Issuu on Google+

Sustentabilidade


Conceito de sustentabilidade  Sustentabilidade

é um termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Ou seja, a sustentabilidade está diretamente relacionada ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro. Seguindo estes parâmetros, a humanidade pode garantir o desenvolvimento sustentável.


Historia do e-lixo 

É conhecido como e-lixou ou lixo eletrônico, mas o que isso seria? Para entendermos o que é isso e os problemas causados por ele, temos que voltar um pouco no tempo: A população tinha a esperança inicial de que a revolução dos computadores acabasse com uma das pragas da primeira revolução industrial ao eliminar o problema dos rios e paisagens contaminadas pelo lixo produzido pelas fábricas. Mas esta revolução, apoiada por uma indústria silenciosa e limpa, impulsionada por chips de silício (material dos processadores), tem seu lado obscuro. Fora da vista e da repercussão pública, longe do Ocidente, estão os lixões para centenas de milhões de computadores, monitores, telefones celulares e outros aparelhos eletrônicos, no qual são descartados com uma velocidade cada vez maior.


O que é? 

O lixo eletrônico constitui do problema de coleta de resíduos. Desde os lugares industriais da China continental às regiões da Índia e do Paquistão em rápido processo de industrialização, uma grande quantidade de aparelhos está sendo recebida e reciclada em condições que colocam em perigo a saúde dos trabalhadores, suas comunidades e o meio ambiente. A maior parte dos componentes destes aparelhos é recuperada por catadores e vendida para sua reutilização. Mas durante o processo, eles e o meio ambiente ao seu redor estão expostos aos perigos para reciclagem acaba em barcos que se dirigem aos lixões de lixo eletrônico da Ásia, onde seus componentes tóxicos vão parar em correntes sangüíneas e cursos de água. Os governos e as companhias eletrônicas conhecem há muito tempo os perigosos efeitos desta reciclagem como já assinalavam em 1989 a redação da Convenção da Basiléia, um tratado internacional que se ocupa do comércio mundial de resíduos tóxicos. Em 1994, este tratado foi reforçado para proibir a exportação de todo lixo tóxico dos países ricos para as nações pobres, inclusive com o propósito de reciclá-los.


Por outro lado, alguns especialistas inovadores estão propondo que tanto os fabricantes quanto os consumidores pensam em seus computadores e outros aparelhos eletrônicos não tanto como produtos para serem vendidos e comprados, mas como serviços a serem utilizados durante tempos mais prolongados do que os atuais. Mas o que aconteceria se comprássemos dos fabricantes “caixas” básicas contendo os componentes centrais e que, por sua vez, os produtores, como parte de um acordo de serviço em longo prazo, garantissem a manutenção regular da máquina e instalassem nela dispositivos mais modernos quando estes estiverem disponíveis? A “expectativa de vida” dos computadores se estenderia, então, para cinco anos ou mais. Para adotar tal enfoque seria necessário adiar indefinidamente a estratégia de sobrevivência dos fabricantes de planejar a obsolescência em curto prazo de seus produtos e de condicionar a preferência dos consumidores por incessantes novidades em seus equipamentos eletrônicos.


Materiais encontrado no PC 

Chumbo - Danos cerebrais, neurológicos e renais, doenças do sangue e comprometimento de fetos. Em altos níveis de exposição causa vômito, diarréia, convulsões, coma e morte. Mercúrio – Displays, telas LCD, chaves e circuitos impressos altos níveis de exposição contribuem para danos cerebrais, renais e problemas de desenvolvimento de fetos, podendo contaminar o leite materno e os peixes. A sua ingestão ou inalação causa danos ao sistema nervoso central e aos rins. Cádmio – Usado em baterias de celulares, resistores, detectores de infravermelho, semicondutores, tubos de TV antigos e alguns plásticos –Sua concentração no organismo é cumulativa e podem causar problemas de rins, danos na estrutura óssea, além de ser cancerígeno.


Materiais encontrado no PC  

Belírio – Usado em placas-mãe de computadores e celulares causa câncer de pulmão. Cromo hexavalente – Usado na proteção de placas metálicas contra a corrosão, causa bronquite asmática e deformações do DNA. Plásticos e PVC – Constituem, em média, 20% do material dos computadores, usados em circuitos impressos e componentes como conectores, gabinetes e cabos –São difíceis de serem separados na reciclagem e, quando queimados, produzem substâncias tóxicas que, se inaladas, causam problemas no aparelho respiratório. Retardante de chamas (BRTs) – Causam desordens hormonais, nervosas e reprodutivas.


Finalizando 

Para finalizarmos, o problema com o lixo eletrônico é uma realidade, inclusive em nosso país, o melhor modo para tratarmos este problema é com a idéia de sustentabilidade, ou seja, comprarmos coisas que nos sejam úteis, como serviço, como algo de necessidade e não como um produto que daqui a cinco meses vamos jogar fora, lembrando sempre que os componentes químicos contidos neles acabam em leito de rios, no solo e etc.


Bibliografia  Autor: O

Professor Leonardo

lado obscuro do lixo eletrônico(Mark Sommer)  Rede de sustentabilidade  Portal Uai (Flávio Carvalho)


Sustentabilidade