Page 1

MINHA VIDA, MEUS NEGÓCIOS Pesquisa da Fundação Estudar aponta: sete em cada dez jovens entre 18 e 34 anos quer abrir o próprio negócio. Como as franquias se reinventam para conversar com esse público? O QUE DIZEM OS ASTROS

Duília de Melo: cientista traça paralelo entre negócios e soluções da NASA

POR QUE QUER SABER?

Empresas têm menos de 18 meses para se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados

ANO 14 | Nº 81 | R$ 15,00 | OUT / NOV 2018 IMPRESSO § WEB § TABLETS § SMARTPHONES WWW.FRANQUIAENEGOCIOS.COM.BR

DINHEIRO, CARTÃO ... OU BITCOIN

Franchising começa a se movimentar com a chegada das criptomoedas no varejo


Telefone

11 2294-4000


A UM CLIQUE DO CLIENTE A LAMONICA CONECTADA DEU MAIS UM PASSO

14 MILHÕES LEITORES IMPACTADOS POR ANO

Você sabia que todas as publicações da Editora Lamonica são interativas e o seu anúncio também poder ser? Com esse recurso ultramoderno, é possível combinar várias ferramentas de comunicação em um mesmo canal. E, assim, alcançar um número ilimitado de clientes 24 horas por dia.

Publicação digital ou impressa, as duas versões ou só digital


VOCÊ PODE COLOCAR EM UMA SÓ PUBLICAÇÃO: GALERIA DE FOTOS EM MOVIMENTO

VÍDEOS

(360 graus, autoplay ou por acionamento)

DOCUMENTOS ANEXOS

ANIMAÇÕES

PODCASTS

TABELAS E GRÁFICOS ANIMADOS

Com acesso on-line e off-line e leitura em qualquer plataforma (iPad, iPhone, Android ou PC), a revista interativa permite monitorar o uso e o download do aplicativo da publicação e enviar mensagens aos clientes a qualquer momento, em qualquer lugar. Tudo isso com a credibilidade que só uma publicação customizada tem. E a custos muito vantajosos.

Entre em contato conosco.

11 3256-4696 | publicidade@editoralamonica.com.br


Totem digital – Sala de embarque de Congonhas


Voe alto 22 MI LHÕE S

de passageiros por ano*

9 ANO S

revista de CO NGO NH AS

6 5 MI L

exemplares mensais

Agora de C ARA

NOVA

Distribuída em modernos TOT E NS

www.29horas.com.br

DIGITAIS

* fonte Infraero 2017

Ú N I CA

de sucesso


EXPEDIENTE

DIRETORIA ABF Presidente Diretor Vice-presidente Diretor Administrativo Financeiro Diretor Jurídico Diretora Internacional Diretora de Capacitação Diretor de Marketing e Comunicação Diretor Institucional Diretor de Franqueados Diretora de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos Diretor Adjunto de Tecnologia Presidente da Comissão de Ética Presidente da ABF Seccional Rio Diretor ABF Regional Sul Diretora Regional Centro-Oeste Diretora Regional Minas Gerais Diretor Regional Nordeste Diretor Regional Interior de São Paulo

Altino Cristofoletti Junior André Friedheim Carlos Sadaki Kaidei Fernando Tardioli Lúcio de Lima Bruna Brunet Saraiva Nasser Fabiana Estrela Jae Ho Lee Fábio Khouri de Oliveira Alberto Tadassi Oyama Adriana Auriemo Miglorancia Erik Cavalheri Décio Pecin Eliane Bernardino Antonio Carlos Diel Claudia Regina Vobeto Pinto Danyelle Van Straten Leonardo Lamartine Ricardo José Alves

Conselho Fiscal Fernando José Fernandes Junior, Delfino Golfeto e Luiz Filipe de Souza Sisson Conselho da ABF Artur Noemio Grynbaum, Luiz Henrique Oliveira do Amaral, Maria Cristina C. da Motta Franco, Ricardo Figueiredo Bomeny, Carlos Alberto Zilli, Claudio Miccieli, Marcelo Raposo Cherto e Juarez Leão

EDITORA RESPONSÁVEL Editora Lamonica Conectada Rua Sabará, 566 – 1º andar – cj 12 CEP: 01239-010 – São Paulo – SP Tel.: 55 (11) 3256-4696 Publisher José Lamônica - lamonica@editoralamonica.com.br Editora Andréa Cordioli (MTb: 31.865) andrea@libris.com.br/ andrea@editoralamonica.com.br Repórter colaborador Paulo Gratão - paulo@editoralamonica.com.br Diagramação Marcelo Amaral - marcelo@ditoralamonica.com.br

Parceria:

Comercial Thais Andrade - 11 99115-3339 - thais@editoralamonica.com.br Bruna Ribeiro - 11 98568-2920 - bruna@editoralamonica.com.br Luzia Rodrigues - 11 97014-2726 - luzia@editoralamonica.com.br Mislene Guedes - 11 9757-1633 - mislene@editoralamonica.com.br Logística e Mercado Thais Guardacioni - thaisg@editoralamonica.com.br Mônica Cavalcante - monica@editoralamonica.com.br Administração e Financeiro Silvia Medeiros - silvia@editoralamonica.com.br Plataforma digital issuu.com/lamonicaconectada Impressão Forma Certa

NAS VERSÕES: IMPRESSO § WEB § TABLET § SMARTPHONE WWW.FRANQUIAENEGOCIOS.COM.BR BAIXE O APLICATIVO EM SEU TABLET OU SMARTPHONE

18

Revista Franquia & Negócios ABF


C A R TA D O P R E S I D E N T E

#Empreendedorismo #Gestão #Transparência Compartilhe este conteúdo

Sobre negócios, franchising e inspiração Foto: Keiny Andrade

D

e um lado, uma pesquisa da Fundação Estudar revela que 69% dos jovens entre 18 e 34 anos desejam empreender. De outro, uma projeção do IBGE aponta que, em 20 anos, nosso País terá mais idosos do que crianças. Entre ambos os públicos, redes de franquias enxergam oportunidades. Para atrair a atenção das novas gerações, marcas estão modificando sua comunicação. Já para atender o crescente público na maturidade, as redes estão se adequando e criando negócios voltados para ele. Veja nesta edição de Franquia & Negócios quais são essas mudanças, adequações e novos nichos adotados pelas redes. Nesses tempos em que tanto se fala sobre mudanças em nosso País, fomos ouvir Duília de Mello, considerada uma das “10 Mulheres que Mudam o Brasil”. Astrônoma e astrofísica reconhecida internacionalmente, Duília é vicereitora da Catholyc University em Washington e colaboradora da NASA Goddard Space Flight Center, nos Estados Unidos. Como uma empreendedora da ciência, essa cientista brasileira nos inspira. Saiba mais sobre o que ela pensa na entrevista exclusiva que Duília nos concedeu. A era digital está introduzindo novos conceitos no mercado de franquias, como é o caso das redes que já utilizam bitcoin, uma moeda virtual, em suas transações. Outro exemplo são as empresas que já utilizam drones em suas estratégias. Vamos saber em detalhes o que os responsáveis por essas iniciativas nos dizem. Outro tema importantíssimo desta edição especial: as empresas têm menos de 18 meses para se adequar à nova Lei Geral de Proteção

de Dados (LGPD), e as franquias também deverão ficar atentas para não incorrer em multa, que pode chegar a 5% do faturamento bruto. Veja as regras na reportagem de Legislação! Ainda na seara da gestão, mas do ponto de vista interno, publicamos como encarte desta edição o Relatório de Gestão ABF 2017-2018. Trata-se de um importante registro do trabalho desenvolvido pela atual diretoria da entidade nesse período e, de maneira transparente, também uma forma de prestarmos contas das nossas ações. Leia, aproveite ao máximo esse conteúdo, inspirese e motive-se com o franchising para seguir em frente, fazendo bons negócios. Um forte abraço, Altino Cristofoletti Junior, presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF)

Outubro e novembro de 2018

19


SUMÁRIO

Veja nesta edição

ial Edição espec o ri com o Relató B A F de Gestão da 2017 / 2018

32

EMPRENDEDORISMO

Foto: Divulgação

Levantamento da Fundação Estudar identificou que 69% dos jovens entre 18 e 34 anos querem empreender. Como as redes vêm mudando a comunicação para alcançar os jovens investidores?

36

MERCADO

29

38

Ela é considerada uma das “10 mulheres que mudam o Brasil”: Duília de Mello, vice-reitora da Catholic University em Washington e colaboradora da NASA Goddard Space Flight Center

Como a Lei Geral de Proteção de Dados influencia o franchising? Como as empresas devem ser portar a partir de agora e de que forma podem conhecer melhor o consumidor?

ENTREVISTA

20

Revista Franquia & Negócios ABF

Bitcoin no franchising: quem já está aceitando a moeda virtual como pagamento? Quais são as vantagens e as desvantagens e como os franqueados encaram a transação?

LEGISLAÇÃO

E MAIS: 21 | Na Mira do Franchising 41 | Aspectos Legais do Franchising


NA MIRA DO FRANCHISING Por Andréa Cordioli (envie sugestões para andrea@editoralamonica.com.br)

Compartilhe este conteúdo

As notícias mais quentes do mercado

Foto: Divulgação

Mais de 900 pessoas compareceram ao 8º Congresso Internacional da Fisk, em julho. O evento marcou a celebração dos 60 anos de fundação da empresa, relembrando o passado, mas com um olhar no futuro. Uma das atrações do evento foi o Túnel do Tempo, que contou a história da marca e também de seu fundador, Mr. Richard Hugh Fisk, em números e memórias. “Temos a vantagem de poder aproveitar toda a experiência de seis décadas de mercado e ter bastante energia para continuarmos sendo empreendedores e competindo”, disse o CEO da rede, Bruno Caravati, durante sua palestra.

Foto: Esthefano Carletti

FISK CELEBRA 60 ANOS DE HISTÓRIA

CENTRO BRITÂNICO COMEÇA A FRANQUEAR ESCOLAS REGULARES Escolas de ensino regular são o novo alvo da rede Centro Britânico. A proposta do School in School (escola dentro da escola) é otimizar espaço, aumentar o tíquete médio e entregar facilidade financeira e logística para os pais. O modelo já representa 15% do total de alunos da rede, em duas escolas: Caieiras (SP) e Curitiba (PR). De acordo com a marca, nesse modelo as margens passam de 60%. Até o final do ano devem ser inauguradas mais oito unidades. “Sabemos que as escolas têm enfrentado problemas por conta da crise, da diminuição de natalidade e da exigência cada vez maior dos pais para receber serviços de alta qualidade a um preço que caiba no bolso”, explica o CEO da marca, Bruno Gagliardi.

REDE 10 PASTÉIS COMEMORA 22 ANOS E MIRA INTERNACIONALIZAÇÃO A marca paranaense comemora mais de duas décadas de vida e, neste ano, foca sua expansão no modelo store in store (dentro de outras lojas). Grandes redes como Havan, Grupo Pão de Açúcar e Extra têm recebido franquias da marca. Além disso, a 10 Pastéis já tem negociado a internacionalização de unidades para o Canadá e Qatar (sede da Copa do Mundo da Fifa 2022). Outubro e novembro de 2018

21


NA MIRA DO FRANCHISING

Fotos: Divulgação

Por Andréa Cordioli (envie sugestões para andrea@editoralamonica.com.br)

THE BODY SHOP INAUGURA NOVO CONCEITO DE LOJA O Shopping JK Iguatemi, em São Paulo, recebeu a nova loja conceito da The Body Shop, que traz referências da natureza e do programa Community Trade global da marca, que consiste na compra de acessórios e ingredientes naturais de mais de 28 pequenas comunidades em todo mundo, inclusive no Brasil. “É um espaço repleto de oportunidades e descobertas, onde damos vida a nossos produtos icônicos através de experiências sensoriais, além de trazermos referências sobre o nosso programa de comércio com comunidades, nossos valores e nossas histórias únicas”, explica a diretora de Marketing da The Body Shop no Brasil, Karina Meyer.

CHEF PADRE EVANDRO CRIA PRATO PARA O MONTANA GRILL O Montana Grill ganhou um prato exclusivo, composto por arroz biro-biro e bife ancho, criado pelo chef padre Evandro, um dos participantes do reality show de culinária Masterchef, da TV Bandeirantes, que conquistou diversos fãs durante a sua passagem pelo programa. O prato será vendido a partir de R$ 27,90 e estará disponível até 15 de outubro. “O ancho é uma carne de excelente qualidade, com uma textura muito saborosa. O arroz biro-biro tem uma presença de sabores muito marcantes, que combina com a carne”, explica o criador do prato.

BANNEG OFERECE CURSOS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Com o objetivo de ajudar os franqueados e colaboradores a controlar suas finanças e a investir de forma saudável, a Banneg – Banco de Negócios colocou um curso de Educação Financeira dentro da plataforma on-line Academia Banneg. Os módulos falam de orçamento familiar, valor do dinheiro, como administrar prestações, crédito e perigos do endividamento. A previsão é qualificar 200 pessoas ainda neste segundo semestre. “As aulas têm duração, em média, de 45 a 60 minutos e os colaboradores, parceiros de negócios e franqueados não pagam nada por esses acessos”, explica o diretor-executivo da marca, Carlos Alexandre Gomes.

22

Revista Franquia & Negócios ABF


Fotos: Divulgação

MANIA DE CHURRASCO ANUNCIA PROGRAMA DE FIDELIDADE Para participar do programa de fidelidade da Mania de Churrasco, o consumidor deve informar o número do celular ao realizar o pedido e finalizar o cadastro por um link, que será informado pelo funcionário. A partir daí, a cada R$ 15 consumidos, o cliente ganha um ponto e pode acumular para trocar por pratos ou bebidas. O programa será válido inicialmente nas unidades da marca na região da Grande São Paulo e nas lojas do estado do Rio de Janeiro.

NÃO+PELO ABRE LOJAS EM SÃO PAULO A rede multinacional Não+Pelo acaba de inaugurar uma franquia em Mauá, na Grande São Paulo. Mesmo com uma meta de abrir unidades em cidades com até 100 mil habitantes, os próximos meses devem ser focados em mais duas inaugurações na região. A marca abrirá as portas nos bairros Jabaquara e Praça da Árvore, ambos na zona Sul da capital paulista.

CIELO APRESENTA NOVA TECNOLOGIA PARA TRANSAÇÕES A Cielo é a primeira empresa a oferecer uma solução baseada nos protocolos 3DS 2.0, o novo padrão mundial de autenticação nas transações. A novidade é capaz de autenticar uma transação de forma impercebível, sem a intervenção do cliente. Para as transações que demandarem autenticação, o processo pode ser realizado na modalidade conhecida como “dois fatores”, com a validação ocorrendo via biometria, envio de código via SMS, reconhecimento de voz ou facial. “O processo anterior era burocrático e com muitas barreiras, com baixa conversão e alto índice de desistência dos consumidores. Graças às facilidades trazidas pelo 3DS 2.0, a tendência é que esse cenário mude já que ele foca no que mais importa no mercado de e-commerce: a experiência do cliente, o que aumenta a conversão”, afirma o diretor de E-commerce e Canais Digitais da Cielo, Rogério Signorini.

FINI FECHA PARCERIA COM ULTRAGAZ Clientes da Ultragaz que compraram botijão de gás de 13kg em setembro ganharam de presente um pacote de 15g de balas Fini em formato de botijões azuis. O objetivo, segundo a marca, era aumentar a visibilidade do produto e “promover o encontro e de duas importantes marcas que conquistam os domicílios brasileiros”.

Outubro e novembro de 2018

23


NA MIRA DO FRANCHISING Por Andréa Cordioli (envie sugestões para andrea@editoralamonica.com.br)

Fotos: Divulgação

CACAU SHOW ABRE MEGA STORE EM SHOPPING PAULISTA No final de agosto, a Cacau Show abriu as portas da maior loja de shopping da América Latina focada em chocolates finos. A operação fica no Morumbi Shopping, em São Paulo, e ocupa 450 metros quadrados. Dentro do espaço há a Cafeteria Cacau Show, com lanches especiais; a Bean to Bar, onde os consumidores podem acompanhar o processo de torra e drageamento do cacau; e o Cacau Lab, que proporciona uma imersão no mundo da empresa, com programações para adultos e crianças. “Essa será mais uma experiência incrível, por meio de nossos produtos e serviços especialmente desenhados para encantar todos os públicos”, afirma o presidente e fundador da Cacau Show, Alexandre Costa.

MUNDO VERDE CHEGA AO METRÔ DO RIO DE JANEIRO A estação Carioca, no Largo da Carioca, no Centro do Rio de Janeiro, recebeu o primeiro quiosque Mundo Verde da cidade e a primeira unidade da marca instalada em uma estação de metrô. O advogado Gustavo Madureira Fonseca e o economista Bruno Bravo, agora também empresários, são os franqueados da unidade. “Cerca de 150 mil pessoas circulam pela estação todos os dias e, poder oferecer a elas opções saudáveis e práticas para se alimentar, certamente será um diferencial”, afirma Fonseca.

JIN JIN INAUGURA A PRIMEIRA LOJA NO RIO DE JANEIRO A rede de culinária asiática do Grupo Halipar abriu a sua primeira loja no Estado do Rio de Janeiro, em agosto. O restaurante está no Shopping Partage, em São Gonçalo, segunda cidade mais populosa do Rio de Janeiro, e compõe o plano de expansão da marca na região Sudeste. O plano é crescer 10% ainda em 2018. “Após um estudo de campo, vimos uma oportunidade nesse shopping que possui uma alta circulação local, gerando uma visibilidade maior para a nossa marca”, afirma o diretor de Comunicação e Marketing do Grupo Halipar, Christiano Evers.

24

Revista Franquia & Negócios ABF


Fotos: Divulgação

XUXA LEVA CLÍNICA DA ESPAÇOLASER PARA A ARGENTINA Buenos Aires, capital da Argentina, recebeu a primeira unidade internacional da Espaçolaser, franquia de depilação a laser de Xuxa, em sociedade com o grupo SMZTO. O nome da marca no outro país será Definit. A apresentadora esteve presente na inauguração da unidade, que recebeu investimento de US$ 2 milhões, e anunciou a expectativa de abrir mais 90 clínicas nos próximos cinco anos em toda a América Latina. O próximo país a receber uma clínica Definit é o Uruguai.

VIVENDA DO CAMARÃO AMPLIA PRESENÇA EM AEROPORTOS Em agosto, a Vivenda do Camarão abriu a sua terceira loja em aeroporto. Dessa vez, foi no Terminal 2 do Aeroporto Internacional Tom Jobim (RJ). As outras duas lojas estão em Guarulhos (SP) e no Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza (CE). Essa é a 15ª unidade da marca na cidade do Rio de Janeiro.

GRUPO SD EXPANDE ATUAÇÃO COM LOJAS EM TRÊS CIDADES

TERRA MADRE AGORA TEM LOJA NO ESPÍRITO SANTO A meta da marca de orgânicos Terra Madre é chegar a 25 unidades até o fim do ano. Para isso, aposta forte na expansão e acaba de inaugurar mais uma loja no Espírito Santo, na cidade de Vila Velha. “Estamos contentes e realizados em fincar a nossa bandeira em mais um estado brasileiro. Com isso, estamos conseguindo cumprir a nossa meta de crescimento e seguindo, à risca, nosso plano estratégico de expansão”, comemora a sóciafundadora da marca, Leila Oda.

São Paulo, Rio de Janeiro e Manaus são as novas praças de atuação do Grupo SD, que detém a marca Sobrancelhas Design. Em São Paulo são duas: uma na região central de Itapecerica da Serra e, outra, no bairro Vila Mascote, na zona Sul. Já no Rio de Janeiro, a nova loja Sobrancelhas Design chega no Carioca Shopping, localizado na zona Norte da capital fluminense. Manaus também ganha reforço da marca com unidade no Shopping Ponta Negra. Com isso, a rede soma 480 lojas no Brasil, Estados Unidos e América Central. “Os shoppings centers fecharam 2017 com bons números e têm uma projeção ainda melhor para este ano. Por isso estão sempre entre os nossos principais alvos da rede”, explica o vicepresidente do Grupo, Alisson Ramalho.

Outubro e novembro de 2018

25


NA MIRA DO FRANCHISING

PITICAS PARTE PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO AINDA EM 2018

Fotos: Divulgação

Por Andréa Cordioli (envie sugestões para andrea@editoralamonica.com.br)

Até o fim de 2018, a Piticas dará o seu primeiro passo internacional. Atualmente, a marca possui 304 pontos de venda no Brasil, sendo 281 quiosques e 23 lojas, e planeja inaugurar mais 100 unidades neste ano. Até 2019, o objetivo é abrir dez lojas ou quiosques em outros países, principalmente Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Estados Unidos e Portugal, chegando a 50 até 2020, e totalizando 600 pontos abertos no território brasileiro e no exterior. “O mercado de fãs no Brasil cresceu nos últimos anos e deixou de ser um nicho. Os consumidores não são divididos por sexo ou faixa etária. Os nossos produtos agradam homens e mulheres, crianças e idosos”, comenta o sócio-fundador da Piticas, Felipe Rossetti.

ZONA DA MATA MINEIRA RECEBE UNIDADE DA ACQIO A franquia especializada em maquininhas de cartão, Acqio, acaba de inaugurar uma unidade na Zona da Mata mineira, em Minas Gerais. “O principal fator foi a proximidade com a nossa franquia de Governador Valadares que obteve muito sucesso desde a sua implantação”, explica o diretor de expansão da marca, Antônio Brizotti Junior. De acordo com a marca, a prospecção da área surgiu após o início da expansão na região Norte do País.

26

SORRIDENTS INAUGURA QUATRO UNIDADES EM SÃO PAULO

IGUI INICIA OPERAÇÃO NA AUSTRÁLIA COM CINCO LOJAS

A rede de clínicas odontológicas Sorridentes inaugurou quatro clínicas em São Paulo, nos bairros de Santana, Moema, Largo do Socorro e Tiradentes. Com as inaugurações das quatro unidades, a rede alcança o número de 250 franquias presentes em 15 estados do País. Somente no Estado de São Paulo, a rede já contabiliza 147 clínicas franqueadas.

As lojas estão localizadas nas cidades de Adelaide, Brisbane, Kingswood, Melbourne e Perth e são comandadas pelos quatro filhos do franqueado Michael Chapman. O empreendedor conheceu a marca brasileira na maior feira de piscinas dos Estados Unidos, Pool Spa Patio, em Las Vegas, em novembro do ano passado. “O mercado de piscinas da Austrália é bastante tradicional e estratégico para a iGUi. Conseguimos ingressar nele pelos diferenciais que a iGUi oferece: inovação, qualidade em produtos e serviços, credibilidade, confiabilidade, suporte ao franqueado e uma ótima relação custo-benefício tanto para o franqueado como para o cliente”, afirma o fundador e CEO da iGUi, Filipe Sisson.

Revista Franquia & Negócios ABF


QUEM INVESTE

REI DO MATE INAUGURA MAIS UMA LOJA NO RIO DE JANEIRO A nova loja carioca do Rei do Mate foi aberta no Shopping UnigranRio, em Duque de Caxias, sendo a sexta na cidade. O Rio de Janeiro é o segundo Estado com mais lojas do Rei do Mate no Brasil – das 320 lojas da rede, mas de 120 estão no Estado carioca. Isso confirma o plano de expansão da empresa de aumentar a presença na região ainda em 2018.

ESTUDO SOBRE MÍDIAS DIGITAIS E FRANQUIAS Estudo sobre mídias digitais e franquias realizado pela MD | Make a Difference apontou que 93% dos franqueados mantêm uma página da franquia no Facebook e 84,5% no Instagram, 71% não aprovam com o franqueador ou aprovam somente às vezes o conteúdo que será publicado nas redes sociais e 19% utilizam agência externa para cuidar de suas redes sociais. O levantamento, realizado entre os meses de julho e setembro, consultou 390 franqueados e multifranqueados de mais de dez marcas. Segundo a agência, a pesquisa demonstrou, entre outras coisas, que os franqueados querem muito conteúdo produzido pelo franqueador, que a criação de conteúdo pelo franqueador diminui a incidência do mau uso das redes sociais e que o grande desafio das marcas é monitorar as páginas dos franqueados

5ÀSEC CELEBRA 50 ANOS COM CAMPANHA PROMOCIONAL Até 15 de dezembro, a 5àsec irá premiar 50 clientes com um ano de lavanderia grátis, limitado ao valor de R$ 1,8 mil. A ação faz parte da campanha “50 anos, 50 prêmios”, que celebra o meio século de atuação da marca em 32 países. Para concorrer, o cliente deve cadastrar seu código promocional – conquistado a cada R$ 90 em compras – no hotsite da campanha. Após finalizar o cadastro, será gerado um Número da Sorte, com o qual o consumidor concorrerá por meio da Loteria Federal. Para concorrer ao prêmio, o cadastro do cupom promocional deve ser feito dentro do mês vigente ao respectivo sorteio. “Nossa campanha promocional de aniversário realiza uma ponte com a institucional ‘Liberte-se’, aumentando os esforços de comunicação e trabalhando o conceito do washing out, ou seja, trazer as roupas para as unidades da rede espalhadas em todo o território brasileiro é a proposta para trabalharmos o reposicionamento de marca”, afirma o gerente Nacional de Marketing e Comunicação da rede, Rafael Palucci. www.5asec.com.br/50anos

C ON F I A

Seja um o d a e u q n a r f BAIXO INVESTIMENTO COM ALTA RENTABILIDADE Custo operacional baixo e serviços com alto valor agregado

NÃO TEMOS ESTOQUE Sem necessidade de estoque

FÁCIL ADMINISTRAÇÃO Estrutura enxuta e operação simplificada

APOIO COMERCIAL E MARKETING Consultoria de campo e marketing agressivo focado em resultados

CAPACITAÇÃO Universidade Arranjos Express

SEJA UM FRANQUEADO franquias@arranjosexpress.com.br

11 3842-0211

www.arranjosexpress.com.br


NA MIRA DO FRANCHISING Por Andréa Cordioli (envie sugestões para andrea@editoralamonica.com.br)

A rede Megamatte apresentou um novo modelo de container sem necessidade de apoio. O franqueado não precisa mais de dois espaços para manter a franquia em pé, segundo a marca. Além de exigir um investimento menor, o novo modelo possui uma estrutura sustentável, reduzindo em 90% os resíduos de uma construção convencional, como cimento, areia, cal e tijolos. Com a iniciativa, a rede também diminui o deslocamento da equipe de um ponto para o outro, já que tudo estará concentrado em um único ambiente. “Todas essas ideias inovadoras só foram possíveis, porque temos equipes de arquitetura e de instalações, integradas e empenhadas com total sinergia, na execução e no sucesso deste novo projeto”, comenta o CEO da rede Megamatte, Julio Monteiro.

SIGBOL FASHION ABRE FORMAÇÃO PARA CONTRATAR PROFESSORES Em setembro, a Sigbol Fashion iniciou o curso Formação de Professores, com a meta de formar profissionais para a área. A capacitação é dividida em 30 módulos, com duração total de 60 horas. Ao concluir a formação, o aluno estará apto a dar aulas e poderá ser encaminhado para possíveis vagas nas unidades da Sigbol, ou ainda, investir no próprio negócio. O conteúdo do curso vai focar nas técnicas de modelagem e práticas da atividade, além de ensinar noções básicas de atendimento aos alunos, organização em sala, preenchimento de relatórios e manuseio do sistema utilizado para controle de aulas. O investimento varia de acordo com o plano escolhido, e custa a partir R$ 389 por mês. A estimativa da rede é gerar mais 30 vagas até o final deste ano.

ENCONTRE SUA VIAGEM APOSTA EM LOJAS FÍSICAS Com mais de 500 unidades home based pelo Brasil, a Encontre Sua Viagem dá um novo passo para fortalecer sua expansão: lojas físicas. A projeção da marca é abrir 50 unidades ainda em 2018, sendo 15% no novo formato. “Trata-se de um modelo que necessita de uma estrutura maior, com investimento também maior, porém que apresenta mais segurança, já que o cliente pode conhecer de perto as instalações da empresa”, explica o diretor-executivo da marca, Henrique Mol. O investimento no modelo será de R$ 40 mil e as praças de atuação serão cidades acima de 20 mil habitantes.

28

Revista Franquia & Negócios ABF

Fotos: Divulgação

MEGAMATTE CRIA MODELO DE LOJA CONTAINER


E N T R E V I S TA

#NASA #Ciências #Negócios

Escrito nas estrelas LEVADA POR SUA CURIOSIDADE, A BRASILEIRA DUÍLIA DE MELO SE TORNOU COLABORADORA DA NASA E VICE-REITORA DE UMA UNIVERSIDADE NORTE-AMERICANA

H

“ENTENDER O UNIVERSO É ENTENDER COMO NÓS CHEGAMOS AQUI. É MUITO IMPORTANTE DEIXAR OS JOVENS INTRIGADOS, PARA QUE ELES PROCUREM AS INFORMAÇÕES QUE HOJE ESTÃO DISPONÍVEIS NA INTERNET”

Foto: Divulgação

á 15 anos, a cientista brasileira Duília de Melo quebrou barreiras e se tornou uma das colaboradoras da NASA Goddart Space Flight Center. Ela é especialista em imagens das profundezas do Universo, captadas pelo telescópio Hubble, e vice-reitoria da Catholic University, em Washington (DC). Duília é formada pela Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). A pesquisadora registrou sua história no livro Vivendo nas Estrelas (Panda Books). A curiosidade foi o que levou Duília a trilhar o caminho da astronomia. A falta de respostas aos seus questionamentos a fez buscar conhecimento e chegar, literalmente, às estrelas. Hoje, no papel de educadora, ela acredita que a grande missão é ensinar ao jovem como procurar pelas informações, que já estão todas disponíveis. No entanto, ainda há um grande desconhecimento sobre a ciência na sociedade. Duília também fala sobre como trazer as metodologias de pesquisa científica para o dia a dia

Compartilhe este conteúdo

dos negócios e de que forma as soluções criadas pela NASA afetam a rotina de pessoas comuns. Confira os principais trechos da conversa a seguir: Como você avalia a disseminação de informações sobre astronomia atualmente? Mesmo escassa, hoje em dia é bem melhor do que no passado, pois com a internet o acesso a informação é fácil, só não sabe quem não quer saber. Às vezes, a pessoa não tem a curiosidade de aprender e o trabalho que eu faço de divulgação é justamente dar ao jovem a curiosidade para que ele consiga entender melhor as nossas origens. Entender o Universo é entender como nós chegamos aqui. É muito importante deixar os jovens intrigados, para que eles procurem as informações que hoje estão disponíveis na internet. Quais foram as barreiras que enfrentou para chegar onde está hoje? Eu fiz Astronomia porque queria entender o Universo. Eu fazia perguntas e ninguém sabia as respostas, nem os professores, não era parte do currículo. Era tudo muito intrigante e frustrante. Eu não tinha as respostas que eu queria sobre o início Outubro e novembro de 2018

29


E N T R E V I S TA

#NASA #Ciências #Negócios do Universo, sobre como era a nossa própria galáxia. Com a falta da internet, eram só livros, enciclopédia, mas sempre muito limitado, até porque essa área muda muito. Eu ficava muito interessada nas missões da NASA, de como chegavam aqui as imagens de satélites que estavam viajando pelo sistema solar e aí eu decidi que ia fazer isso. Que ia estudar o Universo e ser astrônoma. Então foi a curiosidade que a levou para esse caminho? Eu ainda me pergunto se hoje, se eu fosse criança, eu escolheria ser astrônoma. Porque foi a minha curiosidade, atrelada à falta de informação, que me levou por esse caminho. Hoje em dia, acho que seria uma criança bem diferente das que eu conheço. Eu procuraria as informações sobre as minhas dúvidas, o Google seria o meu melhor amigo. Eu não sei se já teria satisfeito a minha curiosidade ou iniciado uma grande viagem, que foi o que eu fiz. Seria até difícil de dizer. É importante valorizar o jovem com a curiosidade. É o perfil de cientista. Toda criança é curiosa, mas aquela que mantém isso a ponto de ser diferente dos amiguinhos mostra que tem o talento para a ciência. Para ser cientista, tem que ter talento, não é qualquer um que pode ser. E o talento envolve ter essa curiosidade e gostar de áreas tecnológicas e Ciência. A falta de informação seria uma falta de preocupação em traduzir as informações para a sociedade? A preocupação existe, mas os cientistas acabam não conseguindo fazer. É muito difícil traduzir conceitos complexos

30

Revista Franquia & Negócios ABF

em uma linguagem simples. Tem que pensar muito para ver quais os detalhes que vai tirar daquele seu trabalho, que você demorou tanto tempo para fazer, para ser uma coisa bem genérica e de fácil entendimento para a pessoa que não é da área. Não é todo mundo que consegue fazer isso. É muito difícil sair do jargão e traduzir para uma linguagem simples. Acho que o cientista sabe da importância disso, mas não toma a iniciativa de fazer. Espero que es-

“INFORME-SE SOBRE O QUE ESTÁ ACONTECENDO NOS LABORATÓRIOS E TENTE APLICAR NA EMPRESA. NOS ESTADOS UNIDOS, ISSO É ATÉ CORRIQUEIRO. UMA DAS ÁREAS MAIS IMPORTANTES ATUALMENTE É A MINERAÇÃO DE DADOS”

teja “caindo a ficha” dos cientistas de que, cada vez mais, é necessário fazer a divulgação cientifica. O modelo norte-americano é o ideal? Nos Estados Unidos isso se faz muito bem, mas lá o que comanda é o dinheiro, é o berço do capitalismo. O americano faz a divulgação porque precisa justificar todo o dinheiro que é investido na Ciência. O dinheiro é de imposto, então é quase uma prestação de contas para a sociedade. No Brasil, isso ainda não começou a ser visto como importante. A Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) é preocupada com isso e está tentando fazer. O problema é que o cientista é muito ocupado, não consegue dividir o tempo para divulgar. Além disso, existe um grande preconceito com o cientista que faz divulgação. Esse é um problema terrível. O cientista que “perde tempo” por fazer divulgação é malvisto pelos colegas e isso tem que mudar. Tem que fazer parte da carreira de todos e quem faz deveria ganhar bônus por reconhecimento. Trazendo para a nossa realidade, é possível aplicar pesquisa cientifica às empresas? Muitos cientistas são empreendedores e fazem spin-offs de ciência pura para depois chegar à sociedade. Eu acredito muito que é cada vez mais importante aproximar a indústria da sociedade. No Brasil, nós não temos tradição de fazer pesquisa aplicada na indústria e fazemos pouco; deveríamos fazer mais. A aproximação da indústria à universidade é o que pode ser uma combinação


ideal. Eu vejo com bons olhos que o jovem seja mais empreendedor do que quando eu era jovem. Ele começa a ver a importância disso. Até porque os instrumentos que a gente usa no dia a dia, como o celular, torna tudo muito acessível. Eles começam a ter ideias com essa acessibilidade. Com um pouquinho de inovação, é possível aplicar na sociedade um trabalho científico muito específico. Você tem exemplos práticos de como isso seria possível? Eu trabalho com o telescópio espacial Hubble. Durante os anos 1990, a câmera era a mais poderosa já construída e, hoje em dia, a temos nos nossos smartphones. Um passo foi dado para trazer isso à sociedade. Uma área que se beneficia tremendamente é a Medicina. O avanço só acontece porque tem esse investimento na indústria, na ciência aplicada e o Hubble contribuiu para isso também. Temos grandes detectores que são utilizados para estudar furacão ou fazer Raio-X. A patente do Raio-X do aeroporto é de um astrônomo. Ele foi a primeira pessoa a ter a ideia de como tirar radiografia do espaço. Não recebemos as ondas na Terra, porque a atmosfera bloqueia, mas teria que mandar um satélite e detectar o Raio-X. Ele desenvolveu isso e depois aplicou nas máquinas de aeroportos. Existe toda uma história de inovação saindo do laboratório específico das universidades, dos departamentos e indo para a indústria. A pesquisa científica pode ser usada para melhorar a gestão das empresas? No dia a dia? Hoje usamos muito os aplicativos. Para ter uma sacada de qual vai revolucionar o seu negócio, é preciso ingenuidade e criatividade, os dois juntos. Leia sempre muito o que está acontecendo em Ciências e pode ter essas sacadas que vão ajudar na gestão do negócio. Informe-se sobre o que está acontecendo nos laboratórios e tente aplicar na empresa. Nos Estados Unidos, isso é até corriqueiro. Uma das áreas mais importantes atualmente é a mineração de dados. É preciso ter outras ferramentas que ajudem a ler e a interpretar as milhares de informações. Vai olhar como a NASA faz, como os físicos estão fazendo. Geramos terabytes de dados em segundos, como o cientista lida com isso? Como ele gerencia esses dados? É importante não tentar reinventar a roda. Se ela já foi inventada, basta aprimorar. Procure saber como encontramos soluções para a nossa área e se inspire para trazer aquilo para o seu negócio. Como você vê a nova geração de estudantes? Consegue enxergar um pouco de si neles? Eles são tão acostumados com internet e isso faz com que sejam um pouco vulneráveis. As Fake News (notícias falsas) são produto disso. Eu passo boa parte do meu tempo tentando explicar que eles precisam checar as fontes e que nem tudo na internet é necessariamente verdade. Esse é um dos problemas atuais da sociedade. Eles não conseguem filtrar bem e isso me assusta. Eu vejo um jovem de 20 anos com acesso a um mundo de informação e não sabe filtrar o que tem validade e o que é falso. Isso é um problema sério e me faz questionar como nós falhamos na educação desse jovem.


EMPREENDEDORISMO #Jovens #Gestão #Consumo Compartilhe este conteúdo

A reinvenção do

franchising

NOVOS MODELOS DE NEGÓCIOS, JOVENS EMPREENDEDORES E COMPARTILHAMENTO TÊM IMPULSIONADO A GUINADA NO SETOR DE FRANQUIAS

32

Revista Franquia & Negócios ABF

Foto: Divulgação

A

oportunidade de crescer levou as professoras de inglês Gislaine Dias e Denise Cabral, ambas com 28 anos, a largar as salas de aula e a procurar o próprio negócio. Hoje, elas são franqueadas da escola de idiomas InFlux English School. Dois anos após a abertura da primeira unidade em Sinop (MT), elas abriram outra escola em Sorriso, no mesmo Estado. Gislaine e Denise representam uma realidade cada vez mais presente no mercado brasileiro: o jovem tem visões mais ambiciosas para o próprio futuro e não tem disposição para se enquadrar nas normas convencionais. Cada vez mais, o cartão de ponto deixa de fazer parte da rotina do jovem trabalhador brasileiro. Home office, coworking, horários flexíveis e negócios digitais têm sido termos frequentes no

Gislaine Dias e Denise Cabral, franqueadas da escola de idiomas InFlux English School: trocaram a carteira de trabalho por negócio próprio


Foto: Divulgação

ambiente de trabalho e obrigado muitas empresas a reverem seus modelos tradicionais. Todos esses aspectos têm levado os jovens a novos caminhos iluminados pela luz do empreendedorismo. Estatisticamente, o dado foi recentemente levantado pela Fundação Estudar, que identificou vontade de abrir o próprio negócio em 69,8% dos jovens entre 18 e 24 anos. “Os resultados nos mostram que é essencial entender seus anseios, uma vez que isso afeta diretamente em fatores como retenção de talentos, turnover, engajamento e realização”, afirma o di-

Renato Ticoulat, CEO da JanPro no Brasil: marca permitiu que franqueados fossem alocados em coworking para diminuir custos

Empregados x Desempregados

retor executivo da Fundação Estudar, Tiago Mitraud.

A pesquisa da Fundação Estudar ouviu tanto jovens empregados (57%), quanto desempregados (43%) e obteve respostas sob pontos de vista diferentes. Confira:

EMPRESAS ATENTAS JÁ ESTÃO DE OLHO

Jovens não empregados 43% do total § 13% estão em busca de emprego há mais de um ano e, destes, 46,2% não foram chamados para nenhuma entrevista nesse período. § 29% não buscam oportunidade no momento. § Dos jovens que não estão trabalhando atualmente, 33,4% querem focar em seus estudos e 32,1% nunca trabalharam, porém estão em busca de uma oportunidade na empresa dos sonhos.

Foto: Vitória Greve

Jovens empregados § 57% do total § 59,4% não está mais no primeiro emprego. § 65,7% se consideram felizes no cargo atual. § 29,5% pretendem permanecer mais de dois anos na empresa. § 68% conseguem aplicar no trabalho o que aprendeu na Universidade. § 71,9% demoraram a encontrar emprego, pois sentiram pouca disponibilidade de vagas no mercado.

Nos últimos anos, as marcas de franquia têm passado por atualizações para comportar o novo perfil do empreendedor, na visão da sócia-diretora da Franchise Store, Filomena Garcia. “As redes preparadas estão

abertas para novas ideias e propostas e querem franqueados mais participativos, não só os que seguem estritamente as regras”, afirma. De acordo com ela, isso é mais visto onde há dirigentes atualizados com o perfil tanto do candidato à franquia, quanto do consumidor. Empresas mais dinâmicas, rápidas e flexíveis são resultado dessa visão. “As redes mais novas tendem a iniciar em um processo onde não dá para ser de outro jeito, mas isso está

Franqueados da Jan-Pro alocados em um coworking, em Salvador (BA): Laelson Júnior, Rodolfo Kobus, Maria Rebouças, Gleice e Fernanda Outubro e novembro de 2018

33


EMPREENDEDORISMO Foto: Douglas Luccena

“AS REDES PREPARADAS ESTÃO ABERTAS PARA NOVAS IDEIAS E

Foto: Paulo S.Matheus

#Jovens #Gestão #Consumo

PROPOSTAS E QUEREM FRANQUEADOS MAIS PARTICIPATIVOS, NÃO SÓ OS QUE SEGUEM ESTRITAMENTE AS REGRAS” Filomena Garcia, sóciadiretora da Franchise Store

ligado ao perfil dos empresários. Temos marcas centenárias que são modelos de sucesso. Fazem mudanças, estão ágeis e interessadas em ouvir”, explica.

REINVENÇÃO DO MODELO Pela primeira vez, a franquia norte-americana de limpeza Jan-Pro autorizou um franqueado brasileiro a abrir uma operação em um coworking. A ideia, segundo eles, é aproximar a marca das startups e do “público jovem”. A operação está em Salvador (BA) e tem como másterfranqueados jovens empreendedores, todos na casa dos 30 anos. De acordo com o CEO da Jan-Pro no Brasil, Renato Ticoulat, acompanhar essa evolução dos locais e

Saiba mais: Quando buscam por emprego, esses jovens querem ter a oportunidade de aprender coisas novas e desenvolver habilidades. Além disso, vislumbram crescimento, plano de carreira e querem que seu trabalho tenha impacto na sociedade.

34

Revista Franquia & Negócios ABF

clientes, dentro da rede, é um processo natural dos tempos modernos. “Somos uma empresa com muita experiência de mercado, tanto nacional, quanto internacional, porém temos uma visão empreendedora jovem e atenta às novas demandas e tecnologias. Avaliamos com cautela toda mudança”, explica.

GERAÇÃO Y E MILLENNIALS O novo modelo de expansão da Gigatron tem como público-alvo os jovens da Geração Y e os Millennials, de acordo com o diretor-executivo, Marcelo Salomão. Trata-se do Giga Drive, um serviço de armazenamento de arquivos em nuvem e que tem como foco principal pessoas jurídicas com alto volume de manuseio de documentos. A novidade desse modelo é que não se trata de uma franquia tradicional, é um formato “afiliado”. O negócio permite a ele duas possibilidades de renda: uma é com a assinatura de armazenamento de dados, e o outro é com a venda do serviço “digitalização dos arquivos”. Ou seja, o cliente tem a possibilidade de solicitar a digitalização de todos os seus documentos ao próprio afiliado, que cobra uma quantia por isso.

Daniel Guedes, CEO da SMZTO: grupo descentralizou a gestão das redes e aproximou franqueados das decisões estratégicas da empresa

“Esse novo modelo de negócio tem mais sentido para o jovem empreendedor pelo fato de não ter um alto compromisso e não ter a necessidade de ser 100% dedicado a ele. Um afiliado participa mensalmente da receita recorrente da ferramenta, além da possibilidade de gerar uma renda adicional através de serviços prestados no local para o cliente. Outro ponto interessante é que ele pode ser uma segunda fonte de renda pelo fato de não exigir exclusividade”, afirma Salomão.

CULTURA ORGANIZACIONAL DESCENTRALIZADA No início desse ano, a holding de franquias multissetoriais SMZTO buscou uma consultoria para ajudar a tornar a gestão da empresa menos descentralizada, de olho no novo cenário mais colaborativo do mercado


Foto: Divulgação

“NOSSO NOVO MODELO DE NEGÓCIO TEM MAIS SENTIDO PARA O JOVEM EMPREENDEDOR PELO FATO DE NÃO SER NECESSÁRIO SER 100% DEDICADO A ELE” Marcelo Salomão, diretorexecutivo da Gigatron: novo modelo de franquia visa dar “liberdade” para franqueado

de trabalho. A metodologia é denominada Open Franchise. “Para nós, é importante embarcar no início dessa jornada e aprendermos com essas organizações de crescimento exponencial. Buscamos com isso, tornar a nossa relação com franqueados ainda mais harmoniosa, de forma que todos possam contribuir com suas habilidades para o crescimento de cada rede”, conta o CEO da SMZTO, Guedes. As primeiras marcas da holding a aderirem ao processo foram a Casa X e a rede de restaurantes de inspiração francesa L’Entrecôte de Paris. “Os franqueados passam, de fato, a participar da gestão da rede

Empregados querem empreender: Um pouco mais de um terço (35,14%) dos jovens que estão empregados querem empreender, mas esperam uma melhora na economia. Outros 34,66% afirmaram que já estão dando os primeiros passos rumo ao negócio próprio.

e as decisões tomadas em conjunto tornam-se muito mais assertivas”, explica Guedes. O executivo explica que, no início, alguns franqueados ficaram receosos com a ideia, por medo de que a rede se tornasse uma estrutura sem regras e sem gestão. “Conforme as mudanças e os ganhos foram acontecendo, essa visão deixou de existir. As decisões são ainda mais assertivas, os serviços geram mais valor e há muito mais troca de experiências e de ideias com a participação de toda a rede na gestão”, afirma.

PAPEIS NÃO PODEM SE INVERTER Filomena acredita que o grande desafio da próxima década será manter uma cultura de cocriação sem perder a definição clara dos papéis de cada ator do processo. “A diferença vai ser o perfil do principal gestor. É preciso ter um líder aberto para ouvir a rede, mas que saiba a hora de dizer que não dá para atender todas as demandas e todas as ideias. O grande desafio é saber como aproveitar as melhores oportunidades sem soltar as rédeas do negócio”.

Ela sugere que as franquias mesclem as equipes com os mais variados perfis para conseguir ler com mais facilidade as demandas do mercado. Um time diverso consegue resultados melhores.

Emprego estável é opção da minoria

Somente 13,9% dos jovens empregados acreditam que a crise seja razão para procurar um emprego estável. 49,2% continuam pensando em empreender como alternativa de carreira. Mais da metade (53,51%) dos jovens empregados nunca trabalharam em empresas com possibilidade de intraempreendedorismo (executar projetos e soluções inovadoras na própria companhia). Outubro e novembro de 2018

35


MERCADO

#Bitcoin #Moeda eletrônica #Novos tempos Compartilhe este conteúdo

A criptografia acena no horizonte

N

o início desse ano, o e-commerce da loja de vestuário Reserva passou a aceitar Bitcoins. Na hora de finalizar o pagamento, o cliente pode escolher a moeda criptograda entre as opções e finalizar o pedido. A novidade mexeu com o varejo e despertou a questão: a moeda também poderá ser aceita no varejo físico? Especialistas e entusiastas das novas tendências já apostam que, em breve, a pergunta crédito ou débito receberá uma terceira opção: criptomoedas. “A ideia de aceitar Bitcoins como meio de pagamento já não é mais novidade no Brasil, apesar que, pouco tempo atrás, não era bem essa nossa realidade”, explica o diretor de Re-

36

Revista Franquia & Negócios ABF

Foto: Alexandre Takashi

BITCOIN E OUTRAS NOVAS MOEDAS COMEÇAM A TILINTAR NOS CAIXAS DO VAREJO. FRANQUIAS AINDA TATEIAM AMBIENTE, MAS TENDÊNCIA É CERTA

lações com Investidores da fintech especializada em criptomoedas Atlas Quantum, Bruno Peroni. Hoje, já é possível pagar uma consulta médica ou ir a restaurantes e sar a moeda virtual, mas o grande varejo ainda olha de soslaio para a tendência.

FÁCIL E SEGURO De acordo com Peroni, não é difícil encontrar empresas e startups que atuem com máquinas de cartão adaptadas, serviços de câmbio para pagamento, entre outras soluções. “No fundo, porém, aceitar Bitcoins como forma de pagamento é bem mais simples que isso. Primeiramente, é importante entender que a propriedade de Bitcoin e outras criptomoedas depen-

dem da criação de uma wallet, ou o que chamamos de carteira digital”, afirma. Com a wallet, qualquer pessoa que tenha acesso à internet consegue transferir Bitcoins, sem burocracia. “E para pagamentos internacionais, já se mostra uma opção melhor do que o merca-


Recentemente, foi divulgada uma notícia de que a rede de cafeterias Starbucks aceitaria Bitcoins em suas lojas. O boato foi desmentido pela rede, que afirmou a um veículo internacional estar trabalhando em uma tecnologia para conversão de criptomoedas em dinheiro de verdade.

do financeiro tradicional”, comenta. Peroni explica que o único risco ao qual os varejistas estão sujeitos, ao utilizarem o Bitcoin ou outras moedas criptografadas é a alta volatilidade. “Basta ter em mãos o endereço da wallet de seu cliente ou fornecedor, que a transação desejada pode ser realizada em pouco mais de dez minutos, de forma segura, inviolável e imutável”, comenta. Os certificados de segurança do Bitcoin são diferentes dos bancos tradicionais, mas nem por isso menos seguros, segundo o especialista. “No

lugar de um banco, o Bitcoin utiliza uma tecnologia baseada em protocolos de confiança e criptografia denominada blockchain, onde os próprios usuários validam as transações em um sistema baseado no consenso da rede”, explica.

FRANCHISING JÁ ESTUDA POSSIBILIDADE A rede UseOdonto já se prepara para começar a receber essa forma de pagamento. “Temos observado que é um mercado que cresce bastante fora do País. Dentro do grupo também trabalhamos com empresa de meio de pagamento e já estamos conversando a respeito disso”, explica o diretor de Expansão, Daniel Spezamiglio. Os desafios para colocar a ideia de pé são a integração dessa forma de pagamento com os tradicionais e a divulgação. “Ainda tem um mercado muito grande que não tem acesso a esse tipo de moeda. Esbarramos em um investimento que não terá retorno tão rápido”, afirma.

A expectativa da empresa é que o tema ganhe forma nos próximos dois ou três anos, nada antes disso. No entanto, Spezamiglio reconhece que o pioneirismo pode trazer vantagens. Por essa razão, já está com os estudos abertos em sua mesa. “A visibilidade como um negócio moderno e futurista será até melhor do que o retorno desse meio de pagamento”, aposta. Por enquanto, a marca tem trabalhado no lançamento de um cartão de crédito próprio, com foco nas classes C, D e E. Foto: Divulgação

Você Sabia?

Enquanto o Bitcoin ainda não chega às franquias, empresas próximas ao setor têm apostado na criação de moedas próprias, como forma de testar o terreno e a adaptação do consumidor. O Pier X, que é um espaço de gastronomia, comércio e lazer, inaugurado dentro do Shopping Iguatemi de Porto Alegre (RS), em novembro de 2017, fez uma parceria com a empresa Saque & Pague, que converte dinheiro tradicional em uma moeda própria por meio de uma máquina similar a um caixa eletrônico. “Não é Bitcoin, é um tipo de criptomoeda, mas não tem valorização de mercado”, explica Gustavo Schifino, um dos idealizadores do Pier X e também franqueador da marca Trópico. Por meio da máquina, o consumidor consegue depositar, sacar, utilizar e transferir o dinheiro. O controle é feito pelo aplicativo, criado pela empresa 4All. “Hoje, a única forma de pagamento dentro do Pier é com essa moeda”, afirma. Ele, no entanto, acredita que ainda não seja o momento de levar para lojas, pelo alto valor de investimento. “As vantagens são não ter que lidar com o dinheiro moeda, o que tem um grande apelo de higiene, de segurança, de redução de mão de obra e redução de inadimplência. Com essa tecnologia, cada um já recebe sua parte sem ter que cobrar do outro”, explica.

Foto: Divulgação

ENQUANTO NÃO TEM BITCOIN...

Outubro e novembro de 2018

37


LEGISLAÇÃO

#Regras #Cadastro #Consumidor

Compartilhe este conteúdo

Nova política de coleta de dados entra em vigor

38

Revista Franquia & Negócios ABF

E

m 14 de agosto, o presidente Michel Temer (MDB) sancionou a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), sob o número 13.709/2018, que influenciará diretamente a forma como qualquer empresa brasileira se comporta com dados de consumidores. Isso inclui as franquias. “É a primeira lei brasileira que especifica o que seriam os dados pessoais e vai impactar todos os negócios que coletem e manipulem essas informações”, explica a sócia do escri-

Foto: Divulgação

EMPRESAS TÊM MENOS DE 18 MESES PARA SE ADEQUAR. MULTA PODE CHEGAR A 5% DO FATURAMENTO BRUTO

tório Chiarottino e Nicoletti Advogados, Flávia Amaral.


Foto: Divulgação

A lei brasileira foi baseada na General Data Protection Regulation (GDPR), o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia, que entrou em vigor em maio deste ano.

Saiba mais: O que é a GDPR e como afeta o Brasil? A General Data Protection Regulation (GDPR) é a regulação da União Europeia que diz como as empresas devem coletar e tratar os dados dos usuários da região. Diversos serviços atualizaram as Políticas de Privacidade no primeiro semestre de 2018 e isso deve ter se refletido em sua caixa de e-mails. Empresas brasileiras que prestem serviços a indivíduos residentes na União Europeia devem assegurar a mesma segurança que as empresas sediadas por lá. Sendo passíveis de multa em caso de descumprimento.

ALÉM DOS DOCUMENTOS A lei brasileira considera não apenas documentos como dados pessoais, mas tudo o que possa identificar uma pessoa, além de conceitos sensíveis, como etnia, identidade de gênero, orientação sexual e opiniões religiosas e políticas. “Esses dados são resguardados pela lei e acabam tendo proteção maior porque não podem ser utilizados para tratar as pessoas de forma desigual”, explica Flávia. Com a nova regulamentação, as punições são mais agressivas para quem se recusar a cumprir. A regra se aplica a qualquer dado coletado, tanto na esfera virtual quanto na física. “Precisa dizer qual será a finalidade do dado, o que será feito com ele e não basta aqueles dizeres de ‘política de privacidade’, sem ligação com a realidade”, explica a especialista.

PUNIÇÃO MAIS RÍGIDA A LGPD direciona a responsabilidade do manuseio e o cuidado com os dados às organizações públicas e privadas. Dessa forma, o descumprimento pode acarretar em multas que partem de 2% do faturamento ou até R$ 50 milhões por infração, segundo o sócio-diretor da consultoria Deep Center, Gabriel Camargo. Na visão do especialista, o impacto dessa Lei na sociedade será como há muito não se vê. “Principalmente em uma era em que o Big Data, as mídias sociais e a inteligência artificial fazem parte do cotidiano de muitas das pessoas”, avalia.

CONSUMIDOR PODERÁ REMOVER DADOS Na prática, o consumidor deverá saber para quais fins aquele dado será coletado. Se a informação solicitada não tiver relação com o serviço prestado, ele deve saber em qual momento

a empresa pretende utilizar. Da mesma forma, ele pode exigir que as informações sejam modificadas ou apagadas pela empresa, a qualquer momento. “Vai ter que ser muito específico para explicar porque os dados fazem sentido. Qual a relevância? Quem são os fornecedores? Precisa começar a detalhar isso. Precisa obter o consentimento do titular dos dados. Todo mundo vai adequar suas políticas”, explica Flávia. Se o dado coletado não tiver relação com o serviço prestado, será considerada uma coleta indevida. “A empresa é obrigada a garantir a segurança dos dados contra vazamento, por exemplo, e terá que disponibilizar quando solicitado para autoridades governamentais”, comenta a especialista.

TEMPO PARA SE ADEQUAR JÁ ESTÁ CORRENDO As empresas têm 18 meses, a partir da aprovação, para se adequar à regulamentação. “Apesar do prazo

Corrida contra o tempo: como se adequar Os especialistas indicaram algumas perguntas que as empresas podem fazer a si mesmas e levantar os aspectos que serão necessários para se regularizar. Confira: 1. Faça uma revisão geral dos processos da empresa. Quais dados são coletados de consumidores e funcionários? 2. Para que esses dados são usados? 3. Quem protege esses dados atualmente? 4. As informações coletadas têm relevância para o negócio? 5. Os termos de Política e Privacidade da empresa estão adequados?

Outubro e novembro de 2018

39


LEGISLAÇÃO Foto: Divulgação

#Regras #Cadastro #Consumidor Panorama Atualmente, as leis vigentes que tratam sobre a coleta de dados de consumidores são: § Marco Civil da Internet (Lei nº 12.965) Sancionada com o objetivo de oferecer segurança aos usuários da internet, sejam consumidores, empresas ou representantes do Poder Público. § Lei Geral de Proteção de Dados (Lei nº 13.709) Redigida às pressas, com base no GDPR, para se adequar as normativas internacionais sobre coleta e tratamento de dados dos consumidores. Se aplica a todos os modelos de negócios existentes.

aparentemente extenso para as empresas se adaptarem, as regras criadas pela LGPD exigirão investimentos e treinamentos, portanto, é importante não deixar para a última hora”, aconselha Nari Lee Cerdeira, sócia do escritório Novoa Prado Consultoria Jurídica.

§ Resolução do Banco Central nº 4658 Dispõe sobre a política de segurança para contratação de serviços de processamento e armazenamento de dados, bem como de serviços de nuvem utilizados por instituições financeiras e demais entidades reguladas pelo BCB. Há, ainda, outras leis que também complementam a atual regulamentação e merecem atenção: § Lei Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR) § Código de Defesa do Consumidor (CDC) § Cadastro Positivo (Lei nº 12.414) § Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527)

Você ama educação infantil e quer investir em um sistema de ensino bilíngue criado especialmente para crianças brasileiras? Descubra o seu perfil de franquia: Para empreender

Para sua escola

Possibilidade de home office

Programa pedagógico exclusivo

Flexibilidade de horário

Diferencial em sua região

Área de atuação exclusiva

Ensino bilíngue para bebês a partir de 8 meses

learningfun.com.br

comercial@learningfun.com.br

21 2431-7711

ENSINO BILÍNGUE PARA CRIANÇAS BRASILEIRAS


ASPECTOS LEGAIS DO FRANCHISING #Terceirização #Trabalho #Varejo

A terceirização, a modernização das relações de trabalho e seus impactos no varejo Por Fernando Tardioli*

Compartilhe este conteúdo

tas amarras e restrições no modelo de contratação de profissionais, o que impactava, inclusive, seu desempenho no mercado. Com esta nova realidade, o País poderá atuar de maneira semelhante a outros

Vale esclarecer, porém, que não faz o menor sentido o discurso daqueles que alegam que a “terceirização tira o direito dos trabalhadores”. Esta forma moderna de contratação não viola a dignidade do trabalho e muito menos do trabalhador, eliminando seus direitos. A empresa terceirizada segue obrigada a respeitar a legislação e os direitos sociais de todos os trabalhadores, sejam eles funcionários diretos ou terceirizados. Caso não cumpra este dever, a contratante será responsável por este passivo – medida, inclusive, que exige o acompanhamento da tomadora da mão de obra, quanto ao cumprimento, pela empresa terceirizada, das obrigações trabalhistas e previdenciárias. A palavra de ordem que está por trás do reconhecimento da constitucionalidade da terceirização de atividades-fim é modernidade. E, claro, uma necessidade: o Brasil precisa, com urgência, encontrar caminhos para oferecer mais postos de trabalho.

FOTO: DIVULGAÇÃO

N

o final de agosto, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou constitucional a terceirização de atividades-fim das empresas, liberando a adoção dessa medida. Antes, isto não era permitido, na medida em que se admitia somente a terceirização de atividades-meio, ou seja, daquelas não relacionadas à finalidade principal da empresa tomadora da mão de obra. Assim, uma franquia que atua no segmento de moda, por exemplo, podia terceirizar o serviço de limpeza, mas os vendedores tinham de ser funcionários devidamente registrados pelo estabelecimento. A decisão do STF coroa o esforço de modernização das relações de trabalho no Brasil, iniciado com a Reforma Trabalhista. E, pensando especificamente no franchising, sem dúvida, trata-se de um fator decisivo para a geração de empregos. O Brasil tem no varejo uma das molas propulsoras de sua economia. No entanto, os empresários do setor tinham de lidar com mui-

países que também se destacam e se beneficiam pela força dos varejistas, tornando-se mais atrativo e competitivo.

*Fernando Tardioli é diretor Jurídico da Associação Brasileira de Franchising (ABF), do World Franchise Council (WFC), da Federação Ibero-Americana de Franquias (FIAF) e sócio do escritório Tardioli Lima Advogados

Outubro e novembro de 2018

41


PATROCINADORES DESTA EDIÇÃO


artmaker

acqio.com

A MÁQUINA DE CARTÃO

QUE TRABALHA POR VOCÊ Renda vitalícia

Baixo investimento

Retorno rápido

MUDE DE VIDA! SEJA UM FRANQUEADO ACQIO.

Suporte e orientação

Negócio com autonomia

A maior franquia de máquinas de cartão do mundo


Mais do que energia, entregamos soluçþes inovadoras e sustentåveis, sob medida para o seu negócio e com credibilidade consolidada no mundo inteiro.


51 3363.3333 comercial@airaz.com.br airaz.com.br

Bourbon São Paulo

Passamos 8 décadas gerando as melhores experiências de compra. Isso nos fez especialistas em espaços de venda. A AIRAZ ADMINISTRADORA é a divisão do Grupo Zaffari responsável pela gestão da rede Bourbon Shopping, Moinhos Shopping, CenterLar e das Galerias Comerciais junto aos supermercados e hipermercados Zaffari e Bourbon. Somos especializados na comercialização de lojas e quiosques, espaços para feiras e eventos, oportunidades de merchandising, estacionamentos e terrenos, além da administração de condomínios.

• ADMINISTRAÇÃO DE 13 SHOPPINGS • MAIS DE 1.300 LOJAS • MAIS DE 300 MIL m² DE ABL • LIDERANÇA NO RS • 83 ANOS DE EXPERIÊNCIA • MAIS DE 9 MILHÕES DE CLIENTES/MÊS • 57 SALAS DE CINEMA, SENDO 2 IMAX • 2 TEATROS RENOMADOS • DIVERSAS OPÇÕES GASTRONÔMICAS • SUPORTE DIFERENCIADO AO LOJISTA Telefone: (51) 3363.3333

PARCERIA

Bourbon Ipiranga

Bourbon San Pellegrino


SUCESSO É TER A FRANQUIA DOS CHOCOLATES QUERIDINHOS DO BRASIL. Sabe por que a Ivete Sangalo é a garota-propaganda da Brasil Cacau? Porque ela acredita e aposta em quem entende de sucesso. Ao lado de Kopenhagen e Lindt no Brasil, nós fazemos parte do Grupo CRM, com grande expertise em chocolataria. Já temos mais de 380 lojas espalhadas pelo País e somos a 19ª maior empresa do franchising brasileiro. Com nosso agressivo plano de expansão e a sua participação como franqueado, temos certeza que continuaremos crescendo, juntos, a cada dia.

Crescimento de faturamento de 18% no Natal e 8% na Páscoa Forte investimento em TV Aberta (Rede Globo) com 3 grandes campanhas no ano Ivete Sangalo como garota-propaganda, eleita a celebridade mais influente do Brasil

Investimento a partir de R$ 120.000,00 Treinamento presencial para o franqueado antes da abertura Suporte no projeto arquitetônico Portfólio estratégico com mais de 100 produtos: chocolates, fondue, bebidas geladas, café e sorvete

www.chocolatesbrasilcacau.com.br | expansao@chocolatesbrasilcacau.com.br


Advocacia empresarial DIRECIONADA AO LOJISTA com responsabilidade e resultado. assessoria

empresarial

Locação Comercial | Shopping Center | Franchising internet | Fusões e Aquisições | Mediação e Arbitragem

Contratos | Trabalhista | Consumidor Tributário | Comercial | Societário

+ 55 11 2246-3888 www.cerveiraadvogados.com.br advocacia@cerveiraadvogados.com.br


ABRA SUA FRANQUIA E RECEBA PARTE DO SEU INVESTIMENTO DE VOLTA O CNA é uma das franquias de maior sucesso no mercado, com cerca de 600 escolas. Benefícios exclusivos para você fazer parte dessa rede: /// Material didático para primeira captação de alunos /// Projeto arquitetônico e fachada /// Material publicitário e marketing local

Única rede com 26 selos consecutivos.

A THAIS HERÉDIA E A DIRETORIA CNA VÃO AJUDAR VOCÊ A ENTENDER MAIS SOBRE O NEGÓCIO DE FRANQUIAS. ASSISTA EM FRANQUIACNA.COM.BR

MARCELO BARROS

JOSÉ CARLOS

THAIS HERÉDIA

LUCIANA FORTUNA

EDUARDO MURIN

DIR. DE EDUCAÇÃO

DIR. DE EXPANSÃO

JORNALISTA ECONÔMICA

DIR. DE MARKETING

DIR. COMERCIAL

Entre em contato conosco: TEL: (11) 3053-3805 E-MAIL: franquiacna@cna.com.br


O consumidor brasileiro prefere supermercados próximos à sua casa*.

É por isso que o DIA conta com mais de mil lojas nos estados de SP, MG, BA e RS.

* Dados: Revista Veja 2017.

Marília de Oliveira Valente Consumidora DIA

Luis Antônio

Franqueado DIA há 6 anos

DIA Supermercados. Uma franquia que entende o consumidor e o Brasil. O DIA é a maior rede de franquia de supermercado do Brasil. E ser um franqueado DIA é contar com a força de uma rede sólida e bem-estruturada para você focar no que realmente importa: suas vendas.

Seja um franqueado. novosnegocios.diabrasil@diagroup.com


Eleita a melhor

franquia do Brasil 2018 No segmento de bares e restaurantes pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negรณcios.

SEJA UM FRANQUEADO A franquia que se encaixa no seu perrl de negรณcio. Investimento a partir de R$ 150 mil.

(21) 3598-5130 | (21) 2143-8717 franquias@espettocarioca.com.br


Seja franqueado

da rede de ensino que mais cresce no país!

Baixo investimento

Retorno rápido

Marketing interno

Suporte e treinamentos

Auxílio na escolha do ponto

Metodologia pioneira

JUMPER! a Melhor Opção em Franquia de Cursos Profissionalizantes e Idiomas.

50% 152 dos franqueados têm mais de uma franquia

escolas distribuídas em todo o Brasil

Fale com um de nossos consultores: (41)3081-3686 | (41) 9 9985-2493

15

575

anos de experiência de mercado

cursos profissionalizantes disponíveis

franquia.jumpercursos.com.br @franquiasjumper

@jumperfranquias


Seja um franqueado Conheça a rede de

FRANQUIAS MARISOL A loja Marisol é a rede de franchising mais divertida do momento.

Marca

sólida

Empresa detentora da marca há mais de 50 anos no segmento infantil. A Marisol veste meninos e meninas de 0 a 13 anos.

Investimento R$

total

350 mil

Entre em contato com a gente e saiba mais sobre seu futuro negócio: 47 3372.6217 | franchising@marisolsa.com | marisol.com.br

Potencial de

vendas Retorno em até

36

meses


Estratégia, Gestão, Experiência e Comportamento Somos especialistas em fusões e aquisições. Para comprar, vender ou analisar uma oportunidade de negócio entre em contato conosco.

Trabalhamos com estratégica e expansão de empresas há mais de 30 anos. Entre em contato para verificar como poderemos auxiliar sua empresa

55 11 5536-3055

Desenvolvemos projetos para aumento de eficiência e lucratividade de empresas. Trabalhamos desde corporações até pequenas empresas. Entre em contato conosco.

| www.militelli.com.br

ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES


DÊ UM UPGRADE NOS SEUS NEGÓCIOS!

Premiada pelo 17º ano consecutivo com o Selo de Excelência em Franchising ABF.

SEJA UM FRANQUEADO PBF! Faça parte da melhor franquia na área de idiomas. Contate nossos consultores e saiba como ser um franqueado PBF pode mudar o rumo dos seus investimentos!

Baixo investimento Estudo de viabilidade de negócio Plano de negócio estruturado Isenção de taxa de franquia

Rentabilidade Know-how Suporte operacional Consultoria de campo

Isenção de taxa de Royalties

Treinamento

(11) 5904-7005

franchising@fundacaorhf.com.br

pbf.com.br/seja-franqueado/contato


SHOPPING ARICANDUVA

EXPLORE O MAIOR SHOPPING DA AMÉRICA LATINA Aqui tudo é muito grande: o tamanho do local é quase uma cidade, o número de pessoas que frequentam é enorme, os benefícios nos arredores mais ainda.

seus produtos ficarão diariamente expostos a milhares de pessoas. Traduzindo: você não pode nem pensar em ficar fora desse empreendimento.

O Centro Comercial Aricanduva não poderia estar melhor situado: fica simplesmente na região com maior concentração populacional, a que mais cresce na cidade de São Paulo, no Estado e no País, e que reúne consumidores potenciais e oportunidades de negócios em inúmeros segmentos. Sua marca e

Este projeto, onde estão instaladas as principais âncoras do varejo, é composto pelos Shopping Aricanduva, Interlar Aricanduva, especializado em móveis e decoração, e o Auto Shopping Aricanduva especializado em automóveis e motos. Um Complexo Comercial atípico e plural cujas dimensões saem do lugar comum.

Av. Aricanduva, 5.555 03527-900 - São Paulo/SP Tel.: (11) 3444-2000 Fax: (11) 3444-2060 aricanduva.com.br

Departamento Comercial Av. Paulista, 1000 - 11º andar 01310-100 - Bela Vista - São Paulo/SP Tel.: (11) 3371-6555 PABX: (11) 3371-6500 | Fax: (11) 3288-6554 savoy.com.br


SEJA FRANQUEADO DA

MAIOR REDE DE ACADEMIAS DA AM É R I C A L A T I N A

+1.600.000 alunos

+450 unidades

Maior crescimento do setor

Gestão simplificada

A Smart Fit surgiu em 2009 para atender um público que busca praticidade, sem burocracia e com o propósito de democratizar o fitness de alto padrão. A rede oferece também produtos como o Smart Box, um espaço exclusivo para treino funcional; o Smart Shape, que é um circuito de emagrecimento de 30 minutos; além das aulas de abdominal, alongamento, Zumba e Sh'bam que acontecem na sala de ginástica, e unidades que funcionam 24 horas.

BRASIL • CHILE • COLÔMBIA • EQUADOR • MÉXICO • PERU • REPÚBLICA DOMINICANA

Saiba mais em:

smartfit.com.br/franquias


FEITO COM SODIEDOCES.COM.BR

/SODIEDOCESOFICIAL

De pedaço em pedaço conquistamos cada vez mais clientes. São mais de 20 anos de sucesso em vendas de bolos, deixando seus dias ainda mais gostosos.

Seja você também um franqueado!

#07 BRIGADEIRO

#40 AMEIXA

Contém glúten e lactose. Alérgicos: contém farinha de trigo, leite e derivados e ovo. Imagens meramente ilustrativas.

Bolos promocionais de outubro/18.


Um produto que causa uma boa impressão e não deixa marcas na natureza.

Um produto cheio de vida.

Bluecup é o novo papelcartão de fonte renovável da Suzano. Um produto que nasce com o propósito de fazer a diferença na relação entre produção e consumo no segmento de copos descartáveis. Uma solução completa para a vida do seu negócio e do nosso planeta. Entre em contato com a nossa equipe comercial e saiba mais.

0800 022 1727 - www.suzano.com.br - marketing@suzano.com.br @suzano_oficial

/suzanoempresa


7 8

Para mais informaçþes, acesse www.tiptop.com.br ou entre em contato com expansaolojas@tiptop.com.br


a certificação oficial do franchising brasileiro

Você fluente em franchising, a qualquer hora e em qualquer lugar!

Com os cursos on-line da ABF Educação On the Go, você pode! Ficar fluente em franchising está mais fácil, prático e rápido: com apenas um “clique”, você tem acesso aos cursos da ABF Educação com maior comodidade e com a mesma excelência, qualidade e certificação da modalidade presencial.

Informações e inscrições: (11) 3020-8800 cursos@abf.com.br • www.abfeducacao.com.br

Realização:


O

TÃ S E

IO R Ó

AT L E

R

G E D

7 1 0

2

8 1 0

|2

ov G –

a n r e

a nç

l

mp o eC

e

c ian

cia n uê fl n eI

de a d vi i t ão ta ç n a se cit e r a ep ap R C : o oe cy ã ã a ç ç c va ca vo o u d In d A E e – – II mo III s i os or ç i d e erv nd S e re ae p r u m t ão E ç u r a – st IV nic E u – V om C – VI I

Diretoria 2017 | 2018 § Presidente: Altino Cristofoletti Junior


EDITORIAL

Os seis pilares que norteiam a NOSSA GESTÃO Foto: Keiny Andrade

E

star à frente de uma das maiores entidades do setor de franchising do mundo é, ao mesmo tempo, uma honra e um desafio imensos. Afinal, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) representa um setor brasileiro virtuoso e pujante, cujo mercado deve encerrar 2018 com uma receita em torno de R$ 170 bilhões. Empregamos, diretamente, mais de 1,2 milhão de trabalhadores e temos conseguido, com muito trabalho, dedicação e competência de franqueados, franqueadores e de todos os stakeholders do sistema de franquias, crescer mesmo em meio à crise. Este Relatório de Gestão 2017 / 2018 compila o trabalho da ABF norteado pelo direcionamento estratégico do Conselho da ABF e sob o comando desta diretoria – que honrosamente represento –, estruturado em seis pilares que fundamentam as linhas norteadoras de todas nossas ações nesse período. No pilar Governança e Compliance assumimos total compromisso ético, transparência, absoluto cumprimento às leis vigentes, ao Estatuto – modernizado em outubro do ano passado para que a entidade possa manter a sua atuação na vanguarda do setor – e ao Código de Ética dos Colaboradores, criado nesta gestão. No que diz respeito às atividades de Advocacy – Representatividade e Influência, mantivemos o diálogo com representantes do governo nas esferas federal, estadual e municipal. Temos tratado das mais relevantes pautas para o franchising, como relatamos neste documento. Nosso objetivo é, em suma, criar um ambiente mais favorável aos negócios no Brasil. O pilar da Educação está no cerne da entidade desde as suas origens e a formação das pessoas é parte do patrimônio imaterial da ABF. Nesse sentido, ampliamos ainda mais o alcance dos nossos cursos oficiais, por meio da plataforma ABF Educação On the Go (de cursos on-line), entre outras iniciativas que preparam os profissionais do setor para os novos tempos. Empreendedorismo e Inovação caminham juntos nessa estrada que nos leva ao futuro. Como você verá neste relatório, a ABF aproximou ainda mais o setor das startups, fez parcerias com instituições como a Confederação Nacional de Serviços (CNS) e lançou o primeiro estudo sobre a Inovação nas Franquias Brasileiras. Criamos também o Comitê de Inovação e outras iniciativas que, certamente,

contribuirão para o crescimento sustentável do setor nos próximos anos. Nosso foco em Estrutura e Serviços é, cada vez mais, entregar valor aos nossos associados. Para tanto, dentre as ações, investimos na modernização da sede da entidade, organizamos eventos gratuitos, proporcionando maior integração, networking e novas oportunidades de negócios. As regionais e os comitês setoriais/temáticos também tiveram papel relevante para a entrega de valor aos associados. Por fim, o pilar da Comunicação permeia todos os outros. Por meio dela, a ABF se relaciona, interage e transmite conteúdos nas mais diversas mídias. Além de manter os seus canais tradicionais de comunicação, a entidade investiu em outras formas de se relacionar com os seus diversos públicos, como por meio das coletivas de imprensa on-line, otimização da agenda de eventos, entre outras iniciativas. Neste relatório estão, portanto, os resultados desses dois últimos anos de trabalho da ABF em várias frentes. Um trabalho árduo e cujos resultados se devem aos esforços e à dedicação de uma equipe de profissionais engajados e envolvidos com a missão da entidade. Deixo aqui o meu mais profundo agradecimento a cada um e o desejo que a ABF seja perene, sempre refletindo esse setor que tanto contribui para o desenvolvimento do Brasil. Um forte abraço! Altino Cristofoletti Junior Presidente da ABF

Relatório de Gestão ABF 2017/2018 Produzido pela Editora Lamonica Conectada. Publisher: José Lamonica – lamonica@editoralamonica.com.br Edição e produção: Andréa Cordioli – andrea@editoralamonica.com.br § Diagramação: Marcelo Amaral – marcelo@editoralamonica.com.br

80

Relatório de Gestão ABF


MANIFESTO

ABF 2025 Representamos o sistema de franquias do Brasil.

Mas também acreditamos que os empresários brasileiros têm que estar cada vez mais presentes com suas marcas lá fora, no mercado internacional, competindo de igual para igual com empresas de outros países.

Somos franqueadores, franqueados e fornecedores. Grandes e pequenos.

Quando olhamos para 2025, enxergamos um mundo cada vez mais rápido, digital e integrado.

Estamos presentes em todos os Estados do País. Nas capitais e no interior.

Com empresas excelentes em entregar aquilo que fazem bem, e ágeis para aprender novas competências.

Juntos, somos mais de três mil marcas, com mais de 140 mil lojas, faturando mais de R$ 160 bilhões.

Enxergamos um varejo cada vez mais robusto e multicanal, em que lojas físicas e virtuais se somam numa grande experiência de compra.

Muito prazer! Nós somos a ABF – a Associação Brasileira de Franchising.

Representamos 2,4% de toda a economia brasileira. E empregamos mais de 1 milhão e 200 mil de pessoas. A ABF existe há 30 anos. Nosso propósito tem sido fomentar o sistema de franchising brasileiro para que ele seja próspero, sustentável, inovador, inclusivo e ético. Nos dedicamos a representar o sistema de franchising brasileiro, ampliando suas conquistas, promovendo sua capacitação, disseminando as melhores práticas e estimulando a inovação. Acreditamos no trabalho que gera riqueza para todos. O franchising forma milhões de novos profissionais para o mercado de trabalho. E forma milhares de novos empreendedores para o Brasil – o franchising é o setor que mais gera pequenos e médios empresários no País. Acreditamos num mercado forte, com legislação justa e com tributos racionais – que não representem obstáculo ao crescimento dos negócios, nem à prosperidade das pessoas envolvidas em nossa cadeia de valor. Queremos contribuir cada vez mais para a pujança econômica do Brasil. E também para a governança ética do nosso País.

Enxergamos um consumidor cada vez mais curioso, e com demandas cada vez mais específicas. Quando olhamos para 2025, nos vemos operando nossos negócios com práticas cada vez mais eficientes, sustentáveis e justas. Nos vemos abertos ao novo, liderando os processos de inovação em nosso segmento, na velocidade de um mundo em constante transformação. Nos vemos trabalhando em rede, no coração da economia compartilhada. Afinal, não é de hoje que o franchising representa um modelo vitorioso de trabalho colaborativo. Quando olhamos para 2025, nos vemos colocando as pessoas cada vez mais no centro dos nossos negócios. Parceiros, colaboradores e consumidores. Porque as nossas marcas, as nossas redes e as nossas empresas são feitas de gente. Gente realizadora. Gente bem preparada. Gente que gosta de fazer bem feito e que gosta do que é bom. Em 2025, tanto quanto hoje, nós seremos tão fortes quanto as pessoas que tivermos perto de nós – dos dois lados do balcão.

Acreditamos que o Brasil oferece muitas oportunidades. E que há muitas carências que nós podemos ajudar a resolver com a nossa capacidade de trabalho.

Nós somos a ABF. Muito prazer!

Acreditamos em levar o desenvolvimento para todos os cantos do Brasil.

Biênio 2017 § 2018

81


Q U E M É Q U E M : B I Ê N I O 2 0 1 7/ 2 0 1 8

CONSELHO DA ABF

82

Artur Noemio Grynbaum (presidente) - O Boticário

Ricardo Figueiredo Bomeny Bob’s

Maria Cristina C. da Motta Franco - ABF

Altino Cristofoletti Junior Casa do Construtor

Carlos Alberto Zilli Imaginarium

Claudio Miccieli Giraffas

Luiz Henrique Oliveira do Amara Dannemann

Juarez Leão (2018) Leão Business

Marcelo Raposo Cherto (2017) Grupo Cherto

Relatório de Gestão ABF


DIRETORIA ESTATUTÁRIA 2017 / 2018

Diretor Presidente Altino Cristofoletti Junior Casa do Construtor

Diretor Vice-Presidente André Friedheim (2018) Café do Ponto

Diretor Vice-Presidente Alexandre Freire Guerra (2017) - Giraffas

Diretor Administrativo Financeiro Carlos Sadaki Kaidei China in Box

Diretor Jurídico Fernando Tardioli Lúcio de Lima Tardioli Lima Advogados

Diretor Institucional Fábio Khouri (2018) Flytour

Diretor Institucional Juarez Leão (2017) Leão Business

Diretora Internacional Bruna Brunet Saraiva Nasser (2018) Habib’s

Diretor Internacional André Friedheim (2017) Café do Ponto

Diretora de Capacitação Fabiana Estrela (2018) Caverna do Dino

Diretor de Capacitação Décio Pecin (2017) CNA

Diretor de Marketing e Comunicação Jae Ho Lee Grupo Ornatus

Diretora de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos Adriana Auriemo - Nutty Bavarian

Diretor de Franqueados Alberto Tadassi Oyama L’Occitane au Brésil

Diretor Adjunto de Tecnologia Erik Cavalheri O Boticário

Biênio 2017 § 2018

83


Q U E M É Q U E M : B I Ê N I O 2 0 1 7/ 2 0 1 8 DIRETORIA ESTATUTÁRIA 2017 / 2018

Diretora Presidente da ABF Seccional Rio Eliane Bernardino - Mister Pizza

Diretora ABF Regional Minas Gerais Danyelle Van Straten Depyl Action

Diretora ABF Regional Centro-Oeste Claudia Regina Vobeto Pinto Posé Beleza

Diretor ABF Regional Sul Antonio Carlos Diel (2018) Lojas Calci

Diretor ABF Regional Nordeste Leonardo Lamartine Grupo Bonaparte

Diretor ABF Regional Sul Fabiana Estrela (2017) Caverna do Dino

Diretor ABF Regional Interior de São Paulo Ricardo José Alves Griletto

CONSELHO FISCAL

Fernando José Fernandes Junior Fernando José Fernandes Junior Advogados

Delfino Golfeto Água Doce Cachaçaria

Luiz Filipe de Souza Sisson iGUi

COMISSÃO DE ÉTICA

Presidente Décio Pecin (2018) CNA

84

Relatório de Gestão ABF

Presidente Gustavo Orlandini Schifino - (2017) Trópico


A ABF O QUE FAZEMOS

COMO FAZEMOS

Com sede própria em São Paulo, na Avenida das Nações Unidas, 10.989, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) é uma entidade sem fins lucrativos, criada em julho de 1987. Possui cerca de mil associados, entre franqueadores, franqueados e colaboradores, que organizam e participam de diversas ações de fomento ao sistema de franchising brasileiro, para que ele seja próspero, sustentável, inovador, inclusivo e ético.

Compete à ABF ser a guardiã do franchising brasileiro, ampliando as suas conquistas, promovendo a sua capacitação, disseminando as melhores práticas e estimulando a inovação. Também está no objetivo da entidade contribuir para o aprimoramento das técnicas de atuação do público em geral, por meio do intercâmbio de informações, disponibilização de cursos, palestras, seminários e eventos, e participação em feiras e convenções no Brasil e no exterior.

LINHAS NORTEADORAS I – Governança e Compliance II – Advocacy: Representatividade e Influência III – Educação e Capacitação IV – Empreendedorismo e Inovação V – Estrutura e Serviços VI – Comunicação

TEMAS ANUAIS QUE NORTEARAM AS AÇÕES DO PERÍODO 2018 - Juntos Somos o Franchising Brasileiro: Propósito, Colaboração, Transformação

2017 - Atitudes que Fazem a Diferença: Ética, Inovação e Eficiência

ASSOCIA

ÇÃO BR

ASILEIR

ESTATU

A DE FR ANCHIS ING TO SOC IAL

DENOM CAPÍTU INAÇÃO LO I , SEDE, Artigo DURAÇ 1º. A A ÃO, FIN ssociaçã lucrativo S E OBJE o s, de â TIVOS mbito n Brasileira de Municíp Franchis acional, io de Sã ing - A com pra o Paulo 92 e 112 BF é um , Estado zo de d , 9º e 11 a associ de São uração º andare Paulo, n açã indeterm s, Vila O a Av. da inado, se o sem fins límpia, C s Naçõe de e fo EP 0457 Parágra s U ro n o nidas, 1 8-000. fo únic 0 .989, co o. A ass escritóri njuntos ociação os e abri , p or delib r filiais e e ração d m qualq Artigo o Conse uer cida 2º. lho Dire de do p tor, pod associad A ABF tem pers aís. erá insta onalida os não lar de juríd respond pelas ob ica disti em pela rigaçõe nta da d s obriga s sociais se limit e seus a ções so e contra ando a ss ciais da tuais co danos contrata associaçã ociados, sendo n materia do. que os o, e a A is, mora traídas por seu BF não s associ is e ind respond ados, in enizaçã e Artigo cluindo o pelo 3º. A AB , m não su as não F poderá cesso d seus ass ser disso e negó ociados cio lvida po com dir Assemb r delibe eito a leia gera ração d voto e l extrao e, no mín em ple rdinária imo, trê no gozo , especi s quarto almente de seus Parágra s (3/4) d convoca direito fo e da para os associ 1º. Uma vez dis esse fim s, reunidos em solvida ados, qu . a ABF, se e represe direito us bens a voto, ntem, n e direito houvere Artigo 6 m por b o mínimo, três s terão 1 e Pará a destin quartos em dete grafo 2º ação qu (3 rminar, do Cód e conform /4) do quadro igo Civil Parágra soci e as hip Brasileir fo 2º. N ó teses pre al com o. ão será referida vistas n s no § 1 devida o º do Art igo 61 d aos associado Artigo s o a C ó re d 4º. igo Civil stituição Brasileir das con nem ced A ABF não end o. ossará m tribuiçõ erá suas es anifestaç depend ências p ões de ca a ra tais fi ráter po Artigo n lítico, p s. 5º. A AB artidário F tem p or objeti ou relig ioso, vos: I. fomenta r o siste ma de fr anquia II. empresa contribu rial e se ir para us bene a defesa governa fícios no mentais d o Brasil; sistema ; órgão formado de fran s públi res de o chising cos; en pinião; junto à tidades s au III. e associ contribu ações d toridades ir para o e class aprimora nos resp e; e mento d ectivos campos as técnic informa de ativi a ções, d s d e atuaçã dade, a ados, id instituci o do pú través d eias e onais, p blico em o perm ale experiên g materia anente cias; d l de inte stras, seminário intercâm eral, isponib resse do s e even bio de convençõ ili za s to çã q s o ue atua es no do gêne de cu m em fr Brasil e contrata ro; disp anchisin onibiliza rsos dos para no exte g; ção de rior, in este fim centivad participação em ; os ou feiras e não p o r terceir os Página

1 de 35

Agosto e setembro de 2018

85


RELATÓRIO DE GESTÃO

2017 | 2018

GOVERNANÇA E COMPLIANCE


GOVERNANÇA E COMPLIANCE

Os princípios éticos devem nortear o trabalho da ABF e de seus stakeholders. Transparência, respeito, prestação de contas, adequação às regras vigentes e busca pela excelência integram este pilar estrutural. A ABF é, hoje, exemplo de governança associativa, com seu Estatuto claro e moderno e seu Código de Ética, que fortalece e rege o sistema. Por meio dele, a entidade cumpre as normas legais e as diretrizes estabelecidas no franchising e trabalha para corrigir quaisquer desvios ou inconformidades. É essa base que dá credibilidade à ABF no mercado, sendo um pilar estrutural para a manutenção de seus serviços junto aos associados e demais stakeholders.

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA ABF

AÇÕES REALIZADAS EM 2017 / 2018 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO A ABF elaborou em 2017 o seu planejamento estratégico. A primeira fase dessa iniciativa contou com dois workshops: um em 29 de março, sobre Identidade e Comunicação, e outro em 27 de abril, sobre Perspectivas para o Futuro. Cerca de 40 executivos participaram desses eventos coordenados por Adriano Silva, do Projeto Draft (hub de economia criativa). Na ocasião, foram revisitadas a missão, a visão e os valores da entidade e, com base nesses eventos, Silva construiu o Manifesto da ABF (vide páginas iniciais deste Relatório).

Práticas baseadas em princípios éticos, que reforçam a reputação da ABF como uma entidade exemplar, eficiente, justa e moderna: - Transparência - Respeito - Prestação de Contas - Adequação às regras vigentes - Busca pela excelência

Fotos: Divulgação

O QUE É?

Conselho de Associados

Conselho Fiscal

Diretoria Estatutária

Seccional RJ e Diretorias Regionais: Interior de São Paulo, Minas Gerais, Sul, Nordeste, Centro-Oeste

Comissões: Ética e Estudos Jurídicos

Comitês: Microfranquias; Mulheres do Franchising; Food Service; Jurídico; Moda e Cosméticos; Educação; Franqueados; Exportação; Sustentabilidade; Comunicação e Assuntos Acadêmicos

Primeira fase do planejamento estratégico da ABF contou com dois workshops no primeiro semestre de 2017

Biênio 2017 § 2018

87


Fotos: Divulgação

GOVERNANÇA E COMPLIANCE

“FOI UMA HONRA E UMA SATISFAÇÃO TER PODIDO AUXILIAR A ABF A REFLETIR SOBRE OS MEIOS DE RENOVAR A SUA RELEVÂNCIA, MAPEANDO OS DESAFIOS DA PRÓXIMA DÉCADA, ATUALIZANDO A SUA MISSÃO E PRODUZINDO UM MANIFESTO COM A VISÃO DE FUTURO DA

Na segunda fase do seu planejamento estratégico, a ABF trabalhou o plano para colocar em prática tudo o que detalhou na fase anterior. Esse trabalho foi consolidado em agosto de 2017 com o workshop da futurista e especialista em novas economia, Lala Deheinzelin. “Diretores, conselheiros e membros dos Comitês integraram os grupos de trabalho com a missão de responder às questões já levantadas na fase um, ou seja, elaborar o “como” solucionar as questões. Esses grupos fizeram um brainstorming e, depois, agruparam as sugestões por semelhança. No final, priorizaram as duas ou três principais ações por pilar estratégico”, explicou a diretora de Educação da ABF, Angela Manzoni.

ESTATUTO DA ABF É MODERNIZADO EM AGE O presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, o membro do Conselho

da entidade, Ricardo Bomeny, um dos fundadores da Associação, Marcelo Cherto, e o diretor Jurídico, Fernando Tardioli, compuseram a mesa da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) que marcou a modernização do Estatuto Social da entidade, no dia 5 de outubro de 2017. Entre as mudanças, esteve a renomeação de cargos já existentes: diretor de Marketing e Comunicação (antes apenas Marketing), diretor de Capacitação (antes Treinamento, Cursos e Eventos) e diretor de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos (antes apenas Microfranquias). Foi, ainda, extinta a diretoria de Controladoria, cujas funções ficaram a cargo do diretor Administrativo-Financeiro. Outra importante mudança foi a ampliação da Comissão de Ética, que passou de dez para 13 integrantes, e no mínimo três advogados; antes eram apenas dois. A reforma do Estatuto foi colocada em votação e aprovada na íntegra.

ENTIDADE” Adriano Silva, founder e CEO da The Factory e Publisher do Projeto Draft

Segunda fase do planejamento estratégico da ABF detalhou o plano de ação

88

Relatório de Gestão ABF


Fotos: Divulgação

Reunião para a modernização do Estatuto da ABF

Flavio Gozzoli, sócio-diretor da KPMG

AGE APROVA CONTAS DA ABF

E os relatórios de 2017 saíram todos com o parecer “sem ressalvas”. “Quando emitimos esse tipo de parecer, isso significa que a posição patrimonial contábil do balanço elaborado reflete a atividade operacional, ou seja, tudo o que está acontecendo na operação está adequadamente mostrado no informe contábil”, informa o sócio-diretor da KPMG, Flavio Gozzoli. Ele destaca que, nos últimos quatro anos, a ABF vem, gradativamente, evoluindo do ponto de vista de governança e controle interno. “No primeiro

Em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), no dia 27 de abril de 2018, foi aprovada, por unanimidade e sem ressalvas, a prestação de contas da ABF referente ao ano de 2017. Conduzida pelo presidente da entidade, Altino Cristofoletti Junior, pelo vice-presidente, André Friedheim, e pelo então diretor-executivo, Eleno Paes, a AGE contou com a participação de representantes da KPMG, empresa responsável pela auditoria das contas da entidade. “A ABF adota as melhores práticas de governança

corporativa, como a auditoria externa por uma consultoria renomada, Conselho Fiscal independente, sistemas de TI profissionais, além de processos internos bem definidos e estruturas de reporte e responsabilidade”, enfatizou Cristofoletti.

AUDITORIA EXTERNA Desde 2014, a KPMG realiza as auditorias externas da ABF, com o objetivo de avaliar, de forma independente, se as atividades operacionais da entidade estão refletidas no relatório contábil do exercício analisado.

Assembleia Geral Extraordinária aprova, por unanimidade e sem ressalvas, a prestação de contas da ABF referente ao ano de 2017

Carlos Sadaki Kaidei, diretor Administrativo-financeiro da ABF Biênio 2017 § 2018

89


GOVERNANÇA E COMPLIANCE ano, fizemos diversas recomendações de melhorias de controle, que, aos poucos, foram sendo implementadas. Isso mostra o comprometimento da Associação em melhorar sempre”, completa. Para o diretor Administrativofinanceiro da ABF, Carlos Sadaki Kaidei, a KPMG apresenta relatórios consistentes com riqueza de detalhes e apoiada nas melhores práticas contábeis. “A sua equipe é composta por profissionais que proporcionam confiança e transparência nos números elevando, assim, a governança da ABF”, completou Kaidei.

ATUAÇÃO DO CONSELHO FISCAL DA ABF

Foto: Keiny Andrade

Fotos: Divulgação

O Conselho Fiscal analisa e fiscaliza as ações e contas do Conselho Diretor e do Conselho da ABF, para aprovação em Assembleia Geral, bem como todos os demais atos administrativos praticados pela entidade. “O papel do Conselho Fiscal é de fundamental importância para a entidade. A prestação de contas faz parte de qualquer organização associativa onde o Conselho tem total responsabilidade em representar os associados”, afirma o conselheiro fiscal, Delfino Golfeto. Segundo ele, no biênio 2017 / 2018, além da análise e conferência dos balanços da entidade, o Conselho Fiscal levou sugestões à presidência que

envolvem a sua capitalização e o aumento da eficiência na prestação de contas por meio do acompanhamento mensal de um conselheiro. De acordo com o conselheiro fiscal Filipe Sisson, no período foi possível observar a seriedade do trabalho na ABF. “Verificando os balanços e os relatórios nada pudemos identificar que desabonasse o trabalho realizado”, disse. Segundo ele, os conselheiros expuseram ideias para contribuir com os resultados da Associação, reduzindo despesas e melhorando a entrada de capital, e tornando o processo mais eficiente, com a conciliação dos relatórios com a contabilidade. Para o conselheiro fiscal Fernando José Fernandes, uma das razões do sucesso da ABF resulta do fato dela apoiar-se num pilar de governança que proporciona segurança à estrutura organizacional, refinada no curso das últimas três décadas. “A governança é um aspecto que responde aos anseios coletivos de transparência das iniciativas daqueles que estão à frente de qualquer empresa. A missão do Conselho Fiscal é corresponder a tais anseios, referendando a observância dos preceitos que norteiam a condução dos rumos da ABF”, defende Fernandes.

Delfino Golfeto

Fernando José Fernandes

Filipe Sisson

90

Relatório de Gestão ABF

CÓDIGO DE CONDUTA E PRINCÍPIOS ÉTICOS DOS COLABORADORES O Código de Conduta é uma ferramenta para orientar a conduta pessoal e profissional dos administradores, funcionários, estagiários e prestadores de serviços regulares da ABF. O documento começou a ser elaborado pela Comissão de Estudos Jurídicos da entidade em maio de 2017 e está em fase final de produção e aprovação na diretoria.

REUNIÕES DE DIRETORIA A ABF passou a fazer reuniões de diretoria na sede dos franqueadores. A primeira ocorreu na Casa do Construtor, em novembro de 2017, e, em seguida, vieram Habib’s (maio de 2018), McDonald’s (julho de 2018) e Flytour (agosto de 2018). “Fico honrado em receber a ABF em casa e comemorarmos juntos 30 anos de existência. Sou grato à entidade pelo papel importante de desenvolvimento do setor. Desde a sua fundação apoiamos e continuamos apoiando”, declarou Alberto Saraiva, fundador do Habib’s, empresa que completou 30 anos em 2018 – um a menos que a ABF.


Fotos: Divulgação

Alberto Saraiva e Altino Cristofoletti Jr.

COMISSÃO DE ÉTICA A Comissão de Ética da ABF tem quatro principais atribuições: 1) zelar pela observância do Código de Conduta e Princípios Éticos da ABF; 2) aprovar o ingresso de novos associados ao quadro da ABF; 3) analisar as representações protocolizadas e recomendar ao Conselho Diretor as possíveis penalidades aplicáveis; e 4) responsabilizar-se pelo processo de outorga do “Selo de Excelência em Franchising” e do “Prêmio ABF Destaque Franchising na categoria Franqueado”. Segundo o seu presidente, Décio Pecin Jr., alguns pontos foram trabalhados em 2018; ano em que assumiu o trabalho: o primeiro deles foi o de manter todas as virtudes das Comissões anteriores, que trouxeram avanços ao sistema e à Associação. Na gestão anterior, de Gustavo Schifino, de janeiro de 2015 a dezembro de 2017, o foco foi na automatização dos processos associativo e de análise de representações, na criação das turmas de avaliação das representações e nos avanços na concessão do Selo de Excelência. Outro ponto destacado por Pecin Jr. foi a renovação da composição da Comissão de Ética: “unimos o conhecimento dos membros an-

Reunião da diretoria da ABF na Casa do Construtor

Reunião da diretoria da ABF no Habib’s

Reunião da diretoria da ABF no McDonald’s Biênio 2017 § 2018

91


Foto: Keiny Andrade

Fotos: Divulgação

GOVERNANÇA E COMPLIANCE

Gustavo Schifino

teriores com os novos integrantes, formando um time multidisciplinar de altíssimo gabarito”, explicou Pecin Jr. Os outros dois destaques do trabalho da Comissão em 2018 foram a análise e a implantação de inovações do regulamento do “Selo de Excelência em Franchising 2019”, já aprovados pelo Conselho Diretor; e a análise, em conjunto com a equipe interna da ABF, de todo o processo interno nas aprovações dos novos associados, com o objetivo de trazer maior celeridade ao processo, sem abrir mão do alto nível de análise do mesmo. “Quero agradecer a confiança de todos associados, conselheiros, diretores, colaboradores e, em especial, parabenizar os membros da Comissão de Ética da ABF, que, com muita dedicação, atingem os mais altos padrões de qualidade, demonstrando solidariedade e enorme comprometimento com todo o sistema de franquias do Brasil”, disse Pecin Jr. Formada por 15 membros, a Comissão de Ética realiza encontros mensais e presenciais. “A Comissão de Ética é a guardiã do bom franchising e das boas práticas”, sintetiza Gustavo Schifino.

92

Relatório de Gestão ABF

“UNIMOS O CONHECIMENTO DOS MEMBROS ANTERIORES COM OS NOVOS INTEGRANTES, FORMANDO UM TIME MULTIDISCIPLINAR DE ALTÍSSIMO GABARITO” Décio Pecin Jr, presidente da Comissão de Ética da ABF

Reunião da Comissão de Ética em 2018

Foto: Ivana Debértolis

Reunião da diretoria da ABF na Flytour


Fotos: Keiny Andrade

INTEGRANTES DA COMISSÃO DE ÉTICA: 2018: Décio Pecin (CNA), Adir Ribeiro (Praxis Business), Andrea Oricchio Kirsh (Viseu Advogados), Antonio Moreira Leite (Spoletto), Bruno Arena (Casa do Construtor), Christian Alberto Ambros (Fisk), Cristiane Martins (The Body Shop), Keila Taira (Óticas Carol), Luis Stockler (BA Stockler), Marcio Alves (MC Donald’s), Rodrigo Dias Gobbo (O Boticário), Tania Zanin (Zanin Advogados), Vinicius Ramos (Não + Pêlo), Vivian Kurtz (Dia %) 2017: Gustavo Schifino (Trópico), Adir Ribeiro (Praxis Business), Cristiane Martins (The Body Shop), Fabio Khouri Oliveira (Flytour), Flávia Amaral (NCFA Propriedade Intelectual), Lucy Satsuki Onodera (Onodera Estética), Márcia Pires (Profranquia), Paulo Conrad (Restaura Jeans), Sylvia Helena Barros (The Kids Club), Tania Zanin (Zanin Advogados) e Vivian Kurtz (Dia %)

SELO DE EXCELÊNCIA EM FRANCHISING Promovido desde 1990 pela ABF, o Selo de Excelência em Franchising (SEF) tem como principal benefício fornecer à franqueadora uma ampla pesquisa de satisfação feita com sua rede. Por meio de um questionário, respondido pelos franqueados, é possível detectar qual é o real apoio fornecido pela marca, desde o processo de seleção, passando pelo cumprimento das estimativas de investimento, fornecimento de insumos, suporte, treinamento e comunicação, chegando até ao custo-benefício, a lucratividade e o retorno de investimento, entre outros itens. O questionário de satisfação atual conta com 21 perguntas. Elas são agrupadas em cinco Índices de Performance (Global, Econômica, Opera-

cional, Relacionamento e Sustentabilidade). Após a análise das respostas, ainda é concedido um bônus baseado em critérios de sustentabilidade e retorno financeiro. Dependendo do nível de satisfação obtida pela rede individualmente, a franqueadora recebe ou não a chancela. O SEF é divido em três categorias: Pleno (marcas com ao menos dez franqueados, dez unidades franqueadas e dois anos de atuação no setor de franquias), Sênior (no mínimo 30 franqueados, 30 unidades franqueadas e cinco anos de operação como franqueador) e Máster (60 ou mais franqueados, 60 ou mais unidades franqueadas e dez anos como franqueador). Em todas as edições, em cada um destes grupos, uma empresa se destaca pelos resultados obtidos.

MARCAS CHANCELADAS EM 2018 NA CATEGORIA MÁSTER

Biênio 2017 § 2018

93


Fotos: Keiny Andrade

GOVERNANÇA E COMPLIANCE MARCAS CHANCELADAS EM 2018 NA CATEGORIA PLENO

MARCAS CHANCELADAS EM 2018 NA CATEGORIA SÊNIOR

DESTAQUES DAS CATEGORIAS NO BIÊNIO 2017 / 2018

94

Ano/ Marcas

Destaque Pleno

Destaque Sênior

Destaque Máster

2018

Centro de Ensino Grau Técnico

First Class

Influx English School

2017

Loft

OdontoCompany

Influx English School

Relatório de Gestão ABF


218 foram chanceladas. O número de entrevistas também foi histórico: 11,1 mil. Para o presidente da Comissão de Ética da entidade, Décio Pecin Jr., essa alta se deve ao amadurecimento do sistema e à melhoria contínua da qualidade das franquias. Outra inovação incluída a partir de 2018 foram as visitas técnicas a redes de referência do setor. As empresas chanceladas tiveram a oportunidade de conhecer a operação de Flytour,

Grupo Ornatus (que reúne as marcas Morana, Ballonè Fashion Bijoux, Love Brands e Little Tokyo), Grupo Trend Foods (composto por China in Box e Gendai), Habib’s e Nutty Bavarian. Em grupos de oito a 30 pessoas, as empresas chanceladas falaram sobre gestão estratégica, modelos de negócios, canais de comunicação, pesquisas de satisfação, indicadores de performance, estratégia digital, publicidade e expansão internacional.

VISITAS TÉCNICAS EM 2018 Fotos: Divulgação

Em 2018, o SEF completou 28 edições. Ao longo desse período, ano a ano, o Selo vem refletindo o quanto as redes de franquia no Brasil têm se desenvolvido, buscando alcançar a excelência em suas operações e na relação com seus franqueados. No ano anterior, o SEF já havia promovido inovações em sua metodologia: “propusemos deixar de adotar notas subjetivas e as tornamos objetivas. É necessário que ¾ da rede classifique o franqueador com excelência para que ele seja chancelado”, informou o então presidente da Comissão de Ética da ABF, Gustavo Schifino. Também a partir de 2017, o SEF passou a permitir que marcas ainda não elegíveis pudessem responder ao questionário para utilizá-lo como ferramenta de autoavaliação. Já em 2018 houve recorde de empresas participantes e chanceladas. Foram 251 marcas inscritas, sendo que três apenas participaram da pesquisa, e

Habib’s

Nutty Bavarian

Flytour

Grupo Ornatus

Grupo Trend Foods Biênio 2017 § 2018

95


GOVERNANÇA E COMPLIANCE Saiba mais sobre o SEF 2018

DEPOIMENTO ABIESV

DEPOIMENTO SBVC

“É com muita alegria que tenho a honra de falar um pouco sobre nosso amigo e presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, a quem conheci em uma viagem para Euroshop e me contou um pouco sobre sua história e sua jornada na ABF. Pessoa digna e séria, além de bom companheiro de viagem. Acredito que essas qualidades se refletem em sua gestão na ABF, com seriedade e transparência, e solidificam, cada vez mais, a posição da entidade frente aos seus associados e ao mercado. A cada ano, as alianças entre Abiesv e ABF se fortificam e nitidamente esse fato traz benefícios para ambas as associações. Nossa participação na ABF Expo2018 coroou esse trabalho. A ABF é uma entidade que serve de espelho para qualquer associação comprometida em construir um varejo mais profissional e cada vez mais promissor.”

“A ABF vem dando sequência a um processo muito maduro de gestão de governança e, principalmente, de representação do setor de franchising, com muito profissionalismo, inovação e uma governança que, de fato, quem é de fora só tem a aplaudir. Estamos felizes com a aproximação da entidade à SBVC, que vem cada vez mais complementando a ABF com conteúdo e questões técnicas e fazendo projetos em conjunto, como a missão para a Ásia – tema que será debatido na Convenção ABF do Franchising, da qual participaremos pelo segundo ano consecutivo. Estamos realmente muito felizes com tudo isso.”

Akira Nagata, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo (Abiesv)

Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC)

O QUE ESPERAR DAQUI PARA FRENTE? “Tema cada vez mais essencial e em constante evolução diante de um ambiente de negócios muito dinâmico, a governança corporativa é o elo entre os objetivos de negócio das organizações e as ações necessárias para a geração e preservação de valor das empresas. Para garantir o crescimento sustentável da ABF, é preciso buscar a avaliação e o aperfeiçoamento contínuo das práticas de gestão e encontrar o ponto de equilíbrio entre as necessidades da Associação e as melhores práticas do mercado. As práticas de compliance, por exemplo, são fundamentais nas estruturas das empresas e na ABF também. Só assim teremos uma Associação aonde possíveis fraudes sejam facilmente identificadas e coibidas.” André Friedheim, vice-presidente da ABF

96

Relatório de Gestão ABF

Fotos: Divulgação

Veja também informações sobre o Prêmio ABF Destaque Franchising, entregue junto com o SEF, no capítulo Educação


RELATÓRIO DE GESTÃO

2017 | 2018

ADVOCACY

REPRESENTATIVIDADE E INFLUÊNCIA


ADVOCACY – REPRESENTATIVIDADE E INFLUÊNCIA O QUE É? Atuar de maneira efetiva na representação ativa dos interesses do setor e mostrar para a sociedade a força e a importância do franchising é uma das tarefas centrais da ABF. Neste pilar, a entidade reforça esse compromisso – fazendo uma maior conexão com a sociedade e com a opinião pública – e intensifica a representação dos interesses do setor junto aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Apresentando com clareza o que é o franchising e seus benefícios, e com uma maior interlocução com representantes do governo e agentes públicos, a ABF procura garantir um ambiente regulatório mais adequado para o empreendedorismo.

PRINCIPAIS DESAFIOS E BANDEIRAS DA ABF 1. Modernização das Leis Trabalhistas;

2. Desburocratização e simplificação na abertura e fechamento de empresas;

3. Reforma Tributária (simplificação, diminuição e melhor aplicação dos tributos, com foco na elevação do teto do Simples, exclusão da atividade de franquia da lista de serviços);

4. Melhora das condições de financiamento para franquias;

5. Modernização da Lei do Franchising; e

Município de Una/BA. O documento foi entregue ao deputado Luiz Carlos Hauly e ao então secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcelo Maia, que a partir de novembro de 2018 passa a ser o novo diretor-executivo da ABF [vide capítulo Estrutura e Serviços].

AÇÕES REALIZADAS EM 2017 / 2018 O franchising movimenta mais de R$ 165 bilhões por ano, empregando, de forma direta, cerca de 1,2 milhão de pessoas. A ABF tem uma interação ainda mais direta com os diversos órgãos e instâncias públicas, levando de forma ética os seus pleitos, de modo a fazer com que o setor tenha voz, na mesma proporção em que contribui significativamente com o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. Para tanto, diversas foram as ações realizadas no último biênio.

NÚMEROS DO SETOR

Período 1º Trimestre

Tais desafios e bandeiras estão na Carta de Una, documento fruto das reflexões, exposição de ideias e dos debates realizados pelas principais lideranças do franchising brasileiro e que foram consolidados durante a 17ª Convenção ABF do Franchising, em outubro de 2017, no Hotel Transamérica, na Ilha de Comandatuba, no

98

Relatório de Gestão ABF

2º Trimestre

3º Trimestre

4º Trimestre

Total

2017

Deputado Luiz Carlo

s Hauly

O presente docu mento é fruto das reflexões, realizados pela exposição de s principais ideia lideranças do consolidados dura franchising bras s e dos debates nte a 17ª Conv ileiro, tendo 29/10, no Hote enção ABF do sido l Transamérica, Franchising, entr na Ilha de Com andatuba, no Mun e os dias 25/10 e icípio de Una/BA. A Associação Bras ileira de Franchisi nacional, setor ng, na condição responsável por de representante 2,4% do PIB bras 1,2 milhão de do franchising empregos diret ileiro em 2016 , gerador de mais os nas suas mais mais de 2.115 de de 147.539 unid municípios do País, tem acom ades, presente a tramitação da panhado com s em reforma tributária preocupação e no Congresso Naci apreensão onal. Em que pese o espírito empreen dedor do brasileiro e superação de desafios, os entr , sua alta capacidad aves de natureza barreira à expa e de adaptaçã tributária cons nsão tituem-se em ineg o óbice ao incremen dos negócios, à geração de ável emprego, rend to da própria arrec a e, até mesmo, adação. em O franchising bras ileiro tem por característica a escala, de micr pres os e pequenos ença e o engajame empreendedo encontram no nto, em res, larga que, na condição sistema de franq atividades emp uias um porto de franqueados, resariais. seguro para o exercício de suas Prova disso, resid e justamente na proteção cons diferenciado que titucional ao trata deve ser assegura mento tributário nos termos da do a esses micr Carta Constituc o e pequenos ional de 1988. empreendedo res, Nesse sentido, uma tributaçã o justa e racio assegurar o dese nal, é medida nvolvimento plen que se impõe, o da atividade pode se cons a fim de empresarial. A tituir em emp tributação em ecilho ou ama pressionado e si, não rra à evolução encu do setor, que trazidos pela legis rralado, por exemplo, pela se vê s faixas e limit lação do Simples es de faturame Nacional. nto É preciso aban donar, de uma vez por todas, progressividad o conceito de e, onde a tribu tação se dá pelo degraus e adot valor global do excedente da resp ar a faturamento. ectiv Trata a imediatos para faixa e não pelo -se de medida o setor e para simples, mas de o País. eficácia e efeit os Av. das Naçõe s Unidas, 10.98 9 Cj. 92 - 9º andar / Cj. 112 - 11º andar Vila Olímpia SP - CEP: 04578 -000 Tel. 11 3020.8800 www.abf.com.br

municípios brasileiros. A ABF também realiza pesquisas temáticas, como o Perfil das 50 maiores Franquias no Brasil, e desenvolve parcerias com outras instituições setoriais e acadêmicas, como foi feito na pesquisa de Inovação nas Franquias Brasileiras (parceria com a CNS), Pesqui-

Desde 2014, a ABF passou a divulgar trimestralmente o desempenho do franchising, além de realizar recortes segmentados, como microfranquias e presença das redes franqueadoras nos

6. Proteção das Marcas – INPI com o Brasil sendo signatário do Protocolo de Madri.

CARTA DE UNA Ao Excelentíssimo

Veja aqui mais números do setor

Ano

Faturamento

Unidades

2017

R$ 36,9 bilhões

142.673

2018

R$ 38,8 bilhões

147.657

2017

R$ 37,6 bilhões

144.074

2018

R$ 40,7 bilhões

150.131

2017

R$ 41,8 bilhões

147.539

2018

--

--

2017

R$ 46,9 bilhões

146.134

2017

R$ 163,3 bilhões

146.134

2018

--

--

2018

Obs.: O número de marcas do franchising alcançou 2.845 em 2017


Fotos: Divulgação

sa sobre Franqueados Multiunidades (parceria com a USP-Ribeirão Preto) e na Pesquisa de Internacionalização (parceria com a ESPM).

OMC Logo no início de 2017, em 24 de janeiro, a ABF fez história junto à Organização Mundial do Comércio (OMC): foi a primeira vez que o órgão recebeu uma missão do franchising em Genebra, na Suíça. Um documento contendo dados do franchising global e brasileiro foi entregue ao diretorgeral do órgão, o brasileiro Roberto Azevedo, por Cristina Franco, integrante do Conselho da ABF, e Fernando Tardioli, diretor Jurídico da ABF e secretário jurídico do Conselho Mundial de Franquias (WFC em inglês), que representou também a entidade que congrega o setor ao redor do mundo. Cristina e Tardioli tiveram, ainda, um encontro com o diretor da divisão de Comércio, Serviços e Investimentos da OMC, Hamid Mamdouh. Segundo Cristina, reuniões importantes foram traçadas para que, de agora, em diante o franchising esteja presente nos grandes temas tratados na OMC.

Roberto Azevedo (centro), recebe documento sobre o franchising entregue por Cristina Franco e Fernando Tardioli

REFORMA TRABALHISTA Um dos pleitos defendidos pela ABF e por outras entidades do varejo junto ao Governo foi a regulamentação do trabalho intermitente, que foi contemplada no texto base da Reforma Trabalhista, aprovada no dia 11 de julho de 2017 pelo Senado Federal e sancionada pelo Presidente da República, Michel Temer, em 13 de julho do mesmo ano. Por esse regime de trabalho, o empregador pode contratar prestadores de serviços por horas, dias ou meses, o que possibilita ao empregado que trabalhe nesse modelo ter a carteira assinada por várias empresas, formalizando a sua atuação no mercado de trabalho. “A ABF apoia as reformas por entender que são necessárias para que o Brasil

Os representantes da ABF, Cristina Franco e Fernando Tardioli, durante encontro com Hamid Mamdouh

possa retomar o caminho do crescimento socioeconômico e a aprovação da reforma trabalhista é um passo importante nesse sentido”, disse o presidente da entidade, Altino Cristofoletti Junior. A ABF também promoveu eventos para debater a Reforma Trabalhista, como o Café da Manhã Jurídico, realizado em 29 de agosto de 2017 com a advogada Caroline Marchi e que lotou

um dos auditórios do Centro de Capacitação e Eventos da entidade. Em 2017 e 2018, a entidade promoveu cerca de 15 Cafés da Manhã Jurídicos com os mais diversos temas como: Principais aspectos da locação comercial; Aplicações e estratégias para aprimorar o complexo gerenciamento tributário das franqueadoras; As melhores práticas nas defesas de recurso trabalhisBiênio 2017 § 2018

99


Foto: Divulgação

ADVOCACY – REPRESENTATIVIDADE E INFLUÊNCIA

ta oriunda de franqueados; O suporte como ferramenta jurídica; O planejamento societário como estratégia de proteção patrimonial; Inadimplemento e arantias no contrato de franquia; Programa de compliance - conceito e aplicação nas redes; Mudar o jeito de resolver problemas na rede por meio de ferramentas extrajudiciais; A utilização das mídias sociais em franchising; Isonomia no tratamento entre franqueados; Aspectos polêmicos na transferência de franquias na rede; e Ferramentas jurídicas para um adequado processo de seleção.

Café da Manhã Jurídico na ABF debate a Reforma Trabalhista

A ABF também anunciou, durante a ABF Franchising Expo 2017, o apoio à iniciativa Trabalho Novo, do então prefeito de São Paulo, João Dória Jr., que abriu a feira naquele ano. A iniciativa visa a empregar 20 mil pessoas em situação de rua na capital paulista e, de imediato, cerca de 40 redes se comprometeram com o programa e outras passaram a contribuir por meio de doação de bolsas de estudo, apoio financeiro para a qualificação socioemocional, ou mutirões com foco na elevação da autoestima dos participantes. “O trabalho, certamente, é um fator muito importante para reintegrar parcelas menos favorecidas da população. Além das condições materiais, ele dá um senso de direcionamento e pertencimento de grupo”, disse o presidente da entidade, Altino Cristofoletti Junior. Na ABF, a iniciativa é coordenada pela consultora Eleine Bélaváry, fundadora da Connexion Negócios Sustentáveis.

100

Relatório de Gestão ABF

Foto: Keiny Andrade

TRABALHO NOVO

Prefeito João Doria agradece apoio da ABF ao Programa Trabalho Novo, ao lado de Altino Cristofoletti Jr. (à dir.) e Artur Grynbaum


FÓRUNS DE DEFESA DO FRANCHISING E VAREJO

A ABF apoia a bandeira “Burocracia para tudo! Por um país com menos barreiras para o empreendedor brasileiro”, da Endeavor, lançada no fim de novembro de 2017. A iniciativa convocou empreendedores, empresários, gestores públicos e cidadãos a contribuir para pressionar prefeitos, governadores, deputados e senadores para que acelerem os projetos de simplificação para a abertura, regularização e fechamento de empresas. Ao acessar o hot site www.burocraciaparatudo.com.br, qualquer pessoa pode assinar a petição e, assim, automaticamente, a mensagem é enviada aos e-mails do presidente da República, ministro da Fazenda, ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, governadores, prefeitos de todas as capitais, senadores e deputados federais. Segundo a Endeavor, no cenário atual, 1958 horas por ano são gastas apenas para pagar impostos. Além disso, uma empresa não é aberta em menos de 79 dias, prazo superior ao de países como China, México e Rússia. Mais de 38 mil pessoas já assinaram a petição e você também pode fazê-lo no QR Code a seguir.

A ABF participou de vários fóruns em defesa do franchising e do varejo, como a reunião na Confederação Nacional de Serviços (CNS), em Brasília, em 10 de abril de 2017. O encontro contou com as presenças de Marcos Pereira, ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcelo Maia, secretário de Comércio e Serviços do MDIC, José Luiz Nogueira Fernandes e Humberto Luiz Ribeiro da Silva, respectivamente presidente e vice-presidente setorial de Desenvolvimento e Inovação da CNS. Na ocasião, e com a presença do presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, e da integrante do Conselho da ABF, Cristina Franco, foram debatidos temas como a simplificação da burocracia, a ampliação de fronteiras para a exportação de intangíveis, a inovação dos serviços e o fomento ao empreendedorismo. No final de agosto de 2017, durante o encerramento do 3º LATAM Retail Show, em São Paulo, a ABF também assinou uma carta aberta do setor varejista brasileiro. As entidades signatárias – Abras, Abad, ABF,

Abiesv, Abrafarma, Abrasel, Abravest, Anamaco, CNDL, IFB e IDV – defenderam que o governo operasse as reformas necessárias para a estabilização, uma vez que dificilmente haverá cenário mais propício para tais mudanças no futuro. Leia o documento na íntegra no QR Code.

Leia a carta aberta ao setor varejista

No último biênio, a ABF também passou a integrar o Fórum de Competitividade do Varejo, coordenado desde 2015 pela secretaria de Comércio e Serviços (SCS) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), com o intuito de promover o diálogo e a articulação entre o setor público e o setor varejista nacional. Entre os assuntos debatidos pelo grupo estão os meios de pagamento, a modernização da legislação trabalhista e os desafios

Foto: Divulgação

INICIATIVA PELA DESBUROCRATIZAÇÃO

Reunião na Confederação Nacional de Serviços (CNS) Biênio 2017 § 2018

101


Fotos: Divulgação

ADVOCACY – REPRESENTATIVIDADE E INFLUÊNCIA

Fernando Tardioli, diretor Jurídico da ABF

ABF assina carta aberta ao setor varejista brasileiro

viços do MDIC, Marcelo Maia, que participou da Convenção ABF do Franchising em outubro de 2017. “O Fórum de Competitividade do varejo aproximou, de forma construtiva, o Governo e a iniciativa privada, representada pelas diversas associações que compõem o Fórum. Através deste trabalho conjunto, muitas questões de grande interesse do varejo nacional foram previamente discutidas em profundidade,

Foto: Keiny Andrade

trazidos pelo comércio eletrônico. O Fórum, formado por vinte entidades que representam o setor varejista, também conta com a colaboração de parceiros eventuais, como o Banco Central, o BNDES e os ministérios da Fazenda, do Trabalho, e do Desenvolvimento Social. Entre as conquistas desse grupo de trabalho estão a aprovação da Reforma Trabalhista e da Lei da Terceirização, segundo o então secretário de comércio e ser-

adequando a realidade dos setores que seriam impactados”, afirmou Juarez Leão, que em 2017 foi diretor Institucional da ABF e atualmente é membro do Conselho da entidade. Outra atuação determinante da ABF foi em relação à Lei 15.854/2015, conhecida como Lei da Promoção, que exigia que as empresas que prestam serviços contínuos estendessem eventuais promoções concedidas a novos clientes aos consumidores preexistentes. Por iniciativa do Comitê de Educação, a ABF ajuizou um ação em maio de 2016 e, no dia 31 de outubro de 2017, a Lei foi considerada in-

Juarez Leão, membro do Conselho da ABF

102

Relatório de Gestão ABF

Marcelo Maia, então secretário de comércio e serviços do MDIC, é homenageado durante a Convenção ABF do Franchising, em outubro de 2017


LEI DE FRANCHISING A ABF também se mobilizou em relação ao Projeto de Lei da Câmara (PLC 219/2015), do deputado Alberto Mourão, que atualiza o marco legal das franquias. Aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) em 30 de maio de 2018, a proposta está em análise na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). O relator foi o senador Armando Monteiro (PTB-PE). O PLC 219/2015 revoga a lei vigente sobre contratos de franquia empresarial (Lei 8.955/1994) e a substitui por novas regras. Entre outros pontos, a proposta obriga o franqueador a fornecer ao interessado uma Circular de Oferta de Franquia (COF) com uma antecedência mínima de dez dias da assinatura do contrato ou do pagamento de taxas pelo franqueado. O texto também trata das condições de sublocação do ponto comercial ao franqueado, da possibilidade de anulação do contrato caso as informações da COF sejam falsas e da autorização para que empresas públicas e sociedades de economia mista possam adotar o sistema. “A locação e sublocação de instalações comerciais vêm sendo empregadas como instrumentos para a expansão do sistema de franchising em todo o mundo. Com o aperfeiçoamento do sistema de franquia, a escolha do imóvel para instalação do empreen-

dimento é realizada de modo a atender aos objetivos de ambas as partes, diferentemente de uma locação e sublocação comercial comum”, destacou Armando Monteiro no parecer. “A vontade da ABF com relação ao PLC 219/2015 é de que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) não altere o parecer proferido Fotos: Divulgação

constitucional pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Os principais argumentos foram que os estados não podem legislar sobre Direitos do Consumidor, que são uma competência federal, e que nenhum consumidor seria beneficiado, já que as empresas restringiram as ofertas para eventuais novos clientes. “Acabou prevalecendo o bom senso e a questão de que todos são livres para se organizar e concorrer de forma lícita”, disse o diretor Jurídico da ABF, Fernando Tardioli.

na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), pois o texto está ótimo e favorece o setor. Ele moderniza a lei atual, aprimorando-a para que seja menos burocrática. O nosso presidente (Altino Cristofoletti Jr.) está empenhado para que essa tramitação aconteça o mais breve possível”, disse a assessora parlamentar da ABF, Stella Cruz.

Em parceria com Aluízio Davis Neto (consultor sênior em Relações Institucionais e Governamentais), Stella trabalha pela ABF há cerca de seis anos junto ao Congresso Nacional, Câmara e Senado, acompanhando projetos de Lei que possam interferir nos interesses da entidade e do setor. Por exemplo: evitar mudanças na Lei de Franquias, a criação de novos impostos e excesso de regulamentações. Além disso, sempre que tem demanda, atua junto com o Executivo, acompanhando reuniões e eventos que possam, de algum modo, impactar no franchising. Todos os meses ela ainda prepara para a ABF o Radar de Franquia, relatório com informações e atualizações sobre os projetos de interesse da Associação. Assim, a diretoria fica sabendo de tudo o que acontece em Brasília e consegue tomar medidas para começar a agir em defesa do sistema.

DEPOIMENTO “O expressivo crescimento do sistema de franquias no País exige a atualização da sua legislação. Tive a honra e a satisfação, como relator na Comissão de Constituição e Justiça do projeto de Lei que altera as normas do franchising, de contribuir para modernizar e dar maior segurança jurídica a esse importante modelo de negócios. Destaco, no projeto de Lei, três mudanças significativas: o franqueado poder anular o contrato se em dez dias antes da assinatura não receber do franqueador a Circular de Oferta de Franquia; o valor da sublocação cobrado do franqueado não poder ser excessivamente oneroso e nem ameaçar a manutenção do equilíbrio econômico-financeiro do aluguel e a autorização para franquias de empresas estatais, por licitação pública, como já ocorre com os Correios. Estou convicto de que as novas regras vão impulsionar ainda mais o sistema brasileiro de franquias”. Senador Armando Monteiro (PTB-PE)

103

Biênio 2017 § 2018


Fotos: Divulgação

ADVOCACY – REPRESENTATIVIDADE E INFLUÊNCIA PROTOCOLO DO TRATADO DE MADRI

Luiz Henrique do Amaral (sentado de frente, à direita) representa a ABF em audiência pública no Congresso sobre o Protocolo do Tratado de Madri

Ainda segundo ele, o que acontece é que as brasileiras não usufruem de algumas vantagens que as internacionais têm. “A ABF é totalmente contra a descriminalização entre marcas nacionais e estrangeiras, por isso, levamos a nossa preocupação para a Cdeics e houve um consenso de que ela faz sentido. Por ora, estamos aguardando uma devolutiva. Se as mudanças forem feitas, aí sim o Tratado é positivo e a ABF irá aderir”, acrescenta.

HONRARIAS AOS AGENTES PÚBLICOS Em seus eventos, a ABF sempre manteve o protocolo de homenagear e agradecer os agentes públicos que contribuem para um ambiente de ne-

“Recebemos o convite como um reconhecimento ao trabalho interinstitucional da grande equipe que atua na Força-Tarefa Lava Jato e, ainda, tomamos seu apoio como um incentivo e encorajamento para perseverar na luta contra a corrupção. Aproveitamos para externar profundo agradecimento e sincera admiração pelo envolvimento de instituições como a ABF na luta contra a corrupção no Brasil. Aguardamos contato referente ao engajamento de líderes do franchising no movimento unidos contra a corrução.”

Foto: Keiny Andrade

A ABF tem participado das audiências públicas no Congresso para debater o Protocolo do Tratado de Madri, matéria objeto do PDC (Projeto de Decreto Legislativo da Câmara) 860/2017, proposta pelo deputado Júlio Lopes (PP/ RJ) e pelo presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (Cdeics), deputado Daniel Almeida (PCdoB/BA). Esse acordo internacional permite o registro de marcas comerciais, já garantido em seus países de origem, em todos os cerca de 120 países integrantes do Tratado, que representam 80% do comércio internacional. Isso possibilita uma redução de custos, menos burocracia e a garantia de que essas marcas comerciais serão protegidas nos mercados internacionais. A ABF tem sido representada pelo membro do Conselho, Luiz Henrique do Amaral. “A posição da ABF é de que o Brasil pode se beneficiar com o Protocolo, pois ele facilita o registro das marcas no exterior. Porém, quando olhamos sua aplicação no País, constatamos que a nossa Lei de Marcas precisa ser ajustada para que não se crie aqui uma situação de assimetria entre nacionais e estrangeiras. É fundamental que isso ocorra para que haja equilíbrio”, relata Amaral.

Autoridades são homenageadas pela ABF durante a 17ª Convenção ABF do Franchising

104

Relatório de Gestão ABF

Deltan Martinazzo Dallagnol, procurador da República, participou do Simpósio Jurídico e de Gestão Empresarial 2018


PARCERIA COM ENTIDADES INTERNACIONAIS A aliança com entidades internacionais sempre foi fundamental para a ABF. Por meio dessa aproximação, a entidade se posiciona no cenário internacional, troca experiências e fomenta missões no franchising nacional.

uir, o a seg as , a j e V m ensa ades que p ais entid p i a c prin acionais : n inter to da ABF i e p s re

FIAF

WFC

“Manifesto publicamente nosso mais profundo agradecimento à Associação Brasileira de Franchising (ABF) pela vontade e cooperação com a Federação Ibero-Americana de Franquias (FIAF). Agradecemos a atitude ativa, de trabalho e espírito conciliador, manifestada pelo presidente da ABF, reivindicando a importância do trabalho conjunto e fraterno em prol de um sistema que reúne comunidades inteiras de cidadãos, fornece trabalho direto e indireto, formaliza o mercado e as relações trabalhistas, democratiza as oportunidades e gera crescimento genuíno para as pequenas, médias e grandes empresas. Nosso maior respeito e consideração pelo trabalho realizado pela ABF, que é um modelo de instituição para todos nós.”

“O franchising vem crescendo em todo o mundo, e os mercados globais são receptivos a este modelo de negócio. De acordo com a mais recente pesquisa do WFC sobre o impacto econômico do franchising, estima-se que 2,6 milhões de empresas franqueadas sustentem mais de 29 milhões de empregos em todo o mundo. Além disso, em média, 28% das franquias de um determinado país são de origem estrangeira, e as redes de franquias brasileiras têm grande potencial de crescimento regional e internacional. A Associação Brasileira de Franchising (ABF) tem desempenhado um papel de liderança regional e global, promovendo o sistema. Seus eventos, como fóruns, seminários, programas educativos e feiras, abrem caminho para que a inovação seja parte integrante do mercado.”

Gabriel Grasiuso, secretário-geral da FIAF 2018-2020

Fotos: Divulgação

gócios mais justo para os empreendedores. Durante a 17ª Convenção ABF do Franchising, em outubro de 2017, a entidade homenageou os presentes com o seu livro de 30 anos, lançado naquele mesmo ano. De outro lado, a entidade também recebe agradecimentos, como o enviado pelo gabinete do procurador da República Deltan Martinazzo Dallagnol, que participou do Simpósio Jurídico e de Gestão Empresarial, realizado no dia 29 de junho de 2018.

Hatem Zaki, secretário geral do World Franchise Council (WFC)

IFA “A International Franchise Association (IFA) parabeniza a Associação Brasileira de Franchising (ABF) por mais um ano de sucesso. Quando os líderes da emergente comunidade de franquias no Brasil decidiram lançar as bases para formar uma associação, eles entraram em contato conosco. Ficamos felizes em dar o nosso apoio e, desde então, temos mantido fortes relações. Como o franchising globaliza rapidamente, parcerias como essa são essenciais para reunir a comunidade de franquias internacionais e moldar um ambiente vital e harmonioso para os negócios. A IFA aguarda ansiosamente mais muitos anos de amizade e parceria com a ABF e envia desejos para um ano ainda maior em 2019.” Robert Cresanti, CEO da International Franchise Association (IFA)

105

Biênio 2017 § 2018


ALIANÇAS SOCIAIS

Foto: Divulgação

Altino Cristofoletti Junior e Alcione Albanesi durante a Convenção ABF do Franchising 2017

Segunda Caravana do Franchising visita projeto dos Amigos do Bem, em Pernambuco

ForShe (ElesPorElas). “É com muita alegria que a ONU vê uma organização como a ABF assinar essa plataforma. É um sistema de gestão muito poderoso, que influência muitas pessoas, com grandes números”, comentou a gerente dos princípios do empoderamento econômico da ONU Mulheres, Adriana Carvalho (ao centro, na foto), que participou da 17ª Convenção ABF do Franchising, em outubro de 2017.

Foto: Keiny Andrade

Uma das parcerias mais representativas para a ABF foi com os Amigos do Bem, que está entre os cinco maiores projetos sociais do Brasil. Liderada por Alcione Albanesi – uma das palestrantes da Convenção ABF do Franchising –, a instituição transforma a vida de mais de 60 mil pessoas nos sertões de Pernambuco, Alagoas e Ceará por meio de projetos educacionais e autossustentáveis, além do auxílio com roupas, alimentos, médicos e dentistas. Com a parceria, a ABF tem promovido os Amigos do Bem em seus eventos e fomentado o envolvimento e a doação dos empresários e fornecedores do setor. Daí surgiu a Caravana do Franchising, que já levou dois grupos de franqueadores ao Sertão Nordestino, em março de 2017 e de 2018. Os recursos doados pelo franchising também ajudaram a instituição a comprar castanhas de caju para reabrir a fábrica de beneficiamento, que havia paralisado as atividades devido a um incêndio, em maio de 2016. “Fazer o bem é compromisso com a humanidade e no Sertão, no meio do nada com lugar nenhum, vivenciamos que isso é possível. Nós, brasileiros, somos capazes de criar, estruturar e manter uma sociedade mais justa para todos”, disse Cristina Franco, integrante do Conselho da ABF e embaixadora dos Amigos do Bem no Franchising. No último ano, a ABF também se tornou signatária do movimento He-

ABF se torna signatária do movimento HeForShe

O QUE ESPERAR DAQUI PARA FRENTE? O tom das ações da ABF no eixo Advocacy para os próximos anos será dado pela Carta de Comandatuba, documento a ser assinado na 18ª Convenção ABF do Franchising, em outubro de 2018, e que será entregue às autoridades presentes no evento. Em suma, a ABF irá intensificar a representação de seus interesses junto aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, demonstrando a força e a importância do franchising para a economia brasileira e reforçando como um ambiente de negócios mais amigável, e justo, pode produzir efeitos positivos na escala cento por um. Além deste documento, a primeira ação da ABF, já na 18ª Convenção, será a assinatura de um convênio com o Ministério Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Confira o teor da Carta de Comandatuba e do Convênio com o MDIC na versão digital desta publicação.

106

Relatório de Gestão ABF

Foto: Divulgação

Foto: Keiny Andrade

ADVOCACY – REPRESENTATIVIDADE E INFLUÊNCIA


RELATÓRIO DE GESTÃO

2017 | 2018

EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO


EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO

A ABF precisa estar preparada para atender as marcas e seus stakeholders para o desenvolvimento de seu maior patrimônio: as pessoas. A ABF é formadora de pessoas e a Educação é, portanto, um pilar para a entidade, sobretudo na era da economia compartilhada – quando, cada vez mais, o conhecimento, os serviços e os produtos são distribuídos de maneira descentralizada, em redes interconectadas que ligam os indivíduos em todo o planeta. Com isso, o franchising deve revisar constantemente seus negócios para se adaptar às demandas dos novos consumidores e das novas gerações que chegam às empresas.

AÇÕES REALIZADAS EM 2017 / 2018 Com foco na capacitação das marcas franqueadoras, a ABF desenvolveu uma série de missões internacionais e atualizou a trilha do conhecimento com foco nos prospects de franquias, franqueadoras e franqueados. “Por meio da disseminação de informações e conteúdo de qualidade cumprimos a nossa missão de aumentar, cada vez mais, a divulgação e profissionalização do franchising, compartilhando conteúdo relevante nos eventos e nos cursos, capacitando potenciais franqueados, franqueadores e suas equipes e profissionais do franchising no geral”, disse a diretora de Educação da ABF, Angela Manzoni. Segundo ela, o conteúdo dos eventos é produzido a partir de um tema central e segue uma trilha de conhecimento sempre procurando levar assuntos relevantes para a estratégia das redes, além de construção conjunta de soluções, cases práticos das marcas e trocas de experiência, compartilhando e tornando o sistema cada vez mais robusto. Já os cursos têm conteúdo específico para cada público-alvo, sendo que os instrutores são

108

Relatório de Gestão ABF

homologados pela ABF e estão entre os melhores especialistas do País.

MISSÕES E EVENTOS INTERNACIONAIS A cada ano, a primeira missão internacional da ABF já tem destino confirmado: o NRF RETAIL’S BIG SHOW, em Nova York. O principal evento do varejo mundial, que em 2018 completou a 109ª edição e costuma ocorrer em janeiro, atrai delegações do mundo todo em busca de conectividade, troca de experiências e networking. Nos últimos anos, a delegação da ABF parte para o NRF em parceria com a BTR & Varese, o que enriquece a dinâmica de conteúdo do varejo internacional. E o Grupo ABF conta, ainda, com ativida-

des exclusivas, tradução simultânea e visitas técnicas e guiadas, como a feita em 2018 à Feira de Tecnologia do setor capitaneada pela CEO da VIP-Systems, Regiane Relva. “NRF não é só conteúdo, é muito networking. A viagem proporciona encontros e reuniões, além de novidades que podemos trazer para nossos negócios”, complementa o presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior. Em 2018, antes de iniciar o NRF Retail’s Big Show, o executivo representou a entidade na tradicional reunião do Forum International Retail Association Executives (FIRAE), órgão ligado à National Retail Federation dos Estados Unidos, quando foram debatidos os principais assuntos do varejo global. Fotos: Divulgação

O QUE É?

Grupo ABF na reunião de abertura da NRF 2018

Visita guiada por Regiane Relva à Feira de Tecnologia


Fotos: Divulgação

Representantes do varejo mundial na reunião da FIRAE

E para disseminar o rico conteúdo trazido de Nova York, a ABF manteve, como vem fazendo há alguns anos, o PÓS-NRF em São Paulo. Dados e informações relevantes, cases e ­insights obtidos pela delegação brasileira foram apresentados por um time de especialistas em franchising e varejo não só para os presentes, como também para todos os interessados por meio da transmissão on-line via site e mídias sociais da entidade. Em 2018, diversos foram os insights aplicáveis ao franchising extraídos da NRF, como o varejo cross border (venda pela internet para consumidores de outros países), a personalização de canais, produtos, preços, serviços e ofertas, o uso do QR Code para pagamento, as oportunidades com as criptomoedas e os blockchains, entre outros. Outro evento internacional que, há pelo menos duas décadas, tem presença confirmada da ABF é a

Saiba mais sobre o NRF Show no QR Code:

CONVENÇÃO DA INTERNATIONAL FRANCHISE ­ASSOCIATION (IFA), nos Estados Unidos. Ocorrida em 2017 em Las Vegas (Nevada) e em 2018 em Phoenix (Arizona), a participação brasileira no maior evento do franchising mundial – habitualmente em fevereiro – não

só visa a consolidar o relacionamento e aprofundar o intercâmbio entre as duas associações, como também objetiva a fortalecer a presença internacional da ABF. Ademais, os temas de destaque de cada edição da IFA trazem conhecimento e networking para a comitiva nacional.

Grupo ABF participa da IFA 2017, em Las Vegas

Grupo ABF participa da IFA 2018, em Phoenix

109

Biênio 2017 § 2018


Em 2017, o foco da 57ª Convenção da IFA foi aumentar o conhecimento da sociedade sobre o modelo do franchising e, em 2018, na 58ª edição, a inovação e a disrupção nos negócios foram colocadas no centro dos debates. Além disso, nesse período, a ABF – cumprindo o seu papel de disseminadora de conhecimento sobre o franchising no Brasil – assinou um convênio com a IFA que credencia a entidade brasileira a certificar profissionais na metodologia norte-americana, chamada de Certified Franchise Executive (CFE). “Com esse convênio, passamos a ser uma família na área de Educação”, afirmou, na ocasião, o presidente da Fundação Educacional da entidade norte-americana, John Reynold. A ABF também aproveitou o momento para fazer imersões em diversas redes. Em 2018, as escolhidas foram a

110

Fotos: Divulgação

EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO

John Reynold e Altino Cristofoletti Jr. assinam convênio

Kahala Brands – da marca de sorvete premium Cold Stone Creamery – e a Brinker International, detentora da Chili’s Grill & Bar. Além dessas, o grupo passou pela The Joint e Circle K.E. Já em 2017, na pré-IFA, a delegação brasileira conheceu as operações das redes Tint World e Miami Grill, e posteriormente

fez uma visita técnica à sede global do Burger King, em Miami.

Saiba mais sobre a IFA no QR Code:

Grupo ABF em visita técnica à rede Chili’s Grill & Bar em 2018

Grupo ABF em visita técnica ao Tint World em Miami em 2017

Grupo ABF em visita técnica ao Burger King em 2017

Grupo ABF em visita técnica ao Miami Grill em 2017

Relatório de Gestão ABF


Pavilhão central da Euroshop 2017

Fotos: Divulgação

Assim como faz com o NRF, para quem não pôde comparecer à IFA, a ABF também realiza, há seis edições, o PÓS-IFA, em São Paulo, com o objetivo foi apresentar os principais insights do maior evento de franchising do mundo. Realizado em fevereiro tanto em 2017, quanto em 2018, e com auditório repleto, a entidade passou a transmitir esse evento via internet e por meio das redes sociais, cumprindo a sua missão de disseminar conhecimento. Já em março de 2017, a ABF também participou da 50ª edição da EUROSHOP; maior feira de varejo do mundo, que reúne mais de dois mil expositores que apresentam soluções on-line e off-line para o setor, tendências e inovações. Os visitantes têm, ainda, a oportunidade de assistir a fóruns onde são apresentados e debatidos cases sobre omnichannel, sustentabilidade, adaptação aos millennials, entre outros assuntos. O evento ocorre a cada três anos em Dusseldorf, na Alemanha, e o próximo encontro já está marcado para 16 a 20 de fevereiro de 2020. O presidente Altino Cristofoletti Junior, o então diretor institucional Juarez Leão, e o membro do Conselho da entidade, Carlos Alberto Zilli participaram da Euroshop 2017. De forma inédita, executivos de delegações brasileiras presentes à Euroshop 2017 tiveram um evento exclusivo, o Brazilian Night Cocktail, que reuniu as prin-

Altino Cristofoletti Jr. e Pós-IFA 2018

A partir da esq.: Altino Cristofoletti Jr. (Brasil), José Roberto Fernández (Guatemala), Daniel Gavilan (Paraguai), Paulo Antunes (Portugal), Lucas Secades (Argentina), Julio Beleki (México) e Marcel Burgos (Uruguai)

cipais personalidades do varejo brasileiro. A ABF também compartilha o conhecimento adquirido na Euroshop durante o Congresso Internacional de Franchising da ABF, que até 2017 ocorria geralmente em abril e em 2018, em sua quinta edição, passou a integrar a programação da ABF Franchising Week. Em 2017, o CONGRESSO INTERNACIONAL DE FRANCHISING

recebeu o CEO da marca colombiana Juan Valdez Café, Hernan Mendez, e o professor, filósofo e escritor Mario Sergio Cortella. Já em 2018, a ABF contou com a participação da diretora de desenvolvimento de negócios do Consulado de Israel, Luciana Detoni, e de membros da Federação Ibero-Americana de Franquias (FIAF) – cuja reunião (a segunda do ano da FIAF) foi realizada no Brasil por ocasião da ABF­ Franchising Week. Outro evento que ganhou o calendário da ABF na primeira metade do ano a partir de 2018 foi o

Biênio 2017 § 2018

111


Fotos: Divulgação

EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO

Grupo ABF na Multi-Unit Franchising Conference, em 2018

MULTI-UNIT FRANCHISING CONFERENCE (MUFC), em parceria com a MD – Make a Difference. Principal encontro de multifranqueados do mundo, o evento ocorreu em Las Vegas entre os dias 2 e 7 de abril. Na ocasião, o Grupo ABF realizou sua reunião de abertura oficial da Conferência em um jantar de boas-vindas – patrocinado pelo Finanças 360º –, com palestra exclusiva sobre inovação de Hitendra Patel; reconhecido como um dos cinco mais importantes gurus da inovação na atualidade. Os curadores de conteúdo da missão foram o diretor de Franqueados da ABF, Alberto Oyama, o sócio-fundador do Grupo MD – Make a Difference, Denis Santini, e os membros do Comitê de Franqueados da ABF: Glauber Gentil (Grupo Gentil), Mauro Nomura (Grupo Nomura) e Rodrigo Dias (Grupo Natureza). “Após a crise, o papel estratégico dos multifranqueados se fortaleceu, o mercado brasileiro de franchising está caminhando para uma evolução, um amadurecimento de sua expansão através de multifranqueados e eles precisam estar preparados para novos desafios”, disse, na ocasião, Alberto Oyama. “O que mais me chamou a atenção foi a questão do marketing local e, é claro, marketing digital. Ficou evidente que, hoje, mais do que nunca, as avaliações realizadas pelos clientes – principalmente na internet – são de extrema importância, pois é a

112

Relatório de Gestão ABF

Alberto Oyama e Denis Santini entregam homenagem da ABF à Therese Thilgen, presidente da Multi-Unit

Estande da ABF na Multi-Unit Franchising Conference, em 2018

partir delas que potenciais compradores decidem adquirir ou não um serviço ou produto”, afirmou Denis Santini. Nessa missão internacional, a ABF, em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), também orientou franqueadores brasileiros com interesse em expandir para o mercado americano. Além de participar de rodadas de negócios, as marcas brasileiras contaram com um estande na Feira de Franquias realizada parale-

lamente à Conferência, como parte do Projeto Franchising Brasil. Tradicionalmente em maio, a ABF também participa todo ano do NRA SHOW, o maior evento do segmento de Alimentação do mundo promovido pela National Restaurant Association (NRA), em Chicago (Illinois), nos Estados Unidos. O evento apresenta as principais novidades, informações e tendências do segmento, além de soluções completas para gestão de pessoas e melhoria da produtividade.


Fotos: Divulgação

Altino Cristofoletti Jr (à esq.) abre os trabalhos do grupo ABF no NRA Show 2017

A delegação visitou o Fórum 55 (espaço que concentra dez conceitos de fast casual locais, sendo um misto de cafeteria, restaurante e mercado), a Naf Naf Middle Eastern Grill (especializada na culinária do Oriente Médio), a rede Wow Bao (fast casual cujo carro-chefe são os bolinhos a vapor asiáticos chamados de “baos”), a MOD Pizza (marca com conceito de pizzaria artesanal que leva apenas três minutos para assar no forno de pedra) e a Costco Wholesale (rede de clube de vendas semelhante ao Sam’s Club, que opera no Brasil). A missão foi realizada pela Galunion Consultoria com o apoio da ABF. Para a CEO da Galunion Consultoria, Simone Galante, os principais insights do evento foram a alimentação plant based (baseada em vegetais e alimentos na sua forma mais natural), o tempo como nova moeda do jogo, os robôs e todas ferramentas de automação. Dentro de sua proposta de disseminar conhecimento, a ABF também promove o PÓS-NRA – realizado desde 2016 na ABF Franchising Week,

Em 2018, além de acompanhar o Congresso do setor, a delegação brasileira ABF, com cerca de 40 participantes, fez visitas guiadas a alguns estandes da feira, como à Sysco e NCR, para conhecer tecnologias emergentes e tendências do setor em escala global. O grupo também aproveitou para fazer visitas técnicas, como é de praxe nas missões internacionais.

Visita técnica à Naf Naf

Visita técnica ao Wow Bao

Visita técnica no Fórum 55

Visita técnica à MOD Pizza

Visita técnica à Costco

Grupo ABF durante visita à feira da indústria de alimentação no NRA Show 2018

Biênio 2017 § 2018

113


EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO junto com o Seminário Setorial de Food Service. Além de trazer os principais insights do maior evento do segmento de Alimentação do mundo, a entidade aproveita o momento para divulgar a tradicional Pesquisa Setorial de Food Service, encomendada pela ABF à ECD Food Service; consultoria especializada no setor.

Confira os resultados da edição 2018 da pesquisa na versão digital desta publicação

VEJA CINCO DOS PRINCIPAIS PONTOS APRESENTADOS NO PÓS-NRA EM 2018: controla todas as transações e traz uma auditoria on-line do recebimento do dinheiro em espécie; 4) a multicanalidade vai prevalecer (78% dos millennials sempre vão consultar o menu antes de ir ao restaurante, 52% usam app mobile e outros 50% seguem restaurantes nas mídias sociais, portanto, eles devem estar integrados a um app); e 5) existe uma tendência para a alimentação plant based (baseada em vegetais e alimentos na sua forma mais natural)

Fotos: Divulgação

1) a população dos Estados Unidos gasta 13% da renda em alimentação e 64% dos consumidores sul-americanos querem mais integração entre os canais de tecnologia no seu atendimento; 2) as inovações em produtos, formatos e tecnologia têm garantido o crescimento das redes de franquias de alimentação; 3) uma das tendências no segmento é a “gaveta inteligente” no autoatendimento, que conta o dinheiro,

A partir da esq.: Reinaldo Varella (Divino Fogão), Marcelo Farrel (Bob’s), Simone Galante (Galunion), Ricardo Alves (Halipar),Victor Giansante (Boali) e Enzo Donna(ECD), em painel no 12º Seminário Setorial de Food Service e Pós-NRA, em 2018

Público durante o 11º Seminário Setorial de Food Service e Pós-NRA, que abriu a ABF Franchising Week em 2017

114

Relatório de Gestão ABF

No Pós-NRA Show, Simone Galante destacou: comece sempre com a história de qualidade da comida (fazer o básico bem feito), tenha relacionamento profundo com os franqueados e use as estratégias e insights do consumidor para lançar produtos. Em relação aos desafios, Simone pontuou conectar todos os dados, estipular preço por demanda e interagir corretamente (mobile mindset). “O que importa é o que os clientes estão falando sobre nós. Tudo mudou, mas nada mudou ao mesmo tempo”, concluiu.


Foto: Keiny Andrade

CAPACITAÇÕES PRESENCIAIS Considerando que nenhuma rede franqueadora é capaz de manter o padrão sem uma boa estrutura de treinamento e capacitação, a ABF Educação desenvolveu cursos para públicos com pouco ou nenhum conhecimento no setor, bem como para franqueadores e stakeholders experientes. Em 2017, foram formados nos cursos da entidade mais de 10 mil alunos. Em 2018, esses números chegarão a 11 mil. “Todo o sistema se auxilia por meio das boas práticas. Fortalecemos esse legado de ter um franchising colaborativo, que faz com que o setor crie muita musculatura para enfrentar qualquer situação”, explica a diretora de Educação da ABF, Angela Manzoni.

dos 14 cursos Entendendo o Franchising, envolvendo cerca de 500 alunos.

A ABF também disponibiliza o curso Entendendo Franchising, este mais voltado para candidatos a franquias e principiantes. Com linguagem simples e exemplos práticos e carga horária de 8 horas, é a capacitação ideal para quem deseja conhecer e se envolver com o universo das franquias. Em 2017 e 2018, foram realiza-

bém é oferecido pela ABF desde 2008, em parceria com a FIA/Provar. O MBA Gestão de Franquias FIA /Provar é voltado para franqueadores, franqueados e stakeholders do sistema.

DEPOIMENTO Outro curso com bastante procura na ABF é o Certificação em Gestão de Redes de Franquia, voltado para potenciais franqueadores, franqueadores e equipe da franqueadora. Ele fornece ao participante conhecimento para realizar planejamentos de finanças e de marketing, entender e estruturar o fluxo de caixa, estruturar o processo de seleção de franqueados, entre outros. Em 2017 e 2018, foram formados 376 alunos.

A ABF fornece, ainda, cursos de especialização, como 1) Expansão e venda de franquia; 2) Liderança e finanças para franquias; 3) Locações comerciais; 4) A inovação na gestão de conflitos; e 5) Diálogo colaborativo para superar conflitos em franquias. Em 2017, mais de 90 pessoas fizeram cursos de especialização na ABF e em 2018, cerca de 110 pessoas. O único curso de pós-graduação com foco em franchising do Brasil tam-

Foto: Divulgação

O Programa de Capacitação em Franchising (PCF) é um dos cursos mais tradicionais da ABF, sendo ministrado em São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Brasília. Voltado para profissionais do setor, potenciais franqueadores e para aqueles que querem aperfeiçoar os seus conhecimentos sobre o franchising, o programa trata com profundidade aspectos vitais para implantação, operação e gestão de uma rede franqueadora. São dez módulos, com carga horária de oito horas cada, incluindo uma visita técnica a uma rede franqueadora. Entre 2017 e 2018, o PCF formou 10 turmas e cerca de 1,8 mil alunos.

Angela Manzoni, diretora de Educação da ABF

“O MBA em Gestão de Franquias FIA – ABF, desde sua primeira turma, tem ajudado a construir a história de sucesso do franchising brasileiro, formando, até hoje, mais de 400 alunos que dirigem as principais redes do País. O curso tem por objetivo ampliar a capacidade de atuação no mercado nacional e internacional de franquias. A qualificação profissional é fundamental para o sucesso dos executivos e é o pilar para o crescimento sustentável do franchising.” Professora Dra. Renata Nieto, diretora Acadêmica e coordenadora do curso MBA Franquias

Biênio 2017 § 2018

115


Fotos: Divulgação

EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO

6ª turma do MBA Gestão de Franquias, formada em agosto de 2015

Outra capacitação presencial realizada na ABF ocorre por meio dos Cafés da Manhã Jurídicos. Aberto aos associados, o Café da Manhã Jurídico é realizado mensalmente. Entre os temas debatidos em 2018 estiveram: Inadimplemento e Garantias no Contrato de Franquia; Cultura de Compliance nas Redes de Franquias, Utilização das mídias sociais no franchising; e a isonomia no tratamento entre franqueados.

Primeiro Café da Manhã Jurídico ABF realizado em 2018 com a participação do advogado Alexandre David

116

Relatório de Gestão ABF

Café da Manhã Jurídico, em abril, com palestra de Flavia Amaral

Café da Manhã Jurídico, em julho, com palestra do advogado Sidnei Amendoeira

Segunda reunião de 2018 com palestra de Marcio Barreto (KPMG) e compliance em foco


CAPACITAÇÕES A DISTÂNCIA A ABF também tem investido na ampliação da oferta de cursos on-line por meio de sua plataforma On the Go. Entre os cursos oferecidos estão Expansão e venda de franquia e Administrando o relacionamento com a rede. Em 2018, a ABF incluiu o Entendendo Franchising na grade, oferecendo videoaulas, biblioteca virtual, links para materiais digitais, quizzes e participação em fóruns. “O curso on-line oferece ao estudante uma excelente oportunidade de aprender onde e quando ele quiser, com especialistas do setor de franquias, franqueadores e franqueados que transmitem seu conhecimento e dicas valiosas para quem quer ingressar nesse mercado e ter o próprio negócio”, ressalta Angela. Na área lúdica, a ABF também disponibiliza gratuitamente desde 2015 o Game Franquias Brasil (www.gamefranquiabrasil.com.br), feito em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Mi-

cro e Pequenas Empresas (Sebrae) dentro do Projeto Franquias Brasil. A série é composta por seis games: Preços, Vendas e Custos; Gestão de Pessoas; Atendimento a Clientes; Marketing e Merchandising; Gestão Financeira e Indicadores de Desempenho.

Confira o preço e as datas dos cursos no site da ABF Educação: www.abfeducacao.com.br

Além da parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA) para a realização do MBA Gestão de Franquias, a ABF mantém acordos estratégicos na área educacional com outras instituições, como com o Sebrae. O convênio firmado com o Sebrae em fevereiro de 2017, durante a Feira do Empreendedor, prevê o desenvolvimento de ações conjuntas que promovam a capacitação empreendedora. Naquele mesmo ano, a ABF já disponibilizou em seu estande na feira material informativo sobre como se tornar um franqueador ou um franqueado, além de especialistas credenciados pela ABF Educação para ministrar palestras para quem deseja empreender.

Fotos: Divulgação

PARCERIAS ESTRATÉGICAS

Paulo Skaf, Altino Cristofoletti Jr e Ivan Hussni na assinatura do Convênio entre ABF e Sebrae

Biênio 2017 § 2018

117


EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO Preto para a criação de estudos sobre o setor. O objetivo é estudar o universo do franchising, com início pelo tema Multifranqueados. Foto: Ale Meirelles

Na ABF Franchising Week de 2017, a ABF também firmou um convênio com a Faculdade de Economia e Administração da USP de Ribeirão

A ABF já tinha feito outras parcerias estratégicas com a entidade, como por meio do Sebrae Móvel, que promoveu o sistema em comunidades durante a ABF Franchising Week de 2017, tornando o evento mais amplo, democrático e envolvente. O Sebrae Móvel funciona como um escritório sobre rodas, em uma van customizada para o atendimento ao público, equipada com computadores, internet, ar-condicionado e cartilhas com informações e orientação para quem já tem ou deseja investir em um pequeno negócio.

Convênio com a USP Ribeirão Preto_Decio Pecin, Altino Cristofoletti Jr., Eugênio Bitti e Vanessa Bretas

PESQUISAS REALIZADAS A pesquisa Franqueados Multiunidades, em parceria com a USP Ribeirão Preto, foi uma das apresentadas no início de 2018. Outro levantamento realizado em parceria, dessa vez com a Confederação Nacional de Serviços (CNS), foi a Pesquisa de Inovação (veja mais informações no capítulo Empreendedorismo e Inovação). Além disso, a área de Inteligência de Mercado da ABF preparou outros estudos no biênio 2017/2018: as pesquisas para o Selo de Excelência em Franchising (SEF), de desempenhos trimestrais e anuais e a de FoodService – já elencadas anteriormente –, além da pesquisa de Internacionalização em parceria com a Escola Superior e Propaganda e Marketing (ESPM), de Advocacy e de Satisfação dos Franqueados.

118

Relatório de Gestão ABF

A entidade também realizou consultas para fortalecer os argumentos em sua agenda com o governo, como

sobre práticas de remuneração, em 2017, e sobre a greve dos caminhoneiros, em 2018.


ABF Franchising Week Criada em 2016, a ABF Franchising Week concentra, em uma única semana, boa parte dos eventos da entidade voltados à capacitação. Desde 2016, a “semana do franchising” uniu os negócios da feira ABF Franchising Expo com a troca de conhecimento e expertise, resultado da consolidação de seminários especializados –anteriormente realizados ao longo do ano. Durante o evento, além de realizar networking, os participantes têm contato com palestrantes reconhecidos e temas relevantes, como a gestão de multimarcas, produtividade, inovação, expansão de redes, entre outros. Veja os eventos que integram a ABF Franchising Week. Em 2017, mais de 2 mil congressistas participaram da ABF Franchising Week e em 2018 foram 2,2 mil. Pessoas de renome passaram pelo evento, como o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, o Procurador da República Deltan Dallagnol, o navegador Amyr Klink, a diretora de desenvolvimento de negócios do Consulado de Israel, Luciana Detoni, e o fundador do Instituto Gerando Falcões, Edu Lyra, entre outros.

Foto: Divulgação

O QUE ESPERAR DAQUI PARA FRENTE? “Em 2018, a ABF Educação trabalhou inspirada pelos eixos Propósito, Colaboração e Transformação. A partir desse direcionamento, estamos atuando para contribuir com a evolução do franchising nacional trazendo maior acessibilidade aos conteúdos de nossas capacitações, por meio dos cursos on-line (ABF On the Go). Os módulos escolhidos estão entre os mais pedidos pelos nossos associados: Entendendo Franchising; Expansão e Venda de Franquias; e Administrando o Relacionamento com a Rede. Como saliente o Manifesto ABF, ‘as nossas marcas, as nossas redes e as nossas empresas são feitas de gente’ e, tanto pessoas quanto empresas, precisam de apoio e desenvolvimento constantes. Essa é a missão da área de Educação e pretendemos, cada vez mais, trazer tecnologia, interação e acessibilidade aos conteúdos para todos os associados.” Fabiana Estrela, diretora de Capacitação da ABF

Biênio 2017 § 2018

119


RELATÓRIO DE GESTÃO

2017 | 2018

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO


EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

O QUE É? Está na missão da ABF promover o desenvolvimento técnico e institucional do franchising. A ABF é promotora do desenvolvimento e é neste pilar estrutural que a entidade procura potencializar o seu papel como promotora de negócios, por meio, principalmente, de eventos nacionais e internacionais. A ABF também olha para o tema da inovação como alimento fundamental para o empreendedorismo, que é a principal característica do franchising. Formar uma nova geração de líderes e franqueados está no seu alvo. Entender o novo consumidor também. Por isso, a ABF procura estimular a inovação dentro e fora de casa para se manter conectada com a sociedade, atendendo aos seus anseios por novos e promissores negócios.

AÇÕES REALIZADAS EM 2017 / 2018 O franchising brasileiro se transformou numa plataforma de negócios, onde a inovação e o empreendedorismo deram forma a novos modelos de negócios e de canais, como o e-commerce e a venda porta a porta. Foi através de uma pesquisa inédita de inovação que a ABF constatou esta realidade. A coleta de informações da Pesquisa de Inovação nas Franquias Brasileiras – feita em parceria com a Confederação Nacional de Serviços (CNS) – foi realizada entre os dias 6 e 28 de novembro de 2017 e os resultados foram divulgados em 2018. A pesquisa avaliou as condições para a ocorrência de inovações nas redes de franquias, o esforço que elas desempenharam entre 2014 e 2016 e os resultados que obtiveram com a inovação. O estudo identificou que uma maior atividade inovadora dentro da empresa está positivamente correlacionada a maiores chances de introduzir uma inovação que reduza os custos da empresa.

Confira, a seguir, os principais resultados do levantamento e veja a pesquisa completa na versão digital

PESQUISA DE INOVAÇÃO

NAS FRANQUIAS

BRASILEIRAS ABF E CNS

Principais resultados da Pesquisa de Inovação nas Franquias Brasileiras • Mesmo com a crise econômica, as franquias brasileiras mostraram uma alta disposição a investir; • 45% das empresas introduziram equipamentos, técnicas ou softwares novos para a empresa entre 2014 e 2016; • A adoção de novas técnicas de gestão e novas formas de organização do trabalho foram outras duas estratégias adotadas de forma dominante; e • O marketing, a estética e o desenho dos produtos e serviços das franquias foram outras dimensões que receberam novidades nesse período.

R E S U LTA D O S

INTRODUÇÃO DE INOVAÇÕES

Não introduziu inovações

11,1%

7,6%

Sim, para a empresa

28,7%

28,1%

45,0%

56,1%

53,2%

14,0%

9,9%

12,9%

8,2%

Equipamentos, software e técnicas novas

Novas técnicas de gestão

Novos métodos de organização do trabalho

Mudanças significativas nas estratégias de marketing

32,2%

43,9%

5,3%

7,6%

6,9%

36,8%

36,3%

37,4%

49,7%

39,8%

26,9% 32,7% 40,9%

23,4% 8,2%

Sim, para o mercado mundial

5,8%

8,8%

25,7% 57,3%

Sim, para o mercado nacional

5,3%

6,4%

15,8%

Produtos ou serviço Produtos ou serviço novo adaptado

Sistema Logístico

COMITÊ DE INOVAÇÃO Entre os dez Comitês da ABF, está o de Inovação, coordenado pelo diretor Adjunto de Tecnologia da entidade, Erik Cavalheri. Segundo ele, o Comitê de Inovação da ABF tem buscado alinhar a experiência e o conhecimento

16,4% Mudanças significativas na estética e desenho

28,2%

27,6% Mudanças significativas no modelo de negócio

dos seus integrantes para contribuir positivamente com a ABF. “Existem empreendedores e gestores de segmentos distintos que não só inovam em suas empresas, mas também se apresentam como investidores para o ecossistema de inovação. Biênio 2017 § 2018

121


Dessa forma, trazem boas práticas e novidades de mercado para serem debatido com a ótica da Associação”, disse Cavalheri. De acordo com o executivo, a principal iniciativa do Comitê de Inovação é a parceria com a Oasis Lab, que irá selecionar, para apresentação na Convenção ABF do Franchising, em 2018, startups inovadoras que podem contribuir para o desenvolvimento de franquias e franqueados. Em 2017, como parte da celebração de seus 30 anos, a ABF já havia promovido o primeiro concurso de startups, com o apoio da Anjos do Brasil – que atua diretamente no relacionamento entre investidoresanjo e startups. Na ocasião, foram recebidos 80 projetos, dos quais 16 foram pré-selecionados e cinco foram para a final. Após apresentarem suas soluções para uma comissão julgadora formada por especialistas e diretores da ABF, três startups sagraram-se vencedoras e puderam participar da Convenção ABF do Franchising, em 2017, como expositoras e em um painel que as colocou frente a frente com grandes franqueadores brasileiros.

PROJETO TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NO FRANCHISING A parceria da ABF com o OasisLab resultou no projeto Transformação Digital no Franchising. O objetivo é proporcionar o match entre as necessidades das franqueadoras e as mais novas soluções disponíveis no mercado. A primeira iniciativa do projeto ocorreu com os workshops nos dias 21 e 22 de agosto de 2018, que reuniram, na sede da ABF, franqueadores de vários segmentos para discutir os gargalos da gestão e da operação que poderiam ser solucionados com a aplicação de tecnologias disruptivas. Os workshops foram divididos

122

Relatório de Gestão ABF

Foto: Keiny Andrade

EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

As três startups vencedoras defenderam seus projetos na Convenção ABF do Franchising, em 2017, diante de Robinson Shiba, presidente da China in Box e Caito Maia, presidente da Chilli Beans, que encarnaram seus papeis no programa televisivo Shark Tank Brasil. Ao centro, Altino Cristofoleti Junior e Maria Rita Spina Bueno, diretora da Anjos do Brasil.

Conheça as startups vencedoras em 2017 Decision 6: Plataforma que mede o comportamento do consumidor, antes da compra. Com algoritmos e sensores, a empresa garante atrair fluxo para a loja a partir de uma massa de visitantes em centros de compras. Reviewr: Sistema de gestão de avaliações on-line. A proposta é analisar todos os reviews feitos em plataformas on-line múltiplas, tratá-las, respondê-las e direcionar feedbacks para as empresas. Send4: Solução de sinergia entre e-commerce e lojas físicas convergentes para geração de fluxo e otimização de frete. Por exemplo, ao comprar em um site de artigos esportivos, o consumidor pode retirar o produto em uma rede de academias.

em macrossegmentos. No primeiro dia, foram reunidos gestores de redes de Alimentação e Educação, e no segundo, de Moda, Saúde e Beleza, e Serviços. Depois desse trabalho prévio, a equipe de especialistas do OasisLab

identificou oito startups com soluções voltadas para as necessidades do franchising: Deepen, Propz, James Tip, Granatum, 100*, Sinergia Studios, Consu.me e Bolter Ads. A segunda etapa do projeto aconteceu no dia 11 de setembro de 2018 em


um Hackathon, na sede do OasisLab, em São Paulo. Foram apresentadas soluções de realidade aumentada e inteligência artificial, análise de dados, robotização, internet das coisas (IoT), entre outras, em forma de pitches de dez minutos, cada, para os especialistas da ABF. As quatro selecionadas – uma para cada macrossegmento – participarão da ABF da 18ª Convenção ABF do Franchising, quando terão a oportunidade

INOVAÇÕES NA ABF FRANCHISING EXPO

Representantes da ABF, OasisLab e das startups no projeto Transformação Digital no Franchising

nas mudanças de comportamento do consumidor”, considera o presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior. Na área de inovação, vários são os exemplos no franchising de sistemas de automação para melhorar a gestão das unidades e reduzir custos: óculos 3D, plataformas de mobile marketing, games de realidade virtual, softwares em inteligência em varejo, simulador

Fotos: Divulgação

A inovação tem permeado todo o trabalho da ABF. No biênio 2017 / 2018, a entidade promoveu inovações na ABF Franchising Expo. “A inovação é um dos focos da feira. O setor já possui vários casos de sucesso nesta área, mas precisa mergulhar ainda mais fundo em tecnologias disruptivas e

Termo utilizado para definir um evento que reúne pessoas empreendedoras, apaixonadadas por tecnologia e sustentabilidade, para uma maratona de programação, prototipagem e colaboração

de apresentar suas inovações para todo o setor. “Como todo trabalho de inovação em grandes empresas e associações, procuramos realizar iniciativas rápidas com expectativa de impacto no longo prazo. Por isso, já estamos estudando outros movimentos pequenos para ganhar feedback e entender qual a melhor forma de contribuição do Comitê de Inovação”, acrescentou Erik Cavalheri.

Altino Cristofoletti Junior, presidente da ABF, abre oficialmente a ABF Franchising Expo 2018

de montanha russa para escolha de uma franquia, uso de inteligência artificial e Big Data, assistente pessoal digital e até uma solução que permite escolher o nível do colarinho do chopp e efetuar diretamente o pagamento. Em termos de formato, além dos já conhecidos quiosques, a ABF detectou o crescimento da presença de containers, bikes, carrinhos, vending machines, e-commerce, delivery, venda direta e store in store (loja dentro da loja). E nichos como moda sertaneja, escolas de gastronomia, efeitos visuais, rock, robótica e programação, arcade de realidade virtual, reparo rápido de celular, produtos de limpeza, cosméticos capilares, mental care, crédito on-line, farmácia de manipulação veterinária, estágios e até personal organizer abraçaram o franchising. Biênio 2017 § 2018

123


EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

Fotos: Divulgação

Além disso, ao menos seis fintechs com soluções para seguros, crédito pessoal, consignado, com garantia de imóveis, além de meios de pagamento, participaram da feira em 2018. E a ABF também inovou com novos espaços na feira:

Arena do Conhecimento: palestras sobre conceitos importantes do mercado de franquias. Mais de três mil pessoas participaram só em 2018

Smart Mall: espaço com as tendências tecnológicas aplicadas ao varejo e ao franchising (em 2018 foi patrocinada pela TOTVS)

Montando Minha Franquia: espaço que agrupa os fornecedores do franchising, com diferentes soluções em TI, marketing, design de ponto de venda, sistemas de pagamento, entre outros

LAB ABF: lançado em 2018 em parceria com a Oasis Lab, trouxe startups com soluções criativas para o franchising brasileiro

Boulevard de Microfranquias: espaço lançado em 2018 e dedicado a apresentar modelos de negócios com investimento de até R$ 90 mil.

124

Relatório de Gestão ABF


Ainda com o foco em inovação ligada às franquias, a ABF, em parceria com o Consulado Americano, trouxe o Ph.D., líder global do pensamento em inovação e diretor executivo do IXL Center, Hitendra Patel, para uma palestra no dia 20 de setembro de 2017 sobre como as redes brasileiras podem expandir suas operações para os Estados Unidos, tendo a inovação como foco estratégico. “Antigamente, levava 40 anos para se destruir algo. Hoje bastam menos de cinco anos, as regras não

Fotos: Divulgação

PARCERIAS INOVADORAS

Hitendra Patel em palestra na ABF, em 2017

são mais as mesmas”. Ele apontou como tendências a sustentabilidade (greenovate), a conectividade (con-

nectivate), a saudabilidade (healthovate) e a automação (robovate)”, disse Patel, na ocasião.

MISSÃO À CHINA Já em meados de outubro de 2017, entre os dias 10 a 21, a ABF participou de uma missão à China em parceria com as consultorias especializadas em varejo BTR e Varese Retail para tratar de inovação no e-commerce. “A maior aceleradora de startups fica na China. A economia ancorada nos Estados Unidos é apenas uma visão Ocidental limi- com organizações relevantes tada, as regras do jogo vão mudar”, e com forte presença interafirmou a integrante do Conselho da nacional, como a ABF”, disse, ABF, Cristina Franco, que represen- na ocasião. tou a entidade na missão à China e Mais uma missão ao detalhou os aspectos observados país asiático foi realizanessa missão durante a Convenção da em 2018 e os insights ABF do Franchising daquele ano. também serão apresentaSegundo ela, a aproximação com dos na Convenção ABF do o mercado chinês foi possível por Franchising. meio de uma parceria já existente entre a Secretaria de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, que tem extensa experiência no varejo. “Toda essa oportunidade de aproximar os dois mercados só se dá por parcerias Grupo de brasileiros na missão à China. E-commerce em foco

Grupo da ABF em missão à China em 2018

Diretoria da ABF reunida com o Embaixador do Brasil/China, Marcos Caramuru Biênio 2017 § 2018

125


EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

É nos eventos nacionais e internacionais, como as feiras de negócios, que a ABF exerce o seu papel de promotora do desenvolvimento. Duas dessas feiras já entraram no calendário do País como fundamentais para o empreendedorismo: ABF Franchising Expo, que ocorre sempre em junho em São Paulo e em 2018 chegou à 27ª edição, e Expo Franchising ABF Rio, que acontece no segundo semestre no Rio de Janeiro e em 2018 completou a 12ª edição.

ABF FRANCHISING EXPO Organizada e promovida pela Informa Exhibitions, a ABF Franchising Expo contou, em 2018, com 407 marcas expositoras, das quais 127 foram estreantes no evento, e cerca de 60 mil visitantes em seus quatro dias, demonstrando se tratar de um setor dinâmico e resiliente mesmo em meio à Copa do Mundo, greve dos caminhoneiros e eleições. Em 2017, foram 400 marcas expositoras, das quais 84 novas marcas na feira, e cerca de 65 mil visitantes no período.

EXPO FRANCHISING ABF RIO Outra feira de franquias de destaque no cenário nacional é a Expo Franchising ABF Rio, que costuma ocorrer anualmente entre setembro e outubro.

Fotos: Divulgação

Empreendedorismo em ação ABF Franchising Expo 2018

ABF Franchising Expo 2017

Em 2017, essa feira reuniu cerca de 200 marcas e 20 mil pessoas, que movimentaram aproximadamente R$ 200 milhões em negócios, segundo a Fagga | GL events Exhibitions, organizadora do evento. Os números da 12ª edição da feira em 2018 – realizada de 27 a 29 de setembro – não foram contabilizados até o fechamento deste relatório. Segundo a presidente da seccional ABF Rio, Eliane Bernardino, a edição de 2018 trouxe dois espaços de capacitação e palestras técnicas especializadas, com uma curadoria de alto nível, além de mais de 20 sessões ministradas por renomados expoentes do sistema. “Outro destaque este ano foi o Espaço Portugal, com a presença de representantes da Associação

Portuguesa de Franchising (APF) e de marcas portuguesas expositoras, em busca de interessados para instalarem negócios naquele país”, disse.

Abertura oficial da 11ª Expo Franchising ABF Rio, em 2017

O QUE ESPERAR DAQUI PARA FRENTE? A ABF trabalha para inaugurar, no próximo biênio, o Laboratório do Franchising, sediado no 11º andar do edifício Wilson Mendes Caldeira Junior, onde se encontra a sede da entidade, no 9º andar, na Avenida das Nações Unidas, 10.989, em São Paulo. O espaço colaborativo de 560 metros quadrados será usado para criar, testar e apresentar soluções para toda a cadeia do franchising brasileiro. Destinado a franqueadores, franqueados, consultores, fornecedores, parceiros e prospects do sistema, o Laboratório do Franchising terá sete verticais de desenvolvimento: Pessoas (recrutamento e seleção), Governança Corporativa, Educação Financeira, Sucessão, Inovação, Novas Franquias (programa de mentoria) e Hub de Conexão com Coworkings, Makers e Startups. No espaço também poderão ser feitos eventos de relacionamento, incluindo locação tanto para esse fim, quanto para estações de trabalho por um curto período de tempo.

126

Relatório de Gestão ABF


RELATÓRIO DE GESTÃO

2017 | 2018

ESTRUTURA E SERVIÇOS


Fotos: Divulgação

ESTRUTURA E SERVIÇOS O QUE É? Entregar valor ao associado é a principal meta deste pilar estrutural da ABF. Para tanto, a entidade investe em sua estrutura física e de recursos humanos para atender, cada vez mais e melhor, aos participantes e entrantes do franchising. Premiações, reconhecimentos, honrarias, parcerias e eventos em sua sede – como o Café com Associados – contribuem para essa missão. O foco da entidade é investir sempre em serviços que gerem resultados tanto para a sua estrutura, quanto ocasionem negócios para os associados. Agilidade e entrega estão entre as palavras-chave deste pilar.

AÇÕES REALIZADAS EM 2017 / 2018 ADEQUAÇÕES FÍSICAS Em março de 2018, durante vinte dias, o 9º andar da sede da ABF passou por uma importante adequação física. Segundo o CEO da Weks Engenharia, empresa responsável pelo projeto, Antonio Falcão, o objetivo foi oferecer mais conforto, reduzir custos, melhorar a comunicação interna entre os funcionários e facilitar o acesso direto

Time de colaboradores da ABF

à alta diretoria da entidade. “Deixamos o layout mais aberto e integrado em um único espaço corporativo. Para isso, removemos algumas salas administrativas, transformamos um auditório sem uso em uma área funcional e remanejamos algumas posições de trabalho”, relata Falcão. Além disso, a empresa substituiu os pisos (por vinílico), os revestimentos das paredes (plaqueamento em drywall duplo) e a iluminação (LED) e refez toda a infraestrutura de cabeamento e telefonia de dados. A ABF conta com 30 colaboradores em sua estrutura interna.

TIME A ABF também passou a contar com a figura de um diretor-executivo

Resultado da reforma no 9º andar do prédio sede da ABF, em São Paulo

128

Relatório de Gestão ABF

Sonia Oliveira e José Carlos Moretti, sócios diretores da S&M Consultoria Organizacional

em seu quadro interno, com o objetivo de tornar a organização mais fluida, integrar as diretorias e áreas e melhorar os indicadores e metas da entidade. “O que acontecia na Associação é que cada diretor tinha uma linha de reporte para um dos conselheiros. Isso fazia com que não houvesse muita sinergia entre as áreas e isso dificultava um pouco o próprio atendimento ao associado. Após uma detalha avaliação, constatamos que era preciso que as pessoas ficassem mais próximas e que se criasse um único vínculo”, explica a proprietária da S&M Consultoria Organizacional, Sonia Oliveira Moretti, empresa contratada para ajudar a recrutar um executivo de mercado que atendesse a essa nova proposta na ABF. A partir de novembro de 2018, quem assume essa função é Marcelo Maia, ex-secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), que já vinha atuando em defesa do franchising brasileiro [vide capítulo Advocacy – Representatividade e Influência].


“A ABF é um exemplo de Associação com propósitos claros, sempre ao lado do Governo, contribuindo na formulação de suas políticas públicas, além de parceira em todos os seus projetos e iniciativas. Digo isso, pois tive uma excelente relação com a ABF quando fiz parte do Governo Federal. Agora, como diretor-executivo da entidade, espero poder contribuir não só com a minha experiência como ex-secretário de Comércio e Serviços do MDIC – conhecendo as instâncias, os caminhos e o olhar das esferas governamentais sobre o setor privado –, como também com o meu conhecimento de Varejo, setor onde tive toda a minha formação e experiência profissional. Conheço os percalços e os desafios de um varejista no nosso País. Aliado a tudo isso, espero também contribuir com minha experiência internacional no setor. Acredito poder ajudar no desenvolvimento contínuo do Projeto Setorial ABF e Apex para a internacionalização das marcas brasileiras, além de promover o setor de franchising nos acordos bilaterais e multilaterais. No Reino Unido, por exemplo, pude vivenciar o trabalho do UKTI com o setor de franchising na elaboração

Foto: Washington Costa

DEPOIMENTO

de políticas públicas e internacionalização de marcas inglesas nos países da Commonwealth. Vamos trabalhar de forma proativa para que o mesmo ocorra no Brasil [Maia virá para a ABF diretamente de Londres, onde mora há dez meses, faz Mestrado e integra o Núcleo de Varejo da London Business School; escola pública de negócios e faculdade constituinte da University of London]. Um dos meus principais objetivos na ABF, portanto, será o de ser um elo de relacionamento entre a diretoria e todos os stakeholders do sistema, sobretudo associados, Conselho, entidades internacionais, Governo e toda a nossa equipe. Estou muito feliz e animado com esta oportunidade.” Marcelo Maia, ex-secretário de Comércio e Serviços do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e diretorexecutivo da ABF

Com o objetivo de difundir e defender o sistema de franchising nacional, a diretoria da ABF conta com o apoio de regionais no Sul, Interior de São Paulo, Nordeste, Centro Oeste e Minas Gerais. As regionais realizam quatro encontros anuais em cada uma, com média de 23 participantes cada.

Foto: Divulgação

Seccional e Regionais ABF ABF SECCIONAL RIO “Com uma gestão moderna, integrada e pautada na excelência e na cooperação, a diretoria eleita da ABF Seccional Rio de Janeiro (ABF Rio), da qual sou diretora-presidente, investiu na estruturação e oferta de cursos e eventos de capacitação e deu continuidade às iniciativas bem-sucedidas de gestões anteriores. Essas ações promoveram maior sinergia, troca de conhecimento e importantes avanços que beneficiaram os associados e o público em geral. Nesta gestão, ABF Rio esteve totalmente envolvida com os pilares estratégicos da ABF Nacional e participou das delegações oficiais e/ou apoiadas pela ABF nos mais importantes eventos mundiais de varejo e franchising. Várias ações foram realizadas no período, como a

Eliane Bernardino, diretora-presidente vinda da Associação Portuguesa de Franchising (APF) para a Expo Franchising ABF Rio 2018 e a revisão limitada dos demonstrativos contábeis da seccional em 2017 pelo BDO.” Biênio 2017 § 2018

129


ESTRUTURA E SERVIÇOS

Fotos: Divulgação

ABF REGIONAL MINAS GERAIS

Danyelle Van Straten, diretora “Para atender o maior estado do País, com 853 municípios, a regional da ABF em Minas Gerais cresceu muito no interior. Também promoveu encontros regionais com os associados, cursos e eventos com grandes parceiros, como o Sebrae Minas e o CDL. Minas Gerais já é visto como um dos estados mais promissores para contribuir com o crescimento do setor de franchising nos próximos anos. Por isso, nessa gestão, o foco foi a profissionalização com a realização dos cursos Entendendo Franchising e o Programa de Capacitação em Franchising.”

ABF REGIONAL SUL “Além de trabalhar para o crescimento do número de redes e de associados no Sul, a Regional tem dedicado esforços para a efetivação de parcerias com o Sebrae local, instituições financeiras, fornecedores e universidades. Neste último caso, a ideia é elaborar pesquisas para conscientizar os empresários autônomos que, no franchising, eles podem ser mais produtivos e ter ganhos de escala, inovação e organização, além de menor taxa de mortalidade. Outro ponto fundamental do nosso trabalho foi a criação da versão 3.0 das reuniões da Regional: nesse modelo, temos estendido a programação dos encontros para dois dias, no qual incluímos, além da palestra, espaço para agenda comercial na região, atividade motivacional e jantar de

Antonio Carlos Diel (2018), diretor networking. Isso aliado à versão 2.0, que já previa reuniões nas franqueadoras, o que tem nos permitido visitar os três estados da regional Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).”

Primeira reunião de 2018 da ABF Regional Sul na fábrica da iGUi, em Taquara (RS)

Reunião na ABF Minas em 21 de março de 2018

130

Relatório de Gestão ABF

ABF Rio promoveu, em 24 de julho de 2018, o evento Café com Franquia sobre como turbinar a expansão da marca


Fotos: Divulgação

ABF REGIONAL CENTRO-OESTE

Reunião na ABF Centro-Oeste

Claudia Regina Vobeto Pinto, diretora “Durante o biênio 2017/2018, a Regional Centro-Oeste realizou as reuniões de forma alternada entre as cidades de Brasília e Goiânia e contou com a presença de grandes nomes do franchising brasileiro. Os eventos foram marcados por mui-

tas trocas de informação, networking e compartilhamento de experiência entre os associados. É de praxe apresentarmos o resumo dos principais eventos promovidos pela ABF, como a Franchising Week, NRF, IFA e Convenção Anual, e a aplicação

desses conteúdos na rotina de cada rede. A regional pode contribuir com importantes eventos no Centro-Oeste, como o lançamento do Programa do Sebrae, Goiás Franquia em GO, além de feiras, entrevistas e participação em eventos focados no desenvolvimento do setor.”

ABF REGIONAL NORDESTE Foto: Keiny Andrade

nando Tardioli, e do seu presidente Altino Cristofoletti Jr., criamos o Comitê Jurídico Regional NE. O objetivo é difundir os temas jurídicos mais relevantes na região, incluindo a sensibilização dos Magistrados sobre o setor de fran-

chising nas esferas Cível e Trabalhista. Apesar da participação da regional representar em torno de 14% do mercado nacional de franchising, é a região que mais tem crescido, quando se compara ano a ano.”

Leonardo Lamartine, diretor “A Regional ABF Nordeste tem se engajado em dois grandes temas, sendo o primeiro a capacitação e replicação dos conteúdos ministrado no eixo do Rio e São Paulo. A outra novidade é que, por iniciativa da regional, e com o apoio do diretor Jurídico da ABF, Fer-

ABF Regional Nordeste inaugura Comitê Jurídico local, em reunião realizada em 29 de agosto de 2018 Biênio 2017 § 2018

131


ESTRUTURA E SERVIÇOS

Fotos: Divulgação

ABF REGIONAL INTERIOR DE SÃO PAULO

Primeira reunião de 2017 na ABF Interior de São Paulo com o novo diretor, Ricardo José Alves

Ricardo José Alves, diretor “Diversas ações foram realizadas para a promoção do franchising no Interior de São Paulo. Pelo menos cinco

encontros entre franqueados dos mais variados segmentos foram organizados, em diferentes cidades, para que houvesse a interação entre as marcas e troca de experiências. Ciente do potencial do mercado de franquias do interior de São Paulo, que abriga mais de três mil unidades franqueadas, houve impor-

tantes avanços na negociação para a realização de treinamentos regionais e de uma feira de negócios fora da capital. Também tenho sido o porta-voz da ABF Interior nos meios de comunicação, onde destaco a força e a grandiosidade desse segmento, baseado nas pesquisas realizadas pela entidade.”

Comitês da ABF A ABF criou diversos Comitês para aprofundar as discussões e, assim, desenvolver melhor os temas e as necessidades de interesse do mercado. Através de reuniões periódicas, os grupos se reúnem e desenvolvem projetos, eventos e planos futuros. A ABF tem 10 comitês temáticos com o envolvimento de 50 pessoas.

COMITÊ DE FOOD SERVICE O Comitê foi criado em 2002. O grupo realiza encontros regulares com entidades e empresários, com o objetivo de discutir e buscar soluções para problemas comuns e fortalecimento do segmento que mais consolidado no mercado de franchising brasileiro. Diretor: André Friedheim (Francap) Coordenador: Joao Baptista Jr. (Rei do Mate) Membros: Julio Bertolucci (Água Doce) / Simone Galante (Galunion) / Marcelo Rodrigues (Café do Ponto) / Alessandro Pereira (Mania de Churrasco) / Ricardo Alves (Halipar)

132

Relatório de Gestão ABF

“O segmento de alimentação é o maior e mais representativo da ABF, com 305 associados. Para apoiar o associado desse segmento, o Comitê de Food Service da ABF, que já está em seu 15º ano de existência, promove ações que têm por objetivo o networking, a troca de experiências e o debate com entidades parceiras ou órgãos governamentais. Com isso, buscamos promover um ambiente de negócios mais saudável, acompanhar as transformações e tendências do segmento e melhorar a performance das redes. No biênio 2017 / 2018, o Comitê de Food Service, em parceria com a Galunion, levou a delegação ABF para a NRA (feira de Alimentação de Chicago) e promoveu o Seminário de Food Ser-

vice da ABF com o Pós-NRA e a pesquisa setorial feita em parceria com a ECD Food.” Joao Baptista Jr., coordenador


Diretor: Jae Ho Lee (Morana) Coordenadora: Celina Kochen (Celina Kochen) Membros: Ricardo Marcondes (Tip Top) / Sylvio Korytowski (Hope Lingerie) / Pierre Joffre (LÓccitane)

COMITÊ MULHERES DO FRANCHISING A missão do Comitê é contribuir para o contínuo desenvolvimento de lideranças femininas nas esferas: social, política e empresarial. O trabalho do Comitê vai desde a discussão sobre a equidade de gêneros no âmbito empresarial e social até a representatividade de mulheres na política. Diretora: Fabiana Estrela (Caverna do Dino) Coordenadora: Tânia Zanin (Zanin Advogados) Membros: Lyana Bittencourt (Grupo Bittencourt )/ Rita Poli (Big X Picanha) Rosely Albuquerque (O Boticário) / Marcia Pires (Profranquia)

importante da ABF para explorar temas como a equidade de gêneros e a representatividade das mulheres em todos os níveis do franchising. Ocupar e abrir espaços de discussão em torno dos desafios mais expressivos, assim como revelar as contribuições mais consistentes e inovadoras que vivem no universo cotidiano da atuação das empresas franqueadoras e das franquias, é matéria de constante preocupação do Comitê. Trabalhamos para reduzir as barreiras silenciosas, às vezes culturais, que atrapalham o afloramento e o fortalecimento significativo do empreendedorismo feminino, sua divulgação e expansão.”

Foto: Ivana Debértolis

O grupo realiza ações voltadas para o aprimoramento dos segmentos de Moda e Cosméticos, e tem o objetivo de discutir e trocar experiências de gestão de empresas atuantes no segmento, com temas relevantes do dia a dia. Os segmentos de Moda e Cosméticos representam dois dos mais significativos do franchising brasileiro.

“A missão do Comitê é trazer conteúdo e experiência, além de, sempre que possível, assuntos inovadores. Em 2017, debatemos o ‘mito do perfil do franqueado’, o relacionamento do e-commerce com os franqueados e o marketing digital. Em 2018, falamos sobre as dificuldades de importação, a mudança de eixo no mix dos shoppings – com o crescimento das atividades de lazer – e as oportunidades de crédito para a compra de estoque, apresentadas por um diretor do BNDES. Ainda em 2018 pretendemos abordar os desafios de internacionalização das marcas e a integração do e-commerce com a rede. Além disso, estamos trabalhando para ter, a cada trimestre, uma palestra aberta

a todos os segmentos sobre tendências de consumo.” Celina Kochen, coordenadora

Foto: Divulgação

COMITÊ DE MODA E COSMÉTICOS

Tânia Zanin, coordenadora

“O Comitê Mulheres do Franchising se configura como um braço Biênio 2017 § 2018

133


COMITÊ DE EDUCAÇÃO O objetivo do grupo é fortalecer o segmento de Educação, difundir melhores práticas comuns na construção de um mercado leal e de confiança entre as empresas, dividir experiências e desafios, buscar soluções para problemas comuns, analisar e entender o mercado e promover troca de conhecimento através de reuniões, encontros e eventos do segmento. Diretor: Décio Pecin (CNA) Coordenadora: Sylvia Barros (The Kids Club) Membros: Christian Ambros (Fisk) / Julio Segala (Kumon) / Marina Fontoura (Cultura Inglesa RJ) / André Belz (Rockefeller) / Rogério Gabriel (Grupo Prepara) / Leiza Oliveira

COMISSÃO DE ESTUDOS JURÍDICOS A Comissão de Estudos Jurídicos da ABF é formada por advogados que atuam nos departamentos jurídicos de empresas franqueadoras, em escritórios de advocacia e em consultorias associadas a ABF. Os objetivos da comissão de estudos vão desde a discussão de assuntos jurídicos de interesse do sistema do franchising, como questões contratuais, decisões judiciais, práticas e inovações de mercado, ao suporte e orientação à diretoria da ABF sobre temas ligados ao universo jurídico do franchising. A comissão também é provedora de conteúdo orientativo sobre temas que repercutem de maneira geral no exercício do franchising pelos franqueadores e franqueados. Diretor: Fernando Tardioli (Tardioli Lima Advogados)

134

Relatório de Gestão ABF

(Minds Idiomas) / Shiela Evans (Red Balloon) / Walter Fernandes Jr. (Happy Code) “O trabalho do Comitê de Educação é voltado a compreender melhor o mercado, identificar as dificuldades e soluções e disseminar as boas práticas do setor. Em 2017, fizemos cinco reuniões e em 2018 serão quatro. Em ambos os anos, promovemos o Seminário Setorial de Redes de Educação, na ABF Franchising Week, que pretendemos manter. Além desses eventos, estão entre os principais resultados do trabalho do Comitê a ação conjunta contra o Procon referente à Lei da Promoção e a pesquisa de mercado Abrangência dos Cursos de Idiomas no Brasil, realizada em parceria com a Nielsen, em 2017. Os próximos passos são conseguir uma adesão ainda mais participativa dos membros e

Fotos: Divulgação

ESTRUTURA E SERVIÇOS

a realização de mais uma pesquisa setorial e de, pelo menos, um evento anual do setor com a presença da maioria das franqueadoras.” Sylvia Barros, coordenadora

Coordenadora: Melitha Prado (Novoa Prado) Membros: Rafael Estevez (Caliendo & Estevez Advogados Associados) / Cândida Ribeiro Caffé (Dannemann Siemsen Advogados) / Mauricio Costa (Morse Advogados Associados) / Sidnei Amendoeira (Melchior, Michelette e Amendoeira Advogados) / Carlos Eduardo Mattos (Bob´s). “A Comissão de Estudos Jurídicos auxilia o Conselho Diretor e o Conselho de Associados para assuntos jurídicos que sejam de interesse da ABF. Estamos atentos a todos os temas e matérias que digam respeito ao franchising e que possam trazer mais benefícios e menos prejuízos aos associados. No biênio 2017 / 2018, finalizamos o Código de Ética para colaboradores – dentro do programa de governança da ABF – e instauramos novo projeto para elaboração de um livro jurídico da ABF. Fizemos seis reuniões e auxi-

liamos nos eventos do Café Jurídico da ABF, que são realizados mensalmente com muito sucesso na sede da entidade, bem como participamos do Simpósio Jurídico e de Gestão Empresarial, ocorrido na ABF Franchising Week. Temos, ainda, alguns pareceres em elaboração, mas em caráter de sigilo.” Melitha Prado, coordenadora


A missão do Comitê é aproximar cada vez mais a ABF desse importante elo do sistema de franquias: o (Multi) Franqueado Diretor: Alberto Oyama (L’Occitane au Brésil) Coordenador: Glauber Gentil (O Boticário) Membros: Erik Cavalheri (O Boticário) / Cristy Martins (Empório Body Store) / Mauro Nomura (Grupo Nomura) / Patricia Leal (Giraffas) / Rodrigo Dias Gobbo (Grupo Natureza) “Realizamos, pelo menos, oito reuniões no biênio 2017 / 2018,

COMITÊ DE MICROFRANQUIAS Criado pela entidade em 2011, este Comitê tem como objetivo a discussão de temas que impactam os franqueadores de microfranquias, dificuldades e obstáculos encontrados, além da troca de experiências. Diretora: Adriana Auriemo (Nutty Bavarian) Coordenador: José Rubens (Guia-se Negócios) Membros: Arthur Hipolito (Grupo Zaiom) / Julio Segala (Kumon)

Fotos: Divulgação

COMITÊ DE FRANQUEADOS

quando, além de tratarmos de pautas relativas ao Comitê e à entidade, fazemos um ‘benchmarking’ em nossas operações. Nosso foco tem sido o de aproximar cada vez mais a entidade deste importante elo do sistema de franquias: o (Multi) Franqueado. Para tanto, o Comitê participou de quatro momentos fundamentais: o Fórum de Multifranqueados, na ABF Franchising Week; a Convenção ABF do Franchising, em Comandatuba; a Multi Unit Franchising Conference, em Las Vegas; e a eleição do Franqueado do Ano, no Prêmio ABF Destaque Franchising. Daqui para frente, desejamos ampliar o número de multifranqueados associados, interagir com outros Comitês, criar intercâmbio entre os multifranqueados

brasileiros e estreitar relações com a organização da Multi Unit.” Glauber Gentil, coordenador

presenciais do Comitê nas sedes das franqueadoras, como na Guia-se, em Indaiatuba, no Grupo Zaiom, em Campinas, e na Kumon, em São Paulo. Em 2017, também lançamos o primeiro Lounge de Microfranquias na ABF Franchising Expo, espaço que em 2018 já se tornou o primeiro Boulevard de Microfranquias, com cerca de 27 marcas, das quais metade eram novas. Também conseguimos reduzir o valor do investimento para o pequeno expositor na ABF Franchising Expo. Com isso, e com as palestras nas feiras, os webinares e as mesas-redondas na Convenção da ABF, começamos a fazer a diferença no mercado.”

José Rubens, coordenador

“Assumi a coordenação do Comitê de Microfranquias em 2017 e logo no início criei um grupo no Whatsapp com os franqueadores do segmento. Esse grupo cresceu e hoje já tem mais de 120 franqueadores, que fomentam as boas ações do setor. Além disso, começamos a fazer as reuniões Biênio 2017 § 2018

135


COMITÊ DE INDÚSTRIAS O Comitê de Indústrias tem por objetivo discutir questões, apontar soluções, definir estratégias de ação comuns e outras providências relacionadas aos interesses das franqueadoras que também atuam na indústria. Diretor: Fernando Tardioli (Tardioli Lima Advogados) Coordenadora: Fabiana de Freitas (O Boticário) Membros: Romulo Cardoso e Roseli Canal (Cacau Show) / Fernando Vichi, Flávia Lopes e Ismael de Oliveira (Grupo CRM) / Artur Grynbaum, Fernando Magalhães Mode e Andrea

COMITÊ DE SHOPPING CENTERS E PONTOS COMERCIAIS Diretora: Adriana Auriemo (Nutty Bavarian) Coordenador: Sergio Iunis (Habib’s) “O eixo principal do Comitê foi aproximar e criar relacionamento com as empresas de shopping center e a ABF para desenvolver uma agenda positiva. No período, fizemos um encontro na ABF com os associados para discutir as principais necessidades e desafios com os

COMITÊ DE INOVAÇÃO O objetivo do grupo é desenvolver ideias que possam direcionar os trabalhos de inovação na ABF. Coordenador: Erik Cavalheri (O Boticário) Membros: Daniel Gentil (O Boticário) / Fábio Khouri (Flytour) “O Comitê de Inovação tem buscado alinhar a experiência e conhecimento dos integrantes para contribuir com a ABF. Já realizamos três encontros

136

Relatório de Gestão ABF

Fotos: Divulgação

ESTRUTURA E SERVIÇOS Serkez Shaia (O Boticário) / Marino Lima e Vinicius Mastiguim (Ambev) / Andrea Camargo, Nathalie de Gouveia e Ricardo Costa (The Body Shop) “No biênio 2017 / 2018 atuamos fortemente no apoio à revisão do Convênio 52, inclusive com o ajuizamento de uma ação como amicus curie na ação principal da CNI. No período, realizamos seis reuniões ordinárias e mais de dez reuniões extra agenda. Promovemos, nos três primeiros trimestres de 2018, dois eventos: 1. Lei Complementar 160 e a Convalidação de Benefícios Fiscais concedidos pelos Estados; e 2. Reforma de PIS-COFINS e impactos para o setor de franquia. Além dessas ações, o maior trabalho realizado pelo

Comitê é trazer o tema tributário para discussão. Vivemos em um pais altamente complexo nos temas tributários e os cenários político e econômico demandam atenção especial em todos os aspectos que influem nos negócios.” Fabiana de Freitas, coordenadora

shoppings e promovemos outra reunião, também na entidade, com as empresas de shoppings para apresentar a ABF e os pontos levantados anteriormente com os associados. Também divulgamos o shopping de SINOP com o objetivo de levar franqueadores e ajudar o estabelecimento na locação da área. O próximo passo será discutir o seguintes temas com os shoppings: O futuro do shopping e do varejo (tendências, relação com o consumidor Millennial e Geração Z); As ferramentas do mundo digital para fidelização; e o Crescimento da área de serviços

e entretenimentos no shoppings.” Sérgio Iunis, coordenador

para entender quais são os principais ‘problemas’ e como poderiam ser solucinados. Hoje, a principal iniciativa é a parceria com a OasisLab [vide capítulo de Empreendedorismo e Inovação]. E, como todo trabalho de inovação em grandes empresas e associações, procuramos realizar iniciativas rápidas com expectativa de impacto no longo prazo. Por isso, já estamos estudando outros movimentos para ganhar feedback e entender qual é a melhor forma de contribuição do Comitê. Observamos que podemos contribuir mais

em aspectos operacionais da relação franquia e franqueado e a se aproximar de negócios inovadores que querem crescer por meio do franchising.” Erik Cavalheri, coordenador


Premiações e reconhecimentos

FRANQUEADO DO ANO 2018

Foto: Divulgação

“Quando entrei para o franchising, no final de 2013, tive algumas dificuldades, porque não entendia muito do negócio. Depois de alguns anos, as coisas se acertaram e eu resolvi partir para a captação. Este foi o momento da virada para mim (...) Essa premiação foi o reconhecimento de um trabalho muito árduo.” André Bernardes de Castro, franqueado da rede de lavanderias 5àsec, unidades Pampulha, Luxemburgo e Cia Athlética, em Belo Horizonte (MG), vencedor do Prêmio ABF Destaque Franchising em 2018 na Categoria Franqueado do Ano com o case “Desenvolvimento de novos nichos de mercado”.

Histórico dos últimos dez anos do Prêmio ABF Destaque Franchising Ano

Franqueador do Ano

Franqueado do Ano

2018

McDonald’s

5àsec

2017

inFlux

O Boticário

2016

iGUi Piscinas

iGUi Piscinas

2015

Chilli Beans

Trópico

2014

Multicoisas

Quality

2013

Água Doce Cachaçaria

Havaianas

2012

Casa do Construtor

Água Doce Sabores do Brasil

2011

Vivenda do Camarão

Água Doce Sabores do Brasil

2010

O Boticário

Vivenda do Camarão

2009

Localiza

Casa do Construtor

2008

Fisk

Kopenhagen

FRANQUEADO DO ANO 2017 “Receber o prêmio de Franqueado do Ano foi um grande reconhecimento por todo o esforço investido. Acreditamos que [o SkoreGame] é um serviço muito bom, com muita aderência ao varejo. Após passarmos por momentos de dúvidas, esse prêmio chegou numa boa hora e nos mostrou que estamos no caminho certo.” George Rigato, franqueado da rede O Boticário – Unidade CP Korinthos, vencedor do Prêmio ABF Destaque Franchising em 2017 na Categoria Franqueado do Ano com o case “SkoreGame – gamificando o dia a dia do varejo”

Foto: Keiny Andrade

Durante a entrega do Selo de Excelência em Franchising (SEF) – vide capítulo de Governança e Compliance –, a ABF também reconhece as marcas e os profissionais que contribuíram para o desenvolvimento do sistema por meio do Prêmio ABF Destaque Franchising. A premiação é dividida em seis categorias: Franqueador do Ano, Franqueado do Ano, Personalidade do Franchising, Sustentabilidade, Trabalho Acadêmico e Jornalismo.

Biênio 2017 § 2018

137


ESTRUTURA E SERVIÇOS PREMIADOS DO BIÊNIO 2017 / 2018 NAS DEMAIS CATEGORIAS DO PRÊMIO ABF DESTAQUE FRANCHISING Premiação

2017

Personalidade do Franchising

Luiz Gama, fundador do CNA

Sustentabilidade

Sênior: iGUi Máster: Sorridents

Pleno: Farmácia Artesanal Sênior: Spé, o Spa do Pé Máster: Megamatte

Trabalho Acadêmico

Deborah Oliveira Santos Abdala, doutora e mestre em Administração pela Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (FACE-UFMG). Tese: “Determinantes do Crescimento e da Sustentabilidade das Redes de Franquias”

Guilherme Fernando Ribeiro, matemático e engenheiro de produção agroindustrial. Tese: “Classificação de Métodos de Previsão de Demanda para Novos Produtos: Estudo no Sistema Brasileiro de Franquias”

Jornalismo

Jornal Impresso: Ana Clara Veloso, do Extra (RJ) Revista: Felipe Datt, em colaboração para a Pequenas Empresas & Grandes Negócios Mídia Digital: Mariana Fonseca, do portal Exame.com Sustentabilidade: Eduardo Vanini, de O Globo (RJ) Mídia Regional: Gabriela Virdes, do jornal A Cidade, de Ribeirão Preto (SP)

Jornal Impresso: Katia Simões, do Valor Econômico Revista: Claudia Rolli, em colaboração para a Pequenas Empresas & Grandes Negócios Mídia Digital: Márcia Rodrigues, em colaboração para o UOL Sustentabilidade: Ana Carolina Diniz, de O Globo Mídia Regional: Flavia Kurotori e Gabriel Russini, do Diário do Grande ABC

Já durante a ABF Franchising Expo, a ABF também promove premiações, como de estandes sustentáveis e com os melhores designs. Veja os vencedores do biênio 2017 / 2018 abaixo: E por falar em design, a ABF também tem um prêmio específico para isso: é o Prêmio ABF + RDI Design. A ideia surgiu em 2010, quando se identificou a necessidade de conscientizar o universo do franchising a respeito do uso do design como ferramenta estratégica para o desenvolviPrêmio ABF Estande Sustentável

Prêmio ABF RDI Design de Estande

138

2018

Carlos Wizard Martins, presidente da rede Mundo Verde – um dos investimentos do fundo familiar do empresário, a Sforza Holding

Relatório de Gestão ABF

mento e implantação de negócios. O objetivo do prêmio é, portanto, promover o design como ferramenta estratégica no desenvolvimento, operação e renovação de franquias, reconhecendo os projetos cujas soluções refletem o melhor do franchising no Brasil. Nos últimos anos, os vencedores têm sido revelados e premiados durante a Convenção ABF do Franchising. “O design de varejo proporciona para a marca uma loja com uma

imagem inconfundível, em um espaço altamente desejável com grande engajamento para os clientes, e promove resultados de alta performance para os varejistas que participam do franchising”, disse o presidente do Retail Design Institute (RDI) Brasil, George Homer. Veja, na próxima página, os vencedores de 2017 nas dez categorias da premiação. Até o fechamento deste relatório, os ganhadores de 2018 ainda não haviam sido divulgados.

Categorias

2018

2017

Grande

iGUi

iGUi

Médio

Grupo Trigo

Marisol S/A

Pequeno

Mordidela

Megamatte

Montagem Básica

Água Doce

Pizza Me

Pequeno Porte

Açaí

Outer Shoes

Médio Porte

Morana

Piticas

Grande Porte

Chiquinho Sorvetes

Atitude Point

estatueta de Inovação

iGUi

Água de Cheiro


Confira o livro do Prêmio ABF + RDI Design na versão digital da publicação e por meio do QR Code:

Categorias Brand Design

Design Consciente

Design Inovação

Embalagem

Produto

Projeto Arquitetônico - Loja

Projeto Arquitetônico - Quiosque

Visual Merchandising - Ação Promocional Visual Merchandising - Campanha de Ponto de Venda Visual Merchandising - Vitrine

E para homenagear aqueles que foram reconhecidos no decorrer dos anos nas premiações da ABF, a entidade criou, em 2016, o Hall da Fama do Franchising. por suas lutas, conquistas e contribuições ao sistema, um seleto grupo faz parte desse memorial. Veja:

Premiação

2017

Ouro

Tomatzo

Prata

Café Cultura

Bronze

Super Ótica José

Ouro

Bibi Calçados

Prata

Via Mia

Bronze

Stalker

Ouro

Onodera Estética

Prata

Portobello Shop

Bronze

Yázigi

Ouro

Sucão

Prata

Nutty Bavarian

Bronze

Via Mia

Ouro

Bibi Calçados

Prata

Casa de Bolos

Bronze

iGUi

Ouro

Like a Boss

Prata

Koni

Bronze

CNA

Delfino Golfeto – Água Doce Cachaçaria

Ouro

Boali

Elói D’Ávila – Flytour

Prata

Sucão

Filipe Sisson – iGUi

Bronze

Megamatte

Ouro

Imaginarium

Prata

Fábrica Di Chocolate

Bronze

Nutty Bavarian

Ouro

Chilli Beans

Prata

5àSec do Brasil

Bronze

Ice Creamy

Ouro

Imaginarium

Prata

Lez a Lez

Bronze

Via Mia

MEMBROS QUE COMPÕEM O ABF HALL DA FAMA DO FRANCHISING Altino Cristofoletti Junior – Casa do Construtor Artur Grynbaum – O Boticário Caito Maia – Chilli Beans

Fernando Perri – Vivenda do Camarão Humberto Ribeiro – sócio da Memora S.A Jae Ho Lee – Grupo Ornatus Lindolfo Martins – Multicoisas Luiz Felizardo Barroso - ADESG Luiz Sebastião Rosa – Imaginarium Ricardo Bomeny – BFFC (Brazil Fast Food Corp) Richard Hugh Fisk – Fisk Robinson Shiba – Grupo TrendFoods

Biênio 2017 § 2018

139


ESTRUTURA E SERVIÇOS

A ABF também passou a realizar no biênio 2017 / 2018 um café da manhã para integrar os novos associados com a diretoria da entidade. “O café da manhã é uma iniciativa para aproximar os associados da entidade, mostrando a eles quem é quem na associação, os cursos, eventos, pesquisas e, principalmente, como eles podem aproveitar melhor a ABF. É também uma ótima oportunidade de networking entre franqueadores, franqueados e fornecedores do setor”, disse a Diretora de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos da ABF, Adriana Auriemo.

da Manhã com Novos Associados. No ano segundo, em 16 de maio, mais um encontro, com cerca de 50 associados. Para muitos, foi a primeira visita à entidade. “É uma excelente oportunidade de conhecer pessoas, novas experiências e soluções que são aplicáveis aos seus negócios”, reforçou Adriana. Você conhece a ABF? Gostaria de visitar a sede e conhecer todas as frentes de trabalho da Associação? Fique atento aos próximos eventos promovidos pela entidade! Fotos: Divulgação

CAFÉ COM ASSOCIADOS

Altino Cristofoletti Junior, conduziu um exercício para que os associados presentes definissem o tipo de “persona” que seria a ABF. De acordo com os participantes, se fosse uma profissional, a ABF seria uma relações públicas, com características mais empresariais. Para alguns, é uma entidade dinâmica, eclética, confiável e em transição para ser mais aberta. Em 28 de agosto de 2017, a ABF reuniu cerca de 40 representantes de empresas associadas em mais um Café

Café com Associados em abril de 2017

Café com Associados em agosto de 2017

O primeiro ocorreu em 19 de abril de 2017 e reuniu cerca de 70 pessoas entre franqueadores, franqueados e fornecedores. Os participantes também tiveram a oportunidade de conhecer as ações da ABF Educação, da área de Internacionalização, do Departamento de Inteligência de Mercado, de Controladoria e do Jurídico da ABF. Na ocasião, o presidente da ABF,

140

Relatório de Gestão ABF

Café com Associados em aio de 2018


A atuação no mercado internacional é uma prioridade para a ABF. Em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), a entidade promoveu diversas missões dentro do projeto Franchising Brasil no biênio 2017 / 2018, envolvendo cerca de 40 empresas, para destinos como NRF, IFA, FIF México, Expo Paris, Mult-Unit, FIF Paraguai, NRA, IFE, Projeto Comprador, FANYF Bogotá, MFE, Franquicias Y Negocios e SIF Valencia.

“Entre janeiro e março de 2017 também realizamos um planejamento estratégico do Franchising Brasil. Para isso, contratamos a empresa Lidera Consultoria, que realizou entrevistas com diversos associados da ABF para auxiliar na definição das estratégicas, objetivos e ações do próximo projeto setorial”, explicou o

gerente de Projetos Internacionais da ABF, Bruno Amado. Já em novembro de 2017, a ABF realizou, em parceria com a gerência de Inteligência de Mercado da ApexBrasil, a seleção dos mercados prioritários que serão atendidos no projeto em vigor a partir de agosto de 2018. São eles: Estados Unidos, México, Paraguai, Colômbia, China, Portugal, França e Espanha. Os mercados secundários são: Panamá, Chile, Peru, Argentina, Japão, Turquia e Emirados Árabes Unidos. Veja, a seguir, fotos de algumas missões realizadas pela ABF no biênio 2017 / 2018: Fotos: Divulgação

INTERNACIONALIZAÇÃO DAS MARCAS BRASILEIRAS

Biênio 2017 § 2018

141


Foto: Andre Zimmerer

DEPOIMENTO APEX-BRASIL

DICA INTERNACIONAL

“Em 2018, a parceria da ApexBrasil com a ABF completa 13 anos. Por meio de ação conjunta, foi consolidado o Projeto Setorial Franchising Brasil e, graças a esta iniciativa, 28 redes brasileiras de franquias puderam chegar a 47 países. Esse alcance internacional coloca o Brasil, segundo o World Franchise Council (WFC), como o quarto maior país em número de redes e sexto em número de unidades franqueadas no mundo. Passos importantíssimos foram dados e o grande desafio está em prosseguir com a ampliação da presença das franquias brasileiras no exterior, dando continuidade a um trabalho cada vez mais dirigido a mercados-alvo estratégicos. Os resultados do Projeto Setorial são, sem dúvida, animadores e geram motivação expressiva para apostar ainda mais no potencial brasileiro de expansão no segmento de franquias.”

“Para se destacar no mercado internacional, planejamento é essencial. Em primeiro lugar, deve-se estudar muito bem o mercado que se pretende entrar, sendo que ele tem de ter muita adesão com o negócio, e entender o cliente”, afirma a diretora de Internacional da ABF, Bruna Brunet Saraiva Nasser. Ela recomenda, ainda, ter parceiros locais, para ajudar na operação e no abastecimento, e fazer as mudanças e as adaptações necessárias nos produtos ou serviços oferecidos. “É imprescindível olhar todas as etapas com muito rigor e já entrar no país de forma consistente, com força. Dependendo da nação escolhida, é muito difícil conseguir uma segunda chance. Outro ponto importante é manter a essência, o DNA da empresa, para não perder a identidade”.

Roberto Jaguaribe, presidente da Apex-Brasil

SOBRE O FRANCHISING BRAZIL O Franchising Brasil é um projeto conjunto da ABF e da Apex-Brasil, que visa apoiar a estratégia de internacionalização das redes brasileiras de franquias. A pedra fundamental do projeto foi lançada em 2004 e no ano seguinte, com o apoio, fomento e orientação da ApexBrasil, teve início o primeiro convênio do gênero do setor de franchising brasileiro. Quer participar do Franchising Brazil? www.franchisingbrasil.com

O QUE ESPERAR DAQUI PARA FRENTE? Um dos objetivos da ABF para os próximos anos na vertical Estrutura e Serviços será o de fomentar a internacionalização das marcas brasileiras. Para tanto, a entidade assinou com a Apex o Projeto Setorial ABF 2018-2020, cujas metas você vê no quadro a seguir. O acordo ajudará no desenvolvimento da imagem das marcas brasileiras em nível mundial, baseada em uma estratégia de comunicação e posicionamento de imagem que visam a valorização e destaque do potencial das marcas brasileiras. Os programas de capacitação e estudos de valor prático atenderão as necessidades das empresas brasileiras em seus diferentes níveis de maturidade, em meio à ampliação do número de mercados-alvo. INDICADOR/METAS

2018

2019

2020

Quantidade de unidades de franquias no exterior

1.150

1.200

1.250

Número médio de unidades por marca brasileira internacionalizada

15

20

25

Número de empresas do projeto com presença internacional

30

40

50

Atração de novas redes de franquias para o projeto setorial

70

80

100

3,2%

3,2%

3,2%

Crescimento de presença internacional (%) no total de países

142

Relatório de Gestão ABF

Foto: Divulgação

ESTRUTURA E SERVIÇOS


RELATÓRIO DE GESTÃO

2017 | 2018

COMUNICAÇÃO


COMUNICAÇÃO

A comunicação ágil e eficiente é essencial para o bom funcionamento e expansão do franchising. Este pilar encerra todos os outros, pois é a partir dele que a ABF consolida a relação com os associados, as próprias marcas trabalham melhor o público final e a sociedade recebe informações sobre a importância do franchising para a economia nacional. Para tanto, nos últimos anos, a ABF tem investido em uma comunicação integrada e virtual, com foco na interatividade e na mobilidade – refletindo o consumidor de hoje em dia: melhor informado, empoderado e dinâmico.

ACOES REALIZADAS 2017 / 2018 A partir do workshop sobre Identidade e Comunicação, realizado no primeiro trimestre de 2017 [vide capítulo de Governança e Compliance], o time de Marketing e Eventos da ABF intensificou o seu trabalho de divulgação das ações da entidade, fazendo a mensagem alcançar o público-alvo com mais eficiência e, principalmente,

144

Relatório de Gestão ABF

Fotos: Divulgação

O QUE É?

Jae Ho Lee, diretor de Marketing e Comunicação da ABF

integração em todas as plataformas que compõem o mapa de comunicação da Associação. “No último biênio, a ABF vem consolidando o seu posicionamento e propósito em diversas frentes, com reconhecimento e relevância junto ao seu público. O planejamento para essa construção parte da excelência na construção de cada vertical de comunicação da entidade, com unidade e integração dos meios”, disse a diretora de Marketing e Eventos da ABF, Keller de Paula.

Segundo o diretor de Marketing e Comunicação, Jae Ho Lee, a área de Comunicação é uma das áreas mais estratégicas da ABF, pois é através dela que os associados acompanham e valorizam todas as atividades promovidas pela entidade. “Nessa gestão, procuramos simplificar e modernizar todos os pontos de contato que temos com os nossos associados, com novos layouts, tecnologia e parcerias”, afirmou. Veja, a seguir, as principais ações da entidade nessa importante vertical.

Keller de Paula, diretora de Marketing e Eventos da ABF


AÇÕES REALIZADAS EM 2017 / 2018

Publicações impressas e digitais LIVRO ABF 30 ANOS Como parte das comemorações de seus 30 anos, completados em 7 de julho de 2017, a ABF lançou o livro ABF 30 Anos. Em suas mais de 250 páginas, a obra capitaneada pela Editora Lamonica Conectada mostra, por meio de fotos, ilustrações e gráficos, a gestão dos nove diferentes presidentes da entidade até 2017, permeada pelos principais acontecimentos políticos e econômicos de cada período. Em seu capítulo final, a publicação de acervo também lançou um olhar sobre o futuro a partir dos pilares que norteiam o trabalho da ABF e do franchising no Brasil.

DEPOIMENTO ABF “Como dirigentes, temos de ter uma visão no retrovisor, olhar o que nos trouxe até aqui. Temos de ter o ‘farol baixo’ para ver a gestão atual e revisitar o papel da ABF em uma nova economia. Mas, principalmente, temos de ter o ‘farol alto’, para enxergar longe.”

Saiba mais sobre os 30 anos da ABF:

Altino Cristofoletti Junior, presidente da ABF para o biênio 2017-2018

Revista Franquia & Negócios A Revista Franquia & Negócios chegou à 80ª edição, no bimestre de agosto e setembro de 2018, com motivos para comemorar. A publicação da ABF, produzida há mais de uma década pela Editora Lamonica Conectada, foi a responsável por cravar novos termos e tendências, pautar o mercado sobre o sistema, antecipar inovações e tendências, estampar celebridades atuantes no setor e registrar a evolução da entidade e do sistema de franquias ao longo dos anos. As páginas da revista tornaram-se um acervo vivo sobre tudo o que norteia o franchising nacional e suas capas evidenciam isso (vide as edições do biênio 2017 e 2018). A Revista Franquia & Negócios é entregue a todos os associados da ABF, disponibilizada no site da entidade e enviada digitalmente e mensalmente para um mailing de 300 mil pessoas qualificadas.

Acesse www. franquiae negocios.com.br

145

Biênio 2017 § 2018


COMUNICAÇÃO

ABF News Outra publicação da ABF que está no caminho das 100 edições é o ABF News, informativo mensal que surgiu no final de 2012 para promover e divulgar todas as ações lideradas pela ABF, como feiras, missões, cursos, palestras e parcerias. “A publicação nasceu com o intuito de aproximar a ABF dos associados e levar informações sobre a entidade e os eventos

promovidos ou apoiados pelo franchising brasileiro. Desde então, ela cresceu site da entidade e enviado digitalmente e se tornou ferramenta essencial de con- e mensalmente para um mailing de 280 sulta para o mercado”, afirma a diretora mil pessoas qualificadas. de Marketing e Eventos da ABF, Keller de Paula. O ABF News, produzido pela Editora Acesse Lamonica Conectada, é enwww.abfnews.com.br tregue a todos os associados da ABF, disponibilizado no

Guia Oficial de Franquias O Guia Oficial de Franquias também registrou em 2018 uma marca histórica: 20 edições anuais ininterruptas. Com mais de 500 páginas e um panorama completo do franchising – incluindo a participação dos principais consultores do sistema e a ficha técnica de todas as marcas associadas da ABF –, a publicação da entidade é produzida pela Editora Lamonica Conectada e lançada todos os anos na ABF Franchising Week. “É a única publicação oficial do franchising nacio-

146

Relatório de Gestão ABF

nal, e também a mais completa, sendo referência editorial e de negócios em diversos países. Por isso, é vencedora de prêmios da Anatec como a melhor publicação na categoria B2B. Para mim, é uma honra traduzir, há duas décadas, em palavras e em imagens, a bela e sólida história da ABF e do franchiAcesse sing brasileiro”, disse www.guiaoficialde o publisher da Editora franquias.com.br Lamonica Conectada, José Lamônica.


Outras publicações A ABF também publicou no biênio 2017 / 2018 outras importantes publicações em parceria com a Editora Lamonica Conectada. São elas: Especial Selo de Excelência em Franchising (com a cobertura completa da premiação do SEF e do Prêmio ABF Destaque Franchising); Guia ABF Franchising Week (com informações sobre a semana de imersão no universo do fran-

chising e sobre a maior feira de fran- editadas pela Lamonica, contam com o quias da América Latina); Guia Expo apoio comercial de mais de 600 marFranchising ABF Rio (com análises e cas associadas. Ao todo, são 14 minúmeros sobre o mercado carioca de lhões de leitores impactados por ano. franquias e sobre a feira de franquias da região); e Livro Acesse Prêmio ABF + RDI Design www.editoralamonica. (com matérias sobre design com.br e os vencedores da premiação). As publicações da ABF,

Mídias Sociais Em sintonia com o crescimento da utilização das mídias sociais na sociedade, a ABF tem procurado se aproximar ainda mais do seu público, de forma ágil e efetiva, por meio desse ferramental. Com presença nas redes Facebook, Instagram e LinkedIn – geridas pela RRPix –, a ABF também tem investido na produção de vídeos e na transmissão ao vivo de alguns eventos pelas redes sociais, como coletivas de imprensa e os Cafés da Manhã Jurídicos, o que tem gerado maior engajamento. Na cobertura de eventos, a entidade também tem utilizado o Stories do Instagram, por ser um formato que proporciona a distribuição de conteúdo objetivo, dinâmico e moderno, com a alternância de fotos, vídeos, gifs e números. Já no LinkedIn, a ABF tem compartilhado matérias e vídeos e, em breve, artigos de personalidades do setor. Veja o desempenho da ABF nas mídias sociais no período de julho de 2017 a agosto de 2018. Biênio 2017 § 2018

147


COMUNICAÇÃO

Agência de propaganda Como visto até então neste Relatório de Gestão, a ABF é uma usina de conteúdo, eventos e atividades de apoio e fomento ao franchising. Comunicar essa produção aos associados e ao mercado é tarefa fundamental e grande desafio da entidade. Em parce-

ria com a FCK! na criação de estratégia, campanhas e materiais, a ABF vem consolidando o seu posicionamento e propósito em diversas frentes, com reconhecimento e relevância junto ao público. No último biênio, as campanhas produzidas refletiram a comunicação

dinâmica da ABF, começando pelos eventos internacionais que abrem o calendário anual, passando pelo SEF, chegando à consolidação da ABF Franchising Week como a grande semana do franchising brasileiro e finalizando com a Convenção ABF do Franchising.

Hoje, a entrega média anual é de 589 jobs = 978 horas/ máquina + planejamento e atendimento em diversas frentes

Campanha On The Go foi um dos destaques de 2018: “Ficar fluente em franchising está mais fácil, prático e rápido: com apenas um “clique”, você tem acesso aos cursos da ABF Educação com maior comodidade e com a mesma excelência, qualidade e certificação da modalidade presencial.”

148

Relatório de Gestão ABF


Assessoria de imprensa A solidez da ABF, e toda a sua produção de conteúdo e de campanhas, se reflete na boa reputação junto à imprensa. Em trabalho liderado pela DFreire, a ABF e suas marcas têm emplacado boas notícias na mídia: no biênio 2017 / 2018 foram 12.364 inserções, 444 entrevistas concedidas, 152 releases divulgados à imprensa e 251 textos diversos, como artigos, co-

berturas, notas, cartas, comunicados e outros. “Uma inovação trazida nessa área, e que ajudou nessa divulgação, foi a transmissão via web das coletivas de desempenho do franchising. Com isso, a ABF cresceu não só a participação na imprensa regional, para além de São Paulo, como também reforçou o seu projeto de interiorização”, disse a diretora da DFreire, Débora Freire. Por

meio da mídia, a entidade consubstanciou ser composta por franqueadores, franqueados e consultores e que todos estão preparados para o mercado atual: mais ágil, dinâmico e jovem. Em reconhecimento ao trabalho da imprensa, a ABF reconheceu, ainda, as melhores reportagens [vide capítulo Estrutura e Serviços].

149

Biênio 2017 § 2018


COMUNICAÇÃO

Portal do Franchising Outra vertente de comunicação da ABF é o Portal do Franchising (www. portaldofranchising.com.br), produzido pela Tribecca. Segundo o seu sócio-diretor, Beno Krivkin, o Portal do Franchising é hoje o site mais visitado no Brasil para quem quer comprar uma franquia. “O associado da ABF enxerga o portal como um importante

benefício. Muitas empresas nos procuram, antes mesmo de se associarem, porque querem receber os cadastros que geramos”, disse. O Portal do Franchising é atualizado constantemente e a maioria das palavras-chaves com o termo “franquias” o colocam em primeiro lugar nas buscas do Google. Em 2018, a Tribecca fará mais uma atua-

lização no site para facilitar a geração de cadastro, gerar formulários com mais dados e torná-lo ainda mais rápido. Tudo isso sem deixar de lado as constantes adaptações para diferentes navegadores e marcas de celular, uma vez que, hoje, 60% da navegação no Portal do Franchising ocorre em celulares.

O Portal do Franchising está no melhor posicionamento no ranking ALEXA, entre os sites de franchising brasileiros e do mundo.

O QUE ESPERAR DAQUI PARA FRENTE? A ABF já tem hoje o que mais importa em Comunicação, sobretudo na era do “fake News”: credibilidade. De posse desse atributo, a entidade pretende, cada vez mais, aumentar a amplitude de sua voz por meio da geração de informação de qualidade, com agilidade e presença em todos os canais de comunicação (revistas, mídias sociais, e-mails, anúncios, sites, telefone, lives e muitos outros). O objetivo é somar os esforços de todas as frentes de Comunicação da entidade para que a mensagem da ABF chegue não só aos associados, ao mercado e ao Governo, como também conquiste novos públicos e valorize o franchising e suas marcas. Para tanto, integração e interação serão as palavras-chave que comandarão as ações no próximo biênio. Vem conosco!

150

Relatório de Gestão ABF


ARTIGO

O franchising que fazemos juntos Por Artur Grynbaum*

Foto: Divulgação

O

franchising tem enfrentado com bravura esse período de instabilidade econômica e política pelo qual passa o Brasil. Ao refletir sobre esse aspecto, creio que, na medida em que nós, empresários ou líderes de negócios, lidamos com tantos desafios na nossa jornada empreendedora, nos tornamos mais fortes e preparados a ingressarmos um passo à frente no novo ciclo de desenvolvimento que esperamos que o País viva nos próximos anos. Em nosso Conselho de Associados, tratamos do grande direcionamento do franchising no Brasil e da sua importância no mundo, com visões de longo prazo e estratégicas, que vão além da entidade. Para nós, é clara a missão de pensar no futuro e delinear os caminhos para o sistema de franquias nacional. Trabalhamos com afinco nossa presença institucional junto ao Governo, principalmente, com o Mdic (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços), explicando e defendendo a importância do setor em nosso país, e fora dele. Nesta gestão 2017-2018, atuamos em temas importantes que movimentaram o setor no período, como o avanço das redes no campo da inovação. Estreitamos o relacionamento com startups, celeiros das soluções inovadoras no século XXI. Seguimos também dedicados a tratar da relação franqueado - franqueador, pautada pela confiança, respeito e credibilidade. E continuamos firmes no propósito de manter o desenvolvimento sustentável do franchising. Assim, entregamos cada vez mais valor aos nossos associados.

*Artur Grynbaum é presidente do Conselho de Associados da ABF Dentre outras iniciativas importantes, instituímos três novos comitês – Indústria, Shopping Centers e Pontos Comerciais e Inovação –, que terão um tratamento mais aprofundado de questões a eles relacionadas. Nosso foco também continua voltado à governança, com o objetivo de perpetuar boas práticas de gestão. Mais maduras e profissionalizadas, as redes de franquias no Brasil têm atuado com as melhores práticas, e isso é, em parte, resultado do trabalho da ABF em seus mais de 30 anos de história. Já neste segundo ano da atual diretoria, o lema que definimos para nortear nossas ações foi “Juntos Somos o Franchising Brasileiro – Propósito, Colaboração, Transformação”. No franchising, a união é a força motriz dos negócios e das empresas. Se observarmos a representatividade da entidade e do próprio setor em alguns números, veremos que somamos mais de mil associados. Em 2017, o faturamento das redes que fazem parte da ABF correspondeu a 72% do total registrado no setor como um todo, que chegou a R$ 163,3 bilhões. Vamos continuar trabalhando com a certeza de que o franchising é um dos grandes impulsionadores do desenvolvimento do nosso país. Com a abertura de franquias, geramos oportunidades de transformação: empregos, renda e acesso à educação, por meio da capacitação profissional. Em tempos de economia colaborativa, o franchising parece estar cada vez mais up to date. Afinal, somos colaborativos desde a origem, em nossa essência. E este é, em suma, o franchising que todos nós fazemos juntos, dia a dia.

Biênio 2017 § 2018

151


Revista Franquia & Negócios # 81 + Relatório de Gestão 2017 / 2018  
Revista Franquia & Negócios # 81 + Relatório de Gestão 2017 / 2018  
Advertisement