Page 1

LARISSA CRISTINA RIBEIRO DE SOUZA

CENTRO ESTÉTICO E SPA URBANO PARA TODOS


LARISSA CRISTINA RIBEIRO DE SOUZA

CONTATO: EMAIL: LARIRIBEIROSOUZA@OUTLOOK.COM CELULAR: (11) 94304-6995


LARISSA CRISTINA RIBEIRO DE SOUZA CENTRO ESTÉTICO E SPA URBANO PARA TODOS

Instituto Ame Você TRABALHO FINAL DE CONCLUSÃO DE CURSO ARQUITETURA E URBANISMO UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES PROFESSOR ORIENTADOR: PAULO PINHAL


LARISSA CRISTINA RIBEIRO DE SOUZA CENTRO ESTÉTICO E SPA URBANO PARA TODOS BANCA EXAMINADORA:

______________________________________ Paulo Pinhal – Professor Orientador UMC ______________________________________ Professor (a) convidado (a) UMC ______________________________________ Arquiteto (a) Convidado (a)


Dedicatória Agradeço primeiramente а Deus pois sem ele еυ não teria forças pаrа essa longa jornada, agradeço а meus professores е a minha família, meus pais Nilza e Aldair, meus irmãos Lucas e Bruno, meu namorado Anderson е as minhas amigas que, cоm muito carinho е apoio, não mediram esforços para qυе еυ chegasse até esta etapa de minha vida, onde mе ajudaram na conclusão da monografia. Agradeço também ao meu professor orientador Paulo Pinhal que me auxiliou durante todo o processo de elaboração deste trabalho. A estes dedico este trabalho, fruto do empenho e aplicação de todo o conhecimento adquirido nesses longos 5 anos de formação de um Arquiteto e Urbanista.


Epígrafe

“Só se pode alcançar um grande êxito quando nos mantemos fiéis a nós mesmos.” (Friedrich Nietzsche)


Resumo O trabalho teve como objetivo realizar a proposta de um Centro Estético, SPA Urbano e Cursos Profissionalizantes na área da Beleza para pessoas de baixa renda, também oferecendo cursos profissionalizes, esse projeto tem o intuito de trazer bem-estar, saúde, disposição e qualidade de vida para todas as pessoas, principalmente para aquelas com possuem renda baixa, e que não tem acessos a esses procedimentos de estética, lazer, e também dos cursos profissionalizantes, por serem excelentes para um currículo, para procura de emprego, e até mesmo uma renda extras. Esse projeto trará uma nova percepção da vida a essas pessoas, elas poderão adquirir uma vida com muito mais qualidade, sem acúmulos de estresse físico e mental.


Abstract The work aimed to make a proposal of a Beauty Center, Urban SPA and Professional Courses in the area of Beauty for people with low income, also offers professional courses, this project aims to bring well-being, health, disposition and quality of life. life for all people, especially those with low incomes, and who do not have access to these aesthetic procedures, leisure and also vocational courses, because they are excellent for a resume, job search and even an extra income. This project will bring a new perception of life to these people, they will be able to reproduce a life with much higher quality, without accumulating physical and mental stress.


Lista de Ilustrações Pág. Figura 01 – A Igreja acabou por perder a guerra contra a sua adversária “Cosmética” Figura 02 – Madame Tallien

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 09

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 11

Figura 03 – Helena Rubinstein

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 11

Figura 04 – As primeiras casas de banhos no império romano

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 13

Figura 05 – Primeira escola de ensino profissionalizante da Evolua Educação - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17 Figura 06 – Sala de Massagem e Terapia - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 18 Figura 07 – Sala de Repouso

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 19

Figura 08 – Fachada da Clinica

------------------------------------------------------------------

Figura 09 – Sala de relaxamento e estética Figura 10 – Vista de fora para o SPA Figura 11 – Piscina Interna Figura 12 – Entrada do Salão Figura 13 – Sala de Espera

20

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 21

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 22

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 23 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 24 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 25

Figura 14 – Imagem em satélite da área de intervenção - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 26 Figura 15 – Mapa região Metropolitana de SP Figura 16 – Vista do distrito de Cezar de Souza

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 28 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 29

Figura 17 – Vista do distrito de Cézar de Souza mostrando a linha férrea

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 30


Lista de Ilustrações Figura 18 – Local do Terreno com medidas e áreas

Pág.

----------------------------------------------------

32

Figura 19 – Projeção Solar do Terreno - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 32 Figura 20 – Topografia do Terreno - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 33 Figura 21 – Vista do Terreno

--------------------------------------------------------------------

34

Figura 22 – Vista do terreno - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 34 Figura 23 – Vista do terreno e da fábrica da Vult/O boticário

---------------------------------------------

35

Figura 24 – Fábrica da Vult/O boticário

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 35

Figura 25 – Mapa do entorno detalhada

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 36

Figura 26 – Mapa de Uso e Ocupação do Solo - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 37 Figura 27 – Sistema Viário do entorno - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 38 Figura 28 – Mapa do Gabarito de Altura - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 39 Figura 29 – Mapa do Gabarito de Cheio e Vazio

-----------------------------------------------------

Figura 30 – Sala de massagem do Rama Resort SPA Figura 31 – Conivência

--------------------------------------------------

40 56

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 56

Figura 32 – Clínica médica Dr. Fausto

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 57

Figura 33 – Fachada de Casa de Vidro

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -- - - - - - - -

Figura 34 – Ambientes internos e externos integrados

57

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 58

Figura 35 – Ambientes internos e externos integrados - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 58 Figura 36 – Proposta da revitalização da Avenida Sete

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 59


Lista de Ilustrações Figura 37 – Madeira Plástica

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 65

Figura 38 – Vidro Com Proteção Solar Figura 39 – Piso Drenante Figura 40 – Ipê Amarelo Figura 41 – Ipê Rosa

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 66

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 66

Figura 43 – Flor Canhota

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 66

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 66

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 66

Figura 45 – Amoreira-negra

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 66

Figura 46 – Palmeira Real Cubana Figura 47 – Cipreste – Italiano Figura 48 – Lambari Roxo Figura 49 – Azaleia

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 65

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 65

Figura 42 – Íxora- Chinesa Vermelha

Figura 44 – Arbusto

Pág.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 67

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 67

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 67

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 67

Figura 50 – Grama São Carlos Figura 50 – Faia Americana

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 67

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 67


Sumário

Pág.

1.0 – INTRODUÇÃO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 01 2.0 – OBJETIVOS - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 03 2.1 – GERAL - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 03 2.2 – ESPECÍFICO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 03 3.0 – JUSTIFICATIVA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 06 4.0 – PROBLEMATIZAÇÃO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 07 5.0 – TEMA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 08 5.1 – ESTÉTICA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 08 5.2 – CENTRO DE ESTÉTICA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 12 5.3 – SPA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 12 5.4 – CENTRO DE ESTÉTICO E SPA URBANO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 14 5.5 – CURSOS PROFISSIONALIZANTES - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17 6.0 – ESTUDO DE CASOS - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 18 6.1 – SPA BOTANIQUE – CAMPOS DO JORDÃO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 18 6.1.1 Dados Técnicos - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 18 6.1.2 Descritivo - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 19 6.1.4 Análise Critica - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 19 6.2 CLINICA VANESSA BAGGIO PILATES FISIOTERAPIA E ESTÉTICA – SÃO PAULO - - - - - - - 20 6.2.1 Dados Técnicos - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 20 6.2.2 Descritivo - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 21 6.2.3 Analise Critica - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 21


Sumário

Pág.

6.3 SPA NO PARQUE VERHOLY – UCRÂNIA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 22

8.0 ÁREA DE INTERVENÇÃO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

22 23 23 24 24 24 24 25 25 26

8.1 CIDADE - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

27

6.3.1 Dados Técnicos 6.3.2 Descritivo

--------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------

6.3.3 Análise Critica

---------------------------------------------------------------

6.4 ANÁLISE CRÍTICA GERAL - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

7.0 VISITA TÉCNICA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 7.1 – CLAUDIR HAIR STUDIO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 7.1.1 Dados Técnicos - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 7.1.2 Descritivo 7.1.3 Critica

------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------

27 8.1.1.1 São Paulo - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 27 8.1.2 Mogi das Cruzes - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 27 8.2 ANÁLISE DO TERRENO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 31 8.3 TERRENO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 31 8.3.1 Orientação Solar - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 32 8.3.2 Topografia do Terreno - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 33 8.3.3 Levantamento Fotográfico - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 34 8.4 ENTORNO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 36 8.1.1 Acessos - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


Sumário

Pág.

37 8.4.2 Sistemas Viário - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 38 8.4.3 Gabarito de Altura - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 39 8.4.4 Cheios e Vazios - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 40 8.5 LEGISLAÇÃO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 41 9.0 PROGRAMA DE NECESSIDADES - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 42 10.0 AGENCIAMENTO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 48 11.0 ORGANOGRAMA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 50 12.0 FLUXOGRAMA TÉRREO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 51 12..1 FLUXOGRAMA - 2 PAVIMENTO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 52 13.0 PERFIL DO CLIENTE - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 53 13.1 CONCEITO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 53 13.2 PARTIDO ARQUITETÔNICO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 54 13.4 PARTIDO URBANÍSTICO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 58 14.0 Premissas e Diretrizes - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 59 14.1 LOCALIZAÇÃO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 59 14.2 CORPO DE BOMBEIRO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 59 14.3 ESTRUTURA FÍSICA FUNCIONAL - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 59 14.4 CÓDIGO DE OBRAS - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 62 14.5 ESTÉTICA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 63 15.0 ESTUDO PRELIMINAR - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 63 15.1 MEMORIAL JUSTIFICATIVO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 63 8.4.1 Uso e Ocupação do Solo - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


Sumário

Pág.

15.2 MEMORIAL DESCRITIVO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 15.3 MEMORIAL BOTÂNICO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

16.0 PROCESSO CRIATIVO

--------------------------------------------

16.1 ESTUDO PRELIMINAR 1 - PROCESSO CRIATIVO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 16.2 FACHADAS - PROCESSO CRIATIVO - PROPOSTA 1 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 16.3 FACHADAS - PROCESSO CRIATIVO - PROPOSTA 2 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 16.4 FACHADAS - PROCESSO CRIATIVO - PROPOSTA 2 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 16.5 MAQUETE 3D - PROCESSO CRIATIVO - PROPOSTA 1 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 16.6 MAQUETE 3D - PROCESSO CRIATIVO - PROPOSTA 1 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 16.7 MAQUETE 3D - PROCESSO CRIATIVO - PROPOSTA 2 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 16.8 MAQUETE 3D - PROCESSO CRIATIVO - PROPOSTA 2 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

17.0 ANTE – PROJETO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.1 IMPLANTAÇÃO - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.2 SETORIZAÇÃO - PLANTA BAIXA - PAVIMENTO TÉRREO PRÉDIO 1 E 2 - - - - - - - - - - - - - 17.3 SETORIZAÇÃO - PLANTA BAIXA - PAVIMENTO TÉRREO PRÉDIO 1 E 2 - - - - - - - - - - - - - 17.4 PLANTA BAIXA - PAVIMENTO TÉRREO PRÉDIO 1 E 2 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.5 PLANTA BAIXA - PAVIMENTO SUPERIOR PRÉDIO 1 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.6 CORTES - AA E BB - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.7 FACHADA FRONTAL E LATERAL DIREITA - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.8 FACHADA POSTERIOR - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.9 PLANTA BAIXA ESTRUTURAL- PAVIMENTO TÉRREO PRÉDIO 1 - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

64 65 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85


Sumário

Pág.

86 87 88 89 90 91 92 93 94 18.0 CONSIDERAÇÕES FINAIS - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 99 19.0 BIBLIOGRAFIAS - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 102 20.0 BIBLIOGRAFIA – ILUSTRAÇÕES - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 106 17.10 PLANTA BAIXA ESTRUTURAL - PAVIMENTO SUPERIOR PRÉDIO 2 - - - - - - - - - - - - - - - - 17.11 PLANTA BAIXA ESTRUTURAL- PAVIMENTO TÉRREO PRÉDIO 1 E 2 - - - - - - - - - - - - - - - 17.12 PLANTA DE COBERTURA - PAVIMENTO SUPERIOR PRÉDIO 2 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.13 ELÉTRICA - PLANTA BAIXA - PAVIMENTO TÉRREO PRÉDIO 1 E 2 - - - - - - - - - - - - - - - - 17.14 ELÉTRICA - PLANTA BAIXA - PAVIMENTO SUPERIOR PRÉDIO 1 - - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.15 HIDRÁULICA - PLANTA BAIXA - PAVIMENTO TÉRREO PRÉDIO 1 - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.16 HIDRÁULICA - PLANTA BAIXA - PAVIMENTO SUPERIOR PRÉDIO 1 - - - - - - - - - - - - - - - 17.17 HIDRÁULICA - PLANTA BAIXA - PAVIMENTO TÉRREO PRÉDIO 2 - - - - - - - - - - - - - - - - - 17.18 MAQUETE ELETRÔNICA - - - - - - - - - - - - - -- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


1.0 - Introdução O assunto Centro Estético e SPA Urbano vem crescendo a cada ano e entrando com força no meio urbano, e fazendo essa junção das duas modalidades, é ótimo para que muitas pessoas não tenham que se deslocar em dois lugares distintos, além de que muitos centros e estéticos e SPAs se localização em lugares longe dos grandes centros urbanos. Implantar essa proposta dentro de uma periferia e próximo a comunidades, e dar a oportunidade a pessoas que tenha uma condição de baixo poder aquisitivo, levando em consideração também, que até a pouco tempo essas modalidades era apenas realidades de pessoas com alta renda. E que também muitos pensamentos de que esses tipos de cuidados quanto a saúde e bem-estar então relacionados a atividades de pura vaidade. Mas esses pensamentos estão mudando e ficando cada vez mais distantes, onde é mais frequente ver pessoas se preocupando com a saúde, bem-estar, além dos cuidados com a aparência estética e a beleza interior. A preocupação com os cuidados pessoais, como a estética, saúde, bem-estar e terem também um momento de laser e relaxamento consigo mesmo. Implantar essa proposta no meio urbano de periferia e comunidade, onde grande parte da população possui renda baixa, e que trabalham dia e noite, para conseguirem colocar o essencial dentro de casa, e onde esta situação acaba levando um estresse físico e emocional gigantesco, podendo até desenvolver graves doenças, como problemas no coração, no sistema digestivos, entre outro, e também problemas emocionais como depressão que infelizmente, é uma doença muito grave e que está crescendo bastante nos últimos tempos. A proposta tem como principal objetivo diminuir esse estresse e trazer grandes benefícios a suas saúdes mentais e físicas, com procedimentos estéticos e relaxantes, também com a inclusão de procedimentos alternativos. Além de trazer relaxamento e laser a elas, terá um grande auxilio no resgate da autoestima dessas pessoas.

01


O Centro Estético e SPA Urbano para periferias, trata a possibilidade de pessoas com baixo poder aquisitivo, ter os benefícios desses serviços de estética e SPA, para assim elas se sentirem melhores e mais dispostas a qualquer dificuldade a mais que elas podem chegar a passar em suas vidas. Além do Projeto ser diretamente ligado com o governo de Mogi das Cruzes por oferecer programas sociais para as pessoas de baixa renda utilizarem os serviços e cursos além de oferecerem os funcionários qualificados para realizar os serviços de estética e administrar os cursos, também terá patrocínio como instituições, lojas de marcas e lojas de produtos de beleza, como a Vult/OBoticário que serão as parceiras com a proposta por estarem localizado ao lado do terreno que será implantado o Centro Estético e Spa Urbano, e assim ajudaram com doações de aparelhos, e infraestrutura ao estabelecimento tanto para construção, como para manutenção do local. E ajudara beneficamente aos profissionais da área com geração de empregos que gerará com a construção do projeto, nesse mesmo intuito o Centro Estético e Spa Urbano oferecerá também cursos profissionalizantes nessa mesma área para que essas pessoas com rendas baixas possam aprender uma profissão e assim melhorando a sua condição e de sua família, por ser uma área que vem crescendo muito, e muito buscadas por muitas pessoas hoje em dia.

02


2.0 - Objetivos 2.1 - Geral O tema será uma Centro Estético com SPA Urbano para pessoas com renda baixa, mas também poderá ser utilizado por pessoas de outras classes sociais, além também de ter cursos profissionalizantes da área da beleza para essas pessoas, para ajuda-las a terem uma renda melhor. Tem como objetivo também, trazer não só o bem-estar as pessoas, mas também saúde, relaxamento, beleza, estética, desintoxicação, lazer, aprendizado, ensinamentos, entre outros, para pessoas da periferias da região, que no qual será no bairro Cezar de Souza, bairro de classe média/baixa de Mogi das Cruzes e até mesmo pessoas de outras regiões do município. Esse ramo vem crescendo com força nos últimos anos, e tanto mulheres e homens estão à procura desse tipo de local. Além da preocupação com a saúde e a vaidade ter aumentado muito também, e muitos não poderem ter esse luxo por conta a renda baixa da família.

2.2- Específico Pretendo contemplar o bem-estar, muitas pessoas não possuem condições para se presentear com esses tipos de procedimentos, então meu objetivo é levar a essas pessoas o bem-estar, a saúde que todos merecemos, pois a vida estressante de trabalho, estudo, entre outros, acaba delimitando muito a saúde psicológica e física, entre tudo que será disposto a essas pessoas, abaixo em tópicos tudo que terá na minha proposta:

 Sala de Estética Especializada – Corporal e Facial  Limpeza de pele: Limpeza profunda na pele no qual não a dor e onde limpa, renova, tonifica, rejuvenesce além de hidratar a pele.

03


 Esfoliação corporal: procedimento que auxilia na hidratação e maciez e também ajuda no processo de depilação, prevenindo o encravamento dos pelos.  Drenagem linfática: é uma técnica de massagem que tem o objetivo de estimular o sistema linfático a trabalhar de forma mais acelerada, trazendo resultados imediatos.  Miracle face: é uma técnica de drenagem facial, proporcionando na melhora da circulação facial.  Ultrassom de alta frequência: modalidade terapêutica de penetração profunda, onde é capaz de produzir alterações nos tecidos por mecanismos térmicos, ideal para tratamento de celulite, gordura localizada, cicatrizes e edemas.  Radiofrequência: tratamento contra a flacidez do rosto ou do corpo, sendo muito eficaz na diminuição de rugas, linhas de expressão.  Peeling de diamante (escamação de diamante): procedimento de limpeza profunda na pele, retirando as células mortas e camadas superficiais.

 Studio de Beleza  Sala de esmaltaria: direcionado as unhas, profissionais capacitados sempre estarão ligados nas tendências das unhas, para fazer nas clientes.  Sala de maquiagem: Realização de Maquiagens  Cabelereiro: Procedimentos como corte de cabelo, escova, procedimento químicos.

Spa Urbano  Massagem relaxante: técnica que beneficia a flexibilidade, e aumenta a circulação sanguínea do corpo. Criando uma sensação de bem-estar e alegria, que ajudam a acalmar o corpo e mente.

04


 Banho de Ofurô: auxilia no relaxamento, rejuvenescimento, circulação sanguínea, diminuição de edemas, alivio de ansiedade, depressão e insônia. Além disso proporcional uma agradável sensação de bem-estar.  Massagem terapêutica: procedimentos que necessita de um toque mais especializado e que tenha como meta um objetivo especifico, como emocional ou físico, trazendo benefícios fisiológicos, físicos e psicológicos.  Pedras quentes: massagem relaxante realizada no corpo todo, com pedras vulcânicas. Trazendo como benefício o relaxamento muscular, melhora do fluxo energético corporal e bem estar físico e emocional.  Hidroterapia: tratamento feito pela água, onde possui diversas formas e temperaturas.

 Saúde e bem-estar  Psicóloga: profissional da área que auxilia no comportamento e funções mentais.  Nutricionista: profissional que atua em todas as áreas do conhecimento em que a alimentação seja fundamental para promoção, manutenção e recuperação da saúde, se perder o prazer que uma refeição deve proporcionar.  Sala de pilates e yoga: pilates é uma pratica de controle muscular, que auxilia na prevenção de problemas na coluna vertebral. Yoga é a pratica de meditação com movimentos específicos do corpo.  Sala de palestras educativas.

 Aprendizado  Cursos profissionalizantes: cursos como cabelereira, esteticista, manicure e pedicure, massagista, entre outros.

05


3.0 - Justificativa Com a agitação da rotina do dia a dia das pessoas, acaba gerando um grande acumulo tanto físico, quando psicológico, por conta de rotinas pesadas de muito trabalho e estudo, esse desgaste acaba gerando muitos problemas de saúde graves, tanto físico, como enxaquecas, dores no corpo, e até mesmo doenças de coração, transtornos alimentares entre outros e também psicológico, como depressão, que muitas vezes pensamos ser irrelevante de nossa parte na verdade é extremamente perigoso e infelizmente é uma das principais causas de suicídio no mundo, e muitos outros problemas hormonais como a insônia. Diante disso a criação do projeto do Centro de Estética e Spa Urbano, ajudará positivamente na vida dessas pessoas, pelo fato de ser direcionado a pessoas com classe social baixa, trazendo a esse local, que até a pouco tempo era só para quem realmente podia pagar, agora trazendo ao acesso da comunidade e periferia. Por esse motivo também, por ser uma proposta que precise de um alto valor de investimento, por conta dos equipamentos e os próprios procedimentos, o projeto contará com parceria com grandes marcas de produtos de beleza, como a O boticário e Vult principais parceiras do projeto por estarem localizada ao lado do terreno que será implantado, Avon, Natura, Ruby Rose, M.A.C, entre outras, além de lojas também do mesmo ramo como Sephora, Quem disse Berenice, Eudora, entre outras. E lojas de equipamentos como a Casa da Estética, HSMed, Archiproducts, entre outros, e também com o apoio do Governo de Mogi das Cruzes. O Centro estético e Spa Urbano, trará um ambiente agradável, onde pessoas poderão se cuidar mais, se sentirem mais dispostas e também aumentando a sua autoestima, que muitas vezes com a correria do dia a dia deixamos de lado a nossa saúde física e mental de lado, favorecendo para que a autoestima caia. Com essa facilidade, de estar no meio do transito urbano, do estresse do trabalho, aquele dia que deu tudo errado, nada melhor do que pegar uma horinha pra relaxar e se cuidar,

06


essa é a justificativa do Centro Estético com SPA Urbano, trazer comodidade, relaxamento, e principalmente saúde a essas pessoas que possuam uma renda mais baixa. Além também de oferecer cursos profissionalizantes nas mesma área, como de estética, massagista, cabelereiro, manicure e pedicure, entre outros, assim podendo incluir mais uma atividade extremante importante pois além dessas pessoas podemos desfrutar de procedimentos oferecidos elas poderão realizar curso para aprenderem e poder trabalhar nessa área, assim conseguindo um renda extra ou até mesmo uma renda fixa.

4.0 - Problematização Algumas problematizações que serão enfrentados nesse projeto será a viabilidade de implantação, pois o projeto será implantado em uma avenida bem movimentada, é a principal que dá acesso aos bairro do distrito de Cezar de Souza no município de Mogi das Cruzes, uma possível solução para não prejudicar o trânsito é previr um recuo frontal maior pra desaceleramento e estacionamento. O fato que o terreno se encontra próximo a linha do trem de carga da cidade, se torna mais uma questão a ser tratada, por conta da grande quantidade de poluição sonora que gerará no projeto, sendo assim podendo ser pensado algum método para diminuição do volume acústico sobre o projeto, como por exemplo esquadrias termo acústica. A proposta de um Centro Estético e Spa Urbano para comunidades e periferias, podendo também ser utilizado por outras pessoas de classes sociais diferentes além das de renda baixa da região, o local de implantação que ficará localizado ao lado da fábrica da Vult/OBoticario, um bairro de classe média, porém com grande facilidade de acesso a ele, pelos bairros de classe baixa, sendo assim viável a implantação do projeto no distrito de Cezar de Souza.

07


5.0 - Tema O tema será a realização de um Centro Estético com Spa Urbano, o projeto contará também com cursos profissionalizantes na área da beleza como cursos de maquiagem, massagem, cabelereiro, etc. Mas primeiramente veremos o que são esses espaços e como sua história surgiu.

5.1 - Estética O tema será a realização de um Centro Estético com Spa Urbano, o projeto contará também com cursos profissionalizantes na área da beleza como cursos de maquiagem, massagem, cabelereiro, etc. Mas primeiramente veremos o que são esses espaços e como sua história surgiu. A estética vem de origem grega da palavra “aisthésis”, que significa “aquele que nota, e percebe” ou “percepção e sensação”. Estética é conhecida como a filosofia da arte, ou estudo do que é belo nas manifestações artísticas e naturais. Ela é a ciência que remete a beleza. (SIGNIFICADO... 2015). Na época primitiva os povos de todo lugar do mundo, se embelezavam, maquiavam, usavam óleos e perfumes, para as ocasiões de celebrações que havia na época. No Egito antigo, Cleópatra para seu conceito de beleza, acreditava que o uso de argilas, óleos aromáticos e banhos de leite de cabra e jumenta era importante para a imortalidade. (ASBAHR, 2019). No período da idade média houve afrontamento por parte da igreja, por conta, que ela acreditava que a vaidade das mulheres, era algo ruim, maléfico, impuro. Pelo fato de que elas estariam se modificando, o que Deus deu a elas. Na época praticamente não havia higiene pessoal.

08


A partir do século XIII até o século XVIII essa ideia de que a vaidade era algo ruim, foi tendo variações, onde muitas vezes o alto embelezamento era muito presente, como a maquiagem esbranquiçadas e os penteados diferentes, e outras vezes esse conceito era pensado como mascará para possíveis doenças e até mesmo levar a doenças. (ASBAHR, 2019). Por conta de na época não haver muita higiene pessoal, os banhos eram raros, quando tomados eram em estufas ou em banhos públicos,

Figura 01 – A Igreja acabou por perder a guerra contra a sua adversária “Cosmética”

locais que eram procurados para obter prazer e não uma questão de higiene, pelo fato de que se pensava que o uso de da água fragilizava a pele, possibilitando a entrada de pestes. Porem já existiam banhos terapêuticos. E no final da idade média homens e mulheres já tomavam banhos com mais frequência que seus descendentes. (SAMPAIO, 2012). Ainda nesse período, mais precisamente a partir do século XVII, os cosméticos ficaram cada vai mais surpreendente. No ano de 1665, o doutor Thomas Geamson, publicou o seu primeiro guia sobre cosméticos: Embelezamentos artificiais ou as melhores instruções artísticas para preservar ou conseguir a beleza

Fonte: (A IGREJA.2019).

09


Com o aumento dos cosméticos, fizeram com que as próprias mulheres fabricassem suas próprias maquiagens, que as vezes elas utilizavam substancias tóxicas que fizeram com que houvesse danos permanentes em seus lindos rostos. (SAMPAIO, 2012). No século XIV, com o surgimento do romantismo as mulheres abandonaram as maquiagens pesadas dos séculos anteriores, para aderir um estilo com maior simplicidade, nessas épocas as mulheres eram bastante requintadas e feministas. É dada também uma importância na sua aparência física e elegância, onde tentavam esconder gorduras e excesso de peso, que adquiriram pela má alimentação que havia na época, e por isso todas as mulheres usavam corpetes muito justo ao corpo, e esses usos exagerados dessa roupa causavam frequentes desmaios entre as mulheres. (SAMPAIO, 2012). Nesse mesmo século, surge a primeira tentativa de remoção de rugas através de um método chamado de “esmaltado do rosto”, consistia em primeiro passo lavar o rosto com um liquido alcalino, depois uma pasta que preenchia as rugas, e por cima uma cama de esmalte feita de arsénio e chumbo, durando aproximadamente um ano, não podia ser muito grossa pois qualquer movimento brusco podia rachar, além de mesmo uma camada fina era um incomodo usa-la. Os pós-brancos invadem as costas e decotes, por conta dá mulher ter que possui uma pele de porcelana, e surgiu cremes para proteger a pele, era um tipo de creme nutritivo que todas as mulheres usavam. Em seguida os leites de beleza vieram com tudo, e o início de uma pomada feita de manteiga fresca, cera de abelha, raízes de um corante natural e cachos de uvas negras, que seria o batom futuramente. (SAMPAIO, 2012). Em 1880, a maquiagem voltou a conquistar mulheres, fazendo com que indústrias de cosméticos nascessem mais modernas, por conta do desenvolvimento da química orgânica, começa as descobertas de composições químicas dos óleos e dos extratos naturais.

10


Assim a estética, foi levada adiante por todos os lugares do mundo, com o propósito de expressar a arte. E a beleza foi sendo reconhecida com o passar do tempo, e a evolução dos cosméticos como o batom vermelho, nos anos 20, para o que conhecemos hoje como moda e estética. (ASBAHR, 2019). Se tornaram famosos os banhos de morango da elegante Madame Tallien pois tinha a extravagância de banhar-se em sumo de morangos frescos, extraído das 20 caixas que traziam para ela. (SAMPAIO, 2012). O primeiro Instituto de Beleza do mundo, surgiu em Paris no mesmo ano de 1880, Figura 02 – Madame Tallien

fundado por Madame Lucas, oferecendo serviços de cosméticos, uma grande diversidade de técnicas como massagem, cirurgias estéticas e dietéticas. Já no século XX, considerado o século de virada de toda a história, nesta época uma das mulheres que se destacou foi Helena Rubinstein, com o lançamento do primeiro creme produzido industrialmente, o Velese, além também da abertura do primeiro salão de beleza do mundo, levando-a a ser a Rainha Americana dos Cosméticos. (SAMPAIO, 2012). Figura 03 – Helena Rubinstein

Fonte: (A HISTÓRIA. 2019.) (Fonte: HISTÓRIA 2019.)

11


A Estética teve desde sempre um papel muito importante ligado à beleza, bem-estar, sedução, arte. Desde o dia em que Eva colheu uma folha para enfeitar a sua nudez, percebeu que a natureza lhe fornecia elementos para a beleza e sedução. É uma ciência que foi evoluindo ao longo das épocas e por isso hoje temos um vasto conhecimento na área da estética com tratamentos, cremes aparelhos e etc. Concluindo estética é sim fundamental para o nosso dia-dia, e nossa vida em um todo. (SAMPAIO, 2012).

5.2 – Centro de Estética O centro de estética é uma empresa onde presta serviços de tratamentos corporais e faciais, através de cosméticos e equipamentos específicos, com o objetivo é a reabilitação e melhora da estética dos usuários (clientes). Esses procedimentos são realizados por profissionais habilitados e qualificados. (SEBRAE, 2019). A estética é a soma de procedimentos, modelos e condutas culturais entorno da beleza, é a valorização do harmônico e do belo. É o conjunto de atividades e técnicas com o alvo de obter precisamente objetivos de aceitação individual, pessoal, ou de evolução profissional. (SEBRAE, 2019).

5.3 – SPA Um Spa é destinado a realização de massagens corporais, tratamentos estéticos, embelezamento, e os mais avançados procedimentos. A sigla de origem Latim “SALUT PER ACQUA” que significa “Saúde pela Água”.

12


A água exerce uma função vital para a sobrevivência humana e dos animais, ou seja, a água é vida. Com a ciência foi provado que a água possui grandes propriedades medicinais e terapêuticas. No império romano, surgiu as “casas de banhos”, tornando-se costume tradicional para o povo da época, esses foram considerados os primeiros Spa’s, (MÜLLER, 2011). Conforme a humanidade foi evoluindo, outras exigências acabaram se tornando necessárias, e consequentemente os Spa’s tiveram que aumentar, seu atendimento e serviços. Figura 04 – As primeiras casas de banhos no império romano

(Fonte: HISTÓRIA do SPA. 2017)

13


No Renascimento, entre o século XIV ao XVI, a utilização terapêutica foi grande, porem o acesso ao benefício do spa não era para todos, ficando reservado as classes altas XIX e XX. (COISAS, 2019). E mesmo atualmente essa realidade não mudou muito, sendo uma atividade ainda privativa para classe alta. Os SPAs tiveram um crescimento no Brasil e no Mundo Ventura (2010), afirma que na década de 90 havia cerca de 1300 SPAs nos EUA, e hoje esse número aumentou muito, cerca de 10 mil, já no Brasil esta quantidade é de cerca de apenas mil unidades, porem há 20 anos atrás mesma época que esse estabelecimento já estava crescendo fora do país, aqui era praticamente nulo, a existência de SPAs. O Spa tende a oferecer através de seus tratamentos, atividades e serviços, os mais variados e eficazes recursos terapêuticos, promovendo o equilíbrio energético, a estabilização das funções cardiorrespiratórias, o relaxamento físico e mental, o aumento da autoestima, a sensações físicas, o estimulo tátil, a desintoxicação, a simetria da modelagem corporal, a qualidade da estética facial, e o equilíbrio com o corpo, a mente e o espirito. (MÜLLER, 2011) O SPA é baseado em inspirações, em eficazes técnicas antigas, que promove a beleza estética, o relaxamento e o bemestar, através de tratamentos, e esses tratamento são aplicados de forma especifica, junto com os benefícios da água, os aromas, as músicas e as cores, etc.

5.4 – Centro de Estético e SPA Urbano Grande parte das pessoas vão até um Centro estético ou SPA porque estão em um nível de estresse ou porque acham que merecem um momento de prazer (BAZZAN) (MILL, 2003).

14


A proposta desse projeto vai muito além disso, pois além da união desses duas modalidades, ser voltado para munícios de periferias e comunidades, traz a oportunidade de melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, trazendo ao cotidiano dessas pessoas um esclarecimento amplo, cientifico e prático, relacionando aos cuidados estéticos, de higiene, e imagem pessoa (BAZZAN), aumentando também a sua autoestima. O bem-estar não pode ser apenas um privilégio do rico (FREITAS, 2006). E sim todos devem e merecem esse privilégio. Redirecionamentos do campo da saúde pública abrangendo ainda mais esse aspecto, impulsionando todos os serviços prestados, valorizando a forma de prevenção mais efetiva, tornando oportuno a implantação do Centro Estético e Spa Urbano, para periferias e comunidades, com um importante contribuição nesse sentido, por ter em cada serviço oferecido, em sua essência, o referencial de saúde, beleza e do bem estar (BAZZAN). A promoção da saúde, como vem sendo entendida nos últimos 20-25 anos, representa uma estratégia promissora para enfrentar os múltiplos problemas de saúde que afetam as populações humanas e seus entornos neste final de século, o conceito de promoção da saúde vem sendo elaborado por diferentes atores técnicos e sociais, em diferentes conjunturas e formações sociais, ao longo dos últimos 25 anos. A promoção da saúde visa assegurar a igualdade de oportunidades e proporcionar os meios (capacitação) que permitam a todas as pessoas realizar completamente seu potencial de saúde. Os indivíduos e as comunidades devem ter oportunidade de conhecer e controlar os fatores determinantes da sua saúde. Ambientes favoráveis, acesso à informação, habilidades para viver melhor, bem como oportunidades para fazer escolhas mais saudáveis, estão entre os principais elementos capacitantes. (BUSS, 2000).

15


De acordo com o artigo de Buss, a proposta do Centro de Estética e Spa Urbano será um excelente meio para a promoção da saúde, onde pessoas com baixa renda poderão usufruir de todos os procedimentos e modalidades existentes, não apenas os ricos como ainda hoje são os principais focos quando pensam em fazer um projeto desse tipo. A proposta propõe um local devidamente estruturado que atenda a periferias e comunidades da região, oferecendo serviços em estética e beleza, sem que elevem os custos operacionais ou que tenham o exagero do luxo ou sofisticações dos Centros Estéticos e SPAs convencionais, claro também não será um projeto simples e básico, só pelo fato de ser para uma sociedade de baixo poder aquisitivo, tanto elas como os ricos merecem um tratamento e bem-estar de qualidade, além de proporcionar conhecimento e conscientização através de palestras educativas, orientações sobre os cuidados com a imagem pessoal e o aumento da autoestima e as consequências desse hábitos na saúde, além de oferecer relaxamento e bem-estar (BAZZAR). Uma pessoa feliz consigo mesma encara com mais facilidade os problemas da sua rotina diária. Se você está bem, as coisas andam bem para você. Ao contrário, uma pessoa infeliz fora de peso com uma aparência negativa refletida no espelho, acaba acumulando mais problemas incorporando-os aos problemas inerentes da própria vida. Imagine uma mulher que está mal consigo mesma, com os filhos, com o marido, com a vida. Acha que não merece um tratamento de beleza e bemestar, mas, quando chega ao SPA e faz a primeira terapia muda de ideia, imediatamente. Sai saltitante e feliz. Já quer cortar o cabelo, fazer as unhas...” Se você um dia acorda mal”, vá para um SPA tomar um banho no ofurô, fazer uma massagem terapêutica, relaxar e muito mais... e pronto, tudo recomeça numa outra perspectiva de vida... O importante é que o melhor de nossa história de vida é enquanto estamos aqui, enquanto vivemos, onde queremos e precisamos ser felizes e fazermos nossa existência melhor. (MÜLLER, 2011).

16


Trazendo esse oportunidade para essas pessoas que não possuíam uma renda alta, possam ir em um centro estético e SPA urbano de qualidade, recuperando a sua saúde e melhorando a qualidade de vida, podendo ter mais anos de vida e ter a sua autoestima reestabelecida, e assim tendo como consequência o estimulo para enfrentar qualquer problema e até soluções para suas vidas.

5.5 – Cursos Profissionalizantes O surgimento dos cursos profissionalizante, teve seu inicio com os cursos técnico profissionalizantes na Primeira República, passando por momentos bons e ruins, e a partir da década de 1960, começou a ser valorizada e ganhar espaço no Brasil. A partir de 1980, os cursos começaram a se consolidar, por contas das mudanças que houveram na época, o que fez o cenário da educação mudar, e se juntar com o ensino profissionalizante, se consolidando e ajudando no crescimento da informática e propagação da internet. (A HISTÓRIA... 2019). Em 1988 foi inaugurado a primeira escola de cursos profissionalizantes no Brasil, nessa época essas escolas se chamavam de “Primeiro Plano”, e tendo o objetivo de ensinar os alunos a aprenderem a dominar a nova tecnologia, assim, as vagas do mercado de trabalho abrem em todas as áreas econômicas. (A HISTÓRIA... 2019). Figura 05 – Primeira escola de ensino profissionalizante da Evolua Educação

Fonte: (EVOLUA. 2017.)

17


Já em 1996, os cursos profissionalizantes, passou a integrar, formas de educação diferentes, sobre a ciências e tecnologias. A primeira escola de cursos profissionalizantes fez cada fez mais sucesso e a partir de 2000 em diante, esse meio de ensino começou a possuir um valor significativo para o desenvolvimento nacional. (A HISTÓRIA... 2019). E de lá até hoje esses cursos foram crescendo e tendo um desenvolvimento enorme, trazendo possibilidades para pessoas que procuram uma especialização, e essa modalidade, além de oferecer cursos mais baratos, ajudam pessoas de renda baixa e média, a conseguirem um emprego melhor.

6.0 – Estudo de Casos

Figura 06 – Sala de Massagem e Terapia

6.1 – SPA Botanique – Campos do Jordão 6.1.1 Dados Técnicos Arquitetos: Coletivo de Arquitetos Localização: Campos do Jordão, SP, Brasil Área: 700 m² Ano: 2012

(Fonte: AMADEU, Guile; LACERDA, Rodrigo, 2016)

18


6.1.2 Descritivo O Spa foi projetado dentro do Hotel Botanique em um andar semienterrado. No início ouve uma dificuldade na construção do Spa em um lugar pré-construído, por conta de ser um espaço com pequenos ambientes e pouca iluminação, além de pé direito baixo em algumas partes, características que no início não era acessível para implantar um Spa. E assim para a construção do Spa nesse local, começou-se um intenso processo de adequação, com demolições internas, liberando todo o pavimento, formando uma planta livre com 700 m², no exterior ouve também a demolição de algumas alvenarias para assim liberar uma linda visão para a Serra da Mantiqueira.

Figura 07 – Sala de Repouso

6.1.3 Análise Critica O Spa Botanique, é um ótimo lugar para relaxar e descansa,

ele

está

introduzido

dentro

do

Hotel

Botanique. É um ambiente sofisticado e agradável, com pouca luminosidade artificial, e alguma ambiente com vistas agradáveis para o exterior, como os jardins e a Serra da Mantiqueira. É um ambiente bem projetado, por mais que no início teve dificuldades para projeção devido ao ambiente com pouco espaços e pé direito baixo, mesmo assim não foi impossível a implantação de um Spa de qualidade. Gostei muito que usaram elementos que remetem a natureza, que é madeira, que (Fonte: AMADEU, Guile; LACERDA, Rodrigo, 2016)

traz uma visão delicada e sutil ao mesmo tempo.

19


6.2 Clinica Vanessa Baggio Pilates Fisioterapia e Estética – São Paulo 6.2.1 Dados Técnicos Endereço: Rua Verbo Divino, 508, Chácara Santo Antônio, São Paulo, SP Figura 08 – Fachada da Clinica

(Fonte: BAGGIO, Vanessa)

20


6.2.2 Descritivo: A Clínica Vanessa Baggio Pilates Fisioterapia e Estética é um estabelecimento diferenciado, tendo o principal objetivo de ter sito criada, buscar o bem-estar e alegria das pessoas, e com foco de alcançar objetivos desejados com protocolos inovadores, superando esses resultados, com a utilização de equipamentos de alta qualidade, e tendo na equipe profissionais de alta capacidade. Todos os serviços que se encontra no local são realizados por esse profissional que não altamente qualificados para cada função, além de um excelente atendimento personalizado e feito com muita dedicação. Todos são voltados a dar uma atenção ao cliente, proporcionando a melhor experiencia e o melhor resultado possível.

6.2.3 Analise Critica Figura 09 – Sala de relaxamento e estética

A Clínica Vanessa Baggio Pilates Fisioterapia e Estética é o tipo de lugar simples e aconchegante, onde as pessoas buscam, ir para se cuidarem, adquirindo tranquilidade, bem-estar e qualidade de vida, e onde mostra que não precisa de luxo para conquistar seus clientes, e nem que significa um lugar com pouco profissionalismo, pelo contrário esse é o conceito principal utilizado pela clínica, que é ter profissionais de altíssima qualidade e um ótimo atendimento. Que como qualquer outro estabelecimento busca é ter a confiança de seus clientes. Um ponto que observamos, nesse quesito simplicidade foi que

(Fonte: BAGGIO, Vanessa)

eles priorizaram mais o externo principalmente nos fundo,

21


onde se localiza a piscina, que eles valorizaram bem mais a estética da arquitetura, e no interior apenas a recepção, e no interior deixaram mais simples, podia ter uma igualação nesse quesito, deixando o lugar com o propósito de simples e aconchegante, como dentro e fora também, sem perder a originalidade de uma Clínica, bem organizada. Concluindo a Clínica é realmente um ótimo lugar, para qualquer pessoa que busca aconchego, bom atendimento e excelentes profissionais para a realização de quaisquer procedimentos que ela deseja, de acordo com a visão e valores abordados pela empresa. Além de ser muito próximo do que eu busco no meu projeto, que é algo simples porem de qualidade.

6.3 SPA no Parque Verholy – Ucrânia Figura 10 – Vista de fora para o SPA

6.3.1 Dados Técnicos Arquitetos: YOD Design Studio Localização: Sosnivka, Ucrânia Área: 700m² Ano: 2016

(Fonte: STUDIO, Yod Design. 2016)

22


6.3.2 Descritivo Os proprietários de um complexo de hotéis Relax Park Verholy, que se localiza em uma floresta de Pinus na região de Poltava, se aliaram ao escritório YOD Design Studio para continuarem implementando ideias inovadoras. O novo Spa com piscinas internas, academias e dormitórios é o novo exemplo dessa união. O Spa é um edifício separado que possui várias instalações de lazer, em um edifício característico da arquitetura soviética. Os arquitetos queriam integrar o Spa com o meio ambiente. Criaram área onde a simplicidade e a estética minimalista, prevalece Figura 11 – Piscina Interna

6.3.3 Análise Critica O Spa é um excelente lugar para relaxar, principalmente para pessoas que amam a natureza, por ser implantado dentro de uma floresta de pinheiros, essa ênfase da natureza é diretamente ligada ao Spa, todos ele foi

pensando

no

meio

ambiente,

com

materiais

sustentáveis.

(Fonte: STUDIO, Yod Design. 2016)

23


6.4 Análise Crítica Geral Os três estudos de casos são projetos muito bons e pensados e ligados a natureza, cada um tem sua essência, desde o layout do local, como seu entorno onde foi implantado. Escolhi projetos que possuam uma simplicidade e qualidade, e bonitos, conceitos que utilizarei na minha proposta. Os projetos cada um tem proposta parecidas os mais próximos em relação a implantação é o Spa no Parque Verholy na Ucrânia e o Spa Botanique em Campos do Jordão, além dos dois serem apenas Spa, são implantados no meio a natureza, o Spa Verholy sendo literalmente dentro da floresta de pinus, E o Spa Botanique com vista para a Serra da Mantiqueira. A clínica de estética e fisioterapia, se aproxima mais com a proposta por ser no meio do centro urbano da cidade, e possuir procedimentos tanto de estética como spa, e atividades como o pilates e yoga que também estará presente na proposta e projeto do Centro Estético e Spa Urbano. Os três estudos, me ajudaram e vão me ajudar muito na questão de setorização dos ambientes, e dimensões de cada sala, além de outros requisitos que precise.

7.0 Visita Técnica

Figura 12 – Entrada do Salão

7.1 – Claudir Hair Studio 7.1.1 Dados Técnicos Local: Claudir Hair Studio Mogi Shopping – Mogi das Cruzes Localização: Avenida Ver. Narciso Yague Guimarães, 1.001 | Loja 1543 - Centro Cívico, Mogi das Cruzes – SP Fundador: Claudir Benitez Arquiteto: Frederico Zanelato

(Fonte: Próprio Autor, 2019)

24


7.1.2 Descritivo O salão de cabelereiro Claudir, começou pelo fundador Claudir Benitez em 1980, primeiramente ele abriu um pequeno salão no centro da cidade de Mogi das Cruzes, e logo que se casou em 1983 com Maria de Lourdes, onde juntos cresceram o salão inserindo as habilidades dela como químicas, colorações, penteados, manicure, maquiagens e depilação. A partir de 1993 abriram uma unidade na Vila Mogilar onde permaneceram até 2005, e a partir daí o nome do são mudou para Claudir Hair Studio, e foram conquistando cada fez mais clientes até serem eleitos como o melhor cabelereiro de Mogi das Cruzes. E em julho de 2013 inauguraram a unidade no Mogi Shopping do Município. Como pode ver na figura 27 a seguir a entrada do salão Claudir, Hair Studio ele se encontra na lateral esquerda entrando pela entrada principal do Shopping que fica em frente a saída do estacionamento da Universidade Mogi das Cruzes, entrada com por de correr automática, e toda envidraçada, realçando a placa com o nome do salão.

7.1.3 Critica Figura 13 – Sala de Espera O salão Claudir Hair Studio, é um excelente local, o projeto realizado pelo arquiteto Frederico Zanelato, é muito interligado a natureza, a integração dela com o ambiente é notável, com painel verdes sobre cada estação procedimentos de beleza, e o pé direito alto com a clareza que os vidros dão, é a combinação que procurava para me auxiliar com meu conceito, por ser essa a ideia que procuro. Um local onde oferece vários procedimentos no ramo da beleza, e é isso que quero trazer para o projeto também, (Fonte: Próprio Autor, 2019)

25


um local de qualidade, a diferença é que o Salão Claudir Hair Studio, é destinado para pessoas com renda alta, e a proposta do meu projeto é para todas as pessoas enfatizando aqueles com renda baixa. E com ajuda do governo e de empresas isso pode sim se tornar possível, e trazer esse bem-estar a todos.

8.0 Área de Intervenção O projeto do Centro Estético e Spa Urbano para pessoa de classe baixa, será implantado na Av. Ricieri José Marcatto, Cezar de Souza, no município de Mogi das Cruzes em São Paulo, ao lado da fábrica da O Boticário, onde até 2018 era da Vult Cosméticos. Na imagem 14 a seguir, podemos visualizar uma foto em satélite demarcado a área de intervenção. No local do terreno, tem apenas um acesso, que será feita pela Av. Ricieri José Marcatto Figura 14 – Imagem em satélite da área de intervenção

Fonte: (Google Maps (Adaptada pelo Autor).2019)

26


um local de qualidade, a diferença é que o Salão Claudir Hair Studio, é destinado para pessoas com renda alta, e a proposta do meu projeto é para todas as pessoas enfatizando aqueles com renda baixa. E com ajuda do governo e de empresas isso pode sim se tornar possível, e trazer esse bem-estar a todos.

8.1 Cidade 8.1.1 Acessos 8.1.1.1 São Paulo São Paulo é um município brasileiro, onde é o principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América Latina. Possui uma população de 14 710 milhões de habitantes, se tornando a cidade mais populosa do Brasil e a 8ª entre as do mundo todo. A cidade foi fundada em 1554 por padres jesuítas, é conhecida mundialmente, exercendo também uma boa porcentagem em influencias nacionais e internacionais, em qualquer ponto de vista, seja cultural, econômica ou política. A cidade que será implantado o Centro Estético com Spa Urbano será em Mogi das Cruzes, que fica a 64 kg de São Paulo, o acesso a cidade de Mogi das Cruzes pode ser feito de carro pela Rodovia Ayrton Senna, conhecida como Rodovia dos trabalhadores, ou pode ser feito de transporte público o trem, pela linha Coral 11 que vai da estação Luz até a Estação Estudantes em Mogi das Cruzes.

8.1.2 Mogi das Cruzes Mogi das Cruzes se localiza no extremo leste de São Paulo, bem no coração do Alto Tietê, e fica cerca de 64 km de distância da Capital, possui uma distância de 721 km² de extensão territorial. A sua população

27


chega a ultrapassar os 430 mil habitantes e 544,12 habitantes por Km² de acordo com os dados do IBGE (2018). A cidade faz divisa com Suzano, Itaquaquecetuba e Arujá a Oeste, Santa Izabel a norte, Guararema e Biritiba-Mirim a Leste e Santo André a Sudoeste. Como podemos ver na figura 15 a seguir. Mogi tem uma característica de ter uma classe Jovem e um crescimento acentuado em sua população, além também de uma das cidades histórica do Brasil. Figura 15 – Mapa região Metropolitana de SP

O distrito de Cézar de Souza, onde está localizado o terreno proposto para o projeto do Centro Estético e Spa Urbano,

é

um

distrito

que

vem

se

desenvolvendo

constantemente no decorrer dos anos, ele tem esse nome graças a uma homenagem que deram ao engenheiro João Augusto Cézar de Souza, que é chefe da 5ª divisão da Estrada de Ferro Central do Brasil. É em Cézar que está localizado a sede da filial da Rede Globo, à TV Diário. Além também conta com uma estação de tratamento de esgoto, que é importante para o projeto de descontaminação do Rio Tietê no município. Fonte: (MAPAS da Região Metropolitana de São Paulo 2019.)

Com o alto crescimento de Cézar de Souza, que teve nos últimos anos. Segundo o Plano Diretor de Mogi das Cruzes é

para esse distrito que a cidade vai crescer nas próximas décadas. A área que já possui 40 mil habitantes, está se preparando para ter novos investimentos, como construções de novas casas e apartamentos, assim aumentarão cerca de 50 mil moradores nos próximos anos. Na figura 16, vemos uma vista de Cézar de Souza.

28


Figura 16 – Vista do distrito de Cezar de Souza Criado em dezembro de 1981, o Distrito possui 29 km² de extensão, além de possui 14 bairros, moradores do distrito dizem não trocar por nada, pois o lugar oferece uma qualidade de vida melhor do que os outros bairros do município, além de que a criminalidade é mais baixa, e também com crescimento do comercio diversificado nos bairros, ter que se deslocar para outro lugar

para

realizar

compras,

e

também

ter

empreendimentos de lazer próximos como o Shopping da cidade, que mesmo em outro bairro fica apenas 10 minutos de carro. Cézar abriga também bairros com rendas mais baixas como o jardim São Pedro, e

Fonte: CHIMELLO, Silvia. 2018.

apartamentos oferecidos pelo programa minha casa minha vida, e apartamentos do CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). Porém com esse alto crescimento do Distrito, um problema que se agravou foi o aumento de trânsito, principalmente em período de aulas, e justamente na Avenida Ricieri José Marcatto, onde estará localizado o Centro Estético e Spa Urbano. Mas com projetos de intervenções que o Distrito vem planejando, como a inclusão de uma nova estação de trem, que pertencerá a Linha 11 Coral da CPTM, e também já tem estudos para abertura de novos corredores de acessos onde pretender dar continuidade ao anel viário, onde esse trânsito terá visivelmente uma queda, de acordo com a Prefeitura da cidade. Cézar de Souza que está em expansão constantemente, já possui 95 indústrias instaladas, e outras 24

29


empresas que médio porte. Uma delas é a empresa da Vult que foi vendida para O Boticário ano passado (2018) que que está localizado ao lado do terreno proposto para a implantação do projeto, e principal parceira dele. O distrito possui ainda na categoria educação 21 escolas e mais 1 unidade do Crescer, no setor da Saúde possui 2 unidades de UBS e 1 unidade da UPA, de assistência social tem instalado um CREA, no Lazer o Parque Centenário da Imigração Japonesa. Na figura 41, mostra uma vista do bairro incluído a linha férrea e um pedaço da principal Avenida de Cézar a Avenida Ricieri José Marcatto, na figura 17, uma foto aérea do bairro desse ano (2019). Figura 17 – Vista do distrito de Cézar de Souza mostrando a linha férrea O município de Mogi das Cruzes possui diferentes temperaturas durante o ano, durante o verão o clima fica morno e abafado, com precipitação e com o céu encoberto, já no Inverno é ameno com céu parcialmente encoberto. No decorrer do ano, em grande parte a temperatura varia em 12 ºC e 28 ºC, sendo mundo difícil ser inferior a 8 ºC ou superior a 32º C.

Fonte: LIRA, Natan.2016.

30


8.2 Análise do Terreno O terreno escolhido fica na Avenida Ricieri José Marcatto, em Cézar de Souza, Mogi das Cruzes, bem a frente ao supermercado Semar, o terreno foi escolhido por conta de ser em uma avenida de principal acesso a bairros de renda mais baixa, e principalmente por conta de ser ao lado da fábrica da Vult/O boticário. E assim fazendo referência ao projeto e também por ser uma das parceiras para a construção e manutenção do Centro Estético e Spa Urbano. O Bairro de Cézar de Souza é considerado um distrito e vem crescendo a cada dia cada vez mais, e é considerado um dos bairros com mais potencial para o futuro de Mogi das Cruzes, ele é próximo do centro cívico da cidade, onde se localiza o Shopping, as universidades Mogi das Cruzes e Braz Cubas, terminais de ônibus, trem e rodoviário, além também acessos fácil para saída do município, o bairro possui algumas fragilidades, em questão a acessos ao bairro possui apenas a avenida principal Ricieri José Marcatto, gerando uma grande circulação de carros, formando transito no local do projeto. Mesmo sendo uma única avenida que cruza o bairro de Cézar de Souza, ele é um excelente local para a implantação do Centro Estético e Spa Urbano, por conta de ser ao lado da Fábrica e próximo aos bairros de rendas mais baixas.

8.3 Terreno O terreno localizado na Av. Ricieri José Marcatto, possui uma área de 2311,24 m², com frende de 46,30 m, lateral direita de 73 m, e esquerda de 75,30 m e por último o fundo com 18,08 m. Na imagem 18 a seguir mostra o terreno, com seu formato e respectivas dimensões.

31


Figura 18 – Local do Terreno com medidas e áreas

8.3.1 Orientação Solar Na figura 19, mostra a projeção solar do terreno, onde podemos ver que no lado A e B o melhor sol é o sol da manhã, já o lado C e o D o melhor sol é o da tarde, e o lado E o melhor sol também é o da manhã: Figura 19 – Projeção Solar do Terreno

Fonte: (Próprio Autor, 2019)

Tabela 01 – Horários da projeção solar

Fonte: (Adaptada pelo Autor, 2019) Fonte: Tabela feita pelo autor.

Legenda Verão

Equinócio

Inverno

32


8.3.2 Topografia do Terreno A Topografia do Terreno é praticamente planta, ele passa apenas por uma curva de nível com diferença de 1 metros de uma para outra, da menos de 1 % de inclinação de uma ponta até a outra. Figura 20 – Topografia do Terreno

Fonte: (Adaptada pelo Autor, 2019)

33


8.3.3 Levantamento Fotográfico A visita ao terreno localizado na Avenida Ricieri Marcatto, foi realizada no dia 29/03/2018, o terreno tem um volume ao de grama, não tendo muita relação da altura dos níveis, porem percebesse que a um desnível, além de algumas vegetações arbóreas no canto frontal, demonstrado nas figuras abaixo 21 e 22.

Figura 21 – Vista do Terreno

Fonte: (Fotografia tirada pelo Autor, 2019)

Figura 22 – Vista do terreno

Fonte: (Fotografia tirada pelo Autor, 2019)

34


Na fotografia 23, a seguir podemos ver que a fábrica da Vult/O Boticário faz divisa com o terreno, demarcando o limite que será utilizado para o projeto do Centro Estético e Spa Urbano. E na figura 24, podemos ver a fachada da fábrica, eles utilizaram bastante vidro, trazendo o conceito de leveza e clareza.

Figura 23 – Vista do terreno e da fábrica da Vult/O boticário

Fonte: (Fotografia tirada pelo Autor, 2019)

Figura 24 – Fábrica da Vult/O boticário

Fonte: (Fotografia tirada pelo Autor, 2019)

35


8.4 Entorno

Figura 25 – Mapa do entorno detalhada Legenda Terreno do Projeto Sentido das ruas Ponto de ônibus

Fonte: Google Maps. (Adaptada pelo Autor, 2019)

Na Figura 25, conseguimos ver que o terreno é de frente única que se encontra na Avenida Ricieri José Marcatto, no distrito de Cezar de Souza, na cidade de Mogi das Cruzes em São Paulo. Em seu entorno, é possível localizar no entorno do terreno na Avenida Ricieri José Marcatto, o Supermercado Semar que fica em frente ao terreno e o Supermercado Shibata que fica próximo, um cabelereiro (Belezinha), uma padaria (Dennis Pães), uma farmácia (Faz Farma), uma distribuidora de tintas. Porém nesse bairro as maiores predominâncias são as residências, como o Condomínio Gardência ao lado do supermercado Shibata e do lado da linha férrea onde fica a alguns metros do terreno, temos os condomínios residenciais (Espaço e vida Ipoema 2, Helbor Jardim Ipoema), além de residências comuns como casas.

36


E também se encontra a filial da Rede Globo (TV Diário). Por essa região ter grande massa de moradores, eles serão os principais utilizadores do projeto, principalmente por grande maioria ser de baixa renda, pessoas no qual o projeto será direcionado. Mas com a grande evolução que o Distrito de Cezar de Souza passou e passa constantemente, futuramente o fluxo de pessoas poderão aumentar, além de outras empresas se integrar ao bairro, podendo se vincular ao projeto do Centro Estético com Spa Urbano.

8.4.1 Uso e Ocupação do Solo Como foi citado antes, as residências ocupam grande parte da região do terreno, os principais que irão usufruir do Centro Estético com Spa Urbano. O entono possui comércios, como mercados grandes e de nomes conhecidos na cidade (figura 26). Que pessoas de bairros mais distantes veem para utilizar esses serviços. Além de bastantes áreas sem construções, podendo futuramente ter soluções como projetos de planejamento urbano para essas áreas, contribuindo favoravelmente a Proposta do Centro Estético e Spa Urbano.

Figura 26 – Mapa de Uso e Ocupação do Solo

Legenda Educação (Escolas, Creches) Comércio (Supermercados, Lojas, Padaria, Cabelereiro) Eventos (Igrejas)

37

Espaços Vazios Área do Terreno Fonte: Google Maps. (Adaptada pelo Autor, 2019)


8.4.2 Sistemas Viário O Sistema Viário do entorno do terreno é composto por uma via arterial (Avenida Ricieri José Marcatto), onde passa pelo terreno, 3 vias coletoras (Avenida Jackes Jones; Avenida Ver. Dante Jordão Stoppa; Rua Catarina Carrera Marcatto,) e Vias Locais (figura 27). Figura 27 – Sistema Viário do entorno

Legenda

Via Arterial Via Coletora Via Local Área do Terreno

Fonte: Google Maps. (Adaptada pelo Autor, 2019)

38


8.4.3 Gabarito de Altura Como observamos, logo abaixo o Mapa do Gabarito de Altura (figura 28), podemos perceber que o que mais predomina na região são os espaços vazios, onde possuem matas, ou terreno com apenas terra e vegetação rasteira, a segunda mais predominante são as construções de 1 pavimento, grande parte dessas construções são casas, o restante se divide em comércios, escolas, guaritas de industrias, galpões que rodeiam a área, somente algumas são de 3 ou 4 pavimentos, e apenas 2 condomínios possuem 5 ou mais pavimento, um ponto positivo na região, pois o campo de visão consegue chegar bem mais longe, favorecendo também para que pessoas que morem, ou trabalhem cerca de 200 ou até 300 metros do terreno onde será implantado o Centro Estético e Spa Urbano. Figura 28 – Mapa do Gabarito de Altura Legenda

1 Pavimento 2 Pavimentos 3 ou 5 Pavimentos 5 ou Mais Pavimentos Espaços Vazios Área do Terreno

Fonte: Google Maps. (Adaptada pelo Autor, 2019)

39


8.4.4 Cheios e Vazios Na figura 29, podemos ver o gabarito cheio e vazios, como já comentado antes, a maio predominância é os espaços vazio, com maior vegetação, algumas arbóreas outras rasteira, principalmente próximo ao terreno que será implantado o Centro Estético e Spa Urbano. As construções mesmo sendo menor que os espaços vazios, maior parte residências e principais utilizadores do Projeto, são uma porcentagem alta, e veem a crescer com o passar do ano, recendo pessoas a procura de trabalhos, qualidade de vida, etc. E mais um dos motivos para a implantação do Centro Estético e Spa Urbano, por precisarem de um apoio e melhora na qualidade de vida e bem-estar. Figura 29 – Mapa do Gabarito de Cheio e Vazio Legenda

Espaços Cheio Espaços Vazios Área do Terreno

Fonte: Google Maps. (Adaptada pelo Autor, 2019)

40


8.5 Legislação O terreno está localizado na Avenida Ricieri José Marcatto, em frente ao supermercado Semar, no distrito de Cezar de Souza, na cidade de Mogi das Cruzes em São Paulo. A área onde ele está situado faz parte da zona de uso e ocupação ZOP-2 (Zona de ocupação preferencial), cujo os parâmetros técnicos são os Índices Urbanísticos e os Critérios de implantação. Por conta do terreno ser meio de quadra, os principais critérios adotado para poder implantar um é que deve obedecer aos recuos que são de 5 metros para as duas frontais, e 1,5 metros para os demais lados. Na tabela 02, podemos ver a tabela com os índices urbanísticos. O terreno possui uma área de 2330,24 m², podendo ser construído 50%, ou seja 1165,12 m² de área construída. Tabela 02 – Tabela com os índices urbanístico do terreno

Fonte: MOGI DAS CRUZES. PREFEITURA DE MOGI DAS CRUZES. Índices Urbanísticos. 2017.

41


9.0 Programa de Necessidades

42


9.0 Programa de Necessidades

43


9.0 Programa de Necessidades

44


9.0 Programa de Necessidades

45


9.0 Programa de Necessidades

46


9.0 Programa de Necessidades

47


10.0 Agenciamento Centro Estético Recepção  Sala de espera  Sanitários

 Estética especializada  Radiofrequência

SPA Urbano

 Peeling de Diamante

 Massagem

 Ultrassom de alta

 Spa

Frequência  Nutricionista  Psicólogo

Cursos Profissionalizantes Ginástica

Studio de Beleza

 Estética básica  Pilates

 Massagem

 Cabelereiro

 Yoga

 Manicure

 Maquiagem

 Sanitários

 Pedicure

 Esmaltaria

 Cabelereiro  Sanitários

48


10.0 Agenciamento

Externo

Serviços

 Estacionamento

 Copa

 Piscina

 Vestiários

 Sanitários

 Sanitários

 Vestiários

 DML  Sala de Palestra

49


11.0 Organograma

50


12.0 Fluxograma Térreo

51


12.1 Fluxograma - 2 Pavimento Legenda

Público Usuários Usuários Centro Estético / Cliente / Funcionários Estúdio de Beleza / Cliente / Funcionário SPA / Usuários / Funcionário Cursos / Usuários / Funcionário Ginástica / Usuários / Funcionário Funcionários

52


13.0 Perfil do Cliente O Centro Estético com Spa Urbano, tem como principais usuários, pessoas de renda baixa, pessoas que moram em periferias e comunidades, sejam mulheres ou homens acima de 17 anos, que estejam com excesso de cansaço, estresse e baixa autoestima, trazendo o bem-estar a elas, e também para pessoas que não estejam em um nível de estresse, cansaço alto para assim evitar que elas cheguem a esse ponto em seu corpo afetando fisicamente e psicologicamente. A proposta em geral acolhe todos as pessoas, mesmo sendo de classes com um poder aquisitivo mais alto, porém pessoas que tiverem rendas mais baixas, terão maior prioridade. Além também delas poderem realizar cursos profissionalizantes das mesmas áreas da proposta.

13.1 Conceito O conceito da proposta é pensando em como as pessoas agem em relação as barreiras de auto aceitação, o mundo vem mudando constantemente e essa padronização vem se quebrando cada vez mais, pessoas que eram consideradas fora do “padrão”, a sociedade vem impondo desde da época dos primeiros ideias de beleza, onde cada época mostra o padrão que está na moda, porém na época que estamos vivendo atualmente, esses padrões estão deixando de existir, sendo assim as pessoas começam se enxergar de outra forma e se aceitar como realmente são, sem se importarem com o que a sociedade ainda impõe. O projeto Instituto Ame Você vem demonstrar essa ruptura em todas as pessoas e classes sociais, onde a forma em cubo, representa os padrões imposto pela sociedade, e as consequências que isso causa, como baixa autoestima e depressão, e a curva do corpo humano que representa e extinção desses “padrões”. O conceito de bem-estar, é focado em trazer e priorizar a saúde, a satisfação e felicidade ao usuário, seja ele fazendo alguns procedimentos oferecidos ou aprendendo com um dos cursos. Dentro do conceito bem-estar podemos.

53


utilizar outros segmentos como a própria saúde, o ambiente interior como os mobiliários, as cores dos ambientes, e a utilização da iluminação, pois sem a união desses itens fica difícil criar um ambiente confortável que possa trazer o bem-estar de estar ali. E a junção de leveza e clareza ao projeto, fazendo a integração do exterior (natureza) com o interior, fazendo assim a harmonia perfeita com o bem-estar

13.2 Partido Arquitetônico Partindo desses conceitos, para proporcionar eles, veem a utilização de cores neutras como o azul turquesa por ser uma cor que se remete a serenidade e tranquilidade, e luminosidade baixa em ambientes como salas de massagens, para a entrada a luminosidade direcionada, os mobiliários produzidos com materiais como madeira e com cores mais vibrantes como os tons de cinza, que trazem, pois além de serem importantes para o humo e o estado de espirito, proporcionam mais elegância e ajudando na luminosidade natural de ambiente como sala de procedimentos estéticos. As cores mais vibrantes estarão presentes também juntos com as cores neutras sem outros ambientes como nos moveis da recepção, como o branco, cinza claro, preto, e cores vibrantes como laranja e roxo, se torna em um ambiente mais alegre e ideal para trazer uma energia extra no dia-a-dia dos usuários. O conceito de leveza e clareza será utilizado os vidros, fazendo com que a junção das cores, luminosidade e os vidros sejam a união perfeita para fazer com que os usuários externos se interessem e entrem para conhecer e usufruir de todos os procedimentos que o Centro estético e Spa Urbano podem a oferecer a saúde bem-estar a elas. E também por ser um projeto que será implantado em uma avenida bem movimentada e próximo a linha férrea de trem de carga, e de principal acesso a alguns bairros de Cezar de Souza e do Municio de Mogi das Cruzes, que por conta do barulho alto prejudicará aos usuários do projeto, a colocação de vidros acústicos tanto nas janelas moveis como nas fixas, fará com que esse ruído diminua muito.

54


As cores e iluminação, trabalhados juntos podem criar um ambiente bem confortável, trazendo a tranquilidade e consequentemente o bem-estar, no partido onde serão utilizados as cores com a luminosidade, podemos ver nas figuras 30 e 31 seguir, dois ambiente de Centro estético ou Spa e até mesmo comércios ou casas, neles conseguimos perceber o quanto fica um ambiente agradável e tranquilo de se estar. O conceito de cubo, representa todas as pessoas, principalmente aquelas que não possuem tempo suficiente de se cuidarem por conta de muito trabalho e estresse excessivo e também os “padrões” estabelecidos pela sociedade, e acabam se fechando para si mesmo, e para quebrar esse cubo, será utilizado como referência as curvas do corpo humano, sejam de mulheres ou homens, usando no projeto aberturas arredondadas como coberturas de vidros, brises, caminhos, etc. Fazendo com que as pessoas vejam que todos nós podemos, nos sentirem melhores com os que vemos no espelho, e internamente, e nos auto aceitar conforme somos buscando sempre o melhor e assim aumentando a nossa autoestima e a nossa confiança em si mesmo, para podermos conquistar todos nosso sonhos. Figura 30 – Sala de massagem do Rama Resort SPA

Fonte: SPA, Rama Candidasa Resort &. SPA ambiente. 2019

Figura 31 – Conivência

Fonte: ARMENTANO, João. 2017.

55


Já no partido de leveza e clareza, a utilização dos vidros como já citados é a material chave, para representar esse quesito, pois além de deixar o projeto mais atrativo e convidativo, e bonito, traz a passagem de luz natural, nas figuras 32 e 33 a seguir, podemos ver exemplos desse material utilizados em clínica médica e casas. Figura 33 – Fachada de Casa de Vidro

Figura 32 – Clínica médica Dr. Fausto

Fonte: SANTOS, Natalia. 2018.

Fonte: Ricardo Robello, 2019

56


No partido de integração exterior com interior, a utilização da vegetação é o ponto principal para alcançar esse partido no projeto, nas figuras 33 e 34 a seguir podemos ver como essa vegetação pode ser utilização para compor centro e fora do projeto, sim fazendo a integração entre um e outro, e também assim traz ao usuário a sensação de estar ao meio da natureza. Figura 34 – Ambientes internos e externos integrados

Figura 35 – Ambientes internos e externos integrados

Fonte: PORTOBELLO. 2012.

Fonte: PORTOBELLO. 2012.

57


13.4 Partido Urbanístico Como partido urbanístico será adotado a revitalização da via e calçada, por conta de serem bem precárias, dificultam a locomoção dos carros e principalmente das pessoas, outro partido que também será adotado para o projeto, é a continuação da linha do trem, que por mais que já haja projetos na prefeitura, não a previsão de quando farão essa continuação, que seria até Sabaúna, bairro um pouco mais distante da cidade, assim ajuda as pessoas de outros bairros que não possuam carro, ou até prefiram não utilizar carro por conta do estresse que é o transito, a se locomover até o Centro Estético e Spa Urbano, na figura 35 seguir, podemos ver como um desses partidos ajudaram positivamente no projeto e para a infraestrutura da cidade e principalmente para a população. Figura 36 – Proposta da revitalização da Avenida Sete

Fonte: (NOTICIAS, Varela. 2017.)

58


14.0 Premissas e Diretrizes 14.1 Localização A implantação de uma SPA e um Centro estético, se condiciona por aspectos dos serviços oferecidos, e das características do mercado consumidor, que são relacionados a um determinado grupo de consumidores, os quais a empresa presente atendê-los com os serviços. De modo geral as pessoas buscam esses serviços onde passam o maior tampo, para evitar um maior deslocamento.

14.2 Corpo de Bombeiro A exigências de acordo com o Corpo de Bombeiro para um projeto de Centro Estético e Spa Urbano são os níveis mínimos de segurança, previsão de proteção contra incêndio da estrutura do edifício, possuir rotas de fugas e equipamentos para detectar e combater incêndio, alarmes e sinalizações para localizar os equipamentos e as rotas de fuga.

14.3 Estrutura Física Funcional Os serviços de estética, Spa e embelezamento, não poderão ser utilizadas para outros afins, como para passagem para outro lugar. As instalações elétricas deverão possuir fiação embutida, tomadas com indicação de voltagem, e com quadro de força, com devida identificação das saídas.

59


Para sala que serão destinadas aos procedimentos estéticos ou embelezamento como a esmaltaria, terá que ter como área mínima de 10m², com largura mínima de 2,5 metros, para o máximo de duas cadeiras, 5m² para cada cadeira. Para cada cadeira adicional deverá respeitar a seguinte distancia linear:  A distância mínima com o eixo é de bancada é de 1,20 metros.  A distância mínima com o eixo da primeira cadeira, em ambos os lados é de 0,60 metros.  A distância mínima do espelho até as costas do profissional é de 1,50 metros.  Para os secadores e barbeadores elétricos, devem ser previsto tomada de altura mínima de 2,20 metros. Deverá disponibilizar uma área especifica para guardar materiais esterilizados, com armário exclusivo fechado, limpo e sem umidade. Na área de manicure/pedicure (Esmaltaria), deve se respeita as seguintes metragens lineares: 

A distância mínima entre o eixo das cadeiras deverá ser de 0,80 metros.

A distância mínima da primeira cadeira, de ambos os lados de ser de 0,40 metros.

A distância mínima da parede para as costas da manicure deve ser de 1,50 metros.

Se caso houver equipamentos elétricos como bacias, lixas, etc. deverá possuir tomada bi volts (127V e 220V).

Deverá possuir a privacidade do usuário/cliente durante os procedimentos, sejam feitos por salas ou boxes. O centro estético e SPA urbano, deverá ter os equipamentos e mobiliários adequados, tendo a higienização e ergonometria aceitável. Os mobiliários como cadeira, mesa, macas, colchões, armários deveram ter revestimento de material resistente, impermeável, e fácil higienização.

60


Nos serviços de cabelereiro, deverá ser adotado pelo menos 1 lavatório de cabelos, com água corrente e com temperatura da água ajustável. Deverá ser respeitados as seguintes medidas lineares:  A distância mínima entre o eixo de cada lavatório é de 0,60 metros.  A distância mínima do primeiro lavatório, ambos os lados devem ser de 0,40 metros. De Acordo com a vigilância sanitária (ANVISA), a sala que serão destinadas ao atendimento do cliente, deverão ter lavatório/pia com dispensador de sabão e suporte para papel toalha para a higienização das mãos, coletor de lixo com tampa e acionamento por pedal e com saco plástico, terão que ter bancadas fixas ou moveis para apoio das atividades, com acabamento liso, impermeável, resistente, lavável, e de fácil higienização. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, diz que a construção do imóvel deverá ser levada em consideração, as paredes, cores, medidas e ambientes. E que o uso de equipamentos, como os de uso único quanto os de uso retornável devidamente esterilizados. Conforme a Norma Regulamentadora nº 7 (NR) da ABNT (Associação de Normas Técnicas, da Portaria nº 3.214 de 08/06/1978 do Ministério do Trabalho, os profissionais que trabalham em estabelecimentos de embelezamento, devem possuir de forma obrigatória os seguintes exames médicos:  Exame Admissional: Exame realizado antes do profissional começar a assumir seu trabalho no estabelecimento.  Exame periódico: realizado anualmente para profissionais acima de 45 anos e bianual para profissionais entre 18 e 45 anos de idade.

61


 Exame de retorno de trabalho: exame realizado obrigatoriamente, se caso o profissional voltar a trabalhar após o período de 30 dias ou mais, por conta de gestação, doença ou acidente.  Exame de mudança de função: exame realizado após qualquer mudança de função do profissional.

De acordo com a NR nº 6, do Ministério do Trabalho, diz que os E.P.I (Equipamento de Proteção Individual), como sendo “todo dispositivo de uso individual destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador no local de trabalho”. Sendo eles:  Proteção para a cabeça, como óculos e mascaras.  Proteção para os membros superiores, como luvas.  Proteção para o tronco, como aventais.  Proteção para membros inferiores, como sapatos.

14.4 Código de Obras De Acordo com o Código de Obras, na seção III sobre edificações de usos comerciais e de serviços, e no artigo 439, diz que as edificações desses usos deverão conter pé direito mínimo de 3 metros, no pavimento térreo, independente do uso. De acordo com os artigos 365 e 366, a piscina e a caixa d’ água, deverão ser construída apta para resistir a pressão da água, que incidem sobre as paredes e o fundo, e que deverão respeitar o recuo mínimo obrigatório, podendo serem localizados no recuo de fundo e lateral, das respectivas divisas, observando o afastamento mínimo de 1,50 m de todas as divisas do lote.

62


14.5 Estética Para os procedimentos que são nomeados como não invasivo, como por exemplo a limpeza de pele e a drenagem linfática, entre outros, devem ser realizados por esteticista, devendo estar fixado em algum local visível a certificação do profissional, utilizar produtos manipulados em farmácias somente quando devidamente prescrito por médico, e devem também possui manual de instrução de uso dos aparelhos, além a notificação de isenção de registro do órgão competente do ministério da saúde. (PEREIRA et al., 2012).

15.0 ESTUDO PRELIMINAR 15.1 Memorial Justificativo O presente Memorial Justificativo, tem como objetivo descrever o porquê da utilização da proposta arquitetônica do projeto, pensando na relação sustentável, otimizando o uso de luz natural pra a iluminação do projetos, principalmente nas áreas de convivência externas, e utilização de coberturas com brises, com vidros que bloqueiam a entrada de calor, e assim o ambiente não ficará superaquecido nos dias mais quentes. Além também de ter um painel verde vertical, trazendo a integração com a natureza, aumentando a qualidade do ar no projeto, deixando também o ambiente bem mais agradável. Na entrada haverá um recuo onde poderão desembarcar pessoas, com um fachada totalmente voltada para a natureza, com palmeiras na porta de entrada principal, e brises de madeira na varanda superior, para melhorar o bloquei direto dos raios solares, além de ser referencial na natureza, alguns elementos quebram um pouco dessa metodologia,

63


como vidros e pinturas texturizadas, fazendo a integração da natureza com meio urbano, a utilização de madeira plástica, também será utilizado em alguns elementos, como o painel com o logo na fachada, e os brises verticais nas laterais, e também no deck da piscina. Todo o projeto possui relação com a natureza, fazendo com que os usuários se sintam confortáveis, trazendo sensações como alegria, bem estar e paz.

15.2 Memorial Descritivo MADEIRA PLÁSTICA

A madeira plástica é um produto 100%. Do mesmo modo, ela é resultante da aplicação de uma moderna tecnologia industrial. Além disso, seu processo de fabricação agrega matériasprimas recicláveis, como por exemplo resíduos plásticos industriais dos mais variados.

VIDRO COM PROTEÇÃO SOLAR

PISO DRENANTE

O vidro com proteção solar é na verdade um vidro comum, que pode ser de vários tipos, como simples, temperado, laminado, duplo ou refletivo. A diferença é que ele é coberto com um material que o protege em até 78% do calor externo e de até 99% dos raios UV

Os pisos drenantes intertravados são feitos de cimento e são unidos sem a necessidade de argamassa. São indicados para área externa, permite a vazão da água, ajudando a evitar alagamento. Para assenta-lo, o solo deve ser coberto com brita grossa e outra de brita fina e uma de areia.

64


15.3 Memorial Botânico

Ipê Amarelo

Ipê Rosa

Íxora- Chinesa Vermelha

Flor Canhota

Nome Cientifico:

Nome Cientifico: Tabebuia

Nome Cientifico: Ixora

Nome Cientifico:

Handroanthus ochraceus

Pantaphylla

Chinensis

Scaevola aemula

Porte: Média

Porte: Média

Porte: Muda

Porte: Muda

Arbusto

Amoreira-negra

Nome Cientifico: Buxus

Nome Cientifico: Morus

Sempervirens

nigra

Porte: Muda

Porte: Média

65


15.3 Memorial Botânico

Palmeira Real Cubana Nome Roystonea regia Porte: Alta

Cipreste - Italiano

Lambari Roxo

Azaleia

Nome Cientifico:

Nome Cientifico:

Nome Cientifico:

Cupressus sempervirens

Tradescantia zebrina

Rhododendron simsii

Porte: Alta

Porte: Muda

Porte: Muda

Grama São Carlos

Faia Americana

Nome Cientifico:

Nome Cientifico: Fagus

Axonopus compressus

grandifolia

Porte: Grama

Porte: Média

66


Processo Criativo


Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

5.00 5.00 5.00 5.00

ESCALA

1 : 200

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

o

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

DIO U T S , O IC T É T S E O R T N CE E DE BELZA, SPA URBANO CURSOS

PISCINA

SALA DE PILATES E YOGA E ÁREA DE SERVIÇOS

rcatt Avenida Ricieri José Ma

5.00

N 2.50 2.50 2.50

2.80 2.80

Centro Estético e SPA Urbano para Todos

Processo Criativo - Estudo Preliminar 1 - Processo Criativo FOLHA

68

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.


PROJEÇÃO JARDIM INTERNO

PORTICO DE GESSO

PINTURA

PINTURA

TIJOLINHO

AZULEJO

01

ELEVAÇÃO FRONTAL - PROPOSTA 1

Centro Estético e SPA Urbano para Todos 02

ELEVAÇÃO POSTERIOR - PROPOSTA 1

Fachadas - Processo Criativo - Proposta 1 ESCALA

FOLHA

1 : 100

69


01

VOLUMETRIA ESTUDO PRELIMINAR PROPOSTA 1

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Maquete 3D - Processo Criativo - Proposta 1 ESCALA

FOLHA

1 : 150

73


BRISES DE CONCRETO COLORIDO

REVESTIMENTO

MADEIRA

PELICULA DE VIDRO

01

ELEVAÇÃO FRONTAL - PROPOSTA 2

REVESTIMENTO

CONCRETO QUEIMADO

02

ELEVAÇÃO POSTERIOR - PROPOSTA 2

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Fachadas - Processo Criativo - Proposta 2 ESCALA

FOLHA

1 : 100

70


BRISES DE MADEIRA

PINTURA COBERTURA DE VIDRO

CONCRETO QUEIMADO

01

ELEVAÇÃO LATERAL DIREITA - PROPOSTA 2

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Fachadas - Processo Criativo - Proposta 2 ESCALA

FOLHA

1 : 100

71


Centro Estético e SPA Urbano para Todos 01

VOLUMETRIA - ESTUDO PRELIMINAR PROPOSTA 1

Maquete 3D - Processo Criativo - Proposta 1 ESCALA

FOLHA

1 : 150

72


01

VOLUMETRIA - ESTUDO PRELIMINAR PROPOSTA 2

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Maquete 3D - Processo Criativo - Proposta 2 ESCALA

FOLHA

1 : 150

74


01

VOLUMETRIA - ESTUDO PRELIMINAR PROPOSTA 2

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Maquete 3D - Processo Criativo - Proposta 2 ESCALA

FOLHA

1 : 150

75


Ante - Projeto


Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P. Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

1 Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P. Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P. Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

2.90

IMPLANTAÇÃO

2.40 3.00

2.30 2.30

3.83 3.00

2.30 3.00

2.30 2.30 3.00 2.30

3.00 2.30 3.00

ENTRADA PEDESTRE

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

2.30

PAINEL VERDE

3.00 12.37

3.00

ENTRADA VEÍCULOS

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

2.30 7.04 12.74

5.07

6.49 2.72

N 3.22

Avenida Ricieri José Marcatto

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

27.36

SAÍDA DE VEÍCULOS

DESCE ACESSO RAMPA AMENTO ESTACION ÃO 20% AÇ INCLIN

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

Ramírez.

Suárez

Hugo

Arq.

de

Ramos.P.

Espitia

Francisco

Arq.

de

Arguelles.P.

Romero

A.

Adrian

Arq.

de

Hernández.P.

Guerrero

Enrique

Arq.

de

P.

73.00

9.92

2.30 0.58 2.32

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Implantação ESCALA FOLHA

1 : 250 77


J6

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

VESTIÁRIO FEM

P2

P2

P2

P2

P2

P2

1.50 3.50

3.50

3.50

SALA DE MASSAGEM

SALA DE MASSAGEM

3.50

SALA DE MASSAGEM

SALA DE SPA

5.65

1.28

SALA DE MASSAGEM

4.15

3.50 SALA DE MASSAGEM

SALA DE SPA

P2

P2

VESTIÁRIO MASC

5.47

P2 SANITÁRIO FEM

P2

J1

P2

J1

J1

P2

3.55

SANITÁRIO MASC

2.00

4.15

P2

4.15

4.15

4.15

4.15

P2

P2

3.70

P2

J1

P2

P2

P2

P2

J5

J1

J13

ÁREA DE CONVIVÊNCIA

J12

5.52

P4 MAQUIAGEM

DML

FIXO

P4 ÁREA DE CONVIVÊNCIA

BANCOS

6.00

3.17

P2

P4

4.00

6.05 FIXO

LAVANDERIA

P2

3.00

3.00 7.05

6.12

P4 ESMALTARIA

J3

P5

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

P5

3.85

J4 SALA DE RADIOFREQUÊNCIA

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

J11

6.34

J11

P2

3.50 P4

P4

1.50

P4

P4

3.50 11 12

13

14

15

16

16

17

18

09

07

06

05

04

03

02

01

08

SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

3.70 SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

3.55 P2

9.60

J1

J1

P2

SANITÁRIO P2 FEM

P2

3.66 P2 SANITÁRIO MASC

J2 AULA DE PILATES E YOGA

AULA DE PILATES E YOGA

P2 J1

J1

J1

J1

J1

J1

2.03

14.50

NUTRICIONISTA

1.50

3.63

PSICÓLOGA

P2

9.10

5.98

1.10

SOBE

10

P2

6.56

RECEPÇÃO E SALA DE ESPERA

4.15

4.15

4.15

4.15

P3 21.25

P4

3.50

3.50

VESTIÁRIO MASC FUNCIONÁRIOS

VESTIÁRIO FEM FUNCIONÁRIOS

7.00

3.50 P4

2.00

3.50

P4

17.54

9.60

P2

CABELEREIRO

P4

3.50

3.17

P4

2.02

3.50 P4

P2

3.85

3.50

4.15

4.15

4.15

8.03

3.00

J3

18.20

7.00

J14

J1

COPA

3.85

J14

J1

3.00

P2

3.00

P2

3.00

P2

P5

P2

2.00

P2

1.50

J6

10.00

11.47

P1

FIXO

01

PLANTA BAIXA TÉRREO

02

FIXO

FIXO

P6

FIXO

P6

FIXO

FIXO

FIXO

PLANTA BAIXA TÉRREO - PRÉDIO 2

LEGENDA Recepção - Público

SPA - Privado

Estética - Privado

Sanitários - Privado

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Setorização - Planta Baixa - Pavimento Térreo Prédio 1 e 2

Área de Convivência - Privado

Sala de Pilates/Dança - Privado

N Esmalteria - Privado

Área Funcionários - Serviço/Restrito

ESCALA

FOLHA

1 : 150

78


2.50

2.50

J10

5.00 ADMINISTRAÇÃO

VARANDA

J9 CURSO DE CABELEREIRO

3.15

P5 CURSO DE MAQUIAGEM

CURSO DE MANICURE E PEDICURE

2.50

J8

5.00

J8

5.00

J8

2.80

P4

5.00 CURSO DE MASSAGEM

ESCADA COM PLATAFORMA PARA CADEIRANTE 01

18 17

02 03

16 16

04 05

15 14

06 07

13

P4

J14

J4

2.50

6.23

J7

5.00

5.93 14

15

16

16

17

18

09

07

06

05

04

03

02

01

08

3.55 SANITÁRIO FEM P2

CIRCULAÇÃO

VARANDA

P2

P2

2.80

2.55

13

CURSO DE ESTÉTICA BÁSICA

2.00

5.85

10

11 12

DESCE

3.70

P4

5.00

P4

P4

6.57

P3

10.22 P4

5.00

P4 SALA PARA PALESTRAS

10.83

2.50

SALA DE ESPERA

PALCO

2.80

2.80

P4

P4

5.00

18.20

5.00

6.05

5.78

2.80

J14

5.00

5.00 FIXO

2.80

FIXO

FIXO

2.80

P2

08

SANITÁRIO MASC

11 12

J1

P2

10

J1

J2

4.50

P2

P4

ESTACIONAMENTO

J1

P4

2.00

P4

P2

4.50

2.50

P2

5.00

2.00

P2 SANITÁRIO FEM

SOBE

4.15

1.28

09

5.00 P2

2.50

ALMOXARIFADO

J2 P2

8.03

3.25

P2 SANITÁRIO MASC

P2

1.50

3.55

14.50

02

PLANTA BAIXA SUBSOLO

LEGENDA 01

PLANTA BAIXA SUPERIOR Recepção e Estacionamento- Público

Área de Convivência - Privado

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Setorização - Planta Baixa - Pavimento Térreo Prédio 1 e 2

Cursos - Privado

N Administração - Restrito

ESCALA

FOLHA

1 : 150

79


J6

P2

P2

P2

P2

P2

VESTIÁRIO FEM

P2

P2

P2

P2

P2

1.50

P2

3.50

3.50

3.50

SALA DE MASSAGEM

SALA DE MASSAGEM

3.50

SALA DE MASSAGEM

SALA DE SPA

5.65

1.28

SALA DE MASSAGEM

4.15

3.50 SALA DE MASSAGEM

SALA DE SPA

P2

P2

VESTIÁRIO MASC

5.47

P2 SANITÁRIO FEM

P2

P2

3.55 P2

J1

P2

J1

J1

P2

SANITÁRIO MASC

2.00

4.15

P2

4.15

P2

4.15

4.15

4.15

P2

P2

P2

3.70

P2

J1

J5

J1

J13

ÁREA DE CONVIVÊNCIA

J12

5.52

P4 MAQUIAGEM

DML

FIXO

P4 ÁREA DE CONVIVÊNCIA

BANCOS

6.00

3.17

P2

P4

4.00

6.05 FIXO

LAVANDERIA

P2

3.00

3.00 7.05

6.12

P4

P5

SALA DE RADIOFREQUÊNCIA

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

P5

3.85

J4 SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

J11

6.34

J11

CABELEREIRO

P4

P4

P4

P4

P4

P4

3.50 4.15

11 12

13

14

15

16

16

17

18

09

07

06

05

04

03

02

01

SOBE SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

1.10

1.50

3.70 SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

P2

9.60

J1

J1

P2

SANITÁRIO P2 FEM

P2

3.66 P2 SANITÁRIO MASC

J2

AULA DE PILATES E YOGA

AULA DE PILATES E YOGA P2

J1 J1

J1

J1

J1

J1

2.03

14.50

NUTRICIONISTA

P2

3.55 P2

3.63

PSICÓLOGA

P2

9.10

RECEPÇÃO E SALA DE ESPERA 08

P2

6.56

5.98

3.50

4.15

4.15

4.15

P3 21.25

10

VESTIÁRIO MASC FUNCIONÁRIOS

VESTIÁRIO FEM FUNCIONÁRIOS P2

17.54

9.60

P2

7.00

P4

1.50

P4

3.50

P2

3.50

3.50

2.00

3.50

P4

3.50

3.17

P4

2.02

3.50

P2

3.85

3.50

4.15

4.15

4.15

8.03

3.00

18.20

ESMALTARIA

J3

J3

7.00

J14

J1

COPA

3.85

J14

J1

3.00

P2

P2

P2

3.00

P2

3.00

P2

P5

P2

2.00

P2

1.50

J6

11.47

P1

10.00 FIXO

FIXO

01

PLANTA BAIXA TÉRREO

02

JANELAS EM FITA

JANELAS Nome

Material

J1

Aluminio e Video Refletivo

Largura (m) 2,00

Altura (m) 1,50

Peitoril (m) 0,90

JANELAS EM FITA

Largura (m)

Altura (m)

Peitoril (m)

J7

Aluminio e Video Refletivo

9,45

1,50

0,90

J8

Aluminio e Video Refletivo

5,55

1,50

0,90

J9

Aluminio e Video Refletivo

5,75

1,50

0,90

3,00

J3

Aluminio e Video Refletivo

16,70

1,50

0,90

J10

Aluminio e Video Refletivo

4,80

1,50

0,90

J4

Aluminio e Video Refletivo

11,65

1,50

0,90

J11

Aluminio e Video Refletivo

4,80

1,50

0,90

J5

Aluminio e Video Refletivo

6,95

0,65

1,60

J12

Aluminio e Video Refletivo

5,00

1,50

0,90

J6

Aluminio e Video Refletivo

J13

Aluminio e Video Refletivo

4,60

1,50

0,90

J14

Aluminio e Video Refletivo

2,05

4,10

0,90

7,35

0,65

0,65

1,60

1,60

Nome

Material

P1

Aluminio e Video Refletivo

P2

Madeira Aluminio e Video Refletivo Aluminio e Video Refletivo Aluminio e Video Refletivo Aluminio e Video Refletivo

P3

Aluminio e Video Refletivo

J2

N

Material

P4 P5 P6

P6

FIXO

P6

FIXO

FIXO

FIXO

PLANTA BAIXA TÉRREO - PRÉDIO 2

PORTAS

Nome

FIXO

Largura (m)

Altura (m)

2,30

2,20

0,80

2,10

0,80

2,10

1,70

2,10

3,00

2,20

2,00

2,20

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Planta Baixa - Pavimento Térreo Prédio 1 e 2 ESCALA

FOLHA

1 : 150

80


J10

ADMINISTRAÇÃO

VARANDA

J8 J9

2.50

J8

5.00

J8

2.50

P4

2.80

ALMOXARIFADO

2.50

CURSO DE MAQUIAGEM

CURSO DE MANICURE E PEDICURE

5.00

CURSO DE CABELEREIRO

3.15

P5

5.00

P2

ESCADA COM PLATAFORMA PARA CADEIRANTE

P2

J14

6.05

5.78

5.00

18.20

18

01 02

17 16

03 04

16 15

05 06

14 13

07 08 10

2.50 2.80

5.00

FIXO

FIXO

FIXO

CURSO DE MASSAGEM P4

J14

11 12

P2

09

SANITÁRIO MASC

2.00

2.50

J2

4.50

P2

P4

J1

ESTACIONAMENTO

P4

J1

5.00

P4

J1

P2

4.50

2.80

P2

SOBE

2.00

P2 SANITÁRIO FEM

5.00

4.15

1.28

6.23

J7

2.80

5.00

2.50

5.00

P4

P4

2.80

J4

5.00

5.93 13

14

15

16

16

17

18

07

06

05

04

03

02

01

08

SANITÁRIO FEM P2

CIRCULAÇÃO

VARANDA

P2

2.50

11 12 09

3.55 P2

2.00

2.55 10

DESCE

3.70

P4

J2

3.25

8.03

SANITÁRIO MASC

P2

1.50 3.55

14.50

2.80

P2

P2

5.00

P4

P4

6.57 CURSO DE ESTÉTICA BÁSICA

P3

10.22 P4

5.00

5.85

5.00 P4 SALA PARA PALESTRAS

10.83

2.80

SALA DE ESPERA

PALCO

01

PLANTA BAIXA SUPERIOR

02

JANELAS EM FITA

JANELAS Nome

Material

J1

Aluminio e Video Refletivo

Largura (m) 2,00

Altura (m) 1,50

Peitoril (m) 0,90

JANELAS EM FITA

Altura (m)

PORTAS

Nome

Material

Peitoril (m)

J7

Aluminio e Video Refletivo

9,45

1,50

0,90

J8

Aluminio e Video Refletivo

5,55

1,50

0,90

J9

Aluminio e Video Refletivo

5,75

1,50

0,90

3,00

J3

Aluminio e Video Refletivo

16,70

1,50

0,90

J10

Aluminio e Video Refletivo

4,80

1,50

0,90

J4

Aluminio e Video Refletivo

11,65

1,50

0,90

J11

Aluminio e Video Refletivo

4,80

1,50

0,90

J5

Aluminio e Video Refletivo

6,95

0,65

1,60

J12

Aluminio e Video Refletivo

5,00

1,50

0,90

J6

Aluminio e Video Refletivo

J13

Aluminio e Video Refletivo

4,60

1,50

0,90

J14

Aluminio e Video Refletivo

2,05

4,10

0,90

7,35

0,65

0,65

1,60

1,60

Nome

Material

P1

Aluminio e Video Refletivo

P2

Madeira Aluminio e Video Refletivo Aluminio e Video Refletivo Aluminio e Video Refletivo Aluminio e Video Refletivo

P3

Aluminio e Video Refletivo

J2

N

Largura (m)

PLANTA BAIXA SUBSOLO

P4 P5 P6

Largura (m)

Altura (m)

2,30

2,20

0,80

2,10

0,80

2,10

1,70

2,10

3,00

2,20

2,00

2,20

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Planta Baixa - Pavimento Superior Prédio 1 ESCALA

FOLHA

1 : 150

81


BRISES

CIRCULAÇÃO

VESTIÁRIO MASC DE FUNCIONÁRIOS 3,00

SALA DE PILATES/YOGA

2,18

3,00

2,18

COBERTURA METALICA COM PAINEIS DE VIDRO

BRISES

CIRCULAÇÃO

1,1 LAVANDERIA

3,00

3,00

CIRCULAÇÃO

PLATIBANDA H=1,10 LAJE IMPERMEABILIZADA 6% DE INCLINAÇÃO

2,00

1,10

3,00

3,00

2,18

3,00

COBERTURA METALICA COM PAINEIS DE VIDRO

CIRCULAÇÃO

3,00

CIRCULAÇÃO

CIRCULAÇÃO

CIRCULAÇÃO

2,18

CAIXA D'AGUA

PLATIBANDA H=1,10 LAJE IMPERMEABILIZADA 6% DE INCLINAÇÃO

1,10

1,5

COBERTURA METALICA COM PAINEIS DE VIDRO

2,60

CIRCULAÇÃO

RAMPA DE ACESSO

01

ESTACIONAMENTO

CORTE AA

2,00

COBERTURA EM VIDRO DO JARDIM INTERNO COM BRISES

PLATIBANDA H=1,10 LAJE IMPERMEABILIZADA 6% DE INCLINAÇÃO

CAIXA D'AGUA

3,00

3,00

SANITÁRIO FEMININO

SANITÁRIO FEMININO 3,00

2,60

3,00

RECEPÇÃO

2,18

2,18

3,00

2,18

SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA 3,00

SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

NUTRICIONISTA 3,00

2,18

3,00

2,18

2,18

4,10

PSICOLOGA

CIRCULAÇÃO/SALA DE ESPERA

RAMPA DE ACESSO

02

CORTE BB

ESTACIONAMENTO

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Cortes - AA e BB ESCALA

FOLHA

1 : 150/1 : 200

82


COBERTURA DE VIDRO ESTRUTURA METÁLICA

PINTURA

BRISES DE MADEIRA

COBERTURA DE VIDRO COM BRISES CONCRETO QUEIMADO

01

ELEVAÇÃO LATERAL DIREITA - PROPOSTA 3 FINAL

BRISES DE CONCRETO COLORIDO BRISES

REVESTIMENTO COBERTURA DE VIDRO MADEIRA

PELICULA DE VIDRO

02

ELEVAÇÃO FRONTAL - PROPOSTA 3 FINAL

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Fachada Frontal e Lateral Direita ESCALA

FOLHA

1 : 150

83


COBERTURA DE VIDRO COM BRISES COBERTURA DE VIDRO ESTRUTURA METÁLICA

01

REVESTIMENTO CONCRETO QUEIMADO

ELEVAÇÃO FRONTAL - PROPOSTA 3 FINAL

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Fachada Posterior ESCALA

FOLHA

1 : 125

84


2

1

4

3 1.83

3.64

3.64

5

7

6

1.84

3.55

8

3.65

9

3.30

2.41

3.03 1.50

A

9

5.47

1.50

VESTIÁRIO MASC

3.50

3.50 SALA DE MASSAGEM

3.50

3.50 SALA DE MASSAGEM

SALA DE MASSAGEM

3.50

1.28

SALA DE MASSAGEM

SANITÁRIO FEM

4.30

SALA DE MASSAGEM

4.15

B

SALA DE SPA

5.65 2.00

VESTIÁRIO FEM

3.00

3.00

3.15

SALA DE SPA

SANITÁRIO MASC

2.00

4.15

4.15

4.15

C

4.15

4.15

3.55

3.70

ÁREA DE CONVIVÊNCIA

3.85

6.20

MAQUIAGEM

6.12 6.05

BANCOS

ESMALTARIA

D

SALA DE RADIOFREQUÊNCIA

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

3.85

18.20 SALA DE PEELING DE DIAMANTE

4.15

4.15

4.15

CABELEREIRO

3.50

3.50

3.50

3.50

3.50

3.50

3.50

3.50 3.85

3.50 1.50

14

15

16

16

17

18

07

06

05

04

03

02

01

SOBE SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

3.63

SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

3.70

2.00

13

08

1.50

2.02

11 12 09

4.30

F

NUTRICIONISTA

3.55

5.98

10

PSICÓLOGA

6.56

RECEPÇÃO E SALA DE ESPERA

4.15

4.15

4.15

21.25

4.15

E

1.10

5.95

6.34

SANITÁRIO FEM

3.66 SANITÁRIO MASC

2.03

14.50

01

PLANTA ESTRUTURAL TÉRREO - PRÉDIO 1

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Planta Baixa Estrutural- Pavimento Térreo Prédio 1 N

ESCALA

FOLHA

1 : 150

85


2

1 3.64

3 3.64

4 1.83

5 1.84

6

7

3.55

8

3.65

9

3.30

9 2.41

3.03

ADMINISTRAÇÃO

VARANDA

CURSO DE MAQUIAGEM

CURSO DE MANICURE E PEDICURE

3.15

CURSO DE CABELEREIRO

3.15

A ALMOXARIFADO

B

2.00

SANITÁRIO FEM

4.30

4.15

1.28

4.50 4.50 2.00

SANITÁRIO MASC

C

5.78

FIXO

6.05

6.23

18.20

SALA DE ESPERA

6.57 2.55

3.70

4.30

10

11 12

13

14

15

16

16

17

18

09

07

06

05

04

03

02

01

08

DESCE

10.22

CURSO DE ESTÉTICA BÁSICA

3.55 2.00

SALA PARA PALESTRAS

10.83

E

5.93

PALCO

5.85

5.95

D

SANITÁRIO FEM

CIRCULAÇÃO

VARANDA

8.03

SANITÁRIO MASC

1.50

14.50 3.55

F

3.25

6.20

FIXO

CURSO DE MASSAGEM

Centro Estético e SPA Urbano para Todos 01

N

PLANTA ESTRUTURAL SUPERIOR - PRÉDIO 1

Planta Baixa Estrutural - Pavimento Superior Prédio 2 ESCALA

FOLHA

1 : 150

86


2

1

3

4

1.86

5.88

A

3.78

7

6

3.07

3.08

3.03

3.00

5.52

3.14

5

DML

B

LAVANDERIA

7.05

3.00

3.00

COPA

6.00

3.17

4.17

4.00

ÁREA DE CONVIVÊNCIA

17.54 8.03

3.13

3.17

9.60 VESTIÁRIO MASC FUNCIONÁRIOS

VESTIÁRIO FEM FUNCIONÁRIOS

D

9.10

3.00

C

7.00

3.76

7.00

9.60

AULA DE PILATES E YOGA

AULA DE PILATES E YOGA

3.37

E

F

10.00

11.47 FIXO

FIXO

FIXO

FIXO

FIXO

FIXO

FIXO

Centro Estético e SPA Urbano para Todos 01

N

PLANTA ESTRUTURAL TÉRREO - PRÉDIO 2

Planta Baixa Estrutural- Pavimento Térreo Prédio 1 e 2 ESCALA

FOLHA

1 : 150

87


SAÍDA DE VEÍCULOS

DESCE ACESSO RAMPA AMENTO ESTACION ÃO 20% AÇ IN INCL

26.77

CALHA

LINHA DE VIDA

LAJE IMPERMEABILIZADA TELHA DE FIBROCIENTO INCLINAÇÃO = 6%

CALHA

LINHA DE VIDA

CALHA

CALHA

ENTRADA VEÍCULOS

CALHA

18.57

14.70

CALHA

CALHA

9.11

ENTRADA PEDESTRE

5.26

CALHA

LAJE IMPERMEABILIZADA TELHA DE FIBROCIENTO INCLINAÇÃO = 6%

LAJE IMPERMEABILIZADA TELHA DE FIBROCIENTO INCLINAÇÃO = 6%

CALHA

LAJE IMPERMEABILIZADA TELHA DE FIBROCIENTO INCLINAÇÃO = 6%

5.19

COBERTURA DE VIDRO CURVA INCLINAÇÃO = 12% ESTRUTURA METÁLICA

LINHA DE VIDA

COBERTURA DE VIDRO CURVA INCLINAÇÃO = 12% ESTRUTURA METÁLICA

CALHA

CALHA

LAJE IMPERMEABILIZADA

18.44

LAJE IMPERMEABILIZADA TELHA DE FIBROCIENTO INCLINAÇÃO = 6%

COBERTURA DE VIDRO CURVA INCLINAÇÃO = 12% ESTRUTURA METÁLICA

CALHA

LAJE IMPERMEABILIZADA TELHA DE FIBROCIENTO INCLINAÇÃO = 6%

COBERTURA DE VIDRO CURVA INCLINAÇÃO = 12% ESTRUTURA METÁLICA

COBERTURA DE VIDRO CURVA INCLINAÇÃO = 12% ESTRUTURA METÁLICA

LINHA DE VIDA

8.63 CALHA

3.06 15.83

LAJE IMPERMEABILIZADA TELHA DE FIBROCIENTO INCLINAÇÃO = 6%

6.55

Avenida Ricieri José Marcatto

22.85

7.13

N 2.96

01

13.69

3.64

8.36

4.45

CALHA

9.79

PLANTA BAIXA DE COBERTURA

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Planta de Cobertura - Pavimento Superior Prédio 2 ESCALA FOLHA

1 : 250 88


Legenda

5.47

3.00

SALA DE SPA VESTIÁRIO FEM

SALA DE SPA

3.00

VESTIÁRIO MASC

5.65

SALA DE MASSAGEM

3.50

3.50

SALA DE MASSAGEM

SALA DE MASSAGEM

3.50

1.28

SALA DE MASSAGEM

4.15

3.50

3.50

SALA DE MASSAGEM

4.15

3.55

SANITÁRIO MASC

ÁREA DE CONVIVÊNCIA

3.70

5.52 3.00

4.15

4.15

4.15

4.15

SANITÁRIO FEM

MAQUIAGEM

COPA

3.85

LAVANDERIA 7.05

3.00

3.00

DML

6.00

3.17

6.12

BANCOS

ÁREA DE CONVIVÊNCIA 4.00

ESMALTARIA

18.20

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

3.85

SALA DE RADIOFREQUÊNCIA

6.34

3.00

CABELEREIRO

3.50

VESTIÁRIO FEM FUNCIONÁRIOS

3.50

3.85

9.10

6.56 5.98

11 12

13

14

15

16

16

17

18

09

07

06

05

04

03

02

01

08

SOBE

10

NUTRICIONISTA

SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

3.63

1.10

3.70

PSICÓLOGA

1.50

AULA DE PILATES E YOGA

3.55

2.00

3.50

2.00

3.50 4.15

4.15

4.15

3.50

4.15

3.50

VESTIÁRIO MASC FUNCIONÁRIOS

9.60 7.00

3.50

7.00

3.50

1.50

3.50

4.15

4.15

4.15

9.60

SANITÁRIO FEM

AULA DE PILATES E YOGA

3.66

RECEPÇÃO E SALA DE ESPERA SANITÁRIO MASC

2.03

14.50

FIXO

01

PLANTA BAIXA TÉRREO - ELÉTRICA

02

FIXO

FIXO

FIXO

FIXO

FIXO

FIXO

PLANTA BAIXA TÉRREO - PRÉDIO 2 - ELÉTRICA

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Elétrica - Planta Baixa - Pavimento Térreo Prédio 1 e 2 N

ESCALA

FOLHA

1 : 150

89


Legenda ADMINISTRAÇÃO

VARANDA

5.47

3.15

CURSO DE CABELEREIRO

CURSO DE MAQUIAGEM

CURSO DE MANICURE E PEDICURE

2.00

ALMOXARIFADO

4.15

1.28

4.50

SANITÁRIO FEM SANITÁRIO MASC

2.00

4.50

6.05

5.78

FIXO

CURSO DE MASSAGEM

6.23

18.20

SALA DE ESPERA

5.85

5.93

PALCO

SALA PARA PALESTRAS 10.83

6.57

10.22

CURSO DE ESTÉTICA BÁSICA

10

11 12

13

14

15

16

16

17

18

09

07

06

05

04

03

02

01

08

2.00

DESCE

2.55

3.70

CIRCULAÇÃO

VARANDA

3.55

SANITÁRIO FEM SANITÁRIO MASC

3.25

8.03

1.50

3.55

14.50

01

PLATA BAIXA SUPERIOR - ELÉTRICA

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Elétrica - Planta Baixa - Pavimento Superior Prédio 1 N

ESCALA

FOLHA

1 : 150

90


PVC100>i=1%

C.I.

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

i= 0> 10

5.47

PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2%

CS-150X150X50

SALA DE SPA

PVC100>i=1%

CS-150X150X50

PVC40 >i=2%

CS-150X150X50

PVC40 >i=2%

PVC100>i=1%

PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2%

C.I.

1%

PVC100>i=1% PVC40 >i=2%

C.I.

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

C.I.

PV C

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

C.I.

SALA DE SPA

PVC100>i=1%

VESTIÁRIO MASC PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2%

3.00

3.00

VESTIÁRIO FEM

5.65 3.50

3.50 PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

PVC40 >i=2% CS-150X150X50

PVC40 >i=2% PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

CS-150X150X50

CS-150X150X50

3.50 PVC40 >i=2% CS-150X150X50

1.28

PVC40 >i=2%

C.I.

PVC100>i=1%

PVC40 >i=2% CS-150X150X50

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

4.15

C.I.

PVC40 >i=2% CS-150X150X50

3.50

3.50

SANITÁRIO FEM 4.50

3.55 C.I. PVC100>i=1%

SALA DE MASSAGEM

SALA DE MASSAGEM

SALA DE MASSAGEM

4.15

4.15

4.15

4.15

SALA DE MASSAGEM

4.15

SALA DE MASSAGEM

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

SANITÁRIO MASC

CS-150X150X50

3.70 CS-150X150X50 PVC40 >i=2%

PVC100>i=1%

C.I.

PVC40 >i=2%

MAQUIAGEM PVC100>i=1%

3.85

ÁREA DE CONVIVÊNCIA PVC100>i=1%

6.12 CS-150X150X50 PVC100>i=1%

C.I.

PVC40 >i=2%

PVC100>i=1%

ESMALTARIA 18.20 3.50

3.50

SALA DE RADIOFREQUÊNCIA

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

3.50

3.50

SALA DE ULTRASSOM DE ALTA FREQUÊNCIA

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

SALA DE PEELING DE DIAMANTE

3.85

3.50

PVC100>i=1%

CS-150X150X50

PVC100>i=1%

CS-150X150X50

PVC100>i=1%

CS-150X150X50

PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2%

CS-150X150X50

CS-150X150X50

PVC100>i=1%

3.85

1.50

PVC100>i=1%

4.15

PVC40 >i=2%

CS-150X150X50

CABELEREIRO

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

C.I.

4.15

4.15

PVC40 >i=2%

C.I.

6.56 CS-150X150X50

3.50

3.50

5.98

3.50

PVC100>i=1%

PVC40 >i=2%

17

18

03

02

01

SANITÁRIO FEM

C.I.

3.66

1.10

0> PV

C1 0

3.63

2%

40

RECEPÇÃO E SALA DE ESPERA

>i=

C

PV

CS-150X150X50

SANITÁRIO MASC

N

C.I. C.I.

PVC100>i=1%

C.I.

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

CS-150X150X50

PVC40 >i=2%

SOBE 2.03

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

PVC40 >i=2%

C.I.

C.I.

3.70

PVC100>i=1%

14.50

SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

PVC100>i=1%

3.55

1.50

PVC100>i=1%

SALA DE ESTÉTICA ESPECIALIZADA

CS-150X150X50

NUTRICIONISTA

PVC100>i=1%

PSICÓLOGA

1% >i=

16

04

00

16

05

C1

15

06

PV

14

07

%

13

08

i=1

11 12 09

2.02

4.15

4.15

4.15

PVC100>i=1%

10

C.I.

PVC100>i=1%

4.15

2.00

3.50

C.I.

01

PLANTA BAIXA TÉRREO - HIDRÁULICA

PVC100>i=1%

C.I.

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Hidráulica - Planta Baixa - Pavimento Térreo Prédio 1 ESCALA

FOLHA

1 : 125

91


ADMINISTRAÇÃO

PVC40 >i=2%

CURSO DE CABELEREIRO

PVC40 >i=2% CS-150X150X50

PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2% CS-150X150X50

3.15

VARANDA

PVC40 >i=2% CS-150X150X50

PVC40 >i=2%

5.47

CURSO DE MAQUIAGEM

CURSO DE MANICURE E PEDICURE

ALMOXARIFADO

PVC40 >i=2%

4.15

2.00

CS-150X150X50

0.15

SANITÁRIO FEM

SANITÁRIO MASC

CS-150X150X50

2.00

50 4.

PVC40 >i=2% CS-150X150X50

6.05

5.78

FIXO FIXO

CURSO DE MASSAGEM

6.23

18.20

PVC40 >i=2% CS-150X150X50

SALA DE ESPERA

5.85

5.93

PALCO

SALA PARA PALESTRAS 10.83

6.57

10.22

CURSO DE ESTÉTICA BÁSICA

10

11 12

13

14

15

16

16

17

18

09

07

06

05

04

03

02

01

08

2.00

DESCE

2.55

3.70 CIRCULAÇÃO

SANITÁRIO FEM

VARANDA

3.55

14.50

>i=

2%

N

40

1.50

PV C

3.25

8.03

SANITÁRIO MASC

3.55

CS-150X150X50

Centro Estético e SPA Urbano para Todos 01

PLANTA BAIXA TÉRREO - PRÉDIO 2 - HIDRÁULICA

Hidráulica - Planta Baixa - Pavimento Superior Prédio 1 ESCALA

FOLHA

1 : 125

92


PVC100>i=1%

PVC40 >i=2%

COPA

3.00

3.17

PVC

100>

i=1%

6.00

PVC40 >i=2%

LAVANDERIA

7.05

3.00

PVC40 >i=2%

3.00

PVC40 >i=2%

DML

C.I.

PVC100>i=1%

1% PVC 100> i=

5.52

PVC100>i=1%

C.G.

PVC100>i=1%

C.I.

PVC100>i=1%

PVC100>i=1%

C.I.

ÁREA DE CONVIVÊNCIA

VESTIÁRIO FEM FUNCIONÁRIOS

3.00

PVC100>i=1%

1% 100> i= PVC

C.I.

PVC40 >i=2%

PVC100>i=1%

4.00

9.60 PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2% VESTIÁRIO MASC FUNCIONÁRIOS

PVC100>i=1%

PVC100>i=1% PVC40 >i=2%

PVC40 >i=2%

9.10

PVC

100>

PVC100>i=1%

7.00

9.60 7.00

i=1%

AULA DE PILATES E YOGA

C.I.

PVC 100>

i=1%

PVC100>i=1%

AULA DE PILATES E YOGA

FIXO

C.I.

FIXO

FIXO

PVC100>i=1%

FIXO

PVC100>i=1%

FIXO

FIXO

FIXO

PVC100>i=1%

C.I.

N 01

PLANTA BAIXA TÉRREO - PRÉDIO 2 - HIDRÁULICA

Centro Estético e SPA Urbano para Todos Hidráulica - Planta Baixa - Pavimento Térreo Prédio 2 ESCALA

FOLHA

1 : 125

93


Maquete EletrĂ´nica


95


96


97


98


Considerações Finais


18.0 Considerações Finais Conclui-se que o desenvolvimento do estudo apresentado, de um Centro estético com Spa Urbano e curso profissionalizantes para todos (Instituto Ame Você), incluindo principalmente pessoas de renda baixa, onde traga as pessoas o amor próprio, o aumento da autoestima, independentemente da situação que se encontra, pois vai muito além da aparência física, e sim da interior. A saúde mental é a principal fonte de tudo, se ela está bem tudo fica bem. Utiliza os meios da beleza, que hoje em dia, ainda não são para todos, como a estética e o SPA na cidade, e implantado em um meio urbano com facilidade de acesso aos bairros mais carentes, possuindo infraestrutura adequada para que os usuários possam utilizar o Centro, considerando que o projeto cumpriu o seu papel perante a sociedade, abrangendo para assim todos os usuários da cidade de Mogi das Cruzes e municípios próximos. O projeto proposto apresentado, supri todas as necessidades levantadas, onde todo o usuário poderá utiliza-lo, sendo através de programas sociais do governo para pessoas de baixa renda e patrocínio de empresas do ramo da beleza, que ajudaram nos custos e manutenção do edifício. Já os usuários de média e alta renda poderão utilizar também, através de preços bem mais acessíveis que o mercado atual. O Centro Estético e Spa Urbano para todos apresentado, não se trata apenas de uma edificação, ou uma localidade, mas o conjunto de ambos, considerando todo o seu entorno, e os bairros pertencentes a ele, fazendo com que seja um referencial ao município de Mogi das Cruzes, com uma arquitetura que vai além dos padrões existentes, onde traz referencial ao que estamos vivendo atualmente, com auto índice de depressão e suicídio, por conta dos padrões estabelecidos na população. Onde optouse por uma tipologia arquitetônica desconstruía, que representa os amplos caminhos dos seres humanos, e que eles podem ser oque quiserem, independente do que falam, e principalmente de cor, raça, estatura, ou tipo de corpo.

100


Além de executa-la de maneira sustentável através de painéis verdes, e matérias como a madeira plástica, e a integração com a natureza, para que seja possível usufruir de um ambiente agradável, e que traga bem-estar, e melhoria da qualidade de vida. É desta forma que finalizo este ciclo, com este trabalho que foi desenvolvido em uma longa, exaustiva e prazerosa jornada, sendo apresentado com enorme gratidão, a esta conclusão acadêmica da formação de uma arquiteta e urbanista.

101


19.0 Bibliografia A HISTÓRIA do ensino profissionalizante no Brasil. Disponível em: <https://ensinointerativo.com.br/historia-ensinoprofissionalizante-interativo-no-brasil/>. Acesso em: 12 abr. 2019.

AMADEU,

Guile;

LACERDA,

Rodrigo.

SPA

Botanique

/

Coletivo

de

Arquitetos.

2016.

Disponível

em:

<https://www.archdaily.com.br/br/794740/spa-botanique-coletivo-de-arquitetos?ad_medium=gallery>. Acesso em: 09 mar. 2019.

ASBAHR,

Ana

Lucia

Ricken.

História

da

Estética.

Disponível

em:

<https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/direito/historia-da-estetica/58564>. Acesso em: 10 abr. 2019.

BAGGIO, Vanessa. Clínica Vanessa Baggio Pilates Fisioterapia e Estética. Disponível em: <https://vanessabaggio.com.br/>. Acesso em: 08 mar. 2019.

BAZZAN,

Cecília

Moura

et

al.

Proposta

de

SPA

Social

para

os

Municípios.

Disponível

em:

<http://siaibib01.univali.br/pdf/Cec%C3%ADlia%20Moura%20Bazan%20e%20Mirian%20Ortiz%20de%20Brito.pdf>. Acesso em: 05 mar. 2019.

102


BUSS, Paulo Marchiori. Promoção da saúde e qualidade de vida: Ciência e Saúde Coletiva. 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232000000100014&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 05 mar. 2019.

CÉSAR de Sousa. 2018. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A9sar_de_Sousa>. Acesso em: 10 set. 2019. CHIMELLO,

Silvia.

César

de

Souza,

um

Distrito

do

tamanho

de

uma

Cidade.

2018.

Disponível

em:

<http://www.odiariodemogi.net.br/cesar-de-souza-um-distrito-do-tamanho-de-uma-cidade/>. Acesso em: 10 set. 2019. COISAS, A Origem das. A Origem do Spa. Disponível em: <http://origemdascoisas.com/a-origem-do-spa/>. Acesso em: 12 abr. 2019.

CONDIÇÕES

meteorológicas

médias

de

Mogi

das

Cruzes

Brasil.

2018.

Disponível

em:

<https://pt.weatherspark.com/y/30281/Clima-caracter%C3%ADstico-em-Mogi-das-Cruzes-Brasil-durante-o-ano>. Acesso em: 27 mar. 2019.

EREIRA, Fernando et al. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE INSTITUTOS DE BELEZA:

SEM

RESPONSABILIDADE

MÉDICA.

2012.

Disponível

em:

<http://www.cvs.saude.sp.gov.br/zip/Manual%20est%C3%A9tica%20revisado-11set13.pdf>. Acesso em: 13 abr. 2019.

103


EVOLUA.

Primeira

escola

de

ensino

profissionalizante

da

Evolua

Educação.

2017.

Disponível

em:

<https://i0.wp.com/ensinointerativo.com.br/wp-content/uploads/2016/08/Primeiro_Plano-24.png?resize=1024%2C585&ssl=1>. Acesso em: 14 abr. 2019.

FREITAS,

Ronald.

O

spa

dos

irmãos

Barreto.

2006.

Disponível

em:

<http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDR75863-6009,00.html>. Acesso em: 05 mar. 2019.

HAIR,

Academy.

CABELEIREIRO

PROFISSIONAL.

Disponível

em:

<https://www.institutoembelleze.com/portal/cursos/cabeleireiro-profissional-academy-hair/>. Acesso em: 27 mar. 2019.

MOGI DAS CRUZES. PREFEITURA DE MOGI DAS CRUZES. . Descobrindo Mogi das Cruzes. 2015. Disponível em: <http://www.mogidascruzes.sp.gov.br/mogi-das-cruzes/descobrindo-mogi-das-cruzes>. Acesso em: 10 set. 2019.

MOGI

DAS

CRUZES.

PREFEITURA DE

MOGI

DAS

CRUZES.

.

Índices

Urbanísticos.

2017.

Disponível

em:

<http://www.pmmc.com.br/public/site/doc/2017010914162858739b3c4516e.pdf>. Acesso em: 14 set. 2019

MÜLLER, Reinaldo. SPA. 2011. Disponível em: <http://www.artigos.com/artigos/8808-spa>. Acesso em: 12 abr. 2019.

104


SAMPAIO, Natasha. A História da Estética. 2012. Disponível em: <https://www.ebah.com.br/content/ABAAAAskIAJ/a-historiaestetica>. Acesso em: 10 abr. 2019.

SEBRAE

(Espirito

Santo).

CENTRO

DE

ESTÉTICA.

Disponível

em:

<http://vix.sebraees.com.br/ideiasnegocios/arquivos/CentrodeEstetica.pdf>. Acesso em: 10 abr. 2019.

SENAC.

Beleza

e

Estética.

Disponível

em:

<http://www.sp.senac.br/jsp/default.jsp?newsID=DYNAMIC,oracle.br.dataservers.CourseDataServer,selectCourse&course=2284 9&template=395.dwt&unit=NONE&testeira=983&type=L&sub=>. Acesso em: 27 mar. 2019.

SIGNIFICADO de Estética. 2015. Disponível em: <https://www.significados.com.br/estetica/>. Acesso em: 10 mar. 2019.

STUDIO, Yod Design. SPA no Parque Verholy. 2016. Disponível em: <https://www.archdaily.com.br/br/795768/spa-no-parqueverholy-yod-design-studio>. Acesso em: 10 mar. 2019.

PATRO, Raquel. Paisagismo. 2017. Disponível em: <https://www.jardineiro.net/>. Acesso em: 10 set. 2019.

105


20.0 Bibliografia - Ilustrações Figura

1

A IGREJA acabou

por

perder

a

guerra

contra

a

sua

adversária

“Cosmética”.

Disponível

em:

<http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAAskIAJ-6.jpg>. Acesso em: 10 abr. 2019.

Figura 2 - A HISTÓRIA da Estética. Disponível em: <http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAAskIAJ-15.jpg>. Acesso em: 10 abr. 2019

Figura 3 - HISTÓRIA da Estética. Disponível em: <http://s3.amazonaws.com/magoo/ABAAAAskIAJ-18.jpg>. Acesso em: 10 abr. 2019.

Figura

4

-

HISTÓRIA

do

SPA.

2017.

Disponível

em:

<http://historiadaestetica.com.br/ImageHandler.ashx?schemaName=Blog&id=97a20cb9-da25-4322-acdb-7a15fbc9ab6e>. Acesso em: 18 abr. 2019.

Figura 05 - EVOLUA. Primeira escola de ensino profissionalizante da Evolua Educação. 2017. Disponível em: <https://i0.wp.com/ensinointerativo.com.br/wp-content/uploads/2016/08/Primeiro_Plano-24.png?resize=1024%2C585&ssl=1>. Acesso em: 14 abr. 2019.

106


Figura 6 - AMADEU, Guile; LACERDA, Rodrigo. SPA Botanique / Coletivo de Arquitetos. 2016. Disponível em: <https://images.adsttc.com/media/images/57ce/2d59/e58e/ce57/d900/0180/slideshow/12._SPA_HOTEL_BOTANIQUE__FOTO_ SALA_DE_TRAT_TOCOS_DE_MADEIRA_PAREDE.jpg?1473129810>. Acesso em: 10 abr. 2019.

Figura 7 - AMADEU, Guile; LACERDA, Rodrigo. SPA Botanique / Coletivo de Arquitetos. 2016. Disponível em: <https://images.adsttc.com/media/images/57ce/2f03/e58e/ce57/d900/018b/slideshow/6._SPA__HOTEL_BOTANIQUE_FOTO_SA LA_ESTAR_COM_MOBILIA%CC%81RIO_SERIGRAFIA.jpg?1473130231>. Acesso em: 10 abr. 2019.

Figura

8

-

BAGGIO,

Vanessa.

Clinica

Vanessa

Baggio

Pilates

Fisioterapia

e

Estética.

Disponível

em:

<https://vanessabaggio.com.br/wp-content/uploads/2017/07/1__DSC7168.jpg>. Acesso em: 12 abr. 2019.

Figura

9

-

STUDIO,

Yod

Design.

SPA

no

Parque

Verholy.

2016.

Disponível

em:

<https://images.adsttc.com/media/images/56a5/4984/e58e/cef0/b100/0151/slideshow/SPA_by_YOD_12.jpg?1453672812>. Acesso em: 12 abr. 2019.

Figura

10

-

STUDIO,

Yod

Design.

SPA

no

Parque

Verholy.

2016.

Disponível

em:

<https://images.adsttc.com/media/images/56a5/4631/e58e/cec5/6200/0148/slideshow/SPA_by_YOD_02.jpg?1453671903>. Acesso em: 12 abr. 2019.

107


Figura 11 - Próprio Autor

Figura 12 - Próprio Autor

Figura

13

-

MAPS,

Google.

Rua

Ricieri

José

Marcatto.

2019.

Disponível

em:

<https://www.google.com.br/maps/place/Av.+Ricieri+Jos%C3%A9+Marcatto,+Mogi+das+Cruzes+-+SP/@-23.5041488,46.1554913,615m/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x94cdd9e90b3ea37b:0xe1618d13bd9c7d7a!8m2!3d-23.5064265!4d46.1498453>. Acesso em: 03 abr. 2019.

Figura

14

-

MAPAS

da

Região

Metropolitana

de

São

Paulo-

RMSP.

Disponível

em:

<http://www.mapasparacolorir.com.br/mapa/rm/rmsp/regiao-metropolitana-sao-paulo.jpg>. Acesso em: 05 abr. 2019.

Figura 15 - CHIMELLO, Silvia. 2018

Figura 16 - LIRA, Natan.2016.

Figura 17 - Adaptada pelo Autor

Figura 18 - Adaptada pelo Autor

108


Figura 19 - Fotografia tirada pelo Autor

Figura 20 - Fotografia tirada pelo Autor

Figura 21 - Fotografia tirada pelo Autor

Figura 22 - Fotografia tirada pelo Autor

Figura 23 - Fotografia tirada pelo Autor

Figura

24

-

MAPS,

Google.

Rua

Ricieri

Marcatto.

2019.

DisponĂ­vel

em:

<https://www.google.com.br/maps/place/Av.+Ricieri+Jos%C3%A9+Marcatto,+Mogi+das+Cruzes+-+SP/@-23.5037264,46.1552929,17z/data=!4m5!3m4!1s0x94cdd9e90b3ea37b:0xe1618d13bd9c7d7a!8m2!3d-23.5064265!4d-46.1498453>.

Acesso

em: 05 abr. 2019.

Figura

25

-

MAPS,

Google.

Rua

Ricieri

Marcatto.

2019.

DisponĂ­vel

em:

<https://www.google.com.br/maps/place/Av.+Ricieri+Jos%C3%A9+Marcatto,+Mogi+das+Cruzes+-+SP/@-23.5037264,46.1552929,17z/data=!4m5!3m4!1s0x94cdd9e90b3ea37b:0xe1618d13bd9c7d7a!8m2!3d-23.5064265!4d-46.1498453>. em: 05 abr. 2019.

Acesso

109


Figura

26

-

MAPS,

Google.

Rua

Ricieri

Marcatto.

2019.

Disponível

em:

<https://www.google.com.br/maps/place/Av.+Ricieri+Jos%C3%A9+Marcatto,+Mogi+das+Cruzes+-+SP/@-23.5037264,46.1552929,17z/data=!4m5!3m4!1s0x94cdd9e90b3ea37b:0xe1618d13bd9c7d7a!8m2!3d-23.5064265!4d-46.1498453>.

Acesso

em: 05 abr. 2019.

Figura

27

-

MAPS,

Google.

Rua

Ricieri

Marcatto.

2019.

Disponível

em:

<https://www.google.com.br/maps/place/Av.+Ricieri+Jos%C3%A9+Marcatto,+Mogi+das+Cruzes+-+SP/@-23.5037264,46.1552929,17z/data=!4m5!3m4!1s0x94cdd9e90b3ea37b:0xe1618d13bd9c7d7a!8m2!3d-23.5064265!4d-46.1498453>.

Acesso

em: 05 abr. 2019.

Figura

28

-

MAPS,

Google.

Rua

Ricieri

Marcatto.

2019.

Disponível

em:

<https://www.google.com.br/maps/place/Av.+Ricieri+Jos%C3%A9+Marcatto,+Mogi+das+Cruzes+-+SP/@-23.5037264,46.1552929,17z/data=!4m5!3m4!1s0x94cdd9e90b3ea37b:0xe1618d13bd9c7d7a!8m2!3d-23.5064265!4d-46.1498453>.

Acesso

em: 05 abr. 2019.

Figura

29

-

SPA,

Rama

Candidasa.

Resort

&.

SPA

ambiente.

2019.

Disponível

em:

<https://media-

cdn.tripadvisor.com/media/photo-s/01/5e/02/ed/spa-ambiente.jpg>. Acesso em: 07 abr. 2019.

110


Figura

31

-

ARMENTANO,

João.

Spa

com

mosaico

feito

por

João

Armentano.

2017.

Disponível

em:

<https://casa.abril.com.br/ambientes/spa-com-mosaico-feito-por-joao-armentano/>. Acesso em: 08 abr. 2019.

Figura

32

-

RABELLO,

Ricardo.

Clínica

Médica

Dr.

Fausto.

2018.

Disponível

em:

<http://ricardorabello.com.br/v2/?page_id=310>. Acesso em: 08 abr. 2019.

Figura 33 - SANTOS, Natalia. Fachada de Casa de Vidro: Saiba Suas Vantagens. 2018. Disponível em: <https://imagensrevista.vivadecora.com.br/uploads/2018/10/fachada-de-casa-de-vidro.jpg>. Acesso em: 08 abr. 2019.

Figura

34

e

35

-

PORTOBELLO.

Ambientes

internos

e

externos

integrados.

2012.

Disponível

em:

<https://archtrends.com/blog/ambientes-internos-e-externos-integrados/>. Acesso em: 09 abr. 2019.

Figura 36 - NOTICIAS, Varela. Obras de revitalização da Avenida Sete terão início no final do ano. 2019. Disponível em: <http://varelanoticias.com.br/obras-de-revitalizacao-da-avenida-sete-terao-inicio-no-final-do-ano/>. Acesso em: 09 abr. 2019. Figura

37

-

FORMÓBILE,

Redação.

Madeira

plástica.

2019.

Disponível

em:

<https://digital.formobile.com.br/sites/formobile.com/files/styles/article_featured_retina/public/uploads/2017/03/madeira-plasticaformobile.jpg?itok=VJF9RV6J>. Acesso em: 12 set. 2019.

111


Figura 38 - CRISTALSEG. Vidro Insulado. 2016. Disponível em: <http://cristalseg.com.br/produto/vidro-insulado/>. Acesso em: 18 set. 2019. Figura 39 - LIVRE, Mercado. Piso Drenante De Concreto. Disponível em: <https://produto.mercadolivre.com.br/MLB789140810-piso-drenante-de-concreto-_JM?quantity=1&variation=45639942187>. Acesso em: 12 set. 2019. Figura 40 - IPê Amarelo. Disponível em: <https://images-americanas.b2w.io/produtos/01/00/oferta/53213/9/53213981_1GG.jpg>. Acesso em: 10 set. 2019. Figura 41 - IPê Rosa. Disponível em: <https://www.dancruzplantas.com.br/muda-de-ipe-rosa->. Acesso em: 10 set. 2019. Figura 42 - ÍXORA Chinesa Vermelha. Disponível em: <https://http2.mlstatic.com/ixora-mini-vermelha-amarela-c-10-mudasbonita-demais-D_NQ_NP_642042-MLB26954563179_032018-F.jpg>. Acesso em: 14 set. 2019. Figura 43 - FLOR Canhota. Disponível em: <FLOR Canhota. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2019.>. Acesso em: 14 set. 2019. Figura 44 - ARBUSTO. Disponível em: <https://flores.culturamix.com/blog/wp-content/gallery/conheca-mais-sobre-osarbustos1/conheca-mais-sobre-os-arbustos-1.jpg>. Acesso em: 15 set. 2019.

112


Figura 45 – AMOREIRA-NEGRA. Disponível em: <https://i.pinimg.com/originals/e1/96/26/e196265be358c2db6c18f661604e6f18. jpg>. Acesso em: 16 set. 2019. Figura 46 - PALMEIRA Real Cubana. Disponível em: <https://www.jardineiro.net/plantas/palmeira-real-de-cuba-roystonearegia.html>. Acesso em: 10 set. 2019. Figura 47 - CIPRESTE - Italiano. Disponível em: <http://jardinerie-lapalmeraie.fr/73-coniferes.html>. Acesso em: 19 set. 2019. Figura 48 - LAMBARI Roxo. Disponível em: <https://www.tirolplantas.com/pub/media/catalog/product/cache/image/600x600/e9c3 970ab036de70892d86c6d221abfe/2/_/2_231_42.jpg>. Acesso em: 12 set. 2019. Figura 49 - AZALEIA. Disponível em: <http://www.gossiplanka99.com/heronbay/tudo-sobre-azal%C3%A9ia>. Acesso em: 18 set. 2019. Figura

50

-

GRAMA

São

Carlos.

Disponível

em:

<https://www.jardineiro.net/plantas/grama-sao-carlos-axonopus-

compressus.html>. Acesso em: 19 set. 2019. Figura 51 - FAIA Americana. Disponível em: <https://www.istockphoto.com/es/foto/se-haya-americana-%C3%A1rbol-aisladosobre-fondo-blanco-gm178870760-25084235>. Acesso em: 12 set. 2019.

113


Profile for Larissa Ribeiro

INSTITUTO AME VOCÊ - CENTRO ESTÉTICO E SPA URBANO PARA TODOS - UMC  

Realização do Trabalho de Conclusão do Curso 2, da Universidade de Mogi das Cruzes, ou o tema escolhido foi o Centro Estético e Spa Urbano p...

INSTITUTO AME VOCÊ - CENTRO ESTÉTICO E SPA URBANO PARA TODOS - UMC  

Realização do Trabalho de Conclusão do Curso 2, da Universidade de Mogi das Cruzes, ou o tema escolhido foi o Centro Estético e Spa Urbano p...

Advertisement