Page 1

ANO 2  NÚMERO 7  DEZEMBRO 2016

REVISTA

DE VENTO EM POPA Franqueados apostam em mais de uma unidade da Casa X

LOJA ÂNCORA Shoppings e hipermercados buscam Casa X para atrair clientela

DO SEU GOSTO Casa X reforça cardápio com atuação nacional e gosto regional

MÚSICA E DIVERSÃO Xuxa lança a 13ª edição do DVD Xuxa Só Para Baixinhos

ESTRELAS NA CASA Veja alguns famosos que já fizeram festa no espaço da Xuxa

UNIVERSIDADE DA CRIANÇA CASA X INVESTE EM AÇÕES PEDAGÓGICAS E DE LAZER PARA RENOVAR A MARCA E AMPLIAR O PÚBLICO, REFORÇANDO SEU ESPAÇO MULTIUSO


E

03 UNIVERSIDADE DA CRIANÇA

EDI T O R I AL

O sonho que

© Xuxa Produções © José Isaac Huña e Ana Paula M. Desmet

SUMÁRIO

virou realidade

07 GASTRONOMIA 08 É FESTA!

09 QUEM PASSOU POR AQUI

10 FRANQUEADOS 11

SÓ PARA BAIXINHOS

NAS VERSÕES: IMPRESSO WEB SMARTPHONES TABLETS WWW.CASAXNEWS.COM.BR

Em apenas dois anos, a Casa X tornou-se a maior rede de franquias especializada em festas infantis da América Latina. Por enquanto, estamos com 46 unidades vendidas, sendo 21 em pleno funcionamento. E muitas outras virão! Com um José Carlos Semenzato, presidente do Grupo SMZTO projeto inovador e exclusivo, e ambientes integrados e desenvolvidos para a diversão de pais e filhos, nossas casas, totalmente voltadas para realizar sonhos, prezam pelo alto padrão de qualidade no atendimento, na alimentação, no entretenimento, na inovação e na segurança. Outra novidade para o próximo ano é o lançamento da Casa X Recreação, exclusividade para quem já é franqueado. Trata-se de um espaço lúdico para que as crianças possam se divertir enquanto seus pais fazem compras. Elas serão instaladas em shoppings e centros comerciais. E as inovações não param por aí. Em breve também realizaremos nas franquias Casa X de todo o País a Festa Ploc, com o tema dos anos 80. Junto com a apresentadora e empresária Xuxa Meneghel, idealizadora desse projeto de sucesso, estamos sempre dispostos a diversificar e a nos enquadrar no perfil de cada região onde atuamos. Vamos juntos continuar essa linda missão de realizar sonhos. Boa leitura!

A REVISTA CASA X é uma publicação semestral da Casa X, produzida e distribuída pela Editora Lamonica Conectada, sediada em São Paulo, na Rua Sabará, 566, 7º andar, cjs 72 e 74, CEP: 01239-010, Tel.: (11) 3256-4696/ 3214-5938 • Disponível nas versões impresso, web, smartphones e tablets • Publisher: José Lamônica - lamonica@editoralamonica.com.br • Consultoria Estratégica de Gestão: Militelli Business Consulting • Direção de Produção: Andréa Cordioli (MTb: 31.865) - andrea@editoralamonica.com.br • Reportagem: Renata Turbiani - renata@editoralamonica.com.br • Direção de Criação e Arte: Marcelo Amaral: marcelo@editoralamonica.com.br; Silvério Antônio Bertelli Novo: silverio@editoralamonica.com.br • Logistíca e Mercado: Thais Guardacioni - thaisg@editoralamonica.com.br; Mônica Cavalcante - monica@ editoralamonica.com.br • Marketing/ Mailing: Tatiane Brito - tatiane@editoralamonica.com.br

2

Foto: Ivana Debértollis

06 EXPANSÃO


U N I VE R S I D AD E D A C R I AN Ç A

Uma casa com espaço multiuso

H

CASA X INVESTE EM AÇÕES PEDAGÓGICAS E DE LAZER PARA RENOVAR A MARCA E BUSCAR NOVOS PÚBLICOS

Há cerca de dois anos, a Casa X nasceu do sonho da apresentadora e empresária Xuxa Meneghel de montar, em parceria com a SMZTO Holding de Franquias, um espaço lúdico para festas, que refletisse a magia do seu universo – em uma carreira de sucesso construída em mais de trinta anos na televisão – e da sua coletânea de DVDs Xuxa Só Para Baixinhos. Agora, a rede tem investido em ações que visam a renovação da marca, a busca por novos públicos e o fortalecimento do conceito de casa multiuso. Para isso, em agosto de 2016, nasceu a

Criançada se diverte na Casa X de Santa Bárbara D’Oeste

Universidade da Criança. Confira, a seguir, algumas das ações que fazem parte desse conceito.

Curso Mini Chef A partir de 2017, a empresa passará a oferecer o curso de Mini Chef para crianças de 4 a 10 anos. Elas aprenderão a preparar saladas, cookies, sopas, sucos, shakes, lanches e sobremesas, entre outros pratos. O objetivo é, além de incentivar a garotada a ter uma refeição mais diversificada, promover a convivência em família, já que os pequenos deverão replicar em suas casas os novos conhecimentos. Para garantir a qualidade do treinamento, cada unidade terá um instrutor de gastronomia, e o trabalho será desenvolvido em parceria com uma grande marca de alimentos. “Isso mostra a flexibilidade da rede e é uma maneira interessante de atrair mais gente”, explica o vice-presidente do Grupo SMZTO, holding de franquias que administra a Casa X, Sidney Kalaes.

3


Fotos: Divulgação

UNIVERSIDA DE DA CRIA N Ç A

Crianças em atividade pedagógica na Casa X de Santa Bárbara D’Oeste

Antenada com o que acontece no País, e para oferecer ainda mais atrações para a família toda, a Casa X fechou parceria com a Festa Ploc, movimento em tributo aos anos 80 que começou no Rio de Janeiro há 12 anos. Com isso, as unidades interessadas poderão promover eventos noturnos e matinês com essa temática para atender pais e filhos. Os ingressos serão vendidos antecipadamente pela Ticket Mais, e a casa oferecerá toda a sua estrutura “Manteremos o cardápio e a decoração, e um DJ tocando apenas as músicas que fizeram sucesso na década de 1980. Os brinquedos também estarão disponíveis para as crianças”. Idealizada por Luciano Vianna, a Festa Ploc já recebeu mais de seis milhões de pessoas e tem três DVDs lançados, que totalizam cerca de 180 mil cópias vendidas. “O evento acontece em todas

as capitais brasileiras, pelo menos, uma vez por ano. Nos apresentamos desde estádios de futebol até parques aquáticos, e agora será a vez da Casa X, que, inclusive, tem tudo a ver com a nossa proposta”, comenta o dono da marca.

Projetos pedagógicos A Casa X também demonstra seu formato multifuncional com a

Luciano Vianna, idealizador da Festa Ploc

Fotos: Divulg ação

Festa Ploc

Crianças brincam de cabo de guerra na Casa X de Juiz de Fora (MG)

4


Casa X Juiz de Fora (acima) e Santa Bárbara D’Oeste (abaixo)

Foto: Ivana Debértollis

proximidade com as escolas particulares. Segundo o vice-presidente do Grupo SMZTO, a rede identifica com os estabelecimentos de ensino quais são as necessidades que eles têm e, a partir daí, elabora projetos pedagógicos e lúdicos dentro das unidades para que as crianças possam sair um pouco do contexto carteira-lousa. Segundo a consultora de franquias da Casa X, Andréia Pereira, a ideia é que a Casa X seja utilizada em excursões escolares, e que essa visita funcione como uma atividade extracurricular. “Podemos receber as crianças nas mais variadas ocasiões, como nos Dias do Índio, da Árvore e da Água, para uma aula fora do ambiente convencional de estudos, ou apenas para um momento de recreação.” Essas ações já têm sido realizadas em diversas unidades, como Santa Bárbara D’Oeste (SP), Maringá (PR), Santo André (SP) e Juiz

Andréia Pereira, consultora de franquias da Casa X

de Fora (MG). “O primeiro evento escolar que tivemos foi em julho de 2016. Inicialmente, promovemos uma mini festa, de três horas. Em outubro, especialmente na semana da criança, foram mais oito encontros, com uma média de 60 meninos e meninas em cada um”, contam os proprietários da franquia mineira, Breno Cabral Taveira e Luiz Henrique Resende de Queiróz. Um dos estabelecimentos de ensino que aderiu a essa iniciativa foi o Educacional Laranjeiras. “Festejamos o Dia das Crianças na Casa X Juiz de Fora. Foi o melhor passeio que fizemos até hoje.

Todos adoraram, desde as crianças até os professores e os pais”, garante a dona da escola, Ana Lúcia Lessa Barra. Participaram da festa 53 meninos e meninas com idades entre 4 e 10 anos. “Eles aproveitaram bastante, e o bacana é que teve atividade para os menores e os maiores”, complementa. Ainda seguindo essa linha pedagógica, a Casa X pretende, a partir de 2017, oferecer cursos de inglês, educação de trânsito e finanças em seu espaço – também estão em estudo aulas de biscuit, origami, escultura de balões e dança. “É uma maneira de manter a rede sempre cheia, mesmo durante a semana, e ainda promover mais conhecimento, e de qualidade, para as crianças”, finaliza Kalaes.

5


EXPANSÃO

Shoppings e hipermercados

na mira da Casa X

A REDE DE FESTAS INFANTIS JÁ CONTA COM TRÊS UNIDADES EM CENTROS COMERCIAIS E DE LAZER. PARA 2017, A TENDÊNCIA É FAZER PARTE DO MIX DE OPÇÕES DOS HIPERMERCADOS mil para a abertura de uma unidade lá – ela foi inaugurada em abril de 2016. Também já estão em pleno funcionamento as Casas X no VIC Center, em Santa Bárbara D’Oeste (SP); no Parque Dom Pedro Shopping, em Campinas (SP), e no Shopping Parque Design, em Brasília (DF). Em breve haverá abertura no Shopping Recreio, no Recreio dos Bandeirantes (RJ), e a rede ainda estuda possibilidades em shopping de Rondonópolis (MT), Nova Iguaçu (RJ) e Porto Alegre (RS). Essas unidades seguem o mesmo padrão dos pontos de rua, podendo ter entre 600 m² e 700 m². Todas as casas, com arquitetura e cenografia de Gringo Cardia, cardápio exclusivo do chef André BoccaMarcelo Toledo, gerente comercial to e recreação assinada por Kiko Nunes, da Casa X, e a apresentadora Xuxa Meneghel contam com nave espacial, muitos brinCom 46 unidades vendidas, sendo 21 em pleno fun- quedos, teatro infantil, espaços temáticos, camarim, cinecionamento, a Casa X definitivamente se consolidou no ma 7D e área baby, entre diversas outras atrações. segmento de festas. Tal desempenho, somado à sua relevância para atrair público, tem chamado a atenção de Hipermercados Para 2017, a tendência é que a Casa X também dois tipos diferentes de estabelecimentos: os shopping se instale em hipermercados. “Esses estabelecimencenters e os hipermercados. Esses locais, por conta especialmente do crescimen- tos estão reduzindo suas áreas de mercadoria e, com to das vendas pela internet, estão se reinventando para isso, abrindo espaço para opções de serviços e lazer”, conseguir manter – e aumentar – a clientela. Com isso, comenta o gerente comercial da rede, Marcelo Toledo. eles têm se tornado verdadeiros centros de lazer, e não Ainda segundo ele, o interesse inicial partiu dos próprios mais apenas de compras. Daí, o interesse pela mais centros de compras. “Eles descobriram as vantagens e os benefícios de ter completa casa de festas do País. uma Casa X e perceberam o grande potencial do mercado Shopping centers infantil”, complementa. As unidades deverão funcionar de Considerada loja âncora nos shopping centers, a duas formas: como espaço de recreação, para que os pais Casa X tem recebido muitos benefícios para se instalar tenham onde deixar os filhos enquanto fazem compras, e nesses centros de vendas. O Boulevard Shopping Bauru, também para a realização de festas, nos mesmos moldes na cidade de Bauru (SP), por exemplo, adiantou R$ 500 e com estrutura semelhante às demais.

Foto: Divulgação

C 6

I


I

GAS T R O N O M I A

Atuação nacional com gosto regional

Interessada em proporcionar uma alimentação de qualidade, a Casa X oferece em suas festas um roteiro de alimentação bem especial, elaborado com opções saudáveis e trocando, sempre que possível, a fritura pelos assados. Desenvolvido pelo chef André Boccato, o cardápio conta com entradas, finger foods, mini sanduíches, coquetel (com mais de vinte tipos de salgados), pratos quentes, sobremesas, bolo, docinhos, bebidas e, ainda, café e petit four no encerramento. Apesar de ter um menu bem completo, disponível para as 21 unidades em funcionamento no País, a rede, que está sempre inovando, demonstra flexibilidade ao permitir a adaptação para as mais variadas regiões do território nacional, a fim de atender todos os gostos e ficar ainda mais próxima do público. “O Brasil tem uma culinária muito rica e diversificada. Por conta disso,

e também porque estamos abertos para escutar os franqueados, abrimos a possibilidade de adaptarmos os pratos de acordo com as necessidades regionais de cada um, e sempre mantendo a nossa qualidade”, comenta a nutricionista da Casa X, Cinthia Julião. Entre as unidades que já incluíram novidades estão a de Teresina (PI) e a de Juiz de Fora (MG). Na primeira foram introduzidas algumas receitas a base de peixe, como risotos de camarão e bacalhau e, na segunda, o cigarrete de queijo e presunto (salgado típico, feito com massa semelhante à do pastel e coberta com parmesão). Outras franquias que solicitaram adaptações no cardápio foram Ponta Grossa (PR), Campos dos Goytacazes (RJ) e Uberlândia (MG). Para elas foram desenvolvidos, respectivamente, mini espetinhos de carne, frango e linguiça, arroz a piamontese (leva creme

Fotos: Divulgação

CASA X POSSIBILITA A ADAPTAÇÃO DO CARDÁPIO PARA AGRADAR OS PÚBLICOS LOCAIS

Cinthia Julião, nutricionista da Casa X

de leite e champignon) e bolinha de queijo com milho. Segundo Cinthia, os lançamentos são elaborados pela equipe da Casa X junto com fornecedores e, após testes, são liberados para a inclusão no menu. E o mais bacana é que, mesmo sendo pensados para uma unidade ou região específica, os novos itens ficam disponíveis para toda a rede.

Preocupação com a comida Na Casa X, a preocupação com a comida é total. “O rigor na padronização e na escolha dos fornecedores é fundamental para garantir que apenas alimentos com boas propriedades nutricionais e marcas de renome no mercado cheguem ao público”, afirma a nutricionista. E, para assegurar que tudo está dentro dos padrões e agradando os clientes, a franqueadora frequentemente faz pesquisas com os clientes e está sempre realizando treinamentos para os funcionários.

7


É FESTA!

Meninos

Q

(também) têm vez

Que as meninas são maioria nas estatísticas populacionais do País, todo mundo sabe. Mas, para a Casa X, não há diferenças de gêneros. Hoje, 30% das festas realizadas nas 21 unidades da rede já são feitas por meninos e, para alavancar essa fatia e mostrar a sua versatilidade, a rede promoveu novas mudanças para agradar a todos. Entre elas estão as mais recentes opções de uniforme para os garçons – antes disponível apenas na cor rosa, ele agora pode ser adquirido em marrom – e de maquiagens (bichinhos) para os recreadores, que antes eram mais femininas. “Fizemos essas alterações para que o figurino ficasse mais neutro e, assim, se adaptasse aos garotos e a quem preferir esse tom”, comenta a gerente operacional da empresa, Vânia Borba. Além disso, a Casa X recebeu uma linha de brinquedos que, geralmente, agrada o público masculino, como videogames, jogo de basquete e pe-

8

bolim. A parte de atrações também não foi esquecida. “Passamos a ter brincadeiras adequadas para todos os perfis de crianças, e todas 100% seguras”, acrescenta a profissional, que exemplifica algumas delas: cabo de guerra, saco e chute a gol. “Nossa ideia é que os pequenos passem a aproveitar mais a quadra”, afirma.

Fantasias

Foto: Ivana Debértollis

CASA X PROMOVE MUDANÇAS PARA REFORÇAR QUE ESTÁ DE PORTAS ABERTAS PARA O PÚBLICO MASCULINO

Vânia Borba , gerente operacional da empresa

para saber o que precisa ser melhorado. Com essas alterações, todas as áreas da Casa X agora passaram a atender os mais diversos públicos. E já começamos a sentir os efeitos, principalmente em São Paulo”, finaliza Vânia.

Também tem novidade no camarim, com mais opções de Novidades na fantasias de super-heróis (BatCasa X para o público masculino man, Capitão América e Ho• Uniforme dos garçons na cor marrom mem de Ferro, por exemplo) • Maquiagem dos recreadores com tema e em tamanhos maiores, para mais neutro servir nos meninos mais velhos. • Brinquedos e atrações que tendem a Nos shows, foi acrescentado o agradar meninos, como games Remix, com uma batida menos e chute a gol feminina e que poderá atrair ain• Mais opções de fantasias de da mais os garotos. super-heróis e em tamanhos maiores “Identificamos essas necessi• Músicas com ritmos mais procuradades através de pesquisas realidos pelos meninos zadas com contratantes e visitantes. Fazemos isso constantemente


© Xuxa Produções © José Isaac Huña e Ana Paula M. Desmet

Q U E M P AS S O U P O R AQ U I

Casa X em festa!

Foto: Cine & Art

Foto: Divulgação

Além de contar com uma estrela à frente dos negócios, Xuxa Meneghel, a Casa X também recebe muitos famosos. Essas presenças não só angariam mais fãs para o espaço, como também ajudam a divulgar a casa de festas a partir da experiência de cada um. Confira abaixo alguns depoimentos de jovens estrelas que fizeram celebrações na Casa X e o quanto gostaram desse dia especial.

Lugar mágico

O ator Fhelipe Gomes, que vive o Téo Cavichioli, na novela Cúmplices de um Resgate, do SBT, recebeu, em maio, os fãs para uma tarde de autógrafo, música e fotos na Casa X Ipiranga, em São Paulo. Na ocasião, a estrela mirim contou com as presenças dos músicos Denis de Sampa e Erick Lima; a atriz Mharessa Fernanda e o cachorro Manteiguinha, seus parceiros no folhetim juvenil; e a apresentadora do Bom Dia & Cia, também do SBT, Ana Julia Souza. Souza “Estive na inauguração da Casa X Ipiranga, e achei que seria legal fazer uma festa lá. É um lugar mágico e que tem um espaço ótimo para as crianças brincarem. Nesse encontro com os fãs, aproveitei para tirar fotos, cantar e dar autógrafos. Se eu tiver oportunidade, gostaria de realizar outros eventos no local”

Que dure para sempre

Quem também fez uma super festa na Casa X Ipiranga foi Bia Lanutti,, a intérprete da personagem Lola Alencar, na novela Cúmplices de um Resgate, do SBT. Com decoração relacionada ao mundo lúdico dos unicórnios, cores vibrantes, nuvens e arco-íris, o evento, realizado em setembro em comemoração aos 11 anos da atriz, teve na lista de convidados várias estrelas do folhetim juvenil: Bia Jordão, Lipe Volpato, Giovanna Chaves, Renato Cavalcanti, Gabriel Moura, Gracyeli Junqueira, Kevin Vechiato e, mais uma vez, Fhelipe Gomes. “Fiquei muito feliz e realizada com a minha festa. Escolhi o tema ‘Eu Acredito em Unicórnios’ porque sou super sonhadora. Me surpreendi com o resultado, e queria que aquele dia tivesse durado para sempre”.

Foto: Studio Fotograf

Espaço lindo e saudável

A Casa X Juiz de Fora, em Minas Gerais, foi escolhida pelo empresário da área de construção Cesar Augusto Borges de Mattos Sid, e sua esposa Erika Neder Machado Sid, para celebrar, em julho de 2016, o aniversário de um ano do filho Heitor. Com o tema Mickey Mágico, a festa teve a presença de cerca de 150 convidados. “Escolhemos a Casa X por várias razões. A primeira é a estrutura do local, com um espaço lindo e muitos brinquedos. Também tem o fato de ela ser novidade na cidade e oferecer uma comida mais saudável. Nosso filho amou a festa, ficou encantando, e os convidados também. Foi tudo perfeito”.

9


E FRANQUE A DO S

é melhor ainda CASA X É OPÇÃO DE INVESTIMENTO PARA EMPREENDEDORES DE TODAS AS ÁREAS

Ana Letícia Trevisan, da Casa X de Balneário Camboriú (SC)

Flavia Jales e Rita Dias, proprietárias da Casa X de Teresina (PI) As proprietárias da Casa Teresina (PI), Flavia Jales e Rita Dias, estão tão satisfeitas com o desempenho do negócio que, mesmo tendo inaugurado a unidade em outubro de 2016, já pensam em uma segunda franquia da marca. “As pessoas dessa região são muito festeiras e nunca deixam de comemorar, daí o sucesso”, relatam as advogadas, que já venderam festas até dezembro de 2017.

De vento em popa Engenheira agrônoma, Maisa Gisele Heuer Meneghin conheceu a Casa X por meio de uma propaganda e imediatamente se interessou. Tendo como sócios o pai, Arno Nelson Heuer, e o marido, Rodrigo Meneghin, ela

Fotos: Divulgação

É comum que, em qualquer franquia, o perfil dos franqueados seja bastante variado. E na Casa X não é diferente. A rede tem ao seu lado desde empresários que já eram do ramo até os que não traziam na bagagem experiência no segmento. Mas ambos têm, ao menos, dois pontos em comum: vislumbraram a possibilidade de retorno e estão satisfeitos com o sucesso de negócio, a ponto de alguns deles já terem partido para a segunda unidade da Casa X. É o caso de Breno Cabral Taveira, proprietário das Casa X Juiz de Fora (MG) e Ponta Grossa (PR), ambas em pleno funcionamento. Com experiência em eventos empresariais, formaturas, casamentos e festas de 15 anos, o empresário é do tipo que não fica sentado na cadeira esperando as coisas acontecerem. “Corro atrás mesmo, e me dedico 100% ao negócio. Estou sempre em busca de parceiras e desenvolvendo novos projetos e estratégias comerciais”, comenta ele, que entrou para o time da rede em dezembro de 2015 e tem um sócio na unidade mineira, Luiz Henrique Queiróz.

Breno Cabral Taveira e Luiz Henrique Queiróz, proprietários da Casa X Juiz de Fora (MG)

10

Rodrigo Meneghin, Maisa Gisele Meneghin e Arno Nelson Heuer comandam a unidade de Maringá (PR)

Foto: Carlos Alves/ Eventos em Fotos

Um é pouco, dois é bom, três

comanda a unidade de Maringá (PR), inaugurada em março de 2016. “Essa região tem um público que investe bastante em festas, mas que carecia de algo diferenciado. A Casa X chegou para suprir essa necessidade. Não havia nada parecido por aqui, e as pessoas estão adorando”, conta a atual empresária, que está presente no dia a dia do negócio e ainda coordena todas as festas realizadas no local. No caso de Ana Letícia Trevisan, sócia-administradora da Casa X Balneário Camboriú (SC), que tem como sócios-investidores Sonia Trevisan e José Carlos Tresisan, a experiência na área ajudou na escolha da franquia. “Sou formada em Hotelaria e Turismo e já trabalhei em restaurantes e com organização de eventos na Inglaterra. Há algum tempo eu buscava algo na área infantil, e quando soube da Casa X, me interessei na hora”, conta. Aberta em julho de 2015, a unidade já realizou mais de 150 festas. “Como é um local diferente de tudo o que existe, e que oferece o máximo de qualidade, isso chama a atenção das pessoas. Todos que vêm até aqui, seja como cliente ou convidado, têm uma reação muito positiva, o que me deixa bem feliz e satisfeita”, finaliza Ana Letícia.


S Ó P AR A B AI X I N HO S

Coleção XSPB chega à 13ª edição MÚSICAS INÉDITAS E BONECOS INCLUSIVOS MARCAM O NOVO ÁLBUM DA XUXA

Fotos: Blad Meneghel

Com nove milhões de cópias vendidas, cinco indicações ao Grammy Latino de melhor álbum infantil e duas estátuas conquistadas, a coleção Xuxa Só Para Baixinhos (XSPB) chega à 13ª edição. Com uma mistura de elementos lúdicos para os menores, e o alfabeto com travalíngua para os baixinhos maiores, o XSPB 13 promete fazer a criançada se divertir e aprender brincando! Ao todo, são 26 músicas inéditas, além da abertura, compostas por Junno Andrade (namorado da apresentadora) em parceria com Bozzo Barreti, Marcelo Barbosa, Elias Almeida e Fabio Caetano, cada uma a partir de uma letra do alfabeto. E nessa edição a turma aumentou: agora são 40 fantoches, com destaque para o Guaxinim Xaxá e o Vovô Xexéo, que dividem os clipes com os astros Txutxucão, Moio, Bila Bilú e Os Três Ratinhos. Xuxa fez questão de desenhar alguns deles e acrescentar ao elenco bonecos inclusivos, de

diversas etnias e características, para que todos se identifiquem.

Cara nova O XSPB 13 chega de cara nova, com visual clean, assinado pelas cenógrafas Lueli Antunes e Leila Araújo; figurinos coloridos produzidos para a Xuxa e os bonecos por Marcelo Cavalcante; fotografia de André Horta; direção de manipulação dos bonecos comandada por Quiá Rodrigues e Renato Spinelle e equipe de manipuladores formada por Lui Dile, Eloisa Dile, Cacá Sena, Andréa Claudio Bernardino, Luís Borges e Gabriel Bezerra. O DVD vem com menu completo de acessibilidade para deficientes visuais – com descrição em áudio, e opções de linguagem de sinais (libras) e legendas Closed Caption, para deficientes auditivos, no making of. Há ainda os extras com jogos de vogais, karaokê, galeria de fotos, vídeo da Fundação Xuxa Meneghel e um clipe especial com as participações de Sofia Nandi e Maysa Matarazzo. Para saber mais sobre o novo trabalho da apresentadora e empresária Xuxa Meneghel, confira o bate-papo a seguir: Xuxa, como foi a produção do XSPB 13? Eu me meti em tudo, desde a criação até a finalização. E o mais legal é que foi divertido do início

ao fim. A participação do Junno também foi muito importante para o XSPB vir de cara nova. Voltamos à linguagem das primeiras edições, com foco no lúdico e na simplicidade. O que seus fãs podem esperar desse novo trabalho? Muita música e alegria em um produto educativo, que não deixa de lado as crianças com necessidades especiais, com áudio descritivo e libras. Tudo pensado para a mãe, o pai e principalmente para a criança de até 7 anos. E quais as principais novidades? Pela primeira vez teremos a participação de bonecos e 26 músicas inéditas. Na Record, o seu programa é voltado para o público adulto. Sente falta de um contato mais frequente com as crianças? Sempre sentirei, mas a Casa X e a coleção do XSPB estão aí para isso e, apesar do programa hoje não ser infantil, quase todos os meus outros trabalhos fora da TV são dedicados às crianças. Eu nunca deixei de trabalhar para elas.

11


Revista Casa X nº 7  

Novidades da Casa X, inaugurações, lançamentos, eventos, ações sociais e tudo relacionado à esta rede de casas de festas infantis idealizada...