Page 12

FOTO ASSESSORIA IRGA

EQUIPE

Novo concurso

abre 41 vagas de técnico orizícola Seleção realizada em 7 de agosto visa a substituir convênios e terceirizados

E

m 2013, após 40 anos sem realizar um concurso público, o Irga promoveu uma seleção pública com 116 oportunidades. A entidade trabalha em um novo processo seletivo que pretende suprir os cargos ainda disponíveis. Desta vez, estão em disputa 41 das 75 vagas totais de Técnico Orizícola distribuídas entre oito unidades de atuação da autarquia pelo Rio Grande do Sul. As provas ocorreram em 7 de agosto, e a publicação do edital de encerramento está prevista para 15 de setembro. Os concorrentes que forem aprovados deverão ser nomeados para assumir o lugar de profissionais que prestam serviços ao Irga por meio de convênios e contratações de terceirizados. A seleção trará economia para a entidade, já que os valores para custear os futuros contratados serão menores do que o gasto com empresas de fora. Não existe uma previsão oficial para chamar os admitidos, mas o departamento administrativo direciona esforços para que isso ocorre o mais breve possível. – No que depender do Irga, faremos o possível para que os concursados sejam chamados ainda este ano – garante o diretor administrativo, Renato Caiaffo da Rocha. O concurso proporcionará ao Irga, ainda, fortalecimento do quadro de servidores. Dessa forma, é mais prático manter a continuidade nos trabalhos desenvolvidos e fazer com que as equipes se tornem comprometidas com a instituição e seu posicionamento estratégico, além de possibilitar maior controle e menor rotatividade.

Por dentro do concurso do Irga O edital foi publicado em 30/5/2016 e a empresa organizadora é a Fundação La Salle. As inscrições se encerraram em 20 de junho. 658 inscritos 105 para a habilitação de técnico em química 553 para agrícola. O concurso tem validade de dois anos a contar da data de publicação do Edital de Encerramento (previsto para 15/9/2016), com a homologação da classificação final dos candidatos aprovados por cargo, podendo ser prorrogado por igual período. As provas abrangem as seguintes disciplinas: Conhecimentos Específicos Língua Portuguesa Raciocínio Lógico Legislação Informática.

12 Lavoura Arrozeira Nº 467 | Agosto/Setembro/Outubro 2016

Requisitos: Escolaridade de nível médio com formação de Técnico, reconhecida/ registrada pelo Ministério da Educação, com habilitação legal para o exercício da profissão e registro no respectivo órgão de fiscalização profissional nas áreas de extensão rural e pesquisa científica.

O que cada um faz: Os Técnicos Orizícolas lotados em um Núcleo de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nate) desenvolvem atividades de extensão rural. Os profissionais alocados em Divisão de Pesquisa desenvolvem atividades nas áreas de Melhoramento vegetal, fitopatologia, biologia molecular, plantas daninhas, entomologia, manejo de cultivos, solos e fertilidade, solos-nutrição, mecanização agrícola, irrigação e drenagem, ambiental, fisiologia vegetal, pós-colheita, engenharia de alimentos, nutrição humana, agroecologia, sementes e laboratorial.

Profile for Assessoria Comunicação

Lavoura arrozeira 467 compressed  

Revista Lavoura Arrozeira nº 467

Lavoura arrozeira 467 compressed  

Revista Lavoura Arrozeira nº 467

Advertisement