Page 56

franchising. Na atual instabilidade econômica que o País atravessa, já há dois anos, muitas unidades franqueadas já estão sob comando desses profissionais. A sócia-diretora da Franchise Store, Filomena Garcia, comenta que a crise antecipa o sonho de empreender de muitas pessoas, mas não deve ser visto como uma ocupação temporária, até arrumar um emprego, e sim como um plano de médio a longo prazos. Nisso, o PDV se converte em oportunidade para o sistema de franquias, pois concretiza muitos planos que seriam deixados para o futuro. “Como o mercado de franquia vem crescendo, mesmo com a crise, o balanço atual é positivo. Aquele plano B, muitas vezes, virou o plano A”, explica. Foi o caso de Edson José Henrique, 46, ex-funcionário da montadora Ford. “Não passava pela minha cabeça ser empreendedor. Com o desemprego, eu vi a possibilidade de fazer o investimento em franquia”, revela. Durante o programa da empresa, ele fez um curso de empreendedorismo Falando nisso: O programa da Prefeitura de São Paulo, Trabalho Novo, que visa reinserir pessoas em situação de rua no mercado de trabalho, já faz parte da agenda de mais de 30 franqueadoras brasileiras. O projeto tem sido capitaneado pela área de sustentabilidade da ABF e a expectativa é abrir mil postos de trabalho até o fim do ano.

FOTO: DIVULGAÇÃO

OPORTUNIDADE

Paulo Mendonça, consultor associado da Ponto de Referência

do Sebrae e, por acaso, se aproximou da rede Sóbrancelhas. “Prestei um serviço para o vice-presidente da marca, perguntei e comecei a me interessar pelo modelo de negócio. Tirei dúvidas sobre franquia e, quando veio a demissão, já estava com a ideia mais amadurecida”, explica. Henrique era de São Paulo, tentou abrir unidade no Vale do Paraíba, mas já estava tudo ocupado. Ele, então, fez as malas e foi para Fortaleza, capital do Ceará. Já faz um ano e meio que está na nova vida, no comando de duas unidades. “Tem sido difícil a transição de funcionário para patrão, mas conseguimos crescer até satisfatoriamente. As unidades já estão se pagando. O que me deixa mais satisfeito é saber que passei pela situação do desemprego e hoje consigo contribuir com a economia do País, gerando empregos”, celebra.

“O QUE ME DEIXA MAIS SATISFEITO É SABER QUE PASSEI PELA SITUAÇÃO DO DESEMPREGO E HOJE CONSIGO CONTRIBUIR COM A ECONOMIA DO PAÍS, GERANDO EMPREGOS” Edson José Henrique, franqueado da Sóbrancelhas

56

Revista Franquia & Negócios ABF

Revista Franquia & Negócios ABF nº 75  

Revista Franquia & Negócios ABF nº 75

Revista Franquia & Negócios ABF nº 75  

Revista Franquia & Negócios ABF nº 75

Advertisement