Issuu on Google+

www.correiodovaledoriogrande.com.br Passos, Correio do Vale do Rio Grande, edição 24, de 25 a 31 de maio de 2013, valor R$2,00

Shopping pronto

Passos é uma cidade onde, vez ou outra, se houve dizer da construção de um shopping. Mas também é comum apelidar

a avenida Francisco Avelino Maia, já creditada como sendo a avenida da Moda, como um shopping céu aberto. Empresários

Vem aí a 5ª SINAGRO O SINRURAL iniciou os trabalhos que vão levar a realização da 5ª SINAGRO – Feira de Agronegócios do Sudoeste de Minas. Duas reuniões já foram feitas. A primeira contou com a presença da SICTUR, SEAPA, Banco do Brasil, Emater e organizadores da Feira. A data do evento está marcada para se iniciar em 6 de agosto e encerramento previsto para o dia 9 do mesmo mês. Página 5

do ramo de confecção estiveram reunidos, por uma convocação da APICON, com lideranças e secretaria de Indústria Comércio

para discutir aproveitar este movimentar a Moda ainda propostas que

criam as Quintas e Sábados especiais, com horários extras e promoções para atrair o consumo no varejo. Página 6

Restaurando a história A Capela Nossa Senhora da Penha, no alto do bairro do mesmo nome, foi totalmente restaurada. Segundo Padre Clóvis, esse trabalho de restauração consumiu recursos da

Debate sobre LDO e CIP se acirra Páginas 2, 3 e 4

e Turismo, formas de potencial e avenida da mais, com

ordem da R$ 1 mi. O trabalho foi feito pela mesma empresa que fez o restauro do teatro Municipal do Rio de Janeiro. Essas e outras histórias, que remontam à

1864, estão contadas no livro “Capela da Penha, Memória do Restauro”, de autoria do Padre Clóvis, André Nery e sua mulher. Página 7

Lutadores treinam em São Paulo Página 12


De 25 a 31 de maio

Opinião

Charge

Leitores do site Correio do Vale do Rio Grande, deixaram seus comentários sobre o jornal e seguintes matérias:

Maioridade aos 16? *Erivelton Lemos Cogita-se muito a redução da maioridade, de 18 anos para 16 anos, dos nossos jovens. Uma ótima ideia principalmente aqui para nossa cidade, visto que, hoje em dia 60% dos crimes envolvem menores e a sensação que se tem é que a situação está sem controle. Haverá um plebiscito para saber o que a população acha dessa redução, antes que seja aprovado qualquer projeto na Câmara Federal. Porém, o que muito me chama a atenção é que, anos atrás, já tivemos uma redução na maioridade, ou seja, de 21anos para 18 anos, e fica a pergunta: Resolveu-se o problema? Se ficarem apenas pensando que o problema é reduzir e não mostrar o caminho do trabalho a esses jovens daqui uns tempos estarão todos querendo reduzir de novo de 16 anos para 14 anos. Deveriam fazer um plebiscito, para saber o que as pessoas pensam sobre o jovem trabalhar. A violência, entre estes, se desencadeou, devido a falta de uma ocupação, e não pela sua idade. Enquanto a mentalidade retrógrada de nossas autoridades, continuarem da forma que está, continuaremos com um verdadeiro abacaxi para ser descascado e com casos totalmente fora do controle. Engraçado que na época da minha geração com dez, onze anos todos nós já trabalhávamos e nem por isso nossa rotina foi comprometida; trabalhávamos, mas também brincávamos, jogávamos futebol e estudávamos, e acima de tudo se pegarmos o índice de violência entre os jovens daquela época, esse quase não existia. E hoje, na sua maioria, todos aqueles adolescentes que tanto aproveitaram a vida, são formados e pais de famílias e com bons exemplos a ser dados

aos futuros filhos. Só que infelizmente a educação a ser dada, é limitada por diversas leis absurdas, que inibe o controle da educação infantil, e o resultado está aí escancarado por todo o Brasil: jovens viciados, roubando e matando para sustentar o vício; famílias totalmente desestruturadas e sem nenhum tipo de perspectiva e apoio do governo federal, que além de não ser capaz de dar uma estrutura sócioeducativa aos jovens ainda é omisso quando esse comete algum ato infracional. Infelizmente a realidade é uma só: mata hoje e está solto amanhã! Não estou desejando trabalho escravo a ninguém, mas que a necessidade de emprego entre os adolescentes se faz necessária, não resta dúvidas, porém só nossos representantes e autoridades é que não veem isso. E também não adianta nada fazer a apreensão, jogálo numa cela, com outros de altíssima periculosidade e não dar o devido tratamento psicológico para que ele volte a se ressocializar com a devida dignidade. Tenho a opinião que no cumprimento de sua condenação as autoridades já deveriam encaminhá-lo para o trabalho para que após o término da pena, o mesmo já tivesse engajado no trabalho e não sofresse tanto com o preconceito. Querer somente diminuir a maioridade e não dar a vara para que o menor aprenda a pescar, será apenas mais um tiro no pé e uma contribuição imensa, mesmo que indiretamente, para que a violência se torne ainda cada vez maior. Não sou especialista no assunto, mas tenho certeza que essa é a visão da maioria da população, menos das autoridades! Erivelton Lemos (Téo Lemos) é comerciante e administrador do grupo Democráticos de Passos no facebook

Rolou na semana Falando aos Padres I A convite do prefeito Ataíde Vilela, oito padres representantes das paróquias de Passos participaram de uma reunião nesta quinta-feira, na prefeitura, em que o assunto foram os esclarecimentos dos projetos relativos ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e à Taxa de Iluminação Pública (TIP). Ataíde explicou aos religiosos o motivo da atualização da planta de valores dos imóveis para corrigir a tributação e também por que pretende criar a TIP. Falando aos Padres II Auxiliado por Ailton Faria, da Secretaria de Planejamento, o prefeito disse ser necessário e obrigatório atualizar os meios de arrecadação própria do Município, sob pena de ser responsabilizado judicialmente, por improbidade administrativa, caso abra mão de receita tributária. Falando aos Padres III Compareceram ao encontro, realizado no gabinete do prefeito, os padres Luiz Gonzaga Lemos, da paróquia Senhor Bom Jesus dos Passos, Osni Zanatta (Nossa Senhora das Graças), Juvenal Cândido Martins (São Judas Tadeu), Eduardo Pádua de Carvalho (Nossa Senhora de Fátima), Francisco Clóvis Nery (Nossa Senhora da Penha), Dirceu Soares (Nossa Senhora Aparecida) e Robson Inácio e Sebastião Marcos, ambos da paróquia de São Benedito.

Falando aos Padres IV De acordo com o padre Clóvis, a revisão do IPTU “é pertinente” e é preciso melhorar a iluminação das ruas em várias localidades, o que poderia ser obtido com os recursos arrecadados com a TIP. Já o padre Dirceu disse que seria interessante o prefeito encontrar uma forma de demonstrar para a sociedade porque é importante aumentar a arrecadação do município. “E é muito oportuno esse encontro aqui para a gente ouvir, se inteirar do assunto”, disse. Irritado O vereador Hilton Silva mostrou-se irritado com matéria publicada nesse semanário, dando conta que Tia Cenira havia pedido passarela na MG 050, entre os bairros N. S. Aparecida e N. S. das Graça. A redação esclarece que recebeu a informação da assessoria da vereadora e confirmou o fato. Alias publicar matérias dos vereadores é normal tanto no semanário como no site (www. correiodovaledoriogrande.com. br), como podem comprovar os que leem e acessam a página. O vereador Hilton Silva é dos que nunca mandou um e-mail falando de suas ações. Por fim, é bom dizer que é da essência da política comunicar o que se faz e o que se tenta fazer em benefício do povo. Então, a irritação do vereador parece bastante desnecessária.

Expediente Correio do Vale do Rio Grande

Carta do Leitor

(www.correiodovaledoriogrande.com.br) é uma publicação da Agência de Publicidade Silva & Mota. - CNPJ:15.170.527/0001-31 - Endereço: Av. Júpiter, 845 – Jd Satélite Telefone: 035 3522-4138 - E-mail: correiodovaledoriogrande@gmail.com - Diretora: Lilian Shorreyla - Arte Final: Diego Costa - Diagramação: Larryane Mayla - Tiragem: 2.000 - Gráfica: Spaço Jornal e Editora - Ribeirão Preto (SP)

Chegou até a redação extensa carta reclamando de atendimento no sábado no São Lucas, 18/05, da qual publicamos o trecho principal. (...) Agradeço muito de coração ao senhor João que nos confortou tanto naquele momento em que nos sentimos completamente desamparados. Rezo a Deus para que esse Sr. permaneça lá por muito tempo para poder ajudar a nós pobres. Aquele local precisa de pessoas assim atenciosas, boas, que vêm as pessoas além de sua aparência, pessoa que está ali para ajudar quem quer que seja. Meu filho foi atendido sim pela médica, mas quero deixar aqui o meu repúdio contra esse Willian. Pense em uma coisa: nada é para sempre, tudo vem e vai e ainda acredito que você tenha uma família e acredito que deva amá-los, seja mais humilde e humano porque ontem fui eu com o meu filho de três anos de idade, que infelizmente não conhece a maldade dos homens, foi quem passou por esse constrangimento. Amanhã pode ser você com alguém da sua família. Nada como um dia após o outro e para terminar quero usar urna frase de Chico Xavier: “A omissão de quem pode e não auxilia o seu povo é comparável a um crime que se pratica contra a comunidade inteira”.(....) Segue abaixo a resposta da médica que atendeu o filho da autora da carta do leitor Em esclarecimento a uma nota divulgada sobre um problema ocorrido no dia 18/05/13 no São Lucas, envolvendo os pais de um paciente e o diretor de saúde. Os atendimentos de sábado, assim como os de sexta feira, são atendimentos extras, eletivos e agendados, que foram contratados visando diminuir a grande lista de espera por essa especialidade. Aos sábados são realizadas 30 consultas numa manhã sem interrupção. E pelo grande número de consultas num único turno, solicitei aos funcionários que não fossem feitos encaixes nestes dias em especial, exceto em caso de faltas, deixandoos, se possível, para as segundas e sextas, dias em que o número de atendimentos por turno é menor. Os encaixes são atendidos ao final das consultas. Sempre oriento aos meus pacientes que, em casos de urgência, procurem imediatamente a Unidade de Pronto Atendimento, por ser o local preparado para o atendimento destes casos e, caso seja necessário, é também via de acesso à Santa Casa de Misericórdia, onde há plantão de sobreaviso em neurologia. O paciente em questão foi atendido em consultório e, como no dia anterior apresentou crises, orientei que procurasse a UPA, mas informei que estaria no São Lucas no dia seguinte e que poderia reavaliar seu caso. O paciente foi atendido conforme o combinado. Rhelen Piantino

Envie também suas dicas e sugestões para o email: correiodovaledoriogrande @gmail.com


De 25 a 31 de maio

Audiência pública debate LDO; oposição tenta barrar atualização do IPTU e CIP Segunda-feira, 20/05, a Câmara Municipal realizou audiência pública para discutir com a comunidade a LDO, Lei de Diretrizes Orçamentárias, que, conforme explica o advogado e assessor jurídico do legislativo passense, é a lei que orienta a elaboração do orçamento. “Para constar do orçamento precisa antes constar da LDO”, informa. Nessa peça legal não é explicitado valores, mas os dados são colocados de forma genérica, revelando uma “intenção do executivo, que depois, no orçamento, detalha o que constava da LDO”, explica. A discussão em torno da LDO ganhou as redes sociais, com o tema sendo puxado pelo ex-vereador e secretário de assistência social na época do Hernani, Auro Maia,

gestão que também tentou realizar a Planta Genérica de Valores, mas que recuou diante da reação da oposição na época. A audiência pública reuniu cerca de 50 pessoas, entre populares e representantes do executivo. Dois dias depois circulava texto (facebook) assinado por Auro Maia em que constava que os envolvidos na tentativa de barrar as propostas referentes ao IPTU (Imposto Territorial e Urbano) e a CIP (Contribuição para iluminação Pública) haviam aprendido a lição. “Em vez de voltar com a taxa, queremos o exemplo do que aconteceu no Fórum em Defesa do Consumidor, que o prefeito e a Câmara defendam os interesses dos cidadãos entrando na justiça contra a resolução da Aneel”. Uma lição mal aprendida

pelo ex-vereador, porque quem viveu a época do Fórum em Defesa do Consumidor, sabe que o trabalho realizado por ele consistia na orientação para que os consumidores pedissem administrativamente à CEMIG a retirada da cobrança das contas de luz a então denominada TIP. Algo diferente dos dias atuais, quando a Aneel, através da portaria 214 de 2010, transfere para os municípios todo o custeio da iluminação pública. É o que explica a assessoria de comunicação da prefeitura, afirmando que a “Taxa de Iluminação Públi-ca está apenas prevista na LDO, caso seja aprovada, irá constar no Projeto de Lei Orçamentária de 2014”, adiantando “ainda que

Audiência pública que discutiu LDO

não há qualquer definição a respeito de possíveis isenções para determinadas faixas de consumidores”, ao contrário do governo de Minas que propaga que dos dez impostos cobrados na conta de luz, nove são do governo federal e um

do governo estadual, isento para uma grande camada da população. Uma faixa de isenção na futura CIP, se ela vier ser proposta e aprovada, “depende de projeto de lei a ser elaborado após a aprovação da LDO”, explica a assessoria de comunicação.


De 25 a 31 de maio

Prefeito quer atualizar a Planta Genérica de Valores

Prefeito Ataíde Vilela

Para a assessoria de comunicação da prefeitura municipal que faz referência ao aumento de arrecadação de 80% com IPTU, isto não quer dizer aumento linear nos carnês. “Não se trata de um aumento linear, mas de um aumento da receita prevista, a partir da atualização da planta de valores, que será elaborada por uma empresa especializada no ramo imobiliário”, informa. Atualmente, há somente duas alíquotas de IPTU em Passos: 1% para imóvel sem área

construída ou com área construída inferior a 1/6 do terreno. E de 0,5% para os demais imóveis. A planta de valores de Passos não é revisada há 16 anos, sendo que “as atualizações monetárias no período foram feitas com base na inflação e é sabido que a valorização imobiliária em Passos foi imensamente superior nesse período”, registra a assessoria de comunicação da prefeitura. “Em Passos não existe

nenhum imóvel tributado nem por 1/3 do que realmente vale no mercado imobiliário. Para citarmos dois exemplos, há terrenos lançados com valores venais de R$ 8 mil no Jardim Cidade (próximo ao novo fórum, no Bairro São Francisco), mas que valem mais de R$ 100 mil conforme preço atual de mercado. Há apartamentos novos na região do Bairro Coimbras lançados com valor venal de R$ 14 mil, mas que são negociados em torno de R$120 mil. São

distorções como essas que a nova planta de valores pretende corrigir, tornando mais justa a política tributária do município em relação aos imóveis”, sustenta a assessoria.

Raio X Passos tem 49.477 imóveis, dos quais 10.001 são terrenos não construídos. Todos estão com os valores venais defasados em decorrência da última atualização feita, ocorrida em 1997.

Hilton Silva critíca vereadores que são contra a CIP e atualização do IPTU Na discussão que aconteceu durante a audiência pública pelo menos dois vereadores se posicionaram contra a instituição da CIP e da atualização da Planta de Valores Genéricos do IPTU. cerca de 50 pessoas estiveram presentes. O vereador Flávio Orlandi Chagas, (Foguinho) leu as duas emendas que ingressou na última sextafeira (17) se posicionando contrário aos itens que tratam da criação da CIP (Contribuição de Iluminação Pública) e da atualização da planta genérica de valores do Município (IPTU) e ainda uma emenda modificativa para alterar o artigo em que o prefeito Ataíde Vilela sugere corte de servidor temporário sem antes cortar 20% de comissionados, do Projeto de Lei nº 008/2013. O vereador Alex Bueno também apresentou propostas de emendas propondo a retirada da contribuição de iluminação pública e do aumento do IPTU. Para ele, antes de aumentar impostos a prefeitura precisa fazer o dever de casa, cortar gastos com cargos comissionados, fiscalizar a efetiva situação

dos lotes e residências. Além da retirada da contribuição de iluminação publica do texto da LDO e da ação judicial, a população presente pediu a realização de estudos técnicos e apresentação dos mesmos em Audiência Pública com a finalidade de estabelecer critérios justos para a cobrança do IPTU e a implantação do IPTU Progressivo conforme já previsto em Lei. O vereador José Roberto Bernardes, presidente da Comissão de Fiscalização orçamentária, que coordenou a audiência pública realizada à tarde, elogiou a participação da comunidade e destacou o fato da prefeitura atravessar momento difícil, arrecadando quase que somente o necessário para manter a máquina e que “a prefeitura está buscando meios de arrecadar para também investir”, disse. Quanto a participação o vereador disse que com “mais de 16 anos de vida pública foi a primeira vez que vi uma reunião com mais de 4 pessoas”, que deixou o “plenarinho lotado”. Para ele os presentes saíram “conscientes da necessidade de analisar as propostas que

visam melhorar a arrecadação do município”, disse, O vereador Hilton Silva, sem mencionar nome de nenhum vereador criticou a posição dos que se posicionaram contra a proposta de alteração do IPTU e da instalação da CIP. “Vereador precisa ter um pouco mais de responsabildade”, disse logo depois de afirmar que tinha pensado muito antes de usar a palavra. Para ele o legislador “não pode ficar só jogando para a plateia “ e não ”somente cuidando de seus votos” e sem “nenhuma proposta interessante”, afirmou. Ele disse que é preciso dar oportunidade para que o executivo avalie distorções que acontecem em Passos, citando irregularidades de barracões no Serra das Brisas e loteamento irregular no Recanto da Harmonia. Hilton Silva disse ainda que “a forma como alguns vereadores estão propondo emenda contra o IPTU vão engessar esta e futura administrações”. Para ele alguns vereadores querem dizer que são contra, “apenas para jogar para o público”. O vereador disse que gostaria de isentar

Vereador Hilton Silva

toda a população, mas que isto não é possível e que a alternativa é “fazer uma isenção social”, voltada para pessoas com problemas de saúde e que moram em lugares mais simples. Hilton Silva disse que o prefeito não é mágico, para atender os vereadores que, ao mesmo tempo que pedem coisas, como repasses para hospital, pista de skate, calçamento de ruas, se colocam contra

qualquer revisão de impostos e taxas, como nesse momento. “Não estou aqui para livrar a cara do prefeito, temos que cobrar dele sim, mas temos que ser coerentes quando fazemos uma discussão séria como essa”, disse. Ele disse que quanto a TIP se alguém provar ilegalidade vota contra. “Não estou aqui para fazer graça para ninguém, se me provarem a ilegalidade voto contra”, concluiu.


De 25 a 31 de maio

SINRURAL inicia ações pró realização da 5ª SINAGRO O Sindicato Rural de Passos já realizou duas reuniões visando os preparativos para a 5ª edição da SINAGRO – Feira de Agronegócios do Sudoeste Mineiro. A primeira aconteceu na quarta-feira da semana passada e contou com a presença da prefeitura (José Eustáquio do Nascimento, Taquinho, da SICTUR, Nivaldo Chaparral, SEAPA), Emater (Edson Gazeta), Banco do Brasil (Nilton Cesar). A segunda, que definiu a agenda de marketing e comercialização na feira, aconteceu quinta-feira, 23/5. Ambas foram realizadas pela manhã. Já na primeira reunião os presentes foram informados de que a 5ª SINAGRO vai acontecer de 6 a 9 de agosto, com a abertura oficial marcada para o dia 6, às 10h, no Parque de Exposição Adolpho Coelho Lemos. Para o gerente geral do Banco do Brasil, a participação na feira foi importante “porque ajudou a fechar negócios e estou a disposição de novo” para fazer o

Pariticipantes da primeira reunião pró Sinagro

mesmo, reafirmando a parceria e “melhorando no que for possível”, disse. Edson Gazeta, disse que o Plano Safra “este ano será antecipado para fins de maio e início de junho”. Ele também revelou que a Emater e o Banco do Brasil vão se sentar para “buscar com que Minas seja o primeiro aplicador do PRONAF, ultrapassando o Rio Grande do Sul”.

Para o gerente geral da Emater, a empresa vai cumprir o papel de mobilizar a região para participar da feira e também de apresentar propostas para a realização de palestras durante o evento que, não “podem ser mais de quatro, uma para cada dia da feira”. O secretário de agricultura, pecuária e abastecimento, Nivaldo Chaparral, destacou a importância

da produção agropecuária para o municipio e disse que o SINRURAL pode contar com o apoio necessário para a realização da feira. “Somos parceiros e o que tocar para a nossa secretaria fazer, vamos cumprir”, disse. “Estamos aqui para fazer uma feira melhor que o ano passado, que já foi boa”, disse Taquinho, da SICTUR. Para ele fomentar o comércio é um papel crucial da secretaria e por isso “tudo que pudermos fazer para que as coisas aconteçam, vamos fazer”, destacou. Leonardo Medeiros, referiu-se a Taquinho, que é membro da direção do SINRURAL, como “um elo entre o sindicato e a atual administração”, ressaltando que a SEAPA tem como titular uma pessoa que também é produtor rural. “O Chaparral é um conhecedor da situação do produtor e ele sabe que a Sinagro é uma grande oportunidade de bons negócios para todos ligados ao segmento”, disse.

Cultura

Quem roubou o Branco do Mundo? O espetáculo infanto-juvenil “Quem roubou o Branco do Mundo?”, da TRUPE VENTANIA DE TEATRO estreiou nesta quinta-feira, dia 23 de maio, às 20 horas no Teatro Rotary. A peça teatral conta a história de duas crianças - Jandira e Carlinhosque saem à procura do Branco, que sumiu de todos os objetos do mundo. Através de uma história divertida, que conta com música e dança, a peça transmite para as crianças uma mensagem de união e harmonia. A Trupe Ventania de Teatro realizou, em 2012, o espetáculo infanto-juvenil “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá”, que levou mais

Atores se divertem nos ensaios

de 2.000 pessoas ao teatro, em suas apresentações. “Esperamos levar mais e mais crianças ao teatro. A experiência da criança com a

arte cria a sensibilização de um olhar transformador sobre si e sobre as coisas que nos acercam, por isso, temos o dever de incentivar a

arte”, diz o Diretor Teatral, Maurílio Romão. A Trupe Ventania ressalta que reservou uma cota de ingressos para os alunos das escolas públicas, e que o Departamento de Educação está distribuindo. Demais entidades filantrópicas que trabalhem com crianças podem entrar em contato com a produção. “Nós, da Trupe Ventania de Teatro” queremos tornar a arte e a cultura mais acessíveis para as crianças e adolescentes” A peça fica em cartaz do dia 23 de maio a 02 de junho, quintas e sextas às 20 horas e sábados e domingos às 18 horas. Texto: Isabella Vieira Fotos: Kivia Oliveira


De 25 a 31 de maio

Empresários propõem ações estruturantes para a avenida da Moda A avenida Francisco Avelino Maia, também conhecida como avenida da Moda, é considerada pela maioria das pessoas que visitam a cidade como um shopping a céu aberto, graças às inúmeras – e bonitas - lojas, restaurantes, panificadoras, bares e estabelecimentos de outros ramos de atividades. Mas o movimento que ela consegue ter , para alguns empresários e a APICON (Associação Passense da Indústria de Confecção) ainda é tímido. Para incrementar este movimento, um grupo de empresários, com apoio do SEBRAE, vem realizando experiências que procuram fomentar o comércio local,

com mais publicidades, preços diferenciados e promoções. São oito empresas que se juntaram para este fim, inclusive para fazer compras em conjunto. O resultado da iniciativa foi mostrado numa reunião, quarta-feira, 22/05, às 8h, no Pintado D’Ouro para 34 pessoas, entre empresários e representantes da prefeitura, BB e outras lieranças. O presidente da APICON – Associação Passense da Indústria de Confecção, Laerte Francisco Rodrigues, abriu o encontro. Depois dele, em nome da Central de Negócios, falou Joane Rodrigues, explicando que o grupo reúne oito

Propostas para movimentar a avenida Criar as Quintas Especiais: Funcionamento em horário especial, depois das 18h até às 22h. Promoções como sorteios de brindes e descontos seriam estudadas Sábado na Avenida: Também com funcionamento em horário especial, até as 15h. Do mesmo modo estuda-se promoções e descontos. Moeda Avmoda: “Moeda” de circulação na avenida da Moda, com cupons representando um valor simbólico (R$1,00 por exemplo), que seria aceita em estabelecimentos comerciais da avenida – e da cidade -com vantagens para os consumidores (direito a lanche, chopp, almoços em restaurante e pizzarias etc)

A Central de Negócios Formaram a Central de Negócios as seguintes empresas de confecção: Virus, Moça Trigueira, Symon Rio, Hífen, Kímika, Azarrara, Bárbara e Pink Star

empresas e recebeu orientações do SEBRAE. Na oportunidade ela disse que “nós estamos montando uma estratégia para o varejo”, sem que isso queira dizer “que vamos deixar o atacado de lado”. Com a ajuda do SEBRAE “nós nos unimos e começamos a fazer negócios juntos” e que isso representa “muita vantagem”. O grupo foi formado em agosto de 2011. De lá para cá “fizemos campanhas juntos” e que a intenção era “convidá-los, através dessa apresentação” a integrar o projeto. “Aprendemos trabalhar no coletivo, na prática de cooperar”, disse Joane. O

Empresários discutem movimentação da Av. da Moda

objetivo é discutir e propor ideias que movimentem a avenida que “todo mundo acha linda, considera até que é um shopping a céu aberto”. Uma das propostas

é estimular o turismo de compras. Ela diz que há uma tendência do aumento do varejo na avenida, mas o que se observa é que ela é ainda “muito parada”, avalia.

A palavra de cada um Davi de Oliveira, presidente do Sindcom: “Sou parceiro. É importante desenvolver a avenida e se os empresários tratarem com respeito seus colaboradores (funcionários) todos têm a ganhar”. José Eustáquio do Nascimento, Taquinho, SICTUR: “Gostei do projeto (...) O primeiro passo é abrir às quintas (horário noturno) e aos sábados(à tarde)(...) (Para ajudar o comércio) estamos normatizando a concessão de alvarás para funcionamento (Nas promoções da APICON, como o Pró Moda), quando será dado alvará para as

lojas filiadas à APICON(...) (Ainda para estimular o comércio) acabamos de instalar o COMTUR-Conselho Municipal de Turismo.” Maria Concebida IFSUL: “O Instituto tem professores prontos para colaborar com projetos que vocês vão desenvolver. Essa é uma razão do IFSUL estar em Passos e região, aproximar a academia da vida prática das pessoas e de suas necessidades” Nilton Cesar Resende, gerente geral do Banco do Brasil: “O banco é parceiro e como vocês

têm a opção de oferecer descontos diferenciados, nós temos também essa possibilidade de oferecer créditos com diferença, dependendo da situação de cada projeto”. Celina Discini, Presidente do COMTUR: “Nós estamos trabalhando para implantar terminais turísticos, um na entrada pelo trevo da Juca Stokler e outro pela Arlindo Figueiredo. (...) O banco do Brasil, que leva tanto recurso de Passos, podia nos ajudar, montando um projeto premiando os que consumissem mais, por exemplo”


De 25 a 31 de maio

Registro Social

Capela da Penha, símbolo de Plenitude Divina Numa noite tranquila, com a Capelinha da Penha contando com presença de populares e membros do administração municipal, Padre Francisco Clóvis Nery fez o lançamento do livro “Capela da Penha, Memória do Restauro”, quando narra toda a história da igreja e sua restauração que, segundo informou, ficou em R$1 milhão. O livro foi escrito em parceria com o arquiteto André Luiz Nery Figueiredo e sua mulher Patrícia. Compuseram a frente de honra: Vice-prefeito Ademir José da Silva (representando o prefeito Ataíde); secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Pilar Lemos Faria; secretário de Indústria Comercio e Turismo, José Eustáquio do Nascimento, Taquinho; diretora do Departamento de Cultura, Taciana Lopes Batista e o pároco da Paróquia N. S. da Penha, Padre Francisco Clóvis Nery. Após a formação da frente de honra a Banda do 12º BPM, sob o comando do Tenente Adriano Martins executou o Hino Nacional, Hino a Passos e o

Hino a Nossa Senhora da Penha. A Capela: A Capela da Penha tem 149 anos, construída em 1864. É uma das poucas no mundo que tem a cúpula formada em oito lados. Sua imagem consta no brazão de Passos. Reza a história que era vista do alto da serra da Canastra e que servia de orientação aos que desejavam seguir caminho pelo lado de Passos. Em 2014 a igreja, de formas simples e bucólica, completa 150 anos. Taciana Lopes, Diretora de Cultura: “Nós estamos sendo privilegiados de estarmos, junto aos 155 anos de Passos, de acompanhar o lançamento desse livro que resgata a história da Capela da Penha e de seu restauro”. Padre Francisco Clóvis Nery, autor do livro: “Não poderia deixar de cumprimentar nosso querido povo amado aqui da Penha e

Vista geral da capela de N. S. da Penha

de maneira especial a irmandade de Nossa Senhora da Penha (...) Nosso especial agradecimento ao, até então, Sicoob Crediacip, na pessoa do amigo Taquinho (...)Sem o Taquinho, sem Crediacip, este livro não existiria (...) Também tivemos o apoio das administrações de 2004 a 2008 e 2009 a 2012 (...) O apoio da administração Ataíde foi muito importante (...) Nosso agradecimento ao nosso Bispo (José Lanza)”. Ademir José da Silva, viceprefeito (Representando o prefeito Ataíde Vilela: “Eu tenho que agradecer a Deus por ter encaminhado para Passos um padre como o senhor que, além de cuidar dos servos, dos leigos, ajuda também cuidar da memória de nosso povo, preocupando com essa obra centenária, da Capela da Penha e, preocupando, mais ainda, com o lançamento desse livro, que registra, por etapas, todas as fases da restauração dessa capela”

Autoridades, convidados e padre Clóvis

Padre Francisco Clóvis Nery

José Eustáquio do Nascimento, Taquinho, titular da SICTUR: “Nós e a cidade de Passos é que têm que agradecer ao senhor (....) Não é só esse projeto. Seus projetos todos são muitos arrojados. São projetos de pessoas que querem ver a cidade crescer (....) O senhor falava sobre sinalizar a igreja como turismo religioso e vejo que isto é para ontem”. Estavam presentes membros do patrimônio histórico, o secretário de Saúde Lauro Oliveira e o chefe de Gabinete, Norival Barbosa.

Vice prefeito Ademir recebe o livro


De 25 a 31 de maio

Entrevista

“Quando o Lui pensou em usar esse nome para a banda, pensou na zona (intensidade de entrega ao divertir-se)” A Banda Saudade da Zona faz um tremendo sucesso em Passos. O auge de seu reconhecimento se deu em 2012, quando a Empop – OPP e Marketing realizou mais uma edição da Pesquisas Empresas 10! Exatamente na 10ª edição do evento, este ano coordenado por outra empresa, a Banda foi considerada A Primeira na Memória do Consumidor no seguimento banda. A reportagem do Correio do Vale do Rio Grande reuniu seus integrantes para decifrar um pouco da história desses cantores tão populares em Passos e também na região. Leia abaixo os principais trechos. CVRG - Como surgiu a ideia de montar a banda? SDZ - A banda começou a ser formada pelos irmãos Lupen, voz e bateria e Luimar, mais conhecido como Lui, voz e violão, em meados de fevereiro de 2009. Foi quando Lupen voltava do seu trabalho, ele teve uma ideia de montar uma banda com seu único e mais novo irmão, no qual pudessem tocar o estilo que expressaria seus sentimentos e emoções, com repertório um tanto quanto esquisito, pois queriam tocar Legião Urbana e também Jane e Herondi, Cazuza e Sidney Magal. Parecia que não ia dar certo, e não é que deu! Em março do mesmo ano aconteceu a primeira apresentação da banda na casa do Lui em comemoração ao aniversário da esposa do Lupen, Edna. Cinco meses depois, em agosto, entra assumindo oficialmente o contrabaixo da banda, João Paulo . Em

sempre a programas de auditório da época como Cassino do Chacrinha, Barros de Alencar, Clube do Bolinha, Perdidos na Noite, Silvio Santos e etc. Estava sacramentado o nome. Com um nome deste, cujo duplo sentido é inevitável, Lupen costuma dizer que “cada um lembra-se da zona que gosta” e finaliza “Zona é o seguinte: quem foi tem saudade, quem não foi, tem vontade.” CVRG - A banda Saudade da Zona hoje toca em toda região? SDZ - Com uma empatia extraordinária com o público, por onde a banda se apresenta, tocamos num circuito com mais de 16 cidades. De Sertãozinho/SP á Itaúna/MG.

fevereiro de 2011, surge Erick Miller, o Bigú, quarto integrante da banda. Agora sim, a Saudade da Zona está formada. CVRG - E a ideia do nome, como surgiu? SDZ - Mas por que Saudade da Zona? Porque sempre que cantavam em rodas de viola, nos momentos de músicas de “sertaneja raiz”,

Lupen sempre dizia: “Ê saudade da zona!” se referindo a famosa zona de meretrício da cidade de Passos - e sua esposa sempre reclamava, “fala que é saudade da zona rural”, mas Lupen nunca a obedecia. Quando o Lui pensou em usar esse nome para a banda, pensou na zona (intensidade de entrega ao divertir-se) que era os anos 80 em termos musicais, se reportando

CVRG - O que levou a banda tocar esse repertório? SDZ - Sempre recheadas de exageros musicais provenientes dos anos 80, as apresentações da banda tem o objetivo de reviver sentimentos nostálgicos daquela época e reavivar nossas lembranças de que como éramos felizes com coisas tão simples. Com um repertório exclusivamente nacional, as canções são representadas de forma que todos se envolvam em sucessos de Legião Urbana, Cazuza, Lulu Santos, Titãs, Paralamas do Sucesso, Ira!, Capital Inicial, Nenhum de Nós, Ovelha, Jane e Herondi, Sidney Magal, Xuxa, Sérgio Malandro, Turma do Balão Mágico, Trem da Alegria, enfim, tudo que tocava nos anos 80, além de músicas próprias de autoria da banda.


De 25 a 31 de maio

Variedades Horóscopo

Passatempo PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

A conjuntura define uma semana de evoluções muito favoráveis, tudo evolui de forma bem estruturada e sem oscilações ou penalizações. Deixe que tudo flua, a seu tempo.

TOURO

ESCORPIÃO

Tende a agir em sentido contrário ao seu interesse, não use a cabeça para laborar em fantasias ou construir inseguranças. Não corra grandes riscos.

Durante estes dias nota-se uma necessidade de afirmação pessoal, na maioria dos casos mal dirigida. Faça um esforço para não criar instabilidade à sua volta.

Prisão dos nazistas Chalaça, julgados em em relaNuremção aos textos de berg D. Pedro I (inglês)

Prática comercial anticoncorrência condenada pelo OMC "Vargas", em FGV

Rede de cordões vasculares (Anat.)

Letra do infinitivo Jogos de (?): são proibidos no Brasil desde 1941

Retratação

Monograma de "Bianca"

Acometem; assaltam Como navega Amyr Klink

Cidade natal de Beethoven

Inseto atraído por latas de lixo

Doença como a sífilis (sigla)

Cidade da maior festa popular da Bolívia A fruta da sidra

Tungstênio (símbolo) Responde ao ato

SAGITÁRIO

Será através do seu esforço pessoal e da luta pelas suas convicções que vai ultrapassar todos os obstáculos e dificuldades. Apresenta algumas fragilidades esta semana.

Sagitário terá uma conjuntura muito auspiciosa, sentirá neste período uma energia interior muito forte que permitirá conduzir os acontecimentos da melhor forma.

CÂNCER

CAPRICÓRNIO

Esta semana tudo tem de ser programado de forma bem definida, se não mesmo rígida. Tente a todo o custo evitar surpresas para si próprio.

Setor sentimental: Este plano tende a ser afetado pelo seu ritmo de vida, por acontecimentos da vida profissional e por uma necessidade de afirmação pessoal mal dirigida.

LEÃO

AQUÁRIO

Setor Sentimental: Não terá motivos para estar inseguro ou desconfiado, pelo contrário, a conjuntura é de grandes afinidades e deveras propícia ao crescimento afetivo.

Atravessa uma fase com obstáculos ao desenvolvimento harmonioso dos acontecimentos, nem a conjuntura nem a sua força anímica colhem boas influências.

Riviera (?), região turística do México Lutas; batalhas

PEIXES

Setor Sentimental: Possibilidade de nova união, embora possa haver uma certa “oposição” familiar. Este plano oferece uma dose de imprevistos no domínio conjugal.

A conjuntura define uma semana intensa em que todos os comportamentos estão marcados pela paixão. Podem surgir novos caminhos que lhe trarão grande entusiasmo.

O R O Fundação ligada ao Ministério da Cultura

Deus de Tebas Rugidos; bramidos

Monocultura do 2º Império (BR)

Psiu!

Neto de imigrantes japoneses Ave negra com brilho azulado Lista escrita em italiano, na trattoria

Saudação telefônica Krist Novoselic, cofundador e baixista do Nirvana

Arthur Fiedler, maestro dos EUA

Perto, em inglês (?) Ben, o mais famoso sino londrino

Repetição de mensagem, no Twitter

Passageiro; efêmero Bem (?): o mais usado nas relações comerciais é o dinheiro

BANCO

coquetel mobile Agora com os novos jogos

VIRGEM

Rezo

3/big. 4/near. 5/oruro — plexo. 7/spandau. 10/transiente. 11/ghost writer.

GÊMEOS

© Revistas COQUETEL 2013

Produto da abelha Carioca que foi a primeira mulher a montar um espetáculo do Cirque du Soleil

bomba e

Pirâmide

baixe agora

!

www.samsungapps.com

31

Solução F A V O R D A M Z A M A ÇÃ O R O S D C F E A U C U N A E A R R T N T E V E L

Semana agitada e tensa, a conjuntura é de desorientação provocada por tensões que enfraquecem a lucidez. Dará passos que não levarão para já a grandes concretizações.

www.coquetel.com.br

M O E S A G R L P H U A B O R N N S O D S T Y A W U R R O A E I M B A T S E O G R A N E N M B S E A N S I E F U N G I

LIBRA

D O E X B B O R M A H C C O A L K E T R

ÁRIES

Receitas

Bolinho de Carne Moída com ovo de codorna INGREDIENTES • 1/2 kg de carne magra moída • 1 pacote de sopa-creme de cebola • 3 fatias de pão de forma picado • 3 colheres (sopa) de leite • 1 ovo ligeiramente batido • Salsa a gosto • 20 ovinhos de codorna cozidos e descascados • Farinha de rosca para empanar • Óleo para fritar

MODO DE PREPARO • Em um recipiente, junte a carne moída, o creme de cebola, o pão umedecido no leite, o ovo e a salsa bem picada. • Misture bem até formar uma massa homogênea. • Divida a massa em vinte bolinhas. • Abra, coloque um ovinho, modele o bolinho e passe na farinha de rosca. • Aqueça o óleo e frite os bolinhos até dourarem. • Retire, escorra em papel toalha e sirva em seguida.


De 25 a 31 de maio

Saúde

Pneumonia

Dicas Importantes para o sucesso da amamentação! Taís Horta Vilela Passo 1 - O aleitamento Materno deve ser o único alimento até os 6 meses de vida. - O organismo da Criança não está preparado para receber outros leites. - Não é preciso dar chá, água, suco, outro leite ou qualquer outro alimento além do leite materno até os 6 meses de vida. - Se a mãe não tiver leite procurar orientação com nutricionista. Passo 2 - A partir dos 6 meses, de forma lenta e gradual, outros alimentos, mas é importante manter o leite materno até os 2 anos de idade ou mais. - Com a alimentação complementar a criança precisa receber água.

A pneumonia se caracteriza como sendo uma inflamação dos alvéolos pulmonares, com ou sem infecção. Vírus, fungos, protozoários e bactérias são capazes de provocá-la, sendo mais comuns as pneumonias causadas por pneumococos. Afeta pessoas de todas as idades, desde que estejam com baixa imunidade: é por tal motivo que é comum ouvirmos casos de pessoas que desenvolveram a pneumonia a partir de uma gripe. Esta doença pode se instalar quando há a inalação, ingestão de bactérias que se proliferaram na boca, ou condução de patógenos de outras infecções, via corrente sanguínea. No primeiro caso, gotículas de saliva e secreções contaminadas propiciam o contágio. Tosse com secreção, dores torácicas, febre alta, calafrios, dores de ouvido e respiração curta e ofegante são alguns de seus sintomas. Em idosos, pode haver confusão mental. Não sendo tratada, acúmulo de líquidos nos pulmões e ulcerações nos brônquios podem surgir. Para diagnóstico, ausculta dos pulmões e radiografias do tórax são essenciais. Exames de sangue e de catarro podem ser solicitados, a fim de identificar o agente causador da doença e se buscar o tratamento mais adequado. Geralmente, antibióticos são receitados e, em alguns casos – como os de pacientes idosos, manifestação de febre alta e alterações clínicas – é necessária a internação. Uma dieta apropriada e o isolamento do indivíduo doente são medidas igualmente importantes: o primeiro visando à recuperação do sistema imune da pessoa comprometida; e o segundo a fim de evitar o contágio. Ficar em repouso é necessário. Gripes que duram mais de uma semana e febre persistente devem ser motivo de atenção. Não fumar nem beber exageradamente, alimentar-se bem, ter bons hábitos de higiene, sempre fazer a manutenção dos arescondicionados e evitar a exposição a mudanças bruscas de temperatura são medidas preventivas. Vale lembrar que, para pneumonia, há vacina (a mesma indicada para meningite); e que esta e a vacina contra o vírus influenza são necessárias em caso de idosos, soropositivos, asplênicos, alcoólicos e demais pessoas com sistema imune debilitado.

Passo 3 - A partir dos 6 meses ofereça, de forma lenta tubérculos (batata, mandioca), carnes, frutas e legumes 3 vezes ao dia, se estiver amamentando ou 5 vezes ao dia se estiver desmamada; - Introduzir o suco de fruta natural no copo, no intervalo de mamadas; - Introduzir fruta amassada na colher, que substitui uma mamada; - Assim que a criança se adaptar aos alimentos mais sólidos e ao uso da colher, iniciar a primeira refeição de sal. Oferecer num horário próximo ao horário de refeição da família.

- É importante distinguir a fome da criança de outras necessidades como frio, calor, fraldas molhadas e sujas. Passo 5 - A alimentação deve ser oferecida com a colher. - No início os alimentos devem ser pastosos, como papas, purês, cereais e frutas. - A partir dos 8 meses, ela já pode comer o mesmo que a família, desde que os alimentos sejam amassados, desfiados, picados ou cortados em pedaços bem pequenos. Passo 6 - Evite café, açúcar, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas nos primeiros anos de vida. - O açúcar só deve ser usado com 1 ano de idade. - O sal deve ser usado com moderação. Passo 7 - Cuide da higiene ao manusear e preparar os alimentos para a criança, lavando bem as mãos e os alimentos; - Garanta o armazenamento e conservação dos alimentos; - Tudo deve ser preparado pouco antes do consumo; - Não ofereça restos de uma refeição, mesmo que seja uma refeição rejeitada pela própria criança.

Passo 8 Passo 4 - Ofereça variedade de frutas , - A alimentação deve ser oferecida com rigidez de horário respeitando a verduras, utilizando alimentos da época e da região. vontade da criança. Compre o livro feito pelas nutricionistas Taís horta Vilela e Zeneide Santos Av: Arouca 660 sala 715 Tel: 3521-0401


De 25 a 31 de maio

Correio Literário

Meu melhor amigo se foi, mas continua comigo *Ulisses Tavares

Nesta noite de domingo ele dorme, como sempre, aqui no meio da sala. Só que, desta vez, não irá acordar nunca mais. Meu melhor amigo, o Ferinha Mel, morreu da maneira que viveu: como um anjinho. Olhando seu corpo peludo, sua carinha de criança cheia de cabelinhos brancos, meu coração encolhido, angustiado, exausto pelas tentativas de hoje à tarde, no mercenário hospital veterinário, de espetar e entupir seu combalido ser de remédios e soros, penso que atendi ao seu último desejo, no último olhar que me dirigiu. Em nossa comunicação visceral, entendi o que me disse: Pai, me tira desse lugar, quero partir lá onde aprendi a ser feliz. desde filhotinho. A nossa casa. Ferinha Mel nunca teve uma casinha de cachorro, teve é uma casa inteira para o cachorro. Tanto que, agora há pouco. a veterinária insistiu em levá-lo de volta ao hospital e eu, em nome dele, recusei. Nem daria tempo: seu coraçãozinho parou de repente, cercado de pessoas que o conheciam e o amavam. Vai ficar o profundo vazio de sua presença física, sei, claro. Meu grudinho. Meu pançudinho. Meu encrenquinha. Meu melhor amigo. Meu filho. Meu amor. Neste velório íntimo e dolorido, em que minha alma escorre em lágrimas, continuo sabendo o que

ele quer. Que eu me lembre que ele só veio parar em meus braços para me alegrar, repartir, consolar, se doar e agradecer as zilhões de pequenas coisas que compartilhamos. Foi ele quem me estimulava a defender os animais, todos. Foi ele quem me mostrou que não há dia ruim que não melhore diante de uma boa lambida. Foi ele quem me ensinou a abanar mais o rabinho e rosnar menos. No céu dos cachorrinhos, continuará a fazer isso. E na terra fico eu com seu legado, sua herança abençoada, sua sabedoria de carpe diem. Ferinha Mel apenas finge que morreu, o sapequinha. O safadinho sabe muito bem que continua aqui, para o resto de minha vida. Uma vida que, confesso, me parece no momento bem triste. Mas não é o que ele me deseja. Por isso, prometo: quando ficar vendo o mundo cinzento demais, chamarei por ele e suas vívidas lembranças. Não há adeus, portanto, apenas a humana dor da perda. Ferinha Mel, tenho apenas tudo a agradecer. Ulisses Tavares tem agora vivo dentro do peito o Ferinha Mel a lhe consolar, ensinar. Como sempre foi e será.

Ulisses Tavares é poeta, escritor, dramaturgo e humorista. Tem mais de 112 livros publicados, em todos os gêneros. Ativo defensor dos animais e budista. (Foto: Thiago Liberatore) www.ulissestavares.com.br

5ª Conferência Nacional das cidades discute necessidades e políticas urbanas de Passos Acontece no dia 28 de maio de 2013, na sede da AMEG, rua Benedita da Silveira Maia, 144, Jardim Pinheiros, próximo ao Fórum de Passos, A Etapa Preparatória Municipal Coletiva para a 5ª Conferência Nacional das Cidades.

O tema do evento será: “Quem muda a cidade somos nós: Reforma Urbana já”. Serão discutidos na reunião, vários temas de grande relevância para a população entre eles, as necessidades e políticas urbanas da cidade de Passos.

Programação: 8h: Credenciamento 8h30: Abertura: Rêmolo Aloise – Presidente da AMEG e prefeito de São Sebastião do Paraíso.

Programação Municipal: 13h30: Aprovação do Regimento Interno da Etapa Preparatória Municipal Coletiva para a 5ª Conferência Nacional das Cidades do Município de Passos. - Trabalho em grupos e discussão dos Eixos Temáticos: Eixo 1: Responsabilidades e possibilidades de pactuação entre entes federados (União. Estados e Municípios) no Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano (SNDU); Eixo 2: Aspectos financeiros para o Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano (SNDU) fontes, distribuição e aplicações; Eixo 3: Participação e Controle Social no Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano (SNDU); Eixo 4: Política de Desenvolvimento Urbano: diretrizes para a integração das políticas de habitação, saneamento ambiental, mobilidade urbana, planejamento urbano e promoção da função social da propriedade. 16h: Apresentação e Seleção das Propostas 16h30: Eleição dos delegados para Etapa Estadual 17h: Encerramento

Palestras: -“A necessidade da Reforma Urbana no Brasil” Mauro ferreira – Arquiteto, Professor da Unesp, Doutor em Arquitetura e Urbanismo; - Projeto Grande Minas: Aspectos ligados ao crescimento urbano nos municípios da Microrregião do Médio Rio Grande”. Eduardo Goulart Collares – Geólogo Professor e Pesquisador da FESP, Diretor do Núcleo de Pósgraduaç��o, Pesquisa e Extensão da FESP. - “Política Habitacional de Desenvolvimento Urbano: Programa Minha Casa, Minha Vida, moradias dignas”. Constantino Dias Neto – Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal do Centro-Oeste de Minas. 12h: parte.

Encerramento

da

primeira


De 25 a 31 de maio

Esporte Abdala Júnior, especial para o Correio do Vale do Rio Grande

Lutadores passenses treinam em São Paulo Nos dias 13 e 14 de maio os professores do centro de treinamento Brasil Combate, Flávio Henrique Reis e Nilson Moreira Junior, junto com seus alunos faixas preta de Jiu-Jítsu, participaram de um super treinamento na academia Alliance na cidade de São Paulo. O treino foi

supervisionado pelo professor Fábio Gurgel, do programa global “The Ultimate Fighter Brasil, em busca de campeões”. O encontro contou com vários campeões mundiais, pan-americanos e europeus. Segundo Flávio “foram dias muito duros de treinamentos,

mas que deram uma melhor base para continuar com os trabalhos dos alunos da nossa equipe que estão em preparação final para lutar no Extreme Fight 2013”. Este evento de MMA será sediado em Passos no dia 14 de setembro pela terceira vez.

Campeonatos da Prefeitura têm rodada durante a semana Nesta semana a bola rola para a segunda rodada do Campeonato Várzeano da Prefeitura de Passos. Todos os jogos serão realizados no Estádio Virgílio Vasconcelos. Domingo, 26 de maio 08h45 Ch B – Cascavel x Ajax 10h30 Ch B – Boca Junior X Vitória 13h45 Ch C – Real Primavera X Botafogo 15h30 Ch C – Audax X Mundial Terça-feira, 28 de maio 18h30 – CH A – Portuguesa X Cruzadinha 20h15. – Ch A – Desportiva X São Rosário Quarta-Feira, 29 de Maio 18h30. – Ch D – JR. Veículos X Vila Real 20h15. – Ch D – Jg Garçons X Vila Brasil O Campeonato Municipal começa no domingo, 26, e também se estende por toda a semana. Confira os jogos: Domingo, 26 de maio Estádio Geraldo Starling Soares 08h45 – Ch A – Vila Nova X Roma 10h30 – Ch A – União X Flamengo Campo do Horto Florestal 08h45 – Ch E – Penha II X Ipiranga 10h30 – Ch E – São Caetano X Primavera Terça – feira, 28 de maio Estádio Geraldo Starling Soares 18h45. – Ch B – Belo Horizonte X 1º Abril 20h30 – Ch B – Fluminense X Santa Cruz Quarta – feira, 29 de maio Estádio Abrão Caram 18h45 – Ch D – Passos Carnes X Caram 20h30 – Ch D – Tiradentes X Palmeirinha Estádio Geraldo Starling Soares 18h45 – Ch C – Leal Gesso X Palestra 20h30 – Ch C – CPN X Olímpia

CONTRATA-SE Empresa seleciona contatos publicitários, para área de vendas externas, ambos os sexos. Interessados mandar curriculum para o email: correiodovaledoriogrande@gmail.com ou ligar para: (35) 3522-4138

Lutadores passenses treinando em São Paulo

Jogos de volta das semifinais da Taça Passos acontecem domingo Os jogos de volta das semifinais da Taça Passos de futebol promovida pela Liga Passense de Desportos acontecem no próximo domingo, 26. As partidas no Estádio Starling Soares começam as 13h30 com o jogo entre Caram e Santa Cruz, no jogo de ida houve empate em 0 a 0, quem vencer se classifica para a final. A segunda partida tem início as 15h30 entre Palmeirinha

e Palestra, o primeiro jogo o Palestra venceu por 1 a 0 e pode até empatar para se classificar. A Rádio Passos AM, 1.230 KHZ, e na internet, www.radiopassos.com.br, transmite o segundo confronto a partir das 15h00, com José Carlos Kallas na narração, reportagens de Nacle Aoun e Abdala Junior, comentários de Ney Souza e plantão de Alessandro Brito.


CORREIO DO VALE DO RIO GRANDE