Issuu on Google+

Abril - 2014

08 Programa de aprendizagem: porta de entrada para o mercado de trabalho

PÁG. 6

Streamline é destaque na Fenatran com novo conceito em rentabilidade.

PÁG. 3

Itaipu é eleita a melhor concessionária no ranking Middle Market.

PÁG. 9


sumário

03

Estamos aqui

04

Negócio

05

Programas

06

Capa

09

Ranking

10

Talentos

11

Pela estrada

14

Empresa

Scania lança Streamline na Fenatran 2013

Primeira Casa de Peças do Amapá é promessa de novos negócios na região

Família Scania leva consorciados para Cancún, Nova Iorque e Hannover

Programa de aprendizagem contribui para inserção de jovens no mercado de trabalho

Itaipu lidera ranking de concessionárias da revista IstoÉ Dinheiro

Colaboradores que são verdadeiros talentos dentro e fora da empresa

Um giro pelas ações e eventos realizados pelas Casas Scania

Novos vídeos institucionais contam com a participação de colaboradores

15 Passatempos

editorial

Relembrar o passado para planejar o futuro Na primeira revista Via Dupla do ano, como requer todo bom início, nada melhor do que fazer um balanço do que já foi realizado e traçar diretrizes para o futuro. Trabalhamos bastante em 2013, e o resultado foi muito satisfatório. Na Itaipu, aplicamos R$ 7 milhões na construção da nova filial, em Montes Claros-MG, com inauguração prevista para abril, adquirimos dois caminhões e um ônibus para simulação dinâmica, investimos em qualificação e treinamento de pessoal técnico, comercial e administrativo. Também melhoramos nossa participação nas vendas a frotistas, sem descuidar do relacionamento com os clientes de varejo. Comercializamos 38 chassis para ônibus articulados que operarão no BRT de Belo Horizonte-MG. No pós-vendas, intensificamos a comercialização de contratos de manutenção e o atendimento dos clientes in loco. Como consequência dessas ações, atingimos, em nossa área de atuação, 31,6% de participação no mercado de caminhões rodoviários pesados, 43,4% no de caminhões pesados para aplicações severas e 32% no de ônibus rodoviários. O resultado pôde ser comprovado no ranking divulgado pela publicação IstoÉ Dinheiro, que elegeu a Itaipu como a melhor concessionária de veículos do país. Outra satisfação em 2013 foi comemorar os 40 anos de atuação da Itaipu e da Quinta Roda. Também lançamos no mercado um novo conceito em caminhões que alia segurança, conforto e rentabilidade: os modelos Streamline, apresentados em eventos importantes do setor, como o Salão Internacional do Transporte (Fenatran). Agora, nosso olhar se volta para o horizonte. Em 2014, esperamos que os resultados se repitam e temos trabalhado para isso. No que depender do comprometimento das equipes que compõem as Casas, estou certo de que já podemos comemorar grandes conquistas. Boa leitura! Atenciosamente, Eugênio Ricardo Araújo Costa Diretor da Itaipu

Diversão garantida com caça-palavras e anagrama

Informativo Interno do Grupo Lemos de Moraes Coordenadora interna: Fernanda Martins – fernanda.martins@itaipumg.com.br Colaboração: Larissa Pontes, Lorena Machado, Thaís Roque, Graziele Lopes, Gabriel Silva, Renata Gonçalves e Michelle Borges. Produção: Prefácio Comunicação - Redação: Joyce Souza - Edição: Adriana do Carmo Diagramação: Angelo Campos - Jornalista responsável: Ana Luiza Purri (5523/MG) Fotos: Arquivo Equipo, Itaipu, Itaipu Norte, Quinta Roda, Scania e Rapidão Fortaleza. Impressão: Gráfica Edit. Del Rey Ind. Comércio Ltda. - Tiragem: 1.250 exemplares

2

Via Dupla


Estamos aqui

Streamline foi atração na Fenatran Scania apresentou novo conceito em rentabilidade tros veículos nos próximos dois anos: “Até o final de 2014, pretendo adquirir mais oito ou dez caminhões e, na Fenatran 2015, tenho a intenção de comprar 30 unidades do Streamline para renovar a minha frota”. Cliente da Casa Itaipu Norte, a Rapidão Fortaleza é presença garantida no evento, como explica o empresário: “Participamos de várias edições da feira. Aqui, temos a oportunidade de conhecer uma infinidade de coisas que podem agregar ao nosso negócio e que nem imaginávamos existir”.

Quem esteve no 19º Salão Internacional do Transporte (Fenatran) pôde conferir o que há de mais moderno em tecnologia para o setor. A cada dois anos, as principais indústrias de veículos pesados e motores se reúnem em um só lugar para mostrar ao mercado produtos que agregam mais segurança, desempenho e conforto. Na edição de 2013, que aconteceu entre os dias 28 de outubro e 1º de novembro, a Scania apresentou um novo conceito em rentabilidade máxima para o cliente, consolidado nos modelos Streamline.

Os caminhões adquiridos pela Rapidão Fortaleza favorecem a entrega de carga fracionada aos seus mais de 4 mil clientes

O estande, de dois mil metros quadrados, foi dividido em oito espaços personalizados, proporcionando maior interação com os visitantes. Eles puderam ver de perto, por exemplo, o novo R620 8x4, com capacidade máxima de tração de 250 toneladas, e o novo P310 6x4, com redutor nos cubos – um dos modelos mais vendidos da Linha Off Road 2013. Ao todo, a Scania expôs 12 veículos com especificidades variadas - da linha de semipesados aos modelos fora de estrada,

Caminhão Streamline R620 6x4 Highline (modelo conceito) 620 cv de potência Torque de 3.000 Nm

além de três motores, um deles movido a etanol. O espaço foi decorado com cores que faziam referência aos produtos de maior destaque nas quase seis décadas da Scania no Brasil, e oito dos doze caminhões ganharam pinturas especiais. A Rapidão Fortaleza, do Grupo Itaqua, adquiriu seis unidades do R400 6x2 e foi a primeira transportadora a efetivar a compra na Fenatran. O proprietário, Vitor Pires, anunciou, ainda, projetos de compra de dezenas de ou-

Streamline R440 6x2 440 cv de potência Torque de 2.300 Nm 1000 rpm

Marcos Vinícius de Oliveira, gerente operacional da Tora Logística, cliente da Itaipu, também esteve no estande da Scania e expressou opinião similar à de Vitor Pires. “Na Fenatran, adquirimos novos conhecimentos e aprendemos formas de inseri-los no dia a dia da empresa. Apesar de não utilizarmos na Tora tudo o que vimos na feira, como o caminhão Off Road de 800 toneladas da Scania, nos informamos sobre as novidades e repassamos para os nossos motoristas. É importante que eles saibam o que está acontecendo fora dos limites da empresa”, afirma Oliveira.

Streamline R Highline 480 6x4 480 cv de potência Torque de 2.400 Nm 1000 rpm

Streamline G400 6x2 400 cv de potência Distância padrão entre-eixos de 3.500 mm

Equipado com as melhores tecnologias Scania: Assentos V8 de couro, rádio com GPS, climatizador, novo computador de bordo, geladeira, luzes de LED, novo farol de xenônio, freios eletrônicos EBS, Programa Eletrônico de Estabilidade (ESP), piloto automático Ecocruise, para-choque rebaixado, cafeteira, bateria dupla e as tecnologias AICC e LDW, “ainda não disponíveis pela Scania no Brasil”; AICC (Controle de Cruzeiro Adaptável) – permite que o motorista programe uma velocidade de cruzeiro que se adapte às situações da via; LDW (Lane Departure Warning) – item de segurança que alerta o condutor, por meio de aviso sonoro na cabine, quando ele muda de pista sem sinalizar com seta.

Abril - 2014

3


Negócio

Amapá já tem filial da Itaipu Norte Com o objetivo de estreitar o relacionamento com os clientes da região e oferecer serviços cada vez melhores, a Itaipu Norte abriu a primeira filial no Estado do Amapá, na capital, Macapá. A unidade foi inaugurada em março de 2013 e entrou em funcionamento no dia 1º de agosto do mesmo ano. A nova filial passa a fazer o atendimento dos clientes no Estado, antes atendidos pela matriz da Itaipu Norte localizada no município de Marituba, no Estado do Pará. O investimento ainda tem como finalidade absorver uma maior fatia do mercado, que concentra segmentos de

Excelência no atendimento •A filial já conta com o padrão DOS 4, uma versão atualizada da norma de padronização da Scania (DOS), que descreve, dentre outras coisas, as diretrizes, os procedimentos e as regras de atendimento aos clientes. Com sua implantação, todas as Casas Scania adotam o mesmo processo de atendimento, dentro do mais alto padrão de qualidade. Por meio do DOS 4, são identificadas possíveis diver-

4

Via Dupla

grande potencial para a comercialização dos produtos e serviços oferecidos pela Itaipu Norte. •Com a nova unidade, a Itaipu Norte pretende estreitar ainda mais as relações comerciais estabelecidas pela empresa nos segmentos de mineração, construção civil, transportes rodoviários, urbanos e marítimos, que compõem o mercado do setor no Amapá e já faziam parte dos nichos de trabalho da Scania. As possibilidades de novos negócios contribuem para fortalecer a marca Scania e a bandeira Itaipu Norte.

gências operacionais capazes de prejudicar o relacionamento com o cliente, prioridade na cadeia de processos. •Para garantir esse padrão de qualidade, o sistema se propõe a atender alguns objetivos: • facilitar o acesso do público à empresa e obter uma boa imagem no mercado; • contribuir para um bom clima organizacional; • incentivar a parceria saudável nos negócios e trabalhar sempre de forma consultiva; • cumprir prazos de entrega;

• executar qualquer serviço nos veículos Scania; • manter profissionais qualificados, aptos para o serviço; • priorizar o negócio do cliente; • garantir a disponibilidade de peças; • fornecer assistência técnica 24 horas e nos 365 dias do ano; • investir em melhorias contínuas; • contribuir com o meio ambiente e o bem-estar dos colaboradores; • seguir as diretrizes da Scania sobre responsabilidade corporativa e ética empresarial.


Programas

Próximas paradas: Nova Iorque e Hannover Conhecida pelas longas praias paradisíacas, de areia fina e águas azuis, a cidade mexicana de Cancún atrai um número cada vez maior de visitantes. Pensando nos atrativos que o local oferece, não é difícil entender por que a cidade, construída há apenas 42 anos, foi escolhida como o destino do programa Família Scania dos dois semestres de 2014. Os próximos destinos já estão definidos, e as vagas são limitadas. Para o segundo semestre, além de Cancún, os consorciados terão a oportunidade de escolher entre a cosmopolita Nova Iorque, nos Estados Unidos, e a cidade alemã de Hannover, conhecida por sediar megafeiras e eventos grandiosos.

Para participar, é necessário adquirir uma nova cota de consórcio com o crédito de acordo com definições da empresa. Estão aptos a viajar o titular da cota de consórcio, no caso de pessoa física, ou sócio da empresa, no caso de pessoa jurídica, além do acompanhante, se for o caso. O titular da cota poderá indicar outro participante para usufruir a viagem, por meio de Instrumento Particular de Cessão de Direitos, assinado e com firma reconhecida, remetido à Scania Administradora de Consórcios no prazo de 50 (cinquenta) dias anteriores à viagem. *Consulte o departamento de vendas e informe-se sobre o crédito mínimo necessário para cada viagem.

New York, New York A “cidade que nunca dorme” é a mais populosa dos EUA, tem a maior variedade de restaurantes do mundo, alguns dos museus mais importantes e uma vida noturna efervescente. New York CityPass -  é um passe que dá acesso a seis das principais atrações turísticas de NY a um preço (teoricamente) mais acessível e que permite evitar as filas dessas atrações. Imposto - Diferentemente do que ocorre no Brasil, nos Estados Unidos o preço final que se paga por um produto ou serviço não é o da etiqueta. Em Nova Iorque, a alíquota é de 8,75%.  Tip - De uma maneira geral, todos os prestadores de serviço esperam receber uma gorjeta após atendê-los. Não dar gorjeta é visto como falta de educação. MetroCard - Este cartão permite utilizar todo o sistema de transporte público (incluindo metrô, ônibus e bondinho) ilimitadas vezes ao dia e pode ser uma ótima forma de economia. Dois tipos de cartão são comercializados: um válido por sete dias e outro válido por 30 dias. Fonte: viagemparanovayork.com.br

Conheça Hannover Assim como muitas outras cidades europeias, Hannover foi reconstruída após a Segunda Guerra Mundial. O local é um dos maiores centros de realização de eventos do mundo, mas também oferece diversas atrações interessantes para quem vai apenas a passeio. • Em algumas ruas de Marktplatz, parte antiga da cidade, só é permitida a passagem de pedestres. Nela estão as construções do

século XV e a Marktkirche St. Georg und St. Jacobus (igreja de São Jorge e São Jacó), que ficou em ruínas depois de bombardeios no fim da Segunda Guerra. • Na rua Goseriede, o visitante precisa tomar cuidado para não pisar em um túmulo qualquer de um cemitério abandonado que fica bem no centro da cidade. Em meio ao movimento de carros e pessoas, as ruínas

de uma antiga igreja e as lápides dos túmulos se destacam. • O Neues Rathaus (Prefeitura de Hannover) é uma das construções mais belas da Europa. A vista é ainda mais bonita nos fundos da prefeitura, onde há um lago e um grandioso parque. Fonte: ecoviagem.uol.com.br/blogs

Abril - 2014

5


Capa

Formação para o mercado Programa de aprendizagem oferece a jovens a oportunidade de contratação nas Casas Scania

Conseguir o primeiro emprego nem sempre é fácil, sobretudo levando-se em conta que muitas empresas exigem experiência e, em determinados casos, referências. Para facilitar o ingresso no mercado de trabalho, jovens e adolescentes têm recorrido a alternativas que os aproxime de seus futuros empregadores. Uma delas é o programa de aprendizagem, que prevê a execução

6

Via Dupla

de atividades teóricas e práticas para a capacitação técnico-profissional. A iniciativa é amparada pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), norma que rege as relações trabalhistas e que prevê a contratação de aprendizes por estabelecimentos com mais de sete empregados, de acordo com o percentual exigido no artigo 429 da mesma lei.

Os aprendizes participam de dois processos seletivos, uma espécie de triagem na instituição de ensino profissionalizante e uma entrevista na própria empresa recrutadora. A analista de Recursos Humanos da Itaipu Norte, Alessandra Bonifácio, explica que vários fatores são considerados durante o processo de seleção. “O candidato deve demonstrar interesse, empenho


CAPA

e dedicação para realizar as atividades propostas, além de iniciativa, boa comunicação e postura adequada. Ao selecionar nossos aprendizes, buscamos identificar aqueles que se destacam pela vontade de ingressar no mercado de trabalho e, principalmente, pela visão de futuro que demonstram ter”, destaca. Nas Casas, os setores de contabilidade, oficina de mineração, oficina CRC – Centro de Recuperação de Componentes –, almoxarifado e administração de pessoal são os que mais demandam a seleção de aprendizes.

Casos de sucesso Durante o programa, os aprendizes têm a oportunidade de vivenciar os conceitos aprendidos em sala de aula e de se desenvolverem, podendo, até mesmo, ser contratados pela empresa. Prova disso é Paulo Henrique de Oliveira, que teve sua primeira experiência profissional como aprendiz, no setor de informática da Itaipu, e após dois anos recebeu o convite para fazer parte do quadro de funcionários efetivos da empresa. “Fiquei muito feliz com a oportunidade. Aqui eu aprendi quase tudo o que sei sobre suporte técnico”.

Jaqueline da Fonseca entrou na Itaipu Norte como aprendiz e hoje é assistente de crédito e cobrança

Jaqueline da Fonseca, da Itaipu Norte, entrou como aprendiz no setor pessoal, foi contratada como recepcionista e, seis meses depois, foi promovida a assistente de crédito e cobrança. “Se não fosse pelo programa, provavelmente eu não conseguiria iniciar carreira em uma empresa do mesmo porte, nem mudar de cargo tão rápido”, ressalta. Já Poana Barboza, aprendiz no setor de vendas da Equipo há cerca de um ano, participa do seu segundo programa de aprendizagem e conta que, no momento, seu objetivo é adquirir conhecimento. “Eu entrei no programa quase com a idade-limite, que é de 24 anos, e, apesar de várias pessoas me criticarem por não ter um trabalho com carteira assinada, eu acredito que fiz a escolha certa. Tenho a oportunidade de trabalhar, mesmo que como aprendiz, em uma empresa grande, de referência. Estou aprendendo muito”. De acordo com a assistente de RH da Itaipu, Larissa Moreira, as vagas são dispo-

Aprendiz na Equipo, Poana Barboza espera ser efetivada

Abril - 2014

7


Capa

nibilizadas conforme solicitação do Ministério do Trabalho, que estipula a cota de aprendizes a ser cumprida. “Quando o contrato está se encerrando e o jovem já completou 18 anos, ele pode ser efetivado na mesma área que realizou a aprendizagem ou participar de um processo seletivo para outra vaga. Isso varia de acordo com as vagas disponíveis em cada época”, explica. Daniele Braga, por exemplo, foi efetivada como recepcionista logo que o contrato de aprendiz finalizou-se. “Fiquei bastante motivada quando recebi a proposta, afinal são muitos aprendizes que passam pela empresa. É muito satisfatório fazer parte do quadro de funcionários da filial da Quinta Roda em Araçatuba”, diz. Paulo dos Santos, da Itaipu Norte, também recebeu o convite para fazer parte da equipe após o término de seu período de aprendizagem. A efetivação não poderia ter acontecido em melhor momento. “Eu era aprendiz de almoxarifado e, quando encerrou meu contrato, fiquei triste por não ter continuado na empresa. Um ano depois, me ligaram perguntando se eu gostaria de participar do processo seletivo para a vaga de auxiliar de almoxarifado. Nem acreditei! Minha esposa estava grávida, e eu precisava daquele emprego”.

Para Paulo dos Santos, o convite de trabalho na Itaipu Norte chegou na hora certa

8

Via Dupla

Paulo Henrique é técnico de suporte júnior na Itaipu

Daniele Braga recepciona os clientes da Quinta Roda


Ranking

Itaipu fica em 1º no ranking da IstoÉ Dinheiro O ano de 2013 terminou de uma forma especial para a equipe da Itaipu, comprovando que as previsões de crescimento para o setor, apontadas pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), estavam corretas. Como resultado do trabalho realizado, a Itaipu alcançou o 1º lugar no ranking setorial de “As Melhores do Middle Market”, primeira pesquisa realizada pela revista IstoÉ Dinheiro, que destaca as melhores companhias de médio porte na indústria, comércio e serviços. Para eleger as empresas com o melhor desempenho financeiro em 29 setores da economia, foram selecionadas 1.200 companhias, com base em demonstrações de resultado e indicadores como taxa de crescimento e geração de caixa e lucro. A Itaipu, uma das maiores revendedoras de caminhões Scania do país, liderou a lista do setor Concessionárias, com 402,5 pontos. Segundo o diretor da Itaipu, Eugênio Costa, a principal razão para a conquista do primeiro lugar é a constante atenção às demandas dos clientes, por meio da oferta de produtos e serviços que agregam valor ao negócio dos transportadores. “Para cada cliente, ajustamos

nossa oferta de maneira a melhor atendê-lo, tomando todas as providências necessárias, como alocação de pessoal no local da operação, disponibilização de almoxarifado e treinamento operacional”, explica. Além da venda de produtos específicos para as atividades dos clientes, a Itaipu identifica oportunidades de serviços de pós-venda, como a oferta de peças e componentes, assistência técnica e operacional. O objetivo é possibilitar ao cliente um menor custo operacional do equipamento e garantir sua maior disponibilidade para o trabalho. Eugênio Costa destaca, ainda, que a Itaipu pretende manter a colocação nos próximos rankings da revista, aprimorando os serviços oferecidos, investindo em estrutura física e, principalmente, em formação e desenvolvimento da equipe, considerada a mola-mestra do sucesso alcançado. “Esse posicionamento indica que estamos no caminho certo, mas temos que monitorar diariamente as demandas dos clientes e a forma como estamos servindo. Adotar as correções necessárias o mais rápido possível é essencial para que não haja quebra na continuidade do negócio do cliente, nossa força motriz”, finaliza.

AS MELHORES Empresas Pontos 1

Itaipu (Scania)

402,5

2 375,0 3 340,0 4 330,5 5 322,5

Modelos vendidos pela itaipu em 2013

chassis para Ônibus K400 6X2

Off Road G440 8X4

Rodoviário R440 6X2

Abril - 2014

9


Talentos

Douglas Pinto Pereira

Batuque santo

Talento no DNA

Durante a semana, Douglas Pinto Pereira trabalha no setor de Funilaria de uma empresa terceirizada da Quinta Roda, em Araçatuba/SP, mas, fora do horário de expediente, ele faz apresentações musicais em festas de casamento, shows e igrejas. Há cinco anos, o colaborador integra o grupo de pagode gospel Nova Esperança, como vocalista e percussionista.

Quem nunca ouviu falar que “filho de peixe, peixinho é”? A expressão já caiu no senso comum mas se aplica muito bem para descrever a relação de Marley Alves Neves com a música. O auxiliar de almoxarifado da Itaipu, que durante a semana trabalha na organização do estoque, divide seus momentos de folga entre os pratos e baquetas da bateria e as cordas do violão e do contrabaixo.

Apesar de ter começado a trabalhar muito jovem, Douglas conta que sempre se dedicou à música e conseguiu conciliar as duas atividades. “Ganhei meu primeiro cavaco aos 12 anos de um tio que fazia parte de escolas de samba de São Paulo. Na mesma época comecei a ajudar no negócio da família, mas não deixei de praticar música. Meu tio me deu muito incentivo.” Em 2012 o grupo lançou o primeiro CD, intitulado Você Verá.

Por influência do pai, ele começou a aprender a tocar aos nove anos. “Tentei aprender a tirar um som do violão por insistência do meu pai, que, além do violão, também toca cavaquinho e banjo. No entanto, me interessei mesmo pela bateria e resolvi deixar o violão de lado”, recorda.

Um verdadeiro pé de valsa Amadeu Nazaré da Costa

Marley Alves Neves

Oficial de manutenção predial, Amadeu Nazaré da Costa é responsável pela conservação das instalações internas da Itaipu Norte. Há cerca de três anos na empresa, Amadeu é conhecido por alegrar as festas e garante que, quando está presente, não deixa ninguém ficar parado. Com passos que acompanham os ritmos do merengue e do arrocha, ele agita os eventos com suas danças. E a desenvoltura não é resultado de sucessivas aulas de dança, mas sim da experiência adquirida na prática. “Adoro dançar desde criança, mas aula mesmo eu fiz apenas durante uns dois meses. Aprendi os passos nos bailes da vida, nas festas de família e conheci muitas pessoas”, relembra. Além da dança, Amadeu tem outro talento: desde os oito anos, toca violão e aprendeu a manejar o instrumento sem muita ajuda. “Via as pessoas tocando e achava muito bonito, então comecei a praticar sozinho”, conta, acrescentando que as habilidades são de família. “Somos três irmãos, de um total de 11, que tocam e dançam. Nas festas, tem até votação para saber quem dança melhor. O mais bem avaliado ganha um brinde. Eu mesmo já ganhei muita coisa”.

Celso Vinícius Carneiro Gonçalves

10

Via Dupla

Com a ajuda de um amigo, Marley aprendeu a tocar bateria na igreja e, ali mesmo, no grupo de louvor, também desenvolveu suas habilidades com o contrabaixo. E, apesar de ter evitado o contato com o violão, precisou fazer as pazes com o instrumento. O resultado não poderia ter sido melhor: Marley não somente aprendeu a tocar, como o violão é, hoje, o instrumento de que mais gosta.

Ao som da viola Uma sanfona tocada ao pé do fogão à lenha na cozinha de uma casa simples em uma cidadezinha do interior de Minas Gerais. Diante desse cenário, Celso Vinícius Carneiro Gonçalves, recepcionista técnico da Equipo, passou a infância e se interessou pela viola caipira, que já toca há 12 anos. Para ele, o instrumento está associado à vida tranquila no sítio do avô, às canções ouvidas no radinho de pilha e às comidas típicas da roça. “Meu avô foi minha grande inspiração. Ele tocava sanfona e me fez conhecer grandes ídolos e pioneiros da tradição caipira, como Tião Carreiro e Pardinho, Liu e Léo, Tonico e Tinoco, além de violeiros da região, que tocavam músicas de raízes sertanejas, como catiras, modas faladas e folias de reis”, recorda. Segundo ele, até hoje, quando a família se reúne, não dá para ficar parado. E são os violeiros os responsáveis por fazer do encontro uma verdadeira festa. Para Celso, a música caipira é uma arte; uma espécie de poesia. Mas, apesar da paixão pela viola, ele não pretende se profissionalizar. Tocar, sim, mas só por lazer, garante ele.


Pela estrada

Tempo de celebrar Como já é costume nas Casas Scania, o fim de 2013 e a chegada de um novo ano foram comemorados com festas de confraternização. Nos meses de dezembro e janeiro, os colaboradores da Equipo, Itaipu, Itaipu Norte e Quinta Roda tiveram a oportunidade de celebrar as vitórias alcançadas ao longo do ano de trabalho e compartilhar esse momento com seus familiares. Cada Casa preparou uma comemoração para seu público, com atenção a todos os detalhes, como música, cardápio e horário das festividades. Bandas, DJs e animadores fizeram a alegria dos participantes. Cerca de 2 mil pessoas marcaram presença nas festas das quatro Casas Scania.

Relembre aqui os momentos de diversão

Thúlio de Almeida Lima Setor de vendas (Itaipu-MG)

“Gosto muito do cardápio escolhido e dos eventos para as crianças. Tenho uma filha de sete anos que fica muito empolgada quando a data da festa está se aproximando. Outro fator importante é que os eventos não são todos iguais; todo ano tem uma novidade.”

Itaipu

Valéria Silva Freitas Setor de compras (Itaipu Norte)

“O evento foi todo grandioso, e o que me chamou mais atenção foram as atrações para as crianças, como os carrinhos de churros e de cachorro-quente e a presença do Papai Noel.” Itaipu Norte

Marcelo Augusto Oliveira Duarte Setor de assistência técnica (Quinta Roda-Sumaré)

“Esta foi a primeira festa de confraternização da empresa da qual participo, e só posso dizer que gostei muito. Eu e minha noiva fomos muito bem atendidos.” Quinta Roda

Demilson Camargo de Jesus Setor de peças (Equipo)

“As festas são muito boas, mas eu sou suspeito para falar. Sempre ajudo a equipe da organização com os preparativos. Neste último ano, ajudei a escolher e carregar a televisão que depois eu ganhei no sorteio.”

Equipo

Abril - 2014

11


PELA ESTRADA

De olho na segurança

Apresentação da peça teatral encenada por colaboradores da Itaipu

Ganhadores da gincana de aventura da Itaipu Norte

Vencedores do concurso “O caipira mais chique da festa” na Quinta Roda

Palestrante dá dicas de saúde e bem-estar na Equipo

Garantir a segurança e o bem-estar de seus colaboradores é um dos compromissos das Casas do Grupo Lemos de Moraes, que realizam uma série de atividades para propiciar a toda a equipe as melhores condições de trabalho. A Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) recebe atenção especial, a fim de levar aos empregados todas as informações necessárias sobre a saúde e a segurança no trabalho. Em cada Sipat é abordada uma temática específica, escolhida de acordo com a necessidade da equipe, e, durante a semana, os colaboradores participam de palestras, treinamentos, apresentações teatrais e demais atividades que auxiliam na compreensão e no esclarecimento do assunto proposto. Em 2013, a Itaipu Norte abordou em sua Sipat o tema “Família - Segurança hoje e sempre, sua família agradece essa escolha inteligente”. Profissionais da área de saúde do SEST/SENAT e psicólogos fizeram exposições sobre violência doméstica, DST/Aids, prevenção de acidentes

12

Via Dupla

de trabalho, além de uma palestra motivacional. Outra atividade foi a apresentação de uma peça teatral sobre situações de risco do cotidiano dos colaboradores, encenada por um grupo de atores. A semana teve, ainda, uma campanha de vacinação, com a disponibilização das vacinas tríplice viral, antitetânica, H1N1 e para febre amarela. O encerramento do evento teve muita diversão, com uma gincana de aventura, na qual os colaboradores montaram um circuito de provas na área interna da empresa. A atividade já é considerada uma tradição na Itaipu Norte. Na Itaipu, foram realizadas, simultaneamente, a Sipat e a Semana Interna de Meio Ambiente e Qualidade (Simaq), entre os dias 3 e 5 de dezembro. O tema abordado foi “Prevenção de acidentes – Quem é de confiança prioriza a segurança”. Em uma tenda da saúde, os colaboradores podiam verificar a pressão arterial, a glicose, peso e o índice de massa corporal (IMC). Também foram oferecidas as chamadas quick massages (massagens relaxantes rápidas), palestras sobre administração financeira pessoal e cuidados para evitar o aumento do

colesterol e a diabetes. Para encerrar, colaboradores voluntários apresentaram uma peça teatral intitulada “Antes que seja tarde”, com o objetivo de conscientizar o grupo acerca da segurança e da preservação da vida. A VI Sipat da Quinta Roda abordou a temática “Recicle suas ideias”, com a finalidade de alertar os colaboradores em relação à importância de implementar ações sustentáveis. A semana teve início com um café da manhã especial, e, entre outras atividades, a equipe participou de uma oficina de reciclagem e de uma gincana solidária, que arrecadou mais de 600Kg de alimento, 100 componentes de higiene e 3.000 fraldas descartáveis para uma instituição beneficente. Com objetivo de conscientizar os colaboradores sobre a importância do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), o tema abordado pela Equipo foi “Segurança no trabalho”. Além das palestras sobre EPIs, segurança e medicina do trabalho, os funcionários também receberam informações acerca de hipertensão arterial, colesterol, glicemia, câncer de mama e próstata.


Pela Estrada

Muita solidariedade Os colaboradores da Itaipu mostraram que solidariedade faz parte da equipe. No dia 19 de dezembro de 2013, foi realizada uma gincana solidária nas dependências da empresa, em Contagem/ MG. Três equipes, com 15 participantes cada, se inscreveram na gincana e arrecadaram 624 litros de leite e oito cestas de Natal para o Instituto Inadac, o Leuceminas e o Lar Maria Clara, instituições sugeridas pelos próprios colaboradores.

Alimentos arrecadados 80 kg de arroz 32 kg de feijão 16 kg de farofa 16 kg de macarrão 24 latas de milho 24 latas de pêssego em calda 32 pacotes de massa para bolo 40 caixas de bombom 96 pacotes de biscoito recheado 24 latas de creme de leite

Visitando a concessionária No mês de janeiro, quem esteve presente nas dependências da Itaipu foi o Luiz Fernando, o Dinho, neto do Sr. Luiz Fernando Tegon, vice-presidente da WLM. O menino conheceu a empresa, passeou de caminhão e tirou várias fotos no local. Por meio do programa Portas Abertas, as famílias dos colaboradores também têm a oportunidade de realizar a mesma visita. O objetivo é apresentar, sobretudo aos filhos dos funcionários, o local em que os pais passam a maior parte do tempo. O cadastro para o programa Portas Abertas é realizado mediante divulgação das datas pelo departamento de RH. Fique atento!

Abril - 2014

13


empresa

Conheça os nossos novos vídeos institucionais Uma ferramenta de comunicação muito utilizada pelas empresas para se comunicar com colaboradores e clientes é o vídeo institucional, que objetiva apresentar a organização de forma rápida e dinâmica. Em pouco tempo é possível conhecer a missão da organização, a visão, os valores, um breve histórico, os principais produtos e a tecnologia empregada. O recurso é utilizado pelas Casas do Grupo e já está em sua terceira versão. A gerente de marketing e comunicação da Itaipu, Fernanda Martins, afirma que o vídeo é uma ferramenta de marketing muito útil e prática. “Em poucos minutos mostramos ao público alvo quem somos, nossa estrutura, nosso know-how e nossa expertise. Podemos usá-los em pequenas reuniões ou grandes eventos”. Ela explica que, na última versão, o destaque é dado aos colaboradores, grandes responsáveis pelo diferencial das Casas frente às outras concessionárias. “O êxito do pós-vendas depende 100% das pessoas”, conclui. Os vídeos estão disponíveis para as equipes no portal corporativo e nos sites das Casas e podem ser utilizados para apresentações da empresa em reuniões e eventos.

14

Via Dupla


passatempos Caça-palavras

Encontre as palavras que correspondem a valores praticados pelo Grupo Lemos de Moraes. e r h d t u n j c i o v e

c om p d d n e i q i o aw f a d y d u a u s y s i a t mo z r a p a c e l c w s k v q t j b n m p r e

r e s p e i t o i a z x e

o ç t r e o q m t b v c d

m k i o p o s k a c i t e

i o b v c r n p ç A s a d

s a t i s f a ç A o u ç o

s c f g e a j k o i o n r

o r a z g n c v b n s a i

o p r l ç r i l P u k w u r a c z s t hm r g n e f b wd v a s c i r c s mo

t r a n n p a r e n c i a

w q m n ç i v c x z a a d

e r t y a i n o v a ç A o

M n b v c l o z a s d a g

q u a l i d a d e o p i k

w b c x z l a s d f g d j

Compromisso Respeito Empreendedorismo Inovação Capacitação Satisfação Transparência Ética Qualidade Segurança

Anagrama Forme o maior número possível de palavras usando as letras disponíveis. Lembrando que as palavras podem estar no singular, no plural, no feminino, no masculino, podem ser um nome ou um verbo.

AMA, AMO, AOS, ARO, ASA, MÃO, MAR, MAS MÁS, MOR, ORA, RÃS, SÃO, SÃS, SOM, SÓS, AMAR, AMAS, AMOR, ARMA, AROS, ASAS, ASMA, MÃOS, ORAS, OSSO, RAMO, RASA, RASO, ROMA, ROMÃ, ROSA, SÃOS, SOAR, SORO, AMORA, ARMAS, AROMA, ASSAR, MASSA, MORSA, RAMOS, RASAS, RASOS, ROMÃS, ROSAS, SOMAR, SOROS, AMARO, AMORAS, AROMAS, ASSOAR, ASSOMO, MOROSA, MORSAS, AMOROSA, ASSOMAR, MOROSAS, AMOROSAS.

Abril - 2014

15



Via dupla ed8