Page 1


RECONHECER VALIDAR REGISTRAR E TORNAR PÚBLICA A EXCELÊNCIA DO FRANCHISING PELA FORÇA DO DESIGN


SUMÁRIO 4

06

PALAVRA DO PRESIDENTE DA ABF

08

PALAVRA DO PRESIDENTE DO RDI

10

SOBRE O PRÊMIO

14

GALERIA DE FOTOS

20

PROJETOS VENCEDORES

22

BRAND DESIGN

34

DESIGN CONSCIENTE

46

DESIGN INOVAÇÃO


58

EMBALAGEM

70

PRODUTO

82

PROJETO ARQUITETÔNICO LOJA

94

PROJETO ARQUITETÔNICO QUIOSQUE

106 118

VISUAL MERCHANDISING AÇÃO PROMOCIONAL VISUAL MERCHANDISING CAMPANHA DE PONTO DE VENDA

130

VISUAL MERCHANDISING VITRINE

142

OS JURADOS

5


PALAVRA DO PRESIDENTE DA ABF

A IMPORTÂNCIA DO DESIGN NA CULTURA DO

Foto: Divulgação

FRANCHISING

Altino Cristofoletti Junior

A

cada nova edição do livro do Prêmio ABF+RDI Design ficam evidentes a evolução e a crescente importância do design para a indústria do franchising no Brasil. O que observamos é que o setor envolve o design como parte da sua cultura. A qualidade dos projetos inscritos revela a utilização do design como ferramenta estratégica para alavancar os negócios e valorizar as marcas e sua relação com seus consumidores e demais stakeholders. Indo além, esses fatores dão à Associação Brasileira de Franchising (ABF) e ao Retail Design Institute (RDI) Brasil a certeza de que o Prêmio, lançado

6


em 2011, vem se consolidando como um marco para os profissionais envolvidos e premiados, para as marcas e, sobretudo, para o setor como um todo.

Concorreram este ano ao Prêmio 105 projetos de 58 marcas inscritas. Desse total, 24 redes sagraram-se vencedoras com 30 projetos em sete categorias: Projeto Arquitetônico, Visual Merchandising (Vitrine, Campanha de Ponto de Venda e Ação promocional), Embalagem, Produto, Brand Design, Design Consciente e Design Inovação. A todas as marcas inscritas, meu reconhecimento, e meus parabéns às vencedoras.

Esta obra, editada pelo terceiro ano consecutivo, detalha os projetos e as marcas que foram consagrados vencedores do Prêmio pelo júri de especialistas formado por representantes de ambas as organizações e profissionais do mercado. Por sua qualidade editorial e de conteúdo, ela é também uma referência e fonte de consulta para o público interessado.

Elementos como inovação, criatividade, estilo, tecnologia, sustentabilidade, dentre outros, são utilizados nos projetos de tal modo que eles não só personalizam e identificam as marcas, produtos e serviços, como estabelecem uma relação mais próxima com os consumidores. Como tudo isso se fez, basta ver nas páginas a seguir.

Em 2017, quando celebramos 30 anos de história da ABF, lançamos uma nova categoria: Design Inovação. Nosso objetivo é premiar as empresas com os projetos e design mais inovadores, cujas aplicações proporcionam melhorias aos seus negócios, contribuam para a evolução da sua categoria de produtos e/ou serviços, sejam disruptivos, de alto impacto e tragam resultados efetivos aos negócios e à marca.

Um forte abraço,

Altino Cristofoletti Junior Presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF)

7


PALAVRA DO PRESIDENTE DO RDI

EXPERIÊNCIA ÚNICA, RELEVANTE E

DESEJÁVEL

Foto: Divulgação

George Homer

O

varejo é a ponte que liga os fabricantes aos consumidores e, no caso do franchising, as marcas passam a ser também um dos fornecedores dentro da cadeia de suprimento. Inclusive, franqueadores e franqueados são gestores da imagem da marca e peça fundamental na coordenação da criação e entrega de sua proposta de valor. Sua relevância está em promover o relacionamento com os clientes, e conhecê-los é fundamental e necessário para entender qual estratégia será usada para estimular sua preferência pela marca. O diálogo com os consumidores começa no momento em que o cliente tem contato com a marca e é atualizado a cada momento em que os consumidores pensam direta ou indiretamente na marca.

8


A loja é a ponte multidimensional que liga uma marca aos consumidores. Nela, todas as estratégias se materializam e, de forma coordenada, permitem aos negócios se perpetuarem com taxas recompensadoras. A experiência da loja é mais relevante para a atualização da imagem da marca, pois é onde se estabelece o diálogo e a compreensão plena dentro de todos os valores da marca. Estímulos e reações são elementos administráveis em tempo real dentro das lojas, quer seja pelo contraste, intensidade e proporcionalidade. As cores, materiais, informação e operações da loja permitem oferecer aos clientes uma experiência condizente com a marca, dentro da nova jornada na loja. As tendências indicam que as empresas estão investindo na tecnologia para encontrar soluções que atendam as novas demandas dos consumidores. Experiência de loja, personalização de compra (produtos e serviços), relacionamento relevante e sustentável são o foco do varejo e isso independe de fatores demográficas e de mercado. A preocupação com o ambiente e os recursos naturais traz uma nova consciência na criação de soluções e modelos de varejo. A inovação está presente não só na tecno-

logia disponível, mas em todas as formas criativas de trazer produtos e serviços para o alcance dos consumidores. A tecnologia digital está se fundindo com o universo físico, trazendo uma experiência mais completa para o varejo. Os clientes já conseguem não ver a separação entre esses universos e esperam do varejo as repostas. Mais do que nunca, as marcas são entidades que desenvolvem relacionamentos com os consumidores e a inteligência artificial está a caminho de ser uma grande aliada dos varejistas na sua aproximação dos clientes. O equilíbrio entre produtos e sua exposição, serviços oferecidos, operações, embalagens, promoções e eventos, comunicação visual e arquitetura completam o design interno da loja com uma identidade própria a ponto de proporcionar uma experiência única, relevante e desejável. O design de varejo proporciona para a marca uma loja com uma imagem inconfundível, em um espaço altamente desejável com grande engajamento para os clientes, e promove resultados de alta performance para os varejistas que participam do franchising. George Homer, presidente do Retail Design Institute (RDI) Brasil 9


SOBRE O PRÊMIO 10

A EXCELÊNCIA DO FRANCHISING

NO DESIGN


I N Í C I O

C O N C E I T O

ideia do Prêmio ABF + RDI Design surgiu em 2010, quando se identificou a necessidade de conscientizar o universo do franchising a respeito do uso do design como ferramenta estratégica para o desenvolvimento e implantação de negócios.

premiação foi criada pela ABF e RDI com o objetivo de incentivar o design na qualificação cada vez mais crescente das franquias existentes e proporcionar o desenvolvimento mais eficiente dos novos formatos de franquias.

A

O B J E T I V O

O

objetivo do prêmio é realizar a conscientização do design como ferramenta estratégica no desenvolvimento, operação e renovação de franquias, reconhecendo os projetos cujas soluções refletem o melhor do franchising no Brasil.

A

E L E G I B I L I D A D E

P

articipam as empresas franqueadoras associadas à ABF, adimplentes com suas obrigações, que apresentaram a documentação solicitada e cujos projetos e produtos inscritos foram implementados entre 2014 e 2017.

11


C A T E G O R I A S

1

Brand Design: concorreram as marcas

SOBRE O PRÊMIO

que apresentaram em seu desenvol-

vimento logos que melhor refletiram seus

as empresas que utilizaram o design para

transformar sua loja em um lugar inovador e en-

valores e estratégias, tiveram fácil reconhe-

cantador, capaz de atrair os olhos do cliente e pro-

cimento por parte do cliente e sinergia com

porcionar uma experiência de marca única.

o marketing da empresa.

7

2

Projeto Arquitetônico – Quiosque: disputa-

Design Consciente: participaram os projetos que contemplaram um olhar

ram as empresas que utilizaram o design

para transformar seu quiosque em um lugar inova-

ou foco ecologicamente corretos e social-

dor e encantador, capaz de atrair os olhos do clien-

mente responsáveis e que contribuíram

te e proporcionar uma experiência de marca única.

para um franchising mais sustentável.

8

3

Visual Merchandising – Ação Promocional:

Design Inovação: integraram essa categoria as empresas com os pro-

participaram as empresas que desenvolve-

rem a melhor ação promocional considerando o

jetos mais inovadores, que contribuíram

impacto visual, a originalidade da ideia e o resulta-

para a evolução de seus produtos e/ou

do junto ao cliente.

serviços e foram disruptivos, com alto im-

9

pacto e resultado.

4

Embalagem: contemplou as me-

Visual Merchandising – Campanha de Ponto de Venda: integraram essa categoria as pro-

moções que continham interação entre marca e

lhores embalagens considerando o

produto/serviço, inovando na relação com o cliente,

impacto visual, a inovação gráfica — em

com clareza na mensagem e geração de resultados.

termos de papel, impressão e acabamento — e a funcionalidade.

5

Produto: inscreveram-se as empre-

12

6

Projeto Arquitetônico – Loja: concorreram

10

Visual Merchandising – Vitrine: contemplou o melhor projeto de vitrine, levando

em conta a tecnologia, a inovação e a modernida-

sas que desenvolveram e distribuíram

de aliadas a uma mensagem de venda clara e ob-

produtos com excelência e grande aceita-

jetiva, capaz de capturar a atenção dos clientes no

ção dos consumidores.

primeiro contato.


J U L G A M E N T O

O

julgamento baseou-se nos critérios de excelência de marketing, design para varejo e desenho industrial e arquitetônico, como: inovação; benefícios ao usuário, ao cliente e à rede franqueada; responsabilidade; apelo visual e projeto arquitetônico.

P R E M I A Ç Ã O

A

cerimônia de premiação foi realizada na 17ª Convenção ABF do Franchising, na Ilha de Comandatuba (Bahia), que ocorreu de 25 a

29 de outubro de 2017. Confira, a seguir, algumas fotos do evento. Saiba mais em premiodesign.abf.com.br

13


Foto: Keiny Andrade

GALERIA DE FOTOS

PREMIADOS

Like a Boss, Koni e CNA: vencedores na categoria Projeto Arquitetônico - Loja

14


GALERIA DE FOTOS

Fotos: Keiny Andrade

Boali, Sucão e Megamatte: vencedores na categoria Projeto Arquitetônico Quiosque

15


Foto: Keiny Andrade

GALERIA DE FOTOS

Imaginarium, Lez a Lez e Via Mia: vencedores na categoria Visual Merchandising – Vitrine

Imaginarium, Fábrica Di Chocolate e Nutty Bavarian: vencedores na categoria Visual Merchandising – Ação Promocional

16


GALERIA DE FOTOS

Fotos: Keiny Andrade

Chilli Beans, 5àsec e Ice Creamy: vencedores na categoria Visual Merchandising – Campanha de PDV

Bibi Calçados, Casa de Bolos e iGUi: vencedores na categoria Produto

17


Fotos: Keiny Andrade

GALERIA DE FOTOS

Sucão, Nutty Bavarian e Via Mia: vencedores na categoria Embalagem

Tomatzo, Café Cultura e Super Ótica São José: vencedores na categoria Brand Design

18


GALERIA DE FOTOS

Fotos: Keiny Andrade

Bibi Calçados, Via Mia e Stalker: vencedores na categoria Design Consciente

Onodera, Portobello Shop e Yázigi: vencedores na categoria Design de Inovação

19


PROJETOS

VENCEDORES PROJETOS 20

VENCED CATEGORIAS: BRAND DESIGN....................................................................................................................22 DESIGN CONSCIENTE.......................................................................................................34 DESIGN INOVAÇÃO........................................................................................................... 46 EMBALAGEM........................................................................................................................ 58 PRODUTO.................................................................................................................................70 PROJETO ARQUITETÔNICO - LOJA..............................................................................82 PROJETO ARQUITETÔNICO - QUIOSQUE................................................................ 94 VISUAL MERCHANDISING - AÇÃO PROMOCIONAL.......................................106 VISUAL MERCHANDISING - CAMPANHA DE PONTO DE VENDA............. 118 VISUAL MERCHANDISING - VITRINE.....................................................................130


DORES


BRAND DESIGN OURO

TOMATZO Agência/Designer: Marcus Vinícios de Oliveira Santos Nome do projeto: Evolução do Branding: Tomatzo - Sabor de casa

CONCEITO A evolução do branding da Tomatzo reflete os valores percebidos pelos clientes. A nova identidade valoriza o conceito caseiro e humanizado, sem abrir mão de uma identidade moderna e conectada aos ­millennials. A logo, que era predominantemente vermelha, deu o protagonismo ao verde, trazendo frescor e se diferenciando dos concorrentes nas praças de alimentação.

OBJETIVO Readequar a identidade visual da rede Tomatzo, transferindo para os elementos gráficos, nas diversas aplicações da identidade, a percepção que os clientes têm da rede e de seus diferenciais. A evolução da marca deve ser nítida desde a publicidade online ao ponto de venda, destacando 22

suas unidades em um ambiente com muitos ruídos e apelos visuais, como as praças de alimentação.

DESCRIÇÃO Além da evolução da identidade visual, todos os elementos gráficos e de apoio foram para os manuais de comunicação da marca, com suas aplicações e normas, para diminuir os riscos de uma degeneração da identidade nas suas mais diversas aplicações e torná-la mais coesa e clara.

PARTICULARIDADES Para ajudar na legibilidade e no “frescor” visual da marca, as folhas verdes foram simplificadas a uma massa homogênea e monocromática. O verde escuro era pouco saturado e não transmitia ao cliente o fres-


Foto: Divulgação

cor; com isso, ela foi clareada, deixando o símbolo como folhas de manjericão fresco. Destaque para o uso de texturas de tecido em aplicações dos elementos da marca, como costuras e linhas pontilhadas.

RESULTADOS As cores, a tipografia e toda a estratégia visual anterior não condiziam com a qualidade percebida pelos clientes. Em uma pesquisa com questionários presenciais feita com clientes da rede, identificamos os seguintes conceitos: 1) comida caseira, 2) saudável; e 3) italiano. Com isso, a evolução foi percebida e abraçada dentro e fora da rede, com aumento de faturamento e de unidades.

“Invertendo a lógica de criar para o cliente, a evolução de branding foi criada juntamente com eles, com as ferramentas de design thinking. Como sócio da marca Tomatzo e designer do projeto, vejo que o redesign trouxe à rede força para se destacar em um dos segmentos mais competitivos do franchising. O design se mostrou estratégico para a padronização da rede, com foco no engajamento e na transferência de conhecimento aos franqueados e colaboradores”. Marcus Vinícios de Oliveira Santos, designer e sócio da Tomatzo

23


24

BRAND DESIGN OURO

TOMATZO


Foto: Divulgação

“O designer precisa estar aberto para validar e readaptar constantemente seus projetos. Por isso, optamos por internalizar toda a nossa comunicação, com um processo de branding constante, que evolui com um varejo cada vez mais conectado e ágil. Afinal, os clientes atuais não se importam somente com o produto final, mas com todo o processo, desde a origem dos ingredientes até as redes sociais da marca. O Prêmio ABF + RDI Design é mais um reconhecimento desse trabalho, feito em conjunto com nossos franqueados, colaboradores e clientes”. Marcus Vinícius de Oliveira Santos e Mateus Lacerda Modesto, sócios da Tomatzo

25


BRAND DESIGN PRATA

CAFÉ CULTURA Agência/ Designer: Voodoo Branded Content/ Gustavo Menyou Nome do projeto: Café Cultura – Brand Design

CONCEITO O brand design do Café Cultura junta o universo do café, a elegância das cafeterias e o efeito da cultura na mente humana. O moedor, elemento escolhido para expressar essa ideia, transforma o grão no pó com o qual será preparado o café. Da mesma forma, a cultura faz o papel do moedor, estimulando o cérebro. Um conceito inovador de comunicação que transmite um modo de vida despojado, culto e contemporâneo.

ao lugar, reposicionar a identidade visual e transferir valores e promessas da marca para os produtos.

DESCRIÇÃO A marca Café Cultura foi aplicada em luminosos de fachada e internos, assim como na família de embalagens dos diferentes blends, em latas de café e chás, material de PDV como envelopes de talheres, jogo americano, cardápio, camisetas, além de mugs e canecas com frases que ilustram o Café Cultura Lifestyle.

OBJETIVO Criar uma marca icônica, singular, na qual a identificação com o universo do café fosse imediata; traduzir a promessa de café mais cultura implícita no nome, transferindo a elegância e o refinamento do cardápio 26

PARTICULARIDADES A implantação de produtos com a “cara” do Café Cultura foi inovadora para o segmento e atuou como grande diferencial perante os concorrentes.


Foto: Divulgação

RESULTADOS Precisávamos de uma mudança “radical”. A marca Café Cultura tinha crescido organicamente durante os primeiros dez anos e precisava de um planejamento de ­branding. Com o projeto de franquia já em andamento, o Café Cultura precisava de uma nova roupagem, que o credenciasse a entrar em qualquer mercado de forma adequada, numa combinação de conteúdo, excelência no segmento e lifestyle.

“A reformulação da marca Café Cultura coincide com um momento de expansão do negócio e abertura de franquias. Desbravar novos mercados exige ter uma marca à altura desse desafio, já que, muitas vezes, antes de se relacionar com algum produto, o consumidor vai se relacionar com a marca. Nós da Voodoo temos muito orgulho de ter participado deste case de sucesso”. Gustavo Menyou, diretor de criação da Voodoo Branded Content

27


BRAND DESIGN PRATA

CAFÉ CULTURA Aplicação sinalização Aplicação em materiais gráficos

Guide reduzido

Aplicação loja 28


Fotos: Divulgação

Aplicação sinalização

“O Café Cultura é a realização de um sonho, que começamos a construir há 13 anos, quando decidimos fazer o que realmente amamos: proporcionar aos clientes uma experiência única em cafés especiais. E é para garantir que essa experiência seja completa que entra a nossa marca. Ela traduz a nossa essência, os nossos valores e, onde ela estiver, estará o nosso compromisso com a qualidade”. Joshua Daniel Stevens e Luciana Melo, sóciosproprietários do Café Cultura

Aplicação em comunicação 29


BRAND DESIGN BRONZE

SUPER ÓTICA SÃO JOSÉ Agência/ Designer: Viena Comunicação/ Tais Regina Hertes Nome do projeto: Branding Grifes Exclusivas

CONCEITO Redefinir a arquitetura da marca Super Ótica São José, classificando os públicos-alvo para desenvolvimento das grifes: popular (grife Cazé atinge classes C e D), feminino (grife Josefine alcança mulheres interessadas em moda da classe C), masculino (grife OZÉ Eyewear conversa com homens com estilo próprio das classes C e D) e infantil (grife Kidzee para crianças de 1 a 9 anos). Além disso, desenvolveu-se o modelo de microfranquias, por meio do quiosque Zefi.

OBJETIVO Estruturar os negócios e produtos da empresa visando lucro e crescimento. O propósito da alteração foi manter as submarcas/grifes exclusivas como apên30

dice da marca principal, sempre se referindo à mesma através da escolha do sufixo ZÉ/SE.

DESCRIÇÃO A grife Cazé (antes Paradise) comunicase diretamente com seu público por ser popular, alegre, tropical e de fácil assimilação. O nome feminino da grife Josefine (antes Santini Gold) se aproxima do cliente final, gerando empatia; o da grife OZÉ Eyewear (antes Belize) representa a masculinidade, seriedade e elegância; o do Kidzee (antes Runway Kids) é autêntico, unissex e tem sonoridade infantil; enquanto o nome do quiosque Zefi surgiu da tradução de José em albanês, acrescida da letra “i” para melhor autenticação e sonoridade.


Fotos: Divulgação

PARTICULARIDADES A mudança na grife Cazé demonstra a qualidade dos produtos e o ticket médio. Já a nova comunicação da Josefine transmite classe, design e qualidade dos óculos exclusivos da marca. No caso da OZÉ Eyewear, a comunicação minimalista e monocromática conversa diretamente com o público-alvo. E a comunicação simples, alegre e com boa área de respiro do Kidzee transmite a inocência da infância, fazendo referência lúdica óptica através do símbolo e cores.

RESULTADOS A fim de aumentar a visibilidade e a lucratividade, foram desenvolvidas peças para aplicação em PDV e display de óculos para as lojas da grife Cazé; na Josefine aplicouse o mesmo conceito da comunicação e visou aumento do lucro através do preço baixo; em OZÉ Eyewear buscou-se uma comunicação dinâmica e simples, com ênfase para os óculos na vitrine; e no Kidzee a comunicação primou pela simplicidade, alegria e boa área de respiro. Por fim, o quiosque Zefi faz referência óptica através dos pixels utilizados como símbolos.

“Receber o Prêmio ABF + RDI Design 2017 é ver o seu trabalho reconhecido por profissionais competentes. Isso é muito gratificante, pois também proporciona credibilidade à marca Super Ótica São José. Esse reconhecimento vem em um momento de grande importância para nós, o nosso ponto de virada. Estamos passando por uma transformação nos modos de pensar e agir, e construindo nossa identidade. Entendemos que devemos criar sempre para pessoas, e o projeto desenvolvido para a Super Ótica São José foi o primeiro trabalho com esse novo posicionamento”. Rivelino Martins Evaristo, sócio-diretor da Viena Comunicação, e Tais Regina Hertes, diretora de Arte da Viena Comunicação

31


BRAND DESIGN BRONZE

SUPER ÓTICA SÃO JOSÉ

Cazé

Josefine

Ozé Eyewear 32


Fotos: Divulgação

Kidzee

“O design fortalece a essência da marca e realça seus valores e objetivos. Eu, como presidente da empresa, e nessa união com a Viena Comunicação, através do seu diretor Rivelino Evaristo e da diretora de arte Taís Herte, sabemos que receber o Prêmio ABF + RDI Design 2017 significa obter o reconhecimento por profissionais competentes. Além de gratificante, proporciona credibilidade e confirma que a Super Ótica São José trilha no caminho certo”. Carlos Augusto Santini Canto, presidente da Rede Super Ótica São José

Zefi 33


DESIGN CONSCIENTE OURO

BIBI CALÇADOS Agência/Designer: Bibi Calçados/ Ismael Fischer Nome do projeto: Bibi Não Tóxico

CONCEITO

DESCRIÇÃO

O conceito Bibi de Calçado Não Tóxico consiste em um processo inédito e inovador no Brasil. Desenvolver e comercializar produtos utilizando uma criteriosa seleção de fornecedores e controle de todos as matérias-primas, insumos e processos industriais visando não impactar o meio ambiente e a saúde de todos os stakeholders, principalmente os consumidores finais que são as crianças de 0 a 9 anos.

O projeto foi desenvolvido em parceria com o Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçados e Artefatos (IBTEC) com o intuito de testar e monitorar todas as matérias-primas e processos utilizados nos produtos Bibi, adequando-os aos mais exigentes padrões internacionais de saúde. Empresas regulamentadoras dessas substâncias apontam a existência de mais de nove mil itens que podem causar problemas à saúde e ao meio ambiente.

OBJETIVO Desenvolver produtos alinhados com a proposta de valor da empresa, levando ao mercado o conceito de sustentabilidade, saúde e bem-estar.

34

PARTICULARIDADES O grande diferencial do Calçado Não Tóxico é a possibilidade de comercializar produtos “made in Brazil” em todos os continentes,


Foto: Divulgação

incluindo países de economias mais maduras, que valorizam de forma mais consistente os conceitos de saúde e sustentabilidade.

RESULTADOS Redução drástica de impactos ambientais por meio da eliminação de componentes tóxicos das matérias-primas e processos industriais, e principalmente a agregação de um novo diferencial aos produtos, podendo ser explorada a questão das boas práticas da saúde e sustentabilidade junto ao mercado consumidor.

“Baseado em estudos médicos, contatos com institutos de pesquisa e normas internacionais, inovamos no mercado calçadista brasileiro com o projeto de calçado Não Tóxico. Ele está altamente alinhado com o DNA da marca, fortalecendo os quesitos de saúde e sustentabilidade. Envolvemos toda a cadeia de suprimentos no processo, sendo que a homologação criteriosa de fornecedores e a seleção de matériasprimas foram as bases de sustentação, agregando assim ainda mais valor aos nossos produtos”. Ismael Fischer, gerente de suprimentos da Calçados Bibi

35


36

DESIGN CONSCIENTE OURO

BIBI CALÇADOS


Fotos: Divulgação

“Somos a única empresa brasileira a produzir e exportar calçados não tóxicos para mais de 70 países. Nosso propósito é criar modelos que respeitam a anatomia e o desenvolvimento natural dos pés. Somos gratos ao receber esse importante Prêmio ABF + RDI Design 2017, que evidencia que estamos no caminho certo. Desejamos que as ações desenvolvidas pela Bibi sejam inspiradoras para empresas de vários segmentos”. Marlin Kohlrausch, presidente da Calçados Bibi

37


DESIGN CONSCIENTE PRATA

VIA MIA Agência/ Designer: Via Mia Nome do Projeto: Nécessaire Outubro Rosa

CONCEITO

PARTICULARIDADES

Desenvolver uma nécessaire e doar o valor das vendas para o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

A particularidade da ação foi engajar nossas consumidoras numa ação social e, mais que isso, apoiar uma Organização Não Governamental (ONG).

OBJETIVO Engajar nossas consumidoras na ação social e doar o valor das vendas para o INCA.

DESCRIÇÃO Fizemos um concurso on-line com as nossas consumidoras para desenvolverem uma frase que seria estampada na nécessaire da ação. As cinco melhores frases foram impressas, e as vendas da nécessaire foram revertidas para o INCA.

38

RESULTADOS Venda de todas as unidades desenvolvidas, aumento da relevância nos canais de comunicação e repasse de R$ 1.367,87 para o INCA.


Foto: Divulgação

“O objetivo da ação era desenvolver um produto que se aliasse à causa do Outubro Rosa, impactando e envolvendo nossas clientes, que deixavam na loja uma sugestão de frase motivacional. A Via Mia, então, selecionou as melhores. Elas foram aplicadas em nécessaires e vendidas na nossa loja on-line, com lucro repassado para a Fundação Laço Rosa”. Catherine Malafaia, analista de marketing da Via Mia

39


40

DESIGN CONSCIENTE PRATA

VIA MIA


Fotos: Divulgação

“Há 19 anos a Via Mia nasceu no Rio de Janeiro e há nove se tornou franqueadora. Ver a nossa marca entrando em diferentes regiões do Brasil só aumenta a nossa vontade de fazer mais, de ser mais. Receber um prêmio de reconhecimento por um trabalho que exigiu energia, dedicação e responsabilidade é o que nos motiva para continuar contando histórias e inspirando pessoas por aí”. Roger Sabbag, diretor da Via Mia

41


DESIGN CONSCIENTE BRONZE

STALKER Agência/ Designer: Stalker/ Alinne Facundo Nome do Projeto: Stalker – Tag Semente do Bem

CONCEITO

PARTICULARIDADES

Despertar no consumidor o desejo de ter sua própria horta e evitar o acúmulo e o aumento de lixo. Para isso, criamos uma coleção que envolve sustentabilidade, reciclagem, uso consciente e muitas outras atitudes que podem ajudar a salvar o planeta.

As tags vinham com o seguinte escrito: “temos uma surpresa para você. Ao invés de jogar sua tag fora, plante em um jarro e regue com frequência. Em poucos dias, as sementes irão brotar e você terá uma pequena horta em sua casa. Veja como plantar aqui: stalker.com.br/sementesdobem. Consciência ambiental nasce de pequenas atitudes”.

OBJETIVO Diariamente milhares de pessoas recebem tags de lojas e elas são descartadas junto com as embalagens. Para gerar um bom costume, desenvolvemos uma tag sustentável, com finalidade e bom uso.

DESCRIÇÃO Tag com papel semente encontradas em todas as lojas Stalker do Brasil.

42

RESULTADOS Tínhamos três opções de muda (agrião, rúcula e manjericão). Após o cliente receber uma dessas opções, ele retornava à loja pedindo outra plantinha.


Foto: Divulgação

“Na Stalker, sempre quisemos fazer algo sustentável. Pensamos na Tag Sementes do Bem em uma reunião de brainstorming. O tema da coleção se chamava Trópicos e, já que iríamos falar de natureza, por que não fazer uma tag que, ao invés de virar lixo, fosse plantada para tornar-se uma pequena horta? Queríamos mostrar que pequenas atitudes fazem diferença para o meio ambiente. Plantar a tag fecharia o ciclo de vida do papel que retornaria para a natureza com sustentabilidade”. Alinne Facundo, designer gráfica da Stalker

43


44

DESIGN CONSCIENTE BRONZE

STALKER


Fotos: Divulgação

“A oportunidade de trabalhar com moda e, de alguma forma ter ideias sustentáveis, é maravilhosa. Com essa ação, de forma simples e direta, conseguimos oferecer ao nosso consumidor a possibilidade de ele ter uma horta através de consumo. Com o dinamismo do varejo e a mudança de comportamento do comprador, é primordial que tenhamos um relacionamento diferenciado com ele. Não vendemos apenas uma marca, vendemos uma identidade em que o consumidor se identifica e partilha. Entender e criar soluções para as necessidades dos clientes e do ambiente em que convivemos é nosso desafio. O mercado exige ideias inovadoras e sustentáveis”. Larissa Maia, gerente de marketing da Stalker

45


DESIGN DE INOVAÇÃO OURO

ONODERA ESTÉTICA Agência/ Designer: Grupo Rái/ Ivo Vieira e Ricardo Domingues Nome do Projeto: Shock Wave

CONCEITO

DESCRIÇÃO

Nove entre dez mulheres têm ou terão celulite em algum momento da vida. Por isso, criamos um conceito inédito e colaborativo para unir as mulheres na batalha contra essas marcas, principalmente no momento em que elas mais nos afligem: o verão. Shock Wave #todascontrauma

Após testes com o produto, os resultados eram visíveis. Em poucas semanas, o Shock Wave confirmou que não era apenas um tratamento de verão, mas sim uma oportunidade real e eficiente de tratar a celulite. Para levar essa credibilidade ao público, dividimos a campanha em três fases: teaser, para gerar expectativa; realidade, para comprovar resultados com pessoas reais; e resultados, para disseminar os resultados para mais mulheres.

OBJETIVO Apresentar o novo e revolucionário tratamento da Onodera e provar para as atuais e novas clientes, frente a diversos concorrentes, que ele é inovador e efetivo até em graus graves da celulite. Elevar a credibilidade do tratamento.

46

PARTICULARIDADES Para o teaser foi criado um hot site para gerar expectativa e unir mulheres para co-


RESULTADOS Em três meses de vendas, alcançamos mais de R$ 1,5 milhão em comercialização do tratamento, sendo o maior resultado da história de vendas da Onodera. Também alcançamos aumento de 2.000% de públicos nas redes sociais da marca e de 25% nas menções positivas sobre a empresa nas redes sociais.

Foto: Divulgação

nhecer o tratamento. Influenciadoras lideraram o movimento e espalharam palavras de motivação. A fase realidade contou com um hot site com conteúdos especiais sobre o tratamento e conteúdos reais gerados pelas influenciadoras. E a fase resultados remodelou o hot site para convidar mais mulheres a experimentarem os tratamentos com descontos exclusivos.

“Para o lançamento de um tratamento que combate um dos males que mais aflige as mulheres, a celulite, nosso principal desafio era não fazer algo igual ao que o mercado dissemina, pratica e prega. Após assistir vídeos, fazer pesquisas e conversar com mulheres, entendemos que elas realmente não se sentem bem com seu corpo quando têm celulite, perdendo momentos importantes e felizes. Como a Onodera não acredita na tática de mostrar o antes e o depois dos tratamentos, elaboramos uma missão com formadoras de opinião e influenciadoras, o Shock Wave #todascontrauma, ou seja, todas a favor de mudar a realidade de outras mulheres. Além da campanha ter tido resultados históricos de venda, criou um novo modelo visual, saindo do tradicional layout usado pela marca, para algo com maior apelo de fit com a causa sugerida”. Ivo Vieira, diretor de planejamento da RAI

47


48

DESIGN DE INOVAÇÃO OURO

ONODERA ESTÉTICA


Fotos: Divulgação

“Ser um dos vencedores do Prêmio ABF + RDI Design 2017 é motivo de grande orgulho e satisfação, pois é o reconhecimento da nossa contribuição ao setor de franquias nacional. Para a Onodera, ser agraciada com uma premiação chancelada pela ABF é ter a certeza de que estamos no caminho certo, colaborando diretamente com o negócio e proporcionando uma experiência única ao nosso maior patrimônio, as clientes”. Willian Rodrigo, gerente de marketing da Onodera

49


DESIGN DE INOVAÇÃO PRATA

PORTOBELLO SHOP Agência/ Designer: Ruy Ohtake e Estúdio 566 / Pamela Golin e Christiane Ferreira Nome do Projeto: Officina Portobello

CONCEITO

DESCRIÇÃO

Alta costura em porcelanato, projetos personalizados, produtos assinados e soluções únicas. Assim pode ser definida a Officina Portobello.

A Officina Portobello combina inovação, qualidade e estética. Assim, além dos projetos especiais que profissionais da arquitetura e design de interiores podem criar, a Officina Portobello traz mobiliários e objetos de decoração, inclusive assinados, os chamados Projetos D’autore. O convidado especial para lançar os primeiros produtos assinados é Ruy Ohtake, parceiro do Grupo Portobello de longa data que transpôs para o porcelanato as formas curvas características de seus projetos.

OBJETIVO A Officina Portobello vem para multiplicar as possibilidades do porcelanato. O que antes era usado apenas para dar nova vida a pisos e paredes passa a dar origem a bancadas, mosaicos, mobiliários e objetos de design. Essas peças exclusivas fazem o uso do porcelanato de uma forma única no mundo. O uso proposto pela Officina Portobello é inovador como matéria-prima e design.

50

PARTICULARIDADES A Officina Portobello apresenta portfólio único, exclusivo e abrangente. Com muitas opções de produtos para as mais di-


Foto: Divulgação

ferentes formas de aplicação e uso, desenvolvidos pela equipe de produtos da Portobello e por arquitetos e designers de renome nacional e internacional, a Officina apresenta proposta de valor diferenciada como nenhuma outra marca, em nível mundial, poderia oferecer.

RESULTADOS A participação das vendas de cortes especiais (produtos Officina Portobello) sobre a venda na ponta das lojas Portobello Shop de Santa Catarina atingiu o patamar de 7% em julho deste ano, com cinco meses de atuação. Em julho, a venda na ponta da Officina Portobello cresceu 29% em comparação com o mês anterior. Já as vendas de cortes especiais da Officina Portobello por meio dos profissionais de arquitetura e design em Santa Catarina cresceram 31%, também em comparação com o mês anterior.

“A Officina Portobello é como uma proposta de alta costura em porcelanato. Permite exercitar o design de forma plena, partindo da dimensão superfície e transformando o material em volume. Apresentamos um portfólio com possibilidades que vão desde cortes a bancadas e mobiliários, desenvolvidos pelo nosso time criativo e também em parceria com designers que compartilham da nossa essência: inovação, design e qualidade. A Officina Portobello é um projeto que surpreende a cada nova etapa”. Pamela Golin, coordenadora de Produto e Design Officina Portobello

51


52

DESIGN DE INOVAÇÃO PRATA

PORTOBELLO SHOP


Fotos: Divulgação

“O porcelanato Portobello, como matériaprima, representa o modo de ver e interpretar o design de superfícies através de cortes especiais, objetos de design, mobiliário e bancadas. Dessa forma, a Officina Portobello vem para agregar com soluções únicas e personalização à experiência de compra dos nossos clientes e especificadores nas nossas 145 lojas. A conquista do Prêmio ABF + RDI Design 2017 comprova que ela tem em seu DNA a busca pela inovação constante, fiel à essência da Portobello Shop”. José Gonçalves Jr., superintendente da Portobello Shop

53


DESIGN DE INOVAÇÃO BRONZE

YÁZIGI Agência/ Designer: Geometry Global/ Cris Albano Nome do projeto: Game Yázigi - Save the Word.

CONCEITO A trama do jogo leva o personagem através dos episódios a enfrentar os inimigos (objetos) utilizando seus superpoderes e outros comandos objetivos (pular e agachar) para alimentar seu vocabulário com as palavras aprendidas ao longo das fases. Ao final de cada uma delas, ele retorna ao laboratório com o restante do grupo e utiliza as palavras coletadas para ajudar Doc Tobee a entender uma nova parte dos enigmas que ativam a master key.

OBJETIVO O projeto é um advergame – uma oportunidade de ponto de contato diferente entre a marca e o consumidor por meio de experiências e entretenimento que geram aprendizado. O objetivo é fazer com que 54

as crianças tenham contato com a marca Yázigi e aprendam palavras em inglês de forma mais lúdica e “brincando”. O game pode ser jogado pelo público em geral, não necessariamente por alunos do Yázigi.

DESCRIÇÃO Doc Tobee tenta criar uma máquina que ensinará a todos a linguagem universal: o inglês. Porém, um erro nos seus experimentos fez com que inúmeros objetos ganhassem vida própria e passassem a habitar a Terra. Tobe agora investe seus dias na busca por uma maneira de reverter o erro criado por ele. Um artefato chamado master key seria a solução e o cientista precisa da ajuda do personagem jogador e do seu conhecimento do inglês para salvar o mundo.


Foto: Divulgação

PARTICULARIDADES

RESULTADOS

Os episódios do jogo são baseados no vídeo original da campanha anual do Yázigi no segmento kids: cidade, caverna, floresta, espaço e praia. Eles dão a ambientação das cenas, contando com três fases em cada. Assim que o usuário completa as fases, avança para o próximo episódio e para uma ambientação totalmente nova.

Mais de oito mil downloads do jogo no Google Play e Apple Store no primeiro mês de lançamento do jogo.

“Imagine criar uma mensagem de comunicação que faça uma criança pedir aos seus pais para estudar. Parece surreal, né? O fato é que se construiu a crença no universo infanto-juvenil de que estudar é chato. Nossa inspiração para o game ‘Save The Word’ foi exatamente essa dificuldade, então criamos um disfarce: fantasiamos uma atividade de aprender palavras em inglês em um formato de jogo, completamente inspirado no universo de Minecraft. Além de ensinar palavras em ordem crescente de dificuldade, ela mostra para a criança que passar de fase é um objetivo tanto no game quanto na vida. No final das contas, temos uma campanha de digital que funciona dentro de um aplicativo de jogo. A criança brinca e quando menos espera está com um vocabulário muito maior, sentindo a ideia de progresso rápido em seu aprendizado”. Cristiane Albano, diretora criativa da Geometry Global

55


56

DESIGN DE INOVAÇÃO BRONZE

YÁZIGI


Fotos: Divulgação

“O Yázigi tem a missão de formar cidadãos do mundo, e ensinar um novo idioma faz parte dessa experiência, que deve ser única. Com o Game Save The Word, oferecemos aos alunos a possibilidade de aprender além da sala de aula e do livro, de forma natural, desafiadora e divertida. A marca tem em seu DNA a inovação e, por isso, investe em um mundo onde tudo se conecta. Acreditamos que todo o momento é a oportunidade de aprender”. Piero Iasi Franceschi, diretor de marketing do Yázigi

57


EMBALAGEM OURO

SUCÃO Agência/ Designer: Garoa/ João Montevecchio e Clarissa Bataglia Nome do produto: Linha “Grab-and-Go” de Produtos Saudáveis

CONCEITO Embalagem para viagem que traduz a filosofia da marca: fast-food saudável, divertida e descomplicada. Para isso, foram utilizadas cores vibrantes, tipografias divertidas e ícones relacionados aos respectivos produtos. Quando expostos na vitrine, os produtos se tornam parte estratégica do layout da loja, com cores fortes e alegres que atraem a atenção do consumidor final, tanto pela estética quanto pela praticidade.

(já que são produtos frescos, feitos todos os dias), quanto para o cliente comprar e transportar ou consumir no caminho. A utilização de materiais de baixo custo para não encarecer o produto também era imprescindível.

DESCRIÇÃO Adesivos em couchê brilho 190g, com faca especial, colados em superfícies plásticas transparentes.

PARTICULARIDADES OBJETIVO Criar embalagens criativas e chamativas, que fizessem parte do layout da loja, facilitassem a identificação dos sabores e fossem práticas tanto na hora de embalar

58

A transparência da embalagem, juntamente com os adesivos coloridos, valoriza o produto, trazendo um alto impacto visual e permitindo que o cliente veja o frescor e identifique seus sabores.


Foto: Divulgação

RESULTADOS As embalagens revolucionaram o layout da loja, o apelo e o valor agregado dos seus produtos expostos na vitrine. Antes, eles eram embalados em embalagens plásticas transparentes com etiquetas brancas escritas à mão, sem diferenciação entre os sabores. Agora, são produtos bonitos, desejados e lembrados. As lojas aumentaram em média 20% do seu faturamento. Além disso, a marca ganhou visibilidade mundial quando o projeto foi destaque nos principais sites de design de embalagem do mundo.

“Por termos atuado diretamente na construção da identidade visual do Sucão, o desenvolvimento de embalagens que realmente impactassem e trouxessem resultados comerciais à franquia sempre representou um desafio, e que exigiu insistência para ser vencido. Enfrentamos barreiras como custos e resistência a novidades, mas nunca deixamos de trabalhar com dedicação, empenho e seriedade para encontrar alternativas que atendessem a todos os requisitos e necessidades da franqueadora. Buscamos referências em alimentação saudável e natural, com toda a forma divertida de cozinhar que sempre idealizamos para o Sucão e, observando as tendências de consumo indicadas no BFT 2020, chegamos à criação de um padrão, definição de cores e ícones que melhor representassem a marca e seus objetivos”. João Guilherme Montevecchio e Clarissa Bataglia, sócios-proprietários da Garoa

59


60

EMBALAGEM OURO

SUCÃO


Fotos: Divulgação

“Atualmente, um dos maiores desafios que todos enfrentamos é a gestão do tempo. As novas tecnologias, as informações e as mudanças ocorrem de maneira muito rápida, exigindo que poupemos tempo com diversas tarefas, como as refeições. É para essa demanda que o conceito ‘Grab and Go’, do Sucão, foi desenvolvido, e o fato de termos um design de embalagem que, além de gerar praticidade do consumo, torna os produtos mais atrativos, foi fundamental para o sucesso do conceito”. Filipe Carlsen Falcão, Henrique Garcia Soré e Antônio Ricardo Mesquita, sócios-proprietários da Sucão

61


EMBALAGEM PRATA

NUTTY BAVARIAN Agência/ Designer: Nutty Bavarian/ Danilo Tanaka de Souza Nome do produto: Copo Chaveiro Liga da Justiça & Nutty Bavarian

CONCEITO

DESCRIÇÃO

Foi formulado com base na boa aceitação de embalagens temáticas, principalmente copos, que sempre tiveram boa aceitação. Junto a isso, foi desenvolvida uma parceria com a Warner, com o filme Liga da Justiça, para fortalecer ainda mais o conceito e as vendas do produto nos pontos de venda.

Copo em embalagem durável, sendo um plástico injetado e com o molde de acordo com o que foi solicitado na criação. Junto um chaveiro em metal que vai acoplado ao canudo do copo e com o logotipo de cada um dos personagens da Liga da Justiça.

OBJETIVO Criar um item bonito e criativo que pudesse alavancar as vendas e o ticket médio.

PARTICULARIDADES É uma embalagem colecionável que possui o apelo do filme e uma junção exclusiva do chaveiro mais copo.

RESULTADOS A ação iniciará nos quiosques no início do mês de outubro.

62


Foto: Divulgação

“Não é todo dia que tenho a chance de trabalhar graficamente personagens que admiro desde a infância. Enquanto a imaginação abre um leque enorme de possibilidades para se criar e brincar com os conceitos já conhecidos, a responsabilidade de equalizar um design comercialmente abrangente e que não ofenda os fãs mais dedicados da franquia puxou os meus pés para o chão em cada sugestão de layout. Foi um desafio bem divertido, no qual eu acredito ter alcançado ambos os objetivos”. Erik de Oliveira, analista de marketing da Nutty Bavarian

63


EMBALAGEM PRATA 64

NUTTY BAVARIAN


Fotos: Divulgação

“Surpreender consumidores certamente é o grande desafio para quem trabalha com marketing, e transformar um produto em objeto de desejo foi o que nos levou ao desenvolvimento dos Copos Liga da Justiça, em parceria com a Warner Bros. Desde a definição das licenças, passando pela escolha dos fornecedores até a arte final, trabalhamos para enaltecer a percepção de valor de cada detalhe da coleção. Ganhar o Prêmio ABF + RDI Design traz grande reconhecimento não só para a franqueadora, mas também para os franqueados, e mostra que o nosso trabalho tem muita qualidade”. Danilo Tanaka, gerente de marketing da Nutty Bavarian

65


EMBALAGEM BRONZE

VIA MIA Agência/ Designer: Via Mia Nome do produto: Embalagem meia

CONCEITO Embalagem que expõe o produto e cria interação com a cliente, fazendo com que o produto se torne mais atrativo.

OBJETIVO Acrescentar valor percebido ao produto, além de expor o material já na embalagem de forma que parte da meia fique visível, estando ainda dentro da caixinha.

tos, a ideia foi criar uma embalagem que fizesse o link com esse elemento, além de gerar uma interação com a cliente. Sendo assim, quando as meias eram retiradas da embalagem, o desenho do inseto se completava com o desenho do fundo de dentro da caixinha.

PARTICULARIDADES A caixinha pode ser utlizada depois para guardar a meia ou outras coisas.

DESCRIÇÃO Como a coleção tinha insetos como um elemento forte nas estampas dos produ-

66

RESULTADOS 950 itens vendidos.


Foto: Divulgação

“O conceito desse projeto foi baseado na importância de desenvolver uma embalagem que, além de possibilitar a exposição em loja, despertasse maior desejo pelo produto, encantando e surpreendendo a cliente na experiência de compra. Para isso, desenvolvemos uma caixinha de acordo com o tema da coleção, que trazia o inseto como elemento em várias peças através de aplicações de metais e estampas. O diferencial é que a ilustração do besouro na parte externa da caixinha se completa com a ilustração do seu interior, quando a meia é retirada da embalagem”. Juliana Nogueira, designer da Via Mia

67


68

EMBALAGEM BRONZE

VIA MIA


Fotos: Divulgação

“A Via Mia tem como um de seus propósitos ser cuidadosa com cada detalhe da sua operação do varejo, e principalmente muito ligada ao design. Em 2017, estamos novamente sendo contemplados com três projetos finalistas no Prêmio ABF + RDI Design, motivo de muito orgulho para a marca. A sensação é de que o trabalho está sendo bem desenvolvido, e ter a nossa marca entre as melhores franqueadoras do Brasil nos quesitos que são avaliados nos faz ter vontade de a cada ano buscar resultados mais expressivos e continuar colocando a marca no topo”. Andrei Polchowicz, diretor de franquias da Via Mia

69


PRODUTO OURO

BIBI CALÇADOS Agência/ Designer: Bibi Calçados/ Rebeca Figur Nome do projeto: Bibi Não Tóxico

CONCEITO

DESCRIÇÃO

O conceito Bibi de Calçado Não Tóxico consiste em um processo inédito e inovador no Brasil. Desenvolver e comercializar produtos utilizando uma criteriosa seleção de fornecedores e controle de todos as matérias-primas, insumos e processos industriais visando não impactar o meio ambiente e a saúde de todos os stakeholders, principalmente os consumidores finais Bibi, que são as crianças de 0 a 9 anos.

O projeto foi desenvolvido em parceria com o Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçados e Artefatos (IBTEC) com o intuito de testar e monitorar todas as matérias-primas e processos utilizados nos produtos Bibi, adequando-os aos mais exigentes padrões internacionais de saúde. Empresas regulamentadoras dessas substâncias apontam a existência de mais de nove mil itens que podem causar problemas à saúde e ao meio ambiente.

OBJETIVO Desenvolver produtos alinhados com a proposta de valor da empresa, levando ao mercado o conceito de sustentabilidade, saúde e bem-estar.

70

PARTICULARIDADES O grande diferencial do Calçado Não Tóxico é a possibilidade de comercializar produtos made in Brazil em todos os continentes, in-


Foto: Divulgação

cluindo países de economias mais maduras, que valorizam de forma mais consistente os conceitos de saúde e sustentabilidade.

RESULTADOS Redução drástica de impactos ambientais por meio da eliminação de componentes tóxicos das matérias-primas e processos industriais, e principalmente a agregação de um novo diferencial aos produtos, podendo ser explorada a questão das boas práticas da saúde e sustentabilidade junto ao mercado consumidor.

“Sempre sendo reinventados, os produtos de luzes continuam encantando as crianças de todas as idades. Inspirados nisso, unimos muitas luzes e tecnologia em um calçado livre de substâncias tóxicas. Perfeito para ser usado em qualquer ocasião, ele respeita as etapas de desenvolvimento dos pequenos com todo conforto, liberdade, saúde e diversão a que eles têm direito”. Rebeca Figur Schoenardie, gerente de estilo da Calçados Bibi

71


PRODUTO OURO 72

BIBI CALÇADOS


Fotos: Divulgação

“Apostando no conceito para criança ser criança, investimos em inovações tecnológicas que revolucionaram os tênis com luz de LED, nova tendência do mercado infantil. Para a Bibi, ganhar o Prêmio ABF + RDI Design 2017 mostra a relevância do design nos calçados que fabricamos e que prezam pela saúde e bem-estar dos consumidores. Esse é para nós um dos maiores reconhecimentos e serve de estímulo para a criação de novos produtos”. Andrea Kohlrausch, diretora de franquias da Calçados Bibi

73


PRODUTO PRATA

CASA DE BOLOS Agência/ Designer: Casa de Bolos/ Matheus Rocha Nome do produto: Bolo Caseiro no Pote

CONCEITO Gelado, cremoso, refrescante e muito gostoso – tudo dentro do potinho. São bolos deliciosos servidos gelados. Com um design prático e simples, tem uma embalagem sustentável que possibilita o consumo de maneira rápida e fácil, em qualquer momento e em qualquer lugar. Conta com oito sabores: Brigadeiro, Prestígio, Banana, Laranja, Limão, Abacaxi, Abacaxi com Ameixa e Leite Ninho.

OBJETIVO Criar uma alternativa refrescante e acessível para o verão, que possa ser consumida de forma rápida e prática – utilizando o bolo caseiro como componente principal. Transmitir uma comunicação alegre e despojada, que atraia todos os tipos de 74

públicos. Com montagem facilitada e prática, diminuir a perda de matéria-prima e aumentar a lucratividade das lojas e o mix de produtos oferecidos.

DESCRIÇÃO Utiliza nosso bolo caseiro como forma de criar uma opção gelada e refrescante aos consumidores, atendendo uma crescente demanda, tanto por parte dos fran­ queados quanto por parte do cliente final. A embalagem prática e facilitada proporciona o consumo imediato, de maneira bem simples, indo ao encontro a um dos pilares da empresa: a simplicidade. Afinal, sabemos que “É Simples ser Feliz”.

PARTICULARIDADES Possui embalagem biodegradável, com-


Foto: Divulgação

postável e reciclável, feita à base de papel de fonte renovável, sendo uma opção sustentável que reduz os efeitos sobre o meio ambiente. Aliado a um design prático e simples, utiliza nosso principal produto (bolos caseiros) em sua produção. Isso possibilita uma redução nos custos de produção e perda de matéria-prima, o que garante um produto acessível a todos.

RESULTADOS Proporcionou o aumento das vendas diárias, o rejuvenescimento da marca e atraiu novos perfis de consumidores, gerando aumento na lucratividade e na rentabilidade das lojas. Seu baixo preço de venda – é o mais barato do mix de produtos – veio ao encontro da filosofia da empresa, proporcionando produtos de qualidade, de maneira acessível. Atualmente são vendidas mais de 100 mil unidades/mês.

“Tínhamos pela frente um grande desafio e ao mesmo tempo uma imensa oportunidade nas mãos: criar uma alternativa refrescante, acessível, sustentável e prática. Nascia aí o Bolo Caseiro no Pote. Ao longo do projeto nos guiamos pelas próprias características da marca, buscando posicionar e comunicar de forma alegre, caseira e despojada, o que contribuiu para tornar nosso ambiente ainda mais empolgante”. Matheus Rocha, Érica Ribeiro, Rodrigo Farinelli, Priscila Meira e David William, equipe de marketing da Casa de Bolos

75


PRODUTO PRATA 76

CASA DE BOLOS


Fotos: Divulgação

“O Bolo Caseiro no Pote foi um lançamento para dar ao nosso cliente uma alternativa gelada, mas sem perder a essência do negócio. Somos especialistas em bolos caseiros, por isso não poderia ser diferente: mantemos o mesmo carinho, qualidade e preço justo, provendo também ao franqueado mais uma alternativa de atrair novos clientes, resultando no aumento do faturamento. É por isso que, para nós, receber um prêmio de tal importância, como o ABF + RDI Design, mostra que estamos no caminho certo”. Rafael Ramos, diretor de marketing da Casa de Bolos

77


PRODUTO BRONZE

iGUi Agência/ Designer: iGUi e Progeu/ Filipe Sisson Nome do produto: Levita cobertura retrátil e automática para piscinas

CONCEITO A Levita gera segurança na piscina aliada à praticidade do acionamento elétrico para abertura e fechamento e economia de produtos químicos e energia. Tem tecnologia (compatível com Eletronic System, onde os comandos podem ser acionados à distância pelo celular) e é ecológica (produzida em material reciclável).

OBJETIVO Criar uma cobertura segura que se adapte a quase todos os modelos de piscinas, suportando até 50 quilos, evitando acidentes com crianças e pets. Segundo dados do Ministério da Saúde, 4.316 crianças entre 0 e 14 anos foram a óbito em 2014 em acidentes domésticos. Mais de mil fo-

78

ram por afogamento (24% do total). O Brasil conta com dois milhões de piscinas e por ano são construídas cerca de 70 mil novas.

DESCRIÇÃO Sem nenhum similar produzido no Brasil, a Levita é prática (funciona com um simples acionamento elétrico), econômica (evita perda de energia no aquecimento e diminui o uso de produtos químicos), tecnológica (tem conexão com o aplicativo Eletronic System iGUi) e ecológica (elimina desperdícios, além de ser confeccionada com plástico reciclável). A cobertura dispensa o uso de lonas de vinil e plástico bolha ou telas para cobrir a piscina e é a única automatizada.


Foto: Divulgação

PARTICULARIDADES Levita é um produto montado a partir de uma série de perfis de plástico (reciclável) que fazem a cobertura da piscina, um tubo de alumínio e duas estruturas laterais que movimentam eletricamente a cobertura retrátil. O acionamento e o conjunto do motor estão instalados em uma das estruturas.

RESULTADOS Levita comprovou sua eficiência em todos os quesitos: segurança, praticidade, economia, tecnologia e ecologia. No interior dos perfis que cobrem a piscina, há uma bolsa de ar que funciona como isolante térmico. Com isso, a água não perde o calor e mantém os produtos agindo por mais tempo. Projetada para atender vários tipos de piscinas é eficaz e cumpre seu papel de segurança com praticidade.

“O design e a inovação são instrumentos estratégicos para o nosso negócio. Ficamos muito lisonjeados por estar entre os ganhadores desse importante prêmio. Temos a criatividade no nosso DNA, e vamos continuar desenvolvendo produtos de vanguarda, e que sejam necessários na vida dos nossos clientes, como a cobertura automatizada Levita”. Wolmar Padilha, diretor da iGUi PROGEU

79


80

PRODUTO BRONZE

iGUi


Fotos: Divulgação

“É muito importante para nós estarmos entre os ganhadores do Prêmio ABF + RDI Design 2017. Esse reconhecimento é resultado de um trabalho coletivo, feito com dedicação, profissionalismo, competência e propósito pelas cerca de cinco mil pessoas que integram o Grupo iGUi atualmente. Queremos continuar fazendo mais e melhor, investindo em inovações, em crescimento sustentável e consolidação de novos mercados”. Filipe Sisson, presidente da iGUi

81


PROJETO ARQUITETÔNICO – LOJA OURO

LIKE A BOSS Agência/ Designer: Mariana de Carvalho Nome do Projeto: Like a Boss - Barbearia Conceito

CONCEITO Trabalhamos a desconstrução de ideal de beleza arquitetônica, não optando pelo convencional porcelanato. Buscamos seguir um conceito um pouco mais chocante, uma pegada industrial com características de armazéns, pé direito duplo, tubulação de iluminação e energia aparentes. O projeto pode facilmente ser comparado ao design visto em negócios como em TriBeCa e SoHo - NY.

OBJETIVO A ideia foi sempre a de criar um choque de realidade em nosso consumidor, o ambiente tem 100% de blackout, nada de sol, apenas a “vibe” do negócio. Buscamos quebrar um padrão de expectativa. O consumidor

82

dos produtos e serviços fornecidos pela Like a Boss sabe que não existe uma experiência similar a que criamos. Entrar na Like a Boss é entrar em uma realidade que você não quer mais sair.

DESCRIÇÃO O layout foi pensado para atender a dois propósitos: oferecer conforto nos mais de 250 metros de loja; e proporcionar um espaço de descontração tanto para o consumidor quanto para os fornecedores (barbeiros). A iluminação é intimista, fazendo com que o profissional da Like a Boss e os clientes se sintam mais à vontade para conversarem e, assim, criar um relacionamento de amizade.


Foto: Divulgação

PARTICULARIDADES Paredes inacabadas, com uma estética de desconstrução. Uma parede com mais de seis metros de pé direito repleta de garrafas conceituais, decorando esse grande painel dentro do ambiente do boss. Muito metal, tudo em sincronia e harmonia para criar o que chamamos de break through (no sentido figurado: romper com preconceitos). Por fim, uma kombi como caixa para a realização dos pagamentos e despedida da experiência.

RESULTADOS Criamos uma operação extremamente confortável, com alto potencial de crescimento dentro do próprio layout. Por ser 100% padronizada, a operação se torna 100% replicável. Alguns dos artigos de decoração são de responsabilidade própria, garantindo um acabamento melhor trabalhado. O custo do metro quadrado chega a ser 20% inferior ao de outras operações do mesmo segmento por não trabalharmos com acabamentos de luxo.

“O projeto da Like a Boss Barbearia foi um dos mais interessantes que já vi. Nos inspiramos em pubs europeus e nas ideias ousadas do Thiago Pessoa e do Ricardo Oliveira (sócios-proprietários da franquia), que buscavam uma pegada industrial e aconchegante. Quem vê tudo pronto não tem ideia de quantas experiências fizemos até encontrar o modelo ideal, que indicasse um ambiente retrô e moderno ao mesmo tempo, e que também fosse escalável, já que viraria uma franquia”. Mariana de Carvalho, arquiteta

83


84

PROJETO ARQUITETÔNICO – LOJA OURO

LIKE A BOSS


Fotos: Divulgação

“Nossa ideia sempre foi virar uma grande rede de barbearia e, para sobressair nesse mercado, a preocupação com um design marcante e representação exclusiva é fundamental. Mais do que achar bonito e ser elogiado, receber o reconhecimento formal dessa honraria da ABF + RDI Design é a materialização de que os objetivos vêm sendo alcançados e a certeza de que a premiação tem papel importante no desenvolvimento das marcas”. Ricardo Oliveira, sócio da Like a Boss Barbearia

85


PROJETO ARQUITETÔNICO – LOJA PRATA

KONI Agência/ Designer: Fingers Design/ Valentina Ferraz Falk Nome do projeto: Koni | Novo conceito de loja

CONCEITO

DESCRIÇÃO

Com esse novo modelo de loja, o Koni deixa de ser um fast food e passa a ser visto como um restaurante fast casual. A proposta visa oferecer uma nova experiência de consumo através de elementos que traduzem os valores e o lifestyle da marca.

Foi construída uma estética simples e fora da caixa através de um design minimalista e funcional. Os materiais usados não só constroem essa nova experiência, mas também são duradouros e resistentes. A testeira brilhosa contrasta com os materiais mais duros e geram os reflexos que ampliam o ambiente. Todo o mobiliário é personalizado e prático. A comunicação visual, com imagens lúdicas, busca construir um ambiente mais leve e agradável.

OBJETIVO Resgatar a inovação da marca no ponto de venda, através de uma estética minimalista, cool e fora da caixa, que trouxesse aconchego e conforto. Trazer o novo posicionamento da marca, além de comunicar o lifestyle e proporcionar uma nova experiência para os clientes. Inovar no atendimento, estabelecendo novos fluxos a fim de melhorar a operação e gerar mais conforto aos clientes. 86

PARTICULARIDADES A iluminação nos “rasgos” da parede é diferenciada e apresenta um novo peso para a cor laranja, que deixa de ser protagonista. O móvel de apoio no salão agiliza o atendimento em mesa. Os bancos altos


Foto: Divulgação

e instáveis deram lugar a bancos confortáveis, com design único. As mesas de inox passam uma sensação de assepsia e são fáceis de limpar, ao contrário da madeira. A cozinha, agora aberta, mostra o preparo dos pratos, transmitindo mais segurança e confiança aos clientes.

RESULTADOS Depois da reforma, melhoramos a experiência do cliente nos três quesitos primordiais para o nosso negócio: produto, serviço e imagem. O novo ambiente é aconchegante, moderno, prático e levemente sofisticado. Cabe ressaltar que, ao compararmos o resultado do restaurante pré e pós-reforma, tivemos um crescimento de 46,8% no faturamento e de 27% no número de clientes (junho de 2016 versus junho de 2017).

“Lembro-me muito bem quando o Koni abriu sua primeira loja no Leblon (RJ), sendo uma grande inovação no mercado de comida japonesa. Assim que a Fingers iniciou o projeto, o primeiro passo foi entender a fundo seus pilares e história. Foram eles que nos fizeram chegar a cada detalhe: dos rasgos na parede ao desenho de cada mobiliário, mantendo o design minimalista e funcional, que a marca imprimiu desde o primeiro dia de operação. Nossa missão é melhorar a performance do negócio, através de uma experiência de compra integrada, onde a comunicação e a identidade da marca conversam com o ponto de venda”. Valentina Ferraz Falk, diretora criativa da Fingers Design

87


88

PROJETO ARQUITETÔNICO – LOJA PRATA

KONI


Fotos: Divulgação

“Em 2006 realizei um sonho quando inaugurei o primeiro Koni, no coração do Rio de Janeiro. Desde então, vivemos infinitas experiências, alguns desafios e muitas conquistas. Dez anos depois, reinauguramos o primeiro restaurante no novo modelo e revivi aquele sonho de onze anos atrás. O novo projeto proporcionou uma nova experiência de consumo para os nossos clientes e está revolucionando a história da marca. Vamos fechar o ano com 25 restaurantes atualizados e isso é só o começo”. Michel Jager, sócio-fundador do Koni

89


PROJETO ARQUITETÔNICO – LOJA BRONZE

CNA INGLÊS DEFINITIVO Agência/ Designer: FAL Design Estratégico/ Manoel Roberto Alves Lima Nome do projeto: Escola Modelo CNA Inglês Definitivo

CONCEITO O novo modelo das escolas CNA integra arquitetura e design gráfico para compor ambientes convidativos, confortáveis e lúdicos. Demonstra a importância de se aprender uma nova língua e abrir uma porta para se conectar com o mundo. Reforça a presença da marca por meio da criação de uma identidade física diferenciada, pela mudança do layout interno, da fachada, novos materiais, formas, cores e linguagem gráfica.

OBJETIVO Criar ambientes agradáveis e atraentes para adultos e crianças, que mantivessem os padrões para favorecer o aprendizado, com unidade e coerência. Melhorar a qualidade acústica e térmica. Renovar o mobiliário e trocar os acabamentos seguindo 90

tendências globais de decoração de interiores. Trazer a tecnologia para perto dos alunos, integrando a plataforma CNA 360 e a aplicação das certificações internacionais na escola.

DESCRIÇÃO O conceito da comunicação visual foi inspirado em movimento, conquista e conectividade, representados simbolicamente pela linguagem usada no metrô de Nova York. As linhas em adesivo nas paredes traduzem essa nova linguagem gráfica da escola. Além das cores institucionais, vermelho e azul, foram inseridas cores complementares para melhorar a ambientação interna. Novos acabamentos, como o piso vinílico e o revestimento com placas acústicas e decorativas melhoram a acústica.


A textura neutra da fachada diferencia o CNA das demais escolas de idiomas, que continuam apostando no uso predominante do vermelho e azul. O atendimento ao público, antes em local aberto, agora acontece em salas fechadas para aumentar a privacidade nas negociações. O espaço de convívio, antes fragmentado, agora está desenhado para atender diferentes públicos: desde estudantes até pais de alunos. O Disney Lounge reúne as crianças durante as aulas em um espaço lúdico.

RESULTADOS O novo padrão arquitetônico das escolas CNA foi apresentado ao público na ABF Franchising Expo 2017. Durante o primeiro semestre de 2017 foi realizada a reforma do CNA Vila Mariana (SP), escola modelo da rede. As escolas inauguradas em 2017 já apresentam o novo padrão arquitetônico e, a partir de 2018, todas as escolas da rede poderão passar pela transformação.

Foto: Divulgação

PARTICULARIDADES

“A criação do projeto do CNA foi um processo conjunto entre as mais de vinte pessoas envolvidas, das equipes da FAL Design Estratégico e do cliente. Tínhamos vários desafios, entre eles: como sair da vala comum e propor algo que fosse único e se destacasse na paisagem urbana? E como criar uma ambientação temática que agradasse às diferentes faixas etárias (crianças, adolescentes e adultos)? Procuramos referências nas instalações das sedes das grandes empresas de tecnologia e comunicação, que têm promovido uma revolução na forma de realizar reuniões e grupos de trabalho ao propiciar uma variedade de pontos de encontro mais adequados a forma de livre expressão e associação de ideias. O resultado foi uma repaginação total do conceito de escola de línguas”. Manoel Roberto Alves Lima, sócio-diretor da FAL Design Estratégico

91


92

PROJETO ARQUITETÔNICO – LOJA BRONZE

CNA INGLÊS DEFINITIVO


Fotos: Divulgação

“O novo padrão arquitetônico do CNA conseguiu materializar nas escolas todas as inovações que a nossa marca vem lançando desde 2014, como a plataforma tecnológica CNA 360 e a parceria exclusiva com a Disney. Deixamos a escola mais atrativa, colorida, divertida e aconchegante, dessa forma nossos alunos ficam à vontade para aproveitar ao máximo a experiência de aprendizado nos novos espaços. O Prêmio ABF + RDI Design veio para coroar todo o nosso trabalho, empenho e dedicação neste novo conceito de ambiente escolar”. Felipe Devitte, arquiteto do CNA

93


PROJETO ARQUITETÔNICO – QUIOSQUE OURO

BOALI Agência/Designer: Loko Design/ Carla Gouveia Nome do projeto: Quiosque Boali

CONCEITO A Loko trouxe a identidade original da marca, que acredita na transformação da vida das pessoas através da comida, inspirando mudanças e promovendo o bem. O espaço transmite leveza e frescor com um toque de vibração. Seguindo o mesmo padrão estético das lojas que utiliza uma paleta de cores inspirada no pôr do sol, a ideia foi buscar um elo com a natureza, o bem-estar e, sem dúvida, com a alimentação saudável.

OBJETIVO Menor investimento com o mesmo potencial de faturamento de uma loja.

DESCRIÇÃO Criamos um quiosque com grande apelo visual através de sua volumetria assimétrica e composição de cores. O espaço físico bem menor que o de uma loja facilita 94

sua implantação em diferentes espaços. A comunicação visual reforçou o apelo da marca com frases conscientizadoras, impactantes e acessíveis, como “Colha amor, plante amor”.

PARTICULARIDADES Completamente adaptável, o quiosque é composto por diferentes módulos que podem diminuir ou aumentar, de acordo com a necessidade do espaço onde for implantado. Desenvolvemos suportes de apoio de diferentes tamanhos para auxiliar a exposição de promoções e campanhas, facilitando a substituição da comunicação visual externa que se torna extremamente versátil e atrativa.

RESULTADOS Uma operação enxuta e funcional, que proporciona maior contato com o cliente.


Foto: Divulgação

“Participar do prêmio com o quiosque Boali é o reconhecimento de um incrível trabalho realizado em equipe, com muito esforço, dedicação e carinho de todos os envolvidos. Agradecemos a oportunidade de contribuir com nossa experiência e, ao mesmo tempo, aprender que uma ‘boalimentação’ é capaz de transformar vidas e promover o bem. E essas duas sementes guiaram nosso projeto, a diversidade implantada nas cores e nos materiais trazendo a origem de cada alimento, a sensação e o aconchego da fazenda à cidade, a natureza e ao propósito da marca. O resultado foi uma composição de formas e cores em plena harmonia”. Carla Gouveia e Mariana Ulhoa, sócias da Loko

95


96

PROJETO ARQUITETÔNICO – QUIOSQUE OURO

BOALI


Fotos: Divulgação

“O quiosque Boali é um projeto ousado, pois conseguimos compactar a operação, oferecendo o potencial de faturar como uma loja. Dessa forma, temos custos menores, desde a implantação até as mensalidades de locação. Essa é a mais nova aposta da rede para testar novas praças e enquadrar em faixas de investimentos menores para futuros franqueados. Ganhar o prêmio ABF + RDI Design é ter o reconhecimento desse projeto que foi pensado com muito critério, é gratificante”. Victor Giansante, CEO da Boali

97


PROJETO ARQUITETÔNICO – QUIOSQUE PRATA

SUCÃO Agência/ Designer: Espaço 2/ Marco Antonio Losano Nome do projeto: Sucão #gostosocomoviverbem

CONCEITO A rede Sucão busca em seu posicionamento trazer o frescor do verdadeiro sabor natural para centros e shoppings. Dessa forma, o conceito para desenvolvimento dos pontos de venda foi reforçar a relação entre se alimentar bem e viver bem.

nidas e conta com cores fortes que criam uma atmosfera natural e de fácil visualização. Os materiais, apesar de visualmente leves, são robustos em sua resistência e durabilidade, desenvolvidos em conjunto o layout, facilitando o atendimento e a operacionalização dos produtos.

OBJETIVO

PARTICULARIDADES

O objetivo do projeto foi trabalhar uma identidade alegre e colorida, que chamasse atenção, remetendo aos tons de frutas, ressaltando o posicionamento e o lifestyle da alimentação saudável. A ideia era fazer com que ambiente e produtos se integrassem em uma linguagem comum.

Sendo que a ideia básica era integrar os produtos à loja e ainda assim destacá-los para que os clientes pudessem se identificar com eles, o diferencial foi focar muito na exposição dos produtos e menus – criando uma vitrine imponente que valorizasse o cardápio exposto – e utilizar paineis e comunicação visual em pontos estratégicos, tornando a compreensão mais fácil e acessível.

DESCRIÇÃO O projeto tem linhas simples e bem defi98


Foto: Divulgação

RESULTADOS A proposta de criar quiosques para o Sucão foi um desafio importante para difusão da marca e de seu posicionamento. Mesmo trabalhando com cardápio reduzido em função das limitações técnicas e espaciais, conseguimos transmitir a mesma linguagem das lojas, fazendo com que o público se interessasse pelos produtos, absorvendo cada vez mais para suas vidas hábitos saudáveis e qualidade de vida.

“Buscamos para esse projeto referências que trouxessem conectividade com os produtos oferecidos, logo, trabalhamos com uma cartela de cores presente nos principais ingredientes e um design simples e objetivo, como a vida deve ser. Com essa proposta, conseguimos um resultado que se destacou em um ambiente saturado de informações, mostrando ainda o conceito de vida saudável, que é o ‘core business’ da marca”. Marco Antonio Losano (arquiteto e sócio-proprietário), Cláudia Losano (arquiteta e sócia proprietária), Marcelo Prisco (arquiteto sênior), Toshiro Sato (arquiteto sênior), Rodrigo Salek (arquiteto), Guilherme Socalschi (arquiteto), Ricardo Urbano (arquiteto) e Lucas Ribeiro (estagiário), da Espaço 2 Arquitetura

99


100

PROJETO ARQUITETÔNICO – QUIOSQUE PRATA

SUCÃO


Fotos: Divulgação

“Mais do que em uma loja, a arquitetura de um quiosque é fundamental para o sucesso do negócio, sobretudo por este ficar ‘exposto’ aos olhos dos clientes em sua totalidade (visão 360). O Sucão conseguiu aliar um enxuto fluxograma operacional com um layout clean e bonito, que remete ao cliente a filosofia de bem-estar, exatamente o que queremos transmitir com a nossa marca”. Filipe Carlsen Falcão, Henrique Garcia Soré e Antônio Ricardo Mesquita, sócios-proprietários da Sucão

101


PROJETO ARQUITETÔNICO – QUIOSQUE BRONZE

MEGAMATTE Agência/ Designer: Pedro Caribé Nome do projeto: Qiosque Megamatte Rio Shopping

CONCEITO

DESCRIÇÃO

O conceito do novo quiosque procurou aliar um processo compacto de produção de mate, com o dinamismo do fast food, mas maximizando os atributos e valores da marca, que produz sua erva mate 100% orgânica e a prepara em suas unidades diariamente sem uso de conservantes. Isso somado à oferta de alimentos sem glúten, opções veganas, e toda uma proposta de alimentação mais saudável.

Usamos materiais que remetem à proposta de mais natural, saudável e orgânico. A cor laranja da marca está presente no balcão de atendimento. O laranja e o verde fazem parte da cartela de cores, e acrescentamos a esse leque o tom castanho, vinculado à terra, ao mate tostado, à madeira, como base neutra para completar a percepção de natural que desejamos dar ao quiosque.

PARTICULARIDADES OBJETIVO O objetivo do trabalho foi a maximização dos atributos diferenciais da marca, para que essa possa, a partir daí, explorar a capilaridade e a mobilidade com potencial de atrair clientes com investimento mais baixo. 102

Apesar de já bastante explorado, fizemos o uso da madeira na forma de pallets – o que remete ao sustentável, ao reúso, ao “upcycling” – da grama, remetendo diretamente à natureza, da pedra e da fibra. A grama e a pedra são sintéticas por questões operacionais e de higiene.


O resultado é a percepção do consumidor de que ali há uma proposta mais natural e saudável e que existe um propósito para aquela marca. Além disso, há o aumento do poder da informação dos produtos que a Megamatte tem excelência.

Foto: Celina Germer

RESULTADOS

“Após uma análise profunda sobre o produto e sua apresentação no mercado, a história da empresa e os seus pontos fortes, trouxemos para o projeto a linguagem e os materiais naturais para que todo o posicionamento ficasse evidente para o consumidor e para que o propósito da Megamatte ficasse claro. Foi um projeto extremamente prazeroso de realizar, uma união entre uma rede com propósitos reais e equipe engajada, e o design, viabilizando um sonho”. Pedro Caribé, arquiteto da Pedro Caribé Arquitetura

103


104

PROJETO ARQUITETÔNICO – QUIOSQUE BRONZE

MEGAMATTE


Fotos: Divulgação

“O prêmio ABF + RDI Design é uma brilhante iniciativa, pois, além de gerar reconhecimento pelo trabalho desenvolvido, provoca o franqueador em busca de soluções para o varejo. Sabemos o quanto a inovação está em voga e o quanto é preciso ingressar em um processo de renovação, não só para se manter competitivo, mas também para oferecer a tão sonhada experiência de consumo para nossos clientes. Para a Megamatte, é um prazer único receber esse reconhecimento, sabendo que contribuímos de alguma forma para alavancar sonhos e oportunidades”. Julio Monteiro, diretor-executivo da Megamatte

105


VISUAL MERCHANDISING – AÇÃO PROMOCIONAL OURO 106

IMAGINARIUM Agência/Designer: Imaginarium Nome do projeto: Campanha 25 anos da Imaginarium

CONCEITO

DESCRIÇÃO

“Se comporte, você já tem 25 anos!”. Esse foi o mote para a criação da campanha de 25 anos da Imaginarium, com direito a unicórnio, personagens malucos e decoração espalhafatosa, fazendo uma brincadeira com o público que se identifica com essa fase da vida, dos “vinte e poucos” anos.

Fizemos de nossas vitrines o principal canal de divulgação da promoção, que convidou o cliente para concorrer a uma viagem até Florianópolis para conhecer o escritório da Imaginarium e participar da festa de 25 anos. Para isso, ele deveria tirar uma foto no espelho da vitrine e postar nas redes sociais com a hashtag #vemprafestaimg e se inscrever no nosso hotsite.

OBJETIVO Envolver os clientes na comemoração dos 25 anos de Imaginarium com algo surpreendente! Desde a vitrine até a festa, fizemos tudo para que o cliente se sentisse e fizesse literalmente parte da comemoração.

PARTICULARIDADES A promoção selecionou cinco pessoas da Bahia, São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal e Pará. O roteiro incluiu recepção na chegada ao aeroporto, passeio pela Beira


RESULTADOS A vitrine atraiu diversos inscritos para a participação da promoção, foi o principal canal de ativação, comunicou o lifestyle da marca e atraiu vendas em um período difícil para o varejo, onde não há uma data sazonal forte e o consumo desacelera.

Foto: Divulgação

Mar, almoço com vista da Lagoa da Conceição, visita ao escritório e a festa, onde eles foram as estrelas principais. Para completar a experiência, eles ficaram em um hotel cinco estrelas com vista para o mar e com presentes da Imaginarium.

“Mais do que uma campanha institucional, essa foi a ação que criamos para representar o aniversário de 25 anos da Imaginarium. E, por acreditarmos ser essa uma idade importante e representativa de uma marca madura e jovem ao mesmo tempo, precisávamos de uma ideia impactante e contemporânea em sua mensagem e estética. Nas peças, trabalhamos de forma divertida, é claro, os dilemas do dia a dia, em especial do nosso público principal, mostrando que mais do que produtos, nós temos um portal para uma vida mais leve, diferente e divertida”. Thayse Tsuruyama, branding da Imaginarium

107


108

VISUAL MERCHANDISING – AÇÃO PROMOCIONAL OURO

IMAGINARIUM


Fotos: Divulgação

“Promover experiências positivas e memoráveis é hoje um dos maiores desafios de uma marca reconhecida e admirada. A ação que se iniciou no PDV, e promoveu o encontro dos nossos consumidores conosco em uma grande festa, reforça não só o propósito da Imaginarium, mas também a forte tendência de ações que envolvam e integrem os diferentes e múltiplos pontos de contato do nosso consumidor com a marca”. Thiago Colares, diretor de marca e produto da Imaginarium

109


VISUAL MERCHANDISING – AÇÃO PROMOCIONAL PRATA

FÁBRICA DI CHOCOLATE Agência/ Designer: House Fábrica Di Chocolate/ Fabio Pantoni Nome do projeto: Pipocas Di Chocolate – Parceria com a Warner Bros no Lançamento do Filme “Cegonhas”.

CONCEITO A parceria entre a Fábrica Di Chocolate e o estúdio Warner Bros iniciou-se com o objetivo de desenvolver um projeto de Ação de Ponto de Venda para o Dia das Crianças 2016. Nessa data, o estúdio sugeriu desenvolver um produto especial para o seu mais novo lançamento, o filme de animação infantil “Cegonhas”. Através de um brainstorming entre o laboratório de desenvolvimento de produtos e o departamento de marketing, a Fábrica Di Chocolate desenvolveu a Pipoca Di Chocolate.

OBJETIVO O grande desafio foi criar um produto que se relacionasse com o tema infantil do filme, e também com o Dia das Crianças. Cinema combina com? Pipoca! Somada ao 110

nosso chocolate, a Pipoca Di Chocolate foi criada. Após isso, o objetivo foi aplicar em nosso ponto de venda a divulgação do filme, envolvendo uma personalização completa de nossos quiosques com o intuito de lançar o filme e nosso novo produto.

PARTICULARIDADES Em busca de inovar sempre, essa ação se consolidou de forma consistente, com o lançamento de um novo produto, distribuindo ingressos gratuitamente e propondo ao público infantil um Dia das Crianças mais feliz. A ação teve abrangência nacional. Assim, muitas famílias tiveram a oportunidade de compartilhar um momento juntos, já que distribuímos ingressos para irem ao cinema.


Foto: Divulgação

RESULTADOS A parceria trouxe resultados que superaram as expectativas de ambas as partes. Além de proporcionar benefícios aos nossos clientes e à rede franqueada, conseguimos lançar com a Warner o início de uma grande parceria que renderá excelentes projetos futuros. A confiabilidade do público cresceu de forma significativa e a divulgação propiciou repercussão nacional do trabalho do setor de marketing interno.

“A construção do projeto gráfico para a ação da Fábrica Di Chocolate trouxe o desafio de desenvolver mídias que complementassem o conceito visual proposto pela Warner Bros. Exploramos ao máximo seu potencial gráfico, com a criação de embalagens personalizadas, displays, flyers e mídias digitais. Através dessas ações, cativamos visualmente nosso público, utilizando-nos de um conceito alegre e vibrante”. Igor Mendes, designer gráfico da Fábrica Di Chocolate

111


112

VISUAL MERCHANDISING – AÇÃO PROMOCIONAL PRATA

FÁBRICA DI CHOCOLATE


Fotos: Divulgação

“Desenvolver projetos com a grandiosidade dessa ação, no ponto de venda de nossas unidades da Fábrica Di Chocolate, concretiza um extenso trabalho de pesquisa e criação da nossa equipe de marketing. Como resultado, conseguimos criar e ofertar aos nossos clientes um produto exclusivo, com a chancela da Warner Bros Studios. Sinto-me honrado em coordenar esse maravilhoso projeto e ainda receber um prêmio por ele”. Fabio Pantoni, coordenador de marketing da Fábrica di Chocolate

113


VISUAL MERCHANDISING – AÇÃO PROMOCIONAL BRONZE

NUTTY BAVARIAN Agência/ Designer: Grupo MD Make a Difference/ Rafael Melandi Nome do projeto: Loucos por Nuts

CONCEITO Seguir o posicionamento “Locos por Nuts” adotado pela marca com uma campanha fun, jovem e que tivesse forte apelo nas redes sociais.

OBJETIVO Criar uma campanha para potencializar a marca, levando os consumidores ao ponto de venda, resultando no aumento do ticket médio.

DESCRIÇÃO Os usuários cadastravam-se no hotsite da campanha e enviavam um voucher de minicone grátis da Nutty Bavarian aos seus amigos. Assim que os amigos se cadastrassem, garantiam a cortesia

114

para ser retirada na Nutty Bavarian que escolhessem. A partir do primeiro amigo cadastrado, o usuário concorria a um supercone e a uma bike carregada de nuts. Quanto mais amigos indicassem, maiores seriam suas chances de ganhar a promoção. A campanha ocorreu entre abril e junho de 2016.

PARTICULARIDADES Premiamos os usuários que mais presentearam os amigos para aumentar as indicações e, consequentemente, o número de pessoas nas lojas. E, por ser uma campanha on-line com o objetivo de levar o usuário ao ponto de venda, precisávamos de um forte apelo como o minicone de nuts grátis.


Foto: Divulgação

RESULTADOS Alto engajamento, conhecimento e degustação de produtos, com grande visibilidade da marca, alcançando mais de quatro milhões de pessoas impactadas com as publicações nas redes sociais, resultando mais de 64 mil cadastros no site e mais de 43 mil agendamentos nas lojas.

“Nesse projeto, o grande desafio era aumentar o fluxo nas lojas com uma campanha online. A inspiração veio em criar uma campanha com alto engajamento, dentro do conceito de loucos e aficionados pela marca, e que incentivasse esse público a compartilhar com os amigos toda essa loucura e presenteá-los com um minicone de nuts, viralizando a ação. Dessa forma, conseguimos juntar as duas pontas, on e off, e ainda conquistar milhares de novos consumidores”. Denis Santini (CEO), Rafael Melandi (Diretor de Criação), Roderley Rocha (Produtor), Beatriz Fiori (Redatora), Fabiana Trevisan (Diretora de Live Marketing) e Marise Cosenza (Mídia), do Grupo MD

115


116

VISUAL MERCHANDISING – AÇÃO PROMOCIONAL BRONZE

NUTTY BAVARIAN


Fotos: Divulgação

“A ação teve como objetivo principal aumentar as vendas e trazer mais gente para os quiosques, principalmente quem ainda não tinha provado os produtos Nutty Bavarian. O resultado esperado foi alcançado, conquistando mais de 60 mil pessoas, que se cadastraram durante a campanha, e distribuindo mais de 35 mil cones em todos os quiosques da rede, trazendo alta visibilidade para a marca e aumento no faturamento. Também celebramos a conquista do prêmio. Ele nos confere credibilidade e beneficia não apenas a franqueadora, mas também os franqueados e o cliente final”. Danilo Tanaka, gerente de marketing da Nutty Bavarian

117


VISUAL MERCHANDISING – CAMPANHA DE PDV OURO 118

CHILLI BEANS Agência/Designer: Vimer/ Camila Salek Nome do projeto: Retrofit Chilli Beans

CONCEITO

PARTICULARIDADES

Projeto 20 Anos - Inovação de Visual Merchandising na cadeia de franquias.

Sinalização dos produtos por ocasião de uso e uniformidade dos materiais de PDV.

OBJETIVO

RESULTADOS

Trazer uma linguagem atual para a marca, criando um conceito despojado e contemporâneo de design, melhorando cada vez mais a experiência de consumo em nosso PDV.

Resultados comerciais com crescimento de 36% comparado à 2016, aumento no fluxo de clientes na loja e melhor interatividade do consumidor com os produtos, minimizando a dependência do atendimento assistido por nosso vendedor.

DESCRIÇÃO Entre os materiais e aplicação: display expositor de temas, mesa de valorização, papel de parede, shelftalks de sinalização de produtos, display de acessórios, placa de obrigatoriedades, placa de benefícios da marca e sinalização de preço no produto. Na iluminação e comunicação visual: alteração de todas as lâmpadas da loja para LED e sofisticação dos materiais de PDV.


Foto: Divulgação

“A liberdade no manuseio dos produtos é um fator determinante para o sucesso da marca Chilli Beans, e foi o nosso ponto de partida para a concepção do projeto de retrofit de loja. Nele, buscamos manter essa característica experimental em um ambiente renovado e capaz de traduzir e potencializar a identidade da marca, que carrega forte estilo e personalidade”. Camila Salek, sócia-fundadora e diretora criativa da Vimer

119


120

VISUAL MERCHANDISING – CAMPANHA DE PDV OURO

CHILLI BEANS


Fotos: Divulgação

“Nós da Chilli Beans temos a loja física como principal canal de contato com o consumidor e, neste ano, estudamos como poderíamos nos reinventar em um modelo de sucesso já confirmado e assim oferecer novas experiências de consumo dentro do mercado de acessórios de moda. Sabendo da força do design como estratégia de negócio e diferencial para a marca, realizamos esse projeto de retrofit, em parceria com a Vimer, para promover uma nova experiência de consumo. Agora, o comprador tem mais interação dentro do ponto de venda, através de uma comunicação mais clara e objetiva em relação aos produtos e serviços que oferecemos. Além disso, o PDV ganhou uma comunicação mais proprietária e de grande impacto visual”. Denis Horafas Jr., trade marketing and consumer relationship manager da Chilli Beans

121


VISUAL MERCHANDISING – CAMPANHA DE PDV PRATA 122

5ÀSEC DO BRASIL Agência/ Designer: 5àsec/ Gustavo Martins Nome do projeto: BAG 5àsec

CONCEITO

DESCRIÇÃO

Sob o tema “Se o zíper fechar a gente lava e seca tudo para você”, a BAG 5àsec pretende conquistar o reconhecimento de personalidade de marca aplicada ao varejo, apresentando preço acessível e variedade de serviços na limpeza de peças. A capilaridade da rede faz com que as particularidades regionais sejam atendidas, oferecendo praticidade e conquistando reconhecimento de marca.

O enxoval de ponto de venda contempla: totem da promoção em papelão; display promocional em polietileno impresso com porta take one; móbile em polietileno da promoção; wobbler de computador em polietileno impresso; e sacola personalizada com logo em poliéster. Quanto à iluminação e comunicação visual. O projeto de ponto de venda foi planejado para que o consumidor tenha contato com a promoção em três planos: da rua, em frente à loja e em frente ao balcão.

OBJETIVO Criar uma campanha que conquiste o reconhecimento pelo público do DNA de varejo da 5àsec e atenda aos diversos perfis de consumidor e suas necessidades ao redor do Brasil.

PARTICULARIDADES Cada peça e material de produção foram pensados para o máximo de detalhe e reconhecimento no ponto de venda. As pe-


Foto: Divulgação

ças impressas e fixas no teto e espera da loja chamam a atenção. O display de balcão informa enquanto o cliente aguarda o manuseio das suas peças e a produção em polietileno impresso traz durabilidade e mantém o material sempre como novo, assim como os serviços da 5àsec mantém as roupas.

RESULTADOS Campanha implantada na rede desde julho de 2017 com grande sucesso, aceitação do público e incremento representativo de vendas. Números da promoção: R$ 64.699,50 em faturamento, 131 lojas participantes, 17.863 peças processadas, 594 bags vendidas e ticket médio por cliente de R$ 108,92, considerando que a BAG custa R$ 99,00, o que mostra que a loja conseguiu agregar outros serviços com a BAG.

“Estamos muito felizes com mais essa conquista com a 5àsec. A campanha foi resultado de um alinhamento pleno com o cliente e os objetivos da rede. A diversidade de peças que integram o enxoval ajudou a criar impacto junto ao consumidor. Priorizamos o destaque ao produto e como ele se integra ao cotidiano do cliente, que é sempre a nossa maior inspiração”. Gustavo Martins Fernandes, diretor de arte da FCK! Comunicação

123


124

VISUAL MERCHANDISING – CAMPANHA DE PDV PRATA

5ÀSEC DO BRASIL


Fotos: Divulgação

“O lançamento da Bag 5àsec partiu de nossos constantes estudos com o objetivo de levar praticidade e economia ao dia a dia do consumidor, conquistando cada vez mais sua preferência e reconhecimento de valor para a nossa marca. Os resultados junto à rede também superaram as metas estabelecidas, e ganhar pela terceira vez consecutiva o Prêmio ABF + RDI Design vem valorizar ainda mais esse sucesso. É uma conquista de toda a rede 5àsec”. Fábio Roth, CEO Brasil da 5àsec

125


VISUAL MERCHANDISING – CAMPANHA DE PDV BRONZE 126

ICE CREAMY Agência/ Designer: FCK! Comunicação/ Gustavo Martins Nome do projeto: Ice Creamy – New York Shake

CONCEITO

DESCRIÇÃO

Um novo conceito de milkshake inspirado na diversidade de sabores das sorveterias de Nova Iorque. O NY Shake harmoniza os melhores sorvetes da Ice Creamy com ingredientes irresistíveis compondo seis diferentes sabores denominados pelos próprios números, criados para atrair os diversos consumidores.

A campanha contempla um vasto enxoval de peças que valoriza o produto e os seis sabores para que o cliente peça pelo número. Banners, displays, painéis, móbiles e peças de guerrilha fazem parte da estratégia integrada de campanha. Em relação à iluminação e comunicação visual, o grande diferencial é a diversidade de peças aplicadas aos vários modelos de loja para atender aos objetivos de comunicação regional.

OBJETIVO Criar um produto desruptivo e surpreendente que mude o conceito tradicional de milkshakes causando impacto junto ao consumidor, desejo e reconhecimento da marca Ice Creamy.

PARTICULARIDADES O projeto envolveu toda a equipe de desenvolvimento de produto da marca


Foto: Divulgação

desde a escolha e harmonização de ingredientes até o desenvolvimento de embalagem com copo, cinta e papel de seda, que é ponto fundamental compondo não só a apresentação do produto como também a estratégia de servir como apoio para a desconstrução do produto enquanto degustado.

RESULTADOS Aumento de 31% nas vendas da rede em pleno inverno.

“É sempre muito bom criar para uma marca que prima pela excelência dos produtos e tem um olhar tão voltado ao design e inovação. Essa sinergia proporciona resultados muito bacanas. Nesse caso, foi importante apostar na diversidade das peças que fazem link com a própria New York (EUA), elemento fundamental do projeto e que compõe o nome do produto”. Gustavo Martins Fernandes, diretor de arte da FCK! Comunicação

127


128

VISUAL MERCHANDISING – CAMPANHA DE PDV BRONZE

ICE CREAMY


Fotos: Divulgação

“Buscamos constantemente levar ao consumidor receitas exclusivas, feitas artesanalmente com muito carinho, sabor inigualável e diferente de tudo o que ele já experimentou. O lançamento do NY Shake foi um grande sucesso e traduz esse DNA da Ice Creamy. Conquistar esse importante prêmio em nossa primeira participação é motivo de grande orgulho para toda a equipe e nos motiva a seguir buscando esse reconhecimento”. Émmerson Serandin, presidente da Ice Creamy

129


VISUAL MERCHANDISING – VITRINE OURO

IMAGINARIUM Agência/Designer: Imaginarium Nome do projeto: Vem para festa. #vemprafestaimg

CONCEITO

DESCRIÇÃO

“Comporte-se, você já tem 25 anos!”. Este foi o start para criação da campanha de 25 anos da Imaginarium. A campanha contava com unicórnios, personagens malucos e decoração espalhafatosa, fazendo uma brincadeira com o público que se identifica com essa fase da vida, dos “vinte e poucos” anos.

O principal material utilizado na vitrine foram chapas espelhadas que foram aplicadas no painel do fundo do cenário, refletindo o ambiente festivo. A vitrine também contou com dois adesivos blackouts, estimulando o consumidor a se posicionar no centro da mesma para observar os produtos e participar da festa. Para a iluminação, foram exploradas as luminárias da marca com lâmpadas coloridas, deixando um ambiente mais festivo. Cortinas pretas deixavam o ambiente mais intimista.

OBJETIVO A ideia era traduzir um ambiente festivo e de comemoração dos 25 anos da marca onde o cliente deveria ser o convidado de honra da festa, interagindo com todo o cenário e produtos expostos na vitrine. Além disso, a vitrine deveria ser a ativadora da ação promocional. A #vemprafestaimg aplicada na vitrine deveria estar totalmente linkada com os cadastros no hotsite. 130

PARTICULARIDADES Os materiais e produtos estavam expostos ao contrário, toda a parte gráfica se refletia no espelho, interagindo com a imagem refletida do próprio cliente. A disposição dos elementos no vidro proporcionava intera-


RESULTADOS Fizemos de nossas vitrines o principal canal de divulgação da promoção, que convidou o cliente para concorrer a uma viagem até Florianópolis para conhecer o escritório da Imaginarium e participar da festa de 25 anos. Para isso, ele deveria tirar uma foto no espelho da vitrine e postar nas redes sociais com a hashtag #vemprafestaimg e se inscrever no nosso hotsite. A promoção selecionou cinco pessoas do Brasil: Bahia, São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal e Pará.

Foto: Divulgação

ção com os clientes. Os elementos cenográficos (bolo de aniversário, personagens lúdicos, balões e convidados) remetiam a uma festa da Imaginarium. O espelho tinha função de fazer com que o cliente se sentisse dentro dessa festa, fazendo parte da vitrine. Todos os produtos foram expostos virados para o espelho e interagiam com o cenário de forma lúdica.

“A peça-chave para a criação da vitrine foi o foco no principal elemento que mantém o viço da marca há 25 anos: o cliente. Os nossos produtos invadem a casa, o dia a dia e o humor dos consumidores, e nada mais carinhoso do que agradecer tudo isso convidando-os para o nosso aniversário. Durante o desenvolvimento da vitrine, o maior desafio foi criar o efeito no qual a pessoa se sentisse dentro dela e fizesse parte de toda a festa. Depois de inúmeros testes chegamos à conclusão de que a vitrine deveria ser projetada inversamente, ou seja, todos os produtos e elementos cenográficos estariam de costas e virados para o espelho que reflete quem está na frente. O resultado ficou incrível e muito engraçado. Foi muito bom ver as pessoas fazendo pose, dançando e pulando na frente de uma vitrine”. Marcos Hass Horn, analista pleno da Imaginarium

131


132

VISUAL MERCHANDISING – VITRINE OURO

IMAGINARIUM


Fotos: Divulgação

“As vitrines e as ações promocionais da Imaginarium compõem um ecossistema complexo e riquíssimo de relacionamento entre franqueado, franqueador e cliente final. É um privilégio fazer parte da história do franchising brasileiro através do Prêmio ABF + RDI Design, que reconhece, chancela e valoriza o cuidado que temos com a marca através das ferramentas do design aplicadas ao varejo”. Thiago Colares, diretor de marca e produto da Imaginarium

133


VISUAL MERCHANDISING – VITRINE PRATA

LEZ A LEZ Agência/ Designer: Grupo Lunelli/ Aline Hornburg Goulart Nome do projeto: Lez a Lez | Vitrine Hanami

CONCEITO

DESCRIÇÃO

Hanami – ou “contemplação das flores” – é um costume tradicional japonês que consiste em admirar a beleza das incomparáveis cerejeiras que florescem ao fim de março por todo o País para representar um espetáculo sem igual da natureza. Assim, em meio a inovações e encantos, o Japão transformou-se em fonte de inspiração única para a coleção Inverno 2017 da Lez a Lez, traduzido de maneira encantadora às vitrines.

Para criar a ilusão de um biombo japonês, utilizou-se um adesivo fosco com cores que remetem à coleção. Um luminoso desenvolvido em papelão ondulado e pintado em rosé foi fixado no interior da vitrine, criando um ar mais tecnológico e moderno. Do lado externo, galhos de cerejeiras artificiais que parecem “atravessar” o vidro foram fixados no brise. A iluminação foi focada nas cerejeiras e também nos produtos. Já um luminoso no interior da vitrine sinalizou o nome da coleção e a alusão ao Japão.

OBJETIVO A partir de um conceito inusitado, a vitrine tem como objetivo aproximar os clientes ao tema da coleção Lez a Lez – Hanami – de maneira criativa e interativa.

134

PARTICULARIDADES A ideia da cerejeira “atravessar” a vitrine foi o diferencial de destaque para a cam-


Foto: Divulgação

panha. Assim, traduziu para a loja um ar de espetáculo, simulando um 3D. A montagem foi bem meticulosa, feita toda manualmente, o que deixou a vitrine ainda mais singular.

RESULTADOS Uma vitrine única, com um conceito diferenciado e que virou parada obrigatória no litoral de Santa Catarina, em Balneário Camboriú e Jurerê Internacional. Foram escolhidas as duas principais lojas da marca para apresentar de maneira mais conceitual a Coleção Hanami da Lez a Lez. Os turistas e clientes aproveitaram a vitrine como cenário de fotos e filmagens. Na avenida mais movimentada de Balneário Camboriú houve carros parando para apreciar a loja, além de várias citações nas redes sociais.

“Traduzir para a vitrine a cultura do Japão, que possui uma origem tão histórica e ao mesmo tempo contemporânea, foi muito desafiador. Dentre tantos elementos para representar a coleção Hanami, a cerejeira, por ser uma flor feminina e delicada, casou perfeitamente com a Lez a Lez. A proposta foi que as clientes realmente sentissem o florescer da cerejeira e, por isso, levamos as flores para fora da vitrine”. Aline Hornburg Goulart, designer da Lez a Lez

135


136

VISUAL MERCHANDISING – VITRINE PRATA

LEZ A LEZ


Fotos: Divulgação

“A cerejeira foi o grande ponto focal da vitrine Hanami. A partir dela, conseguimos contar uma história, além de retratar o que a coleção queria comunicar ao consumidor. Aliás, sempre tentamos buscar essa essência para as vitrines da Lez a Lez. O resultado foi tão assertivo, que várias pessoas ficaram encantadas e, inclusive, paravam para fotografar a nossa vitrine, o que acabou gerando mídia espontânea. E receber esse reconhecimento pela ABF, atualmente o mais respeitado órgão de varejo, foi extremamente importante e gratificante, pois mostra que estamos no caminho certo”. Fabricio Francisconi, gerente de varejo da Lez a Lez

137


VISUAL MERCHANDISING – VITRINE BRONZE

VIA MIA Agência/ Designer: Via Mia Nome do projeto: Vitrine Inverno 17

CONCEITO O Inverno 2017 veio com uma forte influência urbana e através desse tema foram selecionados materiais que trouxessem esse ambiente à tona e refletissem o DNA da marca no ponto de venda. Considerando todos esses pontos, foi escolhido o metal, formas lineares, madeira (muito presente em nossas arquiteturas) e objetos decorativos que comunicassem os subtemas da coleção.

OBJETIVO Ter uma fácil distribuição pelo Brasil, montagem simplificada e uma vitrine diferente a cada produção.

DESCRIÇÃO Quanto aos materiais, usamos módulos 138

em ferro, pintados na cor cobre fosco e com acessórios para exposição em MDF, folheados com madeira pinus. Em relação à iluminação e comunicação visual, através dos nichos vazados e da pintura da vitrine com azul fênix, conseguimos que os spots do teto iluminassem os produtos sem criar penumbra e que a cor de fundo desse destaque ao cenário.

PARTICULARIDADES Os cubos que ficavam nas bases tinham na sua parte superior, furos para encaixe, permitindo que os cubos superiores se encaixassem na base e formassem uma vitrine completamente modular. Como material, escolhemos o ferro com seu interior oco, com o intuito de permitir uma vitrine leve e fácil para movimentação e locomoção.


Foto: Divulgação

RESULTADOS Envio simples e baixo custo com a transportadora devido à leveza do cenário. Uma vitrine funcional/mutável: a cada montagem, um novo cenário. Os módulos superiores podiam ser encaixados de diferentes formas, compondo distintas apresentações.

“A Vitrine Inverno 17 da Via Mia foi desenvolvida pensando em conectar e trazer ao entendimento do consumidor as quatro principais inspirações que norteavam a coleção. Dentro dos temas, foram escolhidos materiais que dessem destaque aos produtos expostos, traduzissem a coleção e permitissem a cada montagem uma nova apresentação”. Raquel Palhares, visual merchandising da Via Mia

139


140

VISUAL MERCHANDISING – VITRINE BRONZE

VIA MIA


Fotos: Divulgação

“A Via Mia tem a honra de ter um time de pessoas que trabalha com muito amor, e a alegria de ter parceiros que acreditam tanto na marca que multiplicam nossa essência através das franquias. A satisfação de atender nossas clientes com produtos cuidadosamente criados, vitrines que inspiram, lojas arquitetadas para acolher e envolver a todos, ações que mostrem o quanto as pessoas são importantes para nós e de estarmos tão próximo do nosso cliente, é nosso maior presente”. Daniela Sabbag, gerente de RH da Via Mia

141


Fotos: Divulgação

CONHEÇA OS JURADOS 142

ARLENE LUBIANCA

CARLOS ZILLI

ELEINE BÉLAVÁRY

Diretora fundadora da Planobase Lubianca, tem mais de trinta anos de experiência em identidade arquitetônica e identidade visual. Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com pós-graduação em marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), foi fundadora da Associação dos Arquitetos de Interiores do Rio Grande do Sul e é a atual presidente do Banco de Mobiliários da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS).

Tem 30 anos de experiência profissional – 20 deles no franchising – em empresas como Shell, Hering, Imaginarium e Love Brands e em companhias internacionais, como a chinesa Able Creation Development Limited. Hoje, integra o Conselho de Administração da Imaginarium, da Haco Etiquetas, da CottonBaby, do Grupo Lunelli, da Brognoli Imóveis, além de ser professor do MBA de Franquias na FIA-SP, mentor Endeavor e conselheiro da ABF desde 2016.

Graduada em Ciências Biológicas pela PUC de Campinas, foi cofundadora e diretora executiva da AFRAS - Associação Franquia Sustentável. Também coordenou os comitês da ABF “Mulheres do Franchising” e “Gestão & Negócios Sustentáveis”. É sócia-diretora da consultoria Connexion, na liderança dos programas “Trabalho Novo”, uma parceria da ABF com a Prefeitura de São Paulo, e “Perfume do Conhecimento”, de mentoria em franchising do Grupo Incense-Boticário.


FABIO MESTRINER

Sócio-fundador da FCK! Comunicação, com mais de vinte anos de experiência em gestão e desenvolvimento de negócios no varejo de redes próprias e franqueadas, planejamento comercial e treinamento de equipes de comerciais para marcas nacionais e multinacionais.

Designer com mais de 40 anos de experiência profissional. É professor da pós-graduação em Engenharia de Embalagem Mauá. Foi Presidente da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e representante do Brasil na World Packaging Organization (WPO), entre 2002 e 2006.

FERNANDO FELDMANN Arquiteto com MBA em Gestão de Franquias | EA+ Arquitetos. Vinte e cinco anos de conhecimento na área de varejo, com grande vivência em franquias, relacionamento com franqueados, áreas de expansão e implantação de franquias de grande porte. Experiência com grandes marcas, como Café Cultura, Casa do Construtor, Claris-Tigre, Elgin Cozinhas, Milon, Portobello Shop, Tip Top, 5àSEC, entre outras.

CONHEÇA OS JURADOS

Fotos: Divulgação

EMERSON AGUIAR

143


Fotos: Divulgação

CONHEÇA OS JURADOS 144

GEORGE HOMER Fundador da GH & ASSOCIATES, é especialista em ambiente de loja. Com sua experiência internacional em visual marketing, também é palestrante e professor de instituições como o Fashion Institute of Technology (FIT), em Nova York; ISEM/ Navarra, em Madri; e Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) e Fundação Getúlio Vargas (FGV), em São Paulo. Homer é ainda presidente-fundador do Retail Design Institute (RDI) Brasil.

GISELA SCHULZINGER Especialista em inovação, pessoas e na conexão entre esses temas, é fundadora da HAUS-Cultura de Inovação com Propósito e atua na área de design há mais de 25 anos É presidente da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE), professora da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e diretora da Associação Brasileira das Empresas de Design (ABEDESIGN). Foi eleita em 2017 a Personalidade do Ano pela revista Embanews.

JAE HO LEE Formado em administração de empresas pela Universidade de São Paulo (USP), Jae Ho Lee tem MBA Executivo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Em 1992, iniciou no sistema de franquias no setor de alimentação com a marca Jin Jin Wok, hoje pertencente à holding de alimentos Halipar. Em 2002 criou a marca Morana e em 2007 foi eleita a franqueadora do ano pela ABF.


LUCIANO DEOS

LUCILA CAMPIGLIA

Diretora de Marketing e Eventos da ABF, Keller atua na gestão de todos os eventos nacionais e internacionais, área de ­ marketing e relacionamento da entidade. Com vinte anos de experiência no franchising, integra o Comitê de Comunicação da ABF.

Fundador, sócio e diretor-presidente do GAD’. É membro do Conselho Consultivo da Associação Brasileira de Empresas de Design (Abedesign), professor de pós-graduação em Branding na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e fundador e Publisher da D2B – ­Design to Branding Magazine. Com mais de cem prêmios nacionais e internacionais, como o New York Festival, London International Awards, IF ­Design e Cannes Lions, é reconhecido como um dos principais nomes em ­branding.

Formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo (USP), pós-graduada em Negócios da Moda-Senac e especializada em Retail Merchandising-University of Toronto e Consumer Insights-ESPM, Lucila gerenciou equipes na Estée Lauder, C&A, VGB, Pernambucanas e Itaú, em inúmeros projetos comerciais. Palestrante e docente de visual merchandising e retail design, atua como consultora de varejo e consumo. É também associada e diretora do RDI Brasil.

CONHEÇA OS JURADOS

Fotos: Divulgação

KELLER DE PAULA

145


Fotos: Divulgação

CONHEÇA OS JURADOS 146

MANOEL ALVES LIMA Arquiteto, palestrante internacional e sócio-diretor da FAL Design Estratégico para Varejo desde 1986, pela qual desenvolveu conceitos para mais de 120 empresas. Vice-presidente do Retail Design Institute (RDI), co-editor do Blog da FAL e professor na pós-graduação e no MBA em Gestão e Estratégia de Varejo da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

MARCOS BICUDO

MARCOS MORRONE

CEO da Vedacit, do Grupo Baumgart, em São Paulo. Com sua experiência empresarial em desenvolvimento sustentável, é chairman do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) no Brasil desde 2008. Foi presidente da Amanco entre 2006 e 2009, da Philips para a América Latina entre 2009 e 2012 e da Masisa entre 2013 e 2017.

Sócio-fundador da Design NoVarejo, especializada em conceitos de espaços comerciais com ênfase em design, layout e arquitetura de interiores. Realizou projetos para as maiores redes de varejo do Brasil, América do Sul e Europa. Bacharel em Comunicação Visual e Desenho Industrial pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). É palestrante e tem artigos publicados em revistas especializadas.


Formado em arquitetura pela Universidade Mackenzie de São Paulo e pós-graduado pela Politécnica de Catalunya Barcelona. Diretor do Retail Design Institute (RDI) Brasil e membro do conselho da Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD). Seu escritório atua desde 1994 nas áreas de design de consumo, arquitetura e gerenciamento de projetos comerciais.

PAULO ALIMONDA

PEDRO CARIBÉ

Diretor de Novos Negócios na Epigram Brand Union, empresa especializada em branding, varejo e jornada de consumo. Publicitário há 34 anos, é idealizador e proprietário da marca Bretail. Foi cofundador e presidente da Associação Brasileira de Marketing Promocional (Ampro). Mestre em Gestão Internacional pela Thunderbird School of Global Management, nos Estados Unidos.

Formado em Arquitetura e Urbanismo no Mackenzie, em São Paulo, Pedro Caribé trabalha com design, arquitetura e fotografia. Atua com foco na integração entre design e merchandising. Desenvolveu móveis para mostras de decoração da Casa Cor. É diretor financeiro do RDI São Paulo desde 2012.

CONHEÇA OS JURADOS

Fotos: Divulgação

MAURICIO QUEIROZ

147


Fotos: Divulgação

CONHEÇA OS JURADOS 148

ROSE DE PAULA CEO do Expertise Group, agência com 18 anos de atuação nas áreas de promoção, trade, incentivo, premiação e eventos. É formada em Comunicação Social, com especialização em Publicidade e Propaganda e MBA em Gestão Empreendedora e Inovação. Realiza palestras no Brasil e no exterior sobre marketing de incentivo. É associada da Incentive Marketing Association (IMA), sediada nos Estados Unidos.

ZEH HENRIQUE RODRIGUES CEO da Brainbox Branding 360, consultoria em design que atende clientes como Subway, O Boticário e Asics. Especialista em consumer marketing strategy pela Kellogg School of Management, palestrante e professor nos temas de branding, retail trends e experiência de consumo. Foi presidente do POPAI Brasil entre 2015 e 2016.


149


150


REALIZAÇÃO

PRODUÇÃO:

151


Livro RDI 2017  

Livro RDI 2017

Advertisement