muitos aproveitaram o ensejo para permanecerem no Lar de Jesus e tiveram a oportunidade de assistir a palestra de Cacildo Ferreira sobre a obra de Chico Xavier e ainda emendaram a noite com o Espetáculo “Noites de Luz”, apresentado no Teatro Goiânia.


Síntese das Reuniões Setoriais A FEEGO realiza programa anual a ser desenvolvido em cada área. Veja aqui o resumo das atividades das reuniões setoriais.

Área de Dirigentes Na atividade da Área de Dirigentes, o presidente da FEEGO dissertou a respeito dos objetivos das Zonais e o diretor do Departamento de infância e juventude, Eduardo Mesquita, apresentou o projeto sobre a Criança e o Jovem nas Casas Espíritas. Também foram apresentados o Projeto Edificar, cujo objetivo é construir casas espíritas em cidades que ainda não as possuem, e o Projeto Memória Espírita de Goiás, que visa resgatar a memória do Espiritismo no estado de Goiás. Também nesta oportunidade, o vice-presidente de unificação, Luis Carlos Assis, explanou a respeito do Plano de Trabalho para o Movimento Espírita para o qüinqüênio 2007/2012, projeto elaborado pela Federação Espírita Brasileira.

Área de Assistência e Promoção Social Espírita Na área de Assistência e Promoção Social foi realizado o estudo do Manual do Serviço de Assistência e Promoção Social Espírita - SAPSE. Cada participante buscou a reflexão sobre o tema à luz da Doutrina Espírita. Sob a coordenação do Diretor desse Departamento, Gualberto Fleury, os participantes tiveram a oportunidade de apontar as dificuldades que os trabalhadores desta área enfrentam. “A promoção social é o objetivo a ser alcançado quando se inicia um serviço assistencial”, disse Gualberto, reforçando a importância do Manual do SAPSE. Nos Encontros realizados os participantes da área de assistência e promoção social espírita foram alertados para o cumprimento da legislação trabalhista que determina a assinatura do termo de trabalhador voluntário para os colabores que prestam serviços gratuitos à instituição Espírita. Goiás Espírita

15


Área de Atendimento Espiritual Na reunião da área de atendimento espiritual realizouse estudo sobre “Os 20 serviços que o Espiritismo faz por você”, extraído de mensagem do Espírito André Luiz psicografada pelo médium Waldo Vieira. Os participantes foram incentivados a observar no estudo apresentado as atividades de recepção, de atendimento e de diálogo Fraterno. Ao final, todos se encontravam motivados a implantar a atividade de atendimento espiritual nas casas que representavam. Naquela oportunidade ficou agendado a realização do Encontro Estadual de Atendimento Espiritual nos dias 20 e 21 de junho na sede da FEEGO.

Área de Juventude A reunião da área da juventude teve início com a fala do diretor do departamento da Infância e Juventude (DIJ) da FEEGO, Eduardo Vieira, sobre a importância do DIJ na Casa Espírita. Os coordenadores do Mocizade apresentaram proposta de estruturação de um grupo de mocidade espírita, sua missão e seus objetivos. Apresentaram também o organograma da Casa Espírita e a inserção do jovem e do Departamento de Mocidade nessa estrutura. Ainda houve tempo para as informações necessárias a respeito da escola de formação de trabalhadores da mocidade espírita.

Área da Mediunidade Diálogo. Essa foi a principal didática na reunião da área de mediunidade. O diretor do Departamento de Orientação Mediúnica, Jacobson Trovão, promoveu debate ouvindo a opinião de todos os presentes a respeito das dificuldades no exercício da atividade mediúnica. Muitas questões foram levantadas, como a insegurança de identificar entre os próprios pensamentos e as comunicações espirituais e a necessidade do cultivo da amizade e do companheirismo entre os membros dos grupos mediúnicos. Ao final, marcou-se encontro de trabalhadores da área da mediunidade a ser realizado em 28 de junho deste ano, na sede da FEEGO. 16

Goiás Espírita


Área de Comunicação Social Espírita A diretora da área de Comunicação Social Espírita explanou sobre a importância da criação do departamento de Comunicação Social em todas as Casas Espíritas. Fez-se um relato das atividades desenvolvidas na área enfatizando a importância do planejamento para a execução das atividades. Foi ainda anunciada a realização do V Encontro Estadual da área a realizar-se nos dias 25 e 26 de julho próximos, na sede da FEEGO.

Área da Infância A presença de Tia Bel e de suas dinâmicas com atividades lúdicas animou muito o setor da infância. Tia Bel expôs como é possível inovar e ser criativo na atividade da evangelização infantil. No encontro, evangelizadores falaram sobre o currículo para a área de evangelização e sobre capacitação de evangelizadores. Foi divulgado o Projeto Semeadores e todos foram convidados para o 2° Encontro de Evangelizadores que será realizado no Núcleo Meimei. À tarde, depois de apresentado um mini-seminário sobre a Evangelização Infantil na Casa Espírita, foram debatidas as dificuldades enfrentadas pelas Casas Espíritas e apresentado o calendário de cursos e encontros que ocorrerão no decurso do ano. Para a próxima Zonal ficou decidido que o tema será a “Implantação de Grupo de Pais”.

Área de Estudos e Cursos Apresentação de todos e descrição detalhada de como andam os cursos nas suas respectivas Casas Espíritas. Com alegria, foi constatado que as casas espíritas contam com cursos regulares de Espiritismo. Mesmo assim a realidade é bem diversa entre as casas. Enquanto algumas realizam estudos de livros e outras formas de estudo sistematizado, outras ministram o Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE) estabelecido, inclusive com o Estudo Avançado de Doutrina Espírita (EADE). Na oportunidade falou-se sobre como enfrentar a dificuldade de encontrar monitores. A coordenadora da área pela FEEGO, Maria Luiza Teixeira, informou que estruturar o ESDE pode ser feito de forma mais atrativa e ágil. Goiás Espírita

17


TRABALHADOR ESPÍRITA

João Lemes retorna à Pátria Espiritual Quando conheceu o espiritismo tinha mais de 40 anos. Fez da Doutrina Espírita sua vida.

P

erseverança e assiduidade, esses foram os principais atributos de João Lemes da Silva como trabalhador espírita. Ele coordenou as palestras públicas por mais de 14 anos sem faltar um dia sequer. Freqüentava os cursos ministrados pela Casa Espírita e fazia exposições doutrinárias e gostava da movimentação provocada pelas pessoas. Daí porque também se dedicava, com todo o seu dinamismo, a fazer a sopa fraterna distribuída aos assistidos e a colaborar na atividade do lanche para as crianças. Além do mais, gostava de tocar violão nas palestras. Já tinha mais de quarenta anos quando conheceu o Espiritismo e do qual foi trabalhador dedicado. Iniciou suas atividades na Casa de Eurípedes, onde coordenou a reunião pública. Depois exerceu atividades no Centro Espírita O Consolador. De lá saiu para fundar o Centro Espírita Aprendizes do Evangelho, localizado no Bairro Cardoso, em Aparecida de Goiânia, onde dedicou os últimos anos de sua vida. José Lemes, irmão de João, lembra que a família veio do meio rural de origem humilde e de pais católicos. Nasceram numa fazenda às margens do Rio do Peixe, a 6 Km de Trindade e passaram a maior parte da infância no município de Americano do Brasil na Fazenda Mundo Novo. João Lemes desencarnou no dia 29 de março deste ano por câncer, depois de ficar quatro meses internado em UTI. Sua esposa, Maria Helena Castro Silva, fala que mesmo fraco no leito hospitalar suas últimas palavras foram em torno da Doutrina codificada por Allan Kardec. “Para ele tudo era o Espiritismo. Depois que se aposentou, dedicou-se inteiramente à doutrina Espírita” disse sua esposa. ● 18

Goiás Espírita

João Lemes da Silva


MEMÓRIA ESPÍRITA

Memória Espírita do estado de Goiás

Retrospectiva !

N

a primeira metade do século XX, começaram a surgir os primeiros centros espíritas em Goiás. Muitos deles eram localizados na Zona Rural, como é o caso do Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo “União Amor e Luz” em Areião, município de Corumbaíba; Em Catalão, por volta de 1914/1915, o Sr. Deoclécio Dias Carneiro criou um Centro Espírita na sua fazenda. Segundo o confrade Moisés Dias da Silva, 90, o início do Espiritismo em Goiânia ocorreu em 1934, quando a nossa cidade ainda estava sendo construída. Falou-nos o Sr. Moisés que um grupo de operários praticantes da Doutrina Espírita, utilizando tábuas, construiu singelo barracão às margens do Córrego Botafogo

nas imediações do Setor Universitário. Chegando ao conhecimento do Dr. Acenor Cupertino de Barros, que era espírita, este foi até a sede do Centro e ficou muito sensibilizado, dizendo para o presidente do Centro que iria conseguir com o Dr. Pedro Ludovico um terreno melhor para construírem um novo Centro. Tal fato se deu. O Centro foi construído na rua 3 do Centro de Goiânia, onde estão hoje situadas as empresas Novo Mundo e Ricardo Eletro. Recebeu o nome de Centro Espírita Estudantes do Evangelho. Até o ano de 1950 funcionou como Centro, depois, em face das atividades que realizava, passou a denominar-se União Espírita Goiana, cujo nome atual é Federação Espírita do Estado de Goiás - FEEGO. ● Centro Espírita Estudantes do Evangelho

Goiás Goiás Espírita Espírita Goiás Espírita

19 19


CHICO ENTRE NÓS

Somos chamados a exemplificar

Chico Xavier fala sobre a missão do Brasil como pátria do evangelho

E

m clima de grande fraternidade, sustentado pelas vibrações suaves da música ambiente produzida pelo Coral da Casa, Chico Xavier adentrou o Centro Espírita Perseverança para sua visita anual, às 20 horas, no dia 27 de dezembro, do findo ano de 1992. Depois de comovida prece da dirigente, fez-se silêncio para a recepção das mensagens psicográficas. Chico recebeu do espírito de Cornélio Pires, "A Ceia Ecológica" e Euríclides Formiga enviou também bela mensagem, através de seu filho, homenageando o médium de Uberaba. Em seguida, Chico respondeu questão levantada pela Presidente da instituição, Guiomar Albanesi, sobre a missão do Brasil. Com tanta violência e corrupção em nosso país, os benfeitores acreditam que o Brasil seja “O Coração do Mundo e a Pátria do Evangelho”? Chico Xavier: “Essa pergunta tem sido assunto de muitos diálogos nossos com os companheiros de nossa casa. O nosso Emmanuel é de opinião que dentro do mundo turbulento, com a incompreensão comandando tantos corações, tantos milhões de pessoas, não pode ser motivo de dúvida para nós que o Brasil é o coração do mundo. Quando nós nos lembramos de que, com todas as deformidades que assinalam a nossa época, com todas as dificuldades de ordem material, as nossas mesas têm sido amparadas por benfeitores espirituais. O pão que nós pedimos na oração dominical é modificado por bênçãos de toda espécie. Em comparação com outros povos e outras nações, nós estamos com a nossa bandeira imaculada, inatingível por qualquer corrupção. Esta é nossa 20

Goiás Espírita


claridade, porque as nossas dificuldades têm sido sobrepujadas pela fraternidade com que nós nos amamos uns aos outros, pela facilidade com que aprendemos os ensinamentos de nossos amigos espirituais e vamos formando os núcleos de Paz e Amor que são as casas de nossa Doutrina. Quanto à conceituação de Pátria do Evangelho, nós somos compelidos a pensar no futuro, quando teremos, talvez, necessidade de exemplificarmos, até com o sacrifício, o Evangelho, que nos foi confiado por Nosso Senhor Jesus Cristo. Sem nos esquecermos que, do ponto de vista evangélico, até Ele foi atingido pelo sacrifício extremo, para dar-nos essa alvorada maravilhosa, que é a doutrina de luz que nós abraçamos e que nos une a todos, num só coração. Chegada essa época, naturalmente, seremos compelidos a testemunhos e exemplificações. E, agora, no antes das lutas maiores que o porvir nos reserva, serão horas difíceis para nós. Como filhos da Pátria do Evangelho, devemos exemplificar e esperar. Preparemo-nos para um mundo de fraternidade, de fraternidade verdadeira, em nos referindo à comunidade das nações. Preparemonos, talvez, para abraçar os filhos de outras terras que virão até o coração de nosso país, buscando a paz desejada, que para eles tem sido tão difícil de ser alcançada. Como filhos da Pátria do Evangelho, somos chamados a exemplificar, porque aprendemos e ensinamos, o que constitui a razão de nossas vidas. Que Deus nos abençoe, para sermos dignos da proteção, que tem sido dada, porque espalhada por todos os recantos do nosso país. E a prova disso tivemos agora, as dissidências havidas, os obstáculos expostos a nós outros, não nos levaram a nenhuma ação de aflição. A violência que existe no Brasil é a que existe no mundo, mas como povo nós temos sabido honrar a destinação a que fomos chamados. Como povo temos sofrido reviravoltas enormes,

inconformações, dilapidações, faltas graves daqueles que foram chamados a dirigir nossos destinos. Mas, as nossas mãos não se sujaram com sangue fraterno. Quantos povos, por muito menos, acharam na rebelião e na indisciplina a porta falsa a que eles se atiraram para encontrarem dificuldades muito maiores. Somos, sim, uma grandeza da Terra em que nós renascemos. Somos filhos do coração do mundo. E o Senhor nos fortalecerá para sermos filhos também da Pátria do Evangelho, quando soar a hora a que formos chamados para a grande renovação.“ ● (Extraído do Jornal Folha Espírita de Fevereiro de 1993)

Goiás GoiásEspírita Espírita

21 21


encontro fraterno

Aniversário de dois anos

T

erminou nosso primeiro biênio na realização do programa Encontro Fraterno. Em maio veiculamos nosso programa especial de dois anos. No programa relembramos momentos especiais como foi a transmissão de nosso primeiro programa em maio de 2007. Nós recebemos para entrevistas várias pessoas do movimento espírita e até de fora, como é o caso do padre beneditino Marcelo Barros. Em breve, teremos novidades no Programa. Você sabe o que é transcomunicação instrumental e terapias de vidas passadas? O Programa Encontro Fraterno dedicará um programa para mostrar a Transcomunicação Instrumental e outro sobre Terapias de Vidas Passadas. Segundo Sônia Rinaldi, do IPATI - Instituto de Pesquisas Avançadas em Transcomunicação Instrumental, “transcomunicão instrumental é a possibilidade de comunicação entre espíritos desencarnados com encarnados por meio de aparelhos eletrônicos, como telefone, rádio, TV, computador, etc”. Para tratar sobre o assunto, Ivana Raisky entrevistou o Dr. Joaquim Tomé de Souza, transcomunicador e associado ao IPATI, que relata fatos interessantes sobre essas pesquisas. Terapias de vidas passadas é uma psicoterapia bastante utilizada para vencer traumas cujas origens não se encontram nesta existência, mas em uma das várias vidas anteriores. No programa, o médico psiquiatra, Dr. Jesiel Ramos disse que a terapia não deve ser buscada apenas no intuito da curiosidade, mas disse que a terapia tem sido eficiente para tratar até dores físicas. Não deixe de assistir aos programas! O Programa Encontro Fraterno é transmitido pela TV Comunitária de Goiânia, Canal 12 (ou 75) da NET nos seguintes dias e horários:

22

Goiás Espírita

TV Cei – www.tvcei.com Quarta-feira- às 19 h; Quinta-feira – às 1h, 7h e 13h.

NET Goiânia - canal 12 Terça-feira às 19:30h; Quarta-feira e Sábado às 20h; Sexta-feira às 14h; Domingo às 19h.

E você assiste ao nosso programa? Envie sugestões de temas, suas dúvidas e suas considerações para o e-mail comunica@feego.org.br ●

Ivana Raiky e Gabriel Duarte apresentadores do programa


MOCIZADE

Encontro da Juventude Espírita de Luziânia

Show da Banda Nova Luz em prol do GOS

A

A

Nada de férias! Julho tem encontro para os trabalhadores de Mocidades

Mostra de Cinema e Vídeo Espírita terá categoria Curta Mocidades

conteceu nos dias 6 e 7 de junho no CAIC de Luziânia o Encontro da Juventude COMLESTE, tendo como tema central A Força do Amor. Jovens da região tiveram estudo de teatro, alegria cristã, organização de mocidades, energias do bem e compromissos afetivos. O encontro é uma realização do Mocizade Comleste e teve a participação dos grupos de artes Grupo Arte Nascente - GAN e Grupo Oficina dos Sonhos - GOS. ●

J

ulho é mês de férias! Descanso? Só se você não for de mocidade espírita, pois nos dias 04 e 05 de julho acontece na Federação Espírita do Estado de Goiás o primeiro Encontro de Trabalhadores de Mocidades Espíritas - ENTRAME. Encontro, voltado especificamente para a formação de trabalhadores nas mocidades, oferece além de diversas oficinas (como a de montagem de eventos) estudos para o jovem voluntário da mocidade. No ENTRAME os jovens terão espaço para compartilhar os casos de sucessos de atividades de Mocidades Espíritas. Então, não perca tempo, se você é dirigente de mocidade espírita e tem um caso de sucesso pra contar, faça a sua inscrição e da sua mocidade. E quem sabe se formando novos trabalhadores não dê para descansar um pouco mais? ●

pós o sucesso no Congresso Espírita Jovem de 2009, a Banda Nova Luz, de Brasília, apresenta um novo show acústico no dia 27 de junho, às 19:30h, na FEEGO. Unindo teatro e música na mesma noite, o Grupo Oficina dos Sonhos (GOS) também estréia seu novo espetáculo: "O Julgamento". Os ingressos serão vendidos na portaria e custam R$ 20,00 a inteira ou R$10,00 mais 1 kg de alimento. A renda será revertida para a Creche e Asilo do Grupo Fraterno Espírita, casa que abriga o GOS. A FEEGO está na rua 1.133, Setor Marista. ●

Mostra Goiana de

Cinema e Vídeo Espírita

A

primeira Mostra Goiana de Cinema e Vídeo Espírita que acontece nos dias 25 e 26 de julho no Goiânia Ouro vai ter uma categoria específica para atender às mocidades. Poderá ser inscrito qualquer vídeo produzido por mocidades espíritas com tempo máximo de 10 minutos. Se o seu grupo de mocidade quer realizar um vídeo mas não tem conhecimento técnico, seus problemas acabaram. Contate o Núcleo de Audiovisual Espírita NAVE e receba o apoio técnico. Contate-nos pelo e-mail comunica@feego.org.br. ●

Goiás Espírita

23


NOTÍCIAS

Confraternização na FEEGO comemora os aniversários

Foto: Gabriel Duarte

N

o exercício do trabalho espírita ou na correria do cotidiano nem sempre é possível uma conversa fraterna e amiga entre os companheiros de ideal. Saber como vai a vida e até mesmo dar os parabéns por seu aniversário são ações importantes que às vezes passam sem se realizar. Para isso, a nova diretoria da FEEGO inaugurou um momento de descontração ao decidir realizar, todos os meses, a comemoração dos aniversários dos confrades do movimento espírita. Organizada pela coordenadora de eventos da FEEGO, Eleusa Maria da Silva, a confraternização é mais uma ação no exercício da unificação do movimento espírita, já que são convidados os dirigentes de Casas Espíritas e também os colaboradores e voluntários da FEEGO. Na confraternização de abril, tivemos a presença do confrade João Rodrigues que entoou músicas do cancioneiro espírita. Na mesa, salgados, sucos e refrigerantes. Ao final, após os momentos de confraternização e cantado o “Parabéns para você”, o Presidente da FEEGO, Aston Brian Leão, distinguiu cada aniversariante com uma bela lembrança. ●

Aston Brian parabeniza aniversariantes na noite de 24 de abril de 2009.

Seminário sobre a Área de Atendimento Mediunidade roda o Estado Espiritual tem seu primeiro Encontro Estadual bsessão e desobsessão, psicografia e psicofonia, fi-

O

siologia do passe e desenvolvimento mediúnico são assuntos do ciclo de seminários sobre a Mediunidade. Aberto ao público em geral, mas visando especificamente aos trabalhadores da área de mediunidade, o evento tem entrada franca. Primeiramente foi realizado no dia 28 de maio na cidade de Pires do Rio e contou com a presença de 130 trabalhadores tanto da cidade anfitriã quanto de diversas cidades da região. Em Goiânia será realizado na sede da FEEGO em 28 de junho. Informações pelo fone: 3281- 0200 ou e-mail secretaria@feego.org.br. Na região norte do Estado será realizado na cidade de Uruaçu nos dias 29 e 30 de agosto. ●

24

Goiás Espírita

V

ivência da Fraternidade na Casa Espírita, esse é o tema do Encontro Estadual de Atendimento Espiritual realizado nos dias 20 e 21 de junho de 2009 na FEEGO. O Encontro foi voltado a todos que se interessam pela área: trabalhadores que já atuam na recepção e no atendimento fraternos e em outras atividades afins da casa espírita. No sábado, Caucí de Sá Roriz proferiu a palestra Passos para a Felicidade, enquanto no domingo foi a vez de Jacobson Sant'Ana Trovão expor sobre a Vivência da Fraternidade na Casa Espírita. Ao final, houve uma mesa redonda de grande proveito para todos.●


Curso de oratória na FEEGO

Em seis meses, seis Zonais realizadas

O

FEEGO, juntamente com as Comissões Zonais de cada região, realizaram no primeiro semestre seis Encontros Zonais, sendo três na capital e três no interior. O primeiro encontro no interior aconteceu no dia 26 de abril em Caldas Novas. O Encontro Zonal COMSUL foi no Colégio Filostro Carneiro Machado. Já em maio, no dia 24, o Encontro Zonal COMCELESTE foi realizado em Anápolis, no Colégio Galileu e no dia 07 de junho o Encontro Zonal COMOESTE na cidade de Iporá, realizado no Centro Espírita Ismael. A confraternização entre as Casas Espíritas da mesma região, a troca de experiências e a busca conjunta de soluções são os principais o objetivos desses encontros. Neles, participam coordenadores de atividades espíritas que debatem as questões de suas áreas com os coordenadores da FEEGO. A descrição mais detalhadas dos encontros no interior você confere na próxima edição da Revista Goiás Espírita. ●

Departamento de Comunicação Social Espírita da FEEGO realizou, nos dias 29 a 31 de maio, o curso de formação e aperfeiçoamento de expositores espíritas. O evento destinou-se à formação de oradores para a divulgação da Doutrina Espírita. Houve grande procura, bem superior ao número de vagas ofertadas, razão por que nova turma está prevista para o segundo semestre. Aguarde notícias. ●

17 Estados participam do Fórum Nacional de Arte Espírita

E

ncerradas as inscrições para o 6° Fórum Nacional de Arte Espírita, em Aracaju. Inscreveram-se para o evento 72 pessoas, das quais 68 confirmaram sua inscrição e que representam 17 unidades da Federação. Goiás terá quatro representantes no Fórum, sendo 2 de Goiânia e 2 de Aparecida de Goiânia. ●

A

Evento que aconteceu de Foto: Gabriel Duarte

11 a 13 de Junho na cidade de Aracaju.

Mesa de abertura do Encontro Zonal COMOESTE: Encontro reuniu espíritas de Iporá, São Luiz de Montes Belo, Fazenda Nova e Região.

Goiás Espírita

25


TOME NOTA

FEEGO realiza Encontro Estadual de Comunicação Social e Mostra de Cinema

N

os dias 25 e 26 de julho, na sede da FEEGO, acontecerá o V Encontro Estadual de Comunicação Social Espírita, tendo como tema central: Mídia: um universo inexplorado. Integrando o encontro acontecerá no Centro Cultural Goiânia Ouro a Mostra Goiana de Cinema e Vídeo Espírita. Com programação rica e diversificada, composta de palestras e oficinas, o objetivo do V Encontro Estadual de Comunicação Social Espírita é capacitar o trabalhador espírita para atuar com maior eficácia na divulgação do Espiritismo. O Encontro oferece oficinas de criação de anúncios e cartazes publicitários, de promoção de eventos e de marketing na Casa Espírita, de fotografia digital, de mural e jornal Interno e de produção de documentário. ●

V Encontro Estadual de Comunicação Social Data: 25/07 das 13h às 21h 26/07 das 7:30h às 12h Local: FEEGO – Rua 1.133, n°40, esquina com Alameda Ricardo Paranhos, Setor Marista.

Mostra de Cinema e Video Espírita Data 25/07 às 19h e 26/07 às 15h Local: Centro Cultural Goiânia Ouro Ingresso: R$ 1,00 Mais informações pelo telefone (62) 3281-02.00 ou pelo e-mail secretaria@feego.org.br

Semana Espírita de Anápolis ultrapassa 40 edições

O

Conselho Espírita da 9ª Região, com o apoio da FEEGO e do Instituto de Divulgação Espírita de Anápolis, realizará, de 5 a 10 de julho, a 41ª edição da Semana Espírita de Anápolis. O evento será no Fórum de Anápolis e tem como tema geral “O Espiritismo e os desafios da atualidade”. Um dos destaques do Encontro é a palestra de abertura proferida por Suely Caldas Schu-

bert, às 20 hs, além do Seminário que realizará, no mesmo local, sobre os transtornos psiquiátricos e obsessivos na atualidade, das 09 às 12:30 hs. ●

Semana Espírita de Anápolis Data: 05 a 10 de julho de 2009 Local: Auditório do Fórum de Anápolis

Mato Grosso realiza 4º Congresso Espírita Estadual

C

om o Tema: “Um mundo em Transformação: A era de Regeneração da Terra”, a Federação Espírita do Estado de Mato Grosso promove o seu congresso estadual no Hotel Fazenda Mato Grosso, com a presença de destacados conferencistas espíritas. O Congresso, que será realizado entre os dias 23 e 26 de julho, contará com a presença de Raul Teixeira, Alberto Almeida, Alti26

Goiás Espírita

vo Ferreira, Cosme Massi, Divaldo Franco e Suely Caldas Schubert. Haverá também a participação especial do cantor Plínio Oliveira. ●

IV Congresso Espírita do Estado de Mato Grosso Data: 23 a 26 de Julho de 2009 Local: Hotel Fazenda Mato Grosso


Goiás Espírita

27


Vida sim! aborto não! 1º MARCHA GOIANA DA CID ADANIA EM DEFESA DA VIDA Organização: COMITÊ

GOIANO Em Defesa da Vida Brasil sem aborto

Apoio:

www.brasilsemaborto.com.br

Contato:

28

(62) 9603-0485

brasilsemabortogo@gmail.com Goiás Espírita

13 de agosto (quinta-feira)

Concentração a partir das 15h na Praça Cívica (Centro)

revista espirita goias  

revista sobre temas da doutrina espirita

revista espirita goias  

revista sobre temas da doutrina espirita

Advertisement